ABEMEL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS EXPORTADORES DE MEL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ABEMEL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS EXPORTADORES DE MEL"

Transcrição

1

2 ABEMEL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS EXPORTADORES DE MEL A ABEMEL Associação Brasileira dos Exportadores de Mel, fundada em 15 de agosto de 2003, é a entidade com maior representatividade das empresas beneficiadoras e exportadoras de produtos apícolas do Brasil. Trabalha para otimizar o desempenho das negociações setoriais, facilitando o acesso aos mercados e negociações com toda cadeia produtiva. Atua como membro ativo na Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Mel e produtos Apícolas, interligando-se com os poderes públicos. MISSÃO Promover a Internacionalização Competitiva da Apicultura Brasileira e o desenvolvimento do mercado interno de forma equilibrada, inovadora, justa e ética, propiciando aos associados o suporte estratégico para a realização de negócios e a conquista de posições sólidas e lucrativas nos principais mercados mundiais.

3 SETOR APÍCOLA BRASILEIRO A apicultura e a meliponicultura brasileira tem um importante no desafio de promover um desenvolvimento sustentável, por ser uma das poucas atividades agropecuárias caracterizada, simultaneamente, como sendo ambientalmente correta, economicamente viável e socialmente justa. O Agronegócio Apícola envolve 350 mil apicultores, em sua grande maioria classificados na categoria de Agricultura Familiar e cerca de 198 estabelecimentos industriais com Sistema de Inspeção Federal - SIF (entrepostos/agroindústrias), bem como centenas de estabelecimentos com Sistemas de Inspeção Estadual e Municipal (SIE e SIM). Essa cadeia produtiva responde por 450 mil ocupações diretas no campo, empregando predominantemente mão-de-obra familiar, e por 16 mil empregos diretos no setor industrial, sendo 09 mil na indústria de processamento (entrepostos) e 07 mil na indústria de insumos (maquinas e equipamentos).

4 SETOR APÍCOLA BRASILEIRO BRANDING SETORIAL Descrição: Elaboração de branding setorial. Objetivos: -Fortalecer a imagem do Brasil como origem de confiança para própolis e mel - Estimular consumo da própolis e mel brasileiros - Fortalecer o relacionamento dos formadores de opinião com o Brasil FEIRAS INTERNACIONAIS 2013: 1. NATURAL EXPO WEST - 07 a 10/MARÇO Descrição: Stand Honey from Brasil - espaços individualizados para empresas expositoras. Uma das principais feiras de produtos orgânicos e naturais dos Estados Unidos. Local: Centro de Convenções da cidade de Anaheim, Califórnia, Estados Unidos. Foco no setor industrial, reunindo educação, contatos comerciais e informação sobre novos produtos e tendências de mercado. 2. TOKYO HEALTH SHOW 13 a 15/MARÇO Descrição: Stand institucional Honey from Brasil & Seminário sobre Própolis brasileira. Local: Tokyo, Japão. Reconhecida como a exposição que concentra os mais recentes produtos relacionados àsaúde e bem estar. Oportunidade para aumentar canais dedistribuição, introduzir novos produtos, promover marca e empresa e encontrar novos compradores no Japão. Para 2013, expectativa de 40 mil visitantes nacionais e estrangeiros, 500 expositores.

5 SETOR APÍCOLA BRASILEIRO 3. APIMONDIA /SETEMBRO a 04/OUTUBRO-Ucrania Europa Descrição: Feira internacional. Stand Honey from Brasil com espaços individualizados para empresas expositoras. Local: Kiev, Ucrânia. Evento setorial de maior prestígio mundial. ApiEXPO-2013 contará com 300 participantes de todo o mundo. Oportunidade para promoção de produtos para potenciais clientes, desde saneamento, nutrição, medicina veterinária, apiterapia, equipamentos, vestuário e outros produtos associados ao aumento da produtividade e da inovação setoriais. 4-ASSESSORIA DE IMPRENSA INTERNACIONAL / EDITORIAIS E PUBLICAÇÕES 2013 Descrição: Posicionamento e imagem internacionais. Contratação de profissionais de assessoria de imprensa internacional. Contratação de Editoriais e Publicações internacionais, conforme estratégias de Branding. Países foco: Alemanha / Canada / Arábia Saudita / China / Hong Kong / França / Estados Unidos / Coréia do Sul / Reino Unido / Japão.

6 SETOR APÍCOLA BRASILEIRO AGENTE DE COMERCIALIZAÇÃO CANADÁ 2013 Descrição: Contratação de profissional para abertura de mercado e incremento de exportações para o Canadá. Este profissional representará pool de empresas brasileiras, desenvolvendo promoção coletiva dos produtos nacionais, aumentando as exportações setoriais. O Canadá revela-se mercado potencial, definido na priorização de mercados e excelente oportunidade para inserção de produtos apícolas brasileiros. AGENTE DE COMERCIALIZAÇÃO CHINA 2013 Descrição: Contratação de profissional - Agente de Comercialização na China para abertura de mercado e promoção das exportações coletivas para mercado chinês. Este profissional desenvolveráa promoção dos produtos brasileiros e auxiliará de forma determinante no aumento das exportações setoriais para China. FÓRMULA INDY 2013 Descrição: Posicionamento e imagem. Participação de empresas parceiras Honey from Brasil nas provas do Projeto Locais: Baltimore; Toronto; São Paulo. GESTÃO DO PROJETO E INTELIGÊNCIA COMERCIAL 2013 Descrição: Contratação de Gerente de Projeto e de profissional de inteligência comercial para vigência do Convênio.

7 A produção brasileira O Brasil apresenta características singulares de flora e clima que, aliados à presença da abelha africanizada, lhe conferem um grande potencial somado ao desafio para a apicultura. Com o fim do embargo europeu ao mel brasileiro, em 14/03/2008, o setor, que é o 11º produtor mundial de mel e o 9 maior exportador, viuse frente a novos desafios, impostos pela União Européia (UE) e pelo governo brasileiro, ou seja: a implantação das Boas Práticas e do Sistema HACCP/APPCC (Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle) nos entrepostos e casas de mel, bem como a exigência de registro das Casas de mel (Unidades de Extração) como Estabelecimento Relacionado ER, junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento MAPA.

8 PAS MEL

FORUM DE APICULTURA SUSTENTÁVEL Joelma Lambertucci de Brito.

FORUM DE APICULTURA SUSTENTÁVEL Joelma Lambertucci de Brito. FORUM DE APICULTURA SUSTENTÁVEL Joelma Lambertucci de Brito www.abemel.com.br Rumos da Apicultura Brasileira Atividade socialmente justa ambientalmente correta e economicamente viável reúne alguns requisitos

Leia mais

Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais FIEMG

Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais FIEMG Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais FIEMG Vídeo: A Força de quem FAZ O SISTEMA FIEMG A Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais representa as indústrias do Estado e atua na defesa

Leia mais

AÇÕES PSI HONEY FROM BRASIL 2012

AÇÕES PSI HONEY FROM BRASIL 2012 AÇÕES PSI HONEY FROM BRASIL 2012 PARCEIROS DO PROJETO HONEY FROM BRASIL REALIZAM NEGÓCIOS DURANTE A FEIRA FOODEX 2012 NO JAPÃO O projeto Honey from Brasil, parceria entre a Agência Brasileira de Promoção

Leia mais

Wanessa Dose Bittar Formação Cursos Extras Experiências

Wanessa Dose Bittar Formação Cursos Extras Experiências Wanessa Dose Bittar Formação -Especializada em Engenharia de Produção ( UFJF) -Graduada em Educação Artística ( UFJF) -Técnica em Design ( CTU) Cursos Extras -Educação Empreendedora pelo Endeavor Brasil

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CEBC COMO SE ASSOCIAR 2014

APRESENTAÇÃO DO CEBC COMO SE ASSOCIAR 2014 APRESENTAÇÃO DO CEBC 201 QUEM SOMOS FUNDADO EM 200, O CONSELHO EMPRESARIAL BRASIL CHINA CEBC É UMA INSTITUIÇÃO BILATERAL SEM FINS LUCRATIVOS FORMADA POR DUAS SEÇÕES INDEPENDENTES, NO BRASIL E NA CHINA,

Leia mais

Objetivo do programa. Desenvolvimento competitivo e sustentável. Promoção de parcerias estratégicas. Produtividade. Valor agregado. Ganho de qualidade

Objetivo do programa. Desenvolvimento competitivo e sustentável. Promoção de parcerias estratégicas. Produtividade. Valor agregado. Ganho de qualidade Objetivo do programa Desenvolvimento competitivo e sustentável Produtividade Promoção de parcerias estratégicas Valor agregado Ganho de qualidade Contextualização Os 3 Pilares para o desenvolvimento da

Leia mais

Formação Empresários -nível 5. Número formandos padrão. Número formandos padrão. Horas

Formação Empresários -nível 5. Número formandos padrão. Número formandos padrão. Horas N.º de horas e de formandos por Entidade Destinatária Tipologia Escalão Horas Consultoria Formativa (Empresários e Ativos ) Formação Empresários e Ativos - nível 3 Horas Número formandos padrão Formação

Leia mais

IED PARTICIPACAO GUIDES ATUACAO CONJUNTA

IED PARTICIPACAO GUIDES ATUACAO CONJUNTA SUMARIO APEX-BRASIL ATRACAO DE INVESTIMENTOS INVESTIMENTOS ESTRANGEIROS DIRETOS (IED) INVESTIMENTOS EM PARTICIPACAO INVESTMENT GUIDES PROPOSTA PARA UMA ATUACAO CONJUNTA PEX-BRASIL O MELHOR DO BRASIL PARA

Leia mais

Agenda de Ações PDA

Agenda de Ações PDA Agenda de Ações PDA - 2013 Planejamento Estratégico O PDA fornece metodologia e facilitadores para a realização de duas reuniões de planejamento, com duração de oito horas cada. Esse processo possibilita

Leia mais

10 de agosto de 2009

10 de agosto de 2009 10 de agosto de 2009 1 A Missão Empresarial Brasileira à China 2009 faz parte do Programa de Ações Integradas de Promoção Comercial, desenvolvido pela Rede Brasileira de Centros Internacionais de Negócios

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA Coordenadoria de Economia Mineral Diretoria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral Premissas do Desenvolvimento Sustentável Economicamente

Leia mais

LIZANE SOARES FERREIRA. MBA em Gestão Empresarial - Fundação Getúlio Vargas (FGV)

LIZANE SOARES FERREIRA. MBA em Gestão Empresarial - Fundação Getúlio Vargas (FGV) Brasileira, solteira, 39 anos E-mail: lizaneferreira@hotmail.com LIZANE SOARES FERREIRA Formação: MBA em Gestão Empresarial - Fundação Getúlio Vargas (FGV) Especialista em Comércio Exterior com Ênfase

Leia mais

Brasil Music Exchange é um programa realizado através de uma parceria entre BM&A e Apex-Brasil

Brasil Music Exchange é um programa realizado através de uma parceria entre BM&A e Apex-Brasil Quem somos? Brasil Music Exchange é um programa realizado através de uma parceria entre BM&A e Apex-Brasil Nossa missão é dar suporte para as empresas brasileiras do mercado da música no sentido de aumentar

Leia mais

CARNE AVÍCOLA NOVEMBRO DE 2016

CARNE AVÍCOLA NOVEMBRO DE 2016 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE AVÍCOLA NOVEMBRO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas

Leia mais

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA Secretaria de Defesa Agropecuária - SDA Departamento de Inspeção de Produtos de Origem

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA Secretaria de Defesa Agropecuária - SDA Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA Secretaria de Defesa Agropecuária - SDA Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal - DIPOA Atuação do SIF (desde 1914) O Serviço de

Leia mais

Agenda. Contexto. O Nordeste Territorial. Fórum de Governança da Atividade Econômica. Formas de Financiamento

Agenda. Contexto. O Nordeste Territorial. Fórum de Governança da Atividade Econômica. Formas de Financiamento Agenda Contexto O Nordeste Territorial Fórum de Governança da Atividade Econômica Formas de Financiamento Área de atuação do BNB Nordeste: 1.554,4 mil Km 2 Semi-árido: 974,4 mil Km 2 (62,7% do território

Leia mais

PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL

PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL Março/2014 2 ÍNDICE 03. Apresentação 04. População Mundial 05. População

Leia mais

Certificação de alimentos orgânicos

Certificação de alimentos orgânicos Certificação de alimentos orgânicos Natália Salvate Brasil Doutoranda em Desenvolvimento Rural PGDR/UFRGS nataliasalvatebrasil@gmail.com Fonte: MAPA, Cartilha Título O Olho da palestra, do Consumidor.

Leia mais

Reunimos mais de 80 empresas, somos desde 1989, uma das mais representativas entidades do setor de turismo no Brasil.

Reunimos mais de 80 empresas, somos desde 1989, uma das mais representativas entidades do setor de turismo no Brasil. Reunimos mais de 80 empresas, somos desde 1989, uma das mais representativas entidades do setor de turismo no Brasil. Vendemos 90% das viagens do mercado brasileiro* Transportamos 6,01 milhões de passageiros*

Leia mais

Internacionalização de Marcas Brasileiras Brazil for Export. Sérgio Frota CEO WTC Business Club

Internacionalização de Marcas Brasileiras Brazil for Export. Sérgio Frota CEO WTC Business Club Internacionalização de Marcas Brasileiras Brazil for Export Sérgio Frota CEO WTC Business Club WTC INTERNACIONAL...Rockfellers 334 CIDADES 92 PAÍSES 450 PROJETOS INTERNACIONAIS Internacionalização Contexto

Leia mais

O Panorama da Citricultura no Mundo Paraná 17/02/2011. Christian Lohbauer Presidente da CitrusBR

O Panorama da Citricultura no Mundo Paraná 17/02/2011. Christian Lohbauer Presidente da CitrusBR O Panorama da Citricultura no Mundo Paraná 17/02/2011 Christian Lohbauer Presidente da CitrusBR A CitrusBR Fundada em Junho de 2009 por quatro empresas cuja produção conjunta de suco de laranja corresponde

Leia mais

GERÊNCIA GERAL DE SUPRIMENTOS I FÓRUM DE TROCA DE EXPERIÊNCIAS METODOLOGIAS E PROCESSOS NO DESENVOLVIMENTO DE FORNECEDORES LOCAIS

GERÊNCIA GERAL DE SUPRIMENTOS I FÓRUM DE TROCA DE EXPERIÊNCIAS METODOLOGIAS E PROCESSOS NO DESENVOLVIMENTO DE FORNECEDORES LOCAIS GERÊNCIA GERAL DE SUPRIMENTOS I FÓRUM DE TROCA DE EXPERIÊNCIAS METODOLOGIAS E PROCESSOS NO DESENVOLVIMENTO DE FORNECEDORES LOCAIS PERFIL DESTAQUES SOMOS A SAMARCO. Uma empresa brasileira que fornece minério

Leia mais

AGROPECUÁRIA EM DESTAQUE

AGROPECUÁRIA EM DESTAQUE AGROPECUÁRIA EM DESTAQUE Entrada principal da Farm Show 2016 Inovação e desa o Inovação e desafio marcaram a FARM SHOW 2016, comprovando que Primavera do Leste é um polo de desenvolvimento agrícola e pecuário,

Leia mais

REFLEXOS DO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO

REFLEXOS DO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO REFLEXOS DO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO JOÃO CRUZ REIS FILHO SECRETÁRIO DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Brasília/DF JULHO DE 2015 22 CENÁRIO POPULACIONAL

Leia mais

Apoio ao Desenvolvimento das Cadeias Produtivas Agrícolas: Cadeia Produtiva do Caju

Apoio ao Desenvolvimento das Cadeias Produtivas Agrícolas: Cadeia Produtiva do Caju Apoio ao Desenvolvimento das Cadeias Produtivas Agrícolas: Cadeia Produtiva do Caju Marcus Vinícius Martins M.Sc. em Agronomia Fiscal Federal Agropecuário Coordenador de Produção Integrada da Cadeia Agrícola

Leia mais

Comunicação & Relações Governamentais

Comunicação & Relações Governamentais Plano de Ação Comunicação & Relações Governamentais Data: 06.dezembro.2013 Eng. Antonio E. F. Müller Presidente História Associação Brasileira de Engenharia Industrial Entidade civil sem fins lucrativos

Leia mais

Balanço 2016 Perspectivas Suínos

Balanço 2016 Perspectivas Suínos Suínos 137 138 Balanço 2016 Perspectivas 2017 Perspectivas 2017 EXPECTATIVAS DE QUEDA DOS CUSTOS DE PRODUÇÃO O abastecimento doméstico de milho a preços equilibrados está garantido para o próximo ano.

Leia mais

TRANSFORMANDO O FUTURO DA SUA EMPRESA

TRANSFORMANDO O FUTURO DA SUA EMPRESA TRANSFORMANDO O FUTURO DA SUA EMPRESA QUEM SOMOS O SINDIPLAST SINDICATO DA INDÚSTRIA DE MATERIAL PLÁSTICO DO ESTADO DE SÃO PAULO REPRESENTA HOJE, MAIS DE 5.000 EMPRESAS EM TODO O ESTADO DE SÃO PAULO, QUE

Leia mais

MADEIRA 2016 O Brasil e as negociações internacionais de comércio. Camila Sande Especialista em Negociações CNA

MADEIRA 2016 O Brasil e as negociações internacionais de comércio. Camila Sande Especialista em Negociações CNA MADEIRA 2016 O Brasil e as negociações internacionais de comércio Camila Sande Especialista em Negociações CNA 16 de junho de 2016 Agronegócio consumo doméstico e exportação Exportação Consumo Doméstico

Leia mais

Gestão Estratégica A BATALHA DE KURSK. Aula 6 Estratégia Competitiva. Prof. Dr. Marco Antonio Pereira

Gestão Estratégica A BATALHA DE KURSK. Aula 6 Estratégia Competitiva. Prof. Dr. Marco Antonio Pereira Gestão Estratégica Aula 6 Estratégia Competitiva Prof. Dr. Marco Antonio Pereira marcopereira@usp.br A BATALHA DE KURSK 1 Modelo de Porter As 5 forças Competitivas Estratégias Genéricas Propósito da Empresa

Leia mais

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL DE MÓVEIS TUBULARES EM IGUATU 1

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL DE MÓVEIS TUBULARES EM IGUATU 1 ARRANJO PRODUTIVO LOCAL DE MÓVEIS TUBULARES EM IGUATU 1 1. Localização (discriminação): Município de Iguatu. 2. Natureza da Atividade: Móveis Tubulares. 3. Idade do Arranjo A empresa pioneira está no mercado

Leia mais

Encadeamento Produtivo Estratégia de atuação do Sistema SEBRAE PEQUENAS E GRANDES EMPRESAS TRABALHANDO JUNTAS PELA SUSTENTABILIDADE

Encadeamento Produtivo Estratégia de atuação do Sistema SEBRAE PEQUENAS E GRANDES EMPRESAS TRABALHANDO JUNTAS PELA SUSTENTABILIDADE Encadeamento Produtivo Estratégia de atuação do Sistema SEBRAE PEQUENAS E GRANDES EMPRESAS TRABALHANDO JUNTAS PELA SUSTENTABILIDADE Encadeamento Produtivo Estratégia para aumentar a competitividade, a

Leia mais

PROJETO GERAL. 22 A 25 / MAIO / 2014 9h ÀS 20h - PARQUE DA EFAPI CHAPECÓ - SC - BRASIL

PROJETO GERAL. 22 A 25 / MAIO / 2014 9h ÀS 20h - PARQUE DA EFAPI CHAPECÓ - SC - BRASIL PROJETO GERAL 22 A 25 / MAIO / 2014 9h ÀS 20h - PARQUE DA EFAPI CHAPECÓ - SC - BRASIL Promoção: Associação Catarinense de Criadores de Bovinos Organização: Montadora Oficial: zoom FEIRAS&EVENTOS Apoio

Leia mais

DESAFIO PELA BUSCA DA EXCELÊNCIA MODELO ASSISTENCIAL Hospital Alemão Oswaldo Cruz

DESAFIO PELA BUSCA DA EXCELÊNCIA MODELO ASSISTENCIAL Hospital Alemão Oswaldo Cruz DESAFIO PELA BUSCA DA EXCELÊNCIA MODELO ASSISTENCIAL Hospital Alemão Oswaldo Cruz Perfil O Hospital Alemão Oswaldo Cruz é uma associação civil de direito privado, sem fins econômicos ou lucrativos de caráter

Leia mais

Agenda Internacional da Indústria. 22 de setembro de 2016

Agenda Internacional da Indústria. 22 de setembro de 2016 Agenda Internacional da Indústria 22 de setembro de 2016 Apresentação 1. Panorama do Comércio Exterior Brasileiro 2. CNI 3. Área Internacional da CNI 4. Agenda Internacional da Indústria 5. Pesquisa Desafios

Leia mais

Resultados de 2015 Perspectivas para Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio

Resultados de 2015 Perspectivas para Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio Resultados de 2015 Perspectivas para 2016 Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio Agronegócio na Balança Comercial 300 250 37,9% 37,1% 39,5% 41,3% 43,0% 45,9% 50% 45% 40% 200 35% 30% US$ Bilhões

Leia mais

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Departamento de Promoção Comercial

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Departamento de Promoção Comercial MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Departamento de Promoção Comercial Gustavo Mendonça Departamento de Promoção Comercial Outubro/2009 Sumário Missão; Estrutura organizacional; BrazilTradeNet. Missão do

Leia mais

Plano de Desenvolvimento, Sustentabilidade e Inovação do Setor de Mineração e Transformação Mineral

Plano de Desenvolvimento, Sustentabilidade e Inovação do Setor de Mineração e Transformação Mineral Inova Mineral Plano de Desenvolvimento, Sustentabilidade e Inovação do Setor de Mineração e Transformação Mineral Articulação e participação MME, ABDI, MCTI, CETEM, MDIC, empresas e ICT s Crédito e renda

Leia mais

Integre esta rede de relacionamento & amplie o alcance de sua marca! ENCONTROS DA CONSTRUÇÃO 2016

Integre esta rede de relacionamento & amplie o alcance de sua marca! ENCONTROS DA CONSTRUÇÃO 2016 Integre esta rede de relacionamento & amplie o alcance de sua marca! ENCONTROS DA CONSTRUÇÃO 2016 OS ENCONTROS Há 10 anos, o CTE realiza Encontros de profissionais da cadeia produtiva da construção. OS

Leia mais

O Papel dos Agentes Integrantes da Cadeia Produtiva da Carne Bovina: uma análise sistêmica

O Papel dos Agentes Integrantes da Cadeia Produtiva da Carne Bovina: uma análise sistêmica O Papel dos Agentes Integrantes da Cadeia Produtiva da Carne Bovina: uma análise sistêmica Dr. Guilherme Cunha Malafaia Embrapa Gado de Corte Estruturação do Debate A Cadeia Produtiva da Pecuária de Corte

Leia mais

Identidade Digital do Governo Federal

Identidade Digital do Governo Federal Identidade Digital do Governo Federal Identidade Digital do Governo Federal Direcionamentos Barra de Governo Redes Sociais Portal Padrão Instrução Normativa Fluxo de desenvolvimento de projetos digitais

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE SUÍNA AGOSTO DE 2016

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE SUÍNA AGOSTO DE 2016 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE SUÍNA AGOSTO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas por

Leia mais

Projecto Inovação. Venture Lounge

Projecto Inovação. Venture Lounge Projecto Inovação Venture Lounge Frequentemente, as pequenas estruturas com conhecimento científico e/ou inovador e com ofertas diferenciadoras têm dificuldade em escalar a sua actividade, em consequência

Leia mais

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Secretaria de Produção e Agroenergia

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Secretaria de Produção e Agroenergia Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Secretaria de Produção e Agroenergia Brasília/DF 2010 2011 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Todos os direitos reservados. Permitida

Leia mais

Textos site Lux Brasil Revisado em 30/07/2014 Ana Maria Senatore

Textos site Lux Brasil Revisado em 30/07/2014 Ana Maria Senatore Textos site Lux Brasil Revisado em 30/07/2014 Ana Maria Senatore (ana@senatorecomunicacao.com) 1. Institucional Sobre a Abilux Entidade Executiva do Projeto Setorial Lux Brasil Criada em 1985, a Abilux

Leia mais

Agenda Estratégica Priorizada... 32

Agenda Estratégica Priorizada... 32 Sumário Apresentação................................................................... 8 Metodologia................................................................... 9 Apresentação...................................................................

Leia mais

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO O SEBRAE-SP O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) - em SP, tem a missão de promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos empreendimentos

Leia mais

EMPRESA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA DE MINAS GERAIS - EPAMIG C L I P P I N G 20/03/2009. Produção ASCOM

EMPRESA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA DE MINAS GERAIS - EPAMIG C L I P P I N G 20/03/2009. Produção ASCOM EMPRESA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA DE MINAS GERAIS - EPAMIG C L I P P I N G 20/03/2009 Produção ASCOM Seapa 19/03/2009 www.agricultura.mg.gov.br Ministro e secretários de Agricultura discutem Código Florestal

Leia mais

Biometrics and Human Identification Technology Expo, Business & Conference

Biometrics and Human Identification Technology Expo, Business & Conference Biometrics and Human Identification Technology Expo, Business & Conference 8 a 10 de novembro de 2016 Centro FECOMERCIO de Eventos São Paulo Apoio Mídia Organização e Realização Apresentação São esperados

Leia mais

SISTEMA DE DEFESA E VIGILÂNCIA SANITÁRIA ANIMAL AÇÕES DO GOVERNO FEDERAL E DO GOVERNO DE RONDÔNIA NA PREVENÇÃO DA FEBRE AFTOSA

SISTEMA DE DEFESA E VIGILÂNCIA SANITÁRIA ANIMAL AÇÕES DO GOVERNO FEDERAL E DO GOVERNO DE RONDÔNIA NA PREVENÇÃO DA FEBRE AFTOSA Secretaria de Defesa Agropecuária Departamento de Saúde Animal SISTEMA DE DEFESA E VIGILÂNCIA SANITÁRIA ANIMAL AÇÕES DO GOVERNO FEDERAL E DO GOVERNO DE RONDÔNIA NA PREVENÇÃO DA FEBRE AFTOSA Brasília, 18

Leia mais

PROGRAMA REDE COLABORATIVA DE DIVULGAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DOS PRODUTOS DA COOPERATIVA DE MÚSICA. Apresentação

PROGRAMA REDE COLABORATIVA DE DIVULGAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DOS PRODUTOS DA COOPERATIVA DE MÚSICA. Apresentação PROGRAMA REDE COLABORATIVA DE DIVULGAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DOS PRODUTOS DA COOPERATIVA DE MÚSICA Apresentação PROGRAMA REDE COLABORATIVA DE DIVULGAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DOS PRODUTOS DA COOPERATIVA DE MÚSICA

Leia mais

Santa Bárbara (MG) sedia na próxima semana a 17ª edição da Feira Multissetorial do Médio Piracicaba

Santa Bárbara (MG) sedia na próxima semana a 17ª edição da Feira Multissetorial do Médio Piracicaba Santa Bárbara (MG) sedia na próxima semana a 17ª edição da Feira Multissetorial do Médio Piracicaba Enviado por Interface Comunicação 09-Set-14 PQN - O Portal da Comunicação Interface Comunicação A cidade

Leia mais

Internacionalização das PME Qualificação das PME

Internacionalização das PME Qualificação das PME Sistema de Incentivos Qualificação e Internacionalização PME Qualificação das PME Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (I&DT) Inovação Empresarial e Empreendedorismo Qualificação e Internacionalização

Leia mais

Competitividade global: métodos e experiências

Competitividade global: métodos e experiências Competitividade global: métodos e experiências Nicola Minervini Caxias do Sul, RS 02/10/2013 Competitividade Método Inovação Internacionalização Os desafios da empresa na globalização Custo Brasil X

Leia mais

O Agronegócio Hoje Atualidade e Tendências

O Agronegócio Hoje Atualidade e Tendências O Agronegócio Hoje Atualidade e Tendências AMCHAM 13 de Julho de 2016 Agronegócio - Balança Comercial - US$ Bilhões Fonte: WTO. Elaboração MBAGro. Brasil: Liderança Global no Agronegócio Suco de laranja

Leia mais

Veja os 11 profissionais especialistas mais procurados durante a crise

Veja os 11 profissionais especialistas mais procurados durante a crise Veja os 11 profissionais especialistas mais procurados durante a crise O executivo que tem perfil para gerenciar crise ainda segue cobiçado no mercado de trabalho, com aumento de 30% na demanda até agosto

Leia mais

Art. 3º O Prêmio será concedido às melhores propostas nas seguintes categorias:

Art. 3º O Prêmio será concedido às melhores propostas nas seguintes categorias: Art. 1º A Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina - FIESC, por meio da Diretoria de Desenvolvimento Institucional e Industrial, lança a 1ª edição do Prêmio Melhores Práticas Sindicais, que

Leia mais

A ECONOMIA MUNDIAL E NA AMÉRICA DO SUL E O AGRONEGÓCIO 3 FORO DE AGRICULTURA DA AMÉRICA DO SUL. Eugenio Stefanelo

A ECONOMIA MUNDIAL E NA AMÉRICA DO SUL E O AGRONEGÓCIO 3 FORO DE AGRICULTURA DA AMÉRICA DO SUL. Eugenio Stefanelo A ECONOMIA MUNDIAL E NA AMÉRICA DO SUL E O AGRONEGÓCIO 3 FORO DE AGRICULTURA DA AMÉRICA DO SUL Eugenio Stefanelo ECONOMIA MUNDIAL PIB em % ao ano: Média de 50 anos: 3,5% 2004 a 2007: 5% 2008 e 2009: 3,1%

Leia mais

Missão Empresarial Brasileira à China 2012

Missão Empresarial Brasileira à China 2012 Missão Empresarial Brasileira à China 2012 A Missão é organizada pela Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina - FIESC, com o apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos

Leia mais

O Desenvolvimento da Agricultura e Política Rural

O Desenvolvimento da Agricultura e Política Rural 7º Seminário Estadual de Agricultura O Desenvolvimento da Agricultura e Política Rural Deputado Estadual José Milton Scheffer Vice-Presidente da Comissão de Agricultura e Política Rural da ALESC Território

Leia mais

MERCADO MADEIRA SERRADA

MERCADO MADEIRA SERRADA Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada Mecanicamente Painel: A MADEIRA NO MERCADO - DESAFIOS, APLICAÇÕES E USOS MERCADO MADEIRA SERRADA Curitiba, 08 de Março de 2016 Mercado Brasileiro

Leia mais

O Agronegócio e o Sucesso do Brasil no Mercado de Carnes Gedeão Silveira Pereira

O Agronegócio e o Sucesso do Brasil no Mercado de Carnes Gedeão Silveira Pereira O Agronegócio e o Sucesso do Brasil no Mercado de Carnes Gedeão Silveira Pereira Vice Presidente FARSUL Terra arável disponível, por pessoa no mundo Brasil EUA Rússia Índia China União Européia Congo Austrália

Leia mais

Regionalização e Segmentação do Turismo. Natal, 23 de março de 2010

Regionalização e Segmentação do Turismo. Natal, 23 de março de 2010 Regionalização e Segmentação do Turismo Natal, 23 de março de 2010 Núcleo Estratégico do Turismo Nacional Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo Ministério do Turismo MTur Conselho

Leia mais

1º FESTIVAL DE INVERNO DE ITAJUBÁ

1º FESTIVAL DE INVERNO DE ITAJUBÁ 1º FESTIVAL DE INVERNO DE ITAJUBÁ O 1º Festival de Inverno de Itajubá é um evento regional, que tem como objetivo principal valorizar a cultura e gastronomia da região e que privilegiem a participação

Leia mais

44ª Reunião Ordinária da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Arroz. Brasília 24 de novembro de 2016

44ª Reunião Ordinária da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Arroz. Brasília 24 de novembro de 2016 44ª Reunião Ordinária da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Arroz Brasília 24 de novembro de 2016 Proposta de Calendário 2017 FEVEREIRO MAIO JULHO SETEMBRO DEZEMBRO 16/fev - quinta-feira 30/mai - terça-feira

Leia mais

Desafios, Necessidades e Perspectivas na Formação e Capacitação de Recursos Humanos para Exportação, Refino e Distribuição de Produtos Existentes nas

Desafios, Necessidades e Perspectivas na Formação e Capacitação de Recursos Humanos para Exportação, Refino e Distribuição de Produtos Existentes nas Desafios, Necessidades e Perspectivas na Formação e Capacitação de Recursos Humanos para Exportação, Refino e Distribuição de Produtos Existentes nas Reservas Petrolíferas do Pré-Sal Audiência Pública

Leia mais

Banco do Brasil Desenvolvimento Sustentável. Financiamento do Desenvolvimento Regional

Banco do Brasil Desenvolvimento Sustentável. Financiamento do Desenvolvimento Regional Banco do Brasil Desenvolvimento Sustentável Financiamento do Desenvolvimento Regional Desenvolvimento Regional Sustentável - DRS Visão Participativa - Concertação BB Associações Universidades Região Empresas

Leia mais

Estrutura Geral do Projeto. Propostas e iniciativas internacionais

Estrutura Geral do Projeto. Propostas e iniciativas internacionais Usos Inovadores do Gás Natural (GN) Promoção da eficiência energética em Arranjos Produtivos Locais (APLs) Temas Estrutura Geral do Projeto As investigações em Viena As investigações em Viena Propostas

Leia mais

A ATUAÇÃO DO CONSELHEIRO. Romildo Gouveia Pinto CURITIBA, 6 DE JULHO DE 2016

A ATUAÇÃO DO CONSELHEIRO. Romildo Gouveia Pinto CURITIBA, 6 DE JULHO DE 2016 A ATUAÇÃO DO CONSELHEIRO Romildo Gouveia Pinto CURITIBA, 6 DE JULHO DE 2016 Fundado em 27 de novembro de 1995, o IBGC associação de âmbito nacional, sem fins lucrativos é uma organização exclusivamente

Leia mais

O reflexo do crédito rural e suas implicações no custo de produção

O reflexo do crédito rural e suas implicações no custo de produção O reflexo do crédito rural e suas implicações no custo de produção SISTEMA SINDICAL SISTEMA SINDICAL RURAL PATRONAL BRASILEIRO CNA Federações da Agricultura Estaduais Sindicatos Rurais Produtores Rurais

Leia mais

O desafio da produtividade

O desafio da produtividade O desafio da produtividade 21º Seminário Dia da Qualidade Caxias CIC Renato da Fonseca Caxias do Sul, RS, 20/07/2015 Roteiro 1. O estado da indústria e da economia brasileira 2. Baixa competitividade:

Leia mais

Políticas de governo para o setor

Políticas de governo para o setor Políticas de governo para o setor Newton Pohl Ribas Assessor Especial do Ministro newton.ribas@agricultura.gov.br Prioridades Ministro Reinhold Stephanes Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Leia mais

A importância da rotulagem para a saúde pública o olhar do consumidor

A importância da rotulagem para a saúde pública o olhar do consumidor A importância da rotulagem para a saúde pública o olhar do consumidor Mariana Garcia I Simpósio de Rotulagem de Alimentos - CRQ-IV O que é o Idec? Organização não governamental fundada em 1987, sem fins

Leia mais

Agricultura Orgânica para a Conservação da Biodiversidade PROBIO II

Agricultura Orgânica para a Conservação da Biodiversidade PROBIO II Agricultura Orgânica para a Conservação da Biodiversidade PROBIO II Seminário de Integração e Missão de Supervisão DEZEMBRO-2010 COAGRE/DEPROS/SDC Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento PROJETO:

Leia mais

POR QUE FEIRAS EM TEMPOS DE CRISE?

POR QUE FEIRAS EM TEMPOS DE CRISE? POR QUE FEIRAS EM TEMPOS DE CRISE? Ligia Amorim Diretora geral da NürnbergMesse Brasil 1ª vice-presidente do capítulo América Latina da UFIthe Global Association of the Exhibition Industry. Vice-presidente

Leia mais

Apoio à Inovação. Novembro 2009

Apoio à Inovação. Novembro 2009 Apoio à Inovação Novembro 2009 Agenda O BNDES Inovação Política de Inovação do BNDES Instrumentos de Apoio à Inovação Linhas Programas Fundos Produtos Prioridades 1950 1960 1970 1980 1990 Infra-estrutura

Leia mais

MESA DE CONTROVÉRSIAS SOBRE AGROTÓXICOS EDSON GUIDUCCI FILHO EMBRAPA

MESA DE CONTROVÉRSIAS SOBRE AGROTÓXICOS EDSON GUIDUCCI FILHO EMBRAPA MESA DE CONTROVÉRSIAS SOBRE AGROTÓXICOS EDSON GUIDUCCI FILHO EMBRAPA Introdução - Censo Agropecuário - importância da Agricultura Familiar. - Governo e mídia destacam os resultados econômicos do agronegócio.

Leia mais

Números da Indústria Gráfica Brasileira

Números da Indústria Gráfica Brasileira Ago/2016 Números da Indústria Gráfica Brasileira Números da Indústria Gráfica Brasileira Jun/2016 INDÚSTRIA GRÁFICA BRASILEIRA Exportação Importação Indústria Gráfica Brasileira em 2015 FOB - US$ 270,4

Leia mais

Apoios à Inovação e Internacionalização das Empresas Franquelim Alves

Apoios à Inovação e Internacionalização das Empresas Franquelim Alves Apoios à Inovação e Internacionalização das Empresas Franquelim Alves Gestor do COMPETE Braga, 17 de Fevereiro de 2012 QREN 2007-2013 Agendas Prioritárias Competitividade Potencial Humano Valorização do

Leia mais

SALÃO DO TURISMO - ROTEIROS DO BRASIL

SALÃO DO TURISMO - ROTEIROS DO BRASIL SALÃO DO TURISMO - ROTEIROS DO BRASIL Estratégia de mobilização, promoção e comercialização dos roteiros turísticos desenvolvidos segundo as diretrizes e os princípios do Programa de Regionalização do

Leia mais

Os desafios do desenvolvimento brasileiro e a inovação

Os desafios do desenvolvimento brasileiro e a inovação Federação das Indústrias do Estado do Ceará Sistema FIEC Fortaleza, 18 de novembro de 2011 Os desafios do desenvolvimento brasileiro e a inovação João Carlos Ferraz Vice-Presidente 1 Mundo 2 Crise de longa

Leia mais

NOVOS DESAFIOS PARA A CADEIA DE VALOR DO HABITAT

NOVOS DESAFIOS PARA A CADEIA DE VALOR DO HABITAT NOVOS DESAFIOS PARA A CADEIA DE VALOR DO HABITAT OBJETIVO O Congresso de Inovação na Construção Sustentável (CINCOS 16), é um evento organizado para o Cluster Habitat Sustentável em Portugal. Este evento

Leia mais

BRASIL. Da ideia à produção em série. 18-22 Agosto 2014 Pavilhões da Expoville - Joinville SC - Brasil

BRASIL. Da ideia à produção em série. 18-22 Agosto 2014 Pavilhões da Expoville - Joinville SC - Brasil Evento Simultâneo: BRASIL 18-22 Agosto 2014 Pavilhões da Expoville - Joinville SC - Brasil Da ideia à produção em série Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentas, Design e Desenvolvimento de

Leia mais

PAINEL REGIONAL DA INDÚSTRIA MINEIRA REGIONAIS FIEMG. Vale do Rio Grande

PAINEL REGIONAL DA INDÚSTRIA MINEIRA REGIONAIS FIEMG. Vale do Rio Grande PAINEL REGIONAL DA INDÚSTRIA MINEIRA REGIONAIS FIEMG Vale do Rio Grande Julho/2016 Objetivo Prover informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria no Estado de Minas Gerais e nas Regionais

Leia mais

SOBRE. O RedaçãoAgro é um portal de notícias, publicação de artigos e divulgação de eventos ligados ao agronegócio.

SOBRE. O RedaçãoAgro é um portal de notícias, publicação de artigos e divulgação de eventos ligados ao agronegócio. SOBRE O RedaçãoAgro é um portal de notícias, publicação de artigos e divulgação de eventos ligados ao agronegócio. Temos como objetivo informar nossos leitores e atualizar o conhecimento de todos os profissionais

Leia mais

NOVO PROGRAMA. Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL

NOVO PROGRAMA. Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL NOVO PROGRAMA Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL 2014-2018 1 PETROBRAS Fundada em 1953, a partir de uma campanha popular O petróleo é nosso. Empresa integrada de energia Sociedade anônima de capital aberto

Leia mais

Biodiesel no Brasil. Ricardo Borges Gomide. Departamento de Combustíveis Renováveis

Biodiesel no Brasil. Ricardo Borges Gomide. Departamento de Combustíveis Renováveis Biodiesel no Brasil Ricardo Borges Gomide Departamento de Combustíveis Renováveis São Paulo, 18.11.2011 Papel do Biodiesel 2 Biodiesel como mais um Energético na Matriz 3 Concorre com outros produtos e

Leia mais

Plano Nacional de Turismo

Plano Nacional de Turismo Plano Nacional de Turismo 2011-2015 Conceito Conjunto de diretrizes, metas e programas que orientam a atuação do Ministério do Turismo, em parceria com outros setores da gestão pública nas três esferas

Leia mais

MAPEAMENTO DE FORÇAS, FRAGILIDADES, AMEAÇAS E OPORTUNIDADES RELACIONADAS ÀS FEIRAS ORGÂNICAS EM CURITIBA

MAPEAMENTO DE FORÇAS, FRAGILIDADES, AMEAÇAS E OPORTUNIDADES RELACIONADAS ÀS FEIRAS ORGÂNICAS EM CURITIBA Pós graduação em Economia e Meio Ambiente com Ênfase em Negócios Ambientais MAPEAMENTO DE FORÇAS, FRAGILIDADES, AMEAÇAS E OPORTUNIDADES RELACIONADAS ÀS FEIRAS ORGÂNICAS EM CURITIBA - Trabalho de Conclusão

Leia mais

Desafios Estratégicos para a C&T&I no Brasil

Desafios Estratégicos para a C&T&I no Brasil Desafios Estratégicos para a C&T&I no Brasil Carlos H de Brito Cruz Presidente, Fapesp http://www.ifi.unicamp.br/~brito C.H. Brito Cuz; desafios-estrat.ppt ; 2/5/2002 1 Desafios Estratégicos Eleição de

Leia mais

Debater o PL 174 de 2011, que "Institui o Plano Nacional de Abastecimento de Hortigranjeiros - PLANHORT".

Debater o PL 174 de 2011, que Institui o Plano Nacional de Abastecimento de Hortigranjeiros - PLANHORT. Audiência Pública COMISSÃO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA, ABASTECIMENTO E DESENVOLVIMENTO RURAL Debater o PL 174 de 2011, que "Institui o Plano Nacional de Abastecimento de Hortigranjeiros - PLANHORT". Gilberto

Leia mais

Feira Brasil Original Artesanato. De 20 a 23 de Outubro 2016 das10hs às 20hs Pavilhão de Exposições Anhembi - SP

Feira Brasil Original Artesanato. De 20 a 23 de Outubro 2016 das10hs às 20hs Pavilhão de Exposições Anhembi - SP Feira Brasil Original Artesanato De 20 a 23 de Outubro 2016 das10hs às 20hs Pavilhão de Exposições Anhembi - SP A Feira A feira Brasil Original de Artesanato vem com a proposta de ampliar a visibilidade

Leia mais

Fortalecimento do extrativismo sustentável: a participação do Ipea

Fortalecimento do extrativismo sustentável: a participação do Ipea Fortalecimento do extrativismo sustentável: a participação do Ipea Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada Júlio César Roma Técnico de Planejamento e Pesquisa da Diretoria de Estudos e Políticas

Leia mais

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO SECIS SECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA PARA INCLUSÃO SOCIAL

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO SECIS SECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA PARA INCLUSÃO SOCIAL MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO SECIS SECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA PARA INCLUSÃO SOCIAL PROJETOS ESTRUTURANTES CVTs CENTROS VOCACIONAIS TECNOLÓGICOS O QUE É O CVT? É um espaço voltado

Leia mais

MAPA ESTRATÉGICO DO COMÉRCIO EXTERIOR CATARINENSE JARAGUÁ DO SUL, 05/12/2014

MAPA ESTRATÉGICO DO COMÉRCIO EXTERIOR CATARINENSE JARAGUÁ DO SUL, 05/12/2014 MAPA ESTRATÉGICO DO COMÉRCIO EXTERIOR CATARINENSE JARAGUÁ DO SUL, 05/12/2014 MAPA ESTRATÉGICO DO COMÉRCIO EXTERIOR CATARINENSE JARAGUÁ DO SUL, 05/12/2014 Focos estratégicos Diversificação e agregação

Leia mais

Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira. Cenário da cacauicultura

Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira. Cenário da cacauicultura Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira Cenário da cacauicultura Helinton Rocha Diretor Geral Brasília, DF 00:30 Brasília, 1º de abril de 2015

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Identidade, Competitividade, Responsabilidade Lezíria do Tejo Alto Alentejo Alentejo Central Alentejo Litoral Baixo Alentejo Planeamento Estratégico Regional

Leia mais

LEGISLAÇÃO E ASPECTOS REGULATÓRIOS VOLTADOS À MELIPONICULTURA PECNORDESTE - 16 DE JUNHO DE 2015 FORTALEZA-CE

LEGISLAÇÃO E ASPECTOS REGULATÓRIOS VOLTADOS À MELIPONICULTURA PECNORDESTE - 16 DE JUNHO DE 2015 FORTALEZA-CE LEGISLAÇÃO E ASPECTOS REGULATÓRIOS VOLTADOS À MELIPONICULTURA PECNORDESTE - 16 DE JUNHO DE 2015 FORTALEZA-CE Ricardo Costa Rodrigues de Camargo Consultor Especial CSMEL-MAPA- Coordenador ABNT/CEE-87 Presidente

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL BRASILEIRA À CHINA 112ª CANTON FAIR

MISSÃO EMPRESARIAL BRASILEIRA À CHINA 112ª CANTON FAIR MISSÃO EMPRESARIAL BRASILEIRA À CHINA 112ª CANTON FAIR De 09 a 19 de outubro de 2012 Visitantes De 11 a 21 de outubro de 2012 - Expositores MISSÃO EMPRESARIAL BRASILEIRA À CHINA A Federação das Indústrias

Leia mais

COOPERATIVISMO. COORDENADORA Nora Beatriz Presno Amodeo

COOPERATIVISMO. COORDENADORA Nora Beatriz Presno Amodeo COOPERATIVISMO COORDENADORA Nora Beatriz Presno Amodeo npresno@ufv.br 86 Currículos dos Cursos do CCA UFV Bacharelado ATUAÇÃO O Bacharel em Cooperativismo compete dirigir, fomentar e assessorar cooperativas,

Leia mais