Engenharia de Software Folha 1 - UML - Casos de Uso/Utilização DI-UBI

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Engenharia de Software Folha 1 - UML - Casos de Uso/Utilização DI-UBI"

Transcrição

1 1. Considere o diagrama de casos de uso/utilização para um controlo remoto de TV, o qual garante que inclui todas as funções do controlo remoto como casos de uso/utilização do seu modelo. 2. Descreva textualmente os casos de uso Ligar TV e Seleccionar Canal do diagrama anterior. Sugestão: Considere que a TV tem um sistema de password, configurado opcionalmente, para que os pais tenham a garantia que os filhos não passem muitas horas em frente ao televisor! 3. Considere o sistema de uma equipa de futebol constituído pelos seguintes atores: jogador, treinador, atacante, guarda-redes, médio, defesa, presidente. Desenhe o respectivo diagrama de casos de uso. Sugestão: considere por exemplo os seguintes casos: jogar, treinar, defender a baliza, pagar ao jogador, pagar ao treinador, vender jogador, contratar jogador, contratar treinador, despedir treinador. 4. Um cliente cria uma encomenda. Após a sua criação pode adicionar um número arbitrário de itens à encomenda. Cada item tem um código, uma quantidade e um preço. Quando o cliente termina a encomenda esta é enviada para processamento pelo DI-UBI 1

2 departamento de vendas. A cada cliente está associado um nome, uma morada e um NIF. A cada encomenda está associado um número identificativo e uma data. O valor total da encomenda deve ser calculado antes da mesma ser processada. 5. Faça um diagrama de casos de uso que represente o seguinte sistema (telemóvel): O utilizador pode fazer chamadas normais ou em conferência. O utilizador pode receber uma chamada normal mas pode receber também uma chamada enquanto atende outra. As chamadas usam a rede sem fios para serem encaminhadas. O utilizador pode usar o telemóvel para o avisar dum encontro. 6. Complete o diagrama anterior de forma a ficar explícita a necessidade de existir um toque para que se possa atender uma chamada. 7. Complete o diagrama anterior de forma a ficar explícita a necessidade de marcar um número para que se possa efectuar uma chamada. 8. Faça uma descrição em linguagem natural das relações representadas no seguinte diagrama: 9. Um aluno de uma Universidade deve escolher disciplinas do semestre. Em seguida ele é alocado às turmas para então receber uma fatura emitida pelo sistema de faturamento com o valor a ser pago em função do número de turmas em que conseguiu vaga. Quais são os atores e casos de uso? 10. A secretaria de uma Universidade deve registar turmas, apagá-las, modificá-las e enviá-las aos respetivos Departamentos. Quais são os atores e casos de uso? 11. Construir o diagrama de casos de uso e especificar os fluxos de eventos básico. Um cliente deseja um sistema que permita jogar os jogos X e Y. O sistema é destinado a um utilizador e deve armazenar as estatísticas de uma sessão (do início ao fim do sistema). DI-UBI 2

3 Numa sessão o utilizador pode jogar diversas vezes cada um dos jogos. No final de cada jogo, atualizam-se as estatísticas da sessão: o número de vezes que jogou e o número de vitórias (absoluto e percentual). O utilizador pretende que o painel de estatísticas esteja sempre visível. 12. Como modelaria a situação abaixo utilizando casos de usos? Faça a descrição completa para um dos casos (cenários prinicpal e alternativos)e o respetivo diagrama de casos. A atividade da biblioteca centra-se principalmente no empréstimo de publicações pelos alunos. O empréstimo é registrado pelos funcionários da biblioteca que também consultam diariamente os empréstimos cujos prazos foram ultrapassados. Os alunos necessitam pesquisar os livros existentes na biblioteca. Caso um livro esteja emprestado é mostrado a data esperada de entrega. 13. Construir o diagrama de casos de uso para o exemplo seguinte: Um cliente (pessoa física ou jurídica que paga o advogado pra defendê-la ou para processar outra pessoa) procura o advogado. Se o cliente ainda não estiver cadastrado, o advogado deverá registrar seus dados pessoais. Em seguida, o cliente deve fornecer informações a respeito do processo que deseja que o advogado mova contra alguém ou que o defenda de outra pessoa. Obviamente o processo precisa ser registrado e receberá diversas adições enquanto estiver em andamento. O cliente 32 deve fornecer também informações sobre a parte contrária (pessoa física ou jurídica que está processando ou sendo processada pelo cliente), que deverá ser registrada, caso ainda não esteja. Observe que uma mesma pessoa física ou jurídica pode ser tanto um cliente como uma parte contrária em processos diferentes obviamente. Um processo deve tramitar em um determinado tribunal e em uma determinada vara, no entanto um tribunal pode julgar muitos processos e uma vara pode possuir diversos processos tramitando nela. Um tribunal pode possuir diversas varas, porém um processo julgado por um tribunal só pode tramitar em varas pertencentes ao mesmo. O advogado pode achar necessário emitir relatórios de todos os processos em andamento em um tribunal e tramitando em uma vara. Cada processo possui no mínimo uma audiência, cada audiência relativa a um determinado processo deve conter sua data e a recomendação do tribunal. Para fins de histórico do processo, cada audiência deve ser registrada. Um processo pode gerar custas (cópias, viagens, etc.). Cada custa deve ser armazenada de forma a ser cobrada da forma contrária caso o processo seja ganho. Este sistema deve estar integrado a um sistema de contas a pagar receber, cada custa gera uma conta a pagar. Caso o processo seja ganho, ele gerará uma ou mais contas a receber, dependendo da negociação com a parte contrária. 14. Construa um modelo de casos de uso para a seguinte situação fictícia: Estamos criando um serviço de entregas. Nossos clientes podem nos requisitar a entrega de volumes. Alguns volumes são considerados de maior valor por nossos clientes, e, portanto, eles querem ter tais volumes segurados durante o transporte. Contratamos uma companhia de seguro para segurar volumes de valor. 15. Considere a seguinte narrativa do caso de uso Realizar Levantamento. Construa uma descrição deste caso de uso. A operação de uma caixa ATM tem início a partir de uma sessão em que o cliente seleciona a opção de Levantamentos. O cliente então escolhe uma quantia a ser levantada, a partir de um conjunto de opções de quantias disponíveis. O sistema DI-UBI 3

4 verifica se a caixa ATM tem saldo e notas adequadas para compor o valor solicitado (Ex. 50 não pode ser fornecido se só houver três notas de 20 ). Caso tenha notas adequadas, os números da conta e da agência do cliente são enviados ao banco para determinar se existe saldo suficiente na conta do Cliente. Se não houver saldo, uma mensagem adequada é reportada. Havendo saldo, o sistema inicia uma transação com o ator banco e solicita o levantamento da quantia desejada e o banco aprova ou rejeita a transação. Se a transação é aprovada, a máquina entrega a quantia correspondente e emite um recibo. Se a transação é rejeitada, é enviada uma mensagem adequada. O banco é notificado, independentemente de uma transação aprovada ter sido completada ou não pela máquina. Se a transação é completada, o banco realiza o débito na conta do cliente. 16. Considere a seguinte declaração obtida de um gerente de uma empresa que comercializa livros por correio durante o levantamento de requisitos para construção de um sistema de software: Após a ordem de compra do cliente ter sido registrada, o vendedor envia uma requisição ao depósito com detalhes da ordem de compra. Quais atores em potencial podem ser identificados a partir desse texto? 17. Considere o exemplo de relacionamento de extensão entre casos de uso apresentado a seguir, que descreve o relacionamento de extensão entre os casos de uso Editar Documento e a extensão Corrigir Ortografia. Complemente o diagrama de casos de uso para incluir dois novos requisitos, a saber: permitir que o editor de textos possibilite a criação de um índice remissivo sobre um documento sendo editado permitir que o editor de textos possibilite a substituição de Texto 18. Em uma empresa, vários projetos são realizados. Os cinqüenta empregados da empresa trabalham em pelos menos um projeto. Há um sistema implantado na empresa que permite aos participantes de um determinado projeto marcarem suas horas de trabalho. Esse sistema também permite que outra pessoa, ao fim do mês, gere os relatórios com os totais de horas trabalhadas de cada participante. Quantos atores você definiria para esse sistema? 19. Suponha que um sistema de vendas deve gerar de forma automática um conjunto de estatísticas para a diretoria da empresa no último dia útil de cada mês. Desenhe o diagrama de casos de uso para essa situação. DI-UBI 4

5 20. Assinale V ou F para as seguintes assertivas: pessoas com o mesmo cargo em uma empresa podem representar papéis de diversos atores. um ator pode representar pessoas de diferentes cargos. 21. Faça um diagrama de casos de uso a partir do manual de utilizador de uma determinada aplicação. Considere por exemplo o Word da Microsoft ou outra qualquer aplicação do seu conhecimento. 22. Uma empresa tem necessidade de um Sistema de Pizzaria Online, através do qual os seus clientes possam solicitar pizzas pela Internet. O sistema tem o controle dos pedidos das pizzas e bebidas. Para solicitar seus pedidos os clientes obrigatoriamente deverão estar registados. Um cliente poderá realizar vários pedidos, no entanto, um pedido será exclusivo para um cliente. O sistema deve informar, através de relatórios online, sempre que um item estiver com a sua quantidade abaixo ou perto da quantidade mínima. Neste caso deverá ser enviado um pedido para um fornecedor que venda este tido de produto. 23. No início de cada semestre, os alunos devem requisitar um catálogo de cursos contendo aqueles que serão oferecidos no semestre. Este catálogo deve conter informações relativas a cada curso, ao professor, ao departamento e aos pré-requisitos. Desse modo os alunos podem tomar as decisões mais apropriadas ao seu caso. O novo sistema permitirá que os alunos selecionem quatro cursos oferecidos para o próximo semestre. Além disso, o aluno indicará dois cursos alternativos, caso ele não possa ser matriculado na primeira opção. Cada curso terá no máximo 10 alunos e no mínimo 3 alunos. O curso, com número de alunos inferior a 3, será cancelado. Para cada matrícula feita por um aluno, o sistema envia informação ao sistema de cobrança para que possa ser cobrado o pagamento, durante o semestre. Os Professores devem aceder ao sistema on line, indicando que cursos irão lecionar. Eles também podem aceder ao sistema para saber quais os alunos que estão matriculados em cada curso. Em cada semestre, há um prazo para alteração de matrícula. Os alunos devem poder aceder ao sistema durante esse período, para adicionar ou cancelar cursos. 24. O Sistema de Controle de Reserva de Hotel CRH serve para facilitar o trabalho da Rede Hoteleira que vai servir. Tendo como característica óbvia a automatização das principais tarefas inerentes à regra do negócio, ele dará grande agilidade na execução dos principais processos do hotel, hoje feitos de forma manual. Por ser um produto totalmente voltado para a WEB, ele descentraliza parte do serviço para o lado do CLIENTE, uma vez que este poderá registar-se e efetuar reservas, sem ser necessário interagir com os funcionários do hotel. DI-UBI 5

Engenharia de Requisitos Estudo de Caso

Engenharia de Requisitos Estudo de Caso Engenharia de Requisitos Estudo de Caso Auxiliadora Freire Fonte: Engenharia de Software 8º Edição / Ian Sommerville 2007 Slide 1 Engenharia de Requisitos Exemplo 1 Reserva de Hotel 1. INTRODUÇÃO Este

Leia mais

Resolução da lista de exercícios de casos de uso

Resolução da lista de exercícios de casos de uso Resolução da lista de exercícios de casos de uso 1. Explique quando são criados e utilizados os diagramas de casos de uso no processo de desenvolvimento incremental e iterativo. Na fase de concepção se

Leia mais

Curso de Licenciatura em Informática

Curso de Licenciatura em Informática Curso de Licenciatura em Informática Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas Professor: Rafael Vargas Mesquita EXERCÍCIOS SOBRE MODELAGEM DE CASOS DE USO Exercício 1: construa um Diagrama de Casos de

Leia mais

Estudo de Caso 1: Sistema de Controle de Cinema

Estudo de Caso 1: Sistema de Controle de Cinema Estudo de Caso 1: Sistema de Controle de Cinema Desenvolva o diagrama de casos de uso sabendo que: I. Um cinema pode ter muitas salas, sendo necessário, portanto, registrar informações a respeito de cada

Leia mais

Modelos de Sistemas Casos de Uso

Modelos de Sistemas Casos de Uso Modelos de Sistemas Casos de Uso Auxiliadora Freire Fonte: Engenharia de Software 8º Edição / Ian Sommerville 2000 Slide 1 Casos de Uso Objetivos Principais dos Casos de Uso: Delimitação do contexto de

Leia mais

Engenharia de Requisitos. Estudo de Caso

Engenharia de Requisitos. Estudo de Caso Engenharia de Requisitos Estudo de Caso Engenharia de Requisitos Exemplo 1 Reserva de Hotel 1. INTRODUÇÃO Este documento especifica os requisitos do sistema Controle de Reserva de Hotel, fornecendo aos

Leia mais

Engenharia Requisitos Estudo de caso

Engenharia Requisitos Estudo de caso Engenharia Requisitos Estudo de caso Auxiliadora Freire Fonte: Engenharia de Software 8º Edição / Ian Sommerville 2000 Slide 1 Sistema de Matricula Auxiliadora Freire Fonte: Engenharia de Software 8º Edição

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. PROFESSOR: Andrey DISCIPLINA: Técnicas Alternativas de Programação AULA: 08 APRESENTAÇÃO Na aula de hoje vamos apresentar e discutir como definir

Leia mais

Modelagem de Casos de Uso! Um modelo funcional

Modelagem de Casos de Uso! Um modelo funcional Modelagem de Casos de Uso Diagrama de Casos de Uso Especificação de Cenários! Um modelo funcional! Mostra como os valores são processados, sem preocupações com:! ordenamento (seqüência) das ações;! as

Leia mais

MANUAL ARTSOFT Mobile Pre Sales

MANUAL ARTSOFT Mobile Pre Sales MANUAL ARTSOFT Mobile Pre Sales INDÍCE O que é?... 3 Como se configura?... 3 ARTSOFT... 3 ANDROID... 3 Login... 4 Home... 5 Funcionalidades... 6 Sincronização... 6 Contas... 7 Consultas... 7 Resumos...

Leia mais

Exercícios Diagrama de Casos de Uso. Disciplina: Engenharia de Requisitos

Exercícios Diagrama de Casos de Uso. Disciplina: Engenharia de Requisitos Exercícios Diagrama de Casos de Uso Disciplina: Engenharia de Requisitos Gilmar Luiz de Borba 2010-1 Página: 1 1. CASO DE USO CONTROLE DE PROVAS OBJETIVO: Construir um diagrama de caso de uso simples.

Leia mais

Conteudo. Conteúdo. Part I Novidades Versão 2.7 2. 3 Novidades Versão... 2.7 (Contas) 2006... Editorial Brazil

Conteudo. Conteúdo. Part I Novidades Versão 2.7 2. 3 Novidades Versão... 2.7 (Contas) 2006... Editorial Brazil Conteudo I Conteúdo Part I Novidades Versão 2.7 2 1 Suporte... 3 2 Novidades Versão... 2.7 (Vendas) 3 3 Novidades Versão... 2.7 (Contas) 12 2 Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro

Leia mais

Tecnologia da Informação na FG AUTO - ATENDIMENTO ALUNO

Tecnologia da Informação na FG AUTO - ATENDIMENTO ALUNO Tecnologia da Informação na FG AUTO - ATENDIMENTO ALUNO Jaboatão dos Guararapes / PE PAG.1 Tecnologia da Informação na Faculdade Guararapes A Faculdade Guararapes através do Setor de Tecnologia da Informação

Leia mais

Uma visão mais clara da UML Sumário

Uma visão mais clara da UML Sumário Uma visão mais clara da UML Sumário 1 Método...2 2 Análise de requisitos...2 2.1 Diagramas de Casos de Uso...3 2.1.1 Ator...3 2.1.2 Casos de Uso (Use Case)...4 2.1.3 Cenário...4 2.1.4 Relacionamentos...6

Leia mais

Unified Modeling Language UML

Unified Modeling Language UML Unified Modeling Language UML Classe e Objeto Atributo Operação Associações (Delegações [SANTOS, 2003]) Dependência Simples: multiplicidade, papel, navegabilidade Com valor semântico adicional: agregação

Leia mais

Especificação de Requisitos

Especificação de Requisitos Projeto/Versão: Versão 11.80 Melhoria Requisito/Módulo: 000552 / Conector Sub-Requisito/Função: Multas Tarefa/Chamado: 01.08.01 País: Brasil Data Especificação: 13/05/13 Rotinas Envolvidas Rotina Tipo

Leia mais

JURÍDICO. Gestão de Escritório de Advocacia Manual do Usuário. versão 1

JURÍDICO. Gestão de Escritório de Advocacia Manual do Usuário. versão 1 JURÍDICO Gestão de Escritório de Advocacia Manual do Usuário versão 1 Sumário Introdução 1 Operação básica do aplicativo 2 Formulários 2 Filtros de busca 2 Telas simples, consultas e relatórios 3 Parametrização

Leia mais

Casos de uso Objetivo:

Casos de uso Objetivo: Casos de uso Objetivo: Auxiliar a comunicação entre os analistas e o cliente. Descreve um cenário que mostra as funcionalidades do sistema do ponto de vista do usuário. O cliente deve ver no diagrama de

Leia mais

Modelo de interações no processo de desenvolvimento

Modelo de interações no processo de desenvolvimento Modelo de interações no processo de desenvolvimento Modelo de interações no processo de desenvolvimento Em um processo incremental e iterativo, os modelos evoluem em conjunto. Embora estes modelos representem

Leia mais

Manual do usuário - Service Desk SDM - COPASA. Service Desk

Manual do usuário - Service Desk SDM - COPASA. Service Desk Manual do usuário - Service Desk SDM - COPASA Service Desk Sumário Apresentação O que é o Service Desk? Terminologia Status do seu chamado Utilização do Portal Web Fazendo Login no Sistema Tela inicial

Leia mais

A Linguagem de Modelagem Unificada (UML)

A Linguagem de Modelagem Unificada (UML) Aécio Costa A Linguagem de Modelagem Unificada (UML) Percebeu-se a necessidade de um padrão para a modelagem de sistemas, que fosse aceito e utilizado amplamente. Surge a UML (Unified Modeling Language)

Leia mais

Ricardo Roberto de Lima UNIPÊ 2008.1 APS-I. Históricos e Modelagem Orientada a Objetos

Ricardo Roberto de Lima UNIPÊ 2008.1 APS-I. Históricos e Modelagem Orientada a Objetos Históricos e Modelagem Orientada a Objetos Histórico Diversas metodologias e métodos surgiram para apoiar OO. Evolução a partir de linguagens C++ e SmallTalk. Anos 80 Anos 80-90: diversidade de autores.

Leia mais

Recursos do Outlook Web Access

Recursos do Outlook Web Access Recursos do Outlook Web Access Este material foi criado pela Secretaria de Tecnologia de Informação e Comunicação (SETIC) do Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região. Seu intuito é apresentar algumas

Leia mais

O cliente pode escolher as transações que quer pagar na Loja CTT? Não, pode escolher os dias (valor total para um dia) que pretende pagar.

O cliente pode escolher as transações que quer pagar na Loja CTT? Não, pode escolher os dias (valor total para um dia) que pretende pagar. FAQ 1. Sistema Pós-Pago Quais os custos administrativos associados? Os custos administrativos são cobrados no momento do pagamento, dependendo do número de viagens cobradas (0,26 +IVA por viagem até um

Leia mais

Guia Prático do Usuário Sistema e-commerce e Portal

Guia Prático do Usuário Sistema e-commerce e Portal Guia Prático do Usuário Sistema e-commerce e Portal 29/11/2012 Índice ÍNDICE... 2 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. O QUE É E-COMMERCE?... 4 3. LOJA FOCCO... 4 4. COMPRA... 13 5. E-MAILS DE CONFIRMAÇÃO... 14 6.

Leia mais

Diagrama de Caso de Uso. Biblioteca

Diagrama de Caso de Uso. Biblioteca Diagrama de Caso de Uso Biblioteca Caso de Uso -Reservar Livro Objetivo: Este caso de uso possibilita a um usuário da biblioteca fazer a reserva de um livro. Esta reserva é efetuada diretamente pelo Usuário

Leia mais

Introdução Diagramas de Casos de Uso Diagramas de Classes Estoque Fácil

Introdução Diagramas de Casos de Uso Diagramas de Classes Estoque Fácil UFCG Introdução Diagramas de Casos de Uso Diagramas de Classes Estoque Fácil Arthur Silva Freire Caio César Meira Paes Carlos Artur Nascimento Vieira Matheus de Araújo Maciel Tiago Brasileiro Araújo Engenharia

Leia mais

Usar o PO Convert para criar uma factura a partir de uma Nota de Encomenda

Usar o PO Convert para criar uma factura a partir de uma Nota de Encomenda 1 / 7 Como Usar o PO Convert para criar uma factura a partir de uma Nota de Encomenda 1. Inicie sessão na sua conta OB10 2. Seleccione a lista Aceites - Na página inicial da sua Conta OB10, clique na lista

Leia mais

Índice. Informações sobre conteúdo do site...04

Índice. Informações sobre conteúdo do site...04 Índice Informações sobre conteúdo do site...04 Como usar o site...05 Conhecendo o site... 06 Conectando ao site...10 Resumo de suas reservas...11 Iniciando a pesquisa...12 Como fazer reserva de hotel Definindo

Leia mais

PASSO A PASSO PARA CADASTRAR OFERTAS, PRODUTOS E SERVIÇOS WWW.WEBLUG.COM.BR.COM.BR

PASSO A PASSO PARA CADASTRAR OFERTAS, PRODUTOS E SERVIÇOS WWW.WEBLUG.COM.BR.COM.BR PASSO A PASSO PARA CADASTRAR OFERTAS, PRODUTOS E SERVIÇOS WWW.WEBLUG.COM.BR.COM.BR 1) Acesse na página principal, ANUNCIAR. 2) Preencha todos os campo 3) Escolha o plano de veiculação 4) Digite o nome

Leia mais

CADASTROS E CONCEITOS DAS BASES DE DADOS

CADASTROS E CONCEITOS DAS BASES DE DADOS CADASTROS E CONCEITOS DAS BASES DE DADOS INSUMOS DOS PROCESSO 1. PESSOAS 1. PLANO DE ITENS 3. OPERACIONAIS 4. CENTROS DE RESULTADO 1.1 Clientes 2.1 Unidades 3.1 Endereços 4.1 Plano de Contas 1.2 Fornecedores

Leia mais

Manual de Pedido de Matrícula em Disciplinas pelo Q-Acadêmico WEB

Manual de Pedido de Matrícula em Disciplinas pelo Q-Acadêmico WEB Manual de Pedido de Matrícula em Disciplinas pelo Q-Acadêmico WEB Área Responsável Implantação Preparado por: Leonardo Moulin Franco 27 de maio de 2009 Revisão 00 TABELA DE REVISÃO DESTE MANUAL REVISÃO

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

GIAE VERSÃO 2.2.0 24 ABRIL DE 2012. Com o objetivo de unificar a versão todos os módulos do GIAE são atualizados para a versão 2.2.0.

GIAE VERSÃO 2.2.0 24 ABRIL DE 2012. Com o objetivo de unificar a versão todos os módulos do GIAE são atualizados para a versão 2.2.0. GIAE VERSÃO 2.2.0 24 ABRIL DE 2012 Com o objetivo de unificar a versão todos os módulos do GIAE são atualizados para a versão 2.2.0. Muito Importante: Antes de efetuar qualquer procedimento de instalação,

Leia mais

Relatório Gerencial. Coordenação de Tecnologia da Informação e Comunicação FUNDEPAG 17/01/2013

Relatório Gerencial. Coordenação de Tecnologia da Informação e Comunicação FUNDEPAG 17/01/2013 2013 Relatório Gerencial Coordenação de Tecnologia da Informação e Comunicação FUNDEPAG 17/01/2013 Sumário 1. Objetivo... 4 2. Seleção dos registros... 4 2.1 Seleção dos executores... 4 2.2 Parâmetros...

Leia mais

Sistema CarOnline365 S I S T E M A D E O R Ç A M E N TA Ç Ã O E G E R E N C I A M E N T O PA R A O F I C I N A S E C O N C E S S I O N Á R I A S

Sistema CarOnline365 S I S T E M A D E O R Ç A M E N TA Ç Ã O E G E R E N C I A M E N T O PA R A O F I C I N A S E C O N C E S S I O N Á R I A S Sistema CarOnline365 S I S T E M A D E O R Ç A M E N TA Ç Ã O E G E R E N C I A M E N T O PA R A O F I C I N A S E C O N C E S S I O N Á R I A S Módulos do Sistema CarOnline365 Orçamentos Ordens de Serviço

Leia mais

PASSO A PASSO SISTEMA DE REQUISIÇÃO ON-LINE

PASSO A PASSO SISTEMA DE REQUISIÇÃO ON-LINE PASSO A PASSO SISTEMA DE REQUISIÇÃO ON-LINE ABRIL, 2008 Atualizado em: 06/04/2008 17:24 1 Índice Acessando o sistema... 3 Efetuando login no sistema... 5 Página principal... 6 Criando a requisição... 7

Leia mais

COFANET. Guia do Usuário Para Seguro de Crédito. https://cofanet.coface.com/portalviewweb/

COFANET. Guia do Usuário Para Seguro de Crédito. https://cofanet.coface.com/portalviewweb/ COFANET Guia do Usuário Para Seguro de Crédito https://cofanet.coface.com/portalviewweb/ 1 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 4 1.2 Produtos e características do Cofanet... 4 2. ACESSO AO COFANET... 4 2.1 Entrada

Leia mais

1. Contratos de aluguer automóvel

1. Contratos de aluguer automóvel 1. Contratos de aluguer automóvel Pretende-se desenvolver um Sistema Informático para apoio à gestão de Contratos de Aluguer automóvel de Longa-duração (SICAL) que permita efectuar, cancelar e modificar

Leia mais

Almox Express Especificação de Requisitos

Almox Express Especificação de Requisitos 1. Introdução Almox Express Especificação de Requisitos Este documento descreve um sistema de gerenciamento de almoxarifado, denominado de Almox Express, a ser desenvolvido por um grupo de estudo. Nele

Leia mais

Passo a passo SISCORT R 2015

Passo a passo SISCORT R 2015 Passo a passo SISCORT 2015 SUMÁRIO (PASSO A PASSO SISCORT) Passo 1 Acessando o Sistema ------------------------- slide 1 Passo 2 -Identificação do Usuário ---------------------slide 16 Passo 3 Atualizar

Leia mais

Manual usuario sipon. Índice. Introdução. Características do Sistema. De Wiki Intranet. 1 Introdução 1.1 Características do Sistema

Manual usuario sipon. Índice. Introdução. Características do Sistema. De Wiki Intranet. 1 Introdução 1.1 Características do Sistema Manual usuario sipon De Wiki Intranet Índice 1 Introdução 1.1 Características do Sistema 1.2 Regras Gerais (Tipos de Jornada, Prazos, Tolerância, Justificativas, Limites do Banco de Horas etc) 1.2.1 Tipos

Leia mais

Manual Reservas On-Line FAQ WWW.SOLFERIAS.PT

Manual Reservas On-Line FAQ WWW.SOLFERIAS.PT Manual Reservas On-Line FAQ WWW.SOLFERIAS.PT Identificação de Informação Pacote Hotéis Serviços Reservas de pacotes turísticos Reserva de Hotéis Reserva de Serviços Destinos Lista de Destinos Utilizadores

Leia mais

SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL

SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL Manual de Utilização Direcção dos Serviços de Economia do Governo da RAEM Novembro de 2014 SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL Manual

Leia mais

PATRONAGE - ADMINISTRAÇÃO DE BOLSAS E AUXÍLIOS FAPEMA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DO MARANHÃO Rua

PATRONAGE - ADMINISTRAÇÃO DE BOLSAS E AUXÍLIOS FAPEMA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DO MARANHÃO Rua 1 Sumário INTRODUÇÃO... 3 1 COMO ACESSAR O PATRONAGE... 4 2 INFORMAÇÕES SOBRE O PROJETO... 5 3 PRESTAÇÃO DE CONTAS... 8 3.1 Execução do projeto... 8 3.2 Autorização de recursos (remanejamento de recurso,

Leia mais

Orientação a Objetos

Orientação a Objetos 1. Domínio e Aplicação Orientação a Objetos Um domínio é composto pelas entidades, informações e processos relacionados a um determinado contexto. Uma aplicação pode ser desenvolvida para automatizar ou

Leia mais

1 ACESSO AO PORTAL UNIVERSITÁRIO 3 3 PLANO DE ENSINO 6 4 AULAS 7 5 AVALIAÇÃO E EXERCÍCIO 9 6 ENQUETES 12 7 QUADRO DE AVISOS 14

1 ACESSO AO PORTAL UNIVERSITÁRIO 3 3 PLANO DE ENSINO 6 4 AULAS 7 5 AVALIAÇÃO E EXERCÍCIO 9 6 ENQUETES 12 7 QUADRO DE AVISOS 14 portal@up.com.br Apresentação Este manual contém informações básicas, e tem como objetivo mostrar a você, aluno, como utilizar as ferramentas do Portal Universitário e, portanto, não trata de todos os

Leia mais

Manual do Debit Jurídico. Primeiros passos

Manual do Debit Jurídico. Primeiros passos Manual do Debit Jurídico Primeiros passos Índice Apresentação...2 Como acessar o produto...3 Tela Inicial...5 Como cadastrar o primeiro processo...5 Cliente...6 Advogado...6 Adverso...6 Dados do Processo...6

Leia mais

Casos de Uso - definições

Casos de Uso - definições Casos de Uso - definições Um caso de uso é uma descrição narrativa de uma seqüência de eventos que ocorre quando um ator (agente externo) usa um sistema para realizar uma tarefa [Jacobson 92] Um caso de

Leia mais

Aviso. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Aviso. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Guia de Utilização 2015 Aviso O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser

Leia mais

Manual Utilizador - Gestão de Processos de Acidentes de Trabalho e Doenças Profissionais - Front-Office

Manual Utilizador - Gestão de Processos de Acidentes de Trabalho e Doenças Profissionais - Front-Office Manual Utilizador - Gestão de Processos de Acidentes de Trabalho e - Front-Office V1.0 Página 1 Índice Índice... 2 1. Introdução... 3 2. Instruções Gerais... 4 2.1 Acesso... 5 2.1.1 Regras para Aceder

Leia mais

BEMVINDO AO ONLINE SHIPPING MANUAL

BEMVINDO AO ONLINE SHIPPING MANUAL Online Shipping BEMVINDO AO ONLINE SHIPPING MANUAL EM VIAGEM OU NO ESCRITÓRIO, O ONLINE SHIPPING LEVA-O LÁ. É ideal para empresas com um pequeno volume de envios, secretariados, receções, viajantes frequentes

Leia mais

Rock In Rio - Lisboa

Rock In Rio - Lisboa Curso de Engenharia Informática Industrial Rock In Rio - Lisboa Elaborado por: Ano Lectivo: 2004/05 Tiago Costa N.º 4917 Turma: C Gustavo Graça Patrício N.º 4757 Turma: C Docente: Professora Maria Estalagem

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica

Pontifícia Universidade Católica Pontifícia Universidade Católica Curso de Professor Rodrigues Neto Trabalho de Modelagem 2003.3 Turma A (Centro) Gerenciamento das Atividades da Pet Shop Boys Grupo: Evaldo Porto evaldoporto@ig.com.br

Leia mais

Manual de Configuração

Manual de Configuração Manual de Configuração Índice Criar conta de Administrador... 3 Criar Negócio... 5 Back office... 7 Criar Locais... 11 Criar Menu... 13 Itens complexos... 18 One Click... 19 Painel de Pedidos... 20 QR

Leia mais

Licenciatura em Informática. - Análise e Conceção de Sistemas de Informação. Gestão de Condómino. Documento de Análise.

Licenciatura em Informática. - Análise e Conceção de Sistemas de Informação. Gestão de Condómino. Documento de Análise. Licenciatura em Informática - Gestão de Condómino Documento de Análise Realizado por: José Marcos, Nº 100118005 Pedro Santo, Nº 130118025 Marius Seres, Nº 130118012 Santarém, 20 de Janeiro 2015 Índice

Leia mais

FINANCEIRO Manual OPERACIONAL

FINANCEIRO Manual OPERACIONAL SISTEMA DE GESTÃO HDIAS HAMILTON DIAS (31) 8829.9195 8540.8872 www.hdias.com.br hamilton-dias@ig.com.br FINANCEIRO Manual OPERACIONAL Pagina 2 de 14 ÍNDICE Receitas e Despesas... 3 Como Acessar... 3 Como

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS Consigo rastrear o minha Compra? Sim. As informações mais atualizadas sobre sua Compra e a situação de entrega de sua Compra estão disponíveis em Meus pedidos.

Leia mais

COMERCIAL) 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. E-

COMERCIAL) 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. E- 2014 ÍNDICE 1. Cadastros básicos 2. Módulos básicos (Incluso em todas as versões) CMC BASE 3. Agenda 4. Arquivos 5. Empresas ou Cadastros de empresas 6. Pessoas ou cadastro de pessoas 7. Módulos que compõem

Leia mais

Utility Systems - Gestão 2.0 para gráficas, bureaus e acabamento

Utility Systems - Gestão 2.0 para gráficas, bureaus e acabamento Utility Systems - Gestão 2.0 para gráficas, bureaus e acabamento www.utility.com.br VISÃO GERAL O Utility é um aplicativo web, multiplataforma, que possui cinco módulos independentes capazes de oferecer

Leia mais

Usuários. Manual. Pergamum

Usuários. Manual. Pergamum Usuários Manual Pergamum Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 1-2 2 CADASTRANDO UM NOVO USUÁRIO/OPERADOR... 2-1 3 UTILIZANDO O MÓDULO DE USUÁRIOS... 3-2 3.1 CONFIGURAÇÃO DE GUIAS NO EXPLORER... 3-3 4 CADASTRO...

Leia mais

Sistema de Gerenciamento de Projetos V 1.01 MANUAL DO COORDENADOR

Sistema de Gerenciamento de Projetos V 1.01 MANUAL DO COORDENADOR Roteiro para utilização do GEP Versão de referência: GEP V1.00 Índice analítico I Apresentação... 2 I.1 Controles básicos do sistema;... 2 I.2 Primeiro acesso... 2 I.3 Para trocar a senha:... 3 I.4 Áreas

Leia mais

Figura 1 Diagrama de Casos de Uso do Sistema de Venda

Figura 1 Diagrama de Casos de Uso do Sistema de Venda Campus Cachoeiro de Itapemirim Curso Técnico em Informática Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas Professor: Rafael Vargas Mesquita EXERCÍCIO 01 SOBRE DIAGRAMA DE SEQUENCIA Exercício 1: construa um

Leia mais

3 Um Framework Orientado a Aspectos para Monitoramento e Análise de Processos de Negócio

3 Um Framework Orientado a Aspectos para Monitoramento e Análise de Processos de Negócio 32 3 Um Framework Orientado a Aspectos para Monitoramento e Análise de Processos de Negócio Este capítulo apresenta o framework orientado a aspectos para monitoramento e análise de processos de negócio

Leia mais

Loja virtual. Integração com todos os meios de pagamento

Loja virtual. Integração com todos os meios de pagamento Loja virtual Integração com todos os meios de pagamento Loja virtual Mobile mais conforto e praticidade para fazer suas compras O que você acha de estar perto do seu cliente em qualquer lugar, no computador,

Leia mais

Modelagem de Casos de Uso (Parte 1)

Modelagem de Casos de Uso (Parte 1) Modelagem de Casos de Uso (Parte 1) Roteiro Introdução Descrição: Sistema de Ponto de Vendas Casos de Usos Atores Fluxo de Eventos Cenários Formato de Documentação de Casos de Uso Diagramas de Casos de

Leia mais

Engenharia de Software III

Engenharia de Software III Engenharia de Software III Casos de uso http://dl.dropbox.com/u/3025380/es3/aula6.pdf (flavio.ceci@unisul.br) 09/09/2010 O que são casos de uso? Um caso de uso procura documentar as ações necessárias,

Leia mais

invgate Service Desk

invgate Service Desk invgate Service Desk 02 Informação Geral. 03 Funcionalidades. 06 Beneficiação. Índice. 02 Informação Geral. Revolucione seu departamento de IT Administrar seu departamento de IT é fácil Atualmente, os

Leia mais

1. Objetivos do curso 2. 2 Comunicação Interna (CI) 13 3 Ofício 18 4 DEFINIÇÕES GERAIS 23 5 CONCLUSÃO 27

1. Objetivos do curso 2. 2 Comunicação Interna (CI) 13 3 Ofício 18 4 DEFINIÇÕES GERAIS 23 5 CONCLUSÃO 27 1. Objetivos do curso 2 Introdução 2 Funções do Sistema: 2 Da Comunicação Interna: 3 o Enviadas: 3 o Recebidas: 3 o Com Cópia Pessoal: 3 Ofícios 4 o Enviados: 4 o Recebidas com Cópia: 5 Contatos Externos:

Leia mais

Software de Compras. Manual de treinamento para usuários do OutBuyCenter

Software de Compras. Manual de treinamento para usuários do OutBuyCenter Software de Compras Manual de treinamento para usuários do OutBuyCenter OutBuyCenter Software para o gerenciamento de compras integradas (eprocurement e supply chain), objetiva a rápida tramitação de compras

Leia mais

UML & Padrões Aula 3. UML e Padrões - Profª Kelly Christine C. Silva

UML & Padrões Aula 3. UML e Padrões - Profª Kelly Christine C. Silva UML & Padrões Aula 3 UML e Padrões - Profª Kelly Christine C. Silva 1 UML & Padrões Aula 3 Diagrama de Casos de Uso Profª Kelly Christine C. Silva O que vamos tratar: Modelos de Caso de Uso Diagrama de

Leia mais

Pergamum - Sistema Integrado de Bibliotecas Consulta ao Acervo e Meu Pergamum. Rio do Sul, maio de 2014

Pergamum - Sistema Integrado de Bibliotecas Consulta ao Acervo e Meu Pergamum. Rio do Sul, maio de 2014 Pergamum - Sistema Integrado de Bibliotecas Consulta ao Acervo e Meu Pergamum Rio do Sul, maio de 2014 Consulta ao Acervo www.ifc-riodosul.edu.br Clique no item Consulta ao Acervo. Pesquisa Geral Na pesquisa

Leia mais

Hilti do Brasil Comercial Ltda. Política de Privacidade e Proteção de Informações Pessoais

Hilti do Brasil Comercial Ltda. Política de Privacidade e Proteção de Informações Pessoais Hilti do Brasil Comercial Ltda. Política de Privacidade e Proteção de Informações Pessoais Nós, Hilti (Brasil) Comercial Ltda. (coletivamente, referido como Hilti, "nós", "nosso" ou "a gente") nessa Política

Leia mais

Service Desk. IT Management Software. Certified Partner

Service Desk. IT Management Software. Certified Partner Certified Partner Você não está precisando melhorar a qualidade do suporte técnico de sua empresa, reduzir radicalmente o tempo de resposta e gerir com as melhores práticas os processos de serviço? Atualmente,

Leia mais

Realizando Vendas no site do Cartão BNDES

Realizando Vendas no site do Cartão BNDES Realizando Vendas no site do Cartão BNDES Fornecedor Atualizado em 16/07/2013 Pág.: 1/23 Introdução Este manual destina-se a orientar os fornecedores que irão registrar as vendas no site do Cartão BNDES,

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÕES ACADÊMICAS SIA

SISTEMA DE INFORMAÇÕES ACADÊMICAS SIA SISTEMA DE INFORMAÇÕES ACADÊMICAS SIA Abaixo constam trechos retirados do Manual do Usuário do SIA Sistema de Informações Acadêmicas. A autoria das informações é da equipe do SIA. SISTEMA DE INFORMAÇÕES

Leia mais

UML 2.0 - Modelo Casos de Uso Estudo de Caso

UML 2.0 - Modelo Casos de Uso Estudo de Caso UML 2.0 - Modelo Casos de Uso Estudo de Caso Márcia Ito ito@mind-tech.com.br Julho/2004 Enunciado O Clube "Sócio Feliz" é um clube familiar onde qualquer pessoa pode ser sócia desde que seja indicado por

Leia mais

Manual do Usuário Cyber Square

Manual do Usuário Cyber Square Manual do Usuário Cyber Square Criado dia 27 de março de 2015 as 12:14 Página 1 de 48 Bem-vindo ao Cyber Square Parabéns! Você está utilizando o Cyber Square, o mais avançado sistema para gerenciamento

Leia mais

Modelagem de Casos de Uso (Parte 2)

Modelagem de Casos de Uso (Parte 2) Modelagem de Casos de Uso (Parte 2) Roteiro (1) Método para Modelagem de Casos De Uso Estudo de Caso: Sistema de Controle para Videolocadora Levantamento Inicial dos Casos de Uso Identificação dos Casos

Leia mais

Exemplo da Solução 1 da Lição de Casa 1.264 Exemplo de distribuição de peças da aeronave

Exemplo da Solução 1 da Lição de Casa 1.264 Exemplo de distribuição de peças da aeronave Exemplo da Solução 1 da Lição de Casa 1.264 Exemplo de distribuição de peças da aeronave Esta é uma solução apresentada em forma de esboço somente, e não abrange todas as formas e detalhes. Ela define

Leia mais

EXERÍCIOS DE MODELAGEM DE BANCO DE DADOS

EXERÍCIOS DE MODELAGEM DE BANCO DE DADOS EXERÍCIOS DE MODELAGEM DE BANCO DE DADOS Exercício 1 Construa o modelo Entidades-Relacionamentos a partir da seguinte descrição do sistema: Uma empresa de venda de automóveis retende implementar um sistema

Leia mais

Lista de Funcionalidades

Lista de Funcionalidades Lista de Funcionalidades FUNCIONALIDADE DESCRIÇÃO CHECKOUT TRANSPARENTE Construa seu checkout de pagamentos e tenha o cliente em seu site, do começo ao fim da compra, sem a necessidade de cadastro ou direcionamento

Leia mais

Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar

Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar Desenvolvido por Hamilton Dias (31) 8829.9195 Belo Horizonte hamilton-dias@ig.com.br www.h-dias.cjb.net ÍNDICE Introdução...3 Implantação...3 Instalação...3

Leia mais

APOIO AO BENEFICIÁRIO - FEDER - - MAIS CENTRO - GUIA DE SUBMISSÃO ELECTRÓNICA DOS PEDIDOS DE PAGAMENTO

APOIO AO BENEFICIÁRIO - FEDER - - MAIS CENTRO - GUIA DE SUBMISSÃO ELECTRÓNICA DOS PEDIDOS DE PAGAMENTO APOIO AO BENEFICIÁRIO - FEDER - - MAIS CENTRO - GUIA DE SUBMISSÃO ELECTRÓNICA DOS PEDIDOS DE PAGAMENTO GUIA DE PREENCHIMENTO: - SUBMISSÃO ELECTRÓNICA DOS PEDIDOS DE PAGAMENTO - SUBMISSÃO DE CHECK-LIST

Leia mais

Manual do Anunciante

Manual do Anunciante Manual do Anunciante 1 - Compra de Pacotes Bit Turs Abaixo será listado passo a passo o processo de como será executada a compra de moedas Bit Turs para que você possa anunciar seus produtos em nosso portal.

Leia mais

Manual do Sistema "Vida em Mão - Controle Financeiro Para PALM" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Vida em Mão - Controle Financeiro Para PALM Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Vida em Mão - Controle Financeiro Para PALM" Editorial Brazil Informatica I Vida em Mãos - Controle Financeiro para PALM Conteúdo Part I Introdução 2 1 Fala Comigo -... Sistema de Atendimento

Leia mais

SISTEMA HOTELEIRO. Deseja-se modelar um sistema para um pequeno hotel que atenda aos seguintes. requisitos:

SISTEMA HOTELEIRO. Deseja-se modelar um sistema para um pequeno hotel que atenda aos seguintes. requisitos: GERAIS Desenha um diagrama de classes com relacionamentos, nomes de papéis e multiplicidade para as seguintes situações: - Uma pessoa pode ser casada com outra pessoa. - Uma disciplina é pré-requisito

Leia mais

Núcleo de Processamento de Dados TUTORIAL PARA OS ALUNOS DOS CURSOS SEMIPRESENCIAIS PARA A MATRÍCULA NO MÓDULO ACADÊMICO

Núcleo de Processamento de Dados TUTORIAL PARA OS ALUNOS DOS CURSOS SEMIPRESENCIAIS PARA A MATRÍCULA NO MÓDULO ACADÊMICO Núcleo de Processamento de Dados TUTORIAL PARA OS ALUNOS DOS CURSOS SEMIPRESENCIAIS PARA A MATRÍCULA NO MÓDULO ACADÊMICO Observações Iniciais Antes de tudo, é importante salientar que para operar o Módulo

Leia mais

Manual para Transportadoras

Manual para Transportadoras Índice 1 Objetivo... 3 2 O Projeto e-suprir... 3 3 Introdução... 3 4 Informações Básicas... 4 4.1 Painel de Controle Compras... 4 5 Acessando o Pedido... 5 6 Digitando o Espelho de Nota Fiscal... 7 6.1

Leia mais

UML - Unified Modeling Language

UML - Unified Modeling Language UML - Unified Modeling Language Casos de Uso Marcio E. F. Maia Disciplina: Engenharia de Software Professora: Rossana M. C. Andrade Curso: Ciências da Computação Universidade Federal do Ceará 24 de abril

Leia mais

Catálogo Online das Bibliotecas da ULBRA - Liber. Guia do Usuário

Catálogo Online das Bibliotecas da ULBRA - Liber. Guia do Usuário Catálogo Online das Bibliotecas da ULBRA - Liber Guia do Usuário Ji-Paraná 2015 1 LIBER é o sistema de informatização das Bibliotecas da ULBRA. O Catálogo On-line oferece além da pesquisa ao acervo das

Leia mais

a) Desenhe os respetivos diagramas de sequência e de colaboração associado a este caso de uso..

a) Desenhe os respetivos diagramas de sequência e de colaboração associado a este caso de uso.. 1. Considere o melhor cenário para o caso de utilização Enviar Fax (o cenário em que tudo corre bem ). Considere um sistema composto pelos seguintes objectos: máquina que envia; máquina que recebe; uma

Leia mais

Além dos cadastros básicos Financeiro

Além dos cadastros básicos Financeiro Além dos cadastros básicos Financeiro Até agora vimos como cadastrar algumas informações básicas para a utilização do CIAF, enquanto cadastramos estas informações também treinamos o modo de utilização

Leia mais

Seu manual do usuário HP SLATE 10 HD 3500EF SILVER http://pt.yourpdfguides.com/dref/5512768

Seu manual do usuário HP SLATE 10 HD 3500EF SILVER http://pt.yourpdfguides.com/dref/5512768 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para HP SLATE 10 HD 3500EF SILVER. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a

Leia mais

AMTEC FATURAMENTO ELETRÔNICO IMAS MANUAL

AMTEC FATURAMENTO ELETRÔNICO IMAS MANUAL AMTEC FATURAMENTO ELETRÔNICO IMAS MANUAL GOIÂNIA MAIO/2011 Direito de Cópia 2011 pela Gerência do Departamento de Desenvolvimento de Sistemas da AMTEC. 2011 1ª Edição Este documento ou parte dele não pode

Leia mais

Participe, pratique, inscreva-se!

Participe, pratique, inscreva-se! Participe, pratique, inscreva-se! Sistema de inscrição para Grupos e Assessorias A Ticket Agora é a plataforma de venda de inscrições e gestão de eventos lider no segmento esportivo. Somos fruto da fusão

Leia mais

Registro e Acompanhamento de Chamados

Registro e Acompanhamento de Chamados Registro e Acompanhamento de Chamados Contatos da Central de Serviços de TI do TJPE Por telefone: (81) 2123-9500 Pela intranet: no link Central de Serviços de TI Web (www.tjpe.jus.br/intranet) APRESENTAÇÃO

Leia mais