Boletim Econômico Edição nº 89 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Boletim Econômico Edição nº 89 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico"

Transcrição

1 Boletim Econômico Edição nº 89 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Crise não afeta lucratividade dos principais bancos no Brasil 1

2 Lucro dos maiores bancos privados sobe 26,9% no ano A desaceleração da economia brasileira parece não ter prejudicado o balanço financeiro dos três maiores bancos privados do país. Itaú Unibanco, Bradesco e Santander lucraram ao todo 27,4 bilhões de reais nos primeiros nove meses de 2014, o que representa uma alta de 26,9% ante igual período de O lucro também ficou em 9,8 bilhões de reais no terceiro trimestre, aumento de 29,9% na mesma base de comparação. Os bancos superaram o enfraquecimento da atividade brasileira por meio de estratégias como o controle de riscos mais rígidos e o reajuste das taxas de juros. A elevação da taxa básica de juros (Selic) estimulou a demanda por intermediação financeira. O serviço proporcionou ganhos de 70,1 bilhões de reais entre janeiro e setembro, alta de 15% ante igual período do ano anterior. Um saldo positivo com tesouraria e uma menor concorrência com os principais bancos públicos também contribuíram Os três bancos privados precisaram reduzir as projeções de crescimento do crédito para 2014, por se tratar do segmento mais prejudicado pela desaceleração econômica. Apesar disso, Itaú Unibanco, Bradesco e Santander tiveram um desempenho que superou a média dos bancos privados. As carteiras encerram o terceiro trimestre com 1 trilhão de reais, aumento de 8,5% em doze meses e de 3% na comparação com o segundo trimestre. 2

3 Itaú Unibanco tem lucro trimestral 35% maior que no ano passado O Itaú Unibanco apresentou resultados vigorosos do terceiro trimestre, com aceleração do crédito, aumento da rentabilidade e do lucro e melhora da qualidade da carteira. No período, o maior banco privado do país reportou um lucro líquido de 5,40 bilhões de reais entre julho e setembro, aumento de 35,3% na comparação com o mesmo período do ano passado. Em relação ao três meses anteriores, a elevação foi de 10,3%. Em bases recorrentes, o lucro foi de 5,45 bilhões de reais no terceiro trimestre, 35,7% maior ante o mesmo intervalo do ano passado. O número também veio acima da previsão média de analistas ouvidos pela Reuters, de 5,02 bilhões de reais. O resultado veio apoiado na aceleração dos financiamentos, cujo estoque total evoluiu 10,2% em 12 meses até setembro, para 503,34 bilhões de reais, com destaque para segmentos de menor risco, como imobiliário e consignado. 3

4 Lucro do Santander Brasil sobe 8% no 3º tri, para R$ 537 milhões O banco Santander Brasil apresentou um lucro líquido de 537 milhões de reais no terceiro trimestre deste ano, avanço de 8% em relação ao mesmo período do ano passado. Na comparação com o segundo trimestre deste ano a alta foi de 1,8%. Analistas esperavam, em média, um resultado maior: lucro de 618 milhões de reais. Em termos recorrentes, o lucro do banco foi de 1,464 bilhão de reais, expansão anual de 4% sobre os 1,407 bilhão reportados um ano antes. O Santander Brasil fechou o período com carteira de crédito total de 234,5 bilhões de reais, com crescimento de 5,6% em doze meses e 3,6% no trimestre. Já a margem financeira bruta foi de 6,98 bilhões de reais no terceiro trimestre, queda ante os 7,521 bilhões do mesmo período de A inadimplência nas operações de crédito da filial brasileira do Santander teve ligeira acomodação no terceiro trimestre de Pelo conceito usado na sede espanhola, que é diferente do apresentado no balanço do Santander Brasil em reais, a inadimplência recuou de 5,78% em junho para 5,64% em setembro. Entre as grandes unidades do Santander, Portugal com índice de atrasos de 8,49%, Espanha (7,57%) e Polônia (7,43%) têm indicador pior que o visto no mercado brasileiro. Entre as demais subsidiárias, a taxa é de 3,74% no México, 2,68% nos Estados Unidos e 1,80% no Reino Unido. Já a receita com prestação de serviços e tarifas somou 2,765 bilhões de reais no período, 5,8% acima dos 2,614 bilhões de reais reportados um ano antes. O Santander Brasil teve retorno sobre patrimônio líquido 4

5 médio excluindo ágio de aquisições de 11,6% no período ante 10,6% divulgados entre julho e setembro do ano passado. Bradesco tem lucro de R$ 3,87 bilhões no 3º tri O Bradesco enviou sinais mistos ao mercado, com o forte lucro do terceiro trimestre contrabalançado pela piora da qualidade da carteira de empréstimos, que também tem crescido menos. O segundo maior banco privado do país anunciou nesta quinta-feira que seu lucro líquido entre julho e setembro subiu 26,5% ante igual período de 2013, para 3,87 bilhões de reais. O resultado veio mesmo após efeito contábil negativo de 598 milhões de reais decorrente do colapso do português Banco Espírito Santo, no qual o Bradesco tinha 3,9% de participação. O ciclo de fraca expansão dos empréstimos, refletindo a estagnação da economia brasileira, voltou a aparecer, com avanço de apenas 7,7% dos financiamentos em doze meses, a 444,2 bilhões de reais. O crédito para varejo subiu 8,65%, enquanto a de empresas evoluiu 7,2%. Com isso, o banco reduziu a previsão de alta de sua carteira de crédito em 2014, de, no máximo, 14% para 11%. Em pessoas físicas, a projeção caiu da faixa de até 15% para 12%. Já para o setor corporativo, a estimativa recuou de 13% para 10%. Mesmo com foco em linhas consideradas mais seguras, como imobiliária e consignado, o Bradesco viu o índice de calotes acima de noventa dias subir de 3,5% ao fim do segundo trimestre para 3,6% em setembro. Assim, a despesa com provisões para perdas com inadimplência somaram 3,35 bilhões de reais entre julho e setembro, avanço de 16,2% ante igual etapa do ano passado. Houve, segundo o banco, 5

6 agravamento do nível de risco de casos pontuais, ocorridos em operações com clientes corporativos, que se iniciou no segundo trimestre. Por outro lado, o Bradesco registrou um avanço de 13,3% das receitas com tarifas e serviços, para 5,64 bilhões de reais, e também elevou a previsão de aumento nesta linha em 2014, da faixa de até 13% para 14%. No terceiro trimestre, o retorno do Bradesco sobre patrimônio líquido (ROE), que mede como bancos remuneram o capital de seus acionistas, foi de 20,4%, ante 18,4% no terceiro quarto de 2013, mas levemente abaixo dos 20,7% de três meses antes. Lucro do BB sobe 2,8% e atinge R$ 2,78 bilhões no terceiro trimestre O Banco do Brasil teve lucro líquido maior no terceiro trimestre sobre o mesmo período do ano passado, mas o resultado veio abaixo da média de projeções do mercado e a instituição reduziu a perspectiva para o crescimento de sua carteira de crédito em A maior instituição financeira do Brasil teve lucro líquido de R$ 2,78 bilhões entre julho e setembro, alta de 2,8% sobre o resultado obtido em 2013, mas recuo de 1,7% sobre o segundo trimestre deste ano. Excluindo efeitos não recorrentes, o lucro foi de R$ 2,885. A previsão média de analistas consultados pela Reuters apontava para um resultado recorrente de R$ 3,014. 6

7 O crescimento no lucro na comparação anual ocorreu apesar de um incremento de 16,9% na provisão para perdas com crédito, a R$ 4,571, montante que ficou praticamente estável ante o segundo trimestre deste ano. A reserva maior veio junto com crescimento da inadimplência no banco, com base em operações vencidas há mais de 90 dias, cujo índice passou de 1,97% no terceiro trimestre de 2013 para 2,09% no período de julho a setembro deste ano. No segundo trimestre, a taxa foi de 1,99%. Além disso, um dos indicadores de inadimplência futura, o de operações vencidas há mais de 60 dias, também cresceu, passando de 2,36% no terceiro trimestre do ano passado para 2,47% no final de setembro deste ano, após 2,37% no segundo trimestre. No fim de setembro, a carteira de crédito ampliada do BB somava R$ 732,719, um avanço de 12,3% em 12 meses. Como comparação, o estoque de empréstimos do Itaú Unibanco teve avanço anual de 10,2% no terceiro trimestre, o do Santander Brasil cresceu 5,6% e o do Bradesco teve incremento de 7,7%, informaram os bancos. Após o desempenho e aumento da inadimplência, o banco resolveu cortar a projeção de crescimento da carteira de crédito ampliada no país neste ano para 12% a 16% ante expectativa anterior de alta de 14% a 18%. Segundo o BB, a revisão na estimativa para o comportamento dos financiamentos este ano ocorreu com corte nas projeções de expansão no crédito para pessoa física, que passou a 8% a 12% contra 12% a 16%, e também para pessoa jurídica, para faixa de 12% a 16% contra 14% a 18%. Para o agronegócio também houve corte na previsão, que caiu de 18% a 22% para 16% a 20%. Os destaques de expansão da carteira do BB no terceiro trimestre foram as linhas de financiamento imobiliário (alta de 63,2% sobre setembro de 2013) e agronegócio (expansão anual de 21,2%). Na ponta contrária, os empréstimos para aquisição de veículos recuaram 6,3% na comparação anual, enquanto o cheque especial teve queda de 6% e o CDC Salário mostrou declínio de 2,3% na base anual. As receitas com prestação de serviços somaram R$ 4,645 bilhões no terceiro trimestre, alta anual de 11,2% e de 2% na comparação trimestral. Já as rendas de tarifas bancárias cresceram 4,7% no ano e 6,3% na 7

8 base seqüencial, para R$ 1,718 bilhão. Enquanto isso, as despesas com pessoal subiram 11,4% em relação ao terceiro trimestre de 2013, para R$ 4,63 bilhões. O Banco do Brasil teve rentabilidade sobre patrimônio líquido médio, indicador que mede como os bancos remuneram o capital de seus acionistas, de 15,5% no terceiro trimestre ante 16,1% no segundo trimestre e 16,3% entre julho e setembro de Em termos ajustados, a rentabilidade nos três meses encerrados em setembro foi de 16,1% após 17,1% no trimestre imediatamente anterior e 15,7% um ano antes. A instituição terminou o terceiro trimestre com funcionários ante no resultado divulgado em igual etapa de Enquanto isso, a rede de atendimento subiu para pontos ante no terceiro trimestre do ano passado. O BB registrou ao final de setembro ativos totais de R$ 1,431 trilhão, expansão anual de 13,7%. 8

Especial Lucro dos Bancos

Especial Lucro dos Bancos Boletim Econômico Edição nº 90 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Especial Lucro dos Bancos 1 Tabela dos Lucros em 2014 Ano Banco Período Lucro 2 0 1 4 Itaú Unibanco

Leia mais

A seguir, é apresentado um panorama sintético dos resultados financeiros desses bancos.

A seguir, é apresentado um panorama sintético dos resultados financeiros desses bancos. Mesmo em meio à turbulência vivida pela economia brasileira e que está levando o país a uma recessão desde a crise mundial de 2009, existe um setor que não deixou de crescer este ano: o bancário. Enquanto

Leia mais

Banco Santander (Brasil) S.A.

Banco Santander (Brasil) S.A. Banco Santander (Brasil) S.A. Resultados em BR GAAP 4T14 3 de Fevereiro de 2015 INFORMAÇÃO 2 Esta apresentação pode conter certas declarações prospectivas e informações relativas ao Banco Santander (Brasil)

Leia mais

Boletim Econômico Edição nº 77 julho de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico

Boletim Econômico Edição nº 77 julho de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Boletim Econômico Edição nº 77 julho de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Sistema bancário e oferta monetária contra a recessão econômica 1 BC adota medidas para injetar

Leia mais

Earnings Release 1s14

Earnings Release 1s14 Earnings Release 1s14 1 Belo Horizonte, 26 de agosto de 2014 O Banco Bonsucesso S.A. ( Banco Bonsucesso, Bonsucesso ou Banco ), Banco múltiplo, de capital privado, com atuação em todo o território brasileiro

Leia mais

Divulgação dos Resultados 1T15

Divulgação dos Resultados 1T15 Divulgação dos Resultados 1T15 Sumário Resultado Itens Patrimoniais Índices Financeiros e Estruturais Guidance 2 Resultado Margem Financeira (em e %) * 1T15 / 1T14 1T15 / 4T14 1T15 / 1T14 21,1% 5,4% 21,1%

Leia mais

Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil

Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil Nota de Imprensa Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil Presidente mundial do Banco Santander apresenta em São Paulo o Plano Estratégico 2008-2010 para o A integração

Leia mais

TABELA 1 Destaques dos seis maiores bancos Brasil - 2013

TABELA 1 Destaques dos seis maiores bancos Brasil - 2013 DESEMPENHO DOS BANCOS EM 2013 Resultados diferenciados e fechamento de postos de trabalho caracterizaram o desempenho do setor bancário em 2013 Em 2013, os seis maiores bancos do país 1 apresentaram resultados

Leia mais

Destaques Operacionais. Desempenho Financeiro

Destaques Operacionais. Desempenho Financeiro Press Release Destaques Operacionais O Banrisul apresentou, nos nove meses de 2011, trajetória ascendente de crescimento no crédito. Os indicadores de inadimplência e de qualidade da carteira mantiveram-se

Leia mais

Resultado da Oferta Pública Voluntária de Permuta. Novembro de 2014

Resultado da Oferta Pública Voluntária de Permuta. Novembro de 2014 Resultado da Oferta Pública Voluntária de Permuta Novembro de 2014 OFERTA VOLUNTÁRIA DE PERMUTA DE AÇÕES No dia 30 de outubro realizamos o leilão da oferta voluntária. A adesão dos minoritários do Santander

Leia mais

Nota de Crédito PJ. Janeiro 2015. Fonte: BACEN Base: Novembro de 2014

Nota de Crédito PJ. Janeiro 2015. Fonte: BACEN Base: Novembro de 2014 Nota de Crédito PJ Janeiro 2015 Fonte: BACEN Base: Novembro de 2014 mai/11 mai/11 Carteira de Crédito PJ não sustenta recuperação Após a aceleração verificada em outubro, a carteira de crédito pessoa jurídica

Leia mais

OS IMPACTOS MACROECONÔMICOS NO CRÉDITO IMOBILIÁRIO: O QUE APRENDEMOS NAS DUAS ÚLTIMAS DÉCADAS

OS IMPACTOS MACROECONÔMICOS NO CRÉDITO IMOBILIÁRIO: O QUE APRENDEMOS NAS DUAS ÚLTIMAS DÉCADAS OS IMPACTOS MACROECONÔMICOS NO CRÉDITO IMOBILIÁRIO: O QUE APRENDEMOS NAS DUAS ÚLTIMAS DÉCADAS José Aguiar Superintendente - Abecip Rio de Janeiro, 18 de Setembro de 2014 AGENDA: Overview Pilares do crescimento

Leia mais

Lucro Líquido Ajustado do BB atinge R$ 2,7 bilhões no 1T13

Lucro Líquido Ajustado do BB atinge R$ 2,7 bilhões no 1T13 Sumário do Resultado Resultado Lucro Líquido Ajustado do BB atinge R$ 2,7 bilhões no O Banco do Brasil apresentou lucro líquido ajustado, sem itens extraordinários, de R$ 2,7 bilhões no trimestre, desempenho

Leia mais

Boletim de Conjuntura Econômica Dezembro 2008

Boletim de Conjuntura Econômica Dezembro 2008 Boletim de Conjuntura Econômica Dezembro 2008 Crise Mundo Os EUA e a Europa passam por um forte processo de desaceleração economica com indicios de recessão e deflação um claro sinal de que a crise chegou

Leia mais

Sumário do Resultado 2T09

Sumário do Resultado 2T09 Sumário do Resultado 1 BB lucra R$ 4,0 bilhões no 1º semestre de 2009 O Banco do Brasil registrou lucro líquido de R$ 4.014 milhões no 1S09, resultado que corresponde a retorno sobre Patrimônio Líquido

Leia mais

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro (com base na Nota do Banco Central do Brasil de 24-06-2008) Edição de 25 de junho de 2008 Operações de crédito à pessoa física apresentam

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T09

Teleconferência de Resultados 4T09 Teleconferência de Resultados 4T09 Índice Comentários de Mercado Pág. 3 Qualidade da Carteira de Crédito Pág. 10 Liquidez Pág. 4 Índice de Eficiência Pág. 14 Funding e Carteira de Crédito Pág. 5 Rentabilidade

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014 Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2014 Destaques do Expressivo crescimento em vendas mesmas lojas (25,4%) com rentabilidade Crescimento da receita líquida total: 28,5% versus 1T13 R$2,3 bilhões

Leia mais

DESEMPENHO DOS BANCOS 1º SEMESTRE DE 2012

DESEMPENHO DOS BANCOS 1º SEMESTRE DE 2012 Set/2012 DESEMPENHO DOS BANCOS 1º SEMESTRE DE 2012 Provisionamento excessivo e fechamento de postos de trabalho são destaques nos balanços dos seis maiores bancos no 1º semestre de 2012 A s demonstrações

Leia mais

Apresentação Bradesco

Apresentação Bradesco Apresentação Bradesco 1 Perspectivas Econômicas 2013 Bradesco 2014 * Consenso do Mercado ** 2015 * 2014 2015 PIB 2,50% 0,50% 1,50% 0,29% 1,01% Juros(SelicFinal) 10,00% 11,00% 11,00% 11,00% 11,38% Inflação(IPCA)

Leia mais

Financiamento de veículos. Crédito Pessoa Física Principais Produtos

Financiamento de veículos. Crédito Pessoa Física Principais Produtos Financiamento de veículos Crédito Pessoa Física Principais Produtos 115 +11% Carteira de Crédito 124 +3% 127 Crédito ao Consumo Veículos R$ Bilhões Pessoa Física Crédito Consignado 1 32 Cartão de Crédito

Leia mais

Relatório de Estabilidade Financeira. Banco Central do Brasil Setembro de 2013

Relatório de Estabilidade Financeira. Banco Central do Brasil Setembro de 2013 Relatório de Estabilidade Financeira Banco Central do Brasil Setembro de 2013 Pontos abordados para o Sistema Bancário* Base: 1º semestre de 2013 Risco de liquidez Captações Risco de crédito Portabilidade

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P J U L H O, 2 0 1 5 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: - R$ 2,4 bilhões Saldo: R$ 504,6 bilhões Financiamentos

Leia mais

ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 08/2014

ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 08/2014 ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 08/2014 Data: 29/04/2014 Participantes Efetivos: Edna Raquel Rodrigues Santos Hogemann Presidente, Valcinea Correia da Silva Assessora Especial,

Leia mais

Volume de crédito segue em expansão em 2008

Volume de crédito segue em expansão em 2008 Relatório Febraban - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro (com base na Nota do Banco Central do Brasil de 25-03-2008) Edição de 25 de março de 2008 Volume de crédito segue em expansão em 2008 O ritmo

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2T15 31 de julho de 2015 Magazine Luiza Destaques do 2T15 Vendas E-commerce Ganho consistente de participação de mercado Redução na receita líquida de 10,1% para R$2,1 bilhões

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2015 Magazine Luiza Destaques do Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Luizacred Lucro Líquido Ganhos de market share, principalmente em tecnologia Receita

Leia mais

OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN DEZEMBRO / 2008

OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN DEZEMBRO / 2008 OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN DEZEMBRO / 2008 Fonte: Bacen 27/01/2009 DESTAQUES DE DEZEMBRO / 2008 As operações de crédito no SFN, incluindo recursos livres e direcionados, finalizaram o ano com um incremento

Leia mais

Ciclo Apimec 2014. Itaú Unibanco Holding S.A. Fernando Foz de Macedo Relações com Investidores PF Vitória 25 de setembro de 2014

Ciclo Apimec 2014. Itaú Unibanco Holding S.A. Fernando Foz de Macedo Relações com Investidores PF Vitória 25 de setembro de 2014 1 Ciclo Apimec 2014 Itaú Unibanco Holding S.A. Fernando Foz de Macedo Relações com Investidores PF Vitória 25 de setembro de 2014 Ciclo Ciclo Apimec 2014 2014 Itaú Itaú Unibanco Unibanco Holding Holding

Leia mais

BRB ANUNCIA RESULTADOS DO 2T15

BRB ANUNCIA RESULTADOS DO 2T15 BRB ANUNCIA RESULTADOS DO 2T15 Brasília, 26 de agosto de 2015 O BRB - Banco de Brasília S.A., sociedade de economia mista, cujo acionista majoritário é o Governo de Brasília, anuncia seus resultados do

Leia mais

Apresentação 4T11 & 2011. Abril, 2012

Apresentação 4T11 & 2011. Abril, 2012 Apresentação Resultados 4T11 & 2011 Abril, 2012 Destaques & Eventos Recentes Balanço do ano de 2011 Processo de integração da Agre: SAP; Revisão orçamentária; Processo contábil de combinação de negócios

Leia mais

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas CICLO APIMEC 2010 Índice RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas 3 RS no Brasil DADOS DEMOGRÁFICOS RS BRASIL População

Leia mais

Operações Crédito do SFN

Operações Crédito do SFN Banco Central do Brasil: Operações de Crédito do Sistema Financeiro Nacional (SFN) em agosto de 2015 O crédito total do SFN incluindo as operações com recursos livres e direcionados somou R$ 3,13 trilhões

Leia mais

O crédito ao setor privado atingiu R$1.948 bilhões no final de 2011, após acréscimos de 2,2% no mês e de 18,9% em relação a dezembro de 2010.

O crédito ao setor privado atingiu R$1.948 bilhões no final de 2011, após acréscimos de 2,2% no mês e de 18,9% em relação a dezembro de 2010. O volume total de crédito do sistema financeiro, computadas as operações com recursos livres e direcionados, atingiu R$2.030 bilhões em dezembro, após crescimento mensal de 2,3%. Ao longo de 2011, o crédito

Leia mais

VEÍCULO: VALOR ECONÔMICO SEÇÃO: BRASIL DATA: 26.05.14

VEÍCULO: VALOR ECONÔMICO SEÇÃO: BRASIL DATA: 26.05.14 VEÍCULO: VALOR ECONÔMICO SEÇÃO: BRASIL DATA: 26.05.14 VEÍCULO: VALOR ECONÔMICO SEÇÃO: EMPRESAS DATA: 23.05.14 Varejo e siderurgia preparam-se para vendas mais fracas Por Renato Rostás e Tatiane Bortolozi

Leia mais

4 trimestre de 2010. Sumário Executivo. Itaú Unibanco Holding S.A.

4 trimestre de 2010. Sumário Executivo. Itaú Unibanco Holding S.A. 4 trimestre de 2010 Sumário Executivo Apresentamos, abaixo, informações e indicadores financeiros do (Itaú Unibanco) do quarto trimestre de 2010 e do exercício findo em 31 de dezembro de 2010. (exceto

Leia mais

(com base na Nota do Banco Central do Brasil de 27-05-2009) Edição de 27 de Maio de 2009

(com base na Nota do Banco Central do Brasil de 27-05-2009) Edição de 27 de Maio de 2009 Relatório Febraban - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro (com base na Nota do Banco Central do Brasil de 27-05-2009) Edição de 27 de Maio de 2009 Em Abril de 2009, operações de crédito atingiram

Leia mais

Indicadores da Semana

Indicadores da Semana Indicadores da Semana O saldo total das operações de crédito do Sistema Financeiro Nacional atingiu 54,5% do PIB, com aproximadamente 53% do total do saldo destinado a atividades econômicas. A carteira

Leia mais

Relatório de Administração Semestre findo em 30 de junho de 2015 JS Real Estate Multigestão Fundo de Investimento Imobiliário

Relatório de Administração Semestre findo em 30 de junho de 2015 JS Real Estate Multigestão Fundo de Investimento Imobiliário Relatório de Administração Semestre findo em 30 de junho de 2015 JS Real Estate Multigestão Fundo de Investimento Imobiliário 1. Objetivo do fundo O Fundo JS Real Estate Multigestão Fundo de Investimento

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14 27 de fevereiro de 2015 Magazine Luiza Destaques 2014 Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Ajustado Luizacred Lucro Líquido Ajustado Crescimento da receita

Leia mais

Operações Crédito do SFN

Operações Crédito do SFN Oper. Crédito do Sistema Financeiro Nacional (SFN) em julho/2015 O crédito total do SFN incluindo as operações com recursos livres e direcionados somou R$ 3,11 trilhões em julho/15, após alta de 0,3% no

Leia mais

Crédito ao Consumo. Principais Produtos CORRENTISTAS NÃO CORRENTISTAS CRÉDITO PESSOAL CHEQUE ESPECIAL CRÉDITO IMOBILIÁRIO FINANCIAMENTOS DE VEÍCULOS

Crédito ao Consumo. Principais Produtos CORRENTISTAS NÃO CORRENTISTAS CRÉDITO PESSOAL CHEQUE ESPECIAL CRÉDITO IMOBILIÁRIO FINANCIAMENTOS DE VEÍCULOS 1 Crédito ao Consumo Principais Produtos CRÉDITO PESSOAL CHEQUE ESPECIAL CRÉDITO IMOBILIÁRIO CORRENTISTAS NÃO CORRENTISTAS FINANCIAMENTOS DE VEÍCULOS CARTÕES DE CRÉDITO CRÉDITO CONSIGNADO 2 2 Crédito ao

Leia mais

Operações Crédito do SFN

Operações Crédito do SFN Operações de Crédito do Sistema Financeiro Nacional Dez/14 e 2014 O crédito total do SFN incluindo as operações com recursos livres e direcionados somou R$ 3.022 bilhões em dezembro de 2014, após expansão

Leia mais

Operações Crédito do SFN

Operações Crédito do SFN Operações de Crédito do Sistema Financeiro Nacional em fev/2015 O crédito total do SFN incluindo as operações com recursos livres e direcionados somou R$ 3,03 trilhões em fev/15, após alta de 0,5% no mês

Leia mais

O outro lado da dívida

O outro lado da dívida O outro lado da dívida 18 KPMG Business Magazine A crise de endividamento na Europa abalou a economia global como a segunda grande onda de choque após a ruptura da bolha imobiliária nos Estados Unidos,

Leia mais

04 de maio de 2015. A Carteira Dinâmica apresentou valorização de 5,03% em abril, acumulando alta de 5,24% em 2015

04 de maio de 2015. A Carteira Dinâmica apresentou valorização de 5,03% em abril, acumulando alta de 5,24% em 2015 A apresentou valorização de 5,03% em abril, acumulando alta de 5,24% em 2015 Período: 04/05 a 08/05 Com base em análises fundamentalistas, apresentamos alternativas de investimento no curto prazo. Acreditamos

Leia mais

Divulgação de resultados 3T13

Divulgação de resultados 3T13 Brasil Brokers divulga seus resultados do 3º Trimestre do ano de 2013 Rio de Janeiro, 13 de novembro de 2013. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no

Leia mais

Apresentação de Resultados

Apresentação de Resultados Apresentação de Resultados 4º Trimestre, Aviso Importante: esta apresentação faz referências e declarações sobre expectativas, sinergias planejadas, estimativas de crescimento, projeções de resultados

Leia mais

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro (com base na Nota do Banco Central do Brasil de 22-10-08) Edição de 27 de Outubro de 08 Crise não teve impacto significativo nas operações

Leia mais

sumário executivo Itaú Unibanco Holding S.A. 3º trimestre de 2013 Análise Gerencial da Operação

sumário executivo Itaú Unibanco Holding S.A. 3º trimestre de 2013 Análise Gerencial da Operação sumário executivo 3º trimestre de 2013 (Esta página foi deixada em branco intencionalmente) 4 Apresentamos, abaixo, informações e indicadores financeiros do (Itaú Unibanco). Destaques (exceto onde indicado)

Leia mais

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro (com base na Nota do Banco Central do Brasil de 29-07-2008) Edição de 30 de julho de 2008 Crédito à pessoa jurídica permanece forte Em junho

Leia mais

Quem só olha para o passado perde um olho : O Brasil não é um subprime

Quem só olha para o passado perde um olho : O Brasil não é um subprime Nesta CARTA TRIMESTRAL ATMOS discutiremos as perspectivas do setor bancário brasileiro, devido à relevância do Itaú- Unibanco em nossa carteira de investimentos. Primeiramente, abordaremos os temas que

Leia mais

Perspectivas para o crédito imobiliário em 2015. José Aguiar Superintendente Abecip

Perspectivas para o crédito imobiliário em 2015. José Aguiar Superintendente Abecip Perspectivas para o crédito imobiliário em 2015 José Aguiar Superintendente Abecip São Paulo, 29 de Outubro de 2014 AGENDA: Overview Pilares do crescimento Crédito imobiliário: situação atual E o funding?

Leia mais

Especialista questiona "ascensão" de bancos brasileiros em ranking

Especialista questiona ascensão de bancos brasileiros em ranking Veículo: Valor Online Data: 13/04/09 Especialista questiona "ascensão" de bancos brasileiros em ranking A crise global colocou os bancos brasileiros em destaque nos rankings internacionais de lucro, rentabilidade

Leia mais

Empresas aéreas continuam a melhorar a rentabilidade Margem de lucro líquida de 5,1% para 2016

Empresas aéreas continuam a melhorar a rentabilidade Margem de lucro líquida de 5,1% para 2016 COMUNICADO No: 58 Empresas aéreas continuam a melhorar a rentabilidade Margem de lucro líquida de 5,1% para 2016 10 de dezembro de 2015 (Genebra) - A International Air Transport Association (IATA) anunciou

Leia mais

Fraco crescimento do crédito, corte de postos de trabalho e elevação nos resultados de tesouraria são os destaques de 2014 nos maiores bancos do país

Fraco crescimento do crédito, corte de postos de trabalho e elevação nos resultados de tesouraria são os destaques de 2014 nos maiores bancos do país 2014 Fraco crescimento do crédito, corte de postos de trabalho e elevação nos resultados de tesouraria são os destaques de 2014 nos maiores bancos do país Rede Bancários 2 DESEMPENHO DOS BANCOS DESEMPENHO

Leia mais

Antes de demonstrar os números do seguro saúde cabe ressaltar alguns pontos importantes:

Antes de demonstrar os números do seguro saúde cabe ressaltar alguns pontos importantes: 1- Introdução: Antes de demonstrar os números do seguro saúde cabe ressaltar alguns pontos importantes: i) em 2001 o governo determinou que as empresas de seguros passassem a ter sua operação isolada,

Leia mais

Sexta-feira 14.05.2010 Divulgação do Resultado do Primeiro Trimestre de 2010

Sexta-feira 14.05.2010 Divulgação do Resultado do Primeiro Trimestre de 2010 Press Release 9 Bovespa: BRSR3, BRSR5, BRSR6 Este Press Release pode conter informações sobre eventos futuros. Tais informações não seriam apenas fatos históricos, mas refletiriam os desejos e as expectativas

Leia mais

Quarta-feira 30 de Julho de 2014. DESTAQUES

Quarta-feira 30 de Julho de 2014. DESTAQUES DESTAQUES Bovespa fecha em nova queda Sabesp registra aumento de consumo de água Telefônica Vivo: Lucro líquido sobe 118% Randon adota semana de quatro dias por três meses Despesas maiores pressionam lucro

Leia mais

Informações Financeiras Consolidadas

Informações Financeiras Consolidadas Informações Financeiras Consolidadas 3º trimestre 2007 Dados Cadastrais Denominação Comercial: Banrisul S/A Natureza Jurídica: Banco Múltiplo Público Estadual. Sociedade de Economia Mista, sob forma de

Leia mais

Bancos brasileiros prontos para um cenário de crescimento sustentado e queda de juros

Bancos brasileiros prontos para um cenário de crescimento sustentado e queda de juros 1 Bancos brasileiros prontos para um cenário de crescimento sustentado e queda de juros Tomás Awad Analista senior da Itaú Corretora Muito se pergunta sobre como ficariam os bancos num cenário macroeconômico

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T14

Divulgação de Resultados 1T14 Divulgação de Resultados 1T14 A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private-equity ( Fundos

Leia mais

PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48

PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48 PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48 POR AÇÃO ATÉ MAIO DE 2008. São Paulo, 02 de julho de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os resultados dos 5M08. As informações

Leia mais

Relatório de Estabilidade Financeira. Banco Central do Brasil Março de 2013

Relatório de Estabilidade Financeira. Banco Central do Brasil Março de 2013 Relatório de Estabilidade Financeira Banco Central do Brasil Março de 2013 Pontos abordados para o Sistema Bancário* Base: 2º semestre/12 Risco de liquidez Captações Risco de crédito Portabilidade Crédito

Leia mais

7.000 6.500 6.000 5.500 5.000 4.500 4.000 3.500 3.000 2.500 2.000 1.500 1.000 500 - -500-1.000 fev./2010. ago./2011. fev./2012. nov.

7.000 6.500 6.000 5.500 5.000 4.500 4.000 3.500 3.000 2.500 2.000 1.500 1.000 500 - -500-1.000 fev./2010. ago./2011. fev./2012. nov. 4 SETOR EXTERNO As contas externas tiveram mais um ano de relativa tranquilidade em 2012. O déficit em conta corrente ficou em 2,4% do Produto Interno Bruto (PIB), mostrando pequeno aumento em relação

Leia mais

Panorama e Perspectivas 2011/2012. Mercado de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização

Panorama e Perspectivas 2011/2012. Mercado de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização Panorama e Perspectivas / Mercado de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização 1. Sumário Executivo... 2 2. Seguradoras do grupo de seguros gerais... 2 2.1 Ramos do grupo de seguros gerais...

Leia mais

SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA

SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA PÚBLICA 2 Caixa, patrimônio dos brasileiros. Caixa 100% pública! O processo de abertura do capital da Caixa Econômica Federal não interessa aos trabalhadores e à população

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Novembro 2012 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO - PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS- GRADUADOS

Leia mais

BOLETIM MENSAL. 1º Trimestre 2009

BOLETIM MENSAL. 1º Trimestre 2009 BOLETIM MENSAL 1º Trimestre 2009 Sistema Financeiro 4 - Crédito do Sistema Financeiro 5 - Carteiras de Financiamento (CDC) e Leasing Aquisição de Veículos 6 - Saldo e Recursos Liberados Financiamento CDC

Leia mais

BANCO DO BRASIL 1º Trimestre 2012

BANCO DO BRASIL 1º Trimestre 2012 BANCO DO BRASIL 1º Trimestre 2012 Aviso Importante Esta apresentação faz referências e declarações sobre expectativas, sinergias planejadas, estimativas de crescimento, projeções de resultados e estratégias

Leia mais

Coletiva de Imprensa - ABECIP. Índice

Coletiva de Imprensa - ABECIP. Índice Coletiva de Imprensa - ABECIP Índice 1. Ambiente Macroeconômico 2. Mercado Imobiliário 3. Financiamento Imobiliário - SBPE 4. Inadimplência 5. Ativos Financeiros 6. Poupança SBPE 7. Expectativas 2013 2

Leia mais

Presente ruim e futuro econômico desanimador para a construção civil

Presente ruim e futuro econômico desanimador para a construção civil CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DA CONSTRUÇÃO E DO MOBILIÁRIO RECONHECIDA NOS TERMOS DA LEGISLAÇÃO VIGENTE EM 16 DE SETEMBRO DE 2010 Estudo técnico Edição nº 17 outubro de 2014 Organização:

Leia mais

105,9% 105,4% 102,5% 102,8% 102,9% 101,1% 102,7% 104,0% 105,5% 30,7% 31,1% 30,5% 31,0% 31,5% 32,2% 32,2% 32,8% 33,9% 35,5%

105,9% 105,4% 102,5% 102,8% 102,9% 101,1% 102,7% 104,0% 105,5% 30,7% 31,1% 30,5% 31,0% 31,5% 32,2% 32,2% 32,8% 33,9% 35,5% FINANCIAMENTO EMPRESAS, GOVERNO E FAMÍLIAS INFORMATIVO MENSAL DEZEMBRO/2011 1. FINANCIAMENTO GERAL DE ENTIDADES NÃO FINANCEIRAS: DÍVIDA CONSOLIDADA. O Financiamento geral consolidado de entidades não financeiras,

Leia mais

FINANÇAS A B C D A R$ 24.000,00. B R$ 12.000,00. C R$ 2.000,00. D R$ 0,00.

FINANÇAS A B C D A R$ 24.000,00. B R$ 12.000,00. C R$ 2.000,00. D R$ 0,00. ESPE/Un SERE 2013 Nas questões a seguir, marque, para cada uma, a única opção correta, de acordo com o respectivo comando. Para as devidas marcações, use a Folha de Respostas, único documento válido para

Leia mais

Corte de postos de trabalho nos bancos privados continua no 1º semestre de 2014

Corte de postos de trabalho nos bancos privados continua no 1º semestre de 2014 Número 6 Setembro/2014 1º semestre de 2014 Corte de postos de trabalho nos bancos privados continua no 1º semestre de 2014 Rede Bancários 2 DESEMPENHO DOS BANCOS DESEMPENHO DOS BANCOS 1º semestre de 2014

Leia mais

Medial Saúde 12 th Annual Latin American Conference Acapulco Mexico 15 a 18 de janeiro de 2008

Medial Saúde 12 th Annual Latin American Conference Acapulco Mexico 15 a 18 de janeiro de 2008 Medial Saúde 12 th Annual Latin American Conference Acapulco Mexico 15 a 18 de janeiro de 2008 Disclaimer Este comunicado contém considerações referentes às perspectivas do negócio e estimativas de resultados

Leia mais

Divulgação de Resultados 2T08

Divulgação de Resultados 2T08 Divulgação de Resultados 2T08 Rio de Janeiro, 14 de agosto de 2008 A Sul América S.A. (Bovespa: SULA11) anuncia hoje os resultados do segundo trimestre de 2008 (2T08). As informações operacionais e financeiras

Leia mais

Teleconferência Resultados 1T10

Teleconferência Resultados 1T10 Teleconferência Resultados 1T10 18 de maio de 2010 Visão Geral da Administração Venda da estrutura de Varejo + Foco no segmento de crédito a Empresas Transferência das atividades de originação e crédito

Leia mais

Release de Resultado Janeiro/08

Release de Resultado Janeiro/08 PORTO SEGURO anuncia lucro líquido de R$10,0 milhões ou R$0,13 por ação em janeiro de 2008 São Paulo, 17 de Março de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os resultados de janeiro de 2008. As

Leia mais

Teleconferência de Resultados. 4T12 e 2012

Teleconferência de Resultados. 4T12 e 2012 Teleconferência de Resultados e 2012 28 de fevereiro de 2013 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam

Leia mais

Bancos financiam crescentemente a produção

Bancos financiam crescentemente a produção Operações de Crédito do Sistema Financeiro Nota do dia 25 de julho de 2007 Fontes: Bacen, IBGE e CNI Elaboração: Febraban Bancos financiam crescentemente a produção Pessoa Jurídica O crédito destinado

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 2º Trimestre de 2013

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 2º Trimestre de 2013 . São Paulo, 06 de agosto de 2013 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis e com grande presença nas classes populares do Brasil, divulga seus

Leia mais

Agora gostaríamos de passar a palavra ao Sr. Marcial Portela. Por favor, Sr. Portela, pode prosseguir.

Agora gostaríamos de passar a palavra ao Sr. Marcial Portela. Por favor, Sr. Portela, pode prosseguir. Operadora: Boa tarde, e obrigada por aguardarem. Sejam bem-vindos à teleconferência de resultados relativos ao 2T12 do Banco Santander S.A.. Presentes aqui estão o Sr. Marcial Portela, Presidente Executivo

Leia mais

SPREAD BANCÁRIO NO BRASIL

SPREAD BANCÁRIO NO BRASIL SPREAD BANCÁRIO NO BRASIL Comissão de Acompanhamento da Crise Financeira e da Empregabilidade 26 DE MARÇO DE 2009 Fábio Colletti Barbosa Presidente ÍNDICE 1. A Crise Financeira Mundial 2. O Brasil, a Crise

Leia mais

Persistência da desaceleração e ligeira elevação na inadimplência

Persistência da desaceleração e ligeira elevação na inadimplência Persistência da desaceleração e ligeira elevação na inadimplência Em maio, a carteira de crédito do SFN totalizou aproximadamente 56,2% do PIB, indicando crescimento de 12,7% em 12 meses. O maior dinamismo

Leia mais

Desempenho de vendas do setor segue forte

Desempenho de vendas do setor segue forte Macro Setorial segunda-feira, 20 de maio de 2013 Veículos Desempenho de vendas do setor segue forte Depois de obter recorde na venda de automóveis e comerciais leves em 2012, impulsionado por incentivos

Leia mais

RELATÓRIO 2º TRIMESTRE

RELATÓRIO 2º TRIMESTRE RELATÓRIO 2º TRIMESTRE FPMSMS FUNDO DE PREVIDÊNCIA DO MUNICÍPIO DE SÃO MATEUS DO SUL 2º TRIMESTRE 2014 ÍNDICE CENÁRIO MACROECONÔMICO ------------------------------------------------------------------ 4

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 3º Trimestre de 2013

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 3º Trimestre de 2013 . São Paulo, 31 de outubro de 2013 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis e com grande presença nas classes populares do Brasil, divulga

Leia mais

Brasil Brokers divulga seus resultados do 4º Trimestre de 2009

Brasil Brokers divulga seus resultados do 4º Trimestre de 2009 Brasil Brokers divulga seus resultados do 4º Trimestre de 2009 Rio de Janeiro, 10 de março de 2010. A Brasil Brokers Participações S.A. (Bovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no mercado de intermediação

Leia mais

5 ECONOMIA MONETÁRIA E FINANCEIRA

5 ECONOMIA MONETÁRIA E FINANCEIRA 5 ECONOMIA MONETÁRIA E FINANCEIRA Os sinais de redução de riscos inflacionários já haviam sido descritos na última Carta de Conjuntura, o que fez com que o Comitê de Política Monetária (Copom) decidisse

Leia mais

Abril Educação S.A. Informações Proforma em 30 de junho de 2011

Abril Educação S.A. Informações Proforma em 30 de junho de 2011 Abril Educação S.A. Informações Proforma em 30 de junho de 2011 RESULTADOS PRO FORMA NÃO AUDITADOS CONSOLIDADOS DA ABRIL EDUCAÇÃO As informações financeiras consolidadas pro forma não auditadas para 30

Leia mais

Recessão e infraestrutura estagnada afetam setor da construção civil

Recessão e infraestrutura estagnada afetam setor da construção civil CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DA CONSTRUÇÃO E DO MOBILIÁRIO RECONHECIDA NOS TERMOS DA LEGISLAÇÃO VIGENTE EM 16 DE SETEMBRO DE 2010 Estudo técnico Edição nº 21 dezembro de 2014

Leia mais

NOTA CEMEC 03/2015 FATORES DA QUEDA DO INVESTIMENTO 2010-2014

NOTA CEMEC 03/2015 FATORES DA QUEDA DO INVESTIMENTO 2010-2014 NOTA CEMEC 03/2015 FATORES DA QUEDA DO INVESTIMENTO 2010-2014 Março 2015 1 NOTA CEMEC 03/2015 SUMÁRIO Os dados de Contas Nacionais atualizados até o terceiro trimestre de 2014 revelam a continuidade da

Leia mais

BB tem lucro líquido recorde nominal de R$ 12,2 bilhões em 2012

BB tem lucro líquido recorde nominal de R$ 12,2 bilhões em 2012 Informativo para a Imprensa São Paulo (SP), 21 de fevereiro de 2013. BB tem lucro líquido recorde nominal de R$ 12,2 bilhões em 2012 Crédito cresce 25% no ano e atinge participação de mercado histórica

Leia mais

Operadora: Indicadores econômico-financeiros

Operadora: Indicadores econômico-financeiros Número 02 São Paulo, 13 de agosto de 2013 Operadora: Indicadores econômico-financeiros RESUMO A GVT tem apresentado variações positivas significativas na quantidade de acessos nos últimos três anos, e

Leia mais

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000)

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000) Blumenau SC, 27 de julho de 2007 A Cremer S.A. (Bovespa: CREM3), distribuidora de produtos para a saúde e também líder na fabricação de produtos têxteis e adesivos cirúrgicos, anuncia hoje seus resultados

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Setembro 2011 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS GRADUADOS

Leia mais

Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3) Divulgação de Resultados do 3º Trimestre de 2014 (em IFRS)

Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3) Divulgação de Resultados do 3º Trimestre de 2014 (em IFRS) São Paulo, 30 de outubro de 2014 Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3) (em IFRS) Lucro líquido cresce 66% no 3T14 e totaliza R$42 milhões Vendas líquidas crescem 18% no trimestre EBITDA cresce 44%,

Leia mais

MACROECONOMIA II PROFESSOR JOSE LUIS OREIRO PRIMEIRA LISTA DE EXERCÍCIOS

MACROECONOMIA II PROFESSOR JOSE LUIS OREIRO PRIMEIRA LISTA DE EXERCÍCIOS MACROECONOMIA II PROFESSOR JOSE LUIS OREIRO PRIMEIRA LISTA DE EXERCÍCIOS 1 Questão: Considere uma economia na qual os indivíduos vivem por dois períodos. A população é constante e igual a N. Nessa economia

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Julho 2013 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO - PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS- GRADUADOS

Leia mais