PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Faculdade Mineira de Direito - Núcleo Barreiro

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Faculdade Mineira de Direito - Núcleo Barreiro"

Transcrição

1 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Faculdade Mineira de Direito - Núcleo Barreiro Henrique Gustavo Guimaraes Jose Isaias Fonseca Rafael Moreira Campos Gomes Ronaldo José Santana ANÁLISE CASO PRÁTICO (Decisão Judicial) Belo Horizonte 2014

2 Henrique Gustavo Guimaraes Jose Isaias Fonseca Rafael Moreira Campos Gomes Ronaldo José Santana ANÁLISE CASO PRÁTICO (Decisão Judicial) Trabalho apresentado à disciplina Estatuto da OAB, do curso de Direito da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Professor: Alex Dylan Freitas Silva Belo Horizonte 2014

3 LISTA DE SIGLAS CTPS - Carteira de Trabalho e Previdência Social OAB - Ordem dos Advogados do Brasil RJ - Rio de Janeiro TRT1 - Tribunal Regional do Trabalho 1 Região CLT - Consolidação das Leis do Trabalho

4 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO DESENVOLVIMENTO CONCLUSÃO... 7 REFERÊNCIAS... 8 ANEXO A - PROCESSO

5 4 1 INTRODUÇÃO O seguinte trabalho tem o objetivo de demonstrar que usualmente é comum encontrar profissional da área do direito trabalhando sem a devida anotação da CTPS, aliás, esta infelizmente é uma realidade corriqueira em nosso país, principalmente pela alta carga tributária incidente na contratação de pessoal. É fácil encontrar também na efetiva realidade de trabalho de muitos advogados submetidos a jornada excessiva em afronta ao artigo 20 do Estatuto da Advocacia e da OAB: Art. 20. A jornada de trabalho do advogado empregado, no exercício da profissão, não poderá exceder a duração diária de quatro horas contínuas e a de vinte horas semanais, salvo acordo ou convenção coletiva ou em caso de dedicação exclusiva. 1º Para efeitos deste artigo, considera-se como período de trabalho o tempo em que o advogado estiver à disposição do empregador, aguardando ou executando ordens, no seu escritório ou em atividades externas, sendo-lhe reembolsadas as despesas feitas com transporte, hospedagem e alimentação. 2º As horas trabalhadas que excederem a jornada normal são remuneradas por um adicional não inferior a cem por cento sobre o valor da hora normal, mesmo havendo contrato escrito. 3º As horas trabalhadas no período das vinte horas de um dia até as cinco horas do dia seguinte são remuneradas como noturnas, acrescidas do adicional de vinte e cinco por cento. Onde podemos observar que determina que a jornada de trabalho do advogado, com exceção de acordo ou convenção coletiva ou ainda em caso de dedicação exclusiva deverá ser de quatro horas contínuas e de vinte horas semanais.

6 5 2 DESENVOLVIMENTO Trata-se de um caso prático sobre pedido de reconhecimento de vínculo empregatício de advogado empregado do qual teve o pedido negado em primeira instancia e em interposição de recurso ordinário foi reconhecido a relação empregatícia, conforme se segue; VÍNCULO EMPREGATÍCIO. ADVOGADO. O trabalho desenvolvido pelo advogado, em sua forma empregatícia, encontra-se regulado pela Lei nº 8.906/94, em seus artigos 18 a 21. A caracterização de vínculo empregatício do advogado imprescinde dos requisitos previstos no art. 3º da CLT, além de possuir o empregado a qualidade específica de advogado regularmente habilitado para o exercício da profissão. (TRT-1 - RO: RJ, 2013) É sabido que para configuração da relação de emprego faz-se necessário o preenchimento dos elementos caracterizadores da relação empregatícia quais sejam; pessoalidade, pessoa física, onerosidade e subordinação. Quanto à pessoa física ficou demonstrado no caso concreto da situação examinada, que o serviço prestado pelo advogado diz respeito apenas e tão somente a uma pessoa física surge então o primeiro elemento fático-jurídico da relação empregatícia. No que tange a pessoalidade é essencial á configuração da relação de emprego que a prestação do trabalho, pela pessoa natural tenha efetivo caráter de infungibilidade no que tange ao trabalhador o que também no caso apresentado foi constatado. Em que pese a não-eventualidade, a ideia de permanência atua no direito do trabalho no sentido de que a duração do contrato de trabalho tende a ser por prazo indeterminado criando uma ideia de perenidade, vale destacar que a noção de permanência é relevante á formação sociojurídica da relação de trabalho. A onerosidade parte da ideia de contraprestação ao serviço prestado pelo trabalhador afinal não é comum às pessoas trabalharem sem que haja remuneração. Assim a relação empregatícia é uma relação de essencial fundo econômico. Como ensina Delgado (2008) o contrato de trabalho é desse modo um contrato bilateral, sinalagmático e oneroso por envolver um conjunto diferenciado de prestações e contraprestações recíprocas entre as partes economicamente mensuráveis.

7 6 Por fim e com maior atenção devido a grandiosa importância do elemento no caso concreto, a subordinação, esta guarda amparo legal diferenciando a subordinação concernente ao advogado empregado dos demais, pós a relação de emprego envolvendo o advogado não retira dele a isenção técnica nem reduz a independência profissional inerentes a advocacia, de modo que o advogado empregado não esta obrigado a se sujeitar a orientações como por exemplo o que colocar em uma petição de forma jurídica, esta previsão esta contida no artigo 18 da lei 8.906/94. Por todo o acima exposto, no caso em analise foram preenchidos todos os elementos fáticos jurídicos não cabendo outra decisão, senão a que reconhece o vínculo do advogado empregado com o contratante.

8 7 3 CONCLUSÃO Ante ao caso analisado conclui-se que, embora presente todos os requisitos para configuração da relação empregatícia o juiz a qual negou provimento ao pedido formulado na inicial, contudo pelas vias recursais foram garantidos todos os direitos empregatícios do advogado empregado incluindo assim todas as verbas trabalhistas inerentes. Ocorre que devido a situação de necessidade decorrente do emprego que afinal é o primado da sociedade, muitos advogados empregados não pleiteiam seus direitos judicialmente embora conhecê-los, desencadeando em flagrante afronta ao Estatuto, que cada vez mais vai deixando de refletir sua realidade normativa na efetiva realidade dos profissionais.

9 8 REFERÊNCIAS DELGADO, Maurício Godinho. Curso de Direito do Trabalho, 3ª. ed. São Paulo: LTR, Lei 8.906/94. Estatuto da Advocacia e da Ordem dos Advogados do Brasil, VADE MECUM, Editora Saraiva, 16ª edição, SITE JusBrasil. PROCESSO nº RO RJ. Disponível em: <http://trt-1.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/ /recurso-ordinario-ro rj-trt-1> Acesso em: 10 de Abril de 2014

10 ANEXO A - PROCESSO

11 10

12 11

13 12

14 13

15 14

16 15

17 16

O aluno deverá consultar seu material didático a fim de responder ao seguinte caso concreto:

O aluno deverá consultar seu material didático a fim de responder ao seguinte caso concreto: ÉTICA GERAL E PROFISSIONAL - CCJ0042 Título SEMANA 11 Descrição O aluno deverá consultar seu material didático a fim de responder ao seguinte caso concreto: Caso 1 : Procuração e Sociedade de Advogados

Leia mais

CONTRATO INDIVIDUAL DE TRABALHO

CONTRATO INDIVIDUAL DE TRABALHO CONTRATO INDIVIDUAL DE TRABALHO Contrato individual de trabalho é o acordo, tácito ou expresso, correspondente à relação de emprego. Relação de emprego entre EMPREGADOR e EMPREGADO. DEFINIÇÃO LEGAL: O

Leia mais

DURAÇÃO DO TRABALHO. Paula Freire 2015

DURAÇÃO DO TRABALHO. Paula Freire 2015 DURAÇÃO DO TRABALHO Paula Freire 2015 Jornada Do francês, journée, trabalho realizado durante um dia, do nascer ao pôr do sol. Duração do trabalho: Tempo em que o empregado está a disposição do empregador.

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 3ª Turma GMAAB/pc/ct/dao

PROCESSO Nº TST-RR A C Ó R D Ã O 3ª Turma GMAAB/pc/ct/dao A C Ó R D Ã O 3ª Turma GMAAB/pc/ct/dao RECURSO DE REVISTA. VÍNCULO DE EMPREGO. FAXINEIRA. DUAS VEZES POR SEMANA. ÂMBITO COMERCIAL. Deve ser mantido o vínculo de emprego, nos termos do art. 3º da CLT. Embora

Leia mais

,UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO P L A N O D E E N S I N O

,UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO P L A N O D E E N S I N O ,UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO P L A N O D E E N S I N O I IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Administração Disciplina: Legislação Social e Trabalhista Ano Letivo:

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO II JORNADAS ESPECIAIS

DIREITO DO TRABALHO II JORNADAS ESPECIAIS DIREITO DO TRABALHO II JORNADAS ESPECIAIS PROFA. ELENICE RIBEIRO REGIME 12X36 LEI 11.901/09 Art. 5 o A jornada do Bombeiro Civil é de 12 (doze) horas de trabalho por 36 (trinta e seis) horas de descanso,

Leia mais

Jornada de trabalho.

Jornada de trabalho. Jornada de trabalho. 1. Conceito: é uma medida de tempo no qual se inclui o labor diário. a) 1ª concepção: teoria do tempo efetivamente trabalhado, sendo o período do dia em que o empregado efetivamente

Leia mais

DIREITOS BÁSICOS DOS MÉDICOS VETERINÁRIOS REGIDOS PELA CLT Por Rafael Carneiro de Araújo, OAB nº Advogado SINDIMEV - BA O médico veterinário

DIREITOS BÁSICOS DOS MÉDICOS VETERINÁRIOS REGIDOS PELA CLT Por Rafael Carneiro de Araújo, OAB nº Advogado SINDIMEV - BA O médico veterinário DIREITOS BÁSICOS DOS MÉDICOS VETERINÁRIOS REGIDOS PELA CLT Por Rafael Carneiro de Araújo, OAB nº 28.206 Advogado SINDIMEV - BA O médico veterinário pode atuar profissionalmente com naturezas de prestação

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO. Contrato de Trabalho. Prof. Hermes Cramacon

DIREITO DO TRABALHO. Contrato de Trabalho. Prof. Hermes Cramacon DIREITO DO TRABALHO Contrato de Trabalho Prof. Hermes Cramacon 1. Conceito - Art. 442 da CLT É o acordo tácito ou expresso correspondente à relação de emprego. 2. Características I- Contrato de direito

Leia mais

JORNADA DE TRABALHO. Tempo in itinere. - 2º 58 CLT; Súmulas 90;320;324;325 TST

JORNADA DE TRABALHO. Tempo in itinere. - 2º 58 CLT; Súmulas 90;320;324;325 TST JORNADA DE TRABALHO Tempo efetivamente Trabalhado; Tempo à disposição do empregador Tempo in itinere. - 2º 58 CLT; Súmulas 90;320;324;325 TST Conceito Jornada é o lapso de tempo durante o qual o empregado

Leia mais

OS DIREITOS DOS TRABALHADORES NA CONSTITUIÇÃO- ARTIGO 7º

OS DIREITOS DOS TRABALHADORES NA CONSTITUIÇÃO- ARTIGO 7º OS DIREITOS DOS TRABALHADORES NA CONSTITUIÇÃO- ARTIGO 7º A nossa constituição equiparou o trabalhador urbano ao rural ao definir que são direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que

Leia mais

Posicionamento Consultoria De Segmentos. Descanso Semanal Remunerado - Hora Noturna

Posicionamento Consultoria De Segmentos. Descanso Semanal Remunerado - Hora Noturna Descanso Semanal Remunerado - Hora Noturna 30/09/2015 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 4 5. Informações

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA PLANO DE ENSINO

FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA PLANO DE ENSINO FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA PLANO DE ENSINO - 2015 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 PROFESSOR: Iara Marthos Águila 1.2 DEPARTAMENTO: Direito Privado 1.3 DISCIPLINA: Direito do Trabalho 1.4 SÉRIE: 5º. Ano TURMAS:

Leia mais

Indicações de bibliográficas: CLT. Leis e artigos importantes: OJ até 421 SÚMULAS TST até 444

Indicações de bibliográficas: CLT. Leis e artigos importantes: OJ até 421 SÚMULAS TST até 444 CURSO: OAB X EXAME - NOITE DISCIPLINA: DIREITO DO TRABALHO PROFESSOR: JULIANA MONTEIRO AULA 01 BLOCO: 01- MATÉRIA: INTRODUÇÃO (LEI TRABALHISTA NO TEMPO E ESPAÇO, FONTES, EMPREGADO). Indicações de bibliográficas:

Leia mais

Profissão de Motorista Mudanças na CLT

Profissão de Motorista Mudanças na CLT Profissão de Motorista Mudanças na CLT Lei 13.103 de 2 de março de 2015 Resumo A Lei 13.103 de 02/03/2015 promoveu alterações na CLT em relação à profissão de motoristas, cujo conteúdo segue nos slides

Leia mais

O CONGRESSO NACIONAL decreta:

O CONGRESSO NACIONAL decreta: REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 4.302-E DE 1998 Altera dispositivos da Lei nº 6.019, de 3 de janeiro de 1974, que dispõe sobre o trabalho temporário nas empresas urbanas e dá outras providências; e dispõe

Leia mais

ALMEIDA GUILHERME Advogados Associados

ALMEIDA GUILHERME Advogados Associados A INCIDÊNCIA DE IMPOSTO NA PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS E RESULTADOS Roque Calixto Choairy Pinto Advogado de Almeida Guilherme Advogados e Natalia Barbieri Bortolin Advogada de Almeida Guilherme Advogados Os

Leia mais

Ensaio sobre a nova Lei dos Empregados Domésticos

Ensaio sobre a nova Lei dos Empregados Domésticos www.fagnersandes.com.br Preparando você para o sucesso! Ensaio sobre a nova Lei dos Empregados Domésticos Regulamentado pela Lei Complementar n. 150/15, empregado doméstico é aquele que presta serviços

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL PEÇA PROFISSIONAL Trata-se de contestação ou defesa, que deve trazer em seu bojo tópico próprio relativamente à prescrição quinquenal de que trata o art. 7.º, XXIX, da Constituição Federal, por meio do

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO II. Profa. Graciane Saliba

DIREITO DO TRABALHO II. Profa. Graciane Saliba DIREITO DO TRABALHO II Profa. Graciane Saliba - Apresentação do site - Apresentação do plano de ensino e temas que serão tratados - Horários de aula - Trabalhos em sala e em equipe - Ausência e chamadas

Leia mais

O reclamante iniciou a prestação de serviços em favor da primeira reclamada em 02/01/2012. No entanto, mesmo trabalhando sob

O reclamante iniciou a prestação de serviços em favor da primeira reclamada em 02/01/2012. No entanto, mesmo trabalhando sob Excelentíssimo Juiz do Trabalho da Vara de Jose da Silva, nacionalidade, residente na, estado civil, CTPS no., RG, CPF, filho de, vem, respeitosamente, por meio de seu advogado, com procuração em anexo

Leia mais

PRÁTICOS DOS NOVOS DIREITOS DOS EMPREGADOS DOMÉSTICOS

PRÁTICOS DOS NOVOS DIREITOS DOS EMPREGADOS DOMÉSTICOS A S P E C T O S P O L Ê M I C O S E PRÁTICOS DOS NOVOS DIREITOS DOS EMPREGADOS DOMÉSTICOS Marcos Scalércio é juiz do Trabalho do TRT da 2 Região, aprovado também nos concursos para Magistratura do Trabalho

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO RECORRENTE(S): RECORRIDO(S): FABIANO REIS VENTURA ANDERSON DOS REIS EMENTA: VÍNCULO DE EMPREGO. INEXISTÊNCIA. Admitida a prestação de serviços, é do réu o ônus da prova dos fatos impeditivos, demonstrando

Leia mais

1) O que caracteriza a utilidade com natureza salarial e a utilidade com natureza indenizatória?

1) O que caracteriza a utilidade com natureza salarial e a utilidade com natureza indenizatória? CADERNO DE EXERCÍCIOS 1) O que caracteriza a utilidade com natureza salarial e a utilidade com natureza indenizatória? 2) Vale transporte pago em dinheiro, vale refeição pago em dinheiro, concessão de

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO ARTIGOS O SISTEMA SIRETT E O CONTRATO DE TRABALHO TEMPORÁRIO

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO ARTIGOS O SISTEMA SIRETT E O CONTRATO DE TRABALHO TEMPORÁRIO TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO ARTIGOS Orientador Empresarial O SISTEMA SIRETT E O CONTRATO DE TRABALHO TEMPORÁRIO *José Carlos Batista Em Abril/2010. RESUMO O Sistema Eletrônico

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br A nova Lei nº 11.442/2007 e a legislação trabalhista Alcio Antonio Vieira* Na data de 05 de janeiro de 2007, entrou em vigor a Lei nº 11.442/2007, revogando a Lei nº 6.813/1980 e

Leia mais

Projeto de Lei do Senado nº, de 2010 (do Senador Renan Calheiros)

Projeto de Lei do Senado nº, de 2010 (do Senador Renan Calheiros) Projeto de Lei do Senado nº, de 2010 (do Senador Renan Calheiros) Altera a Lei nº 11.340, de 07 de agosto de 2006, a Consolidação das Leis do Trabalho aprovada pelo Decreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO A Professora Simone Batista

DIREITO DO TRABALHO A Professora Simone Batista Vamos treinar e nos preparar para a prova? EXERCÍCIOS DE REVISÃO E FIXAÇÃO DA APRENDIZAGEM Tema: ESPÉCIES DE TRABALHADORES ORIENTAÇÕES: 1- Após marcar a resposta correta, anote a letra correspondente no

Leia mais

Direitos Trabalhistas Justiça do Trabalho e Recursos Humanos

Direitos Trabalhistas Justiça do Trabalho e Recursos Humanos Direitos Trabalhistas Justiça do Trabalho e Recursos Humanos Palestrante: Estabilidade gestante Estabilidade Acidentária Jornada 12 x 36 Períodos de Intervalo Insalubridade Prof. Cristiano Magalhães 1

Leia mais

Relação de Emprego. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Relação de Emprego. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Relação de Emprego Relação de Emprego e Relação de Trabalho Alguns têm dificuldades em diferenciar as expressões "relação de emprego" e "relação de trabalho, empregando-as, em alguns momentos, como sinônimos.

Leia mais

Simulado TRT Direito do Trabalho Simulado Konrad Mota

Simulado TRT Direito do Trabalho Simulado Konrad Mota Simulado TRT Direito do Trabalho Simulado Konrad Mota 2013 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. 01. (Analista/TRT-24/2011-FCC) Maria, estudante de direito, está discutindo

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos Horas In Itinere

Orientações Consultoria de Segmentos Horas In Itinere 28/07/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 4 4. Conclusão... 5 5. Informações Complementares... 8 6. Referências... 8 7.

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO. Direito Coletivo do Trabalho. Prof. Hermes Cramacon

DIREITO DO TRABALHO. Direito Coletivo do Trabalho. Prof. Hermes Cramacon DIREITO DO TRABALHO Direito Coletivo do Trabalho Prof. Hermes Cramacon Conceito: complexo de institutos, princípios e regras jurídicas que regulam as relações laborais de empregados e empregadores e outros

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2011 (Da Sra. ERIKA KOKAY)

PROJETO DE LEI Nº, DE 2011 (Da Sra. ERIKA KOKAY) PROJETO DE LEI Nº, DE 2011 (Da Sra. ERIKA KOKAY) Acrescenta Seção à Consolidação das Leis do Trabalho para dispor sobre os motoristas e os cobradores de ônibus urbanos e interurbanos. O Congresso Nacional

Leia mais

AVISO-PRÉVIO PROPORCIONAL AO TEMPO DE SERVIÇO - LEI Nº /2011 IMPLICAÇÕES TRABALHISTAS

AVISO-PRÉVIO PROPORCIONAL AO TEMPO DE SERVIÇO - LEI Nº /2011 IMPLICAÇÕES TRABALHISTAS AVISO-PRÉVIO PROPORCIONAL AO TEMPO DE SERVIÇO - LEI Nº. 12.506/2011 IMPLICAÇÕES TRABALHISTAS O Governo Federal sancionou a Lei nº. 12.506/2011 para determinar que o aviso-prévio, de que trata o Capítulo

Leia mais

IUS RESUMOS. Contrato de Trabalho. Organizado por: Samille Lima Alves

IUS RESUMOS. Contrato de Trabalho. Organizado por: Samille Lima Alves de Trabalho Organizado por: Samille Lima Alves SUMÁRIO I. CONTRATO DE TRABALHO... 3 1. Caracterizando o contrato de trabalho... 3 1.1 Conceito e características... 3 1.2 Elementos essenciais do contrato

Leia mais

Os novos direitos instituídos pela Lei são os seguintes (Art. 2º):

Os novos direitos instituídos pela Lei são os seguintes (Art. 2º): Os novos direitos instituídos pela Lei 12619-2012 são os seguintes (Art. 2º): 1) acesso gratuito a programa de formação e aperfeiçoamento profissional; 2) tratamento preventivo pelo SUS; 3) não responder

Leia mais

AVISO PRÉVIO PROPORCIONAL

AVISO PRÉVIO PROPORCIONAL OUTUBRO DE 2011 NOTA TÉCNICA AVISO PRÉVIO PROPORCIONAL A Lei 12.506/11, publicada no Diário Oficial da União do dia 13 de outubro de 2011, amplia o aviso prévio dos atuais 30 dias para até 90 dias. Esta

Leia mais

José, funcionário da empresa LV, admitido em 11/5/2008, ocupava o cargo de recepcionista, com

José, funcionário da empresa LV, admitido em 11/5/2008, ocupava o cargo de recepcionista, com DIREITO DO TRABALHO PEÇA PROFISSIONAL José, funcionário da empresa LV, admitido em 11/5/2008, ocupava o cargo de recepcionista, com salário mensal de R$ 465,00. Em 19/6/2009, José afastou-se do trabalho

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2011

PROJETO DE LEI Nº, DE 2011 PROJETO DE LEI Nº, DE 2011 (Do Sr. ROBERTO BALESTRA) Altera os parágrafos 2º e 3º do art. 58 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aprovada pelo Decreto-lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943, a fim

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS (FCC) TRT s 18 PROVAS 140 QUESTÕES ( )

DIREITO DO TRABALHO FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS (FCC) TRT s 18 PROVAS 140 QUESTÕES ( ) DIREITO DO TRABALHO FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS (FCC) TÉCNICO TRT s 18 PROVAS 140 QUESTÕES (2012 2008) A apostila contém provas de Direito do Trabalho de concursos da Fundação Carlos Chagas (FCC), realizadas

Leia mais

FACULDADE SUMARÉ PLANO DE ENSINO

FACULDADE SUMARÉ PLANO DE ENSINO FACULDADE SUMARÉ PLANO DE ENSINO Curso: (curso/habilitação) Ciências Contábeis Disciplina: Cálculos Trabalhistas Carga Horária: (horas/semestre) 50 aulas Semestre Letivo / Turno: 4º Semestre Professores:

Leia mais

Curso Êxito e Prof. Bruno Creado

Curso Êxito e Prof. Bruno Creado Curso Êxito e Prof. Bruno Creado Questões Comentadas Segue às questões da Vunesp do concurso de procurador municipal, devidamente comentada. Cargo de confiança 1) A determinação do empregador para que

Leia mais

Aula de Sexta-Feira(06/05/2011)

Aula de Sexta-Feira(06/05/2011) Aula de Sexta-Feira(06/05/2011) Salário: Art. 7º C.F. São direitos dos trabalhadores além de outros IV salário mínimo, fixado em lei, nacionalidade unificado, capaz de atender as suas necessidades vitais

Leia mais

PODER NORMATIVO DA JUSTIÇA DO TRABALHO. Davi Furtado Meirelles

PODER NORMATIVO DA JUSTIÇA DO TRABALHO. Davi Furtado Meirelles PODER NORMATIVO DA JUSTIÇA DO TRABALHO Davi Furtado Meirelles Resultado Negativo da Negociação - Mediação - é mais uma tentativa de conciliação, após o insucesso da negociação direta, porém, desta feita,

Leia mais

Auxiliar Jurídico. Módulo III. Aula 01

Auxiliar Jurídico. Módulo III. Aula 01 Auxiliar Jurídico Módulo III Aula 01 1 INTRODUÇÃO O 3º módulo correspondente ao Direito Processual do Trabalho que trata de alguns mecanismos processuais dentro da Justiça do Trabalho. Estudaremos ainda,

Leia mais

Em suma, o Projeto de Lei trata dos seguintes assuntos:

Em suma, o Projeto de Lei trata dos seguintes assuntos: INFORME N 01/2017 Projeto de Lei n. 6787/2016, que altera a Consolidação das Leis do Trabalho CLT e a Lei n. 6.019/74, para dispor sobre eleições de representantes dos trabalhadores no local de trabalho

Leia mais

Aquisição. Férias dos Funcionários: O que Pode e não Pode. Este conteúdo faz parte da série: Folha de Pagamento Ver 10 posts dessa série

Aquisição. Férias dos Funcionários: O que Pode e não Pode. Este conteúdo faz parte da série: Folha de Pagamento Ver 10 posts dessa série Este conteúdo faz parte da série: Folha de Pagamento Ver 10 posts dessa série As férias dos funcionários é um dos temas mais corriqueiros do mundo do trabalho, mas também dos mais complexos. Tentaremos

Leia mais

Posicionamento Consultoria De Segmentos Emissão do Recibo Pagamento de Autônomo (RPA)

Posicionamento Consultoria De Segmentos Emissão do Recibo Pagamento de Autônomo (RPA) Emissão do Recibo Pagamento de Autônomo (RPA) 11/06/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 4 4. Conclusão... 4 5. Informações

Leia mais

PROCESSO: RTOrd. Acórdão 10a Turma

PROCESSO: RTOrd. Acórdão 10a Turma PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gab Des Flávio Ernesto Rodrigues Silva Av. Presidente Antonio Carlos,251 11º Andar - Gab.06 Castelo Rio de Janeiro

Leia mais

PARECER JURÍDICO REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO DE MOTORISTA

PARECER JURÍDICO REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO DE MOTORISTA 1 PARECER JURÍDICO Trata se de consulta formulada pelo Sindicato do Comércio Atacadista do Distrito Federal SINDIATACADISTA referente ao impacto da Lei 12.619/12 sobre o setor atacadista. REGULAMENTAÇÃO

Leia mais

Lista de Abreviaturas... 19

Lista de Abreviaturas... 19 Sumário Lista de Abreviaturas... 19 CAPÍTULO 1 Direito Individual do Trabalho Introdução... 21 1.1 Natureza Jurídica do Direito do Trabalho... 21 1.1.1 Teoria do Direito Público... 22 1.1.2 Teoria do Direito

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL

RESPONSABILIDADE SOCIAL RESPONSABILIDADE SOCIAL Você pode praticar a responsabilidade social ao abrir vagas na sua empresa para adolescentes, na condição de aprendizes ou estagiários. Nesta seção você poderá saber quais as diferenças

Leia mais

I DA CONCESSÃO DE INTERVALO JORNADA DE TRABALHO

I DA CONCESSÃO DE INTERVALO JORNADA DE TRABALHO INTERVALO DE 15 MINUTOS OBRIGATORIEDADE SITUAÇÕES CLT CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO COMPENSAÇÃO DE JORNADA - PROCEDIMENTOS Por Cristiano Cezar Sanfelice I DA CONCESSÃO DE INTERVALO JORNADA DE TRABALHO

Leia mais

Professor: Rogerio Neiva Contatos: -Blog:

Professor: Rogerio Neiva Contatos: -Blog: Professor: Rogerio Neiva Contatos: -rogerio@tuctor.com -Twitter: @rogerioneiva -Blog: www.concursospublicos.pro.br Princípios e fontes do direito do trabalho. Renúncia e transação. = Evolução das relações

Leia mais

TRABALHO DIREITO E PROCESSO DO TEORIA. 1ª e 2ª FASES RENATO SARAIVA RAFAEL TONASSI ARYANNA LINHARES. revista e atualizada. edição

TRABALHO DIREITO E PROCESSO DO TEORIA. 1ª e 2ª FASES RENATO SARAIVA RAFAEL TONASSI ARYANNA LINHARES. revista e atualizada. edição RENATO SARAIVA RAFAEL TONASSI ARYANNA LINHARES DIREITO E PROCESSO DO TRABALHO TEORIA 17 edição revista e atualizada 1ª e 2ª FASES 2017 OAB 1 fase -Saraiva et al -Dir e Proc Trabalho_17ed.indb 3 22/06/2017

Leia mais

JUNIOR DI OLIVEIRA ANALISANDO O EDITAL

JUNIOR DI OLIVEIRA ANALISANDO O EDITAL JUNIOR DI OLIVEIRA ANALISANDO O EDITAL Noções de Direito do Trabalho Analista Judiciário Área Administrativa Dos princípios e fontes do Direito do Trabalho. Dos direitos constitucionais dos trabalhadores

Leia mais

Contrato de Trabalho Prazo Indeterminado e Prazo Determinado. Prof.ª Rosana Abbud

Contrato de Trabalho Prazo Indeterminado e Prazo Determinado. Prof.ª Rosana Abbud Contrato de Trabalho Prazo Indeterminado e Prazo Determinado Prof.ª Rosana Abbud Contrato de Trabalho Contrato É o acordo de vontades, seja ele tácito ou expresso, por meio do qual as partes contratantes

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Sindical A AUTONOMIA PRIVADA COLETIVA NA JUSTIÇA DO TRABALHO. Guilherme Brandão Advogado

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Sindical A AUTONOMIA PRIVADA COLETIVA NA JUSTIÇA DO TRABALHO. Guilherme Brandão Advogado TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Sindical A AUTONOMIA PRIVADA COLETIVA NA JUSTIÇA DO TRABALHO Guilherme Brandão Advogado A autonomia privada coletiva complementa o princípio da liberdade sindical. É a manifestação

Leia mais

TEMA: RELAÇÕES DE TRABALHO, SETOR PÚBLICO, SETOR PRIVADO E RESPONSABILIDADE SOCIAL

TEMA: RELAÇÕES DE TRABALHO, SETOR PÚBLICO, SETOR PRIVADO E RESPONSABILIDADE SOCIAL TEMA: RELAÇÕES DE TRABALHO, SETOR PÚBLICO, SETOR PRIVADO E RESPONSABILIDADE SOCIAL José Ricardo Libardoni dos Santos Economista e Mestre em Economia, Advogado e Professor do Curso de Direito da UNICRUZ

Leia mais

A OBRIGATORIEDADE DE AS EMPRESAS PROMOVEREM O PREENCHIMENTO DE CARGOS COM PESSOAS PORTADORAS DE DEFICIÊNCIA E REABILITADOS

A OBRIGATORIEDADE DE AS EMPRESAS PROMOVEREM O PREENCHIMENTO DE CARGOS COM PESSOAS PORTADORAS DE DEFICIÊNCIA E REABILITADOS A OBRIGATORIEDADE DE AS EMPRESAS PROMOVEREM O PREENCHIMENTO DE CARGOS COM PESSOAS PORTADORAS DE DEFICIÊNCIA E REABILITADOS Dinorá Carla de Oliveira Rocha Fernandes 1 Nos últimos anos as empresas têm sido

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO PRINCÍPIOS DO DIREITO DO TRABALHO

DIREITO DO TRABALHO PRINCÍPIOS DO DIREITO DO TRABALHO DIREITO DO TRABALHO PRINCÍPIOS DO DIREITO DO TRABALHO Atualizado em 13/01/2016 PRINCÍPIOS DO DIREITO DO TRABALHO PRINCÍPIO PROTETOR Nas relações empregatícios sempre existe o conflito entre o detentor

Leia mais

ENTENDA SEUS DIREITOS. O SINDEMED reservou este espaço para esclarecer seus direitos trabalhistas. O que é Banco de horas?

ENTENDA SEUS DIREITOS. O SINDEMED reservou este espaço para esclarecer seus direitos trabalhistas. O que é Banco de horas? ENTENDA SEUS DIREITOS O SINDEMED reservou este espaço para esclarecer seus direitos trabalhistas. O que é Banco de horas? O chamado banco de horas é uma possibilidade admissível de controle e compensação

Leia mais

TEMPO DE ESPERA NA NOVA LEI DO MOTORISTA (LEI. N /2015) ANOMALIA JURÍDICA DO TEMPO DE TRABALHO QUE NÃO É CONSIDERADO COMO TEMPO DE TRABALHO

TEMPO DE ESPERA NA NOVA LEI DO MOTORISTA (LEI. N /2015) ANOMALIA JURÍDICA DO TEMPO DE TRABALHO QUE NÃO É CONSIDERADO COMO TEMPO DE TRABALHO TEMPO DE ESPERA NA NOVA LEI DO MOTORISTA (LEI. N. 13.103/2015) ANOMALIA JURÍDICA DO TEMPO DE TRABALHO QUE NÃO É CONSIDERADO COMO TEMPO DE TRABALHO Almir Antônio Fabricio de Carvalho O tempo de espera consiste

Leia mais

liberada por se tratar de um documento não aprovado pela PUC Goiás.

liberada por se tratar de um documento não aprovado pela PUC Goiás. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD Plano de Ensino 2016/2 Atenção! Este Plano de Ensino é um Rascunho. Sua impressão não está liberada por se tratar de um documento

Leia mais

Curso Êxito e Prof. Bruno Creado

Curso Êxito e Prof. Bruno Creado Curso Êxito e Prof. Bruno Creado Questões Comentadas Segue às questões da Vunesp do concurso de procurador municipal, devidamente comentada. Remuneração 1. Sobre o salário utilidade, assinale a afirmação

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2016/2017 DOMINGOS E FERIADOS

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2016/2017 DOMINGOS E FERIADOS CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2016/2017 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR060845/2016 Protocolo 46218.015425/2016-44 DOMINGOS E FERIADOS SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMERCIO DE NOVO HAMBURGO, CNPJ n. 91.695.288/0001-11,

Leia mais

Erro: Origem da referência não encontrada PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO

Erro: Origem da referência não encontrada PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO RECURSO ORDINÁRIO PROCESSO TRT/SP Nº 0002565-70.2011.5.02.0421 ORIGEM: 01ª VARA DO TRABALHO DE SANTANA DO PARNAÍBA RECORRENTE: DARLENE APARECIDA RICOMINI DALCIN RECORRIDA: MINERAÇÃO TABOCA S/A OUTRO1 E

Leia mais

Manual do Ponto Eletrônico

Manual do Ponto Eletrônico Manual do Ponto Eletrônico Sumário 1. Sistema de Registro Eletrônico de Ponto - SREP 2. Registro Eletrônico do Ponto - REP 3. Controle do Ponto Eletrônico 4. Banco de Horas 5. Intervalo Interjornada e

Leia mais

Da Advocacia Pública arts , e Seção III Da Advocacia e da Defensoria Pública arts

Da Advocacia Pública arts , e Seção III Da Advocacia e da Defensoria Pública arts ADVOCACIA CF/1988 - Título IV - Da Organização dos Poderes; Capítulo IV - Das Funções Essenciais à Justiça; Seção II Da Advocacia Pública arts. 131-132, e Seção III Da Advocacia e da Defensoria Pública

Leia mais

DIREITO NAS ORGANIZAÇÕES MÓDULO 4 JORNADA DE TRABALHO

DIREITO NAS ORGANIZAÇÕES MÓDULO 4 JORNADA DE TRABALHO DIREITO NAS ORGANIZAÇÕES MÓDULO 4 JORNADA DE TRABALHO Índice 1. Jornada de trabalho...3 2. Formas de Prorrogação da Jornada de Trabalho...4 3. Horas Extras no Caso de Força Maior...5 4. Trabalho Noturno...6

Leia mais

Jornada de trabalho LEGISLAÇÃO SOCIAL E TRABALHISTA

Jornada de trabalho LEGISLAÇÃO SOCIAL E TRABALHISTA Jornada de trabalho 1 A jornada de trabalho normal será o espaço de tempo durante o qual o empregado deverá prestar serviço ou permanecer à disposição do empregador, com habitualidade, executadas as horas

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço

Confira a autenticidade no endereço ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2016/2018 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MS000100/2016 DATA DE REGISTRO NO MTE: 15/04/2016 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR016190/2016 NÚMERO DO PROCESSO: 46312.000786/2016-18 DATA DO

Leia mais

INSTRUÇÕES AUTUAÇÃO DE RECURSOS

INSTRUÇÕES AUTUAÇÃO DE RECURSOS INSTRUÇÕES AUTUAÇÃO DE RECURSOS Versão PJE Data Responsável 1.11.0.3 21/03/2016 Núcleo de Suporte aos Usuários do PJe 1 P á g i n a 1. Introdução A correta autuação dos recursos, quando da remessa do processo

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE DIREITO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE DIREITO 1 REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE DIREITO Capítulo I: Da Natureza e dos objetivos: Artigo 1º - O presente regulamento disciplina o aproveitamento de 360 horas do Estágio Supervisionado

Leia mais

EQUIPE DE PROFESSORES DE TRABALHO DO DAMÁSIO CURSO DE 2ª FASE DA OAB EXAME PLANO DE ESTUDO - DIREITO DO TRABALHO

EQUIPE DE PROFESSORES DE TRABALHO DO DAMÁSIO CURSO DE 2ª FASE DA OAB EXAME PLANO DE ESTUDO - DIREITO DO TRABALHO EQUIPE DE PROFESSORES DE TRABALHO DO DAMÁSIO CURSO DE 2ª FASE DA OAB EXAME 2011.2 PLANO DE ESTUDO - DIREITO DO TRABALHO 1ª SEMANA Princípios 1. Princípios norteadores do Direito do Trabalho: 1.1 Princípio

Leia mais

A C Ó R D Ã O 5ª T U R M A

A C Ó R D Ã O 5ª T U R M A A C Ó R D Ã O 5ª T U R M A ENQUADRAMENTO SINDICAL. CURSO LIVRE DE IDIOMAS. NÃO VINCULAÇÃO A CATEGORIA PROFISSIONAL DOS PROFESSORES. VALIDADE DAS NORMAS COLETIVAS FIRMADAS ENTRE SINDELIVRE E O SENALBA.

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI N o 10.097, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2000. Altera dispositivos da Consolidação das Leis do Trabalho CLT, aprovada pelo Decreto-Lei

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO. Nas palavras de André Luis Paes de Almeida, o Direito do Trabalho corresponde ao

DIREITO DO TRABALHO. Nas palavras de André Luis Paes de Almeida, o Direito do Trabalho corresponde ao DIREITO DO TRABALHO 1. Conceito Nas palavras de André Luis Paes de Almeida, o Direito do Trabalho corresponde ao 2. Empregado (...) conjunto de princípios e regras jurídicas aplicáveis às relações individuais

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço

Confira a autenticidade no endereço ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: GO000618/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 03/08/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR044376/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46290.002009/2015-22 DATA DO

Leia mais

Mediador - Extrato Convenção Coletiva

Mediador - Extrato Convenção Coletiva Page 1 of 12 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2016/2017 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000502/2016 DATA DE REGISTRO NO MTE: NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR018176/2016 NÚMERO DO PROCESSO: 46230.001716/2016-97 DATA

Leia mais

- Compreender a aplicação e interpretação das normas de Direito do Trabalho;

- Compreender a aplicação e interpretação das normas de Direito do Trabalho; 1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: 4 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO DO TRABALHO I NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 Introdução ao Direito do Trabalho.

Leia mais

REFORMA TRABALHISTA. Reunião UGT

REFORMA TRABALHISTA. Reunião UGT REFORMA TRABALHISTA Reunião UGT Aumento da multa pelo não registro de trabalhadores: CLT PL 6787/2016 O valor da multa administrativa para as empresas que não registram seus empregados é de um salário

Leia mais

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. - ELETROBRÁS CONCORRÊNCIA DAA Nº 6/2007 ANEXO I - ESPECIFICAÇÃO DOS SERVIÇOS

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. - ELETROBRÁS CONCORRÊNCIA DAA Nº 6/2007 ANEXO I - ESPECIFICAÇÃO DOS SERVIÇOS 1 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. - ELETROBRÁS CONCORRÊNCIA Nº 6/2007 ANEXO I - ESPECIFICAÇÃO DOS SERVIÇOS 2 ÍNDICE I - INTRODUÇÃO...3 II - ESCOPO DOS SERVIÇOS...3 III

Leia mais

FONTE. Fontes materiais DIREITO DO TRABALHO 24/02/2016 FONTES E PRINCÍPIOS MATERIAL

FONTE. Fontes materiais DIREITO DO TRABALHO 24/02/2016 FONTES E PRINCÍPIOS MATERIAL FONTES E PRINCÍPIOS DIREITO DO TRABALHO Msc. Roseniura Santos CLT - Art. 8º - As autoridades administrativas e a Justiça do Trabalho, na falta de disposições legais ou contratuais, decidirão, conforme

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO 1) IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Disciplina Direito Individual do Trabalho

Leia mais

RENATA TIVERON a 2008

RENATA TIVERON a 2008 RENATA TIVERON DIREITO DO TRABALHO 140 QUESTÕES POR TÓPICOS TRTs FCC 2014 a 2008 ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA ADMINISTRATIVA Apostila de questões, elaborada por tópicos, segundo o conteúdo programático de

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2016/2017 DOMINGOS E FERIADOS

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2016/2017 DOMINGOS E FERIADOS CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2016/2017 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR060832/2016 Protocolo 46218-015424/2016-03 DOMINGOS E FERIADOS SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMERCIO DE NOVO HAMBURGO, CNPJ n. 91.695.288/0001-11,

Leia mais

Renovação de Reconhecimento CEE/GP 266/06 de 13 de julho de D.O.E. 14/07/2006 Autarquia Municipal

Renovação de Reconhecimento CEE/GP 266/06 de 13 de julho de D.O.E. 14/07/2006 Autarquia Municipal DE DIREITO DO TRABALHO E PREVIDÊNCIA SOCIAL 2013 EMENTA PROCESSO DO TRABALHO: Noções gerais. Análise de casos hipotéticos (direito material e processual). Prática Trabalhista. Estudo e redação de peças

Leia mais

Terceirização e Trabalho Temporário

Terceirização e Trabalho Temporário Terceirização e Trabalho Temporário Lei 13.429, de 31/03/2017 que promove alterações na Lei 6019 que disciplina as relações de trabalho na empresa de trabalho temporário, na empresa de prestação de serviços

Leia mais

INSS/FGTS/IRRF -Tabela de Incidências

INSS/FGTS/IRRF -Tabela de Incidências INSS/FGTS/IRRF -Tabela de Incidências RUBRICAS de qualquer natureza, salvo o de férias INCIDÊNCIAS INSS FGTS IR 28, I, e 1º, art. 457 da CLT Não. Abono pecuniário de férias Não. Arts. 28, 9º, e, 6 Art.

Leia mais

CAPÍTULO 1 DIREITO INDIVIDUAL DO TRABALHO INTRODUÇÃO

CAPÍTULO 1 DIREITO INDIVIDUAL DO TRABALHO INTRODUÇÃO SUMÁRIO CAPÍTULO 1 DIREITO INDIVIDUAL DO TRABALHO INTRODUÇÃO... 13 1.1 Fontes do Direito do Trabalho... 13 1.1.1 Classificação... 13 1.1.2 Hierarquia entre as fontes justrabalhistas... 14 1.2 Princípios

Leia mais

I - R E L A T Ó R I O

I - R E L A T Ó R I O Acórdão 2a Turma INTEGRAÇÃO DAS HORAS EXTRAS AO 13º SALÁRIO. A Lei nº 4090/62, em seu artigo 1º, 1º, dispõe que a gratificação natalina corresponderá a 1/12 da remuneração devida em dezembro, multiplicada

Leia mais

FÉRIAS COLETIVAS Fracionamento, Abono Pecuniário, Regime de Tempo Parcial, Procedimentos

FÉRIAS COLETIVAS Fracionamento, Abono Pecuniário, Regime de Tempo Parcial, Procedimentos FÉRIAS COLETIVAS Fracionamento, Abono Pecuniário, Regime de Tempo Parcial, Procedimentos ROTEIRO 1. INTRODUÇÃO 2. FRACIONAMENTO E PERÍODOS MÍNIMO E MÁXIMO 3. MENORES DE 18 E MAIORES DE 50 ANOS 4. MEMBROS

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2012/2 DISCIPLINA: DIREITO DO TRABALHO I PROFESSORA: FRANCISCA JEANE PEREIRA DA SILVA MARTINS TURMA:

Leia mais

EDITAL/FMC Nº 01/2016 RETIFICAÇÃO DO INÍCIO DAS INSCRIÇÕES

EDITAL/FMC Nº 01/2016 RETIFICAÇÃO DO INÍCIO DAS INSCRIÇÕES EDITAL/FMC Nº /26 RETIFICAÇÃO DO INÍCIO DAS INSCRIÇÕES O Presidente da Fundação Municipal de Cultura, no uso de suas atribuições, comunica as alterações no Edital Nº /26, publicado no Diário Oficial do

Leia mais

TERMO DE RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO

TERMO DE RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO TERMO DE RESCISÃO DO DE TRABALHO IDENTIFICAÇÃO DO EMPREGADOR CNPJ/CEI 07.199.061/00-79 03 Endereço (logradouro, nº, andar, apartamento) Rua Cláudio Brotherhood 540 - LJ 05 Município 06 UF 07 CEP Recife

Leia mais

Da Equiparação Salarial

Da Equiparação Salarial BuscaLegis.ccj.ufsc.br Da Equiparação Salarial Adriano Martins Pinheiro Bacharelando em Direito Articulista e colaborador de diversos sites e jornais locais. Atuante em Escritório de Advocacia em São Paulo

Leia mais

Seminário de Assuntos Contábeis de Caxias do Sul

Seminário de Assuntos Contábeis de Caxias do Sul Seminário de Assuntos Contábeis de Caxias do Sul AS NOVAS REGRAS DA TERCEIRIZAÇÃO TRABALHISTA Caxias do Sul, 18 de maio de 2017 Terceirização Fenômeno recente, com maior dimensão a partir da década de

Leia mais

Instrumento Coletivo ainda não transmitido, passível de alteração. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016

Instrumento Coletivo ainda não transmitido, passível de alteração. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 Instrumento Coletivo ainda não transmitido, passível de alteração. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR077355/2015 SINDICATO DOS LOJISTAS DO COMERCIO DE PORTO ALEGRE, CNPJ

Leia mais