Definições de Controle de Conteúdo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Definições de Controle de Conteúdo"

Transcrição

1 Definições de Cntrle de Cnteúd Área Respnsável Versã Data de Emissã Data de Revisã Data de Vigência Infrmática Crprativa - Segurança /08/ /10/ /02/2014 Objetivs Os Sistemas de Cntrle de Cnteúd mnitram em temp real a utilizaçã da internet e d crrei eletrônic, visand cntrlar a perda de prdutividade e s riscs de segurança resultantes da navegaçã e us destes serviçs pels Usuáris d Ultra. Plíticas relacinadas Plítica de Segurança da Infrmaçã; Nrma de Utilizaçã da Internet; e Nrma de Utilizaçã d Crrei Eletrônic. Definições para Cntrle de Cnteúd de Internet O Sistema de Cntrle de Cnteúd atualiza diariamente uma base de dads mundial de páginas na internet, separand-as em várias classes de cnteúd: Adult, Esprtes, Jgs, Diversã, Cmpras, Negócis, etc. De acrd cm as diretrizes da Plítica de Segurança da Infrmaçã e da Nrma de Utilizaçã da Internet, algumas dessas classes necessitam ser blqueadas (Material Sexual, Prngrafia, Pedfilia, Música, Vídes, etc.), assim cm determinadas extensões 1. Extensões Blqueadas Os dwnlads serã cntrlads pel Sistema de Cntrle de Cnteúd de Internet, que blqueia as extensões cnfrme a Tabela de Extensões Blqueadas. Infrmações Cletadas Tda navegaçã é cntabilizada, permitind cletar infrmações tais cm: Sites mais acessads; Temp gast durante a navegaçã; Tips de classes mais acessadas; Sites blqueads; e Vlume trafegad (uplad/dwnlad). 1 As extensões sã cnvencinalmente três u quatr letras, precedidas de pnt, a final d nme d arquiv, identificand- quant a sua funçã. 1

2 Classificaçã ds sites Os sites sã categrizads e cnslidads em uma base de dads, de acrd cm definições e cmbinações classificadas pr mei de sftwares de inspeções técnicas e de prfissinais especializads. Classes e status: Acess Remt (Segurança) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que frnecem acess remt a um prgrama, serviç n-line u um sistema de cmputadr. Embra muitas vezes usads legitimamente pr pessas que querem usar seu cmputadr a partir de um lcal remt, ele também cria um risc de segurança. Um acess d tip backdr 2 é frequentemente escrit pel prgramadr riginal para acessar sistema. Álcl (Inadequad) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que vendem, prmvem u defendem us de bebidas alcólicas, incluind cerveja, vinh e licres. Iss também inclui sites de receitas de cquetéis e instruções para fabricaçã dméstica de bebidas alcólicas. Armas (Inadequad) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que ferecem infrmações sbre cmpra, fabricaçã, mdificaçã u us de armas, tais cm armas de fg, facas, espadas, armas de tinta, bem cm muniçã, explsivs e acessóris para armas. Tais infrmações sã blqueadas prque pdem ser indevidamente utilizadas para finalidades escusas, pessais u militares. Atividades Criminsas (Inadequad) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que ferecem instruções e infrmações para cmeter atividades ilícitas u criminsas. Incluem, pr exempl, instruções de cm cmeter suicídi u assassinat, sabtagem, fabricaçã de bmbas, abertura/arrmbament de fechaduras, rub de serviç, infrações a leis, falsificaçã/fraude de testes de drgas, etc. Páginas da internet que cntenham u façam distribuiçã de cnteúds ilegais também estã incluídas, bem cm sites de fraudes u glpes em cnsumidres. Bate-pap (Segurança) Esta classe inclui sites que frnecem serviç de pstagem e/u envi e recebiment de mensagens em temp real. Iss inclui salas de bate-pap públicas u privadas e páginas de dwnlad de sftwares de bate-pap (cm MSN Messenger) que permitem trca de mensagens. Blgs/Wiki 3 (Inadequad/Segurança) (em revisã) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que permitem as usuáris publicar u editar cnteúds de frma rápida e infrmal, cm web lgs (blgs) u wikis. Esta classe tem cm bjetiv prevenir s riscs assciads a cnteúds que pdem ser alterads cm 2 Métd de acess que burla s mecanisms de autenticaçã e segurança de um prgrama, seja de frma intencinal seja nã intencinal. 3 Sftware clabrativ permite a ediçã cletiva de dcuments usand um sistema que nã necessita que cnteúd tenha de ser revist antes de sua publicaçã. 2

3 frequência, de acrd cm a interatividade d usuári, existind, prtant, a pssibilidade de se trnarem fensivs. Esta classe é frequentemente assciada a utras, cm Educaçã, Esprtes, Plítica/Opiniã, u Nudez, dependend d tema d site, pis pssui fc em temas específics. Cmpartilhament de Mídia (Desempenh/Segurança) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que permitem as usuáris enviar, baixar, prcurar e cmpartilhar arquivs multimídia e fts, cm álbuns de ftgrafia n-line. Esta classe tem cm bjetiv prevenir s riscs assciads as sites que sã cnstantemente mdificads/atualizads e pdem dispnibilizar cnteúds que pdem se trnar fensivs. Cmpartilhament de Recurss (Desempenh/Segurança) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que permitem as usuáris aprveitar s recurss ciss de cmputadres para a realizaçã de uma tarefa cmum, que pde ser executada dentr de uma empresa u em cmputadres através da internet. Exempls famss sã prgrama Seti e Prjet Genma Human, que usam temp cis de milhares de cmputadres de vluntáris para analisar dads. Sites e sftwares que permitem cmpartilhament de recurss pdem cmprmeter a segurança u a dispnibilidade de banda. Cmunicaçã Instantânea (Desempenh/Segurança) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que frnecem acess e/u sftware que permitem que as pessas se cmuniquem em temp real através da internet. A mairia ds sftwares de mensagens instantâneas dispnibiliza também utrs recurss, cm transferência de arquivs, chamadas telefônicas entre cmputadres e rastreament de quand as pessas estã cnectadas u nã à Internet. Cnteúd Repulsiv (Inadequad) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet cm cnteúd que pde ser cnsiderad de mau gst, grsseir, chcante u que cause hrrr. Estã incluíds humr de mau gst, escatlgia, imagens médicas u fts de cena de acidentes (cntend sangue u feridas), frmas extremas de mdificaçã d crp (crte, branding 4 u piercing genital), u descrições chcantes de tratament desuman as animais. Drgas (Inadequad) Sites que frneçam infrmações sbre a cmpra, fabricaçã e us de drgas ilegais u medicaments prescrits para recreaçã. Iss inclui a exibiçã, venda u detalhament de us de parafernália de drga, bem cm infrmações sbre drgas legais cm cla, medicaments prescrits u utras substâncias utilizads de frma nã indicada. Dwnlad Multimídia (Desempenh/Segurança) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que frnecem arquivs de áudi u víde para dwnlad, cm arquivs de áudi n frmat MP3, WAV u vídes n frmat AVI e MPEG. Endereçs de Spam (Segurança) 4 Mdificaçã crpral realizada pr mei de um ferr quente encstad na pele, prduzind desenhs permanentes. 3

4 Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que estã cntids ns milhares de s nã slicitads (spam). Endereçs de spam variam de prpaganda/marketing de prduts a cnteúds cm mair ptencial fensiv u fraudulent. Também estã incluíds s sites que sã cnstruíds apenas para envi de spams, cm blgs de spam. Extrema (Inadequad) Esta classe é usada em cnjunt cm as classes Cnteúd Repulsiv, Discurs de Ódi, Plítica/Opiniã, Prngrafia, Vilência e Jgs vilents, identificand s endereçs de páginas da internet que estã n limite superir dessas classes pr serem sangrentas, perversas u repulsivas pr natureza. Um exempl é a prngrafia infantil, que estaria categrizada tant na classe Prngrafia quant na Extrema. Hacking/Crimes de cmputadr (Segurança) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que frnecem indicações de cm realizar fraudes, crimes u atividades malicisas em cmputadres. Hacking/Crimes de cmputadr incluem infrmações malicisas u ferramentas que ajudem s hackers a ganhar acess nã autrizad a redes de cmputadres e kits (raiz, scripts, etc.). Também estã incluíds utrs tips de fraude eletrônica cm discadres fraudulents e manipulaçã ilegal de dispsitivs eletrônics. Infrmações para fraude em testes (Inadequad) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que frnecem infrmações para burlar u fraudar testes e exames, tais cm cópias de prvas, testes, redações, resums u respstas de exames. Jgs (Inadequad) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que ferecem jgs n-line e/u infrmações relacinadas, tais cm dicas, códigs, dems e emuladres. A classe também inclui cmpetições de jgs n-line u jgs de RPG, jgs de clãs, sites de fabricantes, ligas de esprtes virtuais e utrs sites de jgs nã lucrativs. Jgs de Azar/Apsta (Inadequad) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que permitem as usuáris visualizar prêmis de apstas, realizar apstas em jgs de azar u que frneçam sftware que permita apstas n-line, sejam eles jgs de cassin, blã de apstas, apstas desprtivas u lterias. Os endereçs relacinads a jg que nã permitem apstas sã classificads cm Jgs. Mensagens (Segurança) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que frnecem serviçs de transmissã de mensagens, tais cm serviçs de envi de mensagens d cmputadr para telefne móvel através de SMS (Serviç de Mensagens Curtas), MMS (Serviç de Mensagens Multimídia) u envi de fax pel cmputadr. Navegaçã Anônima (Segurança) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que permitem a navegaçã anônima através de um site/cmputadr intermediári cm intuit de impedir que seja reclhida qualquer infrmaçã sbre quem está navegand. Fazend iss, eles também permitem que 4

5 s usuáris burlem as plíticas lcais de filtragem e, assim, cnsigam acess a qualquer página da internet. Páginas que dispnibilizam gratuitamente s endereçs IP de servidres prxy 5 u que frneçam detalhes/prcediments de cm ignrar filtragem de páginas também estã incluídas nesta classe. Ódi/Discriminaçã (Inadequad) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que dispnibilizam infrmações que incentivem a pressã de um grup específic de indivídus. Iss inclui prmçã cntra determinads grups em funçã de raça, religiã, nacinalidade, sex, idade, deficiência u rientaçã sexual, seja ela explícita seja implícita. Os partids plítics que sejam cntra algum grup específic já mencinad pderã também ser incluíds. P2P 6 /Cmpartilhament de Arquivs (Segurança) Esta classe inclui a trca de arquivs entre cmputadres e usuáris para us cmercial u pessal. Um exempl de us de uma rede P2P é cmpartilhament de música. Os clientes P2P permitem que s usuáris pesquisem e trquem arquivs dentr de um grup. Tais arquivs cstumam muitas vezes cnter spywares 7 u dispnibilizam bate-pap entre s usuáris. O P2P pde ferecer riscs a us de banda u cmprmeter a segurança da rede pr mei da distribuiçã de dads prprietáris u cnfidenciais para fra d perímetr de segurança da rede. Páginas pessais (Desempenh/Segurança) Esta classe inclui páginas pessais que cmpartilham um dmíni cmum, cm aquelas hspedadas pr prvedres, servidres de universidades/educaçã, serviçs gratuits de hspedagem web, etc. As páginas pessais representam um risc para s usuáris prque pdem hspedar cnteúds que variam d infensiv a fensiv. Uma vez que essas páginas nã sã cmumente acessadas e pr causa da grande quantidade de grups, trna-se extremamente difícil categrizá-las e classificá-las. Phishing (Segurança) Esta classe inclui sites que fram desenvlvids para hspedar páginas que sã enviadas em mensagens falsas e têm intuit de rubar infrmações financeiras u senhas de usuáris. Estes sites tentam frjar utras empresas u empresas fictícias para ludibriar e bter infrmações que pssam ser usadas para que seja cmetid um rub u uma fraude. Prngrafia (Inadequad) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que cntêm materiais que se destinam a ser sexualmente excitantes u erótics. Iss inclui páginas de fetiche, animaçã, desenhs animads, histórias e prngrafia infantil. Pstais digitais (Segurança) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que permitem às pessas enviar e receber cartões pstais e cartões digitais através da internet. Sites de pstais digitais ferecem, 5 Servidr que recebe pedids de cmputadres e, cas necessári, executa esses mesms pedids e encaminha-s a rest da Internet, usand cm identificaçã suas próprias infrmações. 6 Peer t peer - é uma arquitetura de sistemas distribuíds caracterizada pela descentralizaçã das funções na rede, nde cada nó realiza tant funções de servidr quant de cliente. 7 Prgrama de cmputadr que reclhe infrmações sbre usuári, sbre seus cstumes na internet e transmite essa infrmaçã a uma entidade externa na internet, sem cnheciment nem cnsentiment d usuári. 5

6 em sua mairia, cartões de saudaçã/agradeciment que sã nrmalmente utilizads em casiões especiais cm aniversáris u utras festas. Eles apresentam risc de que infrmações cnfidenciais u prprietárias pssam ser vazadas. As mensagens também pdem cnter infrmações censuráveis u arquivs anexs prejudiciais u cm malware 8. Prfanaçã (Inadequad) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que têm cnteúd u linguagem brutal, vulgar u bscena. Prpagandas na Internet (Segurança) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que frnecem hspedagem de prpaganda u prgramas para criaçã de prpaganda. Cm exempl, tems atalhs, códig fnte para banners, pp-ups e utrs tips de cnteúds estátic u dinâmic que aparece em páginas web de prpagandas. Cas a prpaganda seja cnsiderada agressiva, ist é, seja executada autmaticamente (adware), ela estará categrizada cm Spyware/Adware. Rádi/TV via Internet (Desempenh) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que frnecem sftware e/u acess à transmissã de áudi e víde cntínus, cm rádi e TV via Internet u Pdcasting 9. Esta classe visa cbrir transmissões u dwnlads de áudi e víde que pssam cmprmeter grande parte da banda de internet. Rede de Armazenament Pessal (Desempenh/Segurança) Esta classe inclui sites que permitem que s usuáris enviem pastas e arquivs para um servidr de rede n-line na internet. Redes de armazenament pessal é um serviç valis a permitir que s usuáris realizem backup, cmpartilhem, editem u recuperem arquivs u pastas a partir de qualquer navegadr, prém ferecem riscs à segurança, uma vez que dads de prpriedade industrial u infrmações sensíveis pdem ser enviads para fra d perímetr de segurança da empresa, u material fensiv e/u ilegal pde ser armazenad e distribuíd. Rede Scial (Desempenh/Segurança) (em revisã) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que permitem a criaçã de redes sciais para uma variedade de fins: amizade, namr, relaçã prfissinal u temas de interesse. Estes lcais frnecem perfis pessais u de grup e facilitam a interaçã entre seus membrs pr mei de cmunicaçã em temp real, envi de mensagens, bletins públics e cmpartilhament de arquivs. Estes sites pdem permitir cntat cm pessas indesejáveis, e s perfis ds membrs pdem cnter infrmações censuráveis. Esta classe nã inclui sites que sã exclusivs de namr, relacinament, u aqueles cm um fc específic em redes de relacinament prfissinal. Ver Sites de Relacinament e Redes de Relacinament Prfissinal. Reuniões pela Internet (Desempenh) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que hspedam reuniões n-line, salas de víde cnferência e apresentações interativas. Reuniões pela internet geralmente incluem a 8 Sftware destinad a se infiltrar em um sistema de cmputadr alhei de frma ilícita, cm intuit de causar algum dan u rub de infrmações (cnfidenciais u nã). 9 Cnteúd de áudi n-line que é dispnibilizad pr arquivs ML para facilitar sua atualizaçã e seu dwnlad. 6

7 transmissã de áudi e víde, bem cm facilitam a transferência de materiais u dads pr mei de aplicativs de cmpartilhament. Sites de reuniões pela internet pdem causar riscs de alta utilizaçã de banda, vazament de infrmaçã u perda de dads cnfidenciais/sigilss/prprietáris. Shareware/Freeware (Segurança) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que frnecem repsitóris para dwnlad de prgramas freeware e shareware. O sftware shareware é distribuíd cm base na cnfiança, uma vez que a mairia ds dwnlads é gratuita, send que autr slicita pagament de pequena taxa, cas vcê gste d prgrama e use- regularmente. Já freeware é um sftware que está dispnível sem qualquer cust. Sites de Relacinament (Segurança) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que frnecem redes de namr n-line, encntrs, serviçs de acmpanhantes u prcura de ptenciais parceirs. Esses endereçs frnecem perfis pessais u de grups a fim de facilitar a interaçã entre seus membrs pr cmunicaçã em temp real, trca de mensagens, bletins públics e/u cmpartilhament de mídia. Pr cnter perfis ds membrs e mecanisms de bate-pap esses endereçs pdem cnter infrmações cnsideradas censuráveis. Cas site tenha cm característica principal frneciment de redes sciais, mas pssua funções que incluam encntrs (nã específicas de namr) estará classificad na classe Rede Scial. Sites Maliciss (Segurança) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que têm cm intuit implementar um códig/prgrama que fi cncebid especificamente para utilizar/capturar recurss e infrmações de cmputadres. Alguns exempls incluem aplicativs autinstaláveis (sem intervençã u infrmaçã a usuári), trjans e vírus que explram vulnerabilidades de navegadres e utras aplicações. Sftware ilegal (Segurança) Esta classe cntém endereçs de páginas da internet que distribuem sftware u mídia eletrônica pirata u ilegal, tais cm músicas u filmes cm direits autrais reservads, prgramas geradres de licença/chave ilegal, cracks 10 e númers de série. Spyware/Adware (Segurança) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que vilam a privacidade e a segurança pessal u crprativa, pr dwnlad de sftware u executand prgramas que reclhem infrmações d usuári e enviam para um terceir sem cnheciment u cnsentiment explícit d usuári. Sites que distribuem sftware cnhecid pr cnter spyware u adware também estã incluíds, assim cm qualquer site de dwnlad de Prgramas Ptencialmente Indesejáveis (PUPs). Telefnia Celular (Desempenh/Segurança) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que frnecem sftware u utilitáris para telefnes celulares que pdem ser baixads de sites e enviads as telefnes celulares. 10 É um pequen sftware usad para quebrar um sistema de segurança qualquer. Seu us mais cmum é para transfrmar prgramas em versões limitadas, seja em funcinalidade u temp de us em um prgrama cmplet, remvend u enganand sistema de segurança que limita us u verifica númer serial. 7

8 Exempls incluem tques, lgs/capas, jgs, prtetres de tela, músicas e sftware para SMS (Serviç de Mensagens Curtas), MMS (Serviç de Mensagens Multimídia) e WAP (Prtcl de Aplicaçã Sem Fi) e utrs prtcls de telefnia celular. Telefnia pela Internet (Desempenh/Segurança) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que pssibilitam a realizaçã de chamadas pela internet u btençã sftware u infrmações para realizaçã de chamadas. O serviç de telefnia pela internet é chamad de Telefnia Internet, u Vz sbre Prtcl Internet (VIP). O serviç de telefnia pela internet inclui serviçs de telefnia de cmputadr para cmputadr, cmputadr para telefne e telefne para telefne que utilizem redes TCP/IP 11. Trajes Insinuantes (Inadequad) Esta classe inclui endereçs de páginas da internet cm imagens que incluem rupas sedutras u insinuantes, lingerie e rupas de banh, u sites de supermdels u cm cletâneas de fts da celebridade, mesm que nã haja nudez. Transmissã Multimídia (Desempenh/Segurança) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet que frnecem transmissã multimídia, u cntêm sftwares que permitem a exibiçã de dads de áudi e víde antes que td arquiv seja recebid pel usuári. Os dads parcialmente baixads sã armazenads em uma área temprária denminada buffer. Vilência (Inadequad) A classe vilência inclui imagens u texts que descrevem, retratam u insinuam agressões físicas cntra seres humans, animais u instituições, reais u fictícis (pr exempl: fts de guerras, suicídi, mutilaçã e desmembrament). Sites que estejam na parte superir desta classe, cm trtura, derramament de sangue u mrte vilenta sã também categrizads cm Extrem. Vilência em Jgs e Animações (Inadequad) Esta classe inclui s endereçs de páginas da internet cm representações fictícias u fantasisas de vilência dentr d cntext de jgs, quadrinhs, desenhs animads, etc. Inclui imagens e descrições textuais de agressões físicas u cmbates sem armas, bem cm lesã grave e destruiçã causadas pr armas u explsivs. Sites que estejam na parte superir desta classe, cm s retrats de trtura, vilência u mrte hrrível também sã avaliads cm Extrem. Definições para Cntrle de Cnteúd de Crrei Eletrônic De acrd cm as diretrizes da Plítica de Segurança da Infrmaçã e da Nrma de Utilizaçã de Crrei Eletrônic, alguns tips de arquiv anexads às mensagens sã blqueads, cnfrme Tabela de Extensões Blqueadas. 11 Cnjunt de prtcls de cmunicaçã entre cmputadres em rede (também chamad de pilha de prtcls TCP/IP). Seu nme vem de dis prtcls: TCP (Transmissin Cntrl Prtcl - Prtcl de Cntrle de Transmissã) e IP (Internet Prtcl - Prtcl de Intercnexã). 8

9 Regras de blquei de quarentena: Antispam Spam: Blqueia e descarta tdas as mensagens; Mensagens Suspeitas de Spam: entrega na pasta Lix Eletrônic cm retençã ds últims 30 dias; Arquivs multimídia: extensões em quarentena pr 30 dias (.asf,.avi,.mid,.mkv,.mv,.mp3,.mpeg,.msvide,.wav,.wmv); Mensagens nã analisadas: em quarentena pr 30 dias (criptgradas, anexs cm senha, etc). Regras para Cnfiguraçã d Crrei Eletrônic Webmail: interface de acess e utilizaçã via internet pels links: Usuáris que utilizem a aplicaçã Exchange 2007/2010: Usuáris que utilizem a aplicaçã Exchange 2000/2003: Dmínis A lista de dmínis interns deve ser verificada n dcument anex denminad Definições relacinadas à Plítica de Segurança da Infrmaçã. Limites para envi e recebiment de mensagens Até 20 megabytes para Usuáris da matriz e filiais; Acima destes limites é necessári abrir chamad n Service Desk para utilizaçã de uma sluçã de transferência de arquivs. Limite individual da caixa de crrei eletrônic Para usuáris que utilizam a sluçã de arquivament de mensagens, nã há um limite definid; Para usuáris que nã utilizem sluçã de arquivament, limite será de 150 megabytes. Tabela de Extensões Blqueadas ETENSÃO DESCRIÇÃO Internet Crrei Eletrônic 9

10 ETENSÃO DESCRIÇÃO Internet Crrei Eletrônic.ade ADE é uma extensã de prjet Micrsft Access. O Micrsft Access é um sistema de gerenciament de banc de dads relacinal da Micrsft..adp ADP é um prjet d Micrsft Access. O Micrsft Access é um sistema de gerenciament de banc de dads relacinal da Micrsft..app APP é um aplicativ d Visual FxPr. O Visual FxPr é uma linguagem prgramaçã centrada em dads, rientad a bjet e prcessual, prduzida pela Micrsft..asf (segurança e desempenh) ASF é um frmat de arquiv de víde..avi (segurança e desempenh) O frmat de arquiv AVI é uma especificaçã usada cm aplicativs que capturam, editam e reprduzem sequências de áudi e víde..bas Arquivs que cntêm prcediments, funções e declarações que sã utilizadas pr utrs móduls dentr da aplicaçã Micrsft Visual Basic..bat N Windws, um arquiv em ltes é um arquiv de text cntend uma série de cmands destinads a serem executads pel interpretadr de cmands..bin (desempenh) O arquiv BIN é uma cópia binária de um disc de CD/DVD inteir..cab Arquivs CAB sã arquivs cmpactads cntend arquivs de instalaçã d Windws (u de utrs prgramas da Micrsft) dentr deles. É cm se fsse um arquiv ZIP da Micrsft..chm É sistema de ajuda padrã para a platafrma Windws. O cmpiladr de ajuda em HTML trna pssível cmprimir HTML, gráfic e utrs tips de arquivs em um arquiv de ajuda relativamente pequen e cmpilad (CHM)..cmd N Windws, um arquiv em ltes é um arquiv de text cntend uma série de cmands destinads a serem executads pel interpretadr de cmands..cm Sã arquivs executáveis ptencialmente perigss..cpl CPL é uma extensã d tip Cntrl Panel u Painel de Cntrle. Itens d painel de cntrle sã biblitecas que permitem as usuáris cnfigurar ambiente d Micrsft Windws. 10

11 ETENSÃO DESCRIÇÃO Internet Crrei Eletrônic.dll Um DLL é um arquiv de códig cntend funções que pdem ser chamadas a partir de utrs prgramas..exe Sã arquivs executáveis ptencialmente perigss..fxp Arquiv FP é um prgrama cmpilad pel Visual FxPr, uma linguagem de prgramaçã centrada em dads, rientad a bjet e prcessual, prduzida pela Micrsft..hta Arquiv HTA é um aplicativ de HTML da Micrsft..inf Arquiv INF é um arquiv de infrmações de cnfiguraçã utilizad para a instalaçã de prgramas..ins Arquiv INS é um arquiv de cnfiguraçã d Micrsft Internet Explrer..is (segurança e desempenh) ISO é uma imagem de CD/DVD suprtad pr diverss sistemas peracinais..isp Arquiv de ISP é um arquiv específic para a cnfiguraçã de cnexões de internet..jar O frmat de arquiv JAR cntém infrmações assciadas a aplicações JAVA..js JS é uma sequência de cmands de aplicações Java..jse.ksh.lib JSE é uma sequência nativa de cmands d Windws. KSH é uma sequência nativa de cmands d Unix. LIB é uma bibliteca d Micrsft Visual C++..lnk LNK é um atalh d Micrsft Windws que frnece uma chamada para utr arquiv. 11

12 ETENSÃO DESCRIÇÃO Internet Crrei Eletrônic.mdb (segurança e desempenh) MDB é a extensã de arquiv de bancs de dads d Micrsft Access..mdz.mid (desempenh).mkv (desempenh).mv (desempenh).mp3 (desempenh).mpeg (desempenh) MDZ é um mdel de arquiv d Micrsft Access. MID é um frmat de arquiv de áudi. MKV é um frmat de arquiv de víde. MOV é um frmat de arquiv de víde. MP3 é um frmat de arquiv de áudi. MPEG é um frmat de arquiv de víde..msc MSC é frmat de arquiv para ferramentas de gerenciament de prduts Micrsft..msi MSI é um pacte de instalaçã d Micrsft Windws..msp MSP é uma crreçã d pacte de instalaçã d Micrsft Windws..mst MST é uma parametrizaçã d pacte de instalaçã d Micrsft Windws..msvide (desempenh).cx.bj.ps MSVIDEO é um frmat de arquiv de víde. OC é um arquiv executável. OBJ é um arquiv de códig-fnte. OPS é um arquiv de cnfiguraçã de perfil d Micrsft Office. 12

13 ETENSÃO DESCRIÇÃO Internet Crrei Eletrônic.st OST é um arquiv de pastas d Micrsft Outlk..pcd (segurança e desempenh) PCD é um arquiv de imagem prprietári da Kdak..pif PIF é um arquiv que altera as prpriedades das aplicações Micrsft..prf PRF é um arquiv de cnfiguraçã d Micrsft Outlk..prg PRG é um prgrama d Visual FxPr. O Visual FxPr é uma linguagem prgramaçã centrada em dads, rientad a bjet e prcessual, prduzida pela Micrsft..pst (segurança e desempenh).reg.req.scf PST sã as pastas particulares d Micrsft Outlk. REG é um arquiv de parametrizaçã d Windws. REQ é frmat utilizad para transmissã de arquivs. SCF sã arquivs cults d Micrsft Windws..scr SCR sã arquivs de prteçã e descans de tela d Micrsft Windws..sct SCT é um arquiv de imagem prprietári da Scitex..sea SEA é um arquiv cmpactad que pde ser extraíd sem um prgrama assciad..shb SHB é um arquiv temprári d Windws que cntém infrmações alcadas pel sistema para realizações de funções..shs SHS é um arquiv temprári d Windws que cntém infrmações alcadas pel sistema para realizações de funções. 13

14 ETENSÃO DESCRIÇÃO Internet Crrei Eletrônic.sys.url.vb.vbe.vbs.wav (desempenh).wmv (segurança e desempenh).wsc.wsf SYS é um arquiv de cnfiguraçã d Windws. URL é um arquiv de atalh d Internet Explrer. VB é um arquiv d Micrsft Visual Basic. VBE é um arquiv d Micrsft Visual Basic. VBS é um arquiv d Micrsft Visual Basic. WAV é um frmat de arquiv de áudi. WMV é um frmat de arquiv de víde. WSC é um arquiv de executa funções de códig ML. WSF é um arquiv de executa funções de códig ML..wsh WSH é uma tecnlgia de autmaçã d Micrsft Windws desenvlvida para frnecer recurss de script cmparáveis as arquivs de lte (.bat), mas cm uma gama mair de recurss suprtads..xsl SL é arquiv respnsável pr definir estil de text, tabelas e utrs bjets dentr de um dcument ML. 14

Definições Relacionadas à Política de Segurança da Informação

Definições Relacionadas à Política de Segurança da Informação Definições Relacinadas à Plítica de Segurança da Infrmaçã Área respnsável Versã Data de emissã Data de revisã Data de vigência Infrmática Crprativa - Segurança 1.2 20/08/2009 30/10/2013 01/02/2014 Objetiv

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE CONFIGURAÇÃO PARA WINDOWS

GUIA RÁPIDO DE CONFIGURAÇÃO PARA WINDOWS GUIA RÁPIDO DE CONFIGURAÇÃO PARA WINDOWS CONTEÚDO 1. Intrduçã... 3 2. Requisits de Sftware e Hardware:... 3 3. Usuári e Grups:... 3 3.1. Cnfigurand cm Micrsft AD:... 3 3.2. Cnfigurand s Grups e Usuáris:...

Leia mais

1 Criando uma conta no EndNote

1 Criando uma conta no EndNote O EndNte Basic (anterirmente cnhecid pr EndNte Web), é um sftware gerenciadr de referências desenvlvid pela Editra Thmsn Reuters. Permite rganizar referências bibligráficas para citaçã em artigs, mngrafias,

Leia mais

^i * aesíqn e=> ~omunícc3ç:c30

^i * aesíqn e=> ~omunícc3ç:c30 ^i * aesíqn e=> ~munícc3ç:c30 CONTRATO DE LICENÇA DE USO DO SISTEMA - SUBMIT CMS Web Site da Prefeitura de Frei Martinh - Paraíba 1. IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTE Prefeitura Municipal de Frei Martinh

Leia mais

HARDWARE e SOFTWARE. O Computador é composto por duas partes: uma parte física (hardware) e outra parte lógica (software).

HARDWARE e SOFTWARE. O Computador é composto por duas partes: uma parte física (hardware) e outra parte lógica (software). HARDWARE e SOFTWARE O Cmputadr é cmpst pr duas partes: uma parte física (hardware) e utra parte lógica (sftware). Vcê sabe qual é a diferença entre "Hardware" e "Sftware"? Hardware: é nme dad a cnjunt

Leia mais

SDK (Software Development Kit) do Microsoft Kinect para Windows

SDK (Software Development Kit) do Microsoft Kinect para Windows SDK (Sftware Develpment Kit) d Micrsft Kinect para Windws Os presentes terms de licença cnstituem um acrd entre a Micrsft Crpratin (u, dependend d lcal n qual vcê esteja dmiciliad, uma de suas afiliadas)

Leia mais

Versões Todos os módulos devem ser atualizados para as versões a partir de 03 de outubro de 2013.

Versões Todos os módulos devem ser atualizados para as versões a partir de 03 de outubro de 2013. Serviç de Acess as Móduls d Sistema HK (SAR e SCF) Desenvlvems uma nva ferramenta cm bjetiv de direcinar acess ds usuáris apenas as Móduls que devem ser de direit, levand em cnsideraçã departament de cada

Leia mais

Projetos, Programas e Portfólios

Projetos, Programas e Portfólios Prjets, Prgramas e Prtfólis pr Juliana Klb em julianaklb.cm Prjet Segund PMBOK (2008): um prjet é um esfrç temprári empreendid para criar um nv prdut, serviç u resultad exclusiv. Esta definiçã, apesar

Leia mais

Plano de aulas 2010 1ª série 1ª aula 2ª etapa

Plano de aulas 2010 1ª série 1ª aula 2ª etapa Plan de aulas 2010 1ª série 1ª aula 2ª etapa Escla Clégi Eng Juarez Wanderley Prfessr Fernand Nishimura de Aragã Disciplina Infrmática Objetivs Cnstruçã de um website pessal para publicaçã de atividades

Leia mais

EIKON DOCUMENTS - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

EIKON DOCUMENTS - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA EIKON DOCUMENTS - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA VERSÃO Eikn Dcuments 2007 Service Pack 5 (2.9.5) Fevereir de 2010 DATA DE REFERÊNCIA DESCRIÇÃO Sftware para implantaçã de sistemas em GED / ECM (Gerenciament Eletrônic

Leia mais

SGCT - Sistema de Gerenciamento de Conferências Tecnológicas

SGCT - Sistema de Gerenciamento de Conferências Tecnológicas SGCT - Sistema de Gerenciament de Cnferências Tecnlógicas Versã 1.0 09 de Setembr de 2009 Institut de Cmputaçã - UNICAMP Grup 02 Andre Petris Esteve - 070168 Henrique Baggi - 071139 Rafael Ghussn Can -

Leia mais

Integração com coletores de ponto, catracas, dispositivos de abertura de portas, fechaduras eletromagnéticas,

Integração com coletores de ponto, catracas, dispositivos de abertura de portas, fechaduras eletromagnéticas, Vsft ids Acess Web Cntrle de acess e pnt A Vsft desenvlveu uma sluçã baseada em sftware e hardware para cntrle de acess e u pnt que pde ser utilizada pr empresas de qualquer prte. Cm us da tecnlgia bimétrica

Leia mais

PIM TECNOLOGIA EM GERENCIAMENTO DE REDES DE COMPUTADORES (GR3P30)

PIM TECNOLOGIA EM GERENCIAMENTO DE REDES DE COMPUTADORES (GR3P30) UNIP Brasília - Crdenaçã CG/CW/GR/AD Senhres Aluns, Seguem infrmações imprtantes sbre PIM: 1. O QUE É? - Os PIM (Prjet Integrad Multidisciplinar) sã prjets brigatóris realizads els aluns ds curss de graduaçã

Leia mais

WEB MANAGER. Conhecendo o Web Manager!

WEB MANAGER. Conhecendo o Web Manager! WEB MANAGER Cnhecend Web Manager! O Web Manager é uma pdersa ferramenta para gestã de Sites, prtais, intranets, extranets e htsites. Cm ela é pssível gerenciar ttalmente seus ambientes web. Integrad ttalmente

Leia mais

Integração com coletores de ponto, catracas, dispositivos de abertura de portas, fechaduras eletromagnéticas,

Integração com coletores de ponto, catracas, dispositivos de abertura de portas, fechaduras eletromagnéticas, Vsft ids Pnt Web Cntrle de acess e pnt A Vsft desenvlveu uma sluçã baseada em sftware e hardware para cntrle de acess e u pnt que pde ser utilizada pr empresas de qualquer prte. Cm us da tecnlgia bimétrica

Leia mais

Workflow. José Palazzo Moreira de Oliveira. Mirella Moura Moro

Workflow. José Palazzo Moreira de Oliveira. Mirella Moura Moro Pdems definir Wrkflw cm: Wrkflw Jsé Palazz Mreira de Oliveira Mirella Mura Mr "Qualquer tarefa executada em série u em paralel pr dis u mais membrs de um grup de trabalh (wrkgrup) visand um bjetiv cmum".

Leia mais

Projeto de Arquitetura Objetivos. Tópicos abordados. Arquitetura de software. Vantagens da arquitetura explícita

Projeto de Arquitetura Objetivos. Tópicos abordados. Arquitetura de software. Vantagens da arquitetura explícita Prjet de Arquitetura Objetivs Apresentar prjet de arquitetura e discutir sua imprtância Explicar as decisões de prjet de arquitetura que têm de ser feitas Apresentar três estils cmplementares de arquitetura

Leia mais

Principais Informações

Principais Informações Principais Infrmações Quem é Benefix Sistemas? Frmada pr ex-executivs e equipe de tecnlgia da Xerx d Brasil, que desenvlvem e suprtam sluções e estratégias invadras para setr públic, especializada dcuments

Leia mais

Os novos usos da tecnologia da informação nas empresas Sistemas de Informação

Os novos usos da tecnologia da informação nas empresas Sistemas de Informação Os nvs uss da tecnlgia da infrmaçã nas empresas Sistemas de Infrmaçã Prf. Marcel da Silveira Siedler siedler@gmail.cm SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Planejament

Leia mais

ARQUITETURA E INSTALAÇÃO PROTHEUS 11

ARQUITETURA E INSTALAÇÃO PROTHEUS 11 ARQUITETURA E INSTALAÇÃO PROTHEUS 11 OBJETIVO Infraestrutura e tecnlgia d Prtheus sã a base de uma sluçã de gestã empresarial rbusta, que atende a tdas as necessidades de desenvlviment, persnalizaçã, parametrizaçã

Leia mais

Aula 11 Bibliotecas de função

Aula 11 Bibliotecas de função Universidade Federal d Espírit Sant Centr Tecnlógic Departament de Infrmática Prgramaçã Básica de Cmputadres Prf. Vítr E. Silva Suza Aula 11 Biblitecas de funçã 1. Intrduçã À medida que um prgrama cresce

Leia mais

INTRODUÇÃO A LOGICA DE PROGRAMAÇÃO

INTRODUÇÃO A LOGICA DE PROGRAMAÇÃO INTRODUÇÃO A LOGICA DE PROGRAMAÇÃO A Lógica de Prgramaçã é necessária à tdas as pessas que ingressam u pretendem ingressar na área de Tecnlgia da Infrmaçã, send cm prgramadr, analista de sistemas u suprte.

Leia mais

Administração de Redes Servidores de Aplicação

Administração de Redes Servidores de Aplicação 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS SÃO JOSÉ SANTA CATARINA Administraçã de Redes Servidres de Aplicaçã

Leia mais

COMO CONFIGURAR SUA(S) CONTA(S) NO MICROSOFT OFFICE OUTLOOK

COMO CONFIGURAR SUA(S) CONTA(S) NO MICROSOFT OFFICE OUTLOOK COMO CONFIGURAR SUA(S) CONTA(S) NO MICROSOFT OFFICE OUTLOOK Use as instruções de acrd cm a versã d seu Outlk (2010, 2007 u 2003) Para saber a versã de seu Outlk, clique n menu Ajuda > Sbre Micrsft Office

Leia mais

Anexo V. Software de Registro Eletrônico em Saúde. Implantação em 2 (duas) Unidades de Saúde

Anexo V. Software de Registro Eletrônico em Saúde. Implantação em 2 (duas) Unidades de Saúde Anex V Sftware de Registr Eletrônic em Saúde Implantaçã em 2 (duas) Unidades de Saúde Índice 1 INTRODUÇÃO... 3 2 ESTRATÉGIAS E PROCEDIMENTOS DE IMPLANTAÇÃO... 3 4 INFRAESTRUTURA NAS UNIDADES DE SAÚDE -

Leia mais

PDF Livre com o Ghostscript

PDF Livre com o Ghostscript PDF Livre cm Ghstscript Um tutrial para criaçã de um geradr de arquivs PDF em Windws, basead em ferramentas gratuitas. Márci d'ávila, 05 de mai de 2004. Revisã 8, 20 de setembr de 2007. Categria: Text

Leia mais

Software Development Kit (SDK) do Microsoft Kinect para Windows

Software Development Kit (SDK) do Microsoft Kinect para Windows Sftware Develpment Kit (SDK) d Micrsft Kinect para Windws Os presentes terms de licenciament cnstituem um cntrat entre a Micrsft Crpratin (u dependend d país em que reside uma das respetivas empresas afiliadas)

Leia mais

Política de Privacidade Qrush Cards

Política de Privacidade Qrush Cards Plítica de Privacidade Qrush Cards Última atualizaçã em 21/09/2013 A Qrush Tecnlgia e Serviçs Ltda repeita a privacidade de seus clientes e usuáris e desenvlveu esta Plítica de Privacidade para demnstrar

Leia mais

CURSO PREPARATÓRIO PARA CERTIFICAÇÃO

CURSO PREPARATÓRIO PARA CERTIFICAÇÃO Cnteúd prgramátic CURSO PREPARATÓRIO PARA CERTIFICAÇÃO Este é cnteúd prgramátic d curs preparatóri n nv prgrama CDO-0001 para a certificaçã CmpTIA CDIA+. CONCEITUAL ECM Apresentaçã ds cnceits envlvids

Leia mais

Matemática / 1ª série / ICC Prof. Eduardo. Unidade 1: Fundamentos. 1 - Introdução ao Computador

Matemática / 1ª série / ICC Prof. Eduardo. Unidade 1: Fundamentos. 1 - Introdução ao Computador Unidade 1: Fundaments 1 - Intrduçã a Cmputadr Cnceits básics e Terminlgias O cmputadr é uma máquina eletrônica capaz de realizar uma grande variedade de tarefas cm alta velcidade e precisã, desde que receba

Leia mais

III.3. SISTEMAS HÍBRIDOS FIBRA/COAXIAL (HFC)

III.3. SISTEMAS HÍBRIDOS FIBRA/COAXIAL (HFC) 1 III.3. SISTEMAS HÍBRIDOS FIBRA/COAXIAL (HFC) III.3.1. DEFINIÇÃO A tecnlgia HFC refere-se a qualquer cnfiguraçã de fibra ótica e cab caxial que é usada para distribuiçã lcal de serviçs de cmunicaçã faixa

Leia mais

- APRESENTAÇÃO - Central de Pabx Alcatel OmniPCX Office. Pabx Alcatel - PRINCIPAIS BENEFÍCIOS Tudo que você precisa em um único equipamento

- APRESENTAÇÃO - Central de Pabx Alcatel OmniPCX Office. Pabx Alcatel - PRINCIPAIS BENEFÍCIOS Tudo que você precisa em um único equipamento Pabx Alcatel - APRESENTAÇÃO - Central de Pabx Alcatel OmniPCX Office A Cnintel apresenta para mercad a linha de prduts cnvergentes PABX Alcatel OmniPCX Office. Pabx Alcatel Mdular, escalável, pders, flexível,

Leia mais

H. Problemas/outras situações na ligação com a Segurança Social;

H. Problemas/outras situações na ligação com a Segurança Social; Mdel de Cmunicaçã Certificads de Incapacidade Temprária Âmbit d Dcument O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e clientes n âmbit ds CIT Certificads de Incapacidade Temprária.

Leia mais

Mensagem do atendimento ao cliente

Mensagem do atendimento ao cliente ASSUNTO: Cisc WebEx: Patch padrã a ser aplicad em [[DATA]] para [[WEBEXURL]] Cisc WebEx: Patch padrã em [[DATA]] A Cisc WebEx está enviand esta mensagem para s principais cntats de negóci em https://[[webexurl]]

Leia mais

Cursos Profissionais de Nível Secundário (Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março)

Cursos Profissionais de Nível Secundário (Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março) REFERENCIAL DE FORMAÇÃO Curss Prfissinais de Nível Secundári (Decret-Lei n.º 74/2004, de 26 de Març) Família Prfissinal: 07 - Infrmática 1. QUALIFICAÇÕES / SAÍDAS PROFISSIONAIS As qualificações de nível

Leia mais

Âmbito do Documento. Modelo de Comunicação. Modelo de Comunicação. Prescrição Eletrónica Médica - Aplicação

Âmbito do Documento. Modelo de Comunicação. Modelo de Comunicação. Prescrição Eletrónica Médica - Aplicação Mdel de Cmunicaçã Prescriçã Eletrónica Médica - Aplicaçã Âmbit d Dcument O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e clientes da aplicaçã de Prescriçã Eletrónica Médica

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO ÍNDICE QUE VALORES [MASTERSAF DFE] TRAZEM PARA VOCÊ? 1. VISÃO GERAL E REQUISITOS PARA INSTALAÇÃO... 2 1.1. AMBIENTE... 2 1.2. BANCO DE DADOS... 4 2. BAIXANDO OS INSTALADORES DO DFE MASTERSAF... 5 3. INICIANDO

Leia mais

GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisão: 000

GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisão: 000 GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisã: 000 A Mercur S.A., empresa estabelecida desde 1924, se precupa em cnduzir as suas relações de acrd cm padrões étics e cmerciais, através d cumpriment da legislaçã

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalaçã Prdut: n-hst Versã d prdut: 4.1 Autr: Aline Della Justina Versã d dcument: 1 Versã d template: Data: 30/07/01 Dcument destinad a: Parceirs NDDigital, técnics de suprte, analistas de

Leia mais

Channel. Colaboradores. Tutorial. Atualizado com a versão 3.9

Channel. Colaboradores. Tutorial. Atualizado com a versão 3.9 Channel Clabradres Tutrial Atualizad cm a versã 3.9 Cpyright 2009 pr JExperts Tecnlgia Ltda. tds direits reservads. É pribida a reprduçã deste manual sem autrizaçã prévia e pr escrit da JExperts Tecnlgia

Leia mais

MODELO DE PROGRAMAÇÃO DO WINDOWS AZURE

MODELO DE PROGRAMAÇÃO DO WINDOWS AZURE MODELO DE PROGRAMAÇÃO DO WINDOWS AZURE DAVID CHAPPELL OUTUBRO DE 2010 PATROCINADO PELA MICROSOFT CORPORATION SUMÁRIO Pr que criar um nv mdel de prgramaçã?... 3 Três regras d mdel de prgramaçã d Windws

Leia mais

MANUAL dos LABORATÓRIOS De INFORMÁTICA

MANUAL dos LABORATÓRIOS De INFORMÁTICA MANUAL ds LABORATÓRIOS De INFORMÁTICA Objetiv 1. Oferecer as aluns a infra-estrutura e suprte necessári à execuçã de tarefas práticas, slicitadas pels prfessres, bservand s prazs estabelecids. 2. Oferecer

Leia mais

Perguntas frequentes sobre o Programa Banda Larga nas Escolas

Perguntas frequentes sobre o Programa Banda Larga nas Escolas Perguntas frequentes sbre Prgrama Banda Larga nas Esclas 1. Qual bjetiv d Prgrama Banda Larga nas Esclas? O Prgrama Banda Larga nas Esclas tem cm bjetiv cnectar tdas as esclas públicas à internet, rede

Leia mais

Por favor, considere a proteção ao meio ambiente antes de imprimir esse documento

Por favor, considere a proteção ao meio ambiente antes de imprimir esse documento Interbrs Tecnlgia e Sluções de Internet Ltda. Rua Dr. Guilherme Bannitz, 126 2º andar Cnj. 21 /179 Itaim Bibi - Sã Paul- SP - 04532-060 Fne: 55 11 9209-3717 / 55 11 8162-0161 Pr favr, cnsidere a prteçã

Leia mais

WINDOWS AZURE E ISVS UM GUIA PARA OS RESPONSÁVEIS PELAS DECISÕES DAVID CHAPPELL JULHO DE 2009 PATROCINADO PELA MICROSOFT CORPORATION

WINDOWS AZURE E ISVS UM GUIA PARA OS RESPONSÁVEIS PELAS DECISÕES DAVID CHAPPELL JULHO DE 2009 PATROCINADO PELA MICROSOFT CORPORATION WINDOWS AZURE E ISVS UM GUIA PARA OS RESPONSÁVEIS PELAS DECISÕES DAVID CHAPPELL JULHO DE 2009 PATROCINADO PELA MICROSOFT CORPORATION SUMÁRIO ISVs e cmputaçã em nuvem... 2 Breve visã geral d Windws Azure...

Leia mais

Notas de Aplicação. Utilização do conversor RS232/RS485 (PMC712) com controladores HI. HI Tecnologia. Documento de acesso público

Notas de Aplicação. Utilização do conversor RS232/RS485 (PMC712) com controladores HI. HI Tecnologia. Documento de acesso público Ntas de Aplicaçã Utilizaçã d cnversr RS232/RS485 (PMC712) cm cntrladres HI HI Tecnlgia Dcument de acess públic ENA.00034 Versã 1.00 setembr-2010 HI Tecnlgia Utilizaçã d cnversr RS232/RS485 (PMC712) cm

Leia mais

Proposta de Formação para o uso pedagógico e integrado do Tablet Educacional Estudos Autônomos

Proposta de Formação para o uso pedagógico e integrado do Tablet Educacional Estudos Autônomos Prpsta de Frmaçã para us pedagógic e integrad d Tablet Educacinal Estuds Autônms Objetiv geral: OBJETIVOS Prmver a Frmaçã Cntinuada ds Prfessres, Crdenadres Pedagógics e Gestres Esclares, na mdalidade

Leia mais

Art. 2º. Trata-se de uma promoção de caráter exclusivamente de estimulo cultural, profissional e acadêmico sem vínculo com sorteios.

Art. 2º. Trata-se de uma promoção de caráter exclusivamente de estimulo cultural, profissional e acadêmico sem vínculo com sorteios. Prêmi Data Pint de Criatividade e Invaçã - 2011 N an em que cmpleta 15 ans de atuaçã n mercad de treinament em infrmática, a Data Pint ferece à cmunidade a prtunidade de participar d Prêmi Data Pint de

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração

Manual de Instalação e Configuração Manual de Instalaçã e Cnfiguraçã Prdut:n-ReleaserEmbedded fr Lexmark Versã 1.2.1 Versã d Dc.:1.0 Autr: Lucas Machad Santini Data: 14/04/2011 Dcument destinad a: Clientes e Revendas Alterad pr: Release

Leia mais

Vensis PCP. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br

Vensis PCP. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br Vensis PCP Vensis PCP O PCP é módul de planejament e cntrle de prduçã da Vensis. Utilizad n segment industrial, módul PCP funcina de frma ttalmente integrada a Vensis ERP e permite às indústrias elabrar

Leia mais

Roteiro de Implantação Estoque

Roteiro de Implantação Estoque Rteir de Implantaçã Estque Revisã: 23/07/2004 Abrangência Versã 7.10 Cadastrs Básics Dicas: Explique a necessidade d preenchiment ds brigatóris (camps na cr azul). Verifique se cliente necessita que mais

Leia mais

CONCEITOS SOFIA2 MAIO 2014. Versão 4

CONCEITOS SOFIA2 MAIO 2014. Versão 4 CONCEITOS SOFIA2 MAIO 2014 Versã 4 1 ÍNDICE 1 ÍNDICE... 2 2 INTRODUÇÃO... 3 2.1 OBJETIVOS E ÂMBITO DO PRESENTE DOCUMENTO... 3 3 O QUE É O SOFIA2... 4 4 CONCEITOS DA PLATAFORMA SOFIA2... 6 4.1 SMART SPACE...

Leia mais

MTur Sistema Artistas do Turismo. Manual do Usuário

MTur Sistema Artistas do Turismo. Manual do Usuário MTur Sistema Artistas d Turism Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 9 4.1. CADASTRAR REPRESENTANTE... 9 4.2. CADASTRAR

Leia mais

Segue abaixo projeto para desenvolvimento de novo website para loja Virtual

Segue abaixo projeto para desenvolvimento de novo website para loja Virtual Lja Virtual Desenvlviment FrmigaNegócis Orçament: /2012 Cliente: Respnsável: Prjet: Lja virtual Telefne: Frmiga (MG), de de 2012 Intrduçã Segue abaix prjet para desenvlviment de nv website para lja Virtual

Leia mais

Requisitos técnicos de alto nível da URS para registros e registradores

Requisitos técnicos de alto nível da URS para registros e registradores Requisits técnics de alt nível da URS para registrs e registradres 17 de utubr de 2013 Os seguintes requisits técnics devem ser seguids pels peradres de registr e registradres para manter a cnfrmidade

Leia mais

ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION

ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION Orin Versã 7.74 TABELAS Clientes Na tela de Cadastr de Clientes, fi inserid btã e um camp que apresenta códig que cliente recebeu após cálcul da Curva ABC. Esse btã executa

Leia mais

Guia Sphinx: Instalação, Reposição e Renovação

Guia Sphinx: Instalação, Reposição e Renovação Guia Sphinx: Instalaçã, Repsiçã e Renvaçã V 5.1.0.8 Instalaçã Antes de instalar Sphinx Se vcê pssuir uma versã anterir d Sphinx (versões 1.x, 2.x, 3.x, 4.x, 5.0, 5.1.0.X) u entã a versã de Demnstraçã d

Leia mais

ISO 9001:2008 alterações à versão de 2000

ISO 9001:2008 alterações à versão de 2000 ISO 9001:2008 alterações à versã de 2000 Já passaram quase it ans desde que a versã da ISO 9001 d an 2000 fi publicada, que cnduziu à necessidade de uma grande mudança para muitas rganizações, incluind

Leia mais

1. Objetivo: Lançar novo produto para bloqueio do veículo via celular GSM e rastreador GSM com localização por GPS.

1. Objetivo: Lançar novo produto para bloqueio do veículo via celular GSM e rastreador GSM com localização por GPS. Históric de Revisões Revisã Data Descriçã da Revisã Mtiv da Revisã 11 20/08/09 Ajustes de hardware dispar Sirene PST 12 14/11/09 AJUSTES SOFTWARE 13 25/11/09 Ajustes de hardware, falha n mdul GSM na trca

Leia mais

Anexo 03 Recomendação nº 3: estatuto padrão, estatuto fundamental e contrato social

Anexo 03 Recomendação nº 3: estatuto padrão, estatuto fundamental e contrato social Anex 03 Recmendaçã nº 3: estatut padrã, estatut fundamental e cntrat scial 1. Resum 01 Atualmente, Estatut da Crpraçã da Internet para a atribuiçã de nmes e númers (ICANN) tem um mecanism únic para alterações.

Leia mais

Em qualquer situação, deve ser incluída toda a informação que seja relevante para a análise e resolução da questão/problema.

Em qualquer situação, deve ser incluída toda a informação que seja relevante para a análise e resolução da questão/problema. Mdel de Cmunicaçã Prescriçã Eletrónica de Medicaments Revisã 2 Âmbit d Dcument O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e clientes da Prescriçã Eletrónica de Medicaments

Leia mais

Diferenciais do QlikView Versus Tecnologias Tradicionais

Diferenciais do QlikView Versus Tecnologias Tradicionais Diferenciais d QlikView Versus Tecnlgias Tradicinais Índice Tecnlgia MOLAP... 3 Demanda criaçã de Datawarehuse... 3 Númer limitad de dimensões... 3 Inflexível... 3 Cnsultas smente nline... 3 Tecnlgia ROLAP...

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE DO PORTO

FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE DO PORTO FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE DO PORTO C e n t r d e I n f r m á t i c a NORMAS DE UTILIZAÇÃO DOS LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA A FMUP dispõe de salas e labratóris de infrmática gerids pel Centr

Leia mais

Software Para Controle de Acesso e Ponto

Software Para Controle de Acesso e Ponto Sftware Para Cntrle de Acess e Pnt Características e Funcinalidades Versã 2.0 Inipass é marca registrada da Prjedata Infrmática Ltda. Tds s direits reservads à Prjedata Infrmática Ltda. Características

Leia mais

Pessoal, vislumbro recursos na prova de conhecimentos específicos de Gestão Social para as seguintes questões:

Pessoal, vislumbro recursos na prova de conhecimentos específicos de Gestão Social para as seguintes questões: Pessal, vislumbr recurss na prva de cnheciments específics de Gestã Scial para as seguintes questões: Questã 01 Questã 11 Questã 45 Questã 51 Questã 56 Vejams as questões e arguments: LEGISLAÇÃO - GESTÃO

Leia mais

3. TIPOS DE MANUTENÇÃO:

3. TIPOS DE MANUTENÇÃO: 3. TIPOS DE MANUTENÇÃO: 3.1 MANUTENÇÃO CORRETIVA A manutençã crretiva é a frma mais óbvia e mais primária de manutençã; pde sintetizar-se pel cicl "quebra-repara", u seja, repar ds equipaments após a avaria.

Leia mais

Manual do Novo Pátio. Revenda. Versão 2.0

Manual do Novo Pátio. Revenda. Versão 2.0 Manual d Nv Páti Revenda Versã 2.0 1 Cnteúd INTRODUÇÃO... 3 1.LOGIN... 4 2.ANUNCIANTE... 4 2.1 Listar Usuáris... 4 2.2 Criar Usuári... 5 2.2.1 Permissões:... 6 3.SERVIÇOS... 7 3.1 Serviçs... 7 3.2 Feirã...

Leia mais

10ª JORNADA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Extensão Universitária e Políticas Públicas

10ª JORNADA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Extensão Universitária e Políticas Públicas SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO 10ª JORNADA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Extensã Universitária e Plíticas Públicas Períd 05 a 07 de dezembr de 2007 A 10ª Jrnada

Leia mais

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário MTUR Sistema FISCON Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 5 4.1. CADASTRAR CONVENENTE... 5 4.2. INSERIR FOTOGRAFIAS/IMAGENS

Leia mais

TERMOS DE LICENÇA PARA SOFTWARE DA MICROSOFT MICROSOFT DYNAMICS AX 2012 R2

TERMOS DE LICENÇA PARA SOFTWARE DA MICROSOFT MICROSOFT DYNAMICS AX 2012 R2 TERMOS DE LICENÇA PARA SOFTWARE DA MICROSOFT MICROSOFT DYNAMICS AX 2012 R2 Estes terms de licença representam um cntrat ( cntrat ) entre a Micrsft Crpratin (u, dependend d seu lcal de dmicíli, uma de suas

Leia mais

Operação Metalose orientações básicas à população

Operação Metalose orientações básicas à população Operaçã Metalse rientações básicas à ppulaçã 1. Quem é respnsável pel reclhiment de prduts adulterads? As empresas fabricantes e distribuidras. O Sistema Nacinal de Vigilância Sanitária (Anvisa e Vigilâncias

Leia mais

COORDENADORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Suporte técnico

COORDENADORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Suporte técnico COORDENADORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Suprte técnic O serviç de suprte técnic tem pr bjetiv frnecer atendiment as usuáris de prduts e serviçs de infrmática da Defensria Pública. Este serviç é prvid

Leia mais

Software Utilizado pela Contabilidade: Datasul EMS 505. itens a serem inventariados com o seu correspondente registro contábil;

Software Utilizado pela Contabilidade: Datasul EMS 505. itens a serem inventariados com o seu correspondente registro contábil; TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS DE ANÁLISE DA REDUÇÃO AO VALOR RECUPERÁVEL DE ATIVO PARA CÁLCULOS DO VALOR DO IMPAIRMENT E VIDA ÚTIL RESIDUAL, EM CONFORMIDADE COM O DISPOSTO

Leia mais

Soluções Benefix para Varejo (NFC-e)

Soluções Benefix para Varejo (NFC-e) BENEFIX SISTEMAS E GESTÃO DE NEGÓCIOS LTDA Rua da Cnceiçã, 95, Niterói / RJ Telefne: +55 21 2621-5063 Telefne: +55 41 3353-3839 E-mail: cntat@e-benefix.cm.br Sluções Benefix para Varej (NFC-e) Sluções

Leia mais

Supply Chain Game. EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE LOGÍSTICA E CADEIA DE SUPRIMENTOS Autor: Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves

Supply Chain Game. EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE LOGÍSTICA E CADEIA DE SUPRIMENTOS Autor: Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves Supply Chain Game EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE LOGÍSTICA E CADEIA DE SUPRIMENTOS Autr: Prf. Dr. Daniel Bertli Gnçalves Exercíci Prátic 1 Simuland uma Cadeia e planejand seus estques Lcal: em sala de aula Material

Leia mais

PRINCIPAIS REQUISITOS: Regra final sobre Programas de Verificação do Fornecedor Estrangeiro Em resumo

PRINCIPAIS REQUISITOS: Regra final sobre Programas de Verificação do Fornecedor Estrangeiro Em resumo O FDA ferece esta traduçã cm um serviç para um grande públic internacinal. Esperams que vcê a ache útil. Embra a agência tenha tentad bter uma traduçã mais fiel pssível à versã em inglês, recnhecems que

Leia mais

Proposta. Projeto: VENSSO. Data 25/05/2005. Andrade Lima Damires Fernandes Andrade Lima Damires Fernandes. Responsável. Autor (s)

Proposta. Projeto: VENSSO. Data 25/05/2005. Andrade Lima Damires Fernandes Andrade Lima Damires Fernandes. Responsável. Autor (s) Prpsta Prjet: Data 25/05/2005 Respnsável Autr (s) Dc ID Andrade Lima Damires Fernandes Andrade Lima Damires Fernandes Lcalizaçã Versã d Template

Leia mais

CADERNO DE PROVA NÍVEL SUPERIOR EM INFORMÁTICA I N S T R U Ç Õ E S

CADERNO DE PROVA NÍVEL SUPERIOR EM INFORMÁTICA I N S T R U Ç Õ E S 1 PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO CONCURSO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS LUZIÂNIA CADERNO DE PROVA NÍVEL SUPERIOR EM INFORMÁTICA I N S T R U Ç Õ E S Verifique

Leia mais

GESTÃO DE PROJETOS. Uma visão geral Baseado nas diretrizes do PMI

GESTÃO DE PROJETOS. Uma visão geral Baseado nas diretrizes do PMI GESTÃO DE PROJETOS Uma visã geral Bead n diretrizes d PMI 1 Intrduçã Objetiv da Apresentaçã O bjetiv é frnecer uma visã geral ds prcesss de Gestã de Prjets aplicads à Gestã de Empreendiments. O que é Prjet?

Leia mais

TESTE DE SOFTWARE (Versão 2.0)

TESTE DE SOFTWARE (Versão 2.0) Universidade Luterana d Brasil Faculdade de Infrmática Disciplina de Engenharia de Sftware Prfessr Luís Fernand Garcia www.garcia.pr.br TESTE DE SOFTWARE (Versã 2.0) 9 Teste de Sftware Imprtância Dependência

Leia mais

Prefeitura Municipal de Belo Horizonte Vox Mercado Pesquisa e Projetos Ltda. Dados da organização

Prefeitura Municipal de Belo Horizonte Vox Mercado Pesquisa e Projetos Ltda. Dados da organização Data de elabraçã da ficha: Jun 2007 Prefeitura Municipal de Bel Hriznte Vx Mercad Pesquisa e Prjets Ltda. Dads da rganizaçã Nme: Prefeitura Municipal de Bel Hriznte Endereç: Av. Afns Pena, 1212 - Cep.

Leia mais

WINDOWS VISTA. 1. Introdução. 2. Versões do Windows Vista primeiro contato. 2.1. Vista Home Basic. Prof. André Alencar Windows Vista 1

WINDOWS VISTA. 1. Introdução. 2. Versões do Windows Vista primeiro contato. 2.1. Vista Home Basic. Prof. André Alencar Windows Vista 1 Prf. André Alencar Windws Vista 1 WINDOWS VISTA 1. Intrduçã O Windws Vista é um sistema peracinal que cntrla hardware, permite a instalaçã de prgramas e cria uma interface cm usuári, vltad para usuáris

Leia mais

- COMO PROCURAR EMPREGO -

- COMO PROCURAR EMPREGO - GUIA PRÁTICO - COMO PROCURAR EMPREGO - e 1 de 7 Técnicas de Prcura de Empreg...3 1. Aut Avaliaçã...3 2. Meis de Divulgaçã de Ofertas de Empreg...3 3. Carta de Apresentaçã...4 4. Curriculum Vitae...4 4.1.1.

Leia mais

Contrato de Usuário Final da Aspect para Produtos Microsoft (Rev 3.0)

Contrato de Usuário Final da Aspect para Produtos Microsoft (Rev 3.0) Favr Salvar u Imprimir para Seus Arquivs Cntrat de Usuári Final da Aspect para Prduts Micrsft (Rev 3.0) Inclui: Cntrat de Licença de Usuári Final da Aspect Referente a Micrsft SQL Server 2008 R2 Standard

Leia mais

Vensis Manutenção. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br

Vensis Manutenção. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br Vensis Manutençã Vensis Manutençã É módul que permite gerenciament da manutençã de máquinas e equipaments. Prgramaçã de manutenções preventivas u registr de manutenções crretivas pdem ser feits de frma

Leia mais

Integração Ayty CRM e Altitude

Integração Ayty CRM e Altitude Dcumentaçã Elabrada pr: Ayty CRM Data / Lcal: 30/10/2011 Prjet: Ayty CRM cm Discadr Altitude Versã: 1.0 Dcument: Integraçã AytyCRM e Discadr Altitude Integraçã Ayty CRM e Altitude Sumári: Principais Fluxs:...

Leia mais

Fundamentos de Informática 1ºSemestre

Fundamentos de Informática 1ºSemestre Fundaments de Infrmática 1ºSemestre Aula 4 Prf. Nataniel Vieira nataniel.vieira@gmail.cm SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Descrevend Sistemas de um Cmputadr

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM WEB SITE PARA A BASE DE CONHECIMENTOS DO PROGRAMA DE APOIO AOS ACTORES NÃO ESTATAIS ANGOLA

DESENVOLVIMENTO DE UM WEB SITE PARA A BASE DE CONHECIMENTOS DO PROGRAMA DE APOIO AOS ACTORES NÃO ESTATAIS ANGOLA DESENVOLVIMENTO DE UM WEB SITE PARA A BASE DE CONHECIMENTOS DO PROGRAMA DE APOIO AOS ACTORES NÃO ESTATAIS ANGOLA REQUISITOS TECNICOS O Prgrama de Api as Actres Nã Estatais publica uma slicitaçã para prestaçã

Leia mais

Legenda da Mensagem de Resposta à Verificação de Elegibilidade (respostaelegibilidade)

Legenda da Mensagem de Resposta à Verificação de Elegibilidade (respostaelegibilidade) Legenda da Mensagem de Respsta à Verificaçã de Elegibilidade (respstaelegibilidade) Mensagem : Respta à verificaçã de elegibilidade (respstaelegibilidade) - Flux : Operadra para Prestadr Códig da mensagem

Leia mais

ESCOPO DETALHADO - CO 137-012 - Modelos 3D e Vinhetas Animadas

ESCOPO DETALHADO - CO 137-012 - Modelos 3D e Vinhetas Animadas ESCOPO DETALHADO - CO 137-012 - Mdels 3D e Vinhetas Animadas Cntrataçã de prdutra para desenvlviment ds mdels 3D das marcas e das vinhetas de animaçã 3D O Cmitê Ri 2016 pretende cm este prcess seletiv

Leia mais

Universidade Luterana do Brasil Faculdade de Informática. Disciplina de Engenharia de Software Professor Luís Fernando Garcia www.garcia.pro.

Universidade Luterana do Brasil Faculdade de Informática. Disciplina de Engenharia de Software Professor Luís Fernando Garcia www.garcia.pro. Universidade Luterana d Brasil Faculdade de Infrmática Disciplina de Engenharia de Sftware Prfessr Luís Fernand Garcia www.garcia.pr.br EVOLUÇÃO EM ENGENHARIA DE SOFTWARE 10 Sistemas Legads O investiment

Leia mais

PROGRAMA DE AÇÃO PARA O ANO 2016

PROGRAMA DE AÇÃO PARA O ANO 2016 PROGRAMA DE AÇÃO PARA O ANO 2016 Tend presente a Missã da Federaçã Prtuguesa de Autism: Defesa incndicinal ds direits das pessas cm Perturbações d Espectr d Autism e suas famílias u representantes. Representaçã

Leia mais

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO UC_REQ-MK_ACF-001 27/01/2015 00 1 / 12 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 Objetiv... 2 Públic Alv... 2 Escp... 2 Referências... 2 DESCRIÇÃO GERAL DO PRODUTO... 2 Características d Usuári... 2 Limites, Supsições e

Leia mais

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO II PROJETO BÁSICO: JORNADA AGIR

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO II PROJETO BÁSICO: JORNADA AGIR CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO II PROJETO BÁSICO: JORNADA AGIR 1. Históric da Jrnada AGIR Ns ambientes crprativs atuais, a adçã de um mdel de gestã integrada é uma decisã estratégica n api às tmadas

Leia mais

Requerimentos de Energia Temporária: Requerimentos Mandatórios:

Requerimentos de Energia Temporária: Requerimentos Mandatórios: Requeriments de Energia Temprária: Requeriments Mandatóris: Adtar s requeriments mínims definids n Códig Básic da Iniciativa Ética Cmercial (IEC) / Ethical Trading Initative (ETI): O empreg deverá ser

Leia mais

Versão 1.1.1.3. Descrição do produto, 2009. www.graycell.pt

Versão 1.1.1.3. Descrição do produto, 2009. www.graycell.pt Versã 1.1.1.3 Descriçã d prdut, 2009 www.graycell.pt 1 ENQUADRAMENTO A platafrma ask-it! é uma aplicaçã web-based que permite criar inquérits dinâmics e efectuar a sua dispnibilizaçã n-line. A facilidade

Leia mais

Política de Veiculação de Anúncios (CAP) da Microsoft 19 de Agosto de 2014

Política de Veiculação de Anúncios (CAP) da Microsoft 19 de Agosto de 2014 Plítica de Veiculaçã de Anúncis (CAP) da Micrsft 19 de Agst de 2014 Bem-vind A Plítica de Veiculaçã de Anúncis da Micrsft fi prjetada para assegurar, de maneira cnsistente, alts padrões de publicidade

Leia mais

PROCESSO EXTERNO DE CERTIFICAÇÃO

PROCESSO EXTERNO DE CERTIFICAÇÃO 1 de 7 1. OBJETIVO Este prcediment estabelece prcess para cncessã, manutençã, exclusã e extensã da certificaçã de sistema de segurança cnfrme ABNT NBR 15540. 2. DOCUMENTOS COMPLEMENTARES - ABNT NBR 15540:2013:

Leia mais