Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report"

Transcrição

1 Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report Avaliação de: Sr. José Exemplo Preparada por: Consultor Caliper Data: 11/06/2014

2 Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report Página 1 INTRODUÇÃO As informações fornecidas nesse relatório são baseadas unicamente nos dados obtidos a partir da avaliação realizada com o Perfil Caliper. Elas devem ser interpretadas levando-se em consideração outras informações disponíveis sobre a pessoa e nunca utilizadas como base exclusiva para a tomada de decisão sobre contratação, desenvolvimento ou promoção. Para tomar uma decisão consistente sobre a probabilidade dessa pessoa alcançar êxito na organização, a Caliper aconselha usar esse relatório juntamente com outros conhecimentos sobre o candidato, tais como informações obtidas em entrevistas, currículo e solicitação de emprego do candidato, bem como referências profissionais. Este relatório retrata as competências e tendências comportamentais do avaliado. Apresenta também áreas de desempenho consideradas pela Caliper essenciais para o sucesso em cargos de gerência de vendas: Liderança, Orientação para Vendas, Relacionamentos, Resolução de Problemas e Tomada de Decisões, Organização Pessoal e Administração do Tempo. Os Gráficos de Competências presentes neste relatório ilustram o potencial do avaliado para exibir tendências comportamentais relacionadas ao desempenho no trabalho. As Tendências Comportamentais são baseadas em combinações de características de personalidade mensurados no Perfil Caliper. A Caliper acredita que todos os profissionais têm potencial para o sucesso em determinadas funções empresariais e se propõe, através do Perfil Caliper, a revelar esse potencial intrínseco para liderança, vendas ou outras funções existentes na organização. Tal qual um iceberg que esconde boa parte submersa sob a água, todos têm talentos que podem não ter sido identificados, ou seja, seu potencial interior (the inner potential ). Considerando as premissas apresentadas, este relatório identifica o potencial do profissional para o cargo destacado abaixo. Este profissional está sendo avaliado para o cargo de: Gerente de Vendas Em processos seletivos é apresentada também a Recomendação da Caliper que indica a adequação do avaliado ao cargo acima: Recomendado - Recomendado com Restrições - Não Recomendado. Com base nas características de personalidade e motivacionais, nas suas tendências de comportamento e perfil adequado, este profissional é: Recomendado Na página seguinte deste relatório são apresentados os pontos fortes e as oportunidades de desenvolvimento em relação ao cargo, definidos por um Consultor Caliper através do job-matching (análise do casamento entre o perfil do avaliado e os requisitos do cargo para o qual esteja sendo considerado).

3 Página 2 Pontos Fortes Relacionados ao Cargo Comprometendo-se com Procedimentos: Pode cumprir com as necessidades da empresa e estabelecer prioridades para oferecer suporte. Prefere saber quais são as expectativas e tenta confirmar se está trabalhando de modo consistente no que se refere às regras e aos padrões da empresa. Identificando Problemas e Oportunidades: Tende a ser altamente analítico, o que favorece estar consciente dos problemas que impactam em sua área de trabalho. Demonstra orientação para desenvolver ideias e tende a procurar recursos externos para expandir seu nível de análise e obter uma compreensão mais exata das raízes dos problemas. Influenciando Pessoas: Gosta do desafio de convencer os outros, da oportunidade de vencer resistências, trabalhar para obter o apoio e levar em frente suas ideias. Tende a convencer as pessoas do valor de suas propostas e usa táticas de persuasão para garantir o compromisso destas. Negociando Resultados Aceitáveis: Apresenta-se assertivo e parece "vender ideias" para obter resultados satisfatórios em uma negociação. Mostra empatia para escutar o ponto de vista oposto e tende a dirigir a negociação para que ambas as partes se beneficiem. Oportunidades de Desenvolvimento Atuando Independentemente: Parece depender de direcionamento e apoio externo para definir prioridades e desenvolver planos. Provavelmente não se mostrará independente para administrar-se com autonomia quando não há um procedimento já estabelecido. Cooperando com Outros: Provavelmente não precisará da aprovação dos outros e não se preocupará em atender às necessidades individuais. Nem sempre procura maneiras de colaborar ou trabalhar como parte de uma equipe. Delegando Responsabilidades: Por nem sempre se mostrar assertivo ou por recusar abrir mão do controle, poderá encontrar dificuldades ao delegar responsabilidades, apresentando-se mais centralizador em seu estilo de liderança. Tomando Decisões: Tende a relutar para implementar rapidamente uma decisão ou um plano de ação arriscado. Analisa demais as opções e pode não agir suficientemente rápido frente a uma escolha possível.

4 Página 3 Necessita Moderado Alto Áreas de Desempenho Os gráficos a seguir apresentam o potencial do avaliado para as áreas de desempenho consideradas como essenciais em cargos de gestão. Liderança Orientação para vendas Relacionamentos Resolução de Problemas e Tomada de Decisões Organização Pessoal e Administração do Tempo Liderança Apresenta metas, estratégias, percepções e táticas de forma assertiva. É persuasivo ao vender ideias, obter apoio e comprometimento. Oferece um direcionamento claro, estabelece os padrões e define expectativas. Delega responsabilidades. Negocia para chegar a resultados mutuamente aceitáveis. Oferece treinamento, aconselhamento e feedback para desenvolver os outros.

5 Página 4 Orientação para Vendas Motivado para persuadir (ego-drive). Apresenta ideias de forma assertiva e com segurança. Adapta as apresentações para atender as necessidades e expectativas do interlocutor. Responde às objeções com flexibilidade. Negocia para chegar a resultados mutuamente aceitáveis. Solicita comprometimento (fechamento). Suporta a rejeição/é resiliente (força de ego). Atende a base já formada de clientes para produzir negócios adicionais. Relacionamentos Inicia contatos. Mantém relacionamentos. Coopera com os outros. Escuta e procura adaptar-se, baseado nas informações que recebe e em outros pontos de vista. Aceita e responde bem a direcionamentos. Resolução de Problemas e Tomada de Decisões Identifica problemas, questões e oportunidades. Analisa questões pouco evidentes e as principais causas. Avalia e considera soluções alternativas. Desenvolve um plano de implementação. Toma decisões.

6 Organização Pessoal e Administração do Tempo Página 5 Define metas, objetivos e prioridades. Trabalha bem dentro de regras, normas e procedimentos estabelecidos. Administra tempo e prioridades com eficiência. Desenvolve as atividades para garantir o término das tarefas dentro de prazos adequados. Trabalha para garantir precisão e eficácia na execução das tarefas.

7 Liderança Página 6 Necessita Aprimoramento Apresenta metas, estratégias, percepções e táticas de forma assertiva. Moderado Alto Esta competência está ligada ao estilo de comunicação de um profissional e indica o quanto o avaliado consegue ser direto e objetivo na maneira de transmitir os seus conceitos aos outros. Indica ainda a suficiente segurança para conseguir fazer a defesa de seus argumentos diante de assuntos que possam parecer controversos e o quanto o indivíduo consegue denotar suficiente firmeza para sustentar os seus pontos de vista e esclarecer dúvidas. Tende a apresentar suas ideias e pontos de vista de forma segura e defender seus argumentos com convicção. É persuasivo ao vender ideias, obter apoio e comprometimento. Esta competência indica o nível de motivação do profissional para convencer os outros de suas ideias, aliada à habilidade de conseguir transmitir os conceitos de maneira diretiva e suficientemente firme a fim de mobilizar e obter o comprometimento das pessoas. Motivado a convencer as pessoas ou membros da equipe a apoiar iniciativas ou realizar ações. Oferece um direcionamento claro, estabelece os padrões e define expectativas. Profissionais com esta competência apresentam suas ideias de maneira direta, podendo oferecer orientação a sua equipe com objetividade. Além disso, apresentam capacidade para definir procedimentos e estabelecer prioridades nas instruções para as atividades. Tende a apresentar informações de forma clara ao estabelecer metas de desempenho que sejam consistentes com os objetivos da equipe e da empresa.

8 Página 7 Delega responsabilidades. A competência de delegação está relacionada à habilidade de transmitir de forma direta as atividades que precisam ser realizadas por sua equipe e/ou colaborador. Envolve, também, a capacidade de conseguir identificar nas competências individuais da equipe quem pode assumir determinadas responsabilidades para a conclusão de uma atividade ou projeto. Tende a identificar os recursos disponíveis e profissionais capazes para transmitir as orientações sobre as atividades de trabalho de maneira eficaz, tendo em vista cumprir objetivos. Negocia para chegar a resultados mutuamente aceitáveis. Esta competência analisa a disponibilidade do profissional para escutar e identificar as necessidades específicas de cada cliente, e a capacidade de fazer uso desta percepção para agregar valor em sua abordagem de negociação. Além disso, a tendência a gostar de persuadir pode ajudar a levar a negociação a um acordo. Tende a chegar a um acordo comum de maneira eficaz e pode gerar negociações que sejam favoráveis para ambos os lados. Oferece treinamento, aconselhamento e feedback para desenvolver os outros. Essa competência demonstra a capacidade de identificar na equipe quais são as necessidades de orientação individualizadaeaprocuraporserassertivonotreinamentoeaconselhamentoparaodesenvolvimentodas competências individuais. Envolve também a motivação para prover o suporte às pessoas com quem trabalha. Tende a fornecer feedbacks significativos de modo consistente, que melhorem a execução e capacitação dos outros.

9 Página 8 Orientação para Vendas Motivado para persuadir (ego-drive). Necessita Aprimoramento Moderado Alto Esta competência indica o nível de motivação do profissional para convencer os outros de suas idéias. Demonstra o quanto um profissional pode mostrar-se convincente ao vender os benefícios e diferenciais do produto/serviço oferecido ao mercado. Mostra-se motivado para persuadir e convencer os outros. Apresenta ideias de forma assertiva e com segurança. Esta competência está ligada ao estilo de comunicação de um profissional e indica o quanto o avaliado consegue ser direto e objetivo na maneira de transmitir os seus conceitos aos outros. Indica ainda a segurança para fazer a defesa de seus argumentos diante de assuntos que possam parecer controversos, e o quanto o Tende a apresentar ideias com convicção e realizar apresentações de forma segura e assertiva. Adapta as apresentações para atender as necessidades e expectativas do interlocutor. Esta competência está relacionada à capacidade de se colocar no lugar do cliente e perceber as necessidades específicas do mesmo, visando adaptar suas apresentações comerciais de maneira a atender essa demanda. Pode considerar as necessidades do cliente e fazer ajustes em sua abordagem quando as situações são favoráveis.

10 Página 9 Responde às objeções com flexibilidade. Esta competência indica o quanto o profissional tende a conseguir adaptar suas respostas diante de dúvidas ou questionamentos que possam surgir dos clientes. Pode adaptar suas respostas diante de dúvidas ou questionamentos de clientes quando as situações são favoráveis. Negocia para chegar a resultados mutuamente aceitáveis. Esta competência analisa a disponibilidade do profissional para escutar e identificar as necessidades específicas de cada cliente, e a capacidade de fazer uso desta percepção para agregar valor em sua abordagem de negociação. Além disso, a tendência a gostar de persuadir pode ajudar a levar a negociação a um acordo. É provável que obtenha acordos comuns e gere negociações mutuamente favoráveis. Solicita comprometimento (fechamento). Esta competência está relacionada à segurança e firmeza que o profissional pode transmitir durante a negociação com o cliente, a fim de direcioná-lo para a tomada de decisão e o fechamento de negócios. Está vinculada também à gratificação interna em fechar negócios e à satisfação para concluir o ciclo de venda num processo mais curto. Demonstra facilidade para convencer o cliente e levar a venda ao fechamento.

11 Página 10 Suporta a rejeição/é resiliente (força de ego). Esta competência está vinculada ao nível de segurança e auto-estima do profissional para superar as objeções de clientes e/ou adversidades do mercado. Está relacionada a manter uma visão positiva e automotivação para tentar novas vendas mesmo diante de situações de fracasso ou clientes mais questionadores. Tende a superar objeções imediatamente após uma rejeição e aplica estratégias efetivas para enfrentar problemas. Atende a base já formada de clientes para produzir negócios adicionais. Esta competência está vinculada à facilidade de manter relacionamentos com os clientes já existentes e a disciplina para acompanhar todos os processos de atendimento e negociação, visando oferecer serviços e produtos e assim criar negócios adicionais. Mantém sua carteira de clientes estabelecendo vínculos e alavanca negócios adicionais.

12 Página 11 Relacionamentos Inicia contatos. Necessita Aprimoramento Moderado Alto Está relacionada ao conforto que o profissional experimenta para iniciar vínculos com pessoas que não conheça, aproximando-se de outros profissionais em seu trabalho, pessoas de diferentes áreas e clientes. Está relacionada à extroversão. Tende a desenvolver prontamente novos relacionamentos e demonstra conforto ao se apresentar a um grupo de pessoas. Mantém relacionamentos. Avalia a motivação e conforto que um profissional apresenta em estar e trabalhar com atividades que exijam contato constante com pessoas. Está relacionada a facilidade em demonstrar uma postura sociável e amistosa frente aos clientes. Aprecia trabalhar com pessoas e mantém relacionamentos e vínculos de forma eficaz. Coopera com os outros. Esta competência avalia a motivação para atender as necessidades da empresa, bem como as necessidades de clientes. Pessoas com essa competência tendem a mostrar-se mais cooperativas e corteses para atender as necessidades específicas que percebe em seu trabalho. Apresenta disposição em colaborar com as pessoas quando elas solicitam ajuda.

13 Página 12 Escuta e procura adaptar-se, baseado nas informações que recebe e em outros pontos de vista. Apresenta motivação para escutar e entender as reais necessidades de clientes e das pessoas com quem trabalha, disponibilizando-se para fazer ajustes em suas atitudes e respostas. Pode escutar as pessoas, aceitar conselhos de outros e adaptar-se em certas situações. Aceita e responde bem a direcionamentos. Essa competência está relacionada ao conforto em cumprir com as normas e políticas da empresa, além da habilidade de escutar e incorporar os direcionamentos fornecidos por seus gestores. Pode aceitar direcionamentos em determinadas situações.

14 Página 13 Resolução de Problemas e Tomada de Decisões Identifica problemas, questões e oportunidades. Necessita Aprimoramento Moderado Alto Essa competência avalia a motivação de um profissional em se envolver com problemas e questões de ordem complexa e multidimensional. Indica habilidade em identificar oportunidades e pensar em alternativas para propor soluções mais estratégicas. Tende a reconhecer problemas e oportunidades, mas pode requerer ajuda para identificar soluções estratégicas. Analisa questões pouco evidentes e as principais causas. Essa competência está ligada não apenas à habilidade de conseguir identificar os problemas, mas também à capacidade de analisar com mais precisão variáveis sutis a fim de explorar as possíveis causas inerentes a cada questão. Tende a agrupar e a avaliar algumas informações, mas pode não perceber variáveis relevantes sobre os problemas. Avalia e considera soluções alternativas. Esta competência está relacionada à habilidade de identificar, de forma mais estratégica, as opções viáveis para um problema, denotando a precisão e cautela necessárias para analisá-las. Também exige flexibilidade para considerar as diferentes opiniões e avaliar qual a melhor alternativa para sua resolução. Pode gerar novas ideias ao solucionar problemas, mas tende a utilizar abordagens convencionais em certas situações.

15 Página 14 Desenvolve um plano de implementação. Essa competência está vinculada à capacidade de propor ações inovadoras e estratégicas para o desenvolvimento de projetos, demonstrando a disciplina necessária para organizar passo-a-passo a implementação de ações, visando a conclusão e o atingimento das metas. Tende a desenvolver um plano de ação e implementar estratégias efetivamente. Toma decisões. Essa competência está ligada ao senso de urgência para tomar a iniciativa frente às questões em seu trabalho, além de uma postura mais ousada e confiante para implementar as decisões. Demonstra facilidade para tomar decisões e definir ações pró-ativamente diante da resolução de problemas.

16 Página 15 Organização Pessoal e Administração do Tempo Define metas, objetivos e prioridades. Necessita Aprimoramento Moderado Alto Essa competência está vinculada à motivação que um profissional apresenta para gerenciar e coordenar sua agenda de tarefas de forma independente, identificando as prioridades no trabalho, planejando e controlando suas metas. Pode determinar a abordagem de trabalho ocasionalmente, mas nem sempre enfatiza a gestão de seus próprios objetivos ou prioridades. Trabalha bem dentro de regras, normas e procedimentos estabelecidos. Profissionais com esta competência preferem atuar em ambientes em que hajam procedimentos previamente estabelecidos. Parecem definir suas atividades a fim de cumprir com as expectativas da empresa. Tende executar tarefas de acordo com os procedimentos estabelecidos, mas pode não cumpri-los ocasionalmente. Administra tempo e prioridades com eficiência. Essa competência está relacionada a habilidade de definir e controlar as atividades do dia-a-dia, podendo acompanhar de maneira adequada, o trabalho em desenvolvimento. Tende a gerenciar bem o tempo, podendo garantir eficiência na administração de prioridades para a entrega de resultados.

17 Página 16 Desenvolve as atividades para garantir o término das tarefas dentro de prazos adequados. Essa competência está relacionada à habilidade de estabelecer e alinhar com a empresa quais os prazos para as atividades. Demonstra ainda dinamismo para garantir o término das tarefas conforme as expectativas acordadas. Tende a garantir que as tarefas sejam concluídas dentro do prazo e procura atender às expectativas da empresa. Trabalha para garantir precisão e eficácia na execução das tarefas. Esta competência refere-se ao quanto uma pessoa consegue manter a atenção e foco em atividades que requeiram uma postura mais minuciosa. Também está ligada ao senso de controle na elaboração das atividades de maneira a garantir precisão e qualidade em seus resultados. Tende a identificar e corrigir erros e pode garantir a entrega de tarefas com qualidade e precisão.

18 Página 17 Perfil de Funções Ideais Segundo os resultados do Perfil Caliper, é provável que esse indivíduo encontre gratificação trabalhando em cargos que correspondam aos perfis das funções abaixo. É importante observar que um cargo tipicamente não se resume a uma função única. Ao contrário, é uma combinação de funçõeschave. Funções Empreendedoras iniciando um negócio Funções Gerenciais dirigindo outros Funções de Vendas persuadindo outros Funções de Atendimento auxiliando outros Funções Técnicas resolução de problemas ou outras funções que exigem a execução de tarefas essencialmente por meio do uso de informações, equipamento e tecnologia. Estilo de Vendas Caçador Fazendeiro Alto Moderadoo Baixo Procurará ativamente por novos negócios. Motivado para desenvolver uma base já existente de Grande potencial para o sucesso num tipo de venda transacional de ciclo curto. Grande potencial para o sucesso num tipo de vendas baseado na manutenção de relacionamentos a longo prazo. Maior a probabilidade de ser criativo na abordagem da venda. Poderá sentir-se mais confortável com uma abordagem de vendas já definida. Próximos Passos Este relatório resumido é uma interpretação dos comportamentos potenciais de um indivíduo. Tem por base unicamente sua personalidade e fatores motivacionais, apresentados em seu Perfil Caliper, e está relacionado ao cargo para o qual está sendo considerado. Os resultados desta avaliação nunca devem ser usados como critérios únicos para tomar uma decisão de contratação, desenvolvimento ou promoção. Por favor, considere os indicadores desse Perfil como informações a serem usadas em seu processo de entrevista e para auxiliá-lo em sua decisão final de contratação. Para ajudá-lo a estruturar suas entrevistas finais, a Caliper recomenda que você utilize nosso Guia de Entrevistas. Peça ao seu Consultor Caliper mais detalhes sobre esse serviço adicional

Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report

Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report Avaliação de: Sr. José Exemplo Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: 11/06/2014 Perfil Caliper Gerencial e Vendas

Leia mais

Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report

Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report Avaliação de: Sr. Mario Exemplo Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Página 1 Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report

Leia mais

Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report

Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report Avaliação de: Sr. Antônio Modelo Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Página 1 Perfil Caliper de Especialistas The Inner

Leia mais

Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report

Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report Avaliação de: Sr. João Vendedor Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br Data: Copyright 2012 Caliper & Tekoare. Todos os direitos

Leia mais

Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report

Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report Avaliação de: Sr. João Vendedor Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Copyright 2012 Caliper & Tekoare. Todos os direitos

Leia mais

Perfil Caliper de Liderança Premium The Inner Leader Report

Perfil Caliper de Liderança Premium The Inner Leader Report Perfil Caliper de Liderança Premium The Inner Leader Report Avaliação de: Sr. Jose Exemplo Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br Data: Página 1 Perfil Caliper de Liderança Premium The

Leia mais

Relatório de Competências

Relatório de Competências ANÁLISE CALIPER DO POTENCIAL DE DESEMPENHO PROFISSIONAL Relatório de Competências LOGO CLIENTE CALIPER Avaliação de: Sr. Márcio Modelo Preparada por: Consultora Especializada Caliper e-mail: nome@caliper.com.br

Leia mais

Relatório de: Empresa ABC. Gerentes. Preparado por: Consultor Caliper 05/08/14

Relatório de: Empresa ABC. Gerentes. Preparado por: Consultor Caliper 05/08/14 Relatório de: Gerentes Preparado por: Consultor Caliper 05/08/14 Rua Eça de Queiroz, 1272 Ahu - Curitiba - PR - Cep: 80.540-140 Telefone: 41-3075-3400 Sobre o relatório O relatório Caliper Perfil de Equipe,

Leia mais

Perfil de Equipe. Avaliação de: Empresa ABC. Equipe de Vendas. Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br. Data:

Perfil de Equipe. Avaliação de: Empresa ABC. Equipe de Vendas. Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br. Data: Perfil de Equipe SUPER de Vendas Avaliação de: Equipe de Vendas Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br Data: Copyright 2012 Caliper & Tekoare. Todos os direitos reservados. Perfil de

Leia mais

Perfil de Equipe. Empresa ABC. Equipe de Líderes. Avaliação de: Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br. Data:

Perfil de Equipe. Empresa ABC. Equipe de Líderes. Avaliação de: Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br. Data: Perfil de Equipe Avaliação de: Equipe de Líderes Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br Data: Página 1 Perfil de Equipe Destaca-se no potencial desta equipe a facilidade que demonstra

Leia mais

Fulano de Tal. Relatório Combinado Extended DISC : Análise Comportamental x Feedback 360 FINXS 09.12.2014

Fulano de Tal. Relatório Combinado Extended DISC : Análise Comportamental x Feedback 360 FINXS 09.12.2014 Relatório Combinado Extended DISC : Análise Comportamental x Feedback 360 Este relatório baseia-se nas respostas apresentadas no Inventário de Análise Pessoal comportamentos observados através questionário

Leia mais

Perfil Caliper Smart Liderança The Inner Leader Report

Perfil Caliper Smart Liderança The Inner Leader Report Perfil Caliper Smart The Inner Leader Report Avaliação de: Sr. Mário Teste Preparada por: Consultora Caliper consultora@caliper.com.br Data: Perfil Caliper Smart The Inner Leader Report Página 1 INTRODUÇÃO

Leia mais

Uma avaliação de Jose Teste para o cargo de Analista de Assuntos Regulatórios

Uma avaliação de Jose Teste para o cargo de Analista de Assuntos Regulatórios Uma avaliação de para o cargo de Analista de Assuntos Regulatórios Preparada para Caliper Estrategias Humanas do Brasil Ltda. 26 de agosto de 205 Perfil Caliper concluído em 26 de agosto de 205 Caliper

Leia mais

Uma avaliação de José Amostra para o cargo de Vendedor de XXX. Preparada para Company Brasil XX de março de 20XX

Uma avaliação de José Amostra para o cargo de Vendedor de XXX. Preparada para Company Brasil XX de março de 20XX Uma avaliação de para o cargo de Vendedor de XXX Preparada para Company Brasil XX de março de 20XX Perfil Caliper concluído em XX de março de 20XX Caliper Estratégias Humanas do Brasil Ltda., Rua Eça de

Leia mais

Perfil do Líder no Paraná

Perfil do Líder no Paraná Perfil do Líder no Paraná O importante é não parar nunca de questionar Albert Einstein Em 2006, a Caliper do Brasil, empresa multinacional de consultoria em gestão estratégica de talentos, buscando inovar,

Leia mais

Empresa como Sistema e seus Subsistemas. Professora Cintia Caetano

Empresa como Sistema e seus Subsistemas. Professora Cintia Caetano Empresa como Sistema e seus Subsistemas Professora Cintia Caetano A empresa como um Sistema Aberto As organizações empresariais interagem com o ambiente e a sociedade de maneira completa. Uma empresa é

Leia mais

Uma avaliação de Paula Modelo para o cargo de Gerente Comercial. Preparada para DEMO Caliper Human Strategies Brasil 24 de agosto de 2015

Uma avaliação de Paula Modelo para o cargo de Gerente Comercial. Preparada para DEMO Caliper Human Strategies Brasil 24 de agosto de 2015 Uma avaliação de para o cargo de Gerente Comercial Preparada para DEMO Caliper Human Strategies Brasil 24 de agosto de 205 Perfil Caliper concluído em 24 de agosto de 205 Caliper Estratégias Humanas do

Leia mais

F.1 Gerenciamento da integração do projeto

F.1 Gerenciamento da integração do projeto Transcrição do Anexo F do PMBOK 4ª Edição Resumo das Áreas de Conhecimento em Gerenciamento de Projetos F.1 Gerenciamento da integração do projeto O gerenciamento da integração do projeto inclui os processos

Leia mais

Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI

Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Planejamento do Gerenciamento das Comunicações (10) e das Partes Interessadas (13) PLANEJAMENTO 2 PLANEJAMENTO Sem 1 Sem 2 Sem 3 Sem 4 Sem 5 ABRIL

Leia mais

Ano: 2012 MATRIZ DE COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS. Realiza Consultoria Empresarial Ltda. www.consultoriarealiza.com.br www.flaviopimentel.com.

Ano: 2012 MATRIZ DE COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS. Realiza Consultoria Empresarial Ltda. www.consultoriarealiza.com.br www.flaviopimentel.com. Ano: 2012 MATRIZ DE COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS Realiza Consultoria Empresarial Ltda. www.consultoriarealiza.com.br www.flaviopimentel.com.br MATRIZ DE COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS Alinhadas às Diretrizes

Leia mais

Gerenciamento de Serviços de TI ITIL v2 Módulo 1 Conceitos básicos

Gerenciamento de Serviços de TI ITIL v2 Módulo 1 Conceitos básicos Gerenciamento de Serviços de TI ITIL v2 Módulo 1 Conceitos básicos Referência: An Introductory Overview of ITIL v2 Livros ITIL v2 Cenário de TI nas organizações Aumento da dependência da TI para alcance

Leia mais

Perfil Caliper de Vendas. The Inner Seller Report

Perfil Caliper de Vendas. The Inner Seller Report Perfil Caliper de Vendas The Inner Seller Report Avaliação de: Sr. João Vendedor Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Perfil Caliper de Vendas The Inner Seller Report Página 1

Leia mais

Tendências em Gestão de Pessoas

Tendências em Gestão de Pessoas Tendências em Gestão de Pessoas Iniciamos um novo ano, 2011. Dois meses já se passaram, e voltamos aos artigos sobre RH estratégico, Tendências de Recursos Humanos, Novos Rumos para a área de Recursos

Leia mais

MASTER IN PROJECT MANAGEMENT

MASTER IN PROJECT MANAGEMENT MASTER IN PROJECT MANAGEMENT PROJETOS E COMUNICAÇÃO PROF. RICARDO SCHWACH MBA, PMP, COBIT, ITIL Atividade 1 Que modelos em gestão de projetos estão sendo adotados como referência nas organizações? Como

Leia mais

Quais são os objetivos dessa Política?

Quais são os objetivos dessa Política? A Conab possui uma Política de Gestão de Desempenho que define procedimentos e regulamenta a prática de avaliação de desempenho dos seus empregados, baseada num Sistema de Gestão de Competências. Esse

Leia mais

Como se tornar um líder de Sucesso!

Como se tornar um líder de Sucesso! Como se tornar um líder de Sucesso! Os 10 mandamentos do Como se tornar um líder de Sucesso! O líder é responsável pelo sucesso ou fracasso de uma organização. A liderança exige de qualquer pessoa, paciência,

Leia mais

Competências organizacionais

Competências organizacionais GESTÃO DO PROCESSO JUDICIAL Capacidade de coordenar e controlar as atividades processuais, entregando com eficiência e presteza a tutela jurisdicional. EXCELÊNCIA NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Capacidade para

Leia mais

Metodologia de Gerenciamento de Projetos da Justiça Federal

Metodologia de Gerenciamento de Projetos da Justiça Federal Metodologia de Gerenciamento de Projetos da Justiça Federal Histórico de Revisões Data Versão Descrição 30/04/2010 1.0 Versão Inicial 2 Sumário 1. Introdução... 5 2. Público-alvo... 5 3. Conceitos básicos...

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING CENÁRIO E TENDÊNCIAS DOS NEGÓCIOS 8 h As mudanças do mundo econômico e as tendências da sociedade contemporânea.

Leia mais

CONSULTORIA DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL

CONSULTORIA DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL CONSULTORIA DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL Somos especializados na identificação e facilitação de soluções na medida em que você e sua empresa necessitam para o desenvolvimento pessoal, profissional,

Leia mais

Nosso negócio é a melhoria da Capacidade Competitiva de nossos Clientes

Nosso negócio é a melhoria da Capacidade Competitiva de nossos Clientes Nosso negócio é a melhoria da Capacidade Competitiva de nossos Clientes 1 SÉRIE DESENVOLVIMENTO HUMANO FORMAÇÃO DE LÍDER EMPREENDEDOR Propiciar aos participantes condições de vivenciarem um encontro com

Leia mais

Fatores e Indicadores de Desempenho ADP

Fatores e Indicadores de Desempenho ADP Fatores e Indicadores de Desempenho ADP RESPONSABILIDADE / COMPROMETIMENTO COM A INSTITUIÇÃO - Assumir o compromisso na realização das atribuições - Atuar com disposição para mudanças - Buscar qualidade

Leia mais

Portfolio de cursos TSP2

Portfolio de cursos TSP2 2013 Portfolio de cursos TSP2 J. Purcino TSP2 Treinamentos e Sistemas de Performance 01/07/2013 Como encantar e fidelizar clientes Visa mostrar aos participantes a importância do conhecimento do cliente,

Leia mais

SGQ 22/10/2010. Sistema de Gestão da Qualidade. Gestão da Qualidade Qualquer atividade coordenada para dirigir e controlar uma organização para:

SGQ 22/10/2010. Sistema de Gestão da Qualidade. Gestão da Qualidade Qualquer atividade coordenada para dirigir e controlar uma organização para: PARTE 2 Sistema de Gestão da Qualidade SGQ Gestão da Qualidade Qualquer atividade coordenada para dirigir e controlar uma organização para: Possibilitar a melhoria de produtos/serviços Garantir a satisfação

Leia mais

Elétrica montagem e manutenção ltda. AVALIAÇÃO DE COLABORADORES

Elétrica montagem e manutenção ltda. AVALIAÇÃO DE COLABORADORES AVALIAÇÃO DE COLABORADORES RESUMO A preocupação com o desempenho dos colaboradores é um dos fatores que faz parte do dia-a-dia da nossa empresas. A avaliação de desempenho está se tornando parte atuante

Leia mais

Estruturando o modelo de RH: da criação da estratégia de RH ao diagnóstico de sua efetividade

Estruturando o modelo de RH: da criação da estratégia de RH ao diagnóstico de sua efetividade Estruturando o modelo de RH: da criação da estratégia de RH ao diagnóstico de sua efetividade As empresas têm passado por grandes transformações, com isso, o RH também precisa inovar para suportar os negócios

Leia mais

Universidade de Brasília Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação Departamento de Ciência da

Universidade de Brasília Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação Departamento de Ciência da Universidade de Brasília Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação Departamento de Ciência da Informação e Documentação Disciplina: Planejamento e Gestão

Leia mais

Visão Geral sobre Gestão de Projetos e Iniciação de Projetos Aula 2

Visão Geral sobre Gestão de Projetos e Iniciação de Projetos Aula 2 Visão Geral sobre Gestão de Projetos e Iniciação de Projetos Aula 2 Miriam Regina Xavier de Barros, PMP mxbarros@uol.com.br Agenda Bibliografia e Avaliação 1. Visão Geral sobre o PMI e o PMBOK 2. Introdução

Leia mais

Lista de verificação (Check list) para planejamento e execução de Projetos

Lista de verificação (Check list) para planejamento e execução de Projetos www.tecnologiadeprojetos.com.br Lista de verificação (Check list) para planejamento e execução de Projetos Eduardo F. Barbosa Dácio G. Moura Material didático utilizado na disciplina Desenvolvimento de

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos Grupo de Consultores em Governança de TI do SISP 20/02/2013 1 Agenda 1. PMI e MGP/SISP 2. Conceitos Básicos - Operações e Projetos - Gerenciamento de Projetos - Escritório de

Leia mais

PARTE III Introdução à Consultoria Empresarial

PARTE III Introdução à Consultoria Empresarial FATERN Faculdade de Excelência Educacional do RN Coordenação Tecnológica de Redes e Sistemas Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc.

Leia mais

Teste. Hirata Consultores & Associados Ltda.

Teste. Hirata Consultores & Associados Ltda. Teste Página 2 % Especialista Barganhador Confrontador Provedor Articulador Sonhador MIN 47,04 37,00 23,02 46,15 27,05 18,24 AUTO 15,49 0,40 25,58 73,78 99,00 82,34 MÁX 79,07 54,9 52,91 75,53 52,57 46,59

Leia mais

COMO FAZER A TRANSIÇÃO

COMO FAZER A TRANSIÇÃO ISO 9001:2015 COMO FAZER A TRANSIÇÃO Um guia para empresas certificadas Antes de começar A ISO 9001 mudou! A versão brasileira da norma foi publicada no dia 30/09/2015 e a partir desse dia, as empresas

Leia mais

Gerenciamento de Incidentes

Gerenciamento de Incidentes Gerenciamento de Incidentes Os usuários do negócio ou os usuários finais solicitam os serviços de Tecnologia da Informação para melhorar a eficiência dos seus próprios processos de negócio, de forma que

Leia mais

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS - FAN CEUNSP SALTO /SP CURSO DE TECNOLOGIA EM MARKETING TRABALHO INTERDISCIPLINAR

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS - FAN CEUNSP SALTO /SP CURSO DE TECNOLOGIA EM MARKETING TRABALHO INTERDISCIPLINAR APRESENTAÇÃO DO TI O Trabalho Interdisciplinar é um projeto desenvolvido ao longo dos dois primeiros bimestres do curso. Os alunos tem a oportunidade de visualizar a unidade da estrutura curricular do

Leia mais

Profissionais de Alta Performance

Profissionais de Alta Performance Profissionais de Alta Performance As transformações pelas quais o mundo passa exigem novos posicionamentos em todas as áreas e em especial na educação. A transferência pura simples de dados ou informações

Leia mais

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Projeto Saber Contábil O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Alessandra Mercante Programa Apresentar a relação da Gestão de pessoas com as estratégias organizacionais,

Leia mais

Gerenciamento de Níveis de Serviço

Gerenciamento de Níveis de Serviço Gerenciamento de Níveis de Serviço O processo de Gerenciamento de Níveis de Serviço fornece o contato entre a organização de TI e o cliente, para garantir que a organização de TI conhece os serviços que

Leia mais

A comunicação eficaz é tão estimulante como um café preto e tão difícil quanto dormir depois...

A comunicação eficaz é tão estimulante como um café preto e tão difícil quanto dormir depois... A comunicação eficaz é tão estimulante como um café preto e tão difícil quanto dormir depois... livro Comunicação Interpessoal Empresas investem cada vez mais no desenvolvimento de pessoas e processos

Leia mais

Gestão de Programas Estruturadores

Gestão de Programas Estruturadores Gestão de Programas Estruturadores Fevereiro/2014 DEFINIÇÕES Rede de Desenvolvimento Integrado Arranjos que estimulam e proporcionam um comportamento (em rede) cooperativo entre agentes governamentais

Leia mais

www.dehterakm.com beatriz@dehtearkm.com

www.dehterakm.com beatriz@dehtearkm.com www.dehterakm.com beatriz@dehtearkm.com Quem somos? A BEATRIZ DEHTEAR KM apresenta a seus clientes uma proposta totalmente inovadora para implementar a Gestão do Conhecimento Organizacional. Nosso objetivo

Leia mais

A L T O P O T E N C I A L

A L T O P O T E N C I A L S E L E C I O N A R D E S E N V O L V E R L I D E R A R H O G A NR E L A T Ó R I O S A L T O P O T E N C I A L RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DE CANDIDATO Relatório para: Tal Fulano ID: HC748264 Data: 12, Novembro,

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA 1 OBJETIVOS 1. O que os administradores precisam saber sobre organizações para montar e usar sistemas de informação com sucesso? 2. Que

Leia mais

PMI-SP PMI-SC PMI-RS PMI PMI-PR PMI-PE

PMI-SP PMI-SC PMI-RS PMI PMI-PR PMI-PE ESTUDO DE BENCHMARKING EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS 2009 Brasil Uma realização dos Chapters Brasileiros do PMI - Project Management Institute PMI-SP PMI-RJ PMI-AM PMI-SC PMI-BA ANEXO 1 PMI-RS PMI PMI-CE

Leia mais

Gerenciamento de Problemas

Gerenciamento de Problemas Gerenciamento de Problemas O processo de Gerenciamento de Problemas se concentra em encontrar os erros conhecidos da infra-estrutura de TI. Tudo que é realizado neste processo está voltado a: Encontrar

Leia mais

O sucesso na Interaçao com o Conselho

O sucesso na Interaçao com o Conselho 24-09-2013 14:45 O sucesso na Interaçao com o Conselho Jose Francisco Moraes QAIP Team Leader IIA Brasil ESTOU PREPARADO PARA: SER PROMOVIDO? Promovido = dar publicidade a uma imagem pessoal desejada Foco

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção. Organização do Trabalho na Produção

Curso de Engenharia de Produção. Organização do Trabalho na Produção Curso de Engenharia de Produção Organização do Trabalho na Produção Condicionantes da Estrutura Organizacional De acordo com Simeray ( 1970) é produto dos seguintes fatores: O valor do homem O conhecimento

Leia mais

GRADUAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING DENOMINAÇÃO: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING / ÁREA PROFISSIONAL: GESTÃO E NEGÓCIOS.

GRADUAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING DENOMINAÇÃO: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING / ÁREA PROFISSIONAL: GESTÃO E NEGÓCIOS. GRADUAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING CARACTERIZAÇÃO DO CURSO DENOMINAÇÃO: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING / ÁREA PROFISSIONAL: GESTÃO E NEGÓCIOS. DIPLOMA CONFERIDO: TECNÓLOGO DE

Leia mais

TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br

TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br Cursos para Melhoria do desempenho & Gestão de RH TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br Administração do Tempo Ampliar a compreensão da importância

Leia mais

Um Desafio Atual. Enfa. Andrea Lopes

Um Desafio Atual. Enfa. Andrea Lopes Um Desafio Atual Enfa. Andrea Lopes Competência Agregar Conhecimentos + Habilidades + Atitudes Social / Organização Indivíduo Saber agir Integrar saberes Mobilizar recursos Responsabilizar Fazer com propriedade

Leia mais

PEN - Processo de Entendimento das Necessidades de Negócio Versão 1.4.0

PEN - Processo de Entendimento das Necessidades de Negócio Versão 1.4.0 PEN - Processo de Entendimento das Necessidades de Negócio Versão 1.4.0 Banco Central do Brasil, 2015 Página 1 de 14 Índice 1. FLUXO DO PEN - PROCESSO DE ENTENDIMENTO DAS NECESSIDADES DE NEGÓCIO... 3 2.

Leia mais

O PROCESSO DE SELEÇÃO NO CONTEXTO DO MODELO DE COMPETÊNCIAS E GESTÃO DOS TALENTOS

O PROCESSO DE SELEÇÃO NO CONTEXTO DO MODELO DE COMPETÊNCIAS E GESTÃO DOS TALENTOS O PROCESSO DE SELEÇÃO NO CONTEXTO DO MODELO DE COMPETÊNCIAS E GESTÃO DOS TALENTOS Autor: Maria Rita Gramigna Como identificar potenciais e competências em um processo seletivo? Como agir com assertividade

Leia mais

MELHORIA DE SERVIÇO CONTINUADA ITIL FOUNDATION V3 Conteúdo deste resumo deve ser contemplado com a leitura do livro ITIL Melhoria de Serviço

MELHORIA DE SERVIÇO CONTINUADA ITIL FOUNDATION V3 Conteúdo deste resumo deve ser contemplado com a leitura do livro ITIL Melhoria de Serviço MELHORIA DE SERVIÇO CONTINUADA ITIL FOUNDATION V3 Conteúdo deste resumo deve ser contemplado com a leitura do livro ITIL Melhoria de Serviço Melhorias continuas Proporcionar um Guia Prático para avaliar

Leia mais

EXERCÍCIO 3 Metodologia de gestão de processos

EXERCÍCIO 3 Metodologia de gestão de processos Guia de Modelagem de Estruturas Organizacionais EXERCÍCIO 3 Metodologia de gestão de processos Exercício de mapeamento, avaliação, análise e melhoria 1 A gestão de processos permite identificar o conjunto

Leia mais

Empreendedorismo de Negócios com Informática

Empreendedorismo de Negócios com Informática Empreendedorismo de Negócios com Informática Aula 5 Cultura Organizacional para Inovação Empreendedorismo de Negócios com Informática - Cultura Organizacional para Inovação 1 Conteúdo Intraempreendedorismo

Leia mais

Princípios de Liderança

Princípios de Liderança Princípios de Liderança LIDERANÇA E COACH www.liderancaecoach.com.br / liderancaecoach ÍNDICE Liderança Chefe x Líder O que um líder não deve fazer Dicas para ser um líder de sucesso Para liderar uma equipe

Leia mais

Administração de CPD Chief Information Office

Administração de CPD Chief Information Office Administração de CPD Chief Information Office Cássio D. B. Pinheiro pinheiro.cassio@ig.com.br cassio.orgfree.com Objetivos Apresentar os principais conceitos e elementos relacionados ao profissional de

Leia mais

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com. AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.br COM O SEBRAE, O SEU NEGÓCIO VAI! O Sebrae Goiás preparou diversas

Leia mais

Indicadores de Rendimento do Voluntariado Corporativo

Indicadores de Rendimento do Voluntariado Corporativo Indicadores de Rendimento do Voluntariado Corporativo Avaliação desenvolvida por Mónica Galiano e Kenn Allen, publicado originalmente no livro The Big Tent: Corporate Volunteering in the Global Age. Texto

Leia mais

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE 1) OBJETIVOS - Apresentar de forma transparente as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente

Leia mais

Oficina de Gestão de Portifólio

Oficina de Gestão de Portifólio Oficina de Gestão de Portifólio Alinhando ESTRATÉGIAS com PROJETOS através da GESTÃO DE PORTFÓLIO Gestão de portfólio de projetos pode ser definida como a arte e a ciência de aplicar um conjunto de conhecimentos,

Leia mais

Gestor-líder: processo dinâmico de criação, habilidade, competência para perceber das limitações do sistema e propor solução rápida;

Gestor-líder: processo dinâmico de criação, habilidade, competência para perceber das limitações do sistema e propor solução rápida; AV1 Estudo Dirigido da Disciplina CURSO: Administração Escolar DISCIPLINA: Gestão de Políticas Participativas ALUNO(A):Mª da Conceição V. da MATRÍCULA: Silva NÚCLEO REGIONAL:Recife DATA:17/09/2013 QUESTÃO

Leia mais

A Ser Humano Consultoria

A Ser Humano Consultoria A Ser Humano Consultoria é uma empresa especializada na gestão estratégica de pessoas. Utilizando programas de assessoramento individual, baseados na avaliação e desenvolvimento de suas competências, buscamos

Leia mais

PESQUISA DE ENGAJAMENTO/COMPROMETIMENTO, DE CLIMA ORGANIZACIONAL OU DE SATISFAÇÃO DOS COLABORADORES?

PESQUISA DE ENGAJAMENTO/COMPROMETIMENTO, DE CLIMA ORGANIZACIONAL OU DE SATISFAÇÃO DOS COLABORADORES? PESQUISA DE ENGAJAMENTO/COMPROMETIMENTO, DE CLIMA ORGANIZACIONAL OU DE SATISFAÇÃO DOS COLABORADORES? Engajamento/comprometimento do colaborador: estado em que esse se encontra de genuíno envolvimento,

Leia mais

O que é? pode ser chamado de Recrutamento e Seleção.

O que é? pode ser chamado de Recrutamento e Seleção. Processo Seletivo O que é? O Processo Seletivo é um conjunto de técnicas e instrumentos, empregados para avaliação de materiais, técnicas ou candidatos visando identificar as habilidades, tendências e

Leia mais

Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI

Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Planejamento do Gerenciamento das Comunicações (10) e das Partes Interessadas (13) PLANEJAMENTO 2 PLANEJAMENTO Sem 1 Sem 2 Sem 3 Sem 4 Sem 5 ABRIL

Leia mais

Vendas - Cursos. Curso Completo de Treinamento em Vendas com Eduardo Botelho - 15 DVDs

Vendas - Cursos. Curso Completo de Treinamento em Vendas com Eduardo Botelho - 15 DVDs Vendas - Cursos Curso Completo de Treinamento em Vendas com - 15 DVDs O DA VENDA Esta palestra mostra de maneira simples e direta como planejar o seu trabalho e, também, os seus objetivos pessoais. Através

Leia mais

Gestão do Conhecimento A Chave para o Sucesso Empresarial. José Renato Sátiro Santiago Jr.

Gestão do Conhecimento A Chave para o Sucesso Empresarial. José Renato Sátiro Santiago Jr. A Chave para o Sucesso Empresarial José Renato Sátiro Santiago Jr. Capítulo 1 O Novo Cenário Corporativo O cenário organizacional, sem dúvida alguma, sofreu muitas alterações nos últimos anos. Estas mudanças

Leia mais

Aprenda a vender VOCÊ, suas IDEIAS, PRODUTOS e SERVIÇOS

Aprenda a vender VOCÊ, suas IDEIAS, PRODUTOS e SERVIÇOS WORKSHOP COACHING APLICADO PARA O DESENVOLVIMENTO DE NEGÓCIOS - Comunicação, Marketing, Negociação e Vendas para Empresários, Vendedores e Profissionais Liberais Aprenda a vender VOCÊ, suas IDEIAS, PRODUTOS

Leia mais

judgment EM PERSPECTIVA:

judgment EM PERSPECTIVA: EM PERSPECTIVA: judgment As teorias de liderança geralmente estão baseadas em características individuais, como o carisma, influência, ética, entre outras, mas um determinante central da performance de

Leia mais

Enquete. O líder e a liderança

Enquete. O líder e a liderança Enquete O líder e a liderança Muitas vezes, o sucesso ou fracasso das empresas e dos setores são creditados ao desempenho da liderança. Em alguns casos chega-se a demitir o líder, mesmo aquele muito querido,

Leia mais

Evolução do uso de competências para remuneração

Evolução do uso de competências para remuneração Tema: Competências e Instrumentos de Análise de Desempenho na Gestão da Remuneração: Experiências e Lições dos Principais Grupos Empresariais do Brasil José Hipólito Evolução do uso de competências para

Leia mais

MERITOCRACIA E COMPETÊNCIAS Avaliando Desempenho e Construindo Resultados Sustentáveis na Administração Pública

MERITOCRACIA E COMPETÊNCIAS Avaliando Desempenho e Construindo Resultados Sustentáveis na Administração Pública MERITOCRACIA E COMPETÊNCIAS Avaliando Desempenho e Construindo Resultados Sustentáveis na Administração Pública ROGERIO LEME rogerio@lemeconsultoria.com.br Rogerio Leme Diretor de Estudos de Desenvolvimento

Leia mais

José Modelo Empresa ABC 16 de dezembro de 2008

José Modelo Empresa ABC 16 de dezembro de 2008 Avaliação Caliper de Empresa ABC 16 de dezembro de 2008 Fornecido por Caliper Estratégias Humanas do Brasil Ltda. Copyright 2008 Caliper Corporation. Todos os direitos reservados. Este Guia de Desenvolvimento

Leia mais

Catálogo de treinamentos

Catálogo de treinamentos Catálogo de treinamentos 11 3892-9572 www.institutonobile.com.br Desenvolvendo seus Talentos O Instituto Nobile desenvolve as mais modernas soluções em treinamento e desenvolvimento. Oferecemos programas

Leia mais

SISTEMA DA GESTÃO AMBIENTAL SGA MANUAL CESBE S.A. ENGENHARIA E EMPREENDIMENTOS

SISTEMA DA GESTÃO AMBIENTAL SGA MANUAL CESBE S.A. ENGENHARIA E EMPREENDIMENTOS CESBE S.A. ENGENHARIA E EMPREENDIMENTOS SISTEMA DA GESTÃO AMBIENTAL MANUAL Elaborado por Comitê de Gestão de Aprovado por Paulo Fernando G.Habitzreuter Código: MA..01 Pag.: 2/12 Sumário Pag. 1. Objetivo...

Leia mais

liderança conceito Sumário Liderança para potenciais e novos gestores

liderança conceito Sumário Liderança para potenciais e novos gestores Sumário Liderança para potenciais e novos gestores conceito Conceito de Liderança Competências do Líder Estilos de Liderança Habilidades Básicas Equipe de alta performance Habilidade com Pessoas Autoestima

Leia mais

GESTÃO DE PROJETOS PARA A INOVAÇÃO

GESTÃO DE PROJETOS PARA A INOVAÇÃO GESTÃO DE PROJETOS PARA A INOVAÇÃO Indicadores e Diagnóstico para a Inovação Primeiro passo para implantar um sistema de gestão nas empresas é fazer um diagnóstico da organização; Diagnóstico mapa n-dimensional

Leia mais

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade Eficácia e Liderança de Performance O Administrador na Gestão de Pessoas Grupo de Estudos em Administração de Pessoas - GEAPE 27 de novembro

Leia mais

Módulo 2. Origem do BSC, desdobramento do BSC, estrutura e processo de criação do BSC, gestão estratégica e exercícios

Módulo 2. Origem do BSC, desdobramento do BSC, estrutura e processo de criação do BSC, gestão estratégica e exercícios Módulo 2 Origem do BSC, desdobramento do BSC, estrutura e processo de criação do BSC, gestão estratégica e exercícios Origem do BSC Cenário Competitivos CONCORRENTE A CONCORRENTE C VISÃO DE FUTURO ESTRATÉGIA

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

ISO 9000:2000 Sistemas de Gestão da Qualidade Fundamentos e Vocabulário. As Normas da família ISO 9000. As Normas da família ISO 9000

ISO 9000:2000 Sistemas de Gestão da Qualidade Fundamentos e Vocabulário. As Normas da família ISO 9000. As Normas da família ISO 9000 ISO 9000:2000 Sistemas de Gestão da Qualidade Fundamentos e Vocabulário Gestão da Qualidade 2005 1 As Normas da família ISO 9000 ISO 9000 descreve os fundamentos de sistemas de gestão da qualidade e especifica

Leia mais

Rafael Vargas Presidente da SBEP.RO Gestor de Projetos Sociais do Instituto Ágora Secretário do Terceiro Setor da UGT.RO

Rafael Vargas Presidente da SBEP.RO Gestor de Projetos Sociais do Instituto Ágora Secretário do Terceiro Setor da UGT.RO Abril/2014 Porto Velho/Rondônia Rafael Vargas Presidente da SBEP.RO Gestor de Projetos Sociais do Instituto Ágora Secretário do Terceiro Setor da UGT.RO Terceiro Setor É uma terminologia sociológica que

Leia mais

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação Pesquisa realizada com os participantes do de Apresentação O perfil do profissional de Projetos Pesquisa realizada durante o 12 Seminário Nacional de, ocorrido em 2009, traça um importante perfil do profissional

Leia mais

RELATÓRIO TREINAMENTO ADP 2013 ETAPA 01: PLANEJAMENTO

RELATÓRIO TREINAMENTO ADP 2013 ETAPA 01: PLANEJAMENTO RELATÓRIO TREINAMENTO ADP 2013 ETAPA 01: PLANEJAMENTO 1. Apresentação geral Entre os dias 15 e 18 de Abril de 2013 foram realizados encontros de quatro horas com os servidores e supervisores da Faculdade

Leia mais