Agrotóxicos. O que são? Como são classificados? Quais os sintomas de cada grupo químico?

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Agrotóxicos. O que são? Como são classificados? Quais os sintomas de cada grupo químico?"

Transcrição

1 Dica de Bolso Agrotóxicos O que são? Como são classificados? Quais os sintomas de cada grupo químico? 12 1

2 O QUE SÃO AGROTÓXICOS? Agrotóxicos, também chamados de pesticidas, praguicidas, biocidas, fitossanitários, defensivos agrícolas, venenos, remédios expressam as várias denominações dadas a um mesmo grupo de substâncias químicas, cuja finalidade central é combater pragas e doenças presentes na agricultura e pecuária. ÁCIDO 2,4 D USOS: Herbicida. VIA DE ABSORÇÃO: oral, respiratória e dérmica. Ingesta: dor em queimação, vômitos, diarréia. Espasmos musculares, mialgias (dor muscular), evoluindo à fraqueza muscular severa. Hiporreflexia, parestesias, neuropatia periférica. Possíveis arritmias cardíacas, hipotensão, alterações de temperatura. Acidose metabólica. Dificuldade respiratória. Moderadas lesões hepáticas e renais. Casos graves: convulsões, rabdomiólise maciça, hipotensão refratária, possível óbito em 24 horas. Com solvente derivado de petróleo: alterações respiratórias, risco de pneumonite química. 2 11

3 ORGANOCLORADOS USOS: Inseticida e acaricidas. VIA DE ABSORÇÃO: oral, respiratória e dérmica. Manifestações gastrointestinais. Cefaléia, desorientação, ataxia (incapacidade de coordenação dos movimentos musculares voluntários), parestesias (especialmente face, lábios e língua), tremores, hiperexcitabilidade progredindo gradualmente até quadro convulsivo que pode ser grave e recorrente. Coma, depressão respiratória. Arritmias cardíacas. Alterações hepáticas e renais. Possível pneumonite química com solventes derivados de petróleo. COMO SÃO CLASSIFICADOS? Os agrotóxicos são classificados quanto a sua ação e ao grupo químico a que pertencem. Inseticida: possuem ação de combate a insetos, larvas e formigas. Os inseticidas pertencem a quatro grupos químicos: organoclorados, organofosforados, carbamatos e piretróides. Fungicida: ação de combate a fungos. Existem muitos fungicidas no mercado. Os principais grupos químicos são: Etileno-bis-redinosiaro, ditiocarbamatos, trifenil estânico, captan e hexaclorobenzeno. 10 3

4 COMO SÃO CLASSIFICADOS? Herbicida: combatem ervas daninhas. Nas últimas duas décadas, esse grupo tem tido uma utilização crescente na agricultura. Seus principais representantes são: paraquat, dinitrifenóis, glifosato, pentaclorofenol e derivados do ácido fenoxiacético. Acaricida: ação de combate a ácaros diversos. Os principais grupos químicos são: organofosforado, organoclorado, carbamato e piretróide. PIRETRINAS E PIRETRÓIDES USOS: Inseticida e acaricidas. VIA DE ABSORÇÃO: oral, respiratória e dérmica. São comuns manifestações alérgicas em indivíduos sensíveis: dermatite, rinite, cefaléia, asma, pneumonite; reação anafilática é rara. Ingesta: manifestações gastrointestinais decorrentes de associação com sinergista (butóxido de peperonila): epigastralgia, náuseas, vômitos, diarréia. Depressão leve do Sistema Nervoso Central. Ingesta de dose tóxica de piretróide pode causar cefaléia, parestesias, fasciculações, convulsões, coma e parada respiratória. 4 9

5 PARAQUAT USOS: Herbicida. VIA DE ABSORÇÃO: oral. Inicial: dor, edema, ulcerações de mucosa do trato digestivo. Náuseas, vômitos, dor abdominal, diarréia. Em 24 a 72 horas, insuficiência renal (necrose tubular aguda) e alterações hepáticas reversíveis. Em 7 a 15 dias, insuficiência respiratória progressiva evoluindo ao óbito. Em casos graves quadro clinico é intenso e precoce, manifestações gástricas severas, edema pulmonar, choque, alterações cardíacas, insuficiência renal, hepática. Óbito em 24 a 48 horas devido à falência múltipla de órgãos. QUAIS OS SINTOMAS DE CADA GRUPO QUÍMICO? ORGANOFOSFORADOS USOS: Inseticidas e acaricidas. VIA DE ABSORÇÃO: oral, respiratória e dérmica (pele). Efeitos muscarínicos: miose (pupilas contraídas), lacrimejamento, hipersecreção brônquica, suor excessivo, salivação, náuseas, vômitos, diarréia, cólicas abdominais, incontinência urinária, hipotensão (pressão baixa), bradicardia (diminução dos batimentos cardíacos), tosse, cianose(coloração azulada da pele). Efeitos nicotínicos: fasciculações (pequenas contrações musculares), cãibras, fraqueza muscular (inclusive respiratória), taquicardia (aumento dos batimentos cardíacos), hipertensão (pressão alta). Sistema Nervoso Central: confusão mental, cefaléia (dor de cabeça), fadiga, tremores, convulçoes, coma, depressão respiratória central. Possíveis manifestações neurológicas tardias. 8 5

6 CARBAMATOS USOS: Inseticidas e acaricidas. VIA DE ABSORÇÃO: oral, respiratória e dérmica (pele). Efeitos muscarínicos: miose (contração de pupila), lacrimejamento, hipersecreção brônquica, sudorese (suor), salivação, náuseas, vômitos, diarréia, cólicas abdominais, incontinência urinária, hipotensão (pressão baixa), bradicardia (redução dos batimentos cardíacos), tosse, cianose(coloração azulada da pele). Efeitos nicotínicos: fasciculações, cãibras, fraqueza muscular (inclusive respiratória), hipertensão (pressão alta). Sistema Nervoso Central: confusão mental, cefaléia (dor de cabeça), fadiga, tremores, convulções, depressão respiratória. Aldicard tem alto poder convulsivante. GLIFOSATO USOS: Herbicida VIA DE ABSORÇÃO: oral e dérmica (pele). Ingesta (tomar): Síndrome caracterizada por manifestações gastrointestinais, náuseas, vômitos, epigastralgia, ulcerações orais, gastroesofágicas; possíveis sangramentos. Alterações hepáticas, cardiovasculares (hipotensão pode ser refratária, hipovolemia, diminuição do volume sanguíneo e choque). Insuficiência respiratória: dispnéia (diminuição), cianose, broncoespasmo, edema pulmonar não cardigênico. Insuficiência renal: oligúria (dimunição da urina), anúria. Acidose metabólica. Contato: irritação de mucosas, edema periorbital, efeitos cardiovasculares (hipertensão, taquicardia), edema e parestesias em locais de contato dérmico. 6 7

INTOXICAÇÃO EXOGÉNA POR AGROTÓXICOS

INTOXICAÇÃO EXOGÉNA POR AGROTÓXICOS INTOXICAÇÃO EXOGÉNA POR AGROTÓXICOS CEREST ESTADUAL Enfª do Trabalho: Thaysa Zago CLASSIFICAÇÃO Inseticidas ou praguicidas: combatem insetos; Fungicidas: atingem os fungos; Herbicidas: matam as plantas

Leia mais

SEMIÓTICA ELEMENTAR DA ALERGIA E INTOXICAÇÃO

SEMIÓTICA ELEMENTAR DA ALERGIA E INTOXICAÇÃO SEMIÓTICA ELEMENTAR DA ALERGIA E INTOXICAÇÃO Edilbert Pellegrini Nahn Junior UFRJ Campus Macaé Medicina do Adulto Etiologia das Intoxicações MEDICAMENTOS / DROGAS ALIMENTOS PRODUTOS DOMICILIARES INSETICIDAS

Leia mais

Centro de Ciências da Saúde Faculdade de Medicina Departamento de Medicina Preventiva Disciplina Saúde e Trabalho

Centro de Ciências da Saúde Faculdade de Medicina Departamento de Medicina Preventiva Disciplina Saúde e Trabalho Centro de Ciências da Saúde Faculdade de Medicina Departamento de Medicina Preventiva Disciplina Saúde e Trabalho Neurotoxicologia Dra Angelica dos Santos Vianna 18 e 19 novembro 2010 Neurotoxicidade (Medronho

Leia mais

MARAX. Comprimidos. 10 mg + 25 mg + 130 mg

MARAX. Comprimidos. 10 mg + 25 mg + 130 mg MARAX Comprimidos 10 mg + 25 mg + 130 mg Marax dicloridrato de hidroxizina, sulfato de efedrina, teofilina anidra I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome: Marax Nome genérico: dicloridrato de hidroxizina,

Leia mais

Carbonato de Cálcio, Vitamina D com Bifosfonados ou Raloxifeno ou Calcitonina

Carbonato de Cálcio, Vitamina D com Bifosfonados ou Raloxifeno ou Calcitonina Termo de Esclarecimento e Responsabilidade Carbonato de Cálcio, Vitamina D com Bifosfonados ou Raloxifeno ou Calcitonina Eu, (nome do paciente(a) abaixo identificado(a) e firmado(a)), declaro ter sido

Leia mais

ACIDENTES POR ANIMAIS PEÇONHENTOS

ACIDENTES POR ANIMAIS PEÇONHENTOS Protocolo: Nº 81 Elaborado por: Manoel Emiliano Última revisão: 06/09/2011 Revisores: Samantha Vieira Maria Clara Mayrink ACIDENTES POR ANIMAIS PEÇONHENTOS DEFINIÇÃO: Animais peçonhentos são animais que

Leia mais

Actualizado em 28-09-2009* Definição de caso, de contacto próximo e de grupos de risco para complicações

Actualizado em 28-09-2009* Definição de caso, de contacto próximo e de grupos de risco para complicações Definição de caso, de contacto próximo e de grupos de risco para complicações 1. Introdução A evolução da epidemia causada pelo vírus da gripe pandémica (H1N1) 2009 implica que as medidas sejam adaptadas

Leia mais

Rivastigmina (Port.344/98 -C1)

Rivastigmina (Port.344/98 -C1) Rivastigmina (Port.344/98 -C1) Alzheimer DCB: 09456 CAS: 129101-54-8 Fórmula molecular: C 14 H 22 N 2 O 2.C 4 H 6 O 6 Nome químico: (S)-N-Ethyl-3-[(1-dimethylamino)ethyl]-N-methylphenylcarbamate hydrogen

Leia mais

Insuficiência respiratória aguda. Prof. Claudia Witzel

Insuficiência respiratória aguda. Prof. Claudia Witzel Insuficiência respiratória aguda O que é!!!!! IR aguda Incapacidade do sistema respiratório de desempenhar suas duas principais funções: - Captação de oxigênio para o sangue arterial - Remoção de gás carbônico

Leia mais

Intoxicações. Suporte às funções vitais (respiração e circulação).

Intoxicações. Suporte às funções vitais (respiração e circulação). Intoxicações Quando estiver em casa, dê uma olhada no seu armário de medicamentos. Vá até a área de serviço e conte quantos produtos de limpeza existem lá. Imagine a felicidade de uma criança ao deparar-se

Leia mais

Neurônio Neurônio (SNC) Neurônio pós ganglionar Órgão efetor. Neurônio pré e pós ganglionar. Neurônio e músculo esquelético (placa.

Neurônio Neurônio (SNC) Neurônio pós ganglionar Órgão efetor. Neurônio pré e pós ganglionar. Neurônio e músculo esquelético (placa. Colinérgicos Sinapses Colinérgicas Neurônio Neurônio (SNC) Neurônio pós ganglionar Órgão efetor Neurônio pré e pós ganglionar Prof. Herval de Lacerda Bonfante Departamento de Farmacologia Neurônio e músculo

Leia mais

Tramal cloridrato de tramadol

Tramal cloridrato de tramadol I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Tramal Retard Nome genérico: cloridrato de tramadol Tramal cloridrato de tramadol APRESENTAÇÕES: Tramal Retard comprimidos revestidos de 100 mg em embalagem

Leia mais

Azatioprina, Ciclosporina, Micofenolato de Mofetila, Micofenolato de Sódio, Sirolimo,Tacrolimo, Everolimo e Imunoglobulina Humana

Azatioprina, Ciclosporina, Micofenolato de Mofetila, Micofenolato de Sódio, Sirolimo,Tacrolimo, Everolimo e Imunoglobulina Humana Termo de Esclarecimento e Responsabilidade Azatioprina, Ciclosporina, Micofenolato de Mofetila, Micofenolato de Sódio, Sirolimo,Tacrolimo, Everolimo e Imunoglobulina Humana Eu, (nome do(a) paciente), declaro

Leia mais

MODELO DE BULA IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO: FLAGASS BABY dimeticona + metilbrometo de homatropina. Emulsão oral (gotas) em frasco de 15 ml USO PEDIÁTRICO

MODELO DE BULA IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO: FLAGASS BABY dimeticona + metilbrometo de homatropina. Emulsão oral (gotas) em frasco de 15 ml USO PEDIÁTRICO MODELO DE BULA IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO: FLAGASS BABY dimeticona + metilbrometo de homatropina Emulsão oral (gotas) em frasco de 15 ml USO PEDIÁTRICO USO ORAL Composição completa: Cada ml (aproximadamente

Leia mais

Risperidona, Clozapina, Quetiapina, Ziprasidona e Olanzapina

Risperidona, Clozapina, Quetiapina, Ziprasidona e Olanzapina Termo de Esclarecimento e Responsabilidade Risperidona, Clozapina, Quetiapina, Ziprasidona e Olanzapina Eu, ( nome do(a) paciente), abaixo identificado(a) e firmado(a), declaro ter sido informado(a) claramente

Leia mais

RETIFICAÇÕES DIVERSAS

RETIFICAÇÕES DIVERSAS Circular 340/2014 São Paulo, 10 de Junho de 2014. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) RETIFICAÇÕES DIVERSAS Diário Oficial da União Nº 109, Seção 1, terça-feira, 10 de junho de 2014 Prezados Senhores, Segue para

Leia mais

Não existe dados nacionais confiáveis; Nos Estados Unidos, estima-se cerca de dois a três milhões o número de intoxicações agudas;

Não existe dados nacionais confiáveis; Nos Estados Unidos, estima-se cerca de dois a três milhões o número de intoxicações agudas; Universidade Federal Fluminense Departamento de Patologia Disciplina de Toxicologia Clínica Não existe dados nacionais confiáveis; Nos Estados Unidos, estima-se cerca de dois a três milhões o número de

Leia mais

Palácio dos Bandeirantes Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - CEP 05698-900 - Fone: 3745-3344 Nº 223 DOE de 28/11/07. Saúde GABINETE DO SECRETÁRIO

Palácio dos Bandeirantes Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - CEP 05698-900 - Fone: 3745-3344 Nº 223 DOE de 28/11/07. Saúde GABINETE DO SECRETÁRIO Diário Oficial Estado de São Paulo Poder Executivo Seção I Palácio dos Bandeirantes Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - CEP 05698-900 - Fone: 3745-3344 Nº 223 DOE de 28/11/07 Saúde GABINETE DO SECRETÁRIO Resolução

Leia mais

AGROTÓXICOS: REALIDADE BRASILEIRA E A RELAÇÃO COM A MEDICINA DE FAMILIA E COMUNIDADE. Por Ivi Tavares A.Castillero Medica de Família e Comunidade- RJ

AGROTÓXICOS: REALIDADE BRASILEIRA E A RELAÇÃO COM A MEDICINA DE FAMILIA E COMUNIDADE. Por Ivi Tavares A.Castillero Medica de Família e Comunidade- RJ AGROTÓXICOS: REALIDADE BRASILEIRA E A RELAÇÃO COM A MEDICINA DE FAMILIA E COMUNIDADE Por Ivi Tavares A.Castillero Medica de Família e Comunidade- RJ RELEVÂNCIA DO TEMA PARA SAÚDE: Aumento dos riscos dos

Leia mais

ATENOL atenolol. Excipientes: laurilsulfato de sódio, estearato de magnésio, carbonato de magnésio, amido de milho e gelatina.

ATENOL atenolol. Excipientes: laurilsulfato de sódio, estearato de magnésio, carbonato de magnésio, amido de milho e gelatina. ATENOL atenolol I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO ATENOL atenolol APRESENTAÇÕES Comprimidos simples de ATENOL 25 mg em embalagem com 30 comprimidos. Comprimidos simples de ATENOL 50 mg em embalagem com 30

Leia mais

COMPOSIÇÃO Cada 1 g de pó contém: benzocaína... 0,006 g bicarbonato de sódio... 0,884 g clorato de potássio... 0,11g

COMPOSIÇÃO Cada 1 g de pó contém: benzocaína... 0,006 g bicarbonato de sódio... 0,884 g clorato de potássio... 0,11g IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: Albicon benzocaína, bicarbonato de sódio, clorato de potássio APRESENTAÇÕES Pó para uso tópico. Cada grama contém 0,006 g de benzocaína, 0,884 g de bicarbonato de sódio e

Leia mais

Substâncias Químicas mais comuns. Riscos e efeitos tóxicos. Risco Frase R Frase S Efeitos Tóxicos Acetato de Chumbo(II) R20/22 R33 S13 S20/21 *

Substâncias Químicas mais comuns. Riscos e efeitos tóxicos. Risco Frase R Frase S Efeitos Tóxicos Acetato de Chumbo(II) R20/22 R33 S13 S20/21 * Substâncias Químicas mais comuns. Riscos e efeitos tóxicos. Risco Frase R Frase S Efeitos Tóxicos Acetato de Chumbo(II) R20/22 R33 S13 S20/21 * Acetona R11 S9 S16 S23 S33 A inalação dos vapores pode causar

Leia mais

Naxogin nimorazol. Naxogin 500 mg em embalagem contendo 8 comprimidos. Cada comprimido de Naxogin contém 500 mg de nimorazol.

Naxogin nimorazol. Naxogin 500 mg em embalagem contendo 8 comprimidos. Cada comprimido de Naxogin contém 500 mg de nimorazol. Naxogin nimorazol PARTE I IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO Nome: Naxogin Nome genérico: nimorazol Forma farmacêutica e apresentações: Naxogin 500 mg em embalagem contendo 8 comprimidos. USO ADULTO USO ORAL Composição:

Leia mais

Emergência e urgência nos atendimentos (aula 2)

Emergência e urgência nos atendimentos (aula 2) Emergência e urgência nos atendimentos (aula 2) Emergências em cães e gatos Envenenamentos e intoxicações (inseticidas, venenos para roedores, produtos de limpeza, medicações, chocolates, etc) Escoriações

Leia mais

Vitaminas. Natália A. Paludetto

Vitaminas. Natália A. Paludetto Vitaminas Natália A. Paludetto Vitaminas, o que são? Compostos orgânicos não produzidos por nós, devendo ser ingeridos; São produzidas por plantas e alguns unicelulares. Necessárias em pequenas quantidades;

Leia mais

MODELO DE TEXTO DE BULA. FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO FUNED Dexclorfeniramina comprimido de 2 mg - blister com 10 comprimidos.

MODELO DE TEXTO DE BULA. FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO FUNED Dexclorfeniramina comprimido de 2 mg - blister com 10 comprimidos. MODELO DE TEXTO DE BULA FUNED Dexclorfeniramina maleato de dexclorfeniramina FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO FUNED Dexclorfeniramina comprimido de 2 mg - blister com 10 comprimidos. USO ORAL USO ADULTO

Leia mais

Dimorf. sulfato de morfina. Comprimidos - 10 mg e 30 mg. Cristália Prod. Quím. Farm. Ltda. MODELO DE BULA PARA O PACIENTE

Dimorf. sulfato de morfina. Comprimidos - 10 mg e 30 mg. Cristália Prod. Quím. Farm. Ltda. MODELO DE BULA PARA O PACIENTE Dimorf sulfato de morfina Comprimidos - 10 mg e 30 mg Cristália Prod. Quím. Farm. Ltda. MODELO DE BULA PARA O PACIENTE IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO DIMORF sulfato de morfina APRESENTAÇÕES Comprimidos de

Leia mais

EPÉZ. cloridrato de donepezila. Comprimido revestido - 5 mg Comprimido revestido - 10 mg

EPÉZ. cloridrato de donepezila. Comprimido revestido - 5 mg Comprimido revestido - 10 mg EPÉZ cloridrato de donepezila Comprimido revestido - 5 mg Comprimido revestido - 10 mg BULA PARA PACIENTE Bula de acordo com a Resolução-RDC nº 47/2009 EPÉZ cloridrato de donepezila I- IDENTIFICAÇÃO DO

Leia mais

AGROTÓXICOS: UM GRAVE PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA. V Jornada em Saúde do Trabalhador- Ijuí - 2015

AGROTÓXICOS: UM GRAVE PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA. V Jornada em Saúde do Trabalhador- Ijuí - 2015 AGROTÓXICOS: UM GRAVE PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA V Jornada em Saúde do Trabalhador- Ijuí - 2015 Brasil campeão do mundo no uso de agrotóxicos e quem paga a conta é você! Nome Sobrenome Divisão (sigla)

Leia mais

PARATRAM cloridrato de tramadol + paracetamol

PARATRAM cloridrato de tramadol + paracetamol PARATRAM cloridrato de tramadol + paracetamol APRESENTAÇÕES Comprimidos Paratram 37,5 mg + 325mg. Embalagem com 10, 20 ou 30 comprimidos. USO ORAL. USO ADULTO. COMPOSIÇÃO Cada comprimido de PARATRAM contém

Leia mais

MENELAT. mirtazapina. Comprimidos revestidos - 30 mg e 45 mg INDRAD

MENELAT. mirtazapina. Comprimidos revestidos - 30 mg e 45 mg INDRAD MENELAT - 30 mg e 45 mg INDRAD BULA PARA PACIENTE Bula de acordo com a Resolução-RDC nº 47/2009 MENELAT I- IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO MENELAT APRESENTAÇÕES 30 mg: embalagens com 10 e 30 comprimidos.

Leia mais

PRIMEIROS SOCORROS. RECURSOS HUMANOS - PH/PHA Data: 28/03/2000 PESSOAS: NOSSA MELHOR ENERGIA

PRIMEIROS SOCORROS. RECURSOS HUMANOS - PH/PHA Data: 28/03/2000 PESSOAS: NOSSA MELHOR ENERGIA PRIMEIROS SOCORROS CONCEITO TRATAMENTO IMEDIATO E PROVISÓRIO CARACTERÍSTICAS DO SOCORRISTA CONHECIMENTO INICATIVA CONFIANÇA CRIATIVIDADE CALMA SOLIDARIEDADE ESTADO DE CHOQUE HIPOTENSÃO COM ACENTUADA BAIXA

Leia mais

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta.

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta. Prezado(a) candidato(a): Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta. Nº de Inscrição Nome ASSINALE A RESPOSTA

Leia mais

PLANTAS POTENCIALMENTE TÓXICAS. Planta (nome comum/ nome científico)

PLANTAS POTENCIALMENTE TÓXICAS. Planta (nome comum/ nome científico) PLANTAS POTENCIALMENTE TÓXICAS Existem inúmeras plantas ornamentais e selvagens potencialmente tóxicas para os nossos animais de companhia. Na seguinte tabela enumeramos algumas das mais frequentes nas

Leia mais

Cloroquina, Hidroxicloroquina, Sulfassalazina, Metotrexato, Ciclosporina,Leflunomida, Agentes anti-citocinas

Cloroquina, Hidroxicloroquina, Sulfassalazina, Metotrexato, Ciclosporina,Leflunomida, Agentes anti-citocinas Termo de Esclarecimento e Responsabilidade Cloroquina, Hidroxicloroquina, Sulfassalazina, Metotrexato, Ciclosporina,Leflunomida, Agentes anti-citocinas Eu, (nome do (a) paciente), abaixo identificado (a)

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Captopril Inpharma 25 mg Comprimidos. Captopril

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Captopril Inpharma 25 mg Comprimidos. Captopril FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Captopril Inpharma 25 mg Comprimidos Captopril Leia atentamente este folheto antes de utilizar este medicamento - Conserve este folheto. Pode ter necessidade

Leia mais

Relaxante Muscular e Analgésico. APRESENTAÇÕES Comprimidos de 200 mg de clorzoxazona e 300 mg de paracetamol em embalagens com 12 comprimidos.

Relaxante Muscular e Analgésico. APRESENTAÇÕES Comprimidos de 200 mg de clorzoxazona e 300 mg de paracetamol em embalagens com 12 comprimidos. BULA DO PACIENTE IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Paralon Relaxante Muscular e Analgésico clorzoxazona 200 mg e paracetamol 300 mg Comprimidos APRESENTAÇÕES Comprimidos de 200 mg de clorzoxazona e 300 mg de

Leia mais

Protocolo de Atendimento de Reação Adversa a Medicações

Protocolo de Atendimento de Reação Adversa a Medicações Protocolo de Atendimento de Reação Adversa a Medicações Unidade de Anestesia Versão eletrônica atualizada em Março 2009 Protocolo de Atendimento de Reação Adversa a Medicações Definições OMS Uma resposta

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos PENETROL CUPIM

Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos PENETROL CUPIM 1. Identificação do produto e da empresa Nome do produto: Nome da empresa: Otto Baumgart Ind. e Com. S/A Endereço: Rua Coronel Marcílio Franco, 1063 São Paulo S.P. Telefone da empresa: (11) 6902-5522 Telefone

Leia mais

O Nicorette Goma para mascar medicamentosa de 2 mg ou 4 mg. apresenta-se sob a forma farmacêutica de goma para mascar medicamentosa.

O Nicorette Goma para mascar medicamentosa de 2 mg ou 4 mg. apresenta-se sob a forma farmacêutica de goma para mascar medicamentosa. FOLHETO INFORMATIVO Leia atentamente este folheto antes de tomar o medicamento - Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o ler novamente. - Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Leia mais

QUIMIOTERAPIA EFEITOS COLATERAIS. Renata Loretti Ribeiro Enfermeira Coren - 42883

QUIMIOTERAPIA EFEITOS COLATERAIS. Renata Loretti Ribeiro Enfermeira Coren - 42883 QUIMIOTERAPIA EFEITOS COLATERAIS Renata Loretti Ribeiro Enfermeira Coren - 42883 INTRODUÇÃO ÀS TOXICIDADES Os efeitos colaterais provocados pela quimioterapia estão relacionados à não especificidade das

Leia mais

NOÇÕES BÁSICAS DE TOXICOLOGIA DE PLANTAS

NOÇÕES BÁSICAS DE TOXICOLOGIA DE PLANTAS UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA CURSO DE ENFERMAGEM DISCIPLINA: FITOTERAPIA PROF.ª DANIELLA KOCH DE CARVALHO NOÇÕES BÁSICAS DE TOXICOLOGIA DE PLANTAS Em princípio, todas as plantas medicinais são

Leia mais

ENGOV maleato de mepiramina 15,0 mg - hidróxido de alumínio 150,0 mg - ácido acetilsalicílico 150,0 mg cafeína 50,0 mg

ENGOV maleato de mepiramina 15,0 mg - hidróxido de alumínio 150,0 mg - ácido acetilsalicílico 150,0 mg cafeína 50,0 mg 1/5 IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO ENGOV maleato de mepiramina 15,0 mg - hidróxido de alumínio 150,0 mg - ácido acetilsalicílico 150,0 mg cafeína 50,0 mg APRESENTAÇÃO Comprimido Display contendo 25 envelopes

Leia mais

NAXOGIN COMPRIMIDOS. 500 mg

NAXOGIN COMPRIMIDOS. 500 mg NAXOGIN COMPRIMIDOS 500 mg Naxogin nimorazol I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Naxogin Nome genérico: nimorazol APRESENTAÇÕES Naxogin comprimidos de 500 mg em embalagens contendo 8 comprimidos.

Leia mais

Solução Oral: Cada 5 ml de solução oral contém: paracetamol...200,00 mg maleato de

Solução Oral: Cada 5 ml de solução oral contém: paracetamol...200,00 mg maleato de Resfedryl paracetamol / clorfenamina fenilefrina Formas Farmacêuticas e Apresentações: Cápsula: Embalagem com 20, 100 e 200 cápsulas. Granulado para solução oral: Envelope contendo 5 g. Solução Oral: Frasco

Leia mais

Esalerg gotas. Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A. solução oral 1,25 mg/ml

Esalerg gotas. Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A. solução oral 1,25 mg/ml Esalerg gotas Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A. solução oral 1,25 mg/ml BULA PARA PACIENTE Bula de acordo com a Resolução-RDC nº 47/2009 I- IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO ESALERG GOTAS (desloratadina)

Leia mais

MEDICAMENTO SIMILAR EQUIVALENTE AO MEDICAMENTO DE REFERÊNCIA

MEDICAMENTO SIMILAR EQUIVALENTE AO MEDICAMENTO DE REFERÊNCIA PAMIGEN cloridrato de gencitabina MEDICAMENTO SIMILAR EQUIVALENTE AO MEDICAMENTO DE REFERÊNCIA APRESENTAÇÃO 200 mg - Embalagem com 1 frasco ampola 1 g - Embalagem com 1 frasco ampola FORMA FARMACÊUTICA

Leia mais

21/6/2011 EMERGÊNCIAS CLÍNICAS CARDIOVASCULARES EMERGÊNCIAS CLÍNICAS INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO (IAM) SINAIS E SINTOMAS DE IAM

21/6/2011 EMERGÊNCIAS CLÍNICAS CARDIOVASCULARES EMERGÊNCIAS CLÍNICAS INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO (IAM) SINAIS E SINTOMAS DE IAM EMERGÊNCIAS CLÍNICAS EMERGÊNCIAS CLÍNICAS CARDIOVASCULARES Infarto agudo do miocárdio; Insuficiência cardíaca congestiva; Acidente vascular cerebral; Hipertensão. EDUARDO LUIZ INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO

Leia mais

RESFENOL paracetamol maleato de clorfeniramina cloridrato de fenilefrina

RESFENOL paracetamol maleato de clorfeniramina cloridrato de fenilefrina RESFENOL paracetamol maleato de clorfeniramina cloridrato de fenilefrina FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO Cápsulas: cartuchos com 20 e 120 cápsulas em blísteres e frasco de vidro com 20 cápsulas Gotas

Leia mais

Intoxicações por agrotóxicos na Mesorregião Norte Central Paranaense 2007 a 2011

Intoxicações por agrotóxicos na Mesorregião Norte Central Paranaense 2007 a 2011 Intoxicações por agrotóxicos na Mesorregião Norte Central Paranaense 2007 a 2011 Intoxication by pesticides in Parana North Central Mesoregion 2007 to 2011 564 Pedro Dias Mangolini Neves* Marcella Bellini**

Leia mais

MENELAT. mirtazapina. Comprimidos revestidos - 30 mg e 45 mg

MENELAT. mirtazapina. Comprimidos revestidos - 30 mg e 45 mg MENELAT mirtazapina - 30 mg e 45 mg BULA PARA PACIENTE Bula de acordo com a Resolução-RDC nº 47/2009 MENELAT mirtazapina I- IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO MENELAT mirtazapina MEDICAMENTO SIMILAR EQUIVALENTE

Leia mais

Bactérias e Doenças Associadas

Bactérias e Doenças Associadas Bactérias e Doenças Associadas Disenteria Bacilar Agente Etiológico: Bactérias do gênero Shigella Forma de transmissão: Água e alimentos contaminados com as fezes dos doentes. Sintomas: Infecção intestinal,

Leia mais

ALPRAZOLAM. Aché Laboratórios Farmacêuticos Comprimidos 0,5 mg, 1,0 mg e 2,0 mg

ALPRAZOLAM. Aché Laboratórios Farmacêuticos Comprimidos 0,5 mg, 1,0 mg e 2,0 mg ALPRAZOLAM Aché Laboratórios Farmacêuticos Comprimidos 0,5 mg, 1,0 mg e 2,0 mg MODELO DE BULA Versão para o paciente Bula de acordo com a Resolução-RDC nº 47/2009 alprazolam Medicamento genérico Lei nº

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR dormidina 25 mg comprimidos revestidos por película Succinato de doxilamina Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. Este

Leia mais

OMENAX. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Cápsula 20mg e 40mg

OMENAX. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Cápsula 20mg e 40mg OMENAX Geolab Indústria Farmacêutica S/A Cápsula 20mg e 40mg tratar dispepsia, condição que causa acidez, azia, arrotos ou indigestão. Pode ser usado também para evitar sangramento do trato gastrintestinal

Leia mais

EDUARDO ESPINDOLA FONTOURA JUNIOR ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS DAS INTOXICAÇÕES POR AGROTÓXICOS NO MATO GROSSO DO SUL DE 2001 A 2007.

EDUARDO ESPINDOLA FONTOURA JUNIOR ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS DAS INTOXICAÇÕES POR AGROTÓXICOS NO MATO GROSSO DO SUL DE 2001 A 2007. EDUARDO ESPINDOLA FONTOURA JUNIOR ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS DAS INTOXICAÇÕES POR AGROTÓXICOS NO MATO GROSSO DO SUL DE 2001 A 2007. Brasília-DF 2009 UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

Leia mais

mesilato de doxazosina Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Comprimidos 2 mg

mesilato de doxazosina Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Comprimidos 2 mg mesilato de doxazosina Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Comprimidos 2 mg mesilato de doxazosina Medicamento Genérico, Lei nº 9.787, de 1999 APRESENTAÇÃO Comprimido de 2 mg: embalagem com 30 comprimidos.

Leia mais

Ciências Morfofuncionais III Fármacos analgésicos

Ciências Morfofuncionais III Fármacos analgésicos Ciências Morfofuncionais III Fármacos analgésicos Professores: Felipe, Jean-Pierre e Olivia FÁRMACOS ANALGÉSICOS Analgésico é um termo coletivo para designar qualquer membro do diversificado grupo de drogas

Leia mais

IMOSEC (cloridrato de loperamida) comprimidos. 2 mg

IMOSEC (cloridrato de loperamida) comprimidos. 2 mg IMOSEC (cloridrato de loperamida) Janssen-Cilag Farmacêutica Ltda. comprimidos 2 mg IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Imosec cloridrato de loperamida comprimidos APRESENTAÇÕES Comprimidos de 2 mg em embalagem

Leia mais

Formas farmacêuticas e apresentações Comprimidos de 25 mg em embalagem com 30 comprimidos. Comprimidos de 75 mg em embalagem com 30 comprimidos.

Formas farmacêuticas e apresentações Comprimidos de 25 mg em embalagem com 30 comprimidos. Comprimidos de 75 mg em embalagem com 30 comprimidos. Ago09 Stugeron cinarizina comprimidos / suspensão Formas farmacêuticas e apresentações Comprimidos de 25 mg em embalagem com 30 comprimidos. Comprimidos de 75 mg em embalagem com 30 comprimidos. USO ADULTO

Leia mais

Boehringer Ingelheim do Brasil Química e Farmacêutica Ltda. Bisoltussin Xarope 2mg/mL

Boehringer Ingelheim do Brasil Química e Farmacêutica Ltda. Bisoltussin Xarope 2mg/mL Bisoltussin (bromidrato de dextrometorfano) Boehringer Ingelheim do Brasil Química e Farmacêutica Ltda. Bisoltussin Xarope 2mg/mL Bisoltussin bromidrato de dextrometorfano APRESENTAÇÕES Xarope de 2mg/ml:

Leia mais

Prostigmine metilsulfato de neostigmina

Prostigmine metilsulfato de neostigmina Prostigmine metilsulfato de neostigmina APRESENTAÇÕES Solução Injetável 0,5 mg/ml - Embalagem com 50 ampolas de 1 ml. USO INJETÁVEL USO ADULTO E PEDIÁTRICO COMPOSIÇÃO Cada ml contém 0,5 mg de metilsulfato

Leia mais

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS. NARCAN cloridrato de naloxona 0,4 mg/ml FORMA FARMACÊUTICA E DE APRESENTAÇÃO: Solução injetável. Caixa com 10 ampolas de 1 ml. USO ADULTO E PEDIÁTRICO COMPOSIÇÃO: Cada ml da solução injetável contém: cloridrato

Leia mais

BRICANYL Composto Expectorante sulfato de terbutalina / guaifenesina

BRICANYL Composto Expectorante sulfato de terbutalina / guaifenesina BRICANYL Composto Expectorante sulfato de terbutalina / guaifenesina I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO BRICANYL Composto Expectorante sulfato de terbutalina / guaifenesina APRESENTAÇÃO Embalagem com frasco

Leia mais

Leia sem moderação. Alcoolismo

Leia sem moderação. Alcoolismo Leia sem moderação. Alcoolismo ALCOOLISMO O alcoolismo é uma doença grave causada pela ingestão contínua de bebidas alcoólicas. A pessoa torna-se prisioneira do ato de beber, sofrendo conseqüências sociais,

Leia mais

Se qualquer um destes casos se aplica a você, informe ao seu médico antes de tomar Sirdalud.

Se qualquer um destes casos se aplica a você, informe ao seu médico antes de tomar Sirdalud. SIRDALUD cloridrato de tizanidina APRESENTAÇÕES Sirdalud 2 mg embalagens contendo 30 comprimidos sulcados. VIA ORAL USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada comprimido de Sirdalud contém 2,28 mg de cloridrato de tizanidina,

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Viabom 50 mg comprimidos Dimenidrinato APROVADO EM Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. Este medicamento pode ser adquirido

Leia mais

MINI BULA CARVEDILOL

MINI BULA CARVEDILOL MINI BULA CARVEDILOL Medicamento Genérico Lei nº 9.787, de 1999. APRESENTAÇÃO: Comprimido 3,125mg: caixas contendo 15, 30; Comprimido 6,25 mg: caixa contendo 15, 30; Comprimido 12,5 mg: caixa contendo

Leia mais

Ficha de informações de segurança de produtos químicos

Ficha de informações de segurança de produtos químicos Página 1 de 5 Ficha de informações de segurança de produtos químicos 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do produto: BIFENTOL 2 PS Fabricante: Nome da empresa: Chemone Industrial Química do Nordeste

Leia mais

Como interpretar a Gasometria de Sangue Arterial

Como interpretar a Gasometria de Sangue Arterial Como interpretar a Gasometria de Sangue Arterial Sequência de interpretação e estratificação de risco 08/01/2013 Daniela Carvalho Objectivos da Tertúlia Sequência de interpretação da GSA - Método dos 3

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO. Reminyl ER

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO. Reminyl ER IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Reminyl ER bromidrato de galantamina cápsulas de liberação prolongada APRESENTAÇÕES Cápsulas de liberação prolongada de 8 mg: embalagem com 7 cápsulas. Cápsulas de liberação

Leia mais

Abcd. BUSCOFEM Ibuprofeno. APRESENTAÇÕES Cápsulas de 400 mg: embalagens com 10 e 50 cápsulas. USO ORAL USO ADULTO ACIMA DE 12 ANOS

Abcd. BUSCOFEM Ibuprofeno. APRESENTAÇÕES Cápsulas de 400 mg: embalagens com 10 e 50 cápsulas. USO ORAL USO ADULTO ACIMA DE 12 ANOS BUSCOFEM Ibuprofeno APRESENTAÇÕES Cápsulas de 400 mg: embalagens com 10 e 50 cápsulas. USO ORAL USO ADULTO ACIMA DE 12 ANOS COMPOSIÇÃO Cada cápsula contém 400 mg de ibuprofeno. Excipientes: macrogol, hidróxido

Leia mais

INTOXICAÇÃO ORAL SEGUIDO DE ÓBITO POR CARBAMATO E ORGANOFOSFORATO: RELATO DE 2 CASOS

INTOXICAÇÃO ORAL SEGUIDO DE ÓBITO POR CARBAMATO E ORGANOFOSFORATO: RELATO DE 2 CASOS INTOXICAÇÃO ORAL SEGUIDO DE ÓBITO POR CARBAMATO E ORGANOFOSFORATO: RELATO DE 2 CASOS Vanessa S.M. Côrtes-Salvio, Marcio A. Babinski, Enrique A. C.Loayza Escola de Medicina - Centro de Ciências da Saúde

Leia mais

Aceclo-gran. Legrand Pharma Indústria Farmacêutica Ltda. Comprimido revestido. 100mg

Aceclo-gran. Legrand Pharma Indústria Farmacêutica Ltda. Comprimido revestido. 100mg Aceclo-gran Legrand Pharma Indústria Farmacêutica Ltda. Comprimido revestido 100mg Aceclofenaco comprimido revestido paciente I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Aceclo-gran aceclofenaco APRESENTAÇÕES Comprimidos

Leia mais

BUPSTÉSIC. Sem vasoconstritor. União Química Farmacêutica Nacional S/A Solução Injetável 5 mg/ml (0,5%)

BUPSTÉSIC. Sem vasoconstritor. União Química Farmacêutica Nacional S/A Solução Injetável 5 mg/ml (0,5%) BUPSTÉSIC Sem vasoconstritor União Química Farmacêutica Nacional S/A Solução Injetável 5 mg/ml (0,5%) BUPSTÉSIC cloridrato de bupivacaína Sem vasoconstritor Solução Injetável IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO FORMA

Leia mais

Tranquinal. alprazolam APRESENTAÇÕES. Tranquinal comprimidos de 0,25 mg, 0,5 mg, 1 mg ou 2 mg em embalagens contendo 20 ou 30 comprimidos.

Tranquinal. alprazolam APRESENTAÇÕES. Tranquinal comprimidos de 0,25 mg, 0,5 mg, 1 mg ou 2 mg em embalagens contendo 20 ou 30 comprimidos. Tranquinal alprazolam APRESENTAÇÕES Tranquinal comprimidos de 0,25 mg, 0,5 mg, 1 mg ou 2 mg em embalagens contendo 20 ou 30 comprimidos. VIA ORAL USO ADULTO ACIMA DE 18 ANOS DE IDADE COMPOSIÇÃO: Cada comprimido

Leia mais

Zina. (dicloridrato de levocetirizina)

Zina. (dicloridrato de levocetirizina) Zina (dicloridrato de levocetirizina) Bula para paciente Comprimido revestido 5 mg Zina (dicloridrato de levocetirizina) MEDICAMENTO SIMILAR EQUIVALENTE AO MEDICAMENTO DE REFERÊNCIA Comprimido revestido

Leia mais

Baclofeno. Relaxante muscular

Baclofeno. Relaxante muscular Baclofeno Relaxante muscular Fórmula estrutural: CAS: 1134-47-0 DCB: 01012 Peso Molecular: 213,66g/mol -1 Fórmula molecular: C 10 H 12 ClNO 2 Sinonímia: aminomethyl chlorohydrocinnamic acid; baclofenum;

Leia mais

DENGUE. Médico. Treinamento Rápido em Serviços de Saúde. Centro de Vigilância Epidemiológica Prof. Alexandre Vranjac

DENGUE. Médico. Treinamento Rápido em Serviços de Saúde. Centro de Vigilância Epidemiológica Prof. Alexandre Vranjac DENGUE Treinamento Rápido em Serviços de Saúde Médico 2015 Centro de Vigilância Epidemiológica Prof. Alexandre Vranjac O Brasil e o estado de São Paulo têm registrado grandes epidemias de dengue nos últimos

Leia mais

ADEFORTE. palmitato de retinol colecalciferol acetato de racealfatocoferol

ADEFORTE. palmitato de retinol colecalciferol acetato de racealfatocoferol ADEFORTE palmitato de retinol colecalciferol acetato de racealfatocoferol Forma farmacêutica e apresentações Solução oleosa oral. Caixa com 1, 3, 25 e 50 ampolas com 3 ml. Solução oral. Frasco com 15 ml.

Leia mais

Dr. Luis Quintino Hospital da Horta. Horta 24 Acidentes. P Delgada 5 Acidentes

Dr. Luis Quintino Hospital da Horta. Horta 24 Acidentes. P Delgada 5 Acidentes Dr. Luis Quintino Hospital da Horta Horta 24 Acidentes P Delgada 5 Acidentes ANOS: 1992 / 2009 PROVENIÊNCIA Casos Casos 2008 2006 2004 2002 2000 1998 1996 1994 1992 12 10 8 6 4 2 0 Horta Terceira Pico

Leia mais

Circulação sanguínea Intrapulmonar. V. Pulmonar leva sangue oxigenado do pulmão para o coração.

Circulação sanguínea Intrapulmonar. V. Pulmonar leva sangue oxigenado do pulmão para o coração. DOENÇAS PULMONARES Árvore Brônquica Circulação sanguínea Intrapulmonar V. Pulmonar leva sangue oxigenado do pulmão para o coração. A. Pulmonar traz sangue venoso do coração para o pulmão. Trocas Histologia

Leia mais

REAÇÃO ALÉRGICA AO CONTRASTE IODADO

REAÇÃO ALÉRGICA AO CONTRASTE IODADO 1 de 7 PROTOCOLO Data de Emissão: Histórico de Revisão / Versões Data Versão/Revisões Descrição Autor 1.00 Proposta inicial RN, IA 1 Objetivo: Identificar, qualificar e principalmente evitar qualquer tipo

Leia mais

Metronidazol Inpharma

Metronidazol Inpharma FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Composição: Metronidazol Inpharma Comprimidos e Pó para suspensão oral Comprimidos: Cada comprimido contém 250 mg de metronidazol. Excipientes: Amido de

Leia mais

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Correio Braziliense Data: 17/04/2011 Seção: Trabalho Pág.: 3 Assunto: Great Place to Work

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Correio Braziliense Data: 17/04/2011 Seção: Trabalho Pág.: 3 Assunto: Great Place to Work Veículo: Correio Braziliense Data: 17/04/2011 Seção: Trabalho Pág.: 3 Assunto: Great Place to Work Veículo: Correio Braziliense Data: 17/04/2011 Seção: Saúde Pág.: 27 Assunto: Amados mas perigosos Veículo:

Leia mais

Entenda tudo sobre a Síndrome do Intestino Irritável

Entenda tudo sobre a Síndrome do Intestino Irritável Entenda tudo sobre a Síndrome do Intestino Irritável Apesar de ainda não existir cura definitiva para esse problema de saúde crônico, uma diferenciação entre essa patologia e a sensibilidade ao glúten

Leia mais

Soluções para Infusão Contínua HSR

Soluções para Infusão Contínua HSR Soluções para Infusão Contínua HSR A = ampola FA = frasco ampola DI = dose inicial, de ataque DL = diluição proposta, solução padrão TX = toxicidade, efeitos colaterais 1. AMIODARONA A = 3ml - 150mg DI

Leia mais

Gotas (solução oral): frasco de vidro âmbar, com conta-gotas, contendo 20 ml. Cada 1 ml (20 gotas) contém 5,0 mg de dicloridrato de levocetirizina.

Gotas (solução oral): frasco de vidro âmbar, com conta-gotas, contendo 20 ml. Cada 1 ml (20 gotas) contém 5,0 mg de dicloridrato de levocetirizina. IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Zyxem dicloridrato de levocetirizina APRESENTAÇÕES Gotas (solução oral): frasco de vidro âmbar, com conta-gotas, contendo 20 ml. Cada 1 ml (20 gotas) contém 5,0 mg de dicloridrato

Leia mais

Tylex 7,5 mg / 30 mg comprimidos paracetamol, fosfato de codeína

Tylex 7,5 mg / 30 mg comprimidos paracetamol, fosfato de codeína 1 IDENTIFICAÇÃO MEDICAMENTO DO Tylex 7,5 mg / 30 mg comprimidos paracetamol, fosfato de codeína APRESENTAÇÕES Comprimidos de 7,5 mg de fosfato de codeína e 500 mg de paracetamol em embalagens com 12 comprimidos

Leia mais

Agente Infectante. Vetor / Transmissão. Doença. Sinais e Sintomas Hemorragias na pele, no nariz e em outros locais. Febre, fraqueza, dores musculares.

Agente Infectante. Vetor / Transmissão. Doença. Sinais e Sintomas Hemorragias na pele, no nariz e em outros locais. Febre, fraqueza, dores musculares. Dengue Dengue Agente Infectante Arbovirus Vetor / Transmissão Picada do mosquito Aedes Aegypti Sinais e Sintomas Hemorragias na pele, no nariz e em outros locais. Febre, fraqueza, dores musculares. Profilaxia

Leia mais

Buscopan Composto. butilbrometo de escopolamina dipirona sódica

Buscopan Composto. butilbrometo de escopolamina dipirona sódica IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Abcd Buscopan Composto butilbrometo de escopolamina dipirona sódica FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES Solução oral (gotas): frasco com 20 ml Via oral USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Leia mais

CÁPSULAS 400mg Boehringer Ingelheim do Brasil Química e Farmacêutica Ltda.

CÁPSULAS 400mg Boehringer Ingelheim do Brasil Química e Farmacêutica Ltda. BUSCOFEM (ibuprofeno) CÁPSULAS 400mg Boehringer Ingelheim do Brasil Química e Farmacêutica Ltda. Buscofem ibuprofeno APRESENTAÇÕES Cápsulas de 400 mg: embalagens com 10 e 50 cápsulas. USO ORAL USO ADULTO

Leia mais

COMPOSIÇÃO Cada comprimido de 25 mg contém 25 mg de cinarizina. Excipientes: amido, lactose, óleo vegetal hidrogenado, povidona, sacarose e talco.

COMPOSIÇÃO Cada comprimido de 25 mg contém 25 mg de cinarizina. Excipientes: amido, lactose, óleo vegetal hidrogenado, povidona, sacarose e talco. MODELO DE BULA PACIENTE IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Stugeron cinarizina comprimidos APRESENTAÇÕES Comprimidos de 25 mg de cinarizina em embalagem com 30 comprimidos. Comprimidos de 75 mg de cinarizina

Leia mais