ACCESS Índice Conteúdo Pág

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ACCESS Índice Conteúdo Pág"

Transcrição

1 ACCESS Índice Conteúdo 1) Introdução 2) Abrindo um Banco de Dados 3) Janela Banco de Dados 4) Assistente de Banco de Dados 4.1) Criando um Banco de Dados 5) Criando uma Tabela 5.1) Criando um Banco de Dados sem o uso do assistente 5.2) Chave Primária 5.3) Salvando a Tabela 5.4) Relacionando Tabelas 5.4.1) Como determinar relacionamentos para o seu Banco de Dados 5.4.2) Como os relacionamentos funcionam 5.4.3) Relacionamento um-para-vários 5.4.4) Relacionamento vários-para-vários 5.4.5) Relacionamento um-para-um 5.4) Como definir relacionamentos 5) Criando Consulta em Modo Estrutura Exercícios Pág

2 2 1) Introdução O Access é um gerenciador de banco de dados relacionais. O Access começa perguntando se o usuário deseja começar um banco de dados novo ou se deseja abrir um já existente. A extensão utilizada pelo Access é MDB. O Access não manipula objetos (tabelas, consultas, formulários,...) em separado, ele utiliza um único arquivo para armazenar todos os objetos. Os objetos, neste caso, ficam mais integrados. Obs.: - Arquivo: informação guardada em meio físico. - Registro: é formado por um conjunto de campos. É a informação individualizada dentro de um arquivo. - Tabelas: são coleções de registros. - Campos: são informações que especificam os dados de um registro. É a menor informação que pode ser armazenada. 2) Abrindo um banco de dados pronto Ao carregarmos o Microsoft Access, veremos o quadro de Ponto de Partida, que possibilita a criação de um novo banco de dados ou a abertura de um banco de dados existente. 3) Janela banco de dados Na janela Banco de Dados, encontraremos as seguintes guias: - Tabela: Contém as tabelas do banco de dados atual. Uma tabela é uma coleção de dados sobre um tópico específico. Por exemplo, a tabela Produtos contém somente informações sobre produtos, e a tabela Fornecedores contém somente informações sobre empresas que fornecem produtos. Utilizando uma tabela separada para cada tipo, eliminam-se dados duplicados, tornando o armazenamento de dados mais eficiente e diminuindo os erros de entrada de dados. Tabelas organizam dados em colunas (campos) e linhas (registros). Para saber o conteúdo de uma tabela basta clicar sobre o seu nome apertar o botão abrir. e - Consultas: Contém as consultas do banco de dados atual. As consultas servem para exibir, alterar e analisar dados de diferentes maneiras, podendo agrupar informações de diversas tabelas. Quando você executa uma consulta, o Microsoft Access recupera os registros específicos e, então, exibe os dados combinados em uma folha de dados na ordem desejada. O Access cruza dados de várias tabelas para selecionar informações segundo critérios determinados pelo usuário.

3 3

4 4 - Formulários: Lista todos os formulários do banco de dados atual. Os formulários servem para uma variedade de propósitos. Poderemos criar um formulário para a entrada de dados de uma determinada tabela; criar uma caixa de diálogo personalizada para aceitar a entrada do usuário e, em seguida, executar uma ação baseada nesta entrada, ou criar um formulário menu de controle para abrir outros formulários ou relatórios. - Relatórios: Exibe todos os relatórios do banco de dados atual. O relatório é uma maneira eficiente de apresentar seus dados numa forma impressa. A maioria das informações em um relatório vem de uma tabela ou consulta que é a fonte de dados do relatório. As outras informações do relatório estão armazenadas na estrutura do relatório. Além de imprimir as informações conforme estrutura pré-definida, poderemos criar etiquetas e gráficos. - Macros: Exibe as macros criadas para o banco de dados atual. Uma macro é um conjunto de uma ou mais ações onde cada uma faz alguma coisa, por exemplo, abrir um formulário ou imprimir um relatório. Geralmente as macros são incorporadas a um relatório ou um formulário do tipo caixa de diálogo ou menu.

5 5 - Módulos: Lista os módulos disponíveis em um banco de dados. Um módulo é uma coleção de declarações, instruções e procedimentos do Visual Basic que estão armazenados juntos como uma unidade. Os módulos deixam você automatizar tarefas de banco de dados usando o poder e a flexibilidade da linguagem de programação Visual Basic. 4) Assistente de banco de dados Existem dois métodos de criação de bancos de dados. Você pode criar um banco de dados vazio e, mais tarde, adicionar as tabelas, formulários, relatórios e outros objetos - esse é o método mais flexível, mas requer a definição de cada elemento de banco de dados separadamente. Outra forma é usar o Assistente de Banco de Dados para criar, em uma única operação, as tabelas, formulários e relatórios necessários para o tipo de banco de dados escolhido - esta é a forma mais fácil de iniciar a criação de um banco de dados. Com qualquer uma delas, você pode modificar e estender o banco de dados a qualquer momento após sua criação. 5) Criando uma tabela Vimos que a exibição das informações pode ser de várias maneiras, formulários de entrada de dados, consultas ou relatórios, mas elas estão todas armazenadas em tabelas. Uma tabela de banco de dados é uma coleção de dados sobre o mesmo assunto organizado em linhas e colunas. A criação de uma tabela é um dos processos mais importante do banco de dados. Os formulários de entrada de dados, consultas, e relatórios dependem de uma determinada tabela. No momento que estivermos criando uma tabela nova, definiremos quais os campos que farão parte dela e quais os tipos de dados que podem ser armazenados em cada campo, isto é, se um campo for definido como numérico, não será permitido a entrada de texto. Recurso como este, diminui erros de entrada de dados. O Assistente de Tabela é uma forma simples de criação de tabela, mas ficaríamos limitados a aceitar tabelas e campos pré-definidos, prontos. Em alguns casos será favorável, mas em nosso caso, a maioria dos campos que definimos não faz parte das tabelas exemplos que o Assistente oferece. 5.1) Criando banco de dados sem o uso do assistente a. Selecione a opção Banco de Dados Vazio na janela de apresentação Microsoft Access, exibida após o carregamento do Access. Ou, selecione a opção Novo do menu Arquivo ou, o botão de mesmo nome da barra de ferramentas, estas últimas opções exibem o quadro de diálogo Novo Arquivo escolha a opção Banco de dados em branco e, em seguida, dê um nome e clique no botão Criar.

6 6 b. Após selecionar o botão Criar, o Microsoft Access cria o banco de dados com o nome que você digitou, como exemplo Controle de Imóveis, e exibe a Janela Banco de Dados com a guia Tabela a frente. Nesta guia, clique sobre o botão Novo para criarmos a tabela Inquilino de nosso banco de dados. c. O quadro de diálogo Nova Tabela é exibido solicitando a forma de como será criada a tabela, vamos escolher Modo Design por ser a maneira mais completa. Após a criação da tabela, poderemos voltar mais tarde e editar ou modificar qualquer coisa da tabela. d. A opção Modo Estrutura, exibe uma tabela onde será dado a entrada dos campos com seus respectivos tipo de dados e descrição. Abaixo da tabela, encontraremos as propriedades do campo atual, estas propriedades poderão ser ativadas ou alteradas. O Nome do Campo pode ter até 64 caracteres e conter espaços em branco. A coluna Descrição é opcional e serve para alimentar a linha se status quando o campo estiver em evidência.

7 7 A Guia Geral possui os seguintes critérios: - Tamanho do campo: o campo texto é o único que requer atenção, o seu padrão é 50, sendo que o usuário pode modificar de acordo com a necessidade. Os demais campos possuem tamanhos definidos internamente. - Formato: sinais de >, caracteres sempre em maiúsculo; sinais de <, caracteres sempre em minúsculo; e etc.. - Máscara de entrada: formas de apresentação do campo. Ex.: Se o número zero for colocado em uma máscara, a digitação é obrigatória naquela posição. Se for o número nove, é opcional. Se for colocada a! no início da máscara, o alinhamento do campo será da direita para a esquerda.obs.: podemos fazer uso do assistente. - Legenda: nome opcional para um campo, que será utilizado nos formulários, consultas e relatórios. Se ficar em branco, será utilizado o próprio nome do campo. - Valor padrão: um valor que já aparece digitado para agilizar a entrada de dados. - Regra de validação: evita a entrada de dados incorretos em um campo, ou seja, que não satisfaça a regra. Ex.: >500,00 Valores maiores que 500,00; <= 1000,00 Valores menores ou iguais a 1000,00; <Date() Valores menores que a data de atual; Entre 100 E 200 Valores válidos entre 100 e 200 inclusive; Em ( AC ; AL ; AM ;...; RJ ;...; SP ;... TO ) Só aceita um dos valores indicados. - de validação: texto que será exibido quando a regra de validação for quebrada. - Requerido: torna obrigatório ou não o preenchimento do campo. - Permitir comprimento zero: aceita ou rejeita uma entrada vazia. - Indexado: acelera procuras em campos freqüentemente usados em consultas. - Compactação Unicode: - Modo IME: É possível definir propriedades para controlar o comportamento do Editor de método de entrada (IME: um programa que insere texto asiático oriental (chinês tradicional, chinês simplificado, japonês ou coreano) em programas por meio da conversão de pressionamentos de tecla em caracteres do leste asiático complexos. O IME é tratado como um tipo alternativo de layout de teclado.) para um campo em uma tabela ou para um controle em um formulário. A propriedade IMEMode se aplica a todas os idiomas asiáticos orientais e as propriedades IMEHold e IMESentenceMode se aplicam apenas ao idioma japonês.

8 8 - Modo IME: Adicionar uma palavra (frase) a um dicionário IME (editor de método de entrada). Observação: O recurso descrito neste tópico de Ajuda está disponível somente se tiver sido instalado um Editor IME para japonês, chinês simplificado ou chinês tradicional. - Marcas Inteligentes: A Microsoft fornece um conjunto de marcas inteligentes prontas para uso com o Microsoft Office Access Use a marca inteligente Nome quando precisar adicionar ou alterar as informações de contato armazenadas no Microsoft Outlook. As seguintes ações podem ser executadas com a marca inteligente Nome: Enviar uma mensagem de a um contato. Agendar uma reunião com um contato. Abrir e editar as informações de um contato. Adicionar o nome no controle para sua lista de contatos. Use a marca inteligente Símbolo Financeiro para procurar informações sobre um símbolo financeiro no MSN MoneyCentral As ações seguintes podem ser executadas com a marca inteligente Símbolo Financeiro: Obter uma cotação de ação no MSN MoneyCentral. Obter um relatório sobre a empresa no MSN MoneyCentral. Obter notícias recentes sobre a empresa no MSN MoneyCentral. Use a marca inteligente Data para agendar uma reunião ou mostrar seu calendário do Outlook baseado na data no controle ativo. As seguintes ações podem ser executadas com a marca inteligente Data: Agendar uma reunião. Exibir seu calendário. Tipo de Dado (Padrão) Memorando Número Data/Hora Unidade Monetária Numeração Automática Sim/Não Tipo de Dados Definição Tamanho ou combinações de texto e números Até 255 caracteres ou o bem como números que não exijam comprimento definido pela cálculos, como números de telefone. propriedade TamanhoDoCampo, o que for menor. ou combinações longas de texto e Até caracteres. números. Aproximadamente 18 páginas. Dados numéricos usados em cálculos matemáticos. Valores de data e hora para os anos até Valores monetários e dados numéricos usados em cálculos matemáticos envolvendo dados com uma ou mais casas decimais. Precisão de 15 dígitos no lado esquerdo do separador decimal. Um número seqüencial exclusivo (incrementado em 1) ou número aleatório atribuído pelo Microsoft Access sempre que um novo registro é adicionado a uma tabela. Valores Sim e Não e campos que contém somente um dentre dois valores.

9 9 Objeto OLE Hyperlink Assistente de Pesquisa... Um objeto ( como uma planilha do Microsoft Excel, um documento do Microsoft Word, gráficos, sons ou outros dados binários) vinculados ou incorporados em uma tabela do Microsoft Access. Campo que irá armazenar um texto Até caracteres colorido e sublinhado ou um gráfico no qual você clica para saltar para um arquivo, um local em um arquivo, uma página HTML da Internet. Cria um campo que permite a você escolher um valor de uma outra tabela ou de uma lista de valores usando uma caixa de combinação. A escolha dessa opção na lista Tipo de Dados inicia o Assistente de Pesquisa para definir o tipo de dado. O campo do tipo Assistente de Pesquisa: este tipo de dado abre o quadro Assistente de Pesquisa, siga as instruções do Assistente. Como vimos, este tipo de dado cria um campo que permite a você escolher um valor de uma outra tabela ou em dados que você próprio pode digitar. Este recurso provoca o relacionamento entre as duas tabelas.

10 10 Obs.1: Quando o campo for do tipo número, a sua Propriedade Tamanho do Campo poderá ser: Byte Inteiro Inteiro longo Simples Duplo Código de replicação Inteiros de 0 até 255 Inteiros de até Inteiros de até Valores com 7 casas decimais Valores com 15 casas decimais Conjunto de 16 bytes. Obs.2: O formato do campo número, na Propriedade Formato, existe Número Geral, Moeda, Fixo, Padrão, Porcentagem e Científico. Podemos ainda definir, se necessário, o número de casas decimais. 5.2) Chave Primária A chave primária é formada por um ou mais campos que identificam cada registro de uma tabela. Da mesma forma que uma placa de carro identifica um veículo, a chave primária identifica um único registro. A maioria das tabelas possui chave primária formada por um único campo. O Microsoft Access não permitirá valores duplicados no campo. Por exemplo, na tabela Inquilinos, dois inquilinos não podem ter o mesmo código. O tipo de dado Numeração Automática atribui automaticamente números seqüenciais para os registros de uma tabela sem a existência de duplicação. Desta forma, foi utilizado tal tipo de dados para o campo CodigoDoInquilino e definido como chave primária, bastando para isto, posicionar o cursor na linha que contém o campo e clicar o botão Chave Primária da barra de ferramentas. 5.3) Salvando a Tabela Ao concluir a entrada dos campos e definição das propriedades, feche o quadro Tabela1 e, após confirmar o salvamento, digite o nome tabela, Inquilino. A seguir, temos a definição de outros campos:

11 11 5.4) Relacionando Tabelas 5.4.1) Como determinar relacionamentos para seu banco de dados Depois de definir tabelas diferentes para cada assunto no seu banco de dados, você precisa de uma maneira de dizer ao Microsoft Access como agrupar novamente aquelas informações. O primeiro passo nesse processo é definir relacionamentos entre suas tabelas. Depois de fazer isso, você pode criar consultas, formulários e relatórios, para exibir informações de várias tabelas de uma só vez. Ex.: O formulário a seguir inclui informações de algumas tabelas: 5.4.2) Como os relacionamentos funcionam? Um relacionamento funciona coincidindo dados em campos-chave, normalmente um campo com o mesmo nome em ambas as tabelas. Na maioria dos casos, essa será a chave primária de uma tabela, que fornece um identificador exclusivo para cada registro, coincidindo com uma entrada na chave estrangeira em outra tabela. Por exemplo, funcionários podem ser associados a pedidos pelos quais são responsáveis, criando-se um relacionamento entre campos CódigoDoFuncionário ) Um relacionamento um-para-vários Um relacionamento um-para-vários é o tipo mais comum de relacionamento. Em um relacionamento um-para-vários, um registro na Tabela A pode ter vários registros coincidentes na Tabela B, mas um registro na Tabela B não possui mais do que um registro coincidente na Tabela A. Por exemplo, as tabelas Fornecedores e Produtos possuem um relacionamento um-para-vários: cada fornecedor vende diversos produtos, mas cada produto vem de apenas um fornecedor.

12 ) Um relacionamento vários-para-vários Em um relacionamento vários-para-vários, um registro na Tabela A pode conter vários registros coincidentes na Tabela B e vice versa. Isso só é possível definindo-se uma terceira tabela (chamada de tabela de vinculação) cuja chave primária consiste de pelo menos dois campos - as chaves primárias das Tabelas A e B. Por exemplo, a tabela Pedidos e a tabela Produtos possuem um relacionamento vários-para-vários que é definido pela criação de dois relacionamentos um-para-vários com a tabela Detalhes do Pedido ) Um relacionamento um-para-um Em um relacionamento um-para-um, um registro em uma Tabela A não pode ter mais de um registro coincidente na Tabela B e vice versa. Esse tipo de relacionamento não é comum, porque a maioria das informações relacionadas desta maneira deveria estar em uma única tabela. Você talvez utilize um relacionamento um-para-um para dividir uma tabela muito grande, para isolar parte de uma tabela por razões de segurança ou para armazenar informações que somente se aplicam a um subconjunto da tabela principal. Por exemplo, você pode querer criar uma tabela para saber quais são os funcionários que estão participando de um jogo de futebol beneficente.

13 13 5.5) Como definir relacionamentos. Você define um relacionamento, adicionando as tabelas que deseja relacionar ao quadro Relacionamentos. Use a opção Mostrar Tabela do menu Relacionamentos para adicionar uma tabela. Com as tabelas adicionadas, arraste o campo-chave de uma tabela e solte-o no campo-chave da outra tabela.

14 14 Você poderá excluir um relacionamento ou tabela do quadro Relacionamentos usando praticamente o mouse. Para excluir um relacionamento, dê um clique na linha de relacionamento para selecioná-la e, em seguida, pressione a tecla Delete. Para excluir uma tabela, dê um clique na tabela para selecioná-la, e pressione a tecla Delete. Adicionar Tabela Mostrar todos os relacionamentos

15 15 6) Criando Consulta em Modo Estrutura a.selecione a guia Consulta da Janela Banco de Dados e, em seguida, clique sobre o botão Novo. No quadro exibido, escolha a opção Modo estrutura e confirme o procedimento. b. Logo após, será exibido dois quadros, o que está atrás conterá as tabelas que iremos utilizar, e o quadro a frente - Mostrar tabela, possui as tabelas disponíveis que servirão como base para a criação da consulta. Selecione a tabela Imóveis e clique sobre o botão Adicionar, faço o mesmo para a tabela Inquilino. Em seguida, selecione o botão Fechar. c. Na janela com o título provisório Consulta1, temos as tabelas que acabamos de adicionar, e com o relacionamento a mostra. Logo abaixo, encontraremos um quadro para selecionarmos os campos, e sua respectiva tabela, que farão parte de nossa consulta. Como exemplo, selecione os seguintes campos para a tabela Imóveis: Tipo de Imóvel, Endereço, Cidade, Estado e Valor do imóvel, para a tabela Inquilino temos: Nome, Sobrenome, Endereço, Cidade e Estado. Ainda, se desejar, poderá classificar de forma crescente ou decrescente qualquer um dos campos, para obter este recurso, clique na linha Classificação, abaixo do campo que deseja ordenar, e escolha uma das formas oferecidas. Ao concluir, feche a janela e confirme o salvamento, como sugestão, dê o nome de Imóveis/Inquilino.

16 16 d. Para ver o resultado, clique sobre o botão Abrir da guia Consulta, estando com a consulta selecionada. OBS.: Consultas Classificação; Critérios; Operadores de comparação OU, E, =, >, <, >=,<=, <> e Entre; Campo calculado; Consulta com passagem de parâmetro; Totais; Funções máx, mín, avg, agrupar por e contar; Consulta de Atualização; Consulta de Exclusão.

17 17 Exercícios 1-) Crie as tabelas abaixo: a-) Cliente Nome do Campo *CPF Nome Ender CNH Telefone Tipo Descrição Tamanho Máscara #####-## (00) Tamanho Máscara LLL 0000 Tamanho Máscara 9 8 #####-## LLL 0000 Tamanho Máscara b-) Carro Nome do Campo *Placa Nomec Cor Fabricante ValorAluguel Tipo Descrição Moeda c-) Aluga Nome do Campo *CPF *Placa DataEnt DataSaída Obs.: Tipo Descrição D/H D/H L entrada obrigatória de caractere # - entrada opcional de dígitos numéricos 2-) Crie as tabelas abaixo: a-) Amigo Nome do Campo *Cod Nome Ender Bairro Cidade DataNasc Tipo Descrição D/H b-) Acessório Nome do Campo *Cod2 Fabricante Tipo Modelo Valor Tipo Moeda Descrição Modo de locomoção Tamanho Máscara

18 18 3-) Preencher as tabelas criadas no exercício 2 com as informações abaixo. Cod Nome João Maria Carla Teresa Bruno Aluísio Nair Cod2 Fabricante Mercedes Fiat JetBR GM Honda Suzuki Honda Suzuki Honda Ender Bairro Méier Madureira Cascadura Méier Madureira Penha Madureira Cidade Rio de Janeiro Rio de Janeiro Rio de Janeiro Rio de Janeiro Rio de Janeiro Rio de Janeiro Rio de Janeiro Tipo Carro Carro JetSki Carro Moto Moto JetSki JetSki Moto Modelo Classe A Brava Jet40 Corsa H350 S250 JetH17 SjetB Free DataNasc 08/10/92 30/04/85 04/03/97 07/10/95 13/10/78 22/10/90 18/18/81 Valor R$ 80000,00 R$ 28000,00 R$ 14000,00 R$ 15000,00 R$ 22000,00 R$ 7000,00 R$ 11000,00 R$ 12000,00 R$ 20000,00 4-) Fazendo uso das tabelas do exercício 2, crie as seguintes consultas: a.) b.) c.) d.) Listar todos os amigos por ordem alfabética. Listar todos os amigos e o bairro onde moram, por ordem crescente. Listar todos os amigos que residam em Madureira, por ordem crescente. Listar todos os amigos que residam em Madureira e na cidade do Rio de Janeiro, por ordem crescente. e.) Listar todos os amigos que residam em Madureira ou Cascadura, por ordem crescente. 5-) Crie as tabelas abaixo: a-) Cliente Nome do Campo *CPF Nome Profissão Salário Tipo Descrição Moeda Tamanho Máscara b-) Carro Nome do Campo *Chassis Modelo Fabricante Ano Preço Tipo Descrição Moeda Tamanho Máscara c-) Compra Nome do Campo *CPF *Chassis Tipo Descrição Tamanho 5 5 Máscara

19 19 6-) Preencher as tabelas criadas no exercício 7 com as informações abaixo CPF Nome João Maria Carla Marcelo Paula Patrícia Chassis Modelo Astra Fox Corsa Pálio Gol Stillo CPF Profissão Engenheiro Médico Professor Médico Médico Professor Salário 3500, , , , , ,00 Fabricante GM VW GM Fiat VW Fiat Ano Preço 39500, , , , , ,00 Chassis ) Fazendo uso das tabelas do exercício 6, crie as seguintes consultas: a-) Exibir somente o nome e profissão dos clientes; b-) Exibir somente o modelo e o ano dos carros; c-) Exibir somente o nome do cliente com o cabeçalho : Nome_do_Cliente; d-) Exibir somente o modelo e o preço dos carros com preços maiores do que 30000,00; e-) Exibir somente o modelo e o preço dos carros com preços entre 32000,00 e 40000,00; f-) Exibir somente os clientes médicos que tenham salários menores que 39000,00; g-) Exibir somente o nome e salário dos clientes ordenados por salário; h-) Exibir o modelo dos carros e o preço com desconto de 10%; i-) Exibir o preço do carro mais caro; j-) Exibir os tipos de fabricante dos carros; k-) Exibir somente os clientes professores; l-) Exibir somente os carros produzidos pela Fiat ou GM; m-) Calcular a média dos salários dos clientes; n-) Exibir os fabricantes e a quantidade de carros de cada um deles; o-) Exibir todos os campos da tabela cliente. p-) O carro mais barato; q-) Mudar a profissão médico para clínico geral; h-) Excluir o cliente João.

20 20 8-) Crie o BD Empresa. 9-) Crie a tabela CONTREC CAMPO Numero Nome Descricao Valor Vencimento Banco TIPO Inteiro Caracter 40 Caracter 40 Decimal(10,2) Data Caracter ) Preencha a tabela com os valores abaixo: 11-) Faça as consultas abaixo: a) b) c) d) e) f) g) h) i) j) k) l) m) n) o) Listar nome, vencimento e valor de cada cliente; Apresentar o número das duplicatas depositadas no banco Bradesco; Apresentar o número das duplicatas depositadas no banco Itaú; Apresentar as duplicatas que não estão depositadas nos Bancos Bradesco e Unibanco; Qual é o valor da dívida do cliente GESSO FORTE; Apresentar uma listagem em ordem alfabética por nome do cliente de todos os campos da tabela; Apresentar uma listagem por ordem de vencimento com o nome do cliente, banco, valor e vencimento; As duplicatas do Banco BCN foram transferidas para o UNIBANCO. Proceder ao ajuste dos registros; Apagar o registro com o número , pois a duplicata foi paga; Quais clientes compraram o item CAIBRO; Quais foram os itens adquiridos pelo cliente FORRO E PISO AMARAL LTDA?; Quais foram os clientes que compraram concreto ou rufo; Quais os clientes que compraram Azulejo BRIL; Qual foi o faturamento do item aço temperado? Somar todos os valores das duplicatas com o vencimento inferior a 01/01/2001.

21 21 12-) Crie o BD CLÍNICA. 13-) Crie as tabelas abaixo: 14-) Realize as consultas baixo: a) b) c) d) e) f) Extrair uma relação geral de todos os associados; Quantos associados possuem o plano B1? Quais os associados que moram em COTIA ou DIADEMA, ordenados por nome? Apresente o nome e o plano e o valor do plano dos associados; Apresente o nome e o plano e o valor do plano dos associados que morem em SÃO PAULO; O associado PEDRO JOSE DE OLIVEIRA alterou o seu plano de B1 para E3. Faça a atualização; g) Atualizar os valores dos planos em 10%; h) Listar o nome e o valor de todos os associados que possuem os planos B1, E1 e M1;

22 22 i) j) k) Quais os associados que possuem o plano executivo? Remova da tabela os associados que moram em SANTO ANDRÉ; Apresentar uma listagem de todos os planos que se encontram na faixa de 300 até ) Crie o BD abaixo: Médico CRM Nome João Maria Teresa Marcelo Juliana Beatriz Antonio Especialidade Codesp Nome C1 Cardiologia D1 Dermatologia C2 Cirurgia C3 Clínica Geral P1 Pediatra l) m) n) o) p) q) r) s) t) u) v) Idade DataAdm 10/11/04 12/04/03 20/07/98 4/08/97 17/06/00 22/01/02 15/10/97 Salario 10000, , , , , , ,00 Codesp C1 D1 C2 D1 C3 P1 P1 Descrição Extrair uma relação geral de todos os Médicos; Quantos médicos são pediatras? Quais os médicos que possuem salário superior a R$10000,00? Quais os médicos que possuem como primeira letra do nome a letra J? Qual a soma dos salários dos médicos que são dermatologistas? Listas todos os médicos, suas especialidades e a descrição de cada uma delas. Atualizar o salário dos dermatologistas em 10%. Qual é a média de todos os salários? Listas todos os médicos com o CRM entre 10 e 30. Listar os médicos admitidos após Listar os médicos ordenados por nome. 16-) Crie o BD abaixo utilizando e considerando um relacionamento MxN. Funcionário Contrato Empresa Profissão

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário Sumário Conceitos Microsoft Access 97... 01 Inicialização do Access... 02 Convertendo um Banco de Dados... 03 Criando uma Tabela... 06 Estrutura da Tabela... 07 Propriedades do Campo... 08 Chave Primária...

Leia mais

BANCO DE DADOS ACCESS. Junior Eu Te Amo!!!

BANCO DE DADOS ACCESS. Junior Eu Te Amo!!! BANCO DE DADOS ACCESS 2000 Agosto, 2007 Junior Eu Te Amo!!! SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 1 BANCO DE DADOS... 1 BANCO DE DADOS RELACIONAIS... 2 ABRINDO UM BANCO DE DADOS PRONTO... 3 JANELA BANCO DE DADOS... 4

Leia mais

Tela Inicial: O Banco de Dados e seus objetos:

Tela Inicial: O Banco de Dados e seus objetos: Access 1 Tela Inicial: 2 ÁREA DE TRABALHO. Nosso primeiro passo consiste em criar o arquivo do Access (Banco de Dados), para isto utilizaremos o painel de tarefas clicando na opção Banco de Dados em Branco.

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ACCESS

INTRODUÇÃO AO ACCESS 1 INTRODUÇÃO AO ACCESS O Access é um Sistema Gerenciador de Banco de Dados Relacional para microcomputadores, que roda a partir do Windows. No Access, um BD é composto, basicamente, de quatro módulos:

Leia mais

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário Sumário Conceitos Microsoft Access 97... 01 Inicialização do Access... 02 Convertendo um Banco de Dados... 03 Criando uma Tabela... 06 Estrutura da Tabela... 07 Propriedades do Campo... 08 Chave Primária...

Leia mais

Impressão e Fotolito Oficina Gráfica da EDITORA VIENA. Todos os direitos reservados pela EDITORA VIENA LTDA

Impressão e Fotolito Oficina Gráfica da EDITORA VIENA. Todos os direitos reservados pela EDITORA VIENA LTDA Autores Karina de Oliveira Wellington da Silva Rehder Consultores em Informática Editora Viena Rua Regente Feijó, 621 - Centro - Santa Cruz do Rio Pardo - SP CEP 18.900-000 Central de Atendimento (0XX14)

Leia mais

LIÇÃO 1 - INICIANDO E CRIANDO UM NOVO BANCO DE DADOS... 2 LIÇÃO 2 - CRIANDO TABELAS... 3 LIÇÃO 3 - MODIFICANDO A ESTRUTURA DE UMA TABELA...

LIÇÃO 1 - INICIANDO E CRIANDO UM NOVO BANCO DE DADOS... 2 LIÇÃO 2 - CRIANDO TABELAS... 3 LIÇÃO 3 - MODIFICANDO A ESTRUTURA DE UMA TABELA... Estudo dirigido Access 2007 1/24 LIÇÃO 1 - INICIANDO E CRIANDO UM NOVO BANCO DE DADOS... 2 LIÇÃO 2 - CRIANDO TABELAS... 3 LIÇÃO 3 - MODIFICANDO A ESTRUTURA DE UMA TABELA... 4 LIÇÃO 4 - TABELA - MODO FOLHA

Leia mais

Autora Karina de Oliveira

Autora Karina de Oliveira Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Oliveira, Karina de Access 2007 : gerenciando dados / Karina de Oliveira. -- Santa Cruz do Rio Pardo, SP

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

Apostila de iniciação ao Microsoft Access

Apostila de iniciação ao Microsoft Access Apostila de iniciação ao Microsoft Access 1 Apostila de iniciação ao Microsoft Access Autor: Márcio Henrique Chaves Goldschmidt Co-autor: Prof. Dr. Gabriel Adrián Sarriés Apostila de iniciação ao Microsoft

Leia mais

MICROSOFT ACCESS 2000 SUMÁRIO. APOSTILA ACCESS NRTE Campinas Oeste 2003

MICROSOFT ACCESS 2000 SUMÁRIO. APOSTILA ACCESS NRTE Campinas Oeste 2003 MICROSOFT ACCESS 2000 SUMÁRIO 01 - INTRODUÇÃO 02 - INICIANDO O ACCESS 2000 03 - CRIANDO UM BANCO DE DADOS 04 - TABELAS 05 - NOME DO CAMPO 06 - TIPO DE DADOS 07 - PROPRIEDADES DOS CAMPOS 08 - FORMATO 09

Leia mais

APOSTILA DE MICROSOFT ACCESS 2000. Jefferson Lordello Polizel Demóstenes F. da Silva Filho

APOSTILA DE MICROSOFT ACCESS 2000. Jefferson Lordello Polizel Demóstenes F. da Silva Filho APOSTILA DE MICROSOFT ACCESS 2000 Jefferson Lordello Polizel Demóstenes F. da Silva Filho PIRACICABA SP JANEIRO 2005 ÍNDICE Capítulo 1 O que é Banco de Dados? O que é o Access? Começando um novo banco

Leia mais

Sumário INTRODUÇÃO 3 BANCO DE DADOS 3 BANCO DE DADOS RELACIONAIS 4 ABRINDO UM BANCO DE DADOS PRONTO 6 JANELA BANCO DE DADOS 7

Sumário INTRODUÇÃO 3 BANCO DE DADOS 3 BANCO DE DADOS RELACIONAIS 4 ABRINDO UM BANCO DE DADOS PRONTO 6 JANELA BANCO DE DADOS 7 Sumário INTRODUÇÃO 3 BANCO DE DADOS 3 BANCO DE DADOS RELACIONAIS 4 ABRINDO UM BANCO DE DADOS PRONTO 6 JANELA BANCO DE DADOS 7 ASSISTENTE DE BANCO DE DADOS 14 CRIANDO BANCO DE DADOS COM ASSISTENTE 14 Etapas

Leia mais

Microsoft - Access 7.0. Índice

Microsoft - Access 7.0. Índice Índice Índice 1 Introdução ao Access 3 Criando um Banco de Dados Vazio I 4 Criando um Banco de Dados Vazio II 5 Criando um Banco de Dados Vazio III 6 Criando um Banco de Dados Vazio IV 6 Criando BD pelo

Leia mais

GERONET SERVICES Cursos Apostilas Manuais Tutoriais. Apostila de ACCESS XP

GERONET SERVICES Cursos Apostilas Manuais Tutoriais. Apostila de ACCESS XP Apostila de ACCESS XP Nelson Geromel SUMÁRIO INTRODUÇÃO 2 BANCO DE DADOS 3 BANCO DE DADOS RELACIONAIS 4 ABRINDO UM BANCO DE DADOS PRONTO 5 JANELA BANCO DE DADOS 6 Tabelas 6 Consultas 7 Formulários 7 Relatórios

Leia mais

Microsoft Access. Nível I. Pedro Fernandes

Microsoft Access. Nível I. Pedro Fernandes Microsoft Access Nível I Introdução Objectivos Introdução; Criar tabelas; Fazer consultas; Elaborar formulários; Executar relatórios. 2 Introdução aos Sistemas de Gestão de Bases de Dados (SGBD) Desde

Leia mais

Banco de Dados. Microsoft Access

Banco de Dados. Microsoft Access Banco de Dados Microsoft Access PARTE 01 edição 2007 Índice 01-) Conceito... 2 02) Sistema Gerenciador de Banco de Dados Relacional (SGBDR)... 3 03) Access... 3 04) Etapas para elaboração de um Banco de

Leia mais

Licenciamento de Uso

Licenciamento de Uso Licenciamento de Uso Este documento é propriedade intelectual 2002 do Centro de Computação da Unicamp e distribuído sob os seguintes termos: 1. As apostilas publicadas pelo Centro de Computação da Unicamp

Leia mais

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word 1 Iniciando o Word 2010 O Word é um editor de texto que utilizado para criar, formatar e imprimir texto utilizado para criar, formatar e imprimir textos. Devido a grande quantidade de recursos disponíveis

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice Índice Apresentação...2 Barra de Título...2 Barra de Menus...2 Barra de Ferramentas Padrão...2 Barra de Ferramentas de Formatação...3 Barra de Fórmulas e Caixa de Nomes...3 Criando um atalho de teclado

Leia mais

CURSO DE ACCESS AULA 2 Criando o Banco de Dados

CURSO DE ACCESS AULA 2 Criando o Banco de Dados ROTEIRO PARA CRIAR UM Banco de Dados Selecione a opção Banco de Dados vazio do Access, para criar um novo banco. Página 1 de 9 Selecione Tabela e clique em modo de estrutura. Vamos criar as seguintes tabelas

Leia mais

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/35 LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS No Microsoft Office Word 2007 é possível automatizar tarefas usadas frequentemente criando

Leia mais

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas Banco de Dados Microsoft Access: Criar s Vitor Valerio de Souza Campos Objetivos do curso 1. Criar uma no modo de exibição Folha de Dados. 2. Definir tipos de dados para os campos na. 3. Criar uma no modo

Leia mais

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas. Vitor Valerio de Souza Campos

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas. Vitor Valerio de Souza Campos Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas Vitor Valerio de Souza Campos Objetivos do curso 1. Criar uma tabela no modo de exibição Folha de Dados. 2. Definir tipos de dados para os campos na tabela.

Leia mais

Ao conjunto total de tabelas, chamamos de Base de Dados.

Ao conjunto total de tabelas, chamamos de Base de Dados. O QUE É O ACCESS? É um sistema gestor de base de dados relacional. É um programa que permite a criação de Sistemas Gestores de Informação sofisticados sem conhecer linguagem de programação. SISTEMA DE

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais

Base de dados I. Base de dados II

Base de dados I. Base de dados II Base de dados I O que é? Uma base de dados é um simples repositório de informação, relacionada com um determinado assunto ou finalidade, armazenada em computador em forma de ficheiros Para que serve? Serve

Leia mais

Microsoft Access. No Access, existem vários tipos de objectos: Tabelas. Consultas. Formulários Relatórios Macros Módulos

Microsoft Access. No Access, existem vários tipos de objectos: Tabelas. Consultas. Formulários Relatórios Macros Módulos É um SGBD do tipo relacional para a utilização em windows. Ao abrirmos o Access, podemos efectuar várias operações: abrir uma base de dados existente, ou então criar uma nova base de dados. Se criarmos

Leia mais

Modo Estrutura é o ambiente de definição e estruturação dos campos, tipos de dados, descrição e propriedades do campo.

Modo Estrutura é o ambiente de definição e estruturação dos campos, tipos de dados, descrição e propriedades do campo. Unidade 02 A- Iniciando o Trabalho com o ACCESS: Criar e Salvar um Banco de Dados Acessar o ACCESS Criar e Salvar o Banco de Dados Locadora Encerrar o Banco de Dados e o Access Criando um Banco de Dados

Leia mais

Microsoft Excel 2003

Microsoft Excel 2003 Associação Educacional Dom Bosco Faculdades de Engenharia de Resende Microsoft Excel 2003 Professores: Eduardo Arbex Mônica Mara Tathiana da Silva Resende 2010 INICIANDO O EXCEL Para abrir o programa Excel,

Leia mais

WORD. Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br. http://www.inf.ufsm.br/~leandromc. Colégio Politécnico 1

WORD. Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br. http://www.inf.ufsm.br/~leandromc. Colégio Politécnico 1 WORD Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br http://www.inf.ufsm.br/~leandromc Colégio Politécnico 1 WORD Mala direta Cartas Modelo Mesclar Etiquetas de endereçamento Formulários Barra

Leia mais

Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes)

Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) 1. Sobre o Microsoft Dynamics CRM - O Microsoft Dynamics CRM permite criar e manter facilmente uma visão clara dos clientes,

Leia mais

LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS

LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/36 LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS Macro Imprimir Neste exemplo será criada a macro Imprimir que, ao ser executada, deverá preparar a

Leia mais

Índice CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO... 5 TELA DO ACCESS... 6

Índice CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO... 5 TELA DO ACCESS... 6 Access 2010 Índice CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO... 5 TELA DO ACCESS... 6 Barra de Título e Acesso rápido... 6 Editando a barra de acesso rápido... 6 Faixa de Opções e Menu de ferramentas... 7 Barra de Status

Leia mais

Microsoft Excel 2000. Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br. http://www.pcs.usp.br/~alan

Microsoft Excel 2000. Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br. http://www.pcs.usp.br/~alan Microsoft Excel 2000 Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br http://www.pcs.usp.br/~alan Microsoft Índice 1.0 Microsoft Excel 2000 3 1.1 Acessando o Excel 3 1.2 Como sair do Excel 3 1.3 Elementos da

Leia mais

Microsoft Access XP Módulo Um

Microsoft Access XP Módulo Um Microsoft Access XP Módulo Um Neste primeiro módulo de aula do curso completo de Access XP vamos nos dedicar ao estudo de alguns termos relacionados com banco de dados e as principais novidades do novo

Leia mais

Microsoft Excel 2010

Microsoft Excel 2010 Microsoft Excel 2010 Feito por Gustavo Stor com base na apostila desenvolvida por Marcos Paulo Furlan para o capacitação promovido pelo PET. 1 2 O Excel é uma das melhores planilhas existentes no mercado.

Leia mais

Banco de Dados BrOffice Base

Banco de Dados BrOffice Base Banco de Dados BrOffice Base Autor: Alessandro da Silva Almeida Disponível em: www.apostilando.com 27/02/2011 CURSO TÉCNICO EM SERVIÇO PÚBLICO Apostila de Informática Aplicada - Unidade VI Índice Apresentação...

Leia mais

Para inserir custo fixo às tarefas, siga os passos abaixo :

Para inserir custo fixo às tarefas, siga os passos abaixo : Capítulo 9 Custos 166 CUSTOS INSERINDO CUSTO FIXO AO PROJETO O custo total do projeto é o custo total de recurso somado ao custo total de custos fixos. O custo com recurso já é computado quando alocamos

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

Lição 1 - Criação de campos calculados em consultas

Lição 1 - Criação de campos calculados em consultas 1 de 5 21-08-2011 22:15 Lição 1 - Criação de campos calculados em consultas Adição de Colunas com Valores Calculados: Vamos, inicialmente, relembrar, rapidamente alguns conceitos básicos sobre Consultas

Leia mais

Microsoft Word INTRODUÇÃO

Microsoft Word INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO O Word é uma ferramenta utilizada para o processamento e editoração eletrônica de textos. O processamento de textos consiste na possibilidade de executar e criar efeitos sobre um texto qualquer,

Leia mais

Criação de Consultas e Relatórios no Access CRIAÇÃO DE CONSULTAS E RELATÓRIOS NO ACCESS

Criação de Consultas e Relatórios no Access CRIAÇÃO DE CONSULTAS E RELATÓRIOS NO ACCESS Criação de Consultas e Relatórios no Access CRIAÇÃO DE CONSULTAS E RELATÓRIOS NO ACCESS Sumário Conceitos / Autores chave... 3 1. Introdução... 4 2. Consultas... 5 3. Relatórios... 8 4. Conclusões... 11

Leia mais

Aula 1: Noção Básica e Criação de Tabelas.

Aula 1: Noção Básica e Criação de Tabelas. Aula 1: Noção Básica e Criação de Tabelas. Introdução Olá! Seja bem-vindo a apostila de Microsoft Access 2010. Access 2010 é um Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados da Microsoft, distribuído no pacote

Leia mais

Associação Educacional Dom Bosco Curso de Engenharia 1º ano

Associação Educacional Dom Bosco Curso de Engenharia 1º ano Formatação condicional utilizando o valor da célula O que é? Algumas vezes é preciso destacar os valores, ou seja, como colocar em vermelho ou entre parênteses, os negativos, e de outra cor os positivos,

Leia mais

Power Point. Autor: Paula Pedone

Power Point. Autor: Paula Pedone Power Point Autor: Paula Pedone INTRODUÇÃO O POWER POINT é um editor de apresentações, pertencente ao Pacote Office da Microsoft. Suas principais características são: criação de apresentações através da

Leia mais

TUTORIAL DO ACCESS PASSO A PASSO. I. Criar um Novo Banco de Dados. Passos: 1. Abrir o Access 2. Clicar em Criar um novo arquivo

TUTORIAL DO ACCESS PASSO A PASSO. I. Criar um Novo Banco de Dados. Passos: 1. Abrir o Access 2. Clicar em Criar um novo arquivo TUTORIAL DO ACCESS PASSO A PASSO I. Criar um Novo Banco de Dados Passos: 1. Abrir o Access 2. Clicar em Criar um novo arquivo 3. Clicar em Banco de Dados em Branco 4. Escrever um nome na caixa de diálogo

Leia mais

Material desenvolvido por Melissa Lima da Fonseca. melissa.mlf@gmail.com.br - (031) 9401-4041. www.melissalima.com.br Página 1

Material desenvolvido por Melissa Lima da Fonseca. melissa.mlf@gmail.com.br - (031) 9401-4041. www.melissalima.com.br Página 1 EXCEL BÁSICO Material desenvolvido por Melissa Lima da Fonseca melissa.mlf@gmail.com.br - (031) 9401-4041 www.melissalima.com.br Página 1 Índice Introdução ao Excel... 3 Conceitos Básicos do Excel... 6

Leia mais

INTRODUÇÃO INICIANDO O WORD INSERIR TEXTO

INTRODUÇÃO INICIANDO O WORD INSERIR TEXTO SUMÁRIO 01 - INTRODUÇÃO 02 - INICIANDO O WORD 03 - INSERIR TEXTO 04 - SALVAR UM DOCUMENTO 05 - FECHAR UM DOCUMENTO 06 - INICIAR UM NOVO DOCUMENTO 07 - ABRIR UM DOCUMENTO 08 - SELECIONAR TEXTO 09 - RECORTAR,

Leia mais

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de OCR e separação de documentos de código de correção

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de OCR e separação de documentos de código de correção Este procedimento corresponde ao fluxo de trabalho de Indexação de OCR com separação de código de correção no programa de treinamento do Capture Pro Software. As etapas do procedimento encontram-se na

Leia mais

Nome Número: Série. Sumário

Nome Número: Série. Sumário Nome Número: Série Sumário Banco de Dados Físico... 2 Conceitos de banco de dados... 2 Os principais bancos de dados no mercado atualmente:... 3 Modelagem Física... 3 Modelo de Negócio: Clínica Veterinária...

Leia mais

Professor Paulo Najar www.aprenderdigital.com.br

Professor Paulo Najar   www.aprenderdigital.com.br ~ 1 ~ O QUE É O BROFFICE? Broffice.org é o nome de um conjunto de programas de escritório livre (free software), disponível na internet gratuitamente (no site www.broffice.org) que oferece ferramentas

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Sistema Nota Fiscal Eletrônica. Sil Tecnologia LTDA

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Sistema Nota Fiscal Eletrônica. Sil Tecnologia LTDA Sistema Nota Fiscal Eletrônica Sil Tecnologia LTDA SUMÁRIO INTRODUÇÃO 4 1. CONHECENDO OS COMANDOS DO SISTEMA 5 1.1 Tela Inicial do Sistema 5 1.2 Navegador de registros 6 1.3 Filtro de Registros 6 2. TELA

Leia mais

Índice. Elaboração e Direitos Reservados a Pedro Vieira Neto

Índice. Elaboração e Direitos Reservados a Pedro Vieira Neto Ms-Access Básico Índice Apresentação do Treinamento... 1 Público Alvo... 1 Objetivo... 1 Pré-Requisitos... 1 Instrutor Responsável... 1 Preparando o Ambiente de Treinamento... 2 Introdução... 2 O que é

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior 2000 Mozart de Melo Alves Júnior INTRODUÇÃO O Excel 7.0 é um aplicativo de planilha desenvolvido para ser usado dentro do ambiente Windows. As planilhas criadas a partir desta ferramenta poderão ser impressas,

Leia mais

MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO

MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO ÍNDICE Relatórios Dinâmicos... 3 Requisitos de Sistema... 4 Estrutura de Dados... 5 Operadores... 6 Tabelas... 7 Tabelas x Campos... 9 Temas... 13 Hierarquia Relacionamento...

Leia mais

MICROSOFT ACCESS 97. Introdução ao Microsoft Access 97. Noções básicas do Microsoft Access 97. Iniciando o MS Access 97

MICROSOFT ACCESS 97. Introdução ao Microsoft Access 97. Noções básicas do Microsoft Access 97. Iniciando o MS Access 97 1 MICROSOFT ACCESS 97 Introdução ao Microsoft Access 97 A apostila de treinamento básico em MS Access 97 foi cuidadosamente elaborada para que você possa utilizar esse programa eficientemente, num curto

Leia mais

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA LEIAME Apresentação Nenhuma informação do TUTORIAL DO MICRO- SOFT OFFICE POWER POINT 2003 poderá ser copiada, movida ou modificada sem autorização prévia e escrita do Programador Roberto Oliveira Cunha.

Leia mais

Diveo Exchange OWA 2007

Diveo Exchange OWA 2007 Diveo Exchange OWA 2007 Manual do Usuário v.1.0 Autor: Cícero Renato G. Souza Revisão: Antonio Carlos de Jesus Sistemas & IT Introdução... 4 Introdução ao Outlook Web Access 2007... 4 Quais são as funcionalidades

Leia mais

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica Em certa época, a planilha era um pedaço de papel que os contadores e planejadores de empresas utilizavam para colocar

Leia mais

Enviar Para (Destinatário do Email - Para Revisão) > Botão Office Opções do Word Personalizar Todos os Comandos Enviar para Revisão

Enviar Para (Destinatário do Email - Para Revisão) > Botão Office Opções do Word Personalizar Todos os Comandos Enviar para Revisão Word 2003: Arquivo Novo > Botão Office Novo Abrir... > Botão Office Abrir Fechar > Botão Office Fechar Salvar > Barra de Ferramentas de Acesso Rápido Salvar Salvar > Botão Office Salvar Salvar como > Botão

Leia mais

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Vendas...3 Os Recibos...6 Como imprimir?...7 As Listagens...9 Clientes... 10 Consulta... 11 Inclusão... 13 Alteração... 14 Exclusão...

Leia mais

GERENCIADOR DE CONTEÚDO

GERENCIADOR DE CONTEÚDO 1/1313 MANUAL DO USUÁRIO GERENCIADOR DE CONTEÚDO CRISTAL 2/13 ÍNDICE 1. OBJETIVO......3 2. OPERAÇÃO DOS MÓDULOS......3 2.1 GERENCIADOR DE CONTEÚDO......3 2.2 ADMINISTRAÇÃO......4 Perfil de Acesso:... 4

Leia mais

Barra de ferramentas padrão. Barra de formatação. Barra de desenho Painel de Tarefas

Barra de ferramentas padrão. Barra de formatação. Barra de desenho Painel de Tarefas Microsoft Power Point 2003 No Microsoft PowerPoint 2003, você cria sua apresentação usando apenas um arquivo, ele contém tudo o que você precisa uma estrutura para sua apresentação, os slides, o material

Leia mais

Sumário. Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido.

Sumário. Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido. Sumário Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido. Introdução ao Project Um projeto é uma seqüência bem definida de eventos, com um início e um final identificável. O foco de um projeto é obter

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS - PRH DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS - DRH

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS - PRH DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS - DRH UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS - PRH DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS - DRH DIVISÃO DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO - TDE Apostila do BrOffice.org

Leia mais

Apostila Curso Inclusão Digital na Terceira Idade Módulo Avançado Unicruz 2015/1. João David G. Prevedello

Apostila Curso Inclusão Digital na Terceira Idade Módulo Avançado Unicruz 2015/1. João David G. Prevedello Apostila Curso Inclusão Digital na Terceira Idade Módulo Avançado Unicruz 2015/1 João David G. Prevedello Básico Teclado e Mouse Um teclado tem mais de 100 teclas, existem de várias cores, formatos, cabos,

Leia mais

1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1.

1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1. 1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1. Partes da tela do Excel... Barra de fórmulas... Barra de status...

Leia mais

MVREP- Manual do Gerador de Relatórios. ÍNDICE

MVREP- Manual do Gerador de Relatórios. ÍNDICE ÍNDICE ÍNDICE... 1 CAPÍTULO 01 PREPARAÇÃO DO AMBIENTE... 2 1.1 IMPORTAÇÃO DO DICIONÁRIO DE DADOS... 2 CAPÍTULO 02 CADASTRO E CONFIGURAÇÃO DE RELATÓRIOS... 4 2.1 CADASTRO DE RELATÓRIOS... 4 2.2 SELEÇÃO

Leia mais

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR 1 Índice: 01- Acesso ao WEBMAIL 02- Enviar uma mensagem 03- Anexar um arquivo em uma mensagem 04- Ler/Abrir uma mensagem 05- Responder uma mensagem

Leia mais

Clique no menu Iniciar > Todos os Programas> Microsoft Office > Publisher 2010.

Clique no menu Iniciar > Todos os Programas> Microsoft Office > Publisher 2010. 1 Publisher 2010 O Publisher 2010 é uma versão atualizada para o desenvolvimento e manipulação de publicações. Juntamente com ele você irá criar desde cartões de convite, de mensagens, cartazes e calendários.

Leia mais

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet www.controlenanet.com.br Copyright 2015 - ControleNaNet Conteúdo Tela Principal... 3 Como imprimir?... 4 As Listagens nas Telas... 7 Clientes... 8 Consulta... 9 Inclusão... 11 Alteração... 13 Exclusão...

Leia mais

Montar planilhas de uma forma organizada e clara.

Montar planilhas de uma forma organizada e clara. 1 Treinamento do Office 2007 EXCEL Objetivos Após concluir este curso você poderá: Montar planilhas de uma forma organizada e clara. Layout da planilha Inserir gráficos Realizar operações matemáticas 2

Leia mais

Microsoft Office PowerPoint 2007

Microsoft Office PowerPoint 2007 INTRODUÇÃO AO MICROSOFT POWERPOINT 2007 O Microsoft Office PowerPoint 2007 é um programa destinado à criação de apresentação através de Slides. A apresentação é um conjunto de Sides que são exibidos em

Leia mais

GUIA DE AUXÍLIO PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS METODOLOGIA IFES

GUIA DE AUXÍLIO PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS METODOLOGIA IFES GUIA DE AUXÍLIO PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS METODOLOGIA IFES SUMÁRIO 1. PREENCHIMENTO DA PLANILHA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS...3 1.1 Menu...3 1.2 Termo de Abertura...4 1.3 Plano do Projeto...5 1.4

Leia mais

APOSTILA DE EXCEL 2007

APOSTILA DE EXCEL 2007 APOSTILA DE EXCEL 2007 1. Introdução Quando você cria uma planilha nova, a tela do computador é dividida em linhas e colunas, formando uma grade. A interseção de uma linha e de uma coluna é chamada de

Leia mais

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal Word 1 - Introdução O Word para Windows ou NT, é um processador de textos cuja finalidade é a de nos ajudar a trabalhar de maneira mais eficiente tanto na elaboração de documentos simples, quanto naqueles

Leia mais

Questão - 01. Essência do Excel 2003...

Questão - 01. Essência do Excel 2003... Valdir Questão - 01 Como deve proceder o usuário do Microsoft para que sejam atualizados os cálculos das funções ou fórmulas utilizadas nas planilhas? a) Pressionar a tecla F9 no teclado b) Pressionar

Leia mais

Trabalhando com banco de dados

Trabalhando com banco de dados Avançado Trabalhando com Aprenda a manipular dados no Excel com a ajuda de outros aplicativos da suíte Office Armazenar e organizar informações são tarefas executadas diariamente por todos nós. Desde o

Leia mais

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3. A série... 3

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3. A série... 3 WORD 2007 E 2010 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3 A série... 3 01 CAPTURAS DE TELA WORD 2010... 3 02 IMAGENS 2007/2010... 5 03 NOTAS DE RODAPÉ... 13 04 NUMERAÇÃO DE PÁGINAS... 15 05 CONTAR PALAVRAS...

Leia mais

Treinamento Excel 2010 Thalles Cezar Montenegro

Treinamento Excel 2010 Thalles Cezar Montenegro + Treinamento Excel 2010 Thalles Cezar Montenegro + Agenda Histórico Interface Principais Menus Salvando arquivos Abrindo arquivos Formatação + Histórico Surgiu em 1985 para Mac Fazer tudo o que o 1-2-3

Leia mais

Manual de Access 2007

Manual de Access 2007 Manual de Access 2007 Índice Introdução... 4 Melhor que um conjunto de listas... 5 Amizades com relações... 6 A Estrutura de uma Base de Dados... 8 Ambiente do Microsoft Access 2007... 9 Separadores do

Leia mais

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral MICROSOFT WORD 2007 George Gomes Cabral AMBIENTE DE TRABALHO 1. Barra de título 2. Aba (agrupa as antigas barras de menus e barra de ferramentas) 3. Botão do Office 4. Botão salvar 5. Botão de acesso à

Leia mais

Microsoft Excel Profª. Leticia Lopes Leite. Excel. Profª Leticia Lopes Leite

Microsoft Excel Profª. Leticia Lopes Leite. Excel. Profª Leticia Lopes Leite Microsoft Excel Profª. Leticia Lopes Leite Excel Profª Leticia Lopes Leite 1 Indice 1 Indice 2 2 Introdução 4 2.1 Área de Trabalho 4 2.2 Barra de Ferramentas 5 2.2.1 Ferramenta Pincel 5 2.2.2 Classificar

Leia mais

Manual do Usuário. Sistema Financeiro e Caixa

Manual do Usuário. Sistema Financeiro e Caixa Manual do Usuário Sistema Financeiro e Caixa - Lançamento de receitas, despesas, gastos, depósitos. - Contas a pagar e receber. - Emissão de cheque e Autorização de pagamentos/recibos. - Controla um ou

Leia mais

Aula 04 Word. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/

Aula 04 Word. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/ Aula 04 Word Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/ Agenda da Aula Editor de Texto - Word Microsoft Office Conjunto de aplicativos para escritório que contém programas

Leia mais

Base de dados em Microsoft Access. António Ferreira

Base de dados em Microsoft Access. António Ferreira Base de dados em Microsoft Access António Ferreira Programa Conceito de bases de dados Criar uma Base de Dados Criar uma tabela Tipos de dados Relações entre tabelas Exercício Guiado Bases de dados Conceitos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHAIS ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHAIS ESTADO DO PARANÁ NOVEMBRO / 2007 17 APRESENTAÇÃO Este material foi solicitado pela Secretaria Municipal da Administração SEMAD, e elaborado com o intuito de capacitar os servidores desta prefeitura, de todos os cargos

Leia mais

Planilha Eletrônica Excel

Planilha Eletrônica Excel COLÉGIO LA SALLE CANOAS Técnico em Informática Planilha Eletrônica Excel Excel Prof. Valter N. Silva Colégio La Salle Canoas Página 2 1. NOÇÕES BÁSICAS O Microsoft Excel 7.0 é um programa de planilha eletrônica,

Leia mais

Tutorial do Iniciante. Excel Básico 2010

Tutorial do Iniciante. Excel Básico 2010 Tutorial do Iniciante Excel Básico 2010 O QUE HÁ DE NOVO O Microsoft Excel 2010 é um programa de edição de planilhas eletrônicas muito usado no mercado de trabalho para realizar diversas funções como;

Leia mais

IMPRESS Trata-se do software pertencente ao pacote BrOffice.org, seu papel é a criação de apresentações

IMPRESS Trata-se do software pertencente ao pacote BrOffice.org, seu papel é a criação de apresentações IMPRESS Trata-se do software pertencente ao pacote BrOffice.org, seu papel é a criação de apresentações O que é uma Apresentação? É um arquivo em que são exibidos textos, gráficos, imagens, sons e animações,

Leia mais

Use a mala direta para criar e imprimir cartas e outros

Use a mala direta para criar e imprimir cartas e outros Página 1 de 19 Word > Mala direta Use a mala direta para criar e imprimir cartas e outros documentos Ocultar tudo É possível usar a mala direta quando deseja criar um conjunto de documentos, como uma carta

Leia mais

Manual Prático 2007/2010

Manual Prático 2007/2010 Manual Prático Microsoft Access 2007/2010 2 P á g i n a Manual Prático Microsoft Access 2007/2010 Este manual foi desenvolvido tendo em atenção as novas regras do acordo ortográfico. P á g i n a 3 INDICE

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior Mozart de Melo Alves Júnior WORD 2000 INTRODUÇÃO: O Word é um processador de texto com recursos de acentuação, formatação de parágrafo, estilo de letras diferentes, criação de tabelas, corretor ortográfico,

Leia mais

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição SSE 3.0 Guia Rápido Módulo Secretaria Nesta Edição 1 Acessando o Módulo Secretaria 2 Cadastros Auxiliares 3 Criação de Modelos Definindo o Layout do Modelo Alterando o Layout do Cabeçalho 4 Parametrização

Leia mais

Sistema Click Principais Comandos

Sistema Click Principais Comandos Sistema Click Principais Comandos Sumário Sumário... 1 1. Principais Funções:... 2 2. Inserção de Registro (F6):... 3 3. Pesquisar Registro (F7):... 4 3.1 Pesquisa por letras:... 5 3.2 Pesquisa por números:...

Leia mais

1. Introdução... 5. 2. Instalação do Módulo Gerenciador de Acessos SinaGAS... 6. 3. Tipos de Autenticação... 8. 3.1. Autenticação Sinacor...

1. Introdução... 5. 2. Instalação do Módulo Gerenciador de Acessos SinaGAS... 6. 3. Tipos de Autenticação... 8. 3.1. Autenticação Sinacor... Índice 1. Introdução... 5 2. Instalação do Módulo Gerenciador de Acessos SinaGAS... 6 3. Tipos de Autenticação... 8 3.1. Autenticação Sinacor... 8 3.2. Autenticação AD... 11 4. Fluxo Operacional... 14

Leia mais

Noções de Informática

Noções de Informática Noções de Informática 2º Caderno Conteúdo Microsoft Excel 2010 - estrutura básica das planilhas; manipulação de células, linhas e colunas; elaboração de tabelas e gráficos; inserção de objetos; campos

Leia mais

Banco de Dados Access Profa Elaine. Para criar um banco de dados proceda da seguinte forma:

Banco de Dados Access Profa Elaine. Para criar um banco de dados proceda da seguinte forma: Criando um banco de dados Ao acessar o MSAccess surgirá a seguinte tela: Para criar um banco de dados proceda da seguinte forma: 1. Dê um clique na opção banco de dados vazio. 2. Depois dê um clique no

Leia mais

Base de dados I. Uma base de dados é um simples repositório de informação relacionado com um determinado assunto ou finalidade

Base de dados I. Uma base de dados é um simples repositório de informação relacionado com um determinado assunto ou finalidade Base de dados I O que é? Uma base de dados é um simples repositório de informação relacionado com um determinado assunto ou finalidade Para que serve? Serve para gerir vastos conjuntos de informação de

Leia mais