Neurologia & Alcoolismo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Neurologia & Alcoolismo"

Transcrição

1 Neurologia & Alcoolismo Prof. Francisco Gondim Caso Clínico Queixa principal: Embriaguez JPX, sexo masculino,, 50 anos, procedente de Palmácia cia, é trazido para emergência do IJF após ser achado em casa desacordado, com a boca espumando. Familiares informam que ao lado do paciente foi achada uma garrafa vazia de aguardente Conteúdo de álcool de uma bebida (ABV): % ABV x 0.78 = g alcool/100 ml Beverage Type Beers/lagers/stouts/ciders Alcopops Wines Fortified Wines Spirits Liqueurs light (gin, vodka, white rum) dark (whisky, brandy, dark rum) Table 1: Alcohol Concentrations in Various Beverages Alcohol by Volume Alcohol Content (%) ABV (g/100ml) alcohol-free low alcohol standard strength premium srength super strength sherry, vermouth, cinzano <

2 Faixas de risco: Homens: <21 (baixo) unidades/semana, entre (médio), >50 (alto) Mulheres: <14 unidades/semana (baixo), entre (médio), >35 (alto) Unidade de álcool: quantidade em 284 ml de cerveja, uma taça de vinho (125 ml) = 10 ml ou 8 g de álcool absoluto Nível de consumo de álcool em uma população adulta, Grã-Bretanha, 1998 Consumo de álcool e risco relativo de morte 2

3 Farmacologia & metabolismo do álcool: 9% dos americanos com idade > 18a Absorção pelo estômago (25%) & intestinal (75%) Detecção sanguínea nea após 5 min, máximo min Mulheres atingem maiores níveis rapidamente (33%) e apresentam maior susceptibilidade a toxicidade Metabolismo oxidativo 80-90% (desidrogenase( alcoólica lica) Formação de acetaldeído do rubor na metabolização Efeito depressivo sobre o SNC (via GABA & receptor associado) 3

4 Fenótipo neurológico & nível sanguíneo neo de álcool (Miles): 30 mg/dl: euforia 50 mg/dl: incoordenação leve 100 mg/dl: ataxia (limiar( de legal de intoxicação nos EUA) 200 mg/dl: confusão 300 mg/dl: estupor 400 mg/dl: anestesia profunda, potencialmente fatal Eliminação de g / hora Obs: Em indivíduos duos sem o hábito de ingerir álcool Mecanismos de tolerância ao álcool: Não ocorre devido a aumento de metabolismo Aumento da adaptação neuronal Blood alcohol concentration (BAC) after the rapid consumption of different amounts of alcohol by eight adult fasting male subjects.* (Adapted from Wilkinson et al., Journal of Pharmacokinetics and Biopharmaceutics 5(3): , 1977.) 4

5 Doenças relacionados com o abuso de álcool: 1. Intoxicação alcoólica lica: embriaguez,, coma, excitação, desmaios 2. Síndrome de abstinência ncia: tremores, alucinose, convulsões es, delirium tremens 3. Distúrbios nutricionais: síndrome de Wernicke, Korsakoff, polineuropatia, neuropatia óptica, pelagra 4. Distúrbios de patogênese incerta: Degeneração cerebelar,, d. de Marchiafava-Bignami Bignami, mielinólise lise pontina central, cardiomiopatia & miopatia alcoólica lica, demência alcoólica lica, atrofia cerebral 5. Síndrome fetal alcoólica lica 6. Coma & estupor hepático tico, degeneração hepato- cerebral crônica O chefe de equipe constata ao exame: PA: 150x100 FC: 120 FR: 30 Após constatar coma e intenso odor de álcool,, o neurologista é chamado. Ao exame neurológico observa-se: se: Coma: ausência de abertura ocular espontânea nea ou após estimulação dolorosa; rotação interna dos braços & extensão forçada dos membros inferiores; ausência de verbalização Pergunta 1: O sistema nervoso pode estar acometido? Pergunta 2: O que fazer? ACLS 5

6 Pergunta 3: Onde o sistema nervoso pode estar acometido? Diagnóst stico Diferencial (etiológico): - Intoxicação alcoólica lica - Hematoma subdural/epidural - Hemorragia subaracnóide - AVC hemorrágico - AVC isquêmico (dissecção de vasos pós traumática tica) - Estado pós-convulsivo Intoxicação alcoólica lica: Após hidratação inicial,, o paciente é levado para fazer tomografia computadorizada 1. Intoxicação idiossincrática alcoólica lica: agitação & violência terminados com sono profundo 2. Blackouts : perda de memória mesmo s/ alteração do estado da consciência ncia observado por outros 3. Estupor & Coma alcoólico lico: limiar para alteração da respiração é próximo do limiar p/ anestesia Tratamento: ACLS, Hidratação,, se agitação ão: : diazepam?, haloperidol? 6

7 Pergunta 4: Qual o tipo de hidratação inicial não deve ser realizada isoladamente? A- Soro fisiológico B- Soro glicosado C- Ringer-bicarbonato D- Ringer-lactato No dia seguinte,, o paciente é extubado e transferido para a enfermaria. 5 horas após a transferência ncia o plantonista é novamente chamado pois o paciente encontra-se em profunda agitação, queixando-se que seu quarto está em chamas, repleto de demônios. Síndrome de Abstinência ncia alcoólica lica: 1. Tremores: shakes 12 horas pós parada de ingesta Pode não se externalizar ; hiperatividade adrenérgica rgica 2. Alucinose aguda: ¼ dos pacientes com tremores desenvolvem alterações es da percepção (ilusões) 3. Alucinose auditiva aguda & crônica nica: alucinações verdadeiras, podem se cronificar e ser difícil de diferenciar de esquizofrenia 4. Convulsões de abstinência ncia: 2% de estado de mal Em geral generalizadas (focais sugerem lesão estrutural) 5. Delirium tremens: confusão profunda, alucinações vivas, hiperatividade autonômica 2-44 d pós parada de ingesta; maioria benigno; ; 5% mortalidade Tratamento do delirium tremens: 1. Hidratação 2. Tiamina e.v. 3. Clordiazepóxido / benzodiazepínicos nicos 4. Controle da instabilidade autonômica Considerar: : TC de crânio nio, punção lombar 7

8 Distúrbios nutricionais: síndrome de Wernicke, Korsakoff, polineuropatia, neuropatia óptica, pelagra * Polineuropatia alcoólica ica: - Lettsom (1787) & Jackson (1822) - Incidência ncia de 9% - Causa nutricional? Similaridade com beriberi - Dose recomendada tiamina: : mg/dia - Absorção no delgado passivamente, fosforilada no jejuno (tiamina pirofosfato) - Oxidação α-ceto ácidos (metab.. de carboidratos) - Parestesias dolorosas, dores musculares e fraqueza (neuropatia sensitivo-motora motora) - Efeito neurotóxico direto (Behse & Buchthal)? - Associação com perda de peso? - Homem = Mulher - Neuropatia sensitivo-motora generalizada, simétrica - Em 25%: disestesia em queimação (neuropatia de fibras de pequeno calibre) - Envolvimento autonômico comum - Tratamento: reposição de tiamina, Suporte nutricional 8

9 Síndrome de Wernicke: 1881: Carl Wernicke: : 2 alcoolistas olistas & uma mulher com vômitos repetidos Distúrbios oculares (nistagmo, paresias oculares, ataxia e confusão mental); ataxia; confusão mental Início agudo ou subagudo Deficiência de tiamina Necrose dos corpos mamilares Psicose de Korsakoff (psychosis polyneuritica): 1887 & 1891: S.S. Korsakoff Capacidade de reter memória mais afetada que os outros domínios cognitivos Pelagra (4 Ds): dermatite, demência ncia, diarréia ia,, death Deficiência de niacina (fator preventivo da pelagra - PP) Outros déficits 1. Distúrbios de patogênese incerta: Degeneração cerebelar: : 2x de Wernicke, mais em homens D. Marchiafava-Bignami Bignami: homens, degeneração primária ria corpo caloso; psicose crônica nica, consumidores de vinho Mielinólise lise pontina central: correção rápida de hiponatremia Cardiomiopatia & miopatia alcoólica lica: Demência alcoólica lica: Atrofia cerebral: 2. Síndrome fetal alcoólica lica 3. Coma & estupor hepático tico, degeneração hepato-cerebral crônica 9

10 10

11 Síndrome fetal alcoólica lica 11

Abordagens Integrativas e Planos Terapêuticos

Abordagens Integrativas e Planos Terapêuticos 1 Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Estudos e Pesquisas sobre Álcool e outras Drogas Centro Regional de Referência sobre Drogas do Espírito

Leia mais

Prof. José Reinaldo do Amaral Universidade Católica de Goiás Departamento de Psicologia PSICOPATOLOGIA CLÍNICA Turma C01

Prof. José Reinaldo do Amaral Universidade Católica de Goiás Departamento de Psicologia PSICOPATOLOGIA CLÍNICA Turma C01 Prof. José Reinaldo do Amaral Universidade Católica de Goiás Departamento de Psicologia PSICOPATOLOGIA CLÍNICA Turma C01 GENERALIDADES ÁLCOOL Substância euforizante, relaxante, desinibidora Distrai, tranquiliza,

Leia mais

ÁLCOOL. Verdades e Mitos

ÁLCOOL. Verdades e Mitos ÁLCOOL Verdades e Mitos ÁLCOOL Conceitos ÁLCOOL E BEBIDAS ALCOÓLICAS O álcool é uma substância designada de etanol ou álcool etílico e é o álcool que vulgarmente se utiliza em casa. As bebidas que possuem

Leia mais

12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO NEUROLOGISTA

12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO NEUROLOGISTA 12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO NEUROLOGISTA QUESTÃO 21 Crises convulsivas, hemiplegias, afasia e hemianopsias como sinais isolados ou em associação, sugerem patologia neurológica de topografia:

Leia mais

Dependência e uso nocivo do álcool

Dependência e uso nocivo do álcool Dependência e uso nocivo do álcool Autores: Ronaldo Laranjeira e Claudio Jerônimo UNIAD - Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas - Departamento de Psiquiatria - EPM-UNIFESP A dependência do álcool atinge

Leia mais

ÁLCOOL ETÍLICO- ETANOL ÁLCOOL ETÍLICO- ETANOL ÁLCOOL ETÍLICO- ETANOL ÁLCOOL ETÍLICO- ETANOL ÁLCOOL ETÍLICO- ETANOL 23/11/2011 FONTES E USOS

ÁLCOOL ETÍLICO- ETANOL ÁLCOOL ETÍLICO- ETANOL ÁLCOOL ETÍLICO- ETANOL ÁLCOOL ETÍLICO- ETANOL ÁLCOOL ETÍLICO- ETANOL 23/11/2011 FONTES E USOS INTRODUÇÃO Substância psicoativa de grande consumo, muitas vezes estimulado Relatos de utilização desde 6000 anos atrás, no antigo Egito e na Babilônia (fermentadas e baixo teor) Idade Média: árabes- destilação

Leia mais

TRATAMENTO DOS PROBLEMAS RELACIONADOS AO USO DE ÁLCOOL E DROGAS RICARDO ABRANTES DO AMARAL

TRATAMENTO DOS PROBLEMAS RELACIONADOS AO USO DE ÁLCOOL E DROGAS RICARDO ABRANTES DO AMARAL TRATAMENTO DOS PROBLEMAS RELACIONADOS AO USO DE ÁLCOOL E DROGAS RICARDO ABRANTES DO AMARAL Coordenador do setor de ensino do GREA, IPq, HC-Faculdade de Medicina USP 11/4/2011 Tópicos a serem abordados:

Leia mais

Leia sem moderação. Alcoolismo

Leia sem moderação. Alcoolismo Leia sem moderação. Alcoolismo ALCOOLISMO O alcoolismo é uma doença grave causada pela ingestão contínua de bebidas alcoólicas. A pessoa torna-se prisioneira do ato de beber, sofrendo conseqüências sociais,

Leia mais

Alcoolismo. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso

Alcoolismo. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso 1 Genéticos Factores que condicionam o equilíbrio Ecológicos Económicos Sociais Culturais 2 Hospedeiro Homem doente Agente Álcool etílico Meio Ambiente 3 Meio familiar Meio social Causa e vítima de perturbações

Leia mais

23ª Imagem da Semana: Tomografia computadorizada de crânio

23ª Imagem da Semana: Tomografia computadorizada de crânio 23ª Imagem da Semana: Tomografia computadorizada de crânio Enunciado Paciente do sexo feminino, 86 anos, previamente hígida, há 4 meses com queixas de problemas de memória, déficit de atenção, lentificação

Leia mais

Pâncreas. Pancreatite aguda. Escolha uma das opções abaixo para ler mais detalhes.

Pâncreas. Pancreatite aguda. Escolha uma das opções abaixo para ler mais detalhes. Pâncreas Escolha uma das opções abaixo para ler mais detalhes. Pancreatite aguda Pancreatite crônica Cistos pancreáticos Câncer de Pancrêas Pancreatite aguda O pâncreas é um órgão com duas funções básicas:

Leia mais

CEFALÉIAS NA SALA DE. Sergio Novis - 2010

CEFALÉIAS NA SALA DE. Sergio Novis - 2010 CEFALÉIAS NA SALA DE EMERGÊNCIA Sergio Novis - 2010 CEFALÉIAS HIPÓCRATES DESCREVEU A ENXAQUECA HÁ 2500 ANOS 76% DAS MULHERES E 57% DOS HOMENS TÊM ALGUM TIPO DE CEFALÉIA 10% DA POPULAÇÃO SOFRE DE ENXAQUECA

Leia mais

Acidente Vascular Encefálico Hemorrágico

Acidente Vascular Encefálico Hemorrágico Acidente Vascular Encefálico Hemorrágico Neurologia - FEPAR Neurofepar Dr. Carlos Caron Acidente Vascular Hemorrágico Classificação: Hemorragia epidural Hemorragia subdural Hemorragia subaracnóidea Hemorragia

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL. Ataxias. Acd. Flora Paz. w w w. s c n s. c o m.

FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL. Ataxias. Acd. Flora Paz. w w w. s c n s. c o m. FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL Ataxias Acd. Flora Paz w w w. s c n s. c o m. b r Caso clínico Paciente F.C.S, 50 anos, sexo masculino, etilista crônico

Leia mais

DROGAS DE ABUSO. Profa. Dra. Eline Matheus

DROGAS DE ABUSO. Profa. Dra. Eline Matheus DROGAS DE ABUSO DROGAS QUE ATUAM NO SNC ESTIMULANTES DEPRESSORES DROGAS ESTIMULANTES COCAÍNA (CRACK & OXI) ANFETAMÍNICOS EFEDRINA ALUCINÓGENOS ANABOLIZANTES COCAÍNA Corte cerebral pós-mortem de um adicto

Leia mais

O uso de benzodiazepínicos em idosos

O uso de benzodiazepínicos em idosos O uso de benzodiazepínicos em idosos Rafael C Freire Doutor em psiquiatria Laboratório do Pânico e Respiração IPUB UFRJ INCT Translacional em Medicina Declaração de conflito de interesse Emprego Financiamento

Leia mais

DROGAS DE ABUSO. Carlos Eduardo Biólogo Neuropsicólogo Mestre-Farmacologia UFC

DROGAS DE ABUSO. Carlos Eduardo Biólogo Neuropsicólogo Mestre-Farmacologia UFC DROGAS DE ABUSO Carlos Eduardo Biólogo Neuropsicólogo Mestre-Farmacologia UFC DROGAS DE ABUSO Substância Psicoativa qualquer substância química que, quando ingerida, modifica uma ou várias funções do SNC,

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 330/2014. Beum (tiamina), Tegretol (carbamazepina), Prebictal (pregabalina)

RESPOSTA RÁPIDA 330/2014. Beum (tiamina), Tegretol (carbamazepina), Prebictal (pregabalina) 22/06/2014 RESPOSTA RÁPIDA 330/2014 Beum (tiamina), Tegretol (carbamazepina), Prebictal (pregabalina) SOLICITANTE :Dra. Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito de Itapecerica - MG NÚMERO DO PROCESSO:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psiquiatria da Infância e da Adolescência

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psiquiatria da Infância e da Adolescência UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psiquiatria da Infância e da Adolescência Gabarito da Prova realizada em 2/nov/2012 QUESTÃO 1 - Transtorno depressivo

Leia mais

INTRODUÇÃO. A doença de Parkinson (DP) é uma enfermidade neurodegenerativa de causa desconhecida, com grande prevalência na população idosa.

INTRODUÇÃO. A doença de Parkinson (DP) é uma enfermidade neurodegenerativa de causa desconhecida, com grande prevalência na população idosa. DOENÇA DE PARKINSON INTRODUÇÃO A doença de Parkinson (DP) é uma enfermidade neurodegenerativa de causa desconhecida, com grande prevalência na população idosa. Acomete homens e mulheres de diferentes etnias

Leia mais

18º Imagem da Semana: Tomografia Computadorizada de Crânio

18º Imagem da Semana: Tomografia Computadorizada de Crânio 18º Imagem da Semana: Tomografia Computadorizada de Crânio Enunciado Paciente masculino, 78 anos, hipertenso, com fibrilação atrial, admitido no PA com queixa de dificuldade para deambular e confusão mental

Leia mais

Urgência Psicológica em Gestantes com Hiperêmese Gravídica que Desenvolveram Síndrome de Wernicke-Korsakov i

Urgência Psicológica em Gestantes com Hiperêmese Gravídica que Desenvolveram Síndrome de Wernicke-Korsakov i Urgência Psicológica em Gestantes com Hiperêmese Gravídica que Desenvolveram Síndrome de Wernicke-Korsakov i Marcia Ferreira Amendola Patrícia Mara Danan ii OBJETIVO O presente trabalho tem como objetivo

Leia mais

Alcohol and central nervous system

Alcohol and central nervous system Simpósio: Condutas em enfermaria de clínica médica de hospital de média complexidade - Parte 1 Capítulo VII Alcohol and central nervous system Tissiana M. de Haes 1,3, Diego V. Clé 2,3, Tiago F. Nunes

Leia mais

Metabolismo do Etanol. Daniel Zimmermann Stefani FFFCMPA - AD 2009

Metabolismo do Etanol. Daniel Zimmermann Stefani FFFCMPA - AD 2009 Metabolismo do Etanol Daniel Zimmermann Stefani FFFCMPA - AD 2009 Roteiro de estudo Absorção e oxidação do etanol Alcool desidrogenase(adh) Aldeido Desidrogenase(ALDH) MEOS Efeitos tóxicos Interferência

Leia mais

FUNDAMENTOS DE ENFERMAGEM II. Nutrição Enteral Profª.Enfª:Darlene Carvalho

FUNDAMENTOS DE ENFERMAGEM II. Nutrição Enteral Profª.Enfª:Darlene Carvalho FUNDAMENTOS DE ENFERMAGEM II Nutrição Enteral Profª.Enfª:Darlene Carvalho NUTRIÇÃO ENTERAL INDICAÇÕES: Disfagia grave por obstrução ou disfunção da orofaringe ou do esôfago, como megaesôfago chagásico,

Leia mais

Capítulo 64 Álcool e Drogas: Intoxicações e Abstinências

Capítulo 64 Álcool e Drogas: Intoxicações e Abstinências Capítulo 64 Álcool e Drogas: Intoxicações e Abstinências Autores: Profa Dra Lilian Ribeiro Caldas Ratto Prof Dr Ronaldo Laranjeira O consumo disseminado de substâncias psicoativas, como álcool, tabaco,

Leia mais

ALCOOL ETILICO 8000-6000 ª C. VINHO: 11% ( FRUTAS,MEL) CERVEJA: 4% (CEREAIS) DESTILADOS: 50% DESTILADOS:MEDICINAIS USQUEABAUGH: ÁGUA DA VIDA

ALCOOL ETILICO 8000-6000 ª C. VINHO: 11% ( FRUTAS,MEL) CERVEJA: 4% (CEREAIS) DESTILADOS: 50% DESTILADOS:MEDICINAIS USQUEABAUGH: ÁGUA DA VIDA ALCOOL ETILICO 8000-6000 ª C. VINHO: 11% ( FRUTAS,MEL) CERVEJA: 4% (CEREAIS) DESTILADOS: 50% DESTILADOS:MEDICINAIS USQUEABAUGH: ÁGUA DA VIDA FARMACOCINÉTICA ABSORÇÃO: RÁPIDA ESTOMAGO,INTESTINO DELGADO,COLON

Leia mais

Como este guia pode melhorar a sua vida

Como este guia pode melhorar a sua vida Guia de Bem-Estar Álcool Como este guia pode melhorar a sua vida Benefícios positivos Dieta mais equilibrada: - em quantidade - em conteúdo Melhoria da auto-imagem Capacidade maior/mais prolongada de concentração

Leia mais

Diretrizes da OMS para diagnóstico de Dependência

Diretrizes da OMS para diagnóstico de Dependência Diretrizes da OMS para diagnóstico de Dependência 1 - Forte desejo ou compulsão para usar a substância. 2 - Dificuldade em controlar o consumo da substância, em termos de início, término e quantidade.

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 417/2014 Encefalopatia Alcoólica

RESPOSTA RÁPIDA 417/2014 Encefalopatia Alcoólica RESPOSTA RÁPIDA 417/2014 Encefalopatia Alcoólica SOLICITANTE Drª Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito Comarca de Itapecerica NÚMERO DO PROCESSO 0335.14.1606-4 DATA 25/07/2014 Ao NATS, SOLICITAÇÃO

Leia mais

EMERGÊNCIAS EM PSIQUIATRIA

EMERGÊNCIAS EM PSIQUIATRIA EMERGÊNCIAS EM PSIQUIATRIA Hailton Martinelli / Gustavo Vieira Caetano I) INTRODUÇÃO Existe um grande número de definições de emergências em psiquiatria, muitas contraditórias entre si, principalmente

Leia mais

ALCOOLISMO EM IDOSOS

ALCOOLISMO EM IDOSOS ALCOOLISMO EM IDOSOS SILVA, Alrenilda Aparecida da Discente do Curso de Psicologia da Faculdade de Ciências da Saúde FASU/ACEG GARÇA/SP BRASIL e-mail: alrenildapsicologia@hotmail.com RESUMO Este estudo

Leia mais

DISTÚRBIOS DE CONSCIÊNCIA. Alunas: Natalie Rios Reginara Souza Sara Felipe Tatiane Costa Thamy Marques

DISTÚRBIOS DE CONSCIÊNCIA. Alunas: Natalie Rios Reginara Souza Sara Felipe Tatiane Costa Thamy Marques DISTÚRBIOS DE CONSCIÊNCIA Alunas: Natalie Rios Reginara Souza Sara Felipe Tatiane Costa Thamy Marques Caso Clínico H.M.A. C.S.T, 72 ANOS, COM HISTÓRIA DE AVCI HÁ 04 ANOS FICANDO COM A FALA EMBOLADA E DIFICULDADE

Leia mais

Abuso e dependência ao álcool e outras drogas e sua relação com o suicídio

Abuso e dependência ao álcool e outras drogas e sua relação com o suicídio Abuso e dependência ao álcool e outras drogas e sua relação com o suicídio Messiano Ladislau Nogueira de Sousa Médico Psiquiatra com aperfeiçoamento em terapia psicanalítica Abril, 2014 Sumário Conceitos

Leia mais

5-HT 1A Núcleos da rafe, hipocampo Gi, AMPc. 5-HT 1B Substância negra, globo pálido, gânglios da base Gi, AMPc. 5-HT 1D Cérebro Gi, AMPc

5-HT 1A Núcleos da rafe, hipocampo Gi, AMPc. 5-HT 1B Substância negra, globo pálido, gânglios da base Gi, AMPc. 5-HT 1D Cérebro Gi, AMPc UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE FARMACOLOGIA SEROTONINA Serotonina: funções e distribuição Receptores centrais e periféricos Neurotransmissor: neurônios

Leia mais

Do nascimento até 28 dias de vida.

Do nascimento até 28 dias de vida. Do nascimento até 28 dias de vida. CONDIÇÕES MATERNAS Idade : Menor de 16 anos, maior de 40. Fatores Sociais: Pobreza,Tabagismo, Abuso de drogas, Alcoolismo. Má nutrição História Clínica: Diabetes materna,

Leia mais

Demências na Terceira idade. Enfª Mda Josiane Steil Siewert

Demências na Terceira idade. Enfª Mda Josiane Steil Siewert Demências na Terceira idade Enfª Mda Josiane Steil Siewert Grandes síndromes neuropsiquiatricas na terceira idade: Delirium Demencias Depressão Doenças Orgânicas do Cérebro Quando uma pessoa idosa de repente

Leia mais

Estágio Curricular I: Cecília de Paula Monnerat Sâmua Regina Camacho Thiago Purger Rodrigues ÁLCOOL

Estágio Curricular I: Cecília de Paula Monnerat Sâmua Regina Camacho Thiago Purger Rodrigues ÁLCOOL Estágio Curricular I: Cecília de Paula Monnerat Sâmua Regina Camacho Thiago Purger Rodrigues ÁLCOOL Atualmente, o consumo de substâncias ilícitas e álcool é indiscriminado entre mulheres e homens adultos

Leia mais

... (NOME COMPLETO EM LETRA DE FORMA) INSTRUÇÕES

... (NOME COMPLETO EM LETRA DE FORMA) INSTRUÇÕES UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS CONCURSO PÚBLICO PARA MÉDICO ESPECIALISTA PSIQUIATRA 08 DE NOVEMBRO DE 2009... (NOME COMPLETO EM LETRA DE FORMA)

Leia mais

O álcool e seus efeitos no Sistema Nervoso

O álcool e seus efeitos no Sistema Nervoso Centro Universitário de Brasília Faculdade de Ciências da Saúde O álcool e seus efeitos no Sistema Nervoso Rita Mara Reis Costa Brasília 2003 Centro Universitário de Brasília Faculdade de Ciência da Saúde

Leia mais

FISIOTERAPIA VESTIBULAR E TONTURAS NO ESPORTE

FISIOTERAPIA VESTIBULAR E TONTURAS NO ESPORTE FISIOTERAPIA VESTIBULAR E TONTURAS NO ESPORTE André Luís dos Santos Silva, D.Sc. Doutor em Fisioterapia Universidad de Buenos Aires/UFRJ Diretor do Instituto Brasileiro de Fisioterapia Vestibular e Equilíbrio

Leia mais

Vitaminas. Natália A. Paludetto

Vitaminas. Natália A. Paludetto Vitaminas Natália A. Paludetto Vitaminas, o que são? Compostos orgânicos não produzidos por nós, devendo ser ingeridos; São produzidas por plantas e alguns unicelulares. Necessárias em pequenas quantidades;

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 1.115, DE 2011 (Do Sr. Missionário José Olimpio)

PROJETO DE LEI N.º 1.115, DE 2011 (Do Sr. Missionário José Olimpio) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 1.115, DE 2011 (Do Sr. Missionário José Olimpio) Dispõe sobre a obrigatoriedade de conter nos rótulos das bebidas alcoólicas os males que o consumo de álcool causa

Leia mais

Roberto Satler Cetlin R2 CLN ANCP

Roberto Satler Cetlin R2 CLN ANCP Roberto Satler Cetlin R2 CLN ANCP Aspectos Históricos Final do século XIX: primeiras descrições da associação entre SNC e anemia megaloblástica (Leichtenstern e Lichtheim). Início do séc. XX: descritas

Leia mais

Lição 07 INTOXICAÇÕES

Lição 07 INTOXICAÇÕES Lição 07 INTOXICAÇÕES OBJETIVOS: Ao final desta lição os participantes serão capazes de: 1. Enumerar os principais sinais e sintomas das intoxicações por ingestão, inalação ou por contato e, descrever

Leia mais

12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO PSIQUIATRA. São critérios diagnósticos do Transtorno Delirante Persistente,

12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO PSIQUIATRA. São critérios diagnósticos do Transtorno Delirante Persistente, 12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO PSIQUIATRA QUESTÃO 21 São critérios diagnósticos do Transtorno Delirante Persistente, EXCETO: a) O indivíduo apresenta delírios que não sejam bizarros por pelo

Leia mais

MITOS E REALIDADES SOBRE O ALCOOLISMO Ronaldo Laranjeira e Ilana Pinsky Introdução O alcoolismo é um grave problema de saúde pública no Brasil, assim como em grande número de outros países. Estima-se que

Leia mais

Agrotóxicos. O que são? Como são classificados? Quais os sintomas de cada grupo químico?

Agrotóxicos. O que são? Como são classificados? Quais os sintomas de cada grupo químico? Dica de Bolso Agrotóxicos O que são? Como são classificados? Quais os sintomas de cada grupo químico? 12 1 O QUE SÃO AGROTÓXICOS? Agrotóxicos, também chamados de pesticidas, praguicidas, biocidas, fitossanitários,

Leia mais

ANEXO. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Para candidatos que desejam entrar na 2ª etapa do curso

ANEXO. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Para candidatos que desejam entrar na 2ª etapa do curso ANEXO Para candidatos que desejam entrar na 2ª etapa do Metabolismo (anabolismo x catabolismo) Metabolismo de Carboidratos Metabolismo de Lipídeos Motilidade no trato gastrointestinal Introdução ao Metabolismo

Leia mais

Tema: ANTICONVULSIVANTES

Tema: ANTICONVULSIVANTES Resumo dos slides apresentados na palestra realizada no Minicurso de Psicofarmacologia, em novembro de 2012, na FAMAM, pelo Prof. Edilberto A. S. Oliveira. Tema: ANTICONVULSIVANTES ANTICONVULSIVANTES Prof.

Leia mais

Rivastigmina (Port.344/98 -C1)

Rivastigmina (Port.344/98 -C1) Rivastigmina (Port.344/98 -C1) Alzheimer DCB: 09456 CAS: 129101-54-8 Fórmula molecular: C 14 H 22 N 2 O 2.C 4 H 6 O 6 Nome químico: (S)-N-Ethyl-3-[(1-dimethylamino)ethyl]-N-methylphenylcarbamate hydrogen

Leia mais

DIABETES MELLITUS. Prof. Claudia Witzel

DIABETES MELLITUS. Prof. Claudia Witzel DIABETES MELLITUS Diabetes mellitus Definição Aumento dos níveis de glicose no sangue, e diminuição da capacidade corpórea em responder à insulina e ou uma diminuição ou ausência de insulina produzida

Leia mais

DEMÊNCIAS. Medicina Abril 2007. Francisco Vale Grupo de Neurologia Comportamental HCFMRP-USP

DEMÊNCIAS. Medicina Abril 2007. Francisco Vale Grupo de Neurologia Comportamental HCFMRP-USP DEMÊNCIAS Medicina Abril 2007 Francisco Vale Grupo de Neurologia Comportamental HCFMRP-USP Queixa de memória, autocrítica excessiva depressão, ansiedade efeito de doença sistêmica ou medicação envelhecimento

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL. AVC Isquêmico. Acd. Gabrielle Holanda. w w w. s c n s. c o m.

FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL. AVC Isquêmico. Acd. Gabrielle Holanda. w w w. s c n s. c o m. FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL AVC Isquêmico Acd. Gabrielle Holanda w w w. s c n s. c o m. b r Relato do Caso Paciente, 54 anos, sexo masculino, obeso,

Leia mais

Ações de Prevenção nas empresas, baseadas em evidencias.

Ações de Prevenção nas empresas, baseadas em evidencias. Aspectos Legais, Econômicos e de Saúde Associados aos Programas (Exames Toxicológicos) UFRJ/CEPRAL / Curso: Prevenindo Dependências nas Empresas Ações de Prevenção nas empresas, baseadas em evidencias.

Leia mais

Acidente Vascular Cerebral Isquêmico - AVCI. Prof. Fernando Ramos Gonçalves-Msc

Acidente Vascular Cerebral Isquêmico - AVCI. Prof. Fernando Ramos Gonçalves-Msc Acidente Vascular Cerebral Isquêmico - AVCI Prof. Fernando Ramos Gonçalves-Msc Acidente Vascular Cerebral Terceira causa de morte nos EUA. Todos os anos 600 mil americanos tem um AVC sendo que 85% são

Leia mais

(A) distúrbios endócrinos que resultam na produção de prolactina (ginecomastia, lactação e mamas doloridas);

(A) distúrbios endócrinos que resultam na produção de prolactina (ginecomastia, lactação e mamas doloridas); 1- Os neurolépticos são fármacos antipsicóticos usados normalmente nas alterações psiquiátricas. Devem ser administrados sob a supervisão e o acompanhamento da enfermagem uma vez que apresentam importantes

Leia mais

Doença de Parkinson Resumo de diretriz NHG M98 (julho 2011)

Doença de Parkinson Resumo de diretriz NHG M98 (julho 2011) Doença de Parkinson Resumo de diretriz NHG M98 (julho 2011) Draijer LW, Eizenga WH, Sluiter A traduzido do original em holandês por Luiz F.G. Comazzetto 2014 autorização para uso e divulgação sem fins

Leia mais

Intoxicação Exógena. Profa. Kátia Lima

Intoxicação Exógena. Profa. Kátia Lima Intoxicação Exógena Profa. Kátia Lima Intoxicação Exógena Dados nacionais não são confiáveis EUA 2 3 milhões por ano 5 10% dos atendimentos em emergência Os casos mais significativos são por tentativa

Leia mais

20º Imagem da Semana: Ressonância Magnética de Crânio

20º Imagem da Semana: Ressonância Magnética de Crânio 20º Imagem da Semana: Ressonância Magnética de Crânio Enunciado Paciente de 77 anos, sexo feminino, que iniciou quadro de febre (39º C) associado à confusão mental. Apresentou exame de urina rotina com

Leia mais

2ª PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PSIQUIATRIA

2ª PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PSIQUIATRIA 2ª PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PSIQUIATRIA Questão nº: 21 Assinale a alternativa FALSA relativa aos quadros demenciais: a) A demência de Alzheimer se caracteriza por novelos neurofibrilares e placas

Leia mais

EstudoDirigido Exercícios de Fixação Doenças Vasculares TCE Hipertensão Intracraniana Hidrocefalia Meningite

EstudoDirigido Exercícios de Fixação Doenças Vasculares TCE Hipertensão Intracraniana Hidrocefalia Meningite EstudoDirigido Exercícios de Fixação Doenças Vasculares TCE Hipertensão Intracraniana Hidrocefalia Meningite SOMENTE SERÃO ACEITOS OS ESTUDOS DIRIGIDOS COMPLETOS, MANUSCRITOS, NA DATA DA PROVA TERÁ O VALOR

Leia mais

Doença do Neurônio Motor

Doença do Neurônio Motor FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL Doença do Neurônio Motor Acd. Mauro Rios w w w. s c n s. c o m. b r Relato de Caso Paciente M.V., sexo masculino, 62 anos,

Leia mais

Síndromes Neurológicos

Síndromes Neurológicos Síndromes Neurológicos Neurologia - FEPAR Neurofepar Dr. Roberto Caron O Monstro Neurológico... Os 4 Passos do Diagnós?co Neurológico Elicitação dos fatos clínicos Anamnese Exame Clínico Diagnóstico Síndrômico

Leia mais

TRAUMA RAQUIMEDULAR. Epidemiologia: Incidência : de 32 a 52 casos/m. Sexo : preferencialmente masculino. Faixa etária : entre 15 e 40 anos

TRAUMA RAQUIMEDULAR. Epidemiologia: Incidência : de 32 a 52 casos/m. Sexo : preferencialmente masculino. Faixa etária : entre 15 e 40 anos TRAUMA RAQUIMEDULAR Dr Antonio Eulalio TRAUMA RAQUIMEDULAR Epidemiologia: Incidência : de 32 a 52 casos/m Nº casos/ano : 8.000 Sexo : preferencialmente masculino Faixa etária : entre 15 e 40 anos Custo

Leia mais

FARMACOTERAPIA EXCLUSIVA Nutracêuticos para o tratamento da dependência Química

FARMACOTERAPIA EXCLUSIVA Nutracêuticos para o tratamento da dependência Química FARMACOTERAPIA EXCLUSIVA Nutracêuticos para o tratamento da dependência Química NUTRACÊUTICOS PARA TRATAMENTO DAS DEPENDÊNCIAS QUÍMICAS TRATAMENTO COM ALTA EFETIVIDADE Os mais recentes estudos científicos

Leia mais

Aminoácidos-neurotransmissores

Aminoácidos-neurotransmissores Aminoácidos-neurotransmissores Síntese e metabolismo de aminoácidos no SNC Receptores dos aminoácidos excitatórios Ketamina Memantina Dizolcilpina (MK801) Fenciclidina Receptores NMDA e GABA A Potenciação

Leia mais

O QUE SABEMOS SOBRE O ÁLCOOL CHEGA PARA NOS PROTEGERMOS?

O QUE SABEMOS SOBRE O ÁLCOOL CHEGA PARA NOS PROTEGERMOS? O QUE SABEMOS SOBRE O ÁLCOOL CHEGA PARA NOS PROTEGERMOS? INFORMAR AJUDAR AGIR É UM TRABALHO DE TODOS! Portugal está entre os maiores consumidores de bebidas alcoólicas e de álcool puro, a nível europeu

Leia mais

Trauma do Sistema Nervoso Central

Trauma do Sistema Nervoso Central Trauma do Sistema Nervoso Central Técnica WWW.FISIOKINESITERAPIA.BIZ Fraturas A demonstração de uma fratura em imagens do crânio indica que foi aplicada uma força significativa à abóboda boda óssea. Entretanto,

Leia mais

23/07/2013. É um sintoma fundamental de muitos distúrbios psiquiátricos e um componente de muitas condições clínicas e cirúrgicas.

23/07/2013. É um sintoma fundamental de muitos distúrbios psiquiátricos e um componente de muitas condições clínicas e cirúrgicas. Psicofarmacologia Prof. Herval de Lacerda Bonfante Departamento de Farmacologia PSICOFARMACOLOGIA Distúrbios Psiquiátricos - Tratamento : 1950 10 a 15% de prescrições - EUA Brasil prevalência de transtornos

Leia mais

Esclerose Lateral Amiotrófica ELA

Esclerose Lateral Amiotrófica ELA Esclerose Lateral Amiotrófica ELA É uma doença implacável, degenerativa e fatal que afeta ambos os neurônios motores superior e inferior; Etiologia desconhecida; Incidência de 1 a 2 : 100.000 pessoas;

Leia mais

FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES FARMANGUINHOS ISONIAZIDA comprimidos de 300 mg em blisteres com 10 comprimidos.

FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES FARMANGUINHOS ISONIAZIDA comprimidos de 300 mg em blisteres com 10 comprimidos. FARMANGUINHOS ISONIAZIDA Isoniazida FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES FARMANGUINHOS ISONIAZIDA comprimidos de 300 mg em blisteres com 10 comprimidos. USO ADULTO E PEDIÁTRICO USO ORAL COMPOSIÇÃO Cada

Leia mais

DOENÇAS INFECCIOSAS DO CORAÇÃO

DOENÇAS INFECCIOSAS DO CORAÇÃO UNESC ENFERMAGEM SAÚDE DO ADULTO PROFª: : FLÁVIA NUNES DOENÇAS INFECCIOSAS DO CORAÇÃO ENDOCARDITE REUMÁTICA O desenvolvimento da endocardite reumática é atribuído diretamente à febre reumática, uma doença

Leia mais

Os Remédios para Emagrecer são quase todos à base de Anfetaminas,

Os Remédios para Emagrecer são quase todos à base de Anfetaminas, 8 Remédios para Emagrecer Evandro Murer Especialista em Teorias e Métodos de Pesquisa em Educação Física, Esportes e Lazer na UNICAMP Os Remédios para Emagrecer são quase todos à base de Anfetaminas, que

Leia mais

Lexotan (bromazepam) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Comprimidos 3 mg e 6 mg

Lexotan (bromazepam) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Comprimidos 3 mg e 6 mg Lexotan (bromazepam) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Comprimidos 3 mg e 6 mg Lexotan bromazepam Roche Ansiolítico APRESENTAÇÕES Comprimidos de 3 mg em caixa com 20 ou 30 comprimidos. Comprimidos

Leia mais

Reposição Nutricional Pós- Cirurgia Bariátrica

Reposição Nutricional Pós- Cirurgia Bariátrica Reposição Nutricional Pós- Cirurgia Bariátrica Shake Redutor das Complicações Neurológicas Pós-Cirurgia Reposição das Vitaminas B1 e B12 Previne Encefalopatia de Wernecke, Neuropatia Óptica, Mielopatia,

Leia mais

Conceitos básicos em álcool e drogas: classificação das drogas, uso nocivo e dependências, padrões de uso, noções de tratamento 4/02/2011

Conceitos básicos em álcool e drogas: classificação das drogas, uso nocivo e dependências, padrões de uso, noções de tratamento 4/02/2011 Conceitos básicos em álcool e drogas: classificação das drogas, uso nocivo e dependências, padrões de uso, noções de tratamento 4/02/2011 Material organizado por: Florence Kerr-Corrêa, professora titular

Leia mais

Fisiologia da glândula Tireóide

Fisiologia da glândula Tireóide Universidade Federal do Espírito Santo PSICOLOGIA Fisiologia da glândula Tireóide Élio Waichert Júnior Localização anatômica Secreta 3 Hormônios: Tiroxina (T4) Triiodotironina (T3) Calcitonina Prof. Élio

Leia mais

FLUOX Fluxetina 20mg PARA EVITAR USO IMPRÓPRIO DO MEDICAMENTO, LEIA ESTA BULA COM ATENÇÃO

FLUOX Fluxetina 20mg PARA EVITAR USO IMPRÓPRIO DO MEDICAMENTO, LEIA ESTA BULA COM ATENÇÃO FLUOX Fluxetina 20mg PARA EVITAR USO IMPRÓPRIO DO MEDICAMENTO, LEIA ESTA BULA COM ATENÇÃO Uso adulto Uso oral Apresentação: Caixa com 28 comprimidos sulcados Composição: Cada comprimido de FLUOX contém:

Leia mais

O Monstro Neurológico... Síndromes Neurológicos. Afasias. Afasias. Afasias 17/08/15. Neurologia - FEPAR. Os 4 Passos do Diagnóstico Neurológico

O Monstro Neurológico... Síndromes Neurológicos. Afasias. Afasias. Afasias 17/08/15. Neurologia - FEPAR. Os 4 Passos do Diagnóstico Neurológico O Monstro Neurológico... Síndromes Neurológicos Neurologia - FEPAR Neurofepar Dr. Roberto Caron Os 4 Passos do Diagnóstico Neurológico Elicitação dos fatos clínicos Anamnese Exame Clínico Diagnóstico Síndrômico

Leia mais

DIABETES MELLITUS. Dra. Luciana N Cosenso Martin Disciplina de Clínica Médica FAMERP

DIABETES MELLITUS. Dra. Luciana N Cosenso Martin Disciplina de Clínica Médica FAMERP DIABETES MELLITUS Dra. Luciana N Cosenso Martin Disciplina de Clínica Médica FAMERP DIABETES MELLITUS DEFINIÇÃO Síndrome de etiologia múltipla decorrente da falta de ação de insulina e/ou da incapacidade

Leia mais

ABUSO DE BENZIODIAZEPINAS NOS TRANSTORNOS DE ANSIEDADE

ABUSO DE BENZIODIAZEPINAS NOS TRANSTORNOS DE ANSIEDADE ABUSO DE BENZIODIAZEPINAS NOS TRANSTORNOS DE ANSIEDADE Trabalho da cadeira de Psicofarmacologia do Mestrado em Psicologia Clínica 2012 André Leite Gonçalves Mestrado em Psicologia Clínica E-mail de contato:

Leia mais

Ensino Profissional Departamento MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS

Ensino Profissional Departamento MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS Modelo EP-02 Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia Planificação Anual Ensino Profissional Departamento MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS Curso Profissional TÉCNICO AUXILIAR DE SAÚDE Ano letivo 2013.2014

Leia mais

Aspectos Neuropsiquiátricos em Geriatria. Dr. José Eduardo Martinelli Faculdade de Medicina de Jundiaí

Aspectos Neuropsiquiátricos em Geriatria. Dr. José Eduardo Martinelli Faculdade de Medicina de Jundiaí Aspectos Neuropsiquiátricos em Geriatria Dr. José Eduardo Martinelli Faculdade de Medicina de Jundiaí Psiquiatria: Especialidade médica que se dedica ao estudo, diagnóstico, tratamento e à prevenção de

Leia mais

Genética Molecular Padrões de Herança Citoplasmática e Multifatorial

Genética Molecular Padrões de Herança Citoplasmática e Multifatorial Genética Molecular Padrões de Herança Citoplasmática e Multifatorial Padrão de herança citoplasmático A mitocôndria é uma organela da célula que contém um filamento de ácido desoxiribonucléico (DNA) próprio,

Leia mais

CEFARMA ETANOL ETANOL. Introdução. Introdução

CEFARMA ETANOL ETANOL. Introdução. Introdução CEFARMA ETANOL Professora: Verônica Rodrigues Disciplina: Toxicologia 24/03/2012 1 Introdução ETANOL Toda a história da humanidade está permeada pelo consumo de álcool. Registros arqueológicos revelam

Leia mais

Epilepsia e distúrbio de aprendizagem: tem relação?

Epilepsia e distúrbio de aprendizagem: tem relação? Epilepsia e distúrbio de aprendizagem: tem relação? Apresentação: Daniele Istile (2º ano) Maria Gabriela Cavalheiro (4ºano) Orientação: Doutoranda Thaís dos Santos Gonçalves Local: Anfiteatro da Biblioteca

Leia mais

CRESEMS, CISCOPAR e 20ª. Regional de Saúde Toledo PR PROTOCOLOS CLÍNICOS ESPECIALIZADOS

CRESEMS, CISCOPAR e 20ª. Regional de Saúde Toledo PR PROTOCOLOS CLÍNICOS ESPECIALIZADOS CRESEMS, CISCOPAR e 20ª. Regional de Saúde PROTOCOLOS CLÍNICOS ESPECIALIZADOS OFTALMOLOGIA Pré-requisitos: História clínica detalhada; Exame físico completo; Exames complementares essenciais conforme o

Leia mais

50% dos acidentes automobilísticos. 25% dos suicídios

50% dos acidentes automobilísticos. 25% dos suicídios A mensagem que induz a beber com moderação abre o caminho para todos os problemas que o alcoolismo traz. Crescem as pressões sobre o uso abusivo de álcool. Esse hábito remonta a épocas imemoriais e os

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Curso de Graduação em Enfermagem Liga de Enfermagem em Neurologia

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Curso de Graduação em Enfermagem Liga de Enfermagem em Neurologia UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Curso de Graduação em Enfermagem Liga de Enfermagem em Neurologia Acidente Vascular Cerebral Isquêmico em Crianças, as, Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico na Criança

Leia mais

EXAMES DE NEUROFISIOLOGIA

EXAMES DE NEUROFISIOLOGIA EXAMES DE NEUROFISIOLOGIA Clínica Geral Electroencefalograma Electromiografia Potenciais Evocados Polissonografia Teste de latências múltiplas do sono Neurofeedback Teste de Criptotetania para a Fibromialgia

Leia mais

FURP-METRONIDAZOL. Fundação para o Remédio Popular FURP. Comprimido. 250 mg

FURP-METRONIDAZOL. Fundação para o Remédio Popular FURP. Comprimido. 250 mg FURP-METRONIDAZOL Fundação para o Remédio Popular FURP Comprimido 250 mg BULA PARA O PACIENTE Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. FURP-METRONIDAZOL

Leia mais

José Roberto Mergel Manechini Médico Psiquiatra

José Roberto Mergel Manechini Médico Psiquiatra José Roberto Mergel Manechini Médico Psiquiatra Igarapava-SP, 04 de junho de 2014 PSIQUIATRIA PARA O CLÍNICO (Psiquiatria para o Não-Psiquiatra) José Roberto Mergel Manechini Médico Psiquiatra CRM SP 121.738

Leia mais

DEPRESSÃO & Abuso e Dependência do Álcool (ADA)

DEPRESSÃO & Abuso e Dependência do Álcool (ADA) DEPRESSÃO & Abuso e Dependência do Álcool (ADA) Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira UNIAD (Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas) Departamento de Psiquiatria EPM UNIFESP Introdução Na prática clínica é muito

Leia mais

DOENÇAS DO SISTEMA MUSCULAR ESQUELÉTICO. Claudia de Lima Witzel

DOENÇAS DO SISTEMA MUSCULAR ESQUELÉTICO. Claudia de Lima Witzel DOENÇAS DO SISTEMA MUSCULAR ESQUELÉTICO Claudia de Lima Witzel SISTEMA MUSCULAR O tecido muscular é de origem mesodérmica (camada média, das três camadas germinativas primárias do embrião, da qual derivam

Leia mais

COMA. Recuperação da Consciência. Morte Encefálica

COMA. Recuperação da Consciência. Morte Encefálica Avaliação do Paciente Neurológico Dra. Viviane Cordeiro Veiga Unidades de Terapia Intensiva Neurológica Hospital Beneficência Portuguesa Alterações do nível de consciência Sonolência: indivíduos que despertam

Leia mais

Psicofarmacologia. Transtornos de Ansiedade. Transtornos de Ansiedade PSICOFARMACOLOGIA 15/05/2015

Psicofarmacologia. Transtornos de Ansiedade. Transtornos de Ansiedade PSICOFARMACOLOGIA 15/05/2015 Psicofarmacologia Prof. Herval de Lacerda Bonfante Departamento de Farmacologia PSICOFARMACOLOGIA Distúrbios Psiquiátricos - Tratamento : 1950 10 a 15% de prescrições - EUA Brasil prevalência de transtornos

Leia mais

FUMARATO DE QUETIAPINA (Portaria 344-C1)

FUMARATO DE QUETIAPINA (Portaria 344-C1) FUMARATO DE QUETIAPINA (Portaria 344-C1) Redução dos sintomas de esquizofrenia. Fórmula Estrutural: Fórmula Molecular: (C 21 H 25 N 3 O 2 S) 2,C 4 H 4 O 4 Peso Molecular: 833,09 g/mol DCB: 07539 CAS: 111974-72-2

Leia mais

Bahiana de Medicina pelo Prof. Edilberto A. S. Oliveira, como convidado no Simpósio da Dor, em setembro de 2009

Bahiana de Medicina pelo Prof. Edilberto A. S. Oliveira, como convidado no Simpósio da Dor, em setembro de 2009 CAUSAS DA DOR EM PACIENTES COM DIABETES MELLITUS Resumo dos slides apresentados na Palestra realizada na Escola Bahiana de Medicina pelo Prof. Edilberto A. S. Oliveira, como convidado no Simpósio da Dor,

Leia mais

Problemas Relacionados ao Álcool e outras Drogas (PRAD): uma questão de saúde pública

Problemas Relacionados ao Álcool e outras Drogas (PRAD): uma questão de saúde pública Problemas Relacionados ao Álcool e outras Drogas (PRAD): uma questão de saúde pública Prof. José Mauro Braz de Lima, MSc. PhD Profº da Faculdade de Medicina UFRJ Pós Doutorado Universidade de Paris (França)

Leia mais