Relatório de Análise. CSN: Boas perspectivas operacionais, mas duas incertezas. 4T12 Preços melhores e maior volume de minério

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Relatório de Análise. CSN: Boas perspectivas operacionais, mas duas incertezas. 4T12 Preços melhores e maior volume de minério"

Transcrição

1 CSN: Boas perspectivas operacionais, mas duas incertezas A CSN teve um ano difícil em 2012, com perdas contábeis elevadas em seu investimento na Usiminas, expressiva redução na geração de caixa, aumento no endividamento e forte queda nas vendas de minério. No entanto, para 2013 as perspectivas são bastante positivas, com crescimento nas vendas esperado na mineração e siderurgia, aumento de preços do aço e a inauguração de uma nova planta (aços longos). Ao lado das perspectivas operacionais positivas, dois riscos rondam a ação, que são os investimentos na ferrovia Transnordestina, sem perspectiva de retorno, e a compra da CSA. Este dois fatos são difíceis de ter seu impacto mensurado nos resultados da empresa, mas sem dúvida são negativos para a ação. Considerando todo o panorama para a empresa e o setor, estamos atualizando nossas projeções e reduzindo o Preço Justo de CSNA3 para R$13,80/ação, com a indicação de Manter. Luiz Francisco Caetano, CNPI* Disclosure e certificação do analista estão localizados na última página deste relatório. 4T12 Preços melhores e maior volume de minério A CSN mostrou no 4T12 números melhores, puxados por maiores vendas de minério e preços maiores tanto na siderurgia como na mineração. No 4T12, as vendas de aço da CSN recuaram 5% em relação ao trimestre anterior, mas foram compensadas pelo aumento de 19% nas exportações de minério. Ao lado do aumento das vendas de minério, em termos médios, os preços de venda da siderurgia tiveram crescimento de 5,7%, comparado ao 3T12, contribuindo para o aumento de 7,7% na receita líquida. Acompanhando a alta dos preços do mercado spot na China, os preços médios de exportação de minério da CSN subiram 11,2% (em reais) no 4T12, comparado ao trimestre anterior. Estes preços melhores permitiram um crescimento de três pontos percentuais na margem bruta e 1,4 p.p. na margem EBITDA. A geração de caixa medida pelo EBITDA cresceu menos que a margem bruta, em função de um forte incremento das Despesas com Vendas, impactadas pelo aumento do frete de minério. O lucro líquido do 4T12 da CSN foi positivamente impactado pela reversão de Imposto de Renda no valor de R$144 milhões, decorrente da análise anual da alíquota efetiva de IR, que considerou as perdas temporárias com investimentos nas subsidiárias. Esta reversão fez com o lucro líquido ficassem em linha com nossas projeções, o que de outra forma não ocorreria. No ano, a CSN teve prejuízo líquido de R$481 milhões, principalmente em função da contabilização de ajustes de R$2 bilhões no valor de seu investimento na Usiminas, que foram parcialmente compensados (R$698 milhões) por ganhos na venda de participações. Expurgados destes efeitos contábeis, o lucro da empresa teria sido de R$854 milhões em 2012, valor 77% menor que em CSN - Resultados Trimestrais R$milhões 4T12 3T12 Var 4T11 Var 4T12 E Var Receita Líquida ,7% % ,7% EBITDA ,6% % % margem EBITDA 26,6% 25,2% 1,4 pp 35,1% -8,5 pp 26,0% 0,6 pp Lucro Líquido ,3% % 325 2% Código: Recomendação: Preço Justo: CSNA3 Manter R$ 13,80 Vendas Aço - mil ton % % % Vendas Minério - mil ton % % % Fonte: CSN e Planner Página 1

2 Revisão das projeções e Preço Justo Estamos atualizando nossas projeções, considerando os resultados do 4T12, as indicações para o desempenho do ano que a empresa forneceu na sua conferencia de ontem e também o panorama do setor de siderurgia e mineração. Em função disso, estamos reduzindo nosso Preço Justo de R$19 para R$13,80 conservando a mesma indicação (Manter), por conta dos riscos que ainda vemos para a empresa. Tudo vai bem na operação da CSN. Apesar de todas as dificuldades que o setor de siderurgia enfrenta no mundo e da redução de rentabilidade desta área na CSN em 2012, a empresa tem conseguido manter uma margem EBITDA elevada (19,5% no 4T12). Além disso, a empresa conseguiu eleva consideravelmente seu volume de vendas de aço no mercado interno em 2012, que atingiu 4,5 milhões, um crescimento de 6,6% comparado ao ano anterior. Na mineração, a produção tem problemas para crescer de forma continuada, tendo diminuído 12% em 2012, mas é uma área muito rentável da empresa, tendo apresentado margem EBITDA de 48% no ano. O desempenho do setor de cimento também é bastante positivo, tendo apresentado crescimento de 17% nas vendas e 200% no EBITDA. Este mesmo bom desempenho ocorre nas áreas de logística, com crescimento de 5% no EBITDA em A área de energia, no entanto, com todas as mudanças por que passa o setor, houve redução de 5% no EBITDA em Para 2013, a CSN sinalizou que sua área de mineração deve vender em termos totais consolidados um volume de 29 milhões/t de minério de ferro, um acréscimo de 13% sobre as 25,8 milhões/t comercializadas em Na siderurgia, as vendas foram estimadas em 6,2 milhões/t, um aumento de 6% em relação ao ano passado. Com isso, para 2013 estimamos um ganho considerável de receita (+20,6%) e de EBITDA (+21,5%). Além disso, a empresa deve iniciar em agosto sua produção de aços longos, adicionando 500 mil t/ano à sua capacidade de produção na siderurgia. As vendas de longos em 2013 devem ser pequenas, mas para 2014 a CSN espera vender um volume próximo à sua capacidade de produção. Assim, vai tudo bem nas áreas de negócios usuais da CSN, mas existem dois riscos importantes neste momento que são difíceis de serem precificados. O primeiro é a ferrovia Transnordestina. Este projeto, de importância vital para a região Nordeste do Brasil, é um problema para a CSN. No projeto da Transnordestina já foram investidos por volta de R$4 bilhões e provavelmente serão necessários mais R$3,5 bilhões para finalizar a obra em Destes investimentos, a CSN aportou R$600 milhões de caixa próprio, mas consolida toda a dívida no balanço. A empresa está buscando um amplo acordo com o Governo Federal que venha a definir o equacionamento financeiro dos investimentos necessários para finalizar a obra e um novo sócio para o projeto. Por enquanto, não há uma perspectiva clara de retorno destes investimentos. A CSN prometeu que ainda este ano divulgará planos detalhados para os retornos do projeto. O segundo risco que podemos apontar seria a compra da CSA. A imprensa tem noticiado reiteradamente que a CSN fará uma oferta pela complicada subsidiária da Thyssenkrupp no Brasil no valor de US$3,8 bilhões. Não vemos ganhos claros para a CSN neste investimento, em função da dificuldade de integrar as unidades e pela impossibilidade da venda de minério de ferro para a CSA, já que a Vale, que é sócia da usina, tem um contrato exclusivo. Nesta aquisição, é possível que ocorram ganhos que um analista externo não consegue dimensionar, por exemplo, no uso do porto da CSA, na venda de energia e nos prejuízos fiscais. Assim, a dificuldade de mensurar os Página 2

3 eventuais ganhos na compra da CSA, juntamente com o impacto que a aquisição vai trazer no já elevado endividamento da CSN, nos fazem temer por esta operação. Dessa forma, apesar de um bom potencial de valorização em relação ao nosso Preço Justo e da expectativa de um crescimento expressivo nos resultados deste ano, somos cautelosos na indicação da ação. Conferencia muito positiva A CSN fez ontem a conferência telefônica para discutir os resultados do 4T12, que foi muito positiva, com a empresa passando expectativas otimistas para o desempenho operacional em Os principais assuntos discutidos foram: Mineração - Expectativas para 2013 são de vendas totais consolidadas de 36 milhões/t, sendo sete milhões/t para uso na usina Presidente Vargas e 29 milhões/t (+12% que em 2012) vendidos para terceiros (considerando 100% da Namisa); - Volume do 1T13 deve ficar abaixo do esperado por conta de problemas operacionais na mina. Nas últimas semanas de janeiro, uma máquina que tira minério do pátio e envia para a usina de processamento apresentou trincas em sua estrutura e precisou ser parada para manutenção. A CSN está tentando várias medidas para reduzir o impacto desta parada; - A CSN está se aproveitando do momento de excesso de oferta de minério no quadrilátero ferrífero para fazer compras. Várias mineradoras da região fizeram investimentos para aumento de produção, mas atrasos na capacidade portuária de concorrentes (MMX) faz com que os produtores não tenham formas de escoamento de seus produtos; - Estão trabalhando para elevar a capacidade de produção para 40 milhões. Não deram data para início da produção neste novo nível; - Acreditam que o preço médio de 2013 será maior que no ano passado (US$129/t). Os estoques na China estão baixos e, considerando o atual nível de produção de aço (2 milhões/t por dia), as siderúrgicas chinesas logo vão ter de voltar a estocar. Siderurgia - Estão otimistas quanto ao crescimento da demanda por aço em 2013 nos setores que a empresa atua, principalmente na construção civil, linha branca, automotivo e embalagens. Acreditam que a importação de aços planos vai cair dos 2 milhões/t verificados em 2012 para 800 mil/t em 2013; - A diferença de preços atual entre mercado interno e externo é a seguinte: Bobinas laminadas a quente (1%), laminados a frio (2%-6%), zincados (5%) e folhas metálicas entre 10%- 11%. Esta diferença muito baixa entre os preços no mercado interno e externo indica que siderúrgicas nacionais não terão problemas com importação; Página 3

4 - A empresa elevou os preços em 5% durante o 1T13 e poderá fazer outra correção nos próximos meses; - A nova planta de aços longos fica pronta em agosto/2013. As vendas de longos neste ano serão muito baixas, mas em 2014 esperam vender 500 mil/t, para um mercado brasileiro que demanda 11 milhões/t por ano; - As vendas de aço devem chegar a 6,2 milhões/t em 2013 (5,8 milhões/t em 2012). As vendas no mercado interno devem somar 4,9 milhões (4,5 milhões/t em 2012), com 1,3 milhões/t de exportações e embarques a partir de unidades no exterior (Lusosider e unidade da Alemanha); - Fizeram uma compra de 140 mil/t de placas no 4T12, em função da parada para manutenção da aciaria, que determinou uma redução de 150 mil/t na produção própria deste produto. Outros assuntos - Investimentos 2013: Vão investir um total de R$3,1 bilhões (semelhante a 2012), sendo: R$660 milhões em mineração, R$170 milhões na fábrica de cimento, R$370 para finalizar a planta de aços longos, R$ 1 bilhão em logística (inclui a Transnordestina) e R$900 milhões em manutenção; - Compra da CSA: foram bem evasivos nas respostas a esta questão, reafirmando apenas que não fizeram nenhuma oferta vinculante pela empresa; - Transnordestina: estão fechando um conjunto de acordos com o governo para definir a forma do financiamento do restante da obra e definindo as bases para o retorno do investimento. Devem fazer ainda este ano uma apresentação para o mercado de toda a estrutura do investimento. A ferrovia deve ficar pronta em 2016, quando começam a obter receita; - Dívida: afirmaram que esta é uma preocupação muito grande da empresa neste momento. Acreditam que a Divida Líquida/EBITDA, que era de 3,5x ao final de 2012, deve fechar 2013 abaixo de 3,0x; -Ações da Usiminas: Hoje é só um investimento financeiro, no qual estão buscando todas as formas para ter retorno. Página 4

5 Parâmetros do Rating da Ação Nossos parâmetros de rating levam em consideração o potencial de valorização da ação, do mercado, aqui refletido pelo Índice Bovespa, e um prêmio, adotado neste caso como a taxa de juro real no Brasil, e se necessário ponderação do analista. Dessa forma teremos: Compra: Quando a expectativa do analista para a valorização da ação for superior ao potencial de valorização do Índice Bovespa, mais o prêmio. Neutro: Quando a expectativa do analista para a valorização da ação for em linha com o potencial de valorização do Índice Bovespa, mais o prêmio. Venda: Quando a expectativa do analista para a valorização da ação for inferior ao potencial de valorização do Índice Bovespa, mais o prêmio. EQUIPE Silvia Chandrowski Zanotto, CNPI-T Gustavo Lobo, CNPI-T Andre Seiti Tanaka Mario Roberto Mariante, CNPI* Luiz Francisco Caetano, CNPI Gustavo Pereira Serra Victor Luiz de Figueiredo Martins, CNPI Ricardo Tadeu Martins, CNPI DISCLAIMER Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas às mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. (*) Conforme o artigo 16, parágrafo único, da ICVM 483, declaro ser inteiramente responsável pelas informações e afirmações contidas neste relatório de análise. Declaração do(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento), nos termos do art. 17 da ICVM 483 O(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento) envolvido(s) na elaboração deste relatório declara(m) que as recomendações contidas neste refletem exclusivamente sua(s) opinião (ões) pessoal(is) sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo. Declaração do empregador do analista, nos termos do art. 18 da ICVM 483 A Planner Corretora e demais empresas do Grupo declaram que podem ser remuneradas por serviços prestados à(s) companhia(s) analisada(s) neste relatório. Página 5

Mineração. Minério de ferro: Preços em queda e estoques crescendo. Análise de Investimentos Relatório Setorial. 22 de Maio de 2014

Mineração. Minério de ferro: Preços em queda e estoques crescendo. Análise de Investimentos Relatório Setorial. 22 de Maio de 2014 Minério de ferro: Preços em queda e estoques crescendo A redução no ritmo de crescimento da produção de aço na China, as dificuldades financeiras das siderúrgicas com os baixos preços naquele país e um

Leia mais

Operações Crédito do SFN

Operações Crédito do SFN Banco Central do Brasil: Operações de Crédito do Sistema Financeiro Nacional (SFN) em agosto de 2015 O crédito total do SFN incluindo as operações com recursos livres e direcionados somou R$ 3,13 trilhões

Leia mais

Operações Crédito do SFN

Operações Crédito do SFN Operações de Crédito do Sistema Financeiro Nacional em fev/2015 O crédito total do SFN incluindo as operações com recursos livres e direcionados somou R$ 3,03 trilhões em fev/15, após alta de 0,5% no mês

Leia mais

Petrobras. Petrobras 2T13: Os lucros devem cair. Análise de Investimentos Relatório de Análise. 7 de agosto de 2013

Petrobras. Petrobras 2T13: Os lucros devem cair. Análise de Investimentos Relatório de Análise. 7 de agosto de 2013 2T13: Os lucros devem cair Estamos divulgando nossas projeções para os resultados da no 2T13 e também fazendo ajustes em nosso Preço Justo para as ações. Acreditamos que a terá um trimestre com crescimento

Leia mais

Operações Crédito do SFN

Operações Crédito do SFN Oper. Crédito do Sistema Financeiro Nacional (SFN) em julho/2015 O crédito total do SFN incluindo as operações com recursos livres e direcionados somou R$ 3,11 trilhões em julho/15, após alta de 0,3% no

Leia mais

Operações Crédito do SFN

Operações Crédito do SFN Operações de Crédito do Sistema Financeiro Nacional Dez/14 e 2014 O crédito total do SFN incluindo as operações com recursos livres e direcionados somou R$ 3.022 bilhões em dezembro de 2014, após expansão

Leia mais

Carteira de Dividendos Maio/15

Carteira de Dividendos Maio/15 A Carteira de Dividendos Planner encerra abril com valorização de 5,23% acumulando ganho de 4,53% no ano A Carteira de Dividendos leva em consideração os seguintes itens na escolha das ações: i) forte

Leia mais

04 de maio de 2015. A Carteira Dinâmica apresentou valorização de 5,03% em abril, acumulando alta de 5,24% em 2015

04 de maio de 2015. A Carteira Dinâmica apresentou valorização de 5,03% em abril, acumulando alta de 5,24% em 2015 A apresentou valorização de 5,03% em abril, acumulando alta de 5,24% em 2015 Período: 04/05 a 08/05 Com base em análises fundamentalistas, apresentamos alternativas de investimento no curto prazo. Acreditamos

Leia mais

Operações Crédito do SFN

Operações Crédito do SFN Oper. Crédito do Sistema Financeiro Nacional (SFN) em mar/2015 O crédito total do SFN incluindo as operações com recursos livres e direcionados somou R$ 3,06 trilhões em mar/15, após alta de 1,2% no mês

Leia mais

15 de Outubro de 2015

15 de Outubro de 2015 out-14 nov-14 nov-14 dez-14 jan-15 jan-15 fev-15 mar-15 mar-15 abr-15 abr-15 mai-15 jun-15 jun-15 jul-15 jul-15 ago-15 set-15 set-15 jun-07 set-07 dez-07 mar-08 jun-08 set-08 dez-08 mar-09 jun-09 set-09

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa O Ibovespa não conseguiu sustentar o movimento de alta do começo da tarde e terminou o dia em queda de 0,15% aos 53.100 pontos, com baixo volume financeiro de R$ 4,7 bilhões, acumulando

Leia mais

18 de novembro de 2014

18 de novembro de 2014 Reunião Pública sobre o 3T14 e estratégia de crescimento A registrou no 3T14 um lucro líquido de R$ 2,7 milhões, 82% abaixo do lucro do 3T13, sensibilizado pelo crescimento de 17% da receita líquida, pela

Leia mais

Papel e Celulose. Conjuntura externa favorece exportações de celulose. Análise de Investimentos Relatório Setorial. 02 de junho de 2015

Papel e Celulose. Conjuntura externa favorece exportações de celulose. Análise de Investimentos Relatório Setorial. 02 de junho de 2015 Conjuntura externa favorece exportações de celulose No 1T15 a produção brasileira de celulose atingiu 5.426 mil toneladas, 4,3% superior ao apresentado no mesmo período do ano anterior. Já as exportações

Leia mais

INFORME MINERAL DNPM JULHO DE 2012

INFORME MINERAL DNPM JULHO DE 2012 INFORME MINERAL DNPM JULHO DE 2012 A mineração nacional sentiu de forma mais contundente no primeiro semestre de 2012 os efeitos danosos da crise mundial. Diminuição do consumo chinês, estagnação do consumo

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa A Bovespa registrou o terceiro pregão em alta na terça-feira, (+1,53%) fechando aos 50.890 pontos, mais uma vez ajudada pelas ações de Petrobras e Vale. O volume financeiro fraco (R$ 4,56

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa A queda das bolsas internacionais não ajudou a pressionar o mercado doméstico em dia de indicadores fracos na China e nos Estados Unidos. A aversão ao risco aumentou nos últimos dias com

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) 07 de Junho de 2013 MERCADOS Bolsa A Bolsa segue influenciada pela fragilidade do cenário externo e somente conseguiu uma recuperação no final da tarde, com alta de 0,16%, aos 52.845 pontos. O giro financeiro

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa A Bovespa já iniciou o ano novo indicando que será mais um período de muita volatilidade para as ações. Diante de um cenário de grandes incertezas do lado doméstico e de olho nos acontecimentos

Leia mais

NUTRIPLANT ON (NUTR3M)

NUTRIPLANT ON (NUTR3M) NUTRIPLANT ON (NUTR3M) Cotação: R$ 1,79 (18/06/2014) Preço-Alvo (12m): R$ 2,10 Potencial de Valorização: 18% 4º. Relatório de Análise de Resultados (1T14) Recomendação: COMPRA P/L 14: 8,0 Min-Máx 52s:

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa Ontem, a Bovespa não conseguiu acompanhar os mercados internacionais, com o peso das principais ações do índice - OGX, Vale e Petrobras - além de bancos e siderúrgicas. O Ibovespa encerrou

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa A Bovespa registrou mais um dia de recuperação, mesmo com as bolsas internacionais do lado negativo. O Ibovespa terminou a sessão em alta de 0,65%, aos 56.034 pontos. O giro financeiro totalizou

Leia mais

Análise Setorial. Sabesp // Minerva // Suzano //CPFL // CESP SABESP (SBSP3)

Análise Setorial. Sabesp // Minerva // Suzano //CPFL // CESP SABESP (SBSP3) Análise Setorial Sabesp // Minerva // Suzano //CPFL // CESP SABESP (SBSP3) A Sabesp divulgou ontem (09/05/2013, após o encerramento do mercado, seus números referentes ao primeiro trimestre de 2013. O

Leia mais

VEÍCULO: VALOR ECONÔMICO SEÇÃO: BRASIL DATA: 26.05.14

VEÍCULO: VALOR ECONÔMICO SEÇÃO: BRASIL DATA: 26.05.14 VEÍCULO: VALOR ECONÔMICO SEÇÃO: BRASIL DATA: 26.05.14 VEÍCULO: VALOR ECONÔMICO SEÇÃO: EMPRESAS DATA: 23.05.14 Varejo e siderurgia preparam-se para vendas mais fracas Por Renato Rostás e Tatiane Bortolozi

Leia mais

Portfólio Sugerido Nov/14

Portfólio Sugerido Nov/14 Ibovespa encerra outubro com alta de 0,95%, mostrando forte valorização na primeira semana após a eleição presidencial. Conforme esperado, o comportamento da Bovespa no mês de outubro girou praticamente

Leia mais

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO Teleconferência e Webcast de Resultados Sexta-feira, 5 de novembro de 2010 Horário: 12:00 p.m. (Brasil) 10:00 a.m. (US EDT) Telefone: +55 (11) 4688.6361 Código:

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2015 Magazine Luiza Destaques do Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Luizacred Lucro Líquido Ganhos de market share, principalmente em tecnologia Receita

Leia mais

DESTAQUES DO DIA. Sua opção de Renda Fixa na Bolsa. Belo Horizonte, 05 de Janeiro de 2011 INFLAÇÃO

DESTAQUES DO DIA. Sua opção de Renda Fixa na Bolsa. Belo Horizonte, 05 de Janeiro de 2011 INFLAÇÃO Belo Horizonte, 05 de Janeiro de 2011 DESTAQUES DO DIA INFLAÇÃO A inflação de janeiro, medida pelo IPC- Fipe fechou com alta de 0,54%, acumulando 6,4% em 2010. Outros índices de inflação, o IGP- DI e o

Leia mais

PETROBRAS Resultado Neutro no 4T09 e PN 2010-14

PETROBRAS Resultado Neutro no 4T09 e PN 2010-14 Analista PETROBRAS Resultado Neutro no 4T09 e PN 2010-14 A Petrobras divulgou na última sexta-feira seus resultados referentes ao 4T09 e ao fechamento de 2009 que mostraram um desempenho um pouco mais

Leia mais

Relatório de Análise. Bons fundamentos + preço elevado = Neutro

Relatório de Análise. Bons fundamentos + preço elevado = Neutro Bons fundamentos + preço elevado = Neutro Após revisarmos o modelo de Renner, baseado no fluxo de caixa descontado, alteramos o nosso preço justo para R$ 82,30,, o que implica em uma valorização potencial

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) 17 de Julho de 2015 MERCADOS Bolsa A Bovespa fechou nesta quinta-feira em alta de 0,32% aos 53.070 pontos, após um pregão de volatilidade, com baixo volume financeiro de apenas R$ 3,9 bilhões. Como pano

Leia mais

Commodities Agrícolas - Market Share por Porto

Commodities Agrícolas - Market Share por Porto 1 Destaques 2009 OvolumedaALLnoBrasilcresceu5,8%em2009para35.631bilhõesdeTKU,apesardo difícil cenário de mercado, com forte queda na produção industrial e redução de 12% na produção de produtos agrícolas

Leia mais

Teleconferência de Resultados 3T15. 10 de novembro de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 3T15. 10 de novembro de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 3T15 10 de novembro de 2015 Magazine Luiza Destaques do 3T15 Vendas E-commerce Ganho de participação de mercado com aumento da margem bruta Receita bruta consolidada de R$2,4

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2T15 31 de julho de 2015 Magazine Luiza Destaques do 2T15 Vendas E-commerce Ganho consistente de participação de mercado Redução na receita líquida de 10,1% para R$2,1 bilhões

Leia mais

Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa

Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa Análise XP Fundamentos Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa A Empresa A Senior Solution está presente, há mais de 17 anos, no segmento de Tecnologia da Informação no mercado brasileiro, sendo uma

Leia mais

EXPOMONEY 2007. São Paulo, 28 de setembro de 2007

EXPOMONEY 2007. São Paulo, 28 de setembro de 2007 EXPOMONEY 2007 São Paulo, 28 de setembro de 2007 Afirmações sobre o Futuro Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam

Leia mais

Início de Cobertura. Paranapanema: O rio voltou a ter peixes. Resultados do 4T12 já mostraram o novo potencial da empresa

Início de Cobertura. Paranapanema: O rio voltou a ter peixes. Resultados do 4T12 já mostraram o novo potencial da empresa Paranapanema: O rio voltou a ter peixes Estamos iniciando a cobertura de Paranapanema indicando a Compra para PMAM3 com Preço Justo de R$7,40/ação, o que implica numa valorização potencial de 37%. Após

Leia mais

Teleconferência Resultados 3T10

Teleconferência Resultados 3T10 Teleconferência Resultados 3T10 Sexta-feira, 5 de Novembro de 2010 Horário: 14:00 (horário de Brasília) 12:00 (horário US EDT) Tel: + 55 (11) 4688-6361 Código: LASA Replay: + 55 (11) 4688-6312 Código:

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa Depois de uma semana bastante positiva, a Bovespa teve mais um dia de alta forte encerrando o pregão com valorização de 1,09% atingindo os 57.634 pontos, com volume financeiro de R$ 10,96

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa A Bovespa voltou a mostrar força ontem, suportada pelo mesmo motivo: a corrida eleitoral. Enquanto os mercados internacionais mostram espaço para a continuidade da realização de lucros a

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa O Ibovespa voltou a subir ontem refletindo os dados positivos da China que vieram na contramão da expectativa do mercado e também os indicadores dos Estados Unidos, que ajudaram a Bovespa

Leia mais

Boletim Econômico Edição nº 89 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico

Boletim Econômico Edição nº 89 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Boletim Econômico Edição nº 89 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Crise não afeta lucratividade dos principais bancos no Brasil 1 Lucro dos maiores bancos privados

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) 13 de Junho de 2013 MERCADOS Bolsa A Bovespa seguiu em queda ontem, desta vez influenciada pelo exercício de Ibovespa futuro e de opções sobre o Ibovespa e mau humor no mercado externo, com as bolsas norte-americanas

Leia mais

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO PANORAMA SEMANA DE 21 A 25 DE SETEMBRO de 2009 Semana de preço estável no mercado de Boi Gordo no Rio Grande do Sul, com o preço encerrando a semana a R$ 4,61/kg carcaça.

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14 27 de fevereiro de 2015 Magazine Luiza Destaques 2014 Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Ajustado Luizacred Lucro Líquido Ajustado Crescimento da receita

Leia mais

PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48

PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48 PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48 POR AÇÃO ATÉ MAIO DE 2008. São Paulo, 02 de julho de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os resultados dos 5M08. As informações

Leia mais

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T15

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T15 TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T15 RESULTADOS FINANCEIROS CONSOLIDADOS RECEITA LÍQUIDA 300,1 361,1 20,3% EBITDA AJUSTADO 56,5 68,7 21,6% MARGEM EBITDA AJUSTADO 1 17,9% 18,4% 0,5 p.p. LUCRO LÍQUIDO AJUSTADO

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Juros. Altas e Baixas do Ibovespa. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Juros. Altas e Baixas do Ibovespa. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa A Bovespa não conseguiu sustentar o movimento de alta dos últimos dias com movimento de realização de lucro em importantes empresas do Índice. O Ibovespa terminou o dia em baixa de 0,45%,

Leia mais

Panorama Econômico. Principais Fatos da Semana. 04 de Maio de 2015. Sumário. Acompanhamento De 27 de Abril a 01 de Maio

Panorama Econômico. Principais Fatos da Semana. 04 de Maio de 2015. Sumário. Acompanhamento De 27 de Abril a 01 de Maio Panorama Econômico 04 de Maio de 2015 Sumário Principais Fatos da Semana 1 Economia EUA 2 Economia Brasileira 3 Índices de Mercado 5 Calendário Semanal 5 Acompanhamento Principais Fatos da Semana Nos Estados

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014 Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2014 Destaques do Expressivo crescimento em vendas mesmas lojas (25,4%) com rentabilidade Crescimento da receita líquida total: 28,5% versus 1T13 R$2,3 bilhões

Leia mais

Release de Resultado Janeiro/08

Release de Resultado Janeiro/08 PORTO SEGURO anuncia lucro líquido de R$10,0 milhões ou R$0,13 por ação em janeiro de 2008 São Paulo, 17 de Março de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os resultados de janeiro de 2008. As

Leia mais

Portfólio Sugerido Maio/15

Portfólio Sugerido Maio/15 Ibovespa sobe 9,93% em abril, refletindo um forte fluxo de capital estrangeiro O mês de abril foi mais um período atípico para a Bovespa, que andou na contramão das expectativas. O cenário econômico e

Leia mais

12 de setembro de 2014

12 de setembro de 2014 Capacidade de promover mudanças Para o rating brasileiro a recuperação econômica conduzida por investimento e o rígido cumprimento das metas de superávit primário entre 2% e 3% são essenciais. Por outro

Leia mais

Portfólio Sugerido Setembro/15

Portfólio Sugerido Setembro/15 Ibovespa registra o pior desempenho no ano com queda de 8,33% A Bovespa registrou mais um mês de queda expressiva o que em parte, já era esperado. Nossa expectativa era de que a fragilidade dos indicadores

Leia mais

Apresentação de Resultados 3T05

Apresentação de Resultados 3T05 Apresentação de Resultados 3T05 Destaques Crescimento do Lucro Líquido foi de 316% no Terceiro Trimestre Crescimento da Receita no 3T05 A receita bruta foi maior em 71% (3T05x3T04) e 63% (9M05x9M04) Base

Leia mais

Siderurgia. Siderurgia: Produção de aço cresce no Brasil e no mundo. Análise de Investimentos Relatório de Setorial

Siderurgia. Siderurgia: Produção de aço cresce no Brasil e no mundo. Análise de Investimentos Relatório de Setorial 24 de Março de 2015 : Produção de aço cresce no Brasil e no mundo Em fevereiro, a produção de aço apresentou elevação no Brasil e no mundo. No Brasil, o volume produzido aumentou 2,3% no mês, somando um

Leia mais

Açotubo anuncia fusão com Incotep e Artex Aços Inoxidáveis

Açotubo anuncia fusão com Incotep e Artex Aços Inoxidáveis Açotubo anuncia fusão com Incotep e Artex Aços Inoxidáveis Ter, 02 de Agosto de 2011 07:13 Com base nos movimentos de mercado e da companhia alinhados ao aquecimento da indústria e economia brasileiras,

Leia mais

CONFERENCE CALL DE APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 2T09 - GLOBEX. Rio de Janeiro, 11 de setembro de 2009.

CONFERENCE CALL DE APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 2T09 - GLOBEX. Rio de Janeiro, 11 de setembro de 2009. CONFERENCE CALL DE APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 2T09 - GLOBEX Rio de Janeiro, 11 de setembro de 2009. 1 DRE PRO-FORMA Com objetivo de haver comparabilidade na análise de resultados, os comentários de

Leia mais

A Hora do Gráfico. Análise Gráfica. Índice. Ibovespa - Diário. Ibovespa (gráfico de 15 minutos) Índice Ibovespa. Top 5. Fique de Olho.

A Hora do Gráfico. Análise Gráfica. Índice. Ibovespa - Diário. Ibovespa (gráfico de 15 minutos) Índice Ibovespa. Top 5. Fique de Olho. quinta-feira, 3 de outubro de 2013 Análise Gráfica A Hora do Gráfico Ibovespa - Diário Índice Índice Ibovespa Top 5 Fique de Olho Disclosure Hoje tivemos um dia de queda, no começo até testamos novamente

Leia mais

Apresentação d t ã de Resultados 3T07

Apresentação d t ã de Resultados 3T07 A t ã d Apresentação de Resultados 3T07 Agenda Eventos Recentes Destaques Estratégicos Destaques Financeiros Resultados Financeiros Guidance 2007 Guidance 2008 2 RESULTADOS 3T07 Os resultados referentes

Leia mais

NOTA CEMEC 03/2015 FATORES DA QUEDA DO INVESTIMENTO 2010-2014

NOTA CEMEC 03/2015 FATORES DA QUEDA DO INVESTIMENTO 2010-2014 NOTA CEMEC 03/2015 FATORES DA QUEDA DO INVESTIMENTO 2010-2014 Março 2015 1 NOTA CEMEC 03/2015 SUMÁRIO Os dados de Contas Nacionais atualizados até o terceiro trimestre de 2014 revelam a continuidade da

Leia mais

Produtos Estruturados

Produtos Estruturados Sales Sales Trading Produtos Estruturados Research & Best Ideas A equipe de Research, juntamente com a equipe de Sales Trading, vem trabalhando para criar grandes oportunidades, unindo macroeconomia e

Leia mais

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000)

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000) Blumenau SC, 27 de julho de 2007 A Cremer S.A. (Bovespa: CREM3), distribuidora de produtos para a saúde e também líder na fabricação de produtos têxteis e adesivos cirúrgicos, anuncia hoje seus resultados

Leia mais

COMENTÁRIOS DO DESEMPENHO NO 3º TRIMESTRE E 9 MESES DE 2002

COMENTÁRIOS DO DESEMPENHO NO 3º TRIMESTRE E 9 MESES DE 2002 COMENTÁRIOS DO DESEMPENHO NO 3º TRIMESTRE E 9 MESES DE 2002 Desempenho Em ambiente de queda da atividade na indústria automobilística, a Iochpe-Maxion apresentou um crescimento de 8,4% nas vendas no terceiro

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T14

Apresentação de Resultados 1T14 Apresentação de Resultados 1T14 15 de Maio de 2014 Destaques do 1T14 O aluguel nas mesmas lojas (SSR) continuou a reportar crescimento de dois dígitos no 1T14, aumento de 10,1% comparado ao 1T13 As vendas

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa A Bovespa registrou, na sexta-feira, mais um pregão de baixo volume financeiro (R$ 5,5 bilhões) em dia de agenda fraca. O mercado já vem há vários dias operando com baixo volume e com predomínio

Leia mais

Relatório de Resultados 2T 2015

Relatório de Resultados 2T 2015 MMX - Resultados Referentes ao 2º trimestre de 2015 Rio de Janeiro, 14 de agosto de 2015 A MMX Mineração e Metálicos S.A. ( Companhia ou MMX ) (Bovespa: MMXM3) anuncia seus resultados referentes ao 2º

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T14

Divulgação de Resultados 1T14 Divulgação de Resultados 1T14 A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private-equity ( Fundos

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa A Bovespa fechou o dia em ligeira alta (0,17%) aos 47.364 pontos, com os investidores avaliando as propostas do governo federal e também a reação dos políticos ao pacote. Os cortes de despesas

Leia mais

Carteira Top Pick Dezembro 01.12.13

Carteira Top Pick Dezembro 01.12.13 CARTEIRA COMENTÁRIO Carteira Top Pick Dezembro 01.12.13 A carteira direcional recomendada pela equipe de analistas da Socopa Corretora é mensalmente avaliada buscando relacionar as cinco melhores opções

Leia mais

SONDAGEM INDUSTRIAL Março de 2015

SONDAGEM INDUSTRIAL Março de 2015 SONDAGEM INDUSTRIAL Março de 2015 A exportação se consolida como perspectiva positiva para os próximos meses A Sondagem industrial, realizada junto a 162 indústrias catarinenses no mês de março, mostrou

Leia mais

A CRISE INTERNACIONAL E A REPERCUSSÃO NO BRASIL

A CRISE INTERNACIONAL E A REPERCUSSÃO NO BRASIL A CRISE INTERNACIONAL E A REPERCUSSÃO NO BRASIL ANÁLISE ECONÔMICA DA CSN DE SETEMBRO DE 2011 Cenário Internacional 2011 foi marcado por um ambiente econômico de instabilidade, agravamento da crise européia.

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2014 - USINAS SIDERURGICAS DE MINAS GERAIS SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2014 - USINAS SIDERURGICAS DE MINAS GERAIS SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

RESULTADO OPERACIONAL RECORDE EM 2002

RESULTADO OPERACIONAL RECORDE EM 2002 Para mais informações, contatar: Luciana Paulo Ferreira CSN - Relações com Investidores 1 2586 1442 luferreira@csn.com.br www.csn.com.br RESULTADO OPERACIONAL RECORDE EM 20 (Rio de Janeiro, Brasil, 26

Leia mais

Destaques do Trimestre

Destaques do Trimestre Resultados do 1T12 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) 31 de Julho de 2013 MERCADOS Bolsa Índices, Câmbio e Commodities A Bovespa abriu em alta, mas não resistiu à pressão de vendas com investidores aguardando o resultado do encontro do Comitê Federal de Mercado

Leia mais

Relatório Analítico 27 de março de 2012

Relatório Analítico 27 de março de 2012 VENDA Código de Negociação Bovespa TGM A3 Segmento de Atuação Principal Logística Categoria segundo a Liquidez 2 Linha Valor de M ercado por Ação (R$) 29,51 Valor Econômico por Ação (R$) 32,85 Potencial

Leia mais

Operadora: Indicadores econômico-financeiros

Operadora: Indicadores econômico-financeiros Número 02 São Paulo, 13 de agosto de 2013 Operadora: Indicadores econômico-financeiros RESUMO A GVT tem apresentado variações positivas significativas na quantidade de acessos nos últimos três anos, e

Leia mais

Teleconferência de Resultados do 3T09

Teleconferência de Resultados do 3T09 Teleconferência de Resultados do 3T09 2 Destaques do trimestre O forte resultado do 3T09 demonstrou nossa confortável posição competitiva na indústria de proteínas e confirmou os resultados esperados de

Leia mais

- Assessoria de Mercado de Capitais e Empresarial Ltda - Consultores Ltda. Suas unidades de negócio estão divididas em:

- Assessoria de Mercado de Capitais e Empresarial Ltda - Consultores Ltda. Suas unidades de negócio estão divididas em: 23/04/2010 FERTILIZANTES FOSFATADOS S.A. - FOSFERTIL A Companhia COMPRA Código em Bolsa FFTL4 Setor FERTILIZANTES Cotação em 08/04/10 R$ 17,27 Preço Alvo R$ 28,43 Potencial de Valorização 64,61% Valor

Leia mais

Teleconferência de Resultados. 4T12 e 2012

Teleconferência de Resultados. 4T12 e 2012 Teleconferência de Resultados e 2012 28 de fevereiro de 2013 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam

Leia mais

Apresentação de Resultados do 4T13

Apresentação de Resultados do 4T13 Apresentação de Resultados do 4T13 Geraldo Bom dia a todos. Em nome da M DIAS BRANCO, gostaria de agradecer a presença dos senhores em nossa teleconferência para discussão dos resultados da Companhia no

Leia mais

Comunicado à Imprensa. S&P reafirma ratings da Tele Norte Leste Participações S.A.

Comunicado à Imprensa. S&P reafirma ratings da Tele Norte Leste Participações S.A. Comunicado à Imprensa S&P reafirma ratings da Tele Norte Leste Participações S.A. Analistas: Ana Claudia Nunes, São Paulo (55) 11-5501-8956; Reginaldo Takara, São Paulo (55) 11-5501- 8932; Milena Zaniboni,

Leia mais

CSN MANTÉM MARGEM EBITDA SUPERIOR A 46% NO 3T10. São Paulo, 28 de outubro de 2010

CSN MANTÉM MARGEM EBITDA SUPERIOR A 46% NO 3T10. São Paulo, 28 de outubro de 2010 CSN MANTÉM MARGEM EBITDA SUPERIOR A 46% NO São Paulo, 28 de outubro de 2010 A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) (BM&FBOVESPA: CSNA3) (NYSE: SID) divulga seu resultado do terceiro trimestre de 2010 (),

Leia mais

Especial Lucro dos Bancos

Especial Lucro dos Bancos Boletim Econômico Edição nº 90 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Especial Lucro dos Bancos 1 Tabela dos Lucros em 2014 Ano Banco Período Lucro 2 0 1 4 Itaú Unibanco

Leia mais

Relatório Analítico 19 de abril de 2012

Relatório Analítico 19 de abril de 2012 VENDA Código de Negociação Bovespa AM BV4 Segmento de Atuação Principal Alimentos Categoria segundo a Liquidez 1 Linha Valor de M ercado por Ação (R$) 80,99 Valor Econômico por Ação (R$) 81,05 Potencial

Leia mais

Resultados 1T07 10 de maio de 2007

Resultados 1T07 10 de maio de 2007 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 102% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 32% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 1T07. As demonstrações financeiras da Companhia são elaboradas

Leia mais

Novos Contratos de Assistência: Novos contratos de Assistência com Minas Brasil (Grupo Zurich) e Banco do Brasil.

Novos Contratos de Assistência: Novos contratos de Assistência com Minas Brasil (Grupo Zurich) e Banco do Brasil. Divulgação dos Resultados 1T09 1 Disclaimer: Eventuais declarações que possam ser feitas durante esta apresentação, relativas às perspectivas de negócios da Companhia, projeções e metas operacionais e

Leia mais

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Julho. Carteira Sugerida de Junho

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Julho. Carteira Sugerida de Junho A carteira direcional recomendada pela equipe de analistas da Socopa Corretora é mensalmente avaliada buscando relacionar as cinco melhores opções de investimento para o mês subseqüente dentro dos ativos

Leia mais

Negócios. Gerdau aprimora gestão para ampliar resultados operacionais. 18,5 milhões de toneladas

Negócios. Gerdau aprimora gestão para ampliar resultados operacionais. 18,5 milhões de toneladas Negócios Gerdau inicia produção própria de bobinas a quente na usina Ouro Branco (MG). DESEMPENHO DAS OPERAÇÕES Gerdau aprimora gestão para ampliar resultados operacionais Ao longo de 2013, as vendas físicas

Leia mais

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos.

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos. São Paulo, 13 de maio de 2013 - A Unidas S.A. ( Companhia ou Unidas ) anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2012 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto

Leia mais

ANÁLISE ECONÔMICO FINANCEIRA DA EMPRESA BOMBRIL S.A.

ANÁLISE ECONÔMICO FINANCEIRA DA EMPRESA BOMBRIL S.A. Universidade Federal do Pará Centro: Sócio Econômico Curso: Ciências Contábeis Disciplina: Análise de Demonstrativos Contábeis II Professor: Héber Lavor Moreira Aluno: Roberto Lima Matrícula:05010001601

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Bolsa. Índices, Câmbio e Commodities. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Bolsa. Índices, Câmbio e Commodities. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa Ontem a Bovespa não seguiu o ritmo dos mercados internacionais que tiveram dia de alta. A queda de Vale, Petrobras e dos principais bancos, contribuiu para o fechamento em baixa de 0,53%,

Leia mais

Resultados 1T15. 08 de maio de 2015

Resultados 1T15. 08 de maio de 2015 Resultados 1T15 08 de maio de 2015 2 Principais destaques do 1T15 Crescimento da receita líquida de 23%, sendo de 2 dígitos em todas unidades de negócio no comparativo ano vs. ano, favorecidas por 83%

Leia mais

22 de novembro de 2007. Apresentação dos Resultados 4T07

22 de novembro de 2007. Apresentação dos Resultados 4T07 22 de novembro de 2007 Apresentação dos Resultados 4T07 Aviso Importante Declarações contidas nesta apresentação relativas às perspectivas dos negócios da Companhia, projeções de resultados operacionais

Leia mais

Panorama e Perspectivas 2011/2012. Mercado de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização

Panorama e Perspectivas 2011/2012. Mercado de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização Panorama e Perspectivas / Mercado de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização 1. Sumário Executivo... 2 2. Seguradoras do grupo de seguros gerais... 2 2.1 Ramos do grupo de seguros gerais...

Leia mais

RESULTADOS 4T14 e 2014

RESULTADOS 4T14 e 2014 São Paulo, 12 de março de 2015 A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) (BM&FBOVESPA: CSNA3) (NYSE: SID) divulga seus resultados do quarto trimestre de 2014 (4T14) e do ano de 2014 em Reais, sendo suas demonstrações

Leia mais

Informações Trimestrais 4º trimestre e exercício de 2015 (4T15 e 2015) Relatório da Administração

Informações Trimestrais 4º trimestre e exercício de 2015 (4T15 e 2015) Relatório da Administração Informações Trimestrais 4º trimestre e exercício de 2015 (4T15 e 2015) Relatório da Administração Prezados acionistas A administração da WLM Indústria e Comércio S.A. (WLM), em conformidade com as disposições

Leia mais

17 de Fevereiro de 2017

17 de Fevereiro de 2017 : Resultados crescentes, mas ação bem precificada A crise na siderurgia mundial, a recessão no Brasil, a alta dos juros e os baixos preços do minério de ferro impactaram em muito os resultados da até o

Leia mais

- Assessoria de Mercado de Capitais e Empresarial Ltda - Consultores Ltda

- Assessoria de Mercado de Capitais e Empresarial Ltda - Consultores Ltda 19/02/2010 CETIP S.A BALCÃO ORGANIZADO DE ATIVOS E DERIVATIVOS A Companhia A CETIP S.A. - Balcão Organizado de Ativos e Derivativos ( Companhia ou CETIP ) opera o maior Mercado Organizado para Ativos de

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO JANEIRO 2008

RELATÓRIO DE GESTÃO JANEIRO 2008 RELATÓRIO DE GESTÃO JANEIRO 2008 Este material tem o único propósito de divulgar informações e dar transparência à gestão executada pela Edge Investimentos, não deve ser considerado como oferta de venda

Leia mais