UNIODONTO DUQUE DE CAXIAS INSTRUÇÕES OPERACIONAIS DO SISTEMA UNIODONTO - DUQUE DE CAXIAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIODONTO DUQUE DE CAXIAS INSTRUÇÕES OPERACIONAIS DO SISTEMA UNIODONTO - DUQUE DE CAXIAS"

Transcrição

1 UNIODONTO DUQUE DE CAXIAS INSTRUÇÕES OPERACIONAIS DO SISTEMA UNIODONTO - DUQUE DE CAXIAS 1 Solicite ao usuário titular ou dependente do plano o CARTÃO UNIODONTO (Fig.01) acompanhado de um documento de identidade. No caso de usuário menor, exija a apresentação de algum documento legal que o comprove como dependente. 2 Identifique no CARTÃO UNIODONTO (Fig.01) qual a Cooperativa Odontológica de origem. 3 Distinga no CARTÃO UNIODONTO o nome da empresa e plano aos quais os usuários pertencem. NUNCA ATENDER SEM AUTORIZAÇÃO EXCETO: CONSULTA, RADIOGRAFIAS DE DIAG- NÓSTICO E URGÊNCIAS 3.1 Caso a empresa seja de outra singular (intercâmbio), o tratamento regular só poderá ser realizado mediante autorização da Uniodonto de Origem, via Uniodonto Duque de Caxias. Preencha o orçamento na GUIA DE TRA- TAMENTO ODONTOLÓGICO GTO (Fig.02) e envie por fax para a Uniodonto Duque de Caxias, para que seja providenciada sua liberação. I O aparelho de fac-símile permanece ligado 24hs. 3.2 Como não conhecemos a cobertura do plano, faça o orçamento de acordo com os preceitos éticos e com a necessidade do usuário, utilizando a tabela da Uniodonto do Brasil e Instruções Normativas correspondentes. Os procedimentos não cobertos serão glosados no próprio orçamento pela cooperativa odontológica de origem. 3.3 Não haverá avaliação (perícia) no caso de intercâmbio, porém a Uniodonto de Origem poderá solicitar uma avaliação a qualquer momento que desejar, caso em que o cooperado será avisado. 3.4 A GTO de intercâmbio será cobrada de uma só vez, desde que totalmente concluída, ou seja, apresentar a GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO autorizada e assinada pelo cooperado e assinada pelo(a) usuário(a) nos campos correspondentes. 4.1 Plano Pessoa Física da UNIODONTO DC e de outras Uniodontos: siga as instruções contidas nos itens 1, 2, 3.1, 3.2, 3.3, 3.4 e PREENCHIMENTO CORRETO GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO - GTO 5.1 Ao preencher a GTO, observe se os dados abaixo foram devidamente informados: 1

2 - Código na cooperativa(20), nome(21), CRO(22) e estado(23) do cooperado. - Data da realização do atendimento(39). - Nome completo do usuário(13). - Código do usuário(8). - Dente/Região(32), discriminação(por extenso)(31), código(30) e quantidade do ato(34), além do total de USO(35). - Assinatura do Cooperado (similar à da carteira do CRO) sob carimbo(49). - Assinatura do usuário ou responsável quando menor(40) e quando término do tratamento (50). - Obs.: sem rasuras ou líquido corretivo em todos os campos. 5.2 Toda cobrança de radiografia deverá ser enviada com a GTO. Os procedimentos que exigem comprovação radiográfica antes e após o tratamento, também devem ser enviados em cartela padrão, anexando à GTO as respectivas radiografias; para que posteriormente as mesmas sejam devolvidas adequadamente. 2

3 6 SISTEMA UNIODONTO PRÉ-PAGAMENTO USUÁRIOS UNIODONTO DUQUE DE CAXIAS. 6.1 O orçamento deve ser elaborado via web com base na Tabela da Uniodonto do Brasil e Instruções Normativas correspondentes, devendo ser multiplicado por R$ 0,163 (dezesseis centavos e três milésimos de Real) para se saber a quantidade em moeda a receber. A Uniodonto DC dispõe de um portal na internet que oferece vários serviços para facilitar o dia-a-dia dos Cooperados. Ele pode ser acessado a qualquer hora e de qualquer lugar e terá melhor desempenho se acessados por uma conexão de banda larga. Veja a seguir os principais serviços: Página de acesso ao Portal: 3

4 Página do site de acesso exclusivo ao Cooperado (botão AUTORIZAÇÂO no portal): Acesso à Área Exclusiva Para acesso à área exclusiva, há necessidade de um Login (nº do CRO) e uma senha (nº do CRO novamente) no primeiro acesso, sendo obrigatória a troca de senha na tela subseqüente ao clicar no botão (Entrar). Botão ORÇAMENTOS RECENTES Gera a visualização de todos os orçamentos recém cadastrados em nome do cooperado logado. Botão CÁLCULO PRÉVIO Gera a visualização da quantidade de USO na GTO em moeda corrente. Botão ORÇAMENTOS REALIZADOS Gera a visualização de todos os orçamentos realizados pelo cooperado logado. Botão IMAGENS DO BENEFICIÁRIO Gera a visualização de todas as imagens dos usuários, obtidas pelo cooperado logado. 4

5 Botão REALIZAR ORÇAMENTO Gera a tela de inserção do código do beneficiário fins obter todos os dados referentes ao mesmo. 5

6 Caso o beneficiário não esteja de posse de seu cartão de identificação, o cooperado poderá fazer uma pesquisa com o nome ou parte do nome do usuário para encontrar o seu código pessoal, porém o cooperado se reserva o direito de não executar tal procedimento, visto que é obrigação do beneficiário apresentar o cartão de identificação junto com documento que o identifique. O cooperado deverá dispor de especial atenção ao campo com fundo amarelo observação. Caso o beneficiário esteja excluído ou com alguma pendência, a crítica do sistema acusará de imediato. Nesse caso o cooperado deverá interromper o processo e informar ao beneficiário que contate a UNI- ODONTO DC a fim de regularizar sua situação. 6

7 Ao clicar no botão INICIAR ORÇAMENTO se formará uma tela com as seguintes características: Somente se fará inserir o código do ato odontológico, de acordo com a Tabela da Uniodonto do Brasil, o número do dente, a região, se for o caso, e a quantidade, clicando em seguida no botão ADICIONAR. 7

8 Para novos procedimentos, deverá ser repetido o processo clicando no botão ADICIONAR sucessivamente. Caso o ato não for coberto pelo plano do beneficiário, a crítica do sistema acusará desse modo: Se o ato for dependente de autorização, o julgamento do sistema mostrará da seguinte maneira: 8

9 Tendo o orçamento sido liberado, o próprio sistema formará a seguinte página, seguido de um número controle (ID), que será posteriormente o mesmo número da GTO. O botão imprimir orçamento fará aparecer uma tela que já é o modelo TISS, cabendo ao cooperado imprimir o documento, solicitando a assinatura do usuário na consulta inicial e no campo (50), para que no caso do paciente abandonar o tratamento, após um período de 30 dias, o cooperado possa enviar a GTO para a UNIODONTO DC fins cobrança dos procedimentos que foram realizados. 9

10 7 PROCEDIMENTOS ATINENTES AO COOPERADO 7.1 Receber bem o USUÁRIO UNIODONTO, pois ele é a razão da nossa Cooperativa, das singulares co-irmãs e de nossa contínua oferta de trabalho. 7.2 Verificar em todas as consultas o CARTÃO UNIODONTO, junto com documento de identidade. 7.3 Discriminar o plano de tratamento no formulário denominado GTO (fig.02). Caso o mesmo ultrapasse 500 USO, confeccionar quantas GTO s forem necessárias, cada uma até 500 USO, e enviar o paciente à avaliação(perícia) com cada via de cópia, ficando com as vias originais. Informar ao usuário o endereço, telefone e nome do avaliador(perito). A via original será útil para fim de cobrança dos procedimentos de diagnóstico, caso o usuário não faça a avaliação num período de (30) trinta dias. 7.4 Informar ao paciente que o tratamento só poderá começar após a realização da avaliação(perícia), quando necessário. 7.5 Ao receber as guias autorizadas pela Uniodonto (fig.02), realizar apenas os atos autorizados. Os procedimentos serão cobrados no mesmo formulário GTO), que deverá ser enviado, após a conclusão dos procedimentos contidos na mesma, de acordo com calendário de entrega de faturas, fornecido antecipadamente pela Administração da Uniodonto. 7.6 NUNCA SOLICITE AO USUÁRIO QUE ASSINE QUALQUER DOCUMENTO EM BRANCO. 7.7 Os procedimentos que necessitam de radiografia inicial, devem obrigatoriamente ser seguidos das respectivas películas finais, sendo enviadas a Uniodonto, devidamente acarteladas e junto com a respectiva GTO, para que sejam devolvidas posteriormente. 10

11 7.8 As radiografias periapicais, interproximais e oclusais, estão automaticamente autorizadas até o limite de (04) quatro periapicais, (02) duas interproximais e (02) duas oclusais por plano de tratamento, excetuando as já incluídas nos tratamentos. Quando houver necessidade de maior número de radiografias, deverá obter autorização da UNIODONTO. 7.9 O plano de tratamento iniciado tem validade até o limite de (179) cento e setenta e nove dias da data da autorização, podendo ser realizadas inclusões de procedimentos a qualquer tempo, abrindo outra GTO correspondente fazendo menção no campo (7) do número da guia principal Uma nova cobrança de consulta inicial somente poderá ser efetuada, pelo mesmo Cooperado, depois de decorridos (06) seis meses do término do tratamento anterior. Exceção às consultas de avaliação endodôntica, cujo prazo se aplicará ao elemento dentário avaliado De acordo com a Regulamentação Normativa da ANS N.º 154, de 05 de junho de 2007, deve ser observada a seguinte norma em relação aos tratamentos de Código 3010, 3020 e 3030: I - raspagem supra-gengival e polimento coronário: consiste na remoção de induto e/ou cálculo supra-gengival seguido de alisamento e polimento coronário (ausência de bolsa periodontal sulco gengival até 4 mm de profundidade); II - raspagem sub-gengival e alisamento radicular/curetagem de bolsa periodontal: consiste na remoção de induto e/ou cálculo sub-gengival, seguida de alisamento radicular (presença de bolsa periodontal acima de 4 mm de profundidade); 7.12 De acordo com a Instrução nº29, de 01 março de 2006, da Uniodonto do Brasil (TABELA DE INTERCÂMBIO) para os tratamentos de código 3030 (Curetagem de Bolsa Periodontal - por elemento) deverá ser observado o seguinte critério: I - Bolsas com mais de 4 mm, isto é, de 5 mm em diante A cobrança de procedimentos de urgência, somente poderá ser executada pelo Cooperado se o usuário não estiver em tratamento pelo mesmo Somente poderão ser cobrados os procedimentos de urgência constantes na tabela com esta denominação. A Uniodonto não efetuará pagamentos de quaisquer outros procedimentos Antes de entregar o orçamento ao usuário e encaminhá-lo para o avaliador (perito), o cooperado deverá lançar o ato executado (no caso, consulta inicial e/ou radiografias) na GTO; Para cobrança encaminhar as duas vias da GTO à secretaria da UNIO- DONTO DC, com as assinaturas ao lado de cada ato executado. A via cópia será devolvida com carimbo de recebimento Após a conclusão, os orçamentos devem ser entregues em nossa secretaria, para que sejam conferidos em nosso sistema operacional e assim permitir que em sua produção, sejam efetuados os créditos correspondentes. 11

12 I AS Guias de Tratamento Odontológico de nossos usuários, Uniodonto Duque de Caxias, ou de intercâmbio devem chegar em nossa secretaria nas datas estabelecidas em calendário próprio fornecido pela cooperativa. Não esqueça de pedir a via cópia com a data de recebimento e a rubrica do funcionário que a recebeu, ela é o seu recibo; Prazos mínimos de garantias; vide coluna na TABELA DA UNIODONTO DO BRASIL dentro de cada especialidade, o T.R.M. de cada ato. (T.R.M. = Tempo de Recorrência Mínima). 8 PROCEDIMENTOS ATINENTES AO USUÁRIO 8.1 Livre escolha para procurar quaisquer cooperados fins iniciar tratamento. 8.2 Ser encaminhado pelo cooperado ao avaliador (perito) para auditoria, com a via cópia da GTA(Fig.02). 8.3 Retornar ao Cirurgião-Dentista cooperado para iniciar o tratamento após a avaliação. 8.4 Ser informado da origem de avaliações eventuais por amostragem para elevação da qualidade de atendimento do Sistema Uniodonto e principalmente visando preservar os direitos do usuário Avaliado, o usuário marcará consulta com o Cooperado, dando inicio ao tratamento. Só efetue a marcação da consulta após a autorização da Uniodonto. 9 PROCEDIMENTOS ATINENTES AO AVALIADOR(PERITO) 9.1 Receber o usuário com a GTO (Fig.02). 9.2 Verificar o CARTÃO UNIODONTO com documento de identidade. 9.3 Observar tecnicamente a necessidade do tratamento proposto de acordo com os preceitos éticos, tendo o poder de glosar procedimentos conforme normas da Uniodonto, Conselho Regional de Odontologia (CRO) e Conselho Federal de Odontologia (CFO), não podendo sugerir alterações de tratamento. 9.4 Enviar o plano de tratamento avaliado (periciado) a Uniodonto, o mais rápido possível, não ultrapassando (01) um dia útil. 9.5 Atender os usuários respeitando o seu horário próprio de atendimento. 9.6 Atender pela Uniodonto exclusivamente perícias e na sua especialidade reconhecida pelo CRO/CFO. Fortuitamente casos de urgências. 9.7 O prazo de validade da avaliação (perícia) é de (90) noventa dias. 9.8 Perícias finais ou eventuais serão solicitadas a critério do Conselho Técnico de Ética e Defesa Profissional (COTEP) da Uniodonto, por amostragem ou quando lhe convir. 9.9 Quaisquer dúvidas quanto à perícia serão dirimidas pelo COTEP. 12

13 9.10 Enviar a GTO para avaliação (perícia)(fig.02), de acordo com calendário de entrega de faturas, fornecido antecipadamente pela administração da Uniodonto. 10 PROCEDIMENTOS ATINENTES A UNIODONTO 10.2 Aferir e autorizar quanto ao prazo de carência, assiduidade de pagamento e prazo de validade dos tratamentos realizados, conforme tabela abaixo: Especialidade Periodontia Endodontia Dentística Prótese Prazo de Repetição (06) seis meses (36) trinta e seis meses (24) vinte e quatro meses (48) quarenta e oito meses 10.3 Entregar ou enviar ao cooperado o plano de tratamento (fig.01), já aprovado pelo avaliador (perito) e pela Uniodonto, o mais breve possível Serão recebidas as GTO só para cobrança, de acordo com calendário de entrega de faturas, elaborado pela administração da cooperativa Receber, executar e arquivar em todos os trâmites, as GTA enviadas pelos cooperados. 11 ATENDIMENTO DE ATO COMPLEMENTAR Ato complementar é todo procedimento não coberto pelo plano do usuário e que está relacionado na Tabela da Uniodonto do Brasil O usuário irá efetuar o pagamento do tratamento diretamente ao cooperado, exceto procedimentos de ortodontia O orçamento deverá ser elaborado com base na Tabela da Uniodonto do Brasil e a quantidade de USO deve ser multiplicada no máximo por (R$ 0,20) vinte centavos de Real ATENDIMENTO DE PLANOS COM COBERTURA ORTODÔNTICA 12.1 Identificar no CARTÂO UNIODONTO a cobertura do plano e apresentação da boleta paga do ato complementar de ortodontia Preencher a solicitação (orçamento) de documentação ortodôntica para que seja entregue em mãos na secretaria da Uniodonto fins autorização. Caso positivo, o usuário será encaminhado à clínica de radiologia cooperada ou caso negativo, o mesmo pagará a clinica radiológica o valor de ato complementar de acordo com a Tabela da Uniodonto do Brasil O usuário retorna com a documentação ortodôntica ao cooperado e inicia o tratamento O cooperado deverá preencher a GTO da manutenção e encaminhar mensalmente à secretaria da Uniodonto-DC de acordo com o calendário de entrega de faturas. Caso o usuário não tenha direito à ortodontia, o mesmo poderá requisitar na Uniodonto Duque de Caxias como ato complementar O cooperado não poderá cobrar o aparelho de ortodontia. 13

MANUAL DO CREDENCIADO

MANUAL DO CREDENCIADO MANUAL DO CREDENCIADO MANUAL DO CREDENCIADO APRESENTAÇÃO Prezado (a) Doutor (a): A ORAL ODONTO é uma empresa criada e administrada por profissionais dentistas que se dedicam a oferecer os melhores recursos

Leia mais

Manual do Prevencionista

Manual do Prevencionista Manual do Prevencionista Sumário 1- Introdução 2- Instruções de atendimento 2.1- Identificação do beneficiário 2.2- Quanto ao tratamento 2.2.1- Etapas do atendimento 2.2.1.1- Situação atual 2.2.1.2- Fichas

Leia mais

Horário: de 08:00 às 18:30h Segunda a Sexta-feira. Telefone: (32) 3215-0706

Horário: de 08:00 às 18:30h Segunda a Sexta-feira. Telefone: (32) 3215-0706 Prezado Usuário A UNIODONTO-JF sente-se honrada em tê-lo como cliente. Este Manual contém as informações necessárias para utilização do Sistema UNIODONTO. Leia-o com atenção e sempre o tenha à mão para

Leia mais

MANUAL AUTORIZADOR ON-LINE

MANUAL AUTORIZADOR ON-LINE MANUAL AUTORIZADOR ON-LINE ANS nº 34.600-4 AUTORIZADOR ON-LINE Para ter acesso ao autorizador on-line da Uniodonto Piracicaba siga os passos abaixo: 1 Acesse www.uniodontopiracicaba.com.br e clique em

Leia mais

Uniodonto São José dos Campos APRESENTAÇÃO

Uniodonto São José dos Campos APRESENTAÇÃO Uniodonto São José dos Campos APRESENTAÇÃO Prezados (as) Cooperados (as), A presentamos a edição 2014 da Tabela de Atos Odontológicos Local e Intercâmbio, de acordo com a Terminologia Unificada em Saúde

Leia mais

UNIODONTO ARARAQUARA NORMAS DE PROCEDIMENTOS EM VIGOR

UNIODONTO ARARAQUARA NORMAS DE PROCEDIMENTOS EM VIGOR UNIODONTO ARARAQUARA NORMAS DE PROCEDIMENTOS EM VIGOR Março/2014 NORMAS DE PROCEDIMENTOS O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES LEGAIS E ESTATUTÁRIAS RESOLVE ALTERAR AS NORMAS DE PROCEDIMENTOS

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça TABELA DE ODONTOLOGIA DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA INSTRUÇÕES DE FATURAMENTO 1. Deverão ser faturados ao STJ somente os tratamentos concluídos. 2. Quando a(s) perícia(s) for(em) obrigatória(s) para

Leia mais

MANUAL DE REGRAS E NORMAS OPERACIONAIS PARA CREDENCIAMENTO DE CIRURGIÕES-DENTISTAS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS

MANUAL DE REGRAS E NORMAS OPERACIONAIS PARA CREDENCIAMENTO DE CIRURGIÕES-DENTISTAS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS MANUAL DE REGRAS E NORMAS OPERACIONAIS PARA CREDENCIAMENTO DE CIRURGIÕES-DENTISTAS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS Este Manual faz parte integrante do Termo de Credenciamento firmado entre a SÃO FRANCISCO ODONTOLOGIA,

Leia mais

SISTEMA HILUM FISIOTERAPIAS

SISTEMA HILUM FISIOTERAPIAS SISTEMA HILUM FISIOTERAPIAS 2014 Tecnologia da Informação - TI Unimed Cascavel MANUAL HILUM 4.0 - FISIOTERAPIA A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS para registro

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ORÇAMENTOS

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ORÇAMENTOS Conteúdo MANUAL DE PROCEDIMENTOS ORÇAMENTOS... 2 Conceito de Manual Procedimentos... 2 Objetivos do Manual... 2 Aspectos Técnicos... 2 1. ACESSO AO SISTEMA ODONTOSFERA... 3 2. STATUS DO PACIENTE NO SISTEMA...

Leia mais

Manual do Prestador SEPACO. Saúde. ANS - n 40.722-4

Manual do Prestador SEPACO. Saúde. ANS - n 40.722-4 Manual do Prestador Saúde o ANS - n 40.722-4 SEPACO Prezado prestador, Este manual tem como objetivo formalizar a implantação das rotinas administrativas do Sepaco Saúde, informando as características

Leia mais

MANUAL DE REGRAS E NORMAS TÉCNICAS PARA WEB GUIA E DEMONSTRATIVO DE PAGAMENTO

MANUAL DE REGRAS E NORMAS TÉCNICAS PARA WEB GUIA E DEMONSTRATIVO DE PAGAMENTO MANUAL DE REGRAS E NORMAS TÉCNICAS PARA WEB GUIA E DEMONSTRATIVO DE PAGAMENTO Este Manual tem por finalidade orientar os procedimentos de preenchimento da Web Guia do CREDENCIADO no atendimento aos beneficiários

Leia mais

MANUAL DE REGRAS E NORMAS TÉCNICAS ADMINISTRATIVAS PARA CREDENCIAMENTO DE CIRURGIÕES-DENTISTAS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS

MANUAL DE REGRAS E NORMAS TÉCNICAS ADMINISTRATIVAS PARA CREDENCIAMENTO DE CIRURGIÕES-DENTISTAS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS MANUAL DE REGRAS E NORMAS TÉCNICAS ADMINISTRATIVAS PARA CREDENCIAMENTO DE CIRURGIÕES-DENTISTAS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS Este Manual faz parte integrante do Termo de Credenciamento e tem por finalidade

Leia mais

MANUAL RECURSO DE GLOSA

MANUAL RECURSO DE GLOSA MANUAL RECURSO DE GLOSA Este Manual tem por finalidade orientar o preenchimento do Recurso de Glosa no Portal de Serviços de Atendimento ao Prestador, bem como estabelecer normas de atuação que facilitem

Leia mais

ODONTOLOGIA MANUAL DO PRESTADOR

ODONTOLOGIA MANUAL DO PRESTADOR Secretaria de Gestão do STF-Med Seção de Processamento de Despesas Odontológicas ODONTOLOGIA MANUAL DO PRESTADOR 1. ORIENTAÇÕES DE FATURAMENTO JUNTO AO STF-MED Considerando a assinatura do Termo de Credenciamento

Leia mais

Manual de Instruções ODONTOLOGIA CAMED SAÚDE

Manual de Instruções ODONTOLOGIA CAMED SAÚDE Manual de Instruções ODONTOLOGIA CAMED SAÚDE AGOSTO/2014 1 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Orientações Gerais... 4 2.1 Entrega de guias... 4 2.2 Numeração de guias... 4 2.3 Pacotes - Autorização e cobrança...

Leia mais

Manual do Prestador Versão TISS 3.02

Manual do Prestador Versão TISS 3.02 Manual do Prestador Versão TISS 3.02 Caro(a) Prestador(a) Serviços, É com muito prazer e satisfação que aproveitamos esta página para demonstrar nosso agradecimento em relação à confiança depositada por

Leia mais

parceiro Manual do Credenciado Rede Credenciada Odonto A Excelência em Odontologia Só um pode oferecer tanto! Só um parceiro pode oferecer tanto!

parceiro Manual do Credenciado Rede Credenciada Odonto A Excelência em Odontologia Só um pode oferecer tanto! Só um parceiro pode oferecer tanto! ANS Nº 406481 MKT Odonto A Só um parceiro pode oferecer tanto! Manual do Credenciado parceiro Só um pode oferecer tanto! Rede Credenciada Odonto A Excelência em Odontologia Odonto A Saúde Empresarial Rua

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO DELIBERATIVO DO PROGRAMA TST-SAÚDE

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO DELIBERATIVO DO PROGRAMA TST-SAÚDE TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO DELIBERATIVO DO PROGRAMA TST-SAÚDE ATO DELIBERATIVO Nº 56, DE 25 DE NOVEMBRO DE 2014 Dispõe sobre a assistência odontológica indireta aos beneficiários do Programa

Leia mais

Digitação e pesquisa de contas via site Mediservice (www.mediservice.com.br).

Digitação e pesquisa de contas via site Mediservice (www.mediservice.com.br). 1 Objetivo: Digitação e pesquisa de contas via site Mediservice (www.mediservice.com.br). Acesso ao site Na página inicial do site da Mediservice, o prestador deve selecionar a opção Credenciado. 2 Caso

Leia mais

Manual do Credenciado

Manual do Credenciado Manual do Credenciado Prezado (a) Credenciado (a), Este manual tem o objetivo de orientar e esclarecer as dúvidas relacionadas aos atendimentos prestados pelo credenciado aos beneficiários da Sermed Odonto.

Leia mais

Dúvidas Freqüentes: Autorizador Web

Dúvidas Freqüentes: Autorizador Web Dúvidas Freqüentes: Autorizador Web 1. Como faço pedido de intercâmbio pelo autorizador? Acessando a página inicial do autorizador encontrará na barra de tarefas lateral a opção INTERCÂMBIO. Para intercâmbio,

Leia mais

produção MANUAL APRESENTAÇÃO

produção MANUAL APRESENTAÇÃO MANUALWEB 1 APRESENTAÇÃO MANUAL da produção online Conheça as funções, características e as facilidades para autorizar e faturar os atendimentos realizados aos beneficiários Unimed. Rio MANUALWEB 2 SUMÁRIO

Leia mais

Companhia Hidro Elétrica do São Francisco DIRETORIA ADMINISTRATIVA. Superintendência de Tecnologia da Informação - STI

Companhia Hidro Elétrica do São Francisco DIRETORIA ADMINISTRATIVA. Superintendência de Tecnologia da Informação - STI Companhia Hidro Elétrica do São Francisco DIRETORIA ADMINISTRATIVA Superintendência de Tecnologia da Informação - STI Número Sistema : RECURSOS HUMANOS Sub-Sistema : Vigência : 01/12/2014 Emissão : 01/12/2014

Leia mais

Autorização de Intercâmbio pela Web

Autorização de Intercâmbio pela Web Autorização de Intercâmbio pela Web Exclusivamente para Cooperados UNIODONTO DO RIO DE JANEIRO COOPERATIVA ODONTOLÓGICA LTDA. Av. Passos, 120 / 11º andar - Centro - Rio de Janeiro - CEP 20051-040 Tel.:

Leia mais

Aprovação da Ficha de Tratamento Beneficiários Correios.

Aprovação da Ficha de Tratamento Beneficiários Correios. Aprovação da Ficha de Tratamento Beneficiários Correios. Requisitos Para acessar o sistema de aprovação de Ficha de Tratamento Eletrônica Correios é preciso ter instalado no computador um (Navegadores

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO DO PORTAL DE ATENDIMENTO AO PRESTADOR

MANUAL DE PREENCHIMENTO DO PORTAL DE ATENDIMENTO AO PRESTADOR MANUAL DE PREENCHIMENTO DO PORTAL DE ATENDIMENTO AO PRESTADOR Este Manual tem por finalidade orientar o preenchimento do Novo Portal de Serviços de Atendimento ao Prestador no atendimento aos beneficiários

Leia mais

MANUAL DE LISTA PRESENCIAL E CONFIRMAÇÃO DE ATENDIMENTO

MANUAL DE LISTA PRESENCIAL E CONFIRMAÇÃO DE ATENDIMENTO MANUAL DE LISTA PRESENCIAL E CONFIRMAÇÃO DE ATENDIMENTO Este Manual tem por finalidade orientar o preenchimento do Novo Portal de Serviços de Atendimento ao Prestador na Confirmação de Atendimento e Lista

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÕES AO CREDENCIADO

GUIA DE ORIENTAÇÕES AO CREDENCIADO GUIA DE ORIENTAÇÕES AO CREDENCIADO Com o objetivo de tornar o processo de autorização, faturamento e pagamento dos atendimentos odontológicos mais eficiente, recomendamos a leitura completa e minuciosa

Leia mais

O sistema possui 5 módulos para registros:

O sistema possui 5 módulos para registros: ÍNDICE 1 DESCRIÇÃO...4 2 ACESSO...6 3 DADOS CADASTRAIS...7 3.1 ATUALIZAR CADASTRO...7 3.2 TROCAR SENHA...8 4 GRUPO DE USUÁRIO...9 4.1 INCLUIR...9 4.2 ATUALIZAR...9 5 FUNCIONÁRIOS...10 5.1 INCLUIR...10

Leia mais

Manual do Prestador. Versão 1.0 Maio/2014. Manaus - Amazonas ANS Nº 38809-2 1

Manual do Prestador. Versão 1.0 Maio/2014. Manaus - Amazonas ANS Nº 38809-2 1 Manual do Prestador Versão 1.0 Maio/2014 Manaus - Amazonas 1 SUMÁRIO Apresentação... 3 1. Identificação do beneficiário...3 2. Atendimento ao beneficiário... 4 2.1. Requisitos para o atendimento... 4 2.2.

Leia mais

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar.

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar. Índice 1) Acesso ao sistema 2) Recepção do paciente 3) Envio do atendimento para faturamento: consulta médica ou procedimentos simples 4) Envio do atendimento para faturamento: procedimentos previamente

Leia mais

AFPERGS Manual do Portal Web

AFPERGS Manual do Portal Web AFPERGS Manual do Portal Web Portal Web VERSÃO 1.1 DATA DA VERSÃO: 28/10/2010 Índice 1. APRESENTAÇÃO DO PORTAL WEB AFPERGS... 3 2. ACESSO AO PORTAL... 3 2.1. Acessando o Portal Web AFPERGS... 3 2.2. Entrada

Leia mais

Glosas e negativas. Código da Mensagem. Grupo. Descrição da Mensagem

Glosas e negativas. Código da Mensagem. Grupo. Descrição da Mensagem Glosas e negativas Grupo Descrição da Elegibilidade 1001 Número da carteira inválido Elegibilidade 1002 Número do Cartão Nacional de Saúde inválido Elegibilidade 1003 A admissão do Beneficiário no prestador

Leia mais

Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS RADAR TISS

Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS RADAR TISS Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2014 ERRATA Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS. Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar

Leia mais

PROTOCOLOS OPERACIONAIS DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A SEREM SEGUIDOS PELOS PERITOS E PRESTADORES DE SERVIÇO DO SESI/DR/AC

PROTOCOLOS OPERACIONAIS DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A SEREM SEGUIDOS PELOS PERITOS E PRESTADORES DE SERVIÇO DO SESI/DR/AC PROTOCOLOS OPERACIONAIS DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A SEREM SEGUIDOS PELOS PERITOS E PRESTADORES DE SERVIÇO DO SESI/DR/AC A) TIPOS DE SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A.1 Consulta Inicial Entende-se como exame clínico,

Leia mais

Plano de Saúde do Supremo Tribunal Federal. Manual de Prestadores. Hospitais

Plano de Saúde do Supremo Tribunal Federal. Manual de Prestadores. Hospitais Plano de Saúde do Supremo Tribunal Federal Manual de Prestadores Hospitais sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. OBJETIVOS... 3 3. ROTINA MENSAL... 3 3.1. Faturamento de contas... 3 3.2. Códigos de Tabelas TISS

Leia mais

Portal Autorizador. Plano de Saúde ArcelorMittal Tubarão e FUNSSEST GUIA RÁPIDO DO CREDENCIADO

Portal Autorizador. Plano de Saúde ArcelorMittal Tubarão e FUNSSEST GUIA RÁPIDO DO CREDENCIADO Portal Autorizador Plano de Saúde ArcelorMittal Tubarão e FUNSSEST GUIA RÁPIDO DO CREDENCIADO Apresentação Seja bem vindo ao Novo Portal Autorizador do Plano de Saúde ArcelorMittal Tubarão e FUNSSEST Guia

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM

MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM Versão 01/2013 XML 11 IDENTIFICAÇÃO VOAM VOLVO ODONTOLOGIA E ASSISTÊNCIA MÉDICA. Razão Social: VOLVO DO BRASIL VEÍCULOS LTDA. CNPJ: 43.999.424/0001-14 Registro

Leia mais

Manual do Referenciamento ANS - 41.553-7

Manual do Referenciamento ANS - 41.553-7 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS A 1 A ODONTO é uma Operadora de Planos Odontológicos, devidamente registrada nos órgãos competentes, conforme estabelecido pela Lei 9656/98 que dispõe de Rede Referenciada de Profissionais

Leia mais

A manutenção acompanhará periodicamente o paciente, identificando, o mais cedo possível, qualquer desequilíbrio relacionado a sua saúde.

A manutenção acompanhará periodicamente o paciente, identificando, o mais cedo possível, qualquer desequilíbrio relacionado a sua saúde. Prezado Credenciado, Diante do modelo atual de cuidados voltados para a promoção de saúde e prevenção de doenças e da missão de aproximar a sociedade da Odontologia, a Rede Dental conta com a efetiva participação

Leia mais

CAPÍTULO 1.0 PADRÃO UNIMED CUIABÁ DE AUTORIZAÇÃO EMULADOR BIOMETRIA 5 CAPÍTULO 2.0 - COMO INICIAR O EMULADOR 5 CAPÍTULO 3.0 AUTORIZAÇÃO DE CONSULTA 8

CAPÍTULO 1.0 PADRÃO UNIMED CUIABÁ DE AUTORIZAÇÃO EMULADOR BIOMETRIA 5 CAPÍTULO 2.0 - COMO INICIAR O EMULADOR 5 CAPÍTULO 3.0 AUTORIZAÇÃO DE CONSULTA 8 1 2 SUMÁRIO CAPÍTULO 1.0 PADRÃO UNIMED CUIABÁ DE AUTORIZAÇÃO EMULADOR BIOMETRIA 5 CAPÍTULO 2.0 - COMO INICIAR O EMULADOR 5 CAPÍTULO 3.0 AUTORIZAÇÃO DE CONSULTA 8 CAPÍTULO 4.0 REIMPRIMINDO O EXTRATO DA

Leia mais

CAPESESP Caixa de Previdência e Assistência dos Servidores da Fundação Nacional de Saúde.

CAPESESP Caixa de Previdência e Assistência dos Servidores da Fundação Nacional de Saúde. Assistência Odontológica do Capesaúde - Manual do Credenciado 2 CAPESESP Caixa de Previdência e Assistência dos Servidores da Fundação Nacional de Saúde. O Manual do Credenciado é uma publicação destinada

Leia mais

REGULAMENTO DA ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA - UNICOODONTO

REGULAMENTO DA ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA - UNICOODONTO REGULAMENTO DA ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA - UNICOODONTO V.02 jan./14 Este Regulamento aplica-se ao serviço de assistência odontológica oferecido pela Atual Tecnologia e Administração de Cartões Ltda ("ATUAL"),

Leia mais

Manual de Orientação ao Beneficiário OdontoGroup. Prezado Beneficiário, Seja Bem-Vindo!

Manual de Orientação ao Beneficiário OdontoGroup. Prezado Beneficiário, Seja Bem-Vindo! Prezado Beneficiário, Seja Bem-Vindo! É uma honra para a OdontoGroup tê-lo como cliente. Afinal, são mais de 18 anos trabalhando para levar a você e à sua família uma das melhores e mais seguras coberturas

Leia mais

Web Empresas. Agemed Saúde S/A. Versão 03

Web Empresas. Agemed Saúde S/A. Versão 03 2011 Versão 03 Web Empresas Agemed Saúde S/A. Esse documento tem como objetivo orientar as empresas contratantes do plano de saúde Agemed a utilizarem o ambiente Web para realização de movimentações cadastrais

Leia mais

RHFOUS. Referencial de Honorários de Fonoaudiologia Unafisco Saúde PREMIUM.

RHFOUS. Referencial de Honorários de Fonoaudiologia Unafisco Saúde PREMIUM. RHFOUS Referencial de Honorários de Fonoaudiologia Unafisco Saúde PREMIUM. 2011 RHFOUS Referencial de Honorários de Fonoaudiologia Unafisco Saúde PREMIUM. 2011 APRESENTAÇÃO O UNAFISCO SAÚDE é o Plano

Leia mais

A EMPRESA. Visão. Missão

A EMPRESA. Visão. Missão MANUAL DE RH 2015 A EMPRESA Com mais de 18 anos e com profundo conhecimento sobre saúde bucal, a DENTALPAR destaca-se no mercado odontológico pela qualidade nos serviços prestados e por promover e manter

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM

MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM Versão 01/2013 Consultório e SADT 11 IDENTIFICAÇÃO VOAM VOLVO ODONTOLOGIA E ASSISTÊNCIA MÉDICA. Razão Social: VOLVO DO BRASIL VEÍCULOS LTDA. CNPJ: 43.999.424/0001-14

Leia mais

Procedimento Odontologia Eletronorte / Credenciado

Procedimento Odontologia Eletronorte / Credenciado Procedimento Odontologia Eletronorte / Credenciado Os tratamentos odontológicos serão realizados de acordo com o processo descrito abaixo, devido às novas guias estabelecidas pela ANS. A coloração das

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR VERSÃO 2

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR VERSÃO 2 MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR VERSÃO 2 1 Brasília/DF - 2007 1. Introdução A meta deste trabalho é estruturar e auxiliar no correto preenchimento das Guias

Leia mais

Manual do Usuário. Portal TISS Versão 3.02.00

Manual do Usuário. Portal TISS Versão 3.02.00 Manual do Usuário Portal TISS Versão 3.02.00 1 canais de comunicação Departamento de Credenciamento (DECRE - Cadastro) Tel.: (21) 2126-7186 / 2126-7187 Email: decre@cac.org.br Entrega de Processo/ Cronograma

Leia mais

SISTEMA HILUM PRESTADORES

SISTEMA HILUM PRESTADORES SISTEMA HILUM PRESTADORES 2014 Tecnologia da Informação - TI Unimed Cascavel MANUAL HILUM 4.0 - PRESTADORES A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS para registro

Leia mais

MANUAL DE USO FACGTO AUTORIZADOR ONLINE DE ODONTOLOGIA

MANUAL DE USO FACGTO AUTORIZADOR ONLINE DE ODONTOLOGIA MANUAL DE USO FACGTO AUTORIZADOR ONLINE DE ODONTOLOGIA 1 Acessar o endereço www.unafiscosaude.org.br, no menu Credenciados>Prestadores odontológicos>se deseja acessar o Sistema Facgto clique aqui. 1.2

Leia mais

Manual de digitação de contas Portal AFPERGS

Manual de digitação de contas Portal AFPERGS Manual de digitação de contas Portal AFPERGS 1 Sumário Acesso à função digitação de contas... 3 O que é a Função digitação de contas (DC)... 4 Como proceder na função digitação de conta médica (DC)...

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM

MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM Versão 01/2013 Terapias 11 IDENTIFICAÇÃO VOAM VOLVO ODONTOLOGIA E ASSISTÊNCIA MÉDICA. Razão Social: VOLVO DO BRASIL VEÍCULOS LTDA. CNPJ: 43.999.424/0001-14 Registro

Leia mais

Institucional Invest Oral

Institucional Invest Oral Institucional Invest Oral A Invest Oral Fundada em 2003, por nosso sócio fundado Dr. Fabio Loriato Calmon; possui grande expertise conquistada ao longo de seus 12 anos de existência; Uma empresa operadora

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO E PREENCHIMENTO DAS GUIAS ODONTOLÓGICAS PADRÃO TISS - Troca de Informações em Saúde Suplementar 1.

INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO E PREENCHIMENTO DAS GUIAS ODONTOLÓGICAS PADRÃO TISS - Troca de Informações em Saúde Suplementar 1. Brasília DF, 31 maio 2008. Prezados (as) Crenciados (as), Elaboramos estas instruções utilização e preenchimento das guias, acordo com o padrão Troca Informações em Saú Suplementar (TISS), terminado pela

Leia mais

Atendimento de urgência (Pronto Atendimento)

Atendimento de urgência (Pronto Atendimento) 1 de 6 RESULTADO ESPERADO: 642 PROCESSOS RELACIONADOS: Apoio ao Cliente DESCRIÇÃO DO PROCEDIMENTO: AÇÃO RESPONSÁVEL REGISTROS DESCRIÇÃO DA AÇÃO 1. Atender o cliente Técnico de Enfermagem e Recepcionista

Leia mais

Sistema de Autorização Unimed

Sistema de Autorização Unimed Diretoria de Gestão Estratégica Departamento de Tecnologia da Informação Divisão de Serviços em TI Sistema de Autorização Unimed MANUAL DO USUÁRIO DIVISÃO DE SERVIÇOS EM TI A Divisão de Serviços em TI

Leia mais

SISTEMA HILUM TERAPIAS

SISTEMA HILUM TERAPIAS SISTEMA HILUM TERAPIAS 2014 Tecnologia da Informação - TI Unimed Cascavel MANUAL HILUM 4.0 TERAPIAS (Psicoterapias, Fonoaudiologia, Nutrição). A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde

Leia mais

MOVIMENTAÇÕES PELO SITE UNIODONTO

MOVIMENTAÇÕES PELO SITE UNIODONTO MOVIMENTAÇÕES PELO SITE UNIODONTO Com o intuito de agilizar e facilitar as adesões, cancelamentos e al terações de usuários, estamos disponibilizando em nosso site o processo de movimentação bem como o

Leia mais

TABELA DE CUSTOS ODONTOLÓGICO 93,75 16,29

TABELA DE CUSTOS ODONTOLÓGICO 93,75 16,29 TABELA DE CUSTOS ODONTOLÓGICO ODONTOLÓGICO PME + SAÚDE PME (NOVOS CLIENTES) ODONTOLÓGICO PME - CONTRATANDO SOMENTE O PLANO ODONTOLÓGICO 14,81 23,05 43,92 93,75 16,29 25,35 48,31 103,13 Saúde PME: O Valor

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA O PRÉ CADASTRO DOS CONTRATOS VENDIDOS NO BALCÃO

INSTRUÇÕES PARA O PRÉ CADASTRO DOS CONTRATOS VENDIDOS NO BALCÃO INSTRUÇÕES PARA O PRÉ CADASTRO DOS CONTRATOS VENDIDOS NO BALCÃO Acesso: digite o CNPJ 02338268000163, seu login e senha no site da UNIODONTO, campo específico: Ou: Clique em Contratos, código de interesse,

Leia mais

Manual do Credenciado

Manual do Credenciado Prezado Credenciado, Este Manual foi elaborado com o objetivo de disponibilizar informações sobre a Assistência Odontológica oferecida pelo Plano Suplementar de Saúde da ODONTOVIDA aos seus usuários e

Leia mais

Manual de uso WEBPLAN/Facfatprest AGOSTO/2015 / para prestadores médicos (CPF) e Clinicas (CNPJ).

Manual de uso WEBPLAN/Facfatprest AGOSTO/2015 / para prestadores médicos (CPF) e Clinicas (CNPJ). Manual de uso WEBPLAN/Facfatprest AGOSTO/2015 / para prestadores médicos (CPF) e Clinicas (CNPJ). Para solicitar guias e/ou faturar o prestador deve seguir os seguintes passos. OBS: O novo portal Webplan

Leia mais

Manual do Usuário. Projetos e Implantações. Fevereiro - 2007..: Rede Credenciada

Manual do Usuário. Projetos e Implantações. Fevereiro - 2007..: Rede Credenciada Manual do Usuário Projetos e Implantações. Fevereiro - 2007.: Rede Credenciada 1 CONCEITO E ACESSO... 2 2 SEQÜÊNCIA INICIAL DE ACESSO AO PORTAL... 2 2.1 PERFIS DE ACESSO... 3 2.2 REGISTRO ELETRÔNICO...

Leia mais

SISTEMA HILUM CONSULTÓRIOS

SISTEMA HILUM CONSULTÓRIOS SISTEMA HILUM CONSULTÓRIOS 2014 Tecnologia da Informação - TI Unimed Cascavel MANUAL HILUM 4.0 - CONSULTÓRIOS A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS para registro

Leia mais

MANUAL FATURAMENTO SERVIÇOS MÉDICOS/CONTAS MÉDICAS

MANUAL FATURAMENTO SERVIÇOS MÉDICOS/CONTAS MÉDICAS MANUAL FATURAMENTO SERVIÇOS MÉDICOS/CONTAS MÉDICAS ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. INFORMAÇÕES REGULAMENTARES:...3 3. ACESSO AO SISTEMA...3 4. INCLUSÃO DE USUÁRIOS...4 5. FATURAMENTO ELETRÔNICO...5 6. GUIA

Leia mais

MANUAL TISS Versão 3.02.00

MANUAL TISS Versão 3.02.00 MANUAL TISS Versão 3.02.00 1 INTRODUÇÃO Esse manual tem como objetivo oferecer todas as informações na nova ferramenta SAP que será utilizada pelo prestador Mediplan, a mesma será responsável para atender

Leia mais

Bem-vindo ao VENDAS ONLINE

Bem-vindo ao VENDAS ONLINE Bem-vindo ao VENDAS ONLINE Vendas Online www.planosamildental.com.br Principais Informações Site exclusivo para produtos da Dental Venda de planos PME e PF online Pagamento com cartão de crédito PF Burocracia

Leia mais

Verifique sempre se o seu plano oferece reembolso, antes mesmo de agendar a consulta. Se a resposta for positiva, não se esqueça de

Verifique sempre se o seu plano oferece reembolso, antes mesmo de agendar a consulta. Se a resposta for positiva, não se esqueça de TX DE IMPLANTAÇÃO: R$ 20,00 CONDIÇÕES: Crianças de 0 a 5 anos e adultos com mais de 58 anos, necessário avaliação médica ( marcado pela operadora ) DOCUMENTOS NECESSÁRIOS: CPF, RG ou Certidão de nascimento

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA A REDE DE PRESTADORES GUIA DE CONSULTA

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA A REDE DE PRESTADORES GUIA DE CONSULTA MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA A REDE DE PRESTADORES GUIA DE CONSULTA Recife/2007 SUMÁRIO PAG I Objetivos... 02 II Orientações Gerais... 04 III Instruções para preenchimento da Guia de Consulta... 06 IV Anexos......

Leia mais

DC 349 Rev 03. Manual de Atendimento de Saúde Ocupacional no Consultório Médico

DC 349 Rev 03. Manual de Atendimento de Saúde Ocupacional no Consultório Médico DC 349 Rev 03 Manual de Atendimento de Saúde Ocupacional no Consultório Médico SUMÁRIO 1.1 Atendendo o funcionário...3 1.2 Preenchendo o RE227 ASO Atestado de Saúde Ocupacional ou RE884 - ASO - Atestado

Leia mais

INSTRUÇÕES DE FATURAMENTO

INSTRUÇÕES DE FATURAMENTO INSTRUÇÕES DE FATURAMENTO 1. ENTREGA DAS FATURAS: 1.1. Datas de faturamento 1.1.1. Observar as datas especificadas pelo STJ para entrega das faturas (Cronograma de entrega de faturas). Quando essas datas

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 AUTORIZADOR WEB 4. Pesquisar Beneficiário... 5. Elegibilidade Beneficiário... 6. Nova Guia Consulta Eletiva... 7. Nova Guia SP/SADT...

INTRODUÇÃO 2 AUTORIZADOR WEB 4. Pesquisar Beneficiário... 5. Elegibilidade Beneficiário... 6. Nova Guia Consulta Eletiva... 7. Nova Guia SP/SADT... INTRODUÇÃO 2 AUTORIZADOR WEB 4 Pesquisar Beneficiário... 5 Elegibilidade Beneficiário... 6 Nova Guia Consulta Eletiva... 7 Nova Guia SP/SADT... 10 Nova Guia Anexo de Radioterapia... 14 Nova Guia Anexo

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO GUIAS TISS

MANUAL DE PREENCHIMENTO GUIAS TISS MANUAL DE PREENCHIMENTO GUIAS TISS Padrão TISS Atendendo à exigência da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), a partir do dia 31 de Agosto do corrente ano, a Unimed Sobral se adequará ao padrão

Leia mais

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA.

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA MANUAL DO VTWEB CLIENT CADASTROS /PEDIDOS E PROCEDIMENTOS Resumo Esse manual tem como o seu objetivo principal a orientação de uso do

Leia mais

MANUAL DE PROCESSO DIGITAÇÃO DE CONTAS MÉDICAS PORTAL WEB. Última atualização: 29/08/2014 1

MANUAL DE PROCESSO DIGITAÇÃO DE CONTAS MÉDICAS PORTAL WEB. Última atualização: 29/08/2014 1 MANUAL DE PROCESSO DIGITAÇÃO DE CONTAS MÉDICAS PORTAL WEB 1 Índice 1. Acesso ao Portal WEB... 2. Digitação de Contas Médicas... 2.1. Criação de Protocolo... 2.1.1. Digitação Contas... 2.1.1.1. Guia Consulta...

Leia mais

Autorizador Plasc TISS Web. - Manual de Instrução-

Autorizador Plasc TISS Web. - Manual de Instrução- Autorizador Plasc TISS Web - Manual de Instrução- A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS para registro e intercâmbio de dados entre operadoras de planos privados

Leia mais

Usuários. Manual. Pergamum

Usuários. Manual. Pergamum Usuários Manual Pergamum Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 1-2 2 CADASTRANDO UM NOVO USUÁRIO/OPERADOR... 2-1 3 UTILIZANDO O MÓDULO DE USUÁRIOS... 3-2 3.1 CONFIGURAÇÃO DE GUIAS NO EXPLORER... 3-3 4 CADASTRO...

Leia mais

Sistema de Devolução Web

Sistema de Devolução Web Manual Sistema de Devolução Web Usuário Cliente ÍNDICE Sumário 1. Prazos...3 2. Solicitação de Devolução... 4 3. Autorização de Devolução... 4 4. Coleta de Mercadoria... 4 5. Acompanhamento da Devolução...

Leia mais

A proposta de adesão é preenchida pelo beneficiário principal, nos campos listados abaixo:

A proposta de adesão é preenchida pelo beneficiário principal, nos campos listados abaixo: Movimentações Cadastrais: Inclusões: TIPOS: Imediata: Movimentações recebidas fora do prazo de 25 a 30 dias antes do vencimento serão processadas, com aplicação de cobrança proporcional em fatura do mês

Leia mais

MÓDULO 1.0 Tela inicial do sistema, onde é identificado o usuário pelo próprio CRO sendo coerente com a senha, lhe é permitido o acesso via WEB ao sistema DENTAL GROUP. Quando carrego a tela de menu já

Leia mais

Manual de Conteúdo e Estrutura ODONTOLOGIA Instruções para Preenchimento das Guias

Manual de Conteúdo e Estrutura ODONTOLOGIA Instruções para Preenchimento das Guias Manual de Conteúdo e Estrutura ODONTOLOGIA Instruções para Preenchimento das Guias versão 1.1 SUMÁRIO O QUE É TISS?... 4 INSTRUÇÕES GERAIS... 6 GUIAS VISÃO GERAL... 7 GUIA TRATAMENTO ODONTOLÓGICO... 9

Leia mais

Serviço odontológico. normas e orientações

Serviço odontológico. normas e orientações 1 Serviço odontológico normas e orientações 2 3 Seja bem-vindo ao Serviço Odontológico do Sesc! 4 Normas e Orientações do Serviço Odontológico As normas e orientações a seguir garantem um tratamento mais

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DO M3

MANUAL DO USUÁRIO DO M3 MANUAL DO USUÁRIO DO M3 1 CADASTROS 1.1 Clientes Abre uma tela de busca na qual o usuário poderá localizar o cadastro dos clientes da empresa. Preencha o campo de busca com o nome, ou parte do nome, e

Leia mais

Certidão Online Manual do Usuário

Certidão Online Manual do Usuário JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Certidão Online Manual do Usuário Versão 3.1 Lista de Tópicos - Navegação Rápida CADASTRANDO O USUÁRIO... 3 ACESSANDO O SISTEMA... 5 CERTIDAO SIMPLIFICADA NADA

Leia mais

Cronograma Credenciados JAN, FEV e MAR 2011

Cronograma Credenciados JAN, FEV e MAR 2011 Rio de Janeiro, 18 de novembro de 2010. PASA/CE 032/10 Assunto: Manual do Credenciado Médico do PASA/Vale Prezado(a) credenciado(a), O PASA, visando a melhoria constante do seu fluxo de processamento de

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR WEB

MANUAL DO PRESTADOR WEB MANUAL DO PRESTADOR WEB Sumário 1. Guia de Consulta... 3 2. Guia de Procedimentos Ambulatoriais... 6 3. Guia de Solicitação de Internação... 8 4. Prorrogação de internação... 8 5. Confirmação de pedido

Leia mais

Consultório Online. Manual de Utilização do Módulo Operacional. índice. Guias consulta / SADT (Solicitação, Execução com Guia e Autogerada): 4

Consultório Online. Manual de Utilização do Módulo Operacional. índice. Guias consulta / SADT (Solicitação, Execução com Guia e Autogerada): 4 índice Passo 1: Visão geral 3 Passo 2: Como acessar o Consultório Online? 3 Passo 3: Recursos disponíveis 4 Guias consulta / SADT (Solicitação, Execução com Guia e Autogerada): 4 Pesquisa de histórico

Leia mais

Manual Do Usuário ClinicaBR

Manual Do Usuário ClinicaBR Manual Do Usuário ClinicaBR SUMÁRIO 1 Introdução... 01 2 ClinicaBR... 01 3 Como se cadastrar... 01 4 Versão experimental... 02 5 Requisitos mínimos p/ utilização... 03 6 Perfis de acesso... 03 6.1 Usuário

Leia mais

Manual do usuário. v1.0

Manual do usuário. v1.0 Manual do usuário v1.0 1 Iniciando com o Vivo Gestão 1. como fazer login a. 1º acesso b. como recuperar a senha c. escolher uma conta ou grupo (hierarquia de contas) 2. como consultar... de uma linha a.

Leia mais

Guia Rápido para Acesso, Preenchimento e Envio Formulário de Cadastro da Empresa e Formulário de Projeto

Guia Rápido para Acesso, Preenchimento e Envio Formulário de Cadastro da Empresa e Formulário de Projeto EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA MCTI/AEB/FINEP/FNDCT Subvenção Econômica à Inovação Transferência de Tecnologia do SGDC 01/2015 Transferência de Tecnologia Espacial no Âmbito do Decreto nº 7.769 de 28/06/2012

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB 0 Sumário Introdução... 2 Funcionalidades... 2 Requisitos Necessários... 2 Faturamento Web... 3 Faturamento Simplificado... 4 Faturamento Detalhado... 9 Faturamento

Leia mais

TUTORIAL. COMO ACESSAR ÁREA EXCLUSIVA DO CLIENTE NO SITE www.qualicont.com.br

TUTORIAL. COMO ACESSAR ÁREA EXCLUSIVA DO CLIENTE NO SITE www.qualicont.com.br TUTORIAL COMO ACESSAR ÁREA EXCLUSIVA DO CLIENTE NO SITE www.qualicont.com.br O que você vai encontrar nesse Tutorial? Índice 1. Quais as principais funcionalidades da Área Exclusiva do Cliente... 2. Como

Leia mais

SISTEMA INFORMATIZADO DE REGULAÇÃO E CONTROLE DO ICS

SISTEMA INFORMATIZADO DE REGULAÇÃO E CONTROLE DO ICS SISTEMA INFORMATIZADO DE REGULAÇÃO E CONTROLE DO ICS MANUAL DO PRESTADOR DE SERVIÇOS CONSULTÓRIOS/CLÍNICAS CREDENCIADAS PARA ATENDIMENTO ELETIVO (FASCÍCULO DO ATENDIMENTO ELETIVO) VERSÃO I - 2013 Instituto

Leia mais

SISTEMA INFORMATIZADO DE REGULAÇÃO E CONTROLE DO ICS

SISTEMA INFORMATIZADO DE REGULAÇÃO E CONTROLE DO ICS SISTEMA INFORMATIZADO DE REGULAÇÃO E CONTROLE DO ICS MANUAL DO PRESTADOR DE SERVIÇOS DE SADT ELETIVO (FASCÍCULO DO SADT ELETIVO) VERSÃO I - 2013 Instituto Curitiba de Saúde ICS - Plano Padrão ÍNDICE APRESENTAÇÃO

Leia mais

ÍNDICE. 2.1. Funcionalidades... 5

ÍNDICE. 2.1. Funcionalidades... 5 ÍNDICE 1. PRIMEIRO ACESSO AO SITE... 3 2. MAPA DO SITE... 4 2.1. Funcionalidades... 5 3. ENVIO DE COBRANÇAS ELETRÔNICAS... 5 3.1. Solicitações... 7 3.1.1. Internação... 7 3.1.2. Prorrogação... 8 3.1.3.

Leia mais

Recursos detalhados GKM- SISTEMA ADMINISTRATIVO

Recursos detalhados GKM- SISTEMA ADMINISTRATIVO Recursos detalhados GKM- SISTEMA ADMINISTRATIVO Agenda de Consultas: - Agenda para marcação de consultas e compromissos - Cores indicativas de faltas, encaixes e pacientes e clientes inadimplentes a partir

Leia mais