Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ""

Transcrição

1 "Em um momento mágico de trégua no mundo mitológico do xadrez, os peões trocaram suas armas por uma bola e resolveram jogar uma partida de futebol..." Futebol de Tabuleiro Livro de Regras Rafael Cotait

2 Apresentação Descrição Tabuleiro Times Bola Início Jogadas Rodadas Modos de jogo Movimento Chute Desarme Posse de bola Gol Goleiro Disputa de Bola Impedimento Jogadas Especiais Esquema Tático Funções Táticas Dúvidas Frequentes

3 Tático Futebol de Tabuleiro Composição: 1 tabuleiro, 1 bola, 2 times de 11 peças cada um, marcadores de placar Jogo de estratégia de natureza recreativa e competitiva disputado entre dois jogadores. Apropriação do ambiente estrutural do xadrez para a representação de uma partida de futebol tática. Cada jogador comanda um time de 11 peças que desempenham ações características do futebol com o objetivo de levar a bola ao gol adversário. Os jogadores se alternam a cada 3 jogadas e controlam a bola com seu time praticando 3 tipos de jogadas: movimentos, chutes e desarmes. Ganha quem marcar mais gols. Indicado para maiores de 5 anos. Futebol de Tabuleiro LIVRO DE REGRAS Apresentação 3

4 DESCRIÇÃO Tático é uma combinação inusitada entre xadrez e futebol, um jogo de estratégia divertido e inteligente que desenvolve raciocínio e criatividade. Os jogadores aplicam esquemas táticos e simulam as mais diversas jogadas e funções características do futebol: lançamentos, desarmes, marcação, cruzamentos, linha de impedimento, dribles e, é claro, gols! O Futebol é o esporte coletivo mais praticado no mundo. Tema de inúmeros jogos de mesa, já assumiu as mais diversas formas. Ao ser incorporado à estrutura lógica do xadrez (um dos jogos mais conhecidos de todos os tempos), o esporte toma forma de estratégia e por isso não envolve sorte: o raciocínio do jogador é o único responsável pelo desempenho do seu time a cada decisão tomada. O jogo é baseado essencialmente no domínio espacial: a disposição das peças no tabuleiro representa o time em campo e, a cada movimento, o jogador domina uma certa área ao mesmo tempo que deixa outra livre. Avançar ao ataque sem perder a posse da bola requer um esquema tático eficiente e marcar gols é um desafio de criatividade. Cada jogador escolhe sua estratégia, imprime seu ritmo e disputa a partida com seu estilo e personalidade. Jogadas do futebol que são mais fáceis ou difíceis, seguras ou arriscadas, comuns ou geniais, mantém estas características no tabuleiro. Quanto mais perto da bola está a peça, maior controle ela tem; quanto mais jogadores no ataque, mais chances de marcar (ou tomar) gols. As disputas de bola deixam a partida imprevisível e emocionante. O futebol de tabuleiro não está vinculado a uma plataforma específica, podendo ser jogado em: tabuleiros e peças industrializados; com moedas, botões ou tampinhas de garrafa em tabuleiros artesanais; ou em sua versão digital para dispositivos portáteis e computadores. Com regras simples e fácil de aprender, é indicado para todas as idades. 4 Descrição LIVRO DE REGRAS Futebol de Tabuleiro

5 TABULEIRO É composto por uma malha xadrez com linhas que representam um campo de futebol: 160 casas distribuídas em 14 linhas, 11 colunas e 2 gols de 3 casas cada um Futebol de Tabuleiro LIVRO DE REGRAS Tabuleiro 5

6 TIMES Cada time é composto por 11 peças: 10 peças iguais representam os jogadores e 1 peça destacada representa o goleiro, que tem características distintas das outras peças. Cada casa do tabuleiro só pode ser ocupada por 1 peça por vez. BOLA A bola pode estar livre (em uma casa vazia) ou estar dominada (sobre uma peça). Todas as peças e a bola permanecem dentro do tabuleiro durante toda a partida. livre dominada INÍCIO Os jogadores definem quem começa com a bola e posicionam todas as suas peças, cada um em uma metade do campo, na seguinte ordem: Primeiro o time que começa com a bola, depois o outro time, distribuindo as peças conforme o esquema tático que julgar conveniente. O time com a bola começa a partida com um chute inicial a partir de sua casa central. 6 Times, Bola, Início LIVRO DE REGRAS Futebol de Tabuleiro

7 JOGADAS Os jogadores podem fazer 3 tipos de jogadas: movimento, chute ou desarme: MOVIMENTO Mover uma peça do seu time, com ou sem bola CHUTE Mover bola que esteja sobre peça do seu time DESARME Mover bola que esteja sobre peça adversária RODADAS Os times se alternam em rodadas de 3 jogadas. Em sua vez, o jogador pode mover, chutar e desarmar em qualquer ordem, totalizando até 3 jogadas consecutivas. Exemplos: > Movimento, Movimento, Chute; > Movimento, Desarme, Movimento; > Chute, Chute, Movimento. MODOS DE JOGO POR GOLS: POR TEMPO: Vence a partida quem alcançar primeiro um número pré determinado de gols: Curto: 2 gols Normal: 3 gols Longo: 5 gols É necessário um dispositivo de contagem de tempo. Cada jogador tem um tempo máximo para realizar suas 3 jogadas e também há um tempo limite para a partida. Vence o time que marcar mais gols dentro deste período: Curto: 10s/rodada Normal: 30s/rodada Longo: 45s/rodada 20min/partida 45min/partida 90min/partida Futebol de Tabuleiro LIVRO DE REGRAS Jogadas, Rodadas, Modos 7

8 MOVIMENTO Mover uma peça do seu time, com ou sem a bola dominada Cada peça pode se mover só 1 vez por rodada Em 1 rodada, as peças podem se mover 2 casas adjacentes ou 1 diagonal em qualquer direção, com ou sem bola Não pula outras peças 1 casa adjacente 2 casas adjacentes 2 casas em L 2 casas ida e volta 1 casa diagonal Uma mesma peça pode fazer mais de 1 jogada na mesma rodada, mas não pode se mover mais de 1 vez na mesma rodada 8 Movimento LIVRO DE REGRAS Futebol de Tabuleiro

9 CHUTE Mover a bola quando dominada por uma peça do seu time Com a bola sobre sua peça, mova só a bola em linha reta para qualquer direção: até 4 casas adjacentes ou 3 diagonais 1. Peças adversárias bloqueiam chutes em sua direção. 2. Peças do mesmo time deixam a bola passar Chute por cima, somente com 1 peça adversária na 2ª casa adjacente e a bola para a 4ª casa adjacente Futebol de Tabuleiro LIVRO DE REGRAS Chute 9

10 DESARME Mover a bola retirando a do domínio de uma peça adversária 1. Com sua peça na casa adjacente ao adversário que está com a bola dominada: 2. Mova só a bola para a casa adjacente oposta à de sua peça, atrás do adversário. Não é possível desarme na diagonal. O desarme, por si só, não garante a posse da bola, já que ela vai para trás do adversário. É preciso ter mais peças por perto "na cobertura". Se 2 peças cercam em casas opostas, uma peça pode desarmar para que a outra domine a bola A bola não sai de campo: nos limites do tabuleiro, quem desarma escolhe 1 das 2 casas adjacentes para a bola 10 Desarme LIVRO DE REGRAS Futebol de Tabuleiro

11 DOMÍNIO DE BOLA Sobre uma peça, a bola pode se mover junto com a peça e pode ser chutada. Para dominar a bola, ela deve estar em uma casa vazia dentro do alcance da peça. 1. Com a bola a 2 casas adjacentes 2. Mova a peça ocupando a casa da bola 1. Com a bola a 1 casa diagonal da peça 2. Mova a peça ocupando a casa da bola 1. Com a bola a 1 casa adjacente, é possível dominar durante o movimento 2. A peça passa pela casa da bola e completa seu movimento com a bola dominada Também é possível soltar a bola durante o movimento Futebol de Tabuleiro LIVRO DE REGRAS Domínio de bola 11

12 GOL Para marcar um gol, o time deve levar a bola até uma das 3 casas do gol adversário, utilizando qualquer uma das 3 jogadas: movimento, chute ou desarme. Só é possível marcar gol com chute partindo da grande área ou da meia lua Gol por cobertura, só da meia lua com a peça adversária na 2ª casa adjacente Também é possível marcar gol durante: 1. Movimento ou 2. Desarme Ao marcar gol, o placar é atualizado e os times retornam aos seus campos. O time que tomou gol reinicia a partida com posse da bola em sua casa central. 12 Gol LIVRO DE REGRAS Futebol de Tabuleiro

13 GOLEIRO Só pode jogar dentro da grande área ou do gol. É a única peça que pode ocupar as casas do próprio gol. É a única peça que pode dominar a bola ao desarmar na própria direção (com a bola dentro da grande área). Para defender o gol, posicione o goleiro na direção de possíveis chutes adversários, impedindo que a bola possa entrar. Outras peças também podem defender ao se posicionarem bloqueando chutes, mas só o goleiro pode ocupar o próprio gol. Futebol de Tabuleiro LIVRO DE REGRAS Goleiro 13

14 DISPUTA DE BOLA Quando a bola fica em uma área com várias peças dos 2 times, há uma disputa com desarmes consecutivos até que um dos jogadores garanta a posse de bola O jogador precisa cercar o adversário com 2 peças para dominar a bola. Escolha a melhor posição para desarmar, visando manter a bola ao seu alcance. O objetivo é finalizar a rodada com a bola o mais distante possível do adversário. Dominar durante movimento depois de desarmar é uma forma de vencer a disputa. 14 Disputa de Bola LIVRO DE REGRAS Futebol de Tabuleiro

15 IMPEDIMENTO Não é permitido chutar ou desarmar na direção de uma peça que esteja em posição de impedimento. A peça é considerada em impedimento quando: 1. No momento do passe está no campo de ataque, na frente da linha da bola e na frente da penúltima peça adversária, ou seja, com apenas 1 peça adversária entre a linha de sua peça e o gol adversário. 2. Mesma linha não caracteriza impedimento. Futebol de Tabuleiro LIVRO DE REGRAS Impedimento 15

16 JOGADAS ESPECIAIS Combinando com criatividade os mesmos 3 tipos de jogadas (movimento, chute e desarme) é possível representar ações características do futebol, por exemplo: Mover na diagonal por entre 2 peças Mover sua peça entre o adversário e a bola Proteger a bola chutando para fora do alcance adversário Chutar a bola na diagonal por entre 2 peças adversárias Soltar a bola durante 1 movimento para protegê la Dominar a bola com movimento de ida e volta e depois chutar 2 jogadas ao mesmo tempo: Chute durante movimento 2 jogadas ao mesmo tempo: Desarme durante movimento Desarme seguido de movimento 16 Jogadas Especiais LIVRO DE REGRAS Futebol de Tabuleiro

17 ESQUEMA TÁTICO O posicionamento das peças no tabuleiro pode seguir uma estrutura básica pré definida para que o time ocupe os espaços do campo organizadamente. Algumas opções: Futebol de Tabuleiro LIVRO DE REGRAS Esquema Tático 17

18 FUNÇÕES TÁTICAS ABERTURA: As primeiras rodadas são destinadas à distribuição dos times em campo: o jogador com a bola tenta protegê la em seu campo de defesa enquanto move suas peças de ataque em direção à grande área adversária. O outro jogador movimenta suas peças em direção à bola para conquistá la, ao mesmo tempo que marca tentando evitar o avanço do time atacante. Geralmente, só vale a pena levar a bola ao ataque com ao menos 1 peça na área adversária. POSSE DE BOLA: O objetivo básico do jogador é conseguir manter a posse da bola. Para isso, ao final de cada rodada, a bola não precisa estar necessariamente sobre uma peça do seu time, mas deve estar em uma casa segura (fora do alcance adversário). À medida que o time avança com a bola no campo adversário, o jogador deve tentar visualizar espaços vazios e aproveitar as falhas da defesa adversária, levando a bola para mais perto do gol a cada rodada. Na defesa, é preciso saber a hora certa de pressionar e cercar o adversário, tentando bloquear suas opções de jogadas e desarmando sempre que possível. Iniciar uma rodada com a posse de bola garantida (ou utilizar poucas jogadas para isso) é uma vantagem, pois sobram mais jogadas para o jogador criar opções ofensivas. POSICIONAMENTO: O domínio espacial é a função mais importante do jogo. As peças se deslocam pouco a pouco do campo de defesa ao ataque sendo distribuídas em campo conforme os mais variados esquemas táticos possíveis. Sem posse de bola, o time deve procurar se manter atrás da linha da bola e cobrir o maior número de casas com o alcance de suas peças, limitando as opções de avanço do adversário. Durante uma disputa de bola, o jogador com maior número de peças próximas à bola leva vantagem. O time avança ao ataque com uma certa quantidade de peças, definindo a estratégia e o risco que o jogador está disposto a correr em cada momento do jogo. Levar muitas peças ao campo adversário aumenta as chances de gol, mas aumenta também o risco de sofrer um contra ataque. Para abrir espaço na defesa adversária, o time deve tentar iludir a marcação, forçando o oponente a mudar seu posicionamento em busca da bola, abrindo brechas durante esse movimento. Utilizar bem as laterais do campo, espalhar o time e virar o jogo também são táticas que ajudam a penetrar no campo de ataque envolvendo o adversário. VISÃO DE GOL: É necessário ficar atento às possibilidades de gol, tanto ao defender quanto ao atacar. Na defesa, o jogador tenta prever as intenções do atacante para proteger as casas que alcancem o gol. Ao atacar, é preciso usar a criatividade para encontrar uma combinação de jogadas que resulte em gol. Além das 3 jogadas consecutivas, é importante planejar as próximas rodadas, já que um lançamento ofensivo pode não acabar em gol na mesma rodada, mas pode tornar o gol inevitável na próxima. 18 Funções Táticas LIVRO DE REGRAS Futebol de Tabuleiro

19 DÚVIDAS FREQUENTES > Uma peça pode pular outra peça? Não. > Posso chutar por cima de outras peças? Do mesmo time sim. Só é possível chutar por cima de 1 peça adversária se ela estiver na 2ª casa adjacente e a bola for para a 4ª casa. > Posso chutar por cima na diagonal? Não. Chute por cima só em casas adjacentes. > Se, além da peça adversária na 2ª casa, houver mais peças na mesma direção, posso chutar por cima? Peças do mesmo time, sim. Peças adversárias, não. > A bola faz curva? Não, a bola se move em linhas retas horizontais, verticais ou diagonais, sem mudar de direção durante seu movimento. > É possível pegar a bola sem mover a peça? Não, mas a uma peça pode dominar uma bola adjacente com movimento de ida e volta, contando como 1 jogada. Esta peça não pode se mover de novo na mesma rodada. > É possível pegar uma bola na diagonal e voltar a mesma casa? Não. Para pegar a bola na casa diagonal, a peça percorre o alcance máximo (1 diagonal ou 2 adjacentes), não restando movimento para voltar. > É possível marcar gol de fora da grandeárea? Sim, é possível marcar gol de fora da grande área chutando a partir da meia lua; > A bola sai do campo? Não. A bola deve permanecer dentro do campo a partida toda. > Posso colocar uma peça dentro do gol? As peças não podem ocupar o próprio gol para defender, mas podem entrar no gol adversário se estiverem com a bola, marcando gol. Apenas o goleiro pode ocupar o próprio gol. > No desarme, o que acontece se a casa oposta estiver ocupada? O desarme é realizado da mesma forma e a bola fica sobre a peça que ocupa a casa oposta. > Posso desarmar na diagonal? Não. > É possível chutar na diagonal no meio de 2 peças adjacentes? Sim, peças em casas adjacentes só bloqueiam chutes adjacentes e peças nas diagonais bloqueiam chute diagonal. > Posso mover uma peça na diagonal entre 2 adjacentes? Sim, é possível mover 1 casa diagonal, com ou sem a bola, mesmo que as 2 casas adjacentes estejam ocupadas. > Quando um time marca o gol, é preciso voltar as peças para seus campos? Sim. > Uma peça pode se mover e chutar na mesma rodada? Sim, a mesma peça pode fazer mais de 1 jogada, por exemplo: desarmar e mover ou mover e chutar. A mesma peça só não pode se mover 2 vezes na mesma rodada. > O goleiro pode pegar a bola do adversário com desarme? Sim, se a bola estiver sobre uma peça adversária e dentro da grande área, o goleiro pode desarmar para a própria direção conquistando imediatamente o domínio da bola.

20 Futebol de Tabuleiro Jogo de estratégia para 2 jogadores. Indicado para maiores de 5 anos Curitiba Brasil Rafael Cotait

XADREZ REGRAS BÁSICAS INTRODUÇÃO O xadrez, diferentemente de muitos jogos, não depende de sorte. O desenvolver do jogo não depende do resultado de

XADREZ REGRAS BÁSICAS INTRODUÇÃO O xadrez, diferentemente de muitos jogos, não depende de sorte. O desenvolver do jogo não depende do resultado de XADREZ REGRAS BÁSICAS INTRODUÇÃO O xadrez, diferentemente de muitos jogos, não depende de sorte. O desenvolver do jogo não depende do resultado de dados ou das cartas que são tiradas do baralho. O resultado

Leia mais

Sistemas: Distribuição ordenada dos componentes de uma equipe em quadra, visando facilitar a aplicação das diferentes manobras.

Sistemas: Distribuição ordenada dos componentes de uma equipe em quadra, visando facilitar a aplicação das diferentes manobras. CONCEITOS TÁTICOS E SISTEMAS Conceitos Sistemas: Distribuição ordenada dos componentes de uma equipe em quadra, visando facilitar a aplicação das diferentes manobras. Tipos de sistemas: Sistemas defensivos:

Leia mais

CAPÍTULO 1. Os elementos. O jogo de xadrez é um desafio para a mente. J. W. von Goethe O TABULEIRO DE XADREZ

CAPÍTULO 1. Os elementos. O jogo de xadrez é um desafio para a mente. J. W. von Goethe O TABULEIRO DE XADREZ CAPÍTULO 1 Os elementos O jogo de xadrez é um desafio para a mente. J. W. von Goethe O TABULEIRO DE XADREZ Joga-se xadrez sobre um tabuleiro quadrado, formado por 64 casas quadradas, sendo sua cor, alternadamente,

Leia mais

CONTEÚDO DOS 6º ANOS MAT E VESP REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016

CONTEÚDO DOS 6º ANOS MAT E VESP REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016 CONTEÚDO DOS 6º ANOS MAT E VESP REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016 Jogos cooperativos e jogos cooperativos Conceitos: Nos jogos cooperativos existe cooperação, que significa agir em conjunto para superar

Leia mais

ESCOLA EMEF PROFª MARIA MARGARIDA ZAMBON BENINI - PIBID 08/10/2014, 29/10/2014 e 05/11/2014

ESCOLA EMEF PROFª MARIA MARGARIDA ZAMBON BENINI - PIBID 08/10/2014, 29/10/2014 e 05/11/2014 ESCOLA EMEF PROFª MARIA MARGARIDA ZAMBON BENINI - PIBID 08/10/2014, 29/10/2014 e 05/11/2014 Bolsistas: Mévelin Maus, Milena Poloni Pergher e Odair José Sebulsqui. Supervisora: Marlete Basso Roman Disciplina:

Leia mais

JOGOS LIVRO REGRAS M AT E M Á T I CO S. 11.º Campeonato Nacional

JOGOS LIVRO REGRAS M AT E M Á T I CO S. 11.º Campeonato Nacional Vila Real JOGOS M AT E M Á T I CO S.º Campeonato Nacional LIVRO DE REGRAS Semáforo Autor: Alan Parr Material Um tabuleiro retangular por. 8 peças verdes, 8 amarelas e 8 vermelhas partilhadas pelos jogadores.

Leia mais

Festival de Jogos 6º ao 8º ano do Ensino Fundamental/2017 REGULAMENTO ESPECÍFICO DAS MODALIDADES

Festival de Jogos 6º ao 8º ano do Ensino Fundamental/2017 REGULAMENTO ESPECÍFICO DAS MODALIDADES Festival de Jogos 6º ao 8º ano do Ensino Fundamental/2017 REGULAMENTO ESPECÍFICO DAS MODALIDADES TAPABOL 1) Os jogos terão 16 minutos de duração. Aos 8 minutos será feita a inversão de quadra. Vencerá

Leia mais

Festival de Jogos 9ª ano e Ensino Médio/2017 REGULAMENTO ESPECÍFICO DAS MODALIDADES

Festival de Jogos 9ª ano e Ensino Médio/2017 REGULAMENTO ESPECÍFICO DAS MODALIDADES Festival de Jogos 9ª ano e Ensino Médio/2017 REGULAMENTO ESPECÍFICO DAS MODALIDADES TAPABOL 1) Os jogos terão 16 minutos de duração. Aos 8 minutos será feita a inversão de quadra. Vencerá a equipe que

Leia mais

Distribuição de Jogos por Ciclo

Distribuição de Jogos por Ciclo REGRAS DOS JOGOS Distribuição de Jogos por Ciclo 1º CEB 2º CEB 3º CEB Sec. Semáforo x Gatos & Cães x x Rastros x x x Produto x x x Avanço x x Flume x 2 Semáforo Autor: Alan Parr 8 peças verdes, 8 amarelas

Leia mais

CAPÍTULO Tirar vantagem tática. Capacidades táticas. Pablo Juan Greco Gustavo de Conti T. Costa Juan Carlos P. Moraes

CAPÍTULO Tirar vantagem tática. Capacidades táticas. Pablo Juan Greco Gustavo de Conti T. Costa Juan Carlos P. Moraes 5 CAPÍTULO Capacidades táticas Pablo Juan Greco Gustavo de Conti T. Costa Juan Carlos P. Moraes 5.1.3 Tirar vantagem tática cap5.1.3.indd 1 27/05/13 18:07 cap5.1.3.indd 2 27/05/13 18:07 APRENDIZAGEM TÁTICA

Leia mais

Semáforo. Um tabuleiro retangular 4 por 3. 8 peças verdes, 8 amarelas e 8 vermelhas partilhadas pelos jogadores.

Semáforo. Um tabuleiro retangular 4 por 3. 8 peças verdes, 8 amarelas e 8 vermelhas partilhadas pelos jogadores. Semáforo Autor: Alan Parr Um tabuleiro retangular por. 8 peças verdes, 8 amarelas e 8 vermelhas partilhadas pelos jogadores. Ser o primeiro a conseguir uma linha de três peças da mesma cor na horizontal,

Leia mais

1ª Colocação 10 pontos. 2ª Colocação 08 pontos. 3ª Colocação 06 pontos

1ª Colocação 10 pontos. 2ª Colocação 08 pontos. 3ª Colocação 06 pontos Regras: Jogo do Xadrez 1. Sorteio: Os confrontos serão definido através de sorteio e relacionados no chaveamento da competição; A ordem de disputa será de acordo com a ordem de retira no sorteio. PS: 2

Leia mais

Gatos & Cães Simon Norton, 1970s

Gatos & Cães Simon Norton, 1970s Gatos & Cães Simon Norton, 970s Um tabuleiro quadrado 8 por 8. 8 peças gato e 8 peças cão (representadas respectivamente por peças negras e brancas). Ganha o jogador que realizar a última jogada. zona

Leia mais

Gatos & Cães Simon Norton, 1970s

Gatos & Cães Simon Norton, 1970s Gatos & Cães Simon Norton, 1970s Um tabuleiro quadrado 8 por 8. 28 peças gato e 28 peças cão (representadas respectivamente por peças negras e brancas). Ganha o jogador que realizar a última jogada. zona

Leia mais

Explique que as regras do xadrez são diferentes das regras do Jogo de Peões. Agora, não se ganha mais uma partida ao levar um peão à

Explique que as regras do xadrez são diferentes das regras do Jogo de Peões. Agora, não se ganha mais uma partida ao levar um peão à 1 VI. O REI, XEQUE E XEQUE-MATE Objetivos desta lição: Praticar as regras para todas as peças de xadrez Resolver problemas com todas as peças Usar o xeque e regras de lances ilegais em posições elementares

Leia mais

MATERIAL: Tabuleiro e pinos (marcadores). São necessários 20 pinos para os cordeiros e 2 pinos para os tigres.

MATERIAL: Tabuleiro e pinos (marcadores). São necessários 20 pinos para os cordeiros e 2 pinos para os tigres. Cordeiros e tigres MATERIAL: Tabuleiro e pinos (marcadores). São necessários 20 pinos para os cordeiros e 2 pinos para os tigres. 1. O jogo começa com o tabuleiro vazio. 2. Quem está com os tigres ocupa

Leia mais

Entidade Mantenedora: SEAMB Sociedade Espírita Albertino Marques Barreto CNPJ: /

Entidade Mantenedora: SEAMB Sociedade Espírita Albertino Marques Barreto CNPJ: / A5 ATIVIDADES DE MATEMÁTICA Aluno: Complete com os números que faltam: 1 4 6 8 10 12 14 16 17 18 20 Anexo: Conceitos Matemáticos Dinâmica Escolher uma forma criativa para apresentar a situação criada

Leia mais

BASQUETEBOL. Professor Márcio SISTEMAS DE JOGO DEFENSIVO. Defesa individual

BASQUETEBOL. Professor Márcio SISTEMAS DE JOGO DEFENSIVO. Defesa individual POSICIONAMENTO DOS JOGADORES EM QUADRA E SUAS FUNÇÕES Pivôs: são os jogadores mais altos da equipe, pois têm como objetivo pegar rebotes, tanto na área defensiva como na ofensiva. Os pivôs, geralmente,

Leia mais

APOSTILA JOGADORES CARACTERÍSTICAS E FUNÇÕES

APOSTILA JOGADORES CARACTERÍSTICAS E FUNÇÕES APOSTILA JOGADORES CARACTERÍSTICAS E FUNÇÕES O JOGADOR PADRÃO APOSTILA PÁGINA 6 As onze PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DE UM BOM JOGADOR 1 - Sendo um jogo de conjunto, procurar sempre, e o mais rápido possível

Leia mais

Exercícios para Aperfeiçoamento da Defesa Individual Homem-a-Homem

Exercícios para Aperfeiçoamento da Defesa Individual Homem-a-Homem Exercícios para Aperfeiçoamento da Defesa Individual Homem-a-Homem Pressionar a bola torna o drible e o passe mais difíceis, e aumenta as chances de ocorrer um erro do ataque. O objectivo principal é impedir

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA 2 ANO 2 BIMESTRE

EDUCAÇÃO FÍSICA 2 ANO 2 BIMESTRE SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR UNIDADE POLIVALENTE MODELO VASCO DOS REIS EDUCAÇÃO

Leia mais

JOGOS AFRICANOS BORBOLETA DE MOÇAMBIQUE

JOGOS AFRICANOS BORBOLETA DE MOÇAMBIQUE JOGOS AFRICANOS BORBOLETA DE MOÇAMBIQUE O jogo é chamado Borboleta em Moçambique, provavelmente por causa da forma do tabuleiro. Na Índia e em Blangadesh, as crianças chamam o mesmo jogo de Lau Kata Kati.

Leia mais

Princípios Táticos. Aprofundamento em Futebol

Princípios Táticos. Aprofundamento em Futebol Princípios Táticos Aprofundamento em Futebol DEFENSIVO Linha Bola Gol Equilíbrio homem-bola e Numérico Acompanhamento Cobertura Desarme Linhas de Marcação Tipos de Marcação Princípios Táticos OFENSIVO

Leia mais

A estratégia das peças menores

A estratégia das peças menores A estratégia das peças menores Pedro Aladar Tonelli Instituto de Matemática e Estatística USP 6 de outubro de 2004 Sumário Características do Bispo e do Cavalo Características do bispo Características

Leia mais

Tabuleiro. Movimento das peças (torre)

Tabuleiro. Movimento das peças (torre) Tabuleiro Posição inicial ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ Uma linha é uma sequencia de oito casas dispostas de forma contigua horizontalmente. ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ÖÑÐÒ ÓÔÓÔÓÔÓÔ

Leia mais

Nome: Bispo Pontos: 3,5. Nome: Torre Pontos: 5. Anda quantas casas quiser para cima, para baixo e para os lados (horizontal e vertical).

Nome: Bispo Pontos: 3,5. Nome: Torre Pontos: 5. Anda quantas casas quiser para cima, para baixo e para os lados (horizontal e vertical). Xadrez para Todos Professor: Frederic Cesa Dias E-mail: fredericcesadias@gmail.com Site: www.fredericcesadias.com > Xadrez * O objetivo do jogo é ameaçar o rei adversário sem que este possa se salvar na

Leia mais

Fundamentos técnicos do Handebol

Fundamentos técnicos do Handebol Resumo com autoria de Edvaldo Soares de Araújo Neto e Anália Beatriz A. S. Almeida. Fundamentos técnicos do Handebol Recepção Conceito: ato de receber a bola normalmente com as duas mãos; Objetivo: amortecer

Leia mais

Colégio Adventista de Rio Preto. Prof. Daniel Prandi Prof. Sheila Molina

Colégio Adventista de Rio Preto. Prof. Daniel Prandi Prof. Sheila Molina Colégio Adventista de Rio Preto Prof. Daniel Prandi Prof. Sheila Molina Futebol de Salão - Futsal Caracterização: É um jogo coletivo desportivo, entre duas equipes, sendo cada uma constituída por doze

Leia mais

:: REGRAS DO CAMPEONATO DE PEBOLIM (FLA-FLU)

:: REGRAS DO CAMPEONATO DE PEBOLIM (FLA-FLU) :: REGRAS DO CAMPEONATO DE PEBOLIM (FLA-FLU) 1 - A disputa 1.1. Cada jogo será disputado em uma melhor de 3 partidas, o time que marcar 5 gols primeiro vence a partida. 1.2. As partidas são finalizadas

Leia mais

O JOGO DE XADREZ. Vamos conhecer as peças que compõe o jogo: O Tabuleiro

O JOGO DE XADREZ. Vamos conhecer as peças que compõe o jogo: O Tabuleiro O JOGO DE XADREZ O xadrez é um esporte intelectual, disputado entre duas pessoas que possuem forças iguais (peças) sobre um tabuleiro. Este jogo representa uma batalha em miniatura, onde cada lado comanda

Leia mais

Modelo de Jogo de MARCO SILVA e sua Operacionalização. Treinador do Sporting CP (14/15)

Modelo de Jogo de MARCO SILVA e sua Operacionalização. Treinador do Sporting CP (14/15) Modelo de Jogo de MARCO SILVA e sua Operacionalização Treinador do Sporting CP (14/15)! Modelo de Jogo baseado no! Relatório de Estágio de:! Pereira, G. (2013) - FMH! Estoril 2011/2012 Contextos de Exercitação!

Leia mais

Textos para leitura e exploração. Base 4. 7º Ano Ensino Fundamental II

Textos para leitura e exploração. Base 4. 7º Ano Ensino Fundamental II COMPONENTE CURRICULAR EDUCAÇÃO FÍSICA Textos para leitura e exploração Base 4 7º Ano Ensino Fundamental II Professor: Alexandre Damazio 2º Bimestre / 2016 INDICE Regras gerais------------------------------------------------3

Leia mais

CAPÍTULO 7.1. Basquetebol. Juan Carlos P. Moraes Alexandre Santos Anselmo Cleiton Pereira Reis. cap7.1.indd 1 27/05/13 18:20

CAPÍTULO 7.1. Basquetebol. Juan Carlos P. Moraes Alexandre Santos Anselmo Cleiton Pereira Reis. cap7.1.indd 1 27/05/13 18:20 7 CAPÍTULO Basquetebol 7.1 Juan Carlos P. Moraes Alexandre Santos Anselmo Cleiton Pereira Reis cap7.1.indd 1 27/05/13 18:20 cap7.1.indd 2 27/05/13 18:20 PRINCIPIANTE 1 X 1 + 1 PRINCIPIANTE 01 PRINCIPIANTE

Leia mais

HANDEBOL. Profesores: Daniel / Sheila. Colégio Adventista de Rio Preto

HANDEBOL. Profesores: Daniel / Sheila. Colégio Adventista de Rio Preto HANDEBOL Profesores: Daniel / Sheila Colégio Adventista de Rio Preto Técnicas Defensivas Handebol 1. Posição básica defensiva: É a postura que deve adotar os jogadores, posicionando-se para intervir na

Leia mais

XADREZ NA UFG. Módulo I -Introdução. Prof. Dr. André Carlos Silva Profa. MSc. Elenice Maria Schons Silva

XADREZ NA UFG. Módulo I -Introdução. Prof. Dr. André Carlos Silva Profa. MSc. Elenice Maria Schons Silva XADREZ NA UFG Módulo I -Introdução Prof. Dr. André Carlos Silva Profa. MSc. Elenice Maria Schons Silva História do Xadrez Benjamin Franklin disputando uma partida de xadrez, quadro do artista Edward Harrison

Leia mais

12 = JL (DE UMA A TRÊS CASAS EM QUALQUER DIREÇÃO, INCLUSIVE R1 PARA OS PEÕES)

12 = JL (DE UMA A TRÊS CASAS EM QUALQUER DIREÇÃO, INCLUSIVE R1 PARA OS PEÕES) XADREZ DA SORTE MATERIAL UM TABULEIRO COMUM DE 64 CASAS. DOIS DADOS COMUNS. AS 32 PEÇAS DO JOGO DE XADREZ. PONTUAÇÃO DOS DADOS A PONTUAÇÃO PARA MOVIMENTAÇÃO É A SEGUINTE: 2 = R1 (RETORNA UMA CASA) 3 =

Leia mais

Prof. Maick da Silveira Viana

Prof. Maick da Silveira Viana Regras do Handebol Prof. Maick da Silveira Viana REGRA 1 A quadra do jogo REGRA 2 - A duração da partida A partida de handebol consiste em dois tempos divididos por um intervalo de 10 minutos. A duração

Leia mais

Evolução Tática do Futebol. Prof. Esp. Sandro de Souza

Evolução Tática do Futebol. Prof. Esp. Sandro de Souza Evolução Tática do Futebol Prof. Esp. Sandro de Souza O Campo Comprimento: 90 min e 120 máx Largura: 45 min 90 máx Os Jogadores Posicionados de acordo com a região do campo DEFESA MEIO-CAMPO ATAQUE ZAGUEIROS

Leia mais

Fundamentos do Futebol

Fundamentos do Futebol Fundamentos do Futebol Sumário Apresentação Capítulo 1 O passe 1.1 Passe Simples 1.2 Passe Peito do pé 1.3 Passe com a lateral externa do pé 1.4 Passe de cabeça 1.5 Passe de Calcanhar 1.6 Passe de bico

Leia mais

VOLEIBOL 8º Ano. Voleibol. Origem e Evolução: 07/05/2013. William Morgan 1895 ACM s. Tênis Minonette

VOLEIBOL 8º Ano. Voleibol. Origem e Evolução: 07/05/2013. William Morgan 1895 ACM s. Tênis Minonette VOLEIBOL 8º Ano Profª SHEILA - Prof. DANIEL Origem e Evolução: William Morgan 1895 ACM s Tênis Minonette Brasil 1915 Pernambuco Colégio Marista ou ACM s São Paulo 1916 1954 CBV 1982 afirmação brasileira

Leia mais

Parando o ataque Wishbone Dave Wannstedt

Parando o ataque Wishbone Dave Wannstedt Parando o ataque Wishbone Dave Wannstedt Muitos treinadores subestimam a complexidade do ataque Wishbone porque a bola não é lançada 30 vezes por jogo. Nossa filosofia contra o Wishbone é desacelerar e

Leia mais

PEP GUARDIOLA. Construção no último terço do campo: criação de oportunidades de golo

PEP GUARDIOLA. Construção no último terço do campo: criação de oportunidades de golo PEP GUARDIOLA Construção no último terço do campo: criação de oportunidades de golo SubPrincípio: Equipa muito Subida : Equipa bem subida, para que os Extremos iniciem a jogada perto da baliza adversária

Leia mais

ANEXO II REGRAS DO JOGO BASQUETE 3X3

ANEXO II REGRAS DO JOGO BASQUETE 3X3 ANEXO II REGRAS DO JOGO BASQUETE 3X3 As Regras do Jogo de Basquete Oficiais da FIBA são válidas para todas as situações de jogo não especificamente mencionadas nestas Regras do Jogo 3x3. Art. 01. Quadra

Leia mais

Regulamento específico das modalidades

Regulamento específico das modalidades Festival de Jogos 6ª a 8ª séries 2013 Regulamento específico das modalidades Colégio Santa Dorotéia TAPABOL (MASC./ FEM.) 1) Os jogos terão 16 minutos de duração. Aos 8 minutos será feita a inversão de

Leia mais

Traduzido e adaptado do inglês U.S. Chess Center

Traduzido e adaptado do inglês U.S. Chess Center 1 IV. TORRES Objetivos desta lição: Enunciar e aplicar as regras de movimento de torres Usar as regras de movimento para contar lances e capturas Resolver problemas usando as torres Entender a estratégia

Leia mais

7 ANO APOSTILA DE EDUCAÇÃO FÍSICA

7 ANO APOSTILA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 7 ANO APOSTILA DE EDUCAÇÃO FÍSICA FABRÍCIO RAMALHO DA COSTA GERSON APARECIDO DE SOUZA JUNIOR ISMAEL FRANCO DE SOUZA MARCOS PAULO DA SILVA COSTA RUBENS VAZ COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR DE GOIÁS POLIVALENTE

Leia mais

Chute É o ato de golpear a bola, desviando ou dando trajetória à mesma, estando ela parada ou em movimento.

Chute É o ato de golpear a bola, desviando ou dando trajetória à mesma, estando ela parada ou em movimento. UI MARIA LENIR ARAÚJO MENESES Prof Esp. Leonardo Delgado FUNDAMENTOS TÉCNICOS DO JOGADOR DE FUTEBOL Para uma melhor prática do futebol, faz-se necessário o conhecimento e domínio de algumas técnicas básicas,

Leia mais

Prof. Ms. Sandro de Souza. Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol

Prof. Ms. Sandro de Souza. Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol Prof. Ms. Sandro de Souza Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol Desenhe um campo de Futebol com as suas dimensões e marcações. A Meta Qual o número mínimo de jogadores, em um time,

Leia mais

Futebol de Mesa é um jogo emocionante para 2 jogadores combinando intrincada habilidade, tácticas, e pensamento rápido.

Futebol de Mesa é um jogo emocionante para 2 jogadores combinando intrincada habilidade, tácticas, e pensamento rápido. www.barcodetablefootball.com Como jogar Futebol de Mesa é um jogo emocionante para 2 jogadores combinando intrincada habilidade, tácticas, e pensamento rápido. É o melhor e mais realista de todos os jogos

Leia mais

REGULAMENTO DESAFIO ACADEMIA DA RUA 3 X 3

REGULAMENTO DESAFIO ACADEMIA DA RUA 3 X 3 REGULAMENTO DESAFIO ACADEMIA DA RUA 3 X 3 As Regras do Jogo de Basquete Oficiais da FIBA são válidas para todas as situações de jogo não especificamente mencionadas nestas Regras do Jogo 3x3. Art. 1 Quadra

Leia mais

CONTEÚDO DOS 7º ANOS REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016

CONTEÚDO DOS 7º ANOS REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016 CONTEÚDO DOS 7º ANOS REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016 Qual a diferença entre jogo e esporte O jogo é definido como uma atividade de caráter lúdico com normas livremente estabelecidas pelos participantes.

Leia mais

Professor: Paulo Adolfo Kepler (Zé)

Professor: Paulo Adolfo Kepler (Zé) Professor: Paulo Adolfo Kepler (Zé) INTRODUÇÃO Caro aluno! Você acaba de ingressar no fascinante mundo do Xadrez, o jogo de tabuleiro mais praticado no mundo. Você estará no comando de um poderoso exército,

Leia mais

LAAB: Ludicidade Africana e Afrobrasileira.

LAAB: Ludicidade Africana e Afrobrasileira. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ FACULDADE DE PEDAGOGIA CAMPUS DE CASTANHAL LAAB: Ludicidade Africana e Afrobrasileira. Coordenadora: Débora Alfaia Bolsista: Gabriela Paixão Castanhal- PA 2012 Oficina de Jogos

Leia mais

SIMULADOR DE UMA PARTIDA DE FUTEBOL COM ROBÔS VIRTUAIS

SIMULADOR DE UMA PARTIDA DE FUTEBOL COM ROBÔS VIRTUAIS SIMULADOR DE UMA PARTIDA DE FUTEBOL COM ROBÔS VIRTUAIS Fábio Schülter Orientador: Prof. José Roque Voltolini da Silva Roteiro da Apresentação Introdução - Objetivos do trabalho Revisão bibliográfica Desenvolvimento

Leia mais

Processo Ofensivo Neste jogo, na 1ª fase de construção de jogo, procuram jogar de forma curta com os dois defesas centrais a receberem a bola do guard

Processo Ofensivo Neste jogo, na 1ª fase de construção de jogo, procuram jogar de forma curta com os dois defesas centrais a receberem a bola do guard Processo Ofensivo Neste jogo, na 1ª fase de construção de jogo, procuram jogar de forma curta com os dois defesas centrais a receberem a bola do guarda-redes enquanto que os laterais lateralizam procuram

Leia mais

FINAIS APRENDENDO A DAR MATE

FINAIS APRENDENDO A DAR MATE CURSO DE XADREZ FÁBRICA DO ESPORTE FINAIS APRENDENDO A DAR MATE Mate elementar de dama Rei e dama contra rei Lucas Bibiana de Brito, RF 036684 PRAIA GRANDE FEVEREIRO 2012 INTRODUÇÃO Mates elementares são

Leia mais

Agrupamento de Escolas Eng. Fernando Pinto de Oliveira FUTEBOL (DE 11)

Agrupamento de Escolas Eng. Fernando Pinto de Oliveira FUTEBOL (DE 11) Agrupamento de Escolas Eng. Fernando Pinto de Oliveira Ano Letivo 2016/2017 FUTEBOL (DE 11) O QUE É O FUTEBOL? É um jogo desportivo coletivo praticado por duas equipas de 11 jogadores. O jogo é dirigido

Leia mais

CAPÍTULO. 5.2 Jogos de inteligência e JDICT. criatividade tática. Pablo Juan Greco Gustavo de Conti T. Costa Juan Carlos P. Moraes

CAPÍTULO. 5.2 Jogos de inteligência e JDICT. criatividade tática. Pablo Juan Greco Gustavo de Conti T. Costa Juan Carlos P. Moraes 5 CAPÍTULO JDICT Pablo Juan Greco Gustavo de Conti T. Costa Juan Carlos P. Moraes 5.2 Jogos de inteligência e criatividade tática cap5.2.indd 1 27/05/13 18:16 cap5.2.indd 2 27/05/13 18:16 APRENDIZAGEM

Leia mais

CONTEÚDO: REGRAS BÁSICAS DO BASQUETEBOL e SISTEMAS DE DEFESAS: 2X3 E 3X2

CONTEÚDO: REGRAS BÁSICAS DO BASQUETEBOL e SISTEMAS DE DEFESAS: 2X3 E 3X2 CONTEÚDO: REGRAS BÁSICAS DO BASQUETEBOL e SISTEMAS DE DEFESAS: 2X3 E 3X2 O jogo de basquetebol: O basquetebol é jogado por duas (2) equipes de cinco (5) jogadores cada. O objetivo de cada equipe é marcar

Leia mais

Defendendo contra o ataque Run-and-Shoot Del Wight

Defendendo contra o ataque Run-and-Shoot Del Wight Defendendo contra o ataque Run-and-Shoot Del Wight O ataque run-and-shoot (RAS) é difícil de defender. Cada time que usa esse ataque tem diferentes características e filosofias. Uma constante é que o quarterback

Leia mais

INTRODUÇÃO. Bem Vindo a CONEXÃO HACKER e boa sorte!

INTRODUÇÃO. Bem Vindo a CONEXÃO HACKER e boa sorte! INTRODUÇÃO Um grupo de Hackers resolvem criar uma competição para mostrar qual deles é o melhor. Colocando suas habilidades em jogo, todos devem invadir e recolher determinadas INFORMAÇÕES SECRETAS dos

Leia mais

Objetivo. Componentes. Ficha Técnica

Objetivo. Componentes. Ficha Técnica Manual de Regras 1 O sol a pino, como o sacerdote, o juiz e o carrasco Lá embaixo, dois homens, forjados no calor da batalha, em busca de sobrevivência e liberdade... ovacionados e maltratados por uma

Leia mais

TAGUSCUP TORNEIO DE FUTSAL REGRAS DO JOGO. Considerações sobre as Leis de Jogo de Futsal aplicadas na TAGUSCUP

TAGUSCUP TORNEIO DE FUTSAL REGRAS DO JOGO. Considerações sobre as Leis de Jogo de Futsal aplicadas na TAGUSCUP TAGUSCUP TORNEIO DE FUTSAL REGRAS DO JOGO Considerações sobre as Leis de Jogo de Futsal aplicadas na TAGUSCUP 1. Diferenças entre as Leis de Jogo do Futsal e as regras aplicadas na TAGUSCUP Não há faltas

Leia mais

Intervenção nos Jogos Desportivos Coletivos de Invasão. Pontos comuns entre o Basquetebol, Andebol e Futebol

Intervenção nos Jogos Desportivos Coletivos de Invasão. Pontos comuns entre o Basquetebol, Andebol e Futebol Faculdade de Motricidade Humana Escola Secundária Fernando Namora Intervenção nos Jogos Desportivos Coletivos de Invasão Pontos comuns entre o Basquetebol, Andebol e Futebol Orientadores: Professores Estagiários:

Leia mais

CONTEÚDO: REGRAS BÁSICAS DO BASQUETEBOL

CONTEÚDO: REGRAS BÁSICAS DO BASQUETEBOL CONTEÚDO: REGRAS BÁSICAS DO BASQUETEBOL O jogo de basquetebol: O basquetebol é jogado por duas (2) equipes de cinco (5) jogadores cada. O objetivo de cada equipe é marcar pontos na cesta dos adversários

Leia mais

Santo Cristo, RS. 14 de novembro de 2015.

Santo Cristo, RS. 14 de novembro de 2015. 2 a Olimpíada Escolar de Jogos Lógicos de Tabuleiro Santo Cristo, RS 14 de novembro de 2015. Apresentação Esta é a segunda edição da Olimpíada de Jogos Lógicos de Tabuleiro promovida pela Universidade

Leia mais

modalidade Basquetebol

modalidade Basquetebol modalidade Basquetebol Documento de apoio às aulas de Educação Física Criado em: 2017/Maio/19 Atualizado em: 2017/Maio/19 ref: Documento_de_apoio_n10_Basquetebol Basquetebol "Em 1891, na cidade de Springfield,

Leia mais

Aprendendo a jogar Xadrez

Aprendendo a jogar Xadrez O núcleo de xadrez da nossa Escola continua particularmente activo, e dando continuidade ao material produzido para o número anterior da nossa revista, onde detalhou a forma como se procede à anotação

Leia mais

PACRU SÉRIE 302. Linguagens e Informação Extra. Três Jogos: Shacru, Azacru & Pacru

PACRU SÉRIE 302. Linguagens e Informação Extra. Três Jogos: Shacru, Azacru & Pacru PACRU SÉRIE 302 Linguagens e Informação Extra Se esta informação não está na sua linguagem, vá a www.pacru.com, seleccione a linguagem e imprima as regras. Neste folheto estão todas as informações necessárias

Leia mais

TER AS IDEIAS CLARAS!!!

TER AS IDEIAS CLARAS!!! TER AS IDEIAS CLARAS!!! O jogo de Andebol poderá resumir-se a uma atividade acíclica cujos principais movimentos são abertos e realizados com intervalos de pausas de recuperação incompleta (3 a7 ), a uma

Leia mais

EMENDAS ÁS REGRAS DO JOGO 2016/2017

EMENDAS ÁS REGRAS DO JOGO 2016/2017 EMENDAS ÁS REGRAS DO JOGO 2016/2017 REGRA 1 O CAMPO DE JOGO Não podem ser combinadas no campo superfícies artificiais e naturais, mas são permitidos sistemas híbridos. As entidades poderão estabelecer

Leia mais

esportivas das aulas de Educação Física nas escolas de todo país.

esportivas das aulas de Educação Física nas escolas de todo país. O Futsal, também conhecido como Futebol de Salão, é uma modalidade esportiva que foi adaptada do futebolde campo para as quadras. O futsal é muito praticado no Brasil, fazendo parte de uma das principais

Leia mais

PROJETO CLUBE DE MATEMÁTICA

PROJETO CLUBE DE MATEMÁTICA CLUBE DE MATEMÁTICA "O jogo é um tipo de atividade que alia raciocínio, estratégia e reflexão com desafio e competição de uma forma lúdica muito rica." EB1/PE da Vargem Ano letivo 2016/2017 Índice PROJETO

Leia mais

O peão Se um peão consegue chegar até a outra extremidade do tabuleiro(linha 8), ele é promovido. Um peão promovido é substituído, ainda na mesma jogada em que o movimento foi feito, por um cavalo, bispo,torreoudamadamesmacor.

Leia mais

INTRODUÇÃO O MAGO SUPREMO DE AKIGAM! CONTEÚDO DA CAIXA

INTRODUÇÃO O MAGO SUPREMO DE AKIGAM! CONTEÚDO DA CAIXA INTRODUÇÃO A Energia Primordial era chamada de Akigam. Os magos antigos, manipuladores dessa energia, criaram um jogo para não esquecerem seus feitiços. Você aprenderá as mesmas técnicas, competindo em

Leia mais

Este jogo é indicado para alunos dos 6º ao 9º anos

Este jogo é indicado para alunos dos 6º ao 9º anos Elaboração do Jogo: Twister Matemático Responsável: Rassiê Tainy de Paula O Jogo Baseado no já existente jogo Twister, em que, os jogadores têm que mover pés e mãos conforme a indicação da roleta sem perder

Leia mais

Voleibol Atual Técnicas e Fundamentos do jogo. Percy Oncken

Voleibol Atual Técnicas e Fundamentos do jogo. Percy Oncken Voleibol Atual Técnicas e Fundamentos do jogo. Percy Oncken TÉCNICO CBV SAQUE POR CIMA - Sem SALTO Saque sem salto 1 a ensinar; Técnica geral será utilizada, nos saques com salto TRANSFERÊNCIA. POSTURA

Leia mais

Report SC Internacional

Report SC Internacional BRASILEIRÃO Report SC Internacional 2016/2017 João Pedro Colaço Araújo INTERNACIONAL vs Coritiba DATA DO JOGO 1-0 TITULARES 1 Danilo Fernandes EQUIPA SUPLENTES UTILIZADOS 19 Marquinhos Esquema Tático 1-4-2-3-1

Leia mais

REGRAS DE ANDEBOL 7º ANO

REGRAS DE ANDEBOL 7º ANO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE LEÇA DA PALMEIRA/STA. CRUZ DO BISPO Ano Letivo de 20012/2013 O que é o andebol? REGRAS DE ANDEBOL 7º ANO O Andebol é um desporto coletivo inventado por um alemão, Karl

Leia mais

ADAPTAÇÃO PEGA VARETAS (Números Inteiros Negativos)

ADAPTAÇÃO PEGA VARETAS (Números Inteiros Negativos) 1 ADAPTAÇÃO PEGA VARETAS (Números Inteiros Negativos) Objetivos Introduzir o conceito de números inteiros negativos; Desenvolvimento O professor confeccionará o jogo com os alunos ou distribuirá os jogos

Leia mais

FLAGBOL. Profº Paulo Fernando Mesquita Junior

FLAGBOL. Profº Paulo Fernando Mesquita Junior FLAGBOL Profº Paulo Fernando Mesquita Junior Nascido a partir de uma variação mais suave do futebol americano, o Flagbol começou a desenvolver-se como modalidade esportiva no início dos anos 40, em bases

Leia mais

REGRAS OFICIAIS (simplificadas) O CAMPO O MATERIAL OS JOGADORES O SORTEIO. O campo deve ser traçado como mostra o diagrama. O volante e a raqueta

REGRAS OFICIAIS (simplificadas) O CAMPO O MATERIAL OS JOGADORES O SORTEIO. O campo deve ser traçado como mostra o diagrama. O volante e a raqueta REGRAS OFICIAIS (simplificadas) O CAMPO O campo deve ser traçado como mostra o diagrama. O MATERIAL O volante e a raqueta OS JOGADORES O jogo pode ser disputado por dois jogadores de cada lado (pares Homens,

Leia mais

Módulo 1. Tabuleiro, peças, movimentos e capturas

Módulo 1. Tabuleiro, peças, movimentos e capturas Módulo 1 Tabuleiro, peças, movimentos e capturas O Tabuleiro O Xadrez é praticado entre duas pessoas, que comandam seus exércitos (brancas e negras). O objetivo do jogo é dar Xeque Mate ao rei adversário,

Leia mais

INTRODUÇÃO O MAGO SUPREMO DE AKIGAM! CONTEÚDO DA CAIXA

INTRODUÇÃO O MAGO SUPREMO DE AKIGAM! CONTEÚDO DA CAIXA INTRODUÇÃO A Energia Primordial era chamada de Akigam. Os magos antigos, manipuladores dessa energia, criaram um jogo para não esquecerem seus feitiços. Você aprenderá as mesmas técnicas, competindo em

Leia mais

Exercícios de Treino dos Melhores Treinadores de

Exercícios de Treino dos Melhores Treinadores de Exercícios de Treino dos Melhores Treinadores de Futebol do Mundo em 2013 Carlo ANCELOTTI; Rafael BENITEZ; Antonio CONTE; Vicente DEL BOSQUE; Alex FERGUSON; Jupp HEYNCKES; Jürgen KLOPP; José MOURINHO;

Leia mais

CAPÍTULO Reconhecer espaços. Capacidades táticas. Pablo Juan Greco Gustavo de Conti T. Costa Juan Carlos P. Moraes

CAPÍTULO Reconhecer espaços. Capacidades táticas. Pablo Juan Greco Gustavo de Conti T. Costa Juan Carlos P. Moraes 5 CAPÍTULO Capacidades táticas Pablo Juan Greco Gustavo de Conti T. Costa Juan Carlos P. Moraes 5.1.5 Reconhecer espaços cap5.1.5.indd 1 27/05/13 18:09 cap5.1.5.indd 2 27/05/13 18:09 APRENDIZAGEM TÁTICA

Leia mais

5. Problemas que podem surgir. 6. Estratégia Básica. 7. Questões de revisão. Traduzido e adaptado do inglês U.S.

5. Problemas que podem surgir. 6. Estratégia Básica. 7. Questões de revisão. Traduzido e adaptado do inglês U.S. 1 I. O TABULEIRO DE XADREZ E MOVIMENTOS DE PEÕES Objetivos desta lição: Nomear as casas do tabuleiro e as peças de xadrez Colocar as peças na sua posição inicial Enunciar e aplicar as regras de movimento

Leia mais

PIFE DA MULTIPLICAÇÃO

PIFE DA MULTIPLICAÇÃO PIFE DA MULTIPLICAÇÃO Objetivo: Compreender melhor as operações de multiplicação. Materiais: 46 cartas da seguinte forma: 8 cartas com números do 2 ao 9 sendo estes multiplicadores; 8 cartas com números

Leia mais

ABC DO XADREZ GUIA DE APRENDIZAGEM

ABC DO XADREZ GUIA DE APRENDIZAGEM AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE ARCOZELO ABC DO XADREZ GUIA DE APRENDIZAGEM A Coordenadora: Prof. Fernanda Marinho Regras Básicas A posição do Tabuleiro deve ser colocada de uma forma que o jogador

Leia mais

Manual básico de Go. MANUAL BÁSICO DE GO. Distribuição Gratuita.

Manual básico de Go. MANUAL BÁSICO DE GO. Distribuição Gratuita. MANUAL BÁSICO DE GO Distribuição Gratuita. Regras do GO: 1 As peças pretas começam a não ser que seja um jogo com handicap. 2 Os jogadores alternam suas jogadas, jogando-se uma peça por vez. 3 As peças

Leia mais

Os jogos nas aulas de matemática

Os jogos nas aulas de matemática Os jogos nas aulas de matemática Materiais necessários para esta aula: Giz de cera Papel grande (cartolina, pardo etc.) Dados Cartas de baralho JOGO DOS PONTOS Que habilidades ou conceitos podem ser trabalhados

Leia mais

PROGRAMAÇÃO BASQUETE TRIO

PROGRAMAÇÃO BASQUETE TRIO PROGRAMAÇÃO BASQUETE TRIO BASQUETE TRIO: CHAVE U 1º SORTEIO KLABIN OC 2º SORTEIO KLABIN CP 3º SORTEIO KLABIN LGS O congresso técnico e sorteio dos confrontos será realizado no dia do evento. Data: 06/07/2016

Leia mais

O principal objetivo desta lição é ensinar as regras de movimentação dos cavalos.

O principal objetivo desta lição é ensinar as regras de movimentação dos cavalos. 1 V. (a) CAVALOS Objetivos: 1. Fixar e aplicar as regras de movimentação dos cavalos. 2. Resolver problemas elementares usando os cavalos. O principal objetivo desta lição é ensinar as regras de movimentação

Leia mais

REGRAS DO FooBaSKILL Março 2017

REGRAS DO FooBaSKILL Março 2017 REGRAS DO FooBaSKILL Março 2017 1 INTRODUÇÃO O FooBaSKILL é uma nova disciplina que foi desenvolvida por três professores suíços de educação física e desportiva. Ela põe em prática os atributos do futebol

Leia mais

VI CAMPEONATO DE FUTEBOL SOCIETY 2015

VI CAMPEONATO DE FUTEBOL SOCIETY 2015 VI CAMPEONATO DE FUTEBOL SOCIETY 2015 Súmula: Liga da Justiça 1 x 2 Napoli Data: 24 de outubro de 2015 Árbitro: Marcelo Piacesi Gols: Glaudson Santos aos 17 e Bruno Sousa aos 19 (Napoli) do primeiro tempo;

Leia mais

Práticas pedagógicas Educação Física

Práticas pedagógicas Educação Física Práticas pedagógicas Educação Física Recomendada para o Ensino Fundamental Ciclo II (7a e 8a séries) Tempo previsto: 2 aulas Elaboração: Equipe Técnica da CENP Professor(a): Apresentamos aqui três (3)

Leia mais

CAPÍTULO 7.3. Handebol. Pablo Juan Greco Juliana Pacheco Magalhães Fernando Lucas Geco. cap7.3.indd 1 27/05/13 18:21

CAPÍTULO 7.3. Handebol. Pablo Juan Greco Juliana Pacheco Magalhães Fernando Lucas Geco. cap7.3.indd 1 27/05/13 18:21 7 CAPÍTULO Handebol 7.3 Pablo Juan Greco Juliana Pacheco Magalhães Fernando Lucas Geco cap7.3.indd 1 27/05/13 18:21 cap7.3.indd 2 27/05/13 18:21 PRINCIPIANTE 1 X 0 PRINCIPIANTE 01 1 X 0 PRINCIPIANTE 02

Leia mais

CONTEÚDO: REGRAS BÁSICAS DO BASQUETEBOL

CONTEÚDO: REGRAS BÁSICAS DO BASQUETEBOL CONTEÚDO: REGRAS BÁSICAS DO BASQUETEBOL O jogo de basquetebol: O basquetebol é jogado por duas (2) equipes de cinco (5) jogadores cada. O objetivo de cada equipe é marcar pontos na cesta dos adversários

Leia mais

Objetivos desta lição:

Objetivos desta lição: VII. PROMOÇÃO DE PEÃO E A REGRA DO AFOGAMENTO 1 Objetivos desta lição: Revisão de xeque e xeque-mate Enunciar e aplicar as regras da promoção de peão Enunciar e aplicar as regras do afogamento Reconhecer

Leia mais