HSBC Global Asset Management & HP Prev Consolidado com as respostas aos participantes

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "HSBC Global Asset Management & HP Prev Consolidado com as respostas aos participantes"

Transcrição

1 HSBC Global Asset Management & HP Prev Consolidado com as respostas aos participantes

2 24410-AMG51620f HSBC Global Asset Management & HP Prev Processo Pergunte ao Gestor Transparência Conhecimento Relacionamento

3 Participante: Cristiane Maciel Boa tarde! Sou funcionária da HP há 6 anos e meio e nunca aderi ao HP-Prev. Tenho uma previdência privada, que mantenho com a Icatu. Posso migrar parte do valor desta previdência para o HP Prev? Em caso positivo, qual deve ser o procedimento? A migração é permitida pela legislação somente para fundos PGBL. Caso positivo, deve-se primeiro aderir a HP Prev e depois solicitar, via site, a portabilidade. Participante: Ronaldo Freitas Boa noite, Tenho algumas perguntas: 1 Quanto maior for o valor que eu contribuir, isso me ajuda na declaração do IRPF do ano seguinte? 2 Quando alterar o perfil de investidor de moderado, conservador, agressivo? Sim, até o limite de 12% da sua renda bruta anual é dedutível na base de IRRF. A alteração de perfil pode ser realizada nos meses de junho e dezembro.

4 Participante: Airton Antônio Carvalho Caros amigos, Com a atual situação da economia tenho dúvida sobre a maneira que estou investindo no meu HP Prev. Estou com 47 anos gostaria de trabalhar mais 13 anos e me aposentar com 60 anos. Qual a maneira de garantir uma aposentadoria segura? Talvez mudando a maneira como estou investindo no HP Prev, aumentando mais o percentual de contribuição? Quando pensamos em aposentadoria, sempre precisamos nos lembrar que o planejamento é fundamental. O primeiro passo ao planejar-se é entender quais seriam os recursos necessários para manter o seu padrão de vida atual durante a aposentadoria. Estudos apontam que a maioria das pessoas precisa de cerca de 80% a 90% da renda pré-aposentadoria para viver confortavelmente depois que parar de trabalhar. Isto quer dizer que você deve colocar no papel quais seriam as principais despesas na fase em que parar de trabalhar e tentar buscar, ainda na fase ativa, os recursos necessários para custeá-las. Independente do momento atual da economia, as suas necessidades importam mais. Além de entendermos quais serão nossos objetivos financeiros, não podemos nos esquecer de contabilizar outros elementos nessa equação. Com a expectativa de vida aumentando, precisamos estar cientes de quanto tempo nossos recursos podem durar para que possamos evitar qualquer situação inesperada. Ao avaliarmos quais serão os recursos necessários para nossa aposentadoria e por quanto tempo eles deverão manter nosso padrão de vida, entender o que a inflação pode fazer com nossas economias é essencial para uma aposentadoria sem sustos pelo caminho. Proteger nossos investimentos significa manter nosso poder de compra ao longo dos anos.

5 A melhor forma de definir um plano para a aposentadoria é consultar um especialista: com os valores que você definir como objetivo de renda futura, ele calcula o patrimônio necessário a ser acumulado, quanto poupar por mês ou ano e, por fim, indicará as melhores alternativas de investimento, adequadas às suas necessidades. Aumentar o percentual de contribuição com certeza gera maior garantia de aposentadoria, porém, deve-se observar também o perfil de investimento adequado ao prazo futuro de acúmulo. A avaliação do perfil disponível no site da HP Prev é uma excelente ferramenta. Participante: Augusto Cesar Prezados, boa tarde! Gostaria de saber como funciona e participar da previdência. A HP Prev é um benefício aos funcionários da HP. Trata-se de um fundo de pensão para acumular e investir recursos com o intuito de poupar para a aposentadoria e complementar a aposentadoria do INSS. Para participar basta acessar

6 Participante: Noemia Martins Anualmente pago IRPF na declaração de ajuste. Como calcular o quanto posso aumentar a minha contribuição para o HP Prev a fim de reduzir o IRPF na declaração de ajuste? Até 12% da sua renda bruta anual é dedutível da base de IRRF. Verifique seus rendimentos anuais deduzidas as contribuições mensais à HP Prev e desta diferença, você pode aumentar sua participação no plano e deduzir mais IRRF. Utilize o simulador no site Participante Anônimo Boa noite, Sou auto patrocinada e minhas dúvidas são as seguintes: - Em caso de aposentadoria, caso queira resgatar o valor total poderei fazê-lo? Ou só poderei resgatar em parcelas mensais e como poderei saber o valor das parcelas? - No caso de portabilidade para o HSBC, poderei resgatar uma parte e fazer a portabilidade do restante? Na aposentadoria existem opções pelo saque a vista integral e renda mensal. Para simular valores de renda mensal, favor contatar Em caso de portabilidade, o saldo total é transferido, não existe a possibilidade de resgate parcial.

7 Participante: Debora Festugato Senhores, bom dia Minha dúvida está associada ao Regime Tributário. Optei pelo Regime Tributário Progressivo e gostaria de alterar para o Regressivo. Como faço esta troca e como irá ocorrer o cálculo da alíquota do IR nessa transição? De acordo com a legislação em vigor, não é possível a alteração do Regime Tributário nessas condições. Participante: Reginaldo Martins Boa noite Poderia me informar como funciona, por exemplo: quantos por centos desconta do salário, quais as vantagens, qual o período mínimo que tenho que manter a previdência? A HP Prev possui 3 modalidades de contribuição: Contribuição Básica: até 6% do salário superior a R$ 4.213,80 Contribuição Suplementar: até 25% do salário bruto Contribuição Voluntária: até R$ ,00 Suas contribuições serão abatidas na declaração de Não há período mínimo. Recomenda-se iniciar a poupança para a aposentadoria o mais cedo possível para obter um benefício adequado após os 55 anos de idade.

8 Participante: Ricardo Mitidieri Gostaria de saber, com relação ao plano HP Prev, se existe a possibilidade de o plano investir no exterior, como forma de reduzir o risco Brasil. A legislação permite que até 10% dos investimentos sejam no exterior e a HP Prev está analisando esta possibilidade para incluir em sua política de investimentos. Como Gestor, o HSBC gostaria de reforçar que somos favoráveis à diversificação de investimentos com aplicações no exterior. Como você sabe, diversificar é o mesmo que dividir os recursos nas diferentes estratégias do mercado financeiro para que o rendimento menor de uma estratégia seja equilibrado com o bom desempenho de outra. Diversificar investimentos é obter vantagem na combinação de diferentes classes de ativos, como renda fixa e renda variável, melhorando a probabilidade de se alcançar a combinação risco e retorno desejada no longo prazo. E para tornar essa relação cada vez mais eficiente, explorar novas fontes para a geração desses resultados é importante. A correlação entre os ativos no país (chamados de ativos locais) está cada vez mais alta. Ou seja, os ativos reagem de formas similares às oscilações do mercado e perspectivas avaliadas. Um dos caminhos para a diversificação é a busca pelo investimento em alternativas no exterior. A reduzida correlação entre ativos financeiros internacionais e os domésticos possibilita a diminuição da volatilidade dos portfólios. Quanto mais baixa a relação entre as diferentes estratégias selecionadas, maior será a redução do risco de sua carteira e mais benefícios serão percebidos em seus retornos. Ainda, um maior retorno será possível para

9 um mesmo nível de risco. Nos últimos anos, diferentes fundos de pensão estão seguindo essa recomendação, elevando a parcela de suas aplicações em ativos internacionais. Empiricamente, comprovamos que a atitude deu certo: os resultados são animadores se comparados aos de carteiras tradicionais, trazendo diversificação na carteira de ações em setores não listados na bolsa Brasileira. Participante: Luzia Romero Bom dia senhores, Gostaria de obter um esclarecimento sobre imposto de renda do valor mensal depositado pela HP Prev: o imposto de renda recolhido, no meu caso, é o de 8%. No entanto, quando minha declaração de imposto de renda é feita, e o valor da aposentadoria é somado ao meu salário atual da empresa onde trabalho, o valor do imposto da aposentadoria passa de 8% para o máximo que é 27.5% e todo ano tenho que pagar uma boa diferença. Isto está correto? Quem faz minha declaração é meu irmão e eu sempre questiono sobre isto e ele me diz que é assim mesmo. O imposto é sempre calculado com base na sua opção pelo regime tributário na HP Prev, mas sim, na declaração de ajuste anual todos os seus rendimentos são somados e submetidos a retenção total, desta forma, devendo ajuste ou restituição. Por não sermos especialistas em legislação tributária sugerimos você procurar esclarecer essa dúvida com um contador de sua confiança.

10 Participante: Edyson Polistchuk Bom dia, Participo do plano de previdência da HP Prev desde o ano Venho percebendo que as metas estabelecidas pela administradora e os resultados obtidos estão abaixo da rentabilidade de um fundo DI, e o montante vem se desvalorizando nos últimos anos. O que está acontecendo? Como o HSBC é responsável pela gestão da parcela de renda fixa de seu plano de previdência, gostaríamos de dividir com você o que impactou na rentabilidade desde investimento. Em 2013, o mercado de renda fixa apresentou uma volatilidade significativa, que chegou a ser mais da metade da do Ibovespa (no caso do IMA-B5+). Essa oscilação se traduziu na carteira dos investidores como rentabilidade negativa nos investimentos em renda fixa em diversos meses durante o ano. Em um passado não muito distante, os investimentos em fundos Referenciados DI no Brasil geravam retorno atrativo, alta liquidez e solidez. Para ilustrar, em dez/2005 a taxa Selic estava em 18,00% a.a., enquanto em dez/2012 em 7,25%a.a. um corte de mais da metade da taxa. Considerando a inflação, isso resultou em uma taxa de juro real muito baixa no fim de 2012 e de Como resultado disso, os investidores, que antes compunham suas carteiras praticamente apenas com fundos DI ou títulos ligados à Selic/CDI, foram levados a procurarem outras opções de investimento em busca de maior retorno, diversificando seus portfólios.

11 Se antes as aplicações focavam em exposição pós-fixada (principalmente através de fundos Referenciados DI), agora passaram a incluir outros instrumentos de renda fixa, como reflexo de um retorno mais atrativo dessa classe nos últimos anos. É o caso do IMA-B, índice composto por títulos ligados à inflação IPCA mais um cupom pré-fixado. Entretanto, adicionar uma parcela de índices de renda fixa no benchmark inclui adicionar o risco da curva de juros. E se antes havia um investimento rentável e pouco volátil através fundos Referenciados DI, a adição de fundos de RF trouxe perspectivas de maiores ganhos, mas também, consequentemente, maiores oscilações. Foi o que aconteceu com grande parte dos clientes, que ao longo do tempo alteraram a composição de seus investimentos, antes tendo como parâmetro apenas o CDI, para conter uma parcela de fundos com outros parâmetros (como IMA-B, IRF-M e outros). É importante ter em mente que a busca de uma maior rentabilidade implica em maior volatilidade (risco). Isso significa que no curto prazo são normais períodos de rentabilidade negativa; é a troca por ter, no médio e longo prazo, perspectiva de maiores retornos. Ainda que alguns índices apresentem forte rentabilidade negativa no acumulado de 2013, ainda assim, no histórico de longo prazo, são os índices que apresentam o maior retorno. Especificamente em 2013, o que ocorreu com a renda fixa no Brasil foi a continuidade de um cenário desafiador, que teve em uma mão um baixo crescimento econômico e, na outra, inflação pressionada.

12 Participante: Ana Maria Otsuka Olá boa tarde Já tenho um adicional de desconto em holerite no meu investimento na HP Prev. Mas conforme Comunicado de 29/11/2013, acredito que posso e devo aumentar a quantia depositada: Quem tem previdência complementar, e faz a declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física, MODELO COMPLETO, pode abater até 12% do valor da sua renda tributável na Declaração do Imposto de Renda, de acordo com as contribuições que efetua. E a Contribuição Voluntária HP Prev ajuda a atingir esse limite.... Quanto ainda posso aumentar para que obtenha a vantagem de desconto no Imposto de renda para 2015? A HP Prev possui 3 (três) modalidades de contribuição para você poder deduzir o máximo em sua declaração: Contribuição Básica: até 6% do salário superior a R$ 4.213,80 Contribuição Suplementar: até 25% do salário bruto Contribuição Voluntária: até R$ ,00 Suas contribuições serão abatidas na declaração de Faça uma simulação em

13 Participante Anônimo Olá, Tenho algumas dúvidas: - Como está dividida a carteira de investimentos do fundo de previdência HP? (x% em letras do governo, y% na bolsa, z% em imóveis, h% em ações da HP nos EUA, a% em debentures, b% em poupança, etc.) - Após quanto tempo de participação no fundo, posso sacar 100% do valor total do fundo de previdência (valores do empregado e da empresa), em caso de demissão? 3 anos? - Qual a estratégia de investimento do fundo de previdência para cenários de juros altos? E de juros baixos? Notei que a rentabilidade do fundo, em 2013 foi muito baixa em comparação com aplicações de renda fixa (títulos de letras do governo) - A HP pretende fazer mais uma grande onda de demissões nos próximos anos. Como este fato afeta o fundo de previdência? - Tenho um plano de previdência PGBL no banco Bradesco, desde Posso fazer a portabilidade destes valores para o plano de previdência da HP? Como? Eu pago impostos? E se eu for demitido, posso sacar este valor, sem carência? - Seu eu fizer aporte extra (único) no plano, a empresa colabora com algum valor, em contrapartida? Como faço esse aporte? Existem limites de valor (mensal, anual, porcentagem do salário)? Obrigado Como o HSBC é responsável pela gestão da parcela de renda fixa de seu plano de previdência, gostaríamos de dividir com você o que impactou na rentabilidade deste investimento. Em 2013, o mercado de renda fixa apresentou uma volatilidade significativa, que chegou a ser mais da metade da do Ibovespa (no caso do IMA-B5+). Essa oscilação se traduziu na carteira dos investidores como rentabilidade negativa

14 nos investimentos em renda fixa em diversos meses durante o ano. Em um passado não muito distante, os investimentos em fundos Referenciados DI no Brasil geravam retorno atrativo, alta liquidez e solidez. Para ilustrar, em dez/2005 a taxa Selic estava em 18,00% a.a., enquanto em dez/2012 em 7,25%a.a. um corte de mais da metade da taxa. Considerando a inflação, isso resultou em uma taxa de juro real muito baixa no fim de 2012 e de Como resultado disso, os investidores, que antes compunham suas carteiras praticamente apenas com fundos DI ou títulos ligados à Selic/CDI, foram levados a procurarem outras opções de investimento em busca de maior retorno, diversificando seus portfólios. Se antes as aplicações focavam em exposição pós-fixada (principalmente através de fundos Referenciados DI), agora passaram a incluir outros instrumentos de renda fixa, como reflexo de um retorno mais atrativo dessa classe nos últimos anos. É o caso do IMA-B, índice composto por títulos ligados à inflação IPCA mais um cupom pré-fixado. Entretanto, adicionar uma parcela de índices de renda fixa no benchmark inclui adicionar o risco da curva de juros. E se antes havia um investimento rentável e pouco volátil através fundos Referenciados DI, a adição de fundos de RF trouxe perspectivas de maiores ganhos, mas também, consequentemente, maiores oscilações. Foi o que aconteceu com grande parte dos fundos de previdência, que ao longo do tempo alteraram a composição de seus investimentos, antes tendo como parâmetro apenas o CDI, para conter uma parcela em outros parâmetros (como IMA-B, IRF-M e outros), como é o caso da HP Prev. É importante ter em mente que a busca de uma maior rentabilidade implica em maior volatilidade (risco).

15 Isso significa que no curto prazo são normais períodos de rentabilidade negativa; é a troca por ter, no médio e longo prazo, perspectiva de maiores retornos. Ainda que alguns índices apresentem forte rentabilidade negativa no acumulado de 2013, ainda assim, no histórico de longo prazo, são os índices que apresentam o maior retorno. Especificamente em 2013, o que ocorreu com a renda fixa no Brasil foi a continuidade de um cenário desafiador, que teve em uma mão um baixo crescimento econômico e, na outra, inflação pressionada. Resumindo... A carteira de investimentos da HP Prev é composta de títulos públicos, títulos privados e ações de companhias listadas na Bovespa. Acesse no site o Relatório Anual para maiores detalhes. A estratégia de investimentos é sempre pautada por um horizonte de longo prazo. * O saldo composto pelas contribuições da empresa é somente resgatável em caso de elegibilidade a aposentadoria (55 anos de idade e 5 anos de serviço); * Sim, é possível fazer a portabilidade desses recursos para a HP Prev e sem retenção de IRRF, você deve solicitar o processo via site e em caso de demissão o valor é resgatável; * Não. O aporte voluntário não gera contra partida da empresa e a solicitação pode ser via site https://www.hpprev.com.br/formcontribvoluntaria.aspx.

16 Participante: André Silva Olá sou funcionário novo da HP e gostaria de fazer parte do plano e fazer a portabilidade da minha previdência antiga. Como devo proceder? Visite ao site da HP Prev em: Participante: Carlos Menande Boa tarde! Recentemente solicitei informações sobre resgate de meu plano, uma vez que não sou funcionário da HP há 1 ano e 8 meses. Informaram minha senha nova, como se eu continuasse participando. Porém, não tenho depositado nenhuma quantia mensal desde quando me desliguei da HP. Poderiam me orientar de como devo fazer para sacar o que depositei quando era funcionário? Desde já agradeço! Via site da HP Prev em: https://www.hpprev.com.br/opcao_institutos.aspx, preencher o termo, assinar e remeter em via original à HP Prev.

17 Participante: Edenilson Silva Boa tarde! Tenho uma dúvida: eu estou saindo da HP, posso continuar contribuindo? Como será a forma de cobrança? Boleto? Débito automático? Sim, a contribuição será via boleto bancário. Participante: Yara Cofani Prezados senhores, Gostaria de saber se os Srs. recomendam-me aposentar, via HP Prev, a partir dos 55 anos ou mais e o que seria melhor - manter o valor total e retirar parte mensal ou receber 25% de valor e os demais mensalmente? O valor do meu saldo poderá ser finalizado ou manter-se-á vitalício, ou melhor, nunca acabará até minha morte de acordo com o meu perfil? Como poderei manter esta estabilidade? Em resumo, qual será a forma menos complicada e mais rentável para eu poder iniciar o gozo de meu HP Prev a partir dos 55 anos? Favor entrar em contato com Para melhor respondermos precisamos de mais dados.

18 Participante: Fatima Mattos Boa tarde, Eu tenho 2 perguntas quanto ao HP-Prev 1) Há alguma diferença em relação à parte que a HP deposita na HP Prev quando o funcionário atinge a idade de 60 anos? 2) Quando o percentual depositado pelo funcionário é maior do que 6%, incide alguma cobrança de imposto? 1) Sim. Ao atingir 60 anos de idade e 10 anos de tempo de serviço na empresa, a mesma pára de contribuir em seu nome; 2) Não, não há incidência de imposto. Participante: Felipe Roos Olá! Como faço para verificar/alterar o meu nível de contribuição com a HP Prev? Via site da HP Prev para verificar: https://www.hpprev.com.br/meus_dados.aspx e para alterar: https://www.hpprev.com.br/formopcaocontribperfil.asp

19 Participante: Gabriel Fajardo Bom dia. Vocês teriam um comparativo entre os rendimentos da HP Prev e os fundos de renda fixa oferecidos pelo HSBC, especialmente no tocante ao capital acumulado e a possibilidade de usufruir uma renda líquida digamos após uns 10 anos? Os fundos de Renda Fixa do HSBC já fazem parte dos investimentos da HP Prev há mais de dez anos. Possuímos uma plataforma completa de fundos destinada a diversos perfis de investidores. Consulte nossa grade de produtos no site: ou pela Mesa de Investimentos HSBC no telefone: Participante: Mari Almeida Boa tarde, Sou contribuinte e estou financeiramente muito apertada, quero cancelar por alguns meses a minha previdência. Podem me ajudar? Nos meses de junho e dezembro, é possível zerar os seus percentuais de contribuição. Acesse site da HP Prev em: https://www.hpprev.com.br/formopcaocontribperfil.aspx

20 Participante: Jose Pires Olá, Sou contribuinte do HP Prev desde o seu início. Em 2007 tomei a decisão de migrar para o plano Agressivo devido aos bons ganhos e perspectivas dos investimentos em ações. Passei pela crise de 2008 e todos os outros solavancos sempre permanecendo no plano Agressivo, ora para recuperar as fortes perdas, ora por entender que ainda há uma boa perspectiva nas ações no longo prazo. A cada seis meses, em Junho e Dezembro, eu fico no dilema: - Devo sair do plano Agressivo pois os altos e baixos que provavelmente vão continuar ocorrendo nas ações nos próximos anos fazem com que os planos conservadores fiquem mais rentáveis na média? - Devo permanecer no plano Agressivo pois já fiquei por quase 7 anos, passei por todas as crises, e não vou sair agora e perder de vez a chance de ter bons ganhos com ações nos próximos anos. Apesar de estar completando 30 anos de trabalho este ano, eu pretendo trabalhar por mais anos antes de realmente pensar em me aposentar. Gostaria de uma orientação quanto a permanecer ou não no plano agressivo apesar deste meu horizonte de anos. Já pensei diversas vezes em mover para o plano Conservador mas é difícil aproveitar os bons momentos da bolsa e sair na alta podendo mudar de plano apenas em Junho e Dezembro. O que acaba ocorrendo é que perdas na bolsa nos últimos meses do semestre acabam me fazendo ficar por mais 6 meses na esperança de uma recuperação excelente nas ações a seguir. Até quando devo ter esta esperança de recuperação? Para definir seu perfil de investidor, associado ao seu momento de vida, você deve ter em mente os seguintes indícios: se você prefere investir em produtos conservadores, mas pode aplicar uma pequena parte de seus recursos em renda variável. Se você admite correr um pouco mais de risco com o intuito de

21 alcançar uma melhor rentabilidade no longo prazo. Ou ainda, como você lida com os ganhos e perdas que fazem parte de investimentos mais arrojados. A combinação entre risco, retorno e liquidez e o peso que damos a cada um desses elementos pode compor o portfólio mais adequado aos seus objetivos. Mesmo o HSBC sendo responsável apenas pela gestão da parcela de renda fixa de seu plano de previdência gostaríamos de compartilhar com você nossa visão para o mercado acionário. Dessa maneira, podemos ajudá-lo a definir qual a melhor estratégia para seus investimentos no curto prazo. O cenário global continua sendo caracterizado pela expectativa de manutenção dos juros dos países desenvolvidos em patamares extremamente expansionistas por um período prolongado. Isso foi reforçado por discursos do Fed (banco central americano) e pela permanência dos Treasuries americanos em níveis baixos, assim como pela percepção de que aumentou a possibilidade de medidas de expansão monetária na zona do Euro em função da desaceleração nos números de inflação. No contexto doméstico, a agência de risco S&P rebaixou a nota de crédito do Brasil de BBB para BBB-. No entanto, a possibilidade de rebaixamento já vinha sendo discutida há alguns meses e, consequentemente, já estava refletida no preço dos ativos. Isso possibilitou que a Bolsa local acompanhasse o movimento mais positivo das Bolsas de mercados emergentes. Apesar de o cenário global dar suporte para ativos de risco, o cenário doméstico segue desafiador, com inflação pressionada, alta de juros e números de crescimento fracos. Além disso, as eleições e o risco de racionamento energético podem trazer volatilidade ao longo do ano. Diante disso, permanecemos com visão cautelosa para a Bolsa local. Não é possível prever o que vai ocorrer no futuro. Estamos há 4 anos de bolsa performando abaixo do esperado, o que consideramos um período longo. Você deve olhar seu horizonte de investimento, sua

22 distância até a aposentadoria, seu grau de aversão ao risco, para definir uma mudança de perfil. A recomendação é de que quanto mais próximo da aposentadoria menos risco deve-se tomar. Participante: Rafael Siqueira Boa tarde Em que circunstância posso resgatar o meu saldo? Mediante o rompimento do vínculo empregatício. Participante: Marina Demilio Olá boa tarde 1) Completo 55 anos no dia 19/01/2015, seria melhor mudar o meu perfil? 2) Se sim, para qual? Por quê? 3) Pretendo solicitar a minha aposentadoria HP Prev a partir de Fevereiro/15 4) Vocês teriam uma ideia do percentual do salário atual sobre a previdência mensal quando me aposentar? Na medida em que se aproxima da data da aposentadoria recomenda-se ser mais prudente com os investimentos da aposentadoria. Optar por um perfil com menos risco é o recomendado. O valor do benefício mensal dependerá da sua opção pelo prazo de recebimento. Quando maior o prazo menor o beneficio e vice-versa. Para obter o valor aproximado do primeiro benefício divida seu saldo de conta total pelo número de meses que pretende receber o benefício.

23 Participante: Marcia Ciszewski Boa noite, Sou participante auto patrocinado do plano há dois anos e tenho duas perguntas: 1) Se eu optar pelo resgate terei direito ao Saldo de Conta Total? Optei pelo regime Progressivo, qual será o desconto de IR? 2) Caso eu opte pela portabilidade não haverá desconto de IR? Após a entrega do Termo, em quanto tempo será feita a transferência do saldo? Não há rentabilidade nesse período? Obrigada 1) Em caso de Resgate, no Regime Progressivo são retidos 15% a título de antecipação e passível de ajuste na declaração anual; 2) Não há retenção de IRRF na Portabilidade e durante o período entre a requisição e a efetivação da transferência, o saldo continua a ser rentabilizado.

24 Participante: Joni Storck Bom dia. Sou funcionário da HP, nasci em 10/09/1964 (49 anos). Minha primeira assinatura na Carteira de Trabalho foi em 19/08/1980 e até hoje nunca tive interrupção maior que 5 dias no prazo de contribuição ao FGTS conforme abaixo. 19/08/1980 à 16/06/1982 Máquinas Condor SA 01/07/1982 à 30/07/1982 Prodular Com & Representações Ltda 04/08/1982 à 31/08/1983 Pitney Bowes Maquinas Ltda 04/01/1984 à 04/04/1986 Edisa Eletronica Digital SA 08/04/1986 à 04/10/1988 Sisco Sistemas e Computadores SA 11/10/1988 até hoje - Edisa Eletronica Digital SA que em 1996 trocou a Razão Social para Hewlett Packard Brasil Ltda Veja que nos 4 meses, entre 31/08/1983 à 04/01/1984 devo ter trabalhado como estagiário, pois não tenho este período registrado na Carteira de Trabalho, mas sei que nunca fiquei sem trabalhar na empresa. Minha dúvida é sobre a melhor idade para entrar com pedido de aposentadoria, pois minha advogada da área trabalhista informou que eu já poderia dar entrada com o pedido. Porém, falando com algumas pessoas da HP, a informação foi de que seria melhor completar 55 anos de idade antes devido ao HP-Prev. Meu intuito é aposentar na melhor faixa possível e continuar exercendo minha função na HP Brasil. Também tenho dúvidas de qual é o valor que tenho a receber do HP-Prev se sacando integral ou com os saques mensais. A aposentadoria pela HP Prev independe da Previdência Social, mas exige o rompimento do vínculo empregatício com a empresa patrocinadora (HP Brasil). As formas de recebimento são a vista ou em renda mensal em quotas.

25 Participante: Rafael Rost Boa tarde! Recentemente encaminhei a documentação para minha contadora fazer a declaração do meu imposto de renda. Com a declaração ocorreu tudo bem, porém ela me enviou a seguinte recomendação: Queria te orientar sobre a tua previdência, o melhor para ti é um VGBL, pois tu fazes a declaração pelo simplificado. E a tua previdência é PGBL. Não é um bom negócio. Tenho como solicitar alteração do meu plano HP Prev? Não. O Plano da HP Prev não é alterável, mas também não é de modalidade PGBL ou VGBL, mas assemelha-se ao PGBL tributariamente. Desta forma, sua contadora está correta em lhe indicar um plano VGBL caso esteja fazendo a declaração pelo modelo simplificado, porém, o que ela não sabe é que sua previdência HP Prev, você não possui taxas administrativas como no banco, e também possui 100% de contrapartida da empresa, o que faz a HP Prev muito melhor que um VGBL.

26 Participante: Christiano Keller Olá, Tenho o plano agressivo. Minhas perguntas são: O fundo opera para manter alguma composição de ações específicas? Se o fundo tenta seguir a composição do IBOV, como fica a operação do fundo durante o mês? Pergunto isto pois a foto de composição do mês ocorre apenas no final do mês, mas durante o mês não aparece o que ocorre. Das transações realizadas pelo fundo, qual a mais rentável? O fundo opera com opções de compra e venda no curto prazo? Qual a frequência de transações de compra e venda? Pode compartilhar o volume de transações por dia? Qual a motivação que o fundo tem para gerar valor para nós? Como funciona o mecanismo de come cotas? Como o HSBC ganha dinheiro do fundo? O HSBC é responsável apenas pela gestão da parcela de renda fixa de seu plano de previdência. A carteira de ações busca superar o IBRX-100. O gestor contratado pelo fundo tem um mandato com limite de risco estabelecido e a missão de gerar valor acima do índice dentro desse limite de risco. Ele é responsável pela definição de compras e vendas e cabe a Diretoria da HP Prev monitorar essa gestão por meio de relatórios e reuniões periódicas, podendo o gestor perder o mandato em caso de descumprimento da meta. O HP Prev existe para gerar valor aos seus participantes. É uma entidade sem fins lucrativos e todo o rendimento dos investimentos é revertido aos participantes. A remuneração do gestor é estabelecida em contrato e consiste em uma taxa de gestão na forma de percentual sobre o patrimônio gerido.

Perfis de Investimento

Perfis de Investimento Perfis de Investimento Manual Perfis de Investimento Manual Perfis de Investimento Índice Objetivo... 3 Introdução... 3 Falando sobre sua escolha e seu plano... 3 Perfis de Investimento... 5 Principais

Leia mais

INVESTIMENTOS CONSERVADORES

INVESTIMENTOS CONSERVADORES OS 4 INVESTIMENTOS CONSERVADORES QUE RENDEM MAIS QUE A POUPANÇA 2 Edição Olá, Investidor. Esse projeto foi criado por Bruno Lacerda e Rafael Cabral para te ajudar a alcançar mais rapidamente seus objetivos

Leia mais

Como investir em 2012 Entenda como funciona cada produto financeiro : O Globo 2/fev/2012

Como investir em 2012 Entenda como funciona cada produto financeiro : O Globo 2/fev/2012 Como investir em 2012 Entenda como funciona cada produto financeiro : O Globo 2/fev/2012 Analistas indicam quais cuidados tomar no mercado financeiro em 2012 e quais investimentos oferecem menor probabilidade

Leia mais

Plano de Contribuição Definida

Plano de Contribuição Definida Plano de Contribuição Definida Gerdau Previdência CONHEÇA A PREVIDÊNCIA REGIME DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Oferecido pelo setor privado, com adesão facultativa, tem a finalidade de proporcionar uma proteção

Leia mais

Material Explicativo

Material Explicativo Material Explicativo Material Explicativo Índice Introdução 4 Sobre o Plano Previplan 5 Adesão 5 Benefícios do Plano 6 Entenda o Plano 7 Rentabilidade 8 Veja como funciona a Tributação 9 O que acontece

Leia mais

Perfis de Investimento. GEBSA Prev

Perfis de Investimento. GEBSA Prev Perfis de Investimento GEBSA Prev 2 GEBSA-PREV INTRODUÇÃO Esta cartilha reúne as principais informações relacionadas aos Perfis de Investimento da GEBSA PREV e vai lhe ajudar a identificar alguns aspectos

Leia mais

Jonatam Cesar Gebing. Tesouro Direto. Passo a passo do Investimento. Versão 1.0

Jonatam Cesar Gebing. Tesouro Direto. Passo a passo do Investimento. Versão 1.0 Jonatam Cesar Gebing Tesouro Direto Passo a passo do Investimento Versão 1.0 Índice Índice 2 Sobre o autor 3 O Tesouro Direto 4 1.1 O que é? 4 1.2 O que são Títulos Públicos? 5 1.3 O que é o grau de investimento?

Leia mais

Semana Nacional de Educação Financeira Tema. Opções de investimentos em um cenário de juros em elevação

Semana Nacional de Educação Financeira Tema. Opções de investimentos em um cenário de juros em elevação Tema Opções de investimentos em um cenário de juros em elevação Apresentação JOCELI DA SILVA SILVA Analista Administrativo/Gestão Pública Lotado na Assessoria de Coordenação 3ª CCR Especialização UNB Clube

Leia mais

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR O FUTURO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL O déficit da previdência social coloca em risco o direito à aposentadoria Fatores que agravam a situação: Queda da taxa de natalidade Aumento da

Leia mais

Manual Explicativo. Beleza é viver o futuro que você sempre sonhou. Boticário Prev

Manual Explicativo. Beleza é viver o futuro que você sempre sonhou. Boticário Prev Manual Explicativo Beleza é viver o futuro que você sempre sonhou. Boticário Prev 1. MANUAL EXPLICATIVO... 4 2. A APOSENTADORIA E VOCÊ... 4 3. PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR: O que é isso?... 4 4. BOTICÁRIO

Leia mais

MATERIAL. EXPlICatIvo. Plano BAYER CD

MATERIAL. EXPlICatIvo. Plano BAYER CD MATERIAL EXPlICatIvo Plano BAYER CD 1 Prezado Colaborador! você, que está sendo admitido agora ou ainda não aderiu ao Plano de Previdência oferecido pelo Grupo Bayer, tem a oportunidade de conhecer, nas

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante Fenacor Prev

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante Fenacor Prev Plano de Previdência Complementar Manual do Participante Fenacor Prev 1 Índice Introdução...3 O Programa de Previdência Fenacor Prev...3 Contribuições...4 Investimentos...5 Benefício Fiscal...5 Benefícios

Leia mais

Material Explicativo Plano de Benefícios Avon 2015

Material Explicativo Plano de Benefícios Avon 2015 Material Explicativo Plano de Benefícios Avon 2015 Material Explicativo ÍNDICE 1. Mensagem importante pra você... 4 2. Que tal planejar sua aposentadoria?... 5 3. Estamos juntos!... 6 4. Saiba quem pode

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante FenacorPrev

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante FenacorPrev Plano de Previdência Complementar Manual do Participante FenacorPrev Índice Introdução... 3 O Programa de Previdência FenacorPrev... 3 Contribuições... 4 Investimentos... 5 Benefício Fiscal... 6 Benefícios

Leia mais

PROGRAMA DE PREVIDÊNCIA UVERGS PREVI

PROGRAMA DE PREVIDÊNCIA UVERGS PREVI PROGRAMA DE PREVIDÊNCIA UVERGS PREVI UVERGS PREVI A União dos Vereadores do Estado do Rio Grande do Sul visa sempre cuidar do futuro de seus associados Por conta disso, está lançando um Programa de Benefícios

Leia mais

Escolha o seu e comece a construir o futuro que você quer ter

Escolha o seu e comece a construir o futuro que você quer ter Escolha o seu e comece a construir o futuro que você quer ter Valia Fix, Valia Mix 20, Valia Mix 35 e Valia Ativo Mix 40 Quatro perfis de investimento. Um futuro cheio de escolhas. Para que seu plano de

Leia mais

Manual Perfis de Investimentos

Manual Perfis de Investimentos Manual Perfis de Investimentos 2015 Manual de Perfis de Investimentos Índice Perfi s de Investimentos Avonprev... 4 Por que existem os Perfi s de Investimentos... 5 O que são Perfi s de Investimentos...

Leia mais

O futuro em suas mãos Material Explicativo do Plano de Benefícios II

O futuro em suas mãos Material Explicativo do Plano de Benefícios II ReckittPrev Reckitt Benckiser Sociedade Previdenciária O futuro em suas mãos Material Explicativo do Plano de Benefícios II Material Explicativo do Plano de Benefícios II Sumário Carta da diretoria O futuro

Leia mais

As mudanças mais importantes no Bradesco Previdência

As mudanças mais importantes no Bradesco Previdência As mudanças mais importantes no Bradesco Previdência No dia 21 de julho, o RH do Banco Bradesco e diretores do Bradesco Previdência expuseram, a cerca de 50 dirigentes sindicais, as mudanças no plano de

Leia mais

A seguir demonstraremos os passos a serem seguidos para uma seleção adequada e que atenda as expectativas dos investidores:

A seguir demonstraremos os passos a serem seguidos para uma seleção adequada e que atenda as expectativas dos investidores: Como escolher um Fundo de Investimento (Suitability) Tão importante quanto conhecer os Fundos de Investimento oferecidos é conhecer o seu perfil de investimento. Feito isso, você poderá selecionar corretamente

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV Material Explicativo Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV 2 GEBSA-PREV O PLANO GEBSA-PREV VAI AJUDAR VOCÊ A CONSTRUIR SEU FUTURO! Preocupada com a tranquilidade e o bem estar de seus funcionários, a GE oferece

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS - Plano PreVisão -

PERGUNTAS E RESPOSTAS - Plano PreVisão - PERGUNTAS E RESPOSTAS - Plano PreVisão - O que é o plano PreVisão? O plano PreVisão é o novo plano de benefícios administrado pela Visão Prev, resultado de estudos realizados no intuito de buscar uma solução

Leia mais

PLANO SUPLEMENTAR. Material Explicativo Plano Suplementar 1

PLANO SUPLEMENTAR. Material Explicativo Plano Suplementar 1 PLANO SUPLEMENTAR Material Explicativo 1 Introdução A CitiPrevi oferece planos para o seu futuro! Recursos da Patrocinadora Plano Principal Benefício Definido Renda Vitalícia Programa Previdenciário CitiPrevi

Leia mais

Olhando para o Futuro: como preparar sua aposentadoria

Olhando para o Futuro: como preparar sua aposentadoria Olhando para o Futuro: como preparar sua aposentadoria Olhando para o Futuro: como preparar sua aposentadoria Prof. William Eid Junior Professor Titular Coordenador do GV CEF Centro de Estudos em Finanças

Leia mais

Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar.

Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar. FUNDO REFERENCIADO DI Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar. Para tal, investem no mínimo 80% em títulos públicos federais

Leia mais

Fundos de Investimento

Fundos de Investimento Gestão Financeira Prof. Marcelo Cruz Fundos de Investimento 3 Uma modalide de aplicação financeira Decisão de Investimento 1 Vídeo: CVM Um fundo de investimento é um condomínio que reúne recursos de um

Leia mais

guia prático volume I finanças

guia prático volume I finanças guia prático volume I finanças Manter-se bem informado para gerenciar seu consultório ou clínica da melhor maneira possível é fundamental para o sucesso. Dessa forma, além de obter um resultado final mais

Leia mais

Nosso presente é cuidar do seu futuro

Nosso presente é cuidar do seu futuro Nosso presente é cuidar do seu futuro Quem quer ser um milionário? Investimento Mensal - R$ 1.000,00 R$ 1.200.000,00 Evolução Patrimonial R$ 1.000.000,00 R$ 800.000,00 R$ 600.000,00 R$ 400.000,00 R$ 200.000,00

Leia mais

CARTILHA Previdência. Complementar REGIMES TRIBUTÁRIOS

CARTILHA Previdência. Complementar REGIMES TRIBUTÁRIOS CARTILHA Previdência Complementar REGIMES TRIBUTÁRIOS Índice 1. Os planos de Previdência Complementar e os Regimes Tributários... Pág. 3 2. Tratamento tributário básico... Pág. 4 3. Características próprias

Leia mais

PLANOS DE PREVIDÊNCIA PGBL E VGBL

PLANOS DE PREVIDÊNCIA PGBL E VGBL PLANOS DE PREVIDÊNCIA PGBL E VGBL Goiânia, 03 de Abril de 2014. Á CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DE GOIAS CNPJ: 01.619.022/0001-05 Ref.: Plano de Previdência Complementar Prezado(a) Senhor(a),

Leia mais

Transferência da administração de recursos e alocação de ativos para profissionais especializados;

Transferência da administração de recursos e alocação de ativos para profissionais especializados; Guia de Fundos de Investimento A CMA desenvolveu o Guia de Fundos de Investimento para você que quer se familiarizar com os princípios básicos do mercado financeiro, ou que tem interesse em aprofundar

Leia mais

Estudo sobre Investimentos World One Julho 2014

Estudo sobre Investimentos World One Julho 2014 Introdução, perguntas e respostas que vão te ajudar a conseguir dialogar com clientes que tenham dúvidas sobre os investimentos que estão fazendo, ou alguma outra pessoa que realmente entenda do mercado

Leia mais

Plano PAI. material explicativo

Plano PAI. material explicativo Plano PAI material explicativo Conheça melhor o Plano PAI e veja como o tempo pode ser seu maior aliado Grande parte dos trabalhadores sonha em ter uma aposentadoria estável e aproveitar essa fase para

Leia mais

CARTILHA PLANO CELPOS CD

CARTILHA PLANO CELPOS CD CARTILHA PLANO CELPOS CD ORIGINAL PLUS O QUE É O PLANO CELPOS CD? O Plano Misto I de Benefícios CELPOS CD é um plano de previdência complementar cujo benefício de aposentadoria programada é calculado de

Leia mais

03 Passos para o Seu Dinheiro da Poupança

03 Passos para o Seu Dinheiro da Poupança 03 Passos para o Seu Dinheiro da Poupança Render 5 Vezes Mais por Leandro Sierra Índice Apresentação...03 Introdução... 04 Passo 1...05 Passo 2... 08 Educação Financeira para a Segurança do seu Investimento...

Leia mais

E-book de Fundos de Investimento

E-book de Fundos de Investimento E-book de Fundos de Investimento O QUE SÃO FUNDOS DE INVESTIMENTO? Fundo de investimento é uma aplicação financeira que funciona como se fosse um condomínio, onde as pessoas somam recursos para investir

Leia mais

Versão atualizada em março de 2011

Versão atualizada em março de 2011 Versão atualizada em março de 2011 Apresentação Ativo, rentabilidade, renda fixa, perfil de investimento... Se você tem o hábito de se informar sobre como anda o dinheiro investido no seu plano previdenciário,

Leia mais

Perfil de investimentos

Perfil de investimentos Perfil de investimentos O Fundo de Pensão OABPrev-SP é uma entidade comprometida com a satisfação dos participantes, respeitando seus direitos e sempre buscando soluções que atendam aos seus interesses.

Leia mais

Especialistas ensinam como é possível arcar com as despesas escolares da criança sem causar grandes estragos no orçamento

Especialistas ensinam como é possível arcar com as despesas escolares da criança sem causar grandes estragos no orçamento Veículo: Bebê.com.br Data: 03/02/10 Poupe pelo futuro do seu filho Especialistas ensinam como é possível arcar com as despesas escolares da criança sem causar grandes estragos no orçamento Assim que a

Leia mais

2º Semestre de 2010 2

2º Semestre de 2010 2 1 2 2º Semestre de 2010 O objetivo deste material é abordar os pontos principais do Plano de Benefícios PreviSenac e não substitui o conteúdo do regulamento. 3 4 Índice PreviSenac para um futuro melhor

Leia mais

REALIZAÇÃO: PARCERIA:

REALIZAÇÃO: PARCERIA: REALIZAÇÃO: PARCERIA: Com esta palestra, você descobrirá como a educação financeira pode ajudar você na melhoria de sua qualidade de vida e dicas sobre planejamento financeiro e previdência privada. Somos

Leia mais

EDIÇÃO 06 NOVEMBRO 2014 ANO 2. Uso consciente do crédito: PROPAGUE ESSA IDEIA!

EDIÇÃO 06 NOVEMBRO 2014 ANO 2. Uso consciente do crédito: PROPAGUE ESSA IDEIA! Uso consciente do crédito: PROPAGUE ESSA IDEIA! EDUCAÇÃO FINANCEIRA USO CONSCIENTE DO CRÉDITO: PROPAGUE ESSA IDEIA! Ele está tão integrado ao nosso dia a dia, que alguns consumidores acabam usando o recurso

Leia mais

Curso Preparatório CEA

Curso Preparatório CEA Curso Preparatório Tel: 4004-0435 ramal 4505 Email: contato@ifb.net.br CEA 1ª Edição 13. Matemática Financeira Na prova da ANBIMA, para o CEA, não só é permitido usar calculadora como deve-se utilizar

Leia mais

André Proite. Novembro de 2012

André Proite. Novembro de 2012 Tesouro Direto André Proite Rio de Janeiro, Novembro de 2012 Princípios da Gestão da Dívida Visão Geral do Programa Vantagens do Tesouro Direto Entendendo o que altera o preço Simulador do Tesouro Direto

Leia mais

Plano TELOS Contribuição Variável - I

Plano TELOS Contribuição Variável - I Plano TELOS Contribuição Variável - I A sua empresa QUER INVESTIR NO SEU FUTURO, E VOCÊ? A sua empresa sempre acreditou na importância de oferecer um elenco de benefícios que pudesse proporcionar a seus

Leia mais

Plano de Benefícios Visão Telesp Maio/2011

Plano de Benefícios Visão Telesp Maio/2011 Plano de Benefícios Visão Telesp Maio/2011 Índice Quem Somos Estrutura do plano Importância da Previdência Privada. Quanto antes melhor! As regras do plano Canais Visão Prev 2 Visão Prev Entidade fechada

Leia mais

Banco do Brasil - Cartilha de Fundos de Investimento Fundos de Investimento

Banco do Brasil - Cartilha de Fundos de Investimento Fundos de Investimento Fundos de Investimento O que é?...2 Tipos de Fundos...2 Fundos de curto prazo...2 Fundos renda fixa...2 Fundos referenciados DI...2 Fundos multimercado...3 Fundos de ações...3 Fundos da dívida externa...3

Leia mais

ESCLARECIMENTOS E ORIENTAÇÕES AOS PARTICIPANTES DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA SISTEMA FIEMG

ESCLARECIMENTOS E ORIENTAÇÕES AOS PARTICIPANTES DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA SISTEMA FIEMG ESCLARECIMENTOS E ORIENTAÇÕES AOS PARTICIPANTES DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA SISTEMA FIEMG Imposto de Renda Retido na Fonte incidente sobre o Plano de Contribuição da CASFAM O Governo Federal, através

Leia mais

plano Taesaprev Editada em fevereiro de 2012

plano Taesaprev Editada em fevereiro de 2012 plano Taesaprev Editada em fevereiro de 2012 Apresentação Ativo, rentabilidade, renda fixa, perfil de investimento... Se você tem o hábito de se informar sobre como anda o dinheiro investido no seu plano

Leia mais

Revista EXAME: As 10 armadilhas da Previdência Complementar

Revista EXAME: As 10 armadilhas da Previdência Complementar Revista EXAME: As 10 armadilhas da Previdência Complementar Os fundos de previdência privada, sejam fechados ou abertos, têm características próprias e vantagens tributárias em relação aos investimentos

Leia mais

RENDA FIXA? Fuja do seu banco!

RENDA FIXA? Fuja do seu banco! RENDA FIXA? Fuja do seu banco! Janeiro 2014 COMO FUNCIONA A RENDA FIXA? COMO INVESTIR EM RENDA FIXA! COMO FUNCIONA A RENDA FIXA? Renda Fixa = Emprestar Dinheiro Tipos de Investimentos em Renda Fixa: CDB

Leia mais

COMO FUNCIONA A PREV PEPSICO CONTRIBUIÇÕES ALOCAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES OPÇÕES EM CASO DE DESLIGAMENTO BENEFÍCIOS CÁLCULO E PAGAMENTO DOS BENEFÍCIOS

COMO FUNCIONA A PREV PEPSICO CONTRIBUIÇÕES ALOCAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES OPÇÕES EM CASO DE DESLIGAMENTO BENEFÍCIOS CÁLCULO E PAGAMENTO DOS BENEFÍCIOS Material Explicativo Sumário 2 COMO FUNCIONA A PREV PEPSICO 3 CONTRIBUIÇÕES 8 ALOCAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES 9 OPÇÕES EM CASO DE DESLIGAMENTO 11 BENEFÍCIOS 13 CÁLCULO E PAGAMENTO DOS BENEFÍCIOS 18 TRIBUTAÇÃO

Leia mais

Estrutura do Plano de Benefícios Agilent

Estrutura do Plano de Benefícios Agilent Plano de Benefícios Agilent 1 Objetivo da HP Prev Proporcionar aos seus participantes a oportunidade de contribuir para a HP Prev e, juntamente com as contribuições da patrocinadora, formar uma renda mensal

Leia mais

Renda fixa e Tesouro Direto

Renda fixa e Tesouro Direto Renda fixa e Tesouro Direto Classificação de investimentos Collor CDB Renda fixa Caderneta de poupança Fundos DI Imóveis Renda variável Ações Liquidez Liquidez Liquidez Segurança Segurança Segurança Rentabilidade

Leia mais

Cartilha dos Perfis de Investimento

Cartilha dos Perfis de Investimento Cartilha dos Perfis de Investimento 2 Cartilha Perfis de Ivestimentos Previ Novartis Cartilha Perfis de Ivestimentos Previ Novartis 3 Índice Pág. 4 Pág. 6 Pág. 10 Pág. 16 Pág. 22 Pág. 26 Introdução Investimentos

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens Material Explicativo Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens Sumário Plano CD - Tranqüilidade no futuro 3 Conheça a previdência 4 A entidade Previ-Siemens 6 Como funciona o Plano CD da Previ-Siemens?

Leia mais

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA!

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! Prezado participante, 2 Brasil Foods Sociedade de Previdência Privada Cartilha Plano III Um dos grandes objetivos da política de recursos humanos de

Leia mais

Cartilha. Perfis de Investimento. FUNDAÇÃO previdenciária IBM

Cartilha. Perfis de Investimento. FUNDAÇÃO previdenciária IBM Cartilha Perfis de Investimento FUNDAÇÃO previdenciária IBM 2015 Índice A escolha do seu Perfil de Investimento...4 O que é um Perfil de investimento?...5 Opções de Investimento...6 Perfis de Investimento

Leia mais

Conhecimentos Bancários. Item 2.3.5- Previdência Privada 2ª parte

Conhecimentos Bancários. Item 2.3.5- Previdência Privada 2ª parte Conhecimentos Bancários Item 2.3.5- Previdência Privada 2ª parte PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA FECHADA PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR ABERTA PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR ABERTA São planos previdenciários que permitem

Leia mais

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR O futuro que você faz agora FUNPRESP-JUD Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Judiciário 2 Funpresp-Jud seja bem-vindo(a)! A Funpresp-Jud ajudará

Leia mais

Previdência Complementar

Previdência Complementar Cartilha Previdência Complementar Guia Fácil de Tributação TRATAMENTO TRIBUTÁRIO BÁSICO A primeira informação que deve ser observada na escolha de um plano de previdência que tenha como propósito a acumulação

Leia mais

Objetivos das Famílias e os Fundos de Investimento

Objetivos das Famílias e os Fundos de Investimento Objetivos das Famílias e os Fundos de Investimento Objetivos das Famílias e os Fundos de Investimento Prof. William Eid Junior Professor Titular Coordenador do GV CEF Centro de Estudos em Finanças Escola

Leia mais

Um novo plano, com muito mais futuro. Plano 5x4. dos Funcionários

Um novo plano, com muito mais futuro. Plano 5x4. dos Funcionários Um novo plano, com muito mais futuro Plano 5x4 dos Funcionários Sumário 03 Um novo plano, com muito mais futuro: 5x4 04 Comparativo entre o plano 4 x 4 e 5 x 4 08 Regras de resgate 10 Como será o amanhã?

Leia mais

Alterações na Poupança

Alterações na Poupança PRODUTOS E SERVIÇOS FINANCEIROS INVESTIMENTOS POUPANÇA A conta de poupança foi criada para estimular a economia popular e permite a aplicação de pequenos valores que passam a gerar rendimentos mensalmente.

Leia mais

Fique atento! Chegou a hora de declarar o. Especial. Não descuide do prazo de entrega e confira como declarar seus planos de previdência.

Fique atento! Chegou a hora de declarar o. Especial. Não descuide do prazo de entrega e confira como declarar seus planos de previdência. Especial IRPF 2011 Boletim Informativo dirigido a participantes de planos de previdência da Bradesco Vida e Previdência - Março de 2011 Chegou a hora de declarar o IRPF2011 Fique atento! Não descuide do

Leia mais

CARTILHA PERFIS DE INVESTIMENTO VALIA FAÇA A SUA ESCOLHA. VALIA FIX VALIA MIX 20 VALIA MIX 35

CARTILHA PERFIS DE INVESTIMENTO VALIA FAÇA A SUA ESCOLHA. VALIA FIX VALIA MIX 20 VALIA MIX 35 CARTILHA PERFIS DE INVESTIMENTO VALIA VALIA FIX VALIA MIX 20 VALIA MIX 35 O melhor perfi l de investimento é o que mais se parece com você. FAÇA A SUA ESCOLHA. A Valia está disponibilizando três perfis

Leia mais

PRAZOS E RISCOS DE INVESTIMENTO. Proibida a reprodução.

PRAZOS E RISCOS DE INVESTIMENTO. Proibida a reprodução. Proibida a reprodução. A Planner oferece uma linha completa de produtos financeiros e nossa equipe de profissionais está preparada para explicar tudo o que você precisa saber para tomar suas decisões com

Leia mais

Cartilha Previdência Sem Mistério

Cartilha Previdência Sem Mistério Cartilha Previdência Sem Mistério Seja bem-vindo! Interessado em saber tudo sobre Previdência Privada? Em nossa cartilha você encontra: Os principais conceitos desse produto Explicação dos termos que ninguém

Leia mais

Manual de perguntas e respostas Previdência Privada Zurich Seven IT

Manual de perguntas e respostas Previdência Privada Zurich Seven IT Manual de perguntas e respostas Previdência Privada Zurich Seven IT 1º. Quais são os fundos de investimentos na Previdência Privada Zurich? Você pode escolher Renda Fixa para investidores mais conservadores

Leia mais

ONDE INVESTIR SEU DINHEIRO. O Guia Absolutamente Completo

ONDE INVESTIR SEU DINHEIRO. O Guia Absolutamente Completo ONDE INVESTIR SEU DINHEIRO O Guia Absolutamente Completo Onde Investir Seu Dinheiro O Guia Absolutamente Completo Geralmente não costumo sugerir carteiras de investimento por dois motivos: (1) Não gosto

Leia mais

RAÏSSA LUMACK, Vice-Presidente de RH da Coca-Cola Brasil.

RAÏSSA LUMACK, Vice-Presidente de RH da Coca-Cola Brasil. 1 RAÏSSA LUMACK, Vice-Presidente de RH da Coca-Cola Brasil. O Informativo Previcoke (Fundo de Pensão da Coca-Cola Brasil) é feito para quem já pensa no amanhã e para quem quer começar a pensar. Aqui, você

Leia mais

SOBRE O AUTOR. Leonardo Rocha é formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

SOBRE O AUTOR. Leonardo Rocha é formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). SOBRE O AUTOR Leonardo Rocha é formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Iniciou seu aprendizado em 2007, quando começou a estudar sobre o mercado financeiro.

Leia mais

Investtop www.investtop.com.br

Investtop www.investtop.com.br 1 Conteúdo Introdução... 4 CDB... 6 O que é CDB?...6 Liquidez...6 Tributação...6 Riscos...7 Dicas...7 Vantagens...7 Letra de Crédito do Imobiliário (LCI)... 9 O que é LCI?...9 Liquidez...9 Tributação...9

Leia mais

PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE TESOURO DIRETO 4ª EDIÇÃO

PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE TESOURO DIRETO 4ª EDIÇÃO AS 10 PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE TESOURO DIRETO 4ª EDIÇÃO Olá, Investidor. Esse projeto foi criado por Bruno Lacerda e Rafael Cabral para te ajudar a alcançar mais rapidamente seus objetivos financeiros.

Leia mais

ONDE ESTAMOS? Mais de 40 mil clientes. 110 escritórios pelas principais cidades do Brasil. Mais de 600 Agentes Autônomos de Investimentos.

ONDE ESTAMOS? Mais de 40 mil clientes. 110 escritórios pelas principais cidades do Brasil. Mais de 600 Agentes Autônomos de Investimentos. ONDE ESTAMOS? Mais de 40 mil clientes. 110 escritórios pelas principais cidades do Brasil. Mais de 600 Agentes Autônomos de Investimentos. RENDA FIXA? Fuja do seu banco! Novembro 2013 COMO FUNCIONA A RENDA

Leia mais

Curso Preparatório CPA20

Curso Preparatório CPA20 Página 1 de 8 Você acessou como Flávio Pereira Lemos - (Sair) Curso Preparatório CPA20 Início Ambiente ) CPA20_130111_1_1 ) Questionários ) Passo 2: Simulado Módulo IV ) Revisão da tentativa 3 Iniciado

Leia mais

Tesouro Direto. Segurança, Rentabilidade, Praticidade, Diversidade e Baixo Risco!

Tesouro Direto. Segurança, Rentabilidade, Praticidade, Diversidade e Baixo Risco! Tesouro Direto Segurança, Rentabilidade, Praticidade, Diversidade e Baixo Risco! Escolha a melhor instituição para você Ela ajuda em cada etapa antes de seu primeiro investimento e está sempre ao seu lado,

Leia mais

Lorem ipsum dolor sit amet

Lorem ipsum dolor sit amet Lorem ipsum dolor sit amet Lorem ipsum dolor sit amet Consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim ad minim veniam.

Leia mais

Perfis de Investimento PrevMais

Perfis de Investimento PrevMais Cartilha Perfis de Investimento PrevMais [1] Objetivo Geral O regulamento do PREVMAIS prevê exclusivamente para o Benefício de Renda Programada a possibilidade de os participantes optarem por perfis de

Leia mais

Ministério da Fazenda

Ministério da Fazenda Ministério da Fazenda Belo Horizonte, outubro de 2006 Visão Geral do Programa Vantagens do Tesouro Direto Entendendo o que altera o preço Calculadora do Tesouro Direto O que é Tesouro Direto? Em 07 de

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil. FUNDAÇÃO previdenciária IBM

Material Explicativo. Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil. FUNDAÇÃO previdenciária IBM Material Explicativo Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil FUNDAÇÃO previdenciária IBM 2 Material Explicativo Fundação Previdenciária IBM A DIREÇÃO DO SEU FUTURO Lembre-se! O objetivo

Leia mais

Um futuro sossegado para curtir

Um futuro sossegado para curtir PREVIDÊNCIA Aposentadoria privada: como, quanto, quando, onde e por que aplicar PLANEJAR A APOSENTADORIA É GARANTIR UMA QUALIDADE DE VIDA FUTURA, MAS É IMPORTANTE INVESTIR NUM PLANO QUE SE ADEQUE AO ESTILO

Leia mais

Como investir no Tesouro Direto Compra e venda de títulos públicos pode ser feita online, pelo próprio investidor

Como investir no Tesouro Direto Compra e venda de títulos públicos pode ser feita online, pelo próprio investidor UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO, ATUÁRIA E CONTABILIDADE DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO Análise de Investimentos Prof. Isidro LEITURA COMPLEMENTAR # 19 Como investir no

Leia mais

Guia de Declaração de IR 2014- Investimentos

Guia de Declaração de IR 2014- Investimentos Guia de Declaração de IR 2014- Investimentos BRASIL Guia de Declaração IR 2014- Investimentos O dia 30/04/2014 é último dia para entrega da declaração anual do Imposto de Renda 2014 e com o objetivo de

Leia mais

CARTILHA PREVMAIS Conforme aprovação publicada no Diário Oficial da União de 07/07/2006.

CARTILHA PREVMAIS Conforme aprovação publicada no Diário Oficial da União de 07/07/2006. NOVA CARTILHA 1 CARTILHA PREVMAIS Conforme aprovação publicada no Diário Oficial da União de 07/07/2006. Sumário ADESÃO AO PREVMAIS 1. Por que aderir ao PrevMais?...4 2. Quem pode aderir ao PrevMais?...4

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Benefícios HP

Material Explicativo. Plano de Benefícios HP Material Explicativo Plano de Benefícios HP Janeiro - 2015 1 As informações deste material visam cumprir a legislação aplicável e dar aos participantes uma idéia geral e resumida das alterações promovidas

Leia mais

Guia de Declaração IR 2014. Investimentos. Março de 2014. Brasil

Guia de Declaração IR 2014. Investimentos. Março de 2014. Brasil Guia de Declaração IR 2014 Investimentos Março de 2014 Brasil Guia de Declaração IR 2014 - Investimentos O prazo de entrega da declaração anual do Imposto de Renda 2014 tem início no dia 6 de março e o

Leia mais

Sumário. A função do Resumo Explicativo 3. Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4. Contribuições do Participante 6. Contribuições da Patrocinadora 7

Sumário. A função do Resumo Explicativo 3. Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4. Contribuições do Participante 6. Contribuições da Patrocinadora 7 Sumário A função do 3 Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4 Contribuições do Participante 6 Contribuições da Patrocinadora 7 Controle de Contas 8 Investimento dos Recursos 9 Benefícios 10 Em caso de

Leia mais

RISCOS DE INVESTIMENTO. Proibida a reprodução.

RISCOS DE INVESTIMENTO. Proibida a reprodução. Proibida a reprodução. A Planner oferece uma linha completa de produtos financeiros e nossa equipe de profissionais está preparada para explicar tudo o que você precisa saber para tomar suas decisões com

Leia mais

PREVIDÊNCIA RIO BRAVO

PREVIDÊNCIA RIO BRAVO PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR RIO BRAVO Recomendações ao investidor: As informações contidas neste material são de caráter exclusivamente informativo. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador

Leia mais

Em complemento às normas

Em complemento às normas A Nova Sistemática de Tributação dos Planos de Previdência Privada Luca Priolli Salvoni e Mário Shingaki Consultores Tributários do Levy & Salomão Advogados Em complemento às normas editadas no final do

Leia mais

Com tendência de alta do juro, renda fixa volta a brilhar nas carteiras

Com tendência de alta do juro, renda fixa volta a brilhar nas carteiras Veículo: Estadão Data: 26.11.13 Com tendência de alta do juro, renda fixa volta a brilhar nas carteiras Veja qual produto é mais adequado ao seu bolso: até R$ 10 mil, de R$ 10 mil a R$ 100 mil e acima

Leia mais

Tesouro Direto. Florianópolis. Renato Andrade

Tesouro Direto. Florianópolis. Renato Andrade Tesouro Direto Florianópolis Renato Andrade Visão Geral Vantagens Comprando Tributação e Vendendo Títulos Comprando e Vendendo Títulos Entendendo o que altera o preço Simulador do Tesouro Direto Perfil

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS - Plano PreVisão -

PERGUNTAS E RESPOSTAS - Plano PreVisão - PERGUNTAS E RESPOSTAS - Plano PreVisão - O que é o plano PreVisão? O plano PreVisão é o novo plano de benefícios administrado pela Visão Prev, resultado de estudos realizados no intuito de buscar uma solução

Leia mais

NOSSA HISTÓRIA UM INVESTIMENTOS S/A

NOSSA HISTÓRIA UM INVESTIMENTOS S/A NOSSA HISTÓRIA A UM INVESTIMENTOS S/A Corretora de Títulos e Valores Mobiliários é uma instituição financeira independente e atua no mercado financeiro há 40 anos. Em 2008 iniciou um processo de reestruturação,

Leia mais

12. Como é o caso de pensão por morte de quem ainda está contribuindo para a previdência?

12. Como é o caso de pensão por morte de quem ainda está contribuindo para a previdência? Tel: 0800 941 7738 1 Educação Financeira Esta Cartilha tem como abjetivo mostrar a importância da educação financeira e previdenciária aos advogados participantes da OABPrev-RJ para que possam organizar

Leia mais

IRPF IR2013. Chegou a hora de declarar o. Especial

IRPF IR2013. Chegou a hora de declarar o. Especial Boletim Informativo dirigido a participantes de planos de previdência da Bradesco Vida e Previdência Março de 2013 Especial IRPF 2013 Chegou a hora de declarar o IR2013 >> Fique por dentro >> Onde informar

Leia mais