ERÓTICA #172. a literatura que nos leva a estados de suspensão e êxtase

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ERÓTICA #172. a literatura que nos leva a estados de suspensão e êxtase"

Transcrição

1 ano XV abr/15 R$ 10,00 #172 elis Regina biógrafo toca em temas-tabu, como a Relação da artista com as drogas tecnologia músicos que criam os próprios instrumentos ERÓTICA a literatura que nos leva a estados de suspensão e êxtase E MAIS thiago martins de melo cervejas artesanais jerusalém cristã

2 Cardápio 1 CERVEJA Puro malte com personalidade Atual bebida alcoólica mais popular do mundo ganha adeptos para a sua fabricação artesanal, criando produtos diferenciados para o consumo TEXTO Olivia de Souza FOTOS Leo Caldas Quem tem contato com cervejas produzidas de forma artesanal percebe logo certas características que as diferenciam da famosa loirinha consumida em bares e botecos. Dependendo dos tipos de ingredientes utilizados durante o processo, sua coloração pode variar do tom amarelado ao mais escuro, passando pelo avermelhado; o sabor é mais encorpado, adocicado ou mais puxado para o amargo; o teor alcoólico é mais forte ou fraco (derivado da fermentação dos ingredientes tradicionais), entre outras peculiaridades. Ao contrário do processo seguido pelas grandes indústrias que visam atender um público grande, massificado, as microcervejarias atentam para a qualidade do produto CONTINENTE ABRIL

3 1 TURVALINA Feita num sistema caseiro, já conta com seis edições numeradas final, estabelecendo um compromisso com o perfil sensorial de cada sabor. Acompanhando o processo do começo ao fim, adaptando e alterando o que for necessário, os mestres cervejeiros preparam receitas elaboradas, num processo longo, que comumente resulta em lotes de sabores peculiares. Ao contrário dos produtos das grandes indústrias, que adicionam cereais não maltados em sua composição, como milho e arroz, produtores artesanais seguem a tradição da Lei da Pureza da Cerveja (Reinheitsgebot) o mais antigo código de alimentos do mundo, instituída em 1516, na Baviera, região sul da Alemanha, e que determina que uma cerveja deve contar apenas com água pura, malte, lúpulo e levedura em sua composição. Cervejas que são criadas sem o propósito de atingir grandes volumes de venda, mas, sim, de agradar ao paladar de quem a consome (e não apenas matar a sede ). Algumas casas, além da matéria-prima básica, acrescentam ingredientes especiais para ampliar a experiência gastronômica dos bebedores, revelando outro aspecto notável desse tipo de bebida: sua grande capacidade de harmonizar com diversos tipos de comidas e tradições culinárias. Esse resgate da cultura da cerveja ainda é recente, e tem se tornado tendência mundial, para além dos países de grande tradição como Inglaterra, Alemanha e Bélgica. É cada vez maior o número de cervejeiros alquimistas que buscam desenvolver seus próprios A Lei da Pureza da Cerveja determina que ela deve ser preparada apenas com água pura, malte, lúpulo e levedura produtos, tanto para consumo pessoal quanto para a venda. Nos Estados Unidos, a marca Budweiser por anos líder no mercado, hoje, é ultrapassada pela produção artesanal de cerveja (craft breweries). A tendência é também observada no Brasil, sobretudo em Pernambuco, onde o consumo e a venda autoral começam a ganhar cada vez mais adeptos, com fabricação em baixa escala, qualidade, sabor diferenciado e o mais puro malte. NA TRILHA DO VINHO Falando do cenário macroeconômico, a cerveja hoje está seguindo o caminho que o vinho trilhou, há aproximadamente cinco anos. As pessoas se interessaram mais pelos processos de produção da bebida e a perceber a perda de qualidade das grandes marcas, passando, então, a exigir um produto diferenciado. Na questão regional, entendemos que é interessante produzir e valorizar um produto feito aqui, afirma Gustavo Acioli, um dos donos da cerveja Duvália, ao lado dos irmãos Mário e Bartolomeu Acioli. Além do espírito empreendedor dos três, um dos facilitadores na criação da Duvália foi a experiência profissional anterior de Gustavo no ramo da cervejaria, e sua formação em Química, que lhe permitiu compreender melhor os processos de fabricação e conceber as receitas da marca. Criada há dois anos, em Olinda, de maneira informal, sem fins lucrativos e focando primeiramente no consumo interno, a marca hoje tenta abrir espaço no mercado para a comercialização formal do produto ser vendida em bares, mercados e cervejarias. A Duvália é elaborada em três receitas: clara tipo Ale (a famosa loirinha ), Weiss e a Mucama (do tipo Stout, com adição de mel de engenho). Está em fase de estudos a produção de uma India Pale Ale (IPA). A cervejaria produz atualmente cerca de 200 litros por mês, vendidos apenas por encomenda, em festas e confraternizações, mas a tendência é de que, daqui a menos de um ano, eles possam iniciar a comercialização do produto com a medida de 2 mil litros. No final do ano passado, decidimos partir para o caminho formal, que é bem longo e difícil, disse Mário. Outra cervejaria artesanal pernambucana funciona há aproximadamente seis meses no 11º andar do Edifício Pernambuco, localizado no Bairro de Santo Antônio, centro do Recife. A Risoflora despontou no final de 2014 como outro destaque da produção artesanal no estado, tendo à frente o mestre cervejeiro Belmino Correa e sua esposa, Leta Vasconcelos. Da primeira brassagem (nome que se dá ao cozimento do malte), em fevereiro, até o lançamento oficial da marca, em outubro de 2014, foram muitos experimentos e consumo entre amigos, para que se pudesse chegar às três receitas que hoje compõem a marca: a Pale Ale (clara, com teor alcoólico de 5,7%), Indian Ale (com adição de rapadura e teor mais forte, de 6,9%) e a Weiss com mel (a mais fraca, com 4,8%). A dupla ampliou sua litragem para 250 litros por mês e trabalha através de encomendas e eventos mensais no apartamento, onde são feitas as entregas dos pedidos. Segundo Belmino, o malte pielsen começou recentemente a ser vendido na região, barateando um pouco o processo de coleta da matéria-prima. No CONTINENTE ABRIL

4 RAFAELLA RIBEIRO/DIVULGAÇÃO Cardápio 2 entanto, outros grãos mais específicos e o lúpulo, que não é produzido no Brasil, ainda são trazidos de São Paulo. O teor alcoólico da bebida é definido pela quantidade e pelo tipo de malte que o mosto (a água rica em açúcares, decorrente da fervura do malte) recebe. Toda cerveja é um blend de diferentes tipos de grãos de malte. Alguns dão mais gosto e cor, outros possuem mais potencial de se transformar em amido, logo, em álcool, revela. Belmino e Leta não têm pretensões imediatas de aumentar a produção. Por hora, estão satisfeitos com as encomendas e com os eventos mensais realizados no andar. Mas não descartam a possibilidade de, posteriormente, venderem as cervejas em escala comercial. Penso que, futuramente, poderíamos registrar a Risoflora, aumentando nossa litragem para 2 mil ou até 10 mil litros, quem sabe. Mas ela só seria distribuída para 3 2 RISOFLORA Belmino Correa e Leta Vasconcelos criaram três receitas para a cerveja 3 DUVÁLIA Sua produção começou para consumo próprio e agora ganha caráter comercial Processos automatizados de produção facilitam a repetição das receitas, mantendo o padrão do produto final o mercado daqui, planeja Belmino, que aponta a questão do imposto como outro entrave para a ampliação das cervejarias de pequeno porte. A legislação atual não separa a micro da grande cervejaria, a incidência de impostos é a mesma para as duas, de 60%. Isso, a longo prazo, quebra a empresa, que não tem estrutura para competir com a indústria. Tanto a Duvália quanto a Risoflora utilizam processos automatizados de produção da bebida, que monitoram e facilitam a repetição das receitas, sem grandes diferenças no resultado final. O que não impede, é claro, que a bebida possa ser feita através de métodos mais caseiros, no olho e com a mão na massa, conferindo um charme a mais para a mesma. É o caso da cerveja Turvalina, produzida por Vitor Maciel e Bia Baggio, no Bairro da Boa Vista. Apesar de recente (foi lançada em setembro de 2014), a bebida já conta com seis edições numeradas, todas tipo Ale: nº 1 (Belgian Blonde); nº 2 (American Pale); nº 3 (Robust Porter); nº 4 (Red) e a edição especial nº 666 (IPA). Depois de um workshop de produção de cervejas promovido pela Acerva PE (Associação dos Cervejeiros Artesanais de Pernambuco, que hoje conta com mais de 100 associados), o casal investiu na compra da matéria-prima e adaptou materiais para produzir. O investimento inicial depende muito do quanto você está disposto a fazer e a gastar. Se você compra os kits prontos, tudo sai mais caro. A gente procurou fugir disso, adaptando os equipamentos, bolando coisas diferentes. A maioria dos cervejeiros caseiros faz o próprio material. Inventar seu método de produção faz parte da brincadeira também, afirma Vitor. Os rótulos das bebidas são desenhados pelos dois, ela fica com os números pares, e ele, com os ímpares. CONTINENTE ABRIL

5 CLASSIFICAÇÃO CORES, SABORES E GRADAÇÕES Os estilos que compõem a enorme carta de cervejas resultam da combinação de grãos maltados e não maltados, em diferentes graus de tosta, além da variedade de lúpulos e leveduras. Fora a água pura e o malte-base, que são repetidos na maioria das receitas, todos os outros insumos podem mudar, gerando uma bebida diferente. Há diversas formas de se classificar os tipos de cerveja: pela fermentação, cor, teor alcoólico, entre outras. A classificação mais difundida mundialmente é a do tipo de fermentação, sendo mais populares as de tipo ale e lager. Dentro de cada classificação, há diversos subgrupos. Os mais conhecidos são: Única edição elaborada de forma colaborativa, a Turvalina 666 foi feita em parceria com os músicos Paulo do Amparo, Grilowsky e o gaúcho Wander Wildner. Segundo Vitor, a receita é baseada na música Cerveja Caseira 666, do trio: É uma música cuja letra é uma receita de como fazer uma cerveja caseira. Perguntamos pra Paulinho se ela era baseada em alguma marca já existente. Não era, aí tentamos seguir mais ou menos a receita da música, com alguns pequenos ajustes. Paulinho fez o rótulo, Grilo fez um jingle. Wander (que também é mestre cervejeiro) não pôde participar diretamente, mas nos deu uns toques importantes, e mandamos uma cerveja pra ele. De acordo com Bia, há uma vontade de crescer para que a marca possa ser comercializada numa escala maior. Segundo ela, mais estrutura e tempo, além de um processo automatizado, seriam necessários para isso, pois, por ainda ser caseiro, dificulta a repetição das receitas, entre uma leva e outra. Como a gente se divide entre outras responsabilidades, temos nos disciplinado a cozinhar numa frequência boa, de, pelo menos, seis vezes por mês. No momento, o objetivo é aperfeiçoar as receitas que temos, para que a gente possa pensar em outras coisas (as de número 1 a 2 e a 3 estão bem- ALE (De alta fermentação, feita em temperaturas mais altas, entre 15 e 24º) AMERICAN STRONG ALE De origem norte-americana, tem alto teor alcoólico (7%). É uma cerveja bem gaseificada e de sabor complexo, resultado da presença de chocolate e malte torrado. INDIAN PALE ALE (IPA) De sabor bem fresco e intenso, possui grande adição de lúpulo (necessário para enfrentar as viagens entre a Inglaterra e a Índia, no passado). A cor varia entre o amarelo dourado e o acobreado. STOUT Cerveja escura e opaca, com teor alcoólico alto (de 8 a 12%). Foi criada na Irlanda e sua origem remonta à época em que parte da produção de cervejas era destinada à Rússia e aos países bálticos. Seu sabor lembra chocolate, café e malte torrado. WEISS Também conhecida como cerveja de trigo (weissbier), é produzida pelas grandes cervejarias alemãs. Amarela e de aspecto turvo, sabor frutado e refrescante, com teor alcoólico moderado (entre 5 e 6%). LAGER (De baixa fermentação, ou fermentação a frio, entre 6 e 12º) BOCK Possui coloração avermelhada, podendo variar para o marrom. O nome sugere sua cidade natal, Einbeck, na Alemanha. É resultado da mistura de maltes de Viena e Munique, com graduação alcoólica alta, indo de 6 a 14%. MALZBIER Cerveja escura, adocicada, de teor alcoólico baixo (3 a 4%). Na Alemanha, é tratada como bebida energética. É uma american pale lager em que foram adicionados caramelo e xarope de açúcar (a coloração escura não vem do malte). AMERICAN LAGER Um tipo de pale lager (cervejas mais claras). Leve e refrescante, feita para ser consumida bem gelada. São as cervejas mais populares nos EUA e no Brasil (apesar de as marcas mais populares se intitularem como pilsen). PILSEN (OU PILSNER) Oriunda da cidade de Pils, na República Tcheca, é a cerveja mais consumida no mundo. Com coloração clara e tonalidade dourada brilhante, seu teor alcoólico fica entre 3 e 5%. CONTINENTE ABRIL

6 Cardápio 4 encaminhadas). Mas ainda vai chegar o momento em que um dos dois vai abrir mão do trabalho e se dedicar à Turvalina, para que ela possa crescer. HISTÓRIA O homem antigo descobriria, aproximadamente em a.c., por acaso, o processo de fermentação que originou as primeiras bebidas alcoólicas. Os primeiros registros arqueológicos de consumo dessa bebida apontam para os sumérios, da Mesopotâmia, que teriam percebido que a massa do pão, quando molhada, fermentava, gerando álcool. Àquela altura, ninguém poderia supor que o líquido obtido da fermentação do malte da cevada ou do trigo seria o pai da bebida alcoólica mais popular do mundo no século 21: a cerveja, cujo epíteto descende do gaulês cerevisia, uma homenagem à deusa romana Ceres, emblema do trigo e da abundância terrestre. Documentos históricos apontam que, em 2100 a.c., já era popular, entre os sumérios, o consumo de um tipo de bebida fermentada a partir de cereais, um líquido de aparência Os primeiros registros da presença de cerveja no Brasil aconteceram durante a presença holandesa no Recife escura e de gosto bem forte, uma espécie de protótipo do que seria a cerveja contemporânea. Na Idade Média, mosteiros fabricavam cerveja, adicionando ervas para diferenciá-las e aromatizá-las, como a sálvia, o gengibre e o lúpulo este último foi introduzido no processo entre os anos 700 e 800, e confere amargor, além de funcionar como um conservante natural da bebida. Segundo o escritor e enólogo Sergio de Paula Santos, no livro Memórias de adega e cozinha (Editora Senac), os primeiros registros da presença de cerveja no Brasil aconteceram no século 17, durante a presença holandesa no Recife, cidade que comportou a primeira cervejaria das Américas. Escreve Paula Santos: Nassau, homem culto 4 VITOR MACIEL Depois de participar de um workshop, investiu na compra de matéria-prima para iniciar a produção e esclarecido, que estudara história, filosofia, matemática, teologia, além de poliglota, trouxe consigo, para o Brasil, um grande número de cientistas, artistas e artesãos. ( ) Veio também, com Nassau, um mestre cervejeiro, Dirck Dicx, com a planta de uma cervejaria e com seus componentes, para serem montados na capital do Brasil holandês. Segundo ele, a cervejaria se instalou em outubro de 1640, em La Fontaine (antiga residência de Nassau, no atual Bairro das Graças). A produção e a distribuição da bebida, de alta fermentação e cevada, e provavelmente sem lúpulo, foi iniciada em abril de 1641, e seu consumo, segundo registros, permaneceu até o final da ocupação, em A entrada definitiva da bebida no país demorou, desencorajada pelos portugueses, que temiam perder o mercado de seus vinhos. Só em 1808 ela foi trazida pela família real apenas porque o rei Dom João era um profundo apreciador da bebida. CONTINENTE ABRIL

Pesquisa Cervejas Artesanais Diretoria de Desenvolvimento Econômico Gerência de Pesquisa e Estatística Grupo Executivo de Agroindústria Setembro 2015

Pesquisa Cervejas Artesanais Diretoria de Desenvolvimento Econômico Gerência de Pesquisa e Estatística Grupo Executivo de Agroindústria Setembro 2015 Pesquisa Cervejas Artesanais Diretoria de Desenvolvimento Econômico Gerência de Pesquisa e Estatística Grupo Executivo de Agroindústria Setembro 2015 Objetivo Entender como os produtores de cervejas artesanais

Leia mais

Ambev traz maior variedade de cervejas para agradar diferentes paladares na Oktoberfest Blumenau

Ambev traz maior variedade de cervejas para agradar diferentes paladares na Oktoberfest Blumenau Ambev traz maior variedade de cervejas para agradar diferentes paladares na Oktoberfest Blumenau Enviado por Rede Comunicação de Resultado 16-Set-2014 PQN - O Portal da Comunicação Rede Comunicação de

Leia mais

IRMAOS FERRARO. Rio Grande do Sul

IRMAOS FERRARO. Rio Grande do Sul IRMAOS FERRARO Rio Grande do Sul D ORO HELLES - 600ml...R$ 21,26 Tem por característica principal o toque marcante do lúpulo da região de Hallertau, na Baviera Alemã. Por ser uma cerveja fabricada em baixa

Leia mais

PRODUTO ELABORADO E ENVASADO NA ESPANHA

PRODUTO ELABORADO E ENVASADO NA ESPANHA PRODUTO ELABORADO E ENVASADO NA ESPANHA PRODUCTO ELABORADO E ENVASADO EM: CERVEJA SAGRA ESPANHA (Castilha La- Mancha) PREMIUM - PILSEN Cerveja Artesana Sagra 100% Malte - Premium Pilsen CAPACIDADE: 330ml

Leia mais

Bexi sem distância para seus negócios

Bexi sem distância para seus negócios Bexi sem distância para seus negócios A BEXI é uma empresa no ramo de importação, exportação e distribuição de diversos segmentos de produtos e países. Atua no comércio exterior e nacional há 9 anos. A

Leia mais

Edição de Abril. Aproveitando uma viagem a Buenos Aires, tive a oportunidade de conhecer algumas cervejas locais artesanais de nossos amigos hermanos.

Edição de Abril. Aproveitando uma viagem a Buenos Aires, tive a oportunidade de conhecer algumas cervejas locais artesanais de nossos amigos hermanos. Abril/12 Caros amigos cervejeiros, como havíamos divulgado na revista anterior, a OnBeer participou pela 1a. vez do Festival da Cerveja de Blumenau. Foram 4 dias muito legais, todos eles girando em torno

Leia mais

Edição de Março. Caros amigos cervejeiros, esse mês comemoramos nosso 2o. mês do Clube com grande alegria em vista dos resultados alcançados.

Edição de Março. Caros amigos cervejeiros, esse mês comemoramos nosso 2o. mês do Clube com grande alegria em vista dos resultados alcançados. Edição de Março Caros amigos cervejeiros, esse mês comemoramos nosso 2o. mês do Clube com grande alegria em vista dos resultados alcançados. Selecionamos alguns rótulos que esperamos serem muito bem degustados

Leia mais

I Encontro sobre produção, tecnologias e estudos de cervejas caseiras e industriais

I Encontro sobre produção, tecnologias e estudos de cervejas caseiras e industriais I Encontro sobre produção, tecnologias e estudos de cervejas caseiras e industriais Palestra Legislação para o Mercado Cervejeiro Eng. e Mestre Cervejeiro Evandro L. Bertollo Piracicaba, 25/04/15 Legislação

Leia mais

VOCÊ QUER ABRIR UMA MICROCERVEJARIA? COMECE POR AQUI

VOCÊ QUER ABRIR UMA MICROCERVEJARIA? COMECE POR AQUI empreendendo com VOCÊ QUER ABRIR UMA MICROCERVEJARIA? COMECE POR AQUI ÍNDICE O MERCADO MUNDIAL 03 A SUA MARCA 05 ENTENDA A PRODUÇÃO 07 DISTRIBUIÇÃO 11 TERCEIRIZAÇÃO 13 INVESTIMENTO 14 EXIGÊNCIAS LEGAIS

Leia mais

Panil. Cervejas artesanais. Torrechiara

Panil. Cervejas artesanais. Torrechiara Panil Cervejas artesanais Torrechiara A cerveja: desde o nascimento à filosofia Panil A tradição da familia Losi no campo da produção artesanal de bebidas começou no anos 30 com a produção de vinhos típicos

Leia mais

Ingredientes: Água, malte, cereais não-maltados, carboidratos, lúpulo, antioxidante INS 316 e estabilizante INS 405.

Ingredientes: Água, malte, cereais não-maltados, carboidratos, lúpulo, antioxidante INS 316 e estabilizante INS 405. Produtos Cerveja Antarctica Cerveja Antarctica Cristal A cerveja Antarctica Cristal é a primeira cerveja brasileira com embalagem transparente, que foi especialmente desenvolvida para você legar para a

Leia mais

Cliente: Sindicerv Imagem Corporativa Veículo: www.portalfator.com.br Data: 06-05-2010 Schornstein inaugura fábrica de cervejas artesanais em Holambra e promove festa beneficente O local será também a

Leia mais

ACASC - Associação das Microcervejarias Artesanais de SC www.acasc.com.br

ACASC - Associação das Microcervejarias Artesanais de SC www.acasc.com.br Blumenau, SC, 22 de maio de 2015. À COORDENAÇÃO GERAL DE TRIBUTAÇÃO DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL (COSIT) Ref.: Regulamentação da Lei nº 13.097/2015 (Tributação das Bebidas Frias), especialmente no Conceito

Leia mais

Bier Hoff. 7 maio, 2011 às 13:13 por Jussara Voss

Bier Hoff. 7 maio, 2011 às 13:13 por Jussara Voss Bier Hoff 7 maio, 2011 às 13:13 por Jussara Voss Achei inusitado, afinal não é todo dia que alguém me convida para conhecer uma microcervejaria. Para falar a verdade, foi a primeira vez, por isso, fiz

Leia mais

O negócio milionário das cervejas artesanais

O negócio milionário das cervejas artesanais O negócio milionário das cervejas artesanais Cada vez mais brasileiros adotam as cervejas especiais e alimentam um mercado que não para de crescer. Algumas empresas já faturam mais de R$ 10 milhões por

Leia mais

CARTA de CERVEJAS ESPECIAIS VAREJO

CARTA de CERVEJAS ESPECIAIS VAREJO CARTA de CERVEJAS ESPECIAIS VAREJO Hoje, o mercado brasileiro de cervejas especiais está aquecido e dispõem de um universo abrangente de estilos, cores, aromas e sabores para todos os tipos de bolsos.

Leia mais

Cliente: Sindicerv Veículo: www.zerohora.com.br Data: 28-06-2010 Imagem Corporativa Poder de compra da nova classe média eleva consumo de cerveja no Brasil Taxa deve aumentar entre 10% e 12% este ano A

Leia mais

Plano de Negócio. Microcervejaria Rugbeer. Centro Universitário de Belo Horizonte - UNI-BH Curso de Processos Gerenciais Segundo Semestre/2009

Plano de Negócio. Microcervejaria Rugbeer. Centro Universitário de Belo Horizonte - UNI-BH Curso de Processos Gerenciais Segundo Semestre/2009 Plano de Negócio Microcervejaria Rugbeer Centro Universitário de Belo Horizonte - UNI-BH Curso de Processos Gerenciais Segundo Semestre/2009 Idealizadores André Sampaio Fábio Nogueira Gleidson Silva João

Leia mais

A história da Eisenbahn

A história da Eisenbahn A história da Eisenbahn A idéia de uma cervejaria artesanal surgiu de uma família apaixonada por cervejas especiais. Descontentes com a pequena variedade de cervejas disponíveis no Brasil, decidiram fundar

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE TECNOLOGIA AGROINDUSTRIAL E SOCIOECONOMIA RURAL Coisas que você gostaria de saber sobre a nossa bebida favorita mas estava

Leia mais

VARIAÇÃO DE PH E SUA INFLUENCIA NA PRODUÇÃO DE CERVEJA ARTESANAL

VARIAÇÃO DE PH E SUA INFLUENCIA NA PRODUÇÃO DE CERVEJA ARTESANAL VARIAÇÃO DE PH E SUA INFLUENCIA NA PRODUÇÃO DE CERVEJA ARTESANAL Guilherme Augusto Perim 1 ; Murilo Barbosa de Andrade 2 ; Leandro Lopes Izidio 3 ; Gimerson Weigert Subtil 4 ; Tássia Rhuna Tonial dos Santos

Leia mais

Cliente: Sindicerv Veículo: www.oriobranco.com.br Data: 18-11-2010 Imagem Corporativa Cerveja com classe Especialidades do mestre cervejeiro italiano Teo Musso, da Baladin, chegam ao Brasil A badalada

Leia mais

I Encontro sobre produção, tecnologias e estudos de cervejas caseiras e industriais

I Encontro sobre produção, tecnologias e estudos de cervejas caseiras e industriais I Encontro sobre produção, tecnologias e estudos de cervejas caseiras e industriais Palestra Produção de Cerveja Artesanal x Industrial Eng. e Mestre Cervejeiro Evandro L. Bertollo Piracicaba, 25/04/15

Leia mais

Bebidas e Afins Express

Bebidas e Afins Express Bebidas e Afins Express BOLETIM SEMANAL DE NOTÍCIAS SOBRE A INDÚSTRIA DE BEBIDAS Ano 1 Número 14 28 de novembro de 2011 www.bebidaseafins.com.br EXPEDIENTE Publicação semanal da SWTH Comunicação Editores:

Leia mais

Considerando a necessidade de estabelecer a identidade e a qualidade dos produtos de cervejaria destinados ao consumo humano;

Considerando a necessidade de estabelecer a identidade e a qualidade dos produtos de cervejaria destinados ao consumo humano; MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 54, DE 5 DE NOVEMBRO DE 2001 O SECRETÁRIO DE DEFESA AGROPECUÁRIA, SUBSTITUTO DO MINISTÉRIO DA

Leia mais

Portal Espresso - seu café com mais conteúdo

Portal Espresso - seu café com mais conteúdo Página 1 de 5 Para quem gosta de degustar Cervejas para todos os gostos: com diferentes teores alcoólicos, mais encorpadas, com sabores inusitados de frutas e outras essências. O responsável pela criação

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ CURSO DE DESENHO INDUSTRIAL/PROGRAMAÇÃO VISUAL

UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ CURSO DE DESENHO INDUSTRIAL/PROGRAMAÇÃO VISUAL UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ CURSO DE DESENHO INDUSTRIAL/PROGRAMAÇÃO VISUAL LARISSA BOLLER DISCIPLINA: WEB DESIGN PROJETO: AMANTES DA CERVEJA ORIENTADOR: CONSTANTINO NETO CAMPUS: PRAÇA XI RIO DE JANEIRO

Leia mais

Muitas têm sido usadas como: moeda em rituais religiosos como símbolos políticos como fonte de inspiração filosófica e artística

Muitas têm sido usadas como: moeda em rituais religiosos como símbolos políticos como fonte de inspiração filosófica e artística Chef André Leite Muitas têm sido usadas como: moeda em rituais religiosos como símbolos políticos como fonte de inspiração filosófica e artística 6 bebidas definem a história mundial: Cerveja Vinho Destilados

Leia mais

Startup reinventa mercado de imóveis com Lego da vida real

Startup reinventa mercado de imóveis com Lego da vida real 03/06/2016 06:00 Startup reinventa mercado de imóveis com Lego da vida real Saulo Suassuna Fernandes Filho, da Molegolar: empreendedor passou de empresa familiar para startup própria São Paulo - Quando

Leia mais

Cliente: Sindicerv Veículo: Jornal Brasil Econômico Data: 25-05-2010 Imagem Corporativa Cliente: Sindicerv Veículo: www.msnoticias.com.br Data: 24-03-2010 Imagem Corporativa RC Meio Dia coloca em discussão

Leia mais

de Cerveja 0 processo de maltagem é concretizado em três passos - molha, germinação e secagem. Durante

de Cerveja 0 processo de maltagem é concretizado em três passos - molha, germinação e secagem. Durante fp PRODUÇÃO Produção de Cerveja ~ 0 Processo TEXTO JOÃO PAULO MENDES {sociedade central de cervejas e bebidas) ILUSTRAÇÃO FONTE: JORNAL PÚBLICO O rei Guilherme IV da Baviera definiu em 1516, na "Reinheitsgebot"

Leia mais

PORFÓLIO PRODUTOS ALIMENTARES

PORFÓLIO PRODUTOS ALIMENTARES PORFÓLIO PRODUTOS ALIMENTARES 2011 Índice 1. Um pouco mais sobre Portugal 2. HiperQual 3. Marcas HiperQual 4. Portfólio de Produtos 4.1 Pastelaria 4.2 Padaria 5. Contactos HIPERQUAL All Rights Reserved

Leia mais

Sagres, a sede que se deseja como bem disse o escritor feito publicitário J.C. Ary dos Santos aquando da 1ª campanha publicitária da marca em 1963.

Sagres, a sede que se deseja como bem disse o escritor feito publicitário J.C. Ary dos Santos aquando da 1ª campanha publicitária da marca em 1963. Pack Estudantes História da Sagres Sagres, a sede que se deseja como bem disse o escritor feito publicitário J.C. Ary dos Santos aquando da 1ª campanha publicitária da marca em 1963. Desde 1940, quando

Leia mais

H I S T Ó R I C O Tintas Coral

H I S T Ó R I C O Tintas Coral H I S T Ó R I C O Tintas Coral Centro de Memória Bunge Rua Diogo Moreira, 184 5 o andar Pinheiros São Paulo SP Cep: 05423-010 E-mail: centro.memoria@bunge.com / Tel.: 11.3914.0846 Apresentação 1954: Companhia

Leia mais

Elaboração de Plano de Negócio Leandro Lind 04.Jun.2013. Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais!

Elaboração de Plano de Negócio Leandro Lind 04.Jun.2013. Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais! Elaboração de Plano de Negócio Leandro Lind 04.Jun.2013 Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais! O que é importante para você? O que é importante para você? Saúde! O que

Leia mais

As receitas aqui listadas foram idealizadas para o equipamento que vendemos na loja.

As receitas aqui listadas foram idealizadas para o equipamento que vendemos na loja. Descrito por Rodrigo Eduardo Gunha Eng. Químico Responsável As receitas aqui listadas foram idealizadas para o equipamento que vendemos na loja. Para outros equipamentos cabe análise das quantidades de

Leia mais

Descrição, análise e sugestão de melhorias do processo produtivo de uma empresa do seguimento de bebidas

Descrição, análise e sugestão de melhorias do processo produtivo de uma empresa do seguimento de bebidas Descrição, análise e sugestão de melhorias do processo produtivo de uma empresa do seguimento de bebidas Nathan José Mota Garcia (1) ; Rosiane Gonçalves dos Santos (1) ; Carlos Roberto de Sousa Costa (2)

Leia mais

Origem da vida. Valdir estava doido para ir à praia e curtir. A voz do professor

Origem da vida. Valdir estava doido para ir à praia e curtir. A voz do professor A UU L AL A Origem da vida Valdir estava doido para ir à praia e curtir suas férias. Antes de viajar, porém, tomou todos os cuidados necessários: trancou bem as portas e as janelas, desligou todos os aparelhos

Leia mais

10 dicas para. comer macarrão de maneira saudável. Piccola Italia Bangu Culinária italiana saudável, feita à mão

10 dicas para. comer macarrão de maneira saudável. Piccola Italia Bangu Culinária italiana saudável, feita à mão 10 dicas para comer macarrão de maneira saudável Piccola Italia Bangu Culinária italiana saudável, feita à mão Tradicional prato da culinária brasileira, o macarrão não é geralmente considerado um bom

Leia mais

1.000 Receitas e Dicas Para Facilitar a Sua Vida

1.000 Receitas e Dicas Para Facilitar a Sua Vida 1.000 Receitas e Dicas Para Facilitar a Sua Vida O Que Determina o Sucesso de Uma Dieta? Você vê o bolo acima e pensa: Nunca poderei comer um doce se estiver de dieta. Esse é o principal fator que levam

Leia mais

T12.com.br CERVEJAS DO MUNDO BRASILEIRAS ALEMÃS BELGAS TCHECAS HOLANDESAS E OUTRAS

T12.com.br CERVEJAS DO MUNDO BRASILEIRAS ALEMÃS BELGAS TCHECAS HOLANDESAS E OUTRAS T.com.br 0-08C.pdf o.com.br // 8:5 IS 0 IA EC NO de P A. ES E jan AS L D 6/ RT INA a 0 E OF E F 0 D e d. ez /d CERVEJAS DO MUNDO BRASILEIRAS ALEMÃS BELGAS TCHECAS HOLANDESAS E OUTRAS 0-0c.pdf // 8:8 BRASIL

Leia mais

Cliente: Sindicerv Veículo: www.portugaldigital.com.br Data: 29-06-2010 Imagem Corporativa Consumo de cerveja no Brasil deve aumentar mais de 10% No ano passado, o consumo nacional de cerveja cresceu 10,9%,

Leia mais

POTENCIAL TURÍSTICO CERVEJEIRO NA REGIÃO DOS CAMPOS GERAIS: UM LEVANTAMENTO PRELIMINAR

POTENCIAL TURÍSTICO CERVEJEIRO NA REGIÃO DOS CAMPOS GERAIS: UM LEVANTAMENTO PRELIMINAR POTENCIAL TURÍSTICO CERVEJEIRO NA REGIÃO DOS CAMPOS GERAIS: UM LEVANTAMENTO PRELIMINAR Olívia Franzóia Moss Rúbia Gisele Tramontin Mascarenhas RESUMO: O presente trabalho tem como objetivo identificar

Leia mais

Release. Boxer do Brasil. Cervejarias e Rótulos

Release. Boxer do Brasil. Cervejarias e Rótulos Release Boxer do Brasil Cervejarias e Rótulos GREENE KING Adquirida pela Greene King em 1999, a cervejaria Morland foi fundada em 1711. Em 1979, para os 50 anos da fabricante inglesa de carros MG Cars,

Leia mais

A sopa é um dos alimentos mais reconfortantes de se preparar e tomar, possui muitas variações e é facilmente adaptável. Pode ser quente ou fria,

A sopa é um dos alimentos mais reconfortantes de se preparar e tomar, possui muitas variações e é facilmente adaptável. Pode ser quente ou fria, Introdução Quando escrevi Rose Elliot s Complete Vegetarian Cookbook, em 1985, as culinárias vegetariana e vegan não eram tão populares e não estavam em posição de destaque como atualmente. Hoje em dia,

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PRONATEC DE CERVEJEIRO Parte 1 (solicitante)

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PRONATEC DE CERVEJEIRO Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a Página 1 1 Como escrever um Estudo de Caso O que é um estudo de caso? Um estudo de caso é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a lembre-se de escrever um estudo de caso é que o caso

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM FOTÔMETRO DE BAIXO CUSTO PARA DETERMINAÇÃO DE TEOR ALCOÓLICO EM CERVEJA COMO FERRAMENTA DE ANÁLISE DE PROCESSO

DESENVOLVIMENTO DE UM FOTÔMETRO DE BAIXO CUSTO PARA DETERMINAÇÃO DE TEOR ALCOÓLICO EM CERVEJA COMO FERRAMENTA DE ANÁLISE DE PROCESSO DESENVOLVIMENTO DE UM FOTÔMETRO DE BAIXO CUSTO PARA DETERMINAÇÃO DE TEOR ALCOÓLICO EM CERVEJA COMO FERRAMENTA DE ANÁLISE DE PROCESSO LEITE MONIQUE J. L. 1, FILHO ADEMAR L. Da S. 1, BARROS IALY S. 2, SILVA

Leia mais

Doença Celíaca. O que é? Como tratar?

Doença Celíaca. O que é? Como tratar? Doença Celíaca O que é? Como tratar? A Festa de Laurinha Claro que sim Laurinha, já vamos preparar os convites. Mamãe, eu vou ter uma festa no dia do meu aniversário? O que houve Laurinha? Tudo bem! Mas

Leia mais

As tendências e novidades do universo gourmet em sua loja.

As tendências e novidades do universo gourmet em sua loja. Soluções em abastecimento As tendências e novidades do universo gourmet em sua loja. Atenta às evoluções e às tendências do mercado de alimentos e bebidas importados, a Poli Import leva ao seu negócio

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE NUTRIÇÃO E SAÚDE 14. BOLO SETE GRÃOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE NUTRIÇÃO E SAÚDE 14. BOLO SETE GRÃOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE NUTRIÇÃO E SAÚDE LABORATÓRIO DE ESTUDO EXPERIMENTAL DOS ALIMENTOS 14. BOLO SETE GRÃOS Janaína Moreira do Carmo, Samira

Leia mais

CIRCULAÇÃO PERIODICIDADE

CIRCULAÇÃO PERIODICIDADE Portfólio 2015 A Revista AG é uma revista feminina, atual e sempre inovadora, que antecede tudo que é novo nas áreas de saúde, bem-estar, fitness, moda, beleza, decoração, gastronomia, viagens e muito

Leia mais

Jairo Martins da Silva. FOTOs: divulgação

Jairo Martins da Silva. FOTOs: divulgação Jairo Martins da Silva FOTOs: divulgação E N T R E V I S T A Disseminando qualidade e cultura Superintendente-geral da Fundação Nacional da Qualidade, Jairo Martins da Silva fala sobre o desafio da qualidade

Leia mais

Tema 2: Mercado. Assunto 2: Conhecendo o mercado consumidor. Unidade 1: Muito prazer, cliente

Tema 2: Mercado. Assunto 2: Conhecendo o mercado consumidor. Unidade 1: Muito prazer, cliente Tema 2: Mercado Assunto 2: Conhecendo o mercado consumidor Unidade 1: Muito prazer, cliente Olá, caro(a) aluno(a). Este material destina-se ao seu uso como aluno(a) inscrito(a) no Curso Aprender a Empreender

Leia mais

Qual o Sentido do Natal?

Qual o Sentido do Natal? Qual o Sentido do Natal? Por Sulamita Ricardo Personagens: José- Maria- Rei1- Rei2- Rei3- Pastor 1- Pastor 2- Pastor 3-1ª Cena Uma música de natal toca Os personagens entram. Primeiro entram José e Maria

Leia mais

Curso de Tecnologia e Prática Cervejeira SENAI

Curso de Tecnologia e Prática Cervejeira SENAI Curso de Tecnologia e Prática Cervejeira SENAI 3ª Edição Nível 1 (Básico) e Nível 2 (Avançado) De Fevereiro a Maio de 2013 Joinville Santa Catarina Modalidade ST IT Evento Técnico Bebidas Iniciativa e

Leia mais

http://www.comoorganizarcasamento.com

http://www.comoorganizarcasamento.com Como Planejar seu Casamento Sem Stress Copyright 2014 Este e- book é protegido pela Lei dos Direitos Autorais (Lei 9.610/98), é proibida a reprodução do livro por meio eletrônico ou impresso. O e- book

Leia mais

Unidade II RECURSOS MATERIAIS E PATRIMONIAIS

Unidade II RECURSOS MATERIAIS E PATRIMONIAIS Unidade II 2 TENDÊNCIAS DA ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS 2.1 Gestão de compras 1 A gestão de compras assume papel estratégico na Era da competição global, devido ao volume de recursos envolvidos no processo,

Leia mais

TRABALHO INTERDISCIPLINAR G2-6º período

TRABALHO INTERDISCIPLINAR G2-6º período TRABALHO INTERDISCIPLINAR G2-6º período Disciplinas: Promoção de Vendas - Francisco Pavin Planejamento de mídia - Francisco Pavin Direção de Arte 2 Ricardo Fantinelli / Gabriel Tesser Agências Dividam-se

Leia mais

Módulo 7 Embalagem e rótulo

Módulo 7 Embalagem e rótulo Módulo 7 Embalagem e rótulo Um empresário do mercado editorial comentou certa vez que se pudesse colocaria um pisca pisca nas capas dos livros, para destacá los nas prateleiras das livrarias. Ele como

Leia mais

Cliente: Sindicerv Veículo: www.diariodepetropolis.com.br Data: 09-05-2010 Imagem Corporativa Lei Seca: número de acidentados no trânsito cai 11,6% em abril Núcleo de Imprensa A operação Lei Seca que tem

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

Espaço Cultural. do Teatro Experimental de Lagos. Outubro Novembro Dezembro

Espaço Cultural. do Teatro Experimental de Lagos. Outubro Novembro Dezembro Espaço Cultural do Teatro Experimental de Lagos Outubro Novembro Dezembro Diálogos Lidos Terças-feiras / 16 Outubro, 20 Novembro e 17 Dezembro / 21h30 Na terceira 3ª feira de cada mês diferentes autores

Leia mais

Empreendedorismo: Fator Chave para o Êxito Profissional. Prof. Marcio Cardoso Machado Material Baseado na apresentação do Adm.

Empreendedorismo: Fator Chave para o Êxito Profissional. Prof. Marcio Cardoso Machado Material Baseado na apresentação do Adm. Empreendedorismo: Fator Chave para o Êxito Profissional Prof. Marcio Cardoso Machado Material Baseado na apresentação do Adm. Alvaro Mello Conceito O empreendedorismo se constitui em um conjunto de comportamentos

Leia mais

MICROBIOLOGISTAS RESPONSÁVEIS: www.levedurasdryeast.com.br

MICROBIOLOGISTAS RESPONSÁVEIS: www.levedurasdryeast.com.br A DrYeast proporciona ao Cervejeiro Artesanal a experiência de usar leveduras de alta qualidade e capacidade fermentativa, através de um sistema tecnológico avançado, robusto e eficiente para o transporte,

Leia mais

Equacionando problemas

Equacionando problemas Reforço escolar M ate mática Equacionando problemas Dinâmica 2 1º Série 2º Bimestre DISCIPLINA Ano CAMPO CONCEITO Matemática Ensino Médio 1ª Campo Algébrico Simbólico Função polinomial do 1 grau Aluno

Leia mais

TERRITÓRIO E GASTRONOMIA: O MOVIMENTO DAS MICROCERVEJARIAS E CERVEJAS ARTESANAIS E A CONSTITUIÇÃO UM TERRITÓRIO CERVEJEIRO EM PORTO ALEGRE/RS.

TERRITÓRIO E GASTRONOMIA: O MOVIMENTO DAS MICROCERVEJARIAS E CERVEJAS ARTESANAIS E A CONSTITUIÇÃO UM TERRITÓRIO CERVEJEIRO EM PORTO ALEGRE/RS. TERRITÓRIO E GASTRONOMIA: O MOVIMENTO DAS MICROCERVEJARIAS E CERVEJAS ARTESANAIS E A CONSTITUIÇÃO UM TERRITÓRIO CERVEJEIRO EM PORTO ALEGRE/RS. Neudy Alexandro Demichei Instituto Federal do Rio Grande do

Leia mais

Prof. Milton Henrique mcouto@catolica-es.edu.br

Prof. Milton Henrique mcouto@catolica-es.edu.br Prof. Milton Henrique mcouto@catolica-es.edu.br Qual é o seu Negócio? Hoje em dia existe um excesso de: empresas similares, empregando pessoas similares, que tiveram educações similares, exercendo funções

Leia mais

Carré de cordeiro Clara Morena Cafeteria e Tabacaria

Carré de cordeiro Clara Morena Cafeteria e Tabacaria FICHA TÉCNICA Carré de cordeiro Clara Morena Cafeteria e Tabacaria Heloi sa Helena de Medeiros Duarte Heloisa Helena de Medeiros Duarte é consultora e proprietária da H2 Consultoria. Desenvolve trabalhos

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

ÓLEOS & VINAGRES: COMO FAZER A ESCOLHA CERTA? Amanda Wanderley

ÓLEOS & VINAGRES: COMO FAZER A ESCOLHA CERTA? Amanda Wanderley & VINAGRES: COMO FAZER A ESCOLHA CERTA? Amanda Wanderley O óleo à base de milho é bastante comum, assim como o de soja. Mas será que eles são os tipos mais saudáveis?? Qual a diferença entre óleo e gordura?!?!

Leia mais

Cliente: Sindicerv Veículo: www.yahoo.com.br Data: 20-10-2010 Imagem Corporativa ÁLCOOL - Genética do 'vício' (BR Press) - Um estudo da Universidade da Carolina do Norte, nos EUA, descobriu um gene que

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA AS AVENTURAS DE BILL TAMPINHA E SUA MELHOR AMIGA CORKY

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA AS AVENTURAS DE BILL TAMPINHA E SUA MELHOR AMIGA CORKY DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA AS AVENTURAS DE BILL TAMPINHA E SUA MELHOR AMIGA CORKY 2. EPISÓDIO TRABALHADO A surpresa do robô 3. SINOPSE DO EPISÓDIO ESPECÍFICO O episódio A surpresa

Leia mais

INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO DA LOJA

INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO DA LOJA INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO DA LOJA CAMPANHAS É muito importante que qualquer negócio do comércio consiga apresentar algumas novidade para os seus clientes de forma regular. Um bom exemplo são as lojas de roupa

Leia mais

AUTORAS: NANCY MARTINS DE SÁ STOIANOV

AUTORAS: NANCY MARTINS DE SÁ STOIANOV História AUTORAS: NANCY MARTINS DE SÁ STOIANOV Graduada em História e Pedagogia, Doutora em Filosofia e Metodologia de Ensino, Autora da Metodologia ACRESCER. DÉBORAH PROOST SANTOS Licenciada em História

Leia mais

O Iogurte A ORIGEM DO IOGURTE CARACTERÍSTICAS NUTRICIONAIS DO IOGURTE TIPOS DE IOGURTE VANTAGENS DO IOGURTE COMO CONSUMIR?

O Iogurte A ORIGEM DO IOGURTE CARACTERÍSTICAS NUTRICIONAIS DO IOGURTE TIPOS DE IOGURTE VANTAGENS DO IOGURTE COMO CONSUMIR? O Iogurte A ORIGEM DO IOGURTE CARACTERÍSTICAS NUTRICIONAIS DO IOGURTE TIPOS DE IOGURTE VANTAGENS DO IOGURTE COMO CONSUMIR? ALGUMAS SUGESTÕES CURIOSIDADES: SABIAS QUE A ORIGEM DO IOGURTE No período 10.000

Leia mais

Outubro de 2012 Programação do mês de Outubro

Outubro de 2012 Programação do mês de Outubro Programação do mês de Outubro 3 novos (tulos do selo Marco Zero 6 novos (tulos do selo Zastras 5 novos (tulos do selo Usborne 12 novos (tulos do selo Yoyo Este livro traz várias receitas de toda a região

Leia mais

Objectivos pedagógicos

Objectivos pedagógicos Programa de Ciências da Natureza 6º Ano Tema: Ambiente de Vida Capítulo II- Agressões do meio e integridade do organismo 1) Os Micróbios O capítulo 1.2, Micróbios Inofensivos, chama a atenção para o facto

Leia mais

promoções Estratégias diferenciadas na rotisseria despertam o apetite do consumidor e incrementam a receita dos supermercados

promoções Estratégias diferenciadas na rotisseria despertam o apetite do consumidor e incrementam a receita dos supermercados Cardápio de promoções Estratégias diferenciadas na rotisseria despertam o apetite do consumidor e incrementam a receita dos supermercados POR DENISE TURCO Comida de restaurante no supermercado. É com apetite

Leia mais

- Inicie por aqueles que moram mais distantes para que possam se programar.

- Inicie por aqueles que moram mais distantes para que possam se programar. 1 ano antes ( ) Verifiquem o orçamento do casal e se receberá ajuda dos pais. ( ) Escolham a data e marquem na Igreja ou reservem o local. - Evitem feriados e datas comemorativas como, por exemplo, Páscoa

Leia mais

Urakepe. Olá. Meu nome é Romel. Sou uma índia Chachi. Eu moro no vilarejo de São Salvador, no oeste do Equador. Eu tenho cinco irmãos, duas irmãs e

Urakepe. Olá. Meu nome é Romel. Sou uma índia Chachi. Eu moro no vilarejo de São Salvador, no oeste do Equador. Eu tenho cinco irmãos, duas irmãs e Urakepe. Olá. Meu nome é Romel. Sou uma índia Chachi. Eu moro no vilarejo de São Salvador, no oeste do Equador. Eu tenho cinco irmãos, duas irmãs e muitos primos. Existem cerca de 60 famílias em São Salvador

Leia mais

O que os olho. a empresa sen. 28 JULHO/AGOSTO/SETEMBRO 2005 diga lá nº 44 ILUSTRAÇÃO ALÊ ABREU

O que os olho. a empresa sen. 28 JULHO/AGOSTO/SETEMBRO 2005 diga lá nº 44 ILUSTRAÇÃO ALÊ ABREU a empresa sen O que os olho ILUSTRAÇÃO ALÊ ABREU 28 JULHO/AGOSTO/SETEMBRO 2005 diga lá nº 44 Uma epidemia ainda invisível atinge a força de trabalho sem que a maior parte das empresas brasileiras perceba.

Leia mais

Cliente: Sindicerv Veículo: www.abn.com.br Data: 10-05-2010 Imagem Corporativa Brasil produzirá cerveja tipicamente alemã [Foto:DWWelle/Divulgação] Cervejaria Petrópolis produzirá a bebida no Brasil com

Leia mais

WORKSHOP ES Brasil a gosto Ana Luiza Trajano

WORKSHOP ES Brasil a gosto Ana Luiza Trajano WORKSHOP ES Brasil a gosto Ana Luiza Trajano TEMA: Cardápios do Brasil DESCRITIVO Uma viagem através de mais de 10 anos de pesquisa em cozinha brasileira, exaltando histórias e receitas colhidas nos quatro

Leia mais

METRÓPOLE. Das festas infantis à alta gastronomia CORREIO POPULAR

METRÓPOLE. Das festas infantis à alta gastronomia CORREIO POPULAR _DIA DOS NAMORADOS: sexualidade e erotismo na história do Brasil, os grandes romances do cinema e a origem da data _ALAMEDA FASHION: mais de 500 pessoas assistiram ao desfile que teve Fernanda Vasconcellos

Leia mais

Uma vez completa a matriz, podem ser anotados, eventualmente, os horários das. Receba ajuda de: Marido Os Meninos As Meninas

Uma vez completa a matriz, podem ser anotados, eventualmente, os horários das. Receba ajuda de: Marido Os Meninos As Meninas Como é feito: pode-se trabalhar com um grupo de mulheres ou repetir o exercício com várias mulheres. Ao início se explica o objetivo do exercício. Depois vão sendo anotadas na primeira coluna, cronologicamente,

Leia mais

Já tomou seu shake hoje?

Já tomou seu shake hoje? Já tomou seu shake hoje? Se já era bom tomar seu Shake da Herbalife preparado da forma convencional, imagine com estas 29 novas maneiras que trouxemos pra você. Preparamos com muito carinho este e-book,

Leia mais

Dicas para investir em Imóveis

Dicas para investir em Imóveis Dicas para investir em Imóveis Aqui exploraremos dicas de como investir quando investir e porque investir em imóveis. Hoje estamos vivendo numa crise política, alta taxa de desemprego, dólar nas alturas,

Leia mais

Lamas Brew Shop www.lamasbrewshop.com.br

Lamas Brew Shop www.lamasbrewshop.com.br Muntons é uma das Maltarias mais tradicionais do Mundo, produzindo além de maltes (em grãos, pó e líquido) diversos tipos de produtos alimentícios. A Muntons é baseada na Inglaterra e tornou-se famosa

Leia mais

Oficina Bactérias e Fungos

Oficina Bactérias e Fungos Oficina Bactérias e Fungos Leia todo a material antes de iniciar as atividades. Aproveite esse momento para explorar seus conhecimentos e ter uma aprendizagem significativa. Socialize suas dúvidas e conhecimentos

Leia mais

Impressione seus amigos: 5 drinks com cachaça fáceis de fazer em casa PÁGINA 1

Impressione seus amigos: 5 drinks com cachaça fáceis de fazer em casa PÁGINA 1 ! N o tempo em que divindades e herois caminhavam lado a lado com os homens pelo mundo, um sábio rei foi agraciado pelos deuses com o dom de transformar tudo o que tocasse em riqueza. Essa parte da história

Leia mais

A BOXER DO BRASIL é a importadora de cervejas inglesas, francesas e irlandesas.

A BOXER DO BRASIL é a importadora de cervejas inglesas, francesas e irlandesas. Boxer do Brasil A BOXER DO BRASIL é a importadora de cervejas inglesas, francesas e irlandesas. Presente há seis anos no mercado, proporcionamos com exclusividade aos brasileiros, a oportunidade de apreciar

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO EVENTO

APRESENTAÇÃO DO EVENTO PROMOÇÕES PUBLICIDADE E EVENTOS APRESENTAÇÃO Espaço Arena Brasília/DF APRESENTAÇÃO O Brasil é um dos maiores produtores industriais de cerveja em todo o mundo, atrás apenas da China e Estados Unidos. Embora

Leia mais

Uma empresa precisa se adaptar

Uma empresa precisa se adaptar Nº 08 Janeiro / Fevereiro / Março 2015 www.megag.com.br 11 5853-4000 11 5851-0477 Pizzaria é hora de se modernizar! Aplicativos para delivery são a nova tendência nas pizzarias. Uma empresa precisa se

Leia mais

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Apresentaremos 4 lições, que mostram algum personagem Bíblico, onde as ações praticadas ao longo de sua trajetória abençoaram a vida de muitas

Leia mais

Table of Contents. Sobre o material. Geo Studio. Apresentação. Mercado de Rastreadores. Mercado de Rastreadores. Equipamentos. Estrutura.

Table of Contents. Sobre o material. Geo Studio. Apresentação. Mercado de Rastreadores. Mercado de Rastreadores. Equipamentos. Estrutura. Table of Contents Sobre o material Geo Studio Apresentação Mercado de Rastreadores Mercado de Rastreadores Equipamentos Estrutura Estrutrua Localização Pessoal Mercadoria Produtividade da Empresa Automação

Leia mais

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível).

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível). , Luiz Inácio Lula da Silva, durante a inauguração da República Terapêutica e do Consultório de Rua para Dependentes Químicos e outras ações relacionadas ao Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack São

Leia mais

História!do!café! O!café!começou!a!ser!consumido!em!meados!do!século!IX!na!Etiópia!e,!esse! é!um!hábito!que!ainda!hoje!se!mantém!atual.!

História!do!café! O!café!começou!a!ser!consumido!em!meados!do!século!IX!na!Etiópia!e,!esse! é!um!hábito!que!ainda!hoje!se!mantém!atual.! Índice Históriadocafé...3 Espéciesbotânicasdecafé...5 OProcessodeTorrefaçãoeMisturadocafé...7 MoagemdoCafé...9 MáquinasdeCafé...10 QueCaféComprar?...11 Qualamelhorformadeguardarocafé?...13 Caféinstantâneo...14

Leia mais

Ano 1 - Primeira Edição - Novembro/2015. Anuncie Aqui. Pais: Jader Moraes e Beatriz Oliveira. Julia Oliveira de Moraes. Aniversário de 1 Aninho

Ano 1 - Primeira Edição - Novembro/2015. Anuncie Aqui. Pais: Jader Moraes e Beatriz Oliveira. Julia Oliveira de Moraes. Aniversário de 1 Aninho Ano 1 - Primeira Edição - Novembro/2015 Anuncie Aqui Julia Oliveira de Moraes Aniversário de 1 Aninho Pais: Jader Moraes e Beatriz Oliveira Receita Arroz Integral Com Lentilha e Manjericão INGREDIENTES

Leia mais

KLEIDYR BARBOSA: JUAZEIRENSE É O REI DO PLATINADO EM SÃO PAULO.

KLEIDYR BARBOSA: JUAZEIRENSE É O REI DO PLATINADO EM SÃO PAULO. KLEIDYR BARBOSA: JUAZEIRENSE É O REI DO PLATINADO EM SÃO PAULO. O Blog tem mantido contato nas últimas semanas com Cláudia Costa que reside em São Paulo e é amiga de Kleidyr Barbosa dos Santos que é natural

Leia mais