MANTRARES. MANTRARES Versão 2.7

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANTRARES. MANTRARES Versão 2.7"

Transcrição

1 MANTRARES Versão 2.7 Sistema de Emissão e Controle de Manifesto de Transporte de Resíduos MANTRARES

2 conteúdo apresentação... 1 instalação... 3 registro... 4 cadastro da empresa... 5 cadastro de resíduos... 6 cadastro de transportadoras cadastro de destinatários emissão de MTR backup personalizando o sistema relatórios relatórios de MTRs relatórios de resíduos relatório financeiro relatório SIGECORS/IBAMA gerenciamento de usuários utilização do sistema em rede... 24

3 apresentação 1 apresentação O MANTRARES Sistema de Emissão e Controle de Manifesto de Transporte de Resíduos, foi desenvolvido com o objetivo de informatizar todas as rotinas de emissão e controle de MTRs. O programa tem sua estrutura baseada no cumprimento da legislação vigente (Portaria FEPAM 34/2010 e NBR-13221) O MANTRARES permite, além de emitir MTRs de forma rápida e segura: P Controlar e bloquear emissão de MTRs para destinatários com LO vencidas, autorizações vencidas ou resíduos não autorizados; P Controlar e bloquear emissão de MTRs para transportadores com LO vencidas e/ou placas de veículos não cadastradas; P Avisar quando uma licença de operação entra em processo de vencimento (120 dias antes de vencer) e dá alternativa de enviar padrão solicitando atualização de dados, mantendo protocolo de acompanhamento do envio; P Avisar quando uma autorização entra em processo de vencimento (120 dias antes de vencer); P Anexar documentos (Licenças, autorizações, cadastros, laudos, etc) ao cadastro de resíduos, transportadores e destinatários; P Controlar o retorno de vias após certificação de recebimento do destinatário-sttade; P Gerar vários relatórios de gerenciamento, com opções de filtrar o período, o destinatário, o transportador, o resíduo e a origem; P Gerar relatório por período para lançamento das informações no relatório SIGECORS; P Gerar relatório anual para lançamento das informações no relatório do IBAMA; P Controlar as permissões de acesso dos usuários do Mantrares; P Cadastrar Resíduos; P Cadastrar Transportadoras; P Cadastrar Destinatários

4 apresentação 2 PQuando da emissão de uma nova MTR o sistema: A. Abre uma caixa de alerta se a transportadora ou o destinatário selecionados estiverem com a LO a vencer em menos de 120 dias ou já vencida; B. Busca no banco de dados as placas dos veículos licenciados pela transportadora selecionada; P Impressão de MTR em três vias, cada via com seu próprio endereçamento; Impressão dos bancos de dados de resíduos, transportadoras (incluindo placas licenciadas) e destinatários; P Controle de retorno de vias após certificação de recebimento do destinatário-sttade; P Backup do banco de dados. P Solicitações via a empresas com Lo s vencidas ou a vencer.

5 instalação 3 instalação A instalação do Mantrares é fácil e indutiva, abaixo uma descrição dos passos que são executados durante a instalação: Versão servidor ou mono-usuário: 1. Abra o arquivo "Instalador Mantrates.exe"; 2. Leia a tela de apresentação e pressione o botão Próximo; 3. Leia as instruções de desbloqueio e pressione o botão Próximo; 4. Escolha o local no disco onde será instalado o sistema e pressione Próximo (ou deixe o local padrão, recomendado); 5. Pressione o botão Iniciar para instalar o Sistema; 6. O sistema foi instalado, pressione Próximo e após pressione Sair; 7. Um ícone será criado na "Área de trabalho"; 8. O usuário inicial é "admin" e a senha "admin". Versão cliente: 1. No computador servidor siga os passos acima; 2. No computador cliente abra o arquivo "Instalador Mantrares (Versão cliente).exe"; 3. Leia a tela de apresentação e pressione o botão Próximo; 4. Leia as instruções de desbloqueio e pressione o botão Próximo; 5. Escolha o local no disco onde será instalado a versão cliente (ou deixe o local padrão, recomendado); 6. Pressione o botão Iniciar para instalar o Sistema; 7. Selecione o caminho da pasta no servidor onde foi instalado a versão servidor e siga os passos; 8. O sistema foi instalado, pressione Próximo e após pressione Sair; 9. Um ícone será criado na "Área de trabalho ; 10. O usuário inicial é "admin" e a senha "admin".

6 registro 4 registro O MANTRARES, Sistema de Emissão e Controle de MTR inicialmente apresentase na versão DEMONSTRAÇÃO, impossibilitando a entrada da razão social e CNPJ da empresa geradora e mostrando indicação de DEMONSTRAÇÃO na MTR e nos relatórios. O desbloqueio e autorização de uso estão vinculados a liberação do sistema mediante um código de registro, o qual deverá ser solicitado por , para informando o CNPJ e a razão social da empresa. Para o desbloqueio, acesse o menu Ajuda, Versão e Registro e desbloqueie o sistema informando o CNPJ, a Razão Social e o código de registro, aperte o botão registrar. A partir de agora o sistema está liberado para uso completo e automaticamente a Razão Social da empresa já é adicionado no cadastro da empresa e as indicações de DEMONSTRAÇÃO são eliminadas.

7 cadastro da empresa 5 cadastro da empresa Abrir a tela de cadastro de empresa geradora através do botão Cadastro de empresa na tela principal e preencher os dados solicitados. O nome da empresa geradora está bloqueado e será automaticamente preenchido quando do registro do sistema. IMPORTANTE: No campo dos dados do talonário observar o preenchimento da numeração inicial, final, série e do número de autorização do órgão ambiental.

8 cadastro de resíduos 6 cadastro de resíduos Abrir a tela de cadastro de resíduos através do botão Cadastro de resíduos na tela principal. Botões: Novo: Incluir um novo cadastro de resíduo; Editar: Edita um cadastro de resíduo existente; IMPORTANTE: Use está opção somente se for alterar o tipo de acondicionamento, caso altere algum dado que conste na MTR essas alterações também serão aplicadas as MTRs já emitidas, para mudar o nome, fonte/origem, unidade massa/volume, estado físico / classificação, código e ONU, crie um novo registro e inative este; Excluir: Exclui um cadastro de resíduo existente; Consultar: Consulta o cadastro de resíduo selecionado na lista; Imprimir: Visualiza na tela para futura impressão o relatório geral de todos os resíduos cadastrados; IMPORTANTE: O botão mostrar inativos habilitado, mostra na tela a relação de resíduos ativos e inativos. O botão mostrar inativos desabilitado, mostra na tela somente os resíduos ativos; Códigos de Acondicionamento: Abre o cadastro para alimentação do banco de dados de códigos e descrições dos tipos de acondicionamento, conforme tabela Tipo de Acondicionamento ; Fonte/Origem: Abre o cadastro para alimentação do banco de dados de Fonte/Origem.

9 cadastro de resíduos 7 Tipo de Acondicionamento: CODIGO ACONDICIONAMENTO E01 TAMBORES DE 200 L E02 A GRANEL E03 CAÇAMBA (CONTAINER) E04 TANQUE E05 TAMBORES DE OUTROS TAMANHOS E BOMBONAS E06 FARDOS E07 SACOS PLÁSTICOS E08 CESTOS E09 SILOS E10 SACOS DE ALGODÃO E11 CAIXAS Cadastrando um novo resíduo: 1. Abrir um novo cadastro através do botão novo; 2. Preencher os campos com os respectivos dados do resíduo; A. Nome: Descrição do nome do resíduo; B. Fonte/Origem: Fonte/Origem de geração do resíduo na empres. Caso existam mais de uma fonte/origem, deixe este campo em branco e indique o local de geração, conforme cadastro de fonte/origem, no momento da emissão do MTR; C. Unidade Massa/Volume: unidade de medida (Kg, L, ton, pç...) D. Estado Físico: Sólido, líquido, pastoso; E. Classificação: Conforme NBR (classe 1 ou 2); F. Código Fepam: código do resíduo no órgão ambiental/nbr , conforme tabela Tipo de Resíduo. Tipo de Resíduo: COD. RESÍDUO UNID. A0010 Resíduo de restaurante (restos de alimentos) m³ A0020 Resíduo gerado fora processo industrial (embalagens, escritório) m³ A0030 Resíduo de varrição não perigoso m³

10 cadastro de resíduos 8 COD. RESÍDUO UNID. A0040 Sucata de metais ferrosos t A0041 Embalagens metálicas (latas vazias não contaminadas) t A0050 Sucata de metais não ferrosos (latão, etc.) t A0051 Resíduo metálico (tambores) Unid. A0060 Resíduo de papel, papelão T A0070 Resíduo plástico (bombonas) Unid. A0071 Resíduo plástico (filmes e pequenas embalagens) T A0080 Resíduo de borracha m³ A0081 Resíduo de EVA m³ A0082 Resíduo de PU m³ A0083 Resíduo de espumas m³ A0084 Resíduo de fibra de vidro m³ A0090 Resíduo de madeira (restos de embalagens, pallets, etc.) T A0100 Resíduo de materiais têxteis (tecidos, panos não contaminado) T A0110 Resíduo de minerais não metálicos T A0111 Cinzas de caldeira T A0121 Escoria de fundição (exceto de aço carbono) T A0130 Escoria de aço carbono T A0160 Areia de fundição (não fenólica) T A0170 Resíduo de refratários e materiais não cerâmicos T A0171 Resíduo de vidro T A0172 Resíduo de materiais cerâmicos T A0180 Resíduo solido composto de metais não tóxicos m³ A0190 Resíduo solido de ETE com material biológico não toxico m³ A0210 Resíduo solido de ETE com substancias não toxicas m³ A0230 Resíduo pastoso com calcáreo m³ A0990 Outros resíduos não perigosos. Especificar. T A0991 Aparas salgadas m³ A0992 Aparas de peles caleadas m³ A0993 Aparas e retalhos de couro atanado m³ A0994 Carnaça m³ A0995 Resíduo orgânico de processo (sebo, soro, ossos, sangue) m³ A0996 Sal usado T A0997 Serragem, farelo e pó de couro atanado m³ A0998 Lodo de caleiro m³ A0999 Resíduo vegetal (engaço, bagaço, mosto, casca, etc.) m³ A0999 Resíduo vegetal (engaço, bagaço, mosto, casca, etc.) m³ A1000 Penas T A1001 Estrume m³ A1002 Casca de arroz T

11 cadastro de resíduos 9 COD. RESÍDUO UNID. D0010 Resíduo inflamável (resinas, etc.) m³ D0030 Resíduo reativo (explosivos, etc.) m³ D0040 Resíduo de serviço de saúde (material infectado, agulha, etc.) m³ D0050 Lodo perigoso de ETE m³ D0090 Lodo de ETE com cromo m³ D0091 Aparas e retalhos de couro com cromo m³ D0092 Serragem, farelo e pó de couro com cromo m³ D0096 Resíduo perigoso de varrição m³ F0006 Lodo de ETE de galvanoplastia m³ F0030 Óleo lubrificante usado (contaminado) m³ F0031 Material contaminado com óleo m³ F0032 Óleo de corte e usinagem T F0033 Óleo usado contaminado em isolação ou na refrigeração T F0034 Resíduos oleosos de sistema separador de água e óleo T F0042 Resíduo têxtil contaminado (panos, estopas, etc.) T F0043 Borra de retifica m³ F0044 Solventes contaminados m³ F0050 Outros resíduos perigosos de processo m³ F0100 Equipamentos contendo bifenilas policloradas (PCB) m³ K0051 Borra oleosa m³ K0061 Lodo e material particulado do controle de gases T K0062 Borra com metais pesados m³ K0063 Escoria de aço inox T K0070 Pós metálicos T K0071 Resíduo contaminado com mercúrio (lodo) T K0072 Acumuladores de energia (baterias, pilhas e assemelhados) Unid. K0081 Lodo de ETE de produção de tintas m³ K0089 Resíduo de catalisadores m³ K0106 Lâmpadas fluorescentes (vapor de mercúrio ou sódio) Unid. K0207 Borra do re-refino de óleos usados (borra acida) T K0210 Resíduo oriundo de laboratórios industriais (produtos químicos) T K0211 Resíduo de agrotóxicos (vencidos) m³ K0212 Embalagens vazias contaminadas T K0780 Resíduo de tintas e pigmentos m³ K0781 Resíduo e lodo de tinta (cabine de pintura) m³ W0010 Resíduo de pedras sem tingimento T W0020 Resíduo de tijolos T W0030 Resíduo e pó de calcário T X006 Sais de tratamento térmico m³ X014 Equipamentos de proteção individual - EPI m³

12 cadastro de resíduos 10 COD. RESÍDUO UNID. X019 Terra diatomácea T X020 Resíduo de papel e papelão contaminados T X025 Resíduo de plástico contaminado T X029 Lixas classe I (com resina fenólica na composição) T X005 Lixas classe II T G. Código da ONU: código do resíduo conforme ONU; H. Descrição Adicional: dados importantes a respeito do resíduo (inflamabilidade, corrosividade, patogenicidade, toxidade...) I. Tipo de Acondicionamento: tipo de acondicionamento do resíduo, buscar na lista previamente cadastrada ou cadastrar conforme tabela Tipo de Acondicionamento. J. Documentos: anexe qualquer documento de interesse referente ao resíduo. Ex: Ficha de Emergência: 1. digite uma descrição do documento; 2. clique em associar documento e selecione o arquivo; 3. clique no botão Incluir; Utilize um duplo clique no documento para realizar uma alteração; Clique no botão Abrir Documento para visualiza-lo; IMPORTANTE: acione o botão inativo somente para desativar o cadastro de um resíduo.

13 cadastro de transportadoras 11 cadastro de transportadoras Abrir a tela de cadastro de transportadoras através do botão Cadastro de transportadoras na tela principal. Botões: Novo: Incluir um novo cadastro de transportadora; Editar: Edita um cadastro de transportadora existente; IMPORTANTE: Use está opção somente se for alterar dados da LO e placa(s) licenciada(s), caso altere algum dado que conste na MTR essas alterações também serão aplicadas as MTRs já emitidas, para mudar a razão social, endereço e etc, crie um novo registro e inative este. Excluir: Exclui um cadastro de transportadora existente; Consultar: Consulta o cadastro de transportadora selecionado na lista; Imprimir: Visualiza na tela para futura impressão o relatório geral de todas as transportadoras cadastrados com seus respectivos veículos licenciados, conforme filtro de vencimento de LO estabelecido; Filtro de Vencimento de Licença de Operação do Órgão Ambiental: A. Todas: lista todas as transportadoras cadastradas; B. Válidas: lista todas as transportadoras cujas LO encontram-se habilitadas; C: Vence em 120 dias: lista todas as transportadoras com LO a vencer em menos de 120 dias D. Vencidas: lista todas as transportadoras com LO vencidas; IMPORTANTE: O botão mostrar inativos habilitado, mostra na tela a relação de transportadoras ativas e inativas. O botão mostrar inativos desabilitado, mostra na tela somente as transportadoras ativas.

14 cadastro de transportadoras 12 O cadastro diferencia as cores de vencimento da LO, sendo: VERDE - LO válida, AMARELO - LO a vencer em menos de 120 dias; VERMELHO - LO vencida; Cadastrando uma nova Transportadora: 1. Abrir um novo cadastro através do botão novo 2. Preencher os campos com os respectivos dados da transportadora; 3. Para incluir uma placa de veículo licenciado, preencha o campo com a placa e clique no botão '+', para excluir clique em '-'; 4. Documentos: anexe qualquer documento de interesse referente ao resíduo. Ex: Licença de Operação: 1. digite uma descrição do documento; 2. clique em associar documento e selecione o arquivo; 3. clique no botão Incluir; Utilize um duplo clique no documento para realizar uma alteração; Clique no botão Abrir Documento para visualiza-lo; IMPORTANTE: 1. Acione o botão inativo somente para desativar o cadastro de uma transportadora. 2. O botão Aceitar emissão de MTR com LO vencida desabilitado bloqueia a emissão de MTR para esta transportadora caso não exista número de protocolo de renovação de LO lançado ou a mesma foi solicitada com prazo inferior a 120 dias. 3. O botão bloquear cadastro impede que a transportadora seja utilizada na emissão de um MTR.

15 cadastro de destinatários 13 cadastro de destinatários Abrir a tela de cadastro de destinatários através do botão Cadastro de destinatários na tela principal. Botões: Novo: Incluir um novo cadastro de destinatário; Editar: Edita um cadastro de destinatário existente; IMPORTANTE: Use está opção somente se for alterar dados da LO e/ou o nome do responsável, caso altere algum dado que conste na MTR essas alterações também serão aplicadas as MTRs já emitidas, para mudar a razão social, endereço e etc, crie um novo registro e inative este. Excluir: Exclui um cadastro de destinatário existente; Consultar: Consulta o cadastro de destinatário selecionado na lista; Imprimir: Visualiza na tela para futura impressão o relatório geral de todos os destinatários cadastrados, conforme filtro de vencimento de LO estabelecido; Filtro de Vencimento de Licença de Operação do Órgão Ambiental: A. Todas: lista todos os destinatários cadastradas; B. Válidas: lista todos os destinatários cujas LO encontram-se habilitadas; C. Vence em 120 dias: lista todos os destinatários com LO a vencer em menos de 120 dias; D. Vencidas: lista todos os destinatários com LO vencidas; IMPORTANTE: 1. O botão mostrar inativos habilitado mostra na tela a relação de destinatários ativos e inativos. O botão mostrar inativos desabilitado mostra na tela somente os destinatários ativos.

16 cadastro de destinatários O botão Aceitar emissão de MTR com LO vencida desabilitado bloqueia a emissão de MTR para este destinatário caso não exista número de protocolo de renovação de LO lançado ou a mesma foi solicitada com prazo inferior a 120 dias. O cadastro diferencia as cores de vencimento da LO, sendo: VERDE - LO válida, AMARELO - LO a vencer em menos de 120 dias; VERMELHO - LO vencida; Código de Destinação: Abre o cadastro para alimentação do banco de dados de códigos e descrições dos tipos de destinação, conforme tabela Tipo de Destinação. Tipo de Destinação: COIGO DESTINAÇÃO _ B01 Destinação em solo agrícola B02 Aterro industrial próprio licenciado pela FEPAM B03 Aterro industrial próprio B04 Aterro industrial de terceiros licenciado pela FEPAM B05 Lixo da prefeitura B06 Lixo particular B20 Outras formas de disposição. Especificar. C00 Central licenciada pela FEPAM S05 Estocagem em área aberta S06 Estocagem em galpões/armazéns S08 Estocagem em outros sistemas S09 Estocagem em lagoas S10 Armazenamento Provisório em Valas aguardando Licenciamento T01 Queima em incinerador T02 Queima em incinerador de câmara T03 Queima em fornos industriais T04 Queima em caldeira T05 Queima a céu aberto T06 Detonação T07 Oxidação de cianetos T08 Encapsulamento, fixação química/solidificação T09 Oxidação química T10 Precipitação

17 cadastro de destinatários 15 COIGO DESTINAÇÃO _ T11 Queima em fogão doméstico T12 Neutralização T13 Adsorção T14 Reprocessamento/reciclagem externos T15 Tratamento biológico T16 Compostagem T17 Secagem T18 Fertirrigação/landfarming T19 Vermicompostagem T20 Reprocessamento/reciclagem internos T21 Tratamento em outros estados T22 Desmanche termoquímico T23 Alimentação de animais T24 Tratamento em outros países T25 Devolvido ao fornecedor Cadastrando um novo Destinatário: 1. Abrir um novo cadastro através do botão novo; 2. Preencher os campos com os respectivos dados do destinatário; LO: Número da Licença de Operação do órgão Ambiental. Vencimento: Data de vencimento da Licença de Operação do Destinatário. Tipo de Destinação: tipo de destinação do destinatário, buscar na lista previamente cadastrada ou cadastrar conforme tabela Tipo de Destinação. Resíduos autorizados: Associe os resíduos que o destinatário está apto a receber, somente será permitida e a inclusão de resíduos que estejam associados ao destinatário: 1. selecione o resíduo; 2. digite o número e vencimento da autorização de envio; 3. digite o valor de receita ou despesa conforme o caso; Utilize um duplo clique no documento para realizar uma alteração; IMPORTANTE: acione o botão inativo somente para desativar o cadastro de um destinatário.

18 emissão de mtr 16 emissão de mtr Abrir a tela de cadastro de MTR através do botão Cadastro de MTR na tela principal. Botões: Novo: abre o cadastro para emissão de uma nova MTR: Editar: edita MTR do cadastro: Excluir: exclui MTR do cadastro. Não é possivel excluir um MTR impresso; Consultar: Consulta MTR do cadastro; Visualizar: visualiza a 1 via da MTR conforme padrão de impressão. Imprimir: imprime 1 ou as 3 vias da MTR solicitada; Retornou: botão de controle de retorno das vias após certificação de recebimento por parte do destinatário-sttade. Deverá ser acionada mediante retorno da 3 e 4 vias do MTR. Cancela: cancela o MTR selecionado. Filtro: aplica um filtro de listagem das MTRs, listando todas as MTRs ou somente as emitidas em 45 dias. Emitindo uma nova MTR: 1. Abrir o preenchimento de uma nova MTR no botão novo; 2. Preencher os dados referentes a MTR: Número: corresponde ao número da MTR que será criada. O padrão do sistema é iniciar pelo número 1 e automaticamente gerar uma seqüência para as próximas MTRs. Se empresa já possui MTRs emitidas, basta ela alimentar o sistema com o próximo número da MTR;

19 emissão de mtr 17 Data: data de emissão da MTR. O sistema apresenta a data atual a qual poderá ser alterada no calendário; Responsável pela Liberação: nome do responsável pela liberação do resíduo. O sistema define como padrão o nome do responsável da empresa geradora, preenchido no cadastro do gerador. Pode ser alterado na emissão, basta preencher com outro nome; Destinatário: encontre na lista a razão social do destinatário-sttade. Resíduos: Para incluir um resíduo na MTR selecione-o na lista, selecione a Fonte/Origem, informe a quantidade e clique no botão '+', para excluir clique em '- Observação: Somente estão listados os resíduos autorizados no cadastro do destinatário. Transportadora: encontre na lista a razão social da transportadora. Preencha os dados referentes ao nome do condutor, UF, n do lacre (caso não tenha deixe em branco), n do veículo (caso não tenha deixe em branco) e tipo de equipamento e meio de transporte. Placa do veículo: selecionada a transportadora o programa já disponibiliza a lista de veículos licenciados para o carregamento, basta selecionar. Caso a placa não conste na lista o sistema emitirá um aviso e perguntará se deseja cadastrar a mesma no banco de dados da transportadora. Instruções para manuseio e informações adicionais: preencher com as informações necessárias para manuseio, transporte e atendimento de emergência, em caso de acidente com o resíduo.

20 emissão de mtr 18 OBS: 1. Na inclusão de MTR, caso selecionado uma transportadora ou destinatário que estão com a LO no prazo de 120 dias para vencer ou vencida o sistema automaticamente emite um aviso de segurança. 2. Durante a emissão de uma MTR você poderá incluir ou fazer qualquer alteração no cadastro de resíduos, transportadoras e destinatários, através dos botões "abrir cadastro".

21 backup 19 backup O backup é feito automaticamente ao sair do sistema, mas pode ser feito manualmente através do menu Utilitários, Backup. Para criar um backup, basta clicar no botão criar backup. Para restaurar um backup, clique no botão restaurar e selecione o arquivo na lista de backups e clique no botão restautar.

22 personalizando o sistema 20 personalizando o sistema Todas as MTRs e relatórios gerados pelo sistema apresentam local para inclusão do logotipo da empresa geradora. Para configurar o sistema basta: 1. Abrir o Ms Paint ou outro editor de imagens; 2. Abrir o arquivo LOGO.bmp, localizado em C:\Arquivos de programas\mtr - Manifesto de transporte de resíduos ou na pasta onde o sistema foi instalado; 3. Colar o logo de sua empresa sobre o logo de fundo e redimensionar para as medidas de 120x Salvar as alterações e fechar o programa; 5. Pronto, agora todos os documentos gerados pelo sistema apresentam o logotipo de sua empresa.

23 relatórios 21 relatórios Os relatórios são acessados através do botão relatórios, localizado na tela principal na barra horizontal. A. Relatório de MTRs: emitidas. Gera relatórios de informações a respeito das MTRs 1. Definir o período; 2. Definir o tipo de filtro quanto ao retorno das vias; 3. Definir o Destinatário ou clicar em todos; 4. Definir a Transportadora ou clicar em todas; 5. Definir a Fonte/Origem; 6. Selecionar o tipo de relatório: resumido, detalhado ou gerar arquivo; 7. Será visualizado na tela o relatório selecionado o qual poderá ser impresso. Relatório Resumido: Não lista os itens do MTR; Relatório Detalhado:Lista os itens do MTR. B. Relatório de Resíduos (Gráfico): Gera relatórios e gráfico de informações de quantidade de saída de um resíduo para um ou mais destinatários. 1. Definir o período; 2. Definir o resíduo; 3. Definir a Fonte/Origem; 4. Definir o Destinatário; 5. Clicar no botão de gráfico de resíduos; 6. Será visualizado na tela o gráfico relativo ao resíduo selecionado, o qual

24 relatórios 22 C. Relatório Financeiro: Gera relatórios e gráficos de acompanhamento financeiro relacionados as receitas e despesas geradas em função da destinação dos resíduos. 1. Definir o período; 2. Definir Destinatário; 3. Definir Fonte/Origem; 3. Definir Relatório; Relatório Filtro Grupo 1: Gráfico geral por resíduo; Relatórios Filtro Grupo 2: 1. Relatório Resíduo; 2. Gráfico Resíduo Valor e Percentual; 3. Gráfico Receita x Despesa; Relatório Filtro Grupo 3: Gráfico mensal por resíduo; D. Relatório SIGECORS/IBAMA: Gera a planilha de resíduos sólidos industriais gerados, conforme Sistema de Gerenciamento e Controle Resíduos Sólidos Industriais da FEPAM. 1. Definir período (trimestre); 2. Imprimir relatório.

25 gerenciamento de usuários 23 gerenciamento de usuários Abrir a tela usuários no menu principal; IMPORTANTE: a tela de usuários só estará habilitada quando o programa for acessado através do login geral de administração do sistema. Botões: Novo: cria um novo usuário; Editar: edita um usuário da lista; Excluir: exclui um usuário da lista; Consulta: consulta um usuário da lista. Configurando o acesso de um usuário: 1. Entre com o nome do usuário; 2. Entre com a senha e confirme; 3. Preencha os campos de permissão de acesso do usuário aos utilitários do programa. Login: Primeiro acesso: através do login de administração, o qual permitirá a configuração de acesso dos usuários; Acesso de Usuário: entrar com o usuário e a respectiva senha; Alterar Usuário: a partir do painel principal pode-se alterar o usuário através do botão "alterar usuário";

26 utilização do sistema em rede 24 utilização do sistema em rede 1. Instale o Mantrares no servidor na pasta desejada.(página 3) 2. Instale o Mantrares-Cliente no computador cliente da rede e siga os passos solicitados durante a instalação. (página 3)

MANUAL DE INSTRUÇÃO PARA PREENCHIMENTO DA PLANILHA TRIMESTRAL DE RESÍDUOS ENTREGA ANUAL DA SEMMA (JANEIRO DE CADA ANO)

MANUAL DE INSTRUÇÃO PARA PREENCHIMENTO DA PLANILHA TRIMESTRAL DE RESÍDUOS ENTREGA ANUAL DA SEMMA (JANEIRO DE CADA ANO) MANUAL DE INSTRUÇÃO PARA PREENCHIMENTO DA PLANILHA TRIMESTRAL DE RESÍDUOS ENTREGA ANUAL DA SEMMA (JANEIRO DE CADA ANO) CÓD. MAN01 ESCLARECIMENTOS INICIAIS Em nível municipal, além da necessidade de se

Leia mais

Unidade de Medida A0010

Unidade de Medida A0010 Código de Identificação de Resíduos Tipo de Resíduo Descrição Unidade de Medida A0010 RESIDUO DE RESTAURANTE (RESTOS mġ DE ALIMENTOS) A0020 RESIDUO GERADO FORA PROCESSO mġ INDUSTRIAL (EMBALAGENS, ESCRI)

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

TÉCNICAS DE GESTÃO DE RESÍDUOS EM EMPRESAS DE REPARAÇÃO VEÍCULAR

TÉCNICAS DE GESTÃO DE RESÍDUOS EM EMPRESAS DE REPARAÇÃO VEÍCULAR 1 o SIMPÓSIO SINDIREPA-RS TÉCNICAS DE GESTÃO DE RESÍDUOS EM EMPRESAS DE REPARAÇÃO VEÍCULAR Felipe Saviczki - cntl.att@senairs.org.br Engenheiro Ambiental Técnico de Desenvolvimento - Área de Consultoria

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS Diretoria de Licenciamento Ambiental Coordenação Geral de Transporte, Mineração

Leia mais

Manual Sistema Curumim. Índice

Manual Sistema Curumim. Índice Versão 1.0 Índice 1. Instalação do Sistema... 3 2. Botões e Legenda... 4 3. Login do Sistema... 5 4. Tela Principal... 6 5. Dados Cadastrais da Empresa... 7 6. Aluno Cadastro... 8 7. Aluno - Cadastro de

Leia mais

MANUAL PARA PREENCHIMENTO DO INVENTÁRIO DE RESÍDUOS SÓLIDOS INDUSTRIAIS E DE MINERAÇÃO GOIANIA, 2014.

MANUAL PARA PREENCHIMENTO DO INVENTÁRIO DE RESÍDUOS SÓLIDOS INDUSTRIAIS E DE MINERAÇÃO GOIANIA, 2014. MANUAL PARA PREENCHIMENTO DO INVENTÁRIO DE RESÍDUOS SÓLIDOS INDUSTRIAIS E DE MINERAÇÃO GOIANIA, 2014. 1 SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS DO ESTADO DE GOIÁS Jacqueline Vieira da Silva

Leia mais

Sistema de Controle de Cheques GOLD

Sistema de Controle de Cheques GOLD Sistema de Controle de Cheques GOLD Cheques GOLD é um sistema para controlar cheques de clientes, terceiros ou emitidos. Não há limitações quanto as funcionalidades do programa, porém pode ser testado

Leia mais

CPS FINANÇAS PESSOAIS MANUAL DO USUÁRIO

CPS FINANÇAS PESSOAIS MANUAL DO USUÁRIO APRESENTAÇÃO O CPS FINANÇAS PESSOAIS é um software desenvolvido para gerenciar a movimentação financeira de forma pessoal, rápida e simplificada fornecendo relatórios e demonstrativos. Este manual é parte

Leia mais

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA COOL 2.0V (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE Pré-requisitos para utilização do sistema....2 Parte I Navegador...2 Parte II Instalação do Interpretador de PDF...2 Parte III

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilização Índice 1 Introdução...2 2 Acesso ao Sistema...3 3 Funcionamento Básico do Sistema...3 4 Tela Principal...4 4.1 Menu Atendimento...4 4.2 Menu Cadastros...5 4.2.1 Cadastro de Médicos...5

Leia mais

1. Escritório Virtual... 5. 1.1. Atualização do sistema...5. 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5

1. Escritório Virtual... 5. 1.1. Atualização do sistema...5. 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5 1 2 Índice 1. Escritório Virtual... 5 1.1. Atualização do sistema...5 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5 1.3. Cadastro do Escritório...5 1.4. Logo Marca do Escritório...6...6 1.5. Cadastro

Leia mais

SIGECORS. Sistema de Gerenciamento de Resíduos Sólidos Industriais

SIGECORS. Sistema de Gerenciamento de Resíduos Sólidos Industriais SIGECORS Sistema de Gerenciamento de Resíduos Sólidos Industriais Outubro 2008 Índice 1. Registrando Usuários 2. Acesso ao Sistema 3. Logar no Sistema 4. Esquecimento de Senha 5. Alteração de Senha 6.

Leia mais

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Vendas...3 Os Recibos...6 Como imprimir?...7 As Listagens...9 Clientes... 10 Consulta... 11 Inclusão... 13 Alteração... 14 Exclusão...

Leia mais

- Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus.

- Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus. - Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus. Ou digite www.simpo.com.br/protocolo/login.php, para ir diretamente

Leia mais

Manual do Sistema "Vida Controle de Contatos" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Vida Controle de Contatos Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Vida Controle de Contatos" Editorial Brazil Informatica I Vida Controle de Contatos Conteúdo Part I Introdução 2 1 Vida Controle... de Contatos Pessoais 2 Part II Configuração 2 1 Configuração...

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO

Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO Versão 1.0 Julho/2012 ÍNDICE 1 REQUISITOS MÍNIMOS PARA INSTALAÇÃO... 4 1.1 Equipamento e Sistemas Operacionais 4 1.1.1

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13 1-13 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Manual Captura S_Line

Manual Captura S_Line Sumário 1. Introdução... 2 2. Configuração Inicial... 2 2.1. Requisitos... 2 2.2. Downloads... 2 2.3. Instalação/Abrir... 3 3. Sistema... 4 3.1. Abrir Usuário... 4 3.2. Nova Senha... 4 3.3. Propriedades

Leia mais

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição SSE 3.0 Guia Rápido Módulo Secretaria Nesta Edição 1 Acessando o Módulo Secretaria 2 Cadastros Auxiliares 3 Criação de Modelos Definindo o Layout do Modelo Alterando o Layout do Cabeçalho 4 Parametrização

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

DIRETORIA DE PRODUÇÃO DE ENERGIA - DP USINA:UHCB GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS

DIRETORIA DE PRODUÇÃO DE ENERGIA - DP USINA:UHCB GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS REVISÃO:12 GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS Código (1) Identificação do Resíduo * Cód. ONU ** Nº de Risco (2) Classe ABNT (3) Estado Físico (4) Área de Geração (5) Meio de Acondicionamento (6) Responsabilidade

Leia mais

Fox Gerenciador de Sistemas

Fox Gerenciador de Sistemas Fox Gerenciador de Sistemas Índice 1. FOX GERENCIADOR DE SISTEMAS... 4 2. ACESSO AO SISTEMA... 5 3. TELA PRINCIPAL... 6 4. MENU SISTEMAS... 7 5. MENU SERVIÇOS... 8 5.1. Ativação Fox... 8 5.2. Atualização

Leia mais

Curso de Capacitação ao Sistema CDV. - GID Desmanches -

Curso de Capacitação ao Sistema CDV. - GID Desmanches - Curso de Capacitação ao Sistema CDV - GID Desmanches - Coordenadoria de Gestão de Desmanches Divisão de Desmanches Conteúdo Módulo 1 Como utilizar o Moodle... 4 Módulo 2 - Acessando o GID CDV... 4 Aula

Leia mais

BH PARK Software de Estacionamento

BH PARK Software de Estacionamento BH PARK Software de Estacionamento WWW.ASASSOFTWARES.COM.BR Índice 1 Informações Básicas... 1 1.1 Sair da aplicação... 1 1.2 Travar aplicação... 1 1.3 Licenciando a aplicação... 1 1.4 Contrato de Manutenção...

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com. Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.br 1-15 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior,

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet www.controlenanet.com.br Copyright 2015 - ControleNaNet Conteúdo Tela Principal... 3 Como imprimir?... 4 As Listagens nas Telas... 7 Clientes... 8 Consulta... 9 Inclusão... 11 Alteração... 13 Exclusão...

Leia mais

Treinamento. Módulo. Escritório Virtual. Sistema Office. Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office

Treinamento. Módulo. Escritório Virtual. Sistema Office. Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office Treinamento Módulo Escritório Virtual Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office 1. Atualização do sistema Para que este novo módulo seja ativado,

Leia mais

2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO

2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO INDICE 1. INTRODUÇÃO 2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO 2.1. COMPARTILHANDO O DIRETÓRIO DO APLICATIVO 3. INTERFACE DO APLICATIVO 3.1. ÁREA DO MENU 3.1.2. APLICANDO A CHAVE DE LICENÇA AO APLICATIVO 3.1.3 EFETUANDO

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

SCIM 1.0. Guia Rápido. Instalando, Parametrizando e Utilizando o Sistema de Controle Interno Municipal. Introdução

SCIM 1.0. Guia Rápido. Instalando, Parametrizando e Utilizando o Sistema de Controle Interno Municipal. Introdução SCIM 1.0 Guia Rápido Instalando, Parametrizando e Utilizando o Sistema de Controle Interno Municipal Introdução Nesta Edição O sistema de Controle Interno administra o questionário que será usado no chek-list

Leia mais

Manual do Usuário. Controle Financeiro. Copyright 2014 - ControleNaNet

Manual do Usuário. Controle Financeiro. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Controle Financeiro Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo Menu Principal...3 Clientes... 4 Consulta... 5 Inclusão...6 Alteração... 8 Exclusão...8 Fornecedores...9 Consulta... 10 Inclusão...

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura Ministério da Cultura MANUAL DO PROPONENTE: PROPOSTAS VERSÃO 1.1 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 10/11/2011 1.0 Criação do documento. Aline Oliveira - MINC 07/01/2013 1.1 Atualização do

Leia mais

Manual Do Usuário ClinicaBR

Manual Do Usuário ClinicaBR Manual Do Usuário ClinicaBR SUMÁRIO 1 Introdução... 01 2 ClinicaBR... 01 3 Como se cadastrar... 01 4 Versão experimental... 02 5 Requisitos mínimos p/ utilização... 03 6 Perfis de acesso... 03 6.1 Usuário

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura Ministério da Cultura MANUAL DO PROPONENTE: ADMINISTRATIVO VERSÃO 1.0 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 08/01/2013 1.0 Criação do documento. Aline Oliveira - MINC 3 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO...

Leia mais

ROTINAS PADRÕES DO SISTEMAS

ROTINAS PADRÕES DO SISTEMAS ROTINAS PADRÕES DO SISTEMAS Usando o Sistema pela primeira vez Ao executar o seu Sistema pela primeira vez a tela abaixo será apresentada para que você possa configurar os diretórios onde serão achados

Leia mais

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário Smart Laudos 1.9 A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos Manual do Usuário Conteúdo 1. O que é o Smart Laudos?... 3 2. Características... 3 3. Instalação... 3 4. Menu do Sistema... 4 5. Configurando

Leia mais

Manual do Usuário DENATRAN

Manual do Usuário DENATRAN Manual do Usuário DENATRAN Confidencial Portal SISCSV - 2007 Página 1 Índice Analítico 1. INTRODUÇÃO 5 2. ACESSANDO O SISCSV 2.0 6 2.1 Configurando o Bloqueador de Pop-Ups 6 3. AUTENTICAÇÃO DO USUÁRIO

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição Configurando a Conexão com o Banco de Dados

SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição Configurando a Conexão com o Banco de Dados SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição 1 Configurando a Conexão com o Banco de Dados 2 Primeiro Acesso ao Sistema Manutenção de Usuários 3 Parametrizando o Sistema Configura

Leia mais

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR 1 - Integra Services Atenção: o Integra Services está disponível a partir da versão 2.0 do software Urano Integra. O Integra Services é um aplicativo que faz parte

Leia mais

MANUAL ESCOLA FLEX. Revisado em 09/07/2008. Sistema Flex www.sistemaflex.com

MANUAL ESCOLA FLEX. Revisado em 09/07/2008. Sistema Flex www.sistemaflex.com MANUAL ESCOLA FLEX Revisado em 09/07/2008 Sistema Flex www.sistemaflex.com Índice Manual Escola Flex Índice... 2 Tela de Abertura (Splash Screen)... 3 Login... 4 Seleção de Empresas... 5 Tela Principal...

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

MANUAL DO PVP SUMÁRIO

MANUAL DO PVP SUMÁRIO Manual PVP - Professores SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 6 2 ACESSANDO O PVP... 8 3 TELA PRINCIPAL... 10 3.1 USUÁRIO... 10 3.2 INICIAL/PARAR... 10 3.3 RELATÓRIO... 10 3.4 INSTITUIÇÕES... 11 3.5 CONFIGURAR... 11

Leia mais

Índice. http://www.gosoft.com.br/atualiza/gosoftsigadmservico.pdf Versão 4.0

Índice. http://www.gosoft.com.br/atualiza/gosoftsigadmservico.pdf Versão 4.0 Índice I ENVIO DE BOLETOS POR E-MAIL... 2 APRESENTAÇÃO... 2 ALTERAÇÕES NO SIGADM CONDOMÍNIO... 4 ALTERAÇÕES NO SIGADM IMÓVEIS... 6 ALTERAÇÕES NO SIGADM CONCILIAÇÃO BANCÁRIA... 8 ALTERAÇÕES NO SIGADM CONDOMÍNIO

Leia mais

ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012

ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012 ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012 1. INSTALAÇÃO DO GESTOR Confira abaixo as instruções de como instalar o sistema Gestor. Caso já tenha realizado esta instalação avance ao passo seguinte:

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA AGENDA

Leia mais

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo em sua oficina. O sistema foi desenvolvido para ser utilizado

Leia mais

Menu Utilitários. Atualização do Banco de Dados Atualização e organização dos arquivos existentes

Menu Utilitários. Atualização do Banco de Dados Atualização e organização dos arquivos existentes Atualização do Banco de Dados Atualização e organização dos arquivos existentes Rotina responsável pelo rastreamento de possíveis arquivos não indexados, danificados ou inexistentes. Este processo poderá

Leia mais

Conhecimento de Transporte

Conhecimento de Transporte Página1 Conhecimento de Transporte No menu de navegação, este item é a opção para emissão e administração dos Conhecimentos de Transporte do sistema. Para acessar, posicione o mouse no local correspondente

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line)

Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line) Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line) Criamos, desenvolvemos e aperfeiçoamos ferramentas que tragam a nossos parceiros e clientes grandes oportunidades

Leia mais

SGD - Sistema de Gestão de Documentos

SGD - Sistema de Gestão de Documentos Agosto/2012 SGD - Sistema de Gestão de Documentos Manual do Módulo Documentos Características Orientações de utilização do Módulo Documentos. Apresentação das funcionalidades. Telas explicativas e passo

Leia mais

DPAlmox - Windows MANUAL DO USUÁRIO

DPAlmox - Windows MANUAL DO USUÁRIO - Windows MANUAL DO USUÁRIO DPSISTEMAS www.dpsistemas.com.br 1. Registrando o programa... 3 2. Entrando no programa Login... 5 3. Tela Principal do Sistema... 6 4. Utilizando os botões de navegação...

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ACESSO ÀS FERRAMENTAS 9 FUNÇÕES 12 MENSAGENS 14 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Leia mais

Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar

Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar Desenvolvido por Hamilton Dias (31) 8829.9195 Belo Horizonte hamilton-dias@ig.com.br www.h-dias.cjb.net ÍNDICE Introdução...3 Implantação...3 Instalação...3

Leia mais

UNICO... 3. Clientes/Fornecedores/Técnicos/Transportadoras/Vendedores... 5. Produtos... 6. Serviços... 6. Outros... 6. Vendas... 7. Notas Fiscais...

UNICO... 3. Clientes/Fornecedores/Técnicos/Transportadoras/Vendedores... 5. Produtos... 6. Serviços... 6. Outros... 6. Vendas... 7. Notas Fiscais... Sumário UNICO...... 3 Cadastros... 4 Clientes/Fornecedores/Técnicos/Transportadoras/Vendedores... 5 Produtos...... 6 Serviços...... 6 Outros...... 6 Vendas... 7 Notas Fiscais... 7 Estoque...8 Financeiro......

Leia mais

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 1 Sumário 1 - Instalação Normal do Despachante Express... 3 2 - Instalação do Despachante Express em Rede... 5 3 - Registrando o Despachante Express...

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA Apresentação Este sistema faz parte do Portal NFS Digital e tem o intuito de ser utilizado por emissores de Nota Fiscal de Serviços

Leia mais

Módulo SAC Atendimento ao Cliente

Módulo SAC Atendimento ao Cliente Módulo SAC Atendimento ao Cliente Objetivo O Módulo SAC ou Serviço de Atendimento ao Cliente é uma ferramenta que gerencia, cria e administra informações num canal de comunicação informatizado entre a

Leia mais

Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06

Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06 Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse

Leia mais

Manual Programa SOSView 4.0

Manual Programa SOSView 4.0 2012 Manual Programa SOSView 4.0 Laboratório SOS Sotreq Versão Manual 1.0 01/03/2012 Página 1 de 52 Manual Programa SOSView 4 Instalação do Programa Utilização em Rede Importação de Amostras Consulta de

Leia mais

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas 2014 V.1.0 SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Contas Médicas SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Módulos CONTAS MÉDICAS Capa

Leia mais

Tutorial Administrativo (Backoffice)

Tutorial Administrativo (Backoffice) Manual - Software ENTRANDO NO SISTEMA BACKOFFICE Para entrar no sitema Backoffice, digite no seu navegador de internet o seguinte endereço: http://pesquisa.webbyapp.com/ Entre com o login e senha. Caso

Leia mais

SIAI Despesa de Pessoal (DP) MANUAL DE INSTALAÇÃO Versão 1.0

SIAI Despesa de Pessoal (DP) MANUAL DE INSTALAÇÃO Versão 1.0 MANUAL DE INSTALAÇÃO Versão 1.0 Natal, Maio de 2013 Sumário 1. O que é o SIAI DP... 3 2. Requisitos mínimos de instalação... 4 2. Como instalar o SIAI DP Módulo Coleta... 4 3. Acessando o SIAI DP... 8

Leia mais

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

RESOLUÇÃO CONAMA nº 313, de 29 de outubro de 2002 Publicada no DOU n o 226, de 22 de novembro de 2002, Seção 1, páginas 85-91

RESOLUÇÃO CONAMA nº 313, de 29 de outubro de 2002 Publicada no DOU n o 226, de 22 de novembro de 2002, Seção 1, páginas 85-91 RESOLUÇÃO CONAMA nº 313, de 29 de outubro de 2002 Publicada no DOU n o 226, de 22 de novembro de 2002, Seção 1, páginas 85-91 Correlações: Revoga a Resolução CONAMA n o 6/88 Dispõe sobre o Inventário Nacional

Leia mais

OBJETIVO 1 ACESSANDO O SISTEMA 2 - TELA PRINCIPAL 3 MÓDULO ETIQUETAS 4 - CADASTRAR DOCUMENTOS 5 ANEXAR DOCUMENTOS 6 MENU TRÂMITE 6.

OBJETIVO 1 ACESSANDO O SISTEMA 2 - TELA PRINCIPAL 3 MÓDULO ETIQUETAS 4 - CADASTRAR DOCUMENTOS 5 ANEXAR DOCUMENTOS 6 MENU TRÂMITE 6. Sumário OBJETIVO... 2 1 ACESSANDO O SISTEMA... 3 2 - TELA PRINCIPAL (Painel de Controle)... 4 3 MÓDULO ETIQUETAS... 4 4 - CADASTRAR DOCUMENTOS... 7 5 ANEXAR DOCUMENTOS... 15 6 MENU TRÂMITE... 18 6.1 RECEBER

Leia mais

Manual de Utilização. Versão 1.0.1

Manual de Utilização. Versão 1.0.1 Manual de Utilização Versão 1.0.1 Conteúdo 1 Funções do Conhecimento... 3 1.1 Restaurar... 3 1.2 Localiza Certificado... 4 1.3 Exibir Mensagem Vencimento Certificado... 4 1.4 Execução Server... 5 1.5 Configurações

Leia mais

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE GERAÇÃO DE BOLETOS BRADESCO NO FINANCE 2 Índice Como gerar Boleto Bancário pelo Bradesco... 3 Como gerar os arquivos de Remessa para o Banco pelo Finance... 14 Como enviar

Leia mais

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda Manual do Usuário Sistema Notapará Programa Nota Fiscal Cidadã Objetivo: Estabelecer orientações aos usuários do sistema Notapará, tais como: usabilidade, funcionalidade e navegabilidade. Manual do Usuário

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Empari Sistemas www.empari.com.br

MANUAL DO USUÁRIO. Empari Sistemas www.empari.com.br MANUAL DO USUÁRIO Empari Sistemas www.empari.com.br Sumário Instalação... 2 Primeira Configuração... 5 Período de experimentação... 8 Configurar Busca de Licitações... 9 Tela de Configuração do LicitaPlus+...

Leia mais

Treinamento Sistema Condominium Módulo V

Treinamento Sistema Condominium Módulo V Módulo V Prestação de Contas Condomínio> Prestação de Contas Em Prestação de Contas Serão impressos todos os relatórios que irão compor sua Pasta mensal. Estão disponíveis diversos modelos para balancete,

Leia mais

PRINCIPAIS QUESTÕES DO PROCESSO DO WS SINAL E SINAL 6.0

PRINCIPAIS QUESTÕES DO PROCESSO DO WS SINAL E SINAL 6.0 PRINCIPAIS QUESTÕES DO PROCESSO DO WS SINAL E SINAL 6.0 Observação: FAVOR VERIFICAR A RESOLUÇÃO DA MÁQUINA (RESOLUÇÃO DA TELA DEVERÁ SER 1024 x 768) e liberação das portas 7778 e 7780 no firewall para

Leia mais

Guia Rápido - Notas Fiscais

Guia Rápido - Notas Fiscais Guia Rápido - Notas Fiscais Conhecimento global. Foco local. www.audatex.com.br / www.solerainc.com Versão 1.0 Histórico das versões VER DATA AUTOR DESCRIÇÃO DA MODIFICAÇÃO 2.0 23.07.2010 LV Versão Inicial

Leia mais

Treinamento Sistema Condominium Módulo II

Treinamento Sistema Condominium Módulo II CONDOMINIUM - Módulo II GERAÇÃO DE EMISSÕES RATEIO Neste módulo o aprendizado será a emissão dos boletos bancários. O sistema disponibiliza algumas maneiras para facilitar o seu dia-a-dia: Sequencia para

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA

Leia mais

MANUAL COTAÇAO WEB MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA. [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email]

MANUAL COTAÇAO WEB MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA. [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] MANUAL COTAÇAO WEB [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA Material Desenvolvido para a Célula Materiais Autor: Equipe

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Geral. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Geral. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Geral Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema de Almoxarifado

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DA LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE

MANUAL DO USUÁRIO DA LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE MANUAL DO USUÁRIO DA LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE Introdução: Esporte é saúde. As pessoas que praticam esporte vivem melhor e mais. Esporte previne e combate doenças do corpo e da mente, torna as pessoas

Leia mais

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização WebEDI - Tumelero Manual de Utilização Pedidos de Compra Notas Fiscais Relação de Produtos 1. INTRODUÇÃO Esse documento descreve o novo processo de comunicação e troca de arquivos entre a TUMELERO e seus

Leia mais

Manual de Utilização. Sistema. Recibo Provisório de Serviço

Manual de Utilização. Sistema. Recibo Provisório de Serviço Manual de Utilização Sistema Recibo Provisório de Serviço Versão 1.0 17/08/2011 Sumário Introdução... 5 1. Primeiro Acesso... 7 2. Funções do e-rps... 8 2.1 Menu Superior... 8 2.1.1 Arquivo......8 2.1.2

Leia mais

Vice-Presidência de Engenharia e Meio Ambiente Instrução de Trabalho de Meio Ambiente

Vice-Presidência de Engenharia e Meio Ambiente Instrução de Trabalho de Meio Ambiente Histórico de Alterações Nº de Revisão Data de Revisão Alteração Efetuada 1-Foi alterado o texto do item 2, onde foram suprimidas as referências anteriores e referenciada a PGR 4.3.2 e PGR-4.3.1 e IGR-4.4.6-12.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGARATIBA. Manual Rápido SERVIDOR PÚBLICO

PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGARATIBA. Manual Rápido SERVIDOR PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE MANGARATIBA Manual Rápido SERVIDOR PÚBLICO CONTRACHEQUE E COMPROVANTE DE RENDIMENTOS MANUAL DESENVOLVIDO PELA: SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO PESSOAL Elaborado

Leia mais

Manual de PRODUÇÃO ONLINE. Autorização e Faturamento

Manual de PRODUÇÃO ONLINE. Autorização e Faturamento Manual de PRODUÇÃO ONLINE 2 APRESENTAÇÃO A Unimed-Rio desenvolveu seu sistema de Produção Online, criado para facilitar a rotina de atendimento de seus médicos cooperados. Este sistema é composto por dois

Leia mais

Treinamento Módulo Contas a Pagar

Treinamento Módulo Contas a Pagar Contas a Pagar Todas as telas de cadastro também são telas de consultas futuras, portanto sempre que alterar alguma informação clique em Gravar ou pressione F2. Teclas de atalho: Tecla F2 Gravar Tecla

Leia mais

Fazer um cálculo no produto RD Equipamentos e Agronegócio.

Fazer um cálculo no produto RD Equipamentos e Agronegócio. Fazer um cálculo no produto RD Equipamentos e Agronegócio. 1) Logar no Kit Médias Empresas Clicar no ícone Tókio Marine Empresarial, que abrirá a tela de login, veja abaixo. Caso seja o primeiro acesso

Leia mais

Sistema de Gerenciamento Missionário SENAMI. Secretaria Nacional de Missões

Sistema de Gerenciamento Missionário SENAMI. Secretaria Nacional de Missões Sistema de Gerenciamento Missionário SENAMI Secretaria Nacional de Missões Manual do Usuário Apresentamos a seguir um guia básico contendo informações gerais para utilização do Sistema de Gerenciamento

Leia mais

Easytrade Admin Client

Easytrade Admin Client Easytrade Admin Client Manual de instalação e utilização Sumário 1.0 Instalação...3 1.1 Download e instalação do Java JRE...3 1.2 - Download e instalação do Easytrade Client...3 1.3 Criar atalho na area

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO RECAM ONLINE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO RECAM ONLINE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO RECAM ONLINE Tefefone: (16)37119000 email: recam@franca.sp.gov. Sumário 1. Endereço para acessar o sistema... 3 2. Tipos de acesso ao sistema... 3 3. Termo de acesso cadastrado

Leia mais

TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL

TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL VERSÃO DO SISTEMA 3.0/2015 VERSÃO DO DOCUMENTO 1.0 Índice 1. OBJETIVO GERAL... 2 2. ACESSO AO SISTEMA AUDITOR FISCAL... 3 3. SISTEMA AUDITOR FISCAL

Leia mais

Manual do sistema SMARsa WEB

Manual do sistema SMARsa WEB Manual do sistema SMARsa WEB Módulo Solicitação/Ouvidoria SMARsa WEB Solicitação/Ouvidoria Versão 2.7 1 Sumário INTRODUÇÃO...4 OBJETIVOS...4 Bem-vindo ao sistema SMARsa WEB: Módulo solicitação/ouvidoria...5

Leia mais

Prestador de Serviços

Prestador de Serviços Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Serviços...3 Os Recibos... 5 Como imprimir?... 6 As Listagens...7 Clientes... 9 Consulta...9 Inclusão... 11 Alteração... 12 Exclusão... 13 Serviços...

Leia mais

Relatório Agregador do Banco de Dados

Relatório Agregador do Banco de Dados Relatório Agregador do Banco de Dados APL Moveleiro da Serra (Bento Gonçalves) N empresas visitadas: 60 Resíduos gerados: 495 Código FEPAM de Resíduos Acumuladores de energia (baterias, pilhas, assemelhados)

Leia mais

Domínio Registro. Teclas de atalho para ajudar na utilização do Sistema e cadastros em todos dos Módulos. Menu Controle

Domínio Registro. Teclas de atalho para ajudar na utilização do Sistema e cadastros em todos dos Módulos. Menu Controle Domínio Registro O Domínio Registro foi desenvolvido para gerenciar todos os processos referentes à abertura e fechamento de empresas, permite a confecção de contratos, alterações e distratos sociais,

Leia mais

Como funciona? SUMÁRIO

Como funciona? SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Benefícios e Vantagens... 2 3. Como utilizar?... 2 3.1. Criar Chave / Senha de Usuário... 2 3.2. Recursos da Barra Superior... 2 3.2.1. Opções... 3 3.2.1.1. Mover Para...

Leia mais

Web Empresas. Agemed Saúde S/A. Versão 03

Web Empresas. Agemed Saúde S/A. Versão 03 2011 Versão 03 Web Empresas Agemed Saúde S/A. Esse documento tem como objetivo orientar as empresas contratantes do plano de saúde Agemed a utilizarem o ambiente Web para realização de movimentações cadastrais

Leia mais