UMG 100. User Media Gateway to E1 and VoIP. Transcoding nos 30 canais. Cancelamento de eco. Suporte SNMP. CDR personalizável

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UMG 100. User Media Gateway to E1 and VoIP. Transcoding nos 30 canais. Cancelamento de eco. Suporte SNMP. CDR personalizável"

Transcrição

1 UMG 100 User Media Gateway t E1 and VIP Transcding ns 30 canais Cancelament de ec Suprte SNMP CDR persnalizável Design Clean e facilidade de instalaçã O UMG 100 é um user gateway da linha de Media Gateways da Khmp, desenvlvid para atender cenáris de pequen prte cm a garantia de alt desempenh. Este equipament suprta 1 link E1, até 30 canais VIP, registr em até duas diferentes cntas SIP e fi preparad para ser cnectad à Rede Pública de Telefnia (STFC), enlaces VIP, sft-switches e equipaments PABX. O UMG 100 é rbust e eficaz, pssui DSPs dedicads para tratament das tarefas críticas de telefnia e cancelament de ec, para prver áudi de alta qualidade. Pssui transcding em tds s canais, suprte às principais sinalizações e CODECs d mercad, além de realizar cntrle e rteament das chamadas, de acrd cm as regras prgramadas. O User Media Gateway, cm própri nme sugere, é um gateway desenvlvid para atender usuáris, cm dimensões que favrecem sua fácil instalaçã e interface web amigável para cnfiguraçã e mnitraçã. Khmp Ind.:: Rua Je Cllaç, 253 :: Flrianóplis SC :: CEP

2 Interface Web O UMG 100 pssui interface web amigável para mnitraçã, cnfiguraçã, diagnóstic e administraçã d sistema. Iss pssibilita timizaçã de temp e mair autnmia para usuári. Geraçã de Lgs para Diagnóstic Acess as lgs pela interface web, que facilita diagnóstic de prblema, bem cm agilidade à sluçã. Rteament e Fidelizaçã Mair cntrle de gasts, através da pssibilidade de cnfiguraçã de rteament pr prefixs e fidelizaçã de peradras. Arquitetura Eficiente O UMG 100 é um sistema cmpact e eficiente, que pde ser definid em três partes básicas: Uma placa CPU, respnsável pel rteament das chamadas, acess a prtal de cnfiguraçã e mnitraçã, e pr tds s recurss de alt nível d equipament. Um módul de telefnia, respnsável pel acess à interface E1, e pela execuçã das tarefas críticas de temp real. Uma prta de rede 10/100/1000 Gbps externa e respnsável pela integraçã d sistema e pr td gerenciament d tráfeg IP, incluind VIP. 16,5 cm 4,5 cm Leds frntais 11,5 cm Imagem: UMG 100 cm vista frntal. Khmp Ind.:: Rua Je Cllaç, 253 :: Flrianóplis SC :: CEP

3 Imagem: UMG 100 cm vista psterir. Características e Benefícis: Suprte a Trncs e CODECs E1 Sinalizaçã ISDN u R2 1 link 30 canais VIP Cdecs Sinalizaçã SIP Suprte para até 2 cntas SIP 30 canais Transcding G.711 (A-law e µ-law) G.729A Qualidade de vz Cancelament de ec Prcessament dedicad para VIP Suprte a FAX n md pass-thrugh Especificações de sftware d prdut Suprte a SNMP Rteament de chamadas pr prefix Fidelizaçã pr peradra Bilhetagem pr CDR persnalizável (CDR Call Detail Recrd) Geraçã de lgs para diagnóstic Status d link E1 Khmp Ind.:: Rua Je Cllaç, 253 :: Flrianóplis SC :: CEP

4 Diagnóstic detalhad d link E1 Interface para cnfiguraçã Prtcls suprtads Sessin Initiatin Prtcl (SIP) Simple Netwrk Management Prtcl (SNMP) Dmain Name System (DNS) Internet Cntrl Message Prtcl (ICMP) Internet Prtcl (IP) Real-Time Transprt Prtcl (RTP) Transmissin Cntrl Prtcl (TCP) User Datagram Prtcl (UDP) File Transfer Prtcl (FTP) Hypertext Transfer Prtcl (HTTP) Mnitraçã via SNMP Prtal WEB Mnitraçã Link E1 Canais d Link E1 e d VIP Cnfiguraçã Rteament Rteament pr prefix Rteament avançad pr expressões regulares Link E1 Cntas VIP CDR persnalizad Diagnóstic e depuraçã d sistema pelas mensagens de lgs Administraçã Manutençã d sistema Prvisinament da cnfiguraçã d dispsitiv (exprtaçã e imprtaçã) Reinicializaçã d dispsitiv Trca de senha d usuári de administraçã Ajuste de data e hra d sistema Cnfiguraçã de rede d dispsitiv Especificações físicas d prdut Fnte de Energia - Entrada: V 50/60 Hz, Saída 12V/2.5A Dimensões: 4,5cm (altura) x 16,5cm (largura) x 11,5cm (cmpriment) Cnexões E1: BNC caxial u RJ45 Rede Gigabit: prta de rede 100/1000 Base-T Cnectr da fnte de energia plarizada 12V CC LEDs Leds de status d equipament Leds de status d Link E1 Btã de reset/restre Garantias e Certificações Certificaçã Anatel Empresa certificada ISO 9001:2008 Garantia de fábrica: 1 an Khmp Ind.:: Rua Je Cllaç, 253 :: Flrianóplis SC :: CEP

5 Outras Imagens Tela de Administraçã Tela de Mnitraçã Khmp Ind.:: Rua Je Cllaç, 253 :: Flrianóplis SC :: CEP

6 Tela de Diagnóstic Tela de Cnfiguraçã Khmp Ind.:: Rua Je Cllaç, 253 :: Flrianóplis SC :: CEP

Ideal para roteamento de chamadas entre filial x matriz Cancelamento de eco. Ideal para operadoras VoIP que trabalham com venda de CDR personalizável

Ideal para roteamento de chamadas entre filial x matriz Cancelamento de eco. Ideal para operadoras VoIP que trabalham com venda de CDR personalizável USER MEDIA GATEWAY E1 AND VOIP Principais Características Aplicações Típicas Transcoding nos 30 canais Ideal para roteamento de chamadas entre filial x matriz Cancelamento de eco por rede IP. Suporte SNMP

Leia mais

Ideal para roteamento de chamadas entre filial x matriz Cancelamento de eco

Ideal para roteamento de chamadas entre filial x matriz Cancelamento de eco USER MEDIA GATEWAY E VOIP Principais Características Aplicações Típicas 1 link com 30 canais Ideal para roteamento de chamadas entre filial x matriz Cancelamento de eco por rede IP. Suporte SNMP e CDR

Leia mais

UMG 50. Principais Características. Aplicações Típicas. Visão Geral USER MEDIA GATEWAY E1 E VOIP. Do tamanho da sua empresa

UMG 50. Principais Características. Aplicações Típicas. Visão Geral USER MEDIA GATEWAY E1 E VOIP. Do tamanho da sua empresa USER MEDIA GATEWAY E1 E VOIP Principais Características Aplicações Típicas E1 modular: 10 canais E1 Expansão a cada 5 canais adquiridos por licença adicional Máximo de 30 canais (1 link E1) Até 10 registros

Leia mais

Ideal para roteamento de chamadas entre filial x matriz 1 link E1, com 30 canais

Ideal para roteamento de chamadas entre filial x matriz 1 link E1, com 30 canais USER MEDIA GATEWAY COM 4 ETHERNET GIGA Principais Características Aplicações Típicas 4 portas de redes Ethernet Ideal para roteamento de chamadas entre filial x matriz 1 link, com 30 canais por rede IP.

Leia mais

Ideal para conversão das chamadas analógicas para 2 portas de redes Ethernet. VoIP, utilizando toda a rede e aparelhos analógicos FXS 24 canais VoIP

Ideal para conversão das chamadas analógicas para 2 portas de redes Ethernet. VoIP, utilizando toda a rede e aparelhos analógicos FXS 24 canais VoIP USER MEDIA GATEWAY FXS E VOIP Principais Características Aplicações Típicas 24 canais FXS Ideal para conversão das chamadas analógicas para 2 portas de redes Ethernet VoIP, utilizando toda a rede e aparelhos

Leia mais

UMG MODULAR 300. Aplicações Típicas. Principais Características. Visão Geral USER MEDIA GATEWAY E1, VOIP, GSM, FXS AND FXO

UMG MODULAR 300. Aplicações Típicas. Principais Características. Visão Geral USER MEDIA GATEWAY E1, VOIP, GSM, FXS AND FXO USER MEDIA GATEWAY E1, VOIP, GSM, FXS AND FXO Principais Características Aplicações Típicas Modular, de acordo com o cenário que será utilizado 2 portas Ethernet Giga 10 contas SIP + quantidade máxima

Leia mais

Central de comunicações unificadas plataforma ou aplicação. Aplicações customizadas com interfaces de telefonia Gateway: SIP para interface E1

Central de comunicações unificadas plataforma ou aplicação. Aplicações customizadas com interfaces de telefonia Gateway: SIP para interface E1 SERVIDOR COM GATEWAY INTEGRADO Principais Características Aplicações Típicas All-in-one: Servidor e Gateway em um único appliance PBX IP e PABX Servidor: Com processador para embarcar qualquer Central

Leia mais

III.3. SISTEMAS HÍBRIDOS FIBRA/COAXIAL (HFC)

III.3. SISTEMAS HÍBRIDOS FIBRA/COAXIAL (HFC) 1 III.3. SISTEMAS HÍBRIDOS FIBRA/COAXIAL (HFC) III.3.1. DEFINIÇÃO A tecnlgia HFC refere-se a qualquer cnfiguraçã de fibra ótica e cab caxial que é usada para distribuiçã lcal de serviçs de cmunicaçã faixa

Leia mais

Central de Comunicações Unificadas Servidor: Com processador para embarcar qualquer

Central de Comunicações Unificadas Servidor: Com processador para embarcar qualquer SERVIDOR COM GATEWAY INTEGRADO Principais Características Aplicações Típicas All-in-one: Servidor e gateway modular em um único PBX IP e PABX appliance. Central de Comunicações Unificadas Servidor: Com

Leia mais

Central de Comunicações Unificadas Servidor: Com processador para embarcar qualquer

Central de Comunicações Unificadas Servidor: Com processador para embarcar qualquer SERVIDOR COM GATEWAY MODULAR INTEGRADO Principais Características Aplicações Típicas All-in-one: Servidor e gateway modular em um único PBX IP e PABX appliance. Central de Comunicações Unificadas Servidor:

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE CONFIGURAÇÃO PARA WINDOWS

GUIA RÁPIDO DE CONFIGURAÇÃO PARA WINDOWS GUIA RÁPIDO DE CONFIGURAÇÃO PARA WINDOWS CONTEÚDO 1. Intrduçã... 3 2. Requisits de Sftware e Hardware:... 3 3. Usuári e Grups:... 3 3.1. Cnfigurand cm Micrsft AD:... 3 3.2. Cnfigurand s Grups e Usuáris:...

Leia mais

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO UC_REQ-MK_ACF-001 27/01/2015 00 1 / 12 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 Objetiv... 2 Públic Alv... 2 Escp... 2 Referências... 2 DESCRIÇÃO GERAL DO PRODUTO... 2 Características d Usuári... 2 Limites, Supsições e

Leia mais

UMG SERVER MODULAR PRO

UMG SERVER MODULAR PRO SERVIDOR DE ALTO PROCESSAMENTO E GATEWAY MODULAR INTEGRADO Principais Características Aplicações Típicas All-in-one: Servidor e gateway modular em um único PBX IP e PABX equipamento Plataforma para desenvolvimento

Leia mais

IP Phone Series IPS 300. 3 linhas. Conexão Gigabit Ethernet. LCD de 128 x 64 pixels. HD Voice. Suporte a PoE (Power Over Ethernet)

IP Phone Series IPS 300. 3 linhas. Conexão Gigabit Ethernet. LCD de 128 x 64 pixels. HD Voice. Suporte a PoE (Power Over Ethernet) IPS 300 IP Phone Series IPS 300 3 linhas Conexão Gigabit Ethernet LCD de 128 x 64 pixels HD Voice Suporte a PoE (Power Over Ethernet) A nova geração de Telefones IP inteligentes da Khomp, foi desenvolvida

Leia mais

IP Phone Series IPS 200. 2 linhas. LCD de 128 x 64 pixels. HD Voice

IP Phone Series IPS 200. 2 linhas. LCD de 128 x 64 pixels. HD Voice IPS 200 IP Phone Series IPS 200 2 linhas LCD de 128 x 64 pixels HD Voice A nova geração de Telefones IP inteligentes da Khomp, foi desenvolvida para substituir os terminais tradicionais de mesa, através

Leia mais

AULA 03 MODELO OSI/ISO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação

AULA 03 MODELO OSI/ISO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação AULA 03 MODELO OSI/ISO Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação INTRODUÇÃO 2 INTRODUÇÃO 3 PROTOCOLOS Protocolo é a regra de comunicação usada pelos dispositivos de uma

Leia mais

IP Phone Series IPS 212. 2 linhas e 12 teclas de memória. LCD de 128 x 64 pixels. HD Voice

IP Phone Series IPS 212. 2 linhas e 12 teclas de memória. LCD de 128 x 64 pixels. HD Voice IPS 212 IP Phone Series IPS 212 2 linhas e 12 teclas de memória LCD de 128 x 64 pixels HD Voice IPS é a nova geração de telefones IP inteligentes da Khomp. Destinados a substituir os terminais tradicionais

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração

Manual de Instalação e Configuração Manual de Instalaçã e Cnfiguraçã Prdut:n-ReleaserEmbedded fr Lexmark Versã 1.2.1 Versã d Dc.:1.0 Autr: Lucas Machad Santini Data: 14/04/2011 Dcument destinad a: Clientes e Revendas Alterad pr: Release

Leia mais

Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com

Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com Criado em 1974 Protocolo mais utilizado em redes locais Protocolo utilizado na Internet Possui arquitetura aberta Qualquer fabricante pode adotar a sua

Leia mais

1 Redes de Computadores - TCP/IP Luiz Arthur

1 Redes de Computadores - TCP/IP Luiz Arthur 1 Redes de Computadores - TCP/IP Luiz Arthur TCP/IP O protocolo TCP/IP atualmente é o protocolo mais usado no mundo. Isso se deve a popularização da Internet, a rede mundial de computadores, já que esse

Leia mais

COORDENADORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Suporte técnico

COORDENADORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Suporte técnico COORDENADORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Suprte técnic O serviç de suprte técnic tem pr bjetiv frnecer atendiment as usuáris de prduts e serviçs de infrmática da Defensria Pública. Este serviç é prvid

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES Conteúdo 1 Topologia de Redes 5 Escalas 5 Topologia em LAN s e MAN s 6 Topologia em WAN s 6 2 Meio Físico 7 Cabo Coaxial 7 Par Trançado 7 Fibra Óptica 7 Conectores 8 Conector RJ45 ( Par trançado ) 9 Conectores

Leia mais

Transmissão de Voz em Redes de Dados (VoIP)

Transmissão de Voz em Redes de Dados (VoIP) Transmissão de Voz em Redes de Dados (VoIP) Telefonia Tradicional PBX Telefonia Pública PBX Rede telefônica tradicional usa canais TDM (Time Division Multiplexing) para transporte da voz Uma conexão de

Leia mais

ERRATA Nº 04 PREGÃO PRESENCIAL N 03/2015

ERRATA Nº 04 PREGÃO PRESENCIAL N 03/2015 ERRATA Nº 04 PREGÃO PRESENCIAL N 03/205 A Presidente d Cnselh Reginal de Enfermagem de Sergipe (Cren/SE) trna públic que Edital de Pregã Presencial n 03/205, cuj bjet é a AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS, SISTEMAS

Leia mais

Integração com coletores de ponto, catracas, dispositivos de abertura de portas, fechaduras eletromagnéticas,

Integração com coletores de ponto, catracas, dispositivos de abertura de portas, fechaduras eletromagnéticas, Vsft ids Pnt Web Cntrle de acess e pnt A Vsft desenvlveu uma sluçã baseada em sftware e hardware para cntrle de acess e u pnt que pde ser utilizada pr empresas de qualquer prte. Cm us da tecnlgia bimétrica

Leia mais

Manual de configuração. Exemplo de instalação e configuração do banco de dados Postgree e ODBC para reconhecimento de imagens no SARA.

Manual de configuração. Exemplo de instalação e configuração do banco de dados Postgree e ODBC para reconhecimento de imagens no SARA. Manual de cnfiguraçã Exempl de instalaçã e cnfiguraçã d banc de dads Pstgree e ODBC para recnheciment de imagens n SARA. Manual de cnfiguraçã Exempl de instalaçã e cnfiguraçã d banc de dads Pstgree e ODBC

Leia mais

2º Passo Criar a conexão via ODBC (Object DataBase Conection)

2º Passo Criar a conexão via ODBC (Object DataBase Conection) Prjet de Sexta-feira: Prfessra Lucélia 1º Pass Criar banc de dads u selecinar banc de dads. Ntas: Camps nas tabelas nã pdem cnter caracteres acentuads, especiais e exclusivs de línguas latinas. Nã há necessidade

Leia mais

Essentra BAX Application Server IPCentrex (SoftSwitch, Classe 5)

Essentra BAX Application Server IPCentrex (SoftSwitch, Classe 5) Essentra BAX Applicatin Server IPCentrex (SftSwitch, Classe 5) O Applicatin Server Essentra BAX tem cm tarefa principal dar máxim de facilidades para usuári de uma rede de telecm prvend serviçs que vã

Leia mais

Camadas da Arquitetura TCP/IP

Camadas da Arquitetura TCP/IP Camadas da Arquitetura TCP/IP A arquitetura TCP/IP divide o processo de comunicação em quatro camadas. Em cada camada atuam determinados protocolos que interagem com os protocolos das outas camadas desta

Leia mais

Quadro comparativo da capacidade de chamadas do KMG 200 MS: Quantidade de chamadas SBC Máximo de canais TDM Total de chamadas Bridge**

Quadro comparativo da capacidade de chamadas do KMG 200 MS: Quantidade de chamadas SBC Máximo de canais TDM Total de chamadas Bridge** MEDIA GATEWAY DE BAIXA DENSIDADE COM INTERFACES MODULARES E SBC Principais Características Modular de 1 ou 2 E1 internos + 2 módulos externos * SBC integrado Opção com conectores BNC ou RJ45 Até 60 canais

Leia mais

Vensis Manutenção. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br

Vensis Manutenção. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br Vensis Manutençã Vensis Manutençã É módul que permite gerenciament da manutençã de máquinas e equipaments. Prgramaçã de manutenções preventivas u registr de manutenções crretivas pdem ser feits de frma

Leia mais

Manual do Novo Pátio. Revenda. Versão 2.0

Manual do Novo Pátio. Revenda. Versão 2.0 Manual d Nv Páti Revenda Versã 2.0 1 Cnteúd INTRODUÇÃO... 3 1.LOGIN... 4 2.ANUNCIANTE... 4 2.1 Listar Usuáris... 4 2.2 Criar Usuári... 5 2.2.1 Permissões:... 6 3.SERVIÇOS... 7 3.1 Serviçs... 7 3.2 Feirã...

Leia mais

Wireshark. Captura de Protocolos da camada de aplicação. Maicon de Vargas Pereira

Wireshark. Captura de Protocolos da camada de aplicação. Maicon de Vargas Pereira Wireshark Captura de Protocolos da camada de aplicação Maicon de Vargas Pereira Camada de Aplicação Introdução HTTP (Hypertext Transfer Protocol) 2 Introdução Camada de Aplicação Suporta os protocolos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS Ofício nº 137/2006/CPL/SAA/SE/MEC REFERÊNCIA: Pregão nº 44/2006 Brasília, 12 de dezembro de 2006. ASSUNTO: QUESTIONAMENTOS

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

IP Phone Series. Características e Benefícios: IPS 212. 2 linhas e 12 memórias. LCD de 128 x 64 caracteres. HD Voice

IP Phone Series. Características e Benefícios: IPS 212. 2 linhas e 12 memórias. LCD de 128 x 64 caracteres. HD Voice IPS 212 IP Phone Series IPS 212 2 linhas e 12 memórias LCD de 128 x 64 caracteres HD Voice O IPS 212 é uma nova geração de telefones IP inteligentes para substituir os terminais tradicionais de mesa de

Leia mais

Processo TCar Balanço Móbile

Processo TCar Balanço Móbile Prcess TCar Balanç Móbile Tecinc Infrmática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centr Cascavel PR 1 Sumári Intrduçã... 3 Funcinalidade... 3 1 Exprtaçã Arquiv Cletr de Dads (Sistema TCar)... 4 1.1 Funcinalidade...

Leia mais

LGW4000 Labcom Media Gateway. Labcom Media Gateway Apresentação Geral 10/11/2011

LGW4000 Labcom Media Gateway. Labcom Media Gateway Apresentação Geral 10/11/2011 LGW4000 Labcom Media Gateway Labcom Media Gateway Apresentação Geral 10/11/2011 LGW4000 Labcom Media Gateway LGW4000 é um Media Gateway desenvolvido pela Labcom Sistemas que permite a integração entre

Leia mais

Guia do Usuário. Avigilon Control Center Mobile Versão 2.2 para Android

Guia do Usuário. Avigilon Control Center Mobile Versão 2.2 para Android Guia d Usuári Avigiln Cntrl Center Mbile Versã 2.2 para Andrid 2011-2015, Avigiln Crpratin. Tds s direits reservads. A mens que seja expressamente cncedida pr escrit, nenhuma licença será dada cm relaçã

Leia mais

Principais Informações

Principais Informações Principais Infrmações Quem é Benefix Sistemas? Frmada pr ex-executivs e equipe de tecnlgia da Xerx d Brasil, que desenvlvem e suprtam sluções e estratégias invadras para setr públic, especializada dcuments

Leia mais

SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA

SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA O prcess de cntrle de estque de gôndla fi desenvlvid cm uma prcess de auxili a cliente que deseja cntrlar a quantidade de cada item deve estar dispnível para venda

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES

REDE DE COMPUTADORES SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES camadas do Modelo de Referência ISO/OSI Pilha de Protocolos TCP Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 Camadas

Leia mais

INTRODUÇÃO A LOGICA DE PROGRAMAÇÃO

INTRODUÇÃO A LOGICA DE PROGRAMAÇÃO INTRODUÇÃO A LOGICA DE PROGRAMAÇÃO A Lógica de Prgramaçã é necessária à tdas as pessas que ingressam u pretendem ingressar na área de Tecnlgia da Infrmaçã, send cm prgramadr, analista de sistemas u suprte.

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalaçã Prdut: n-hst Versã d prdut: 4.1 Autr: Aline Della Justina Versã d dcument: 1 Versã d template: Data: 30/07/01 Dcument destinad a: Parceirs NDDigital, técnics de suprte, analistas de

Leia mais

Quadros comparativos da capacidade de chamadas do KMG 400 MS: Quantidade de chamadas SBC Máximo de canais TDM Total de chamadas

Quadros comparativos da capacidade de chamadas do KMG 400 MS: Quantidade de chamadas SBC Máximo de canais TDM Total de chamadas MEDIA GATEWAY ATÉ 120 CANAIS COM INTERFACES MODULARES E SBC Principais Características 1 Módulo KMG Modular interno + 2 módulos externos SBC integrado Até 120 canais TDM Até 300 chamadas VoIP SBC Links

Leia mais

Sistema FlexNEC SS. Componentes e acessórios modulares para soluções em sistemas industriais de movimentação.

Sistema FlexNEC SS. Componentes e acessórios modulares para soluções em sistemas industriais de movimentação. Sistema FlexNEC SS Cmpnentes e acessóris mdulares para sluções em sistemas industriais de mvimentaçã. 11/2012 Esquema de mntagem Sistema FlexNEC SS Cmpnentes e acessóris para esteiras transprtadras Imagem

Leia mais

- APRESENTAÇÃO - Central de Pabx Alcatel OmniPCX Office. Pabx Alcatel - PRINCIPAIS BENEFÍCIOS Tudo que você precisa em um único equipamento

- APRESENTAÇÃO - Central de Pabx Alcatel OmniPCX Office. Pabx Alcatel - PRINCIPAIS BENEFÍCIOS Tudo que você precisa em um único equipamento Pabx Alcatel - APRESENTAÇÃO - Central de Pabx Alcatel OmniPCX Office A Cnintel apresenta para mercad a linha de prduts cnvergentes PABX Alcatel OmniPCX Office. Pabx Alcatel Mdular, escalável, pders, flexível,

Leia mais

Sistema: Jera Store & Service Versão : 2.5 Release: 2.5.1.928 Banco de Dados: Firebird - Versão: 2.5.3 Data: 05/04/2015

Sistema: Jera Store & Service Versão : 2.5 Release: 2.5.1.928 Banco de Dados: Firebird - Versão: 2.5.3 Data: 05/04/2015 Sistema: Jera Stre & Service Versã : 2.5 Release: 2.5.1.928 Banc de Dads: Firebird - Versã: 2.5.3 Data: 05/04/2015 O sistema cntempla s móduls abaix. Os móduls adicinais (cmercializads a parte) estã destacads:

Leia mais

Descrição do serviço. Visão geral do serviço. Escopo dos serviços Copilot Optimize. Copilot Optimize CAA-1000. Escopo

Descrição do serviço. Visão geral do serviço. Escopo dos serviços Copilot Optimize. Copilot Optimize CAA-1000. Escopo Descriçã d serviç Cpilt Optimize CAA-1000 Visã geral d serviç Esta Descriçã d serviç ( Descriçã d serviç ) é firmada pr vcê, cliente, ( vcê u Cliente ) e a entidade da Dell identificada na fatura de cmpra

Leia mais

IBOConsole Instalação e Configuração. Ferramenta para gerenciamento do banco de dados.

IBOConsole Instalação e Configuração. Ferramenta para gerenciamento do banco de dados. IBOCnsle Instalaçã e Cnfiguraçã Ferramenta para gerenciament d banc de dads. 2 IBOCnsle ÍNDICE INSTALAÇÃO IBOCONSOLE... 3 CONFIGURAÇÃO IBOCONSOLE... 6 Menu Cnsle... 6 Menu View... 8 Menu Server... 8 Menu

Leia mais

MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP

MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP A internet é conhecida como uma rede pública de comunicação de dados com o controle totalmente descentralizado, utiliza para isso um conjunto de protocolos TCP e IP,

Leia mais

Academia FI Finanças

Academia FI Finanças Academia FI Finanças A Academia é melhr caminh para especializaçã dentr de um tema n ERP da SAP. Para quem busca uma frmaçã cm certificaçã em finanças, mais indicad é participar da próxima Academia de

Leia mais

Processo de envio de e-mail de marketing

Processo de envio de e-mail de marketing Prcess de envi de e-mail de marketing Intrduçã Visand um melhr gerenciament ns prcesss de marketing das empresas, fi desenvlvid uma nva funcinalidade para sistema TCar, que tem pr finalidade realizar envis

Leia mais

Página 1 de 8. DVR (04 canais; mínimo 500 GigaByte de armazenamento) Especificação técnica

Página 1 de 8. DVR (04 canais; mínimo 500 GigaByte de armazenamento) Especificação técnica Sistema Integrad de Administraçã de Materiais e Serviçs - SIAD Catálg de Materiais e Serviçs - CATMAS DVR (04 canais; mínim 500 GigaByte de armazenament) Especificaçã técnica Descriçã O sistema deve ser

Leia mais

SCALEIO READY NODE. Specification Sheet de hardware. Especificações PRINCIPAIS RECURSOS DO SCALEIO READY NODE. ScaleIO Ready Node

SCALEIO READY NODE. Specification Sheet de hardware. Especificações PRINCIPAIS RECURSOS DO SCALEIO READY NODE. ScaleIO Ready Node ScaleIO Ready Nde SCALEIO READY NODE Specificatin Sheet de hardware O ScaleIO Ready Nde é um servidr SAN definid pr sftware para armazenament em blck. Ele cmbina s servidres Dell PwerEdge de última geraçã

Leia mais

Redes de Computadores. 1 Questões de múltipla escolha. TE090 - Prof. Pedroso. 17 de junho de 2015

Redes de Computadores. 1 Questões de múltipla escolha. TE090 - Prof. Pedroso. 17 de junho de 2015 TE090 - Prof. Pedroso 17 de junho de 2015 1 Questões de múltipla escolha Exercício 1: Suponha que um roteador foi configurado para descobrir rotas utilizando o protocolo RIP (Routing Information Protocol),

Leia mais

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação AULA 01 INTRODUÇÃO Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação CONCEITO Dois ou mais computadores conectados entre si permitindo troca de informações, compartilhamento de

Leia mais

A Estratégia do Tribunal de Justiça do Rio Grande Do Sul

A Estratégia do Tribunal de Justiça do Rio Grande Do Sul A Estratégia d Tribunal de Justiça d Ri Grande D Sul PODER JUDICIÁRIO Missã: De acrd cm fundament d Estad, Pder Judiciári tem a Missã de, perante a sciedade, prestar a tutela jurisdicinal, a tds e a cada

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Redes de Computadores Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Open Systems Interconnection Modelo OSI No início da utilização das redes de computadores, as tecnologias utilizadas para a comunicação

Leia mais

Controle de Atendimento de Cobrança

Controle de Atendimento de Cobrança Cntrle de Atendiment de Cbrança Intrduçã Visand criar um gerenciament n prcess d cntrle de atendiment de cbrança d sistema TCar, fi aprimrad pela Tecinc Infrmática prcess de atendiment, incluind s títuls

Leia mais

Notas de Aplicação. Utilização do conversor RS232/RS485 (PMC712) com controladores HI. HI Tecnologia. Documento de acesso público

Notas de Aplicação. Utilização do conversor RS232/RS485 (PMC712) com controladores HI. HI Tecnologia. Documento de acesso público Ntas de Aplicaçã Utilizaçã d cnversr RS232/RS485 (PMC712) cm cntrladres HI HI Tecnlgia Dcument de acess públic ENA.00034 Versã 1.00 setembr-2010 HI Tecnlgia Utilizaçã d cnversr RS232/RS485 (PMC712) cm

Leia mais

Administração de Redes Servidores de Aplicação

Administração de Redes Servidores de Aplicação 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS SÃO JOSÉ SANTA CATARINA Administraçã de Redes Servidres de Aplicaçã

Leia mais

Professor: Gládston Duarte

Professor: Gládston Duarte Professor: Gládston Duarte INFRAESTRUTURA FÍSICA DE REDES DE COMPUTADORES Computador Instalação e configuração de Sistemas Operacionais Windows e Linux Arquiteturas físicas e lógicas de redes de computadores

Leia mais

GT-VOIP. Especificação de Compra de Gateways VoIP. Fevereiro de 2003

GT-VOIP. Especificação de Compra de Gateways VoIP. Fevereiro de 2003 GT-VOIP Especificação de Compra de Gateways VoIP Fevereiro de 2003 Este relatório apresenta a especificação de cenários e do hardware necessário para a implantação do piloto VOIP na Rede Nacional de Pesquisa.

Leia mais

Manual do Produto. Painel Chamador de Senhas Contact

Manual do Produto. Painel Chamador de Senhas Contact Manual d Prdut Painel Chamadr de Senhas Cntact Cntact SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 2 2. CONTEÚDO DA EMBALAGEM... 2 3. VISÃO GERAL... 2 4. OPERAÇÃO... 3 4.3. AJUSTE DO VOLUME... 4 5. INSTALAÇÃO... 4 5.1.

Leia mais

NGP 822. FXS, FXO e GSM. Visão frontal. 4 ou 8 ramais. 0, 1 ou 2 interfaces celulares. 0, 1 ou 2 interfaces de linhas alógicas. Automação e segurança

NGP 822. FXS, FXO e GSM. Visão frontal. 4 ou 8 ramais. 0, 1 ou 2 interfaces celulares. 0, 1 ou 2 interfaces de linhas alógicas. Automação e segurança NGP 822 FXS, FXO e GSM Visão frontal 4 ou 8 ramais 0, 1 ou 2 interfaces celulares 0, 1 ou 2 interfaces de linhas alógicas Automação e segurança Interface Web LEDs de status do equipamento e das interfaces

Leia mais

Módulos de Expansão para Microcontroladores

Módulos de Expansão para Microcontroladores T e c n l g i a Móduls de Expansã para Micrcntrladres Os melhres e mais mderns MÓDULOS DIDÁTICOS para um ensin tecnlógic de qualidade. Móduls de Expansã para Micrcntrladres INTRODUÇÃO Para maximizar s

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO ÍNDICE QUE VALORES [MASTERSAF DFE] TRAZEM PARA VOCÊ? 1. VISÃO GERAL E REQUISITOS PARA INSTALAÇÃO... 2 1.1. AMBIENTE... 2 1.2. BANCO DE DADOS... 4 2. BAIXANDO OS INSTALADORES DO DFE MASTERSAF... 5 3. INICIANDO

Leia mais

Redes de Computadores Camada de Aplicação. Prof. MSc. Hugo Souza

Redes de Computadores Camada de Aplicação. Prof. MSc. Hugo Souza Redes de Computadores Camada de Aplicação Prof. MSc. Hugo Souza É a camada que dispõe a programação para as aplicações de rede através dos protocolos de aplicação; Provém a implantação da arquitetura de

Leia mais

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP Arquitetura TCP/IP Arquitetura TCP/IP INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP gatewa y internet internet REDE REDE REDE REDE Arquitetura TCP/IP (Resumo) É útil conhecer os dois modelos de rede TCP/IP e OSI. Cada

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES CURSO TÉCNICO DE INFORMÁTICA Módulo A REDES DE COMPUTADORES Protocolos de Rede FALANDO A MESMA LÍNGUA Um protocolo pode ser comparado a um idioma, onde uma máquina precisa entender o idioma de outra máquina

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES 09/2013 Cap.3 Protocolo TCP e a Camada de Transporte 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura da bibliografia básica. Os professores

Leia mais

Manual de BRB FERRAMENTA DE INTERCÂMBIO ELETRÔNICO DE DADOS. BRB Banco de Brasília SA

Manual de BRB FERRAMENTA DE INTERCÂMBIO ELETRÔNICO DE DADOS. BRB Banco de Brasília SA Manual de Instalaçã @EDI BRB FERRAMENTA DE INTERCÂMBIO ELETRÔNICO DE DADOS BRB Banc de Brasília SA SBS Qd. 01, Bl. E Ed. Brasília Brasília/DF Cep: 70.072-900 Fnes: (61) 3120-8143 / 3120-8144 / 3120-8145

Leia mais

Especificações Técnicas Rastreador Omniturbo e Omnidual

Especificações Técnicas Rastreador Omniturbo e Omnidual Especificações Técnicas Rastreadr Omniturb e Omnidual mnilink.cm.br Versã mar/17 Atençã As infrmações divulgadas neste material sã de cunh cnfidencial e para us intern. Fica terminantemente vedad cpiar,

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com ENLACE X REDE A camada de enlace efetua de forma eficiente e com controle de erros o envio

Leia mais

Microsoft Live Meeting 2007 Como Gravar uma Reunião

Microsoft Live Meeting 2007 Como Gravar uma Reunião M A N U A L D O A D M I N I S T R A D O R Micrsft Live Meeting 2007 Cm Gravar uma Reuniã O Micrsft Office Live Meeting ferece um recurs de gravaçã que lhe permite capturar td pressinament de teclas, slides

Leia mais

MEDIA GATEWAY DE ALTA DENSIDADE COM INTERFACES MODULARES E SBC

MEDIA GATEWAY DE ALTA DENSIDADE COM INTERFACES MODULARES E SBC MEDIA GATEWAY DE ALTA DENSIDADE COM INTERFACES MODULARES E SBC Principais Características Composição Modular: 8 módulos de telefonia para compor com as tecnologias E1, FXO, FXS e/ou GSM. SBC integrado:

Leia mais

CONFIGURAÇÃO DO ATA ZINWELL ATA ZT-1000

CONFIGURAÇÃO DO ATA ZINWELL ATA ZT-1000 CONFIGURAÇÃO DO ATA ZINWELL ATA ZT-1000 Características Protocolos Interface de Rede Características das Chamadas Codecs Instalação Física Configuração Acessando o ATA pela primeira vez Modificações a

Leia mais

Traz para sua empresa:

Traz para sua empresa: Traz para sua empresa: Link Internet para Prfissinais Liberais, Pequenas e Médias Empresas e inclusive as Grandes Empresas Características Nex Cnnect Small Business é serviç de Link Internet destinad às

Leia mais

ITEM 01. Sistema de resfriamento auxiliar, como, por exemplo, um ventilador/exaustor adicional;

ITEM 01. Sistema de resfriamento auxiliar, como, por exemplo, um ventilador/exaustor adicional; ITEM 01 DESKTOP BÁSICO Características Mínimas Obrigatórias: Placa Mãe: Interface padrã SATA-2 u superir; N mínim 4 prtas SATA na placa-mãe; N mínim de 8 prtas, padrã USB 2.0 u superir, send duas frntais;

Leia mais

Banda Larga Móvel LTE e Além

Banda Larga Móvel LTE e Além MARÇO 2015 As tecnlgias 3GPP - HSPA, HSPA+, LTE e agra a LTE-Advanced - frmam a platafrma glbal da banda larga móvel, ferecend cnexões rápidas e integradas n mund inteir. Nessa ediçã 1 Implementações 3GPP

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito - Arquitetura da Internet: TCP/IP www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Introdução Toda a estrutura atual da Internet está fundamentada na suíte de protocolos

Leia mais

Asterisk. na prática. Alexandre Keller. Novatec

Asterisk. na prática. Alexandre Keller. Novatec Asterisk na prática Alexandre Keller Novatec Sumário Agradecimentos... 13 Sobre o autor... 14 Prefácio... 15 Capítulo 1 Introdução ao VoIP e ao Asterisk... 17 1.1 VoIP (Voice over IP Voz sobre IP)...17

Leia mais

Tecnologias Atuais de Redes

Tecnologias Atuais de Redes Tecnologias Atuais de Redes Aula 5 VoIP Tecnologias Atuais de Redes - VoIP 1 Conteúdo Conceitos e Terminologias Estrutura Softswitch Funcionamento Cenários Simplificados de Comunicação em VoIP Telefonia

Leia mais

NetPBX Billing System

NetPBX Billing System 2007 NetPBX Billing System Descrição O NetPBX Billing System é uma ferramenta que foi desenvolvida como solução para pequenos e médios Provedores de Telefonia VoIP (ITSP). Através dele é possível administrar

Leia mais

Os novos usos da tecnologia da informação nas empresas Sistemas de Informação

Os novos usos da tecnologia da informação nas empresas Sistemas de Informação Os nvs uss da tecnlgia da infrmaçã nas empresas Sistemas de Infrmaçã Prf. Marcel da Silveira Siedler siedler@gmail.cm SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Planejament

Leia mais

HARDWARE e SOFTWARE. O Computador é composto por duas partes: uma parte física (hardware) e outra parte lógica (software).

HARDWARE e SOFTWARE. O Computador é composto por duas partes: uma parte física (hardware) e outra parte lógica (software). HARDWARE e SOFTWARE O Cmputadr é cmpst pr duas partes: uma parte física (hardware) e utra parte lógica (sftware). Vcê sabe qual é a diferença entre "Hardware" e "Sftware"? Hardware: é nme dad a cnjunt

Leia mais

Sensor de Nível Digital / Analógico

Sensor de Nível Digital / Analógico Sensr de Nível Digital / Analógic VERSÃO 2.2 - MANUAL DE REFERÊNCIA RevA1-06/11 Este manual é publicad pela Flex Telecm smente para fins de referência pr parte d usuári. Td esfrç pssível fi realizad para

Leia mais

Apresentação Comercial

Apresentação Comercial Apresentação Comercial quem somos? Portfolio Gateways Gravador A. Telefone IP Unified Sentinela Fidelizador MGS-1E MAT-41E Linha MGA 01 porta E1 30 canais digitais R2 ou ISDN Sinalização SIP G.711 e G.729

Leia mais

Integração com coletores de ponto, catracas, dispositivos de abertura de portas, fechaduras eletromagnéticas,

Integração com coletores de ponto, catracas, dispositivos de abertura de portas, fechaduras eletromagnéticas, Vsft ids Acess Web Cntrle de acess e pnt A Vsft desenvlveu uma sluçã baseada em sftware e hardware para cntrle de acess e u pnt que pde ser utilizada pr empresas de qualquer prte. Cm us da tecnlgia bimétrica

Leia mais

Aker Secure Mail Gateway

Aker Secure Mail Gateway Faça a segurança completa dos e-mails que trafegam em sua rede. O é uma plataforma completa de segurança de e-mail. Trata-se de um sistema de gerência e proteção transparente para os servidores de e-mail,

Leia mais

XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica

XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica XVIII Seminári Nacinal de Distribuiçã de Energia Elétrica SENDI 2008-06 a 10 de utubr 7.2 Olinda - Pernambuc - Brasil Autmaçã na Distribuiçã: O Prcess de autmaçã ds equipaments de linha na rede CELPE.

Leia mais

SOLUÇÕES SOB MEDIDA PARA EMPRESAS INOVADORAS. CRESCIMENTO COM ÉTICA E COMPROMISSO SOCIAL.

SOLUÇÕES SOB MEDIDA PARA EMPRESAS INOVADORAS. CRESCIMENTO COM ÉTICA E COMPROMISSO SOCIAL. SOLUÇÕES SOB MEDIDA PARA EMPRESAS INOVADORAS. CRESCIMENTO COM ÉTICA E COMPROMISSO SOCIAL. Descriçã d Prdut O POS-SiTef é uma sluçã cmercializada através de uma parceria da Sftware Express cm as redes adquirentes.

Leia mais

Manual do Usuário Omnicarreta

Manual do Usuário Omnicarreta Manual d Usuári Omnicarreta 1 Sumári 1. Infrmativ e Central de Atendiment... 2 2. Omnicarreta... 3 2.1. OmniCarreta Lcalizadr... 4 2.2. OmniCarreta Autônm... 5 2.3. Omnicarreta Autônm + Omni Dual u OmniTurb

Leia mais

BANKSYNC ALGORITMO PARA GERAÇÃO DO CÓDIGO DE BARRAS (DLL)

BANKSYNC ALGORITMO PARA GERAÇÃO DO CÓDIGO DE BARRAS (DLL) OBJETIVO O algritm para geraçã d códig de barras (dll) utilizad n SAP Business One (SBO) deve ser instalad e cnfigurad adequadamente para pssibilitar a visualizaçã e impressã de blets lcalmente, assim

Leia mais

MEDIA GATEWAY DE ALTA DENSIDADE COM INTERFACES MODULARES E SBC. Quadro comparativo da capacidade de chamadas do KMG SBC 750:

MEDIA GATEWAY DE ALTA DENSIDADE COM INTERFACES MODULARES E SBC. Quadro comparativo da capacidade de chamadas do KMG SBC 750: MEDIA GATEWAY DE ALTA DENSIDADE COM INTERFACES MODULARES E SBC Principais Características Composição Modular: 8 módulos de telefonia para compor com as tecnologias E1, FXO, FXS e/ou GSM. SBC integrado:

Leia mais

Protocolos de Rede. Protocolos em camadas

Protocolos de Rede. Protocolos em camadas Protocolos de Rede Prof. Alexandre Beletti Protocolos em camadas Existem protocolos em diferentes camadas dos modelos de estudo (OSI e TCP/IP) Lembre-se de diferencias tipos de programas de tipos de protocolos

Leia mais

GT-ATER: Aceleração do Transporte de Dados com o Emprego de Redes de Circuitos Dinâmicos. RT3 - Avaliação dos resultados do protótipo

GT-ATER: Aceleração do Transporte de Dados com o Emprego de Redes de Circuitos Dinâmicos. RT3 - Avaliação dos resultados do protótipo GT-ATER: Aceleraçã d Transprte de Dads cm Empreg de Redes de Circuits Dinâmics RT3 - Avaliaçã ds resultads d prtótip Sand Luz Crrêa Kleber Vieira Cards 03/08/2013 1. Apresentaçã d prtótip desenvlvid Nesta

Leia mais

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Conhecer os modelo OSI, e TCP/IP de cinco camadas. É importante ter um padrão para a interoperabilidade entre os sistemas para não ficarmos

Leia mais

Autocalibração com erros relacionados ao Sistema, Auto CQ e Troca de Reagente

Autocalibração com erros relacionados ao Sistema, Auto CQ e Troca de Reagente As Clientes ds Sistemas de Química ADVIA. Referente: Ntificaçã Urgente de Segurança em Camp CHSW 13 03 10816443 Rev. A Data Nvembr / 2013 E-mail assunts.regulatris.br@siemens.cm Internet www.siemens.cm

Leia mais