Estudo de Caso 1: Sistema de Controle de Cinema

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Estudo de Caso 1: Sistema de Controle de Cinema"

Transcrição

1 Estudo de Caso 1: Sistema de Controle de Cinema Desenvolva o diagrama de casos de uso sabendo que: I. Um cinema pode ter muitas salas, sendo necessário, portanto, registrar informações a respeito de cada uma, como sua capacidade, ou seja, o número de assentos disponíveis. II. O cinema apresenta muitos filmes. Um filme tem informações como título e duração. Assim, sempre que um filme for ser apresentado, deve-se registrá-lo também. III. Um mesmo filme pode ser apresentado em diferentes salas e em horários diferentes. Cada apresentação em um determinada sala e horário é chamada Sessão. Um filme sendo apresentado em uma sessão tem um conjunto máximo de ingressos, determinado pela capacidade da sala. IV. Os clientes do cinema podem comprar ou não ingressos para assistir a uma sessão. O funcionário deve intermediar a compra de ingresso. Um ingresso deve conter informações como o tipo de ingresso (meio ingresso ou ingresso inteiro). Além disso, um cliente só pode comprar ingressos para sessões ainda não encerradas. Desenvolva o diagrama de classes levando em consideração as seguintes I. Um cinema pode ter muitas salas, sendo necessário, portanto, registrar informações a respeito de cada sala, como sua capacidade, ou seja, o número de assentos disponíveis. II. O cinema apresenta muitos filmes. Um filme tem informações como título e duração. Assim, sempre que um filme for apresentado, deve-se registrá-lo também. III. Um filme tem um único gênero, mas um gênero pode se referir a muitos filmes. IV. Um filme pode ter muitos atores atuando nele, e um ator pode atuar em muitos filmes. Em cada filme, um ator interpretará um ou mais papéis diferentes. Por uma questão de propaganda, é útil anunciar os principais atores do filme e que papéis eles interpretam. V. Um mesmo filme pode ser apresentado em diferentes salas e horários. Cada apresentação em uma determinada sala e horário é chamada Sessão. Um filme sendo apresentado em uma sessão tem um conjunto máximo de ingressos, determinado pela capacidade da sala. VI. Os clientes do cinema podem comprar ou não ingressos para assistir a uma sessão. O funcionário deve intermediar a compra do ingresso. Um ingresso deve conter informações como o tipo de ingresso (meio ingresso ou ingresso inteiro). Além disso, um cliente só pode comprar ingressos para sessões ainda não encerradas.

2 Estudo de Caso 2: Sistema de Locação de Veículos Desenvolva o diagrama de casos de uso levando em consideração os seguintes requisitos: i. A empresa tem uma grande frota de carros de passeio, sendo que esses carros apresentam diferentes marcas e modelos. Eventualmente um carro pode ser retirado da frota devido a algum acidente grave ou simplesmente por ter sido considerado velho demais para o padrão da empresa e tenha sido vendido. Da mesma forma, a empresa eventualmente renova a frota, sendo necessário, portanto, estar sempre mantendo o cadastro de veículos da empresa. ii. Os clientes dirigem-se à empresa e solicitam o aluguel de carros. No entanto, primeiramente é necessário cadastrá-los, caso ainda não possuam cadastro ou seus dados tenham sido alterados. iii. Depois de ter se identificado cadastrado, o cliente escolherá o carro que deseja alugar (o valor da locação varia de acordo com o ano, marca e modelo do automóvel). Durante o processo de locação, o cliente deve informar por quanto tempo utilizará o carro, para qual finalidade e por onde desejará trafegar, já que essas informações também influenciam o preço da locação. Antes de liberar o veículo, a empresa exige que o cliente forneça um valor superior ao estabelecido na análise da locação, a título de caução. Caso o cliente não utilize todo o valor da caução até o momento da devolução do veículo, o valor restante lhe será devolvido. iv. Quando o cliente devolve o carro deve-se definir o automóvel como devolvido, registrar a data e hora da devolução e a quilometragem em que se encontra, bem como verificar se o automóvel se encontra nas mesmas condições em que foi alugado. Caso o cliente tenha ocupado o carro por mais tempo que o combinado, deve pagar o aluguel referente ao tempo extra em que permaneceu com o veículo. Da mesma maneira, o cliente deverá pagar por qualquer dano sofrido pelo veículo quando este encontrava-se locado. Por outro lado, o cliente pode ser ressarcido de parte do valor que pagou caso o custo do tempo em que esteve de posse do veículo seja inferior ao valor previamente fornecido. Desenvolva o diagrama de classeslevando em consideração as seguintes I. A empresa tem muitos automóveis. Cada automóvel tem atributos como número da placa, cor ano, tipo de combustível, número de portas, quilometragem, renavam, chassi, valor de locação, etc. II. Cada carro tem um modelo e uma marca, mas um modelo pode relacionar-se a muitos carros e uma marca pode referir-se a muitos modelos, embora cada modelo só tenha uma marca específica. III. Um carro pode ser alugado por muitos clientes, em momentos diferentes, e um cliente pode alugar muitos carros. É preciso saber quais carros estão locados ou não. Sempre que um carro for locado é preciso armazenar a data e a hora de sua locação e quando for devolvido, a data e hora de devolução.

3 Estudo de Caso 3: Sistema de Controle de Hotelaria Desenvolva o diagrama de casos de uso sabendo que: i. Os quartos podem ser alugados no momento em que o hóspede chega ao hotel (desde que existam vagas) ou serem reservados via internet. ii. Caso seja a primeira vez que aluga quartos, ou seus dados tenham mudado, o hóspede deve ser cadastrado antes de finalizar o aluguel do quarto. iii. Além do aluguel do quarto, o hotel oferece diversos serviços, como restaurante, lavar e/ou passar roupas etc. Obviamente, qualquer desses serviços, se solicitado, será cobrado na fatura final. iv. O hóspede pode também consumir os produtos contidos no frigobar, que também são cobrados pelo hotel. v. As diárias vencem ao meio-dia. A política do hotel exige que as diárias sejam quitadas semanalmente. Quando o cliente for quitar a fatura, quitará não somente as diárias dos quartos que alugou, mas também qualquer serviço que tenha solicitado e os itens consumidos no frigobar. vi. O hóspede, depois de quitar a fatura, pode permanecer no hotel ou encerrar sua estadia. vii. Quando for encerrar sua estadia, o hóspede deverá pagar quaisquer serviços e /ou diárias ainda não pagas. Desenvolva o diagrama de classeslevando em consideração as seguintes i. O hotel aluga quartos de diversas categorias (simples, duplo, casal, luxo, etc). O valor dos quartos varia de acordo com a categoria. ii. Cada hóspede precisa ser identificado no momento em que ocupa um quarto, mesmo que este seja pago por outro hóspede. Caso seu cadastro ainda não exista ou seus dados tenham mudado, é necessário cadastrá-lo. iii. Um hóspede pode alugar muitos quartos, em um mesmo momento ou em momentos diferentes, e um quarto pode ser alugado por muitos hóspedes, em momentos diferentes, naturalmente. iv. Dependendo da categoria do quarto, ele terá uma determinada quantidade de itens, tanto no quarto propriamente dito como no frigobar. v. Um hóspede pode consumir itens do frigobar. Cada item tem valores e quantidades diferentes. vi. Um hóspede pode solicitar serviços do hotel. vii. Cada quarto gera diárias sempre ao meio-dia. Uma diária deve ser paga exclusivamente por um determinado hóspede, mas um hóspede pode pagar muitas diárias. viii. É necessário saber qual funcionário foi responsável pela locação e/ou encerramento de cada locação de um quarto.

4 Estudo de Caso 4: Sistema de Clínica Veterinária Desenvolva o diagrama de casos de uso que leve em consideração os seguintes requisitos: i. Um cliente primeiramente se dirige à Clinica onde marca uma consulta com a secretária, fornecendo suas informações pessoais e do animal que deseja tratar. Se o cliente ou o animal ainda não estiverem cadastrados no sistema ou possuam algum dado que precise ser atualizado, a secretária deverá atualizar seus cadastros. ii. Em cada sessão de tratamento (uma sessão equivale a uma consulta), o cliente deve informar os sintomas aparentes do animal e estes devem ser registrados. Um tratamento pode ser encerrado em apenas uma consulta, quando se tratar de algo simples ou pode se arrastar por muitas sessões dependendo do diagnóstico do médico-veterinário. iii. Durante uma sessão o veterinário pode marcar exames para o animal, a serem trazidos na sessão seguinte. O pedido de exames, bem como seus resultados devem ser registrados no histórico de tratamentos do animal. iv. Após cada sessão, o histórico da consulta deve ser atualizado e gera-se uma conta a receber a ser paga pelo cliente. A manutenção das consultas é responsabilidade exclusiva do médico-veterinário que a realizou. v. É responsabilidade da secretária manter atualizados os cadastros de clientes, animais, médicos e espécies. Desenvolva o diagrama de classesque leve em consideração as seguintes i. Um cliente pode possuir muitos animais, mas um animal pertence única e exclusivamente a um único cliente. A clínica precisa de informações a respeito de cada cliente, como nome, endereço e telefone e um resumo dos animais por ele possuídos. ii. Um animal pertence a uma única espécie, porém podem haver diversos animais cadastrados de uma determinada espécie. iii. É preciso manter informações a respeito de cada animal já tratado, como nome, sexo, idade e espécie a qual pertence. iv. Um animal pode realizar muitos tratamentos, mas um tratamento é realizado exclusivamente por um animal. v. Cada tratamento possui ao menos uma consulta, mas pode possuir muitas consultas. Uma determinada consulta refere-se exclusivamente a um determinado tratamento. Cada consulta deve armazenar informações como a data em que foi realizado, o veterinário que atendeu o animal e o resumo da consulta. vi. Um veterinário pode realizar muitas consultas, porém uma consulta deve ser realizada por somente um veterinário. vii. Em uma consulta podem ser marcados exames para o animal, o número de exames possíveis em uma consulta é indeterminado, mas precisam ser registrados.

5 Estudo de Caso 5: Sistema de Controle de Processos Jurídicos Desenvolva o diagrama de casos de uso considerando os seguintes requisitos: i. Um cliente (pessoa física ou jurídica) procura um advogado para defende-lo ou para processar outra pessoa. Se o cliente ainda não estiver cadastrado, o advogado deverá registrar seus dados pessoais. ii. Em seguida, o cliente deve fornecer informações a respeito do processo que deseja que o advogado mova contra alguém ou que o defenda de outra pessoa. Obviamente, o processo precisa ser registrado e receberá diversas adições enquanto estiver em andamento. O cliente deve fornecer também informações sobre a parte contrária (pessoa física ou jurídica que está processando ou sendo processada pelo cliente), que deverá também ser registrada, caso ainda não esteja. Observe que uma mesma pessoa física ou jurídica pode ser tanto um cliente como uma parte contrária em períodos diferentes, obviamente. iii. Um processo deve tramitar em um determinado tribunal e em uma determinada vara. No entanto um tribunal pode julgar muitos processos, e uma vara pode ter diversos processos tramitando nela. Um tribunal pode ter inúmeras varas, porém, um processo julgado por um determinado tribunal só pode tramitar em uma das varas pertencentes ao mesmo. O advogado pode achar necessário emitir relatórios de todos os processos em andamento em um determinado tribunal e tramitando em uma determinada vara. iv. Cada processo tem no mínimo uma audiência, e cada audiência relativa a um determinado processo deve conter sua data e a recomendação do tribunal. Para fins histórico do processo, cada audiência deve ser registrada. v. Um processo pode gerar custas (despesas em fotocópias, viagens, etc). Cada custa deve ser armazenada de forma a ser cobrada da parte contrária, caso o processo seja ganho. Desenvolva o diagrama de classesque leve em consideração as seguintes i. O escritório possui um cadastro de diversas pessoas que participaram de processos como clientes ou como partes contrárias. Uma pessoa pode ser tanto física como jurídica e pode ter sido cliente do escritório em uma determinada época e parte contrária em outra. ii. Existe uma grande quantidade de processos cadastrados, alguns concluídos outros em andamento. Cada processo deve armazenar informações como o número do processo, o tribunal e a vara em que ele tramita, o cliente a qual o processo se refere, a parte contrária envolvida, a data de abertura do processo e sua possível data de conclusão. iii. Um processo deve tramitar em um determinado tribunal e em uma determinada vara, no entanto, um tribunal pode julgar muitos processos e uma vara pode possuir diversos processos tramitando nela. Um tribunal pode possuir diversas varas, porém, um processo julgado por um determinado tribunal só pode tramitar em uma das varas pertencentes ao mesmo. O advogado pode achar necessário emitir relatórios de todos os processos em andamento em um determinado tribunal e tramitando em uma determinada vara.

6 iv. Cada processo possui no mínimo uma audiência e pode possuir diversas. Cada audiência é relativa a um determinado processo. Para fins de histórico do processo, cada audiência deve ser registrada, devendo-se cadastrar a data e a recomendação do tribunal relativa a cada uma das audiências do processo. v. Um processo pode gerar custas (despesas com xerox, viagens, etc). Cada custa deve ser armazenada de forma a ser cobrada da parte contrária caso o processo seja ganho. O registro de uma custa deve conter a data em que ela foi gerada, sua descrição e o valor gasto.

7 Estudo de Caso 6: Sistema de Telefone Celular Faça um diagrama de casos de uso para um sistema de telefone celular levando em consideração os seguintes requisitos: i. O celular oferece o serviço de realizar chamadas, no qual o usuário deve informar um telefone para que o celular ligue. O celular deve registrar as últimas chamadas. ii. Semelhante ao serviço de chamadas, o telefone oferece o serviço de mensagens, onde o usuário deve informar o número de telefone para o qual deseja enviar a mensagem. O celular deve igualmente registrar as últimas mensagens. iii. O aparelho oferece o serviço de agenda, a partir do qual é possível cadastrar os diversos contatos do usuário. Cada contato armazena o nome do contato e seu telefone. Caso o usuário consulte um telefone já existente, ele poderá ligar para esse contato ou enviar uma mensagem. O sistema deve guardar as últimas ligações feitas, bem como as últimas mensagens enviadas. iv. O celular oferece também o serviço de recebimento de chamadas. O sistema deve avisar o recebimento de uma chamada por meio do toque de uma música, e o usuário pode aceitar a chamada ou não. As últimas ligações também devem ser gravadas. v. Da mesma forma, o sistema deve oferecer o serviço de recebimento de mensagens, devendo também registrar as últimas mensagens recebidas. vi. O celular oferece ainda o serviço de despertador, no qual o usuário pode cadastrar e/ou ativar um ou mais horários para despertar. vii. Finalmente, o sistema oferece o serviço de tons, no qual o usuário pode selecionar, entre muitas músicas possíveis, a que mais lhe agrada para avisarlhe do recebimento de uma chamada ou mensagens, ou para despertá-lo.

Tema 1: Sistema de Controle de Cinema!

Tema 1: Sistema de Controle de Cinema! DAELN - UTFPR IF62C - Temas para os Projetos Page 1 of 10 Tema 1: Sistema de Controle de Cinema! Desenvolver um Sistema de Controle de Cinema. Os requisitos funcionais mínimos do sistema são: Um cinema

Leia mais

Unified Modeling Language UML

Unified Modeling Language UML Unified Modeling Language UML Classe e Objeto Atributo Operação Associações (Delegações [SANTOS, 2003]) Dependência Simples: multiplicidade, papel, navegabilidade Com valor semântico adicional: agregação

Leia mais

EXERCÍCIOS SOBRE DIAGRAMAS DE CLASSES Construa Diagramas de Classes para os seguintes domínios de problemas

EXERCÍCIOS SOBRE DIAGRAMAS DE CLASSES Construa Diagramas de Classes para os seguintes domínios de problemas Campus Cachoeiro de Itapemirim Curso Técnico em Informática Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas Professor: Rafael Vargas Mesquita EXERCÍCIOS SOBRE DIAGRAMAS DE CLASSES Construa Diagramas de Classes

Leia mais

Engenharia de Software Folha 1 - UML - Casos de Uso/Utilização DI-UBI

Engenharia de Software Folha 1 - UML - Casos de Uso/Utilização DI-UBI 1. Considere o diagrama de casos de uso/utilização para um controlo remoto de TV, o qual garante que inclui todas as funções do controlo remoto como casos de uso/utilização do seu modelo. 2. Descreva textualmente

Leia mais

Documento de Definição de Requisitos

Documento de Definição de Requisitos Documento de Definição de Requisitos Projeto: Locadora de Automóveis Responsável: Ricardo Falbo 1. Introdução Este documento apresenta os requisitos de usuário de um sistema de Locadora de Automóveis e

Leia mais

Manual de utilização do Relatório de Viagens

Manual de utilização do Relatório de Viagens Manual de utilização do Relatório de Viagens Os Módulos do Sistema de Relatório de Viagens foram criados tendo com base a Regulamentação de Viagem da MGS - Minas Gerais Administração e Serviços S/A (RG/AD/02/10ª).

Leia mais

ÍNDICE. ERP ( Controle de Frotas ) 1 - Bens Móveis - Frota. 2 - Cadastros da Frota. 3 - Abastecimento de Bens. 4 - Cadastro de Bombas

ÍNDICE. ERP ( Controle de Frotas ) 1 - Bens Móveis - Frota. 2 - Cadastros da Frota. 3 - Abastecimento de Bens. 4 - Cadastro de Bombas 1 2 ÍNDICE ERP ( Controle de Frotas ) 1 - Bens Móveis - Frota 04 2 - Cadastros da Frota 07 3 - Abastecimento de Bens 11 4 - Cadastro de Bombas 14 5 - Abastecimento de Bombas 15 6 - Abertura de Chamados

Leia mais

Modelagem de Sistemas Prof. Marcos Roberto e Silva

Modelagem de Sistemas Prof. Marcos Roberto e Silva Modelagem de Sistemas Prof. Marcos Roberto e Silva Diagrama de Casos de Uso Demonstra o comportamento externo do sistema, através de uma linguagem simples. Apresentando o sistema sobre a perspectiva do

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 17 PROFª BRUNO CALEGARO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 17 PROFª BRUNO CALEGARO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 17 PROFª BRUNO CALEGARO Santa Maria, 19 de Novembro de 2013. Revisão aula anterior Modelagem orientada a objetos com UML Software: Astah Community

Leia mais

Índice. Informações sobre conteúdo do site...04

Índice. Informações sobre conteúdo do site...04 Índice Informações sobre conteúdo do site...04 Como usar o site...05 Conhecendo o site... 06 Conectando ao site...10 Resumo de suas reservas...11 Iniciando a pesquisa...12 Como fazer reserva de hotel Definindo

Leia mais

Lista de exercícios 01

Lista de exercícios 01 PARTE I Lista de exercícios 01 1. Defina os seguintes termos: entidade, atributo, valor do atributo, atributo composto, atributo multivalorado, atributo derivado, atributo-chave, domínio. 2. Explique as

Leia mais

GESTÃO DE VEÍCULOS. Cadastro de Veículos e Grupos de Controle

GESTÃO DE VEÍCULOS. Cadastro de Veículos e Grupos de Controle GESTÃO DE VEÍCULOS Cadastro de Veículos e Grupos de Controle Esse procedimento descreve a operação de cadastro de veículos e dos grupos de controle. SUMÁRIO CADASTRO DE VEÍCULO... 3 Acesso... 3 Pré-Requisitos...

Leia mais

GUIA RESUMIDO DE SEGUROS E ASSISTÊNCIAS DE VIAGENS.

GUIA RESUMIDO DE SEGUROS E ASSISTÊNCIAS DE VIAGENS. SETEMBRO 2013 GUIA RESUMIDO DE SEGUROS E ASSISTÊNCIAS DE VIAGENS. *As informações contidas neste guia são válidas exclusivamente para cartões MasterCard Platinum e Visa Platinum. SERVIÇO DE CONCIERGE Você

Leia mais

Guia resumido de seguros e assistências de viagens.

Guia resumido de seguros e assistências de viagens. agosto 2013 Guia resumido de seguros e assistências de viagens. *AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE GUIA SÃO VÁLIDAS EXCLUSIVAMENTE PARA CARTÕES MASTERCARD PLATINUM E VISA PLATINUM. Serviço de concierge Especialistas

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Prof. M.Sc. Ronaldo C. de Oliveira ronaldooliveira@facom.ufu.br FACOM - 2011 Exemplo de Diagrama de Caso de Uso Sistema de Locadora de Filmes Sistema de Vídeo Locadora Você foi contratado para desenvolver

Leia mais

PROJETO DE BANCO DE DADOS LISTA 002 Projeto Conceitual

PROJETO DE BANCO DE DADOS LISTA 002 Projeto Conceitual LISTA DE EXERCÍCIOS 002 6. AGÊNCIA DE TURISMO Faça a modelagem de dados de uma agência de turismo, que tenha: controle de clientes, com todas as informações detalhadas; controle de companhias aéreas que

Leia mais

Unified Modeling Language UML

Unified Modeling Language UML Unified Modeling Language UML Requisito Ator Caso de uso Associações Entre atores e casos de uso Entre casos de uso Inclusão: estereótipo Extensão: estereótipo Generalização Diagrama

Leia mais

CONTRATO DE HOSPEDAGEM DE ANIMAL

CONTRATO DE HOSPEDAGEM DE ANIMAL CONTRATO DE HOSPEDAGEM DE ANIMAL IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES CONTRATANTE: (Nome do Contratante), (Nacionalidade), (Estado Civil), (Profissão), Carteira de Identidade nº (xxx), C.P.F. nº (xxx),

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS. Versão 1.0

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS. Versão 1.0 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS Versão 1.0 SUMÁRIO 1. Descrição do Local de Acesso... 1 2. Módulo Registrar Diárias... 3 3. Módulo Aprovar Diárias... 11 4. Registrar Prestação de Contas...

Leia mais

Lista de exercícios - MER

Lista de exercícios - MER Lista de exercícios - MER Teoria: 1. Quais as fases do desenvolvimento do ciclo de vida de um banco de dados? Explique cada uma delas. 2. Quais os componentes de um DER? Defina-os. 3. Como podemos classificar

Leia mais

Especificação de Requisitos

Especificação de Requisitos Projeto Locadora de Vídeo Passatempo Especificação de Requisitos 1. Introdução Este documento contém a especificação de requisitos e a modelagem de análise para o projeto de informatização da vídeo-locadora

Leia mais

Estudo de Caso: Você-Aluga

Estudo de Caso: Você-Aluga Estudo de Caso: Você-Aluga Empresa de aluguel de automóveis Tradução: E. A.Schmitz Sumário 1. APRESENTAÇÃO 3 2. O NEGÓCIO VOCÊ-ALUGA 3 2.1. LOCAÇÃO 3 2.2. DEVOLUÇÃO 3 2.3. SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO 3 2.4.

Leia mais

Processo de Prestação de Contas de Viagem GENS S.A. Manual do Colaborador

Processo de Prestação de Contas de Viagem GENS S.A. Manual do Colaborador Processo de Prestação de Contas de Viagem GENS S.A. Manual do Colaborador 1 OBJETIVO: Esta política tem por objetivo estabelecer as diretrizes para as Prestações de Contas referentes às despesas ocorridas

Leia mais

Manual de Assistência 24 horas. Assistência 24 Horas AUTOCONTROLE

Manual de Assistência 24 horas. Assistência 24 Horas AUTOCONTROLE Manual de Assistência 24 horas Assistência 24 Horas AUTOCONTROLE I. Assistência 24 Horas 1. Descrição da Assistência 24 Horas Prestação de atendimento ao cliente/usuário através da administração de rede

Leia mais

Todos os Registros no site referem-se aos momentos em que o equipamento estava conectado (decorrente dos dois eventos acima descritos).

Todos os Registros no site referem-se aos momentos em que o equipamento estava conectado (decorrente dos dois eventos acima descritos). 1. Como funcionado Equipamento? O Rastreador instalado é um equipamento Hibrido que utiliza tecnologia de transmissão de dados por Satélite e via Operadora de Telefone. O Satélite informa ao equipamento

Leia mais

Cobertura mundial, a partir de 150km da residência, durante o ano inteiro; Unicamente voltado à assistência, não cobre o custo de itens solicitados.

Cobertura mundial, a partir de 150km da residência, durante o ano inteiro; Unicamente voltado à assistência, não cobre o custo de itens solicitados. Benefícios VISA Serviço oferecido pela Visa à todos os portadores de cartão. Está disponível 24horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano e oferece assistência em espanhol, inglês e português.

Leia mais

SISTEMA HOTELEIRO. Deseja-se modelar um sistema para um pequeno hotel que atenda aos seguintes. requisitos:

SISTEMA HOTELEIRO. Deseja-se modelar um sistema para um pequeno hotel que atenda aos seguintes. requisitos: GERAIS Desenha um diagrama de classes com relacionamentos, nomes de papéis e multiplicidade para as seguintes situações: - Uma pessoa pode ser casada com outra pessoa. - Uma disciplina é pré-requisito

Leia mais

NEWCOLLECTOR SISTEMA DE COBRANÇA. Controle Judicial. Manual de Instruções. Versão 8.32

NEWCOLLECTOR SISTEMA DE COBRANÇA. Controle Judicial. Manual de Instruções. Versão 8.32 NEWCOLLECTOR SISTEMA DE COBRANÇA Controle Judicial Manual de Instruções Versão 8.32 1 Sumário 1 CONTROLE DE COBRANÇA JUDICIAL... 4 1.1 ARQUIVO... 4 1.1.1 Processos...4 1.1.1.1 Réus Principais do Processo...13

Leia mais

ESTÁGIO DE DOCÊNCIA II

ESTÁGIO DE DOCÊNCIA II FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ Centro de Tecnologia - CTC Departamento de Informática - DIN Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação PCC ESTÁGIO DE DOCÊNCIA II Disciplina: Engenharia

Leia mais

GesToc Gestão de Transferências entre Estoques Versão 7.1 Roteiro: Programação Diária

GesToc Gestão de Transferências entre Estoques Versão 7.1 Roteiro: Programação Diária GesToc Gestão de Transferências entre Estoques Versão 7.1 Roteiro: Programação Diária Roteiro: Programação Diária GesToc - Gestão de Transferências entre Estoques Versão 7.1 ilab Sistemas Especialistas

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS Consigo rastrear o minha Compra? Sim. As informações mais atualizadas sobre sua Compra e a situação de entrega de sua Compra estão disponíveis em Meus pedidos.

Leia mais

Modelo de Casos de Uso (Casos de Uso Expandidos + Diagrama de Casos de Uso) Modelo Conceitual Diagramas de Sequência de Eventos do Sistema

Modelo de Casos de Uso (Casos de Uso Expandidos + Diagrama de Casos de Uso) Modelo Conceitual Diagramas de Sequência de Eventos do Sistema Sistema para uma biblioteca A biblioteca a ser automatizada trabalha com os seguintes tipos de obra: livros e periódicos. Para cada periódico são mantidos: nome, volume, mês, ano; para cada livro são mantidos

Leia mais

I DESCRIÇÃO DOS PLANOS DE SERVIÇOS

I DESCRIÇÃO DOS PLANOS DE SERVIÇOS Ao solicitar e utilizar qualquer produto do nosso site e seus domínios, o solicitante do produto declara que possui conhecimento e está de acordo com os termos que se seguem abaixo e se compromete a cumpri-los

Leia mais

Manual do Usuário do ClaireExpress

Manual do Usuário do ClaireExpress Manual do Usuário do ClaireExpress Tudo o que você precisa saber para realizar uma teleconferência utilizando o ClaireExpress pode ser encontrado neste manual. Caso necessite de assistência adicional de

Leia mais

Lista de Exercícios Engenharia de Software 29/08/2012. Grupo de 4 Pessoas, atividade para ser entregue em aula

Lista de Exercícios Engenharia de Software 29/08/2012. Grupo de 4 Pessoas, atividade para ser entregue em aula Lista de Exercícios Engenharia de Software 29/08/2012 Grupo de 4 Pessoas, atividade para ser entregue em aula 1) Para cada caso a) classifique os requisitos b) inclua mais dois requisitos não funcionais

Leia mais

Documento de Casos de Uso. MC436 Introdução à Engenharia de Software Profª Ariadne Maria Brito Rizzoni Carvalho

Documento de Casos de Uso. MC436 Introdução à Engenharia de Software Profª Ariadne Maria Brito Rizzoni Carvalho Documento de Casos de Uso MC436 Introdução à Engenharia de Software Profª Ariadne Maria Brito Rizzoni Carvalho 1. Índice 2. Introdução 3 3. Descrição dos atores 3 4. Diagrama de caso de uso 4 5. 5.1 5.2

Leia mais

Multas. Ordem de Serviço. Sinistro. Estoque

Multas. Ordem de Serviço. Sinistro. Estoque Multas Orçamento Manutenção Ordem de Serviço Sinistro Abastecimento Plano de Manutenção (Revisão) Estoque Comece o cadastro de Multas clicando em Incluir, depois coloque a data e horário do momento da

Leia mais

ESTADO DE RONDÔNIA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DOCUMENTAÇÃO: JULGAMENTO VIRTUAL

ESTADO DE RONDÔNIA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DOCUMENTAÇÃO: JULGAMENTO VIRTUAL ESTADO DE RONDÔNIA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DOCUMENTAÇÃO: JULGAMENTO VIRTUAL 1. Visão Geral do Projeto Visando dinamizar ainda mais o julgamento dos processos de competência do Tribunal de

Leia mais

1º TRABALHO 2º/2010 GRUPO VALOR DO TRABALHO ENTREGA

1º TRABALHO 2º/2010 GRUPO VALOR DO TRABALHO ENTREGA UNIVERSIDADE SALGADO DE OLIVEIRA CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISCIPLINA: LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO I PROF: GIULIANO PRADO DE MORAIS GIGLIO 1º TRABALHO 2º/2010 O trabalho objetiva-se implementar e aprofundar

Leia mais

Princípios de modelagem de Domínio e Projeto(design) de Software Parte 1

Princípios de modelagem de Domínio e Projeto(design) de Software Parte 1 Princípios de modelagem de Domínio e Projeto(design) de Software Parte 1 Prof. Gustavo Willam Pereira ENG10082 Programação II Créditos: Prof. Clayton Vieira Fraga Filho Apesar de todas as vantagens que

Leia mais

Se estiver no Mercosul, também poderá contar com os serviços de emergência, bastando ligar para 55 11 4133 6537.

Se estiver no Mercosul, também poderá contar com os serviços de emergência, bastando ligar para 55 11 4133 6537. Assist24h_AutoPasseio_jul 6/13/07 4:32 PM Page 1 CARO SEGURADO Para você que adquiriu o Real Automóvel e contratou os serviços de Assistência 24 horas, este é o seu guia de serviços da Real Assistência.

Leia mais

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 20

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 20 1/ 8 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão e Adequação integral do PO 02 Adequação dos Registros e Padrões Demais envolvidos na análise e aprovação Área / Processo

Leia mais

A fim de gerenciar as vendas em uma loja, os seguintes requisitos devem ser atendidos pela modelagem de dados:

A fim de gerenciar as vendas em uma loja, os seguintes requisitos devem ser atendidos pela modelagem de dados: A fim de gerenciar as vendas em uma loja, os seguintes requisitos devem ser atendidos pela modelagem de dados: Vendas são efetuadas por um Vendedor em um determinado momento (indicado por uma data e um

Leia mais

Conteúdo. 1. Introdução. 2. Levantamento de Requisitos. 3. Análise Orientada a Objetos. 4. Projeto Orientado a Objetos 5. UML. 6.

Conteúdo. 1. Introdução. 2. Levantamento de Requisitos. 3. Análise Orientada a Objetos. 4. Projeto Orientado a Objetos 5. UML. 6. Conteúdo 1. Introdução 2. Levantamento de Requisitos 3. Análise Orientada a Objetos 4. Projeto Orientado a Objetos 5. UML 6. Métodos Ágeis Análise Orientada a Objetos Exercícios Exercício 1 Defina o diagrama

Leia mais

Manual do Módulo de PC Online

Manual do Módulo de PC Online do Módulo de PC Online Agilis Conteúdo Introdução... 4 Acesso à Funcionalidade... 5 1. Internet Explorer 6.x... 7 2. Internet Explorer 7.x... 9 3. Netscape Navigator 7.x... 10 4. Netscape Navigator 7.2x...

Leia mais

Para cadastrar um Veículo Ativo, consulte Manual Cadastros Gerais.

Para cadastrar um Veículo Ativo, consulte Manual Cadastros Gerais. Para incluir um veículo é necessário ter todos os dados do veículo. Clique em incluir e cadastre todos os campos necessários. (Ou vá em Arquivos Veículos - Ativos) Para cadastrar um Modelo de veículo clique

Leia mais

Manual ControlWeb 3 Guia do Usuário. Control Loc

Manual ControlWeb 3 Guia do Usuário. Control Loc Manual ControlWeb 3 Guia do Usuário http://controlweb.controlloc.com.br Control Loc 2007 Data: 19/06/2007 O QUE É O ControlWeb é uma aplicação de rastreamento e comunicação veicular que utiliza os mais

Leia mais

2 - Qualquer pessoa pode reclamar seu direito nos Juizados Especiais Cíveis?

2 - Qualquer pessoa pode reclamar seu direito nos Juizados Especiais Cíveis? Tribunal de Justiça do Estado de Goiás Juizados Especias Perguntas mais freqüentes e suas respostas 1 - O que são os Juizados Especiais Cíveis? Os Juizados Especiais Cíveis são órgãos da Justiça (Poder

Leia mais

ATENÇÃO, ESTUDANTES A CORT OFERECE UMA FÁCIL DECORAÇÃO PARA O SEU APARTAMENTO! Encomende sua mobília hoje! cort.com/student O PACOTE ENTRETENIMENTO

ATENÇÃO, ESTUDANTES A CORT OFERECE UMA FÁCIL DECORAÇÃO PARA O SEU APARTAMENTO! Encomende sua mobília hoje! cort.com/student O PACOTE ENTRETENIMENTO ATENÇÃO, ESTUDANTES A CORT OFERECE UMA FÁCIL DECORAÇÃO PARA O SEU APARTAMENTO! O PACOTE BÁSICO $99 - Locação de 12 meses* $129 - Locação de 9 meses* O Pacote Básico inclui: Sala de estar, sala de jantar

Leia mais

Amercian Express, Diners, Hipercard, Aura e Elo.

Amercian Express, Diners, Hipercard, Aura e Elo. TERMO DE CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE PRODUTOS PELA INTERNET Magazine Luiza S/A, pessoa jurídica de direito privado, com sede na cidade de Franca/SP, Rua Voluntários da Franca, nº 1465, inscrita no CNPJ

Leia mais

PRIMEIRA PARTE: EXERCÍCIO PROPOSTO:

PRIMEIRA PARTE: EXERCÍCIO PROPOSTO: EXERCÍCIO PROPOSTO: PRIMEIRA PARTE: 1) Faça um Diagrama de Casos de Uso e sua descrição para um Sistema de Prestação de Cursos de Informática que contemplem as seguintes afirmações: i) O aluno primeiramente

Leia mais

Neste momento a gestão dos automóveis, de grupos de automóveis e de manutenção não são consideradas relevantes para serem suportadas pelo sistema.

Neste momento a gestão dos automóveis, de grupos de automóveis e de manutenção não são consideradas relevantes para serem suportadas pelo sistema. Caso 1 Rent-a-car 1 Enunciado Pretende-se desenvolver um software de suporte a diversas actividades duma empresa de aluguer de automóveis. Este software deve permitir registar contratos de aluguer, entregas

Leia mais

Cobertura mundial, a partir de 150km da residência, durante o ano inteiro; Unicamente voltado à assistência, não cobre o custo de itens solicitados.

Cobertura mundial, a partir de 150km da residência, durante o ano inteiro; Unicamente voltado à assistência, não cobre o custo de itens solicitados. Benefícios Visa Serviço oferecido pela Visa a todos os portadores de cartão. Está disponível 24horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano e oferece assistência em espanhol, inglês e português.

Leia mais

PLANO DE BENEFÍCIOS CARRO RESERVA 1.0 DO OBJETIVO DO PLANO:

PLANO DE BENEFÍCIOS CARRO RESERVA 1.0 DO OBJETIVO DO PLANO: PLANO DE BENEFÍCIOS CARRO RESERVA 1.0 DO OBJETIVO DO PLANO: 1.1 A destinação deste plano de benefício é disponibilizar, ora contratado, diárias de veículo econômico com ar para as pessoas físicas ou jurídicas

Leia mais

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Dezembro/2012 2 Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Sumário de Informações do Documento Título do Documento: Resumo:

Leia mais

HOTEL AMAZONAS RUA AMAZONAS, 467 - NOVA TRAMANDAÍ ASCORSAN

HOTEL AMAZONAS RUA AMAZONAS, 467 - NOVA TRAMANDAÍ ASCORSAN HOTEL AMAZONAS RUA AMAZONAS, nº 467 - NOVA TRAMANDAÍ Para os Diretores e Funcionários da ASCORSAN, a vinda dos associados e seus familiares é motivo de orgulho e satisfação em atendê-los, dentro das condições

Leia mais

Solução para Central ACTIVE Leucotron. Opere seu ramal usando seu próprio computador!

Solução para Central ACTIVE Leucotron. Opere seu ramal usando seu próprio computador! Solução para Central ACTIVE Leucotron Opere seu ramal usando seu próprio computador! O software Contact Phone é rápido e fácil de usar, reúne todas as facilidades de um terminal KS físico mais os recursos

Leia mais

Guia completo de conduta

Guia completo de conduta Guia completo de conduta Seja bem vindo(a) à Joycar! Este é o nosso guia completo de conduta. Nele serão apresentadas todas as explicações necessárias para que você e todos os nossos clientes tenham sempre

Leia mais

HOTEL CISNE BRANCO RUA CAMARÃO, Nº 21, PRAIA MARILUZ, CIDADE DE IMBÉ. Para os Diretores e Funcionários da ASCORSAN, a vinda dos associados e seus

HOTEL CISNE BRANCO RUA CAMARÃO, Nº 21, PRAIA MARILUZ, CIDADE DE IMBÉ. Para os Diretores e Funcionários da ASCORSAN, a vinda dos associados e seus HOTEL CISNE BRANCO RUA CAMARÃO, Nº 21, PRAIA MARILUZ, CIDADE DE IMBÉ. Para os Diretores e Funcionários da ASCORSAN, a vinda dos associados e seus familiares é motivo de orgulho e satisfação em atendê-los,

Leia mais

Perguntas frequentes

Perguntas frequentes Perguntas frequentes 1. MEUS PEDIDOS Consigo rastrear o minha Compra? Sim. As informações mais atualizadas sobre sua Compra e a situação de entrega de sua Compra podem ser adquiridas a qualquer momento

Leia mais

JURÍDICO. Gestão de Escritório de Advocacia Manual do Usuário. versão 1

JURÍDICO. Gestão de Escritório de Advocacia Manual do Usuário. versão 1 JURÍDICO Gestão de Escritório de Advocacia Manual do Usuário versão 1 Sumário Introdução 1 Operação básica do aplicativo 2 Formulários 2 Filtros de busca 2 Telas simples, consultas e relatórios 3 Parametrização

Leia mais

TERMO DE RESPONSABILIDADE

TERMO DE RESPONSABILIDADE TERMO DE RESPONSABILIDADE INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O ANIMAL: Maricá, de de. Nome: Raça: Sexo: Pelagem: Nascimento: / /. Idade:. Proprietário / Responsável Endereço: Bairro: CEP Telefone: Celular: E-mail:

Leia mais

Modelagem de Casos de Uso (Parte 2)

Modelagem de Casos de Uso (Parte 2) Modelagem de Casos de Uso (Parte 2) Roteiro (1) Método para Modelagem de Casos De Uso Estudo de Caso: Sistema de Controle para Videolocadora Levantamento Inicial dos Casos de Uso Identificação dos Casos

Leia mais

BETA CONTROLE DE GUINCHO Copyright Peris Consultoria Empresarial Ltda

BETA CONTROLE DE GUINCHO Copyright Peris Consultoria Empresarial Ltda BETA CONTROLE DE GUINCHO Copyright Peris Consultoria Empresarial Ltda O SISTEMA O sistema de controle de guincho foi desenvolvido para ser utilizado pelas empresas que prestam serviços de guincho, bem

Leia mais

GUIA DO COORDENADOR DE PROJETOS

GUIA DO COORDENADOR DE PROJETOS GUIA DO COORDENADOR DE PROJETOS Sumário 1. Introdução... 2 2. Início Portal Coordenador... 2 2.1. Novos Pedidos... 2 2.2. Pendências... 3 2.3. Menu... 4 2.4. Sair... 4 3. Saldo de Projetos... 5 4. Extrato

Leia mais

1.PLANO AUTO STANDARD

1.PLANO AUTO STANDARD 1.PLANO AUTO STANDARD 1.1.Definições ACIDENTE/SINISTRO Colisão, abalroamento ou capotagem envolvendo direta ou indiretamente o veículo e que impeça o mesmo de se locomover por seus próprios meios. COBERTURA

Leia mais

PROGRAMA IMOBILIG - MANUAL DE ORIENTAÇÃO E PROCEDIMENTOS

PROGRAMA IMOBILIG - MANUAL DE ORIENTAÇÃO E PROCEDIMENTOS PROGRAMA IMOBILIG - MANUAL DE ORIENTAÇÃO E PROCEDIMENTOS Sumário 1. Objetivo... 3 2. Premissas básicas... 3 3. Compromissos da CEEE-D... 3 4. Compromissos da Imobiliária... 3 5. Serviços disponíveis através

Leia mais

Guia Rápido. Projects & Teamwork

Guia Rápido. Projects & Teamwork Guia Rápido Projects & Teamwork Conteúdo 1. Meu Perfil, tutoriais y ajuda contextual... 3 2. Criar projetos... 6 3. Criar usuários e atribuir usuários a projetos e tarefas... 7 4. Criar e controlar tarefas...10

Leia mais

Especificação de Requisitos

Especificação de Requisitos Projeto/Versão: Versão 11.80 Melhoria Requisito/Módulo: 000552 / Conector Sub-Requisito/Função: Multas Tarefa/Chamado: 01.08.01 País: Brasil Data Especificação: 13/05/13 Rotinas Envolvidas Rotina Tipo

Leia mais

Manual do Debit Jurídico. Primeiros passos

Manual do Debit Jurídico. Primeiros passos Manual do Debit Jurídico Primeiros passos Índice Apresentação...2 Como acessar o produto...3 Tela Inicial...5 Como cadastrar o primeiro processo...5 Cliente...6 Advogado...6 Adverso...6 Dados do Processo...6

Leia mais

Modelagem de Casos de Uso (Parte 2)

Modelagem de Casos de Uso (Parte 2) Modelagem de Casos de Uso (Parte 2) Roteiro (1) Método para Modelagem de Casos De Uso Estudo de Caso: Sistema de Controle para Videolocadora Levantamento Inicial dos Casos de Uso Identificação dos Casos

Leia mais

Manual do Usuário Cyber Square

Manual do Usuário Cyber Square Manual do Usuário Cyber Square Criado dia 27 de março de 2015 as 12:14 Página 1 de 48 Bem-vindo ao Cyber Square Parabéns! Você está utilizando o Cyber Square, o mais avançado sistema para gerenciamento

Leia mais

Retorno do investimento com aplicativos empresariais em celulares.

Retorno do investimento com aplicativos empresariais em celulares. Retorno do investimento com aplicativos empresariais em celulares. Introdução A simulação do retorno sobre o investimento (do inglês ROI return on investment) tem sido utilizada como importante ferramenta

Leia mais

Informações Gerais sobre Vistos Passo a Passo

Informações Gerais sobre Vistos Passo a Passo Informações Gerais sobre Vistos Passo a Passo Se você planeja viajar aos Estados Unidos e precisa solicitar o visto pela primeira vez ou quer renovar um visto que ainda esteja válido ou que tenha expirado

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 01/2013 CONCECERES

RESOLUÇÃO Nº 01/2013 CONCECERES RESOLUÇÃO Nº 01/2013 CONCECERES Dispõe sobre o Regimento Interno do Laboratório de Cultivo e Biotecnologia de Algas LCBA, do Centro de Educação Superior da Região Sul - CERES. O Presidente do Conselho

Leia mais

Diagrama de Caso de Uso. Biblioteca

Diagrama de Caso de Uso. Biblioteca Diagrama de Caso de Uso Biblioteca Caso de Uso -Reservar Livro Objetivo: Este caso de uso possibilita a um usuário da biblioteca fazer a reserva de um livro. Esta reserva é efetuada diretamente pelo Usuário

Leia mais

Levantamento de Requisitos

Levantamento de Requisitos Levantamento de Requisitos 1 Segurança No início do programa, a primeira tela a aprecer será uma tela denominada Login. Só terá acesso ao sistema da locadora quem estiver logado e cadastrado no sistema

Leia mais

Planejando sua Agenda sem Desperdiçar Tempo

Planejando sua Agenda sem Desperdiçar Tempo Planejando sua Agenda sem Desperdiçar Tempo Prioridades Falta de tempo é na Verdade Falta de Prioridades! Gerenciamento Pessoal Administrar bem o tempo no trabalho é essencial para garantir uma maior produtividade

Leia mais

CONTRATO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE HOSPEDAGEM DE SITES

CONTRATO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE HOSPEDAGEM DE SITES CONTRATO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE HOSPEDAGEM DE SITES CLÁUSULA PRIMEIRA DAS PARTES 1.1 De um lado, JKL SERVIÇOS E TECNOLOGIA ME, Pessoa Jurídica com sede na Rua CAROLINA ROQUE nº 416, CEP 02472-030, cidade

Leia mais

TERMO DE USO SERVIÇO VIVO REDES SOCIAIS USSD

TERMO DE USO SERVIÇO VIVO REDES SOCIAIS USSD TERMO DE USO SERVIÇO VIVO REDES SOCIAIS USSD As disposições abaixo regulam a utilização do serviço Vivo Redes Sociais ( Serviço ), desenvolvido pela Myriad e ofertado pela TELEFÔNICA BRASIL S/A, doravante

Leia mais

OFIT1000 Ordem de Serviços Toyota

OFIT1000 Ordem de Serviços Toyota Arquivo: OFIT1000 - Página: 1/18 v04.33 Setembro/2010 OFIT1000 Ordem de Serviços Toyota O programa tem como objetivo permitir ao usuário a digitação de ordens de serviço, de forma semelhante ao ( OFIC1000

Leia mais

3) A partir do DER modifique as cardinalidades mínimas de forma a especificar o seguinte:

3) A partir do DER modifique as cardinalidades mínimas de forma a especificar o seguinte: Lista de Exercícios Capítulo 3 1) Identifique as entidades: Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina Curso de Ciência da Computação Disciplina: Banco de Dados Profa. Rossana de Paula Junqueira

Leia mais

Exercício 3.9: Estudo de caso - Sistema de reserva de passagens aéreas

Exercício 3.9: Estudo de caso - Sistema de reserva de passagens aéreas Exercício 3.9: Estudo de caso - Sistema de reserva de passagens aéreas O objetivo do trabalho é projetar um sistema de reservas para uma companhia de aviação. O sistema contará com um banco de dados central,

Leia mais

Gerenciamento de Estúdios de Tatuagem. MANUAL DO USUÁRIO (Versão do manual: 2009.a)

Gerenciamento de Estúdios de Tatuagem. MANUAL DO USUÁRIO (Versão do manual: 2009.a) Arttez Gerenciamento de Estúdios de Tatuagem. MANUAL DO USUÁRIO (Versão do manual: 2009.a) O Sistema Arttez. Arttez é o software de gerenciamento para estúdios de tatuagem que objetiva manter o controle

Leia mais

Cursos e Assessoria Online

Cursos e Assessoria Online Cursos e Assessoria Online TERMOS E CONDIÇÕES DE USO A GAF EVENTOS ESPORTIVOS LTDA-ME CNPJ 19.023.817/0001-03, disponibiliza a você, doravante Usuário, por meio do endereço http://www.gafeventos.com.br/

Leia mais

Página como comprar REQUISITOS

Página como comprar REQUISITOS Página como comprar REQUISITOS Só poderão realizar compras de Ingressos Corporativos Super Saver pessoas Jurídicas, ou seja, empresas registradas no Brasil que possuam CNPJ válidos. 1ª ETAPA - CADASTRO

Leia mais

REGIMENTO INTERNO. CAPÍTULO I Da Aplicação

REGIMENTO INTERNO. CAPÍTULO I Da Aplicação SOCIEDADE AMIGOS DO CURIÓ (SAC) Fundada em 23 de julho de 1980 Rua Prof. Osmarino de Deus Cardoso, 101 CEP 88.036-598 Trindade Florianópolis SC CNPJ 75.329.243/0001-71 www.sacurio.com.br / saccurio@brturbo.com.br

Leia mais

Modelo de interações no processo de desenvolvimento

Modelo de interações no processo de desenvolvimento Modelo de interações no processo de desenvolvimento Modelo de interações no processo de desenvolvimento Em um processo incremental e iterativo, os modelos evoluem em conjunto. Embora estes modelos representem

Leia mais

UML 2.0 - Modelo Casos de Uso Estudo de Caso

UML 2.0 - Modelo Casos de Uso Estudo de Caso UML 2.0 - Modelo Casos de Uso Estudo de Caso Márcia Ito ito@mind-tech.com.br Julho/2004 Enunciado O Clube "Sócio Feliz" é um clube familiar onde qualquer pessoa pode ser sócia desde que seja indicado por

Leia mais

Guia de uso Pós. 1. Acesse o site da Claro e verifique as tarifas de Roaming Internacional em seu país de destino

Guia de uso Pós. 1. Acesse o site da Claro e verifique as tarifas de Roaming Internacional em seu país de destino Roaming Internacional Claro Guia de uso Pós Fale em mais de 170 países com seu celular Antes de viajar 1. Acesse o site da Claro e verifique as tarifas de Roaming Internacional em seu país de destino Contrate

Leia mais

Telecomunicações: faça valer seus direitos. Versão digital

Telecomunicações: faça valer seus direitos. Versão digital Telecomunicações: faça valer seus direitos Versão digital Atualizada em maio de 2015 Os serviços de telecomunicações estão entre os que mais geram dúvidas e reclamações. Veja quais são os seus principais

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO

Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO Versão 1.0 Julho/2012 ÍNDICE 1 REQUISITOS MÍNIMOS PARA INSTALAÇÃO... 4 1.1 Equipamento e Sistemas Operacionais 4 1.1.1

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DO TOTEM

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DO TOTEM MANUAL DE UTILIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DO TOTEM 1 Sumário 1. TOTEM DE AUTOATENDIMENTO - DETRAN... 3 2. ÁREA DE MOTORISTA... 5 2.1. Consultar Envio CNH... 5 2.2. Curso de Reciclagem... 6 2.2.1. Agendamento do

Leia mais

O Processo Unificado: Captura de requisitos

O Processo Unificado: Captura de requisitos O Processo Unificado: Captura de requisitos Itana Gimenes Graduação em Informática 2008 Captura de Requisitos Modelagem do negócio: Visão de negócios Modelo de objetos de negócio de negócio Especificação

Leia mais

Ao aderir ao Serviço o CLIENTE autoriza a PRESTADORA a realizar, direta ou indiretamente, o envio de solicitações do AVISO como Torpedo SMS.

Ao aderir ao Serviço o CLIENTE autoriza a PRESTADORA a realizar, direta ou indiretamente, o envio de solicitações do AVISO como Torpedo SMS. TERMO DE USO Serviço Aviso As disposições abaixo regulam a utilização do serviço AVISO ( SERVIÇO ), comercializado ao CLIENTE pela TELEFÔNICA BRASIL S/A, doravante denominada simplesmente VIVO ou PRESTADORA,

Leia mais

BLACKBERRY - PME e PL Passo a Passo Registro Site BIS www.claro.blackberry.com. BlackBerry PME e Profissional Liberal

BLACKBERRY - PME e PL Passo a Passo Registro Site BIS www.claro.blackberry.com. BlackBerry PME e Profissional Liberal BLACKBERRY - PME e PL Passo a Passo Registro www.claro.blackberry.com É essencial que o usuário do BlackBerry faça um registro no site www.claro.blackberry.com O site funciona de forma semelhante a um

Leia mais

Hotel Colônia AOJESP PACOTES Alta Temporada 2011/2012

Hotel Colônia AOJESP PACOTES Alta Temporada 2011/2012 Hotel Colônia AOJESP PACOTES Alta Temporada 2011/2012 PACOTE ENTRADA SAÍDA DIÁRIAS DEZEMBRO 30/11/2011 QUA 05/12/2011 SEG 5 07/12/2011 QUA 12/12/2011 SEG 5 14/12/2011 QUA 19/12/2011 SEG 5 NATAL 21, 22,

Leia mais

ÍNDICE 1 BENS MÓVEIS FROTAS. 04 2 ABASTECIMENTO DE BENS. 05 3 ABASTECIMENTO DE BOMBAS. 06 4 ABERTURA DE CHAMADO PARA CONSERTO SOLICITAÇÃO/ATENDIMENTO

ÍNDICE 1 BENS MÓVEIS FROTAS. 04 2 ABASTECIMENTO DE BENS. 05 3 ABASTECIMENTO DE BOMBAS. 06 4 ABERTURA DE CHAMADO PARA CONSERTO SOLICITAÇÃO/ATENDIMENTO 1 2 ÍNDICE 1 BENS MÓVEIS FROTAS... 04 2 ABASTECIMENTO DE BENS... 05 3 ABASTECIMENTO DE BOMBAS... 06 4 ABERTURA DE CHAMADO PARA CONSERTO SOLICITAÇÃO/ATENDIMENTO. 07 5 AGENDA BEM/ ALUGUEL VEÍCULOS... 08

Leia mais