CONTEÚDO DOS 6º ANOS MAT E VESP REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONTEÚDO DOS 6º ANOS MAT E VESP REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016"

Transcrição

1 CONTEÚDO DOS 6º ANOS MAT E VESP REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016 Jogos cooperativos e jogos cooperativos Conceitos: Nos jogos cooperativos existe cooperação, que significa agir em conjunto para superar um desafio ou alcançar uma meta. Nos jogos competitivos, cada pessoa ou time tenta atingir um objetivo melhor do que o outro. Os jogos competitivos têm seu papel educacional, quando nos ensinam a lidar com a competitividade existente dentro de nós. As principais diferenças: Nos jogos cooperativos: Há uma visão de que "tem para todos"; os objetivos são comuns; a ideia é ganhar COM o outro, jogar COM; há descontração; a vitória é compartilhada. Nos jogos competitivos: Há uma visão de que "só tem para uns"; os objetivos são exclusivos; a ideia é ganhar DO outro e jogar CONTRA; há tensão; a vitória é somente para alguns. Regras do Jogo de Dama Regra 1: O objetivo é capturar ou imobilizar as peças do adversário. O jogador que o conseguir cercar ou capturar o inimigo ganha a partida. Regra 2: O jogo de damas pratica-se entre dois jogadores. O jogo é montado em um tabuleiro quadrado de 64 casas. A O tabuleiro deve ser colocado de modo que a grande diagonal branca deve estar à direita de cada parceiro. As peças brancas têm sempre a saída, isto é, o primeiro lance da partida. O lance é executado quando se leva diretamente à nova casa a peça tocada; a peça deve ser imediatamente solta. Regra 3: A peça movimenta-se em diagonal, sobre as casas escuras, para frente, e uma casa de cada vez. Regra 4: A peça pode capturar a peça do adversário movendo-se para frente é permitido também capturar a peça do adversário movendo-se para trás. Regra 5: A peça que atingir a oitava casa adversária, parando ali, será promovida a "dama", peça de movimentos mais amplos que a simples peça. Assinala-se a dama sobrepondo, à pedra promovida, outra da mesma cor. Regra 6: A dama pode mover-se para trás e para frente em diagonal quantas casas quiser, diferente das outras peças, que se movimentam apenas para frente em

2 diagonal. A dama pode também tomar outra peça pela frente ou por trás em diagonal. Quando na casa contígua a uma peça houver uma peça adversária, com uma casa imediata vaga, na mesma diagonal, a peça tomá-la-á passando para a citada casa vaga. Assim, a peça toma para frente e para trás, sendo este o único movimento retrógrado da peça. Regra 7: A tomada é obrigatória. A peça e a dama têm o mesmo valor para tomar ou ser tomada. Se, no mesmo lance, se apresentar mais de um modo de tomar, é obrigatório executar o lance que tome o maior número de peças (lei da maioria). Regra 8: A peça que toma poderá passar mais que uma vez pela mesma casa vazia, porém não poderá tomar qualquer peça mais de uma vez. Não será promovida a peça que, numa tomada em cadeia, apenas passe pela oitava casa adversária. As peças tomadas só deverão ser retiradas do tabuleiro depois de completo o lance. Regra 9: A partida termina empatada quando: Os dois parceiros concordarem com o empate; A partir de qualquer ponto da partida, ocorrer 20 lances sucessivos de Damas, sem tomada ou deslocamento de pedra; Uma mesma posição se produzir pela terceira vez, cabendo ao mesmo jogador o lance, deverá o interessado reclamar o empate, antes que a posição se modifique (esta regra só vale se a partida estiver sendo anotada em uma planilha); e, Na luta de três damas contra uma, o lado maior não conseguir obter vitória em vinte lances. Regras do Xadrez Introdução Objetivo: é dar xeque-mate ao Rei adversário, ou seja, colocando-o sob ameaça de captura (xeque), sem que tenha como escapar. Para isto, cada jogador conta 16 peças. O jogo de Xadrez é jogado por dois jogadores. Um jogador joga com as peças brancas o outro com as pretas. Cada um inicialmente tem dezesseis peças: Um Rei, uma Dama, duas Torres, dois Bispos e oito Peões. Posição iniciar do tabuleiro: a grande diagonal branca deve estar a direita de cada jogador. Posicionamento inicial das peças: formato do tabuleiro é como o que se mostra na figura seguinte:

3 As peças na linha de baixo e da esquerda para a direita são: Torre, Cavalo, Bispo, Dama, Rei, Bispo, Cavalo e Torre. Os jogadores movimentam alternadamente uma das suas peças, sendo sempre o jogador com as brancas o primeiro a começar. Um movimento consiste em pegar numa peça e colocá-la numa nova casa respeitando as regras de movimento. Só o Cavalo é que pode passar por cima de outras peças. Existe um movimento especial denominado Roque em que um jogador pode movimentar duas peças simultaneamente. Um jogador pode Capturar peças do adversário, para fazê-lo tem de movimentar uma das suas peças para uma casa que contenha uma peça inimiga, respeitando as regras de movimento. A peça capturada é retirada do tabuleiro. (A captura não é obrigatória). O jogo termina quando se atingir o mate ou uma situação de empate. Regras de Movimento Rei: O Rei pode mover-se uma casa na horizontal, vertical ou diagonal. O Rei do lado a jogar nunca pode estar em xeque após a realização de uma jogada. Se não for possível evitar que o Rei esteja em cheque à posição passa a ser de mate e o lado do Rei que está a ser atacado perde. Dama A Dama pode movimentar-se qualquer número de casas na horizontal, vertical ou qualquer em uma das diagonais. Torre A Torre pode movimentar-se qualquer número de casas na horizontal ou vertical. Bispo O Bispo pode movimentar-se qualquer número de casas em qualquer uma das diagonais. Cavalo

4 O Cavalo movimenta-se em forma de L, e é a única peça que pode "saltar" por cima de outras. O movimento do cavalo define-se como: duas casas numa direção e outra na perpendicular. Peão O peão move-se de formas distintas quer se esteja a mover ou a capturar uma peça. Quando um peão se move avança uma casa na vertical em direção ao lado do adversário. Se ele ocupar a sua casa inicial pode avançar uma ou duas casas. Para capturar o peão move-se uma casa na diagonal. Tomada en-passant Um movimento especial dos peões chama-se tomada en-passant. Nas três figuras de cima pode ver-se uma tomada en-passant. Esta é possível quando um peão avança duas casas e quando simultaneamente um peão inimigo se encontra em posição de ataque a casa por onde o peão que se move passa. Nesse caso o peão atacante pode capturar o que se move movendo-se para a casa de passagem. Esta tomada só pode acontecer no lance seguinte ao movimento. Promoção Outro movimento característico dos peões é a promoção. Esta acontece quando um peão atinge a última linha, ou inversamente a primeira do adversário. Quando isso acontece o jogador tem de converter o Peão numa Dama, Torre, Bispo ou Cavalo. Roque

5 O roque é um lance especial em que o Rei e a Torre se movimentam simultaneamente. Este só pode ser realizado uma vez por cada jogador. Para o roque ser possível tem de se verificar as seguintes condições: O Rei que vai fazer o lance não se pode ter movido durante o jogo. A Torre vai fazer o lance não se pode ter movido durante o jogo. O Rei envolvido não está em xeque. Todas as casas entre o Rei e a Torre têm de estar desocupadas. O Rei não passa por uma casa atacada por uma peça inimiga durante o movimento. A casa de destino do Rei não está a ser atacada. O Rei e a Torre têm de ser do mesmo lado. O movimento de roque consiste no Rei movimentarem-se duas casas na direção da Torre e a Torre passa para a casa adjacente ao Rei do lado oposto ao que se encontra inicialmente. Xeque, Mate e Empate. Xeque Quando o Rei está a ser atacado por uma peça inimiga diz-se que este está em xeque. No final da jogada o Rei não pode ficar em cheque, se o jogador se enganar e deixar o Rei nessa situação este terá de refazer o lance. Caso não seja possível deixar o Rei sem estar em xeque à posição passa a ser de mate e o jogo termina com derrota para o lado que se move. Mate: O jogador que está em xeque não pode evitar que o seu Rei deixe de estar no final do seu lance. Esta situação é designada mate e implica a derrota para o lado do Rei que está em xeque vitória para o outro. Empate Quando o lado a mover não tem nenhuma jogada legal que possa realizar e não está em xeque o jogo termina com empate. Outras Regras Desistência e Proposta de Empate Um jogador pode desistir a qualquer momento, o que implica a sua derrota.

6 Após realizar uma jogada um jogador pode propor empate. O adversário pode aceitar, o jogo termina com empate, ou recusar, o jogo continua regularmente. Repetição de Posições Quando a mesma posição é atingida três vezes com o mesmo lado a jogar, este pode optar por terminar o jogo com empate. De notar que posições antes a após roque são consideradas diferentes. Regra das 50 jogadas Se existirem 50 jogadas consecutivas sem capturas ou movimentos de peões, isto é 50 lances para as brancas e 50 lances para as pretas, qualquer dos jogadores pode optar por terminar o jogo com empate. Tocar nas Peças Esta regra diz que quando se toca numa peça esta tem de ser jogada. História do Futsal Primórdios do Futsal O futebol de salão tem duas versões sobre o seu surgimento, e, tal como em outras modalidades desportivas, há divergências quanto a sua invenção. Há uma versão que o futebol de salão começou a ser jogado por volta de 1940 por frequentadores da Associação Cristã de Moços, em São Paulo (SP), pois havia uma grande dificuldade em encontrar campos de futebol livres para poderem jogar e então começaram a jogar suas peladas nas quadras de basquete e hóquei. No início, jogava-se com cinco, seis ou sete jogadores em cada equipe, mas logo definiram o número de cinco jogadores para cada equipe. As bolas usadas eram de serragem, crina vegetal, ou de cortiça granulada, mas apresentavam o problema de saltarem muito e frequentemente saiam da quadra de jogo, então tiveram seu tamanho diminuído e seu peso aumentado, por este fato o futebol de salão foi chamado de Esporte da bola pesada. Há também a versão, tida como a mais provável, de que o futebol de salão foi inventado em 1934 na Associação Cristã de Moços de Montevidéu, Uruguai, pelo professor Juan Carlos Ceriani, que chamou este novo esporte de Indoor-foot-ball. Regras básicas do Futsal NÚMERO DE JOGADORES Cada equipe possui 5 jogadores, sendo um deles o Goleiro. Normalmente uma equipe é formada por um Goleiro, um Fixo, dois Alas e um Pivô. DURAÇÃO DE UMA PARTIDA Nas categorias adulta/profissional, sub 20 e sub 17 uma partida é disputada em dois tempos de 20 minutos cronometrados, já na sub 15 é disputada em dois tempos de 15 minutos.

7 AS SUBSTITUIÇÕES: O número de substituições no Futsal são ilimitadas. O TIRO DE SAÍDA, TIRO LATERAL e TIRO de CANTO (ESCANTEIO): são cobrados obrigatoriamente com os pés e o jogador terá 4 segundos para realizar a cobrança. Já o ARREMESSO DE META é cobrado com as mãos, somente pelo Goleiro dentro da área de gol que também deverá fazê-lo em 4 segundos. REGRA DOS 4 SEGUNDOS Não é permitido ao Goleiro ficar com o controle ou domínio da bola por mais de 4 segundos em sua meia quadra de defesa em nenhuma ocasião; RECUO PARA O GOLEIRO É permitido apenas um recuo de bola para o Goleiro e ele não poderá pegá-la com as mãos. Após um recuo a bola somente poderá ser recuada novamente após tocar em um adversário ou passar para a meia quadra de ataque. Estando o Goleiro em sua meia quadra de ataque ele poderá receber a bola quantas vezes forem necessárias sem limite de tempo; FALTAS Cada equipe poderá cometer um limite de 5 faltas por tempo de jogo, a partir da 5 falta a equipe será punida com um tiro livre direto sem barreira que poderá ser cobrado no local da falta ou na marca de 10 metros. CARTÕES: Assim como no Futebol, o cartão amarelo é uma advertência e o vermelho uma expulsão. O Jogador que tomar dois cartões amarelos receberá obrigatoriamente o cartão vermelho. A equipe que tiver um jogador expulso deverá ficar 2 minutos com menos um jogador ou até sofrer um gol, após outro jogador deve completar a equipe, o jogador expulso não poderá mais retornar a partida. Quadra do jogo A quadra de jogo terá uma forma retangular com o comprimento máximo de 42 metros e mínimo de 25 metros, e sua largura de 22 metros no máximo e mínimo de 15 metros. Em competições internacionais, terá entre 38 a 42 metros de comprimento no máximo e largura de 18 a 22 metros. Fundamentos, Categorias e Posições. Futsal Fundamentos Passe: Ação que consiste na batida na bola ao ser enviada a um jogador ou determinado espaço da quadra. Drible: É uma ação individual que consiste no passe com habilidade e intenção de passar por um jogador adversário. Cabeceio: Ação que consiste em pegar a bola com a cabeça, saltando, mergulhando ou em pé. Pode ser defensivo ou ofensivo. Chute: Ação que consiste no toque na bola, podendo ser para afastar o perigo do time adversário ou para ser ofensivo. Recepção: Ação que consiste no controle da bola quando a mesma vem na direção do jogador. Condução: Ação que consiste em levar a bola nos espaços possíveis da quadra. Domínio: Ação que consiste na capacidade de receber a bola, na maioria das vezes com a sola do pé.

8 Categorias Sub-9 jogadores com até nove anos Sub-11 jogadores com até onze anos. Sub-13 jogadores com até treze anos. Sub-15 jogadores com até quinze anos. Sub-17 jogadores com até dezessete anos. Adulto para jogadores com até 39 anos. Sênior para jogadores a partir dos quarenta anos. Posições: Goleiro: Defende o gol de qualquer jogada adversária. Pode partir para o ataque do jogo se quiser. Fixo: Homem da defesa, referente ao zagueiro no futebol. Alas: Responsáveis pela armação do jogo funcionam como ligação entre ataque e defesa. Jogam pelas laterais. Pivô: Responsável pelo ataque do jogo. É a principal referência em jogadas ofensivas.

CONTEÚDO DOS 7º ANOS REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016

CONTEÚDO DOS 7º ANOS REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016 CONTEÚDO DOS 7º ANOS REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016 Qual a diferença entre jogo e esporte O jogo é definido como uma atividade de caráter lúdico com normas livremente estabelecidas pelos participantes.

Leia mais

esportivas das aulas de Educação Física nas escolas de todo país.

esportivas das aulas de Educação Física nas escolas de todo país. O Futsal, também conhecido como Futebol de Salão, é uma modalidade esportiva que foi adaptada do futebolde campo para as quadras. O futsal é muito praticado no Brasil, fazendo parte de uma das principais

Leia mais

O posicionamento inicial das peças assim como o formato do tabuleiro é como o que se mostra na figura seguinte:

O posicionamento inicial das peças assim como o formato do tabuleiro é como o que se mostra na figura seguinte: Regras do Xadrez Introdução O jogo de Xadrez é jogado por dois jogadores. Um jogador joga com as peças brancas o outro com as pretas. Cada um inicialmente tem dezasseis peças: Um Rei, uma Dama, duas Torres,

Leia mais

1ª Colocação 10 pontos. 2ª Colocação 08 pontos. 3ª Colocação 06 pontos

1ª Colocação 10 pontos. 2ª Colocação 08 pontos. 3ª Colocação 06 pontos Regras: Jogo do Xadrez 1. Sorteio: Os confrontos serão definido através de sorteio e relacionados no chaveamento da competição; A ordem de disputa será de acordo com a ordem de retira no sorteio. PS: 2

Leia mais

XADREZ REGRAS BÁSICAS INTRODUÇÃO O xadrez, diferentemente de muitos jogos, não depende de sorte. O desenvolver do jogo não depende do resultado de

XADREZ REGRAS BÁSICAS INTRODUÇÃO O xadrez, diferentemente de muitos jogos, não depende de sorte. O desenvolver do jogo não depende do resultado de XADREZ REGRAS BÁSICAS INTRODUÇÃO O xadrez, diferentemente de muitos jogos, não depende de sorte. O desenvolver do jogo não depende do resultado de dados ou das cartas que são tiradas do baralho. O resultado

Leia mais

O peão Se um peão consegue chegar até a outra extremidade do tabuleiro(linha 8), ele é promovido. Um peão promovido é substituído, ainda na mesma jogada em que o movimento foi feito, por um cavalo, bispo,torreoudamadamesmacor.

Leia mais

CAPÍTULO 1. Os elementos. O jogo de xadrez é um desafio para a mente. J. W. von Goethe O TABULEIRO DE XADREZ

CAPÍTULO 1. Os elementos. O jogo de xadrez é um desafio para a mente. J. W. von Goethe O TABULEIRO DE XADREZ CAPÍTULO 1 Os elementos O jogo de xadrez é um desafio para a mente. J. W. von Goethe O TABULEIRO DE XADREZ Joga-se xadrez sobre um tabuleiro quadrado, formado por 64 casas quadradas, sendo sua cor, alternadamente,

Leia mais

A LUTA INTERIOR (II) PALAVRA & VIDA 2º TRIMESTRE/2013. Texto Bíblico: Gálatas 5.16,22-25 SUGESTÕES DIDÁTICAS LIÇÃO 12

A LUTA INTERIOR (II) PALAVRA & VIDA 2º TRIMESTRE/2013. Texto Bíblico: Gálatas 5.16,22-25 SUGESTÕES DIDÁTICAS LIÇÃO 12 A LUTA INTERIOR (II) Texto Bíblico: Gálatas 5.16,22-25 Objetivos da lição de hoje: Compreender as divisões do fruto do Espírito; Reconhecer as fortalezas da alma; Comprometer-se a desfazer-se das fortalezas

Leia mais

Tabuleiro. Movimento das peças (torre)

Tabuleiro. Movimento das peças (torre) Tabuleiro Posição inicial ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ Uma linha é uma sequencia de oito casas dispostas de forma contigua horizontalmente. ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ÖÑÐÒ ÓÔÓÔÓÔÓÔ

Leia mais

Aprendendo a jogar Xadrez

Aprendendo a jogar Xadrez O núcleo de xadrez da nossa Escola continua particularmente activo, e dando continuidade ao material produzido para o número anterior da nossa revista, onde detalhou a forma como se procede à anotação

Leia mais

História do Futsal no Brasil

História do Futsal no Brasil História do Futsal no Brasil O Futebol de Salão tem duas versões sobre o seu surgimento, como em outros esportes, há divergências quanto a sua invenção. Há uma versão que diz que o Futebol de Salão começou

Leia mais

Torneio de Xadrez. Escola Básica Adriano Correia de Oliveira. Centro de Recursos Biblioteca Escolar

Torneio de Xadrez. Escola Básica Adriano Correia de Oliveira. Centro de Recursos Biblioteca Escolar Torneio de Xadrez Escola Básica Adriano Correia de Oliveira Centro de Recursos Biblioteca Escolar Atividade do PAA do CRBE 2015/2016 Professor Frederico Oliveira Fonte: WEB Divertida e amiga, porque te

Leia mais

ABC DO XADREZ GUIA DE APRENDIZAGEM

ABC DO XADREZ GUIA DE APRENDIZAGEM AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE ARCOZELO ABC DO XADREZ GUIA DE APRENDIZAGEM A Coordenadora: Prof. Fernanda Marinho Regras Básicas A posição do Tabuleiro deve ser colocada de uma forma que o jogador

Leia mais

Professor: Paulo Adolfo Kepler (Zé)

Professor: Paulo Adolfo Kepler (Zé) Professor: Paulo Adolfo Kepler (Zé) INTRODUÇÃO Caro aluno! Você acaba de ingressar no fascinante mundo do Xadrez, o jogo de tabuleiro mais praticado no mundo. Você estará no comando de um poderoso exército,

Leia mais

Entidade Mantenedora: SEAMB Sociedade Espírita Albertino Marques Barreto CNPJ: /

Entidade Mantenedora: SEAMB Sociedade Espírita Albertino Marques Barreto CNPJ: / A5 ATIVIDADES DE MATEMÁTICA Aluno: Complete com os números que faltam: 1 4 6 8 10 12 14 16 17 18 20 Anexo: Conceitos Matemáticos Dinâmica Escolher uma forma criativa para apresentar a situação criada

Leia mais

XADREZ: REGRAS BÁSICAS DO JOGO. Prof. Dr. Wilson da Silva

XADREZ: REGRAS BÁSICAS DO JOGO. Prof. Dr. Wilson da Silva XADREZ: REGRAS BÁSICAS DO JOGO Prof. Dr. Wilson da Silva 1 O TABULEIRO O tabuleiro de xadrez é formado por um quadrado de 8x8 com 64 casas iguais alternadamente claras (as casas brancas ) e escuras (as

Leia mais

FUTSAL. Trabalho realizado por: Helena Rocha 12ºA Nº17 Ana Lúcia 12ºA Nº3

FUTSAL. Trabalho realizado por: Helena Rocha 12ºA Nº17 Ana Lúcia 12ºA Nº3 FUTSAL Trabalho realizado por: Helena Rocha 12ºA Nº17 Ana Lúcia 12ºA Nº3 ÍNDICE Índice... i FUTSAL... 1 Fundamentos técnicos:... 1 Posições dos Jogadores no Futsal:... 1 Regras:... 2 Campo... 2 Área de

Leia mais

Módulo 1. Tabuleiro, peças, movimentos e capturas

Módulo 1. Tabuleiro, peças, movimentos e capturas Módulo 1 Tabuleiro, peças, movimentos e capturas O Tabuleiro O Xadrez é praticado entre duas pessoas, que comandam seus exércitos (brancas e negras). O objetivo do jogo é dar Xeque Mate ao rei adversário,

Leia mais

Colégio Adventista de Rio Preto. Futsal. 9º ano. Prof. Daniel Prandi. Prof. Sheila Molina

Colégio Adventista de Rio Preto. Futsal. 9º ano. Prof. Daniel Prandi. Prof. Sheila Molina Colégio Adventista de Rio Preto Futsal 9º ano Prof. Daniel Prandi Prof. Sheila Molina FUTEBOL DE SALÃO - FUTSAL Caracterização: É um jogo coletivo desportivo, entre duas equipes, sendo cada uma constituída

Leia mais

Aprenda a jogar Xadrez!

Aprenda a jogar Xadrez! GÊNESIS Então disse Deus: haja luz, e houve luz O xadrez, como o amor, como a música, tem o poder de fazer as pessoas felizes Siegbert Tarrash médico e pedagogo Informativo Educacional e Cultural - Itaúna

Leia mais

JOGOS LIVRO REGRAS M AT E M Á T I CO S. 11.º Campeonato Nacional

JOGOS LIVRO REGRAS M AT E M Á T I CO S. 11.º Campeonato Nacional Vila Real JOGOS M AT E M Á T I CO S.º Campeonato Nacional LIVRO DE REGRAS Semáforo Autor: Alan Parr Material Um tabuleiro retangular por. 8 peças verdes, 8 amarelas e 8 vermelhas partilhadas pelos jogadores.

Leia mais

O JOGO DE XADREZ. Vamos conhecer as peças que compõe o jogo: O Tabuleiro

O JOGO DE XADREZ. Vamos conhecer as peças que compõe o jogo: O Tabuleiro O JOGO DE XADREZ O xadrez é um esporte intelectual, disputado entre duas pessoas que possuem forças iguais (peças) sobre um tabuleiro. Este jogo representa uma batalha em miniatura, onde cada lado comanda

Leia mais

Prof. Ms. Sandro de Souza. Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol

Prof. Ms. Sandro de Souza. Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol Prof. Ms. Sandro de Souza Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol Desenhe um campo de Futebol com as suas dimensões e marcações. A Meta Qual o número mínimo de jogadores, em um time,

Leia mais

Enunciar e aplicar as regras dos movimentos dos bispos Usar as regras dos movimentos para calcular lances e capturas Resolver problemas usando bispos

Enunciar e aplicar as regras dos movimentos dos bispos Usar as regras dos movimentos para calcular lances e capturas Resolver problemas usando bispos 1 III. BISPOS Objetivos desta lição: Enunciar e aplicar as regras dos movimentos dos bispos Usar as regras dos movimentos para calcular lances e capturas Resolver problemas usando bispos O principal objetivo

Leia mais

Semáforo. Um tabuleiro retangular 4 por 3. 8 peças verdes, 8 amarelas e 8 vermelhas partilhadas pelos jogadores.

Semáforo. Um tabuleiro retangular 4 por 3. 8 peças verdes, 8 amarelas e 8 vermelhas partilhadas pelos jogadores. Semáforo Autor: Alan Parr Um tabuleiro retangular por. 8 peças verdes, 8 amarelas e 8 vermelhas partilhadas pelos jogadores. Ser o primeiro a conseguir uma linha de três peças da mesma cor na horizontal,

Leia mais

1. O jogador que receber um cartão amarelo ficará 02 (dois minutos) fora de campo durante o jogo vigente podendo retornar ao jogo após esse tempo.

1. O jogador que receber um cartão amarelo ficará 02 (dois minutos) fora de campo durante o jogo vigente podendo retornar ao jogo após esse tempo. 1. O jogador que receber um cartão amarelo ficará 02 (dois minutos) fora de campo durante o jogo vigente podendo retornar ao jogo após esse tempo. 2. O jogador que receber um cartão azul será excluído

Leia mais

XADREZ NA UFG. Módulo I -Introdução. Prof. Dr. André Carlos Silva Profa. MSc. Elenice Maria Schons Silva

XADREZ NA UFG. Módulo I -Introdução. Prof. Dr. André Carlos Silva Profa. MSc. Elenice Maria Schons Silva XADREZ NA UFG Módulo I -Introdução Prof. Dr. André Carlos Silva Profa. MSc. Elenice Maria Schons Silva História do Xadrez Benjamin Franklin disputando uma partida de xadrez, quadro do artista Edward Harrison

Leia mais

Curso básico de Xadrez

Curso básico de Xadrez Projeto LIPRA Livro Interativo Potencializado com Realidade Aumentada Curso básico de Xadrez Autor: Raryel Costa Souza Orientação: Claudio Kirner Xadrez 1 Introdução O xadrez é um jogo de tabuleiro para

Leia mais

Sistemas: Distribuição ordenada dos componentes de uma equipe em quadra, visando facilitar a aplicação das diferentes manobras.

Sistemas: Distribuição ordenada dos componentes de uma equipe em quadra, visando facilitar a aplicação das diferentes manobras. CONCEITOS TÁTICOS E SISTEMAS Conceitos Sistemas: Distribuição ordenada dos componentes de uma equipe em quadra, visando facilitar a aplicação das diferentes manobras. Tipos de sistemas: Sistemas defensivos:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ - IFPI CAMPUS FLORIANO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ - IFPI CAMPUS FLORIANO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ - IFPI CAMPUS FLORIANO EDITAL Nº 003/2016, DE 14 DE JANEIRO DE 2016 Seleção para Alunos de Pós-Graduação Lato Sensu para

Leia mais

IX JOGOS FENACEF CAMPO GRANDE/MS - 21 a 26/05/2018

IX JOGOS FENACEF CAMPO GRANDE/MS - 21 a 26/05/2018 IX JOGOS FENACEF CAMPO GRANDE/MS - 21 a 26/05/2018 REGULAMENTO TÉCNICO FUTEBOL DE CAMPO Art. 1º. O torneio de Futebol de Campo será realizado com as regras estabelecidas pelo Regulamento Geral do IX Jogos

Leia mais

Explique que as regras do xadrez são diferentes das regras do Jogo de Peões. Agora, não se ganha mais uma partida ao levar um peão à

Explique que as regras do xadrez são diferentes das regras do Jogo de Peões. Agora, não se ganha mais uma partida ao levar um peão à 1 VI. O REI, XEQUE E XEQUE-MATE Objetivos desta lição: Praticar as regras para todas as peças de xadrez Resolver problemas com todas as peças Usar o xeque e regras de lances ilegais em posições elementares

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO FUTEBOL SOÇAITE

REGULAMENTO TÉCNICO FUTEBOL SOÇAITE REGULAMENTO TÉCNICO FUTEBOL SOÇAITE Art. 1º. O Critério de disputa está previsto no REGULAMENTO GERAL. Art.2º. Será realizado nos dias 21 a 23/04/2005, nas dependências do campus da Unemat. Art. 3º. É

Leia mais

História do Futsal no Brasil

História do Futsal no Brasil História do Futsal no Brasil O Futebol de Salão tem duas versões sobre o seu surgimento, como em outros esportes, há divergências quanto a sua invenção. Há uma versão que diz que o Futebol de Salão começou

Leia mais

Regulamento do Torneio de Matraquilhos

Regulamento do Torneio de Matraquilhos Regulamento do Torneio de Matraquilhos O Plano de Atividades e Orçamento da Associação de Estudantes do Externato Frei Luís de Sousa para o mandato 2013/2014 prevê a organização de um Torneio de Damas.

Leia mais

12 = JL (DE UMA A TRÊS CASAS EM QUALQUER DIREÇÃO, INCLUSIVE R1 PARA OS PEÕES)

12 = JL (DE UMA A TRÊS CASAS EM QUALQUER DIREÇÃO, INCLUSIVE R1 PARA OS PEÕES) XADREZ DA SORTE MATERIAL UM TABULEIRO COMUM DE 64 CASAS. DOIS DADOS COMUNS. AS 32 PEÇAS DO JOGO DE XADREZ. PONTUAÇÃO DOS DADOS A PONTUAÇÃO PARA MOVIMENTAÇÃO É A SEGUINTE: 2 = R1 (RETORNA UMA CASA) 3 =

Leia mais

Gatos & Cães Simon Norton, 1970s

Gatos & Cães Simon Norton, 1970s Gatos & Cães Simon Norton, 1970s Um tabuleiro quadrado 8 por 8. 28 peças gato e 28 peças cão (representadas respectivamente por peças negras e brancas). Ganha o jogador que realizar a última jogada. zona

Leia mais

REGULAMENTO COPA LILY PARR - Maio/2017. Todos os jogos terão 10 minutos, exceto a final, que terá dois tempos de 10 minutos.

REGULAMENTO COPA LILY PARR - Maio/2017. Todos os jogos terão 10 minutos, exceto a final, que terá dois tempos de 10 minutos. REGULAMENTO COPA LILY PARR - Maio/2017 Todos os jogos terão 10 minutos, exceto a final, que terá dois tempos de 10 minutos. São dois grupos de 5 times, totalizando 10 times. O campeonato terá fase de grupos

Leia mais

Distribuição de Jogos por Ciclo

Distribuição de Jogos por Ciclo REGRAS DOS JOGOS Distribuição de Jogos por Ciclo 1º CEB 2º CEB 3º CEB Sec. Semáforo x Gatos & Cães x x Rastros x x x Produto x x x Avanço x x Flume x 2 Semáforo Autor: Alan Parr 8 peças verdes, 8 amarelas

Leia mais

História. Entendendo o jogo. Os movimentos das peças. Movimentos especiais. Como Jogar. Capturas, xeque e xeque mate.

História. Entendendo o jogo. Os movimentos das peças. Movimentos especiais. Como Jogar. Capturas, xeque e xeque mate. História O xadrez descende de jogos desenvolvidos na Índia, dos quais o mais antigo conhecido é o chaturanga, do século VI EC. O jogo logo foi levado para Pérsia, onde se tornou uma atividade da nobreza

Leia mais

PROGRAMAÇÃO FUTEBOL SETE PRIMEIRA DIVISÃO

PROGRAMAÇÃO FUTEBOL SETE PRIMEIRA DIVISÃO PROGRAMAÇÃO FUTEBOL SETE PRIMEIRA DIVISÃO FUTEBOL SETE PRIMEIRA DIVISÃO: CHAVE A MORPHOS COREMA CAMPEÃO SEGUNDA VICE SEGUNDA CHAVE B 1. È OBRIGATÓRIO O USO DE CANELEIRAS. 2. Os jogos terão a duração de

Leia mais

COLÉGIO D. PEDRO II- AMERICANA SP APOSTILA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 8º E 9º ANO FUTSAL

COLÉGIO D. PEDRO II- AMERICANA SP APOSTILA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 8º E 9º ANO FUTSAL COLÉGIO D. PEDRO II- AMERICANA SP APOSTILA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 8º E 9º ANO FUTSAL O futebol é um esporte coletivo jogado principalmente com os pés, como seu nome próprio diz (foot=pé, ball=bola). O futebol

Leia mais

Ministério do Esporte ANTONIO VILLAR SANDRO HELENO ANTONIO BENTO ADRIANO VALLE

Ministério do Esporte ANTONIO VILLAR SANDRO HELENO ANTONIO BENTO ADRIANO VALLE Ministério do Esporte ANTONIO VILLAR SANDRO HELENO ANTONIO BENTO ADRIANO VALLE XADREZ NAS ESCOLAS A ATIVIDADE XADREZ O xadrez é uma agradável atividade lúdica, praticada por dois jogadores que movem peças

Leia mais

Nome: Bispo Pontos: 3,5. Nome: Torre Pontos: 5. Anda quantas casas quiser para cima, para baixo e para os lados (horizontal e vertical).

Nome: Bispo Pontos: 3,5. Nome: Torre Pontos: 5. Anda quantas casas quiser para cima, para baixo e para os lados (horizontal e vertical). Xadrez para Todos Professor: Frederic Cesa Dias E-mail: fredericcesadias@gmail.com Site: www.fredericcesadias.com > Xadrez * O objetivo do jogo é ameaçar o rei adversário sem que este possa se salvar na

Leia mais

Gatos & Cães Simon Norton, 1970s

Gatos & Cães Simon Norton, 1970s Gatos & Cães Simon Norton, 970s Um tabuleiro quadrado 8 por 8. 8 peças gato e 8 peças cão (representadas respectivamente por peças negras e brancas). Ganha o jogador que realizar a última jogada. zona

Leia mais

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA Boletim Final FUTEBOL DE AREIA Blumenau 2016 Comprometimento Orgulho de representar a empresa Motivação Espírito de equipe Respeito EMPRESAS PARTICIPANTES DO FUTEBOL DE AREIA MASCULINO EMPRESA Nº DE EQUIPES

Leia mais

Objetivos desta lição:

Objetivos desta lição: VII. PROMOÇÃO DE PEÃO E A REGRA DO AFOGAMENTO 1 Objetivos desta lição: Revisão de xeque e xeque-mate Enunciar e aplicar as regras da promoção de peão Enunciar e aplicar as regras do afogamento Reconhecer

Leia mais

Santo Cristo, RS. 14 de novembro de 2015.

Santo Cristo, RS. 14 de novembro de 2015. 2 a Olimpíada Escolar de Jogos Lógicos de Tabuleiro Santo Cristo, RS 14 de novembro de 2015. Apresentação Esta é a segunda edição da Olimpíada de Jogos Lógicos de Tabuleiro promovida pela Universidade

Leia mais

Projeto Xadrez Entrega 01: Polimorfismo e Herança

Projeto Xadrez Entrega 01: Polimorfismo e Herança Professore: Aluno PAE (Turma A): Aluno PAE (Turma C): João do E.S. Batista Neto (jbatista at icmc.usp.br) Felipe S. L. G. Duarte (fgduarte at icmc.usp.br) Oscar Cuadros Linares (ocuadrosl at gmail.com)

Leia mais

5. Problemas que podem surgir. 6. Estratégia Básica. 7. Questões de revisão. Traduzido e adaptado do inglês U.S.

5. Problemas que podem surgir. 6. Estratégia Básica. 7. Questões de revisão. Traduzido e adaptado do inglês U.S. 1 I. O TABULEIRO DE XADREZ E MOVIMENTOS DE PEÕES Objetivos desta lição: Nomear as casas do tabuleiro e as peças de xadrez Colocar as peças na sua posição inicial Enunciar e aplicar as regras de movimento

Leia mais

A história do Xadrez

A história do Xadrez A história do Xadrez Não se sabe ao certo qual a verdadeira origem do Xadrez, porém duas histórias se destacam como ser a mais provável e verdadeira lenda. A primeira se passa em Taligana, uma pequena

Leia mais

REGRAS OFICIAIS (simplificadas) O CAMPO O MATERIAL OS JOGADORES O SORTEIO. O campo deve ser traçado como mostra o diagrama. O volante e a raqueta

REGRAS OFICIAIS (simplificadas) O CAMPO O MATERIAL OS JOGADORES O SORTEIO. O campo deve ser traçado como mostra o diagrama. O volante e a raqueta REGRAS OFICIAIS (simplificadas) O CAMPO O campo deve ser traçado como mostra o diagrama. O MATERIAL O volante e a raqueta OS JOGADORES O jogo pode ser disputado por dois jogadores de cada lado (pares Homens,

Leia mais

Futebol Sete Masculino Livre

Futebol Sete Masculino Livre Futebol Sete Masculino Livre FASE LOCAL CANOINHAS 2016 FUTEBOL SETE MASCULINO LIVRE CHAVE A CHAVE B 1 CIA B 6 FRICASA A 2 BONETES 7 INVIOLÁVEL 3 MILI 8 GRUPO GSA B 4 PROENGEL 9 GRUPO GSA A 5 CIA A 10 FRICASA

Leia mais

Festival de Jogos 6º ao 8º ano do Ensino Fundamental/2017 REGULAMENTO ESPECÍFICO DAS MODALIDADES

Festival de Jogos 6º ao 8º ano do Ensino Fundamental/2017 REGULAMENTO ESPECÍFICO DAS MODALIDADES Festival de Jogos 6º ao 8º ano do Ensino Fundamental/2017 REGULAMENTO ESPECÍFICO DAS MODALIDADES TAPABOL 1) Os jogos terão 16 minutos de duração. Aos 8 minutos será feita a inversão de quadra. Vencerá

Leia mais

7 ANO APOSTILA DE EDUCAÇÃO FÍSICA

7 ANO APOSTILA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 7 ANO APOSTILA DE EDUCAÇÃO FÍSICA FABRÍCIO RAMALHO DA COSTA GERSON APARECIDO DE SOUZA JUNIOR ISMAEL FRANCO DE SOUZA MARCOS PAULO DA SILVA COSTA RUBENS VAZ COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR DE GOIÁS POLIVALENTE

Leia mais

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA Boletim Final FUTEBOL DE AREIA Pomerode 2015 Comprometimento Orgulho de representar a empresa Motivação Espírito de equipe Respeito EMPRESAS PARTICIPANTES DO FUTEBOL DE AREIA MASCULINO EMPRESA CIDADE Nº

Leia mais

Prof. Maick da Silveira Viana

Prof. Maick da Silveira Viana Regras do Handebol Prof. Maick da Silveira Viana REGRA 1 A quadra do jogo REGRA 2 - A duração da partida A partida de handebol consiste em dois tempos divididos por um intervalo de 10 minutos. A duração

Leia mais

Textos para Leitura e Exploração

Textos para Leitura e Exploração COMPONENTE CURRICULAR DE EDUCAÇÃO FÍSICA. Textos para Leitura e Exploração Handebol. 8º ano - Ensino Fundamental II Professora: Raísa Prado. 1º Bimestre / 2016. Página 1 História do handebol Em 29 de outubro

Leia mais

Festival de Jogos 9ª ano e Ensino Médio/2017 REGULAMENTO ESPECÍFICO DAS MODALIDADES

Festival de Jogos 9ª ano e Ensino Médio/2017 REGULAMENTO ESPECÍFICO DAS MODALIDADES Festival de Jogos 9ª ano e Ensino Médio/2017 REGULAMENTO ESPECÍFICO DAS MODALIDADES TAPABOL 1) Os jogos terão 16 minutos de duração. Aos 8 minutos será feita a inversão de quadra. Vencerá a equipe que

Leia mais

BASQUETEBOL. Professor Márcio SISTEMAS DE JOGO DEFENSIVO. Defesa individual

BASQUETEBOL. Professor Márcio SISTEMAS DE JOGO DEFENSIVO. Defesa individual POSICIONAMENTO DOS JOGADORES EM QUADRA E SUAS FUNÇÕES Pivôs: são os jogadores mais altos da equipe, pois têm como objetivo pegar rebotes, tanto na área defensiva como na ofensiva. Os pivôs, geralmente,

Leia mais

CONTEÚDO DOS 8º ANOS A, B, C, D e E REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016

CONTEÚDO DOS 8º ANOS A, B, C, D e E REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016 CONTEÚDO DOS 8º ANOS A, B, C, D e E REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016 Tênis de Mesa Regra Simplificada Tênis de Mesa e Pingue-Pongue têm regras semelhantes, sendo que o primeiro constitui-se em algo organizado

Leia mais

APOSTILA JOGADORES CARACTERÍSTICAS E FUNÇÕES

APOSTILA JOGADORES CARACTERÍSTICAS E FUNÇÕES APOSTILA JOGADORES CARACTERÍSTICAS E FUNÇÕES O JOGADOR PADRÃO APOSTILA PÁGINA 6 As onze PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DE UM BOM JOGADOR 1 - Sendo um jogo de conjunto, procurar sempre, e o mais rápido possível

Leia mais

PROGRAMAÇÃO FUTEBOL SETE SEGUNDA DIVISÃO

PROGRAMAÇÃO FUTEBOL SETE SEGUNDA DIVISÃO PROGRMÇÃO FUTEBOL SETE SEGUND DIVISÃO FUTEBOL SETE SEGUND DIVISÃO: CHVE VOSSKO SER MD. BO ESPERNÇ GTS DO BRSIL KLBIN OC CHVE B KIMBERLY SER B MTRIZTEC J DE SOUZ 1. È OBRIGTÓRIO O USO DE CNELEIRS. 2. Os

Leia mais

"Nunca esqueça que a vaidade é inimiga do espírito de equipe."

Nunca esqueça que a vaidade é inimiga do espírito de equipe. OBSERVAÇÕES COM RELAÇÃO AO: ARREMESSO DE GOLEIRO; ARREMESSO DE META; TIRO LATERAL. Caros colegas Oficiais, Dirigentes, Técnicos, Professores, Atletas e demais interessados pelo Futsal, estamos encaminhando

Leia mais

Trabalho Final de Programação II. Xadrez. Integrantes: José Mauro Nazareth Cardoso Neto, Pablo Santana Satler, Juliano Rodrigues Rossi.

Trabalho Final de Programação II. Xadrez. Integrantes: José Mauro Nazareth Cardoso Neto, Pablo Santana Satler, Juliano Rodrigues Rossi. Trabalho Final de Programação II Xadrez Integrantes: José Mauro Nazareth Cardoso Neto, Pablo Santana Satler, Juliano Rodrigues Rossi. Professores: Crediné Menezes Orivaldo de Lira Tavares Vitória, 15 de

Leia mais

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA MASCULINO

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA MASCULINO Boletim Final FUTEBOL DE AREIA MASCULINO Blumenau 2017 Comprometimento Orgulho de representar a empresa Motivação Espírito de equipe Respeito EMPRESAS PARTICIPANTES DO FUTEBOL DE AREIA MASCULINO EMPRESA

Leia mais

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA MASCULINO

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA MASCULINO Boletim Final FUTEBOL DE AREIA MASCULINO Pomerode 2017 Comprometimento Orgulho de representar a empresa Motivação Espírito de equipe Respeito EMPRESAS PARTICIPANTES DO FUTEBOL DE AREIA MASCULINO EMPRESA

Leia mais

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016 REGULAMENTO TÉCNICO FUTEBOL SOÇAITE Art. 1º. O campeonato de futebol soçaite será realizado com as regras estabelecidas pelo Regulamento Geral do VII JOGOS FENACEF, pelo que dispuser o presente regulamento

Leia mais

IV Torneio Treta Futebol Society TRETA CHAMPIONS LEAGUE 2016

IV Torneio Treta Futebol Society TRETA CHAMPIONS LEAGUE 2016 IV Torneio Treta Futebol Society TRETA CHAMPIONS LEAGUE 2016 Datas e horários: Inicio em 01/10/2016 até 26/11/2016 Horário das 15h00min às 17h30min Sobre o número de atletas por equipe: Inscrições de no

Leia mais

Colégio Adventista de Rio Preto. Prof. Daniel Prandi Prof. Sheila Molina

Colégio Adventista de Rio Preto. Prof. Daniel Prandi Prof. Sheila Molina Colégio Adventista de Rio Preto Prof. Daniel Prandi Prof. Sheila Molina Futebol de Salão - Futsal Caracterização: É um jogo coletivo desportivo, entre duas equipes, sendo cada uma constituída por doze

Leia mais

REGULAMENTO FUTSAL - INFANTIL

REGULAMENTO FUTSAL - INFANTIL REGULAMENTO FUTSAL - INFANTIL REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL 1. A competição de futsal será realizada de acordo com as regras oficiais da FIFA para a modalidade, adotada pela confederação brasileira

Leia mais

ALUNO (A): Nº. 2- Quantos jogadores de handebol ficam na reserva? A. 5jogadores. B. 6jogadores. C. 7jogadores. D. 8jogadores. E. 9jogadores.

ALUNO (A): Nº. 2- Quantos jogadores de handebol ficam na reserva? A. 5jogadores. B. 6jogadores. C. 7jogadores. D. 8jogadores. E. 9jogadores. SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 6º A, B, C DISCIPLINA:

Leia mais

TORNEIO DE JOGOS MATEMÁTICOS 6ª EDIÇÃO JOGOS

TORNEIO DE JOGOS MATEMÁTICOS 6ª EDIÇÃO JOGOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CAMPUS CATALÃO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA TORNEIO DE JOGOS MATEMÁTICOS 6ª EDIÇÃO JOGOS NÍVEL 1 NÍVEL 2 NÍVEL 3 Kharbaga, kalah e moinho (trilha) Oware

Leia mais

Sumário desta lição: Traduzido e adaptado do inglês U.S. Chess Center

Sumário desta lição: Traduzido e adaptado do inglês U.S. Chess Center 1 VIII. O ROQUE Objetivos desta lição: Aplicar corretamente as regras do roque Os objetivos centrais desta lição são ensinar as regras do roque e a sua importância como meio de proteger o rei de ataques.

Leia mais

LAAB: Ludicidade Africana e Afrobrasileira.

LAAB: Ludicidade Africana e Afrobrasileira. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ FACULDADE DE PEDAGOGIA CAMPUS DE CASTANHAL LAAB: Ludicidade Africana e Afrobrasileira. Coordenadora: Débora Alfaia Bolsista: Gabriela Paixão Castanhal- PA 2012 Oficina de Jogos

Leia mais

DOCUMENTO ORIENTADOR BADMINTON COLÉGIO TERESIANO BRAGA 1. O CAMPO

DOCUMENTO ORIENTADOR BADMINTON COLÉGIO TERESIANO BRAGA 1. O CAMPO COLÉGIO TERESIANO BRAGA DOCUMENTO ORIENTADOR BADMINTON 1. O CAMPO O jogo realiza-se num campo retangular com 13,40 m x 5,18 metros para jogos de singulares e 13,40 m x 6,10 m para jogos de pares, limitados

Leia mais

REGULAMENTO DA LIGA DE FUTSAL ENTRE IGREJAS 2015

REGULAMENTO DA LIGA DE FUTSAL ENTRE IGREJAS 2015 REGULAMENTO DA LIGA DE FUTSAL ENTRE IGREJAS 2015 DAS INSCRIÇÕES: Poderá participar da Liga de Futsal entre Igrejas 2015, equipes com atletas de idade a partir de 17 anos e que frequente à igreja (Membro

Leia mais

CAMPEONATO PINGO D'ÁGUA DE FUTEBOL SOCIETY 2º SEMESTRE DE 2016 REGULAMENTO BANANEIRAS

CAMPEONATO PINGO D'ÁGUA DE FUTEBOL SOCIETY 2º SEMESTRE DE 2016 REGULAMENTO BANANEIRAS CAMPEONATO PINGO D'ÁGUA DE FUTEBOL SOCIETY 2º SEMESTRE DE 2016 REGULAMENTO BANANEIRAS Art. 1º - O campeonato da categoria BANANEIRAS do Pingo D água será disputado pôr 06 (seis) equipes compostas pôr atletas

Leia mais

TAÇA JOÃO CALVINO DE FUTSAL 2017 REGULAMENTO

TAÇA JOÃO CALVINO DE FUTSAL 2017 REGULAMENTO 1. DAS INSCRIÇÕES 1.1. Será permitida a inscrição de até 10 jogadores por equipe; 1.2. Os jogadores inscritos deverão, obrigatoriamente, ser aluno da turma; 1.2.1. Não será permitida a inscrição de alunos

Leia mais

Olimpíada º, 4º e 5º Anos Ensino Fundamental I

Olimpíada º, 4º e 5º Anos Ensino Fundamental I Olimpíada 2016 3º, 4º e 5º Anos Ensino Fundamental I Regulamento Geral Caros Alunos! Um dos grandes momentos da nossa escola está chegando. A Olimpíada será uma oportunidade de manifestarmos nossa alegria

Leia mais

LOCAL: ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DO BANCO DO BRASIL A.A.B.B ENDEREÇO: AVENIDA SANTOS DUMONT S/N DATA: 29 DE OUTUBRO HORÁRIO: 8:00 HS

LOCAL: ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DO BANCO DO BRASIL A.A.B.B ENDEREÇO: AVENIDA SANTOS DUMONT S/N DATA: 29 DE OUTUBRO HORÁRIO: 8:00 HS LOCAL: ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DO BANCO DO BRASIL A.A.B.B ENDEREÇO: AVENIDA SANTOS DUMONT S/N DATA: 29 DE OUTUBRO HORÁRIO: 8:00 HS CIDADE: QUERÊNCIA DO NORTE - PR REALIZAÇÃO CONSELHO DAS APAES MICRO-REGIÃO

Leia mais

O principal objetivo desta lição é ensinar as regras de movimentação dos cavalos.

O principal objetivo desta lição é ensinar as regras de movimentação dos cavalos. 1 V. (a) CAVALOS Objetivos: 1. Fixar e aplicar as regras de movimentação dos cavalos. 2. Resolver problemas elementares usando os cavalos. O principal objetivo desta lição é ensinar as regras de movimentação

Leia mais

A estratégia das peças menores

A estratégia das peças menores A estratégia das peças menores Pedro Aladar Tonelli Instituto de Matemática e Estatística USP 6 de outubro de 2004 Sumário Características do Bispo e do Cavalo Características do bispo Características

Leia mais

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA Boletim Final FUTEBOL DE AREIA Blumenau 2014 Comprometimento Orgulho de representar a empresa Motivação Espírito de equipe Respeito EMPRESAS PARTICIPANTES DO FUTEBOL DE AREIA MASCULINO Nº EMPRESA Nº DE

Leia mais

FINAIS APRENDENDO A DAR MATE

FINAIS APRENDENDO A DAR MATE CURSO DE XADREZ FÁBRICA DO ESPORTE FINAIS APRENDENDO A DAR MATE Mate elementar de dama Rei e dama contra rei Lucas Bibiana de Brito, RF 036684 PRAIA GRANDE FEVEREIRO 2012 INTRODUÇÃO Mates elementares são

Leia mais

Como acontece em vários esportes, há divergências no que se refere à história de origem do futsal. Alguns acreditam que o mesmo tenha se originado na

Como acontece em vários esportes, há divergências no que se refere à história de origem do futsal. Alguns acreditam que o mesmo tenha se originado na FUTSAL O futebol de salão conhecido apenas como futsal é uma prática adaptada do futebol. Em uma quadra esportiva são formados times de cinco jogadores e assim como no futebol, o principal objetivo é colocar

Leia mais

Traduzido e adaptado do inglês U.S. Chess Center

Traduzido e adaptado do inglês U.S. Chess Center 1 IX. JOGOS EMPATADOS Objetivos: 1. Saber as regras de empates e reconhecer quando uma partida está empatada. O principal objetivo desta lição é ensinar as regras de como as partidas podem ser empate e

Leia mais

REGULAMENTO 1. REGULAMENTO DE XADREZ RÁPIDO

REGULAMENTO 1. REGULAMENTO DE XADREZ RÁPIDO REGULAMENTO 1. REGULAMENTO DE XADREZ RÁPIDO 1.1. A partida de 'Xadrez Rápido' é aquela onde todos os lances devem ser feitos num limite de tempo predeterminado de 10 minutos, extrapolado esse tempo o competidor

Leia mais

TAGUSCUP TORNEIO DE FUTSAL REGRAS DO JOGO. Considerações sobre as Leis de Jogo de Futsal aplicadas na TAGUSCUP

TAGUSCUP TORNEIO DE FUTSAL REGRAS DO JOGO. Considerações sobre as Leis de Jogo de Futsal aplicadas na TAGUSCUP TAGUSCUP TORNEIO DE FUTSAL REGRAS DO JOGO Considerações sobre as Leis de Jogo de Futsal aplicadas na TAGUSCUP 1. Diferenças entre as Leis de Jogo do Futsal e as regras aplicadas na TAGUSCUP Não há faltas

Leia mais

Primeira fase. Os grupos: Grupo A Mordorsbrogh Hapoel Tucuruviv Fulhangatuba Trifon Ivanov Lonely Hearts club band of football

Primeira fase. Os grupos: Grupo A Mordorsbrogh Hapoel Tucuruviv Fulhangatuba Trifon Ivanov Lonely Hearts club band of football Primeira fase São 16 times, divididos em quatro grupos com quatro times cada. Os times se enfrentam dentro do grupo, em turno único. Classificam-se os dois primeiros de cada um dos grupos para o mata-mata

Leia mais

Andebol. Origem. Caraterização

Andebol. Origem. Caraterização Origem As origens do andebol, bem como a época em que começou a ser praticado, não são conhecidas com rigor. Pode considerar-se que o andebol, na variante de onze, é de origem alemã. Este jogo foi divulgado

Leia mais

ESCOLA EMEF PROFª MARIA MARGARIDA ZAMBON BENINI - PIBID 08/10/2014, 29/10/2014 e 05/11/2014

ESCOLA EMEF PROFª MARIA MARGARIDA ZAMBON BENINI - PIBID 08/10/2014, 29/10/2014 e 05/11/2014 ESCOLA EMEF PROFª MARIA MARGARIDA ZAMBON BENINI - PIBID 08/10/2014, 29/10/2014 e 05/11/2014 Bolsistas: Mévelin Maus, Milena Poloni Pergher e Odair José Sebulsqui. Supervisora: Marlete Basso Roman Disciplina:

Leia mais

Regulamento da Copa Trifon Ivanov 7

Regulamento da Copa Trifon Ivanov 7 Regulamento da Copa Trifon Ivanov 7 Fórmula do campeonato Primeira fase São 16 times, divididos em quatro grupos com quatro times cada. Os times se enfrentam dentro do grupo, em turno único. Classificam

Leia mais

O Manual do Knights. Tradução: José Pires

O Manual do Knights. Tradução: José Pires Miha Čančula Tradução: José Pires 2 Conteúdo 1 Introdução 6 2 Como jogar 7 2.1 Objectivo........................................... 7 2.2 Iniciar o Jogo......................................... 7 2.3 A

Leia mais

Badminton. badminton. badminton. badminton. badminton 3/27/2014. Caraterização. Caraterização. O Campo. Duração do Jogo

Badminton. badminton. badminton. badminton. badminton 3/27/2014. Caraterização. Caraterização. O Campo. Duração do Jogo Caraterização Educação Física Agrupamento de Escolas Martim de Freitas Francisco Pinto Caraterização O Campo O é um jogo desportivo de raquetes cujo objectivo é marcar pontos e evitar que o adversário

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. COSTA MATOS. Campo de badminton

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. COSTA MATOS. Campo de badminton BADMINTON Caracterização: O badminton é um jogo que pode ser disputado em singulares (individualmente) ou em par (pares), não tendo qualquer limitação temporal, isto é, o jogo termina assim que um jogador/par

Leia mais

PACRU SÉRIE 302. Linguagens e Informação Extra. Três Jogos: Shacru, Azacru & Pacru

PACRU SÉRIE 302. Linguagens e Informação Extra. Três Jogos: Shacru, Azacru & Pacru PACRU SÉRIE 302 Linguagens e Informação Extra Se esta informação não está na sua linguagem, vá a www.pacru.com, seleccione a linguagem e imprima as regras. Neste folheto estão todas as informações necessárias

Leia mais

Questão 23 Sobre a abertura pastorzinho, observe as afirmativas abaixo e, assinale V para as verdadeiras e F para as falsas e, em seguida, marque a al

Questão 23 Sobre a abertura pastorzinho, observe as afirmativas abaixo e, assinale V para as verdadeiras e F para as falsas e, em seguida, marque a al PROVA DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO INSTRUT DE XADREZ Baseado no texto abaixo, responda as questões 21 e 22: O Xadrez é um esporte individual, mas de caráter cognitivo e coletivo, pois simula os movimentos

Leia mais

JOGOS COMUNITÁRIOS 2014

JOGOS COMUNITÁRIOS 2014 S COMUNITÁRIOS 204 DATAS: 3/0 (2ºf.), 4/0 (3ªf.), 6/0 (5ªf.), 7/0 (6ªf.) e 8/0 (sábado). OBJETIVO GERAL: Realizar um evento esportivo salutar atuando sob a bandeira da ética, da lealdade e da paz. FINALIDADES:

Leia mais

Epaminondas. Ludus. Material

Epaminondas. Ludus. Material Epaminondas Ludus História Este jogo foi inventado por Robert Abbott em. Chamava-se originalmente Crossings e foi publicado pela primeira vez em em [GG]. Nessa altura, o jogo ocorria num tabuleiro de linhas

Leia mais