Manual de Normas e Procedimentos Comercial.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual de Normas e Procedimentos Comercial."

Transcrição

1 Manual de Normas e Procedimentos Comercial. Gerência Comercial. Referência: Versão: Revisado 1.1 Data: 21/07/ de Julho de 2014

2 Sumário Definição da Área Comercial Representação da área comercial Objetivo da área Comercial Propostas de Adesão (Vendas)... 3 Procedimentos da Proposta de Adesão (contrato de vendas) Procedimentos. (Contratos) Gerenciamento de contratos Distribuições de contratos aos vendedores Controle de contratos Análise de documentação vendedores, representantes e outros Contato com os supervisores ou vendedores, para localizar clientes Encaminhamento de documentos (contrato de prestação de serviços) Envio de materiais diversos a outras Filiais do UNILANCE Cadastramento e geração de Códigos de Prestadores de Serviços, Vendedores e Representantes. 6 Representação da área Comercial (Controle de Contratos) Representação Gráfica Área Comercial (Contratos) Área Comercial (Secretaria de Vendas) Objetivo Setor Secretaria de Vendas Procedimentos da Secretaria de Vendas Reserva de Cotas Conferência da Proposta de Adesão Cadastramento das Propostas de Adesão Representação Gráfica do Setor (secretaria de Vendas) Representação Gráfica Área Comercial (Secretaria de Vendas) Lançamento da Produção dos Vendedores e prestadores serviços Distribuição de Documentação aos Vendedores Consulta de Pagamentos da 1 parcelas ou reserva de cotas e aprovação de créditos Atualização calendário e agenda de Assembleia no sistema Operacional Emissão de Boletos de Pagamentos Representação Gráfica Área Comercial (Emissão de Boleto) Pagamentos de Comissão aos Vendedores e Representantes

3 3 ÁREA COMERCIAL. Definição da Área Comercial. O setor comercial do UNILANCE é área responsável pela comercialização dos produtos ofertados pelo UNILANCE. Representação da área comercial. A representação da estrutura da área Comercial é representada pela figura do organograma abaixo: Comercial Vendas(controle de metas) Gestão de Grupos Gestão de Agentes e Representantes Controle de contratos Organograma da área Comercial. Objetivo da área Comercial. A área Comercial tem o objetivo de vender os produtos ofertados pelo Consórcio UNILANCE, através de proposta de adesão (contratos) com um determinado prazo de duração e valores pré-definidos. Propostas de Adesão (Vendas). As propostas de adesão (contratos) do Consórcio UNILANCE têm como objetivo firmar um pré-contrato de vendas com o futuro consorciado. Com este documento todos os vendedores e representantes conseguem realizar as vendas dentro das regras estabelecidas pela empresa e pela legislação. Procedimentos da Proposta de Adesão (contrato de vendas). Para que uma venda seja concluída existem procedimentos a serem seguidos antes da assinatura do contrato definitivo. Esses procedimentos são realizados, para que no final

4 4 do processo não ocorram não-conformidade no processo, isto é, sem cancelamentos ou preenchimento da proposta novamente por parte dos vendedores ou representantes. Para isso devem-se seguir os procedimentos abaixo: Manter sempre as tabelas de preços atualizadas assim como as taxas diferenciadas dos produtos comercializados pelo UNILANCE. Os vendedores e representantes deverão preencher as propostas de adesão (contratos) de forma legível sem rasuras e sem falta de informações, para que a venda não seja cancelada. Deve ser informada no corpo da proposta, a forma que foi realizado o pagamento da primeira parcela. (cheque, dinheiro, depósito ou boleto bancário). Sempre que a proposta de adesão (contrato) ultrapassar o valor de R$ ,00 deverá ser encaminhada aos supervisores de vendas e em seguida enviada ao gestor de área para que seja realizada a aprovação do crédito. Casos distintos (valores superiores) serão tratados pelo comitê de Crédito do Consórcio UNILANCE. Realizar plantões de vendas e agendar contato com o futuro consorciado para o preenchimento da proposta e assinatura da mesma. Encaminhar junto com às propostas, informações sobre autorização do seguro de vida e débitos automáticos das parcelas em conta corrente do titular da cota 1. Desbloquear as propostas de adesão, em branco para que os vendedores possam preencher em uma futura venda. Procedimentos. (Contratos). Gerenciamento de contratos. O gerenciamento de contratos tem por finalidade controlar a entrada de contratos novos e cancelados. Também tem como obrigação realizar solicitação de desbloqueio de e reativação de contratos dos vendedores e representantes. A reativação somente poderá ser feita com a devida autorização do gestor da área Comercial. O processo deverá seguir os seguintes passos: O Cancelamento de contratos deverá seguir as regras de cancelamento e os contratos cancelados devem ser baixados no sistema operacional. Após essa etapa o documento seguirá para o arquivamento. 1 Caso o futuro consorciado queria fazer um seguro de vida e autorizar o depósito do valor das parcelas em conta corrente, o mesmo deverá autorizar por escrito juntamente com propostas de Adesão.

5 5 O Desbloqueio da proposta de adesão (contratos novos) é realizado pelo setor Comercial ou Secretarias de Vendas. O uso desse material é utilizado para vendas dos representantes e vendedores. Informar aos gestores e aos Supervisores de vendas a situação dos contratos pendentes. Conferir via sistema Operacional a distribuição da Proposta de Adesão (Contrato) verificando se não ocorreu alguma distribuição incorreta. Distribuições de contratos aos vendedores. Os procedimentos para a distribuição da proposta de adesão (contrato novos 2 ) devem seguir as regras estabelecidas pela área comercial para distribuição dos mesmos. Quando forem solicitados contratos novos não preenchidos (desbloqueios) via representantes e vendedores, esses deverão informar o seu código para se verificar a quantidade que ainda está em seu poder, e ainda o quanto foi rasurado ou cancelado. Realizar a distribuição de forma equilibrada da Proposta de Adesão (Contrato) aos Vendedores e representantes para que os mesmos preencham as propostas com suas respectivas vendas. Controle de contratos. Os contratos em branco encaminhado pela gráfica deverão ser armazenados e sua distribuição controlada pelo sistema. Esse controle de distribuição deverá conter a quantidade que se encontra com cada um dos Vendedores ou representantes. Verificar a quantidade de proposta de Adesão em branco (Contratos) que se encontra com cada Vendedor e representante. Análise de documentação vendedores, representantes e outros. O processo de cadastramento na secretaria de vendas dos vendedores, prestadores de serviços e representantes devem seguir os critérios do Consórcio UNILANCE. Além da verificação da documentação pertencente aos vendedores, representantes e prestadores de serviços. Juntamente com a consulta junto ao SERASA. Esses procedimentos seguem os seguintes critérios: Conferir toda a documentação pedida pelo UNILANCE, para que faça o cadastramento dos vendedores, representantes e prestadores de serviços, além de consultar SERASA sobre a situação de possíveis restrições financeiras dos mesmos. 2 São propostas de adesão não preenchidas vindos da gráfica que são distribuídos aos representantes e vendedores para realizarem suas vendas.

6 6 Solicitar, verificar e consultar no órgão da Polícia Federal sobre documentação de antecedentes criminais de futuros prestadores de serviços, vendedores e representantes. Contato com os supervisores ou vendedores, para localizar clientes. Essa operação funciona como apoio eventual ao setor de pós-vendas para ajudar o setor a localizar os clientes em que sua localização é incerta e não sabida. Essa operação tema a seguinte função: Prestar Assessoria eventual ao setor de Pós-vendas, quando os atendentes não conseguirem entrar em contato com o cliente. Essa assessoria deverá ser prestada da seguinte maneira: realizar contato via telefone com o Supervisor de Vendas e o Vendedor que efetuou a venda para que os mesmos entrem em contrato com o cliente. Encaminhamento de documentos (contrato de prestação de serviços). Os encaminhamentos de documentos referentes aos contratos de prestação de serviços deverão ser encaminhados para gerência da área de Comercial para serem analisadas e após análise será autorizada a assinatura do contrato. Após realização desses procedimentos entra-se em contato com o prestador de serviços para que o mesmo realize sua assinatura do contrato e também nos encaminhe para assinatura. OBS: O contrato de prestação de serviços deverá ser assinado pela Gerência de Operações, assinado e vistado pela Gerência Comercial e pelo supervisor responsável depois ser entregue uma via ao futuro prestador/vendedor. Envio de materiais diversos a outras Filiais do UNILANCE. O envio de materiais diversos a outras filiais consistem em; municiar todas as filiais de materiais que possam contribuir com as vendas dos produtos do Consórcio UNILANCE. Encaminhar materiais de propaganda tabelas de vendas ou outros materiais que se destinam a vendas da carteira de produtos do Consórcio UNILANCE. Receber as propostas de Adesão (Contratos), que a gráfica disponibiliza para o Consórcio UNILANCE e arquivar para realizar a distribuição aos Vendedores, Representantes e filiais. Cadastramento e geração de Códigos de Prestadores de Serviços, Vendedores e Representantes. Ao realizar o processo de cadastramento dos prestadores de Serviços, Vendedores e Representantes, um código deverá ser gerado para realizar identificação dos mesmos. Esse

7 7 código ficará arquivado no sistema operacional. O processo de cadastramento deverá seguir critérios descritos abaixo: Realizar o Cadastramento no sistema operacional do Consórcio UNILANCE dos Prestadores de Serviços, Vendedores e Representantes, gerando um código de forma a identificar a natureza dos serviços prestados, que também servirá para pagamentos de serviços e das comissões. Após o cadastramento realizado, deve-se enviar o código ao setor de pagamentos de comissões, serviços e secretaria de vendas; para que inclua esse código (vendedor, representante) na equipe de um supervisor o qual ele irá reportar-se diretamente. Representação da área Comercial (Controle de Contratos). Comercial Vendas(controle de metas) Gestão de Grupos Gestão de Agentes e Representantes Controle de contratos Organograma da área de Comercial.

8 8 Representação Gráfica Área Comercial (Contratos). Fluxograma do processo Comercial (Contratos).

9 9 Área Comercial (Secretaria de Vendas). Objetivo Setor Secretaria de Vendas. O objetivo da Secretaria de Vendas é analisar e coordenar todas as propostas de Adesão (Contratos), bem como autorizar pagamentos de comissões e cadastramentos dos vendedores e prestadores de serviços. Também tem como objetivo cadastrar as propostas de adesão no sistema operacional do Consórcio UNILANCE, além de acompanhar toda a parte de produção de vendas e coordenar a definição dos plantões de vendas. Procedimentos da Secretaria de Vendas. Os procedimentos da Secretaria de Vendas têm por finalidade padronizar as atividades desse setor, onde deverá se conhecer início e fim de cada atividade, bem como sua forma correta de execução. Define as formas de execução das atividades e seus controles. Reserva de Cotas. A reserva de cotas ocorre quando um futuro consorciado solicita a sua inclusão em um determinado grupo e cota já definido. Para que a operação ocorra o vendedor ou representante comunica ao futuro consorciado que ele deverá efetuar o pagamento da 1 parcela em até 48 horas da data da solicitação. Os procedimentos são os seguintes: A operação de reserva de cotas ocorre quando um vendedor ou representante solicita a pedido do futuro consorciado uma reserva de cota pré-determinada junto à secretaria de vendas. Antes de se reservar, deve-se realizar uma busca de reserva de cotas no sistema operacional na opção: vendas/reservas de cotas/pesquisa de grupo/grupo confirma; escolher cota/ confirma; inserir o endereçamento da filial e o código do comissionado (Código dos Vendedores ou Representantes) e teclar confirma. Após a realização dos procedimentos acima, inserir o n da reserva da cota na planilha de controle Excel para que depois do pagamento da 1 parcela venha a utilizar esse n para o cadastramento da proposta de adesão.

10 10 Conferência da Proposta de Adesão. Esse processo é realizado para identificar a da falta de informações de dados pessoais (RG, CPF e Endereço,) Erros, rasuras e falta de confirmação do pagamento da 1 parcela. Os procedimentos são os seguintes: Conferir todos os documentos e dados contidos na proposta de Adesão do futuro consorciado e verificar se não existe falta de informação ou rasuras. (Caso ocorram rasuras deve-se devolver a proposta ao vendedor para que o mesmo realize o preenchimento de uma nova proposta de Adesão.) Outro fator que deve ser verificado é a assinatura do futuro consorciado na proposta adesão. As propostas canceladas deverão ser inutilizadas e após esse procedimento, os representantes ou os vendedores terão que ser comunicados para que refaçam uma nova proposta junto ao cliente. Cadastramento das Propostas de Adesão. O cadastramento das propostas de adesão no sistema operacional do Consórcio UNILANCE consiste em lançar as informações coletadas nas propostas pelos Vendedores na hora do preenchimento das mesmas. O cadastramento deverá conter os seguintes dados: Lançar no sistema operacional as informações referentes a cada futuro consorciado, aonde deverá constar dados pessoais N do RG e CPF. (endereço, telefones e e- mail.), além da confirmação do pagamento da 1 parcela na proposta na de Adesão. Após os lançamentos dos dados deve-se emitir o boleto bancário.

11 11 Representação Gráfica do Setor (secretaria de Vendas). Comercial Vendas(controle de metas) Gestão de Grupos Gestão de Agentes e Representantes Controle de contratos Organograma da área de Comercial.

12 12 Representação Gráfica Área Comercial (Secretaria de Vendas). Fluxograma do Processo Comercial (Secretaria de vendas).

13 13 Lançamento da Produção dos Vendedores e prestadores serviços. Todas as propostas de Adesão têm que ter um vendedor, representante ou prestadores de serviços que as realizem. Essas realizações devem ser lançadas no sistema como produção de venda de cada vendedor, representante ou prestadores serviços, para que no final do mês veja o quanto das metas foram atingidas e assim se possam realizar os pagamentos das comissões de vendas. Esses lançamentos são realizados da seguinte Forma: Realizar os lançamentos diários de cada vendedor, representante ou prestadores de serviços no sistema operacional do Consórcio UNILANCE, onde deverá constar: código do vendedor, representante ou do prestador de serviços, além da quantidade de propostas vendidas e canceladas. Após os procedimentos, e a aprovação das propostas preenchidas, deve-se enviar para o pós-vendas validar as informações. Distribuição de Documentação aos Vendedores. As atividades que envolvem a distribuição de documentos aos vendedores são as seguintes: entrega de holerites, folha de espelho de cartão ponto para assinatura e recibo de comissões para vendedores registrados. Está tarefa é executada da seguinte maneira: Receber os holerites do setor financeiro e distribuir aos vendedores coletando as assinaturas e entregando uma via para os mesmos. Coletar assinatura dos vendedores e funcionários da área comercial para a confirmação de assiduidade referente ao período de trabalho mensal. Essa assinatura deverá ser feita em uma folha de espelho do cartão ponto. Consulta de Pagamentos da 1 parcelas ou reserva de cotas e aprovação de créditos. Essa consulta consiste em informar, os gerentes, supervisores e vendedores sobre a situação dos pagamentos das propostas de adesão, referente a 1 parcela e também quanto a pagamento de reservas de cotas. Os procedimentos são os seguintes:

14 14 Informar os vendedores quando os mesmos solicitarem informações sobre os pagamentos realizados em um determinado período referente suas propostas de adesão comercializada, confirmando sempre o nome do consorciado, contido nas propostas. Enviar relatórios sobre a situação de pagamentos das propostas aos gerentes e supervisores, para que os mesmos possam montar um plano de ação e assim cobrar dos vendedores e representantes o motivo do não pagamento. Encaminhar as propostas de adesão, juntamente com os documentos do futuro consorciado quando ocorrer a situação de valores de créditos superiores a R$ ,00; informando que a proposta pode ser de risco de Inadimplência e que pode trazer prejuízo a Consórcio UNILANCE ou ao contrário, é uma proposta viável ao Consórcio, para que a gerência da área Comercial analise e valide a aprovação crédito. Atualização calendário e agenda de Assembleia no sistema Operacional. Quando se trata de Assembleias determina-se que as mesmas deverão seguir um calendário com as datas pré-determinada pelo consórcio UNILANCE. Essas datas deverão ficar em uma agenda no sistema operacional. O procedimento para essa atividade é realizado da seguinte forma: Manter o calendário atualizado das assembleias via sistema operacional, assim como a agenda do UNILANCE para datas de assembleias. Manter o Consorciado informado sobre qualquer alteração de datas das assembleias assim como os funcionários que participam das mesmas. Divulgar informativo de alteração de datas de assembleias no site

15 15 Emissão de Boletos de Pagamentos. A emissão de boletos na Secretaria de Vendas ocorre quando é feita uma solicitação do vendedor ou representante e quando é confirmado o recebimento da 1 (primeira) parcela do consorciado. O procedimento é o seguinte: Emitir boletos de pagamento após a confirmação do pagamento da 1 (primeira) parcela. Neste caso essa operação deve ser realizada quando for solicitado via vendedor, representante ou consorciado futuro.

16 16 Representação Gráfica Área Comercial (Emissão de Boleto). Fluxograma do processo Comercial (Emissão de Boleto).

17 17 Pagamentos de Comissão aos Vendedores e Representantes. Os pagamentos das comissões para os vendedores e representantes são controlados através de relatórios do sistema. Os valores são pagos em duas datas do mês, com exceção dos vendedores que são registrados, neste caso o RH (Recursos Humanos) realiza o pagamento via folha de pagamento com crédito em conta ou em cheque nominal. O processo de verificação de vendas tem os seguintes requisitos a serem seguidos: Verificar cancelamentos Verificar inadimplência Verificar entrada de pagamentos da parcela paga pelo cliente ou lançadas pelo departamento financeiro. Verificar os estornos referentes a cotas que já foram canceladas. Seus critérios de execução são feitos da seguinte maneira: Conferir via sistema os valores que cada vendedor ou representante tem a receber de comissão; O processo conferência deverá ser realizado diariamente; Realizar uma segunda conferência de lançamentos dos dados de vendas através do sistema operacional para verificar possíveis erros ou não de lançamento de cotas de algum vendedor ou representante, sempre buscando corrigir as falhas encontradas. Realizado o procedimento acima, deve-se atualizar a folha de pagamento de comissões de vendas, via sistema operacional. Realizar sempre validação do tipo de produto que foi vendido com um percentual de comissão diferenciado, para que essas regras de pagamentos de comissões sejam usadas futuramente para esse produto. Após a emissão dos relatórios de vendas, encaminhar para os vendedores, supervisores e representantes validarem ou não as informações de comissões; havendo discordância de valores deve-se efetuar as devidas correções e realizar o pagamento referente a quinzena. Realizar a emissão dos relatórios via sistema dos valores de comissão dos representantes autônomos, encaminhando-as ao setor financeiro para que efetuem o pagamento da comissão em conta corrente dos representantes autônomos, juntamente com a RPA (Recibo de Pagamento Autônomo.) emitida pela contabilidade 3 do serviço de vendas realizado no período quinzenal. 3 A RPA (Recibo de pagamento Autônomo) tem que ser entregue com prazo antecipado para que o setor Financeiro execute uma programação de pagamento para período definido conforme contrato entre as partes.

18 18 Representação Gráfica Área Comercial. Fluxograma do processo Comercial (Comissão de Vendas).

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA.

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA MANUAL DO VTWEB CLIENT CADASTROS /PEDIDOS E PROCEDIMENTOS Resumo Esse manual tem como o seu objetivo principal a orientação de uso do

Leia mais

MÓDULO 5 Movimentações

MÓDULO 5 Movimentações MÓDULO 5 Movimentações Bem-vindo(a) ao quinto módulo do curso. Agora que você já conhece as entradas no HÓRUS, aprenderá como são feitas as movimentações. As movimentações do HÓRUS são: Requisição ao Almoxarifado:

Leia mais

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New 1 Roteiro passo a passo Módulo Vendas Balcão Sistema Gestor New Instruções para configuração e utilização do módulo Vendas balcão com uso de Impressora fiscal (ECF) 2 ÍNDICE 1. Cadastro da empresa......3

Leia mais

Instruções para configuração e utilização do. fiscal (ECF)

Instruções para configuração e utilização do. fiscal (ECF) 1 Instruções para configuração e utilização do módulo Vendas balcão SEM Impressora de cupom fiscal (ECF) 2 ÍNDICE 1. Cadastro da empresa...3 2. Configurações dos Parâmetros......3 3. Cadastro de cliente...4

Leia mais

MANUAL BÁSICO DE NORMAR E ROTINAS DEPARTAMENTO FINANCEIRO. Contamos com o comprometimento e colaboração de todos.

MANUAL BÁSICO DE NORMAR E ROTINAS DEPARTAMENTO FINANCEIRO. Contamos com o comprometimento e colaboração de todos. MANUAL BÁSICO DE NORMAR E ROTINAS DEPARTAMENTO FINANCEIRO DISPOSIÇÕES INICIAIS O manual trás um resumo de algumas normas e rotinas que devem ser seguidas para o bom desempenho das tarefas necessárias para

Leia mais

InfoMix Tecnologia. Soluções em Tecnologia da Informação. SYSFARM Sistema de Gerenciamento de Farmácias. Documento Requisitos Versão 1.

InfoMix Tecnologia. Soluções em Tecnologia da Informação. SYSFARM Sistema de Gerenciamento de Farmácias. Documento Requisitos Versão 1. SYSFARM Sistema de Gerenciamento de Farmácias Documento Requisitos Versão 1.1 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 06/09/2009 1.0 Elaboração da para análise da 1º versão Marcos Silva do documento

Leia mais

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo em sua oficina. O sistema foi desenvolvido para ser utilizado

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTO DE APURAÇÃO DE FREQUÊNCIA

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTO DE APURAÇÃO DE FREQUÊNCIA 22/0/203. INTRODUÇÃO A Política de Apuração de Frequência tem por objetivo estabelecer as regras para falta e atraso, além de estabelecer controles relativos à apuração de informações de frequência de

Leia mais

Módulo SAC Atendimento ao Cliente

Módulo SAC Atendimento ao Cliente Módulo SAC Atendimento ao Cliente Objetivo O Módulo SAC ou Serviço de Atendimento ao Cliente é uma ferramenta que gerencia, cria e administra informações num canal de comunicação informatizado entre a

Leia mais

Treinamento de. Linx Pos

Treinamento de. Linx Pos Treinamento de caixa Linx Pos Será instalados no terminal da loja, o ícone, conforme imagem abaixo: Linx POS ÍNDICE Abertura de caixa e leitura X Lançamentos Cancelamento de itens Consulta preços no ato

Leia mais

O consórcio é uma forma de aquisição de um bem, onde cada participante de um grupo segue um sistema de autofinanciamento.

O consórcio é uma forma de aquisição de um bem, onde cada participante de um grupo segue um sistema de autofinanciamento. COMO FUNCIONA CONSÓRCIO NACIONAL O QUE É CONSÓRCIO? O sistema Consórcio é uma modalidade de compra cooperada, inteligente e econômica. Em todo consórcio, sempre existe um grupo de pessoas que desejam possuir

Leia mais

Tel. (0xx11) 3038-1150 Fax (0xx11) 3038-1166

Tel. (0xx11) 3038-1150 Fax (0xx11) 3038-1166 Sistema Nota Já Este manual tem por objetivo apresentar o sistema NotaJá a fim de auxiliar o usuário com todos os processos de cadastro, lançamentos de notas, cancelamentos, inutilizações, notas complementares

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

Cobrança e Módulo Cedente

Cobrança e Módulo Cedente Processo n.5 Processos de Produtos e Serviços Procedimento n. 5.7 Cobrança e Módulo Cedente 2 Sumário SEÇÃO 1 -COBRANÇA E MÓDULO CEDENTE... 4 CAPÍTULO 1 - DIRETRIZES... 4 1. Referência Normativa... 5 2.

Leia mais

E&L Compras, Licitações e Contratos. Perguntas Frequentes

E&L Compras, Licitações e Contratos. Perguntas Frequentes E&L Compras, Licitações e Contratos Perguntas Frequentes 1. Como consolidar itens na pesquisa de preço ou licitação? Os itens deveram ter o mesmo código, unidade e descrição. 2. É possível reutilizar os

Leia mais

Manual da Nota Fiscal Eletrônica

Manual da Nota Fiscal Eletrônica Manual da Nota Fiscal Eletrônica Memory Informática Tabela de Conteúdos Meu Usuário Meu Perfil --------------------------------------------------------- 4 Minha Empresa Configurar Minha Empresa -------------------------------------

Leia mais

POLÍTICA DE PAGAMENTO

POLÍTICA DE PAGAMENTO POLÍTICA DE PAGAMENTO 1. OBJETIVO Estabelecer todos os critérios para o pagamento de fornecedores e prestadores de serviços aos empreendimentos administrados pela Itambé, bem como orientar todos os interlocutores

Leia mais

Criar uma sistemática para orientar e padronizar o processo do caixa.

Criar uma sistemática para orientar e padronizar o processo do caixa. Página 1 de 5 1 OBJETIVO Criar uma sistemática para orientar e padronizar o processo do caixa. 2 FLUXOGRAMA DO PROCESSO 3 DEFINIÇÕES Varejo: são produtos a pronta-entrega (Linha Natufarma, Produto de revenda)

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. 1. Descrição Geral Este manual descreve as operações disponíveis no módulo VTWEB Client, cuja finalidade é gerenciar cadastros de funcionários, realização de pedidos e controle financeiro dos pedidos.

Leia mais

Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica

Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Introdução A emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica traz ao cliente TTransp a possibilidade de documentar eletronicamente as operações de serviço prestadas

Leia mais

Para tornar-se representante dos produtos da Insertsoft através de Parceria a empresa devera seguir o seguinte roteiro:

Para tornar-se representante dos produtos da Insertsoft através de Parceria a empresa devera seguir o seguinte roteiro: Termo de Parceria Objetivo Este documento tem como objetivo de orientar empresas que tem interesse em se qualificar como parceiros para representação dos produtos fornecidos pela Insertsoft através do

Leia mais

Realizando Vendas no site do Cartão BNDES

Realizando Vendas no site do Cartão BNDES Realizando Vendas no site do Cartão BNDES Fornecedor Atualizado em 16/07/2013 Pág.: 1/23 Introdução Este manual destina-se a orientar os fornecedores que irão registrar as vendas no site do Cartão BNDES,

Leia mais

Manual Passo a Passo

Manual Passo a Passo Manual Passo a Passo 2015 ACESSO SELEÇÃO DE RA SELEÇÃO DO PRODUTO CARRINHO DE COMPRAS FECHAR PEDIDO ENDEREÇO DE ENTREGA TIPO DE FRETE INFORMAÇÃO DE PAGAMENTO PAGAMENTO CARTÃO DE CRÉDITO PAGAMENTO BOLETO

Leia mais

Nº Versão/Data: Validade: 1.0 01/10/2014 OUTUBRO/2015 FIN. 07 - BORDERÔS MACROPROCESSO FINANCEIRO PROCESSO CONTAS A PAGAR

Nº Versão/Data: Validade: 1.0 01/10/2014 OUTUBRO/2015 FIN. 07 - BORDERÔS MACROPROCESSO FINANCEIRO PROCESSO CONTAS A PAGAR 1 de 7 msgq - BORDERÔS MACROPROCESSO FINANCEIRO PROCESSO CONTAS A PAGAR BORDERÔS 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS... 2 4. PROCEDIMENTOS... 2 4.1 DEFINIÇÃO DO SERVIÇO E SUA

Leia mais

PROCEDIMENTO GERENCIAL PADRÃO Ref.: FIN-PGP-001_00 Emissão: 22/05/2013 P. 1/14 CARTÃO CORPORATIVO

PROCEDIMENTO GERENCIAL PADRÃO Ref.: FIN-PGP-001_00 Emissão: 22/05/2013 P. 1/14 CARTÃO CORPORATIVO Ref.: FIN-PGP-001_00 Emissão: 22/05/2013 P. 1/14 CARTÃO CORPORATIVO Ref.: FIN-PGP-001_00 Emissão: 22/05/2013 P. 2/14 SUMÁRIO 1. RESUMO DO PROCESSO... 3 2. FLUXOGRAMA... 4 3. OBJETIVO... 5 4. APLICAÇÃO...

Leia mais

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar.

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar. Índice 1) Acesso ao sistema 2) Recepção do paciente 3) Envio do atendimento para faturamento: consulta médica ou procedimentos simples 4) Envio do atendimento para faturamento: procedimentos previamente

Leia mais

Sumário INTRODUÇÃO... 3 INTEGRAÇÃO COM O EMPRESÁRIOERP... 3 AGILIDADE NOS PROCESSOS E APOIO AOS CONTROLES INTERNOS... 3 SAC - ATENDIMENTO...

Sumário INTRODUÇÃO... 3 INTEGRAÇÃO COM O EMPRESÁRIOERP... 3 AGILIDADE NOS PROCESSOS E APOIO AOS CONTROLES INTERNOS... 3 SAC - ATENDIMENTO... Sumário INTRODUÇÃO... 3 INTEGRAÇÃO COM O EMPRESÁRIOERP... 3 AGILIDADE NOS PROCESSOS E APOIO AOS CONTROLES INTERNOS... 3 SAC - ATENDIMENTO... 4 CADASTRO DO TIPO DO ATENDIMENTO... 5 CADASTRO DE CATEGORIAS...

Leia mais

INDICE 1. CADASTRO DE CATEGORIAS...5 2. CADASTRO DE BANCO... 3. CONTAS A RECEBER... 3.1. LANÇAMENTO AUTOMÁTICO DE CONTAS A RECEBER...

INDICE 1. CADASTRO DE CATEGORIAS...5 2. CADASTRO DE BANCO... 3. CONTAS A RECEBER... 3.1. LANÇAMENTO AUTOMÁTICO DE CONTAS A RECEBER... 1 2 INDICE 1. CADASTRO DE CATEGORIAS...5 2. CADASTRO DE BANCO......6 3. CONTAS A RECEBER......6 3.1. LANÇAMENTO AUTOMÁTICO DE CONTAS A RECEBER...6 3.2. LANÇAMENTO MANUAL DE CONTAS A RECEBER...7 3.3. GERAÇÃO

Leia mais

Controles Financeiros - Básico-

Controles Financeiros - Básico- Controles Financeiros - Básico- Introdução Este material irá tratar de controles financeiros que sua empresa deve manter a fim de organizar todo o fluxo de informações que servirão de base para os relatórios.

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema Financeiro Opções Disponíveis a partir da versão 8.0.40 do Sistema Micropost

Manual de Utilização do Sistema Financeiro Opções Disponíveis a partir da versão 8.0.40 do Sistema Micropost O Novo Gerenciador Financeiro Micropost é acessado através do botão "Gerenciador Financeiro" na tela principal do sistema (como mostra a figura 1). Caso o botão esteja desabilitado deve-se entrar nas configurações

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO. ENVIO DE SMS.

MANUAL DE UTILIZAÇÃO. ENVIO DE SMS. MANUAL DE UTILIZAÇÃO. ENVIO DE SMS. Empresa: AZSoluções em Informática ltda. Site:www.azsolucoes.com.br. Sistema: AZCabelo&Estética. Para Acessar as configurações de SMS, acesse o menu da aplicação ->

Leia mais

Banco do Brasil Fonado. Procedimentos iniciais, andamento e finalização das propostas

Banco do Brasil Fonado. Procedimentos iniciais, andamento e finalização das propostas Banco do Brasil Fonado Procedimentos iniciais, andamento e finalização das propostas Passo 1 - O que é BB Fonado? São linhas de credito pessoal, disponível para correntistas do Banco do Brasil. O nome

Leia mais

Movimento. Financeiro. Bancário. Contas a Pagar. Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber. Lançamento de Contas a Receber (simples)

Movimento. Financeiro. Bancário. Contas a Pagar. Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber. Lançamento de Contas a Receber (simples) Movimento Financeiro Contas a Pagar Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber Lançamento de Contas a Receber (simples) Movimento de Caixa Fechamento Caixa Bancos Apropriações de Centros de

Leia mais

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB CNS LEARNING MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB Versão Online 13 Índice ÍNDICE... 1 VISÃO GERAL... 2 CONCEITO E APRESENTAÇÃO VISUAL... 2 PRINCIPAIS MÓDULOS... 3 ESTRUTURAÇÃO... 3 CURSOS... 4 TURMAS... 4

Leia mais

Manual - Versão 1.2 1

Manual - Versão 1.2 1 Manual - Versão 1.2 1 2 Requisitos para emissão da Nota Fiscal de Consumidor eletrônica - Sistema Gerenciador Gestor Prime - Sistema Transmissor - Uninfe Instalado automaticamente pelo Gestor. - Internet

Leia mais

Contas a Pagar - Política de Pagamentos a Fornecedores

Contas a Pagar - Política de Pagamentos a Fornecedores Contas a Pagar - Política de Pagamentos a Fornecedores Setembro / 2013 Bem vindo ao sistema de consultas de pagamentos da TOTVS S/A. Aqui você encontrará informações sobre condições de pagamentos, bem

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Financeiro)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Financeiro) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Financeiro) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 LANÇAMENTO DE CONTAS

Leia mais

Manual Passo a Passo

Manual Passo a Passo Manual Passo a Passo 2014 Passa a passo Loja Virtual 2014 ACESSO SELEÇÃO DE RA CARRINHO DE COMPRAS VISUALIZAR LIVROS DO KIT FECHAR PEDIDO ENDEREÇO DE ENTREGA FECHAR PEDIDO CARTÃO DE CRÉDITO FECHAR PEDIDO

Leia mais

Processo de Compras GENS

Processo de Compras GENS Processo de Compras GENS Manual do Colaborador Versão 2.0 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO... 3 1.1 Objetivos... 3 1.1.1 Objetivo da definição do Processo de Compras... 3 1.1.2 Objetivo deste Manual... 3 2. PROCESSO

Leia mais

AUTO ATENDIMENTO MÓDULO HOTEL

AUTO ATENDIMENTO MÓDULO HOTEL AUTO ATENDIMENTO MÓDULO HOTEL Sumário Pág. Apresentação 3 Pagina inicial 4 Altere sua senha 4 Gerencie seus usuários 5 Usuário novo/perfil 6 Resumo do Ambiente 8 Reservas aguardando confirmação 9 Como

Leia mais

Questões mais freqüentes

Questões mais freqüentes CNH DIGITAL VENDA DIGITAL CONFIGURAÇÕES MINIMAS EQUIPAMENTOS - MODELOS HOMOLOGADOS AUTORIZAÇÃO DE ACESSO CONEXÕES SINCRONIZAÇÃO IHS PROPOSTAS RECIBOS VIA DA PROPOSTA DO CONSORCIADO FECHAMENTO DO BORDERÔ

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.12

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.12 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.12 Pagueban...2 Bancos...2 Configurando Contas...5 Aba Conta Banco...5 Fornecedores Referências Bancárias...7 Duplicatas a Pagar...9 Aba Geral...10 Aba PagueBan...11 Rastreamento

Leia mais

Processo Digital Gerir Combustível Manual do Usuário

Processo Digital Gerir Combustível Manual do Usuário Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado da Casa Civil Subsecretaria de Gestão Superintendência de Gestão do Processo Digital Processo Digital Gerir Combustível Manual do Usuário Histórico

Leia mais

Manual do Almoxarifado SIGA-ADM

Manual do Almoxarifado SIGA-ADM Manual do Almoxarifado SIGA-ADM DIRETORIA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO(DGTI) MARÇO/2012 Requisição de Almoxarifado Requisições O sistema retornará a tela do menu de Administração. Nela selecione

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL BANCO DAYCOVAL SIAPE - CONSIST

ROTEIRO OPERACIONAL BANCO DAYCOVAL SIAPE - CONSIST ROTEIRO OPERACIONAL BANCO DAYCOVAL SIAPE - CONSIST Seguem abaixo as regras que deverão ser seguidas a partir do início das atividades do Correspondente Bancário Daycoval. Este documento é parte integrante

Leia mais

SCPI 8.0. Novas funcionalidades. Conciliação Bancária Automática:

SCPI 8.0. Novas funcionalidades. Conciliação Bancária Automática: SCPI 8.0 Novas funcionalidades A partir de agora o SCPI conta com algumas novas funcionalidades que valem a pena serem comentadas, e dar uma breve introdução de seu funcionamento. Entre elas podemos destacar:

Leia mais

PROGRAMA DE CRÉDITO EDUCATIVO - INVESTCREDE REGULAMENTO

PROGRAMA DE CRÉDITO EDUCATIVO - INVESTCREDE REGULAMENTO PROGRAMA DE CRÉDITO EDUCATIVO - INVESTCREDE 1. DAS INFORMAÇÕES GERAIS REGULAMENTO 1.1 - O presente regulamento objetiva a concessão de Crédito Educativo para estudantes devidamente Matriculados nos cursos

Leia mais

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS. 11 2699-0008 www.rms.com.br

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS. 11 2699-0008 www.rms.com.br GIA 73 SP RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado de comércio e varejo. Este documento

Leia mais

Guia Site Empresarial

Guia Site Empresarial Guia Site Empresarial Índice 1 - Fazer Fatura... 2 1.1 - Fazer uma nova fatura por valores de crédito... 2 1.2 - Fazer fatura alterando limites dos cartões... 6 1.3 - Fazer fatura repetindo última solicitação

Leia mais

Passo-a-passo para alteração de representante legal no CNPJ

Passo-a-passo para alteração de representante legal no CNPJ Passo-a-passo para alteração de representante legal no CNPJ Fundamentação legal: A entidade estará obrigada a atualizar no CNPJ qualquer alteração referente aos seus dados cadastrais até o último dia útil

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA SUPAC DIRETORIA DE GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS DAA MANUAL DE MATRÍCULA 2013/1º

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA SUPAC DIRETORIA DE GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS DAA MANUAL DE MATRÍCULA 2013/1º SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA SUPAC DIRETORIA DE GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS DAA MANUAL DE MATRÍCULA 2013/1º APRESENTAÇÃO Este Manual tem como finalidade orientar os alunos sobre os procedimentos

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA O PRÉ CADASTRO DOS CONTRATOS VENDIDOS NO BALCÃO

INSTRUÇÕES PARA O PRÉ CADASTRO DOS CONTRATOS VENDIDOS NO BALCÃO INSTRUÇÕES PARA O PRÉ CADASTRO DOS CONTRATOS VENDIDOS NO BALCÃO Acesso: digite o CNPJ 02338268000163, seu login e senha no site da UNIODONTO, campo específico: Ou: Clique em Contratos, código de interesse,

Leia mais

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS. 11 2699-0008 www.rms.com.br

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS. 11 2699-0008 www.rms.com.br GARANTIA ESTENDIDA RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado de comércio e varejo.

Leia mais

Treinamento Módulo Contas a Pagar

Treinamento Módulo Contas a Pagar Contas a Pagar Todas as telas de cadastro também são telas de consultas futuras, portanto sempre que alterar alguma informação clique em Gravar ou pressione F2. Teclas de atalho: Tecla F2 Gravar Tecla

Leia mais

Guia de Implantação Bluesoft ERP Fechamento de Caixa

Guia de Implantação Bluesoft ERP Fechamento de Caixa Guia de Implantação Bluesoft ERP Fechamento de Caixa O que é o Fechamento de Caixa? O Fechamento de Caixa consiste, basicamente, em separar e conferir todos os recebimentos que há nos caixas. Essa tarefa

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Treinamento Sistema Folha Union Módulo III

Treinamento Sistema Folha Union Módulo III FOLHA DE PAGAMENTO MÓDULO III - MOVIMENTOS Folha Union> Vale transporte> Geração de movimento de Vale transporte Para que o sistema calcule o valor do vale transporte para o mês de referência é necessário

Leia mais

NFE Nota Fiscal eletrônica. Versão 2.0 (07/2012)

NFE Nota Fiscal eletrônica. Versão 2.0 (07/2012) NFE Nota Fiscal eletrônica Versão 2.0 (07/2012) Sumário INTRODUÇÃO... 2 COMO OBTER AUTORIZAÇÃO PARA EMISSÃO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA... 3 2º VIA DE SOLICITAÇÃO/AUTORIZAÇÃO DE IMPRESSÃO DE DOCUMENTOS FISCAIS...

Leia mais

Manual Sistema Curumim. Índice

Manual Sistema Curumim. Índice Versão 1.0 Índice 1. Instalação do Sistema... 3 2. Botões e Legenda... 4 3. Login do Sistema... 5 4. Tela Principal... 6 5. Dados Cadastrais da Empresa... 7 6. Aluno Cadastro... 8 7. Aluno - Cadastro de

Leia mais

CNPJ: 46.634.507/0001-06 UF: SP. SERVIDOR CORRESPONDENTE

CNPJ: 46.634.507/0001-06 UF: SP. SERVIDOR CORRESPONDENTE CONVÊNIO PREFEITURA MUNICIPAL DE SALTO CNPJ: 46.634.507/0001-06 UF: SP. PÚBLICO ALVO CLT Cargo Efetivo Ativo e CLT Cargo Efetivo Comissionado - Ativo. Observação: Para os casos de (CLT Cargo Efetivo Comissionado

Leia mais

3. Por que é mais moderno? É o único cartão de benefício alimentação do mercado com design na vertical.

3. Por que é mais moderno? É o único cartão de benefício alimentação do mercado com design na vertical. A NOVIDADE 1. Qual a grande novidade da Sodexo para os meus funcionários? Entre os meses de janeiro e abril de 2014, uma novidade chegará às mãos dos seus funcionários: é o novo cartão Sodexo Alimentação

Leia mais

PO - Procedimento Operacional Revisão: 02 Folha: 1 de 7

PO - Procedimento Operacional Revisão: 02 Folha: 1 de 7 PO - Procedimento Operacional Revisão: 02 Folha: 1 de 7 1. OBJETIVO Orientar a condução dos processos de Coordenação e controle de obras, executadas pela Brookfield Incorporações S/A, de forma a garantir

Leia mais

EMISSÃO DE RECIBO ou NOTA FISCAL

EMISSÃO DE RECIBO ou NOTA FISCAL EMISSÃO DE RECIBO ou NOTA FISCAL A SANTA BRANCA TRANSPORTES LTDA em toda a venda de crédito emitirá o cupom fiscal, caso a Empresa adquirente do crédito necessitar de nota fiscal deverá solicitar através

Leia mais

A) Acessar o site da RFB: http://receita.fazenda.gov.br, no menu EMPRESA clicar em CADASTRO CNPJ

A) Acessar o site da RFB: http://receita.fazenda.gov.br, no menu EMPRESA clicar em CADASTRO CNPJ PARA CRIAR CNPJ DA DIREÇÃO MUNICIPAL: 1. É preciso preencher o formulário de inscrição, pela internet 2. Aguardar que a Receita analise a inscrição (é preciso ir consultando pelo site) 3. Quando estiver

Leia mais

SAC Sistema de Acompanhamento de Concessões Manual do Usuário

SAC Sistema de Acompanhamento de Concessões Manual do Usuário 70040-020 Brasília - DF SAC Manual do Usuário Sumário Assunto PÁGINA 1. Objetivos do Manual 3 2. Perfil do Usuário 3 2.1 Coordenador Institucional 3 3. Acesso ao Sistema SAC 3 3.1 Endereço de acesso 3

Leia mais

PASSO A PASSO PARA EMISSÃO DE CERTIFICADO DIGITAL

PASSO A PASSO PARA EMISSÃO DE CERTIFICADO DIGITAL PASSO A PASSO PARA EMISSÃO DE CERTIFICADO DIGITAL 1. Acesse http://siops.datasus.gov.br, opção Certificação Digital. 1.1. Acesse a 1ª ETAPA - Orientações Gerais e leia as informações para ter uma visão

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA SUPAC DIRETORIA DE GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS DAA

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA SUPAC DIRETORIA DE GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS DAA SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA SUPAC DIRETORIA DE GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS DAA 2015.2 APRESENTAÇÃO Este Manual tem como finalidade orientar os alunos sobre os procedimentos necessários

Leia mais

Manual Ciaf NFC-e Gratuito. Cadastro de Clientes 2 Cadastro de Produtos 4 Caixa Diário 9 Cadastro de formas de Pagamento NFCe 13 Emissão NFC-e 17

Manual Ciaf NFC-e Gratuito. Cadastro de Clientes 2 Cadastro de Produtos 4 Caixa Diário 9 Cadastro de formas de Pagamento NFCe 13 Emissão NFC-e 17 Manual Ciaf NFC-e Gratuito Cadastro de Clientes 2 Cadastro de Produtos 4 Caixa Diário 9 Cadastro de formas de Pagamento NFCe 13 Emissão NFC-e 17 1 Cadastro de Clientes Nesta opção iremos armazenar no sistema

Leia mais

GUIA DO INVESTIDOR PARA. Agendamentos no Tesouro Direto

GUIA DO INVESTIDOR PARA. Agendamentos no Tesouro Direto GUIA DO INVESTIDOR PARA Agendamentos no Tesouro Direto Agendamento de Compra 1 Agendamentos Ao entrar na área do site do Tesouro Direto destinada a compras e vendas, o investidor deve acessar o menu Comprar

Leia mais

Produtos Manual de Uso do Revendedor

Produtos Manual de Uso do Revendedor Manual da Intranet Versão 2.0 Produtos Manual de Uso do Revendedor Gerência de Operações Tmx Este manual destina-se a orientar nossas revendas no manuseio deste sistema, que veio para facilitar todo o

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL - PORTOCRED EMPRÉSTIMO PESSOAL COM GARANTIA DE CHEQUE I - Site Portocred

ROTEIRO OPERACIONAL - PORTOCRED EMPRÉSTIMO PESSOAL COM GARANTIA DE CHEQUE I - Site Portocred I - Site Portocred Para acessar o site Portocred, devemos entrar no link: extranet.portocred.com.br/cp e após clicar na opção Crédito Pessoal Perto Check. *Lançar o usuário e a senha que serão informadas

Leia mais

Especificação de Requisitos

Especificação de Requisitos Projeto/Versão: Versão 11.80 Melhoria Requisito/Módulo: 000552 / Conector Sub-Requisito/Função: Multas Tarefa/Chamado: 01.08.01 País: Brasil Data Especificação: 13/05/13 Rotinas Envolvidas Rotina Tipo

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA

NOTA FISCAL ELETRÔNICA NOTA FISCAL ELETRÔNICA Instalação do certificado digital Para cada empresa certificadora existe um manual de instalação. Antes de emitir o certificado no cliente, leia atentamente as instruções do manual.

Leia mais

César Cruz Proprietário [18/04]

César Cruz Proprietário [18/04] César Cruz Proprietário [18/04] Quais devem ser as áreas gerenciadas pelo sistema? O sistema deve ter controle de estoque, ordem de serviços, orçamentos, entradas e saídas, tanto do caixa como de estoque,

Leia mais

IN 105 ATENDIMENTO AO CLIENTE 001. Atividade Autoridade Responsabilidade

IN 105 ATENDIMENTO AO CLIENTE 001. Atividade Autoridade Responsabilidade IN 105 ATENDIMENTO AO CLIENTE 001 1 OBJETIVO Estabelecer as orientações e procedimentos para prestar o atendimento ao cliente que procura algum dos serviços ou produtos que compõe o portfólio e/ou o atendimento

Leia mais

14 - Como para gerar o boleto para pagamento do período das notas lançadas? 16 - Se no mês, o meu cliente não tiver movimento, o que devo fazer?

14 - Como para gerar o boleto para pagamento do período das notas lançadas? 16 - Se no mês, o meu cliente não tiver movimento, o que devo fazer? Manual do Sistema SUMÁRIO 1 O que é o sistema GEFISCO? 2 - Como acessar o sistema GEFISCO? 3 - Como criar um login e uma senha? 4 - Esqueci minha senha, e agora? 5 - Como acessar o Livro Fiscal? 6 - Como

Leia mais

Viva Transporte Coletivo Ltda.

Viva Transporte Coletivo Ltda. Manual de utilização da Loja Virtual - VTWeb Client 1. Acesse: http:// lojavirtual.vivapinda.com.br 2. Insira na Tela de Login o CNPJ ou CPF conforme o tipo de pessoa cadastrada, mais a senha fornecida

Leia mais

Cobrança Itaú. Conheça como funciona o serviço de protesto de títulos.

Cobrança Itaú. Conheça como funciona o serviço de protesto de títulos. Cobrança Itaú Conheça como funciona o serviço de protesto de títulos. Para garantir uma gestão de Cobrança ainda mais eficiente, é preciso que você saiba como funciona o serviço de protesto de títulos

Leia mais

1. Escritório Virtual... 5. 1.1. Atualização do sistema...5. 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5

1. Escritório Virtual... 5. 1.1. Atualização do sistema...5. 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5 1 2 Índice 1. Escritório Virtual... 5 1.1. Atualização do sistema...5 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5 1.3. Cadastro do Escritório...5 1.4. Logo Marca do Escritório...6...6 1.5. Cadastro

Leia mais

1. Sistema de cadastramento para empresas NÃO cadastradas (cadastro inicial) 1.1. Links de acesso direto na área de cadastro

1. Sistema de cadastramento para empresas NÃO cadastradas (cadastro inicial) 1.1. Links de acesso direto na área de cadastro Atualizado: 22 / 04 / 2013 - FAQ - AI 1. Sistema de cadastramento para empresas NÃO cadastradas (cadastro inicial) 1.1. Links de acesso direto na área de cadastro 1.2. Informações gerais 1.3. Tabela Ação

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA e-nota

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA e-nota EBM ASSESSORIA E CONSULTORIA EM INFORMÁTICA LTDA MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA e-nota PRESTADOR / CONTADOR Versão 2.0 Índice 1. Acessar o sistema 2. Notas Eletrônicas 2.1. Emitir

Leia mais

Atenderemos servidores ATIVOS, INATIVOS, MAGISTRADOS e PENSIONISTAS que são pagos pelo próprio TRT-RS.

Atenderemos servidores ATIVOS, INATIVOS, MAGISTRADOS e PENSIONISTAS que são pagos pelo próprio TRT-RS. BANCO CRUZEIRO DO SUL S/A CPP CRÉDITO PESSOAL PARCELADO ESTABELECIMENTO DOS CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONVÊNIO COM O TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO-RS LOJA 1360 PÚBLICO ALVO Atenderemos servidores

Leia mais

Tutorial contas a pagar

Tutorial contas a pagar Tutorial contas a pagar Conteúdo 1. Cadastro de contas contábeis... 2 2. Cadastro de conta corrente... 4 3. Cadastro de fornecedores... 5 4. Efetuar lançamento de Contas à pagar... 6 5. Pesquisar Lançamento...

Leia mais

Renovação Online de Certificados Digitais A3 (Com Boleto Bancário)

Renovação Online de Certificados Digitais A3 (Com Boleto Bancário) Renovação Online de Certificados Digitais A3 (Com Boleto Bancário) Guia de Orientação Todos os direitos reservados. Imprensa Oficial do Estado S.A. 2013 Página 1 de 47 Índice PRÉ-REQUISITOS PARA INSTALAÇÃO...

Leia mais

Nota Técnica de GTI Orientações para prestação de contas dos projetos de P&D contratados pela Eletronorte

Nota Técnica de GTI Orientações para prestação de contas dos projetos de P&D contratados pela Eletronorte Local/Data: Brasília, 20 de setembro de 2013 GTI-003/2013 Fl. 1/7 Nota Técnica de GTI Orientações para prestação de contas dos projetos de P&D contratados pela Eletronorte 1. INTRODUÇÃO: A presente Nota

Leia mais

CARTILHA INSCRIÇÃO MUNICIPAL E REDESIM

CARTILHA INSCRIÇÃO MUNICIPAL E REDESIM CARTILHA INSCRIÇÃO MUNICIPAL E REDESIM 1- ATRAVÉS DA REDESIM PORTAL REGIN 1.1 -SOLICITAÇÃO DE INSCRIÇÃO MUNICIPAL ( EMPRESA SEM REGISTRO NA JUCEB) PASSO 1: PEDIDO DE VIABILIDADE DE INSCRIÇÃO A empresa

Leia mais

Processo de Pagamento de solicitações de ingressos para o Público Geral para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014

Processo de Pagamento de solicitações de ingressos para o Público Geral para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 1. Quais são os meios de pagamento aceitos? Nas Fases de Vendas nº 1 e nº 2, é possível realizar pagamentos para compra de Ingressos pelos seguintes meios: - Cartão de pagamento - VISA - Outros cartões

Leia mais

ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012

ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012 ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012 1. INSTALAÇÃO DO GESTOR Confira abaixo as instruções de como instalar o sistema Gestor. Caso já tenha realizado esta instalação avance ao passo seguinte:

Leia mais

APRENDA AS MUDANÇAS DE FORMA FÁCIL

APRENDA AS MUDANÇAS DE FORMA FÁCIL 2014 APRENDA AS MUDANÇAS DE FORMA FÁCIL I S O esocial está causando arrepios, mas pouca gente já sabe exatamente o que é. Em poucas palavras, o esocial é um programa do governo federal que tenta consolidar

Leia mais

SE Brasília/DF Jan./2013 24.000 ex. 10,5x29,7cm Editora MS/CGDI/SAA OS 2013/0124

SE Brasília/DF Jan./2013 24.000 ex. 10,5x29,7cm Editora MS/CGDI/SAA OS 2013/0124 1 12 SE Brasília/DF Jan./2013 24.000 ex. 10,5x29,7cm Editora MS/CGDI/SAA OS 2013/0124 SE Brasília/DF Jan./2013 24.000 ex. 10,5x29,7cm Editora MS/CGDI/SAA OS 2013/0124 12 Em 2013, o registro de dados no

Leia mais

REUNIÃO TÉCNICA SOBRE PRESTAÇÃO DE CONTAS DOS CONVÊNIOS RELATIVOS AO PROGRAMA DE BOLSAS UNIVERSITÁRIAS DE SANTA CATARINA UNIEDU

REUNIÃO TÉCNICA SOBRE PRESTAÇÃO DE CONTAS DOS CONVÊNIOS RELATIVOS AO PROGRAMA DE BOLSAS UNIVERSITÁRIAS DE SANTA CATARINA UNIEDU REUNIÃO TÉCNICA SOBRE PRESTAÇÃO DE CONTAS DOS CONVÊNIOS RELATIVOS AO PROGRAMA DE BOLSAS UNIVERSITÁRIAS DE SANTA CATARINA UNIEDU DIES/Junho/2015 Em razão das definições para repasses relativos aos convênios

Leia mais

Renovação Online de Certificados Digitais A3

Renovação Online de Certificados Digitais A3 Renovação Online de Certificados Digitais A3 Guia de Orientação Todos os direitos reservados. Imprensa Oficial do Estado S.A. 2014 Página 1 de 45 Índice PRÉ-REQUISITOS PARA INSTALAÇÃO... 3 VERIFICANDO

Leia mais

Material de apoio. Disponível no site: : www.justica.gov.br, no link: Entidades Sociais >> CNES.

Material de apoio. Disponível no site: : www.justica.gov.br, no link: Entidades Sociais >> CNES. Material de apoio Disponível no site: : www.justica.gov.br, no link: Entidades Sociais >> CNES. Material de apoio Disponível no site: : www.justica.gov.br, no link: Entidades Sociais >> CNES. Portaria

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO NEW BRANDING INNOVATION MBA 1º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO NEW BRANDING INNOVATION MBA 1º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO NEW BRANDING INNOVATION MBA 1º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas para inscrição

Leia mais

CPP Comitê de Publicações Periódicas REVISTA VIVÊNCIA - ESG

CPP Comitê de Publicações Periódicas REVISTA VIVÊNCIA - ESG CPP Comitê de Publicações Periódicas REVISTA VIVÊNCIA - ESG REVISTA VIVÊNCIA A Revista Vivência é uma publicação periódica escrita por seus próprios consumidores. Essa característica é raramente encontrada

Leia mais

SUMÁRIO 1. INFORMAÇÕES IMPORTANTES... 2

SUMÁRIO 1. INFORMAÇÕES IMPORTANTES... 2 SUMÁRIO 1. INFORMAÇÕES IMPORTANTES... 2 1.1. Conceitos... 2 1.2. Como funciona... 2 1.3. Convênios disponíveis para Portabilidade... 2 1.4. Documentação Para Liberação da Proposta... 2 2. PROCEDIMENTOS

Leia mais