Professor: Paulo Adolfo Kepler (Zé)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Professor: Paulo Adolfo Kepler (Zé)"

Transcrição

1 Professor: Paulo Adolfo Kepler (Zé)

2 INTRODUÇÃO Caro aluno! Você acaba de ingressar no fascinante mundo do Xadrez, o jogo de tabuleiro mais praticado no mundo. Você estará no comando de um poderoso exército, usando todas as suas estratégias de ataque e defesa para tentar derrotar seu adversário. O xadrez pode ser praticado por pessoas de qualquer idade. Um enxadrista (jogador de xadrez) pode começar a jogar quando garoto e seguir jogando até o fim da vida. Você pode ensinar o xadrez para toda sua família. O xadrez não requer muitos equipamentos para a sua prática, apenas um tabuleiro e as peças. Diferente de outros jogos em que muitas vezes necessitamos de um grande número de praticantes, o xadrez é jogado apenas entre dois. Leia atentamente esta apostila e você estará pronto para a sua primeira batalha.

3 1 - O JOGO O campo de batalha do jogo de xadrez é chamado de TABULEIRO. Esse tabuleiro é formado por 64 casas, sendo 32 brancas e 32 pretas. Colocamos o tabuleiro em frente aos dois jogadores sendo que a primeira casa do lado direito dos jogadores deverá ser uma casa branca. Juntas, as casas podem dar origem a 3 direções: as fileiras, as colunas e as diagonais, pelas quais as peças realizam seus movimentos estratégicos. Todas as casas do tabuleiro possuem uma denominação específica que é dada pelo encontro de uma fileira com uma coluna. As colunas recebem letras de a até h e as fileiras são numeradas de 1 a 8. Cada jogador receberá um exército com 16 peças, as quais deverão ser conduzidas de uma maneira estratégica, visando o Rei inimigo. Quando o Rei é ameaçado dizemos que ele está em Xeque, e quando o Rei não consegue sair do Xeque ele fica em Xeque-Mate e perde a batalha.

4 2 - AS PEÇAS Cada jogador inicia a partida com 16 peças, sendo elas: um Rei, uma Dama, duas Torres, dois Cavalos, dois Bispos e oito Peões. As peças brancas estão situadas nas fileiras 1 e 2 e as peças pretas nas fileiras 7 e 8 conforme o diagrama 2. Valor das peças: Dama: 9 pontos Torre: 5 pontos Cavalo: 3 pontos Bispo: 3 pontos Peão: 1 ponto

5 3 - O REI O Rei é a peça mais importante do seu exército, por isso ele precisa de muita proteção e bastante cuidado com seus movimentos. Ele anda apenas uma casa de cada vez na fileira, na coluna ou na diagonal. O Rei não pode ocupar uma casa ao lado do Rei adversário, é considerado uma jogada impossível.

6 4 - A DAMA A Dama é a peça mais poderosa do jogo, no entanto, por ser tão valiosa, deve ser usada com muito cuidado. É fácil encantar-se com o poder da Dama e, assim, ceder à tentação de colocá-la em jogo logo no início. Mas tome cuidado. No começo da partida, quando há muitas peças no tabuleiro, a dama pode ser atacada com facilidade. A Dama tem um poder de movimentação fantástico, podendo andar várias casas não ocupadas na coluna, na fileira ou na diagonal.

7 5 - A TORRE A Torre é a segunda peça mais poderosa do jogo. Na sua movimentação ela alcança longas distâncias, andando somente nas colunas e nas fileiras. As torres ficam muito fortes no final das partidas. 6 - O BISPO O Bispo também é uma peça com grande poder de ataque, podendo deslocar-se tantas casas quanto for possível, mas apenas na diagonal. Cada exército possui dois Bispos, um que se desloca apenas nas casas brancas e o outro apenas nas casas pretas.

8 7. O CAVALO O Cavalo possui movimentos particulares bastante diferente das demais peças. Ele é a única peça do jogo que pode saltar sobre peças do seu exército ou do seu adversário. Ele salta três casas de cada vez, formando sempre um L em qualquer direção, ou seja, duas casas ao longo da fileira ou coluna e, em seguida, uma casa para o lado. Ele irá capturar somente a peça inimiga que estiver ocupando a última casa do L, ou seja, no seu terceiro pulo.

9 8. O PEÃO Os peões são os soldados rasos do xadrez, andam somente para frente de uma em uma casa e jamais recuam. Quando o Peão se encontra na casa inicial (aquela em que ele iniciou o jogo) ele pode optar em andar uma ou duas casas. A captura pelo Peão só aconteçe em diagonal, a sua direita ou esquerda. Todo Peão que conseguir atravessar todo tabuleiro e chegar na primeira fileira do seu adversário será promovido e poderá ser trocado por uma Dama, Torre, Cavalo ou Bispo.

10 9. O ROQUE O Roque é um movimento especial, diferente de todos já vistos até aqui. Ele acontece com o envolvimento de duas peças (Torre e Rei) as quais movemos juntas numa jogada só. O Rei move-se duas casas para o lado e a Torre salta sobre o Rei posicionando-se ao seu lado. Podemos fazer o Roque para a direita e para a esquerda (Torre do Rei ou Torre da Dama). Quando ele acontece com a Torre do Rei chamamos de Roque Pequeno e com a Torre da Dama chamamos de Roque Grande.

11 Quatro importantes regras do Roque O Rei e a Torre devem estar em suas casas iniciais, sem ter feito nenhum movimento na partida. Não pode haver nenhuma peça entre o Rei e a Torre. Se estiver em Xeque, você não pode Rocar. Se o Roque colocar o Rei em Xeque, você não pode Rocar. 10. CAPTURA EN PASSANT A regra en passant (de passagem, em Francês) é engraçada e confunde muitos jogadores novatos. Quando um peão em sua casa de origem anda duas casas e fica ao lado de um peão adversário, este pode capturá-lo como se ele houvesse simplesmente andado uma casa. A captura por en passant deve ser executada imediatamente ao avanço do peão adversário.

12 11. O XEQUE E O XEQUE-MATE O XEQUE Quando o seu Rei está ameaçado por uma peça inimiga, você fica em xeque e, no movimento seguinte, tem de escapar dessa armadilha. A maneira mais simples de sair desse xeque é fugir com o Rei para uma casa que não está ameaçada. Existem outras duas maneiras de sair do xeque. Uma é capturar a peça que está lhe dando o xeque e a outra é colocar uma peça entre o seu Rei e a peça que está lhe dando o xeque. O XEQUE-MATE A palavra xeque-mate vem do árabe e significa o Rei está morto. É o ponto final de uma partida. Se o Rei está em xeque e não existe nem uma das três possibilidades de sair desse xeque, então chamamos este xeque de xeque-mate e a grande batalha chega ao seu final.

13 12. CASOS DE EMPATE 1 - Empate por comum acordo Durante a partida,a qualquer momento, um dos jogadores pode oferecer o empate. Seu adversário pode aceitar ou tentar vencer o jogo. 2 Empate por falta de material Nesta situação os jogadores não possuem pecas suficientes para dar o xeque mate. Ex.: Rei x Rei, Rei e Cavalo x Rei, Rei e Bispo x Rei. 3 Empate por afogamento Ocorre quando um jogador não está em xeque e não consegue fazer nenhum movimento. 4 Empate por xeque perpétuo Nesta situação, o jogador não consegue escapar dos xeques sucessivos que seu adversário lhe aplica. 5 Empate pela tripla repetição Este caso é semelhante ao xeque perpétuo, e acontece após o terceiro movimento repetitivo. 6 Empate pela regra dos cinqüenta lances Se durante a partida for comprovado que foram feitos 50 lances, sem que ocorra alguma captura ou movimento de peões, a partida estará empatada.

14 13 Mais algumas regras Antes de iniciar a partida, deve-se realizar um sorteio para definir quem jogará com as peças brancas e quem jogará com as pretas. O jogo sempre é iniciado pelo jogador que tiver com as peças brancas. Cada jogador fará somente um lance de cada vez. Peça tocada é peça jogada, a não ser que seja uma jogada impossível. Três jogadas impossíveis determinam o final do jogo. Não é permitido voltar lances. 14 -Algumas dicas para você Um dos segredos da abertura é o domínio do centro do tabuleiro. Peças no centro do tabuleiro exercem um amplo raio de ação. Desenvolver cedo os cavalos, pois estes atuam desde a sua posição inicial. Durante a abertura, evitar mover duas vezes a mesma peça. Você estará desperdiçando uma jogada que poderá ser usada com outra peça.

15 Bastante cuidado com a Dama e as Torres, principalmente no início do jogo, quando o tabuleiro está cheio de peças e é fácil perdê-las por descuido. Procure conseguir vantagem material e lembre-se do valor das peças. Jogue com adversários mais fortes que você. Não fique com medo de enfrentar grandes jogadores. Uma derrota para um jogador mais forte contribui mais para o seu crescimento do que uma vitória sobre um jogador fraco. Nunca pare de estudar, achando que você já sabe jogar. Até o melhor jogador do mundo tem algo a aprender. Cumprimente sempre seus adversários, no início e no final das partidas. Jogue sempre com bastante concentração. Espero que você tenha gostado do jogo e continue sendo um praticante até envelhecer. Quem sabe um dia você ensina o xadrez para os seus netos... Um grande abraço Zé.

O peão Se um peão consegue chegar até a outra extremidade do tabuleiro(linha 8), ele é promovido. Um peão promovido é substituído, ainda na mesma jogada em que o movimento foi feito, por um cavalo, bispo,torreoudamadamesmacor.

Leia mais

1ª Colocação 10 pontos. 2ª Colocação 08 pontos. 3ª Colocação 06 pontos

1ª Colocação 10 pontos. 2ª Colocação 08 pontos. 3ª Colocação 06 pontos Regras: Jogo do Xadrez 1. Sorteio: Os confrontos serão definido através de sorteio e relacionados no chaveamento da competição; A ordem de disputa será de acordo com a ordem de retira no sorteio. PS: 2

Leia mais

Aprendendo a jogar Xadrez

Aprendendo a jogar Xadrez O núcleo de xadrez da nossa Escola continua particularmente activo, e dando continuidade ao material produzido para o número anterior da nossa revista, onde detalhou a forma como se procede à anotação

Leia mais

ABC DO XADREZ GUIA DE APRENDIZAGEM

ABC DO XADREZ GUIA DE APRENDIZAGEM AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE ARCOZELO ABC DO XADREZ GUIA DE APRENDIZAGEM A Coordenadora: Prof. Fernanda Marinho Regras Básicas A posição do Tabuleiro deve ser colocada de uma forma que o jogador

Leia mais

Módulo 1. Tabuleiro, peças, movimentos e capturas

Módulo 1. Tabuleiro, peças, movimentos e capturas Módulo 1 Tabuleiro, peças, movimentos e capturas O Tabuleiro O Xadrez é praticado entre duas pessoas, que comandam seus exércitos (brancas e negras). O objetivo do jogo é dar Xeque Mate ao rei adversário,

Leia mais

Tabuleiro. Movimento das peças (torre)

Tabuleiro. Movimento das peças (torre) Tabuleiro Posição inicial ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ Uma linha é uma sequencia de oito casas dispostas de forma contigua horizontalmente. ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ÖÑÐÒ ÓÔÓÔÓÔÓÔ

Leia mais

Torneio de Xadrez. Escola Básica Adriano Correia de Oliveira. Centro de Recursos Biblioteca Escolar

Torneio de Xadrez. Escola Básica Adriano Correia de Oliveira. Centro de Recursos Biblioteca Escolar Torneio de Xadrez Escola Básica Adriano Correia de Oliveira Centro de Recursos Biblioteca Escolar Atividade do PAA do CRBE 2015/2016 Professor Frederico Oliveira Fonte: WEB Divertida e amiga, porque te

Leia mais

O JOGO DE XADREZ. Vamos conhecer as peças que compõe o jogo: O Tabuleiro

O JOGO DE XADREZ. Vamos conhecer as peças que compõe o jogo: O Tabuleiro O JOGO DE XADREZ O xadrez é um esporte intelectual, disputado entre duas pessoas que possuem forças iguais (peças) sobre um tabuleiro. Este jogo representa uma batalha em miniatura, onde cada lado comanda

Leia mais

CAPÍTULO 1. Os elementos. O jogo de xadrez é um desafio para a mente. J. W. von Goethe O TABULEIRO DE XADREZ

CAPÍTULO 1. Os elementos. O jogo de xadrez é um desafio para a mente. J. W. von Goethe O TABULEIRO DE XADREZ CAPÍTULO 1 Os elementos O jogo de xadrez é um desafio para a mente. J. W. von Goethe O TABULEIRO DE XADREZ Joga-se xadrez sobre um tabuleiro quadrado, formado por 64 casas quadradas, sendo sua cor, alternadamente,

Leia mais

XADREZ: REGRAS BÁSICAS DO JOGO. Prof. Dr. Wilson da Silva

XADREZ: REGRAS BÁSICAS DO JOGO. Prof. Dr. Wilson da Silva XADREZ: REGRAS BÁSICAS DO JOGO Prof. Dr. Wilson da Silva 1 O TABULEIRO O tabuleiro de xadrez é formado por um quadrado de 8x8 com 64 casas iguais alternadamente claras (as casas brancas ) e escuras (as

Leia mais

XADREZ NA UFG. Módulo I -Introdução. Prof. Dr. André Carlos Silva Profa. MSc. Elenice Maria Schons Silva

XADREZ NA UFG. Módulo I -Introdução. Prof. Dr. André Carlos Silva Profa. MSc. Elenice Maria Schons Silva XADREZ NA UFG Módulo I -Introdução Prof. Dr. André Carlos Silva Profa. MSc. Elenice Maria Schons Silva História do Xadrez Benjamin Franklin disputando uma partida de xadrez, quadro do artista Edward Harrison

Leia mais

Aprenda a jogar Xadrez!

Aprenda a jogar Xadrez! GÊNESIS Então disse Deus: haja luz, e houve luz O xadrez, como o amor, como a música, tem o poder de fazer as pessoas felizes Siegbert Tarrash médico e pedagogo Informativo Educacional e Cultural - Itaúna

Leia mais

Ministério do Esporte ANTONIO VILLAR SANDRO HELENO ANTONIO BENTO ADRIANO VALLE

Ministério do Esporte ANTONIO VILLAR SANDRO HELENO ANTONIO BENTO ADRIANO VALLE Ministério do Esporte ANTONIO VILLAR SANDRO HELENO ANTONIO BENTO ADRIANO VALLE XADREZ NAS ESCOLAS A ATIVIDADE XADREZ O xadrez é uma agradável atividade lúdica, praticada por dois jogadores que movem peças

Leia mais

12 = JL (DE UMA A TRÊS CASAS EM QUALQUER DIREÇÃO, INCLUSIVE R1 PARA OS PEÕES)

12 = JL (DE UMA A TRÊS CASAS EM QUALQUER DIREÇÃO, INCLUSIVE R1 PARA OS PEÕES) XADREZ DA SORTE MATERIAL UM TABULEIRO COMUM DE 64 CASAS. DOIS DADOS COMUNS. AS 32 PEÇAS DO JOGO DE XADREZ. PONTUAÇÃO DOS DADOS A PONTUAÇÃO PARA MOVIMENTAÇÃO É A SEGUINTE: 2 = R1 (RETORNA UMA CASA) 3 =

Leia mais

História. Entendendo o jogo. Os movimentos das peças. Movimentos especiais. Como Jogar. Capturas, xeque e xeque mate.

História. Entendendo o jogo. Os movimentos das peças. Movimentos especiais. Como Jogar. Capturas, xeque e xeque mate. História O xadrez descende de jogos desenvolvidos na Índia, dos quais o mais antigo conhecido é o chaturanga, do século VI EC. O jogo logo foi levado para Pérsia, onde se tornou uma atividade da nobreza

Leia mais

Explique que as regras do xadrez são diferentes das regras do Jogo de Peões. Agora, não se ganha mais uma partida ao levar um peão à

Explique que as regras do xadrez são diferentes das regras do Jogo de Peões. Agora, não se ganha mais uma partida ao levar um peão à 1 VI. O REI, XEQUE E XEQUE-MATE Objetivos desta lição: Praticar as regras para todas as peças de xadrez Resolver problemas com todas as peças Usar o xeque e regras de lances ilegais em posições elementares

Leia mais

A história do Xadrez

A história do Xadrez A história do Xadrez Não se sabe ao certo qual a verdadeira origem do Xadrez, porém duas histórias se destacam como ser a mais provável e verdadeira lenda. A primeira se passa em Taligana, uma pequena

Leia mais

Nome: Bispo Pontos: 3,5. Nome: Torre Pontos: 5. Anda quantas casas quiser para cima, para baixo e para os lados (horizontal e vertical).

Nome: Bispo Pontos: 3,5. Nome: Torre Pontos: 5. Anda quantas casas quiser para cima, para baixo e para os lados (horizontal e vertical). Xadrez para Todos Professor: Frederic Cesa Dias E-mail: fredericcesadias@gmail.com Site: www.fredericcesadias.com > Xadrez * O objetivo do jogo é ameaçar o rei adversário sem que este possa se salvar na

Leia mais

Projeto Xadrez Entrega 01: Polimorfismo e Herança

Projeto Xadrez Entrega 01: Polimorfismo e Herança Professore: Aluno PAE (Turma A): Aluno PAE (Turma C): João do E.S. Batista Neto (jbatista at icmc.usp.br) Felipe S. L. G. Duarte (fgduarte at icmc.usp.br) Oscar Cuadros Linares (ocuadrosl at gmail.com)

Leia mais

Estas reflexões objetivam oferecer alguns recursos metodológicos aos. professores de xadrez. Nossa experiência tem indicado que trabalhar com todos

Estas reflexões objetivam oferecer alguns recursos metodológicos aos. professores de xadrez. Nossa experiência tem indicado que trabalhar com todos 1 JOGOS PRÉ-ENXADRÍSTICOS Professor Wilson da Silva Estas reflexões objetivam oferecer alguns recursos metodológicos aos professores de xadrez. Nossa experiência tem indicado que trabalhar com todos os

Leia mais

A estratégia das peças menores

A estratégia das peças menores A estratégia das peças menores Pedro Aladar Tonelli Instituto de Matemática e Estatística USP 6 de outubro de 2004 Sumário Características do Bispo e do Cavalo Características do bispo Características

Leia mais

O posicionamento inicial das peças assim como o formato do tabuleiro é como o que se mostra na figura seguinte:

O posicionamento inicial das peças assim como o formato do tabuleiro é como o que se mostra na figura seguinte: Regras do Xadrez Introdução O jogo de Xadrez é jogado por dois jogadores. Um jogador joga com as peças brancas o outro com as pretas. Cada um inicialmente tem dezasseis peças: Um Rei, uma Dama, duas Torres,

Leia mais

Curso básico de Xadrez

Curso básico de Xadrez Projeto LIPRA Livro Interativo Potencializado com Realidade Aumentada Curso básico de Xadrez Autor: Raryel Costa Souza Orientação: Claudio Kirner Xadrez 1 Introdução O xadrez é um jogo de tabuleiro para

Leia mais

XADREZ I - ATIVIDADES INICIALIZAÇÃO/TABULEIRO. O Tabuleiro de Xadrez: Observe o diagrama abaixo e responda as seguintes questões:

XADREZ I - ATIVIDADES INICIALIZAÇÃO/TABULEIRO. O Tabuleiro de Xadrez: Observe o diagrama abaixo e responda as seguintes questões: I - ATIVIDADES INICIALIZAÇÃO/TABULEIRO O Tabuleiro de Xadrez: Observe o diagrama abaixo e responda as seguintes questões: Diagrama. 01 1 - Responda com (V) para verdadeiro e (F) para falso. ( ) O diagrama

Leia mais

A LUTA INTERIOR (II) PALAVRA & VIDA 2º TRIMESTRE/2013. Texto Bíblico: Gálatas 5.16,22-25 SUGESTÕES DIDÁTICAS LIÇÃO 12

A LUTA INTERIOR (II) PALAVRA & VIDA 2º TRIMESTRE/2013. Texto Bíblico: Gálatas 5.16,22-25 SUGESTÕES DIDÁTICAS LIÇÃO 12 A LUTA INTERIOR (II) Texto Bíblico: Gálatas 5.16,22-25 Objetivos da lição de hoje: Compreender as divisões do fruto do Espírito; Reconhecer as fortalezas da alma; Comprometer-se a desfazer-se das fortalezas

Leia mais

FINAIS APRENDENDO A DAR MATE

FINAIS APRENDENDO A DAR MATE CURSO DE XADREZ FÁBRICA DO ESPORTE FINAIS APRENDENDO A DAR MATE Mate elementar de dama Rei e dama contra rei Lucas Bibiana de Brito, RF 036684 PRAIA GRANDE FEVEREIRO 2012 INTRODUÇÃO Mates elementares são

Leia mais

Xadrez. 1º semestre 2016

Xadrez. 1º semestre 2016 Xadrez 1º semestre 2016 2016 A origem do xadrez Várias são as versões para o surgimento do xadrez, como de origem Chinesa, Egípcia, Persa e Árabe, porém, nenhuma delas totalmente confirmada. Uma versão

Leia mais

O principal objetivo desta lição é ensinar as regras de movimentação dos cavalos.

O principal objetivo desta lição é ensinar as regras de movimentação dos cavalos. 1 V. (a) CAVALOS Objetivos: 1. Fixar e aplicar as regras de movimentação dos cavalos. 2. Resolver problemas elementares usando os cavalos. O principal objetivo desta lição é ensinar as regras de movimentação

Leia mais

JOGOS LIVRO REGRAS M AT E M Á T I CO S. 11.º Campeonato Nacional

JOGOS LIVRO REGRAS M AT E M Á T I CO S. 11.º Campeonato Nacional Vila Real JOGOS M AT E M Á T I CO S.º Campeonato Nacional LIVRO DE REGRAS Semáforo Autor: Alan Parr Material Um tabuleiro retangular por. 8 peças verdes, 8 amarelas e 8 vermelhas partilhadas pelos jogadores.

Leia mais

Trabalho Final de Programação II. Xadrez. Integrantes: José Mauro Nazareth Cardoso Neto, Pablo Santana Satler, Juliano Rodrigues Rossi.

Trabalho Final de Programação II. Xadrez. Integrantes: José Mauro Nazareth Cardoso Neto, Pablo Santana Satler, Juliano Rodrigues Rossi. Trabalho Final de Programação II Xadrez Integrantes: José Mauro Nazareth Cardoso Neto, Pablo Santana Satler, Juliano Rodrigues Rossi. Professores: Crediné Menezes Orivaldo de Lira Tavares Vitória, 15 de

Leia mais

CONTEÚDO DOS 6º ANOS MAT E VESP REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016

CONTEÚDO DOS 6º ANOS MAT E VESP REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016 CONTEÚDO DOS 6º ANOS MAT E VESP REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016 Jogos cooperativos e jogos cooperativos Conceitos: Nos jogos cooperativos existe cooperação, que significa agir em conjunto para superar

Leia mais

Gatos & Cães Simon Norton, 1970s

Gatos & Cães Simon Norton, 1970s Gatos & Cães Simon Norton, 970s Um tabuleiro quadrado 8 por 8. 8 peças gato e 8 peças cão (representadas respectivamente por peças negras e brancas). Ganha o jogador que realizar a última jogada. zona

Leia mais

Questão 23 Sobre a abertura pastorzinho, observe as afirmativas abaixo e, assinale V para as verdadeiras e F para as falsas e, em seguida, marque a al

Questão 23 Sobre a abertura pastorzinho, observe as afirmativas abaixo e, assinale V para as verdadeiras e F para as falsas e, em seguida, marque a al PROVA DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO INSTRUT DE XADREZ Baseado no texto abaixo, responda as questões 21 e 22: O Xadrez é um esporte individual, mas de caráter cognitivo e coletivo, pois simula os movimentos

Leia mais

1 HABILIDADES INTELECTUAIS ATRIBUÍDAS AO ESTUDO E PRÁTICA DO XADREZ

1 HABILIDADES INTELECTUAIS ATRIBUÍDAS AO ESTUDO E PRÁTICA DO XADREZ INTRODUÇÃO - VALOR EDUCATIVO DO XADREZ O xadrez provou ter valor educativo, em nada parecido a outros jogos de mesa. Ele é praticado em todo o mundo e antes mesmo da criação da Federação Internacional

Leia mais

XADREZ CURSO DE FIXAÇÃO. Capítulo 1. I. Ética

XADREZ CURSO DE FIXAÇÃO. Capítulo 1. I. Ética XADREZ CURSO DE FIXAÇÃO Capítulo 1 I. Ética O respeito ao adversário é essencial. Da mesma forma, deve respeitar-se as demais partidas acontecendo na mesma sala. Em aula, esse respeito deve ser estendido

Leia mais

Santo Cristo, RS. 14 de novembro de 2015.

Santo Cristo, RS. 14 de novembro de 2015. 2 a Olimpíada Escolar de Jogos Lógicos de Tabuleiro Santo Cristo, RS 14 de novembro de 2015. Apresentação Esta é a segunda edição da Olimpíada de Jogos Lógicos de Tabuleiro promovida pela Universidade

Leia mais

Xadrez. todos. para. Aprendendo a jogar xadrez passo a passo

Xadrez. todos. para. Aprendendo a jogar xadrez passo a passo Xadrez para todos Aprendendo a jogar xadrez passo a passo James Mann de Toledo Juliana Kyoo Kamada Xadrez para todos Aprendendo a jogar xadrez passo a passo Americana - SP 2013 Copyright 2004 James Mann

Leia mais

1. Natureza e objetivos do jogo de xadrez. 2. Posição inicial das peças no tabuleiro

1. Natureza e objetivos do jogo de xadrez. 2. Posição inicial das peças no tabuleiro 1. Natureza e objetivos do jogo de xadrez 1.1 O jogo de xadrez é disputado entre dois oponentes que movem peças alternadamente sobre um tabuleiro quadrado denominado 'tabuleiro de xadrez'. O jogador com

Leia mais

ESCOLA EMEF PROFª MARIA MARGARIDA ZAMBON BENINI - PIBID 08/10/2014, 29/10/2014 e 05/11/2014

ESCOLA EMEF PROFª MARIA MARGARIDA ZAMBON BENINI - PIBID 08/10/2014, 29/10/2014 e 05/11/2014 ESCOLA EMEF PROFª MARIA MARGARIDA ZAMBON BENINI - PIBID 08/10/2014, 29/10/2014 e 05/11/2014 Bolsistas: Mévelin Maus, Milena Poloni Pergher e Odair José Sebulsqui. Supervisora: Marlete Basso Roman Disciplina:

Leia mais

Xadrez. e Os 10 Mandamentos. Rafael Borges Dias Baptista Página 1 de 27

Xadrez. e Os 10 Mandamentos. Rafael Borges Dias Baptista Página 1 de 27 Xadrez Regras, dicas e Os 10 Mandamentos Por Rafael Borges Dias Baptista Rio das Ostras RJ, sexta-feira, 13 de Março de 2007 Página 1 de 27 No xadrez existem precisamente 169.518.829.100.544.000.000.000.000.000

Leia mais

Jogos e Brincadeiras II

Jogos e Brincadeiras II Polos Olímpicos de Treinamento Curso de Combinatória - Nível 1 Prof. runo Holanda ula 2 Jogos e rincadeiras II Neste artigo continuaremos o assunto iniciado no material anterior. O primeiro exercício,

Leia mais

Gamão. Como jogar este maravilhoso jogo

Gamão. Como jogar este maravilhoso jogo Gamão Como jogar este maravilhoso jogo Gamão é um jogo de tabuleiro para dois jogadores. Cada jogador tem 15 peças (pedras) que se movem por 24 triângulos (casas) de acordo com os números obtidos pela

Leia mais

SEMINÁRIO DE ARBITRAGEM E LEIS DE XADREZ

SEMINÁRIO DE ARBITRAGEM E LEIS DE XADREZ HISTÓRIA DAS LEIS DO XADREZ A FIDE foi fundada em Paris em 20 de Julho 1924 e um dos seus principais programas era unificar as regras do jogo. As primeiras regras oficiais de xadrez tinha sido publicado

Leia mais

Jogo de Gamão. Introdução

Jogo de Gamão. Introdução Jogo de Gamão Introdução O Gamão (Backgammon) é um jogo para 2 oponentes, jogado em um tabuleiro que consiste em 24 triângulos chamados pontos (ou casas). Esses triângulos são de cores alternadas e agrupados

Leia mais

O Manual do Knights. Tradução: José Pires

O Manual do Knights. Tradução: José Pires Miha Čančula Tradução: José Pires 2 Conteúdo 1 Introdução 6 2 Como jogar 7 2.1 Objectivo........................................... 7 2.2 Iniciar o Jogo......................................... 7 2.3 A

Leia mais

JOGOS AFRICANOS BORBOLETA DE MOÇAMBIQUE

JOGOS AFRICANOS BORBOLETA DE MOÇAMBIQUE JOGOS AFRICANOS BORBOLETA DE MOÇAMBIQUE O jogo é chamado Borboleta em Moçambique, provavelmente por causa da forma do tabuleiro. Na Índia e em Blangadesh, as crianças chamam o mesmo jogo de Lau Kata Kati.

Leia mais

APOSTILA DE XADREZ PARA INICIANTES

APOSTILA DE XADREZ PARA INICIANTES APOSTILA DE XADREZ PARA INICIANTES Projeto Xadrez ONG O SACI Itupeva - SP Elaboração: Vianet Telecomunicações e Internet Índice 1. O tabuleiro... 3 O Relógio... 5 2. As peças: movimentos e capturas...

Leia mais

Apostila de Xadrez NÍVEIS INICIANTES E BÁSICO

Apostila de Xadrez NÍVEIS INICIANTES E BÁSICO Apostila de Xadrez NÍVEIS INICIANTES E BÁSICO Por Bolívar Gonzalez Mestre da Federação Internacional de Xadrez Mestre Internacional ICCF Ex-Campeão Paranaense Absoluto 4º Lugar Campeonato Mundial por Equipes

Leia mais

Manual básico de Go. MANUAL BÁSICO DE GO. Distribuição Gratuita.

Manual básico de Go. MANUAL BÁSICO DE GO. Distribuição Gratuita. MANUAL BÁSICO DE GO Distribuição Gratuita. Regras do GO: 1 As peças pretas começam a não ser que seja um jogo com handicap. 2 Os jogadores alternam suas jogadas, jogando-se uma peça por vez. 3 As peças

Leia mais

Divulgação de conteúdos para quem quiser APRENDER A JOGAR XADREZ

Divulgação de conteúdos para quem quiser APRENDER A JOGAR XADREZ Divulgação de conteúdos para quem quiser APRENDER A JOGAR XADREZ Este trabalho resulta de uma parceria entre a FPX e a FCCN, com o apoio do IDP. Vídeos de divulgação: Fase 1 Iniciação: Regras básicas e

Leia mais

Abertura: princípios gerais

Abertura: princípios gerais Abertura: princípios gerais Controle ou ocupação do centro Segurança do rei Desenvolvimento rápido Iniciativa Qualquer pessoa que tenta aprimorar seus conhecimentos sobre o jogo de xadrez sente-se, de

Leia mais

Federação Portuguesa de Xadrez Instituto Desporto de Portugal. Curso de Formação de Monitores ********** ** e ** de ********* de 200*

Federação Portuguesa de Xadrez Instituto Desporto de Portugal. Curso de Formação de Monitores ********** ** e ** de ********* de 200* Federação Portuguesa de Xadrez Instituto Desporto de Portugal Curso de Formação de Monitores ********** ** e ** de ********* de 200* Teste de Avaliação Final Nome: 1. História de Xadrez Indique quem foi

Leia mais

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016 REGULAMENTO TÉCNICO DOMINÓ Art. 1º. O torneio de Dominó do VII JOGOS FENACEF, será realizado de acordo com as regras estabelecidas pela FENACEF no Regulamento Geral do VII JOGOS FENACEF, combinado com

Leia mais

O jogo de Go. O tabuleiro e as pedras. Tabuleiro 19x19 Tabuleiro 13x13 9x9

O jogo de Go. O tabuleiro e as pedras. Tabuleiro 19x19 Tabuleiro 13x13 9x9 O JOGO DE GO O jogo de Go O Go é um antigo jogo de tabuleiro e acredita-se ter surgido entre 2500 e 4000 anos atrás na China. É um jogo de regras simples, mas por outro lado é extremamente complexo. Segundo

Leia mais

Sistemas: Distribuição ordenada dos componentes de uma equipe em quadra, visando facilitar a aplicação das diferentes manobras.

Sistemas: Distribuição ordenada dos componentes de uma equipe em quadra, visando facilitar a aplicação das diferentes manobras. CONCEITOS TÁTICOS E SISTEMAS Conceitos Sistemas: Distribuição ordenada dos componentes de uma equipe em quadra, visando facilitar a aplicação das diferentes manobras. Tipos de sistemas: Sistemas defensivos:

Leia mais

Epaminondas. Ludus. Material

Epaminondas. Ludus. Material Epaminondas Ludus História Este jogo foi inventado por Robert Abbott em. Chamava-se originalmente Crossings e foi publicado pela primeira vez em em [GG]. Nessa altura, o jogo ocorria num tabuleiro de linhas

Leia mais

CONTEÚDO DOS 7º ANOS REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016

CONTEÚDO DOS 7º ANOS REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016 CONTEÚDO DOS 7º ANOS REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016 Qual a diferença entre jogo e esporte O jogo é definido como uma atividade de caráter lúdico com normas livremente estabelecidas pelos participantes.

Leia mais

Xadrez, Matemática e Computação

Xadrez, Matemática e Computação Xadrez, Matemática e Computação Adalberto Ayjara Dornelles Filho aadornef@ucs.br 24 de dezembro de 2005 Resumo Este texto é uma coletânea de breves considerações matemáticas e computacionais sobre alguns

Leia mais

Prof. Dr. Wilson da Silva. A Ginástica da Mente. Noções Básicas de Xadrez

Prof. Dr. Wilson da Silva. A Ginástica da Mente. Noções Básicas de Xadrez Prof. Dr. Wilson da Silva A Ginástica da Mente Noções Básicas de Xadrez Xadrez_vol3B.indd 3 5/2/11 10:31:56 AM Xadrez_vol3B.indd 4 5/2/11 10:31:56 AM Nota do Editor Xadrez_vol3B.indd 5 5/2/11 10:31:56

Leia mais

Regra do jogo. Para 2 JOGADORES/A partir de 8 anos

Regra do jogo. Para 2 JOGADORES/A partir de 8 anos Regra do jogo Para 2 JOGADORES/A partir de 8 anos De um lado, na terra gelada de Everwinter, o Exército de Gelo prepara suas forças. Do outro lado da paisagem, além das áreas proibidas de fogo e gelo,

Leia mais

OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE NA PERSPECTIVA DO PROFESSOR PDE Produções Didático-Pedagógicas

OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE NA PERSPECTIVA DO PROFESSOR PDE Produções Didático-Pedagógicas Versão Online ISBN 978-85-8015-079-7 Cadernos PDE II OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE NA PERSPECTIVA DO PROFESSOR PDE Produções Didático-Pedagógicas SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA

Leia mais

Introdução. Por que as táticas são importantes?

Introdução. Por que as táticas são importantes? Introdução Por que as táticas são importantes? Estratégia, por outro lado, é a compreensão do que você (e o seu oponente) está tentando fazer a médio e a longo prazo. Ela envolve tais elementos como o

Leia mais

Centro Educacional Sesc Cidadania. Manual de Regras de XADREZ. Aluno(a): Ano: Turma: Professor: Sérgio Marcos Galdino da Silva

Centro Educacional Sesc Cidadania. Manual de Regras de XADREZ. Aluno(a): Ano: Turma: Professor: Sérgio Marcos Galdino da Silva Manual de Regras de XADREZ Aluno(a): Ano: Turma: Professor: Sérgio Marcos Galdino da Silva CONSIDERAÇÕES SOBRE O ENSINO DO JOGO DE XADREZ Objetivo: Desenvolver e melhorar as faculdades criativas e o raciocínio

Leia mais

TORNEIO DE JOGOS MATEMÁTICOS 6ª EDIÇÃO JOGOS

TORNEIO DE JOGOS MATEMÁTICOS 6ª EDIÇÃO JOGOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CAMPUS CATALÃO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA TORNEIO DE JOGOS MATEMÁTICOS 6ª EDIÇÃO JOGOS NÍVEL 1 NÍVEL 2 NÍVEL 3 Kharbaga, kalah e moinho (trilha) Oware

Leia mais

Regulamento do Torneio de Matraquilhos

Regulamento do Torneio de Matraquilhos Regulamento do Torneio de Matraquilhos O Plano de Atividades e Orçamento da Associação de Estudantes do Externato Frei Luís de Sousa para o mandato 2013/2014 prevê a organização de um Torneio de Damas.

Leia mais

Design de Interface - Avaliação Final

Design de Interface - Avaliação Final Design de Interface - Avaliação Final A proposta deste trabalho era adaptar a interface gráfica de um jogo de tabuleiro clássico tomando como base os conhecimentos de Consistência, Hierarquia e Personalidade.

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA CAMPUS ALEGRETE PIBID

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA CAMPUS ALEGRETE PIBID PROPOSTA DIDÁTICA 1. Dados de Identificação 1.1 Série/Ano/Turma: 7º ano e 8º ano do Ensino Fundamental. 1.2 Turno: manhã. 1.3 Data: outubro/2015 1.4 Tempo da aula: 2 horas. 1.5 Tema da aula: Teoria de

Leia mais

DINAMIZAÇÃO DO ENSINO APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA UTILIZANDO O JOGO DE XADREZ

DINAMIZAÇÃO DO ENSINO APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA UTILIZANDO O JOGO DE XADREZ DINAMIZAÇÃO DO ENSINO APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA UTILIZANDO O JOGO DE XADREZ Girlene dos Santos da Silva (1); Jucimeri Ismael de Lima (1); Anailde Felix Marques (1); Alecxandro Alves Vieira (2) INTRODUÇÃO

Leia mais

Problema A Bolhas e baldes Nome do arquivo fonte: bolhas.c, bolhas.cpp ou bolhas.java

Problema A Bolhas e baldes Nome do arquivo fonte: bolhas.c, bolhas.cpp ou bolhas.java Problema A Bolhas e baldes Nome do arquivo fonte: bolhas.c, bolhas.cpp ou bolhas.java Andrea, e Marcelo são muito amigos e passam todos os finais de semana à beira da piscina. Enquanto Andrea se bronzeia

Leia mais

Tipo m= matriz [ l i1 : l s1, l i2 : l s2 ] m: mat

Tipo m= matriz [ l i1 : l s1, l i2 : l s2 ] <tipo básico> m: mat MATRIZ 1 Considere que você necessitasse elaborar um programa que efetuasse a leitura das notas dos alunos, o cálculo da média de cada aluno e no final, apresentar a média do grupo. Utilizando-se apenas

Leia mais

a batalha DO XADREZ com os super HEROiS 2015 MARVEL

a batalha DO XADREZ com os super HEROiS 2015 MARVEL a batalha DO XADREZ com os super HEROiS 2015 UM CURSO O MUNDO DÁ UM Para jogar xadrez necessário raciocínio e nervos de aço, mas o que acontece A BATALHA DO éxadrez COM OS SUPER HERoIS se as peças são

Leia mais

Essas peças são como a seguir: Rei branco. Dama branca. Torres brancas. Bispos brancos. Cavalos brancos. Peões brancos. Rei preto.

Essas peças são como a seguir: Rei branco. Dama branca. Torres brancas. Bispos brancos. Cavalos brancos. Peões brancos. Rei preto. O XADREZ REGRAS Tradução das Leis da *FIDE feita pelo árbitro internacional Antônio Bento de Araújo Lima, de Brasília - DF. O texto extraído do Site www.persocom.com.br/bcx - Brasília Clube de Xadrez.

Leia mais

POEMA DE XADREZ. Alunos da EMEF JOAQUIM BENTO ALVES DE LIMA NETO. 5º ANO A, B e C. Professores Orientadores: Mário Caires de Almeida.

POEMA DE XADREZ. Alunos da EMEF JOAQUIM BENTO ALVES DE LIMA NETO. 5º ANO A, B e C. Professores Orientadores: Mário Caires de Almeida. POEMA DE XADREZ Alunos da EMEF JOAQUIM BENTO ALVES DE LIMA NETO 5º ANO A, B e C Professores Orientadores: Mário Caires de Almeida Márcia Belchior O XADREZ (Agata 5ºA) O xadrez é uma guerra! Ele pode empatar.

Leia mais

4º Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos AL, APM, SPM, UM 2007/2008

4º Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos AL, APM, SPM, UM 2007/2008 º Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos AL, APM, SPM, UM 007/008 Semáforo Autor: Alan Parr Oito peças verdes, oito amarelas e oito vermelhas partilhadas pelos jogadores. Ser o primeiro a conseguir uma

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS 7ª Série Linguagens Formais e Autômatos Ciência da Computação A atividade prática supervisionada (ATPS) é um método de ensino-aprendizagem desenvolvido por meio de um

Leia mais

LOCAL: ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DO BANCO DO BRASIL A.A.B.B ENDEREÇO: AVENIDA SANTOS DUMONT S/N DATA: 29 DE OUTUBRO HORÁRIO: 8:00 HS

LOCAL: ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DO BANCO DO BRASIL A.A.B.B ENDEREÇO: AVENIDA SANTOS DUMONT S/N DATA: 29 DE OUTUBRO HORÁRIO: 8:00 HS LOCAL: ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DO BANCO DO BRASIL A.A.B.B ENDEREÇO: AVENIDA SANTOS DUMONT S/N DATA: 29 DE OUTUBRO HORÁRIO: 8:00 HS CIDADE: QUERÊNCIA DO NORTE - PR REALIZAÇÃO CONSELHO DAS APAES MICRO-REGIÃO

Leia mais

CARTILHA DE XADREZ MÓDULO 1: INICIANTES

CARTILHA DE XADREZ MÓDULO 1: INICIANTES EVANDRO AMORIM BARBOSA (Grande Mestre de Xadrez) GERSON PERES BATISTA (Mestre Nacional de Xadrez) IVAN VILAÇA DOS SANTOS THALES BRAGHINI LEÃO Sem reserva de direitos de autor, para uma ampla divulgação

Leia mais

REGULAMENTO Jogos Escolares de Massaranduba - JEMA Xadrez

REGULAMENTO Jogos Escolares de Massaranduba - JEMA Xadrez REGULAMENTO Jogos Escolares de Massaranduba - JEMA Xadrez - 2014 DISPOSIÇÕES INICIAIS O presente Regulamento tem por objetivo normalizar as regras de participação e ações referentes aos Jogos Escolares

Leia mais

Olimpíada º, 4º e 5º Anos Ensino Fundamental I

Olimpíada º, 4º e 5º Anos Ensino Fundamental I Olimpíada 2016 3º, 4º e 5º Anos Ensino Fundamental I Regulamento Geral Caros Alunos! Um dos grandes momentos da nossa escola está chegando. A Olimpíada será uma oportunidade de manifestarmos nossa alegria

Leia mais

Manual do Knights. Tradução: Marcus Gama

Manual do Knights. Tradução: Marcus Gama Miha Čančula Tradução: Marcus Gama 2 Conteúdo 1 Introdução 6 2 Como jogar 7 2.1 Objetivo........................................... 7 2.2 Iniciar o jogo......................................... 7 2.3 Janela

Leia mais

MATERIAL: Tabuleiro e pinos (marcadores). São necessários 20 pinos para os cordeiros e 2 pinos para os tigres.

MATERIAL: Tabuleiro e pinos (marcadores). São necessários 20 pinos para os cordeiros e 2 pinos para os tigres. Cordeiros e tigres MATERIAL: Tabuleiro e pinos (marcadores). São necessários 20 pinos para os cordeiros e 2 pinos para os tigres. 1. O jogo começa com o tabuleiro vazio. 2. Quem está com os tigres ocupa

Leia mais

INTERVENÇÕES DO USO DO JOGO DE XADREZ NA MATEMÁTICA

INTERVENÇÕES DO USO DO JOGO DE XADREZ NA MATEMÁTICA INTERVENÇÕES DO USO DO JOGO DE XADREZ NA MATEMÁTICA Jordana Silva de Sousa Universidade Federal do Ceará Jordanaufc2010@hotmail.com Gleisson Barros da Silva Universidade Federal do Ceará Gleisson_barros@hotmail.com

Leia mais

Xadrez Pedagógico PROJETO XADREZ NA ESCOLA

Xadrez Pedagógico PROJETO XADREZ NA ESCOLA Xadrez Pedagógico Vantagens de aprender Xadrez O xadrez como disciplina escolar segundo Charles Partos, mestre internacional e professor do departamento da instrução pública do cantão do Valais (Suíça),

Leia mais

Regras do Xadrez. Objetivo

Regras do Xadrez. Objetivo Regras do Xadrez As Leis do Xadrez são um conjunto de regras que são usadas para a prática do Jogo de Xadrez e competições correlacionadas. Como o xadrez é muito antigo, as regras sofreram várias modificações

Leia mais

Jogos para o Ensino e Aprendizagem de Números e Operações no Ensino Fundamental II. Demonstrativo

Jogos para o Ensino e Aprendizagem de Números e Operações no Ensino Fundamental II. Demonstrativo Jogos para o Ensino e Aprendizagem de Números e Operações no Ensino Fundamental II Espera-se que este instrumental venha ajudar o professor a desenvolver suas atividades com mais dinamismo, tornando às

Leia mais

ORION. 6 em 1. Manual de Instruções

ORION. 6 em 1. Manual de Instruções ORION 6 em 1 Manual de Instruções COLOCAR AS PILHAS: Coloque o aparelho sobre uma superfície plana, com a parte de trás virada para cima (por ex. sobre uma mesa). Abra o compartimento das pilhas e levante

Leia mais

REGRAS TRUCO GAUDÉRIO

REGRAS TRUCO GAUDÉRIO REGRAS TRUCO GAUDÉRIO Link: http://www.jogatina.com/regras-como-jogar-truco-gauderio.html O truco gaudério tem muitos praticantes no sul do Brasil. À primeira vista, parece um jogo complicado, mas não

Leia mais

Jogos Lógicos de Tabuleiro

Jogos Lógicos de Tabuleiro Universidade Federal do Rio Grande do Sul Programa de Extensão 2014/2015 Jogos Lógicos de Tabuleiro Coordenadores: Liliane F. Giordani Renato P. Ribas www.inf.ufrgs.br/lobogames lobogames.ufrgs@gmail.com

Leia mais

Este jogo é indicado para alunos dos 6º ao 9º anos

Este jogo é indicado para alunos dos 6º ao 9º anos Elaboração do Jogo: Twister Matemático Responsável: Rassiê Tainy de Paula O Jogo Baseado no já existente jogo Twister, em que, os jogadores têm que mover pés e mãos conforme a indicação da roleta sem perder

Leia mais

XXIV OLIMPÍADA ECC 2013

XXIV OLIMPÍADA ECC 2013 XXIV OLIMPÍADA ECC 2013 CALENDÁRIO De 25/06 a 28/06 2013 Horário de 25/06 até 27/06-7h10 às18h30 28/06-7h10 às 13h00 VALORES QUE ACREDITAMOS VIVENCIAR Atitude Coragem Perseverança Compromisso Disciplina

Leia mais

Introdução à Computação

Introdução à Computação Introdução à Computação INTRODUÇÃO AOS ALGORITMOS E À PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES PARTE 3 Renato Dourado Maia Universidade Estadual de Montes Claros Engenharia Civil Linguagens de Programação Uma linguagem

Leia mais

BEACH HAND 1. As competições de Handebol serão realizadas de acordo com as Regras Internacionais da FIH e os Regulamentos, Normas e Informes da CBDU.

BEACH HAND 1. As competições de Handebol serão realizadas de acordo com as Regras Internacionais da FIH e os Regulamentos, Normas e Informes da CBDU. BEACH HAND 1. As competições de Handebol serão realizadas de acordo com as Regras Internacionais da FIH e os Regulamentos, Normas e Informes da CBDU. 2. O tempo de duração de cada jogo será de 20 (vinte)

Leia mais

Introdução à Inteligência Artificial. Procura em contextos competitivos jogos (cont.)

Introdução à Inteligência Artificial. Procura em contextos competitivos jogos (cont.) Introdução à Inteligência Artificial Procura em contextos competitivos jogos (cont.) Sumário n Vimos Jogos de 2 jogadores n Determinísticos, soma nula, informação perfeita Estratégia óptima minimax Algoritmos

Leia mais

Manual do Bovo. Aron Bostrom Eugene Trounev Tradução: Luiz Fernando Ranghetti BOVO N 5

Manual do Bovo. Aron Bostrom Eugene Trounev Tradução: Luiz Fernando Ranghetti BOVO N 5 Aron Bostrom Eugene Trounev Tradução: Luiz Fernando Ranghetti BOVO N 5 2 Conteúdo 1 Introdução 5 2 Como jogar 6 3 Regras do jogo, estratégias e dicas 7 3.1 Regras do jogo........................................

Leia mais

VI JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2015

VI JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2015 REGULAMENTO TÉCNICO CANASTRA Art. 1º. O torneio de Canastra do VI JOGOS FENACEF, será realizado de acordo com as regras estabelecidas pela FENACEF no Regulamento Geral do VI JOGOS FENACEF, combinado com

Leia mais

Jaraguá Clube Campestre VI Campeonato Interno de Futsal -2015

Jaraguá Clube Campestre VI Campeonato Interno de Futsal -2015 Jaraguá Clube Campestre VI Campeonato Interno de Futsal -2015 INFANTIL REGULAMENTO: A Sub-diretoria de Futsal Infantil de Esportes do Jaraguá Clube Campestre realizará, no período de 30/08 a 14/11/2015.

Leia mais

MANUAL DE TESTES: COORDENAÇÃO - KTK

MANUAL DE TESTES: COORDENAÇÃO - KTK Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional MANUAL DE TESTES: COORDENAÇÃO - KTK Março de 2006 TESTE 1: EQUILIBRAR-SE ANDANDO DE COSTAS (RETROCEDENDO)

Leia mais

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016 REGULAMENTO TÉCNICO DAMAS Art. 1º. O torneio de Damas do VII JOGOS FENACEF, será realizado de acordo com as regras estabelecidas pela FENACEF no Regulamento Geral do VII JOGOS FENACEF, combinado com as

Leia mais

1 O B J E C T I V O C O M P O S I Ç Ã O

1 O B J E C T I V O C O M P O S I Ç Ã O Página1 REGRAS DE SNOOKER 1 O B J E C T I V O C O M P O S I Ç Ã O São utilizadas uma bola branca e quinze bolas coloridas, numeradas de 1 a 15. Um dos jogadores deverá embolsar as bolas do grupo numerado

Leia mais

ADAPTAÇÃO PEGA VARETAS (Números Inteiros Negativos)

ADAPTAÇÃO PEGA VARETAS (Números Inteiros Negativos) 1 ADAPTAÇÃO PEGA VARETAS (Números Inteiros Negativos) Objetivos Introduzir o conceito de números inteiros negativos; Desenvolvimento O professor confeccionará o jogo com os alunos ou distribuirá os jogos

Leia mais