AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado"

Transcrição

1 AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: JULHO/2016 CEPEA AÇÚCAR & ETANOL I Análise Conjuntural II Séries Estatísticas 1. Relações de preços mercados interno e internacional (paridade de exportação) 2. Relações de preços (mercado interno) entre produtos do setor sucroalcooleiro 3. Relações de preços entre Etanol Anidro Combustível e Gasolina C III Gráficos CEPEA AÇÚCAR 1. Evolução do Indicador de preços CEPEA/ESALQ do açúcar cristal (valores nominais) 2. Evolução dos preços no mercado físico (Indicador CEPEA/ESALQ) CEPEA ETANÓIS ANIDRO E HIDRATADO 1. Evolução dos Indicadores CEPEA/ESALQ dos etanóis anidro e hidratado (valores nominais) I Análise Conjuntural AÇÚCAR ANÁLISE CEPEA O Indicador do Açúcar Cristal CEPEA/ESALQ (estado de São Paulo) acumulou baixa de 2,3% em julho, fechando a R$ 85,87/saca de 50 kg no dia 29. Apesar da queda, a média mensal, de R$ 86,65/sc de 50 kg, superou em 3,2% a de junho (R$ 83,94/sc de 50 kg) e em expressivos 81,1% a de julho/15 (R$ 47,85/sc de 50 kg), em termos nominais. Para o Indicador do Açúcar Cristal ESALQ/BVMF Santos, houve baixa de 0,48% em julho, a R$ 85,31/sc de 50 kg no dia 29. A média mensal foi de R$ 85,63/sc de 50 kg, 2,54% superior à de junho/16 (R$ 83,51/sc de 50 kg) e 73,95% acima da de julho/15 (R$ 49,22/sc de 50 kg), em termos nominais. 1/5

2 A pressão das cotações do açúcar no correr de julho veio da maior oferta do produto. Favorecida pelo clima seco, a moagem de cana de açúcar avançou no Centro Sul. Muitas usinas do estado de São Paulo continuaram priorizando a produção de açúcar em detrimento da de etanol, em razão dos elevados preços do adoçante. De acordo com colaboradores, apesar do avanço na produção de açúcar, os altos preços no mercado externo limitaram os recuos no Brasil. Na última semana do mês, os preços dos açúcares de menor qualidade (com coloração acima de 180) caíram com um pouco mais de força. Na parcial da safra (do início de abril até 15 de julho), foram produzidas 9,397 milhões de toneladas de açúcar no estado de São Paulo, forte aumento de 29,4% em relação ao mesmo período da temporada anterior, de acordo com dados da União da Indústria da Cana de Açúcar (Unica). Apenas nos primeiros 15 dias do mês, a produção de açúcar no estado paulista atingiu 1,904 milhão de toneladas, quase 90% a mais que no mesmo período da safra anterior. Na quinzena, 54,7% da cana foi direcionada para a produção de açúcar ainda segundo a Unica. No Nordeste, o ritmo de negócios seguiu lento, exceto na segunda semana de julho, quando a procura esteve elevada. A região está em entressafra e poucas usinas têm estoque. Compradores adquiriram volumes apenas de forma pontual, à espera de preços menores com a chegada da nova safra, em setembro. Com a baixa disponibilidade do produto, consumidores do Nordeste também compraram o açúcar da região Centro Sul do País. Em julho, o Indicador Mensal do Açúcar Cristal CEPEA/ESALQ foi de R$ 97,96/sc de 50 kg em Alagoas, alta de 2,8% frente a junho/16 e de expressivos 63,1% em relação a julho/15, em termos nominais. Em Pernambuco, o Indicador mensal foi de R$ 97,68/sc, aumento de 3,9% se comparado a junho/16 e de 63,76% em relação a julho/15, em termos nominais. Na Paraíba, o Indicador Mensal de Açúcar Cristal CEPEA/ESALQ foi de R$ 77,16/sc, 1,55% superior ao de junho/16. Em março/16, este Indicador passou a ser divulgado sem ICMS (até fevereiro/16, incluía valores com 12% ou 18% de ICMS, dependendo do destino do açúcar). No mercado externo, apesar da queda nos valores da commodity, em meio ao avanço da produção no Brasil combinado à ação especulativa de agentes, os preços continuaram em patamares altos, devido a perspectivas de déficit global. A média de julho/16 do contrato nº 11 de açúcar demerara (Outubro/16), de 19,67 centavos de dólar por libra peso da ICE Futures (Bolsa de Nova York), ainda superou em 65,6% a de julho/15. Segundo a Associação Indiana das Usinas de Açúcar, a produção do adoçante no país deve cair 7% na próxima temporada 2016/17, devido à menor área cultivada. Por outro lado, as chuvas de monções acima da média no continente, após um período de seca, continuam limitando a valorização da commodity. Cálculos do Cepea indicaram que as vendas internas do açúcar remuneraram, em média, 6,58% mais que as externas em julho. Esse cálculo considera o valor médio do Indicador CEPEA/ESALQ e do vencimento Outubro/16 do Contrato nº 11 da Bolsa de Nova York (ICE Futures), prêmio de qualidade estimado em US$ 86,46/tonelada e custos com elevação e frete de US$ 59,04/t. Segundo a Secex, as exportações de açúcar bruto (VHP) totalizaram 2,45 milhões de toneladas em julho/16, volume 5,5% maior que o de junho/16 (2,32 milhões de toneladas) e 25,6% superior ao de julho/15 (1,95 milhão de toneladas). Em relação ao açúcar branco, foram exportadas 459,1 mil toneladas, volume 27% superior ao de junho/16 (361,6 mil toneladas) e 15% maior que o de julho/15 (399,3 mil toneladas). O preço médio do açúcar bruto exportado foi de R$ 1.153,9/tonelada em julho/16, alta de 2,3 % em relação a junho/16 (R$ 1.128,2/t) e aumento de 17,1% em comparação com junho/15 (R$ 985,8 /t), em termos nominais. Em relação ao açúcar branco, o preço médio foi de R$ 1.424,6/t, aumento de 5,5% em relação a junho/16 (R$ 1.350,6/t) e de 34,7% em comparação com julho/15 (R$ 1.057,8 /t), em termos nominais. A receita com a exportação de açúcar foi de R$ 3,48 bilhões em julho/16, alta de 12% frente a junho/16 (R$ 3,11 bilhões) e de 48% sobre julho/15 (R$ 2,35 bilhões), em termos nominais. Equipe: Dra. Heloisa Lee Burnquist, Bel. Maria Cristina Afonso, Silvia C. Michelin, Victória Cambraia Sartori e Augusto Barbosa Maielli. Contato: ETANOL 2/5

3 ANÁLISE CEPEA As cotações dos dois tipos de etanol no mercado spot do estado de São Paulo fecharam o mês de julho em alta. O impulso veio, principalmente, da oferta reduzida. Apesar de a moagem ter aumentado no Centro Sul do País, favorecida pelo clima seco, a maioria das usinas priorizou a produção de açúcar em julho. A vantagem da venda de açúcar sobre as comercializações de etanol em julho foi a mais alta desde janeiro de Na média das quatro semanas do mês, o açúcar remunerou 76% mais que o anidro e 81% mais que o hidratado. Além disso, a demanda firme por parte dos distribuidores contribuiu para o aumento nos preços dos etanóis. O Indicador semanal CEPEA/ESALQ do hidratado (sem impostos, a retirar) teve média de R$ 1,5016/l em julho, considerando se as quatro semanas do mês, leve aumento de 0,8% na comparação com as cinco semanas de junho, que tiveram média de 1,4889/l. O Indicador diário do hidratado ESALQ/BM&FBovespa posto Paulínia fechou a R$ 1.500,00/m³ no dia 29 de julho, elevação de 8,6% em relação ao último dia útil de junho. Esse aumento esteve ligado ao menor fluxo de etanol vindo de outros estados durante o mês em bases paulistas. Para o anidro, o Indicador semanal CEPEA/ESALQ (sem impostos, a retirar) teve média de R$ 1,6391/l em julho, 2,9% menor que a de junho, que fechou a R$ 1,6885/l. No acumulado da safra (de abril a 15 de julho), foram moídas 261,4 milhões de toneladas de cana no Centro Sul, forte aumento de 16% em relação ao mesmo período da temporada anterior, segundo dados da Unica (União da Indústria da Cana de Açúcar). Em São Paulo, especificamente, a moagem totalizou 156,2 milhões de toneladas, 18,8% maior em igual comparativo. A produção de etanol avançou 10% na região Centro Sul e no estado de SP, enquanto a de açúcar aumentou 30,2% e 29%, respectivamente. Na média parcial desta temporada, o volume de cana destinado à produção de etanol no Centro Sul corresponde a 55,8%, recuo de quatro pontos percentuais em relação ao mesmo período da safra anterior. Em São Paulo, na parcial da safra, 51,1% da cana colhida foi direcionada à produção de açúcar e 48,9%, à de etanol na mesma época da safra anterior, o mix de produção era mais favorável ao combustível, de 52,8%, contra 47,2% do açúcar. Em julho, as exportações de etanol totalizaram 219 milhões de litros, queda de 15,2% em relação a junho e aumento de 2,6% frente a julho/15. A receita em dólar foi de US$ 105,2 milhões, queda de 7% na comparação com o mês anterior e alta de 5,2% em relação a julho/15. Em Reais, os embarques renderam R$ 344 milhões, baixa de 10,6% frente a junho, mas alta de 6,8% na comparação com julho. NORDESTE Em decorrência do período de entressafra, as informações coletadas nos estados de Alagoas e Pernambuco não foram suficientes para o fechamento da média de julho do Indicador CEPEA/ESALQ mensal do hidratado e do anidro. A safra 2016/2017 no Nordeste deve iniciar em meados de agosto. Na Paraíba, o Indicador mensal CEPEA/ESALQ do hidratado recuou 1,3%, indo para R$ 1,7558/l (sem frete, sem ICMS). O Indicador mensal CEPEA/ESALQ do anidro teve média de R$ 2,1082/l (sem frete) em julho, 1,1% maior que a de junho. Equipe: Dra. Mirian R. Piedade Bacchi, Msc. Ivelise Rasera Bragato, Carla Luciane dos Santos, Talita Negri e Paulo Palma Beraldo. Contato: II Séries Estatísticas Cepea 1. Relações de preços mercados interno e internacional (paridade de exportação) Açúcar Médias Mensais 3/5

4 Porto de Saída Preço médio mercado interno (US$/t)* Preço médio mercado internacional (US$/t)** Relação (B/A) (A) (B) Santos 491,86 461,51 0,94 Fonte: Cepea/Esalq * Equivalente Cristal 150, Posto Veículo Usina (PVU); líquido de impostos. **Média mensal das cotações do Contrato nº 11 da Bolsa de Futuros de Açúcar (Nova York); próximo vencimento do contrato com cotações para todos os dias úteis do mês de referência; considerando se prêmio de qualidade calculado como uma média aritmética da média diária de prêmios efetivamente negociados e ofertados de US$ 86,46/t e Fobização (elevação+frete) em julho/2016=us$ 59,04/t. 2. Relações de preços (mercado interno) entre produtos do setor sucroalcooleiro Açúcar e Etanol Natureza Relação Açúcar/ Etanol Anidro 1,71 Açúcar/ Etanol Hidratado 1,76 Etanol Anidro / Etanol Hidratado 1,02 Fonte: Cepea/Esalq Lê se: O açúcar cristal em saca de 50 kg remunerou 76% a mais que o hidratado e 71% a mais que o anidro. No caso da relação entre os dois etanóis, o anidro remunerou 2% mais que o hidratado. Nota 2: Relações de Preços de Produtos do Sucroalcooleiro referentes à média mensal de Indicadores de Preços de Açúcar Cristal Cepea/Esalq, Etanol Anidro Cepea/Esalq e Etanol Hidratado Cepea/Esalq, negociados no estado de S.P. 3. Relações de preços entre Álcool Anidro Combustível e Gasolina C Mês Álcool Anidro e Gasolina C Preço da Gasolina C Varejo (ESP) R$/l Participação do álcool anidro no preço da gasolina C* (%) Julho 3,441 12,84 Junho 3,464 13,08 Fonte: ANP. Elaboração: Cepea/Esalq *Desde 16 de março de 2015, a proporção de etanol anidro na gasolina C é de 27%. III Gráficos 4/5

5 CEPEA AÇÚCAR CEPEA ETANÓIS ANIDRO E HIDRATADO 5/5

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: AGOSTO/2016 CEPEA AÇÚCAR & ETANOL I Análise Conjuntural II Séries Estatísticas 1. Relações de preços mercados interno e internacional (paridade

Leia mais

1. Evolução dos Indicadores CEPEA/ESALQ dos etanóis anidro e hidratado (valores nominais)

1. Evolução dos Indicadores CEPEA/ESALQ dos etanóis anidro e hidratado (valores nominais) AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: OUTUBRO/2016 CEPEA AÇÚCAR & ETANOL I Análise Conjuntural II Séries Estatísticas 1. Relações de preços mercados interno e internacional (paridade

Leia mais

CEPEA ETANÓIS ANIDRO E HIDRATADO. 1. Evolução dos Indicadores CEPEA/ESALQ dos etanóis anidro e hidratado (valores nominais) I - Análise Conjuntural

CEPEA ETANÓIS ANIDRO E HIDRATADO. 1. Evolução dos Indicadores CEPEA/ESALQ dos etanóis anidro e hidratado (valores nominais) I - Análise Conjuntural AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência:fevereiro/2016 CEPEA - AÇÚCAR & ETANOL I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Relações de preços mercados interno e internacional

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: MAIO/2016 CEPEA AÇÚCAR & ETANOL I Análise Conjuntural II Séries Estatísticas 1. Relações de preços mercados interno e internacional (paridade

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: ABRIL/2014 CEPEA - AÇÚCAR & ETANOL I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Relações de preços mercados interno e internacional

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: FEVEREIRO/2012 CEPEA - SOJA I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Diferenciais de preços 2. Estimativa do valor das alternativas

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mês de referência: NOVEMBRO/2011 CEPEA - SOJA I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Diferenciais de preços 2. Estimativa do valor das alternativas de

Leia mais

VANTAGEM DO AÇÚCAR SOBRE O ETANOL NO MERCADO FÍSICO OSCILA EM 37% EM FEVEREIRO

VANTAGEM DO AÇÚCAR SOBRE O ETANOL NO MERCADO FÍSICO OSCILA EM 37% EM FEVEREIRO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XIX 13/março/2017 n. 666 VANTAGEM DO AÇÚCAR SOBRE O ETANOL NO MERCADO FÍSICO OSCILA EM 37% EM FEVEREIRO Com o mês de fevereiro finalizado foi possível determinar

Leia mais

PREÇOS E VENDAS DE ETANOL

PREÇOS E VENDAS DE ETANOL SEMINÁRIO DE ATUALIZAÇÃO DO MODELO CONSECANA SÃO PAULO Piracicaba, 16 de abril de 2014 PREÇOS E VENDAS DE ETANOL Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada Escola Superior de Agricultura Luiz de

Leia mais

AÇÚCAR EM NOVA YORK APRESENTA ALTA DE 7% EM ABRIL

AÇÚCAR EM NOVA YORK APRESENTA ALTA DE 7% EM ABRIL Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XIX 08/maio/2017 n. 674 AÇÚCAR EM NOVA YORK APRESENTA ALTA DE 7% EM ABRIL Os contratos futuros de açúcar em Nova York continuam firmes em seu momento de

Leia mais

OFERTA DE AÇÚCAR NO CENTRO-SUL CAI 11% NA SEGUNDA QUINZENA DE AGOSTO

OFERTA DE AÇÚCAR NO CENTRO-SUL CAI 11% NA SEGUNDA QUINZENA DE AGOSTO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVIII 19/setembro/2016 n. 643 OFERTA DE AÇÚCAR NO CENTRO-SUL CAI 11% NA SEGUNDA QUINZENA DE AGOSTO A finalização desta semana foi marcada pela atualização

Leia mais

EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR PARA A ÍNDIA CAEM 18% EM MARÇO

EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR PARA A ÍNDIA CAEM 18% EM MARÇO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XIX 24/abril/2017 n. 672 EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR PARA A ÍNDIA CAEM 18% EM MARÇO Os dados mais atualizados sobre as exportações de açúcar bruto, refinado e

Leia mais

FILA DE NAVIOS PARA EMBARQUE DE AÇÚCAR SOBE 12% NO PAÍS

FILA DE NAVIOS PARA EMBARQUE DE AÇÚCAR SOBE 12% NO PAÍS Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVIII 15/agosto/2016 n. 638 FILA DE NAVIOS PARA EMBARQUE DE AÇÚCAR SOBE 12% NO PAÍS Em recente relatório de Line-Up, atualizado na noite da última quarta-feira,

Leia mais

PADRÃO DO LA NIÑA CONTINUA CADA VEZ MAIS PRÓXIMO

PADRÃO DO LA NIÑA CONTINUA CADA VEZ MAIS PRÓXIMO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVIII 11/julho/2016 n. 633 PADRÃO DO LA NIÑA CONTINUA CADA VEZ MAIS PRÓXIMO As novas informações sobre a variação nas temperaturas das águas do oceano Pacífico,

Leia mais

COLETIVA DE IMPRENSA

COLETIVA DE IMPRENSA COLETIVA DE IMPRENSA 17 de dezembro de 2013 Considerações sobre os dados Informações disponíveis a partir do sistema de benchmarking do CTC: Amostra contempla apenas cana própria Representatividade da

Leia mais

Tabela 4.1: Produção de biocombustíveis no Brasil (litros)

Tabela 4.1: Produção de biocombustíveis no Brasil (litros) Biocombustíveis Tamar Roitman / Fernanda Delgado A) Produção A produção de etanol anidro e hidratado em março/217 superou em 143,5% e 122%, respectivamente, a produção de fevereiro/217. A maior produção

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: MAIO/2016 CEPEA - PECUÁRIA I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Diferenciais de Preços Boi Gordo (SP) 2. Diferenciais de

Leia mais

Quadro II - PREÇO DO AÇÚCAR CRISTAL COLOCADO NO PORTO DE SANTOS - SP NA CONDIÇÃO SOBRE RODAS - (Em R$/Saca de 50kg*) 24

Quadro II - PREÇO DO AÇÚCAR CRISTAL COLOCADO NO PORTO DE SANTOS - SP NA CONDIÇÃO SOBRE RODAS - (Em R$/Saca de 50kg*) 24 CANA-DE-AÇÚCAR Período: Abril/2016 Quadro I - PREÇO NA USINA EM SÃO PAULO (Em R$/unidade*) Produtos Unidade Página 1 24 Meses 12 Meses 1 Mês Mês Atual Açúcar Cristal Cor ICUMSA 130 a 180 Saco/50 kg 51,70

Leia mais

Balanço 2016 Perspectivas Cana-de-açúcar

Balanço 2016 Perspectivas Cana-de-açúcar Cana-de-açúcar 85 86 Balanço 2016 Perspectivas 2017 Perspectivas 2017 DÉFICIT NA PRODUÇÃO MUNDIAL DE AÇÚCAR, AUMENTO DA DEMANDA E QUEDA NOS ESTOQUES MANTERÃO TENDÊNCIA DE PREÇOS ALTOS A perspectiva é de

Leia mais

VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO DE CANA CRESCE 1,97% ENTRE 2016 E 2017

VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO DE CANA CRESCE 1,97% ENTRE 2016 E 2017 Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XIX /fevereiro/ n. VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO DE CANA CRESCE,% ENTRE E A atualização de janeiro sobre o Valor VBP AGROPECUÁRIA - BRASIL Bruto da Produção [VBP]

Leia mais

Relatório final da safra 2015/2016. Região Centro-Sul

Relatório final da safra 2015/2016. Região Centro-Sul Relatório final da safra 2015/2016 Região Centro-Sul Tabela 1. Balanço final da safra 2015/2016 na região Centro-Sul Comparativo com a safra 2014/2015 Cana-de-açúcar ¹ Açúcar ¹ Etanol anidro ² ATR ¹ Produtos

Leia mais

Relat ório final da safra 2016/2017. Região Centro-Sul

Relat ório final da safra 2016/2017. Região Centro-Sul Relat ório final da safra 2016/2017 Região Centro-Sul Tabela 1. Balanço final da safra 2016/2017 na região Centro-Sul Comparativo com a safra 2015/2016 Cana-de-açúcar ¹ Açúcar ¹ Etanol anidro ² ATR ¹ Produtos

Leia mais

Mais de 5 milhões de toneladas de cana-deaçúcar moídas na safra 2012/2013 garantem elevado EBITDA nos resultados de 2012/13

Mais de 5 milhões de toneladas de cana-deaçúcar moídas na safra 2012/2013 garantem elevado EBITDA nos resultados de 2012/13 Mais de 5 milhões de toneladas de cana-deaçúcar moídas na safra 2012/2013 garantem elevado EBITDA nos resultados de 2012/13 Bocaina, 14 de maio de 2013 A Tonon Bionergia S/A anuncia hoje seus resultados

Leia mais

Edição 37 (Março2014)

Edição 37 (Março2014) Edição 37 (Março2014) Cenário Econômico: PIB brasileiro cresce 2,3% em 2013 e chega a R$ 4,8 trilhões A economia brasileira cresceu 0,7% no quarto trimestre de 2013, na comparação com os três meses anteriores,

Leia mais

MOAGEM DE CANA CHEGA A 17 MILHÕES DE TONELADAS NA PRIMEIRA QUINZENA DE ABRIL

MOAGEM DE CANA CHEGA A 17 MILHÕES DE TONELADAS NA PRIMEIRA QUINZENA DE ABRIL Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XIX 01/maio/2017 n. 673 MOAGEM DE CANA CHEGA A 17 MILHÕES DE TONELADAS NA PRIMEIRA QUINZENA DE ABRIL A quarta semana de abril foi marcada pela atualização

Leia mais

EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR PARA A CHINA CAEM 90% OUTUBRO

EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR PARA A CHINA CAEM 90% OUTUBRO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVIII 14/novembro/2016 n. 651 EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR PARA A CHINA CAEM 90% OUTUBRO Os dados mais atualizados sobre as exportações de açúcar bruto, refinado

Leia mais

Evolução e alterações recentes nos Indicadores de Preços de Açúcar para o Consecana ESP

Evolução e alterações recentes nos Indicadores de Preços de Açúcar para o Consecana ESP Evolução e alterações recentes nos Indicadores de Preços de Açúcar para o Consecana ESP CONSECANA PIRACICABA 16/04/2014 Heloisa Burnquist Professora Esalq/USP Pesquisadora Cepea Ph.D. Cornell University

Leia mais

Expectativas para a safra 2017/18 e as perspectivas para o setor nos próximos anos

Expectativas para a safra 2017/18 e as perspectivas para o setor nos próximos anos 15º Seminário sobre Produtividade & Redução de Custos Expectativas para a safra 2017/18 e as perspectivas para o setor nos próximos anos Luciano Rodrigues Gerente Economia e Análise Setorial 1 - SAFRA

Leia mais

Análise dos preços de etanol no segmento produtor da região Centro- Sul no ano-safra 2010/11

Análise dos preços de etanol no segmento produtor da região Centro- Sul no ano-safra 2010/11 Análise dos preços de etanol no segmento produtor da região Centro- Sul no ano-safra 2010/11 Oferta e demanda são essencialmente os determinantes do comportamento dos preços do etanol. As diferenças dos

Leia mais

PADRÃO DO LA NIÑA AINDA NÃO OFICIALIZADO EM DEZEMBRO

PADRÃO DO LA NIÑA AINDA NÃO OFICIALIZADO EM DEZEMBRO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XII 12/janeiro/2017 n. 527 PADRÃO DO LA NIÑA AINDA NÃO OFICIALIZADO EM DEZEMBRO As novas informações sobre a variação nas temperaturas das águas do oceano

Leia mais

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Posição até 16/11/2016 Informações adicionais Safra 2016/2017 1ª quinzena de novembro A moagem pelas unidades produtoras da região Centro-Sul atingiu

Leia mais

informe Mercado do Leite Mercado da Carne Comentários Dicas Técnicas Eventos Edição 001 Julho 2016 Em Junho o preço do leite subiu em todos os estados

informe Mercado do Leite Mercado da Carne Comentários Dicas Técnicas Eventos Edição 001 Julho 2016 Em Junho o preço do leite subiu em todos os estados tudo sobre pecuária informe Você está recebendo o Nog Informe 001 o informativo da Nogueira Máquinas Agrícolas que será enviado mensalmente por via eletrônica. Nosso objetivo é mantê-lo informado sobre

Leia mais

Fechamento dos Mercados Segunda-feira 07/11/16 granoeste.com.br (45) Atual Ant. Dif.

Fechamento dos Mercados Segunda-feira 07/11/16 granoeste.com.br (45) Atual Ant. Dif. COMPLEXO SOJA CBOT - Soja (U$/Bushel = 27,216) Máx Min NOV 989,25 981,50 7,75 992,00 981,75 JAN 998,50 990,75 7,75 1.001,75 990,00 MAR 1005,50 997,25 8,25 1.007,75 996,25 MAI 1012,25 1004,00 8,25 1.014,25

Leia mais

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Posição até 01/11/2017 Vendas de hidratado avançam no Centro-Sul O volume de cana-de-açúcar processado pelas unidades produtoras da região Centro-Sul

Leia mais

EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR PARA A CHINA CAEM 98% EM MAIO

EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR PARA A CHINA CAEM 98% EM MAIO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XIX 26/junho/2017 n. 681 EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR PARA A CHINA CAEM 98% EM MAIO A forte queda anual no volume de exportação contrasta com a elevação na margem

Leia mais

Relatório final da safra 2013/2014. Região Centro-Sul

Relatório final da safra 2013/2014. Região Centro-Sul Relatório final da safra 2013/2014 Região Centro-Sul Tabela 1. Balanço final da safra 2013/2014 na região Centro-Sul Comparativo com a safra 2012/2013 Produtos Safra 2012/2013 2013/2014 Var. (%) Cana-de-açúcar

Leia mais

EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR PARA A CHINA CAEM 81% EM FEVEREIRO

EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR PARA A CHINA CAEM 81% EM FEVEREIRO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XIX 20/março/2017 n. 667 EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR PARA A CHINA CAEM 81% EM FEVEREIRO Os dados mais atualizados sobre as exportações de açúcar bruto, refinado

Leia mais

Edição 27 (Dezembro/2013) Cenário Econômico Nacional:

Edição 27 (Dezembro/2013) Cenário Econômico Nacional: Edição 27 (Dezembro/2013) Cenário Econômico Nacional: Essa semana foi marcada pelas repercussões dos dados apresentados semana passada, como de costume o Banco Bradesco revelou o resultado da sua pesquisa

Leia mais

21 de maio de Coletiva de imprensa ESTIMATIVA SAFRA 2015/2016

21 de maio de Coletiva de imprensa ESTIMATIVA SAFRA 2015/2016 21 de maio de 2015 Coletiva de imprensa ESTIMATIVA SAFRA 2015/2016 ROTEIRO I. Dados finais da safra 2014/2015 na região Centro-Sul Moagem e produção Mercados de etanol e de açúcar Preços e faturamento

Leia mais

MERCADO FÍSICO DE AÇÚCAR FECHA O ANO COM GANHOS DE 52%

MERCADO FÍSICO DE AÇÚCAR FECHA O ANO COM GANHOS DE 52% Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XIX 09/janeiro/2017 n. 657 MERCADO FÍSICO DE AÇÚCAR FECHA O ANO COM GANHOS DE 52% Encerrado o mês de dezembro, é possível determinar a média de valorização

Leia mais

Açúcar Relatório de Mercado Janeiro de 2016 MERCADO INDUSTRIAL

Açúcar Relatório de Mercado Janeiro de 2016 MERCADO INDUSTRIAL Açúcar MERCADO INDUSTRIAL Resultado de Moagem até 15 de Dezembro 2015 Moagem: Na primeira quinzena de dezembro, o setor moeu um total de 18 milhões de toneladas, o que representa 77% a mais em relação

Leia mais

Evolução das Vendas de Veículos - Brasil

Evolução das Vendas de Veículos - Brasil Martinho Seiiti Ono Criada em 2000 Evolução das Vendas de Veículos - Brasil 1.000 unidades 300 275 250 225 200 175 150 125 100 75 50 25 0 Flex Gasolina % Flex - média anual 100% 95% 90% 85% 80% 75% 70%

Leia mais

LEITE E DERIVADOS JULHO / 2015

LEITE E DERIVADOS JULHO / 2015 LEITE E DERIVADOS JULHO / 2015 1. Mercado nacional 1.1 Preços pagos ao produtor Os preços nominais médios brutos 1 pagos ao produtor em ho, ponderados pela produção, dos e estados pesquisados pelo Centro

Leia mais

AGRICULTURA. Novembro de 2017 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos

AGRICULTURA. Novembro de 2017 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos AGRICULTURA Novembro de 2017 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos DESEMPENHO DA AGRICULTURA o o Algodão Embora não tenha alcançado recorde, as 3 últimas safras globais seguiram em recuperação

Leia mais

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS Ministério de Minas e Energia Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis Departamento de Combustíveis Renováveis EDIÇÃO N o 103 Setembro/2016 BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS

Leia mais

Fechamento dos Mercados Quinta-feira 13/10/16 granoeste.com.br (45) Atual Ant. Dif.

Fechamento dos Mercados Quinta-feira 13/10/16 granoeste.com.br (45) Atual Ant. Dif. COMPLEXO SOJA CBOT - Soja (U$/Bushel = 27,216) Máx Min NOV 956,25 945,50 10,75 959,50 937,25 JAN 964,75 953,50 11,25 967,50 945,25 MAR 971,00 960,25 10,75 974,00 952,00 MAI 978,00 967,25 10,75 980,50 959,75

Leia mais

PADRÃO DO LA NIÑA FICA A CADA MÊS MAIS LONGE DA CONFIRMAÇÃO

PADRÃO DO LA NIÑA FICA A CADA MÊS MAIS LONGE DA CONFIRMAÇÃO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XIX 17/abril/2017 n. 671 PADRÃO DO LA NIÑA FICA A CADA MÊS MAIS LONGE DA CONFIRMAÇÃO As novas informações sobre a variação nas temperaturas das águas do

Leia mais

Série histórica dos estoques mundiais Arroz 2005/ / / / / /2011

Série histórica dos estoques mundiais Arroz 2005/ / / / / /2011 BOLETIM CUSTO E PREÇO Balanço Fevereiro 2011 ARROZ: Os preços de arroz em casca mostram-se praticamente estáveis no mês de fevereiro. Na terceira semana do mês, as cotações na Região Sul aumentaram, em

Leia mais

Coletiva de Imprensa REVISÃO DE SAFRA 2012/2013

Coletiva de Imprensa REVISÃO DE SAFRA 2012/2013 Coletiva de Imprensa REVISÃO DE SAFRA 2012/2013 São Paulo, 20 de setembro de 2012 ROTEIRO I. Metodologia e fonte de dados II. Aspectos climáticos e condições agrícolas III. Evolução da safra da região

Leia mais

EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR SOBEM 47% EM JANEIRO

EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR SOBEM 47% EM JANEIRO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XIX 13/fevereiro/2017 n. 662 EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR SOBEM 47% EM JANEIRO Os dados mais atualizados sobre as exportações de açúcar bruto, refinado e processado

Leia mais

A indústria canavieira do Brasil em clima otimista

A indústria canavieira do Brasil em clima otimista A indústria canavieira do Brasil em clima otimista Mirian Rumenos Piedade Bacchi Professora ESALQ/USP Pesquisadora do Cepea/Esalq/USP mrpbacch@esalq.usp.br www.cepea.esalq.usp.br Artigo publicado na revista

Leia mais

SOJA Período: 11 a 15/05/ meses mês semana. Períodos anteriores. Paridade Exportação Centro de Referência Unid Efetivo (1)

SOJA Período: 11 a 15/05/ meses mês semana. Períodos anteriores. Paridade Exportação Centro de Referência Unid Efetivo (1) SOJA Período: 11 a 15/05/2015 Centro de Produção Quadro I - PREÇO PAGO AO PRODUTOR (em R$) Unid Períodos anteriores 12 1 1 meses mês semana Média mercado Semana atual Composto atacado Preço Mínimo SORRISO-MT

Leia mais

VENDAS DE ANIDRO CRESCEM, 5% EM MARÇO EM TENDÊNCIA DE ALTA

VENDAS DE ANIDRO CRESCEM, 5% EM MARÇO EM TENDÊNCIA DE ALTA Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XII 18/maio/2017 n. 545 VENDAS DE ANIDRO CRESCEM, 5% EM MARÇO EM TENDÊNCIA DE ALTA A tendência de recuperação na economia esperada para o segundo semestre

Leia mais

BOLETIM DO MILHO Nº 13

BOLETIM DO MILHO Nº 13 BOLETIM DO MILHO Nº 13 COMERCIALIZAÇÃO O acompanhamento semanal de safras do DERAL indica que foram comercializadas, no Paraná, até o momento, 10,4 milhões de toneladas de milho, o que representa 73% da

Leia mais

Perspectivas do Mercado e a Importância da Gestão de Risco. Novembro de 2016

Perspectivas do Mercado e a Importância da Gestão de Risco. Novembro de 2016 Perspectivas do Mercado e a Importância da Gestão de Risco Novembro de 2016 A Evolução da Produção no Centro-Sul OcrescimentomédioanualdaproduçãodecananoCentro-Sulnosúltimos8anosfoide4.59%; no entanto,

Leia mais

A evolução dos custos de produção de cana, açúcar e etanol

A evolução dos custos de produção de cana, açúcar e etanol 11º Seminário Produtividade e Redução de Custos da Agroindústria Canavieira A evolução dos custos de produção de cana, açúcar e etanol Francisco Oscar Louro Fernandes Ribeirão Preto, 28 de Novembro de

Leia mais

TRIGO Período de 27 a 30/07/2015

TRIGO Período de 27 a 30/07/2015 TRIGO Período de 27 a 30/07/205 Tabela I - PREÇO PAGO AO PRODUTOR (em R$/60 kg) Centro de Produção Unid. 2 meses Períodos anteriores mês (*) semana Preço PR 60 kg 34,43 34,35 34,45 34,42 Semana Atual Preço

Leia mais

Panorama do setor sucroenergético para a safra atual e perspectivas para 2012/13

Panorama do setor sucroenergético para a safra atual e perspectivas para 2012/13 Panorama do setor sucroenergético para a safra atual e perspectivas para 2012/13 Vanessa Nardy Agribusiness Research & Knowledge Center Pricewaterhouse Coopers Situação do setor sucroenergético no Brasil

Leia mais

A evolução dos custos de produção de cana, açúcar e etanol

A evolução dos custos de produção de cana, açúcar e etanol 10º Seminário sobre Redução de Custos na Agroindústria Canavieira A evolução dos custos de produção de cana, açúcar e etanol Francisco Oscar Louro Fernandes Ribeirão Preto, 30 de Novembro de 2011 Modelo

Leia mais

INDÚSTRIA BRASILEIRA DE BENS DE CAPITAL INDICADORES CONJUNTURAIS JULHO/17

INDÚSTRIA BRASILEIRA DE BENS DE CAPITAL INDICADORES CONJUNTURAIS JULHO/17 INDÚSTRIA BRASILEIRA DE BENS DE CAPITAL INDICADORES CONJUNTURAIS JULHO/17 RESUMO DE DESEMPENHO Julho -2017 Variáveis R$ milhões constantes Variação percentual sobre Mês No ano mês anterior mês do ano anterior

Leia mais

A evolução dos custos de produção de cana, açúcar e etanol

A evolução dos custos de produção de cana, açúcar e etanol 15º Seminário Produtividade e Redução de Custos da Agroindústria Canavieira A evolução dos custos de produção de cana, açúcar e etanol Francisco Oscar Louro Fernandes Ribeirão Preto, 30 de Novembro de

Leia mais

AÇÚCAR EM NOVA YORK APRESENTA ALTA DE 16% EM MARÇO

AÇÚCAR EM NOVA YORK APRESENTA ALTA DE 16% EM MARÇO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XIX 10/abril/2017 n. 670 AÇÚCAR EM NOVA YORK APRESENTA ALTA DE 16% EM MARÇO Os contratos futuros de açúcar em Nova York encontram-se atualmente em um momento

Leia mais

Custo da Cesta Básica oscila nas capitais do Brasil

Custo da Cesta Básica oscila nas capitais do Brasil 1 São Paulo, 14 de março de 2016. NOTA À IMPRENSA Custo da Cesta Básica oscila nas capitais do Brasil Em fevereiro de 2016, o custo do conjunto de alimentos básicos aumentou em 13 capitais do Brasil e

Leia mais

1T15 Apresentação dos Resultados

1T15 Apresentação dos Resultados 1 1T15 Apresentação dos Resultados Ressalva sobre informações acerca de eventos futuros O material a seguir é uma apresentação de informações gerais básicas sobre a Tonon Bioenergia S.A. (coletivamente,

Leia mais

A evolução dos custos de produção de cana, açúcar e etanol

A evolução dos custos de produção de cana, açúcar e etanol 12ºSeminário Produtividade e Redução de Custos da Agroindústria Canavieira A evolução dos custos de produção de cana, açúcar e etanol Francisco Oscar Louro Fernandes Ribeirão Preto, 04 de Dezembro de 2013

Leia mais

BOLETIM CUSTOS E PREÇOS Fevereiro de 2014

BOLETIM CUSTOS E PREÇOS Fevereiro de 2014 BOLETIM CUSTOS E PREÇOS Fevereiro de 2014 Milho: Em fevereiro, os preços do milho apresentaram fortes altas no mercado interno, devido, principalmente, às condições climáticas adversas em muitas regiões

Leia mais

Análise Mercado de Açúcar: Elevação da gasolina não deve elevar oferta de açúcar. Preços ainda em baixa

Análise Mercado de Açúcar: Elevação da gasolina não deve elevar oferta de açúcar. Preços ainda em baixa Análise Mercado de Açúcar: Elevação da gasolina não deve elevar oferta de açúcar. Preços ainda em baixa O mercado de açúcar teve uma quinta-feira de poucas novidades sobre as cotações dos contratos futuros

Leia mais

mostra a Tabela 1. O estado do Rio Grande do Sul não acompanhou o cenário de queda

mostra a Tabela 1. O estado do Rio Grande do Sul não acompanhou o cenário de queda Soja Os preços médios da soja apresentaram pequena queda em fevereiro, como mostra a Tabela 1. O estado do Rio Grande do Sul não acompanhou o cenário de queda e apresentou variação positiva para fevereiro,

Leia mais

RENTABILIDADE DO ETANOL HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR CAI NA PRIMEIRA SEMANA DE MAIO

RENTABILIDADE DO ETANOL HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR CAI NA PRIMEIRA SEMANA DE MAIO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 07/maio/2015 n. 444 RENTABILIDADE DO ETANOL HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR CAI NA PRIMEIRA SEMANA DE MAIO A finalização da primeira semana de maio mostrou uma

Leia mais

Associação Brasileira dos Produtores de Soja

Associação Brasileira dos Produtores de Soja Associação Brasileira dos Produtores de Soja De acordo com o 5 Levantamento de safra 2015/16, publicado em fevereiro pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), a área plantada deve crescer 3,6%

Leia mais

PADRÃO DO EL NIÑO ESTÁ CADA VEZ MAIS PRÓXIMO DA EFETIVAÇÃO

PADRÃO DO EL NIÑO ESTÁ CADA VEZ MAIS PRÓXIMO DA EFETIVAÇÃO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XIX /junho/ n. 9 PADRÃO DO EL NIÑO ESTÁ CADA VEZ MAIS PRÓXIMO DA EFETIVAÇÃO As novas informações sobre a variação nas temperaturas das águas do oceano Pacífico,

Leia mais

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS Ministério de Minas e Energia Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis Departamento de Combustíveis Renováveis BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS EDIÇÃO N o 87 Abril/2015 SUMÁRIO

Leia mais

Teleconferência dos Resultados do 1T10 Ano Safra 2009/2010

Teleconferência dos Resultados do 1T10 Ano Safra 2009/2010 Teleconferência dos Resultados do 1T10 Ano Safra 2009/2010 DISCLAIMER Eventuais declarações que possam ser feitas durante esta apresentação, relativas às perspectivas de negócios da Companhia, projeções

Leia mais

Análise Mercado de Açúcar: Nova York e Londres avançam com China, Dólar, Índia, Brasil e Tailândia

Análise Mercado de Açúcar: Nova York e Londres avançam com China, Dólar, Índia, Brasil e Tailândia Análise Mercado de Açúcar: Nova York e Londres avançam com China, Dólar, Índia, Brasil e Tailândia Em mais um dia de ganhos os contratos futuros de açúcar atingiram o maior nível de preço dos últimos 16

Leia mais

Teleconferência de Resultados 3T Safra 15/16 12 de fevereiro de 2016

Teleconferência de Resultados 3T Safra 15/16 12 de fevereiro de 2016 Teleconferência de Resultados 3T Safra 15/16 12 de fevereiro de 2016 DISCLAIMER Esta apresentação, e quaisquer materiais distribuídos em relação à mesma, poderão incluir determinados números, resultados,

Leia mais

Projeções do mercado de açúcar e etanol para November 2014

Projeções do mercado de açúcar e etanol para November 2014 Projeções do mercado de açúcar e etanol para 2015 November 2014 Mercado do Açúcar Panorama geral Perspectivas de safras Conclusões Etanol Programa Panorama e expectativas 2 Açúcar Panorama do mercado nos

Leia mais

BOI GORDO (Arroba) BOI GORDO (Arroba)

BOI GORDO (Arroba) BOI GORDO (Arroba) BOI GORDO (Arroba) Segunda-feira Terça- feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira AMARGOSA 95,00 95,00 95,00 95,00 95,00 BARREIRAS 87,00 87,00 87,00 87,00 87,00 FEIRA DE SANTANA 93,00 93,00 93,00 93,00

Leia mais

BOLETIM DO. SUÍNO nº 78 FEVEREIRO

BOLETIM DO. SUÍNO nº 78 FEVEREIRO BOLETIM DO SUÍNO nº 78 FEVEREIRO 2017 O mercado em fevereiro Pela segunda vez na história, o preço do quilo do suíno vivo ultrapassou os cinco reais no correr de fevereiro, na maioria das praças pesquisadas

Leia mais

Açúcar Relatório de Mercado Março de 2016 MERCADO INDUSTRIAL

Açúcar Relatório de Mercado Março de 2016 MERCADO INDUSTRIAL Açúcar MERCADO INDUSTRIAL Resultado de Moagem até 15 de Fevereiro 2016 Moagem: A quantidade de cana-de-açúcar processada pelas 32 unidades ainda em operação na região Centro-Sul alcançou 2,69 milhões de

Leia mais

Análises de preços de combustíveis nas regiões sudeste e nordeste 1

Análises de preços de combustíveis nas regiões sudeste e nordeste 1 Análises de preços de combustíveis nas regiões sudeste e nordeste 1 Guilherme Signorini Graduando em Agronomia Esalq/USP Dra. Marta Cristina Marjotta-Maistro Pesquisadora do Cepea/Esalq/USP Artigo publicado

Leia mais

Associação Brasileira dos Produtores de Soja

Associação Brasileira dos Produtores de Soja Associação Brasileira dos Produtores de Soja 1. PREVISÃO DE SAFRA E DESTINAÇÃO De acordo com o 7 Levantamento de safra 2015/16, publicado em abril pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), a área

Leia mais

EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR PARA A CHINA SOBEM 82% EM FEVEREIRO

EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR PARA A CHINA SOBEM 82% EM FEVEREIRO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVIII 21/março/2016 n. 617 EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR PARA A CHINA SOBEM 82% EM FEVEREIRO Os dados mais atualizados sobre as exportações de açúcar bruto, refinado

Leia mais

Expansão industrial e maior oferta de raiz sustentam produção recorde de fécula em 2015

Expansão industrial e maior oferta de raiz sustentam produção recorde de fécula em 2015 Expansão industrial e maior oferta de raiz sustentam produção recorde de fécula em 2015 Quantidade de fécula produzida cresceu 17% e superou 750 mil toneladas em 2015 A produção brasileira de fécula cresceu

Leia mais

DEPEC - Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos AÇÚCAR E ETANOL JUNHO DE 2017

DEPEC - Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos AÇÚCAR E ETANOL JUNHO DE 2017 DEPEC - Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos AÇÚCAR E ETANOL JUNHO DE 2017 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas

Leia mais

CONJUNTURA QUINZENAL 16 A 30/11/2015

CONJUNTURA QUINZENAL 16 A 30/11/2015 SOJA - MATO GROSSO CONJUNTURA QUINZENAL 16 A 30/11/2015 ANO 1 Nº9 O ritmo intenso de plantio da soja em Mato Grosso ao longo de todo o mês de novembro contribuiu para que a marca de 95,6% fosse atingida

Leia mais

Custo da Cesta Básica oscila nas capitais do Brasil

Custo da Cesta Básica oscila nas capitais do Brasil 1 Curitiba, 14 de março de 2016. NOTA À IMPRENSA Custo da Cesta Básica oscila nas capitais do Brasil Em fevereiro de 2016, o custo do conjunto de alimentos básicos aumentou em 13 capitais do Brasil e diminuiu

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO DEPARTAMENTO DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA "LUIZ DE QUEIROZ"

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO DEPARTAMENTO DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ CLASSE DE MAIOR RENDA CONSOME 15 VEZES MAIS QUEIJO QUE A DE MENOR Avanço da renda, portanto, é forte propulsor do consumo de lácteos O impulso da economia brasileira e o conseqüente crescimento da renda

Leia mais

PIB Cadeias do AGRONEGÓCIO. 4º trimestre GDP Supply Chains Brazilian Agribusiness

PIB Cadeias do AGRONEGÓCIO. 4º trimestre GDP Supply Chains Brazilian Agribusiness 4º trimestre 2016 PIB Cadeias do AGRONEGÓCIO GDP Supply Chains Brazilian Agribusiness Esclarecimento Metodológico Este relatório considera os dados disponíveis até o seu fechamento. Em edições futuras,

Leia mais

Análise Mercado de Açúcar: Tailândia, União Européia e CS ditam o rumo de NY e Londres na terça-feira

Análise Mercado de Açúcar: Tailândia, União Européia e CS ditam o rumo de NY e Londres na terça-feira Análise Mercado de Açúcar: Tailândia, União Européia e CS ditam o rumo de NY e Londres na terça-feira A terça-feira foi um dia marcado pela atualização de importantes novidades no mercado de açúcar as

Leia mais

Mercado de café termina 2014 com maior baixa de 10 meses

Mercado de café termina 2014 com maior baixa de 10 meses Mercado de café termina 2014 com maior baixa de 10 meses Em dezembro de 2014 os preços do café continuaram a cair e a média mensal do preço indicativo composto da OIC atingiu seu nível mais baixo desde

Leia mais

O MERCADO DE CAFÉ 1. INTRODUÇÃO

O MERCADO DE CAFÉ 1. INTRODUÇÃO O MERCADO DE CAFÉ 1. INTRODUÇÃO O café é um dos produtos mais tradicionais da agricultura brasileira e possui uma relação direta com a evolução da nossa história, pois, através da cultura, foram observados

Leia mais

Tabela 1 - Produção brasileira de cana-de-açúcar, açúcar e etanol, por safra

Tabela 1 - Produção brasileira de cana-de-açúcar, açúcar e etanol, por safra O Boletim do Setor Sucroalcooleiro de Jun./2017 traz informações sobre produção e produtividade, nacional e por regiões do Brasil, dos itens cana-de-açúcar, açúcar e etanol. Além disso, o Boletim também

Leia mais

DEPEC - Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos AÇÚCAR E ETANOL NOVEMBRO DE 2016

DEPEC - Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos AÇÚCAR E ETANOL NOVEMBRO DE 2016 DEPEC - Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos AÇÚCAR E ETANOL NOVEMBRO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas

Leia mais

A evolução dos custos de produção de cana, açúcar e etanol

A evolução dos custos de produção de cana, açúcar e etanol 9º Seminário sobre Redução de Custos na Agroindústria Canavieira A evolução dos custos de produção de cana, açúcar e etanol Francisco Oscar Louro Fernandes Ribeirão Preto, 24 de Novembro de 2010 Modelo

Leia mais

GANHOS DO ETANOL HIDRATADO SUPERAM AÇÚCAR BRUTO EM NOVA YORK EM QUASE 10%

GANHOS DO ETANOL HIDRATADO SUPERAM AÇÚCAR BRUTO EM NOVA YORK EM QUASE 10% Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 0613/julho/2015 n. 583 GANHOS DO ETANOL HIDRATADO SUPERAM AÇÚCAR BRUTO EM NOVA YORK EM QUASE 10% O encerramento de junho foi marcado por mais um período

Leia mais

A Petrobras anunciou nesta quarta-feira (14) que decidiu reduzir o preço médio nas

A Petrobras anunciou nesta quarta-feira (14) que decidiu reduzir o preço médio nas Petrobras reduz preço do diesel em 5,8% e da gasolina em 2,3% Trata-se da segunda redução de preços nas refinarias em 20 dias. Empresa anuncia que reajustes serão mais frequentes Matéria publicada em 14

Leia mais

MERCADO FÍSICO DE AÇÚCAR ENCERRA JUNHO COM QUEDA DE 12,75%

MERCADO FÍSICO DE AÇÚCAR ENCERRA JUNHO COM QUEDA DE 12,75% Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XIX 10/julho/2017 n. 683 MERCADO FÍSICO DE AÇÚCAR ENCERRA JUNHO COM QUEDA DE 12,75% Constante pressão por parte da queda nos preços do petróleo e da gasolina

Leia mais

A variabilidade. em São Paulo. dos preços do açúcar e do álcool. Mirian Rumenos Piedade Bacchi * Desempenho AGRONEGÓCIO

A variabilidade. em São Paulo. dos preços do açúcar e do álcool. Mirian Rumenos Piedade Bacchi * Desempenho AGRONEGÓCIO AGRONEGÓCIO Desempenho A variabilidade dos preços do açúcar e do álcool em São Paulo Mirian Rumenos Piedade Bacchi * Usina Equipav; Promissão, SP; novembro 2001 SÍLVIO FERREIRA/UNICA 100 SOLOS O setor

Leia mais

Quadro II - PREÇO DO AÇÚCAR CRISTAL COLOCADO NO PORTO DE SANTOS - SP NA CONDIÇÃO SOBRE RODAS - (Em R$/Saca de 50kg*)

Quadro II - PREÇO DO AÇÚCAR CRISTAL COLOCADO NO PORTO DE SANTOS - SP NA CONDIÇÃO SOBRE RODAS - (Em R$/Saca de 50kg*) CANA-DE-AÇÚCAR Período: Janeiro/2016 Quadro I - PREÇO NA USINA EM SÃO PAULO (Em R$/unidade*) Produtos Unidade 24 12 1 Mês Mês Atual Açúcar Cristal Cor ICUMSA 130 a 180 Saco/50 kg 50,20 51,05 80,57 83,75

Leia mais

No mês de janeiro houve queda no preço médio em quase todos os estados, com exceção de Goiás.

No mês de janeiro houve queda no preço médio em quase todos os estados, com exceção de Goiás. BOLETIM DO COMPLEXO SOJA 1. Grão: No mês de janeiro houve queda no preço médio em quase todos os estados, com exceção de Goiás. Mesmo com a queda no preço Santa Catarina obteve a maior média de preços

Leia mais