A AFEAL se dirige para o futuro sob

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A AFEAL se dirige para o futuro sob"

Transcrição

1 Órgão de Divulgação da Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio 83 Ano XII Abr/Mai/Jun sumário I n f o r m a t i v o edição Coaching Empresarial Moradias Populares NBR com novo nome Evolução determina diretrizes A AFEAL se dirige para o futuro sob a perspectiva traçada pelo Planejamento Estratégico, que acaba de ser revisado, depois de 11 anos. A recém-eleita gestão da AFEAL ganha, assim, um verdadeiro presente, pois desenvolverá dezenas de ações estabelecidas a partir de intenso trabalho. Foram 48 horas de reuniões realizadas em três finais de semana, sob a coordenação de José Luiz Basso, da Basso s & Associados. O novo Conselho Deliberativo da associação, eleito no dia 28 de abril último, é presidido pelo empresário Roberto Papaiz. Tem como vice-presidente Lucinio Abrantes dos Santos e Antonio Molina Spina. Os demais membros são: André Rédua Martinho; Antonio Antunes; Aparecido Bonifácio; Darcio Gadioli; Domingos Moreira Cordeiro; Eduardo José Lopes; Eduardo Yokota; Erivam Boff; Harry Wottrich; João Alexandre Fabossi; José Carlos Cattel; José Carlos Noronha; José Sabioni de Lima; Lage Mourão Gozzi; Lauriberto Mucholin; Moacir Serafim; Paolo Papaiz; Raul Ferreira Costa Junior; e Sérgio do Canto Paiva. Já o Conselho Fiscal é composto por membros efetivos que são o 1º Conselheiro: Wady Abrahão Oliveira; 2º Conselheiro: Juarez Amaro da Silva; e 3º Conselheiro: Jorge Henrique Rosas da Silva. Os suplentes são Luis Mauro Leite Gonçalves; Orlando Carlos Guimarães Collucci e Laércio Basso. Atuação responsável Em 48 horas de reuniões e muito trabalho, foram utilizadas várias ferramentas e feitas inúmeras análises para gerar dados que, em seguida, vão embasar as decisões executivas, explica o consultor José Luiz Basso que coordenou o Planejamento Estratégico em 1998 e, agora, sua revisão. A primeira etapa envolveu alinhamento e análise das questões, finalizando com as conclusões e proposições. Os dois últimos dias foram, talvez, os mais importantes porque as conclusões estavam sendo percebidas espontaneamente, diz, acrescentando que as definições contaram com a base sólida do Código de Ética da AFEAL. O grupo elencou oito Diretrizes que, agora, serão detalhadas e traduzidas em ações. Surpreso com o nível de maturidade dos cerca de 25 participantes do grupo - que ele considera acima da média das associações de classe - o consultor observa que mesmo sendo concorrentes, todos conseguem tratar os temas de interesse da AFEAL acima de seus interesses particulares. Ele destaca o patamar elevado das discussões que tiveram, como única preocupação, encontrar caminhos para o fortalecimento da associação. A AFEAL revelou que tem, como valor verdadeiro e forte, a transparência. Há uma preocupação, também acima da média, de fazer o certo é o que chamamos de atuação responsável, comenta Basso. Edson Fernandes, gerente nacional do PSQ Programa Setorial da Qualidade de Esquadrias de Alumínio e consultor que implementou durante anos os cursos de gestão empresarial aos associados da AFEAL, considera que nos últimos 11 anos houve um salto cultural no setor. Quando realizamos a primeira edição do Planejamento Estratégico, os associados ainda não tinham superado a condição de serralheiros. Naquele momento, ocuparam-se de definir ações para a melhoria das indústrias como treinamento de mão-de-obra, implantação de sistema da qualidade, melhoria da comunicação e com os fornecedores. Hoje, já se identificam como empresários fabricantes de esquadrias de alumínio, com uma visão mais estratégica, de mercado, de futuro. Houve uma evolução significativa, comenta. Na sua visão, o Planejamento Estratégico mostrou que a AFEAL poderá cumprir o papel de entidade agregadora da cadeia produtiva das esquadrias de alumínio, desde as indústrias de transformação primária do alumínio e as extrusoras até os fabricantes dos demais insumos. 1

2 2 Editorial Poder, verbo para conjugar Yes, we can. Mais do que um slogan da campanha que marcou a eleição de Barack Obama, a frase encerra a diretriz política do partido Democrata americano de transformação. Sim, eles podem porque têm consciência do poder histórico acumulado. A frase foi também estratégica ao capturar e fazer valer todo o orgulho e ambição daquele povo. Assim como um país, todos precisam ter diretrizes estabelecidas e estratégias para atingi-las. Não seria diferente com uma associação empresarial. Onze anos se passaram desde a primeira edição do Planejamento Estratégico realizado pela AFEAL, quando fabricantes de esquadrias de alumínio já constituam um parque fabril e iniciavam a trajetória em busca de produtos de qualidade. Mas, poucos entre eles sabiam disso. Os fabricantes ainda carregavam o estigma de serralheiros, denominação dos tempos dos caixilhos de aço que incorporava conceitos negativos, como o de produtos artesanais, nada estanques, precários. O mercado assim nos identificava e, como tal, nos tratava. A partir Planejamento Estratégico, a diretriz das dezenas de ações que nortearam o trabalho da AFEAL foi induzir os associados a atingir a excelência em produtos e forjar sua identificação como empresários. A maioria se mobilizou e muito investiu para que o salto qualitativo acontecesse. Os antigos serralheiros assumiram a sua real condição de empresários. A cultura de auto-respeito, nascida entre os empresários do setor nesses 11 anos, se reflete no respeito que o mercado, agora, nos dedica. A revisão do Planejamento Estratégico em fase de finalização constata essa evolução e aponta novas diretrizes. Talvez a mais ambiciosa seja fazer da AFEAL o pólo aglutinador de toda a cadeia produtiva das esquadrias de alumínio, dos transformadores aos fabricantes de produtos acabados, passando pelos fabricantes de insumos. Diante desse e de outros desafios é possível afirmar: Sim, nós podemos. Boa leitura! Roberto Papaiz Diretor-presidente AFEAL Capa O objetivo será a elevação da qualidade dos caixilhos e a consolidação, junto ao mercado, de uma imagem que reflete o setor, constituído por indústrias que adotam uma postura empresarial e profissional na fabricação de produtos de qualidade, afirma Fernandes. Segundo ele, a estratégia é fazer com que a AFEAL tenha maior articulação com a sociedade, tanto no âmbito público como no privado, relacionandose com os elos da cadeia produtiva, o mercado e instituições como o Ministério das Cidades e órgãos das várias instâncias do poder. Fortalecimento A revisão do Planejamento Estratégico nos levou à constatação de que realizamos e está em andamento muito do que foi traçado há 11 anos. Mostrou, também, o envolvimento dos associados e a ansiedade de que tudo o que foi definido seja implementado, com bons resultados. Esse é um trabalho que se projeta para os próximos dois anos, quando faremos nova revisão para apurar a sua implantação, comenta Lage Mourão Gozzi, empresário que presidiu a AFEAL entre 1999 e Para ele, a revisão fortalece a associação, assegura seriedade e oferece diretrizes para que o trabalho de sua diretoria tenha foco e objetivos claros. O Planejamento Estratégico nos deu consciência de que as ações voltadas para o mercado, abrangendo o relacionamento com as demais entidades da cadeia produtiva da construção civil, órgãos governamentais e a sociedade, Os seis Pilares Fernando Rosa, secretário-executivo da AFEAL, explica que o Planejamento Estratégico estabelece como `Missão da associação: Promover e apoiar a integração e desenvolvimento permanente do setor de esquadrias de alumínio. Os seus `Valores são o comprometimento, determinação, ética, inovação, integração e transparência. Foram traçadas oito Diretrizes que resultam em cerca de 30 Objetivos, diz Rosa, acrescentando que a base de tudo são os seis `Pilares : Conhecimento Aquisição e disseminação de informações que contribuam para o desenvolvimento do setor. Representatividade Reconhecimento das partes interessadas (associados, colaboradores, clientes, fornecedores, parceiros e sociedade) das ações desenvolvidas pela AFEAL. foram priorizadas e com ótimos resultados. Agora, temos que fazer um trabalho interno de aproximação com os associados, para que participem intensamente e se orgulhem dela, revela Mourão. Presente e ativo em todas as reuniões do Planejamento Estratégico, Michael Eidinger, gerente geral da Schüco Brasil, já viveu processos semelhantes em empresas. Mas, desconhecia alguns ensinamentos que assimilei com o consultor e que, agora, levo para implementação na Schuco para enriquecer trabalho similar já realizado, diz ele, reproduzindo o que a maioria dos empresários do grupo declarou. Para ele, esse trabalho abre os olhos dos participantes, evidencia muita coisa e é preciso que ocorra com a freqüência de, pelo menos, dois anos na associação. Sem o planejamento, achamos que sabemos o que estamos fazendo, mas ficamos meio perdidos. Esse planejamento posiciona toda a estratégia da AFEAL. Muitos assuntos importantes para a sua evolução estão sendo redirecionados, aumentando a motivação e a força para dar prosseguimento às novas ações, observa e continua: Merece destaque a postura de imparcialidade do consultor José Luiz Basso, ao mesmo em que orientou, indicando caminhos para os grupos, mesmo diante de questões amplas e complexas, diz, concluindo que todas as ações definidas pelo Planejamento Estratégico são perfeitas ferramentas para fazer com que a nova gestão da AFEAL tenha uma atuação de excelente qualidade. Regulatório Fomento, criação, aprimoramento e divulgação de regras para proteger a sociedade e fortalecer a isonomia competitiva, em que se destacam as normas técnicas e o PSQ Programa Setorial da Qualidade de Esquadrias de Alumínio. Associativismo Instrumento de agregação do setor, promovendo o debate, iniciativas e ações conjuntas. Sustentabilidade Inserção da AFEAL e conscientização de seus associados no ambiente da construção sustentável, considerando o tripé Meio Ambiente + Viabilidade Econômica + Responsabilidade Social. Serviço Atuação permanente na promoção de ações voltadas para o desenvolvimento de associados e clientes

3 Normas Técnica NBR ganha nova designação Norma para Esquadrias Externas de Edificações será a nova designação para a norma mãe das esquadrias, a NBR 10821, em fase de revisão. Esse foi um dos resultados de consenso a que chegaram os representantes do CB-2 da ABNT com membros das comissões de Caixilhos e de Ferragens para Esquadrias e da comissão de Portas de Madeira. A norma abrangerá as várias tipologias de portas e janelas produzidas com todos os tipos de materiais. Foi consenso, também, que a NBR avaliará e citará as normas de Fechaduras, Dobradiças e demais componentes. Os métodos de ensaio definidos nos projetos de norma para Portas de Madeira (Partes 1, 2 e 3), que irão para consulta pública no próximo mês, prevêem ensaios mecânicos que serão abordados na revisão da norma de caixilhos NBR 10821, no item Resistência às Operações de Manuseio. Portas de alumínio e aço serão ensaiadas em laboratório para que a comissão possa avaliar se os produtos atendem os requisitos solicitados para Porta Externa nos projetos de Porta de Madeira, explica a engenheira Fabiola Rago, coordenadora da comissão de revisão da norma técnica de caixilhos. Segundo ela, quando a Porta de Madeira for instalada em locais externos sujeitos à água e vento, serão solicitados os ensaios de permeabilidade ao ar, estaqueidade à água e cargas uniformemente distribuídas, previstos na NBR Os produtos em madeira deverão cumprir o mesmo desempenho solicitado às portas de alumínio, aço e PVC. Enquanto isso, o grupo de estudos de Componentes definiu que os textos já elaborados e os que ainda estão em preparação serão oficialmente introduzidos em uma Comissão de Estudos do CB-02 da ABNT. A coordenadora do grupo, antecipa que a norma intitulada Componentes para Esquadrias, terá um único número e abrangerá várias partes, como: Parte 1 - Dobradiças de abas tipo convencional Parte 2 - Dobradiças de abas para perfil estreito Parte 3 - Roldanas Parte 4 - Articulações Fabíola Rago Parte 5 - Fechos Parte 6 - Recolhedores para persianas Parte 7 - Motorização para persianas Parte 8 - Escovas de vedação Parte 9 - Componentes em nylon Parte 10 - Palhetas para persianas PSQ Construtora Schahin exige qualificação Na Schahin Engenharia, de nada adianta o fabricante informar que produz esquadrias com consagradas linhas de perfis. É exigência estar qualificado no PSQ Programa Setorial da Qualidade de Esquadrias de Alumínio para participar das cotações e das obras. É exigência estar qualificado no PSQ Julio Fernandez A informação é do arquiteto Julio Fernandes, comprador da construtora há 13 anos. Adquirimos produtos somente de empresas que, comprovadamente, cumprem as normas técnicas em razão da melhoria contínua de nossos empreendimentos e, também, porque temos obras financiadas pela Caixa Econômica Federal grande impulsionadora do PBQP-H, diz ele. Os requisitos da construtora, principalmente quando se trata de obras de grandes clientes como a Petrobras, abrangem certificados de ensaios do caixilho e de origem do material. Quando fecho o contrato com a indústria de esquadrias, o fornecedor precisa apresentar os certificados de garantia, de procedência e de qualidade do perfil de alumínio. Providencia, também, o ensaio do caixilho, explica Fernandes. Ele justifica o pedido que faz do certificado de procedência do perfil, dizendo que está cada vez mais comum a oferta de alumínio reciclado material inadequado, porque deforma, flamba e amassa. Mesmo que a indústria nos informe que o caixilho foi produzido com linha de perfil consagrada, recebemos os protótipos da janela e porta-balcão que serão instalados na sala do apartamento e mandamos ensaiar, informa, dizendo que essa é a garantia de que o produto é conforme e estanque. Já nas obras populares que a Schahin executa para prefeituras e a CDHU, o fabricante do caixilho padronizado de alumínio deve responder às exigências de preço, prazo de atendimento ao cronograma da obra e aprovação dos protótipos instalados no apartamentomodelo. Mas, só vou orçar com as indústrias qualificadas no PSQ, garante. A Caixa, segundo ele, envia auditor para verificações mensais de quantidade e qualidade do que está sendo utilizado na obra. A qualidade das esquadrias padronizadas melhorou absurdamente com o Programa Setorial da Qualidade. Estão mais robustas, bem acabadas e chegam na obra com selo do fabricante, testemunha o comprador. Segundo ele, o PSQ restringiu o leque de opções de fornecimento do produto, ao qualificar as empresas. A Schahin Engenharia não adota fornecedores fixos. Na minha última cotação, apresentaram-se 13 fabricantes de caixilhos, todos qualificados no programa - o que é muito saudável, conclui. 6

4 GESTÃO Os benefícios do Coaching Empresarial Pilar Aznar Tendência em todo o mundo e que já aportou no Brasil, o Coaching é ferramenta que ajuda o empresário a desenvolver as estratégias necessárias para conseguir atingir suas metas. Pilar Aznar, diretora da Forward Coaching, explica que o profissional, ou seja, o Coach, atua junto ao empresário, ajudando-o a focar, desenhar a empresa ideal, resolver e esclarecer conflitos, desenvolver habilidades, estabelecer metas e traçar planos de ação bem definidos para alcançar seus objetivos. O empresário consegue ter uma visão mais clara e veraz de sua empresa e dos seus objetivos, assim como do gerenciamento e de novas possibilidades de negócios, diz. Segundo ela, Coaching é um conjunto de técnicas que auxiliam na análise e avaliação de situações; no desenvolvimento de novos comportamentos; a ter consciência dos padrões mentais atuantes em cada situação; na melhoria do autoconhecimento; na superação de crenças rígidas que impedem a conquista dos propósitos. O trabalho vai além ao ajudar o empresário a criar estratégias para lidar com a adversidade; incrementar as áreas da inteligência emocional, analítica, lógica, a criatividade, a assertividade e os conhecimentos técnicos. Ele desenvolve sua capacidade de liderança e de trabalho em equipe; melhora a comunicação; aumenta a satisfação em todas as áreas da vida; e otimiza os resultados, enumera. A profissional cita estudo realizado pelo ICI Institute - Instituto de Coaching Integrado com executivos que passaram pelo processo, e que comprova a eficiência do método. Os Coachees (executivos) pesquisados classificaram o retorno quantitativo em seis vezes o investimento feito, diz ela. E mais: 77% deles obtiveram melhor relacionamento de trabalho com subordinados; 71% com seus chefes; 63% com seus pares; e 44% registraram aumento de comprometimento com a empresa. 3 Coaching, uma arte A atividade do coaching teve início nos Estados Unidos, no final de A partir de então, proliferaram as escolas, o que motivou o estabelecimento do ICF - International Coach Federation, maior associação de profissionais de Coachees, com mais de 5 mil membros em 30 países. O Coaching é usado por milhares de líderes de negócios que sabem, verdadeiramente, como desenvolver sua equipe, sem abusar do seu poder, mas acreditando nos funcionários, desafiando-os, apoiando-os, fornecendo mais feedback positivo do que negativo, ressalta Pilar, acrescentando que o Coach não é necessariamente um psicólogo, ele não dá conselhos, nem consultoria. Por seus conhecimentos e experiência em cargos executivos, o profissional ajuda o cliente a encontrar soluções e caminhos de maneira mais efetiva. Para tanto, a atitude de qualquer Coachee de sucesso é a vontade de querer melhorar, o que implica uma abertura para novos conceitos, novas maneiras de pensar e novos etilos de comportamento. O Coaching pode ser feito apenas pelo empresário ou por ele e seu staff, nas seguintes áreas: Coaching para negócios, com foco em melhores resultados de negócios e em macro situações. Quanto mais alto o cargo executivo, mais solitário, pois há menos pessoas com quem possa conversar abertamente. Neste caso, pode ser utilizado o Coaching junto com a Consultoria. A duração é bem flexível, dependendo da necessidade do executivo ou empresário, podendo durar um mês ou vários anos, diz Pilar Aznar. Coaching de Skills/Competências, com foco em um projeto atual do Coachee. O trabalho envolverá o desenvolvimento de um método, estratégia ou comportamento relacionado ao sucesso de um projeto, revela, dizendo que o período é curto, podendo acontecer em uma única consulta, uma semana, um mês. Coaching de Performance/Desempenho, com foco na eficácia do desempenho do Coachee no cargo atual, através do desenvolvimento das habilidades necessárias em cada situação/função. A duração pode ser alguns meses, ou até anos, quando se está desenvolvendo continuamente performance em diferentes áreas e/ou habilidades. Coaching de Desenvolvimento, com foco em responsabilidades de cargo futuro ou no futuro da carreira. Envolve o desenvolvimento de competências para a carreira, novas funções ou responsabilidades. A duração pode ser de vários meses a um ano, comenta. Notícia BNDES: R$ 1 bilhão para empresas do PBQP-H O BNDES está lançando um programa de R$ 1 bilhão para apoiar a meta do governo federal de construção de 1 milhão de moradias nos próximos dois anos. Detalhe: somente as empresas da cadeia da construção civil qualificadas pelo PBQP-H terão direito ao financiamento, inclusive, através do Cartão BNDES. O motivo anunciado pelo Banco é elevar o patamar da qualidade do setor. O programa se estende às empresas que necessitarem de empréstimo para se capacitarem, de forma a se adequarem às regras do programa do Ministério das Cidades. O Programa BNDES Construção Civil tem três objetivos principais: promover investimentos em ampliação da capacidade de produção das empresas; promover o aumento do patamar de qualidade das empresas; e estimular a produção de micro, pequenas e médias empresas (MPMEs), inclusive por meio do Cartão BNDES. Serão financiadas iniciativas como a implantação ou modernização de unidades industriais, capacitação técnica de pessoal e investimentos no desenvolvimento e melhoria de processos, produtos e sistemas de gestão da qualidade. O Cartão BNDES financia as compras de materiais, componentes e sistemas construtivos destinados à execução de obras civis. Além do Cartão BNDES, o programa prevê a criação de dois subprogramas: BNDES Construção Industrializada e BNDES Qualidade Construção. Ambos têm prazo de vigência até 31 de março de Para se inscrever no Cartão BNDES, siga os seguintes passos: entre em clique em Saiba mais sobre o Cartão BNDES entre em Financiamento de materiais para a construção civil. seja um fornecedor. No site, ao lado do produto, há a informação contatar o fornecedor, com um telefone e que fornecerá as lojas autorizadas mais próximas.

5 Conjuntura Moradias populares, materiais qualificados O programa Minha casa, minha vida, que prevê a construção de um milhão de novas moradias com ênfase no segmento de baixa renda, apresenta vários desafios para a indústria da construção civil. Entre eles, a capacidade de fornecimento de materiais e a garantia de conformidade às normas técnicas. Executivos comprometidos com o PSQ - Programa Setorial de Qualidade de Esquadrias de Alumínio alertam para a necessidade de assegurar, junto ao governo federal, a exigência de uso de caixilhos qualificados. Harry Wottrich Entre os pioneiros no PSQ de esquadrias de alumínio, Harry Wottrich, diretor da Trifel, entende que o crescimento proposto envolve risco de fornecimento de produtos não-conformes por empresas que estão fora do PBQP-H. A AFEAL terá que fazer gestões junto ao governo federal para que determine a adoção de esquadrias de alumínio qualificadas pelo programa, sugere. Ele lembra que, em 2008, melhor ano da construção civil no país, a Caixa Econômica Federal financiou em torno de 400 mil imóveis. Diante desse volume, o setor chegou perto de viver um apagão no fornecimento de materiais. No caso dos caixilhos, nós, fabricantes, sofremos com o atraso de entrega de matéria-prima, do alumínio ao vidro, passando por componentes. Nas obras, faltaram produtos como aço e cimento, e até mesmo caminhão betoneira, enumera Wottrich, para concluir que o mercado brasileiro não está preparado para um crescimento tão grande. O governo terá que impor o uso de caixilhos qualificados Segundo ele, a indústria de esquadrias de alumínio também não está preparada para atender a demanda de 1 milhão de moradias em apenas dois anos. Mas, veja, o próprio governo disse não me cobre prazo, observa. O interesse do setor em fornecer para o segmento de moradias populares será bastante particularizado, variando de acordo com o portfólio de produtos de cada empresa. O segmento de caixilhos especiais não terá produtos, nem preços para atender às moradias para baixa renda. Nem mesmo o segmento de padronizados terá produtos de tão baixo valor agregado. O que nos levará a mapear as novas obras para identificar os produtos que temos para cada faixa, ressalta. Os sistemistas também vêm com otimismo o programa governamental Gerente da JAP, Aparecido Bonifácio revela estar empolgado com o programa que privilegia a construção civil e tem um apelo social muito grande para a retomada do emprego e girar a roda da economia. Segundo ele, a empresa se interessa pelo segmento de baixa renda, pois partimos do princípio de que o governo, através do PBQP-H, vai apoiar o programa nos produtos normalizados. Assim, as empresas que participam do PSQ de Esquadrias que oferecerem seus produtos terão condições concorrenciais semelhantes à da Jap, estima Boni. Entretanto, ele admite alguma dificuldade de acreditar que a promessa de 1 milhão de residências venha a ocorrer num curto espaço de tempo. Aparecido Bonifácio Serão necessários alguns anos e, assim, o parque industrial brasileiro de janelas de alumínio terá condições de atender, até porque a tecnologia envolvida na produção das esquadrias permite absorver uma mão-de-obra sem grandes sofisticações de qualificação, destaca. Diretor-executivo da MGM, José Belato Junior acredita que a indústria José Belato Junior brasileira tem capacidade para atender essa demanda e diz que a empresa que dirige, sediada no sul de Minas Gerais, vem se preparando para esse crescimento com investimentos produtivos e em participação nos PSQs de esquadrias de alumínio, aço e de fechaduras. Temos capacidade instalada para cerca de 100 mil peças de aço/mês e outras 30 mil/mês de alumínio e hoje estamos com ociosidade em torno de 30%, revela. Os sistemistas também vêm com otimismo o programa governamental. José Carlos Noronha É o que revela José Carlos Noronha, Coordenador do Comitê de Mercado de Construção Civil da ABAL Associação Brasileira do Alumínio. Os extrusores têm interesse em desenvolver novos sistemas e, também, adequar os produtos existentes, de forma a oferecer aos fabricantes de caixilhos produtos homologados pelo Programa Setorial da Qualidade de Esquadrias de Alumínio, para que possam atender o mercado de moradias de baixa renda. O próprio governo disse não me cobre prazo Segundo ele, a indústria de extrusão tem capacidade instalada suficiente para atender a demanda que virá. Mesmo com o grande crescimento do setor, em 2008, registramos 5% de ociosidade, diz ele 4

6 Curtas Quem ainda não teve a oportunidade de ter em mãos o livro A Esquadria de Alumínio na Arquitetura Design e Tecnologia, lançado pela AFEAL em novembro último, poderá visualizar textos e obras no site Estão publicados os textos na íntegra e, ainda, 30 das mais de 100 obras apresentação na edição impressa. O livro, documento histórico dos 25 anos da associação, também está disponível para compra. A AFEAL investiu na qualificação da mão-de-obra, que deu um salto nos últimos dois anos, formando cerca de 600 profissionais. O Curso de Serralheria formou cerca de 180 profissionais, num total de 15 turmas, em parceria com a Alcoa e o Senai Tatuapé. Na unidade Leopoldina, o mesmo curso alcançou sua 12ª edição com 144 alunos formados. A novidade foi a criação do Curso de Instalação, que na sua quarta turma tem 50 profissionais qualificados. O Curso de Desenho de Esquadrias teve cinco turmas e 120 alunos, e foi iniciado o Módulo avançado do Curso de Desenho de Esquadrias de Alumínio em Auto Cad 2D. A qualificação no programa CEM Cálculo de Esquadrias Metálicas - avançou com dez turmas, num total de 95 alunos formados. O IV SAIE Brasil - Salão Itinerante de Esquadrias - chega a Olinda entre 25 e 27 de agosto próximo, no Centro de Convenções de Pernambuco. O evento reunirá apresentações de insumos, máquinas e equipamentos para o desenvolvimento de trabalhos técnicos e artísticos de serralheria, produção de esquadrias. E, pela primeira vez, traz soluções em vidro, material sempre presente na indústria de esquadrias, destaca o realizador Cesar Tavares. Ele se refere às mostras paralelas, XI Exposerralheria - Exposição de Produtos para Serralheria e à edição regional da Fenavid - Feira Nacional do Vidro, Alumínio, Molduras & Cia, além do VI Sebraser - Seminário Brasileiro de Serralheria. Mais detalhes no site com.br O projeto de norma Alumínio e suas ligas Tratamento de Superfície Colagem de Vidros com Selante Estrutural, criado no CB - 35 (ABAL) e desenvolvido na AFEAL, está em fase de consulta nacional e apreciação de todos, até dia 18 de maio. O texto está disponível no site Basta clicar em CB -35, acessando o projeto de norma de número 35: É preciso cadastrar-se para baixar o conteúdo na integra. EXPEDIENTE O Informativo AFEAL é uma publicação da Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio, AFEAL, dirigida aos associados e entidades do setor da construção civil. Está disponível no site da AFEAL. DIRETORIA EXECUTIVA Presidente - Roberto Papaiz Vice-presidente - Harry Wottrich Diretor Tesoureiro - Waldir Trózo Diretor Secretário - Antonio M. Spina Secretário-Executivo - Fernando Rosa R. Dr. Elias Chaves, 122, Campos Elíseos CEP , F: (11) Editora Responsável: Hosana Pedroso (MTb ) Diagramação: Fernanda Santos Impressão: NeoBand Tiragem: exemplares Periodicidade: Trimestral Distribuição Gratuita 5

7 Mercado Motores Fermax Palhetas com faixa Antireflexo FISE Roldana Master lançamento UDINESE Além de produtos de qualidade, a Fermax busca sempre oferecer ao mercado a mais completa linha de itens que compõe uma esquadria. Um exemplo disso são os motores para persianas integradas, disponíveis em quatro versões: com controle remoto SLI-R (110 V/220 V) e com controle manual SLI (110 V/220 V). O tubo utilizado é de 60 mm (não fornecido) e o manual de instruções acompanha o produto. Os motores possuem as seguintes características técnicas: carga 35 kg, frequência 60 Hz, velocidade 12 rpm, torque 25 Nm, corrente 1,8 A e potência de 204 W. Fermax, líder em soluções e sempre presente na sua vida. Consulte: Através de um processo exclusivo, a FISE mais uma vez reforça seu pioneirismo e inovação, disponibilizando para o mercado a solução definitiva para o blecaute nas persianas de enrolar Com as PALHETAS PARA PERSIANAS COM FAIXA ANTIREFLEXO FISE o controle de luminosidade é total: - Maior eficiência no blecaute nas palhetas com acabamentos claros (BRANCO, BEGE, PRATA) - Mais conforto para o usuário, que não precisa se incomodar com a passagem de luz indesejada. Consulte: A UDINESE lança a sua nova roldana Master, complementando seu portfólio de produtos, sempre com a melhor relação custo X benefício para os clientes. A novidade nessa roldana é a possibilidade de regulagem de sua altura mesmo após sua instalação, podendo variar até 5mm. Suporta carga máxima de até 15 kg por folha. A nova roldana Master da UDINESE é a que apresenta melhor deslize da folha, e é a única 100% inoxidável do mercado, com componentes em nylon, alumínio e aço inox. Além disso, a Udinese é a única empresa no setor com certificação ISO Porque, assim como você, seu projeto é único. Consulte: Manusa, qualidade em portas automáticas Dow Corning, confiança em Sistema Estrutural COSBIEM, visão da crise com açucar Atendendo as necessidades do mercado de arquitetura e construção civil, a Manusa do Brasil oferece produtos com tecnologia confiável e de fácil instalação. Líder no segmento, consagrou suas portas automáticas nas principais obras do país, desde as mais sofisticadas até em residências e escritórios, com ampla garantia. Conta com produtos especiais, como portas curvas, herméticas e antipânico. Sua equipe técnica desenvolve projetos para grandes vãos, com diferentes materiais como madeira, PVC, ACM e MDF, sem limite de dimensões. Por sua posição de vanguarda tecnológica, a Manusa, através de seu gerente nacional, arquiteto Julio Kochen, participa da comissão da norma que regulamenta o uso de portas automáticas, NBR 15202, além de realizar palestras e cursos em todo o Brasil. Consulte: A linha de selantes de silicone da Dow Corning para colagem de vidros possui a qualidade assegurada e o desempenho comprovado que só uma empresa com 60 anos de experiência pode oferecer. Encontre aquele que atende a sua necessidade e conte ainda com serviço técnico especializado. Conheça os nossos produtos: - Dow Corning 995 Selante de Silicone para Envidraçamento Estrutural e Dow Corning Selante de Silicone para Envidraçamento Estrutural e Vidro Duplo (monocomponente, disponível em cartucho e balde); - Dow Corning 983 Adesivo/Selante de Silicone para Envidraçamento Estrutural e Fachada Cortina de Vidro (bicomponente). Utilize os produtos da Dow Corning e conheça como a Garantia Limitada de Adesão Estrutural de 20 anos pode ajudar você a alcançar o sucesso! Consulte: A crise, como a crítica, tem papel significativo nas mudanças das empresas. A crise é a expressão mais contundente da crítica e seu maior valor é desentoxicar nossa percepção sobre os caminhos dos negócios. A Cosbiem, em meio às notícias e os fatos gerados pela crise, tratou de dar seus pulinhos e no Plano Estratégico do Ano priorizou a racionalização de processos e preços. O foco para 2009 passou a ser a melhoria da produtividade e duas são as ações: 1) maior investimento em treinamento e desenvolvimento de pessoal, tanto operacional quanto de gestão administrativo-financeiro; 2) investimento tecnológico, tanto em máquinas quanto em dispositivos. Tudo isso com as mãos fechadas, ou seja, buscando os recursos nos ganhos em produtividade - tarefa difícil, impulsionada pelo berro da crise. Consulte:

8 Associados AFEAL Esquadrias Especiais - Fabricante São Paulo A.G. ALUMÍNIO LTDA. ADALUME ESQUADRIAS METÁLICAS LTDA. ALGRAD ESQUADRIAS E FACHADAS ESP. LTDA ALUMINY ESQUAD. DE ALUMÍNIO LTDA.- ME ALUS ALUMINIUM COMERCIAL LTDA.-ME ALUTINGA IND.E COM. DE CAIX. DE ALUM. LTDA. ARMEL ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO LTDA. ARTALUM ARTES EM ALUMÍNIO LTDA. ARTEAL ARTEFATOS DE ALUMÍNIO LTDA. ATENUA SOM IND. E COM. LTDA. AXIWIL ESQUADRIAS METÁLICAS LTDA. BIMETAL ENG. ESQUADRIAS E VIDROS LTDA. COELHO METAL IND. E COM. DE ESQUADRIAS LTDA. COSBIEM PROJ.SERV. VID,CRISTAIS E CAIXILHOS ERG S ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO LTDA. ESQUADRALUM IND. E COM. DE ESQUAD. LTDA. ESQUADRIMAX - INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA. FAMEM FABR. MONT MANUT. DE ESQ. LTDA. GATTERA ALUMÍNIO LTDA. GLAFCON IND.E COM.DE ARTEF. DE METAIS LTDA. IGÊ ESQUADRIAS METÁLICAS LTDA. INOVAÇÃO IND. EXP. E IMPORTAÇÃO LTDA. INOVATTA IND.E COM.DE ESQUAD. ESPEC. LTDA. ITEFAL IND.TECN.DE ESQ. DE FERRO E ALUM. J. GIANINI ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO LTDA. LUXALUM ESQ. DE ALUMÍNIO IND. E COM. LTDA. ORCA IND. DE ESQUADRIAS METÁLICAS LTDA. PERFBOX IND. E COM. DE ESQ. DE ALUM. LTDA. PRISMATECH ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO LTDA PRODAL ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO LTDA. REINSTAL ESQUADRIAS METÁLICAS LTDA. S. NALDI IND. COMÉRCIO DE ESQUADRIAS LTDA. TÉCNICA ESQUADRIAS ESPECIAIS LTDA. TECNOFEAL IND. E COM. LTDA. TECNOSYSTEM TEC. EM SIST. CONSTRUTIVOS UNIBOX ESQUADRIAS E DECORAÇÕES LTDA. YKK DO BRASIL LTDA. ZELOART ESQUADRIAS LTDA. Alagoas ALUMA ALUMÍNIO COM. REPR. E SERVIÇOS LTDA. SOCITEC SOC. TÉCNICA COM. E REPR. LTDA. Amazonas ALUMÍNIO APLICADO LTDA Bahia BRIN METAL METALÚRGICA IND. E COM. LTDA. METALÚRGICA SQUADRILAR LTDA. Ceará ALPHA METALURG. J.SAMPAIO DE S. FILHO -ME ALUNOBRE IND. E COM.LTDA. METAL LESTE LTDA. METALÚRGICA BRASIL IND. E COM. LTDA. METALÚRGICA LCR LTDA. PROSERV M. DE SOUZA LIMA ME. METALLOCK ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO Distrito Federal CRISTAL MAIS VIDROS E ESQUADRIAS. Minas Gerais ALUMINASA ESQ. DE ALUMÍNIO LTDA. (ALUBRÁS) ALUTEC ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO LTDA. ANOBEL ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO LTDA. ARTE FERRO ESQUADRIAS LTDA.-EPP ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO DIPLOMATA LTDA. 8 Mato Grosso do Sul AGAEFE ESQUAD. DE ALUMÍNIO E FERRO LTDA. Paraíba GUERRAL IND. E COM. REPRESENTAÇÃO LTDA. Pernambuco IANE IND. E COM. LTDA. PÓRTICO ESQUADRIAS LTDA. Paraná ENGEVIDROS ENG. E COM. DE VIDROS LTDA. ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO ALUPAR LTDA. MANNALA ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO LTDA PROJETALL ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO LTDA. Rio de Janeiro ESQUADRIA E VIDRAÇARIA GERPOL LTDA. SÁ MARTINS ESQUADRIAS Rio Grande do Sul REFLEXO IND.DE ESQUADR E COM VIDROS LTDA. Santa Catarina ALUMONTA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA DURIARTE ARTEFATOS DE METAIS METAL IND. E COM. DE ALUMÍNIO LTDA. Esquadrias Padronizadas - Fabricante Minas Gerais MGM PRODUTOS SIDERÚRGICOS LTDA. São Paulo ANGULAR INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA.-ME ATLÂNTICA DIV. ESQUAD. ALUM. PADR. LTDA. EBEL EMPRESA BRASILEIRA DE ESQ. LTDA. ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO VENEZIA LTDA IBRAL IND.BRAS. DE ARTEF. DE ALUMÍNIO LTDA. INTEGRAL S.A. IND. E COMÉRCIO JAP JANELAS DE ALUMÍNIO PADR. LTDA. SASAZAKI IND. E COM. LTDA. TRIFEL IND. E COM. LTDA. Santa Catarina IBRAP IND. BRAS. DE ALUMÍNIO E PLÁST. SA Esquadrias - Manutenção KIIR MANUT. DE ESQUAD. DE ALUMÍNIO LTDA. Cotia - SP MANUTENCIONE ENG. E CONSERVAÇÃO LTDA Alumínio - Sistemista ALCOA ALUMÍNIO S.A. Santo André - SP ASA ALUMINIO S/A. Campinas - SP COMPANHIA BRASILEIRA DE ALUMÍNIO HYDRO ALUMÍNIO ACRO S/A. SCHÜCO DO BRASIL LTDA. Alumínio - Revenda ALL METAL COMÉRCIO DE IMP. E EXP. LTDA. ALUMETAL COM. DE ALUMÍNIO E METAIS LTDA ALUMIFIX COMÉRCIO DE FERRAGENS LTDA. Curitiba PR ALUMIGON BRASILEIRA IND. E COM. LTDA. Santo André SP BELMETAL IND. E COM. LTDA. EMPOL ALUMINIUM INDÚSTRIA E COM. LTDA. PEREIRA BRITO COMÉRCIO DE ALUMÍNIO LTDA. PERFIL COM. DE ALUMÍNIO E ACES. LTDA. Espiríto Santo SELTA COMÉRCIO DE METAIS LTDA. Alumínio Composto e Chapas DAY BRASIL S/A. - Distribuidores Anodização e Pintura GUARICOR PINTURA ELETROSTÁTICA LTDA. OLGA COLOR PROT. E DECO DE ALUM. LTDA. PRODEC PROTEÇÃO E DECO. DE METAIS LTDA. Jandira SP ZINCROMO GALVANOPLASTIA LTDA. Campinas SP Acessórios e Componentes ALUMICONTE COMPONENTES DE ALUM. LTDA. Vila Flores RS FISE FECHOPLAST IND. SIST. ESQUADRIAS LTDA FERMAX IND. COMPONENTES ESQUADRIAS LTDA. Colombo PR G-U DO BRASIL IMP. E COM. FER FECHAD. LTDA NAKRAM IND. E COM. LTDA. PROMEL PROD. METALÚRGICOS LTDA. SOMFY BRASIL LTDA. UDINESE METAIS LTDA. Diadema SP Elastômeros e Vedantes BETA IND.COM.DE ARTEF. DE BORRACHAS LTDA Guararema - SP DINAFLEX IND. DE ARTEF. DE BORRACHA LTDA. Guarulhos - SP ICILEGEL INDÚSTRIA E COMÉRCIO IBAITI LTDA. Ibaiti - PR INDIANA ARTEFATOS DE BORRACHAS LTDA. Embu-Guaçu - SP NEOBOR IND. E COM. LTDA. Porto Feliz - SP PROBOR BORRACHAS DO BRASIL LTDA. Embu-Guaçu - SP SCHLEGEL AM. DO SUL VED. P/ CONST. CIVIL LTDA. STAMP SPUMAS FITAS E PEÇAS TEC. ESPUMAS Campinas - SP TREBOR IND.COM. ARTEF. DE BORRACHA LTDA. Várzea Paulista - SP VBRASIL - VEDASIL VED, ESQUAD. E ANOD. Valinhos - SP Silicones e Fitas Adesivas 3M DO BRASIL LTDA. Sumaré - SP / Fitas Adesivas DOW CORNING DO BRASIL LTDA. / Silicones HENKEL LTDA. Itapevi - SP / Silicones e Fitas Adesivas SIKA S.A Osasco - SP / Silicones Sistemas Informatizados p/ Esquadrias ALUMISOFT INSTALAÇÃO E MANUT. S/C LTDA. Sorocaba - SP / Sistemas Informatizados EAGLE SOFTWARES E GESTÃO EMP. LTDA. Poá - SP / Sistemas de Gestão Máquinas e Equipamentos ALU-SERVICE IND. E COM. LTDA. ALUMICENTRO IMPORTAÇÃO E COM. LTDA. METALÚRGICA CORTESA LTDA. Pinhais - PR Parafusos e Fixadores INOX PAR IND. E COM. LTDA. Guarulhos SP BOLTINOX COM. REPRES. IMPOR E EXPOR. LTDA. Vidros LM VIDROS - Campo Grande - MS

Empresa qualificada, mercado garantido

Empresa qualificada, mercado garantido Órgão de Divulgação da Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio 90 Ano XIII - 2010 Outubro/Novembro sumário I n f o r m a t i v o edição 03 04 06 NBR 10821 em Consulta Pública Em estudo,

Leia mais

O Fórum Ibero-americano de

O Fórum Ibero-americano de Órgão de Divulgação da Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio 101 Ano XV - 2012 Dezembro/Janeiro sumário I n f o r m a t i v o edição 03 06 Lideranças apostam em crescimento sustentado

Leia mais

AFEAL tem nova Diretoria Roberto Papaiz é reeleito presidente

AFEAL tem nova Diretoria Roberto Papaiz é reeleito presidente Órgão de Divulgação da Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio 75 Ano X - 2007 Abr / Mai / Jun sumário I n f o r m a t i v o edição 03 04 06 Senai-Tatuapé qualifica profissionais Linhas

Leia mais

O futuro do Brasil é agora Brasil, o país

O futuro do Brasil é agora Brasil, o país Órgão de Divulgação da Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio 85 Ano XII - 2009 Out/Nov/Dez sumário I n f o r m a t i v o edição 03 04 06 A nova NBR 10821 AFEAL mais moderna e ágil

Leia mais

Projetos sustentáveis, fachadas sombreadas

Projetos sustentáveis, fachadas sombreadas Órgão de Divulgação da Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio 79 Ano XI - 2008 Abr/Mai/Jun sumário I n f o r m a t i v o edição 03 04 06 ITEC fará ensaios de vidros temperados Janelas

Leia mais

Esquadrias qualificadas, uma obrigação. Shopping Jardim Sul

Esquadrias qualificadas, uma obrigação. Shopping Jardim Sul Órgão de Divulgação da Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio 97 Ano XV - 2012 Abril/Maio sumário I n f o r m a t i v o edição 03 04 06 Em busca do conforto térmico e acústico NBR

Leia mais

AFEAL, 25 anos de presença ativa no mercado das esquadrias

AFEAL, 25 anos de presença ativa no mercado das esquadrias Órgão de Divulgação da Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio 81 Ano XI - 2008 Out/Nov/Dez sumário I n f o r m a t i v o edição 03 04 06 PSQ de especiais qualidica 15 empresas Sustentabilidade

Leia mais

Ministério das Cidades se reuniu com AFEAL e ABAL

Ministério das Cidades se reuniu com AFEAL e ABAL Órgão de Divulgação da Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio 99 Ano XV - 2012 Agosto/Setembro sumário I n f o r m a t i v o edição 03 04 06 Seguro exclusivo para construção civil

Leia mais

Vidro estrutural, belo, complexo e caro

Vidro estrutural, belo, complexo e caro Órgão de Divulgação da Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio 72 Ano IX - 2006 Jul / Ago / Set sumário I n f o r m a t i v o edição 03 A importância dos ensaios de esquadrias 04 A

Leia mais

Conformidade sustentada

Conformidade sustentada Órgão de Divulgação da Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio 77 Ano X - 2007 Out / Nov / Dez sumário I n f o r m a t i v o edição 03 Abramati e Secovi analisam crescimento 04 Norma

Leia mais

Instituto Tecnológico da Construção Civil que, assim, poderá realizar os planos

Instituto Tecnológico da Construção Civil que, assim, poderá realizar os planos Órgão de Divulgação da Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio I n f o r m a t i v Ano XIII - 2010 Agosto/Setembro edição o sumário 89 03 Energia Solar em debate 04 Procura-se projetista

Leia mais

Crescimento chega às indústrias de esquadrias

Crescimento chega às indústrias de esquadrias Órgão de Divulgação da Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio 78 Ano XI - 2008 Jan/Fev/Mar sumário I n f o r m a t i v o edição 03 04 06 Em 2008, mais crescimento Seminário Tributário

Leia mais

NOVO CONCEITO DA INDÚSTRIA DE ESQUADRIAS DE

NOVO CONCEITO DA INDÚSTRIA DE ESQUADRIAS DE NOVO CONCEITO DA INDÚSTRIA DE ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO NOVO CONCEITO DA INDÚSTRIA DE ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO! Capacitação dos empresários! Capacitação das empresas! O Produto CAPACITAÇÃO DOS EMPRESÁRIOS Capacitação

Leia mais

De conteúdo abrangente, o texto claro

De conteúdo abrangente, o texto claro Órgão de Divulgação da Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínios I n f o r m a t i v o edição Ano VIII - 2005 Nov/Dez/Jan sumário 69 03 Centro Tecnológico do Alumínio 03 6º Construbusiness

Leia mais

1º ENCONTRO NACIONAL DO PSQ ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO 2015

1º ENCONTRO NACIONAL DO PSQ ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO 2015 1º ENCONTRO NACIONAL DO PSQ ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO 2015 FABRICANTES, LOJISTAS, CONSTRUTORAS E CONSUMIDORES 1º ENCONTRO NACIONAL DO PSQ ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO 2015 PSQ Esquadrias de Alumínio 2015 Alberto

Leia mais

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação Pesquisa realizada com os participantes do de Apresentação O perfil do profissional de Projetos Pesquisa realizada durante o 12 Seminário Nacional de, ocorrido em 2009, traça um importante perfil do profissional

Leia mais

Os 25 anos de atuação da AFEAL

Os 25 anos de atuação da AFEAL Órgão de Divulgação da Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio 82 Ano XII - 2009 Jan/Fev/Mar sumário I n f o r m a t i v o edição 03 04 06 Construção civil crescerá em 2009, porém

Leia mais

Governo exigirá PBQP-H para MCMV 2

Governo exigirá PBQP-H para MCMV 2 Órgão de Divulgação da Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio 95 Ano XIV - 2011 Outubro/Novembro sumário I n f o r m a t i v o edição 03 04 06 Sustentabilidade na construção civil

Leia mais

Personal and Professional Coaching

Personal and Professional Coaching Personal and Professional Coaching Seu salto para a excelência pessoal e profissional 1 O novo caminho para o sucesso e a realização pessoal! Todos sabem que para ser médico, advogado, dentista ou engenheiro

Leia mais

DISTRIBUIDOR AUTORIZADO: TÉCNICO SISTEMA TOP GLASS

DISTRIBUIDOR AUTORIZADO: TÉCNICO SISTEMA TOP GLASS DISTRIBUIDOR AUTORIZADO: C AT Á L O G O TÉCNICO SISTEMA TOP GLASS GRUPO REY DO VIDRO O GRUPO O Grupo Rey do Vidro nasceu em 2007 com a criação da Espaço Inteligente que por sua vez nasceu da necessidade

Leia mais

AFEAL - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE FABRICANTES DE ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO PROGRAMA SETORIAL DA QUALIDADE DE ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO RELATÓRIO SETORIAL

AFEAL - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE FABRICANTES DE ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO PROGRAMA SETORIAL DA QUALIDADE DE ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO RELATÓRIO SETORIAL AFEAL - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE FABRICANTES DE ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO PROGRAMA SETORIAL DA QUALIDADE DE ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO RELATÓRIO SETORIAL PERÍODO: JANEIRO A DEZEMBRO DE 2007 1. HISTÓRICO Em abril

Leia mais

Subsistemas construtivos e componentes caracterizados por ensaios e avaliações segundo os requisitos da norma de desempenho ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO

Subsistemas construtivos e componentes caracterizados por ensaios e avaliações segundo os requisitos da norma de desempenho ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO 18/junho/2015 Caesar Business Faria Lima São Paulo, SP Subsistemas construtivos e componentes caracterizados por ensaios e avaliações segundo os requisitos da norma de desempenho ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO

Leia mais

O impacto da ABNT NBR 15575 Edificações habitacionais Desempenho sobre Esquadrias. Aspectos técnicos e jurídicos

O impacto da ABNT NBR 15575 Edificações habitacionais Desempenho sobre Esquadrias. Aspectos técnicos e jurídicos O impacto da ABNT NBR 15575 Edificações habitacionais Desempenho sobre Esquadrias Aspectos técnicos e jurídicos Enga. Fabiola Rago Beltrame AFEAL - Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio

Leia mais

Francisco Cardoso SCBC08

Francisco Cardoso SCBC08 Formando profissionais para a sustentabilidade Prof. Francisco CARDOSO Escola Politécnica da USP Francisco Cardoso SCBC08 1 Estrutura da apresentação Objetivo Metodologia Resultados investigação Conclusão:

Leia mais

Pessoas e Negócios em Evolução

Pessoas e Negócios em Evolução Empresa: Atuamos desde 2001 nos diversos segmentos de Gestão de Pessoas, desenvolvendo serviços diferenciados para empresas privadas, associações e cooperativas. Prestamos serviços em mais de 40 cidades

Leia mais

Grupo Usiminas fabrica em Cubatão e Ipatinga, em Minas Gerais, perfis de aço para a construção de habitações

Grupo Usiminas fabrica em Cubatão e Ipatinga, em Minas Gerais, perfis de aço para a construção de habitações Edição: 5132010 Litoral Paulista, sexta-feira, 20 de agosto Página: 1 Grupo Usiminas fabrica em Cubatão e Ipatinga, em Minas Gerais, perfis de aço para a construção de habitações w w w. u s i m i n a s.

Leia mais

Marcos Antonio Lima de Oliveira, MSc Quality Engineer ASQ/USA Diretor da ISOQUALITAS www.qualitas.eng.br qualitas@qualitas.eng.

Marcos Antonio Lima de Oliveira, MSc Quality Engineer ASQ/USA Diretor da ISOQUALITAS www.qualitas.eng.br qualitas@qualitas.eng. 01. O QUE SIGNIFICA A SIGLA ISO? É a federação mundial dos organismos de normalização, fundada em 1947 e contanto atualmente com 156 países membros. A ABNT é representante oficial da ISO no Brasil e participou

Leia mais

PGQ-2 PROGRAMA DE GARANTIA DA QUALIDADE DE COMPONENTES PARA CONSTRUÇÃO CIVIL FABRICADOS COM PERFIS DE PVC SETORIAL JANELAS

PGQ-2 PROGRAMA DE GARANTIA DA QUALIDADE DE COMPONENTES PARA CONSTRUÇÃO CIVIL FABRICADOS COM PERFIS DE PVC SETORIAL JANELAS AFAP-PVC: TESIS: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS FABRICANTES DE PERFIS DE PVC PARA CONSTRUÇÃO CIVIL TECNOLOGIA DE SISTEMAS EM ENGENHARIA REFERÊNCIA: PGQ 2 - F - PGQ-2 PROGRAMA DE GARANTIA DA QUALIDADE DE COMPONENTES

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

Entendendo custos, despesas e preço de venda

Entendendo custos, despesas e preço de venda Demonstrativo de Resultados O empresário e gestor da pequena empresa, mais do que nunca, precisa dedicar-se ao uso de técnicas e instrumentos adequados de gestão financeira, para mapear a situação do empreendimento

Leia mais

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os melhores resultados. 2 ÍNDICE SOBRE O SIENGE INTRODUÇÃO 01

Leia mais

Feira e Congresso da Construção Civil. Data: 05 a 08 de outubro Local: Pavilhão da Expoville - Joinville(SC) Horário: 15h às 22h

Feira e Congresso da Construção Civil. Data: 05 a 08 de outubro Local: Pavilhão da Expoville - Joinville(SC) Horário: 15h às 22h Feira e Congresso da Construção Civil Data: 05 a 08 de outubro Local: Pavilhão da Expoville - Joinville(SC) Horário: 15h às 22h APRESENTAÇÃO ÓTIMAS OPORTUNIDADES REUNIDAS EM UM AMBIENTE DE GRANDES NEGÓCIOS

Leia mais

Pesquisa realizada com os participantes do 16º Seminário Nacional de Gestão de Projetos APRESENTAÇÃO

Pesquisa realizada com os participantes do 16º Seminário Nacional de Gestão de Projetos APRESENTAÇÃO Pesquisa realizada com os participantes do de APRESENTAÇÃO O perfil do profissional de projetos Pesquisa realizada durante o 16 Seminário Nacional de, ocorrido em Belo Horizonte em Junho de, apresenta

Leia mais

Aplicação das normas ABNT NBR 15575 Edificações habitacionais Desempenho e ABNT NBR 10821 - Esquadrias

Aplicação das normas ABNT NBR 15575 Edificações habitacionais Desempenho e ABNT NBR 10821 - Esquadrias Associação Nacional de Fabricantes de Esquadria de Alumínio Aplicação das normas ABNT NBR 15575 Edificações habitacionais Desempenho e ABNT NBR 10821 - Esquadrias Enga. Fabiola Rago Beltrame Coordenadora

Leia mais

Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria São Paulo, 13 e 14 de maio de 2015

Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria São Paulo, 13 e 14 de maio de 2015 Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria São Paulo, 13 e 14 de maio de 2015 INOVAR É FAZER Manifesto da MEI ao Fortalecimento da Inovação no Brasil Para nós empresários Inovar é Fazer diferente, Inovar

Leia mais

Um relato dos desafios encontrados e dos benefícios conseguidos com a implantação das práticas propostas pelo nível F do modelo de referência de

Um relato dos desafios encontrados e dos benefícios conseguidos com a implantação das práticas propostas pelo nível F do modelo de referência de Um relato dos desafios encontrados e dos benefícios conseguidos com a implantação das práticas propostas pelo nível F do modelo de referência de processo MPS.BR OUTUBRO 2009 FELÍCIO NASSIF / GUSTAVO NASCIMENTO

Leia mais

Palestras Gerenciais EMPREENDEDORISMO O CAMINHO PARA O PRÓPRIO NEGÓCIO. Manual do participante

Palestras Gerenciais EMPREENDEDORISMO O CAMINHO PARA O PRÓPRIO NEGÓCIO. Manual do participante Palestras Gerenciais EMPREENDEDORISMO O CAMINHO PARA O PRÓPRIO NEGÓCIO Manual do participante Autoria: Renato Fonseca de Andrade Responsáveis pela atualização: Consultores da Unidade de Orientação Empresarial

Leia mais

Para melhorar o conforto acústico das edificações é essencial realizar estudos de avaliação prévia e utilizar produtos submetidos a ensaios

Para melhorar o conforto acústico das edificações é essencial realizar estudos de avaliação prévia e utilizar produtos submetidos a ensaios Esquadrias anti-ruídos Para melhorar o conforto acústico das edificações é essencial realizar estudos de avaliação prévia e utilizar produtos submetidos a ensaios Laboratório de acústica da Divisão de

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Elaboração Luiz Guilherme D CQSMS 10 00 Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes Avaliação da Necessidade de Treinamento

Leia mais

INTEGRAÇÃO ENTRE OS SEGMENTOS DA CADEIA PRODUTIVA, DA PRODUÇÃO DO MATERIAL DE CONSTRUÇÃO ATÉ O USUÁRIO FINAL

INTEGRAÇÃO ENTRE OS SEGMENTOS DA CADEIA PRODUTIVA, DA PRODUÇÃO DO MATERIAL DE CONSTRUÇÃO ATÉ O USUÁRIO FINAL Cadeia Produtiva da Construção Civil - PlanHab INTEGRAÇÃO ENTRE OS SEGMENTOS DA CADEIA PRODUTIVA, DA DO MATERIAL DE CONSTRUÇÃO ATÉ O USUÁRIO FINAL Prof. Alex Abiko Escola Politécnica USP 09 de Abril de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultoria pessoa física para serviços de preparação

Leia mais

Soluções em Tecnologia da Informação

Soluções em Tecnologia da Informação Soluções em Tecnologia da Informação Curitiba Paraná Salvador Bahia A DTS Sistemas é uma empresa familiar de Tecnologia da Informação, fundada em 1995, especializada no desenvolvimento de soluções empresariais.

Leia mais

METODOLOGIA HSM Centrada nos participantes com professores com experiência executiva, materiais especialmente desenvolvidos e infraestrutura tecnológica privilegiada. O conteúdo exclusivo dos especialistas

Leia mais

PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO. Programa de Educação Ambiental Interno

PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO. Programa de Educação Ambiental Interno PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO Programa de Educação Ambiental Interno Condicionante 57 LO 417/2010 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 04 2. IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA 05 3. REGULAMENTO APLICÁVEL 06 3.1. FEDERAL

Leia mais

QUALIFICAÇÃO DE PRODUTOS

QUALIFICAÇÃO DE PRODUTOS QUALIFICAÇÃO DE PRODUTOS HISTÓRICO DO PSQ-Esquadrias de Alumínio - ABR/2001: AFEAL implementa o Programa Setorial da Qualidade (PSQ) de Esquadrias de Alumínio. O referido programa está inserido no Programa

Leia mais

Sumário Apoios Dados Gerais Expositores Visitantes Congresso Fenabrave Campanha de Marketing Mídia Espontânea Fotos do evento

Sumário Apoios Dados Gerais Expositores Visitantes Congresso Fenabrave Campanha de Marketing Mídia Espontânea Fotos do evento Sumário Apoios Dados Gerais Expositores Visitantes Congresso Fenabrave Campanha de Marketing Mídia Espontânea Fotos do evento Sumário XXI EDIÇÃO DO CONGRESSO FENABRAVE TERMINA COM PREVISÃO OTIMISTA PARA

Leia mais

- Projeto & Concepção - Solicitação de Acesso - Venda de Equipamentos - Instalação - Conexão com Distribuidora. Campinas

- Projeto & Concepção - Solicitação de Acesso - Venda de Equipamentos - Instalação - Conexão com Distribuidora. Campinas A Blue Sol Energia Solar visa disseminar a tecnologia fotovoltaica e o conhecimento sobre os temas no Brasil promovendo, portanto, uma fonte limpa, renovável e inesgotável de energia, alinhada com a crescente

Leia mais

A estratégia do PGQP frente aos novos desafios. 40ª Reunião da Qualidade 09-10-2006 Eduardo Guaragna

A estratégia do PGQP frente aos novos desafios. 40ª Reunião da Qualidade 09-10-2006 Eduardo Guaragna A estratégia do PGQP frente aos novos desafios 40ª Reunião da Qualidade 09-10-2006 Eduardo Guaragna PROCESSO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO MACROFLUXO ENTRADAS PARA O PROCESSO - Análise de cenários e conteúdos

Leia mais

Catálogo Geral de Produtos 2012 2013

Catálogo Geral de Produtos 2012 2013 Catálogo Geral de Produtos 2012 2013 01 C 100 M 00 Y 100 K 00 C 100 M 60 Y 00 K 00 Em atividade desde 2004, a Prima Ferragens, empresa especializada na fabricação de peças especiais e vedações acústicas

Leia mais

Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas

Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas Responsável pelo Projeto: Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas. 2015 CONCEITOS DE SUSTENTABILIDADE

Leia mais

O Coaching proporciona ao profissional ampliar sua visão estratégica de pessoas e organizações.

O Coaching proporciona ao profissional ampliar sua visão estratégica de pessoas e organizações. PARCEIRO EDUCACIONAL O Coaching proporciona ao profissional ampliar sua visão estratégica de pessoas e organizações. José Roberto Marques JRM Módulo Internacional na Universidade SOBRE O MBA O Instituto

Leia mais

ISO NAS PRAÇAS. Oficina ISO 9001-2008 Formulação da Política da Qualidade. Julho/2011

ISO NAS PRAÇAS. Oficina ISO 9001-2008 Formulação da Política da Qualidade. Julho/2011 Oficina ISO 9001-2008 Formulação da Política da Qualidade Julho/2011 GESPÚBLICA Perfil do Facilitador Servidor de carreira que tenha credibilidade Bom relacionamento interpessoal Acesso a alta administração

Leia mais

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS QUALIDADE

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS QUALIDADE COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS QUALIDADE DESCRIÇÕES DOS NÍVEIS APRENDIZ SABER Aprende para adquirir conhecimento básico. É capaz de pôr este conhecimento em prática sob circunstâncias normais, buscando assistência

Leia mais

BENEFÍCIOS PARA OS MORADOES DO IMÓVEL:

BENEFÍCIOS PARA OS MORADOES DO IMÓVEL: APRESENTAÇÃO O sistema A.I.S foi desenvolvido para atender as necessidades dos nossos clientes, seguindo a tendência da arquitetura moderna que valoriza os imóveis. Nossa tecnologia também pode ser utilizada

Leia mais

Entidade Setorial Nacional Mantenedora. Entidade Gestora Técnica PROGRAMA SETORIAL DA QUALIDADE DE ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO RELATÓRIO SETORIAL N O 38

Entidade Setorial Nacional Mantenedora. Entidade Gestora Técnica PROGRAMA SETORIAL DA QUALIDADE DE ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO RELATÓRIO SETORIAL N O 38 Entidade Setorial Nacional Mantenedora Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio Av. Marques de São Vicente, 121 4º andar, sala 401 Barra Funda - São Paulo SP cep 01139-001 Telefone:

Leia mais

QUALIFICAÇÃO DAS EMPRESAS DE PROJETO DE ARQUITETURA

QUALIFICAÇÃO DAS EMPRESAS DE PROJETO DE ARQUITETURA QUALIFICAÇÃO DAS EMPRESAS DE PROJETO DE ARQUITETURA Silvio Burrattino MELHADO Engenheiro Civil, Professor da Escola Politécnica da USP. Av. Prof. Almeida Prado, travessa 2, n 271, CEP 05508-900 São Paulo

Leia mais

Business & Executive Coaching - BEC

Business & Executive Coaching - BEC IAC International Association of Coaching Empresas são Resultados de Pessoas José Roberto Marques - JRM O Novo Cenário no Mundo dos Negócios O mundo dos negócios está cada vez mais competitivo e as empresas

Leia mais

MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE

MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE Revisão: 07 Data: 05.03.09 Página 1 de 7 Copia controlada MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE José G. Cardoso Diretor Executivo As informações contidas neste Manual são de propriedade da Abadiaço Ind. e Com.

Leia mais

Unidade de Projetos. Grupo Temático de Comunicação e Imagem. Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais.

Unidade de Projetos. Grupo Temático de Comunicação e Imagem. Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais. Unidade de Projetos de Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais Branding Agosto de 2009 Elaborado em: 3/8/2009 Elaborado por: Apex-Brasil Versão: 09 Pág: 1 / 8 LÍDER DO GRUPO

Leia mais

A Feira do Empreendedor 2014 em São Paulo faz parte de um circuito de feiras que será realizado em vários estados da federação.

A Feira do Empreendedor 2014 em São Paulo faz parte de um circuito de feiras que será realizado em vários estados da federação. 1 A Feira do Empreendedor é um evento de sucesso promovido pelo SEBRAE-SP, com o objetivo de oferecer informação, conhecimento e oportunidade para empresários e futuros empreendedores. A Feira do Empreendedor

Leia mais

A nova versão da ISO 9001:2015 - Sistemas de gestão da qualidade - Requisitos

A nova versão da ISO 9001:2015 - Sistemas de gestão da qualidade - Requisitos A nova versão da ISO 9001:2015 - Sistemas de gestão da qualidade - Requisitos Criada pela International Organization for Standardization (ISO), a ISO 9001 é uma série de normas sobre gestão da qualidade

Leia mais

RECONHECIDO INTERNACIONALMENTE

RECONHECIDO INTERNACIONALMENTE RECONHECIDO INTERNACIONALMENTE COACHING EDUCATION By José Roberto Marques Diretor Presidente - Instituto Brasileiro de Coaching Denominamos de Coaching Education a explicação, orientação e aproximação

Leia mais

COMUNICAÇÃO INTERNA DESAFIOS E ÊXITOS

COMUNICAÇÃO INTERNA DESAFIOS E ÊXITOS O gerenciamento do sistem,a COMUNICAÇÃO INTERNA DESAFIOS E ÊXITOS Dandare Manuelle Pereira (1) Historiadora formada pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Trabalha desde 2012 na SANASA no cargo

Leia mais

MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS

MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS ANEXO 1 MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Este documento serve como base orientadora para a apresentação de propostas de Arranjos Produtivos Locais para enquadramento no

Leia mais

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV MANUAL DA QUALIDADE Manual da Qualidade - MQ Página 1 de 15 ÍNDICE MANUAL DA QUALIDADE 1 INTRODUÇÃO...3 1.1 EMPRESA...3 1.2 HISTÓRICO...3 1.3 MISSÃO...4 1.4 VISÃO...4 1.5 FILOSOFIA...4 1.6 VALORES...5

Leia mais

Módulo 3. Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 6.2, 6.2.1, 6.2.2, 6.2.3, 6.2.4, 6.2.5, 6.3, 6.4, 6.4.1, 6.4.2, 6.4.

Módulo 3. Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 6.2, 6.2.1, 6.2.2, 6.2.3, 6.2.4, 6.2.5, 6.3, 6.4, 6.4.1, 6.4.2, 6.4. Módulo 3 Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 6.2, 6.2.1, 6.2.2, 6.2.3, 6.2.4, 6.2.5, 6.3, 6.4, 6.4.1, 6.4.2, 6.4.3 Exercícios 6.2 Iniciando a auditoria/ 6.2.1 Designando o líder da equipe

Leia mais

FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Programa de Inovação Tecnologica FIESP CIESP - SENAI Sede Fiesp 2013 Chave para a competitividade das empresas e o desenvolvimento do país Determinante para o aumento

Leia mais

PRECON, A MARCA DA CONSTRUÇÃO

PRECON, A MARCA DA CONSTRUÇÃO PRECON, A MARCA DA CONSTRUÇÃO Em 1963, foi fundada a Precon, uma pequena fábrica que após quase 50 anos de atuação tornou-se um grupo, que tem uma história de empreendedorismo, inovação, compromisso com

Leia mais

Entrevista Como é o trabalho desenvolvido pelo Departamento? Quantos Fóruns Permanentes de Micro e Pequenas empresas existem hoje?

Entrevista Como é o trabalho desenvolvido pelo Departamento? Quantos Fóruns Permanentes de Micro e Pequenas empresas existem hoje? Entrevista A diretora do Departamento de Micro, Pequenas e Médias Empresas do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Cândida Cervieri, foi entrevistada pelo Informativo RENAPI.

Leia mais

MÓDULO 14 Sistema de Gestão da Qualidade (ISO 9000)

MÓDULO 14 Sistema de Gestão da Qualidade (ISO 9000) MÓDULO 14 Sistema de Gestão da Qualidade (ISO 9000) Ao longo do tempo as organizações sempre buscaram, ainda que empiricamente, caminhos para sua sobrevivência, manutenção e crescimento no mercado competitivo.

Leia mais

CRIAÇÃO DA DISCIPLINA SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL NO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

CRIAÇÃO DA DISCIPLINA SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL NO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL CRIAÇÃO DA DISCIPLINA SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL NO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Elias S. Assayag eassayag@internext.com.br Universidade do Amazonas, Departamento de Hidráulica e Saneamento da Faculdade

Leia mais

Business & Executive Coaching - BEC

Business & Executive Coaching - BEC IAC International Association of Coaching Empresas são Resultados de Pessoas José Roberto Marques - JRM O Atual Cenário no Mundo dos Negócios O mundo dos negócios está cada vez mais competitivo, nesse

Leia mais

Entidade Setorial Nacional Mantenedora

Entidade Setorial Nacional Mantenedora Entidade Setorial Nacional Mantenedora Associação Brasileira de Materiais Compósitos Av. Professor Almeida Prado, 532 - Prédio 31 - Térreo - Sala 1 Cidade Universitária - 05508-901 São Paulo - SP - Tel/Fax:

Leia mais

ISO 9001 EMPRESA CERTIFICADA

ISO 9001 EMPRESA CERTIFICADA ISO 9001 EMPRESA CERTIFICADA FECHADURAS, CADEADOS E DOBRADIÇAS MAR/2013 MGM - UMA HISTÓRIA DE SUCESSO Trabalhando com qualidade, competência e seriedade, a MGM têm sido reconhecida como uma das principais

Leia mais

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Ultrapassando barreiras e superando adversidades. Ser um gestor de pessoas não é tarefa fácil. Existem vários perfis de gestores espalhados pelas organizações,

Leia mais

Estudo de Viabilidade e Pesquisa de Campo

Estudo de Viabilidade e Pesquisa de Campo Estudo de Viabilidade e Pesquisa de Campo Estudo de viabilidade As perguntas seguintes terão que ser respondidas durante a apresentação dos resultados do estudo de viabilidade e da pesquisa de campo FOFA.

Leia mais

O BNDES mais perto de você. abril de 2009

O BNDES mais perto de você. abril de 2009 O BNDES mais perto de você abril de 2009 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952; Empresa pública de propriedade integral da União Federal; Principal fonte de crédito de longo prazo; Apoio ao mercado

Leia mais

Consultoria especializada no desenvolvimento de pessoas, com soluções e serviços em 3 áreas:

Consultoria especializada no desenvolvimento de pessoas, com soluções e serviços em 3 áreas: Consultoria especializada no desenvolvimento de pessoas, com soluções e serviços em 3 áreas: Missão, Visão & Valores Missão Prover os clientes com soluções e serviços que os levem ao alcance de suas metas

Leia mais

A Feira do Empreendedor 2014em São Paulo faz parte de um circuito de feiras que será realizado em vários estados da federação.

A Feira do Empreendedor 2014em São Paulo faz parte de um circuito de feiras que será realizado em vários estados da federação. 1 A Feira do Empreendedor é um evento de sucesso promovido pelo SEBRAE-SP, com o objetivo de oferecer informação, conhecimento e oportunidade para empresários e futuros empreendedores. A Feira do Empreendedor

Leia mais

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Toda empresa privada deseja gerar lucro e para que chegue com sucesso ao final do mês ela precisa vender, sejam seus serviços

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ LUÍS MÁRIO LUCHETTA DIRETOR PRESIDENTE GESTÃO 2005/2008 HISTÓRICO

Leia mais

Programa de Excelência Contábil Apresentação SESCON Rio de Janeiro

Programa de Excelência Contábil Apresentação SESCON Rio de Janeiro Apresentação SESCON Rio de Janeiro A Destra e o SESCON Rio de Janeiro apresentam o Programa de Excelência Contábil (PEC) com o objetivo de capacitar e certificar as empresas de contabilidade do Rio de

Leia mais

Atestado de Conformidade NR 12

Atestado de Conformidade NR 12 TÜV Rheinland do Brasil TÜV Rheinland é um organismo de certificação, inspeção, gerenciamento de projetos e treinamento, que foi fundada na Alemanha em 1872 com o objetivo de proteger os trabalhadores

Leia mais

Sociedade para o Desenvolvimento da Tecnologia da Informação. CRISE FISCAL x OPORTUNIDADES DE MELHORIA NO ATENDIMENTO AO CIDADÃO

Sociedade para o Desenvolvimento da Tecnologia da Informação. CRISE FISCAL x OPORTUNIDADES DE MELHORIA NO ATENDIMENTO AO CIDADÃO Sociedade para o Desenvolvimento da Tecnologia da Informação CRISE FISCAL x OPORTUNIDADES DE MELHORIA NO ATENDIMENTO AO CIDADÃO Rápido, Fácil e Barato! TEMPOS DE CRISE REQUEREM PRAGMATISMO E SOLUÇÕES

Leia mais

Pé na tábua. De olho em empreendimentos com potencial de crescimento rápido e ideias inovadoras, aceleradoras ganham espaço no cenário nacional

Pé na tábua. De olho em empreendimentos com potencial de crescimento rápido e ideias inovadoras, aceleradoras ganham espaço no cenário nacional Shutterstock Pé na tábua De olho em empreendimentos com potencial de crescimento rápido e ideias inovadoras, aceleradoras ganham espaço no cenário nacional POR CAMILA AUGUSTO Já existem dezenas delas nos

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa RESOLUÇÃO DE MESA N.º 806/2007. (publicada no DOE nº 236, de 13 de dezembro de 2007) Dispõe sobre o Programa de Gerenciamento

Leia mais

Quais são os objetivos dessa Política?

Quais são os objetivos dessa Política? A Conab possui uma Política de Gestão de Desempenho que define procedimentos e regulamenta a prática de avaliação de desempenho dos seus empregados, baseada num Sistema de Gestão de Competências. Esse

Leia mais

Alta performance: a base para os nossos clientes, a base para o seu futuro.

Alta performance: a base para os nossos clientes, a base para o seu futuro. Alta performance: a base para os nossos clientes, a base para o seu futuro. www.accenture.com.br/carreiras www.facebook.com/accenturecarreiras www.twitter.com/accenture_vagas Quem somos A Accenture é uma

Leia mais

Capítulo 1. Introdução ao Gerenciamento de Projetos

Capítulo 1. Introdução ao Gerenciamento de Projetos Capítulo 1 Introdução ao Gerenciamento de Projetos 2 1.1 DEFINIÇÃO DE PROJETOS O projeto é entendido como um conjunto de ações, executadas de forma coordenada por uma organização transitória, ao qual são

Leia mais

A 5tec é especializada em projeto de esquadrias de alumínio e buscamos auxiliar: Construtoras, incorporadoras e escritórios de arquitetura a

A 5tec é especializada em projeto de esquadrias de alumínio e buscamos auxiliar: Construtoras, incorporadoras e escritórios de arquitetura a Portfólio de obras com projeto 5tec Apresentação A 5tec é especializada em projeto de esquadrias de alumínio e buscamos auxiliar: Construtoras, incorporadoras e escritórios de arquitetura a desenvolver

Leia mais

Neurotreinamentos Coaching Executivo, Pessoal e Equipes Consultoria Organizacional,

Neurotreinamentos Coaching Executivo, Pessoal e Equipes Consultoria Organizacional, Neurotreinamentos Coaching Executivo, Pessoal e Equipes Consultoria Organizacional, Planejamento Estratégico e Governança Corporativa Palestras Temáticas e Motivacionais v.03/15 Neurotreinamentos Neurobusiness

Leia mais

PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGURO GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE

PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGURO GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE PRINCÍPIOS PARA SUSTENTABILIDADE EM SEGURO 2014 GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE O modelo de Gestão da Sustentabilidade do GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE é focado no desenvolvimento de

Leia mais

Associativismo a modernização do sindicalismo nacional

Associativismo a modernização do sindicalismo nacional A união faz a força O dito popular encaixa-se como uma luva quando o assunto é associativismo o assunto em pauta no meio sindical. As principais confederações patronais do País estão investindo nessa bandeira

Leia mais

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti e d a id 4 m IN r fo a n m Co co M a n ua l Governança AMIGA Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti Um dos grandes desafios atuais da administração

Leia mais

Manual do Sistema de Gestão Ambiental - Instant Solutions. Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa

Manual do Sistema de Gestão Ambiental - Instant Solutions. Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa Data da Criação: 09/11/2012 Dara de revisão: 18/12/2012 1 - Sumário - 1. A Instant Solutions... 3 1.1. Perfil da empresa... 3 1.2. Responsabilidade ambiental...

Leia mais

Garantir a plena satisfação do cliente; Zelar pelo design, qualidade e inovação dos produtos;

Garantir a plena satisfação do cliente; Zelar pelo design, qualidade e inovação dos produtos; A EMPRESA Especializada em Esquadrias de Alumínio, Vidro Temperado e Envidraçamento de Sacada; Fabricação própria com maquinário de última geração; Peças personalizadas e sob medida; Produtos de primeira

Leia mais

O movimento de modernização da gestão pública no Brasil e seus desafios

O movimento de modernização da gestão pública no Brasil e seus desafios O movimento de modernização da gestão pública no Brasil e seus desafios 10 de Novembro de 2011 2º Congresso de Gestão do Ministério Público Informação confidencial e de propriedade da Macroplan Prospectiva

Leia mais

10 Passos para o Relatório de Sustentabilidade da sua Empresa

10 Passos para o Relatório de Sustentabilidade da sua Empresa Curso Prático para Elaboração de Relatório de Sustentabilidade GRI 4.0 Taubaté- São Paulo 10 Passos para o Relatório de Sustentabilidade da sua Empresa 10 Passos para o seu Relatório de Sustentabilidade

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA PRÁTICA GESTÃO DE PORTFÓLIOS DE PROJETOS. RELATOR Ana Cristina Wollmann Zornig Jayme

APRESENTAÇÃO DA PRÁTICA GESTÃO DE PORTFÓLIOS DE PROJETOS. RELATOR Ana Cristina Wollmann Zornig Jayme APRESENTAÇÃO DA PRÁTICA GESTÃO DE PORTFÓLIOS DE PROJETOS RELATOR Ana Cristina Wollmann Zornig Jayme RESPONSÁVEIS Ana Cristina Wollmann Zornig Jayme - 3350-8628 - ajayme@pmc.curitiba.pr.gov.br - SEPLAN

Leia mais