Trabalho Final de Programação II. Xadrez. Integrantes: José Mauro Nazareth Cardoso Neto, Pablo Santana Satler, Juliano Rodrigues Rossi.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Trabalho Final de Programação II. Xadrez. Integrantes: José Mauro Nazareth Cardoso Neto, Pablo Santana Satler, Juliano Rodrigues Rossi."

Transcrição

1 Trabalho Final de Programação II Xadrez Integrantes: José Mauro Nazareth Cardoso Neto, Pablo Santana Satler, Juliano Rodrigues Rossi. Professores: Crediné Menezes Orivaldo de Lira Tavares Vitória, 15 de dezembro de 2011

2 1) DESCRIÇÃO DO PROBLEMA: O xadrez é um jogo de tabuleiro de natureza recreativa e competitiva disputado por dois oponentes. Atualmente, ele é um dos jogos mais populares do mundo, sendo praticado por cerca de 605 milhões de pessoas. Sua origem até hoje é muito controversa, mas acredita-se que ele tenha se originado na Ásia, mais precisamente na Índia, por volta do século VI d.c. Na época, o jogo era conhecido como jogo do exército ou Chaturanga e podia ser jogado por dois ou mais jogadores. Graças as viagens de mercadores e comerciantes, o jogo se espalhou pela China e pela Pérsia, alcançando grande parte do mundo posteriormente. Um dos povos que tiveram esse contato com o jogo foram os árabes, que perceberam o profundo relacionamento do mesmo com a matemática, sendo aparentemente os primeiros a formalizar e escrever suas regras. Já na Europa, por volta de 1200, tais regras começaram a sofrer modificações e aproximadamente em 1475, o jogo passou a ser como conhecemos nos dias de hoje. Falar afirmadamente que o xadrez se originou em uma tal época, em um tal lugar e de tal maneira pode ser uma coisa muita mais séria do que se imagina, pois há muitas pessoas que defendem com todas as forças que o xadrez se originou na Índia, enquanto outros defendem com toda certeza que ele se originou na China. Infelizmente, não chegamos a um acordo sobre tudo isso, mas seja onde e quando foi a sua origem, é de se destacar que o xadrez é um dos jogos mais prestigiados do mundo, sendo muitas vezes tratado como uma arte ou ciência. O jogo de xadrez é disputado sobre um tabuleiro quadrado de sessenta e quatro casas, alternando entre claras e escuras. As linhas verticais do tabuleiro são denominadas colunas, enquanto as horizontais são as fileiras. As colunas recebem letras de A a H, da direita para a esquerda, ao passo que as fileiras são identificadas por números de um a oito. Cada jogador dispõe inicialmente de dezesseis peças, sendo um rei, uma dama, dois bispos, dois cavalos, duas torres e oito peões. Um jogador joga com as peças brancas, enquanto o outro, com as pretas. Os movimentos são feitos alternadamente, um por cada jogador, sendo o condutor das peças brancas a mexer primeiro. O grande objetivo do jogo é dar o xeque-mate, isto é, colocar o rei adversário sob ataque, de tal modo que não se possa evitar, por meio legais, sua captura no lance seguinte. O trecho abordado no projeto pelo grupo foi implementar um jogo de xadrez onde

3 um jogador (usuário) joga contra outro usuário. Ou seja, não foi implementado uma inteligência artificial, e portanto, não há opção de jogo singleplayer. Procuramos abranger ao máximo e fielmente as regras do jogo. POSIÇÃO INICIAL DA PEÇAS NO TABULEIRO O tabuleiro de xadrez é constituído de uma malha quadriculada de 8x8, com 64 casas iguais, alternadamente claras (as casas brancas ) e escuras (as casas pretas ). No início da partida, um jogador tem 16 peças de cor clara (as peças brancas ); o outro tem 16 peças de cor escura (as peças pretas ). O jogador que controla as peças claras começa o jogo. Essas peças são como a seguir: Um rei branco, usualmente indicado pelo símbolo Uma dama branca, usualmente indicada pelo símbolo Duas torres brancas, usualmente indicadas pelo símbolo Dois bispos brancos, usualmente indicados pelo símbolo Dois cavalos brancos, usualmente indicados pelo símbolo Oito peões brancos, usualmente indicados pelo símbolo Um rei preto, usualmente indicado pelo símbolo Uma dama preta, usualmente indicada pelo símbolo Duas torres pretas, usualmente indicadas pelo símbolo Dois bispos pretos, usualmente indicados pelo símbolo Dois cavalos pretos, usualmente indicados pelo símbolo Oito peões pretos, usualmente indicados pelo símbolo

4 A posição inicial das peças no tabuleiro é a seguinte: As oito linhas verticais são chamadas de colunas. As oito linhas horizontais são chamadas de fileiras. As linhas de casas da mesma cor, de borda a borda, são chamadas de diagonais MOVIMENTO DAS PEÇAS Captura: - Se uma peça move-se para uma casa ocupada por uma peça adversária, esta é capturada e retirada do tabuleiro, isso fazendo parte do mesmo lance. - Diz-se estar uma peça atacando uma casa se esta peça puder capturar naquela casa. Movimento: - Nenhuma peça pode se mover a uma casa ocupada por uma peça de sua cor. Segue a descrição dos movimentos válidos para cada peça: A DAMA: A dama move-se para qualquer casa ao longo da coluna (vertical), fileira (horizontal) ou diagonal que ocupa.

5 A TORRE: ocupa. A torre move-se a qualquer casa ao longo da coluna (vertical) ou fileira (horizontal) que O BISPO: O bispo move-se a qualquer casa ao longo de uma diagonal que ocupa.

6 Ao executar seus lances, a dama, a torre ou o bispo não podem pular sobre nenhuma peça em seu caminho. O CAVALO: O cavalo move-se para a casa mais próxima em relação à qual ocupa, mas não na mesma coluna, fileira ou diagonal. Considera-se que ele não passa pelas casas adjacentes. É conhecido como movimento em L. Ao executar seu lance o cavalo pode mover-se mesmo que haja outra peça em seu caminho.

7 O PEÃO a) O peão avança para uma casa vazia, imediatamente à sua frente na mesma coluna, ou Em seu primeiro lance o peão pode avançar duas casas na mesma coluna, desde que b) ambas estejam vazias, ou O peão avança a uma casa ocupada por uma peça adversária, que esteja c) diagonalmente à sua frente, numa coluna adjacente, capturando aquela peça. Promoção Outro movimento característico dos peões é a promoção. Esta acontece quando um d) peão atinge a última linha, ou inversamente a primeira do adversário. Quando isso acontece o jogador tem de converter o Peão numa Dama, Torre, Bispo ou Cavalo. O REI: Movimento do rei: a) O rei pode mover-se de duas formas: I) indo para qualquer casa adjacente não atacada por uma ou mais peças adversárias, II) rocando. Este é um lance do rei com qualquer das torres de mesma cor situada na mesma fileira e é

8 considerado como um lance de rei apenas. Ele é executado como a seguir: O rei é transferido de sua casa original a duas casas em direção à torre e, então, a torre é transferida sobre o rei para a casa qual o rei acaba de atravessar. Antes do roque grande das pretas. Depois do roque grande das pretas. 1) O roque é ilegal: Se o rei já foi movido ou com uma torre que já tenha sido movida. 2) O roque está temporariamente impedido: a) se a casa original do rei ou uma casa pela qual o rei deve passar ou ainda a casa a ser ocupada pelo rei ao fim do roque, estiver atacada por uma peça adversária. b] se houver alguma peça entre o rei e a torre com a qual se pretende rocar. b) Um rei é dito em xeque, se estiver sob o ataque de uma ou mais peças adversárias, mesmo que essas peças não possam se mover. Avisar um xeque não é obrigatório. Um jogador não deve fazer um lance que coloque ou deixe seu rei em xeque.

9 PARTIDA TERMINADA A partida é ganha pelo jogador que, executando um lance legal, deu mate no rei do adversário. Isto termina a partida imediatamente. Empate: A partida está empatada quando um jogador, que tem a vez de jogar, não tem um lance legal para fazer e cujo rei não está em xeque. Diz-se, então, que o rei está afogado. Isto termina a partida imediatamente. 2) Proposta de solução A ideia do programa é que o mesmo seja um tabuleiro que intermedeie o jogo entre dois usuários humanos. O programa irá funcionar criando alterações sobre uma variável global denominada tabuleiro, bem como imprimindo a mesma. A variável global Tabuleiro é uma matriz bidimensional 8x8 de ponteiros. O ponteiro foi utilizado, pois seria mais facilmente alterado além de desenvolver as habilidades dos desenvolvedores com esta ferramenta tão importante da programação. Além de criar e plotar o tabuleiro, devem haver funções no programa para definir se um movimento é ou não possível. Inicialmente pretende-se criar os movimentos dos peões, das torres, dos cavalos, dos bispos, das rainhas e dos reis de ambos os times. Para isto pretende-se modularizar as funções tanto quanto seja útil, ou seja, se uma verificação for utilizada mais de uma vez por funções diferentes (ou até mesmo pela mesma função), esta será modularizada. Inicialmente entende-se que provavelmente as funções de movimento horizontal, vertical e diagonal serão modularizadas, uma vez que diversos movimentos as utilizam, mesmo que de maneira levemente diferente (enquanto a torre pode se mover quantas casas quiser na horizontal e vertical, o rei pode-se

10 mover apenas uma, nas mesmas direções). Pretende-se também criar os movimentos especiais de Roque, promoção e o movimento inicial de duas casas do peão. O programa também deve avisar quando uma peça realiza um movimento inválido e permitir que o jogador revise o movimento que havia feito anteriormente, bem como avisar do xeque e do xeque-mate, quando o mesmo deve terminar e avisar qual dos dois jogadores ganhou. 3) Evidências da correção A função imprime TestaMovimentos() foi testada e o resultado obtido foi positivo para todas as peças, como visto na apresentação em grupo. Os dados para as funções de teste são explicadas dentro da função testamovimentos(). Apesar disto, dentro da função movimentos(), as funções de movimento e/ou verificação para o peão não funcionaram como deveriam, apresentando falha de segmentação ao iniciar o programa de fechando o mesmo. Tais funções foram refeitas diversas vezes, dentro e fora das modularizações, até que conseguimos fazer as mesmas funcionarem de modo praticamente devido, como apresentadas na solução final. A solução final, portanto, apresenta apenas o problema de que caso os peões se movam para um lugar que eles não deveriam ir, a falha de segmentação aparece. Além disso também foi achado o problema que, se o peão se move até o final do tabuleiro, o mesmo não se torna uma Rainha como deveria. A falha de segmentação é um erro de quando o programa verifica uma posição de memória inválida, comumente associada ao uso errôneo de estruturas. Em nosso caso não sabemos exatamente o que faz com que isto

11 ocorra, uma vez que antes de cada verificação são feitas diversas verificações para ver se o endereço de memória está sendo ocupado, se esta sendo ocupado pela peça correta ou se está sendo ocupado por NULL. Fora o pequeno contratempo do peão, que não atrapalha o jogo pois desde que o peão se mova como deve o programa não encontrará erros, o programa foi testado com alguns jogos entre os desenvolvedores e nenhum outro erro foi encontrado. 4) Desempenho do programa Os testes apontam que apesar das diversas verificações feitas para cada movimento, o programa teve um desempenho adequado, uma vez que o mesmo não travou ou apresentou lentidão. Algumas funções faziam até 64 verificações, e esta fora a maior quantidade para uma mesma função. Pode parecer um número grande, porém isto é feito praticamente instantaneamente por um computador, evidenciando deste modo o fato de que não houve problemas com o desempenho. 5) O grupo consegui atingir os objetivos pretendidos com a solução encontrada? Nem todos os objetivos pretendidos foram alcançados. Primeiramente tornou-se difícil pela maneira com que abordamos o projeto (com uso de ponteiros e estruturas) criar a função para realizar a verificação do xeque-mate. Em segundo plano houveram os problemas relacionados ao peão. Os seus movimentos estão com algumas limitações (se ele for movimentado de forma errada o programa verifica espaços de memória inválidos e o programa deixa de executar com erro falha de segmentação ). Além disso, o peão não realiza a promoção quando chega ao final do tabuleiro e pode se mover na diagonal durante seus movimentos normais, o que não deveria ser permitido de forma alguma.

12 Houve problemas identificados com os movimentos do rei, que não retornavam o aviso de erro, porém não realizava o movimento errado e passava a vez para o oponente, bem como não realizava o xeque. Isto indica erros na parte da função movimentos() que descreve o movimento do rei, que resultaram provavelmente de um erro na codificação das condições de adoção da cláusula de movimento inválido. Também foram identificados problemas na função verificaxeque(), aparentemente um erro no uso da cláusula break; fez com que a função continuasse verificando se há peças a ameaçando após achar uma peça do mesmo time numa linha, por exemplo se a rainha estiver na mesma linha do rei, não deveria porém o jogador é informado de um xeque. Pretendíamos também fazer com que as posições nas quais não existiam peças retornassem algum caractere gráfico para que fosse mais fácil ver o tabuleiro, porém não encontramos maneiras para tal. Fora estas considerações, não há outros objetivos inicialmente propostos que não conseguimos atingir, O Xadrez funciona, apesar de precariamente e com várias movimentações incompletas ou apresentando falhas de movimentação, ainda maiores do que as identificadas inicialmente. Apesar de tudo isto, é possível jogar com ele e ele finaliza após três movimentos que colocam o rei em xeque. Referências Bibliográficas: Introdução ao xadrez (Autor: Fábio) Fonte digital: Documento do autor acesso em: 12/12/11. acesso em: 12/12/11. acesso em: 12/12/11.

1ª Colocação 10 pontos. 2ª Colocação 08 pontos. 3ª Colocação 06 pontos

1ª Colocação 10 pontos. 2ª Colocação 08 pontos. 3ª Colocação 06 pontos Regras: Jogo do Xadrez 1. Sorteio: Os confrontos serão definido através de sorteio e relacionados no chaveamento da competição; A ordem de disputa será de acordo com a ordem de retira no sorteio. PS: 2

Leia mais

XADREZ REGRAS BÁSICAS INTRODUÇÃO O xadrez, diferentemente de muitos jogos, não depende de sorte. O desenvolver do jogo não depende do resultado de

XADREZ REGRAS BÁSICAS INTRODUÇÃO O xadrez, diferentemente de muitos jogos, não depende de sorte. O desenvolver do jogo não depende do resultado de XADREZ REGRAS BÁSICAS INTRODUÇÃO O xadrez, diferentemente de muitos jogos, não depende de sorte. O desenvolver do jogo não depende do resultado de dados ou das cartas que são tiradas do baralho. O resultado

Leia mais

XADREZ: REGRAS BÁSICAS DO JOGO. Prof. Dr. Wilson da Silva

XADREZ: REGRAS BÁSICAS DO JOGO. Prof. Dr. Wilson da Silva XADREZ: REGRAS BÁSICAS DO JOGO Prof. Dr. Wilson da Silva 1 O TABULEIRO O tabuleiro de xadrez é formado por um quadrado de 8x8 com 64 casas iguais alternadamente claras (as casas brancas ) e escuras (as

Leia mais

CAPÍTULO 1. Os elementos. O jogo de xadrez é um desafio para a mente. J. W. von Goethe O TABULEIRO DE XADREZ

CAPÍTULO 1. Os elementos. O jogo de xadrez é um desafio para a mente. J. W. von Goethe O TABULEIRO DE XADREZ CAPÍTULO 1 Os elementos O jogo de xadrez é um desafio para a mente. J. W. von Goethe O TABULEIRO DE XADREZ Joga-se xadrez sobre um tabuleiro quadrado, formado por 64 casas quadradas, sendo sua cor, alternadamente,

Leia mais

O peão Se um peão consegue chegar até a outra extremidade do tabuleiro(linha 8), ele é promovido. Um peão promovido é substituído, ainda na mesma jogada em que o movimento foi feito, por um cavalo, bispo,torreoudamadamesmacor.

Leia mais

Aprendendo a jogar Xadrez

Aprendendo a jogar Xadrez O núcleo de xadrez da nossa Escola continua particularmente activo, e dando continuidade ao material produzido para o número anterior da nossa revista, onde detalhou a forma como se procede à anotação

Leia mais

Professor: Paulo Adolfo Kepler (Zé)

Professor: Paulo Adolfo Kepler (Zé) Professor: Paulo Adolfo Kepler (Zé) INTRODUÇÃO Caro aluno! Você acaba de ingressar no fascinante mundo do Xadrez, o jogo de tabuleiro mais praticado no mundo. Você estará no comando de um poderoso exército,

Leia mais

12 = JL (DE UMA A TRÊS CASAS EM QUALQUER DIREÇÃO, INCLUSIVE R1 PARA OS PEÕES)

12 = JL (DE UMA A TRÊS CASAS EM QUALQUER DIREÇÃO, INCLUSIVE R1 PARA OS PEÕES) XADREZ DA SORTE MATERIAL UM TABULEIRO COMUM DE 64 CASAS. DOIS DADOS COMUNS. AS 32 PEÇAS DO JOGO DE XADREZ. PONTUAÇÃO DOS DADOS A PONTUAÇÃO PARA MOVIMENTAÇÃO É A SEGUINTE: 2 = R1 (RETORNA UMA CASA) 3 =

Leia mais

O posicionamento inicial das peças assim como o formato do tabuleiro é como o que se mostra na figura seguinte:

O posicionamento inicial das peças assim como o formato do tabuleiro é como o que se mostra na figura seguinte: Regras do Xadrez Introdução O jogo de Xadrez é jogado por dois jogadores. Um jogador joga com as peças brancas o outro com as pretas. Cada um inicialmente tem dezasseis peças: Um Rei, uma Dama, duas Torres,

Leia mais

Tabuleiro. Movimento das peças (torre)

Tabuleiro. Movimento das peças (torre) Tabuleiro Posição inicial ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ Uma linha é uma sequencia de oito casas dispostas de forma contigua horizontalmente. ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ¼¼¼¼ ÖÑÐÒ ÓÔÓÔÓÔÓÔ

Leia mais

Projeto Xadrez Entrega 01: Polimorfismo e Herança

Projeto Xadrez Entrega 01: Polimorfismo e Herança Professore: Aluno PAE (Turma A): Aluno PAE (Turma C): João do E.S. Batista Neto (jbatista at icmc.usp.br) Felipe S. L. G. Duarte (fgduarte at icmc.usp.br) Oscar Cuadros Linares (ocuadrosl at gmail.com)

Leia mais

Módulo 1. Tabuleiro, peças, movimentos e capturas

Módulo 1. Tabuleiro, peças, movimentos e capturas Módulo 1 Tabuleiro, peças, movimentos e capturas O Tabuleiro O Xadrez é praticado entre duas pessoas, que comandam seus exércitos (brancas e negras). O objetivo do jogo é dar Xeque Mate ao rei adversário,

Leia mais

Ministério do Esporte ANTONIO VILLAR SANDRO HELENO ANTONIO BENTO ADRIANO VALLE

Ministério do Esporte ANTONIO VILLAR SANDRO HELENO ANTONIO BENTO ADRIANO VALLE Ministério do Esporte ANTONIO VILLAR SANDRO HELENO ANTONIO BENTO ADRIANO VALLE XADREZ NAS ESCOLAS A ATIVIDADE XADREZ O xadrez é uma agradável atividade lúdica, praticada por dois jogadores que movem peças

Leia mais

XADREZ NA UFG. Módulo I -Introdução. Prof. Dr. André Carlos Silva Profa. MSc. Elenice Maria Schons Silva

XADREZ NA UFG. Módulo I -Introdução. Prof. Dr. André Carlos Silva Profa. MSc. Elenice Maria Schons Silva XADREZ NA UFG Módulo I -Introdução Prof. Dr. André Carlos Silva Profa. MSc. Elenice Maria Schons Silva História do Xadrez Benjamin Franklin disputando uma partida de xadrez, quadro do artista Edward Harrison

Leia mais

História. Entendendo o jogo. Os movimentos das peças. Movimentos especiais. Como Jogar. Capturas, xeque e xeque mate.

História. Entendendo o jogo. Os movimentos das peças. Movimentos especiais. Como Jogar. Capturas, xeque e xeque mate. História O xadrez descende de jogos desenvolvidos na Índia, dos quais o mais antigo conhecido é o chaturanga, do século VI EC. O jogo logo foi levado para Pérsia, onde se tornou uma atividade da nobreza

Leia mais

Explique que as regras do xadrez são diferentes das regras do Jogo de Peões. Agora, não se ganha mais uma partida ao levar um peão à

Explique que as regras do xadrez são diferentes das regras do Jogo de Peões. Agora, não se ganha mais uma partida ao levar um peão à 1 VI. O REI, XEQUE E XEQUE-MATE Objetivos desta lição: Praticar as regras para todas as peças de xadrez Resolver problemas com todas as peças Usar o xeque e regras de lances ilegais em posições elementares

Leia mais

Aprenda a jogar Xadrez!

Aprenda a jogar Xadrez! GÊNESIS Então disse Deus: haja luz, e houve luz O xadrez, como o amor, como a música, tem o poder de fazer as pessoas felizes Siegbert Tarrash médico e pedagogo Informativo Educacional e Cultural - Itaúna

Leia mais

O JOGO DE XADREZ. Vamos conhecer as peças que compõe o jogo: O Tabuleiro

O JOGO DE XADREZ. Vamos conhecer as peças que compõe o jogo: O Tabuleiro O JOGO DE XADREZ O xadrez é um esporte intelectual, disputado entre duas pessoas que possuem forças iguais (peças) sobre um tabuleiro. Este jogo representa uma batalha em miniatura, onde cada lado comanda

Leia mais

Torneio de Xadrez. Escola Básica Adriano Correia de Oliveira. Centro de Recursos Biblioteca Escolar

Torneio de Xadrez. Escola Básica Adriano Correia de Oliveira. Centro de Recursos Biblioteca Escolar Torneio de Xadrez Escola Básica Adriano Correia de Oliveira Centro de Recursos Biblioteca Escolar Atividade do PAA do CRBE 2015/2016 Professor Frederico Oliveira Fonte: WEB Divertida e amiga, porque te

Leia mais

A história do Xadrez

A história do Xadrez A história do Xadrez Não se sabe ao certo qual a verdadeira origem do Xadrez, porém duas histórias se destacam como ser a mais provável e verdadeira lenda. A primeira se passa em Taligana, uma pequena

Leia mais

Gatos & Cães Simon Norton, 1970s

Gatos & Cães Simon Norton, 1970s Gatos & Cães Simon Norton, 1970s Um tabuleiro quadrado 8 por 8. 28 peças gato e 28 peças cão (representadas respectivamente por peças negras e brancas). Ganha o jogador que realizar a última jogada. zona

Leia mais

JOGOS LIVRO REGRAS M AT E M Á T I CO S. 11.º Campeonato Nacional

JOGOS LIVRO REGRAS M AT E M Á T I CO S. 11.º Campeonato Nacional Vila Real JOGOS M AT E M Á T I CO S.º Campeonato Nacional LIVRO DE REGRAS Semáforo Autor: Alan Parr Material Um tabuleiro retangular por. 8 peças verdes, 8 amarelas e 8 vermelhas partilhadas pelos jogadores.

Leia mais

Semáforo. Um tabuleiro retangular 4 por 3. 8 peças verdes, 8 amarelas e 8 vermelhas partilhadas pelos jogadores.

Semáforo. Um tabuleiro retangular 4 por 3. 8 peças verdes, 8 amarelas e 8 vermelhas partilhadas pelos jogadores. Semáforo Autor: Alan Parr Um tabuleiro retangular por. 8 peças verdes, 8 amarelas e 8 vermelhas partilhadas pelos jogadores. Ser o primeiro a conseguir uma linha de três peças da mesma cor na horizontal,

Leia mais

1. Natureza e objetivos do jogo de xadrez. 2. Posição inicial das peças no tabuleiro

1. Natureza e objetivos do jogo de xadrez. 2. Posição inicial das peças no tabuleiro 1. Natureza e objetivos do jogo de xadrez 1.1 O jogo de xadrez é disputado entre dois oponentes que movem peças alternadamente sobre um tabuleiro quadrado denominado 'tabuleiro de xadrez'. O jogador com

Leia mais

Gatos & Cães Simon Norton, 1970s

Gatos & Cães Simon Norton, 1970s Gatos & Cães Simon Norton, 970s Um tabuleiro quadrado 8 por 8. 8 peças gato e 8 peças cão (representadas respectivamente por peças negras e brancas). Ganha o jogador que realizar a última jogada. zona

Leia mais

Nome: Bispo Pontos: 3,5. Nome: Torre Pontos: 5. Anda quantas casas quiser para cima, para baixo e para os lados (horizontal e vertical).

Nome: Bispo Pontos: 3,5. Nome: Torre Pontos: 5. Anda quantas casas quiser para cima, para baixo e para os lados (horizontal e vertical). Xadrez para Todos Professor: Frederic Cesa Dias E-mail: fredericcesadias@gmail.com Site: www.fredericcesadias.com > Xadrez * O objetivo do jogo é ameaçar o rei adversário sem que este possa se salvar na

Leia mais

Curso básico de Xadrez

Curso básico de Xadrez Projeto LIPRA Livro Interativo Potencializado com Realidade Aumentada Curso básico de Xadrez Autor: Raryel Costa Souza Orientação: Claudio Kirner Xadrez 1 Introdução O xadrez é um jogo de tabuleiro para

Leia mais

Xadrez. todos. para. Aprendendo a jogar xadrez passo a passo

Xadrez. todos. para. Aprendendo a jogar xadrez passo a passo Xadrez para todos Aprendendo a jogar xadrez passo a passo James Mann de Toledo Juliana Kyoo Kamada Xadrez para todos Aprendendo a jogar xadrez passo a passo Americana - SP 2013 Copyright 2004 James Mann

Leia mais

O principal objetivo desta lição é ensinar as regras de movimentação dos cavalos.

O principal objetivo desta lição é ensinar as regras de movimentação dos cavalos. 1 V. (a) CAVALOS Objetivos: 1. Fixar e aplicar as regras de movimentação dos cavalos. 2. Resolver problemas elementares usando os cavalos. O principal objetivo desta lição é ensinar as regras de movimentação

Leia mais

CONTEÚDO DOS 6º ANOS MAT E VESP REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016

CONTEÚDO DOS 6º ANOS MAT E VESP REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016 CONTEÚDO DOS 6º ANOS MAT E VESP REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016 Jogos cooperativos e jogos cooperativos Conceitos: Nos jogos cooperativos existe cooperação, que significa agir em conjunto para superar

Leia mais

ABC DO XADREZ GUIA DE APRENDIZAGEM

ABC DO XADREZ GUIA DE APRENDIZAGEM AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE ARCOZELO ABC DO XADREZ GUIA DE APRENDIZAGEM A Coordenadora: Prof. Fernanda Marinho Regras Básicas A posição do Tabuleiro deve ser colocada de uma forma que o jogador

Leia mais

Traduzido e adaptado do inglês U.S. Chess Center

Traduzido e adaptado do inglês U.S. Chess Center 1 IX. JOGOS EMPATADOS Objetivos: 1. Saber as regras de empates e reconhecer quando uma partida está empatada. O principal objetivo desta lição é ensinar as regras de como as partidas podem ser empate e

Leia mais

5. Problemas que podem surgir. 6. Estratégia Básica. 7. Questões de revisão. Traduzido e adaptado do inglês U.S.

5. Problemas que podem surgir. 6. Estratégia Básica. 7. Questões de revisão. Traduzido e adaptado do inglês U.S. 1 I. O TABULEIRO DE XADREZ E MOVIMENTOS DE PEÕES Objetivos desta lição: Nomear as casas do tabuleiro e as peças de xadrez Colocar as peças na sua posição inicial Enunciar e aplicar as regras de movimento

Leia mais

XADREZ I - ATIVIDADES INICIALIZAÇÃO/TABULEIRO. O Tabuleiro de Xadrez: Observe o diagrama abaixo e responda as seguintes questões:

XADREZ I - ATIVIDADES INICIALIZAÇÃO/TABULEIRO. O Tabuleiro de Xadrez: Observe o diagrama abaixo e responda as seguintes questões: I - ATIVIDADES INICIALIZAÇÃO/TABULEIRO O Tabuleiro de Xadrez: Observe o diagrama abaixo e responda as seguintes questões: Diagrama. 01 1 - Responda com (V) para verdadeiro e (F) para falso. ( ) O diagrama

Leia mais

VIRTUAL CHESS. Carlo Vinícius Berton* Daniel Eduardo Gyboski** Gabriel Riboldi*** Marília Rossi Chagas****

VIRTUAL CHESS. Carlo Vinícius Berton* Daniel Eduardo Gyboski** Gabriel Riboldi*** Marília Rossi Chagas**** VIRTUAL CHESS Carlo Vinícius Berton* Daniel Eduardo Gyboski** Gabriel Riboldi*** Marília Rossi Chagas**** Universidade de Caxias do Sul, 27 de novembro de 2008 *Carlo Vinícus Berton, graduando em Bacharelado

Leia mais

A LUTA INTERIOR (II) PALAVRA & VIDA 2º TRIMESTRE/2013. Texto Bíblico: Gálatas 5.16,22-25 SUGESTÕES DIDÁTICAS LIÇÃO 12

A LUTA INTERIOR (II) PALAVRA & VIDA 2º TRIMESTRE/2013. Texto Bíblico: Gálatas 5.16,22-25 SUGESTÕES DIDÁTICAS LIÇÃO 12 A LUTA INTERIOR (II) Texto Bíblico: Gálatas 5.16,22-25 Objetivos da lição de hoje: Compreender as divisões do fruto do Espírito; Reconhecer as fortalezas da alma; Comprometer-se a desfazer-se das fortalezas

Leia mais

Questão 23 Sobre a abertura pastorzinho, observe as afirmativas abaixo e, assinale V para as verdadeiras e F para as falsas e, em seguida, marque a al

Questão 23 Sobre a abertura pastorzinho, observe as afirmativas abaixo e, assinale V para as verdadeiras e F para as falsas e, em seguida, marque a al PROVA DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO INSTRUT DE XADREZ Baseado no texto abaixo, responda as questões 21 e 22: O Xadrez é um esporte individual, mas de caráter cognitivo e coletivo, pois simula os movimentos

Leia mais

SEMINÁRIO DE ARBITRAGEM E LEIS DE XADREZ

SEMINÁRIO DE ARBITRAGEM E LEIS DE XADREZ HISTÓRIA DAS LEIS DO XADREZ A FIDE foi fundada em Paris em 20 de Julho 1924 e um dos seus principais programas era unificar as regras do jogo. As primeiras regras oficiais de xadrez tinha sido publicado

Leia mais

XADREZ CURSO DE FIXAÇÃO. Capítulo 1. I. Ética

XADREZ CURSO DE FIXAÇÃO. Capítulo 1. I. Ética XADREZ CURSO DE FIXAÇÃO Capítulo 1 I. Ética O respeito ao adversário é essencial. Da mesma forma, deve respeitar-se as demais partidas acontecendo na mesma sala. Em aula, esse respeito deve ser estendido

Leia mais

LAAB: Ludicidade Africana e Afrobrasileira.

LAAB: Ludicidade Africana e Afrobrasileira. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ FACULDADE DE PEDAGOGIA CAMPUS DE CASTANHAL LAAB: Ludicidade Africana e Afrobrasileira. Coordenadora: Débora Alfaia Bolsista: Gabriela Paixão Castanhal- PA 2012 Oficina de Jogos

Leia mais

Epaminondas. Ludus. Material

Epaminondas. Ludus. Material Epaminondas Ludus História Este jogo foi inventado por Robert Abbott em. Chamava-se originalmente Crossings e foi publicado pela primeira vez em em [GG]. Nessa altura, o jogo ocorria num tabuleiro de linhas

Leia mais

Traduzido e adaptado do inglês U.S. Chess Center

Traduzido e adaptado do inglês U.S. Chess Center 1 IV. TORRES Objetivos desta lição: Enunciar e aplicar as regras de movimento de torres Usar as regras de movimento para contar lances e capturas Resolver problemas usando as torres Entender a estratégia

Leia mais

SME Introdução à Programação de Computadores Primeiro semestre de Trabalho: jogo Semáforo

SME Introdução à Programação de Computadores Primeiro semestre de Trabalho: jogo Semáforo SME0230 - Introdução à Programação de Computadores Primeiro semestre de 2017 Professora: Marina Andretta (andretta@icmc.usp.br) Monitores: Douglas Buzzanello Tinoco (douglas.tinoco@usp.br) Amanda Carrijo

Leia mais

Essas peças são como a seguir: Rei branco. Dama branca. Torres brancas. Bispos brancos. Cavalos brancos. Peões brancos. Rei preto.

Essas peças são como a seguir: Rei branco. Dama branca. Torres brancas. Bispos brancos. Cavalos brancos. Peões brancos. Rei preto. O XADREZ REGRAS Tradução das Leis da *FIDE feita pelo árbitro internacional Antônio Bento de Araújo Lima, de Brasília - DF. O texto extraído do Site www.persocom.com.br/bcx - Brasília Clube de Xadrez.

Leia mais

FINAIS APRENDENDO A DAR MATE

FINAIS APRENDENDO A DAR MATE CURSO DE XADREZ FÁBRICA DO ESPORTE FINAIS APRENDENDO A DAR MATE Mate elementar de dama Rei e dama contra rei Lucas Bibiana de Brito, RF 036684 PRAIA GRANDE FEVEREIRO 2012 INTRODUÇÃO Mates elementares são

Leia mais

1 HABILIDADES INTELECTUAIS ATRIBUÍDAS AO ESTUDO E PRÁTICA DO XADREZ

1 HABILIDADES INTELECTUAIS ATRIBUÍDAS AO ESTUDO E PRÁTICA DO XADREZ INTRODUÇÃO - VALOR EDUCATIVO DO XADREZ O xadrez provou ter valor educativo, em nada parecido a outros jogos de mesa. Ele é praticado em todo o mundo e antes mesmo da criação da Federação Internacional

Leia mais

TORNEIO DE JOGOS MATEMÁTICOS 6ª EDIÇÃO JOGOS

TORNEIO DE JOGOS MATEMÁTICOS 6ª EDIÇÃO JOGOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CAMPUS CATALÃO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA TORNEIO DE JOGOS MATEMÁTICOS 6ª EDIÇÃO JOGOS NÍVEL 1 NÍVEL 2 NÍVEL 3 Kharbaga, kalah e moinho (trilha) Oware

Leia mais

O Manual do Knights. Tradução: José Pires

O Manual do Knights. Tradução: José Pires Miha Čančula Tradução: José Pires 2 Conteúdo 1 Introdução 6 2 Como jogar 7 2.1 Objectivo........................................... 7 2.2 Iniciar o Jogo......................................... 7 2.3 A

Leia mais

4º Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos AL, APM, SPM, UM 2007/2008

4º Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos AL, APM, SPM, UM 2007/2008 º Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos AL, APM, SPM, UM 007/008 Semáforo Autor: Alan Parr Oito peças verdes, oito amarelas e oito vermelhas partilhadas pelos jogadores. Ser o primeiro a conseguir uma

Leia mais

ESCOLA EMEF PROFª MARIA MARGARIDA ZAMBON BENINI - PIBID 08/10/2014, 29/10/2014 e 05/11/2014

ESCOLA EMEF PROFª MARIA MARGARIDA ZAMBON BENINI - PIBID 08/10/2014, 29/10/2014 e 05/11/2014 ESCOLA EMEF PROFª MARIA MARGARIDA ZAMBON BENINI - PIBID 08/10/2014, 29/10/2014 e 05/11/2014 Bolsistas: Mévelin Maus, Milena Poloni Pergher e Odair José Sebulsqui. Supervisora: Marlete Basso Roman Disciplina:

Leia mais

Jogos e Brincadeiras I. 1. Brincadeiras

Jogos e Brincadeiras I. 1. Brincadeiras Polos Olímpicos de Treinamento Curso de Combinatória - Nível 1 Prof. Bruno Holanda Aula 1 Jogos e Brincadeiras I 1. Brincadeiras Nesta primeira parte da aula resolveremos duas questões retiradas da Olimpíada

Leia mais

Regulamento do Torneio de Matraquilhos

Regulamento do Torneio de Matraquilhos Regulamento do Torneio de Matraquilhos O Plano de Atividades e Orçamento da Associação de Estudantes do Externato Frei Luís de Sousa para o mandato 2013/2014 prevê a organização de um Torneio de Damas.

Leia mais

Divulgação de conteúdos para quem quiser APRENDER A JOGAR XADREZ

Divulgação de conteúdos para quem quiser APRENDER A JOGAR XADREZ Divulgação de conteúdos para quem quiser APRENDER A JOGAR XADREZ Este trabalho resulta de uma parceria entre a FPX e a FCCN, com o apoio do IDP. Vídeos de divulgação: Fase 1 Iniciação: Regras básicas e

Leia mais

PACRU SÉRIE 302. Linguagens e Informação Extra. Três Jogos: Shacru, Azacru & Pacru

PACRU SÉRIE 302. Linguagens e Informação Extra. Três Jogos: Shacru, Azacru & Pacru PACRU SÉRIE 302 Linguagens e Informação Extra Se esta informação não está na sua linguagem, vá a www.pacru.com, seleccione a linguagem e imprima as regras. Neste folheto estão todas as informações necessárias

Leia mais

A estratégia das peças menores

A estratégia das peças menores A estratégia das peças menores Pedro Aladar Tonelli Instituto de Matemática e Estatística USP 6 de outubro de 2004 Sumário Características do Bispo e do Cavalo Características do bispo Características

Leia mais

Atividade 1 O Xadrez e a Matemática

Atividade 1 O Xadrez e a Matemática Atividade 1 O Xadrez e a Matemática Primeira Parte: A lógica dos grãos de trigo Pelo que podemos observar o Xadrez tem muito mais haver com a matemática do que imaginamos. Além de ser um jogo de estratégia,

Leia mais

JOGOS AFRICANOS BORBOLETA DE MOÇAMBIQUE

JOGOS AFRICANOS BORBOLETA DE MOÇAMBIQUE JOGOS AFRICANOS BORBOLETA DE MOÇAMBIQUE O jogo é chamado Borboleta em Moçambique, provavelmente por causa da forma do tabuleiro. Na Índia e em Blangadesh, as crianças chamam o mesmo jogo de Lau Kata Kati.

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS 7ª Série Linguagens Formais e Autômatos Ciência da Computação A atividade prática supervisionada (ATPS) é um método de ensino-aprendizagem desenvolvido por meio de um

Leia mais

Santo Cristo, RS. 14 de novembro de 2015.

Santo Cristo, RS. 14 de novembro de 2015. 2 a Olimpíada Escolar de Jogos Lógicos de Tabuleiro Santo Cristo, RS 14 de novembro de 2015. Apresentação Esta é a segunda edição da Olimpíada de Jogos Lógicos de Tabuleiro promovida pela Universidade

Leia mais

MATERIAL: Tabuleiro e pinos (marcadores). São necessários 20 pinos para os cordeiros e 2 pinos para os tigres.

MATERIAL: Tabuleiro e pinos (marcadores). São necessários 20 pinos para os cordeiros e 2 pinos para os tigres. Cordeiros e tigres MATERIAL: Tabuleiro e pinos (marcadores). São necessários 20 pinos para os cordeiros e 2 pinos para os tigres. 1. O jogo começa com o tabuleiro vazio. 2. Quem está com os tigres ocupa

Leia mais

Prof. Dr. Wilson da Silva. A Ginástica da Mente. Noções Básicas de Xadrez

Prof. Dr. Wilson da Silva. A Ginástica da Mente. Noções Básicas de Xadrez Prof. Dr. Wilson da Silva A Ginástica da Mente Noções Básicas de Xadrez Xadrez_vol3B.indd 3 5/2/11 10:31:56 AM Xadrez_vol3B.indd 4 5/2/11 10:31:56 AM Nota do Editor Xadrez_vol3B.indd 5 5/2/11 10:31:56

Leia mais

Estas reflexões objetivam oferecer alguns recursos metodológicos aos. professores de xadrez. Nossa experiência tem indicado que trabalhar com todos

Estas reflexões objetivam oferecer alguns recursos metodológicos aos. professores de xadrez. Nossa experiência tem indicado que trabalhar com todos 1 JOGOS PRÉ-ENXADRÍSTICOS Professor Wilson da Silva Estas reflexões objetivam oferecer alguns recursos metodológicos aos professores de xadrez. Nossa experiência tem indicado que trabalhar com todos os

Leia mais

LOCAL: ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DO BANCO DO BRASIL A.A.B.B ENDEREÇO: AVENIDA SANTOS DUMONT S/N DATA: 29 DE OUTUBRO HORÁRIO: 8:00 HS

LOCAL: ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DO BANCO DO BRASIL A.A.B.B ENDEREÇO: AVENIDA SANTOS DUMONT S/N DATA: 29 DE OUTUBRO HORÁRIO: 8:00 HS LOCAL: ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DO BANCO DO BRASIL A.A.B.B ENDEREÇO: AVENIDA SANTOS DUMONT S/N DATA: 29 DE OUTUBRO HORÁRIO: 8:00 HS CIDADE: QUERÊNCIA DO NORTE - PR REALIZAÇÃO CONSELHO DAS APAES MICRO-REGIÃO

Leia mais

Xadrez. 1º semestre 2016

Xadrez. 1º semestre 2016 Xadrez 1º semestre 2016 2016 A origem do xadrez Várias são as versões para o surgimento do xadrez, como de origem Chinesa, Egípcia, Persa e Árabe, porém, nenhuma delas totalmente confirmada. Uma versão

Leia mais

Xadrez. e Os 10 Mandamentos. Rafael Borges Dias Baptista Página 1 de 27

Xadrez. e Os 10 Mandamentos. Rafael Borges Dias Baptista Página 1 de 27 Xadrez Regras, dicas e Os 10 Mandamentos Por Rafael Borges Dias Baptista Rio das Ostras RJ, sexta-feira, 13 de Março de 2007 Página 1 de 27 No xadrez existem precisamente 169.518.829.100.544.000.000.000.000.000

Leia mais

O que vigora até 30 de junho de 2017 Aprovada no 84º Congresso da FIDE realizado em Tallinn Estônia out/2013 Em vigor de 01/07/2014 até 30/06/2017

O que vigora até 30 de junho de 2017 Aprovada no 84º Congresso da FIDE realizado em Tallinn Estônia out/2013 Em vigor de 01/07/2014 até 30/06/2017 O que vigora até 30 de junho de 2017 Aprovada no 84º Congresso da FIDE realizado em Tallinn Estônia out/2013 Em vigor de 01/07/2014 até 30/06/2017 4.2 Desde que antes manifeste sua intenção (por exemplo,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA CAMPUS ALEGRETE PIBID

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA CAMPUS ALEGRETE PIBID PROPOSTA DIDÁTICA 1. Dados de Identificação 1.1 Série/Ano/Turma: 7º ano e 8º ano do Ensino Fundamental. 1.2 Turno: manhã. 1.3 Data: outubro/2015 1.4 Tempo da aula: 2 horas. 1.5 Tema da aula: Teoria de

Leia mais

» O jogo: - é dividido em 3 semanas, cada uma com 7 dias/turnos. Cada turno divide-se em 2 fases:

» O jogo: - é dividido em 3 semanas, cada uma com 7 dias/turnos. Cada turno divide-se em 2 fases: » Preparação do jogo: - coloca-se o Supervisor (peão branco) na casa central da estrada no tabuleiro. - coloca-se um cubo branco na casa I do contador de semanas (I a III) e um cubo branco na casa 1 do

Leia mais

Jogos e Brincadeiras II

Jogos e Brincadeiras II Polos Olímpicos de Treinamento Curso de Combinatória - Nível 1 Prof. runo Holanda ula 2 Jogos e rincadeiras II Neste artigo continuaremos o assunto iniciado no material anterior. O primeiro exercício,

Leia mais

Xadrez, Matemática e Computação

Xadrez, Matemática e Computação Xadrez, Matemática e Computação Adalberto Ayjara Dornelles Filho aadornef@ucs.br 24 de dezembro de 2005 Resumo Este texto é uma coletânea de breves considerações matemáticas e computacionais sobre alguns

Leia mais

O jogo de Go. O tabuleiro e as pedras. Tabuleiro 19x19 Tabuleiro 13x13 9x9

O jogo de Go. O tabuleiro e as pedras. Tabuleiro 19x19 Tabuleiro 13x13 9x9 O JOGO DE GO O jogo de Go O Go é um antigo jogo de tabuleiro e acredita-se ter surgido entre 2500 e 4000 anos atrás na China. É um jogo de regras simples, mas por outro lado é extremamente complexo. Segundo

Leia mais

aia REGRAS DE XADREZ DA FIDE Apresentação do Autor do Artigo 1

aia REGRAS DE XADREZ DA FIDE Apresentação do Autor do Artigo 1 GA X aia REGRAS DE XADREZ DA FIDE COM EFEITO A PARTIR DE 1 DE JULHO DE 2017 Apresentação do Autor do Artigo 1 Apresentação do Autor do Artigo Carlos Dias Árbito Internacional Árbitro Internacional A (elite)

Leia mais

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR (A): Juliana B. Stoll TURMA: 9º Ano

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR (A): Juliana B. Stoll TURMA: 9º Ano ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR (A): Juliana B. Stoll TURMA: 9º Ano REVISÃO Leia este texto: Jogo de damas Objetivo: Capturar todas as pedras adversárias ou impedir que o

Leia mais

EDITAL DO 2º TORNEIO DE XADREZ DEL REI XADREZ

EDITAL DO 2º TORNEIO DE XADREZ DEL REI XADREZ EDITAL DO 2º TORNEIO DE XADREZ DEL REI XADREZ 2014 1. DISPOSIÇÕES GERAIS O Grupo PET MATERIAIS E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA torna público o presente edital para o 2º Torneio de Xadrez Del Rei Xadrez. 2. INTRODUÇÃO

Leia mais

Jogos de tabuleiro por todos os lados

Jogos de tabuleiro por todos os lados Jogos Jogos de tabuleiro por todos os lados Amplie o acervo e inclua esses importantes recursos didáticos na rotina de alunos e professores Daniele Pechi Qual foi a última vez que você viu os alunos jogando

Leia mais

Árvore de Jogos Minimax e Poda Alfa-Beta

Árvore de Jogos Minimax e Poda Alfa-Beta Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias CCA UFES Departamento de Computação Árvore de Jogos Minimax e Poda Alfa-Beta Inteligência Artificial Site: http://jeiks.net E-mail: jacsonrcsilva@gmail.com

Leia mais

Abertura: princípios gerais

Abertura: princípios gerais Abertura: princípios gerais Controle ou ocupação do centro Segurança do rei Desenvolvimento rápido Iniciativa Qualquer pessoa que tenta aprimorar seus conhecimentos sobre o jogo de xadrez sente-se, de

Leia mais

ORION. 6 em 1. Manual de Instruções

ORION. 6 em 1. Manual de Instruções ORION 6 em 1 Manual de Instruções COLOCAR AS PILHAS: Coloque o aparelho sobre uma superfície plana, com a parte de trás virada para cima (por ex. sobre uma mesa). Abra o compartimento das pilhas e levante

Leia mais

Regras para se jogar GO

Regras para se jogar GO Regras para se jogar GO Internacionalmente conhecido pelo nome Japonês Go (pronuncia-se Gô), este jogo tem o nome de Wei-chi na China e Baduk na Coréia, três potências mundiais deste jogo. Teve sua origem

Leia mais

Manual básico de Go. MANUAL BÁSICO DE GO. Distribuição Gratuita.

Manual básico de Go. MANUAL BÁSICO DE GO. Distribuição Gratuita. MANUAL BÁSICO DE GO Distribuição Gratuita. Regras do GO: 1 As peças pretas começam a não ser que seja um jogo com handicap. 2 Os jogadores alternam suas jogadas, jogando-se uma peça por vez. 3 As peças

Leia mais

Relatório Individual Projeto final de Programação II. Xadrez. José Mauro Nazareth Cardoso Neto

Relatório Individual Projeto final de Programação II. Xadrez. José Mauro Nazareth Cardoso Neto Relatório Individual Projeto final de Programação II Xadrez José Mauro Nazareth Cardoso Neto Vitória, 18 de dezembro de 2011. I - Com respeito ao projeto de grupo 1. Dificuldades técnicas enfrentadas:

Leia mais

CONTEÚDO DOS 7º ANOS REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016

CONTEÚDO DOS 7º ANOS REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016 CONTEÚDO DOS 7º ANOS REFERENTE AO 4º BIMESTRE DE 2016 Qual a diferença entre jogo e esporte O jogo é definido como uma atividade de caráter lúdico com normas livremente estabelecidas pelos participantes.

Leia mais

Design de Interface - Avaliação Final

Design de Interface - Avaliação Final Design de Interface - Avaliação Final A proposta deste trabalho era adaptar a interface gráfica de um jogo de tabuleiro clássico tomando como base os conhecimentos de Consistência, Hierarquia e Personalidade.

Leia mais

Microsoft Faculty Connection

Microsoft Faculty Connection Microsoft Faculty Connection Plataforma de Jogos como Ferramenta Multidisciplinar Prof. Dr. LucianoAntonio Digiampietri EACH-USP Roteiro Introdução Objetivos Detalhamentodo Projeto Conclusões Introdução

Leia mais

Leis do Jogo de Xadrez da Federação Internacional de Xadrez (FIDE.) válidas a partir de 1 de julho de Versão portuguesa aprovada pela Federação

Leis do Jogo de Xadrez da Federação Internacional de Xadrez (FIDE.) válidas a partir de 1 de julho de Versão portuguesa aprovada pela Federação Leis do Jogo de Xadrez da Federação Internacional de Xadrez (FIDE.) válidas a partir de 1 de julho de 2017. Versão portuguesa aprovada pela Federação Portuguesa de Xadrez (FPX) LEIS DO JOGO DE XADREZ DA

Leia mais

a. não conflite com as Leis do Xadrez oficiais da FIDE

a. não conflite com as Leis do Xadrez oficiais da FIDE A NOVA LEI DO XADREZ As Leis do Xadrez da FIDE regulamentam o jogo no tabuleiro. O texto em inglês é a versão autêntica da Lei do Xadrez adotada no 75o. Congresso da FIDE realizado em Calviá (Mallorca-Espanha)

Leia mais

REGULAMENTO Jogos Escolares de Massaranduba - JEMA Xadrez

REGULAMENTO Jogos Escolares de Massaranduba - JEMA Xadrez REGULAMENTO Jogos Escolares de Massaranduba - JEMA Xadrez - 2014 DISPOSIÇÕES INICIAIS O presente Regulamento tem por objetivo normalizar as regras de participação e ações referentes aos Jogos Escolares

Leia mais

Jogos para o Ensino e Aprendizagem de Números e Operações no Ensino Fundamental II. Demonstrativo

Jogos para o Ensino e Aprendizagem de Números e Operações no Ensino Fundamental II. Demonstrativo Jogos para o Ensino e Aprendizagem de Números e Operações no Ensino Fundamental II Espera-se que este instrumental venha ajudar o professor a desenvolver suas atividades com mais dinamismo, tornando às

Leia mais

Manual do Knights. Tradução: Marcus Gama

Manual do Knights. Tradução: Marcus Gama Miha Čančula Tradução: Marcus Gama 2 Conteúdo 1 Introdução 6 2 Como jogar 7 2.1 Objetivo........................................... 7 2.2 Iniciar o jogo......................................... 7 2.3 Janela

Leia mais

"Em um momento mágico de trégua no mundo mitológico do xadrez, os peões trocaram suas armas por uma bola e resolveram jogar uma partida de futebol..." Futebol de Tabuleiro Livro de Regras Rafael Cotait

Leia mais

Polos Olímpicos de Treinamento. Aula 6. Curso de Combinatória - Nível 2. Jogos. 1. Simetria. Prof. Bruno Holanda

Polos Olímpicos de Treinamento. Aula 6. Curso de Combinatória - Nível 2. Jogos. 1. Simetria. Prof. Bruno Holanda Polos Olímpicos de Treinamento Curso de Combinatória - Nível 2 Prof. Bruno Holanda Aula 6 Jogos Quando falamos em jogos, pensamos em vários conhecidos como: xadrez, as damas e os jogos com baralho. Porém,

Leia mais

INF 1771 Inteligência Artificial

INF 1771 Inteligência Artificial INF 1771 Inteligência Artificial Aula 01 Resolução de problemas por meio de Busca Edirlei Soares de Lima Introdução Agentes Autônomos: Entidades autônomas capazes de observar o ambiente

Leia mais

INF 1620 Estruturas de Dados Semestre Segundo Trabalho: Jogo de Caça-Palavras

INF 1620 Estruturas de Dados Semestre Segundo Trabalho: Jogo de Caça-Palavras INF 1620 Estruturas de Dados Semestre 08.2 Segundo Trabalho: Jogo de Caça-Palavras O jogo de caça-palavras é um passatempo que consiste em descobrir palavras escondidas entre um conjunto de letras espalhadas

Leia mais

XADREZ DE COMPETIÇÃO PRINCÍPIOS ELEMENTARES. Reinaldo Mano. e4e5

XADREZ DE COMPETIÇÃO PRINCÍPIOS ELEMENTARES. Reinaldo Mano. e4e5 XADREZ DE COMPETIÇÃO PRINCÍPIOS ELEMENTARES Reinaldo Mano 2017 e4e5 www.e4e5.com.br Produção e Edição Reinaldo Mano e4e5 www.e4e5.com.br Agradecimentos Simone Augusto da Silva Lima (Projeto Xadrez sem

Leia mais

5ª Lista de Exercícios de Programação I

5ª Lista de Exercícios de Programação I 5ª Lista de Exercícios de Programação I Instrução As questões devem ser implementadas em C. Questões que envolvam leitura de matrizes, a construção dessas matrizes pode ser realizada através da geração

Leia mais

Os jogos de tabuleiros permitem que as crianças desenvolvam atividades intelectuais e cognitivas de forma divertida.

Os jogos de tabuleiros permitem que as crianças desenvolvam atividades intelectuais e cognitivas de forma divertida. JOGANDO NO TEMPO LIVRE... Introdução Huizinga (2005) define jogo como: uma atividade voluntária exercida dentro de certos e determinados limites de tempo e espaço, segundo regras livremente consentidas,

Leia mais

Sumário desta lição: 1. Os três estágios do jogo de xadrez. 2. Três princípios gerais. 3. O que fazer e o que não fazer na abertura

Sumário desta lição: 1. Os três estágios do jogo de xadrez. 2. Três princípios gerais. 3. O que fazer e o que não fazer na abertura 1 XI. COMO ABRIR UM JOGO DE XADREZ Objetivos: Relembrar os três princípios que orientam a abertura do jogo Começar a demonstrar entendimento da estratégia de abertura O principal objetivo desta lição é

Leia mais

Xadrez Pedagógico PROJETO XADREZ NA ESCOLA

Xadrez Pedagógico PROJETO XADREZ NA ESCOLA Xadrez Pedagógico Vantagens de aprender Xadrez O xadrez como disciplina escolar segundo Charles Partos, mestre internacional e professor do departamento da instrução pública do cantão do Valais (Suíça),

Leia mais

O Manual do Knights. Tradução: José Pires

O Manual do Knights. Tradução: José Pires Miha Čančula Tradução: José Pires 2 Conteúdo 1 Introdução 6 2 Como jogar 7 2.1 Objectivo........................................... 7 2.2 Iniciar o Jogo......................................... 7 2.3 Iniciar

Leia mais

Gamão. Como jogar este maravilhoso jogo

Gamão. Como jogar este maravilhoso jogo Gamão Como jogar este maravilhoso jogo Gamão é um jogo de tabuleiro para dois jogadores. Cada jogador tem 15 peças (pedras) que se movem por 24 triângulos (casas) de acordo com os números obtidos pela

Leia mais