MANUAL BÁSICO DE NORMAR E ROTINAS DEPARTAMENTO FINANCEIRO. Contamos com o comprometimento e colaboração de todos.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL BÁSICO DE NORMAR E ROTINAS DEPARTAMENTO FINANCEIRO. Contamos com o comprometimento e colaboração de todos."

Transcrição

1 MANUAL BÁSICO DE NORMAR E ROTINAS DEPARTAMENTO FINANCEIRO DISPOSIÇÕES INICIAIS O manual trás um resumo de algumas normas e rotinas que devem ser seguidas para o bom desempenho das tarefas necessárias para o cumprimento das normas propostas pelo Grupo Berlanda, no que tange ao departamento financeiro. Contamos com o comprometimento e colaboração de todos. Contatos pessoais com o departamento: Gerente Financeira: Analista: Analista: Assistente: DESPESAS DIVERSAS: 1 as despesas NÃO devem ser pagas antecipadamente via caixa da filial sem ter em mãos o de autorização do departamento competente; 2 após a autorização deve-se observar com precisão o histórico de lançamento no caixa através da consulta no F-4, para que cada despesa seja contabilizada no histórico correto; 3 toda despesa deve ser seguida de uma NOTA FISCAL ou CUPOM FISCAL que valide a despesa junto aos lançamentos contábeis exigidos; 4 no verso de cada nota deve estar escrito a lápis a justificativa da despesa;

2 5 se receber na filial qualquer fatura, boleto ou nota, as mesmas devem ser enviadas via malote aos cuidados de Maristela, obrigatoriamente seguidas de uma CI explicativa para que ao chegar à matriz possamos entender do que se trata; 6 as faturas de telefone serão enviadas para a filial e devem ser justificadas ligação por ligação; 7 as ligações particulares NÃO são permitidas. Se houver, deve ser justificada também e seguir o vale devidamente assinado; 8 casos não citados acima favor entrar em contato conosco via antes de remeter para a matriz. DEPÓSITOS BANCÁRIOS: 1 CHEQUES 1.1 os cheques devem ser separados em BONS e PRÉ; 1.2 os cheques BONS devem ser depositados no mesmo dia do caixa; 1.3 os cheques PRÉ devem ser enviados junto com o caixa do dia para a MATRIZ, lançados na conta 500 com o valor total somado que deve ser igual ao lançado no sistema, fixar o chorão com a MESMA DATA da prédatação lançada no sistema, isso deve ser verificado com muita ATENÇÃO; 1.4 são obrigatórias as anotações no verso dos cheques tais como: nome e Nº da filial e código do cliente no sistema SGI; 1.5 são obrigatórias as consultas cadastrais antes de fechar a venda com cheques para que não tenhamos problemas futuros; 1.6 utilizar o carimbo identificador de cada filial (se não tiver) deve ser solicitado ao departamento de almoxarifado; 1.7 todo cheque deve estar nominal para DB S/A ou LOJAS BERLANDA e deve ser cruzado; 1.8 NÃO é permitido receber cheques de terceiros; NÃO é permitido dar troco de cheques, salvo limite permitido pelo departamento de crédito e cobrança;

3 1.10 resgate de cheques pré-datados somente com autorização e solicitação via para com todos os dados pertinentes para pesquisa e analise de cada solicitação; 1.11 cheques devolvidos que já estão lançados no sistema nos códigos dos clientes gerando a inadimplência, para acertos de pagamentos devem ser solicitados ao departamento de crédito e cobrança. 2 DINHEIRO os depósitos em dinheiro devem ser efetuados no mesmo dia, nos caixas automáticos dos bancos ou em alguns casos diretamente no caixa de atendimento pessoal; 2. 2 as cédulas devem ser examinadas para evitar recepção de notas falsas; as transferências lançadas no caixa devem ser EXATAMENTE no mesmo valor do dinheiro que se está levando para depósito. Este processo requer cuidado e ATENÇÃO porque pode levar a emissão de vales para o responsável. Inclusive os dados do nº do envelope do banco devem ser criteriosamente digitados CORRETAMENTE. 2.4 quaisquer divergências entre recibos e lançamentos no caixa devem ser imediatamente informados para um dos s acima citados. 3 DEPÓSITOS CLIENTES CONFIRMAÇÃO BAIXA DE PARCELAS: 3.1 é PROBIDO dar informações dos dados das contas da DB S/A ou das LOJAS BERLANDA para clientes efetuar depósitos para possíveis pagamentos de parcelas, se houver insistência e informação será de inteira responsabilidade da filial (gerência e crediário);

4 Exceto, alguns casos que estão em andamento e devem seguir o padrão abaixo: Banco: Valor do depósito: Data do depósito: Nome Cliente e Código: Nº da parcela: Vencimento da parcela: Nº do envelope: As informações devem ser enviadas via conforme rol citada acima, para que possamos fazer a conferência e confirmação do crédito na conta da empresa (DB S/A Brasil agência conta e LB Brasil agência conta ). Este processo não é de um dia para o outro e a filial deve aguardar o RETORNO sem preocupação. Nos casos destas exceções as filiais NÃO podem baixar a parcela, quem confere e BAIXA as parcelas é o caixa geral aqui da MATRIZ. 3.2 todos os acertos de pagamentos, os quais os clientes residem em outras cidades, devem ser via BOLETOS bancário e deve ser consultado o departamento de crédito e cobrança para a emissão dos boletos, isso permite segurança e tranquilidade para as filiais e deve ser cumprido. 4 CONCILIAÇÃO BANCÁRIA: 4.1 por ser um processo informatizado é OBRIGATÓRIO o cumprimento correto dos lançamentos dos depósitos/transferências digitados nos bancos e/ou sistema SGI de caixa; 4.2 transferir exatamente o valor que consta no recibo do depósito bancário;

5 4.3 as transferências no sistema devem ser nos códigos dos bancos os quais a filial tem permissão para depositar. Exemplo: 9903, 9905, 9909 etc. dúvidas entrar em contato via acima citados; 4.4 quaisquer lançamentos que sejam efetuados com valores divergentes uns dos outros geram problemas na conciliação e no fechamento contábil, ocasionando prejuízos no balanço final para a empresa. 5 DISPOSIÇÕES GERAIS 5.1 cancelamento de vendas via cartão de crédito deve ser solicitada ao departamento de TI e não com o departamento financeiro; 5.2 não é permitida a devolução de dinheiro para cliente sem analise e autorização do departamento financeiro; 5.3 vendas para pagamentos com: BOLETO, EMPENHO ESTADUAL, CARTAS DE CRÉDITO, DEPÓSITOS BANCÁRIOS, somente devem ser concluídas após a filial solicitar a confirmação do crédito na conta da empresa e o retorno do financeiro confirmando ou não o crédito. Muita atenção e cautela antes de entregar as mercadorias. Bom trabalho e obrigada pela colaboração.

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.07 Movimentações... 4 Movimentações de Caixa... 4 Entradas... 6 Recebimento em Dinheiro... 8 Recebimento em Cheque... 8 Troco... 15 Saídas... 17 Movimentações de Banco... 22

Leia mais

Checklist dos Principais Processos do WinThor Atacado

Checklist dos Principais Processos do WinThor Atacado Checklist dos Principais Processos do WinThor Atacado Após atualizar a versão em ambiente de teste, faça o checklist abaixo executando todas as rotinas listadas. Esta validação dos principais processos

Leia mais

Manual de Normas e Procedimentos Comercial.

Manual de Normas e Procedimentos Comercial. Manual de Normas e Procedimentos Comercial. Gerência Comercial. Referência: Versão: Revisado 1.1 Data: 21/07/2014 21de Julho de 2014 Sumário Definição da Área Comercial.... 3 Representação da área comercial....

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO PARA FUNCIONÁRIOS

REGULAMENTO INTERNO PARA FUNCIONÁRIOS REGULAMENTO INTERNO PARA FUNCIONÁRIOS O presente regulamento interno prescreve normas e procedimentos que devem ser rigorosamente respeitadas pelos funcionários que aceitarem trabalhar para a empresa,

Leia mais

CONCEPCIONISTAS MISSIONÁRIAS DO ENSINO SETOR: ADMINISTRATIVO MANUAL DE PROCESSOS

CONCEPCIONISTAS MISSIONÁRIAS DO ENSINO SETOR: ADMINISTRATIVO MANUAL DE PROCESSOS CONCEPCIONISTAS MISSIONÁRIAS DO ENSINO SETOR: ADMINISTRATIVO MANUAL DE PROCESSOS SETOR: Nº DOC.: FOLHA:02/16 MATRIZ DE PROCESSOS E ATIVIDADES Missão: Organizar e controlar o sistema contábil/financeiro

Leia mais

Movimento. Financeiro. Bancário. Contas a Pagar. Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber. Lançamento de Contas a Receber (simples)

Movimento. Financeiro. Bancário. Contas a Pagar. Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber. Lançamento de Contas a Receber (simples) Movimento Financeiro Contas a Pagar Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber Lançamento de Contas a Receber (simples) Movimento de Caixa Fechamento Caixa Bancos Apropriações de Centros de

Leia mais

Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5

Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5 Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5 O sistema T-Car-Win está sendo atualizado para a versão 1.15.5. Esta versão tem o objetivo de agregar as seguintes funcionalidades ao sistema: Possibilidade

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTO DE CONTAS A PAGAR FORNECEDOR NACIONAL

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTO DE CONTAS A PAGAR FORNECEDOR NACIONAL 0/05/203 PCP-0 Coord.. INTRODUÇÃO O Procedimento de Fornecedor Nacional tem por objetivo estabelecer as normas para o processo de pagamento a fornecedores nacionais e colaboradores através do sistema SAP,

Leia mais

Guia de Implantação Bluesoft ERP Fechamento de Caixa

Guia de Implantação Bluesoft ERP Fechamento de Caixa Guia de Implantação Bluesoft ERP Fechamento de Caixa Objetivo O objetivo deste guia é fornecer um roteiro para a implantação módulo Fechamento de Caixa do sistema Bluesoft ERP. O que é o Fechamento de

Leia mais

INDICE 1. CADASTRO DE CATEGORIAS...5 2. CADASTRO DE BANCO... 3. CONTAS A RECEBER... 3.1. LANÇAMENTO AUTOMÁTICO DE CONTAS A RECEBER...

INDICE 1. CADASTRO DE CATEGORIAS...5 2. CADASTRO DE BANCO... 3. CONTAS A RECEBER... 3.1. LANÇAMENTO AUTOMÁTICO DE CONTAS A RECEBER... 1 2 INDICE 1. CADASTRO DE CATEGORIAS...5 2. CADASTRO DE BANCO......6 3. CONTAS A RECEBER......6 3.1. LANÇAMENTO AUTOMÁTICO DE CONTAS A RECEBER...6 3.2. LANÇAMENTO MANUAL DE CONTAS A RECEBER...7 3.3. GERAÇÃO

Leia mais

MÓDULO. Básico. Grupo Acert - 1

MÓDULO. Básico. Grupo Acert - 1 MÓDULO Básico Grupo Acert - 1 ÍNDICE Clientes / Fornecedores Comercial Expedição Estoque Compras 03 04 05 06 07 Faturamento Finanças Controle de Crédito Sintegra Cobrança Eletrônica 08 09 10 10 11 Esta

Leia mais

Sistema de Devolução Web

Sistema de Devolução Web Manual Sistema de Devolução Web Usuário Cliente ÍNDICE Sumário 1. Prazos...3 2. Solicitação de Devolução... 4 3. Autorização de Devolução... 4 4. Coleta de Mercadoria... 4 5. Acompanhamento da Devolução...

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO Palácio Moysés Vianna Unidade Central de Controle Interno

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO Palácio Moysés Vianna Unidade Central de Controle Interno PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO Palácio Moysés Vianna Unidade Central de Controle Interno INSTRUÇÃO NORMATIVA UCCI Nº 005/2012 VERSÃO 01 ASSUNTO: PROCEDIMENTOS A SEREM CUMPRIDOS NAS ROTINAS

Leia mais

Contas a Pagar - Política de Pagamentos a Fornecedores

Contas a Pagar - Política de Pagamentos a Fornecedores Contas a Pagar - Política de Pagamentos a Fornecedores Setembro / 2013 Bem vindo ao sistema de consultas de pagamentos da TOTVS S/A. Aqui você encontrará informações sobre condições de pagamentos, bem

Leia mais

Guia de Implantação Bluesoft ERP Fechamento de Caixa

Guia de Implantação Bluesoft ERP Fechamento de Caixa Guia de Implantação Bluesoft ERP Fechamento de Caixa O que é o Fechamento de Caixa? O Fechamento de Caixa consiste, basicamente, em separar e conferir todos os recebimentos que há nos caixas. Essa tarefa

Leia mais

Faturamento Finanças Controle de Crédito Sintegra Cobrança Eletrônica. Clientes / Fornecedores Comercial Expedição Estoque Compras

Faturamento Finanças Controle de Crédito Sintegra Cobrança Eletrônica. Clientes / Fornecedores Comercial Expedição Estoque Compras MÓDULO Básico ÍNDICE Clientes / Fornecedores Comercial Expedição Estoque Compras 03 04 05 06 07 Faturamento Finanças Controle de Crédito Sintegra Cobrança Eletrônica 08 09 10 10 11 Esta apresentação exemplifica

Leia mais

Criar uma sistemática para orientar e padronizar o processo do caixa.

Criar uma sistemática para orientar e padronizar o processo do caixa. Página 1 de 5 1 OBJETIVO Criar uma sistemática para orientar e padronizar o processo do caixa. 2 FLUXOGRAMA DO PROCESSO 3 DEFINIÇÕES Varejo: são produtos a pronta-entrega (Linha Natufarma, Produto de revenda)

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE TESOURARIA ONLINE PADRÃO_VGTUCOPE

GUIA RÁPIDO DE TESOURARIA ONLINE PADRÃO_VGTUCOPE GUIA RÁPIDO DE TESOURARIA ONLINE PADRÃO_VGTUCOPE RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para

Leia mais

Treinamento de. Linx Pos

Treinamento de. Linx Pos Treinamento de caixa Linx Pos Será instalados no terminal da loja, o ícone, conforme imagem abaixo: Linx POS ÍNDICE Abertura de caixa e leitura X Lançamentos Cancelamento de itens Consulta preços no ato

Leia mais

MANUAL FINANCEIRO MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS

MANUAL FINANCEIRO MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS MANUAL FINANCEIRO MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO...3 2 REALIZANDO UMA ARRECADAÇÃO...4 2.1 IMPORTAÇÃO TRIBUTOS COM A CONTABILIDADE...4 2.2 BOLETIM DE ARRECADAÇÃO...4 2.1.1

Leia mais

REGISTRO DE ATIVIDADES DO PROCESSO - RAP

REGISTRO DE ATIVIDADES DO PROCESSO - RAP UNIDADE 2.6.15.1 Atender cliente Atender o cliente e analisar a solicitação para identificar se é restituição por pagamento indevido (erro de leitura, erro de cadastro, faturamento indevido), pagamento

Leia mais

FINANCEIROS FUNCIONALIDADES

FINANCEIROS FUNCIONALIDADES Os aplicativos financeiros da MPS - Contas a Receber, Contas a Pagar e Fluxo de Caixa - são utilizados por diversos clientes e possuem todas as funcionalidades operacionais necessárias, além de opções

Leia mais

TARIFAS BANCÁRIAS. Para abrir uma conta, os bancos exigem um depósito inicial, que varia conforme a instituição.

TARIFAS BANCÁRIAS. Para abrir uma conta, os bancos exigem um depósito inicial, que varia conforme a instituição. TARIFAS BANCÁRIAS A utilização de bancos é praticamente indispensável aos cidadãos. Contas e impostos, salários e seguros-desemprego são exemplos de transferência de dinheiro normalmente intermediada por

Leia mais

Manual do Processo de Controladoria

Manual do Processo de Controladoria Manual do Processo de Controladoria Apresentação MV Sumário Processo de Controladoria 5 Leia-me primeiro... 5 Contas a Pagar -... Provisionamento 7 Validar Dados da Nota Fiscal... 11 Registro no Contas

Leia mais

Passos para teste de boletos pré-produção

Passos para teste de boletos pré-produção Passos para teste de boletos pré-produção Os passos citados abaixo apenas poderão ser efetuados após a homologação dos boletos junto ao banco. Este processo é realizado pela MTI e liberado à empresa que

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA A Serveloja soluções empresariais é uma empresa de tecnologia, especialista em consultoria, serviços financeiros e softwares. Disponibilizamos diversas soluções de cobranças

Leia mais

PRODUTEC INTEGRAÇÃO INTELIGENTE

PRODUTEC INTEGRAÇÃO INTELIGENTE PRODUTEC INTEGRAÇÃO INTELIGENTE Com duas décadas e meia no mercado, a garantia de excelência e segurança são marcas registradas dos produtos e serviços Produtec. Direcionados à gestão empresarial, as soluções

Leia mais

Manual Passo a Passo

Manual Passo a Passo Manual Passo a Passo 2014 Passa a passo Loja Virtual 2014 ACESSO SELEÇÃO DE RA CARRINHO DE COMPRAS VISUALIZAR LIVROS DO KIT FECHAR PEDIDO ENDEREÇO DE ENTREGA FECHAR PEDIDO CARTÃO DE CRÉDITO FECHAR PEDIDO

Leia mais

PRODUTEC INTEGRAÇÃO INTELIGENTE

PRODUTEC INTEGRAÇÃO INTELIGENTE PRODUTEC INTEGRAÇÃO INTELIGENTE Com duas décadas e meia no mercado, a garantia de excelência e segurança são marcas registradas dos produtos e serviços Produtec. Direcionados à gestão empresarial, as soluções

Leia mais

Sistema MSYS - Sistema Financeiro para Produtoras de Cinema e Vídeo

Sistema MSYS - Sistema Financeiro para Produtoras de Cinema e Vídeo Sistema MSYS - Sistema Financeiro para Produtoras de Cinema e Vídeo Resumo O desenvolvimento de um sistema específico para Produtoras de Cinema foi iniciado em 1984, quando fui convidado pela Companhia

Leia mais

Atenderemos servidores ATIVOS, INATIVOS, MAGISTRADOS e PENSIONISTAS que são pagos pelo próprio TRT-RS.

Atenderemos servidores ATIVOS, INATIVOS, MAGISTRADOS e PENSIONISTAS que são pagos pelo próprio TRT-RS. BANCO CRUZEIRO DO SUL S/A CPP CRÉDITO PESSOAL PARCELADO ESTABELECIMENTO DOS CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONVÊNIO COM O TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO-RS LOJA 1360 PÚBLICO ALVO Atenderemos servidores

Leia mais

Manual Passo a Passo

Manual Passo a Passo Manual Passo a Passo 2015 ACESSO SELEÇÃO DE RA SELEÇÃO DO PRODUTO CARRINHO DE COMPRAS FECHAR PEDIDO ENDEREÇO DE ENTREGA TIPO DE FRETE INFORMAÇÃO DE PAGAMENTO PAGAMENTO CARTÃO DE CRÉDITO PAGAMENTO BOLETO

Leia mais

4 MÓDULO 4 DOCUMENTOS COMERCIAIS

4 MÓDULO 4 DOCUMENTOS COMERCIAIS 44 4 MÓDULO 4 DOCUMENTOS COMERCIAIS 4.1 Cheque O cheque é uma ordem de pagamento à vista. Pode ser recebido diretamente na agência em que o emitente mantém conta ou depositado em outra agência, para ser

Leia mais

Relatórios. Financeiro... 3. Detalhes financeiros da classe... 3. Detalhes financeiros do plano... 4. Detalhes financeiros dos alunos...

Relatórios. Financeiro... 3. Detalhes financeiros da classe... 3. Detalhes financeiros do plano... 4. Detalhes financeiros dos alunos... Relatórios Financeiro... 3 Detalhes financeiros da classe... 3 Detalhes financeiros do plano... 4 Detalhes financeiros dos alunos... 5 Vencimento diferenciado... 6 Não emitir boleto... 7 Diferenças entre

Leia mais

Credipax. A utilização do crédito será possível imediatamente após a última fase de aprovação do processo. (Três dias úteis, a partir da solicitação).

Credipax. A utilização do crédito será possível imediatamente após a última fase de aprovação do processo. (Três dias úteis, a partir da solicitação). Credipax O que é Credipax? O Credipax é uma evolução da carta de crédito que confere maior conforto à filial e ao cliente. Através da automação dos trabalhos e modernização do conceito o processo ganhou

Leia mais

TESOURARIA ONLINE PADRÃO_VGTUCOPE

TESOURARIA ONLINE PADRÃO_VGTUCOPE TESOURARIA ONLINE PADRÃO_VGTUCOPE RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado de comércio

Leia mais

IMPORTAÇÃO DE DADOS DO SIG DO CLIENTE PARA O SAT

IMPORTAÇÃO DE DADOS DO SIG DO CLIENTE PARA O SAT Conteúdo 1. IMPORTAÇÃO DE DADOS DO SIG DO CLIENTE PARA O SAT... 2 1.1 Importação do SINTEGRA/SEF OU SPED FISCAL... 2 1.2 Importação dos INVENTÁRIOS MENSAIS ou TRIMESTRAIS.... 3 1.3 Importação da base de

Leia mais

Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica

Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Introdução A emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica traz ao cliente TTransp a possibilidade de documentar eletronicamente as operações de serviço prestadas

Leia mais

Controles Financeiros - Básico-

Controles Financeiros - Básico- Controles Financeiros - Básico- Introdução Este material irá tratar de controles financeiros que sua empresa deve manter a fim de organizar todo o fluxo de informações que servirão de base para os relatórios.

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO APLICATIVO CONTROLY E DO CARTÃO CONTROLY

TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO APLICATIVO CONTROLY E DO CARTÃO CONTROLY TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO APLICATIVO CONTROLY E DO CARTÃO CONTROLY Os presentes termos e condições gerais de uso (os Termos de Uso ) definem os direitos e obrigações aplicáveis aos usuários do

Leia mais

Cobrança Itaú. Conheça como funciona o serviço de protesto de títulos.

Cobrança Itaú. Conheça como funciona o serviço de protesto de títulos. Cobrança Itaú Conheça como funciona o serviço de protesto de títulos. Para garantir uma gestão de Cobrança ainda mais eficiente, é preciso que você saiba como funciona o serviço de protesto de títulos

Leia mais

Solução para Automação Comercial

Solução para Automação Comercial Solução para Automação Comercial Programa Aplicativo Fiscal Emissor Cupom Fiscal (PAF-ECF) Impressoras Fiscais Permite comunicação com diversos modelos de impressoras fiscais, tais como: Daruma, Bematech,

Leia mais

Procedimento Quanto a Solicitação e Emissão de Cheque Avulso

Procedimento Quanto a Solicitação e Emissão de Cheque Avulso I - FINALIDADE: Informatizar o processo de solicitação e emissão de cheques avulsos, além de proporcionar maior segurança e sigilo das informações. II - ÂMBITO DE APLICAÇÃO: Este procedimento se aplica

Leia mais

MANUAL PARA IMPLANTAÇÃO DO SALDO DA DISPONIBILIDADE FINANCEIRA

MANUAL PARA IMPLANTAÇÃO DO SALDO DA DISPONIBILIDADE FINANCEIRA MANUAL PARA IMPLANTAÇÃO DO SALDO DA DISPONIBILIDADE FINANCEIRA Para controlar o novo grupo da disponibilidade financeira do PCASP (grupo 8), temos que primeiramente apurar a disponibilidade do Órgão e

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL - PORTOCRED EMPRÉSTIMO PESSOAL COM GARANTIA DE CHEQUE I - Site Portocred

ROTEIRO OPERACIONAL - PORTOCRED EMPRÉSTIMO PESSOAL COM GARANTIA DE CHEQUE I - Site Portocred I - Site Portocred Para acessar o site Portocred, devemos entrar no link: extranet.portocred.com.br/cp e após clicar na opção Crédito Pessoal Perto Check. *Lançar o usuário e a senha que serão informadas

Leia mais

APRESENTAÇÃO... 3 OBJETIVO... 3 QUEM DEVE USAR... 3 CAPÍTULO 1 - INICIANDO O SISTEMA... 4

APRESENTAÇÃO... 3 OBJETIVO... 3 QUEM DEVE USAR... 3 CAPÍTULO 1 - INICIANDO O SISTEMA... 4 INDICE APRESENTAÇÃO... 3 OBJETIVO... 3 QUEM DEVE USAR... 3 CAPÍTULO 1 - INICIANDO O SISTEMA... 4 1.1 - ENTRADA NO SISTEMA... 4 1.2 - TELA DO ORGANIZADOR DO MULTICONTAS... 4 CAPÍTULO 2 - FUNCIONALIDADES

Leia mais

Presenteie parentes ou amigos em qualquer lugar do Brasil.

Presenteie parentes ou amigos em qualquer lugar do Brasil. Compras de Final de Ano Veja as vantagens e como é prático comprar pela internet: Você não sai de casa para comprar; Recebe o produto no conforto do seu lar; Filas? Esqueça; Não precisa bater perna atrás

Leia mais

Material de Apoio. SEB - Contas a Pagar. Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com

Material de Apoio. SEB - Contas a Pagar. Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com Material de Apoio SEB - Contas a Pagar Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com Conteúdo CONFIGURAÇÃO... 3 Cadastro de Fornecedores... 3 Métodos de Pagamento...

Leia mais

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 023

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 023 1/ 7 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão geral do documento e adequação dos registros e padrões Demais envolvidos na análise e aprovação Área / Processo Responsável

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema Financeiro Opções Disponíveis a partir da versão 8.0.40 do Sistema Micropost

Manual de Utilização do Sistema Financeiro Opções Disponíveis a partir da versão 8.0.40 do Sistema Micropost O Novo Gerenciador Financeiro Micropost é acessado através do botão "Gerenciador Financeiro" na tela principal do sistema (como mostra a figura 1). Caso o botão esteja desabilitado deve-se entrar nas configurações

Leia mais

Termos e Condições de Compra e Venda dos Produtos Feminine

Termos e Condições de Compra e Venda dos Produtos Feminine Prezada Cliente, Temos muito orgulho da qualidade superior dos nossos produtos e queremos que você fique satisfeita com a sua compra. Acreditamos em oferecer o melhor valor, qualidade e produto para as

Leia mais

Condições Gerais de Uso Cartão Rendimento Visa TravelMoney

Condições Gerais de Uso Cartão Rendimento Visa TravelMoney Condições Gerais de Uso Cartão Rendimento Visa TravelMoney BANCO RENDIMENTO S/A, com sede na Av. Brigadeiro Faria Lima, 2.092, 19ºandar, São Paulo, Capital, inscrito no C.N.P.J. sob no. 68.900.810/0001-38,

Leia mais

PROJETO NOVA ASEEL INSTRUÇÃO NORMATIVA 001 DE FINANÇAS E CONTABILIDADE REVISÃO 005 JUNHO 2008 APROVADA NA ATA DE REUNIÃO 352/2008

PROJETO NOVA ASEEL INSTRUÇÃO NORMATIVA 001 DE FINANÇAS E CONTABILIDADE REVISÃO 005 JUNHO 2008 APROVADA NA ATA DE REUNIÃO 352/2008 PROJETO NOVA ASEEL INSTRUÇÃO NORMATIVA 001 DE FINANÇAS E CONTABILIDADE REVISÃO 005 JUNHO 2008 APROVADA NA ATA DE REUNIÃO 352/2008 1/6 ÍNDICE 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 2. OBJETIVOS 3. ABRANGÊNCIA E VIGÊNCIA

Leia mais

POLÍTICA DE PAGAMENTO

POLÍTICA DE PAGAMENTO POLÍTICA DE PAGAMENTO 1. OBJETIVO Estabelecer todos os critérios para o pagamento de fornecedores e prestadores de serviços aos empreendimentos administrados pela Itambé, bem como orientar todos os interlocutores

Leia mais

Ello Master & Ello Gerencial PRINCIPAIS RECURSOS

Ello Master & Ello Gerencial PRINCIPAIS RECURSOS Recursos Ello & Ello PRINCIPAIS RECURSOS SPED Compra Legal Sintegra Consulta preço Consignação Controle de entregas Pedido a fornecedor Ordem de produção (produtos produzidos/indústria) Entradas simplificada

Leia mais

Pré Autorização. Guia LOCADORAS DE VEÍCULOS

Pré Autorização. Guia LOCADORAS DE VEÍCULOS Guia LOCADORAS DE VEÍCULOS A Pré Autorização é o produto ideal que garante o pagamento das despesas de locação de veículos. Ao realizar uma Pré Autorização, o seu estabelecimento tem a segurança e a garantia

Leia mais

1223o TUTORIAL CADASTRO DE FINALIZADORAS. Realização: DEPARTAMENTO DE IMPLANTAÇÃO EQUIPE DE DOCUMENTAÇÃO

1223o TUTORIAL CADASTRO DE FINALIZADORAS. Realização: DEPARTAMENTO DE IMPLANTAÇÃO EQUIPE DE DOCUMENTAÇÃO 1223o TUTORIAL CADASTRO DE FINALIZADORAS Realização: DEPARTAMENTO DE IMPLANTAÇÃO EQUIPE DE DOCUMENTAÇÃO TUTORIAL CADASTRO DE FINALIZADORAS O objetivo deste tutorial é apresentar os procedimentos necessários

Leia mais

Uma vez feito o pagamento você poderá enviar um e-mail ou fax com o comprovante para o seguinte:

Uma vez feito o pagamento você poderá enviar um e-mail ou fax com o comprovante para o seguinte: DEPARTAMENTO FINANCEIRO DA CORPORATE GIFTS O departamento financeiro da Corporate Gifts orgulha-se pela nossa capacidade de fornecer aos nossos clientes um serviço seguro, preciso e imediato. Será um prazer

Leia mais

Confira o fluxograma do software a seguir e entenda como funciona. Rua Osvaldo Aranha, 449 Centro Cep: 85.501-310 Pato Branco Paraná.

Confira o fluxograma do software a seguir e entenda como funciona. Rua Osvaldo Aranha, 449 Centro Cep: 85.501-310 Pato Branco Paraná. Confira o fluxograma do software a seguir e entenda como funciona. Rua Osvaldo Aranha, 449 Centro Cep: 85.501-310 Pato Branco Paraná. Envio de e-mail s pelo sistema vinculando-os à Central de Relacionamento

Leia mais

Instruções para configuração e utilização do. fiscal (ECF)

Instruções para configuração e utilização do. fiscal (ECF) 1 Instruções para configuração e utilização do módulo Vendas balcão SEM Impressora de cupom fiscal (ECF) 2 ÍNDICE 1. Cadastro da empresa...3 2. Configurações dos Parâmetros......3 3. Cadastro de cliente...4

Leia mais

Conhecendo os Processos de Cobrança

Conhecendo os Processos de Cobrança Conhecendo os Processos de Cobrança 03 Processos de Cobrança Entenda a Fatura Ferramentas de Suporte Consulta de Extratos 05 09 11 16 Consumo Consciente 02 Processos de Cobrança conheça os processos de

Leia mais

ATUALIZAÇÃO ATÉ 14/02/2007.

ATUALIZAÇÃO ATÉ 14/02/2007. ATUALIZAÇÃO ATÉ 14/02/2007. ENCERRAMENTO DO EXERCÍCIO Passando o mouse sobre a opção (+) Rotina Mensal/Anual, aparecerão três opções: 1 Boletim RP 2 Conciliação Bancária 3 TCE Deliberação 233/2006 1 3

Leia mais

% em sua dívida! Aproveite, pague à vista ou em parcelas.

% em sua dívida! Aproveite, pague à vista ou em parcelas. São Paulo, 30 de JANEIRO de 2014 Prezado(a) JEFERSON BATISTA DA SILVA, temos uma ótima oportunidade para você. Pague à vista Pague 48 Parcelas de R$ 82,60 R$ 2.223,95 Ou (*) cada. (*) Este é o valor para

Leia mais

ANEXO I. Documentos básicos para comprovação das informações declaradas previamente pelo editor

ANEXO I. Documentos básicos para comprovação das informações declaradas previamente pelo editor ANEXO I Documentos básicos para comprovação das informações declaradas previamente pelo editor 1 INFORMAÇÕES DO EDITOR CIRCULAÇÃO CONTROLADA DE CONTEÚDO DIRIGIDO 1) Informe sobre tiragem de cada edição

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA WCONTÁBIL GERAÇÃO DO ARQUIVO FCONT

MANUAL DO SISTEMA WCONTÁBIL GERAÇÃO DO ARQUIVO FCONT MANUAL DO SISTEMA WCONTÁBIL GERAÇÃO DO ARQUIVO FCONT Página 1 INTRODUÇÃO Este material traz as informações necessárias de como proceder a preparação os dados e configuração do sistema Wcontábil na geração

Leia mais

Apostila nº 32 Contas a Pagar e a Receber; Como localizar, Incluir, Alterar, Eliminar, Baixar, reabrir e imprimir

Apostila nº 32 Contas a Pagar e a Receber; Como localizar, Incluir, Alterar, Eliminar, Baixar, reabrir e imprimir Apostila nº 32 Contas a Pagar e a Receber; Como localizar, Incluir, Alterar, Eliminar, Baixar, reabrir e imprimir Sumário Contas á Receber...3 Como atualizar a pesquisa no contas á receber?...3 Como efetuar

Leia mais

Contas a Pagar e Contas a receber

Contas a Pagar e Contas a receber Treinamento Financeiro Contas a Pagar e Contas a receber Jéssica Rodrigues Pedro Amauri 1 Duplicatas O que são duplicatas? A duplicata mercantil ou simplesmente duplicata é uma espécie de título de crédito

Leia mais

GESTÃO OTIMIZE A SOFTWARE DA SUA EMPRESA ESPECÍFICO PARA CONSTRUTORAS E INCORPORADORAS. O Nosso Trabalho é Facilitar o Seu!

GESTÃO OTIMIZE A SOFTWARE DA SUA EMPRESA ESPECÍFICO PARA CONSTRUTORAS E INCORPORADORAS. O Nosso Trabalho é Facilitar o Seu! /superainfo Rua Osvaldo Aranha, 449 Centro 85.501-037 Pato Branco - Paraná O Nosso Trabalho é Facilitar o Seu! OTIMIZE A GESTÃO DA SUA EMPRESA SOFTWARE ESPECÍFICO PARA CONSTRUTORAS E INCORPORADORAS O Supera

Leia mais

A configuração é um dos aspectos mais importante ao acessar o módulo pela primeira vez, pois é a base para o desempenho do sistema.

A configuração é um dos aspectos mais importante ao acessar o módulo pela primeira vez, pois é a base para o desempenho do sistema. Página1 Configurações A configuração é um dos aspectos mais importante ao acessar o módulo pela primeira vez, pois é a base para o desempenho do sistema. Como vimos o Plano de Contas dá a ideia inicial

Leia mais

Módulos Extras/ Protocolos

Módulos Extras/ Protocolos Módulos Extras/ Protocolos Inclusão de Documentos de Entrada para Protocolar Nesta rotina podem ser digitados todos os documentos que entram no escritório, permitindo um maior controle de recebimentos/devoluções,

Leia mais

ERP ERP MRP. Page 1. Visão Funcional. Visão de Materiais: Compras Estoque

ERP ERP MRP. Page 1. Visão Funcional. Visão de Materiais: Compras Estoque ERP Visão Funcional ERP Visão de Materiais: Compras Estoque MRP Parâmetros: Estoque de Segurança Lead time Fornecedor Lead time Compras Ponto de Reabastecimento Previsão de Consumo Previsão de Vendas Planejamento

Leia mais

Pré-autorização. Guia HOTÉIS

Pré-autorização. Guia HOTÉIS Guia HOTÉIS A pré-autorização é o produto ideal que garante o pagamento de reservas e despesas adicionais dos hóspedes. Ao realizar uma pré-autorização, o seu estabelecimento tem a segurança e a garantia

Leia mais

ROTEIRO DE ENCERRAMENTO DE CONTAS CORRENTES

ROTEIRO DE ENCERRAMENTO DE CONTAS CORRENTES Como resultado de uma série de reuniões técnicas envolvendo representantes da Febraban, do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor e do Banco Central do Brasil, no sentido de aprimorar ainda mais os procedimentos

Leia mais

PROCEDIMENTOS DO FINANCEIRO PARA VENDA LOJAS

PROCEDIMENTOS DO FINANCEIRO PARA VENDA LOJAS PROCEDIMENTOS DO FINANCEIRO PARA VENDA LOJAS FORMAS DE PAGAMENTOS Nossa loja aceita as seguintes formas de pagamento: - Dinheiro; - Moeda estrangeira ( dólar e euro ) - Cheque à vista; - Cheque pré-datado;

Leia mais

COMERCIAL) 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. E-

COMERCIAL) 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. E- 2014 ÍNDICE 1. Cadastros básicos 2. Módulos básicos (Incluso em todas as versões) CMC BASE 3. Agenda 4. Arquivos 5. Empresas ou Cadastros de empresas 6. Pessoas ou cadastro de pessoas 7. Módulos que compõem

Leia mais

NORMATIVO SARB 002/2008

NORMATIVO SARB 002/2008 O Conselho de Auto-Regulação Bancária, com base no art. 1 (b), do Código de Auto-Regulação Bancária, sanciona as regras abaixo dispostas, formalizando preceitos comuns a todas as signatárias da auto-regulação

Leia mais

GUIA PARA AFILIAÇÕES

GUIA PARA AFILIAÇÕES GUIA PARA AFILIAÇÕES ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 REDE... 4 Gerando usuário e senha (tecnologia Komerci)... 5 Liberação dos IP s maxipago!... 6 Matriz de Responsabilidades e Prazos... 7 CIELO... 8 Pedindo o

Leia mais

2. Noções Gerais para o Uso do Sistema

2. Noções Gerais para o Uso do Sistema Índice 1. Introdução... 2. Noções Gerais para o Uso do Sistema... 2.1. Para Acessar o Sistema... 2.2. Menu Suspenso... 2.2.1. Vendas... 2.2.2. Consulta/Cadastros... 2.2.3. Menu Fiscal... 2.2.4. Caixa...

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS - PROPLAN

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS - PROPLAN UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS - PROPLAN ROTINAS ADMINISTRATIVAS PROPLAN SETOR: Pró-Reitoria CARGO: Docente / TNS FUNÇÃO: Pró-Reitor

Leia mais

Aqui seus Resultados Aparecem

Aqui seus Resultados Aparecem Aqui seus Resultados Aparecem 2 Evolution Folha de Pagamento Cálculo automático de INSS, IRRF, FGTS, Controle de período aquisitivo de férias e faltas não insalubridade, periculosidade, pensão alimentícia,

Leia mais

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New 1 Roteiro passo a passo Módulo Vendas Balcão Sistema Gestor New Instruções para configuração e utilização do módulo Vendas balcão com uso de Impressora fiscal (ECF) 2 ÍNDICE 1. Cadastro da empresa......3

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE MÓVEIS PELA INTERNET SUMÁRIO. 1 Qualificação das partes contratantes... pág. 02

CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE MÓVEIS PELA INTERNET SUMÁRIO. 1 Qualificação das partes contratantes... pág. 02 CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE MÓVEIS PELA INTERNET SUMÁRIO 1 Qualificação das partes contratantes... pág. 02 2 Aceite das disposições contratuais pelo consumidor... pág. 02 3 Cuidados antes de confirmar

Leia mais

Faça suas compras sem sair de casa, com todo conforto e praticidade.

Faça suas compras sem sair de casa, com todo conforto e praticidade. Faça suas compras sem sair de casa, com todo conforto e praticidade. Agora você já pode dizer á todos que tem um fantástico cartão onde poderá realizar todas suas compras sem sair de casa. Stress com filas,

Leia mais

Crédito à Vista. Guia. Crédito à Vista

Crédito à Vista. Guia. Crédito à Vista Crédito à Vista Guia Crédito à Vista Cada vez mais as redes varejistas querem manter um bom relacionamento com seus consumidores. Para viabilizar o negócio precisam disponibilizar o mais rápido e melhor

Leia mais

Manual Cartão Pesquisa /CNPq. Atualizado em 25/08/2014

Manual Cartão Pesquisa /CNPq. Atualizado em 25/08/2014 Manual Cartão Pesquisa /CNPq Atualizado em 25/08/2014 Sumário Introdução... 3 Cartão BB Pesquisa... 4 Passo a Passo... 8 Perguntas e Respostas.... 14 Cartão BB Pesquisa O Cartão BB Pesquisa éresultado

Leia mais

Contas a Pagar: Lançamento de contas a pagar

Contas a Pagar: Lançamento de contas a pagar Contas a Pagar: Lançamento de contas a pagar Este procedimento descreve as informações imputadas na interface do contas a pagar, suas regras e de onde são buscadas. CONTAS A PAGAR ACESSOS: Corporativo

Leia mais

Conteúdo PARAMETRIZAÇÃO STOREMANAGER... 2

Conteúdo PARAMETRIZAÇÃO STOREMANAGER... 2 Conteúdo PARAMETRIZAÇÃO STOREMANAGER... 2 CONFIGURAÇÕES DA GUIA GERAIS DO STOREMANAGER... 2 Seção Geral... 2 BOTÕES DE CONFIRMAÇÃO... 3 Seção Código de Barras... 4 Seção Abertura / Fechamento de Caixa...

Leia mais

Pagamento - Fornecedor

Pagamento - Fornecedor Pagamento - Fornecedor MT-212-00137 - 1 Última Atualização 30/08/2014 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: Carregar Documentos Fiscais Verificar o status de envio dos documentos

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Financeiro)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Financeiro) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Financeiro) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 LANÇAMENTO DE CONTAS

Leia mais

ENTIDADES SOFTWARE ESPECÍFICO PARA GESTÃO DE. ACEs, CDLs, AMPEs Sindicatos Patronais e similares. O Nosso Trabalho é Facilitar o Seu!

ENTIDADES SOFTWARE ESPECÍFICO PARA GESTÃO DE. ACEs, CDLs, AMPEs Sindicatos Patronais e similares. O Nosso Trabalho é Facilitar o Seu! /superainfo Rua Osvaldo Aranha, 449 Centro 85.501-037 Pato Branco - Paraná O Nosso Trabalho é Facilitar o Seu! SOFTWARE ESPECÍFICO PARA GESTÃO DE ENTIDADES Atuando no mercado nacional desde 2003, a Supera

Leia mais

TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE

TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE A) APLICABILIDADE 1. Os presentes termos de uso são aplicáveis aos Usuários da INTERNET POOL COMÉRCIO ELETRONICO LTDA, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 09.491.113/0001-01,

Leia mais

Aqui seus Resultados Aparecem

Aqui seus Resultados Aparecem Aqui seus Resultados Aparecem 2 Evolution - Cobrança, Contas a Pagar e Fluxo de Caixa Gerenciar títulos vencidos e a vencer, controlar adiantamentos, cobrança eletrônica Cobrança em atraso, comissões,

Leia mais

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS. 11 2699-0008 www.rms.com.br

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS. 11 2699-0008 www.rms.com.br Tesouraria RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado de comércio e varejo. Este

Leia mais

Mais segurança e tranquilidade para suas vendas.

Mais segurança e tranquilidade para suas vendas. Mais segurança e tranquilidade para suas vendas. A PagOK - Sistemas para Meios de Pagamentos, é uma empresa parceira da Golfran que foi criada para auxiliar você, consultora. Agora, basta ter acesso à

Leia mais

Sistema de Solicitação de Pagamento de Fornecedores

Sistema de Solicitação de Pagamento de Fornecedores 2014 Sistema de Solicitação Coordenação de Tecnologia da Informação e Comunicação FUNDEPAG 04/11/2014 Sumário 1- SPF Solicitação.... 3 1.1 Acesso ao sistema:... 3 1.2 Ferramentas do sistema:... 5 2- Abertura

Leia mais

MANUAL DO REVENDEDOR PREZADO REVENDEDOR

MANUAL DO REVENDEDOR PREZADO REVENDEDOR MANUAL DO REVENDEDOR PREZADO REVENDEDOR Este manual foi elaborado com o objetivo de facilitar e otimizar o desempenho da atividade de revenda dos produtos FLYPOWER. Aqui, o Revendedor encontrará os regulamentos

Leia mais

PRECEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO. Responsável: Consultores de venda.

PRECEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO. Responsável: Consultores de venda. I - OBJETIVO: Facilitar o processo de venda e analises de crédito aumentando a eficácia no atendimento. II AMBITO DE APLICAÇÃO: Departamento de vendas e crediário. III ORIENTAÇÕES: O primeiro passo e verificar

Leia mais

HB System - Sistema TRP

HB System - Sistema TRP HB System - Sistema TRP O sistema TRP é um sistema que tem por finalidade o lançamento e controle de despesas de viagens, feitos através de solicitações e reembolsos. Pode ser utilizado por todos os colaboradores

Leia mais

Rua Osvaldo Aranha, 449 Centro Cep: 85.501-310 Pato Branco - Paraná. Supere na Gestão de sua Construtora.

Rua Osvaldo Aranha, 449 Centro Cep: 85.501-310 Pato Branco - Paraná. Supere na Gestão de sua Construtora. Rua Osvaldo Aranha, 449 Centro Cep: 85.501-310 Pato Branco - Paraná. Supere na Gestão de sua Construtora. Confira o fluxograma do software a seguir e entenda como funciona. Requisição de materiais/serviços

Leia mais