negócios Certificação atesta excelência Jornal de franca e região

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "negócios Certificação atesta excelência Jornal de franca e região"

Transcrição

1 Jornal de negócios franca e região Ano XXI # 258 setembro de radio.sebraesp.com.br facebook.com/sebraesp youtube.com/sebraesaopaulo twitter.com/sebraesp Tiragem regional: Certificação atesta excelência Nicho de oportunidades mesmo em época de crise Setor de brindes cresce 7% ao ano e é terreno fértil para MPEs, como a Fantastic, de Rubens Lorenzetti, da Capital páginas 6 e 7 Com apoio técnico do Sebrae-SP, cafeicultora de Pedregulho, na região da Alta Mogiana, obtém selo de procedência para café especial que produz. Classificação pode valorizar o produto em até 30% página 23 O futuro do varejo aplique a tendência mundial: experiência de compra páginas 14 e 15 Organize melhor o tempo gerenciar as prioridades garante menos estresse página 11 Pronto para trilhar novos e promissores caminhos Graças ao Agentes Locais de Inovação (ALI), André Silva, da Color People, implanta melhorias visando crescimento de 20% nas vendas página 24 Amplie o campo de ação estratégias para atrair clientes e conseguir crescer páginas 20 e 21 Todos saem ganhando Ação estimula opção do consumidor por mercado local página 10 Fernanda Silveira Maciel Raucci cultiva 280 mil pés de café na Fazenda Terra Preta, onde colhe 2 mil sacas por ano M O V. 5 D E I M E N T O O U T U B R O C O M P R E. D O I O N E G Ó C P E Q U E N O VALORIZE O PEQUENO NEGÓCIO. ESSE NEGÓCIO TAMBÉM É SEU.

2 2 jornal de negócios franca e região cloud tags Produção Flores Melhoria genética Pesquisa Tendências Oportunidades Brindes Lucratividade Competitivo Experiência de compra Capacitação Atendimento Pós-vendas Organização Tempo Prospectar Clientes NOTAS DE FRANCA E REGIÃO X Empresários de Batatais, Franca e Ituverava visitam a Beauty Fair 2015 Neste dia 7, em parceria com as Associações Comerciais de Batatais, Franca e Ituverava, o Escritório Regional do Sebrae-SP de Franca realiza uma missão empresarial para a Beauty Fair 2015, uma das maiores feiras do segmento de beleza e estética no Brasil. O evento reúne no Expo Center Norte, em São Paulo, as principais marcas de cosmética, beleza e cabeleireiros da América Latina, Europa e EUA, bem como profissionais da indústria para mostrar as últimas novidades e tendências do segmento. A feira tem o objetivo de promover o desenvolvimento do setor, principalmente por meio da capacitação, abrangendo toda a classe profissional. trabalho em equipe é tema de curso O ER do Sebrae-SP de Franca prepara para os dias 15 a 17 de setembro e de 22 a 24 de setembro, das 19h às 23h, o curso Na Medida gestão de pessoas e equipes. O objetivo é criar condições para que os participantes compreendam que desenvolver e aplicar processos de gestão estruturados contribui para a melhoria da satisfação dos funcionários. Também retém talentos e propicia decisões mais justas, consolidando as bases para o crescimento da empresa. Entre o conteúdo abordado estão: sistema de gestão de pessoas; sistema de remuneração e provisão de pessoas; seleção; desempenho e retenção de talentos; o trabalho em equipe e a recepção humana; a comunicação interpessoal e os conflitos de uma equipe; e o empresário como um coach. Informações e inscrições pelo telefone (16) Evento apresenta o Empretec aos empresários O Escritório Regional (ER) do Sebrae-SP de Franca realiza neste mês três palestras de sensibilização do Empretec. Baseada em metodologia da Organização das Nações Unidas (ONU), essa capacitação procura desenvolver características de comportamento empreendedor e prepara os participantes para identificar novas oportunidades de negócios. As apresentações serão nos dias 9, às 19h; 15, às 19h; e 22, às 9h30, todas na sede do ER, na Avenida Dr. Ismael Alonso y Alonso, 789. O Empretec está previsto para ocorrer em novembro e essas palestras são a primeira etapa do processo de seleção para participar do seminário. Informações pelo telefone (16) Empresários de Franca visitam a Equipotel No dia 15 deste mês uma missão empresarial da região de Franca irá visitar a Feira Internacional de Equipamentos, Produtos, Serviços, Alimentos e Bebidas para Resorts, Hotéis, Pousadas, Motéis, Flats, Restaurantes, Bares, Botecos, Lanchonetes, Fast-Food, Cozinhas Industriais, Lavanderias e Similares Equipotel. A feira ocorre de 14 a 17 de setembro, das 13h às 21h, no Pavilhão de Exposições do Anhembi (Rua Olavo Fontoura, São Paulo). O evento é o ponto de encontro do setor de hospitalidade, alimentação e serviços da América Latina e está entre os cinco maiores do mundo no segmento. SERVIÇO Escritório Regional do Sebrae-SP em Franca Avenida Dr. Ismael Alonso y Alonso, 789 Vila Champagnat (16) /

3 edição 258 setembro de Receita torna mais fácil pedido de CNPJ Convênio assinado entre a Receita Federal e o Instituto de Registro de Títulos e Documentos e de Pessoas Jurídicas do Brasil deve simplificar a solicitação do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ). Além de conseguir o número de modo mais simples, a iniciativa pretende agilizar a alteração e a baixa do documento, em processo concomitante com o registro da ação pelo cartório. A parceria permitirá que o deferimento dos pedidos seja feito pelos cartórios de registro de pessoas jurídicas, que podem aderir ao novo formato. ELOGIE. SUGIRA. CRITIQUE. RECLAME. Queremos ouvi-lo: > clique em OUVIDORIA. Inspiração de cabeceira DOBRE SEUS LUCROS (Ed. Agir) Pela análise de mais de 100 empresas, Bob Fifer demonstra que é possível reduzir desperdícios, cortar custos e aumentar produtividade e preços dos produtos sem aborrecer ou perder o cliente. CULTURA ORGANIZACIONAL E GESTÃO ESTRATÉGICA (Ed. Atlas) Para Francisco Conejero Perez e Marcos Cobra, a cultura organizacional talvez seja o espelho da alma de uma instituição, tese baseada em exemplos das companhias aéreas brasileiras. MOTIVAÇÃO 3.0 (Ed. Campus) Para os tempos atuais, Daniel Pink defende, com base em estudos e experimentos, novos elementos para a motivação. Nessa abordagem, três características são fundamentais: autonomia, excelência e propósito. Cruzada pela competitividade Paulo skaf, Presidente do Sebrae SP No primeiro semestre de 2015, o total da arrecadação de impostos dos pequenos negócios brasileiros foi de R$ 34,2 bilhões, um aumento real de 6,73% sobre o mesmo período do ano passado, de acordo com a Secretaria da Micro e Pequena Empresa. Enquanto isso, o desempenho total da arrecadação federal apresentou retração de 2,87%. Na geração de postos de trabalho, de janeiro a junho deste ano, as micro e pequenas empresas foram responsáveis por criar 116,5 mil novos empregos, enquanto as médias e grandes encerraram mais de 476 mil vagas. Os dados são do SEBRAE e da FGV. Diante do atual cenário, e com as perspectivas que se desenham, será difícil repetir tal performance. Entretanto, os dados reforçam o que defendo há tempos: sem as amarras excessivas da burocracia e da tributação, e com acessos a tecnologia e financiamento, o setor produtivo responde à altura e dá a sua contribuição para o verdadeiro desenvolvimento sustentável. Por isso, continuo perseverante na cruzada pela ampliação dos incentivos aos pequenos empreendimentos, com a aprovação e sanção dos novos limites do Simples Nacional e a regulamentação da terceirização. Paralelo a isso, no Sebrae-SP tenho reforçado as ações focadas em inovação e educação, a fim de apoiar o aprimoramento dos processos de gestão e produção. Um exemplo de que esse é o melhor caminho é o do interior de São Paulo, exposto na vitrine mundial da Expo Milão até outubro. Com o nosso apoio, que se traduziu em um intensivão de inovação, criatividade e empreendedorismo, 109 pequenos produtores de mel do Vale do Paraíba passaram a vender o quilo do produto a R$ 32. Antes, conseguiam comercializá-lo por, no máximo, R$ 5. Nesta edição, você vai encontrar outros casos de empreendimentos que saltaram vários degraus na escala da competitividade graças à inserção de novos conhecimentos e tecnologias. O Brasil é muito maior do que a crise, basta focar e atuar sistemicamente na direção correta. Boa leitura! expediente Publicação mensal do Sebrae SP Tiragem total 500 mil exemplares CONSELHO DELIBERATIVO Presidente: Paulo Skaf ACSP, ANPEI, Banco do Brasil, Faesp, FecomercioSP, Fiesp, Fundação ParqTec, IPT, Desenvolve SP, SEBRAE, Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Sindibancos-SP, Superintendência Estadual da Caixa Econômica Federal. DIRETORIA EXECUTIVA Diretor-superintendente: Bruno Caetano Diretor técnico: Ivan Hussni Diretor de adm. e finanças: Pedro Jehá JORNAL DE NEGÓCIOS Unidade Inteligência de Mercado Gerente: Eduardo Pugnali Editora responsável: Marcelle Carvalho MTB Editores-assistentes: Roberto Capisano Filho e Daniel Lopes Apoio comercial: Unidade Comercial Giulliano Antonelli (gerente) Projeto gráfico e produção Impressão: Plural Indústria Gráfica SEBRAE-SP Rua Vergueiro, 1.117, Paraíso, CEP: Escritórios Regionais Sebrae SP Alto Tietê Araçatuba Araraquara Baixada Santista Barretos Bauru Botucatu Campinas Capital Centro Capital Leste I Capital Leste II Capital Norte Capital Oeste Capital Sul Franca Grande ABC Guaratinguetá Guarulhos Jundiaí Marília Osasco Ourinhos Piracicaba Pres. Prudente Ribeirão Preto São Carlos S. J. da Boa Vista S. J. do Rio Preto S. J. dos Campos Sorocaba Sudoeste Paulista Vale do Ribeira Votuporanga

4 4 jornal de negócios Pessimismo dos industriais volta a crescer O Índice de Confiança do Empresário Industrial, divulgado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) teve queda e alcançou 37,2 pontos em julho. É o menor valor desde 1999, início da série histórica. Houve recuo de 1,7 ponto sobre junho. Quando a comparação é feita em relação ao mesmo mês de 2014, a queda totaliza 9,2 pontos. O referencial varia de zero a 100 pontos. Quanto mais abaixo de 50, maior a falta de confiança. No recorte por tamanho, foram 36,1 pontos nas pequenas; 36 nas médias; e 38,3 nas grandes. Do Brasil para o mundo Carlos Miranda, CEO do BR Opportunities, conta como a Flores Online atraiu a atenção do fundo de private equity (grupo que investe em empresas consolidadas e aprimora os resultados para posterior venda) e se associou ao americano Flowers.com fundada há 17 anos, a flores online é uma das pioneiras do segmento no brasil. superou os obstáculos logísticos iniciais, cresceu junto com o varejo eletrônico no país e consolidou-se com um cardápio variado: desde 2006 vende kits de presentes, inclusive corporativos, compostos por itens que vão de chocolates e bebidas até perfumes e bichos de pelúcia. em 2012, ganhou novo impulso ao se unir ao flowers.com, um dos maiores grupos do mesmo segmento nos estados unidos, e ao fundo brasileiro de private equity br opportunities, fundado por carlos miranda. ao jornal de negócios, ele conta os motivos que o levaram a adquirir o empreendimento, que tem previsão de crescimento de 25% para Como foi o início? Na época da fundação do Flores Online, Marcelo Casarini trabalhava na Microsoft e se encantou com o início do e-commerce. Começou a empresa junto com a mãe, Fátima, já uma reconhecida florista, e o irmão Eduardo que se tornaria presidente da empresa. Como eram pequenos, conseguiram aprender todos os processos no mesmo ritmo dos operadores logísticos que foram entendendo as particularidades do segmento. O que chamou a atenção do BR Opportunities na operação? A especificidade do negócio. É algo em que tanto o produto como a data e, às vezes, a hora da entrega são perecíveis. Assim, a operação logística não é simples, o que cria uma enorme barreira a novos empreendedores. Além disso, é um negócio que consegue fazer entregas no mesmo dia da compra, para mais de 600 cidades no Brasil. Juntando isso tudo à vocação natural do empreendimento, de ser uma entregadora de emoções, deu-nos animação, porque são atributos que permitem aumentar muito o escopo de nossas ofertas e clientes. Qual é situação da empresa hoje? São 106 funcionários e mais de 600 parceiros em todo o País, o que permite que a loja realize entregas no mesmo dia em centenas de cidades brasileiras. No ano passado, o Flores Online faturou R$ 40 milhões e estima crescer 25% em Além de realizar vendas diretas para pessoa física, também aposta no mercado corporativo. Para isso, há as áreas Vendas Corporativas e AdSales, que, juntas, deverão representar 40% do faturamento neste ano. Quais são os desafios? O maior é capturar o novo cliente, já nascido no ambiente da internet e consumidor totalmente inserido no universo do mobile. Ele não fica muito tempo parado em frente ao computador, movimenta-se pela cidade, é conectado e precisa de respostas rápidas. Acredito que não seja uma tarefa fácil conquistar o jovem de 18 anos que, daqui cinco ou seis anos, já consumirá, usando o próprio dinheiro. Quais outros negócios estão na mira do BR? Somos focados em consumo. Acreditamos que o "boom" demográfico irá alavancar o consumo, independentemente das crises econômicas que ainda iremos passar. Prova disso é que, mesmo nessa época, nossos negócios crescem, em média, acima de 55% ao ano. Hoje temos, além da Flores Online, Mãe Terra [empresa de produtos orgânicos e naturais] e a Maremonti [rede de tratorias e pizzarias em sociedade com o empreendedor Arri Coser, ex-fogo de Chão e atual NB Steak]. Foto: Fernando Nunes

5 edição 258 setembro de Confiança dos empreendedores é a mais baixa No terceiro trimestre deste ano, a confiança de homens e mulheres empreendedores é a menor da série histórica, segundo levantamento feito pelo Insper em parceria com o Santander. O Índice de Confiança do Empresário de Pequenos e Médios Negócios no Brasil (IC-PMN) marcou 57,4 pontos, superando o recorde anterior de 58,8 pontos, obtido no segundo trimestre de A queda foi liderada pelo setor industrial, seguido pelo comércio. Serviços foi o menos pessimista, entre os 1,28 mil pequenos e médios consultados. NO VI DA DES Qualidade é estratégica nas MPEs Bruno Caetano, diretor-superintendente do Sebrae twitter abre espaço para anúncios das pequenas empresas A plataforma, com um bom número de anunciantes entre grandes empresas e multinacionais, está ampliando seu leque. Com o Twitter Ads, os pequenos empresários poderão se juntar a milhares de usuários em todo o mundo, aumentando o alcance de suas propagandas e as ofertas de produtos. Bem simples de usar, oferece uma extensa alternativa de segmentação para que o empresário anuncie e meça resultados de forma prática e objetiva. Quando o recuo do consumo parece longe de terminar, é hora das micro e pequenas empresas (MPEs) reagirem, seduzindo o consumidor de tal forma que o convença a comprar. Nesta edição do Jornal de Negócios, mostramos que a qualidade é uma das melhores estratégias para incrementar os resultados em tempos de cliente temeroso em relação ao amanhã. Reportagem mostra que, no segmento de flores e plantas ornamentais cuja previsão de crescimento chega a 8% neste ano, o apelo da beleza natural é encorpado por melhoramentos genéticos realizados em laboratórios. São inovações acessíveis para os produtores de pequeno porte e que valem o investimento, porque chegam a alcançar preço 20% superior na comparação com as espécies tradicionais. Como o varejo é diretamente impactado pelo mau desempenho da economia, enfocamos a bola da vez do segmento: a experiência de compra, conceito de relacionamento com os clientes que vem ganhando força. A proposta é criar um diferencial que atinja emocionalmente o consumidor e deixe uma lembrança positiva, de qualidade, sobre todo o processo na relação entre lojista e cliente, da compra ao pós-venda. Outro destaque é a prospecção de clientes que pode ser efetivada de várias maneiras, desde usar a internet como campo de busca e estimular a indicação até o compartilhamento de informações com empresas não concorrentes. Tão importante quanto encontrar novos compradores, é fidelizar os atuais. E, novamente, sem qualidade, não há como. Para incentivar a demanda, nós nos engajamos no Movimento Compre do Pequeno, que enfatiza as vantagens que todos têm ao comprar nas MPEs. Vamos falar mais sobre o tema em outubro, quando comemoramos o Mês do Empreendedor. Boa leitura. microempreendedor individual poderá recorrer aos procons Os Microempreendedores Individuais (MEIs) poderão apelar aos Procons órgãos estaduais e municipais de defesa do consumidor para resolver conflitos sobre consumo de produtos e serviços. Antes restritos às pessoas físicas, o atendimento é fruto de um acordo de cooperação técnica entre o SEBRAE e a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), do Ministério da Justiça. A medida vai beneficiar os 5 milhões de MEIs do Brasil que, diante de conflitos de consumo, ainda dispõem da plataforma: cobertura para exportações tem demanda crescente Micro, pequenas e médias empresas conseguiram um total de US$ 606 mil em coberturas nas operações de exportação até meados de junho. Foram vendidos itens como pallets de madeira, tecidos e granitos para empresas de vários países, entre os quais: Estados Unidos, México e República Dominicana. Os dados são do Ministério da Fazenda. Pela demanda crescente, em breve, a iniciativa contemplará o financiamento à produção. Para ter acesso ao Seguro de Crédito à Exportação, o produtor precisa se cadastrar no site da Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores e Garantias S/A (ABGF).

6 6 jornal de negócios Busca por crédito registra terceiro recuo consecutivo A demanda das empresas por crédito acusou queda de 0,5%, segundo dados da Serasa Experian, na comparação entre junho e maio. O resultado marca a terceira queda mensal seguida do indicador e reafirma as previsões de declínio da atividade econômica durante o segundo semestre deste ano. Para economistas da entidade, a elevação contínua da taxa Selic e os baixos níveis de confiança empresarial são fatores decisivos para entender a retração do indicador que fotografa a demanda por crédito corporativo nos últimos meses. Pequenas dominam 90% do mercado de brindes Conhecidos pelo poder de influenciar, esses itens podem ser importantes aliados das empresas que buscam atrair clientes e novos mercados. Setor cresce em média 7% ao ano Foto: Rubens Chiri A área de brindes se expande 7% ao ano no País e figura como um terreno fértil em oportunidades para as Micro e Pequenas Empresas (MPEs), que representam 90% das fabricantes, distribuidoras e revendedoras desses itens. Mesmo em período de crise, as que atuam com presentes promocionais crescem e há mercados a serem explorados. Não por acaso. Pesquisa feita em 2014 pela Agência 96 mostrou que Rubens Bitelli Lorenzetti, sócio da Fantastic Brindes: expectativa é faturar R$ 250 mil por mês neste ano 76% dos entrevistados declararam que as chances de efetuarem uma nova compra aumentam após ganharem mimos relevantes da marca e ter boa experiência com o produto adquirido. O dado comprova que, além de deixar o cliente satisfeito e agradecido, o brinde deve ser tratado como estratégia para atrair novos consumidores e fidelizar os antigos. É, portanto, um reforço de marketing importante. Para atender essa demanda é preciso ajustar-se ao que o mercado pede. Hoje, os empresários estão preocupados em propiciar uma experiência ao consumidor compatível com os conceitos que desejam divulgar. Assim, as lembrancinhas que oferecem algum tipo de interatividade ou que reforçam os pontos positivos da marca são muito apreciadas, afirma Auli De Vito, presidente da Forma Promocional, a idealizadora e organizadora da feira Brazil Promotion, uma das maiores do País. A inovação é sempre uma forma de chamar a atenção do consumidor e criar empatia. Entretanto, segundo De Vito, deve estar alinhada ao branding (gestão de marcas) e, sempre que possível, agregar valor. Outro aspecto a ser ressaltado é a atmosfera em que o presente é inserido, que pode contribuir para uma experiência inovadora, mesmo com produtos convencionais. Embora considerados supérfluos por alguns, e os primeiros a serem cortados em políticas de contenção de gastos, De Vito afirma que essa não é uma boa estratégia durante as crises. Os brindes são conhecidos pelo poder de influenciar o cliente no ponto de vendas. Em momentos adversos, uma campanha promocional bem planejada com presentes pode ser responsável por ganhos de mercado interessantes, afirma. Além disso, se existir uma política estruturada de distribuição, de modo que o freguês seja im-

7 edição 258 setembro de Classe C aperta o cinto, estoca e pede desconto Levantamento da consultoria Nielsen mostra que as famílias brasileiras, especialmente as da classe C, passaram a adotar diversas táticas para poupar recursos diante da crise: frequentam menos o supermercado, levam lista de compras mais curta (cortando itens considerados não essenciais, como cremes para pele, iogurtes e sucos) e, se há promoções, estocam. No consumo nacional, o gasto dessas famílias encolheu de 48% em 2014 para 46% em Quatro a cada cinco clientes pedem descontos, maior porcentual em relação a México, Chile, Argentina e Uruguai. pactado com alguma frequência, há uma tendência de que ele se torne leal à marca, completa. Estratégia eficaz Com a proximidade do fim do ano, as empresas de lembrancinhas se preparam para dar conta das encomendas corporativas e comemorativas. Segundo a consultora do Sebrae SP, Cássia de Freitas, a dica para as pequenas empresas se darem bem nesse mercado é apostar no diferencial. Sempre que a MPE quiser entrar em algum mercado, deve atuar na falha das grandes organizações, ou seja, nas brechas que estas não conseguem atingir. No setor de lembranças não é diferente, destaca. Significa que, enquanto as maiores corporações trabalham na quantidade, em linha de produção, a menor deve focar na flexibilidade de prazo e na personalização dos produtos oferecidos. Ideias inovadoras também podem ser um diferencial. Mas isso só se a empresa tiver esse perfil, não deve ser algo imposto, diz Cássia. Para fazer sucesso nessa área, o empreendedor Rubens Bitelli Lorenzetti, sócio da Fantastic Brindes, afirma que é preciso investir em uma estratégia agressiva de divulgação e relacionamento com clientes, mesmo em tempos de crise. Foi o que ele fez. Duplicou os investimentos em marketing da empresa no período da Copa do Mundo de 2014, quando muitas companhias estavam receosas sobre o sucesso do evento e o legado que deixaria ao País. Em períodos difíceis, investir em divulgação da marca é a melhor aposta para manter o negócio vivo. Sempre haverá empresas interessadas em comprar lembrancinhas, se eu me mostrar, elas me acharão, afirma Lorenzetti. A estratégia de divulgação da Fantastic envolve participação em feiras e eventos, anúncios em catálogos impressos e virtuais, além de banners em sites do segmento, que segundo o sócio, rendem mais de 200 mil acessos por mês. Hoje, com seis anos de mercado, a Fantastic Brindes revende produtos importados e também fabrica lembrancinhas personalizadas. Segundo Lorenzetti, a meta não é finalizar o ano repetindo o sucesso de 2014, quando o faturamento mensal ficou na casa dos R$ 600 mil. O período da Copa foi atípico para a empresa, vendemos muito mais do que costumamos, conta ele. Então, a expectativa do empresário para 2015, mesmo com as encomendas para as Olimpíadas do ano que vem no Rio de Janeiro, é continuar crescendo, porém, faturando algo em torno de R$ 250 mil. É um patamar de ganhos muito bom, pelo cenário de crise, diz Lorenzetti. Desafios do setor Entre os desafios do mercado, Lorenzetti afirma sofrer com a falta de mão de obra especializada e disponível. A maior parte do nosso trabalho passa pelo manuseio dos produtos para embalar, personalizar e entregar aos clientes. Operamos com muitos terceirizados e sofremos para encontrar profissionais de qualidade, afirma. Para incentivar os colaboradores que prestam bons serviços, a empresa orienta as parceiras a remunerar melhor os trabalhadores que se destacam, para mantê-los no emprego. Já o presidente da Forma Promocional aponta a ausência de normas para criar processos adequados nas empresas de brindes como um dos desafios do setor. Outro aspecto está ligado ao treinamento dos contatos comerciais desses fornecedores, que poderiam ter mais conhecimentos nas áreas de marketing e promocional, afirma De Vito. Apesar dos desafios, a feira Brazil Promotion acompanha o crescimento do setor ano a ano. Tivemos 240 estandes e mais de 12 mil visitantes únicos na última edição. A expectativa é de manutenção, em 2015, da performance do ano passado ou um pequeno crescimento da ordem de 5%, aponta. O poder dos presentes promocionais LEMBRANÇA EXPERIMENTAÇÃO FREQUÊNCIA RECOMPENSA PREFERÊNCiA Fonte: Agência 96 88% dos entrevistados confirmaram: Sim, ter a lembrancinha por perto me faz recordar a marca que me presenteou. 57% dos entrevistados trocariam de marca na hora da compra se o concorrente oferecesse um brinde atrativo. Entre os adultos (homens e mulheres entre 35 e 40 anos), esse porcentual sobe para 61%. 56% dos consumidores compram frequentemente o produto para garantir a coleção, se o mimo for colecionável e atrativo. 76% afirmam ainda que, depois de ganhar um presente relevante de uma marca moderna e ter boa experiência com o produto, uma nova compra é bastante provável. 45% tornam-se fiéis a uma marca que oferece brindes relevantes.

8 8 jornal de negócios Rendimento de empregados nas MPEs tem queda Os salários pagos pelas micro e pequenas empresas (MPEs) paulistas estão encolhendo, segundo a pesquisa Indicadores do Sebrae-SP. De janeiro e maio de 2015, o segmento teve expansão de 1,2% no contingente de pessoal ocupado, diante do mesmo período de Nos mesmos meses, a folha de pagamentos recuou 1,4% (descontada a inflação), em relação ao ano anterior. Para o segundo semestre de 2015, 60% dos donos de MPEs aguardam estabilidade no faturamento. Nota fiscal deve informar carga tributária Medida está em vigor desde janeiro e atinge também micro e pequenas empresas, que precisam se adaptar é obrigação dos estabelecimentos comerciais, desde janeiro, discriminar na nota fiscal os impostos pagos por produtos e serviços. A determinação do governo federal, por meio da Lei do Imposto na Nota (nº /12) tem por objetivo deixar claro para o consumidor a carga tributária que incide sobre a compra. A norma vale para empresas de todos os portes. A exceção fica apenas com o Microempreendedor Individual (MEI), que tem a opção de não disponibilizar a informação no ato da compra. Para os demais negócios, algumas orientações devem ser respeitadas. Na nota fiscal, o comerciante deve informar, em termos porcentuais ou em valores, o tributo que incide sobre aquela venda para o consumidor final. Caso um produto custe R$ 100 e a carga tributária seja de R$ 25, por exemplo, a nota deve citar, então, que o imposto sobre aquele produto é de R$ 25 ou 25%. Já quando se trata da comercialização de mais de um produto ou serviço, informa-se o total de carga tributária incidente naquele conjunto de mercadorias e não separadamente. A empresa que não cumprir com a determinação poderá sofrer penalidades previstas no Código de Defesa do Consumidor, que vão de multa a interdição do estabelecimento. O QUE ENTRA No cálculo de tributos a ser informado na nota fiscal, entram diversos impostos, como IPI, PIS, Pasep, Cofins, ICMS, ISS e, para alguns casos, IOF e Cide. Para os empreendedores optantes do Simples Nacional, esse cálculo pode ser mais básico. Isso porque essas empresas podem informar apenas a alíquota do regime tributário do próprio negócio. Um comércio que fatura até R$ 180 mil em um ano tem alíquota de 4%, segundo a tabela do Simples. Assim, esse deverá ser o porcentual informado ao consumidor na nota fiscal. Caso exista alguma incidência anterior, como IPI e substituição tributária, é preciso também somá-la ao cálculo. A micro e pequena empresa recolhe o imposto sobre o faturamento e não sobre cada produto. Então, o que vale, na verdade, não é o que o empresário vendeu, mas o faturamento total que está recolhendo, explica o consultor do Sebrae SP João Carlos Natal. Algumas soluções podem ajudar a cumprir a norma. O empresário tem a opção de solicitar a atualização do software de emissão da nota, incluindo, assim, o imposto incidente. Outra alternativa é afixar no estabelecimento comercial um painel visível a todos os consumidores com a carga tributária estimada para cada mercadoria paga. Apesar de essa última medida ser simples, o proprietário do Mercado Saga, em São Paulo, Oswaldo Kiyoshi, preferiu atualizar o software da nota fiscal. Como não paguei nada a mais pela adaptação, achei melhor essa saída porque o consumidor pode analisar as informações com calma na nota. Na placa, pode ser que ele não veja. Em seu mercado, Kiyoshi está implantando a atualização nos três caixas. A obrigatoriedade de discriminar o imposto não foi sua única motivação. Muitos consumidores pediam a Nota Fiscal Paulista, mas não tínhamos um sistema para isso. Fazíamos a notinha à mão e enviávamos para o contador. Agora, fica mais fácil e rápido, e o cliente tem mais confiança. Esse pedido faz parte do Programa Nota Fiscal Paulista, do governo estadual, pelo qual, informando o número do CPF, o consumidor recebe de volta parte do ICMS recolhido. Para disponibilizar essa opção sem recorrer à nota fiscal manual, Kiyoshi atualizou o software utilizado nos caixas, adaptando-o para o programa e para a legislação do imposto discriminado. Segundo Natal, o empreendedor também ganha com a norma. Essa informação é importante dentro da gestão do negócio. Ao ter clareza sobre esse dado, o empresário pode avaliar o peso da alíquota dentro da formação do preço de venda do produto ou serviço. Assim, essa parte não fica apenas sob a responsabilidade do contador, assinala. jornal de negócios O vídeo mostra como funciona a Calculadora Sebrae: AJUDA NOS CÁLCULOS A Calculadora Sebrae é mais uma alternativa para auxiliar o empresário no cumprimento da legislação federal sobre discriminação do imposto na nota fiscal. Com essa ferramenta, é possível obter dados para informar o valor estimado da carga tributária sobre produtos e serviços comercializados. Ela soma a alíquota que incide sobre a faixa de receita do Simples Nacional (conforme a atividade exercida pelo empresário) e o valor médio pago de substituição tributária (com base em estudos do SEBRAE e de instituições de pesquisa especializadas). Está disponível no site do Sebrae SP, com instruções de uso. Basta fazer o download da calculadora, abrir o arquivo no Microsoft Excel e habilitar a planilha para editar. Depois, é só selecionar a unidade federativa, a atividade, o regime de tributação e a faixa de receita. Em seguida, clique em Calcular Tributo e em Gerar o Cartaz e você terá um painel com as informações necessárias para afixar no estabelecimento comercial. Para saber mais, entre no link:

9 edição 258 setembro de Comércio tem o pior primeiro semestre em 2015 desde 2002 Com expansão de 2,6% entre janeiro e junho deste ano, o varejo nacional fecha o período com o pior resultado desde 2002, segundo dados da Serasa Experian. O setor de veículos puxou o recuo, com retração de 12,5%, seguido por material de construção, cuja queda foi de 7,1%. É resultado da conjuntura econômica que começou a se deteriorar no ano passado, com os aumentos da inflação, da taxa de juros e, agora, mais recentemente, do desemprego, diz o economista da entidade, Luiz Rabi. Agenda de Feiras Setembro Rodeio de Limeira Quando: 4 a 12 de setembro Onde: Espaço Rodeio de Limeira LIM 369, Km 1, Caixa Postal 462 Informações: (19) ª Beauty Fair 2015 Quando: 5 a 8 de setembro Onde: Expo Center Norte R. José Bernardo Pinto, 333 São Paulo-SP Informações: Exposição Municipal Agropecuária Comercial e Industrial de Avaré (Emapa) Quando: 8 a 14 de setembro Onde: Parque de Exposições Fernando Cruz Pimentel R. Doutor Fernando Cruz Pimentel Avaré-SP Informações: (14) XLIV Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola (Conbea 2015) Quando: 13 a 17 de setembro Onde: Hotel Fazenda Fonte da Colina Verde R. Veríssimo Prado, São Pedro-SP Informações: (16) ª Feira internacional e equipamentos, produtos, serviços, alimentos e bebidas para hotelaria (Equipotel 2015) Quando: 14 a 17 de setembro Onde: Anhembi Av. Olavo Fontoura, São Paulo-SP Informações: Alimentaria Brasil 2015 (feira internacional de alimentos e bebidas) Quando: 15 a 18 de setembro Onde: Anhembi Parque Av. Olavo Fontoura, São Paulo-SP Informações: (11) ª Feira Internacional de Logística (Movimat 2015) Quando: 15 a 17 de setembro Onde: Expo Center Norte R. José Bernardo Pinto, 333 São Paulo-SP Informações: 8ª Mobile Payment As melhores práticas em Mobile Payment, Commerce e Banking Quando: 16 a 17 de setembro Onde: Hotel Transamérica Av. das Nações Unidas, São Paulo-SP Informações: 16ª IHRSA / Fitness Brasil 2015 Quando: 17 a 19 de setembro Onde: Transamérica Expo Center Av. Doutor Mário Vilas Boas Rodrigues, 387 São Paulo-SP Informações: 2º Congresso Estadual da Mulher Empresária Quando: 18 de setembro Onde: Palácio de Convenções Anhembi Av. Olavo Fontoura, São Paulo-SP Informações: (11) De 14 a 18 de setembro participe da Semana do Comércio Varejista e aqueça as vendas da sua loja! Participe de cursos, oficinas, palestras e capacitações. Conheça dicas e soluções variadas para o comércio varejista: vitrinismo, exposição de produtos, atendimento ao cliente, gestão de estoque, e-commerce e muito mais! Não fique de fora. Aumente suas vendas e chances de lucrar. Procure o Sebrae-SP mais próximo, ligue ou acesse: Semana do Comércio Varejista: quem quer crescer, vai!

10 10 jornal de negócios Inadimplência com cheques é a maior em seis anos A devolução de cheques por insuficiência de fundos foi a maior registrada em maio nos últimos seis anos. As informações são do Indicador Serasa Experian de Cheques sem Fundos. Em abril, o índice chegou a 2,26%. No mesmo período de 2014, o porcentual era de 2,17%. O registro também foi o terceiro maior desde o início da série histórica, em Apenas maio de 2006 (2,37%) e maio de 2009 (2,52%) foram piores. Para os economistas da Serasa Experian, inflação, juros e desemprego em alta seriam as causas do aumento. Movimento nacional valoriza o pequeno Campanha apoiada pelo Sebrae SP estimula consumidor a comprar das MPEs, desenvolvendo as economias local e nacional M O V. 5 D E I M E N T O O U T U B R O C O M P R E. D O I O N E G Ó C P E Q U E N O V alorizar os pequenos empreendimentos e, com isso, contribuir para os desenvolvimentos local e nacional: esse é o objetivo do Movimento Compre do Pequeno Negócio. Apoiada pelo Sebrae SP, a inciativa desenvolve diversas ações com o objetivo de conscientizar as micro e pequenas empresas (MPEs) e os consumidores sobre a importância de priorizar e incentivar a compra em estabelecimentos menores e de bairro. Melhoria da qualidade de vida na região, geração de novas oportunidades na vizinhança, aquecimento do mercado de trabalho, desenvolvimento da comunidade e estímulo à inovação são alguns dos benefícios que a compra em pequenos negócios pode gerar. O movimento vê nesses pequenos empreendimentos o futuro do País. Isso porque essas empresas geram 52% dos empregos formais no Brasil, distri- buindo melhor a renda pelo território nacional. Juntas, as MPEs respondem por 27% de toda a riqueza produzida em território brasileiro, o Produto Interno Bruto (PIB). A campanha terá como marco a data 5 de outubro, quando é celebrado o Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa. Até lá, a ideia é espalhar e promover esse comportamento por todo o País. Para levar essa mensagem ao público, o Sebrae SP preparou diversas ações, como treinamento de empresários, distribuição de material informativo e adesivos, como explica o gerente de Inteligência de Mercado, Eduardo Pugnali. Faremos uma série de capacitações para o empresário pensar estratégias que possam ser feitas visando ao movimento, como promoções e mudanças de vitrines, de modo que o estabelecimento não passe em branco na data, explica. Para mostrar a devida relevância desses negócios, o Movimento Compre do Pequeno Negócio reforça aspectos como a proximidade dos estabelecimentos com casa, trabalho e lazer dos consumidores. A oportunidade de emprego também é um ponto ressaltado pela campanha, lembrando que milhões de trabalhadores tiveram a primeira chance em um empreendimento de menor porte. mobilização da sociedade A valorização da mão de obra local é só um dos aspectos estimulados pela opção de compra no menor empresário. Essa atitude também auxilia a comunidade, já que o dinheiro circula mais nos bairros, dinamizando-os não só nos grandes centros comerciais. A campanha deve contar com a participação efetiva dos empreendedores, que exercem papel importante na hora de transmitir essa mensagem para os clientes, indica Pugnali. O Movimento não está direcionado apenas a micro e pequenas empresas, também visa dar o devido valor para o consumidor. Queremos falar com o cliente do nosso cliente. A ideia é que essa seja uma mobilização da sociedade para que, cada vez mais, os consumidores valorizem os pequenos negócios que estão no entorno, reconhecendo que eles, de fato, são o motor da economia. Mais informações sobre o Movimento Compre do Pequeno Negócio podem ser obtidas no site bem como nos Escritórios Regionais do Sebrae SP. M O V. 5 D E I M E N T O O U T U B R O C O M P R E. D O I O N E G Ó C P E Q U E N O ENTRE NESSA CORRENTE PELAS REDES SOCIAIS O Movimento Compre do Pequeno Negócio também está nas redes sociais. Para divulgar e compartilhar registros, os consumidores e donos de micro e pequenos empreendimentos podem postar selfies e depoimentos acompanhados das hashtags da campanha: #eucomprodopequenonegocio; #compredequemvoceconhece; #compredequemestapertodevoce; #compredopequeno.

11 edição 258 setembro de Crise aumenta procura por consertos em veículos Dados da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) apontam que, nos últimos meses, os ajustes na economia têm provocado aumento nos gastos com consertos de veículos. Segundo a Pesquisa Mensal do Comércio Varejista (PCCV), as lojas de autopeças tiveram alta de 2,5% em abril diante do mesmo período de Na cidade de São Paulo maior mercado consumidor do Estado, a expansão nas vendas desses itens foi de quase 25%. Já as vendas de veículos, no mesmo intervalo de tempo, caíram 5%. Faça render o seu tempo Saber administrar bem a agenda ajuda o empreendedor a reduzir problemas, concluir tarefas pendentes e manter o negócio saudável C om um time enxuto, micro e pequenas empresas colocam um desafio a mais nas mãos de seus proprietários: sem ter a quem delegar, muitas vezes, eles precisam se desdobrar para dar conta das tarefas. Nesse cenário, administrar bem o tempo para conseguir cumprir a agenda parece uma missão impossível. A boa notícia é que existem meios para garantir agilidade. O empreendedor costuma dizer que não tem tempo para fazer tudo. Na verdade, o que falta é senso de organização, afirma o consultor do Sebrae SP, Ruy Barros. De acordo com ele, o passo inicial é ter a atitude de querer organizar o dia a dia do negócio. Uma estratégia é usar listas e colocar no papel o que tem a fazer. No decorrer do dia, conforme apareçam novas atividades, o empreendedor deve acrescentá-las na relação e estabelecer quais merecem primeiro a sua atenção. Assim, ele determina prioridades e usa o tempo da melhor maneira para resolver tudo o que precisa, explica. Veja mais algumas dicas práticas: Telefonemas No começo do dia, liste todas as ligações que precisará fazer ao longo do período, levando em conta as prioridades (as mais importantes em primeiro lugar) e os horários. Encaixe as ligações recebidas fora da programação entre as já anotadas. O essencial é não perder o controle do planejado no início do dia para não encadear uma série de imprevistos e interrupções. Use pastas organizadoras Saber onde estão exatamente os papéis de que precisa ajuda a economizar minutos preciosos. Uma boa dica é adotar pastas sanfonadas, de preferência com 30 arquivos de plástico. A intenção é destinar cada espaço para um dia do mês, colocando ali tarefas que não po- dem atrasar e contas a pagar. Assim, o empresário utiliza a pasta como uma agenda, abrindo-a diariamente para checar as responsabilidades do dia. Diminua o número de reuniões Segundo Barros, é comum entre os empresários a realização de reuniões improdutivas, que não resolvem muita coisa. Se for mesmo necessária, programe o encontro com uma pauta bem definida e previsão de início e fim. Além disso, gerencie o tempo no encontro, estabelecendo, ainda, metas e objetivos posteriores, comenta. SINAIS DE ALERTA Algumas pistas podem sinalizar se o empresário tem alguma dificuldade para gerenciar o tempo de forma adequada. O primeiro indício é quando ele trabalha arduamente todos os dias, a empresa não dá resultados e o empresário não consegue enxergar quais são os problemas. Pode ser sinal de que ele não esteja fazendo a gestão do negócio, justamente por não conseguir organizar o tempo, assinala o consultor do Sebrae SP. Barros compara o problema à pressão alta. Assim como ela, a má gestão do tempo é uma complicação que você não percebe que tem. Só constata quando há uma crise, observa ele. A boa administração do tempo traz resultados valiosos, segundo o consultor, como redução do estresse na empresa, resolução de problemas e tomada de decisões mais efetivas. Além disso, resolvido esse gargalo, o empresário cria condições para ter um olhar mais inovador para os seus negócios. O consultor reforça, ainda, que o empreendedor não pode deixar de lado a participação na atividade-fim do negócio. A empresa começa a crescer e, se ele perde o contato com a sua base, é mais fácil de o negócio ruir. Não importante importante Definindo prioridades Uma dica simples para definir as prioridades do dia é seguir a matriz de urgência, conforme a ilustração. Nesse quadro, o empresário pode dividir e elencar quais atividades são prioridades ou não. No quadrante de tarefas urgentes e importantes, devem ser colocados aqueles problemas inadiáveis, imprevistos de risco e projetos com prazo apertado. Já no eixo de ações não urgentes, mas importantes, o empreendedor pode inserir estratégias, planejamentos, treinamentos e ações preventivas. No quadro de atividades não importantes, mas urgentes, entram interrupções, telefonemas, reuniões e tarefas que podem ser delegadas a outras pessoas. E, por fim, no quadrante de ações não importantes e não urgentes estão, por exemplo, conversas triviais, tarefas agradáveis e quaisquer atividades que resultem em perda de tempo. urgentes crises interrupções Fonte: Sebrae SP, SB Coaching, Tech Center não urgentes metas e planejamentos distrações

12 12 jornal de negócios Mais brasileiros querem ter o próprio negócio... Pelo menos 38,5 milhões de brasileiros sonham em abrir a própria empresa. O dado faz parte do levantamento do Instituto Data Popular, que mapeou a intenção em 28% dos entrevistados. Em 2013, 23% expressou a mesma intenção. Entre os interessados, 78% estão se preparando, seja pesquisando a área almejada (38%), seja economizando (28%), seja estudando (12%). Os brasileiros enxergam no empreendedorismo uma iniciativa para garantir mais renda e um bom futuro para a família, diz o presidente do Data Popular, Renato Meirelles. Flores de laboratórios, uma tendência Pequenos agricultores podem recorrer a material genético melhorado para produzir novidades cada vez mais belas e resistentes D e encanto fácil, as flores têm um poder de atração natural, fazendo girar, no Brasil, um mercado de R$ 5,7 bilhões no ano passado, segundo o Instituto Brasileiro de Floricultura (Ibraflor). Enquanto a economia nacional registra queda na maioria das atividades, o setor espera elevação de 8% no faturamento este ano. Em São Paulo, a expectativa de bons negócios é grande. O Estado é o maior produtor do País, com cerca de 30% do segmento, tornando a região mais do que um polo de plantio, uma vitrine estratégica. Neste mês, a chegada da primavera impulsiona ainda mais esse mostruário das tendências. Os que operam no segmento contam com as feiras e exposições para conhecerem as novas plantas que ganharam melhorias de cores, tamanhos, formas e durabilidade. A inovação consiste, basicamente, em chegar a um novo tipo de planta com a manipulação do material genético e reprodução em laboratório. Para quem compra mudas melhoradas, cultivo, ajuste e colheita de resultados levam, aproximadamente, um ano e meio de trabalho. Alma do negócio O Grupo Swart, grande produtor e referência nacional no cultivo de rosas de corte e kalanchoes, não abre mão São Paulo é o maior produtor do País, com cerca de 30% do segmento da estratégia, comenta o diretor Victor Villa Nova. A inovação é a alma do negócio nessa área. A vantagem para o produtor é levar para o consumidor a novidade e não ter tanta concorrência no início, podendo agregar mais valor aos itens comercializados, conta. A estratégia tem impacto positivo no bolso de quem a cultiva. Segundo Villa Nova, as flores que têm melhorias genéticas chegam a ser comercializadas com valor 20% superior às convencionais. A estratégia também pode fazer parte da realidade dos pequenos. É o caso do orquidário familiar Colibri Orquídeas, localizado em São Lourenço da Serra (SP). A propriedade nasceu em 1998, já de olho em oferecer aos clientes mais do que plantas convencionais, como explica uma das proprietárias, Lúcia Morimoto. Fomos ao Japão estudar a parte de melhoramento, de reprodução de orquídeas em laboratório e, ao retornarmos, aprimoramos os conhecimentos. E, então, vislumbramos o segmento de exposições", conta. Segundo a empresária, 70% dos clientes do orquidário são colecionadores que compram, geralmente, em eventos específicos, que oferecem tipos raros ou especiais. Por isso, trabalhar com melhoramento das flores se tornou vital para a companhia de Lúcia. Lidamos com espécies que não são facilmente encontradas em floriculturas e que, além disso, são mais simples de cultivar. O trabalho feito no Colibri Orquídeas tem o objetivo bem definido. Não adianta ter uma planta espetacular, mas de difícil cultivo. Nós não tentamos sofisticar a flor, mas domesticá- -la". Segundo Lúcia, a evolução feita em uma espécie une as melhores qualidades de orquídeas diferentes. A vantagem é que o modelo que adotamos cabe em nossa propriedade, já que para fazer uma produção em grande escala precisaríamos de uma área bem maior. Conseguimos sobreviver porque oferecemos uma grande variedade, mas em pouca quantidade e conseguimos, assim, trazer mais valor para o nosso trabalho", conta Lúcia. A tentativa de inovar é importante aliada de pequenos, explica o consultor do Sebrae SP Fábio Brass. Buscar novidades como variedades, plantas em evidência na mídia ou mesmo explorar espécies ornamentais ainda inéditas podem incentivar o consumo e destacar o item, recomenda. Eventos importantes O processo de produzir exemplares melhorados pode ser feito internamente, com estrutura adequada para a intervenção genética, ou comprando de terceiros, como indica o sócio-proprietário da Hórtica Consultoria e Inteligência de Mercado, Hélio Junqueira. O material básico, geralmente, é desenvolvido e comercializado por empresas e breeders [melhoristas] internacionais, principalmente da Holanda, Japão e Estados Unidos. Para o acesso a materiais genéticos novos e de primeira linha, o agricultor deve entrar em contato com fornecedores estrangeiros, solicitando catálogos e informações técnicas e comerciais, orienta. Os eventos e exposições do setor são um bom caminho para contatar essas companhias. A pequena e charmosa Holambra, no interior paulista, é reconhecida como ponto de encontro dos empresários e consumidores de plantas ornamentais. A cidade, além de grande produtora, é palco de três importantes eventos, obrigatórios nas agendas dos empresários

13 edição 258 setembro de e Região Norte tem maioria dos candidatos a empreendedores A pesquisa do Data Popular mostra que a Região Norte detém a maior concentração dos que têm vontade de empreender (55%). Em seguida, vêm as regiões Nordeste (33%), Sul (26%), Centro-Oeste (24%) e Sudeste (24%). Homens predominam entre os candidatos a empresário, com 53%. A classe média lidera (50%), seguida pela alta (28%) e pela baixa (22%). Jovens de 18 e 35 anos são o maior grupo (54%). Depois, os de 36 e 45 anos (19%), e maiores de 46 anos (27%). Na formação escolar, ensino fundamental é a maioria (50%). Depois, médio completo (37%), e superior (13%). interessados em investir em descobertas, sugere Junqueira. Em julho, a Hortitec apresenta itens comerciais e abre espaço para negociações de testes em campo para validar lançamentos, assim como levar propostas de material genético. No mês seguinte, o Enflor apresenta novidades para lojistas, decoradores, designers e artistas. Em setembro, é a vez de mostrar para o grande público consumidor as tendências de mercado, na Expoflora. O Grupo Swart, por exemplo, participa desse último evento levando, neste ano, os kalanchoes de corte, com pequenas flores, de caule longo e resistentes ao etileno, o hormônio que envelhece as plantas fruto do processo de melhoria investido pela empresa. De acordo com Villa Nova, o valor aplicado na novidade retorna, geralmente, em seis meses após o lançamento e comercialização. Para tomar a decisão de aplicar em melhorias, o consultor do Sebrae SP Fábio Brass recomenda: Existe a pressão do mercado querendo ver o setor inovar e atrair o consumidor. Somente pela beleza notória das plantas, a reação não é relevante, é preciso fazer mais para se manter e crescer. Para se diferenciar, é necessário saber que qualquer mudança pode impactar tanto nas despesas para produção, quanto nas rotinas da lavoura. É indispensável planejar, analisar e colocar tudo na ponta do lápis, sugere. Passo a passo para investir em novidades Para produzir flores e plantas ornamentais que passaram por melhorias, pode-se recorrer a diversos materiais genéticos, como sementes, mudas e bulbos. O empresário interessado em comprar de terceiros a novidade precisa seguir, basicamente, o caminho abaixo, segundo o consultor Hélio Juqueira: Foto: Rubens Chiri 1. Conheça o mercado O produtor deve contatar consumidores potenciais, varejistas e atacadistas para saber quais são as variedades e tendências em alta. Feiras e exposições são bons canais de contato. 2. Analise a viabilidade O interessado em novidades precisa fazer um estudo de aptidão climática e ecológica da região. É preciso checar se a propriedade tem condições de fazer a adaptação do cultivo. É preciso visualizar se vale a pena, assim como as escalas e períodos de cultivo. 3. Faça um plano de negócios A logística deve estar apta, bem como os preços a serem cobrados, formulando, de preferência, um planejamento para todo o processo. 4. Negocie Na hora de fechar o acordo comercial com a empresa que fornecerá o material genético, estude como será feito o pagamento de royalties da variedade inovadora e negocie previamente para não ter problemas no futuro. Lúcia Morimoto, da Colibri Orquídeas: "Trabalhamos com espécies que não são comumente encontradas nas casas especializadas"

14 14 jornal de negócios Crédito para os pequenos deve alcançar R$ 1,5 bilhão até dezembro... As previsões de microcrédito do Banco do Brasil (BB) somam R$ 1,5 bilhão ao longo deste ano. Focados nos empreendedores informais (pessoas físicas), individuais e micro e pequenas empresas, os financiamentos se destinam ao capital de giro e investimentos como aquisição de mercadorias. Em 2014, foram liberados R$ 2,1 bilhões, com predominância de transações 66% no segundo semestre. Até junho de 2015 foram contratados R$ 570 milhões. A expectativa do BB é que, até dezembro, seja liberado R$ 1 bilhão. Experiência de compra, adote esse diferencial Conceito explora o estímulo sensorial e formas de relacionamento com clientes para fortalecer a marca e aumentar as vendas Foto:Rubens Chiri A bola da vez no varejo atende pela expressão experiência de compra. Ela exprime um conceito de relacionamento com os clientes que vem ganhando força. A proposta é criar um diferencial que atinja emocionalmente o consumidor e deixe uma lembrança positiva em todo o processo na relação entre lojista e cliente, desde o ato da aquisição até o pós-venda. Adequar essa nova ideia à pratica é um dos desafios atuais dos varejistas. Para começo de conversa, é preciso entender e sentir o conceito desse novo termo. Segundo o consultor do Sebrae SP Jean Fábio de Oliveira, experiência de compra é uma forma de a empresa demonstrar como ela pode Marcelo Dória, da Depósito da Lingerie, encomendou uma fragrância personalizada para o ambiente da loja enriquecer a vida de seu cliente. Para isso, não basta vender algo. É preciso estimular os sentidos e as formas de relacionamento com o consumidor, deixando que ele decida pela compra por valores relacionados aos sentimentos, e não pela simples razão, explica. O assunto é tão importante que ganhou espaço nas últimas edições da National Retail Federation (NRF), evento que acontece anualmente em Nova York (EUA) e é referência mundial para as tendências do setor varejista. Adotar esse conceito significa criar um diferencial para a empresa diante dos consumidores com maior poder de decisão. Hoje, eles são acirradamente disputados, até mesmo pelas lojas online, e expostos a um volume de informações, tornando-os mais seletivos. O lojista que dá atenção a isso se destaca dos concorrentes e, assim, atrai os clientes interessados em quem atenda melhor às suas expectativas emotivas e experiências com os produtos ou serviços disponibilizados. Teoria na prática Foi o que notou o proprietário do Depósito de Lingerie, Marcelo Dória. Após implantar o novo conceito em suas lojas, ele sentiu o efeito nas vendas. As dez unidades do Depósito da Lingerie avançaram em fidelização de clientes, taxa de conversão (a pessoa que entra na loja e compra) e tíquete médio. Para ele, isso é a consequência do aumento do nível de satisfação do público-alvo. Focado na inovação, ele afirma: Queremos evoluir de forma qualitativa. As mudanças começaram a partir de 2014, após sua participação na NRF e as visitas técnicas que fez em lojas de Nova York com um grupo do Sebrae SP. O empresário notou que os estabelecimentos de lá tinham o conceito de experiência de compra bem desenvolvido. Ao voltar, ele fez algumas adaptações para seguir o mesmo caminho. Além de praticar preços competitivos e suas lojas estarem localizadas em pontos de fácil acesso, deu maior atenção ao ambiente do ponto comercial e treinamento dos vendedores. Entre as novidades adotadas, o empresário colocou nas dez unidades, todas localizadas na zona leste de São Paulo, um painel descritivo com a história do bairro, uma forma de reforçar o vínculo afetivo entre a loja e a consumidora daquela região. Ao entrar no estabelecimento, ela encontra café fresquinho e ambiente agradável, e é recebida por um cumprimento atencioso da vendedora: Olá, bom dia/boa tarde/boa noite, seja bem- -vinda ao Depósito da Lingerie, meu nome é..., qualquer coisa, é só me chamar. É papel da atendente também estimular a cliente a tocar nas peças, a fim de incentivar o tato. Para caprichar no atendimento, o time da Depósito da Lingerie passa por treinamento frequente, numa sala batizada por Dória de Universidade da Lingerie. Depois de uma pesquisa com clientes e vendedoras, o empresário descobriu a fragrância que mais agradava e encomendou a um químico a tal essência. Agora, manda fazer os produtos de limpeza com esse aroma, para que o ambiente tenha um cheiro característico. O objetivo das estratégias adotadas por ele é estimular os cinco sentidos: tato, olfato, visão, audição e paladar. Quem não vende um conjunto de atributos com qualidade tende a ter sérias dificuldades de se adaptar no varejo, comenta. jornal de negócios No vídeo, confira dicas da Loja Conceito Sebrae-SP do Brás para aprimorar seu comércio:

15 edição 258 setembro de com orientações de gestão do Banco do Brasil No Programa Crescer de Microcrédito Produtivo Orientado (MPO), o Banco do Brasil (BB) oferece um diferencial para os negócios de pequeno porte: orientação na administração feita por agentes de crédito. Segundo o diretor-geral da Unidade de Negócios Sociais e Desenvolvimento Sustentável do BB, Asclepius Ramatiz Lopes Soares, o serviço se torna relevante para aqueles que aproveitam a crise para empreender. A linha é dirigida aos microempreendedores e microempresas com faturamento de até R$ 120 mil por ano. Ambiente do estabelecimento Um novo jeito de vender o seu peixe ÿ Criar uma identidade visual, sobretudo com cores que se comuniquem com o tipo de cliente atendido. ÿ Estabelecer uma atmosfera de conforto para o cliente, com iluminação, sonorização e aromas próprios da loja. ÿ Determinar formas de entretenimento ao cliente, mantendo-os mais tempo dentro da loja. Dicas para oferecer uma experiência de compras "nota 10" Atendimento ÿ Adotar uma abordagem exclusiva e personalizada, focada no tipo de cliente que deseja atingir. ÿ Os profissionais de vendas deverão entender de gente conhecer seus gostos, preferências, tendências e comportamentos. ÿ Customizar os serviços, pois serão o grande diferencial para as lojas físicas. Qualidade de produto e serviço ÿ Vivemos a era da democracia do luxo, ou seja, os consumidores têm poder de compra e querem produtos e serviços que não conseguiam obter antes. Mas, diante da concorrência com preços semelhantes, a qualidade é o valor que faz a diferença na experiência de compra. ÿ Os consumidores de hoje têm vontades e desejos exclusivos, e não massificados como antes. Isso entra em sua percepção de qualidade. Para eles, entregar esse valor é obrigação do lojista. Pós-venda ÿ O pós-venda deve ser sempre o melhor canal de relacionamento com o cliente. Lembre-se de que o varejo se trata de uma experiência cíclica. ÿ Criar estratégias para manter o consumidor conectado à loja. ÿ Utilizar meios de comunicação para enviar atualizações de produtos/serviços e antecipar as vendas por esses meios. ÿ Tratar toda e qualquer reclamação o mais rapidamente possível. ÿ Divulgar os elogios recebidos a todos os clientes que procurarem por referências de seu atendimento. Fonte: Jean Fábio de Oliveira, consultor do Sebrae SP

16 16 jornal de negócios Classificados o sebrae-sp não se responsabiliza pelas informações disponibilizadas neste espaço publicitário. o anunciante assume responsabilidade total por sua publicidade. alimentícios ABRA SUA FRANQUIA Parceria séria e responsável desde 1964 Mensalidades fixas, sem surpresas! Tel. (11) Um grande negócio para você que ama a natureza drjardim.com.br confecção diversos ABRA SUA FRANQUIA FACÇÃO, de corte de tecidos: trabalhamos com todos os tipos de tecidos, possuímos o selo ABVTEX. Tratar com Ferraz, tels.: (11) e (11) CONSTRUÇão civil 47mm Premiada como um dos 25 melhores negócios do Brasil homeangels.com.br DMelo arquitetura urbanismo ABRA SUA FRANQUIA 42mm Desenvolvimento / Projetos para Lojas e Franquias Fone (19) / A franquia de estética mais completa do Brasil homedepil.com.br consultoria CONSULTORIA, em tecnologia fiscal e equipamento homologado e NFCF-e, soluções de baixo custo. Tel.: (11) ou MELHORIA de resultado, profiss. gestão, planejamento financeiro, custo, formação de preço, fluxo de caixa. Tel.: ; Soluções em TI para MPEs Infraestrutura e Redes Suporte Técnico e Equipamentos Licenças Antivirus Certificados Digitais Invista na qualidade e segurança em tecnologia (11) ABRA SUA FRANQUIA Reparos e Reformas Um negócio com a marca mais conhecida do Brasil drfaztudo.com.br

17 edição 258 setembro de Para tornar a comunicação mais acessível ao cliente com deficiência auditiva, o SEBRAE-SP disponibiliza o serviço de intérprete de Libras em seus eventos presenciais. A solicitação do serviço deverá ser comunicada no ato da inscrição e com antecedência de 5 (cinco) dias úteis à data de realização do evento. O cliente, ou seu representante, poderá se inscrever pessoalmente nos Escritórios Regionais, pelo portal do SEBRAE-SP ou pelo Quer anunciar? Procure um dos escritórios do Sebrae-SP informática ORGANIZACIONAL REFLEXOLOGIA é um tratamento de saúde indicado para depressão, estresse, fobias, tensão e outros. Assista ao vídeo; Tel.: (11) marcas e patentes TRANSPORTE

18 18 jornal de negócios Na hora de escolher o curso de coaching, é bom se prevenir Segundo a Federação Brasileira de Coaching Integral Sistêmico (Febracis), entre as principais precauções estão checar a qualidade da instituição de ensino e atentar à qualidade dos cursos e a adaptação à sua necessidade. Os exercícios práticos precisam ser monitorados por um mentor experiente e capacitado que trabalhe na área. Vale conferir se o instituto certificador internacional existe de fato, pedindo o nome do presidente/diretor e o telefone de contato. Segundo a Febracis, 99% das entidades são apenas de fachada. Coaching para as pequenas Embora ainda cara, a consultoria pessoal pode ajudar donos de MPEs a melhorar performance do negócio A mplamente usado por grandes corporações para desenvolver habilidades de seus executivos, o coaching (treinamento, em português) começa a despertar o interesse dos donos de micro e pequenas empresas (MPEs), segundo Paulo Vieira, presidente da Federação Brasileira de Coaching Integral Sistêmico (Febracis). A missão desse treinador é ajudar a equilibrar qualidades técnicas com inteligência emocional, algo funda- mental para conduzir de maneira eficiente um negócio, independentemente de seu porte. A procura pelo atendimento triplicou nos últimos dois anos, afirma Vieira, que acrescenta que o custo do serviço ainda é elevado (de R$ 180 a R$ 6 mil por hora). Segundo a coach Cristina Gomes, sócia da Asas Desenvolvimento Humano, o consultor pessoal precisa ter conhecimentos em comportamento humano, mudança e negócios. Apoiado por um mentor, o empreendedor entende que não basta ter uma boa ideia. Antes de colocar seu produto na rua, é preciso se estruturar técnica e intelectualmente, afirma Cristina. Antes de contratar a assessoria, a consultora de negócios do Sebrae-SP, Esmeralda Queiroz, recomenda checar a certificação do prestador do serviço. Ela compara o coaching a uma terapia. Isso porque o atendimento é individual e o aconselhamento é voltado aos desenvolvimentos pessoal e profissional, e não para a gestão do negócio. O que mais se aproxima disso no Sebrae-SP é o Empretec, programa que destaca o comportamento empreendedor, afirma. Ministrado em seis dias, com 60 horas de capacitação, esse seminário baseia-se em metodologia da Organização das Nações Unidas (ONU) e promove o melhor desempenho empresarial, dando maior segurança para tomar decisões, entre outros aspectos. Essa, é para você e a sua empresa! De 05 a 10 de outubro, na Semana do Empreendedor, confira as dicas e soluções que o Sebrae-SP e parceiros prepararam para alavancar os pequenos negócios. São diversas ações como atendimentos nos escritórios do Sebrae-SP, caravanas Sebrae Móvel ou tendas em locais públicos, além de palestras, oficinas e orientações para você, que quer abrir ou melhorar sua empresa. Participe. O evento dura uma semana. Os resultados são para o ano todo. Para participar, procure um dos locais de atendimento do Sebrae-SP, ligue ou veja a programação e detalhes em:

19 edição 258 setembro de Apenas agricultura tem desempenho positivo na geração de emprego Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), apenas a agricultura teve desempenho positivo, com geração de postos de trabalho formais. O resultado se refere ao mês de junho e se deve a razões sazonais. O setor com mais baixas foi a indústria, com o fechamento de empregos, seguida por serviços (menos postos) e comércio (25.585). A construção civil fechou vagas. empretech Na frequência do cliente Tecnologia de identificação por radiofrequência (RFID) pode auxiliar no controle de estoque e diminuir as filas nos caixas Maiores benefícios para os usuários são: ÿ Identificar e rastrear ativos e pessoas Ainda pouco presente no varejo do País, o sistema de RFID (Radio Frequency Identification) permite constatar todas as informações do produto instantaneamente, por meio de uma etiqueta inteligente. É possível fazer o controle de estoque da loja em tempo real, pois a tecnologia identifica cada produto mesmo que ele troque de lugar dentro do estabelecimento, diz o consultor do Sebrae SP Paulo Marcelo Tavares Ribeiro. O sistema é composto por emissor (a etiqueta, que envia o sinal), receptor (antena) e captador (software que identifica as informações). O preço de implantação varia com o tamanho da loja e de acordo com número de produtos. Estima-se que para um estabelecimento de 90 metros quadrados, o custo de instalação fique em torno de R$ 40 mil. O grosso do investimento fica por conta desse serviço e da compra do software, que gerenciará os processos. As etiquetas (R$ 0,10 a unidade) e antenas que captam o sinal são de baixo custo. No varejo, o sistema pode ser usado para controlar estoque, com a identificação dos produtos pelas etiquetas; enviar mensagens de promoções para os clientes que estão nos arredores da loja; acompanhar a vida útil de um produto e oferecer sua troca quando a validade expirar; e reforçar a segurança do estabelecimento, uma vez que as antenas identificam quando um produto sai do local sem passar pelo caixa. Outra aplicação no varejo pode diminuir as grandes filas na hora de pagar nas lojas e supermercados. Com a tecnologia, o cliente poderia atravessar o caixa com todos os produtos, sem tirá los do carrinho ou das sacolas, e eles seriam registrados automaticamente, evitando a leitura manual do código de barras de cada item, afirma Ribeiro. Há outras aplicações comuns da solução, mas que passam despercebidas. Essa tecnologia é utilizada para liberar cancelas de pedágios, supermercados e outros estacionamentos pagos, cujos valores serão cobrados em forma de fatura. ÿ Verificar e melhorar a eficiência de processos ÿ Aprimorar o controle de inventário ÿ Melhorar a gestão de produtos perecíveis ÿ Reduzir perdas ÿ Combater roubos e falsificações ÿ Obter maior confiabilidade na gestão de dados ÿ Contar com informações acuradas para tomada de decisões ÿ Atender aos requerimentos de varejistas e distribuidores ÿ Controlar pós-venda e garantia ÿ Viabilizar a sincronização da cadeia de suprimentos ÿ Ampliar a visibilidade dos produtos ÿ Diminuir os riscos operacionais ÿ Aumentar a satisfação e a fidelidade do cliente números do setor 12 aplicações R$ 40 mil é o valor aproximado para instalação da tecnologia em 90 m² R$ 0,10 Cada etiqueta inteligente custa, em média, dez centavos Existe pelo menos uma dúzia de usos da RFID Fonte: Fit Instituto de Tecnologia

20 20 jornal de negócios Burocracia desestimula negócios e incentiva a corrupção Reduzir a burocracia deveria ser uma prioridade do governo. Essa é uma das conclusões da pesquisa Retratos da Sociedade Brasileira Burocracia, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), realizada em parceria com o Ibope, que ouviu pessoas em 142 municípios brasileiros. No levantamento, 72% dos entrevistados disseram que combater a burocracia deveria ser uma ação urgente. Para 74%, o excesso de burocracia desestimula os negócios, incentiva a corrupção e a informalidade, além de onerar o Tesouro. A arte de prospectar clientes Buscar novos consumidores demanda planejamento e foco, mas com parcerias e criatividade é possível obter bons resultados S capital paulista. A proprietária Adriana Dalboni apostou na clientela do comércio vizinho para atrair novos pacientes. A dentista organizou sorteios e distribuiu brindes, além de entregar panfletos divulgando a clínica. Um paciente que chega ao consultório como resultado dessas estratégias já paga o investimento, conta Adriana. A primeira grande ação do consultório para atrair novos clientes também nasceu de uma parceria. Com a Foto: Fernando Nunes Todas as crianças que fazem tratamento na clínica recebem um certificado personalizado, diz Adriana er empreendedor vai além de administrar o negócio e entregar um bom produto ou serviço. Conquistar nova clientela é vital para que a empresa gire e nunca pare de crescer. Para fazer esse trabalho, é necessário não só focar em aumentar a freguesia, mas também criar ações para fidelizá-la. A atividade de prospecção exige tempo e planejamento, como explica o consultor do Sebrae SP Paulo Marcelo Ribeiro. Antes de buscar clientes, é preciso definir de maneira clara qual o público-alvo da empresa. A recomendação é fazer uma reflexão estratégica com os colaboradores para definir quem será atingido, sugere. Para começar, uma estratégia indicada por Ribeiro é retomar o contato com a lista de clientes que já passaram pelo estabelecimento e não retornaram. O passo seguinte é olhar para o mercado e perceber onde estão as oportunidades. Segundo o consultor, o empresário tem diversas opções para prospectar clientes, como participar de feiras de negócios, contratar base de dados ou fechar parcerias com empresas de outro setor, mas com mesmo público. Se ele tem uma empresa que trabalha com roupas de esporte, pode fazer uma parceria com uma academia para vender o produto ali, aponta. A estratégia tem dado certo para o consultório Dalboni Odontologia, na divulgação em lojas de brinquedos, Adriana propôs, em outubro do ano passado, um mês inteiro dedicado às crianças: em todos os sábados, o consultório realizou atividades lúdicas para informar sobre a importância da higiene bucal, desmistificando o medo dos pequenos de ir ao dentista, e atraindo, de quebra, novos pacientes. Fiz um evento com a fada do dente. Eu dava uma aulinha sobre higiene bucal para as crianças e inventei uma história em que ela aparecia para ajudar as crianças a perderem o medo do consultório. As crianças ajudavam a atender a personagem. A repercussão foi ótima. Com isso, aumentou em 30% a minha carteira de clientes, conta Adriana. A clínica não se restringe a buscar mais pacientes. A fidelização faz parte da rotina. Sempre mando cartinha de aniversário e lembrancinhas no fim Com ações como o painel com fotos de pacientes, Adriana Dalboni mantém taxa de fidelização de 80% do ano. Além disso, os clientes recebem a cada seis meses um ou telefone para retornar e fazer a parte preventiva, afirma Adriana. Com as crianças, o cuidado é ainda maior. Todas as crianças que fazem tratamento na clínica recebem um certificado personalizado, parabenizando-as pelo bom hábito, diz Adriana. No dia da consulta, ela tira a foto do pequeno paciente na cadeira odontológica e coloca no certificado, que é enviado depois pelos Correios. E quem quiser pode ter uma foto comigo ou sozinha para ser colocada na galeria, que fica na recepção. No início, fiz só dos pequenos, até ser surpreendida com o pedido dos adolescentes para ter imagens deles também, conta. O sucesso, segundo ela é garantido: com essas ações de fidelização, o consultório mantém 80% da clientela.

negócios Loja acolhedora vende mais Jornal de piracicaba e região

negócios Loja acolhedora vende mais Jornal de piracicaba e região Jornal de negócios piracicaba e região Ano XXI # 258 setembro de 2015 www.sebraesp.com.br 0800-570-0800 radio.sebraesp.com.br facebook.com/sebraesp youtube.com/sebraesaopaulo twitter.com/sebraesp Tiragem

Leia mais

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com. AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.br COM O SEBRAE, O SEU NEGÓCIO VAI! O Sebrae Goiás preparou diversas

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

negócios Varejo com agenda cheia Jornal de são carlos e região

negócios Varejo com agenda cheia Jornal de são carlos e região Jornal de negócios são carlos e região Ano XXI # 258 setembro de 2015 www.sebraesp.com.br 0800-570-0800 radio.sebraesp.com.br facebook.com/sebraesp youtube.com/sebraesaopaulo twitter.com/sebraesp Tiragem

Leia mais

SEBRAE - SP apresenta :

SEBRAE - SP apresenta : SEBRAE - SP apresenta : 2015 O SEBRAE-SP O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) - em SP, tem a missão de promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos empreendimentos

Leia mais

Pequenos Negócios no Brasil. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br

Pequenos Negócios no Brasil. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br Pequenos Negócios no Brasil Pequenos Negócios no Brasil Clique no título para acessar o conteúdo, ou navegue pela apresentação completa Categorias de pequenos negócios no Brasil Micro e pequenas empresas

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

páginas 12 e 13 Parceria, cursos e avanço

páginas 12 e 13 Parceria, cursos e avanço Jornal de negócios são josé do rio preto e região Ano XXI # 258 setembro de 2015 www.sebraesp.com.br 0800-570-0800 radio.sebraesp.com.br facebook.com/sebraesp youtube.com/sebraesaopaulo twitter.com/sebraesp

Leia mais

página 23 Valorização que beneficia os dois lados Campanha apoiada pelo Sebrae-SP estimula opção dos

página 23 Valorização que beneficia os dois lados Campanha apoiada pelo Sebrae-SP estimula opção dos Jornal de negócios ribeirão preto e região Ano XXI # 258 setembro de 2015 www.sebraesp.com.br 0800-570-0800 radio.sebraesp.com.br facebook.com/sebraesp youtube.com/sebraesaopaulo twitter.com/sebraesp Tiragem

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

Perfil das mulheres empreendedoras

Perfil das mulheres empreendedoras Perfil das mulheres empreendedoras Estado de São Paulo Março/ 2013 Objetivos Conhecer quantas são as mulheres empreendedoras no estado de São Paulo; Conhecer o perfil das mulheres empreendedoras quanto

Leia mais

negócios Loja bonita vende mais Jornal de capital

negócios Loja bonita vende mais Jornal de capital Jornal de negócios capital Ano XXI # 258 setembro de 2015 www.sebraesp.com.br 0800-570-0800 radio.sebraesp.com.br facebook.com/sebraesp youtube.com/sebraesaopaulo twitter.com/sebraesp Tiragem regional:

Leia mais

página 23 Valorização que beneficia os dois lados Campanha apoiada pelo Sebrae-SP estimula opção dos

página 23 Valorização que beneficia os dois lados Campanha apoiada pelo Sebrae-SP estimula opção dos Jornal de negócios jundiaí e região Ano XXI # 258 setembro de 2015 www.sebraesp.com.br 0800-570-0800 radio.sebraesp.com.br facebook.com/sebraesp youtube.com/sebraesaopaulo twitter.com/sebraesp Tiragem

Leia mais

página 24 Valorização que beneficia os dois lados Campanha apoiada pelo Sebrae-SP estimula opção dos

página 24 Valorização que beneficia os dois lados Campanha apoiada pelo Sebrae-SP estimula opção dos Jornal de negócios sudoeste paulista Ano XXI # 258 setembro de 2015 www.sebraesp.com.br 0800-570-0800 radio.sebraesp.com.br facebook.com/sebraesp youtube.com/sebraesaopaulo twitter.com/sebraesp Tiragem

Leia mais

MARKETING DE RELACIONAMENTO

MARKETING DE RELACIONAMENTO MARKETING DE RELACIONAMENTO 1 O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica

Leia mais

negócios Fortalecendo os lojistas Jornal de sorocaba e região

negócios Fortalecendo os lojistas Jornal de sorocaba e região Jornal de negócios sorocaba e região Ano XXI # 258 setembro de 2015 www.sebraesp.com.br 0800-570-0800 radio.sebraesp.com.br facebook.com/sebraesp youtube.com/sebraesaopaulo twitter.com/sebraesp Tiragem

Leia mais

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO.

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Workshop para empreendedores e empresários do Paranoá DF. SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Dias 06 e 13 de Dezembro Hotel Bela Vista Paranoá Das 08:00 às 18:00 horas Finanças: Aprenda a controlar

Leia mais

Como participar pequenos negócios Os parceiros O consumidor

Como participar pequenos negócios Os parceiros O consumidor Movimento incentiva a escolha pelos pequenos negócios na hora da compra A iniciativa visa conscientizar o consumidor que comprar dos pequenos é um ato de cidadania que contribui para gerar mais empregos,

Leia mais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais Byte Software POLÍTICA COMERCIAL Parceiros Comerciais 2013 1. Apresentação Este guia descreve o Programa de Parceria Byte Software através de uma estrutura básica, incluindo como participar e, ainda, uma

Leia mais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais/CVB s

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais/CVB s Byte Software POLÍTICA COMERCIAL Parceiros Comerciais/CVB s 2013 1. Apresentação Este guia descreve o Programa de Parceria Byte Software através de uma estrutura básica, incluindo como participar e, ainda,

Leia mais

OS DESAFIOS DO INTERIOR DE SÃO PAULO EM ATRAIR E CONTRATAR EXECUTIVOS OS DESAFIOS DO INTERIOR DE SÃO PAULO EM ATRAIR E CONTRATAR EXECUTIVOS

OS DESAFIOS DO INTERIOR DE SÃO PAULO EM ATRAIR E CONTRATAR EXECUTIVOS OS DESAFIOS DO INTERIOR DE SÃO PAULO EM ATRAIR E CONTRATAR EXECUTIVOS OS DESAFIOS DO INTERIOR DE SÃO PAULO EM ATRAIR E CONTRATAR EXECUTIVOS EDITORIAL Bem vindos à nossa pesquisa. No Brasil desde 2000, a Michael Page foi a primeira consultoria internacional de recrutamento

Leia mais

Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio.

Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio. Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio. Plano de negócios estruturado ajuda na hora de conseguir financiamento. Veja dicas de especialistas e saiba itens que precisam constar

Leia mais

EI, você aí! Passo a passo para as declarações de renda do Empreendedor Individual

EI, você aí! Passo a passo para as declarações de renda do Empreendedor Individual EI, você aí! Passo a passo para as declarações de renda do Empreendedor Individual SEBRAE-SP Conselho Deliberativo Presidente: Alencar Burti (ACSP) ACSP Associação Comercial de São Paulo ANPEI Associação

Leia mais

Palestrante Paulo Gerhardt Inspira, Motiva e Sensibiliza para Resultados Superiores

Palestrante Paulo Gerhardt Inspira, Motiva e Sensibiliza para Resultados Superiores Palestrante Paulo Gerhardt Inspira, Motiva e Sensibiliza para Resultados Superiores Com uma abordagem inovadora e lúdica, o professor Paulo Gerhardt tem conquistado plateias em todo o Brasil. Seu profundo

Leia mais

Apuração do lucro líquido no comércio Edição de bolso

Apuração do lucro líquido no comércio Edição de bolso 01 Apuração do lucro líquido no comércio Edição de bolso A série SAIBA MAIS esclarece as dúvidas mais frequentes dos empresários atendidos pelo SEBRAE-SP nas seguintes áreas: Organização Empresarial Finanças

Leia mais

MPE INDICADORES Pequenos Negócios no Brasil

MPE INDICADORES Pequenos Negócios no Brasil MPE INDICADORES Pequenos Negócios no Brasil Categorias de pequenos negócios no Brasil MPE Indicadores MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Receita bruta anual de até R$ 60 mil MICROEMPRESA Receita bruta

Leia mais

ATENDIMENTO AO CLIENTE - 15H (R$ 90,00)

ATENDIMENTO AO CLIENTE - 15H (R$ 90,00) 3 ABRIL ATENDIMENTO AO CLIENTE - 15H (R$ 90,00) DATA: 06 a 10/04/2015 HORÁRIO: 19h às 22h CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: Bem tratado ou bem atendido? Momentos da verdade das empresas O perfil do profissional de

Leia mais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita

Leia mais

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional.

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Empresa MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Nossa filosofia e oferecer ferramentas de gestão focadas na

Leia mais

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING 1 ÍNDICE 03 04 06 07 09 Introdução Menos custos e mais controle Operação customizada à necessidade da empresa Atendimento: o grande diferencial Conclusão Quando

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP:

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: A oportunidade de se tornar um facilitador de aprendizagem e/ou consultor para o sucesso das micro e pequenas empresas APRESENTAÇÃO Esta cartilha

Leia mais

Como fazer marketing de relacionamento

Como fazer marketing de relacionamento Como fazer marketing de relacionamento O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma

Leia mais

COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO

COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO No Modelo de Plano de Negócio, disponível no seu ambiente do Concurso você terá um passo a passo para elaborar o seu Plano, bem como todo o conteúdo necessário

Leia mais

TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO

TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES): EBERSON EVANDRO DA SILVA GUNDIN, PAULO

Leia mais

Máquinas e Equipamentos de Qualidade

Máquinas e Equipamentos de Qualidade Máquinas e Equipamentos de Qualidade 83 A indústria brasileira de máquinas e equipamentos caracteriza-se pelo constante investimento no desenvolvimento tecnológico. A capacidade competitiva e o faturamento

Leia mais

APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO

APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO 04 APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO A série SAIBA MAIS esclarece as dúvidas mais frequentes dos empresários atendidos pelo SEBRAE nas mais diversas áreas: organização empresarial, finanças, marketing,

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. O QUE É?

PLANO DE NEGÓCIOS. O QUE É? NE- CACT O Núcleo de Empreendedorismo da UNISC existe para estimular atitudes empreendedoras e promover ações de incentivo ao empreendedorismo e ao surgimento de empreendimentos de sucesso, principalmente,

Leia mais

A MODA É DEIXAR A SUA LOJA MAIS ATRATIVA! Programação maio junho 2015

A MODA É DEIXAR A SUA LOJA MAIS ATRATIVA! Programação maio junho 2015 A MODA É DEIXAR A SUA LOJA MAIS ATRATIVA! Programação maio junho 2015 Marketing Oficina Na Medida: como criar uma página empresarial no facebook 19/05 (terça), das 09h30 às 12h30 Valor: R$ 70,00 Oficina

Leia mais

Sede Sebrae Nacional

Sede Sebrae Nacional Sede Sebrae Nacional Somos o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresa, uma entidade privada sem fins lucrativos, e a nossa missão é promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável

Leia mais

Estamos presentes em 20 estados

Estamos presentes em 20 estados http://goo.gl/7kuwo O IDEBRASIL é voltado para compartilhar conhecimento de gestão com o empreendedor do pequeno e micro negócio, de forma prática, objetiva e simplificada. A filosofia de capacitação é

Leia mais

Associativismo a modernização do sindicalismo nacional

Associativismo a modernização do sindicalismo nacional A união faz a força O dito popular encaixa-se como uma luva quando o assunto é associativismo o assunto em pauta no meio sindical. As principais confederações patronais do País estão investindo nessa bandeira

Leia mais

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida Unidade IV MERCADOLOGIA Profº. Roberto Almeida Conteúdo Aula 4: Marketing de Relacionamento A Evolução do Marketing E-marketing A Internet como ferramenta As novas regras de Mercado A Nova Era da Economia

Leia mais

CONSULTOR CARLOS MARTINS AÇAO EM MARKETING

CONSULTOR CARLOS MARTINS AÇAO EM MARKETING CONSULTOR CARLOS MARTINS CRIA - AÇAO EM MARKETING SUA EMPRESA Copyright Consultor Carlos Martins - Todos os direitos reservados wwwcarlosmartinscombr - consultor@carlosmartinscombr Como conquistar Clientes

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MATÉRIAS TRABALHO

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MATÉRIAS TRABALHO TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MATÉRIAS TRABALHO Orientador Empresarial Microempreendedor Individual-Formalização-Setor de Serviços-Crescimento SETOR DE SERVIÇOS É CAMPEÃO EM

Leia mais

Mensagem do presidente

Mensagem do presidente Mensagem do presidente A giroflex-forma está em um novo momento. Renovada, focada em resultados e nas pessoas, ágil e mais competitiva no mercado de assentos e de mobiliário corporativo. Representando

Leia mais

ASPECTOS JURÍDICOS ESSENCIAIS PARA LOJAS VIRTUAIS

ASPECTOS JURÍDICOS ESSENCIAIS PARA LOJAS VIRTUAIS ASPECTOS JURÍDICOS ESSENCIAIS PARA LOJAS VIRTUAIS Introdução Defina o tipo de empresa Capítulo 1 Registre a sua marca e o seu domínio Capítulo 2 Prepare-se para os impostos Capítulo 3 O direito do e-consumidor

Leia mais

Opção. sites. A tua melhor opção!

Opção. sites. A tua melhor opção! Opção A tua melhor opção! Queremos te apresentar um negócio que vai te conduzir ao sucesso!!! O MUNDO... MUDOU! Todos sabemos que a internet tem ocupado um lugar relevante na vida das pessoas, e conseqüentemente,

Leia mais

5 dicas para fazer o planejamento de vendas da sua empresa

5 dicas para fazer o planejamento de vendas da sua empresa Publicação gratuita. Não pode ser vendida. Planejamento 01 5 dicas para fazer o planejamento de vendas da sua empresa Sebrae-SP Conselho Deliberativo Presidente: Alencar Burti (ACSP) ACSP Associação Comercial

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA para FICAR NO Azul

GESTÃO FINANCEIRA para FICAR NO Azul GESTÃO FINANCEIRA para ficar no azul índice 03 Introdução 04 Capítulo 1 O que é gestão financeira? 06 Capítulo 2 Gestão financeira e tomada de decisões 11 13 18 Capítulo 3 Como projetar seu fluxo financeiro

Leia mais

Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis

Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis usados, além do crescimento de renda da população e

Leia mais

Juntos somos fortes! Calendário

Juntos somos fortes! Calendário Juntos somos fortes! Calendário 2015 Negociando em Tempos de Crise Lançamento do Programa Varejo Forte 2015. Revolução Constitucionalista Finanças Controle de Custos/Despesas Finanças Finanças Finanças

Leia mais

LMA, Solução em Sistemas

LMA, Solução em Sistemas LMA, Solução em Sistemas Ao longo dos anos os sistemas para gestão empresarial se tornaram fundamentais, e por meio dessa ferramenta as empresas aperfeiçoam os processos e os integram para uma gestão mais

Leia mais

Circular de Oferta 5102/ sto Ago

Circular de Oferta 5102/ sto Ago Circular de Oferta Agosto / 2015 Índice Introdução 03 Quem Somos 04 Como funciona o negócio 05 Vantagens de ser constituir uma agência 06 Produtos e serviços 07 Ferramentas de apoio 08 Atividades desempenhadas

Leia mais

Importância da Lei Geral e do Simples Nacional para o Desenvolvimento. SEBRAE. Curitiba, 24 de janeiro de 2012. 0800 570 0800 / www.sebrae.com.

Importância da Lei Geral e do Simples Nacional para o Desenvolvimento. SEBRAE. Curitiba, 24 de janeiro de 2012. 0800 570 0800 / www.sebrae.com. Importância da Lei Geral e do Simples Nacional para o Desenvolvimento. Curitiba, 24 de janeiro de 2012 REPRESENTATIVIDADE DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL 7 milhões de negócios formais (99%) e 10 milhões

Leia mais

A rede de franquias nº 1 em produtividade do mundo

A rede de franquias nº 1 em produtividade do mundo FRANQUIA A rede de franquias nº 1 em produtividade do mundo A rede de franquia com maior volume de vendas nos EUA. (Real Trends 500 2011) Primeiro sistema de franquias imobiliárias da América do Norte

Leia mais

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini agosto 2015

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini agosto 2015 Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini agosto 2015 GESTÃO DO ESTOQUE DE UNIDADES PRONTAS Eco, MBA R.E., Mestre em Eng. Civil, Alfredo Eduardo Abibi Filho Dir. Inc. Jal Empreendimentos

Leia mais

98,3% 90,3% 64,2% 38% 63,3% 3º trimestre/2014. das empresas avaliaram o sistema 80,7% tributário brasileiro qualitativamente como ruim ou muito ruim.

98,3% 90,3% 64,2% 38% 63,3% 3º trimestre/2014. das empresas avaliaram o sistema 80,7% tributário brasileiro qualitativamente como ruim ou muito ruim. 3º trimestre/2014 das empresas avaliaram o sistema 80,7% tributário brasileiro qualitativamente como ruim ou muito ruim. 98,3% 90,3% 64,2% 38% 63,3% das indústrias gaúchas avaliam que o número de tributos

Leia mais

MARKETING PARA FAZENDAS

MARKETING PARA FAZENDAS DICAS PRÁTICAS DE MARKETING PARA FAZENDAS Sobre o Porteira Digital O Porteira Digital foi criado com objetivo de fornecer soluções práticas de Marketing para o produtor rural que deseja fazer de seu negócio

Leia mais

GESTÃO DE RECURSOS PATRIMONIAIS E LOGÍSTICOS

GESTÃO DE RECURSOS PATRIMONIAIS E LOGÍSTICOS Unidade I GESTÃO DE RECURSOS PATRIMONIAIS E LOGÍSTICOS Prof. Fernando Leonel Conteúdo da aula de hoje 1. Planejamento e controle de estoques. 2. A importância dos estoques. 3. Demanda na formação dos estoques.

Leia mais

Dados sobre a Feira do Empreendedor 2015

Dados sobre a Feira do Empreendedor 2015 Dados sobre a Feira do Empreendedor 2015 1 Feira do Empreendedor 2015 O sucesso é grande. Há pessoas que demostram o interesse em adquirir até 10 máquinas de uma só vez. Alexandre Ronconi, diretor da Hot

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Plano de negócio. Conceitos, Importância e estrutura Aula 6

Plano de negócio. Conceitos, Importância e estrutura Aula 6 Plano de negócio Conceitos, Importância e estrutura Aula 6 Estrutura do plano de negócio Capa Sumário 1. Sumário executivo 2. Analise estratégica 3. Descrição da empresa 4. Produtos e serviços 5. Plano

Leia mais

Como criar um clube de vantagens para seus clientes

Como criar um clube de vantagens para seus clientes Como criar um clube de vantagens para seus clientes Introdução Adquirir clientes no mundo competitivo atual é cada vez mais difícil e caro. Por este motivo, torna-se muito importante ações que fidelize

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

Nós nos responsabilizamos pelo processo de procura, estudo de viabilidade e planejamento do ponto em shopping center

Nós nos responsabilizamos pelo processo de procura, estudo de viabilidade e planejamento do ponto em shopping center Nós nos responsabilizamos pelo processo de procura, estudo de viabilidade e planejamento do ponto em shopping center O GrupoM8 utiliza o formato Norte-americano na administração e comercialização de sua

Leia mais

O termo negócio social foi cunhado inicialmente por Muhammad Yunus, indiano, doutor em Economia, professor e laureado com o Prêmio Nobel da Paz em

O termo negócio social foi cunhado inicialmente por Muhammad Yunus, indiano, doutor em Economia, professor e laureado com o Prêmio Nobel da Paz em Negócio Social O termo negócio social foi cunhado inicialmente por Muhammad Yunus, indiano, doutor em Economia, professor e laureado com o Prêmio Nobel da Paz em 2006 Classifica um determinado empreendimento

Leia mais

A ERA DIGITAL E AS EMPRESA

A ERA DIGITAL E AS EMPRESA A ERA DIGITAL E AS EMPRESA Em 1997 o Brasil já possuia 1,8 MILHÕES de usuários Brasil O 5 Maior país em extensão territorial Brasil 5 Vezes campeão do Mundo Brasil O 5 Maior país em número de pessoas conectadas

Leia mais

Vis o Geral. Edição o de de bolso

Vis o Geral. Edição o de de bolso Atendimento Gestão de Estoques ao Clinte Vis o Geral Edição o de de bolso 01 SEBRAE SP Conselho Deliberativo Presidente Alencar Burti (ACSP) ACSP Associação Comercial de São Paulo ANPEI Associação Nacional

Leia mais

A Sombra do Imposto. Propostas para um sistema de impostos mais simples e justo Simplifica Já

A Sombra do Imposto. Propostas para um sistema de impostos mais simples e justo Simplifica Já A Sombra do Imposto Propostas para um sistema de impostos mais simples e justo Simplifica Já Expediente A Sombra do Imposto Cartilha produzida pelo Sistema Fiep (Federação das Indústrias do Estado do Paraná).

Leia mais

VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA

VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA 4 E ÚLTIMO MÓDULO: Como Ganhar dinheiro com Mala Direta APRESENTAÇÃO PESSOAL Edileuza

Leia mais

Novos Prefeitos e Prefeitas 2013

Novos Prefeitos e Prefeitas 2013 Novos Prefeitos e Prefeitas 2013 Curso de Prefeitos Eleitos 2013 a 2016 ARDOCE Missão Ser um banco competitivo e rentável, promover o desenvolvimento sustentável do Brasil e cumprir sua função pública

Leia mais

SISEB Informa. 7º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias. Ensino a distância (EAD) SisEB Curso: Ação cultural em bibliotecas

SISEB Informa. 7º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias. Ensino a distância (EAD) SisEB Curso: Ação cultural em bibliotecas Ano I Número 6 setembro 2014 3 Ensino a distância (EAD) SisEB Curso: Ação cultural em bibliotecas 7º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias página 4 6 Encontro Prêmio São Paulo

Leia mais

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade Eficácia e Liderança de Performance O Administrador na Gestão de Pessoas Grupo de Estudos em Administração de Pessoas - GEAPE 27 de novembro

Leia mais

Dicas e orientações sobre o e-commerce de produtos e serviços de saúde

Dicas e orientações sobre o e-commerce de produtos e serviços de saúde Boas Práticas em Saúde Online Dicas e orientações sobre o e-commerce de produtos e serviços de saúde Boas Práticas em Saúde Online 1 Expediente 2015 Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas

Leia mais

Importância da normalização para as Micro e Pequenas Empresas 1. Normas só são importantes para as grandes empresas...

Importância da normalização para as Micro e Pequenas Empresas 1. Normas só são importantes para as grandes empresas... APRESENTAÇÃO O incremento da competitividade é um fator decisivo para a maior inserção das Micro e Pequenas Empresas (MPE), em mercados externos cada vez mais globalizados. Internamente, as MPE estão inseridas

Leia mais

4. Tendências em Gestão de Pessoas

4. Tendências em Gestão de Pessoas 4. Tendências em Gestão de Pessoas Em 2012, Gerenciar Talentos continuará sendo uma das prioridades da maioria das empresas. Mudanças nas estratégias, necessidades de novas competências, pressões nos custos

Leia mais

PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS

PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS PROPOSTA MICRO-FRANQUIAS ON-LINE Alterada dia 13/01/2015-13h00 Venha fazer parte do sucesso de vendas de camisetas que mais cresce na Internet... Já são mais de 100 micro-franqueados e franqueados no Brasil!

Leia mais

Prezado empreendedor,

Prezado empreendedor, Prezado empreendedor, Caderno do Empreendedor Este é o Caderno do Empreendedor, criado para facilitar o dia-a-dia da sua empresa. Com ele você poderá controlar melhor suas despesas, saber quanto está vendendo

Leia mais

Fundação SEADE. www.seade.gov.br

Fundação SEADE. www.seade.gov.br Outubro de 0 N o Monitoramento das metas dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio ODMs Consulte A Fundação Seade disponibilizará, anualmente, as séries históricas do conjunto de indicadores dos ODMs

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

Pesquisa Profissionais de Ecommerce

Pesquisa Profissionais de Ecommerce Pesquisa Profissionais de Ecommerce Agosto de 2011 http://www.ecommerceschool.com.br Introdução O crescimento do comércio eletrônico brasileiro é feito com tecnologia e pessoas. Por trás desse crescimento

Leia mais

O papel do CRM no sucesso comercial

O papel do CRM no sucesso comercial O papel do CRM no sucesso comercial Escrito por Gustavo Paulillo Você sabia que o relacionamento com clientes pode ajudar sua empresa a ter mais sucesso nas vendas? Ter uma equipe de vendas eficaz é o

Leia mais

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Toda empresa privada deseja gerar lucro e para que chegue com sucesso ao final do mês ela precisa vender, sejam seus serviços

Leia mais

Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política

Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política No Brasil, há poucas experiências conhecidas de uso de ferramentas de monitoramento de mídias sociais em campanhas políticas. Uma delas

Leia mais

DIFERENCIAIS SERVIÇOS. 1. Desenvolvimento De Sites Personalizados

DIFERENCIAIS SERVIÇOS. 1. Desenvolvimento De Sites Personalizados DIFERENCIAIS Acredito que o desenvolvimento de soluções para Internet não é um trabalho qualquer, deve-se ter certa experiência e conhecimento na área para projetar sistemas que diferenciem você de seu

Leia mais

A confluência dos vídeos e a Internet

A confluência dos vídeos e a Internet WHITEPAPER A confluência dos vídeos e a Internet Por que sua empresa deveria investir em vídeos em 2013 e como a Construção Civil pode utilizar os vídeos como diferencial competitivo. 1 Saiba como os vídeos

Leia mais

Motivando sua Empresa para o Sucesso

Motivando sua Empresa para o Sucesso Motivando sua Empresa para o Sucesso rev. 06/06 Trabalhando com um time de sucesso Engº JULIO TADEU ALENCAR e-mail: jtalencar@sebraesp.com.br 1 O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO EVOLUÇÃO

Leia mais

Processo de Negociação. Quem somos. Nossos Serviços. Clientes e Parceiros

Processo de Negociação. Quem somos. Nossos Serviços. Clientes e Parceiros Quem somos Nossos Serviços Processo de Negociação Clientes e Parceiros O NOSSO NEGÓCIO É AJUDAR EMPRESAS A RESOLVEREM PROBLEMAS DE GESTÃO Consultoria empresarial a menor custo Aumento da qualidade e da

Leia mais

Convênio FIESP/SEBRAE. APL de Jóias de São José do Rio Preto

Convênio FIESP/SEBRAE. APL de Jóias de São José do Rio Preto Convênio FIESP/SEBRAE APL de Jóias de São José do Rio Preto Rio de Janeiro - Outubro, 2004 1 Metodologia FIESP 2 Objetivos: Micros e Pequenas Empresas Aumentar a Competitividade Criar Processos de Auto-Sustentação

Leia mais

Mas como você gera sua lista de e-mail? Listei abaixo algumas das formas de construir uma lista de email marketing eficaz;

Mas como você gera sua lista de e-mail? Listei abaixo algumas das formas de construir uma lista de email marketing eficaz; E-mail marketing, muitas vezes considerada uma forma de marketing pessoal, é uma das mais valiosas ferramentas de web marketing, uma das mais visadas e mais focada pelos marqueteiros. Vamos nos concentrar

Leia mais

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Redesenhando a forma como empresas operam e envolvem seus clientes e colaboradores no mundo digital. Comece > Você pode construir de fato uma

Leia mais

Apresentação para Representantes. www.puro3d.com.br

Apresentação para Representantes. www.puro3d.com.br Apresentação para Representantes www.puro3d.com.br Puro 3D - Resumo Somos focados em desenvolver Games, Vídeos, Sites, Maquete Virtual, Transmídia, Produtos, Protótipos 3D, Design e Comerciais para Empresas

Leia mais

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER?

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? Anderson Katsumi Miyatake Emerson Oliveira de Almeida Rafaela Schauble Escobar Tellis Bruno Tardin Camila Braga INTRODUÇÃO O empreendedorismo é um tema bastante

Leia mais

*Todos os direitos reservados.

*Todos os direitos reservados. *Todos os direitos reservados. A cada ano, as grandes empresas de tecnologia criam novas ferramentas Para o novo mundo digital. Sempre temos que nos renovar para novas tecnologias, a Karmake está preparada.

Leia mais

Gestão eficaz de pessoas melhorando a produtividade, qualidade e resultados organizacionais. Mário Ibide

Gestão eficaz de pessoas melhorando a produtividade, qualidade e resultados organizacionais. Mário Ibide Gestão eficaz de pessoas melhorando a produtividade, qualidade e resultados organizacionais. Mário Ibide A Nova América na vida das pessoas 8 Cultural Empresarial Missão Do valor do campo ao campo de valor

Leia mais

2015 Manual de Parceiro de Educação. Suas soluções. Nossa tecnologia. Mais inteligentes juntos.

2015 Manual de Parceiro de Educação. Suas soluções. Nossa tecnologia. Mais inteligentes juntos. 2015 Manual de Parceiro de Educação Suas soluções. Nossa tecnologia. Mais inteligentes juntos. Prêmios Reais, a Partir de Agora Bem-vindo ao Intel Technology Provider O Intel Technology Provider é um programa

Leia mais

EI, você aí! Conheça os tributos, taxas e contribuições de responsabilidade do Empreendedor Individual

EI, você aí! Conheça os tributos, taxas e contribuições de responsabilidade do Empreendedor Individual EI, você aí! Conheça os tributos, taxas e contribuições de responsabilidade do Empreendedor Individual SEBRAE-SP Conselho Deliberativo Presidente: Alencar Burti (ACSP) ACSP Associação Comercial de São

Leia mais

PARA QUE SERVE O CRM?

PARA QUE SERVE O CRM? Neste mês, nós aqui da Wiki fomos convidados para dar uma entrevista para uma publicação de grande referência no setor de varejo, então resolvemos transcrever parte da entrevista e apresentar as 09 coisas

Leia mais

EMPREENDEDORISMO DE. Professor Victor Sotero

EMPREENDEDORISMO DE. Professor Victor Sotero EMPREENDEDORISMO DE NEGÓCIOS COM INFORMÁTICA Professor Victor Sotero 1 OBJETIVOS DA DISCIPLINA Esta disciplina apresenta uma metodologia para formação de empreendedores. Aberta e flexível, baseada em princípios

Leia mais