Conjuntos. Ou ainda por diagrama (diagrama de Venn-Euler):

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Conjuntos. Ou ainda por diagrama (diagrama de Venn-Euler):"

Transcrição

1 Capítulo 1 Conjuntos Conjunto é uma coleção de objetos, não importando a ordem ou quantas vezes algum objeto apareça, exemplos: Conjunto dos meses do ano; Conjunto das letras do nosso alfabeto; Conjunto dos números naturais maiores que 2. Os conjuntos são representados escrevendo todos os seus elementos separados por vírgula, exemplos: A = {a, e, i, o, u} B = {1, 3, 5, 7, 9} Ou ainda por diagrama (diagrama de Venn-Euler): Pertinência Se um elemento x é um elemento de um conjunto A, escrevemos x A x pertence a A). Por outro lado, se o elemento x não é elemento de A, escrevemos x A x não pertence a A). Conjunto Vazio O Conjunto que não possui nenhum elemento chama-se conjunto vazio e é representado pelo símbolo ou por { }. Conjunto finito é todo aquele que possui um número finito de elementos Exemplos: A = {Vogais do alfabeto} B = {Números ímpares menores que 10} C = {1, 2, 3, 4, 5,..., 100} Conjunto infinito é todo aquele que possui um número infinito de elementos Exemplos: D = {Números pares} E = {1, 2, 3, 4, 5,...} Subconjuntos Dizemos que um conjunto A é subconjunto de um conjunto B quando todo elemento de A é também elemento de B. A relação A é subconjunto de B é denotada por: A B ( A está contido em B) ou B A (B contém A) exemplos: Se A = {1, 2} e B = {1, 2, 3, 4}, então A B, pois todo elemento de A é também elemento de B. 1

2 Igualdade entre Conjuntos Dizemos que um conjunto A é igual a um conjunto B e escrevemos A = B se e somente se todos os elementos de A também são elementos de B. Exemplo: se A = {5, 9, 2} e B = {2, 9, 5}, então A = B, pois todo elemento de A está em B e todo elemento de B está em A. União entre Conjuntos Dados dois conjuntos A e B, chama-se união de A e B e denota-se por A B ( A união B) o conjunto cujos elementos pertencem a A ou a B. Exemplo: Se A = {1, 2, 3, 4, x, y} e B = {1, 2, 6, c, d}, então A B = {1, 2, 3, 4, 6, c, d, x, y}. Resumindo: A B = {x x A ou x B}. Interssecção de conjuntos Dados dois conjuntos A e B, chama-se intersecção de A e B e se indica A B (A intersecção B) o conjunto cujos elementos são comuns a A e B, isto é, que pertencem a A e também a B. Exemplo: se A = {1, 2, 3, 4} e B = {3, 4, 5, 6}, então A B = {3, 4} Resumindo:A B = {x x A e x B}. Diferença entre conjuntos Dados dois conjuntos A e B, chama-se diferença entre os conjuntos A e B nessa ordem e se indica A B o conjunto cujos elementos pertençam a A mas não a B. Exemplo: se A = {1, 2, 3, 4} e B = {3, 4, 5, 6}, então A B = {1, 2} Resumindo: A B = {x x A e x B}. Cardinalidade Cardinalidade de um conjunto é o número de elementos desse conjunto, por exemplo se A = {5, 6, 7, 8}, então na = 4, pois A possuí 4 elemento. OBS: Não a concenso na notação de cardinalidade, existem muitas formas de denota-la, A e A e na são as mais comuns, utilizaremos em nossas aulas na. 2

3 Resumo dos símbolos utilizados no estudo dos conjuntos Exercícios faça a lápis para poder usar a borracha se necessário. 1. Dados os conjuntos A = {4, 5, 6, 7, 8}, B = {x, y, z}, C = {1, 3, 4, 5, 6} e D = {3, 4, 5}, classifique como verdadeira (V) ou falsa (F) as seguintes afirmações: (a) 1 A... (b) 1 B... (c) 4 A... (d) D C... (d) C D... (e) x A B Pinte a figura de acordo com a operação indicada: (a) A B (b) A B (c) A B (d) B C (e) A C (f) A B (g) B C (h) A B (i) A B C (j) A (B C) 3. Dados os conjuntos A = {x, y, z, w} ; B = {x, y} ; C = {a} e D = {a, x, y, z, w} determine: (a) A B =... (b) D A =... (c) A B =... (d) A C =... (e) B C =... (f) D A = Classifique em verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das sentenças abaixo. (a) 0 {0, 1, 2, 3, 4}... (b) 0... (c) x... (d) 0 { 1, 0, 1, 2, 3}... (e) {2, 3} {1, 2, 3, 4}... (f) {2, 3} {1, 2, 3, 4}... (g) {3} {1, 2, 3, 4}... 3

4 5. Dados os conjuntos X = {0, 1, 2, 3, 4, 5, 6}, Y = {0, 1} e Z = {1, 2, 3} determine: (a) X Y =... (b) Y Z =... (c) Y Z =... (d) X Y Z =... (e) (X Y) Z =... (f) X (Y Z) = Dados os conjuntos A = {Ω, Ψ,, Θ, Σ,, } e B = {,,,,,,, }, denotamos por na o número de elementos do conjunto A, assim na = 7, pois o conjunto A possui 7 elementos. Determine o que se pede a seguir: (a) nb =... (b) n(b A) =... (c) n(a B) =... (d) n(a B) =... (e) n(a B) = Dados os conjuntos A = {5, 4, 5, 4, 3, 2, 1, 2} e B = {2, 2, 2, 7, 5} e C = 8, 9 determine: (a) na =... (b) na =... (c) n(b A) =... (d) n(a B) =... (e) n(a B) =... (f) nc =... (g) na C =... (h) n(a C) =... (i) n(b C) = Dado o diagrama seguinte, determine os seguintes conjuntos, escrevendo seus elementos: (a) A =... (b) B =... (c) C =... (d) A B =... (e) A B =... (f) B A =... (g) C A =... (h) C B =... (i) C (A B) =... (j) C (A B) = Os conjuntos A, B e A B tem, respectivamente, 10, 9 e 15 elementos. Qual é número de elementos de A B?... 4

5 10. Na figura abaixo, estão representados os conjuntos A, B e C não vazios. A região pintada representa o conjunto: (OBS: Questão de múltipla escolha) 11. Na figura abaixo, estão representados os conjuntos A, B e C não vazios. A região pintada representa o conjunto: (OBS: Questão de múltipla escolha) 12. Na figura abaixo, estão representados os conjuntos A, B e C não vazios. A região pintada representa o conjunto: (OBS: Questão de múltipla escolha) 13. Na figura abaixo, estão representados os conjuntos A, B e C não vazios. A região pintada representa o conjunto: (OBS: Questão de múltipla escolha) 5

6 Aplicações do conceito de Conjuntos 1. Numa classe de 48 alunos, cada aluno apresentou um trabalho sobre ecologia, tendo sido indicados dois livros. O livro A foi consultado por 26 alunos e o livro B por 28. Pergunta-se: (a) Quantos alunos consultaram os dois livros?... (b) Quantos alunos consultaram apenas o livro A? (CESPE) Numa Universidade são lidos apenas dois jornais X e Y. 80% dos alunos da mesma leem o jornal X e 60% leem o jornal Y. Sabendo-se que todo aluno é leitor de pelo menos um dos dois jornais, assinale a alternativa que corresponde ao percentual de alunos que leem ambos. (a) 80% (b) 14% (c) 40% (d) 60% (e) 48% 3. Dos 650 alunos matriculados em uma escola de idiomas, sabe-se que 420 cursam inglês e 134 cursam espanhol e 150 não cursam inglês nem espanhol. Determinar o números de alunos que: (a) cursam inglês ou espanhol... (b) cursam inglês e espanhol... (c) cursam espanhol e não cursam inglês... (d) cursam apenas inglês ou apenas espanhol Uma escola ofereceu aos seus alunos aulas de reforço em matemática (M), física (F) e química (Q). O número de alunos matriculados consta da tabela abaixo: M F Q M e F F e Q M e Q M, F e Q Pergunta-se: (a) Quantos alunos se inscreveram apenas para as aulas de matemática?... (b) Quantos alunos se inscreveram apenas para as aulas de química?... (c) Quantos alunos se inscreveram para as aulas de física ou de química?... (d) Quantos alunos se inscreveram apenas para as aulas de física e matemática?... 6

7 5. Em uma escola que tem 415 alunos, 221 estudam inglês, 163 estudam francês e 52 estudam ambas as línguas. (a) Quantos alunos estudam inglês ou francês?... (b) Quantos alunos não estudam qualquer das duas linguas Um professor de português sugeriu em uma classe a leitura dos livros Helena, de Machado de Assis, e Iracema de José de Alencar. Vinte alunos leram Helena, 15 leram só Iracema, 10 leram os dois livros e 15 não leram nenhum deles. (a) Quantos alunos leram Iracema?... (b) Quantos alunos leram só Helena?... (c) Qual o número de alunos nessa classe?... 7

8 Capítulo 2 Conjuntos Numéricos Os principais conjuntos numéricos recebem as seguintes notações: Conjunto dos números naturais N N = {0, 1, 2, 3, 4,...} Nota: N é usado para indicar a supressão do zero, assim: N = {1, 2, 3, 4,...} Conjunto dos números inteiros Z Z = {... 4, 3, 2, 1, 0, 1, 2, 3, 4,...} Z + = {0, 1, 2, 3, 4,...} (inteiros positivos) Z = {... 4, 3, 2, 1, 0} (inteiros negativos) Conjunto { dos números racionais } Q a Q = b a Z e b Z. Números racionais são todos os números que podem ser representados na forma a, com a e b inteiros b e b diferente de zero. Exemplos de números racionais: 0, , conjunto dos números irracionais R Q Os números irracionais são aqueles que NÃO podem ser representados na forma a, com a e b inteiros b e b diferente de zero. ou seja são todos números reais que não são racionais. Exemplos de números irracionais: 2 = 1, = 1, π = 3, Conjunto dos números reais R A união dos números racionais com os números irracionais forma o conjunto dos números reais. Através dos diagramas de Venn visualizamos melhor a relação entre os conjuntos numéricos. Da representação acima podemos concluir que N Z, Z Q e Q R. Você pode estar se perguntando, onde entra os irracionais nesta representação? bom esta pergunta não será respondida nesta apostila. 8

9 Reta Real Os números reais são representados graficamente considerando a correspondência biunívoca existente entre os pontos de uma reta e os números reais. Intervalos numéricos Considerando dois números reais a e b, sendo a < b, vamos definir alguns subconjuntos de R, chamados intervalos numéricos de extremos a e b. Um intervalo pode incluir ou não os extremos, daí termos a seguinte classificação: Intervalo fechado: Quando inclui os extremos a e b, ou seja, este intervalo é o conjunto de todos os pontos da reta compreendidos entre a e b. Formalmente é o subconjunto de R: {x R a x b} Notação [a, b]. Intervalo aberto: Quando não inclui os extremos a e b, este intervalo é o conjunto de todos os pontos da reta compreendidos entre a e b excluíndo-se esses. Formalmente é o subconjunto de R: {x R a < x < b} Notação ]a, b[. Intervalo aberto a esquerda Quando não inclui o extremo a, este intervalo é o conjunto de todos os pontos da reta compreendidos entre a e b excluíndo-se a. Formalmente é o subconjunto de R: {x R a < x b} Notação ]a, b]. Intervalo aberto a direita Quando não inclui o extremo b, este intervalo é o conjunto de todos os pontos da reta compreendidos entre a e b excluíndo-se b. Formalmente é o subconjunto de R: {x R a x < b} Notação [a, b[. Intervalos indicados pelo símbolo (Infinito) [a, [ = {x R x a} ], b] = {x R x b} ]a, [ = {x R x > a} ], b[ = {x R x < b} Exercícios faça a lápis para poder usar a borracha se necessário. 1. Usando os símbolos,, ou, estabeleça a relação entre os itens a seguir: (a) 3...N (b) 3...Z (c) -3...N (d)-3...z (e) 0...Z (f) 3...Z (g) -3...Z + (h) -3...Z (i) 0,25...Z (j) 0,25...Q (k) N (l) 3...Q (m) -3...R (n)-0,125...r (XX) 0...R 4 (o) N...Z (p) Z...N (q) N...Q (r) Q...R (s) Z...R 9

10 2. Classifique em verdadeira (V) ou falsa (F) cada afirmação a seguir: (a) 5 N (b) 4 Z (c) 16 N (d) 24 8 Z (e) 0 Z (f) 3 N (g) 12 Z (h) 64 N (i) Z (j) 5 R (k) 3 4 N (l) 3 4 Q (m) 4 5 R (n) 4 2 R (o) Q R (p) 4 [3, 5] (q) 5 [3, 5] (r) 3 ]3, 5] (s)0 [ 2, 5] (t) 1 [ 2, 5] 3. Usando os símbolos,, ou, estabeleça a relação entre os itens a seguir: (a) {x R 1 x 3} (b) 0... {x R 1 x 3} (c) 5... {x R 1 x 5} (d) [-3,5]... {x R 1 x 3} (e) [0,4]... {x R 1 x 5} (f) {x R 1 x 2} (g) {3,4,8}... {x R 0 x 15} (h) {3,7}... [0,10] (i) 3,14... {x R 0 x 5} 4. Escreva os intervalos em forma de conjunto e os represente na reta numérica como nos exemplos a seguir: [ 1, 2]= {x R 1 x 2} [ 1, 2[ = {x R 1 x < 2} ], 2] = {x R x 2} (a) [2, 3] =... (b) ]2, 3] =... (c) [2, 3[ =... (d) ]2, 3[ =... (e) [2, + [ =... (f) ], 2[ =... (g) [ 3, 0[ =... 10

DISCIPLINA: MATEMÁTICA BÁSICA PROF. ELIONARDO ROCHELLY TEC. ALIMENTOS TEC. SISTEMAS INTERNET MATUTINO/VESPERTINO

DISCIPLINA: MATEMÁTICA BÁSICA PROF. ELIONARDO ROCHELLY TEC. ALIMENTOS TEC. SISTEMAS INTERNET MATUTINO/VESPERTINO DISCIPLINA: MATEMÁTICA BÁSICA PROF. ELIONARDO ROCHELLY TEC. ALIMENTOS TEC. SISTEMAS INTERNET MATUTINO/VESPERTINO Conjuntos A noção de conjunto em Matemática é praticamente a mesma utilizada na linguagem

Leia mais

TEORIA DOS CONJUNTOS. Professor: Marcelo Silva Natal - RN, agosto de 2013.

TEORIA DOS CONJUNTOS. Professor: Marcelo Silva Natal - RN, agosto de 2013. TEORIA DOS CONJUNTOS Professor: Marcelo Silva marcelo.silva@ifrn.edu.br Natal - RN, agosto de 2013. 1 INTRODUÇÃO Um funcionário do departamento de seleção de pessoal de uma indústria automobilística, analisando

Leia mais

ÁLGEBRA. AULA 1 _ Conjuntos Professor Luciano Nóbrega. Maria Auxiliadora

ÁLGEBRA. AULA 1 _ Conjuntos Professor Luciano Nóbrega. Maria Auxiliadora 1 ÁLGEBRA AULA 1 _ Conjuntos Professor Luciano Nóbrega Maria Auxiliadora 2 Pode-se dizer que a é, em grande parte, trabalho de um único matemático: Georg Cantor (1845-1918). A noção de conjunto não é suscetível

Leia mais

Também podemos representar um conjunto por meio de uma figura chamada diagrama de Venn (John Venn, lógico inglês, ).

Também podemos representar um conjunto por meio de uma figura chamada diagrama de Venn (John Venn, lógico inglês, ). O que é conjunto Frequentemente usamos a noção de conjunto. Assim, ao organizar a lista de amigos para uma festa, ao preparar o material escolar ou, então, ao formar um time, estamos constituindo conjuntos.

Leia mais

Definição: Um ou mais elementos que tenham características iguais ou atendam a uma regra que lhes permitam fazer parte de um mesmo meio.

Definição: Um ou mais elementos que tenham características iguais ou atendam a uma regra que lhes permitam fazer parte de um mesmo meio. CONJUNTOS Definição: Um ou mais elementos que tenham características iguais ou atendam a uma regra que lhes permitam fazer parte de um mesmo meio. Exemplos: A = {a, e, i, o, u} (conjunto das vogais do

Leia mais

Teoria dos Conjuntos. Prof. Jorge

Teoria dos Conjuntos. Prof. Jorge Teoria dos Conjuntos Conjuntos Conceitos iniciais Na teoria dos conjuntos, consideramos como primitivos os conceitos de elemento, pertinência e conjunto. Exemplos - Conjunto I. O conjunto dos alunos do

Leia mais

MATEMÁTICA. Aula 2 Teoria dos Conjuntos. Prof. Anderson

MATEMÁTICA. Aula 2 Teoria dos Conjuntos. Prof. Anderson MATEMÁTICA Aula 2 Teoria dos Conjuntos Prof. Anderson CONCEITO Na teoria dos conjuntos, um conjunto é descrito como uma coleção de objetos bem definidos. Estes objetos são chamados de elementos ou membros

Leia mais

Fundamentos de Álgebra Moderna Profª Ana Paula CONJUNTOS

Fundamentos de Álgebra Moderna Profª Ana Paula CONJUNTOS Fundamentos de Álgebra Moderna Profª Ana Paula CONJUNTOS O conjunto é um conceito fundamental em todos os ramos da matemática. Intuitivamente, um conjunto é uma lista, coleção ou classe de objetods bem

Leia mais

Definição: Todo objeto parte de um conjunto é denominado elemento.

Definição: Todo objeto parte de um conjunto é denominado elemento. 1. CONJUNTOS 1.1. TEORIA DE CONJUNTOS 1.1.1. DEFINIÇÃO DE CONJUNTO Definição: Conjunto é toda coleção de objetos. Uma coleção de números é um conjunto. Uma coleção de letras é um conjunto. Uma coleção

Leia mais

Aula 1 Conjuntos Numéricos

Aula 1 Conjuntos Numéricos 1 FUNDAMENTOS DA MATEMÁTICA Aula 1 Conjuntos Numéricos Professor Luciano Nóbrega UNIDADE 1 2 EMENTA Basicamente, veremos: U1 Conjuntos Numéricos. Regra de três (simples e compostas). Funções de 1º e 2º

Leia mais

CURSO DO ZERO. Indicamos um conjunto, em geral, com uma letra maiúscula A, B, C... e um elemento com uma letra minúscula a, b, c, d, x, y,...

CURSO DO ZERO. Indicamos um conjunto, em geral, com uma letra maiúscula A, B, C... e um elemento com uma letra minúscula a, b, c, d, x, y,... ssunto: Conjunto e Conjuntos Numéricos ssunto: Teoria dos Conjuntos Conceitos primitivos. Representação e tipos de conjunto. Operação com conjuntos. Conceitos Primitivos: CURSO DO ZERO Para dar início

Leia mais

Teoria dos Conjuntos. Matemática Discreta. Teoria dos Conjuntos - Parte I. Profa. Sheila Morais de Almeida DAINF-UTFPR-PG.

Teoria dos Conjuntos. Matemática Discreta. Teoria dos Conjuntos - Parte I. Profa. Sheila Morais de Almeida DAINF-UTFPR-PG. Matemática Discreta Teoria dos Conjuntos - Parte I Profa. Sheila Morais de Almeida DAINF-UTFPR-PG abril - 2017 Letras maiúsculas: conjuntos. Letras minúsculas: elementos do conjunto. Pertinência: o símbolo

Leia mais

CURSO INTRODUTÓRIO DE MATEMÁTICA PARA ENGENHARIA Conjuntos. João Victor Tenório Engenharia Civil

CURSO INTRODUTÓRIO DE MATEMÁTICA PARA ENGENHARIA Conjuntos. João Victor Tenório Engenharia Civil CURSO INTRODUTÓRIO DE MATEMÁTICA PARA ENGENHARIA 2016.2 Conjuntos João Victor Tenório Engenharia Civil Definição Noção intuitiva: São coleções de elementos da mesma espécie. - O conjunto de todos os estudantes

Leia mais

Universidade Federal de Viçosa Centro de Ciências Exatas Departamento de Matemática MAT Introdução à Álgebra 2015/I 2 a Lista de Exercícios

Universidade Federal de Viçosa Centro de Ciências Exatas Departamento de Matemática MAT Introdução à Álgebra 2015/I 2 a Lista de Exercícios 1 Universidade Federal de Viçosa Centro de Ciências Exatas Departamento de Matemática MAT 131 - Introdução à Álgebra 2015/I 2 a Lista de Exercícios Tópico: Conjuntos, Elementos, Subconjuntos e Conjuntos

Leia mais

1 Conjunto dos números naturais N

1 Conjunto dos números naturais N Conjuntos numéricos Os primeiros números concebidos pela humanidade surgiram da necessidade de contar objetos. Porém, outras necessidades, práticas ou teóricas, provocaram a criação de outros tipos de

Leia mais

Matemática Conjuntos - Teoria

Matemática Conjuntos - Teoria Matemática Conjuntos - Teoria 1 - Conjunto: Conceito primitivo; não necessita, portanto, de definição. Exemplo: conjunto dos números pares positivos: P = {2,4,6,8,10,12,... }. Esta forma de representar

Leia mais

RLM - PROFESSOR CARLOS EDUARDO AULA 3

RLM - PROFESSOR CARLOS EDUARDO AULA 3 AULA 3 Sucessões = sequências(numéricas) São conjuntos de números reais dispostos numa certa ordem. Uma sequência pode ser FINITA ou INFINITA. Ex: a) (3, 6, 9, 12) sequência finita P.A de razão 3 b) (5,

Leia mais

MATEMÁTICA AULA 4 ÁLGEBRA CONJUNTOS. Conjunto é um conceito primitivo, e portanto, não tem definição.

MATEMÁTICA AULA 4 ÁLGEBRA CONJUNTOS. Conjunto é um conceito primitivo, e portanto, não tem definição. 1 - Conceito de Conjunto MATEMÁTICA AULA 4 ÁLGEBRA CONJUNTOS Conjunto é um conceito primitivo, e portanto, não tem definição. Representação O conjunto pode ser representado de três maneiras diferentes:

Leia mais

INTRODUÇÃO À TEORIA DOS CONJUNTOS

INTRODUÇÃO À TEORIA DOS CONJUNTOS 1 INTRODUÇÃO À TEORIA DOS CONJUNTOS Gil da Costa Marques 1.1 Introdução 1.2 Conceitos básicos 1.3 Subconjuntos e intervalos 1.4 O conjunto dos números reais 1.4.1 A relação de ordem em 1.5 Intervalos 1.5.1

Leia mais

2 - Conjunto: conceito primitivo; não necessita, portanto, de definição. Exemplo: conjunto dos números pares positivos: P = {2,4,6,8,10,12,... }.

2 - Conjunto: conceito primitivo; não necessita, portanto, de definição. Exemplo: conjunto dos números pares positivos: P = {2,4,6,8,10,12,... }. ASSUNTO DE MATEMATICA=CONJUNTOS REAIS E ETC. 2 - Conjunto: conceito primitivo; não necessita, portanto, de definição. Exemplo: conjunto dos números pares positivos: P = {2,4,6,8,10,12,... }. Esta forma

Leia mais

INTRODUÇÃO À TEORIA DOS CONJUNTOS1

INTRODUÇÃO À TEORIA DOS CONJUNTOS1 INTRODUÇÃO À TEORIA DOS CONJUNTOS1 TÓPICO Gil da Costa Marques 1.1 Elementos da Teoria dos Conjuntos 1.2 Introdução 1.3 Conceitos Básicos 1.4 Subconjuntos e Intervalos 1.5 Conjuntos Numéricos 1.5.1 O Conjunto

Leia mais

Unidade I MATEMÁTICA. Prof. Celso Ribeiro Campos

Unidade I MATEMÁTICA. Prof. Celso Ribeiro Campos Unidade I MATEMÁTICA Prof. Celso Ribeiro Campos Números reais Três noções básicas são consideradas primitivas, isto é, são aceitas sem a necessidade de definição. São elas: a) Conjunto. b) Elemento. c)

Leia mais

Teoria dos Conjuntos FBV. Prof. Rossini Bezerra

Teoria dos Conjuntos FBV. Prof. Rossini Bezerra Teoria dos onjuntos FV Prof. Rossini ezerra Os resultados do trabalho de Georg Ferdinand Ludwing Phillip antor estabeleceram a teoria de conjuntos como uma disciplina matemática completamente desenvolvida

Leia mais

Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC Centro de Ciências Tecnológicas - CCT Licenciatura em Matemática

Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC Centro de Ciências Tecnológicas - CCT Licenciatura em Matemática Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC Centro de Ciências Tecnológicas - CCT Licenciatura em Matemática 2014 Na teoria dos conjuntos três noções são aceitas sem denição (noção primitiva):: Conjunto;

Leia mais

Sumário. 1 CAPÍTULO 1 Revisão de álgebra

Sumário. 1 CAPÍTULO 1 Revisão de álgebra Sumário 1 CAPÍTULO 1 Revisão de álgebra 2 Conjuntos numéricos 2 Conjuntos 3 Igualdade de conjuntos 4 Subconjunto de um conjunto 4 Complemento de um conjunto 4 Conjunto vazio 4 Conjunto universo 5 Interseção

Leia mais

CAPÍTULO 1 - Teoria dos conjuntos

CAPÍTULO 1 - Teoria dos conjuntos TEORI DOS CONJUNTOS 1. CONCEITO DE CONJUNTOS teoria dos conjuntos tem inicio com o matemático Georg Cantor ( 1845-1918). Como na Geometria Euclidiana adota-se ponto, reta e plano como conceitos primitivos

Leia mais

MANT _ EJA I. Aula 01. 1º Bimestre. Teoria dos Conjuntos Professor Luciano Nóbrega. DEUS criou os números naturais. O resto é obra dos homens.

MANT _ EJA I. Aula 01. 1º Bimestre. Teoria dos Conjuntos Professor Luciano Nóbrega. DEUS criou os números naturais. O resto é obra dos homens. MANT _ EJA I DEUS criou os números naturais. O resto é obra dos homens. Aula 01 Teoria dos Conjuntos Professor Luciano Nóbrega Leopold Kronecker (Matemático Alemão) 1 1º Bimestre 2 Observe a foto de um

Leia mais

Atividades de Conjuntos

Atividades de Conjuntos Atividades de Conjuntos Conjuntos 01) Diga se é verdadeira ou falsa cada uma das sentenças abaixo. a) 0 {0, 1, 2, 3, 4} f) a {a, {a}} b) {a} {a, b} g) a {a, {a}} c) {0} h){, {a, {a}} {a} d) 0 i) {, {a}}

Leia mais

MATEMÁTICA - 3o ciclo Intervalos de números Reais (9 o ano) Propostas de resolução

MATEMÁTICA - 3o ciclo Intervalos de números Reais (9 o ano) Propostas de resolução MATEMÁTICA - 3o ciclo Intervalos de números Reais (9 o ano) Propostas de resolução Exercícios de provas nacionais e testes intermédios 1. Como o conjunto A Z tem sete elementos, os sete elemento são três

Leia mais

AULA DO CPOG. Teoria dos conjutos

AULA DO CPOG. Teoria dos conjutos AULA DO CPOG Teoria dos conjutos TEORIA DOS CONJUNTOS Professor Felipe Técnico de Operações P-25 Petrobras Contatos Felipe da Silva Cardoso professorpetrobras@gmail.com www.professorfelipecardoso.blogspot.com

Leia mais

Lista 1. 1 a LISTA DE EXERCÍCIOS Prof. Ânderson Vieira

Lista 1. 1 a LISTA DE EXERCÍCIOS Prof. Ânderson Vieira ÁLLO I 1 a LIST DE EXERÍIOS Prof. Ânderson Vieira 1. Dê os elementos dos seguintes conjuntos: = {x x é letra da palavra matemática} = {x x é cor da bandeira brasileira} = {x x é nome do estado brasileiro

Leia mais

Descrevendo um conjunto

Descrevendo um conjunto Conjuntos Veja os seguintes exemplos: Jogadores de um time Lista de compras Números Inteiros Alfabeto Se você está familiarizado com estes exemplos, é claro que você tem a ideia do que é um conjunto, podemos

Leia mais

Unidade I MATEMÁTICA APLICADA. Profa. Ana Carolina Bueno

Unidade I MATEMÁTICA APLICADA. Profa. Ana Carolina Bueno Unidade I MATEMÁTICA APLICADA Profa. Ana Carolina Bueno Números reais Fonte: http://infomaticando.blogspot.com.br/2012/12/numeros-irracionais.html Expressões algébricas São expressões matemáticas que apresentam

Leia mais

Conjuntos. 1 Conceitos primitivos. representação de um conjunto. 2.1 REPRESENTAÇÃO TABULAR. 2.2 Representação por Diagrama de Venn- Euler

Conjuntos. 1 Conceitos primitivos. representação de um conjunto. 2.1 REPRESENTAÇÃO TABULAR. 2.2 Representação por Diagrama de Venn- Euler MT I Prof. Gustavo dolfo Soares Conjuntos a) 1 Conceitos primitivos Os conceitos que iniciam uma teoria são aceitos sem definição, pois, não existindo ainda a teoria, não há recurso para definí-los; por

Leia mais

Aulas 10 e 11 / 18 e 20 de abril

Aulas 10 e 11 / 18 e 20 de abril 1 Conjuntos Aulas 10 e 11 / 18 e 20 de abril Um conjunto é uma coleção de objetos. Estes objetos são chamados de elementos do conjunto. A única restrição é que em geral um mesmo elemento não pode contar

Leia mais

Teoria dos conjuntos

Teoria dos conjuntos Teoria dos conjuntos Zenão de Eléia, filósofo grego que viveu por volta de 45 a C., já se preocupava com o conceito de infinito ao propor a questão a seguir, conhecida como paradoxo de Zenão. Em meados

Leia mais

Chama-se conjunto dos números naturais símbolo N o conjunto formado pelos números. OBS: De um modo geral, se A é um conjunto numérico qualquer, tem-se

Chama-se conjunto dos números naturais símbolo N o conjunto formado pelos números. OBS: De um modo geral, se A é um conjunto numérico qualquer, tem-se UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DE MATEMÁTICA Conjuntos Numéricos Prof.:

Leia mais

OFICINA DA PESQUISA. Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos

OFICINA DA PESQUISA. Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos OFICINA DA PESQUISA DISCIPLINA: LÓGICA MATEMÁTICA E COMPUTACIONAL APOSTILA 6 TEORIA DOS CONJUNTOS Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br

Leia mais

Todos os exercícios sugeridos nesta apostila se referem ao volume 1. MATEMÁTICA I 1 CONJUNTOS e CONJUNTOS NUMÉRICOS

Todos os exercícios sugeridos nesta apostila se referem ao volume 1. MATEMÁTICA I 1 CONJUNTOS e CONJUNTOS NUMÉRICOS INTRODUÇÃO... 2 RELAÇÃO DE PERTINÊNCIA... 3 SUBCONJUNTOS E RELAÇÃO DE INCLUSÃO... 6 CONECTIVOS E e OU... 15 OPERAÇÕES ENTRE CONJUNTOS... 17 QUANTIDADE DE ELEMENTOS... 24 CONJUNTO DOS NÚMEROS NATURAIS...

Leia mais

RACIOCÍNIO LÓGICO. Curso Superior de Tecnologia. Aula 02 TEORIA DOS CONJUNTOS

RACIOCÍNIO LÓGICO. Curso Superior de Tecnologia. Aula 02 TEORIA DOS CONJUNTOS Aula 02 TEORIA DOS CONJUNTOS 1. Definição de Conjuntos 2. Como se representa um Conjunto 3. Subconjunto, Pertinência e Continência 4. Conjunto das Partes 5. Operação com Conjuntos 1. União ou Reunião (Conjunção)

Leia mais

E-books PCNA. Vol. 1 MATEMÁTICA ELEMENTAR CAPÍTULO 2 INTERVALOS, INEQUAÇÕES E MÓDULO

E-books PCNA. Vol. 1 MATEMÁTICA ELEMENTAR CAPÍTULO 2 INTERVALOS, INEQUAÇÕES E MÓDULO E-books PCNA Vol. 1 MATEMÁTICA ELEMENTAR CAPÍTULO 2 INTERVALOS, INEQUAÇÕES E MÓDULO 1 MATEMÁTICA ELEMENTAR CAPÍTULO 2 SUMÁRIO Apresentação ------------------------------------------------- 2 Capítulo 2

Leia mais

Teoria dos Conjuntos. Teoria dos Conjuntos. Teoria dos Conjuntos. Teoria dos Conjuntos. Teoria dos Conjuntos. Teoria dos Conjuntos

Teoria dos Conjuntos. Teoria dos Conjuntos. Teoria dos Conjuntos. Teoria dos Conjuntos. Teoria dos Conjuntos. Teoria dos Conjuntos Pode-se dizer que a é em grande parte trabalho de um único matemático: Georg Cantor (1845-1918). noção de conjunto não é suscetível de definição precisa a partir d noções mais simples, ou seja, é uma noção

Leia mais

MAPA Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

MAPA Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento A3-AM189 16/12/2009 MAPA Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Raciocínio Lógico Brasília 2009 2009 Vestcon Editora Ltda. Todos os direitos autorais desta obra são reservados e protegidos

Leia mais

Extensivo Matemática A VOL 2

Extensivo Matemática A VOL 2 Extensivo Matemática VOL 2 01) N = {0, 1, 2, 3, 4,...} Conjunto dos números naturais B = {x N/ 2 x 7} a) V: 7 B = {2, 3, 4, 5, 6, 7} b) F: 5 é um elemento de B c) F: x, com x N, tal que 2 x 7. d) F: os

Leia mais

Matemática A Extensivo V. 2

Matemática A Extensivo V. 2 GRITO Matemática Extensivo V. Exercícios 0) a) Verdadeira. e são elementos de. b) Verdadeira. Pois {} é elemento de. c) Verdadeira. Pois não é elemento de. d) Verdadeira. Pois {} é um subconjunto de. e)

Leia mais

Linguagens Formais e Autômatos

Linguagens Formais e Autômatos Linguagens Formais e Autômatos (notas da primeira aula 1 Definições básicas 1.1 Conjuntos Definição 1. Um conjunto é uma coleção de objetos, denominados elementos. Notação 1. Para indicar que um elemento

Leia mais

EXERCICIOS COMPLEMENTARES OS CONJUNTOS NUMÉRICOS

EXERCICIOS COMPLEMENTARES OS CONJUNTOS NUMÉRICOS NOME: TURMA: SANTO ANDRÉ, DE DE EXERCICIOS COMPLEMENTARES OS CONJUNTOS NUMÉRICOS Conjunto dos números naturais -Representado pela letra N, este conjunto abrange todos os números inteiros positivos, incluindo

Leia mais

Conjuntos e sua Representação

Conjuntos e sua Representação Conjuntos e sua Representação Professor: Nuno Rocha nuno.ahcor@gmail.com Conjuntos Um conjunto é o agrupamento de vários elementos que possuem características semelhantes. Exemplos de conjuntos: Países

Leia mais

Lista de Exercícios - Conjuntos

Lista de Exercícios - Conjuntos 01) (UFE) e e são dois conjuntos não vazios e é o conjunto vazio, é verdade que, das afirmações: I. = { } II. ( ) ( ) = ( ) ( ) III. { } = {} {} IV. {,, } são verdadeiras somente: a) I e II d) III e IV

Leia mais

Hewlett-Packard CONJUNTOS. Aulas 01 a 06. Elson Rodrigues, Gabriel Carvalho e Paulo Luiz

Hewlett-Packard CONJUNTOS. Aulas 01 a 06. Elson Rodrigues, Gabriel Carvalho e Paulo Luiz Hewlett-Packard CONJUNTOS Aulas 01 a 06 Elson Rodrigues, Gabriel Carvalho e Paulo Luiz Ano 2016 Sumário CONJUNTOS... 2 CONCEITOS PRIMITIVOS... 2 REPRESENTAÇÃO DE UM CONJUNTO... 2 RELAÇÃO DE PERTINÊNCIA...

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M3 Conjuntos

Matemática. Resolução das atividades complementares. M3 Conjuntos Resolução das atividades complementares 1 Matemática M3 Conjuntos p. 52 1 Considere os conjuntos A 5 {x M* x é par e x. 6}, 5 {x M* x é ímpar e x, 21} e C 5 {x M* x é par}. Então: a) A tem 2 elementos

Leia mais

Curso de Matemática Aplicada.

Curso de Matemática Aplicada. Aula 1 p.1/25 Curso de Matemática Aplicada. Margarete Oliveira Domingues PGMET/INPE Sistema de números reais e complexos Aula 1 p.2/25 Aula 1 p.3/25 Conjuntos Conjunto, classe e coleção de objetos possuindo

Leia mais

Exercícios de provas nacionais e testes intermédios

Exercícios de provas nacionais e testes intermédios Exercícios de provas nacionais e testes intermédios 1. Considera o conjunto A = [ π[ Qual é o menor número inteiro que pertence ao conjunto A (A) 3 (B) 4 (C) π (D) π 1 2. Qual dos conjuntos seguintes é

Leia mais

CÁLCULO I. 1 Número Reais. Objetivos da Aula

CÁLCULO I. 1 Número Reais. Objetivos da Aula CÁLCULO I Prof. Edilson Neri Júnior Prof. André Almeida EMENTA: Conceitos introdutórios de limite, limites trigonométricos, funções contínuas, derivada e aplicações. Noções introdutórias sobre a integral

Leia mais

LÓGICA I ANDRÉ PONTES

LÓGICA I ANDRÉ PONTES LÓGICA I ANDRÉ PONTES 3. Introdução à Teoria dos Conjuntos Um conjunto é uma coleção ou um agregado de objetos. Introduzindo Conjuntos Ex.: O conjunto das vogais; O conjuntos de pessoas na sala; O conjunto

Leia mais

Matemática Discreta - 07

Matemática Discreta - 07 Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia da Computação Matemática Discreta - 07 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti www.twitter.com/jorgecav

Leia mais

RETA NUMÉRICA DOS NÚMEROS INTEIROS

RETA NUMÉRICA DOS NÚMEROS INTEIROS RETA NUMÉRICA DOS NÚMEROS INTEIROS Prof. a : Patrícia Caldana O conjunto dos números inteiros é representado por (Z). Um número é considerado inteiro quando não apresenta casas decimais, ou seja, números

Leia mais

Conjuntos. Notações e Símbolos

Conjuntos. Notações e Símbolos Conjuntos A linguagem de conjuntos é interessante para designar uma coleção de objetos. Quando os estatísticos selecionam indivíduos de uma população eles usam a palavra amostra, frequentemente. Todas

Leia mais

Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA

Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA Projeto: Fundamentos Matemáticos para Computação INTRODUÇÃO À MATEMÁTICA DISCRETA 2 Introdução Praticamente qualquer estudo relacionado a computação, teórico ou

Leia mais

2 a Lista de Exercícios 2001/I

2 a Lista de Exercícios 2001/I 1 Universidade Federal de Viçosa Departamento de Matemática MAT 131 Introdução à Álgebra a Lista de xercícios 001/I Tópico: onjuntos e elementos 1) Definir, pela enumeração dos seus elementos, cada um

Leia mais

ATIVIDADE. b) A diferença de dois números inteiros é sempre um número inteiro. c) Existe número natural que não é número inteiro.

ATIVIDADE. b) A diferença de dois números inteiros é sempre um número inteiro. c) Existe número natural que não é número inteiro. ATIVIDADE 1. Considere os números a seguir e responda: 5; -8; 0; 14; -100; 57; -18; 2/3; -0,4; -1 a) Quais deles são números naturais? b) Quais deles são números inteiros? c) Todo número natural é um número

Leia mais

Bases Matemáticas. Definição ingênua de conjunto. Aula 3 Conjuntos. Rodrigo Hausen

Bases Matemáticas. Definição ingênua de conjunto. Aula 3 Conjuntos. Rodrigo Hausen 1 ases Matemáticas ula 3 Conjuntos Rodrigo Hausen v. 2012-9-26 1/14 Definição ingênua de conjunto 2 Um conjunto é uma qualquer coleção de objetos, concretos ou abstratos, sem repetição. Dado um conjunto,

Leia mais

MATEMÁTICA DISCRETA TEORIA DOS CONJUNTOS PROFESSOR WALTER PAULETTE FATEC SP

MATEMÁTICA DISCRETA TEORIA DOS CONJUNTOS PROFESSOR WALTER PAULETTE FATEC SP MTEMÁTIC DISCRET TEORI DOS CONJUNTOS PROFESSOR WLTER PULETTE FTEC SP 2009 02 2 2 TEORI DOS CONJUNTOS 1. CONCEITO DE CONJUNTOS teoria dos conjuntos tem inicio com o matemático Georg Cantor ( 1845-1918).

Leia mais

Conjuntos Numéricos Conjunto dos números naturais

Conjuntos Numéricos Conjunto dos números naturais Conjuntos Numéricos Conjunto dos números naturais É indicado por Subconjuntos de : N N e representado desta forma: N N 0,1,2,3,4,5,6,... - conjunto dos números naturais não nulos. P 0,2,4,6,8,... - conjunto

Leia mais

2 - Explicite os conjuntos indicados: (1) { x N x 5 } (3) { x N x 2 < 5 } (2) { x N x 2 = 4 } (4) { x Z x 2 < 5 }

2 - Explicite os conjuntos indicados: (1) { x N x 5 } (3) { x N x 2 < 5 } (2) { x N x 2 = 4 } (4) { x Z x 2 < 5 } Lista de Conjuntos Numéricos Revisão para o Simulado Nacional Rumoaoita (Ciclo Zero) 1 - Considere os conjuntos: A - conjunto dos números pares positivos; B - conjunto dos números ímpares positivos; C

Leia mais

1 TEORIA DOS CONJUNTOS

1 TEORIA DOS CONJUNTOS 1 TEORIA DOS CONJUNTOS Definição de Conjunto: um conjunto é uma coleção de zero ou mais objetos distintos, chamados elementos do conjunto, os quais não possuem qualquer ordem associada. Em outras palavras,

Leia mais

14/03/2014. Tratamento de Incertezas TIC Aula 1. Conteúdo Espaços Amostrais e Probabilidade. Revisão de conjuntos. Modelos Probabilísticos

14/03/2014. Tratamento de Incertezas TIC Aula 1. Conteúdo Espaços Amostrais e Probabilidade. Revisão de conjuntos. Modelos Probabilísticos Tratamento de Incertezas TIC-00.176 Aula 1 Conteúdo Espaços Amostrais e Probabilidade Professor Leandro Augusto Frata Fernandes laffernandes@ic.uff.br Material disponível em http://www.ic.uff.br/~laffernandes/teaching/2014.1/tic-00.176

Leia mais

TURMA DO M RIO TEORIA DOS CONJUNTOS

TURMA DO M RIO TEORIA DOS CONJUNTOS TURM DO M RIO TEORI DOS ONJUNTOS Entes Primitivos onjunto é uma idéia associada à coleção de objetos ou grupo. Não existe uma definição precisa, mas mesmo assim todos os seres racionais possuem intuitivamente

Leia mais

Escola Básica de Ribeirão (Sede) ANO LETIVO 0/0 Ficha de Trabalho outubro 0 Nome: N.º: Turma: 9.º Ano Compilação de Exercícios de Exames Nacionais (EN) e de Testes Intermédios (TI) Tema: Números Reais

Leia mais

MÓDULO 9. Conjuntos. Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias MATEMÁTICA

MÓDULO 9. Conjuntos. Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias MATEMÁTICA Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias MATEMÁTICA MÓDULO 9 Conjuntos 1. (ITA) Considere as seguintes afirmações sobre o conjunto U = 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9}: I. Ø U e n(u) = 10. II.

Leia mais

Roteiro de Estudo para a Recuperação Semestral MATEMÁTICA 1ºEM

Roteiro de Estudo para a Recuperação Semestral MATEMÁTICA 1ºEM Roteiro de Estudo para a Recuperação Semestral MATEMÁTICA 1ºEM NOME: IMPRIMA AS FOLHAS. RESOLVA AS QUESTÕES DISSERTATIVAS EM FOLHA DE PAPEL ALMAÇO OU FOLHA DE FICHÁRIO; OS TESTES PODERÃO SER RESPONDIDOS

Leia mais

n. 25 DIAGRAMAS DE VENN

n. 25 DIAGRAMAS DE VENN n. 25 DIAGRAMAS DE VENN Foi o matemático inglês John Venn (1834-1923) que criou os diagramas, com o intuito de facilitar a compreensão na relação de união e intersecção entre conjuntos. John Venn desenvolveu

Leia mais

Conjuntos Numéricos. É o conjunto no qual se encontram os elementos de todos os conjuntos estudados.

Conjuntos Numéricos. É o conjunto no qual se encontram os elementos de todos os conjuntos estudados. Conjuntos Numéricos INTRODUÇÃO Conjuntos: São agrupamentos de elementos com algumas características comuns. Ex.: Conjunto de casas, conjunto de alunos, conjunto de números. Alguns termos: Pertinência Igualdade

Leia mais

Capítulo 2 Noções de conjuntos

Capítulo 2 Noções de conjuntos THE BRIDGEMAN/KEYSTONE Capítulo 2 Noções de conjuntos X SAIR Para representar o conjunto A formado pelos números naturais de 0 a 10, podem-se utilizar três possibilidades: 1ª forma: pela citação dos elementos.

Leia mais

Definição: Todo objeto parte de um conjunto é denominado elemento.

Definição: Todo objeto parte de um conjunto é denominado elemento. 1. REVISÃO 1.1. CONJUNTOS 1.1.1. DEFINIÇÃO DE CONJUNTO Definição: Conjunto é toda coleção de objetos. Uma coleção de números é um conjunto. Uma coleção de letras é um conjunto. Uma coleção de nomes é um

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO MÉDIO RAUL PILLA COMPONENTE CURRICULAR: Matemática PROFESSORA: Maria Inês Castilho. Conjuntos

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO MÉDIO RAUL PILLA COMPONENTE CURRICULAR: Matemática PROFESSORA: Maria Inês Castilho. Conjuntos ESCOL ESTDUL DE ENSINO MÉDIO UL PILL COMPONENTE CUICUL: Matemática POFESSO: Maria Inês Castilho Noções básicas: Conjuntos 1º NOS DO ENSINO MÉDIO Um conjunto é uma coleção qualquer de objetos, de dados,

Leia mais

Interruptores e Conjuntos

Interruptores e Conjuntos aula 03 (Lógica) Sistemas Dicotômicos, Interruptores e Conjuntos Professor: Renê Furtado Felix E-mail: rffelix70@yahoo.com.br Site: http://www.renecomputer.net/pdflog.html Sistemas Dicotômicos Aula de

Leia mais

TEORIA DOS CONJUNTOS Símbolos

TEORIA DOS CONJUNTOS Símbolos 1 MATERIAL DE APOIO MATEMÁTICA Turmas 1º AS e 1º PD Profº Carlos Roberto da Silva A Matemática apresenta invenções tão sutis que poderão servir não só para satisfazer os curiosos como, também para auxiliar

Leia mais

Ensino Fundamental 1I Data: / /2015

Ensino Fundamental 1I Data: / /2015 Estudante: Educador: Patrícia Passos C. Curricular: Matemática 7º Ano/Turma: Ensino Fundamental 1I Data: / /015 01) Jonas está contente com o seu primeiro dia de trabalho. Ele vai ser ascensorista (cabineiro)

Leia mais

CURSO PRF 2017 MATEMÁTICA

CURSO PRF 2017 MATEMÁTICA AULA 001 1 MATEMÁTICA PROFESSOR AULA 001 MATEMÁTICA DAVIDSON VICTOR 2 AULA 01 - CONJUNTOS NUMÉRICOS CONJUNTO DOS NÚMEROS NATURAIS É o primeiro e o mais básico de todos os conjuntos numéricos. Pertencem

Leia mais

Teoria Elementar dos Conjuntos

Teoria Elementar dos Conjuntos Teoria Elementar dos Conjuntos Este capítulo visa oferecer uma breve revisão sobre teoria elementar dos conjuntos. Além de conceitos básicos importantes em matemática, a sua imprtância reside no fato da

Leia mais

Generalidades sobre conjuntos

Generalidades sobre conjuntos Generalidades sobre conjuntos E-mail: ana.boero@ufabc.edu.br Página: http://professor.ufabc.edu.br/~ana.boero Sala 512-2 - Bloco A - Campus Santo André Conjuntos e a noção de pertinência Na teoria dos

Leia mais

ÁLGEBRA e TRIGONOMETRIA. Revisão Professor Luciano Nóbrega. Maria Auxiliadora

ÁLGEBRA e TRIGONOMETRIA. Revisão Professor Luciano Nóbrega. Maria Auxiliadora 1 ÁLGEBRA e TRIGONOMETRIA Revisão Professor Luciano Nóbrega Maria Auxiliadora 2 1 (lista_questão 1) Seja o conjunto A = {1, 2, 3, {3}, {4}, {2, 5}}. Classifique as afirmações em verdadeiras (V) ou falsas

Leia mais

Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET RACIOCÍNIO LÓGICO AULA 05

Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET  RACIOCÍNIO LÓGICO AULA 05 RACIOCÍNIO LÓGICO AULA 05 NÚMEROS NATURAIS O sistema aceito, universalmente, e utilizado é o sistema decimal, e o registro é o indo-arábico. A contagem que fazemos: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, e assim

Leia mais

Segmento: Pré-vestibular. Coleção: Alfa, Beta e Gama. Disciplina: Matemática. Unidade 1: Série 17. Conjuntos

Segmento: Pré-vestibular. Coleção: Alfa, Beta e Gama. Disciplina: Matemática. Unidade 1: Série 17. Conjuntos Segmento: Pré-vestibular Coleção: Alfa, Beta e Gama Disciplina: Matemática Volume: 1 Unidade 1: Série 17 Resoluções Conjuntos 1. A = {1, } O Conjunto A possui dois elementos: 1 e. O total de subconjuntos

Leia mais

FUNÇÃO. 4.1 Relação Binária. Definição 4.1

FUNÇÃO. 4.1 Relação Binária. Definição 4.1 FUNÇÃO Apesar da formalização de função ter se efetivado com as reformas curriculares do século IX, seu uso já era freqüente desde a antiguidade, pelos babilônios. O conceito de função está presente em

Leia mais

Pré-Cálculo. Humberto José Bortolossi. Aula 6 29 de março de Departamento de Matemática Aplicada Universidade Federal Fluminense

Pré-Cálculo. Humberto José Bortolossi. Aula 6 29 de março de Departamento de Matemática Aplicada Universidade Federal Fluminense Pré-Cálculo Humberto José Bortolossi Departamento de Matemática Aplicada Universidade Federal Fluminense Aula 6 29 de março de 2010 Aula 6 Pré-Cálculo 1 Implicações e teoria dos conjuntos f (x) =g(x) u(x)

Leia mais

A LINGUAGEM DO DISCURSO MATEMÁTICO E SUA LÓGICA

A LINGUAGEM DO DISCURSO MATEMÁTICO E SUA LÓGICA MAT1513 - Laboratório de Matemática - Diurno Professor David Pires Dias - 2017 Texto sobre Lógica (de autoria da Professora Iole de Freitas Druck) A LINGUAGEM DO DISCURSO MATEMÁTICO E SUA LÓGICA Iniciemos

Leia mais

Aula 1 Conjuntos Numéricos

Aula 1 Conjuntos Numéricos 1 Tecnólogo em Construção de Edifícios Aula 1 Conjuntos Numéricos Professor Luciano Nóbrega 2 SONDAGEM Inicialmente, façamos uma revisão: 1 Calcule o valor das expressões abaixo. Dê as respostas de todas

Leia mais

MÚLTIPLOS DE UM NÚMERO NATURAL

MÚLTIPLOS DE UM NÚMERO NATURAL PROFESSOR: EQUIPE DE MATEMÁTICA BANCO DE QUESTÕES - MATEMÁTICA - 5º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ======================================================================== MÚLTIPLOS DE UM NÚMERO NATURAL Para

Leia mais

Conjuntos: Noções Básicas Parte I

Conjuntos: Noções Básicas Parte I http://www.blogviche.com.br/2007/02/02/conjuntos-numericos/ em 05/02/2011 Conjuntos: Noções Básicas Parte I Publicado por Newton de Góes Horta Apresenta as principais propriedades da Teoria dos Conjuntos,

Leia mais

Conjuntos Contáveis e Não Contáveis / Contagem

Conjuntos Contáveis e Não Contáveis / Contagem Conjuntos Contáveis e Não Contáveis / Contagem Introdução A história nos mostra que desde muito tempo o homem sempre teve a preocupação em contar objetos e ter registros numéricos. Seja através de pedras,

Leia mais

Material Teórico - Módulo de Potenciação e Dízimas Periódicas. Números Irracionais e Reais. Oitavo Ano. Prof. Ulisses Lima Parente

Material Teórico - Módulo de Potenciação e Dízimas Periódicas. Números Irracionais e Reais. Oitavo Ano. Prof. Ulisses Lima Parente Material Teórico - Módulo de Potenciação e Dízimas Periódicas Números Irracionais e Reais Oitavo Ano Prof. Ulisses Lima Parente 1 Os números irracionais Ao longo deste módulo, vimos que a representação

Leia mais

Nome: N.º Turma: Suficiente (50% 69%) Bom (70% 89%)

Nome: N.º Turma: Suficiente (50% 69%) Bom (70% 89%) Escola E.B.,3 Eng. Nuno Mergulhão Portimão Ano Letivo 01/013 Teste de Avaliação Escrita de Matemática 9.º ano de escolaridade Duração do Teste: 90 minutos 9 de abril de 013 Nome: N.º Turma: Classificação:

Leia mais

PROF. LUIZ CARLOS MOREIRA SANTOS

PROF. LUIZ CARLOS MOREIRA SANTOS 1 - CONCEITO PROF. LUIZ CARLOS MOREIRA SANTOS CONJUNTOS Conjunto proporciona a idéia de coleção, admitindo-se coleção de apenas um elemento (conjunto unitário) e coleção sem nenhum elemento (conjunto vazio).

Leia mais

Matemática Básica Relações / Funções

Matemática Básica Relações / Funções Matemática Básica Relações / Funções 04 1. Relações (a) Produto cartesiano Dados dois conjuntos A e B, não vazios, denomina-se produto cartesiano de A por B ao conjunto A B cujos elementos são todos os

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS TADS 2008/1 1º PERÍODO MP1 1º ETAPA 11/07/2008 MATEMÁTICA PARA COMPUTAÇÃO 2008/1

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS TADS 2008/1 1º PERÍODO MP1 1º ETAPA 11/07/2008 MATEMÁTICA PARA COMPUTAÇÃO 2008/1 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS TADS 2008/1 1º PERÍODO MP1 1º ETAPA 11/07/2008 MATEMÁTICA PARA COMPUTAÇÃO 2008/1 Dados de identificação do Aluno: Nome: Login: Cidade: CA: Data da Prova: / / ORIENTAÇÃO

Leia mais

Produtos de potências racionais. números primos.

Produtos de potências racionais. números primos. MATEMÁTICA UNIVERSITÁRIA n o 4 Dezembro/2006 pp. 23 3 Produtos de potências racionais de números primos Mário B. Matos e Mário C. Matos INTRODUÇÃO Um dos conceitos mais simples é o de número natural e

Leia mais

Prof. Weber Campos Agora Eu Passo - AEP

Prof. Weber Campos Agora Eu Passo - AEP MPU RACIOCÍNIO LÓGICO - Conjuntos webercampos@gmail.com Agora Eu Passo - AEP www.cursoagoraeupasso.com.br CONJUNTOS 1. TEORIA DOS CONJUNTOS 1) Relações de Pertinência Relacionam elemento com conjunto.

Leia mais

I - CONJUNTOS. Toda coleção ou agrupamento de coisas com, pelo menos, um atributo comum recebe o nome de Conjunto.

I - CONJUNTOS. Toda coleção ou agrupamento de coisas com, pelo menos, um atributo comum recebe o nome de Conjunto. 1 I - CONJUNTOS I.1) Conceito, elemento e pertinência : Toda coleção ou agrupamento de coisas com, pelo menos, um atributo comum recebe o nome de Conjunto. a) Conjunto de letras do nosso alfabeto. b) Conjunto

Leia mais