Credipax. A utilização do crédito será possível imediatamente após a última fase de aprovação do processo. (Três dias úteis, a partir da solicitação).

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Credipax. A utilização do crédito será possível imediatamente após a última fase de aprovação do processo. (Três dias úteis, a partir da solicitação)."

Transcrição

1 Credipax O que é Credipax? O Credipax é uma evolução da carta de crédito que confere maior conforto à filial e ao cliente. Através da automação dos trabalhos e modernização do conceito o processo ganhou agilidade e segurança operacional. Conforto? Sim, A utilização do crédito será possível imediatamente após a última fase de aprovação do processo. (Três dias úteis, a partir da solicitação). Não será necessário aguardar a chegada de documentos impressos na matriz. Não será necessário enviar documentos ao cliente ou fazer com que ele os retire na filial. O crédito poderá ser utilizado na compra de pacotes turísticos CVC, (Menos produtos vinculados a terceiros como bilhete aéreo na tarifa facial, produto Costa Cruzeiros, seguro viagem, etc.), com a simples apresentação de um documento de identidade do cliente. Não haverá validação de documento por código de barras. O crédito continua atrelado ao CPF ou CNPJ do cliente e sua utilização aberta para toda a rede de filiais e agências credenciadas. Eventuais transferências deste tipo de crédito serão efetivadas através de documento padronizado Termo de Transferência de Titularidade, disponível na Intranet e Portal do agente. O extrato que demonstra o histórico de origem, utilização e transferência do crédito poderá ser fornecido ao cliente por quaisquer de nossas Filiais e Agências credenciadas em tempo real, mediante a simples apresentação de documento de identidade do favorecido. 1

2 O fluxo de aprovação do processo poderá ser acompanhado pela filial via workflow. Como solicito reembolso com formato Credipax? Da mesma forma como a carta de crédito era solicitada. Acesse: Lojas / Vendas / Excursões confirmadas. Atenção: Todo reembolso deve ser solicitado exclusivamente por Gerentes e Supervisores. Informe o número do recibo que deseja cancelar. Clique em consultar. 2

3 Clique em cancelar. Campo para observações direcionadas à Operação. Campo para observações direcionadas a equipe de Cancelamento e Reembolso. Grave. Selecione a opção Carta de crédito. Informe o valor. 3

4 Ficha de cancelamento. A filial pode acompanhar o andamento do processo? Sim, Mas apenas após a finalização dos trabalhos da Operação. Acesse: Controle e Validação de Caixas / Ficha CVC Reembolso / Consulta de Reembolsos. Acesse o Histórico. 4

5 Os processos de cancelamento pós-embarque, podem ser monitorados em: Lojas / Consultas / Consultas de crédito. O cliente pode consultar seus créditos? Sim, Solicitando um extrato impresso com o resumo das movimentações e transferências. Para isso, basta apresentar um documento de identidade em qualquer uma de nossas filiais ou agências credenciadas. Este extrato estará disponível no Systur para as filiais e no portal para as agencias. Acesse: Lojas / Consultas / Credipax. Informe o CPF do titular. 5

6 Extrato Impresso. 6

7 Este documento deve ser entregue apenas ao titular do crédito. Existe prazo para utilização do Credipax? Sim, o crédito, no formato Credipax, tem prazo de um ano para ser utilizado a partir da data de sua concessão. Atenção: Não haverá prorrogação do prazo de vencimento. 7

8 O crédito com formato Credipax pode ser transferido para outro titular? Sim, o titular do crédito pode solicitar a transferência a qualquer uma de nossas Filiais ou agencias credenciadas. Documento necessário: 1. Formulário, Solicitação de Transferência de Credipax, disponível na Intranet CVC (espaço do vendedor) e Portal do Agente. Este formulário deve ser totalmente preenchido e assinado. A assinatura do cliente deve ser reconhecida em cartório. Gerente ou Supervisor da filial devem validar o documento com sua assinatura e carimbo. A esse formulário a filial deve aplicar o carimbo: Uso exclusivo da CVC Filial XXXX. O formulário Solicitação de Transferência de Credipax, devidamente preenchido, assinado e já com reconhecimento de firma, deve ser entregue na filial CVC e encaminhado ao Controle de caixas que executará a transferência imediata. Se forem identificadas quaisquer divergências, o processo será revertido e encaminhado para análise da Inspetoria. Atenção: O futuro favorecido deve estar perfeitamente cadastrado no sistema CVC. Eventuais discrepâncias dos dados cadastrais podem ocasionar em reversão do processo. A filial deve guardar algum documento referente à transferência de titularidade do crédito? Sim, uma cópia simples do formulário Solicitação de Transferência de Credipax, devidamente preenchido, assinado e já com reconhecimento de firma. 8

9 Como o cliente utiliza o valor do Credipax? Para utilização do crédito, o cliente deve dirigir-se a qualquer uma de nossas Filiais ou agências credenciadas, munido de CPF e RG ou CNH. Solicita a impressão do extrato Credipax para verificação do saldo que pode ser utilizado total ou parcialmente. Atenção: O saldo residual, gerado pelo sistema em decorrência da utilização parcial, permanecerá com a mesma data de validade. Como o vendedor operacionaliza a utilização do crédito? O vendedor deve informar essa utilização no cadastro da finan, em lançamentos diversos. Valor disponível. Clique em cadastrar. 9

10 O sistema vai exigir o acompanhamento do Gerente ou Supervisor. Inclua uma linha, insira os dados e grave. Como é a baixa no caixa? O Caixa deve fazer a associação do valor gravado em Diversos, normalmente. Quais documentos, decorrentes da utilização do crédito, devem ser encaminhados ao Controle de caixas? Os documentos que devem ser anexados ao relatório de caixa, são: Cópia simples, frente e verso do RG ou CNH do cliente. (Na folha da cópia, a Filial deve aplicar um carimbo com a frase: Uso exclusivo da CVC Filial XXXX ). Via original do Termo de Utilização do Crédito, disponível na Intranet CVC (espaço do vendedor) e Portal do Agente, devidamente preenchido e assinado. (Aplicar carimbo com a frase: Uso exclusivo da CVC Filial XXXX ). 10

11 Atenção: A conferência da assinatura, colhida no Termo de Utilização do Crédito, bem como a validação do documento de identidade, por ele apresentado, devem ser feitas pelo Gerente ou Supervisor da Filial e evidenciadas via assinatura e carimbo. Atenção: O Controle de caixas fará a última conferência do Termo de Utilização do Crédito e documento de identidade. Se forem identificadas quaisquer divergências, o processo será encaminhado para análise da Inspetoria. Atenção: Será mantida a obrigatoriedade de recolhimento das antigas cartas de crédito, ainda em circulação no mercado, no instante da utilização do crédito. Atenção: O Termo de Utilização do Crédito será acatado como documento de validade prioritária diante das antigas cartas de crédito que possam, eventualmente, ser apresentadas por seus titulares. A filial deve guardar algum documento referente à utilização do crédito? Sim, uma cópia simples do Termo de Utilização do Crédito, devidamente preenchido e assinado e outra do documento de identidade do cliente, (RG ou CNH). Quais as vantagens em oferecer reembolso por carta de crédito ao cliente? Preservar a comissão do vendedor e fidelizar o cliente. Na utilização da carta de crédito, o vendedor é comissionado novamente? Na utilização, a carta de crédito não é comissionável. 11

12 Quais as responsabilidades das Filiais Controladoras diante dos processos originados nas Agências credenciadas? Monitorar, conferir e direcionar a Matriz a documentação suporte das utilizações e transferências de crédito originadas nas agências. Nos casos de transferência de titularidade originados nas agências, a Filial controladora deve manter uma cópia simples do formulário Solicitação de Transferência de Credipax, devidamente preenchido, assinado e já com reconhecimento de firma. Nos casos de utilização do crédito originados nas agências, a Filial controladora deve manter uma cópia simples do RG ou CNH do cliente e do Termo de Utilização do Crédito, devidamente preenchido e assinado. Manter as agências credenciadas informadas quanto aos procedimentos para Utilização do Crédito Transferência de Titularidade. Atenção: É terminantemente proibido que as Filiais controladoras de agências dêem continuidade em processos de utilização ou transferência do crédito com falta de documentação e/ou divergência. 12

POP. Departamento Financeiro

POP. Departamento Financeiro POP Departamento Financeiro QUEM É QUEM Nome: Pedro Albuquerque Cargo: Assistente de contas a Pagar E-mail: pedroalbuquerque@cvc.com.br Radio: 23*17193 Nome: Elisângela Leite Sobral Cargo: Tesoureira E-mail:

Leia mais

Atenderemos servidores ATIVOS, INATIVOS, MAGISTRADOS e PENSIONISTAS que são pagos pelo próprio TRT-RS.

Atenderemos servidores ATIVOS, INATIVOS, MAGISTRADOS e PENSIONISTAS que são pagos pelo próprio TRT-RS. BANCO CRUZEIRO DO SUL S/A CPP CRÉDITO PESSOAL PARCELADO ESTABELECIMENTO DOS CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONVÊNIO COM O TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO-RS LOJA 1360 PÚBLICO ALVO Atenderemos servidores

Leia mais

Orientações para transferência de cota Não Contemplada Bem Móvel e Imóvel

Orientações para transferência de cota Não Contemplada Bem Móvel e Imóvel Orientações para transferência de cota Não Contemplada Bem Móvel e Imóvel Nesse documento você encontra todas as orientações para efetuar a transferência de sua cota de maneira ágil e fácil. Esse processo

Leia mais

Servidores pensionistas do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais - IPSEMG

Servidores pensionistas do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais - IPSEMG PUBLICO ALVO Servidores pensionistas do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais - IPSEMG Para os casos de analfabetos e deficientes visuais, devemos seguir a regra abaixo: Até

Leia mais

Consignação Manual do Correspondente Consignação

Consignação Manual do Correspondente Consignação Manual do Correspondente Consignação Banestes S.A. - Banco do Estado do Espírito Santo GCONS - Gerência de Consignação SUMÁRIO 1. Conceito...3 2. Apresentação...3 3. Informações Gerais...3 3.1. Condições

Leia mais

REGULAMENTO. Capítulo 1º. Definições:

REGULAMENTO. Capítulo 1º. Definições: REGULAMENTO A OPERADORA E AGÊNCIA DE VIAGENS CVC TUR LTDA., o Presenteador e o Presenteado do VALE-VIAGEM CVC, a primeira, na qualidade de prestadora de serviços de turismo, e o segundo, aderindo às condições

Leia mais

REGULAMENTO. Presenteador: É a pessoa física ou jurídica que adquire o VALE-VIAGEM CVC, mediante a compra direta de cargas de valores.

REGULAMENTO. Presenteador: É a pessoa física ou jurídica que adquire o VALE-VIAGEM CVC, mediante a compra direta de cargas de valores. REGULAMENTO A CVC BRASIL OPERADORA E AGÊNCIA DE VIAGENS S.A., o Presenteador e o Presenteado do VALE-VIAGEM CVC, a primeira, na qualidade de prestadora de serviços de turismo, e o segundo, aderindo às

Leia mais

A folha de pagamento é paga pelo BANCO DO BRASIL S.A sendo que os servidores recebem até o 5º dia útil de cada mês.

A folha de pagamento é paga pelo BANCO DO BRASIL S.A sendo que os servidores recebem até o 5º dia útil de cada mês. PUBLICO ALVO Servidores efetivos do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais. ATENÇÂO para os cargos atípicos ao seguimento militar, como professor, assistente administrativo entre outros, se fará necessário

Leia mais

Sistema de Devolução Web

Sistema de Devolução Web Manual Sistema de Devolução Web Usuário Cliente ÍNDICE Sumário 1. Prazos...3 2. Solicitação de Devolução... 4 3. Autorização de Devolução... 4 4. Coleta de Mercadoria... 4 5. Acompanhamento da Devolução...

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS ROTEIRO DE CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS

INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS ROTEIRO DE CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS PUBLICO ALVO Aposentados e pensionistas que recebam pelo INSS. Empréstimos consignados para idosos aposentados, pensionistas, analfabetos ou semi-analfabetos, moradores das cidades mencionadas abaixo,

Leia mais

SERVIDOR CORRESPONDENTE

SERVIDOR CORRESPONDENTE CONVÊNIO EMDEC CNPJ: 44.602.720/0001-00 UF: SP. PÚBLICO ALVO Efetivos/Concursados, Ativos, Inativos e Pensionistas. CÁLCULO DE MARGEM Margem = Assumir a informação do site. PERCENTUAL DE MARGEM 100% QUANTIDADE

Leia mais

CNPJ: 46.634.507/0001-06 UF: SP. SERVIDOR CORRESPONDENTE

CNPJ: 46.634.507/0001-06 UF: SP. SERVIDOR CORRESPONDENTE CONVÊNIO PREFEITURA MUNICIPAL DE SALTO CNPJ: 46.634.507/0001-06 UF: SP. PÚBLICO ALVO CLT Cargo Efetivo Ativo e CLT Cargo Efetivo Comissionado - Ativo. Observação: Para os casos de (CLT Cargo Efetivo Comissionado

Leia mais

Site Tricard A ferramenta de gestão do Cartão Tricard

Site Tricard A ferramenta de gestão do Cartão Tricard Site Tricard A ferramenta de gestão do Cartão Tricard 04 Acessando o Site Tricard Posição de Propostas Acões para sua Loja 09 13 30 Manuais de Treinamento 02 Introdução No Site Transacional Tricard, você

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS ROTEIRO DE CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS

INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS ROTEIRO DE CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS PUBLICO ALVO Aposentados e pensionistas INSS com empréstimo em outra instituição bancária. CÁLCULO DE MARGEM (PARCELA MÁXIMA A SER UTILIZADA NA NOVA OPERAÇÃO) PORCENTAGEM DA MARGEM A SER UTILIZADA Utilização

Leia mais

Aquisição de Cartões por Funcionários

Aquisição de Cartões por Funcionários Aquisição de Cartões por Funcionários Aquisição de Cartões por Funcionários Você, que trabalha na Votorantim Finanças, não paga anuidade do Cartão de Crédito Banco Votorantim enquanto for funcionário.

Leia mais

MANUAL BÁSICO DE NORMAR E ROTINAS DEPARTAMENTO FINANCEIRO. Contamos com o comprometimento e colaboração de todos.

MANUAL BÁSICO DE NORMAR E ROTINAS DEPARTAMENTO FINANCEIRO. Contamos com o comprometimento e colaboração de todos. MANUAL BÁSICO DE NORMAR E ROTINAS DEPARTAMENTO FINANCEIRO DISPOSIÇÕES INICIAIS O manual trás um resumo de algumas normas e rotinas que devem ser seguidas para o bom desempenho das tarefas necessárias para

Leia mais

SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR MANUAL DO USUÁRIO DA FARMÁCIA (INTERNET)

SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR MANUAL DO USUÁRIO DA FARMÁCIA (INTERNET) SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR MANUAL DO USUÁRIO DA FARMÁCIA (INTERNET) ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. OBJETIVOS DO SISTEMA... 3 3. USUÁRIO GESTOR... 3 4. AMBIENTE DO SISTEMA - CANAL DE COMUNICAÇÃO INTERNET...

Leia mais

RO Roteiro Operacional Marinha do Brasil Área responsável: Gerência de Produtos Consignados

RO Roteiro Operacional Marinha do Brasil Área responsável: Gerência de Produtos Consignados MARINHA DO BRASIL RO. 03.03 Versão: 38 Exclusivo para Uso Interno RO Roteiro Operacional Marinha do Brasil Área responsável: Gerência de Produtos Consignados 1. PÚBLICO ALVO E REGRAS BÁSICAS Categorias

Leia mais

1. Tela de Acesso pg. 2. 2. Cadastro pg. 3. 3. Abas de navegação pg. 5. 4. Abas dados cadastrais pg. 5. 5. Aba grupo de usuários pg.

1. Tela de Acesso pg. 2. 2. Cadastro pg. 3. 3. Abas de navegação pg. 5. 4. Abas dados cadastrais pg. 5. 5. Aba grupo de usuários pg. Sumário 1. Tela de Acesso pg. 2 2. Cadastro pg. 3 3. Abas de navegação pg. 5 4. Abas dados cadastrais pg. 5 5. Aba grupo de usuários pg. 6 6. Aba cadastro de funcionários pg. 7 7. Pedidos pg. 12 8. Cartões

Leia mais

SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR MANUAL DO USUÁRIO DA FARMÁCIA (INTERNET)

SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR MANUAL DO USUÁRIO DA FARMÁCIA (INTERNET) SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR MANUAL DO USUÁRIO DA FARMÁCIA (INTERNET) ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. OBJETIVOS DO SISTEMA... 3 3. USUÁRIO GESTOR... 3 4. AMBIENTE DO SISTEMA - CANAL DE COMUNICAÇÃO INTERNET...

Leia mais

Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos - SIAPE ROTEIRO DE CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS

Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos - SIAPE ROTEIRO DE CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS PÚBLICO ALVO Servidores Ativos, Aposentados e Pensionistas. CÁLCULO DE MARGEM Utilizar a margem disponível no site ou contracheque. PORCENTUAL DA MARGEM A UTILIZADA Deixar R$ 1,00 (um real) de margem de

Leia mais

Passo a passo Aditamento a contrato de financiamento/empréstimo pessoal cessão de direitos e obrigações.

Passo a passo Aditamento a contrato de financiamento/empréstimo pessoal cessão de direitos e obrigações. Passo a passo Aditamento a contrato de financiamento/empréstimo pessoal cessão de direitos e obrigações. Para dar início ao processo de transferência do contrato primeiramente é necessário preencher a

Leia mais

[CONFIDENCIAL] Manual para Formalização Consignado INSS. Outubro/14

[CONFIDENCIAL] Manual para Formalização Consignado INSS. Outubro/14 1 [CONFIDENCIAL] Manual para Formalização Consignado INSS Outubro/14 Sumário 1. Ficha Cadastral... 3 2. CCB Cédula de Crédito Bancário... 3 3. Identificação Civil (RG)... 4 4. Identificação Financeira

Leia mais

1 - AQUISIÇÃO DO CARTÃO BB PESQUISA

1 - AQUISIÇÃO DO CARTÃO BB PESQUISA 1 - AQUISIÇÃO DO CARTÃO BB PESQUISA 1º PASSO: Recebimento do e-mail de aprovação do projeto. 2º PASSO: Preenchimento e assinatura do Termo de Aceitação de Apoio Financeiro e do Cadastro de Portador, que

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL BANCO DAYCOVAL SIAPE - CONSIST

ROTEIRO OPERACIONAL BANCO DAYCOVAL SIAPE - CONSIST ROTEIRO OPERACIONAL BANCO DAYCOVAL SIAPE - CONSIST Seguem abaixo as regras que deverão ser seguidas a partir do início das atividades do Correspondente Bancário Daycoval. Este documento é parte integrante

Leia mais

GUIA DE USO. Sobre o Moip

GUIA DE USO. Sobre o Moip GUIA DE USO Sobre o Moip Sobre o Moip 2 Qual o prazo de recebimento no Moip? Clientes Elo 7 possuem prazo de recebimento de 2 dias corridos, contados a partir da data de autorização da transação. Este

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO PARA FUNCIONÁRIOS

REGULAMENTO INTERNO PARA FUNCIONÁRIOS REGULAMENTO INTERNO PARA FUNCIONÁRIOS O presente regulamento interno prescreve normas e procedimentos que devem ser rigorosamente respeitadas pelos funcionários que aceitarem trabalhar para a empresa,

Leia mais

COMPRA DE DÍVIDA INSS

COMPRA DE DÍVIDA INSS COMPRA DE DÍVIDA INSS PÚBLICO: Aposentados e Pensionistas do INSS que tenham contrato de Crédito Consignado vigente em outras instituições que não Itaú Unibanco CANAL: Unibanco - Consigweb / Agencia.com

Leia mais

Como utilizar os serviços do portal Agênci@net

Como utilizar os serviços do portal Agênci@net Como utilizar os serviços do portal Agênci@net Clique nos serviços que deseja obter informações: Serviços disponíveis na área pública Solicitação de Inscrição no Cadastro do Distrito Federal Impressão

Leia mais

GUIA PARA NOVOS NO ELO7: MEIOS DE PAGAMENTO 1

GUIA PARA NOVOS NO ELO7: MEIOS DE PAGAMENTO 1 GUIA PARA NOVOS NO ELO7: MEIOS DE PAGAMENTO 1 ÍNDICE 1. Meios de Pagamento disponíveis 1.1 Notificação de Pagamento 03 03 2. Moip 2.1 Benefícios 2.2 Como criar uma conta no Moip 2.2.1. Verificação da conta

Leia mais

[CONFIDENCIAL] Manual para Formalização Consignado Público. Outubro/14

[CONFIDENCIAL] Manual para Formalização Consignado Público. Outubro/14 1 [CONFIDENCIAL] Manual para Formalização Consignado Público Outubro/14 Sumário 1. Apresentação... 3 2. Ficha Cadastral... 4 3. CCB - Cédula de Crédito Bancário... 4 4. Identificação Civil (RG)... 5 5.

Leia mais

Portabilidade de Crédito Conceitos Gerais e Processos Guia Rápido Correspondentes

Portabilidade de Crédito Conceitos Gerais e Processos Guia Rápido Correspondentes Diretoria de Cartões e Consignado Superintendência Executiva de Crédito Consignado Conceitos Gerais e Processos Guia Rápido Correspondentes São Paulo, Maio de 2014. Índice 1. Glossário 2. Definições 3.

Leia mais

Aquisição de Créditos Eletrônicos. lojavirtual@sptrans.com.br

Aquisição de Créditos Eletrônicos. lojavirtual@sptrans.com.br Loja Virtual Aquisição de Créditos Eletrônicos 1 lojavirtual@sptrans.com.br O que é a Loja Virtual Ferramenta que possibilita a aquisição de créditos eletrônicos diretamente pelo site da SPTrans. 2 Quem

Leia mais

TERMO DE ADESÃO DE USO DA LOJA VIRTUAL VT URBANO ITU. Para interpretação do Termo de Adesão e Uso do Loja Virtual VT Urbano Itu, considera-se:

TERMO DE ADESÃO DE USO DA LOJA VIRTUAL VT URBANO ITU. Para interpretação do Termo de Adesão e Uso do Loja Virtual VT Urbano Itu, considera-se: TERMO DE ADESÃO DE USO DA LOJA VIRTUAL VT URBANO ITU 1. Definições Para interpretação do Termo de Adesão e Uso do Loja Virtual VT Urbano Itu, considera-se: Empresa Concessionária: Viação Itu Ltda, pessoa

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL - CONSIGNADO SETOR PÚBLICO EXECUTIVO FEDERAL SIAPE

ROTEIRO OPERACIONAL - CONSIGNADO SETOR PÚBLICO EXECUTIVO FEDERAL SIAPE 1. OPERACIONALIZAÇÃO DAS CONTRATAÇÕES E SUPORTE Filial BV Financeira Matriz São Paulo - Fone: (11) 3252-7050. 2. PÚBLICO ALVO CONFORME LEGISLAÇÃO Servidores Ativos/Inativos; Aposentados; Cedidos; Pensionistas

Leia mais

DOCUMENTO OPERACIONAL. PROCESSO: ATENDIMENTO A CLIENTES EM VIAGENS PARTICULARES ou LAZER. SETOR RESPONSÁVEL: LAZER

DOCUMENTO OPERACIONAL. PROCESSO: ATENDIMENTO A CLIENTES EM VIAGENS PARTICULARES ou LAZER. SETOR RESPONSÁVEL: LAZER PÁGINA: 1 de 6 1.0 OBJETIVO: Atender aos clientes passageiros em suas solicitações de serviços de viagens particulares ou a lazer, identificar suas necessidades, analisar criticamente as solicitações (seleção

Leia mais

Lista de casamento. A Lista de Casamento não tem custo para os noivos. Funciona da seguinte maneira:

Lista de casamento. A Lista de Casamento não tem custo para os noivos. Funciona da seguinte maneira: Lista de casamento Sugestão de texto de e-mail para o cliente Prezada Srª. XXX, boa tarde. Primeiramente gostaria de agradecer seu importante contato. A Lista de Casamento não tem custo para os noivos.

Leia mais

RO Roteiro Operacional. Prefeitura de Campinas - SP Área responsável: Gerência de Produtos Consignados

RO Roteiro Operacional. Prefeitura de Campinas - SP Área responsável: Gerência de Produtos Consignados RO Roteiro Operacional Pref. Campinas - SP RO.05.145 Versão: 01 Excluso para Uso Interno Prefeitura de Campinas - SP Área responsável: Gerência de Produtos Consignados 1. PÚBLICO ALVO E REGRAS BÁSICAS

Leia mais

Bradesco Administradora de Consórcios Ltda.

Bradesco Administradora de Consórcios Ltda. Prezado(a) Consorciado(a), Para melhor atendê-lo, elaboramos este Guia Prático de Contratação de Imóvel destacando as modalidades de aquisição, fases do processo, documentos necessários, emissão e registro

Leia mais

Passo-a-passo para alteração de representante legal no CNPJ

Passo-a-passo para alteração de representante legal no CNPJ Passo-a-passo para alteração de representante legal no CNPJ Fundamentação legal: A entidade estará obrigada a atualizar no CNPJ qualquer alteração referente aos seus dados cadastrais até o último dia útil

Leia mais

SENADO FEDERAL - DF ROTEIRO OPERACIONAL

SENADO FEDERAL - DF ROTEIRO OPERACIONAL PUBLICO ALVO Servidores ativos, inativos e pensionistas do Senado, SEEP (gráfica do Senado) e Prodasen. CÁLCULO DE MARGEM Margem = Assumir o site PORCENTAGEM DA MARGEM A SER UTILIZADA 100% da margem. QUANTIDADE

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DIGITAL COMO OBTER. Zilmara Alencar Consultoria

CERTIFICAÇÃO DIGITAL COMO OBTER. Zilmara Alencar Consultoria CERTIFICAÇÃO DIGITAL COMO OBTER COMO OBTER 1 - Escolher uma Autoridade Certificadora (AC) da ICP-Brasil; 2 - Solicitar no próprio portal da internet da AC escolhida a emissão de certificado digital de

Leia mais

Procedimento Quanto a Solicitação e Emissão de Cheque Avulso

Procedimento Quanto a Solicitação e Emissão de Cheque Avulso I - FINALIDADE: Informatizar o processo de solicitação e emissão de cheques avulsos, além de proporcionar maior segurança e sigilo das informações. II - ÂMBITO DE APLICAÇÃO: Este procedimento se aplica

Leia mais

Efetivos ativos 3400 Aposentados e Pensionistas 600 Pensionistas Estatutários 200

Efetivos ativos 3400 Aposentados e Pensionistas 600 Pensionistas Estatutários 200 PUBLICO ALVO Efetivos ativos, aposentados e pensionistas, identificados através do site. Nº DE FUNCIONARIOS Efetivos ativos 3400 Aposentados e Pensionistas 600 Pensionistas Estatutários 200 FOLHA DE PAGAMENTO

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL EMPRÉSTIMO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO AUTARQUIA HOSPITALAR MUNICIPAL SP

ROTEIRO OPERACIONAL EMPRÉSTIMO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO AUTARQUIA HOSPITALAR MUNICIPAL SP E-MAILS DE CONTATO BANCO DAYCOVAL Negócio Roteiro Operacional Promotora MESA DE ANALISE PORTABILIDADE portabilidadeconsignado@bancodaycoval.com.br Empréstimo Cartão Débito C/C MESA DE ANALISE MARGEM margemconsignado@bancodaycoval.com.br

Leia mais

1.2. Presenteador: pessoa física ou jurídica que adquire o FLOT TRAVEL CARD mediante a compra direta de carga de valor.

1.2. Presenteador: pessoa física ou jurídica que adquire o FLOT TRAVEL CARD mediante a compra direta de carga de valor. REGULAMENTO DO FLOT TRAVEL CARD FLOT OPERADORA TURÍSTICA LTDA., o Presenteador e o Presenteado do FLOT TRAVEL CARD, a primeira, na qualidade de prestadora de serviços de turismo, o segundo e o terceiro,

Leia mais

RO Roteiro Operacional Prefeitura Municipal de São Paulo - SP Área responsável: Gerência de Produtos Consignados

RO Roteiro Operacional Prefeitura Municipal de São Paulo - SP Área responsável: Gerência de Produtos Consignados Pref. São Paulo - SP RO.05.29 Versão: 31 Uso Externo RO Roteiro Operacional Prefeitura Municipal de São Paulo - SP Área responsável: Gerência de Produtos Consignados 1. PÚBLICO ALVO E REGRAS BÁSICAS 1.1.

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS SEDE EMPREENDIMENTOS ONLINE LTDA., com sede na Rua Piauí, nº 477 - Uberaba/MG, inscrita no CNPJ sob o nº 08.601.154/0001-40, daqui por diante denominada "MERCANCIA BRASIL", prestará os serviços doravantes

Leia mais

RO Roteiro Operacional Prefeitura Municipal de Fortaleza CE Área responsável: Gerência de Produtos Consignados

RO Roteiro Operacional Prefeitura Municipal de Fortaleza CE Área responsável: Gerência de Produtos Consignados Prefeitura de Fortaleza CE RO. 05.060 Versão: 1 Exclusivo para Uso Externo RO Roteiro Operacional Prefeitura Municipal de Fortaleza CE Área responsável: Gerência de Produtos Consignados 1. PÚBLICO ALVO

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL DO CARTÃO BI CARD CONSIGNADO GOV. ACRE

ROTEIRO OPERACIONAL DO CARTÃO BI CARD CONSIGNADO GOV. ACRE 1. PUBLICO ALVO O publico alvo é constituído por servidores ativos e inativos do Governo do Estado do Acre com o objetivo de concessão do Cartão BI CARD possibilitando saque antecipado, saques eletrônicos,

Leia mais

Condições Gerais de Uso Cartão Rendimento Visa TravelMoney

Condições Gerais de Uso Cartão Rendimento Visa TravelMoney Condições Gerais de Uso Cartão Rendimento Visa TravelMoney BANCO RENDIMENTO S/A, com sede na Av. Brigadeiro Faria Lima, 2.092, 19ºandar, São Paulo, Capital, inscrito no C.N.P.J. sob no. 68.900.810/0001-38,

Leia mais

ROTEIRO DE REQUERIMENTO COM E-PROCESSO (NA IRF/SPO A PARTIR DE 02/05/2011)

ROTEIRO DE REQUERIMENTO COM E-PROCESSO (NA IRF/SPO A PARTIR DE 02/05/2011) ROTEIRO DE REQUERIMENTO COM E-PROCESSO (NA IRF/SPO A PARTIR DE 02/05/2011) Este roteiro orienta a como preparar os documentos referentes à IN SRF 650/2006 e à IN RFB 1098/2010, na IRF/SP, de acordo com

Leia mais

Manual de orientação para participantes do Programa Professor Visitante do Exterior Programa CAPES/PVE

Manual de orientação para participantes do Programa Professor Visitante do Exterior Programa CAPES/PVE Manual de orientação para participantes do Programa Professor Visitante do Exterior Programa CAPES/PVE I APRESENTAÇÃO Este manual tem o objetivo de esclarecer aspectos práticos da bolsa, tais como: a obtenção

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL EMPRÉSTIMO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LUÍS MA

ROTEIRO OPERACIONAL EMPRÉSTIMO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LUÍS MA E-MAILS DE CONTATO BANCO DAYCOVAL Negócio Roteiro Operacional Promotora MESA DE ANALISE PORTABILIDADE portabilidadeconsignado@bancodaycoval.com.br Empréstimo Cartão Débito C/C MESA DE ANALISE MARGEM margemconsignado@bancodaycoval.com.br

Leia mais

TREINAMENTO BRADESCARD. Lojas BP

TREINAMENTO BRADESCARD. Lojas BP TREINAMENTO BRADESCARD Lojas BP 1 Cartão BradesCard O BradesCard facilita a realização dos seus clientes de forma prática e flexível. Especializado no Varejo, oferece um portfólio completo de produtos

Leia mais

2.1 O Diretor Presidente é responsável pela aprovação dos processos de reembolso liberados para pagamento.

2.1 O Diretor Presidente é responsável pela aprovação dos processos de reembolso liberados para pagamento. PÁGINA: 1 de 6 1 1.0 OBJETIVO: Analisar e controlar as solicitações de reembolso dos bilhetes aéreos não utilizados quando de sua contratação e providenciar o reembolso devido ao cliente, desde que, observadas

Leia mais

DOCUMENTO 1 DEPÓSITO EM GARANTIA - BLOQUEADO PARA MOVIMENTAÇÃO (CONTA VINCULADA) FLUXO OPERACIONAL

DOCUMENTO 1 DEPÓSITO EM GARANTIA - BLOQUEADO PARA MOVIMENTAÇÃO (CONTA VINCULADA) FLUXO OPERACIONAL TÍTULO: CAPÍTULO: SEÇÃO: SUBSEÇÃO: 2 - COMPRAS E CONTRATAÇÕES 6 - DOCUMENTOS 5 - DOCUMENTOS RELATIVOS A SERVIÇOS CONTINUADOS 7 - CONTA VINCULADA - FLUXO OPERACIONAL Atualização 406, de 20.10.2014. Tópicos

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES DE USO DO CARTÃO PRÉ-PAGO ACG

TERMOS E CONDIÇÕES DE USO DO CARTÃO PRÉ-PAGO ACG TERMOS E CONDIÇÕES DE USO DO CARTÃO PRÉ-PAGO ACG O presente instrumento, doravante REGULAMENTO, regula as condições gerais aplicáveis ao aos CARTÕES emitidos pela ACG Administradora de Cartões S/A, doravante

Leia mais

SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR

SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR CAIXA SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR MANUAL DO USUÁRIO DA FARMÁCIA (INTERNET) Versão 12-05/01/2015 1 ÍNDICE CAIXA CAIXA...1 CAIXA...2 CAIXA...2 1.Introdução... 2 2.Objetivo do Sistema...3 3.Usuário

Leia mais

Cobrança e Módulo Cedente

Cobrança e Módulo Cedente Processo n.5 Processos de Produtos e Serviços Procedimento n. 5.7 Cobrança e Módulo Cedente 2 Sumário SEÇÃO 1 -COBRANÇA E MÓDULO CEDENTE... 4 CAPÍTULO 1 - DIRETRIZES... 4 1. Referência Normativa... 5 2.

Leia mais

PROJETO NOVA ASEEL INSTRUÇÃO NORMATIVA 001 DE FINANÇAS E CONTABILIDADE REVISÃO 005 JUNHO 2008 APROVADA NA ATA DE REUNIÃO 352/2008

PROJETO NOVA ASEEL INSTRUÇÃO NORMATIVA 001 DE FINANÇAS E CONTABILIDADE REVISÃO 005 JUNHO 2008 APROVADA NA ATA DE REUNIÃO 352/2008 PROJETO NOVA ASEEL INSTRUÇÃO NORMATIVA 001 DE FINANÇAS E CONTABILIDADE REVISÃO 005 JUNHO 2008 APROVADA NA ATA DE REUNIÃO 352/2008 1/6 ÍNDICE 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 2. OBJETIVOS 3. ABRANGÊNCIA E VIGÊNCIA

Leia mais

Introdução. Vantagens. Utilização

Introdução. Vantagens. Utilização Introdução O Sistema de Transferência de Propriedade online permite ao Proprietário transferir a Propriedade de um animal de forma alienada ou não, sem a necessidade de encaminhamento da Guia de Transferência

Leia mais

Processo de Solicitação de Viagem GENS S.A. Manual do Colaborador

Processo de Solicitação de Viagem GENS S.A. Manual do Colaborador Processo de Solicitação de Viagem GENS S.A. Manual do Colaborador 1 Apresentação Apresentamos o Processo de Viagens GENS Manual do Colaborador. Este Manual é parte integrante do Processo de Viagens GENS.

Leia mais

Bilhetagem eletrônica

Bilhetagem eletrônica Introdução O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Espírito Santo (Setpes) lança este material, que tem como objetivo apresentar uma maneira mais ágil, segura e confortável de realizar

Leia mais

Manual PME. de Movimentação Cadastral e Faturamento

Manual PME. de Movimentação Cadastral e Faturamento Manual PME de Movimentação Cadastral e Faturamento 2 Caro cliente Obrigado por escolher a NotreDame Intermédica como a operadora de saúde dos seus colaboradores. Este Manual de Utilização do PME On-line

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS ROTEIRO DE CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS

INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS ROTEIRO DE CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS PUBLICO ALVO Aposentados e pensionistas que recebam pelo INSS. CÁLCULO DE MARGEM PORCENTAGEM DA MARGEM A SER UTILIZADA Operações novas: 99% da margem. Pág. 1 de 11 Refinanciamento: 95% da margem. QUANTIDADE

Leia mais

Manual PME On line Movimentação Cadastral e Faturamento

Manual PME On line Movimentação Cadastral e Faturamento Manual PME On line Movimentação Cadastral e Faturamento Caro, Cliente, Obrigado, por escolher a Intermédica Sistema de Saúde S.A. como a operadora de Saúde dos seus funcionários. A Intermedica, tem como

Leia mais

REGULAMENTO TESOURO DIRETO

REGULAMENTO TESOURO DIRETO REGULAMENTO TESOURO DIRETO Tesouro Nacional GLOSSÁRIO 4 CAPÍTULO I REGRAS GERAIS 6 CAPÍTULO II PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS 7 1. CADASTRO... 7 1.1. ASPECTOS GERAIS 7 1.2. CADASTRO DE AGENTES DE CUSTÓDIA

Leia mais

Como oferto um lance. Clique nas opções abaixo para ser direcionado ao passo a passo: ATENDIMENTO. - Como oferto um lance?

Como oferto um lance. Clique nas opções abaixo para ser direcionado ao passo a passo: ATENDIMENTO. - Como oferto um lance? Clique nas opções abaixo para ser direcionado ao passo a passo: ATENDIMENTO - Como oferto um lance? - Como imprimo 2ª via de boleto ao cliente? - Como realizo uma transferência de cota? - Onde consulto

Leia mais

Roteiro Operacional Última atualização 06/02/2015

Roteiro Operacional Última atualização 06/02/2015 Roteiro Operacional Última atualização 06/02/2015 1. Público alvo 1.1 Atendidos - Aposentados e pensionistas do INSS -Códigos Benefícios- 1.2 Não atendidos -Códigos Benefícios- RESUMO DE CÓDIGOS NÃO CONSIGNÁVEIS

Leia mais

REGULAMENTO DO CARTÃO BOM+ Funcionalidade Pré-Pago

REGULAMENTO DO CARTÃO BOM+ Funcionalidade Pré-Pago REGULAMENTO DO CARTÃO BOM+ Funcionalidade Pré-Pago O BOM+ é um cartão pré-pago que oferece aos seus clientes as funcionalidades de pagamento de compras em toda a rede MasterCard e também pagamento de tarifas

Leia mais

Manual Portabilidade 1

Manual Portabilidade 1 Manual Portabilidade 1 Sumário CARACTERÍSTICAS... 3 PREMISSAS... 3 FLUXO... 3 PORTABILIDADE INSS... 4 CADASTRO DE INTENÇÃO DE PORTABILIDADE... 4 Passo 1 Dados de Validação... 4 Código de Segurança CAPTCHA...

Leia mais

EXÉRCITO ROTEIRO OPERACIONAL

EXÉRCITO ROTEIRO OPERACIONAL PUBLICO ALVO Servidores militares ativos, inativos e pensionistas que recebam pelo Exército. Para os pensionistas, se atentar a regra abaixo; Mulheres sempre seguindo o limite e idade pré-estabelecido.

Leia mais

Sistema de Gestão do Programa Bolsa Família

Sistema de Gestão do Programa Bolsa Família Sistema de Gestão do Programa Bolsa Família Desde o dia 01 de dezembro, o novo sistema de Gestão do Programa Bolsa Família (SIGPBF) do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) está disponível para os

Leia mais

Módulo de Acesso Remoto

Módulo de Acesso Remoto Módulo de Acesso Remoto Manual do Usuário Página 1 de 30 Índice 1. Introdução 3 1.1. Objetivos deste documento 3 2. Requisitos do Sistema 4 2.1. Acrobat Reader 4 2.2. Pop Up Liberados 4 3. Acesso ao Sistema

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PE

ROTEIRO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PE E-MAILS DE CONTATO BANCO DAYCOVAL Negócio Roteiro Operacional Promotora MESA DE ANALISE CARTÃO CONSIGNADO cartaoliberacao@bancodaycoval.com.br Empréstimo Cartão Débito C/C SUPORTE PROMOTORA suportepromotora@bancodaycoval.com.br

Leia mais

SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR

SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR MANUAL DO USUÁRIO DA FARMÁCIA (INTERNET) Versão 7 18/05/2009 Revisão Geral ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. OBJETIVOS DO SISTEMA...3 3. USUÁRIO GESTOR...3 4. AMBIENTE DO SISTEMA

Leia mais

EXÉRCITO ROTEIRO DE CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS

EXÉRCITO ROTEIRO DE CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS PUBLICO ALVO Servidores militares ativos, inativos e pensionistas que recebam pelo Exército. Obs: Estamos efetuando empréstimos para os servidores Analfabetos, seguindo o critério abaixo: O servidor analfabeto

Leia mais

INDICE 1. CADASTRO DE CATEGORIAS...5 2. CADASTRO DE BANCO... 3. CONTAS A RECEBER... 3.1. LANÇAMENTO AUTOMÁTICO DE CONTAS A RECEBER...

INDICE 1. CADASTRO DE CATEGORIAS...5 2. CADASTRO DE BANCO... 3. CONTAS A RECEBER... 3.1. LANÇAMENTO AUTOMÁTICO DE CONTAS A RECEBER... 1 2 INDICE 1. CADASTRO DE CATEGORIAS...5 2. CADASTRO DE BANCO......6 3. CONTAS A RECEBER......6 3.1. LANÇAMENTO AUTOMÁTICO DE CONTAS A RECEBER...6 3.2. LANÇAMENTO MANUAL DE CONTAS A RECEBER...7 3.3. GERAÇÃO

Leia mais

Roteiro Operacional (Parceiros) CPA TJMG. Características do Produto

Roteiro Operacional (Parceiros) CPA TJMG. Características do Produto Roteiro Operacional (Parceiros) CPA TJMG Características do Produto Público Alvo: Servidores efetivos; Magistrados; Pensionistas ou outros beneficiários do TJMG. Taxa (*): Definida pela Diretoria. Tc:

Leia mais

1º ADITIVO AO CONTRATO DE FILIAÇÃO E ADESÃO DE ESTABELECIMENTO AO SISTEMA FORTBRASIL DE CARTÃO DE CRÉDITO

1º ADITIVO AO CONTRATO DE FILIAÇÃO E ADESÃO DE ESTABELECIMENTO AO SISTEMA FORTBRASIL DE CARTÃO DE CRÉDITO 1º ADITIVO AO CONTRATO DE FILIAÇÃO E ADESÃO DE ESTABELECIMENTO AO SISTEMA FORTBRASIL DE CARTÃO DE CRÉDITO FORTBRASIL ADMINISTRADORA DE CARTÕES DE CRÉDITO S/A, inscrita no CNPJ/MF sob o nº. 02.732.968/0001-38,

Leia mais

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA.

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA MANUAL DO VTWEB CLIENT CADASTROS /PEDIDOS E PROCEDIMENTOS Resumo Esse manual tem como o seu objetivo principal a orientação de uso do

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL DE PORTABILIDADE BANRISUL COMO PROPONENTE

MANUAL OPERACIONAL DE PORTABILIDADE BANRISUL COMO PROPONENTE Emissor: Departamento Operacional do Crédito Consignado Versão: 8 Vigência: 17.07.2015 Código MO: OCC 01 MANUAL OPERACIONAL DE PORTABILIDADE BANRISUL COMO PROPONENTE SUMÁRIO 1 OBJETIVO... 3 2 CONCEITOS...

Leia mais

Região Metropolitana de Campinas

Região Metropolitana de Campinas MA-GRC-001 Versão: 01 Vigência: 2015 Página: 1 / 11 Região Metropolitana de Campinas 1 MA-GRC-001 Versão: 01 Vigência: 2015 Página: 2 / 11 ÍNDICE 1. Objetivo... 3 2. Direito de obtenção e utilização...

Leia mais

REQUERIMENTO ELETRÔNICO. Requerimento Eletrônico. Página 1 / 28

REQUERIMENTO ELETRÔNICO. Requerimento Eletrônico. Página 1 / 28 Requerimento Eletrônico Página 1 / 28 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 REQUERIMENTO ELETRÔNICO DE CONSTITUIÇÃO... 4 Novo Requerimento de Constituição... 5 Dados da Pessoa Jurídica... 7 Qualificação dos Sócios e

Leia mais

Certidão Online Manual do Usuário

Certidão Online Manual do Usuário JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Certidão Online Manual do Usuário Versão 3.1 Lista de Tópicos - Navegação Rápida CADASTRANDO O USUÁRIO... 3 ACESSANDO O SISTEMA... 5 CERTIDAO SIMPLIFICADA NADA

Leia mais

TERMO DE ADESÃO E USO DA LOJA VIRTUAL VT URBANO VA Legal. Para interpretação do Termo de Adesão e Uso da Loja Virtual VT URBANO VA Legal considera-se:

TERMO DE ADESÃO E USO DA LOJA VIRTUAL VT URBANO VA Legal. Para interpretação do Termo de Adesão e Uso da Loja Virtual VT URBANO VA Legal considera-se: TERMO DE ADESÃO E USO DA LOJA VIRTUAL VT URBANO VA Legal 1. DEFINIÇÕES: Para interpretação do Termo de Adesão e Uso da Loja Virtual VT URBANO VA Legal considera-se: EMPRESA CONCESSIONÁRIA Viação Atibaia

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS ROTEIRO OPERACIONAL

INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS ROTEIRO OPERACIONAL PUBLICO ALVO Aposentados e pensionistas que recebam pelo INSS. Empréstimos consignados para idosos aposentados, pensionistas, analfabetos ou semi-analfabetos, moradores das cidades mencionadas abaixo,

Leia mais

CRITÉRIOS DE PARTICIPAÇÃO NO PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS

CRITÉRIOS DE PARTICIPAÇÃO NO PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS O Diretor do Colégio Santo Agostinho - Leblon, no uso de suas atribuições regimentais e em consonância com a legislação em vigor, traz a público este Edital e estabelece as normas regentes para o Processo

Leia mais

RO Roteiro Operacional Corpo de Bombeiros MG

RO Roteiro Operacional Corpo de Bombeiros MG Corpo de Bombeiros Militar - MG RO.04.03 Versão: 14 RO Roteiro Operacional Corpo de Bombeiros MG Área responsável: Gerência de Produtos Consignados Vers I - CONDIÇÕES GERAIS 1. PÚBLICO A SER ATENDIDO E

Leia mais

Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação!

Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação! Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação! Para realizar sua contemplação providenciar a documentação solicitada abaixo e levar até uma loja do Magazine Luiza ou representação autorizada

Leia mais

Secretaria Municipal da Fazenda Serviço de Cadastro Mobiliário. 1. Documentação necessária para inscrição

Secretaria Municipal da Fazenda Serviço de Cadastro Mobiliário. 1. Documentação necessária para inscrição Cartilha de Atendimento ao Autônomo Alvará de Licença para Localização e Permanência. Fornecer alvará de licença para localização e permanência para os trabalhadores autônomos que exercem atividade sem

Leia mais

FIN. 03 - ARRECADAÇÃO MACROPROCESSO FINANCEIRO PROCESSO ARRECADAÇÃO

FIN. 03 - ARRECADAÇÃO MACROPROCESSO FINANCEIRO PROCESSO ARRECADAÇÃO 1 de 25 msgq FIN. 03 - ARRECADAÇÃO MACROPROCESSO PROCESSO ARRECADAÇÃO FIN. 03 - ARRECADAÇÃO 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS... 2 4. PROCEDIMENTOS... 2 4.1. DEFINIÇÃO DO

Leia mais

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE SERVIÇOS DE TURISMO

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE SERVIÇOS DE TURISMO CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE SERVIÇOS DE TURISMO (este contrato deve ser impresso e preenchido de próprio punho e enviado para o endereço de contato em até 5 dias úteis após a confirmação da compra do

Leia mais

3. Digitar Matrícula, CPF e Caracteres Solicitados: 1. PÚBLICO ALVO

3. Digitar Matrícula, CPF e Caracteres Solicitados: 1. PÚBLICO ALVO Instituto de Previdência dos Servidores Militares - IPSM - MG ROC.04.03 Versão: 06 Exclusivo para Uso Externo RO Roteiro Operacional Cartão de Crédito Consignado Inst. de Prev. dos Servidores Militares

Leia mais

A) Acessar o site da RFB: http://receita.fazenda.gov.br, no menu EMPRESA clicar em CADASTRO CNPJ

A) Acessar o site da RFB: http://receita.fazenda.gov.br, no menu EMPRESA clicar em CADASTRO CNPJ PARA CRIAR CNPJ DA DIREÇÃO MUNICIPAL: 1. É preciso preencher o formulário de inscrição, pela internet 2. Aguardar que a Receita analise a inscrição (é preciso ir consultando pelo site) 3. Quando estiver

Leia mais

Manual BPNET. Portabilidade

Manual BPNET. Portabilidade 2014 Manual BPNET Portabilidade 1 Sumário CARACTERÍSTICAS... 3 PREMISSAS... 3 FLUXO... 3 PORTABILIDADE INSS... 4 CADASTRO DE INTENÇÃO DE PORTABILIDADE... 4 Passo 1 Dados de Validação... 4 Código de Segurança

Leia mais

OBSERVATÓRIO NACIONAL ON COORDENAÇÃO DE GEOFÍSICA COGE PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL PCI/MCTI CHAMADA 01/2013

OBSERVATÓRIO NACIONAL ON COORDENAÇÃO DE GEOFÍSICA COGE PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL PCI/MCTI CHAMADA 01/2013 OBSERVATÓRIO NACIONAL ON COORDENAÇÃO DE GEOFÍSICA COGE PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL PCI/MCTI CHAMADA 01/2013 A Coordenação de Geofísica (COGE) do Observatório Nacional torna pública a abertura

Leia mais

Treinamento Proposta Online

Treinamento Proposta Online Treinamento Proposta Online 03 Procedimentos para preenchimento da Proposta Preenchendo a Proposta Online Digitalizando os documentos 06 20 26 Status das Propostas 02 Procedimentos para preenchimento da

Leia mais

Como comprar o e-cpf Serasa Experian. Certificação Digital

Como comprar o e-cpf Serasa Experian. Certificação Digital Como comprar o e-cpf Serasa Experian Certificação Digital Como comprar seu e-cpf Serasa Experian Passo 1 Escolha do tipo do certificado digital Passo 2 Identificação e cadastro Passo 3 Finalização da compra

Leia mais