Como identificar, vender e comercializar com os prospectos de pequenas empresas Parte 1/3

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Como identificar, vender e comercializar com os prospectos de pequenas empresas Parte 1/3"

Transcrição

1 Como identificar, vender e comercializar com os prospectos de pequenas empresas Parte 1/3 A pequena empresa é um mercado massivo em importante crescimento, que alcançou uma maturidade em termos de oportunidade para os fornecedores de tecnologia. Esta série, em três partes, foi criada para ajudar os parceiros de tecnologia Microsoft a identificar oportunidades de rendimentos com alto potencial, desenvolver a mensagem de vendas adequada para situações de vendas corpo a corpo e incluir materiais de marketing no processo, além de abordar os prospectos de forma eficiente através de uma variedade de veículos de marketing. Esta é a primeira das três partes desta série. Identifique oportunidades de vendas com alto potencial no mercado de pequenas empresas Objetivo Este documento oferece a descrição geral do mercado das pequenas empresas, incluindo a definição de mercado, a definição do tamanho, segmentação da Microsoft, oportunidades de produtos correlativas aos segmentos e direção na qual existem oportunidades de vendas com um alto potencial. Introdução Alguma vez você notou que as pequenas empresas não são iguais quando se trata de comprar e utilizar a tecnologia da informação? Você já observou que vale a pena investir seu tempo em marketing e vendas em alguns prospectos de pequenas empresas e em outros não? Alguma vez você tentou vender una solução a um cliente e simplesmente não era uma solução adequada? Além disso, é provável que você deseje direcionar seus esforços de vendas e de marketing nos clientes que apresentam uma maior probabilidade de aquisição, não é verdade? Na Microsoft, reconhecemos que todas as pequenas empresas são diferentes e que algumas são melhores prospectos que outras para diversas soluções de informática. Para ajudar a transformar os prospectos em vendas de forma mais rápida é imprescindível investir seu tempo e recursos com prospectos qualificados. Entretanto, quando se fala sobre o mercado de pequenas empresas, com mais de 77 milhões delas no mundo inteiro, torna-se uma tarefa angustiante identificar os prospectos qualificados. Para ajudar a enfrentar este desafio, a Equipe de Pequenas Empresas da Microsoft segmentou o mercado para facilitar a identificação de clientes com um alto potencial.

2 Os elementos básicos 1. Defina o mercado da pequena empresa Na Microsoft esta é a forma como definimos o mercado da pequena empresa: Entidades comerciais com 1 a 24 PCs ou menos de 50 funcionários Excluem-se as entidades que apresentam seus escritórios centrais em una casa, o setor da educação, entidades sem fins lucrativos e governamentais. 2. Determine o tamanho do mercado da pequena empresa 77 milhões de pequenas empresas no mundo inteiro 40 milhões de pequenas empresas que utilizam PCs no mundo inteiro Número de entidades de PE (1 a 49 funcionários) Número de entidades de PE que utilizam PCs (1 a 24 PCs) Despesa anual em software personalizado e embalado

3 (a) (b) (b) (US$ em Mundial 76 milhões 40 milhões $ milhares) EUA 7,5 milhões 5,5 milhões $ Canadá $ França 2,0 milhões 1,6 milhões $ Alemanha 2,3 milhões 2 milhões $ R.U. 2,4 milhões 2 milhões $ Japão 1,6 milhões 1,2 milhões $ Brasil 3,1 milhões 2 milhões $ México 2,0 milhões $ Colômbia $ Argentina $ Porto Rico $ (a) - FONTE: Modelo global 2003 da AMI para a pequena empresa. (b) - FONTE: Pesquisa de segmentação da pequena empresa da Microsoft ( ) A Despesa com software personalizado de acordo com o definido no Modelo global da AMI inclui todas as despesas externas para software, incluindo a mão de obra para soluções integradas e personalizadas. A Despesa com software embalado de acordo com o definido no Modelo global da AMI inclui todos os sistemas operacionais e aplicativos préembalados, em plástico ou com uma parcela recorrente de licença, não estão incluídos os softwares contidos nos PCs ou servidores no momento da aquisição de um sistema. 3. O responsável pela tomada de decisões de informática da pequena empresa Um fator chave na pequena empresa é o Proprietário/Gerente. Neste mercado, o Proprietário/Gerente é o principal responsável pela tomada de decisões. Muitos proprietários/gerentes de pequenas empresas, freqüentemente brincam sobre eles serem os gerentes do escritório, contadores, gerentes de vendas, gerentes de contas e o chefe da lavagem de pratos. Na medida em que saiba mais sobre os segmentos, rapidamente verá que o proprietário/gerente surge como a figura central com a atribuição mais importante sobre as características do negócio. Esta é a pessoa principal dentro da pequena empresa, na qual deve direcionar seus esforços de vendas e marketing. Características chave do Proprietário/Gerente Enquanto os proprietários/gerentes da pequena empresa são tão diversos quanto as empresas que possuem e operam, apresentam algumas características em comum: Seu enfoque está baseado nos clientes e no dinheiro As prioridades mais importantes de negócios são: o Aumentar as vendas para clientes existentes o Fechar contratos com novos clientes o Administrar melhor o fluxo de caixa As decisões sobre a aquisição de software estão influenciadas por: o Preço o Confiança o Rendimento e compatibilidade do software com os sistemas existentes Não desejam preocupar-se com a tecnologia, ela deve trabalhar como esperado.

4 Segmentação da Microsoft para pequenas empresas Agora que você compreende como definimos o mercado da pequena empresa, o tamanho massivo deste mercado e já possui alguma informação sobre o proprietário/gerente como encarregado principal pela tomada de decisões, é hora de examinar este mercado mais a fundo. Segmentar o mercado pode ser mais bem descrito como organizar os clientes em subgrupos homogêneos, baseados em características compartilhadas como suas atitudes, comportamentos e necessidades. O objetivo da segmentação do mercado é facilitar a priorização dos esforços de vendas e de marketing com base no grupo com as maiores probabilidades de adquirir seus produtos ou serviços e habilitar a personalização das suas vendas e marketing para refletir as características do seu público-alvo. A Segmentação da Microsoft para pequenas empresas foi criada após realizarmos uma pesquisa de mercado em diversos países. A informação dos clientes de pequenas empresas foi reunida em três categorias principais: proprietário/gerente, empresa e características do uso da informática. De forma coletiva, esta informação foi modelada para identificar os grupos que compartilhavam uma preferência, necessidades e atributos de comportamento. O resultado é a organização do mercado da pequena empresa no mundo inteiro em quatro sub-segmentos: leve, básica, e. A seguir apresentamos una descrição geral de cada um dos segmentos com relação à sua atitude relacionada à informática. leve A tecnologia não é considerada importante e é utilizada exclusivamente quando é necessária. Este grupo geralmente baseia a sua aquisição no preço e somente realiza atualizações depois de vários anos. básica A tecnologia é de alguma forma importante e é utilizada como una ferramenta para economizar tempo em algumas tarefas. A tecnologia não é considerada como algo que pode diferenciar a empresa entre a concorrência.

5 A tecnologia é importante e freqüentemente é utilizada para administrar a informação trocada com os fornecedores e clientes. Este grupo freqüentemente apresenta um grande investimento em infraestrutura de tecnologia, porém considera isso uma despesa. Geralmente equilibra cada investimento em tecnologia com seu retorno potencial. A tecnologia é muito importante e é considerada como um ativo estratégico utilizado para ajudar a empresa a expandir-se e desenvolver-se. A Vanguarda é parte desta posição da empresa e utiliza a tecnologia para manter-se na ponta e buscar obter de forma pró-ativa, o máximo proveito dos avanços tecnológicos, de acordo com a sua disponibilidade no mercado. Determine o tamanho dos segmentos leve básica Dimensionamento mundial Dimensionamento EMEA Dimensionamento EUA Dimensionamento Canadá Dimensionamento Reino Unido Dimensionamento Alemanha Dimensionamento França Dimensionamento Japão Dimensionamento América Latina Características do segmento Observemos algumas características mundiais dos quatro segmentos da pequena empresa. Embora existam algumas variações locais e regionais nos tamanhos do segmento dos mercados e do uso compartilhado da despesa de informática, as características principais que definem os segmentos são similares entre mercados.

6 Características do segmento leve básica Rede/conectividade Baixa Operacional Alta / múltiplas filiais Atitudes relacionadas ao software e à tecnologia Atitudes do proprietário do negócio A informática não é algo estratégico para os negócios Reação ao risco; sensível ao preço A informática é funcional, a informática é uma ferramenta Mais prático; risco médio A informática é imprescindível para a empresa Precavido; impulsionado por fornecedores. Moderado / em expansão A informática é Mais tolerante ao risco # médio de funcionários/pc 6,3 Func/ 3,1 PC 7,5 Func/ 4,3 PC 13,9 Func/ 6,6 PC 5,8 Func/ 4,1 PC # médio de filiais 1,3 1,3 3,5 1,2 Idade média da empresa 12,5 13, Penetração de LAN 24% 42% 74% 66% Estilo de administração Impulsionado pelo fundador Guiado pelo proprietário/pou ca delegação Dividido em departamentos Colaboração com os iguais Segmentos principais Manufatura, Vendas/ Varejo e Construção Serviços de negócios AMTUC* Vendas/Varejo Manufatura Vendas/ Varejo Serviços profissionais Contabilidade * AMTUC (Agricultura, Mineração, Telecomunicações, Serviços e Construção) Identificar quais produtos vender a quais segmentos Determinar quais produtos apresenta maior potencial com cada um dos quatro segmentos é uma das atividades mais importantes possíveis através da segmentação. A seguir mostramos uma correlação de alto nível de quais tecnologias são mais adequadas para cada segmento: leve básica Oportunidades de vendas de produtos Microsoft Ponto de atendime nto (PA) para varejo Office 2003 PA para varejo Primeiro servidor (SBS) Office 2003 Atualizações de servidor (Windows 2003/SBS) CRM / ERP / Finanças Office 2003 Atualizações de servidor (Windows 2003/SBS) CRM Oportunidades adicionais de vendas de tecnologia Software de contabilidade Administração da cadeia de fornecimento CRM Interconectar filiais Administração da cadeia de fornecimento CRM VPN Banda larga

7 Guia para determinar o público-alvo Menos da informática, portanto, é menos provável que realize um investimento; as necessidades de tecnologia são mínimas. A maior porcentagem de entidades está aqui, portanto é a oportunidade com um volume maior; desejam os elementos básicos para administrar os negócios e é necessário que seja fácil para eles. VPN Banda larga Implementação e expansão da Intranet Aplic. LOB As maiores oportunidades de serviços e vendas estão neste segmento, pois seus sistemas de informática são mais complexos. A demanda de tecnologias avançadas é maior. Ao mesmo tempo é o mais resistente às mudanças. Realizar uma atualização dos sistemas antigos com freqüência é difícil de justificar. As atualizações baseiamse nos clientes e fornecedores com os quais estão conectados eletronicamente. Implementação e expansão da Intranet O segmento mais otimista com relação à tecnologia. Está disposto a investir em tecnologias que melhoram a produtividade e contribui diretamente com as metas de receita. Localizar público-alvo: Instruções passo a passo 1. Comprometa-se com um objetivo. Seja ousado. Faça uma aposta com relação a onde pensa existir a oportunidade para seus produtos e serviços. Não tema eliminar objetivos da sua área de enfoque. A meta é preencher um nicho e o melhor com relação aos nichos é que após encontrar um que na seja requerido, pode fazê-lo com sucesso. 2. Escolha um objetivo. Segmento, indústria ou necessidade? Uma forma de escolher um objetivo é utilizar a segmentação da Microsoft descrita neste documento. Outra forma é manter o foco em uma indústria vertical ou horizontal como arquitetos, engenheiros ou fabricantes ou manter o foco nos resultados que oferecem seus serviços e soluções como um aumento nas vendas ou a automação de processos comerciais. Posteriormente, encontra os tipos de empresas que precisam desses resultados. 3. Execute. Depois de identificar o objetivo, mantenha o foco nesse público. Direcione as suas ofertas de serviços e produtos completas para atender as necessidades desse objetivo. Posteriormente, crie as vendas de sucesso e estratégia de marketing habilitada através de uma estratégia de alcance eficiente para atingir as suas metas de receita. Consulte os artigos relacionados a esta série sobre Oferecer uma mensagem de vendas e marketing de sucesso aos prospectos da pequena empresa e Atingir seus prospectos alvo de forma eficaz para obter um guia mais completo.

Como identificar, vender e comercializar com os prospectos de pequenas empresas Parte 3/3

Como identificar, vender e comercializar com os prospectos de pequenas empresas Parte 3/3 Como identificar, vender e comercializar com os prospectos de pequenas empresas Parte 3/3 A pequena empresa é um mercado massivo em importante crescimento, que alcançou uma maturidade em termos de oportunidade

Leia mais

Conceitos Básicos de Rede. Um manual para empresas com até 75 computadores

Conceitos Básicos de Rede. Um manual para empresas com até 75 computadores Conceitos Básicos de Rede Um manual para empresas com até 75 computadores 1 Conceitos Básicos de Rede Conceitos Básicos de Rede... 1 A Função de Uma Rede... 1 Introdução às Redes... 2 Mais Conceitos Básicos

Leia mais

Otimizada para Crescimento:

Otimizada para Crescimento: Quinta Pesquisa Anual de Mudança na Cadeia de Suprimentos RESUMO REGIONAL: AMÉRICA LATINA Otimizada para Crescimento: Executivos de alta tecnologia se adaptam para se adequar às demandas mundiais INTRODUÇÃO

Leia mais

Guia Canais de Distribuição PLANETFONE 2016

Guia Canais de Distribuição PLANETFONE 2016 Guia Canais de Distribuição PLANETFONE 2016 Av. Nossa Senhora do Carmo, 1.191, 3º andar, Sion, Belo Horizonte/MG - www.planetfone.com.br 1 SUMÁRIO 1. A PLANETFONE... 03 2. OBJETIVOS ESTRATÉGICOS... 04

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais Administração de Sistemas de Informação Gerenciais UNIDADE II: E-business Global e Colaboração Prof. Adolfo Colares Uma empresa é uma organização formal cujo o objetivo é produzir s ou prestar serviços

Leia mais

Provedor de serviços de software oferece solução econômica de gestão eletrônica

Provedor de serviços de software oferece solução econômica de gestão eletrônica Windows Azure Soluções para clientes - Estudo de caso Provedor de serviços de software oferece solução econômica de gestão eletrônica Visão geral País ou região: Índia Setor: Tecnologia da informação Perfil

Leia mais

CA Clarity PPM. Guia do Usuário de Gestão Financeira. Release 13.3.00

CA Clarity PPM. Guia do Usuário de Gestão Financeira. Release 13.3.00 CA Clarity PPM Guia do Usuário de Gestão Financeira Release 13.3.00 A presente documentação, que inclui os sistemas de ajuda incorporados e os materiais distribuídos eletronicamente (doravante denominada

Leia mais

ECONÔMICAS E PROFISSIONAIS

ECONÔMICAS E PROFISSIONAIS MAPA DE PERSPECTIVAS ECONÔMICAS E PROFISSIONAIS 2016 Worldwide leaders in specialist recruitment ÍNDICE EDITORIAL METODOLOGIA DA INVESTIGAÇÃO PERFIL DOS ENTREVISTADOS O CENÁRIO MACROECONÔMICO INVESTIMENTO

Leia mais

Manual de Vendas. Chegou a oportunidade de aumentar os lucros com o Windows Server 2012 R2

Manual de Vendas. Chegou a oportunidade de aumentar os lucros com o Windows Server 2012 R2 Manual de Vendas Chegou a oportunidade de aumentar os lucros com o Windows Server 2012 R2 O Windows Server 2012 R2 fornece soluções de datacenter e de nuvem híbrida de classe empresarial que são simples

Leia mais

Net View & Panda ManagedOfficeProtection Mais que antivírus, solução em segurança.

Net View & Panda ManagedOfficeProtection Mais que antivírus, solução em segurança. Net View & Panda ManagedOfficeProtection Mais que antivírus, solução em segurança. Net View & Panda Managed Office Protection É fato, tanto pequenas e médias e grandes empresas enfrentam os mesmos riscos

Leia mais

Cidadania Global na HP

Cidadania Global na HP Cidadania Global na HP Mensagem abrangente Com o alcance global da HP, vem sua responsabilidade global. Levamos a sério nossa função como ativo econômico, intelectual e social para as Comunidades em que

Leia mais

Plano de Negócios. Bruno Menegola Gustavo Führ Jonas Hartmann Rosália Schneider William Gonçalves

Plano de Negócios. Bruno Menegola Gustavo Führ Jonas Hartmann Rosália Schneider William Gonçalves Plano de Negócios Bruno Menegola Gustavo Führ Jonas Hartmann Rosália Schneider William Gonçalves 1 Instituto de Informática Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) Caixa Postal 15.064 91.501-970

Leia mais

2011 012 Pta e t s e o qui f Mo sa s b o i b lre Sur e a Sivte uyação da Mobilidade

2011 012 Pta e t s e o qui f Mo sa s b o i b lre Sur e a Sivte uyação da Mobilidade 2012 2011 Pesquisa State of Mobile sobre a Survey Situação da Mobilidade Resultados do Brasil Copyright 2012 Symantec Corporation. Todos os direitos reservados. Symantec, o logo Symantec e o logo Checkmark

Leia mais

Varejo virtual ERA DIGITAL. por Tânia M. Vidigal Limeira FGV-EAESP

Varejo virtual ERA DIGITAL. por Tânia M. Vidigal Limeira FGV-EAESP ERA DIGITAL Varejo virtual Ovolume de operações registrado recentemente no âmbito do comércio eletrônico atesta que a Internet ainda não chegou às suas últimas fronteiras. Vencidas as barreiras tecnológicas

Leia mais

Módulo 12 Gerenciamento Financeiro para Serviços de TI

Módulo 12 Gerenciamento Financeiro para Serviços de TI Módulo 12 Gerenciamento Financeiro Módulo 12 Gerenciamento Financeiro para Serviços de TI Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a

Leia mais

A PROGRAMAÇÃO DO ESFORÇO MERCADOLÓGICO

A PROGRAMAÇÃO DO ESFORÇO MERCADOLÓGICO A PROGRAMAÇÃO DO ESFORÇO MERCADOLÓGICO Luiz Carlos Bresser-Pereira Revista Marketing n. 7, vol. II, 1968: 24-32. Um programa mercadológico é um instrumento para se pensar com antecedência, para se estabelecer

Leia mais

Sistemas de Informação Aula 2

Sistemas de Informação Aula 2 Sistemas de Informação Aula 2 Prof. M.Sc. Diego Fernandes Emiliano Silva diego.femiliano@gmail.com Leitura p/ aula 3 Sugestão: Para preparação anterior ler capítulo 3 do Laudon e Laudon Posterior a aula,

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

SUPLEMENTO Nº 02. O presente Suplemento tem por finalidade introduzir no Edital da Licitação as seguintes alterações:

SUPLEMENTO Nº 02. O presente Suplemento tem por finalidade introduzir no Edital da Licitação as seguintes alterações: SUPLEMENTO Nº 02 O presente Suplemento tem por finalidade introduzir no Edital da Licitação as seguintes alterações: 1. A data limite de acolhimento de propostas fica alterada para 19.02.2008. 2. A CLÁUSULA

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Por que sua organização deve implementar a ABR - Auditoria Baseada em Riscos

Por que sua organização deve implementar a ABR - Auditoria Baseada em Riscos Março de 2010 UM NOVO PARADIGMA PARA AS AUDITORIAS INTERNAS Por que sua organização deve implementar a ABR - Auditoria Baseada em Riscos por Francesco De Cicco 1 O foco do trabalho dos auditores internos

Leia mais

Gerenciamento de Requisitos Gerenciamento de Requisitos

Gerenciamento de Requisitos Gerenciamento de Requisitos Gerenciamento de Requisitos Objetivos da disciplina Descrever o processo de Gerenciamento e Engenharia de Requisitos para projetos Treinar alunos no Gerenciamento de Requisitos Apresentar estudos de caso

Leia mais

Conheça a nova solução de servidor que ajuda pequenas empresas a fazer mais Com menos.

Conheça a nova solução de servidor que ajuda pequenas empresas a fazer mais Com menos. Conheça a nova solução de servidor que ajuda pequenas empresas a fazer mais Com menos. O papel de um servidor Introdução à rede básica Sua empresa tem muitas necessidades recorrentes, tais como organizar

Leia mais

Afiliados. Uma visão geral da sua oportunidade de ser um Afiliado Uglii. Every Business Every Country

Afiliados. Uma visão geral da sua oportunidade de ser um Afiliado Uglii. Every Business Every Country Afiliados Uma visão geral da sua oportunidade de ser um Afiliado Uglii Every Business Every Country Copyright SISS 2011 Oportunidade para Afiliados 18 de janeiro de 2011 Página 1 de 11 Índice Sumário...

Leia mais

6 Passos para selecionar o nobreak adequado para sua aplicação. Um guia prático para adquirir a melhor fonte de alimentação ininterrupta de máxima

6 Passos para selecionar o nobreak adequado para sua aplicação. Um guia prático para adquirir a melhor fonte de alimentação ininterrupta de máxima 6 Passos para selecionar o nobreak adequado para sua aplicação. Um guia prático para adquirir a melhor fonte de alimentação ininterrupta de máxima qualidade. Introdução Se você tem planos para comprar

Leia mais

Cursos livres EAD GUIA BÁSICO PARA USO CORPORATIVO. www.webaula.com.br

Cursos livres EAD GUIA BÁSICO PARA USO CORPORATIVO. www.webaula.com.br Cursos livres EAD GUIA BÁSICO PARA USO CORPORATIVO www.webaula.com.br Índice 3 introdução 3 introdução 3 O que são cursos livres, afinal? 4 Características dos cursos livres 5 Vantagens dos cursos livres

Leia mais

Sede Mundial: 5 Speen Street Framingham, MA 01701 EUA P.508.872.8200 F.508.935.4015 www.idc.com

Sede Mundial: 5 Speen Street Framingham, MA 01701 EUA P.508.872.8200 F.508.935.4015 www.idc.com Sede Mundial: 5 Speen Street Framingham, MA 01701 EUA P.508.872.8200 F.508.935.4015 www.idc.com W H I T E P A P E R S e l e ção d a a b o r d a g e m c o r r e t a t e m i m p a c t o d e t e r m i n a

Leia mais

HP Factory Express. Para obter mais informações sobre o portfólio de computação pessoal HP PC Factory Express, visite www.hp.com/go/factory-express

HP Factory Express. Para obter mais informações sobre o portfólio de computação pessoal HP PC Factory Express, visite www.hp.com/go/factory-express HP Factory Express Serviços de personalização Portfólio de computação pessoal Para obter mais informações sobre o portfólio de computação pessoal HP PC Factory Express, visite www.hp.com/go/factory-express

Leia mais

A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores da Alegria

A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores da Alegria Agentes Financiadores Notícias e atualidades sobre Agentes Financiadores nacionais e internacionais página inicial A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores

Leia mais

Apresentação Corporativa. Junho 2012

Apresentação Corporativa. Junho 2012 Apresentação Corporativa Junho 2012 Seção I Visão Geral do Negócio Positivo Informática: Uma História de Sucesso e Crescimento Tecnologia para as escolas no Brasil Forte posicionamento no Governo: preço,

Leia mais

INFORMATIVO ROTÁRIO GLOBALOUTLOOK GUIA SOBRE O MODELO DE FINANCIAMENTO DA FUNDAÇÃO ROTÁRIA

INFORMATIVO ROTÁRIO GLOBALOUTLOOK GUIA SOBRE O MODELO DE FINANCIAMENTO DA FUNDAÇÃO ROTÁRIA INFORMATIVO ROTÁRIO GLOBALOUTLOOK GUIA SOBRE O MODELO DE FINANCIAMENTO DA FUNDAÇÃO ROTÁRIA COPYRIGHT 2015 BY ROTARY INTERNATIONAL. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. NOSSO MODELO DE FINANCIAMENTO Nossas despesas

Leia mais

Planejamento Operacional: Orçamento

Planejamento Operacional: Orçamento UNIVERSIDADE DE PASSO FUNDO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTÁBEIS Curso de Ciências Contábeis Tópicos Especiais em Contabilidade Orçamento Prof. Mestre. João Rafael Alberton Casca - 2015 Parte

Leia mais

Analista de Negócio 3.0

Analista de Negócio 3.0 Conteúdo do Quarto Módulo: Práticas e Técnicas de Análise de Negócio Neste módulo apresentaremos como aplicar as práticas e principais técnicas de Análise de Negócio para elaborar Business Case. Será demonstrado

Leia mais

COLABORAÇÃO COMPLETA PARA O MIDMARKET

COLABORAÇÃO COMPLETA PARA O MIDMARKET COLABORAÇÃO COMPLETA PARA O MIDMARKET Você está realmente conectado? Esse é o desafio atual no panorama dos negócios virtuais e móveis, à medida que as empresas se esforçam para ter comunicações consistentes

Leia mais

Sistemas de e-business. Objetivos do Capítulo

Sistemas de e-business. Objetivos do Capítulo Objetivos do Capítulo Identificar cada um dos sistemas de e-business interfuncionais abaixo e dar exemplos de como eles podem fornecer significativo valor para uma empresa, seus clientes e parceiros de

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO DE PROCESSOS INTRODUÇÃO

DOCUMENTAÇÃO DE PROCESSOS INTRODUÇÃO DOCUMENTAÇÃO DE PROCESSOS INTRODUÇÃO COMO USAR ESTE MANUAL? O manual que você tem em suas mãos é uma compilação dos aspectos mais importantes que você deve saber do conceito de Documentação de Processos

Leia mais

Disponível em http://www.noticenter.com.br/?modulo=noticias&caderno=gestao&noticia=01370-4-razoes-que-explicam-osucesso-da-weg-no-exterior

Disponível em http://www.noticenter.com.br/?modulo=noticias&caderno=gestao&noticia=01370-4-razoes-que-explicam-osucesso-da-weg-no-exterior TG Trabalho em grupo Professor: Flavio Celso Muller Martin Este TG aborda uma empresa brasileira que é frequentemente citada como exemplo de internacionalização. A WEG S.A. é uma empresa brasileira com

Leia mais

Monetização de APIs: extraindo o valor de seus dados

Monetização de APIs: extraindo o valor de seus dados Monetização de APIs: extraindo o valor de seus dados Explore o potencial de seus dados A economia dos aplicativos forçou uma transformação nas empresas. Para capturar novas oportunidades de crescimento,

Leia mais

Solicitação DIRECIONADA de Propostas. Doações da Iniciativa Comunitária HSH América Latina

Solicitação DIRECIONADA de Propostas. Doações da Iniciativa Comunitária HSH América Latina Solicitação DIRECIONADA de Propostas Doações da Iniciativa Comunitária HSH América Latina To view the RFP in English please click here Para ver la solicitud de propuestas en español, haga clic aquí. Prazo

Leia mais

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES 1. Conectando a Empresa à Rede As empresas estão se tornando empresas conectadas em redes. A Internet e as redes de tipo Internet dentro da empresa (intranets), entre uma

Leia mais

Princípios da Gestão Empresarial

Princípios da Gestão Empresarial Princípios da Gestão Empresarial ideias mercado cenário Processos bem definidos e entendidos por toda organização Plano de negócios precisa de uma estratégia Fluxo realimentado a cada nova estratégia ou

Leia mais

Perspectiva da Tech-Clarity: melhores práticas para gerenciar dados de projeto

Perspectiva da Tech-Clarity: melhores práticas para gerenciar dados de projeto Perspectiva da Tech-Clarity: melhores práticas para gerenciar dados de projeto Como fundamentos eficientes de gerenciamento de dados permitem desenvolvimento de produtos de alta qualidade Tech-Clarity,

Leia mais

PROCESSO PARA FRANQUIA B2BNETWORK

PROCESSO PARA FRANQUIA B2BNETWORK PROCESSO PARA FRANQUIA B2BNETWORK Sumário 1. APRESENTAÇÃO B2BNETWORK... 2 Diferencial!... 2 Missão, Visão, Valores e Onde queremos chegar!... 2 Vantagens Competitivas... 2 2. SUMÁRIO EXECUTIVO... 3 Características

Leia mais

Varejo: será que o foco está mesmo no cliente?

Varejo: será que o foco está mesmo no cliente? Revista da ESPM -101 Varejo: será que o foco está mesmo no cliente? FÁTIMA MOTTA Graduada em Administração de Empresas (FMU) e Comunicação (ECA/USP) Pós -Graduada em Administração de Empresas (PUC/SP)

Leia mais

Disciplina: Gestão Estratégica de TI Profº: João Carlos da Silva Junior

Disciplina: Gestão Estratégica de TI Profº: João Carlos da Silva Junior Disciplina: Gestão Estratégica de TI Profº: João Carlos da Silva Junior Conceitos Por que eu preciso deste curso? Não sou de TI Sou de TI conteúdo utilizado exclusivamente para fins didáticos 2 Não sou

Leia mais

Programa de Gestão de Fornecedores. da White Martins. Sua chave para o sucesso

Programa de Gestão de Fornecedores. da White Martins. Sua chave para o sucesso Programa de Gestão de Fornecedores da White Martins Sua chave para o sucesso Quem Somos A White Martins representa na América do Sul a Praxair, uma das maiores companhias de gases industriais e medicinais

Leia mais

...abertura de lojas. Abertura de lojas mais fácil Menores custos Melhores comunicações Perfeita montagem de loja

...abertura de lojas. Abertura de lojas mais fácil Menores custos Melhores comunicações Perfeita montagem de loja Abertura de lojas mais fácil Menores custos Melhores comunicações Perfeita montagem de loja...abertura de lojas S O F T W A R E D E V I S U A L M E R C H A N D I S I N G P A R A O S E T O R D E M O D A

Leia mais

WP WGFA No. 2/06 Add. 5

WP WGFA No. 2/06 Add. 5 WP WGFA No. 2/06 Add. 5 International Coffee Organization Organización Internacional del Café Organização Internacional do Café Organisation Internationale du Café 23 novembro 2006 Original: inglês P Grupo

Leia mais

SOLUÇÕES DE TECNOLOGIA PARA O SEGMENTO JURÍDICO

SOLUÇÕES DE TECNOLOGIA PARA O SEGMENTO JURÍDICO SOLUÇÕES DE TECNOLOGIA PARA O SEGMENTO Gestão eficiente agora é lei na sua empresa. > www.totvs.com/juridico 0800 70 98 100 3 Conceitos TOTVS Ser essencial é atender sua empresa de ponta a ponta. Por isso,

Leia mais

O EFEITO DO ENVELHECIMENTO DE PCs EXPOSIÇÃO DO IMPACTO FINANCEIRO PARA PEQUENAS EMPRESAS W P T WWW.TECHAISLE.COM

O EFEITO DO ENVELHECIMENTO DE PCs EXPOSIÇÃO DO IMPACTO FINANCEIRO PARA PEQUENAS EMPRESAS W P T WWW.TECHAISLE.COM W P T WWW.TECHAISLE.COM O EFEITO DO ENVELHECIMENTO DE PCs EXPOSIÇÃO DO IMPACTO FINANCEIRO PARA PEQUENAS EMPRESAS Este white paper é de propriedade da Techaisle LLC e é fornecido apenas para fins de informação,

Leia mais

PROFISSIONAL. Como criar e Gerir uma Equipe de Produção Eficiente

PROFISSIONAL. Como criar e Gerir uma Equipe de Produção Eficiente EDIÇÃO Nº 03 GRÁTIS FOTOGRAFIA PROFISSIONAL SOLUÇÕES PARA IMAGENS DE PRODUTO QUE CONQUISTARAM OS LÍDERES DO COMÉRCIO ELETRÔNICO Como criar e Gerir uma Equipe de Produção Eficiente Você pode não ter os

Leia mais

Políticas de Financiamento para o e-learning: Financiando o Futuro

Políticas de Financiamento para o e-learning: Financiando o Futuro Políticas de Financiamento para o e-learning: Financiando o Futuro Guia de Soluções Políticas de Financiamento Educação para a Economia Global Emergente Conforme os países se preparam para participar integralmente

Leia mais

Módulo 8 Gerenciamento de Nível de Serviço

Módulo 8 Gerenciamento de Nível de Serviço Módulo 8 Gerenciamento de Nível de Serviço Módulo 8 Gerenciamento de Nível de Serviço Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DA INFORMÁTICA

ADMINISTRAÇÃO DA INFORMÁTICA ADMINISTRAÇÃO DA INFORMÁTICA A informação sempre esteve presente em todas as organizações; porém, com a evolução dos negócios, seu volume e valor aumentaram muito, exigindo uma solução para seu tratamento,

Leia mais

Resumo. Julho de 2013. documento

Resumo. Julho de 2013. documento documento Abrindo novas portas para o sucesso das cobranças Saiba como as organizações de cobranças de todo o mundo acompanham o ritmo dos clientes móveis e das prioridades de pagamentos em mudança Julho

Leia mais

A Análise dos Custos Logísticos: Fatores complementares na composição dos custos de uma empresa

A Análise dos Custos Logísticos: Fatores complementares na composição dos custos de uma empresa Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Engenharia de Custos e Orçamentos Turma 01 10 de outubro de 2012 A Análise dos Custos Logísticos: Fatores complementares na composição dos custos de uma

Leia mais

Anderson L. S. Moreira

Anderson L. S. Moreira Tecnologia da Informação Aula 11 Sistemas de E-business Anderson L. S. Moreira anderson.moreira@ifpe.edu.br Instituto Federal de Pernambuco Recife PE Esta apresentação está sob licença Creative Commons

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação. Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web

Estratégias em Tecnologia da Informação. Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 11 Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web Material de apoio 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina

Leia mais

GUIA DE AVALIAÇÃO DA NORMA DE AUTO-REGULAMENTAÇÃO DO SETOR DE RELACIONAMENTO (CALL CENTER / CONTACT CENTER / HELP DESK / SAC / TELEMARKETING)

GUIA DE AVALIAÇÃO DA NORMA DE AUTO-REGULAMENTAÇÃO DO SETOR DE RELACIONAMENTO (CALL CENTER / CONTACT CENTER / HELP DESK / SAC / TELEMARKETING) GUIA DE AVALIAÇÃO DA NORMA DE AUTO-REGULAMENTAÇÃO (CALL CENTER / CONTACT CENTER / HELP DESK / SAC / TELEMARKETING) Coordenação Gerenciadora ABEMD Associação Brasileira de Marketing Direto Presidente: Efraim

Leia mais

Identificar cada um dos sistemas de e-business interfuncionais abaixo e dar exemplos de como eles podem fornecer significativo valor para uma

Identificar cada um dos sistemas de e-business interfuncionais abaixo e dar exemplos de como eles podem fornecer significativo valor para uma 1 Identificar cada um dos sistemas de e-business interfuncionais abaixo e dar exemplos de como eles podem fornecer significativo valor para uma empresa, seus clientes e parceiros de negócios: de recursos

Leia mais

Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos

Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos Resumo da solução Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos Você deseja uma solução de computação unificada para a sua empresa de médio ou pequeno porte ou para o padrão avançado do seu

Leia mais

MBA EM LOGÍSTICA E GERENCIAMENTO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS

MBA EM LOGÍSTICA E GERENCIAMENTO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS MBA EM LOGÍSTICA E GERENCIAMENTO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS 1 - JUSTIFICATIVA A gestão do fluxo de valor agregado pelas organizações exige contemplar toda a cadeia de suprimentos de forma a identificar e

Leia mais

AULA 5 O E-BUSINESS E OS SISTEMAS DE APOIO ÀS DECISÕES E DE INFORMAÇÃO EXECUTIVA

AULA 5 O E-BUSINESS E OS SISTEMAS DE APOIO ÀS DECISÕES E DE INFORMAÇÃO EXECUTIVA AULA 5 O E-BUSINESS E OS SISTEMAS DE APOIO ÀS DECISÕES E DE INFORMAÇÃO EXECUTIVA APOIO ÀS DECISÕES DE E-BUSINESS E SISTEMAS DE APOIO ÀS DECISÕES Conceito O conceito básico de e-business é simples: negócios

Leia mais

meses e de ganhos financeiros muito maiores do que quando se é empregado é um erro comum. Além disso, a idéia de não ter chefe é extremamente

meses e de ganhos financeiros muito maiores do que quando se é empregado é um erro comum. Além disso, a idéia de não ter chefe é extremamente DICAS PARA ABRIR UM ESCRITÓRIO CONTÁBIL Começar um empreendimento requer coragem. Estar preparado para esse momento é fundamental, pois não vale, em hipótese alguma, aplicar o seu dinheiro no desconhecido.

Leia mais

Sobre o Instituto Desenvolve T.I

Sobre o Instituto Desenvolve T.I Sobre o Instituto Desenvolve T.I A empresa Desenvolve T.I foi fundada em 2008, em Maringá, inicialmente focando a sua atuação em prestação de serviços relacionados à Tecnologia da Informação e atendendo

Leia mais

Sobre o Instituto Desenvolve T.I

Sobre o Instituto Desenvolve T.I Sobre o Instituto Desenvolve T.I A empresa Desenvolve T.I foi fundada em 2008, em Maringá, inicialmente focando a sua atuação em prestação de serviços relacionados à Tecnologia da Informação e atendendo

Leia mais

percorrem 60% do ciclo de compra antes mesmo de entrar em contato com a empresa

percorrem 60% do ciclo de compra antes mesmo de entrar em contato com a empresa O marketing digital está revolucionando a forma como as empresas conquistam clientes. Consumidores tornaram-se mais independentes e, segundo pesquisas na área, percorrem 60% do ciclo de compra antes mesmo

Leia mais

Pedro Ferreira da Silva. Executive Management

Pedro Ferreira da Silva. Executive Management Curriculum vitae INFORMAÇÃO PESSOAL Pedro Ferreira da Silva Rua Corte Real, 555-3, 4150-23 Porto (Portugal) +351 916 123 994 ferreiradasilva.pedro@gmail.com Sexo Masculino Data de nascimento 9 mar 60 PROFISSÃO

Leia mais

Sede global: 5 Speen Street Framingham, MA 01701 EUA Tel.508.872.8200 Fax.508.935.4015 www.idc.com

Sede global: 5 Speen Street Framingham, MA 01701 EUA Tel.508.872.8200 Fax.508.935.4015 www.idc.com Sede global: 5 Speen Street Framingham, MA 01701 EUA Tel.508.872.8200 Fax.508.935.4015 www.idc.com B O L E T I M I N F O R M A T I V O R e d H a t E n t e r p r i s e L i n u x e m u s o : E m p r e s

Leia mais

Documento técnico de negócios

Documento técnico de negócios Documento técnico de negócios Manual de proteção de dados para armazenamento totalmente em flash Principais considerações para o comprador de armazenamento com experiência em tecnologia Documento técnico

Leia mais

Ministério da Saúde FIOCRUZ Fundação Oswaldo Cruz. &RQIHUrQFLD1DFLRQDOGH&LrQFLD7HFQRORJLDH,QRYDomR 6LPSyVLR DGH6HWHPEURGH%UDVtOLD

Ministério da Saúde FIOCRUZ Fundação Oswaldo Cruz. &RQIHUrQFLD1DFLRQDOGH&LrQFLD7HFQRORJLDH,QRYDomR 6LPSyVLR DGH6HWHPEURGH%UDVtOLD $,QG~VWULD4XtPLFDH)iUPDFRV &RQIHUrQFLD1DFLRQDOGH&LrQFLD7HFQRORJLDH,QRYDomR 6LPSyVLR DGH6HWHPEURGH%UDVtOLD 0HUFDGR)DUPDFrXWLFR0XQGLDO 26% 7% 40% 27% América Latina (US$ 22,4 bilhões) América do Norte (US$

Leia mais

A compra de TI e as redes sociais

A compra de TI e as redes sociais Solicitada por A compra de TI e as redes sociais Como as redes sociais transformaram o processo de compras B2B e as melhores práticas para adaptar as suas estratégias de marketing à nova realidade BRASIL

Leia mais

Conquistando excelência operacional e intimidade com o cliente: aplicativos integrados. slide 1

Conquistando excelência operacional e intimidade com o cliente: aplicativos integrados. slide 1 Conquistando excelência operacional e intimidade com o cliente: aplicativos integrados slide 1 Objetivos de estudo Como os sistemas integrados ajudam as empresas a conquistar a excelência operacional?

Leia mais

Informações básicas. Perfil da jurisdição

Informações básicas. Perfil da jurisdição Perfil da jurisdição A iniciativa Cidade inteligente de Barcelona orientada pela IoE reduz as contas de abastecimento de água, aumenta as receitas de estacionamento, cria empregos e muito mais Informações

Leia mais

Os comentários a seguir têm por objetivo apresentar, de forma geral

Os comentários a seguir têm por objetivo apresentar, de forma geral Análise dos resultados Os comentários a seguir têm por objetivo apresentar, de forma geral e sucinta, as principais informações obtidas na Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação

Leia mais

Serviços do Cisco Connected Stadium Wi-Fi

Serviços do Cisco Connected Stadium Wi-Fi Folha de dados Serviços do Cisco Connected Stadium Wi-Fi Melhore a experiência móvel dos torcedores no estádio com os serviços do Cisco Connected Stadium Wi-Fi Resumo A solução Cisco Connected Stadium

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando

Leia mais

SAP Customer Relationship Management IMPLEMENTAÇÃO RÁPIDA DO CRM SAP UMA SOLUÇÃO DE CRM ESSENCIAL, RÁPIDA E DE FÁCIL ACESSO

SAP Customer Relationship Management IMPLEMENTAÇÃO RÁPIDA DO CRM SAP UMA SOLUÇÃO DE CRM ESSENCIAL, RÁPIDA E DE FÁCIL ACESSO SAP Customer Relationship Management IMPLEMENTAÇÃO RÁPIDA DO CRM SAP UMA SOLUÇÃO DE CRM ESSENCIAL, RÁPIDA E DE FÁCIL ACESSO SUA VISÃO PARA CRM ENCONTRAR UMA SOLUÇÃO PARA AUXILIAR NA REALIZAÇÃO DE SEUS

Leia mais

PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO ATRAVÉS DO SETOR PRIVADO O GRUPO BID

PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO ATRAVÉS DO SETOR PRIVADO O GRUPO BID PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO ATRAVÉS DO SETOR PRIVADO O GRUPO BID SOBRE O BID CONTATE-NOS Vice-Presidência para o Setor Privado e Operações sem Garantia Soberana Banco Interamericano de Desenvolvimento

Leia mais

ÁREA: CONTÁBIL / FISCAL / ADM / RH / ECONOMIA / PUBLICIDADE

ÁREA: CONTÁBIL / FISCAL / ADM / RH / ECONOMIA / PUBLICIDADE ÁREA: CONTÁBIL / FISCAL / ADM / RH / ECONOMIA / PUBLICIDADE ANALISTA FISCAL Escolaridade: Necessário Superior completo em Contabilidade Experiência: Experiência na apuração dos impostos Simples Nacional,

Leia mais

Wyoming Liquor Division

Wyoming Liquor Division Wyoming Liquor Division O abastecimento por comando de voz permite que uma grande variedade de bebidas de primeira categoria chegue ao Estado dos Caubóis automação que traz resultados O abastecimento por

Leia mais

A Intel espera uma redução de 20% nos custos de audioconferências com solução de comunicações unificadas

A Intel espera uma redução de 20% nos custos de audioconferências com solução de comunicações unificadas Microsoft Office System Estudo de caso da solução do cliente A espera uma redução de 20% nos custos de audioconferências com solução de comunicações unificadas Visão geral País ou região: Estados Unidos

Leia mais

Introdução. Escritório de projetos

Introdução. Escritório de projetos Introdução O Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK ) é uma norma reconhecida para a profissão de gerenciamento de projetos. Um padrão é um documento formal que descreve normas,

Leia mais

Não está gostando do jogo? Mude-o!

Não está gostando do jogo? Mude-o! WHITE PAPER Não está gostando do jogo? Mude-o! Entenda o mercado de Provedores de Serviços e descubra novas maneiras de aumentar os lucros, reduzir os custos, lançar novos serviços e muito mais; com informações

Leia mais

EMC Consulting. Estratégia visionária, resultados práticos. Quando a informação se reúne, seu mundo avança.

EMC Consulting. Estratégia visionária, resultados práticos. Quando a informação se reúne, seu mundo avança. EMC Consulting Estratégia visionária, resultados práticos Quando a informação se reúne, seu mundo avança. Alinhando TI aos objetivos de negócios. As decisões de TI de hoje devem basear-se em critérios

Leia mais

Classificação de Sistemas: Sistemas Empresariais

Classificação de Sistemas: Sistemas Empresariais Universidade do Contestado Campus Concórdia Curso de Ciências Contábeis Prof.: Maico Petry Classificação de Sistemas: Sistemas Empresariais DISCIPLINA: Sistemas de Informação Gerencial O QI da empresa

Leia mais

O SECRETÁRIO DA ADMINISTRAÇÃO, no uso da atribuição que lhe é conferida pelo Decreto n 15.348, de 06 de agosto de 2014, resolve expedir a seguinte,

O SECRETÁRIO DA ADMINISTRAÇÃO, no uso da atribuição que lhe é conferida pelo Decreto n 15.348, de 06 de agosto de 2014, resolve expedir a seguinte, INSTRUÇÃO Nº 011/2015 Orienta os órgãos e entidades da Pública do Poder Executivo Estadual sobre os procedimentos referentes às contratações de serviços da Companhia de Processamento de Dados do Estado

Leia mais

Correio Pneumático em hospitais

Correio Pneumático em hospitais Correio Pneumático em hospitais 55 090 006/2005 2010 Correio Pneumático em hospitais Redução dos custos operacionais e melhora na qualidade dos serviços 2 Porquê correio pneumático em hospitais? Soluções

Leia mais

acesse: vouclicar.com

acesse: vouclicar.com Transforme como sua empresa faz negócios, com o Office 365. Vouclicar.com A TI chegou para as pequenas e médias empresas A tecnologia é hoje o diferencial competitivo que torna a gestão mais eficiente,

Leia mais

"BUSSINES PLAN"- PLANO DE NEGÓCIOS

BUSSINES PLAN- PLANO DE NEGÓCIOS "BUSSINES PLAN"- PLANO DE! Os componentes do Business Plan.! Quem precisa fazer um Business Plan! Colocando o Business Plan em ação Autores: Francisco Cavalcante(f_c_a@uol.com.br) Administrador de Empresas

Leia mais

AULA 07. Tecnologia hoje nas empresas. Prof. André Luiz Silva de Moraes

AULA 07. Tecnologia hoje nas empresas. Prof. André Luiz Silva de Moraes 1 AULA 07 Tecnologia hoje nas empresas 2 Função de um gerente? Tomar decisões e definir políticas baseadas na informação a partir de dados gerados no seu trabalho diário Problema? Quantidade de dados Solução?

Leia mais

VENDA DE MÁQUINAS DE EMBALAGEM NA ARGENTINA

VENDA DE MÁQUINAS DE EMBALAGEM NA ARGENTINA Central de Cases VENDA DE MÁQUINAS DE EMBALAGEM NA ARGENTINA www.espm.br/centraldecases Central de Cases VENDA DE MÁQUINAS DE EMBALAGEM NA ARGENTINA Preparado pelo Prof. Ricardo D Alò de Oliveira, da ESPM-RS.

Leia mais

Otimização do Gerenciamento de Datacenters com o Microsoft System Center

Otimização do Gerenciamento de Datacenters com o Microsoft System Center Otimização do Gerenciamento de Datacenters com o Microsoft System Center Aviso de Isenção de Responsabilidade e Direitos Autorais As informações contidas neste documento representam a visão atual da Microsoft

Leia mais

Gestão de Projeto de Tecnologia da Informação

Gestão de Projeto de Tecnologia da Informação Gestão de Projeto de Tecnologia da Informação Gerenciamento de Projetos Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência

Leia mais

DEPARTAMENTO DE GENÉTICA

DEPARTAMENTO DE GENÉTICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE GENÉTICA Planejamento Estratégico 2012-2016 Março de 2012 2 Planejamento Estratégico DEPARTAMENTO DE GENÉTICA 1. Missão O Departamento

Leia mais

China: novos rumos, mais oportunidades

China: novos rumos, mais oportunidades China: novos rumos, mais oportunidades Brasil pode investir em diversas áreas, como tecnologia, exploração espacial e infraestrutura 10 KPMG Business Magazine A China continua a ter na Europa o principal

Leia mais

Estudo da Migração para EMV e Análise de Mercado: México e Brasil 8 de dezembro de 2009

Estudo da Migração para EMV e Análise de Mercado: México e Brasil 8 de dezembro de 2009 Estudo da Migração para EMV e Análise de Mercado: México e Brasil 8 de dezembro de 2009 Palavras de inspiração Se você perder a confiança de seus compatriotas, nunca se pode recuperar o seu respeito e

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Conteúdo Gerenciais Direcionadores de Arquitetura de TI Tipologia dos sistemas da informação Prof. Ms. Maria C. Lage marialage.prof@gmail.com As preocupações corporativas Gerenciar Mudanças Crescimento

Leia mais

WMS e TMS. A integração entre os sistemas de gerenciamento de armazéns e transportes é fundamental para a otimização dos fluxos de trabalho

WMS e TMS. A integração entre os sistemas de gerenciamento de armazéns e transportes é fundamental para a otimização dos fluxos de trabalho WMS e TMS A integração entre os sistemas de gerenciamento de armazéns e transportes é fundamental para a otimização dos fluxos de trabalho O que um jogador de futebol e uma bailarina profissional têm em

Leia mais