PLANO DE APRESENTAÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO DE APRESENTAÇÃO"

Transcrição

1

2 PLANO DE APRESENTAÇÃO Apex-Brasil Principais Soluções Programa de Internacionalização Ações de internacionalização e promoção para o México Juarez Leal Coordenador de Internacionalização

3 A APEX-BRASIL A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos é um Serviço Social Autônomo vinculado ao Ministério de Relações Exteriores. PROMOÇÃO DE EXPORTAÇÕES ATRAÇÃO DE INVESTIMENTOS INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS EIXOS DE ATUAÇÃO

4 EMPRESAS APOIADAS EXPORTAÇÕES EM 2016 US$ 42,5 BI +5% em relação a ,3% em relação a 2015

5 NOSSAS PRINCIPAIS SOLUÇÕES Inteligência Comercial Estudos de mercado e de oportunidades setoriais Qualificação para Exportação PEIEX Promoção Comercial Projetos Setoriais e Eventos da Apex-Brasil no exterior Internacionalização Programa de Internacionalização e Escritórios Apex no exterior/secom. Atração de Investimentos Investimento produtivo, aproximação de empresas e investidores e apoio aos governos estaduais para atendimento de investidores

6 Porque México?

7 Resultados da Pesquisa sobre Internacionalização de Empresas no âmbito de Plano Nacional de Exportação Coordenação de Internacionalização Gerência de Investimentos

8 Estados Unidos Colômbia 23,4% 68,8% N: 141 respondentes México 21,3% Argentina 17,7% Emirados Árabes Unidos Paraguai China Peru Chile Alemanha Reino Unido Angola Bolívia Uruguai Rússia 15,6% 14,9% 14,2% 14,2% 12,1% 9,9% 7,1% 3,5% 3,5% 3,5% 1,4% Quais os países de sua preferência para abertura de operação própria nos próximos três anos?

9 PROGRAMA DE INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS APEX-BRASIL Um conjunto de soluções técnicas para a internacionalização de empresas, customizadas de acordo com os objetivos e interesses dos clientes. Empresas que buscam se expandir internacionalmente ou aquelas já internacionalizadas, mas interessadas em ampliar ou otimizar seu modelo de atuação global.

10 PRINCIPAIS SOLUÇÕES DO PROGRAMA DE INTERNACIONALIZAÇÃO Capacitação em Internacionalização Missões de Internacionalização Seminários sobre Mercados estratégicos Atendimento customizado (Coaching) Apoio para instalação no exterior (escritórios Apex e SECOMs)

11 PRINCIPAIS NECESSIDADES DAS EMPRESAS QUE QUEREM EXPANDIR SUAS OPERAÇÕES: Estruturar sua estratégia de internacionalização e plano de expansão internacional Preparar seus líderes e executivos para processo de expansão internacional Apoio local para abrir empresa no exterior e fazer contatos com stakeholders estratégicos Informações qualificadas para selecionar potenciais países para instalação local Analisar cadeia de valor local para verificar custos e viabilidade para instalação no país

12 METODOLOGIA DE INTERNACIONALIZAÇÃO DA APEX-BRASIL PRINCIPAIS PILARES Quais são os principais direcionadores da estratégia corporativa da empresa Quais são os objetivos da internacionalização e os resultados empresariais esperados A sua empresa está preparada para apoiar a operação internacional Quais as razões para selecionar um mercado externo

13 AVALIAÇÃO DE PRONTIDÃO - CLIENTE APEX-BRASIL Decisão Estratégica 3 Plano de Expansão Internacional 2 Estratégia de Internacionalização 1 Gestão Internacional 0 Experiência Internacional Talento e Liderança Conhecimento de mercado Modelo de Negócios Pilar Orientação Estratégica Análise de Mercado Operação Internacional Categoria Decisão Estratégica Estratégia de Internacionalização Experiência Internacional Conhecimento de mercado Modelo de Negócios Talento e Liderança Gestão Internacional Plano de Expansão Internacional Índice atual 3,0 2,6 2,5 2,3 2,1 1,7 2,0 1,6

14 PLANO DE EXPANSÃO INTERNACIONAL

15 ATENDIMENTO CUSTOMIZADO COACHING EM INTERNACIONALIZAÇÃO Entender Desenvolver Consolidar Avaliação de Prontidão Projeto de Internacionalização Plano de Expansão Internacional Plano Diretor de Internacionalização

16 Apoio para instalação no exterior (10 escritórios Apex) 16

17 Apoio para instalação no exterior (110 escritórios do SECOM S) 17

18 Passaporte para o mundo 2. Atração de Investimentos - Empresas 1. EXPORTAÇÃO 3. INTERNACIONALIZAÇÃO 4. Atração de Investimentos - Governos

19 Link YouTube: Passaporte para o Mundo

20 AÇÕES PARA O MERCADO MEXICANO (SEGUNDO SEMESTRE): Missão de Internacionalização para o México Brasil Tecnológico (promoção comercial)

21 MISSÃO DE INTERNACIONALIZAÇÃO PARA O MÉXICO Dia 1 Seminário de Internacionalização para empresas brasileiras: Palestras temáticas - ProMéxico, Banco de Financiamento, especialistas empresas, aspectos tributários e recrutamento de executivos. em abertura de Depoimentos de empresas brasileiras instaladas no México Dia 2 Dia 3 Rodadas com prestadores de serviços locais com advogados, contadores, empresas de logística, recrutamento e seleção, agências de marketing. Visitas técnicas de internacionalização Zonas Francas, Centros de Distribuição, Operadores logísticas e locais para montagem de escritório.

22 MISSÃO DE INTERNACIONALIZAÇÃO PARA O MÉXICO Depoimentos de empresas participação Missão de Internacionalização para Colômbia

23 BRASIL TECNOLÓGICO O Brasil Tecnológico é uma plataforma de posicionamento de imagem e promoção de negócios desenvolvida pela Apex-Brasil com o objetivo de posicionar o Brasil como país que domina tecnologias em vários setores produtivos e é capaz de oferecer soluções originais e flexíveis. Na edição de 2016, que aconteceu em Lima, no Peru, o evento contou com a participação de 40 empresas brasileiras e 178 compradores internacionais, que realizaram um total de 324 reuniões de negócios, gerando uma expectativa de negócios na ordem de US$ 55,4 milhões nos 12 meses subsequentes. Setores: Máquinas & Equipamentos; Equipamentos Médico-Odontológicos; Tecnologia da Informação; Fármacos e Químicos; Telecomunicações; Eletroeletrônicos; Sucroalcooleiro; Plásticos; Defesa.

24 BRASIL TECNOLÓGICO 2017 MÉXICO A Apex-Brasil está organizando a oitava edição do Brasil Tecnológico, que este ano, acontecerá no México. O evento está previsto para acontecer entre o final de Agosto e início de Setembro. PROGRAMAÇÃO TENTATIVA Brasil Tecnológico México 2017 Data Horario Programação DIA 01 19h00-20h00 Reunião de alinhamento com as empresas DIA 02 09h00-09h40 09h40-12h30 12h30-13h30 13h30-18h30 19h00-21h00 Abertura oficial Seminário técnico direcionado para compradores, jornalistas e formadores de opinião Almoço Rodada de negócios Coquetel de Relacionamento DIA 03 09h00-09h10 09h10-12h00 12h00-13h30 13h30-18h30 Abertura Seminário técnico direcionado para compradores, jornalistas e formadores de opinião Almoço Rodada de negócios DIA 04 09h00-13h00 14h00-18h00 Visitas a compradores locais Visitas a compradores locais

25 COMO PARTICIPAR? Favor preencher pesquisa de interesse na pasta disponibilizada na entrada do evento. Informações adicionais: Paula Gomes ou tel

26 Obrigado, Juarez Leal Coordenador de Internacionalização Gerência de Investimentos Fone: Cel:

Programa de Internacionalização de Empresas Apex-Brasil. Apresentação: Juarez Leal

Programa de Internacionalização de Empresas Apex-Brasil. Apresentação: Juarez Leal Programa de Internacionalização de Empresas Apex-Brasil Apresentação: Juarez Leal A APEX-BRASIL A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos é um Serviço Social Autônomo vinculado ao

Leia mais

PROGRAMA DE INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS APEX-BRASIL

PROGRAMA DE INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS APEX-BRASIL PROGRAMA DE INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS APEX-BRASIL O QUE É? Um conjunto de soluções técnicas para a internacionalização de empresas, customizadas de acordo com os objetivos e interesses dos clientes.

Leia mais

Resultados da Pesquisa sobre Internacionalização de Empresas no âmbito de Plano Nacional de Exportação

Resultados da Pesquisa sobre Internacionalização de Empresas no âmbito de Plano Nacional de Exportação Resultados da Pesquisa sobre Internacionalização de Empresas no âmbito de Plano Nacional de Exportação Coordenação de Internacionalização Gerência de Investimentos Amostra e Escopo da Pesquisa Todos os

Leia mais

EXPANSÃO DAS OPERAÇÕES INTERNACIONAIS

EXPANSÃO DAS OPERAÇÕES INTERNACIONAIS EXPANSÃO DAS OPERAÇÕES INTERNACIONAIS A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos

Leia mais

Apex-Brasil Resultados e ações de apoio ao exportador

Apex-Brasil Resultados e ações de apoio ao exportador Apex-Brasil Resultados e ações de apoio ao exportador Exportações Empresas apoiadas pela Apex-Brasil e Brasil APEX-BRASIL EM NÚMEROS JANEIRO a DEZEMBRO 2016 O TRABALHO DESENVOLVIDO PELA APEX-BRASIL JUNTO

Leia mais

Quem somos e o quê fazemos?

Quem somos e o quê fazemos? Quem somos e o quê fazemos? Uma entidade sem fins lucrativos dedicada a pensar estrategicamente o setor, conduzindo programas direcionados ao desenvolvimento tecnológico das empresas e a sua inserção no

Leia mais

REGULAMENTO DE PARTICIPAÇÃO. CICLO DE EXPORTAÇÃ São Paulo, 16 e 18 de outubro

REGULAMENTO DE PARTICIPAÇÃO. CICLO DE EXPORTAÇÃ São Paulo, 16 e 18 de outubro REGULAMENTO DE PARTICIPAÇÃO CICLO DE EXPORTAÇÃ ÇÃO SÃO PAULO São Paulo, 16 e 18 de outubro 1 SUMÁRIO 1. Destaques... 3 2. Sobre o Ciclo de Exportação São Paulo Etapa Nacional... 3 3. Sobre o Ciclo de Exportação

Leia mais

Como trabalhamos na promoção comercial e atração de investimentos

Como trabalhamos na promoção comercial e atração de investimentos APEX-BRASIL Como trabalhamos na promoção comercial e atração de investimentos Inteligência Estratégica O QUE A APEX-BRASIL PODE FAZER PELA SUA EMPRESA EM EXPORTAÇÕES CAPACITAÇÃO PROMOÇÃO INTERNACIONALIZAÇÃO

Leia mais

APLICAÇÃO DO BPM PARA REESTRUTURAÇÃO DO PORTFÓLIO DE SERVIÇOS DA APEX-BRASIL

APLICAÇÃO DO BPM PARA REESTRUTURAÇÃO DO PORTFÓLIO DE SERVIÇOS DA APEX-BRASIL APLICAÇÃO DO BPM PARA REESTRUTURAÇÃO DO PORTFÓLIO DE SERVIÇOS DA APEX-BRASIL BPM Congress Brasília, 27 de novembro de 2012. Carlos Padilla, CBPP, Assessor da Gerência de Negócios. PANORAMA DA APEX-BRASIL

Leia mais

A Apex-Brasil. Como funciona a Agência?

A Apex-Brasil. Como funciona a Agência? A Apex-Brasil Como funciona a Agência? Fundação e Missão A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) é um Serviço Social Autônomo que atua para: Promover os produtos e

Leia mais

Projeto Setorial Integrado: Eletroeletrônicos Brasil

Projeto Setorial Integrado: Eletroeletrônicos Brasil Projeto Setorial Integrado: Eletroeletrônicos Brasil Parceria Apex / Sindvel O Sindicato das Indústrias de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos e Similares do Vale da Eletrônica SINDVEL foi constituído em

Leia mais

Top 30 Líderes Mundiais em Importações de Produtos Farmacêuticos (valores de 2014)

Top 30 Líderes Mundiais em Importações de Produtos Farmacêuticos (valores de 2014) Top 30 Líderes Mundiais em Importações de Produtos Farmacêuticos (valores de 2014) No ranking dos principais importadores de produtos farmacêuticos do mundo, o Brasil se manteve na 16ª posição em 2013

Leia mais

FORMAÇÃO DE LÍDERES. Hilton José Da Veiga Faria (47) Cristiane Leal da Silva

FORMAÇÃO DE LÍDERES. Hilton José Da Veiga Faria (47) Cristiane Leal da Silva FORMAÇÃO DE LÍDERES Case WEG Hilton José Da Veiga Faria hiltonfaria@weg.net (47) 3276-4985 Cristiane Leal da Silva cristianes@weg.net (47) 3276-4997 Objetivos Mostrar os resultados e a relevância de ter

Leia mais

Tiago Terra Apex-Brasil. Por que exportar?

Tiago Terra Apex-Brasil. Por que exportar? Tiago Terra Apex-Brasil Por que exportar? Apex-Brasil A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, atua há anos para promover os estudos e serviços brasileiros no exterior e atrair

Leia mais

FEIRA TECMA + MISSÃO EMPRESARIAL

FEIRA TECMA + MISSÃO EMPRESARIAL FEIRA TECMA + MISSÃO EMPRESARIAL 2017 Cidade de México, México 07 a 10 de março de 2017 TERMOS E CONDIÇÕES Página 1 SUMÁRIO 1) Informações Gerais... 3 2) Estrutura de stand... 4 3) Investimento - Apex-Brasil

Leia mais

Missão e objetivos da empresa X X X X X. Objetivos por área X X Qualidade das informações X X X X X Integração dos orçamentos por área

Missão e objetivos da empresa X X X X X. Objetivos por área X X Qualidade das informações X X X X X Integração dos orçamentos por área Visão por meio das atividades de valor) Preço Prazo Assistência Técnica Modelo de gestão Análise de aspectos políticos governamentais, econômicos e legais Planejamento estratégico Orçamento empresarial

Leia mais

Saldo da conta de serviços do Balanço de Pagamentos (US$): Exportações Importações Saldo 73,0 77,8 83,3 36,4 38,1 37,5 40,7

Saldo da conta de serviços do Balanço de Pagamentos (US$): Exportações Importações Saldo 73,0 77,8 83,3 36,4 38,1 37,5 40,7 o o o Relevância do Comércio Exterior de Serviços O comércio exterior de serviços do Brasil representa 5,59% do PIB, bem abaixo da realidade mundial, que alcança o patamar de 12,1% do PIB mundial (Banco

Leia mais

2º Seminário sobre Comércio Internacional CNI-IBRAC Política Comercial no Novo Governo

2º Seminário sobre Comércio Internacional CNI-IBRAC Política Comercial no Novo Governo 2º Seminário sobre Comércio Internacional CNI-IBRAC Política Comercial no Novo Governo André Alvim de Paula Rizzo Secretário Executivo da CAMEX Confederação Nacional da Indústria - CNI Brasília, 12 de

Leia mais

POST SHOW REPORT A 24 MARÇO 10H ÀS 19H. Rodovia dos Imigrantes - KM 1,5

POST SHOW REPORT A 24 MARÇO 10H ÀS 19H. Rodovia dos Imigrantes - KM 1,5 20 A 24 MARÇO 2017 Rodovia dos Imigrantes - KM 1,5 10H ÀS 19H POST SHOW REPORT 2017 Realização: Promoção e Organização: Patrocínio Oficial: Local: Filiada à: www.plasticobrasil.com.br FEIRAS NEGÓCIOS 400

Leia mais

INTELIGÊNCIA DE MERCADO

INTELIGÊNCIA DE MERCADO INTELIGÊNCIA DE MERCADO INTELIGÊNCIA DE MERCADO ABF BANCO DE DADOS ABF / SISTEMA DE BI (BUSINESS INTELLIGENCE) Possibilita a extração em tempo real de dados específicos da marca, do segmento e do setor

Leia mais

O papel da AICEP nas Feiras Internacionais. 20 de fevereiro de 2013

O papel da AICEP nas Feiras Internacionais. 20 de fevereiro de 2013 O papel da AICEP nas Feiras Internacionais 20 de fevereiro de 2013 Tópicos da apresentação 1. Feiras Internacionais no contexto da globalização 2. Papel da AICEP nas feiras internacionais 2.1 Organização

Leia mais

O que é um APL? Conjunto significativo de empresas com vínculo entre si: Atividade produtiva predominante. Mesmo território

O que é um APL? Conjunto significativo de empresas com vínculo entre si: Atividade produtiva predominante. Mesmo território O que é um APL? O que é um APL? Um Arranjo Produtivo Local se caracteriza por: Conjunto significativo de empresas com vínculo entre si: Associação Empresarial Entidade ou Governo Instituição de Ensino

Leia mais

Competitividade global: métodos e experiências

Competitividade global: métodos e experiências Competitividade global: métodos e experiências Nicola Minervini Caxias do Sul, RS 02/10/2013 Competitividade Método Inovação Internacionalização Os desafios da empresa na globalização Custo Brasil X

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL PEIEX Paraguai e Bolívia

MISSÃO EMPRESARIAL PEIEX Paraguai e Bolívia MISSÃO EMPRESARIAL PEIEX 2017 - e INFORMAÇÕES GERAIS E CRITÉRIO DE PARTICIPAÇÃO 1. PROGRAMAÇÃO, HOTÉIS E VOOS OFICIAIS Manhã Chegada dos Empresários Obs: A etapa em Ciudad del Este / Santa Rita será dedicada

Leia mais

Objetivo do programa. Desenvolvimento competitivo e sustentável. Promoção de parcerias estratégicas. Produtividade. Valor agregado. Ganho de qualidade

Objetivo do programa. Desenvolvimento competitivo e sustentável. Promoção de parcerias estratégicas. Produtividade. Valor agregado. Ganho de qualidade Objetivo do programa Desenvolvimento competitivo e sustentável Produtividade Promoção de parcerias estratégicas Valor agregado Ganho de qualidade Contextualização Os 3 Pilares para o desenvolvimento da

Leia mais

Seminário O Papel do Congresso Nacional na inovação tecnológica. Painel III O setor produtivo e a inovação tecnológica

Seminário O Papel do Congresso Nacional na inovação tecnológica. Painel III O setor produtivo e a inovação tecnológica Seminário O Papel do Congresso Nacional na inovação tecnológica Painel III O setor produtivo e a inovação tecnológica Roberto Murilo Carvalho de Souza Gerente de Estratégia Tecnológica CENPES PETROBRAS

Leia mais

Agenda Internacional da Indústria. 22 de setembro de 2016

Agenda Internacional da Indústria. 22 de setembro de 2016 Agenda Internacional da Indústria 22 de setembro de 2016 Apresentação 1. Panorama do Comércio Exterior Brasileiro 2. CNI 3. Área Internacional da CNI 4. Agenda Internacional da Indústria 5. Pesquisa Desafios

Leia mais

Soluções Corporativas Eduardo Pitombo

Soluções Corporativas Eduardo Pitombo Soluções Corporativas Eduardo Pitombo Nossa Missão Desenvolver soluções de educação customizadas para empresas públicas e privadas, que contribuam diretamente para a melhoria das competências de seus funcionários

Leia mais

LAYOUT DO TÍTULO SUBTÍTULO

LAYOUT DO TÍTULO SUBTÍTULO LAYOUT DO TÍTULO SUBTÍTULO FORÇAS DO TURISMO BRASILEIRO 1 colocado na classificação de Recursos Naturais (Relatório de Competitividade em Viagem e Turismo 2017 Fórum Econômico Mundial) 8 colocado na classificação

Leia mais

A Política, a Estratégia e o Livro Branco de Defesa Nacional como instrumentos geradores de confiança mútua na América do Sul

A Política, a Estratégia e o Livro Branco de Defesa Nacional como instrumentos geradores de confiança mútua na América do Sul A Política, a Estratégia e o Livro Branco de Defesa Nacional como instrumentos geradores de confiança mútua na América do Sul XI Congresso Acadêmico sobre Defesa Nacional AMAN, 12 de agosto de 2014 Antonio

Leia mais

Números da Indústria Gráfica Brasileira

Números da Indústria Gráfica Brasileira Ago/2016 Números da Indústria Gráfica Brasileira Números da Indústria Gráfica Brasileira Jun/2016 INDÚSTRIA GRÁFICA BRASILEIRA Exportação Importação Indústria Gráfica Brasileira em 2015 FOB - US$ 270,4

Leia mais

V SEMINÁRIO DE INTERNACIONALIZAÇÃO UNIVERSITÁRIA E VI WORKSHOP DE TRABALHO PAEC OEA-GCUB Brasília 17 a 19 de maio de 2017

V SEMINÁRIO DE INTERNACIONALIZAÇÃO UNIVERSITÁRIA E VI WORKSHOP DE TRABALHO PAEC OEA-GCUB Brasília 17 a 19 de maio de 2017 V SEMINÁRIO DE INTERNACIONALIZAÇÃO UNIVERSITÁRIA E VI WORKSHOP DE TRABALHO PAEC OEA-GCUB 2017 FORMAÇÃO DE MESTRES E DOUTORES COMO VETOR PARA O DESENVOLVIMENTO DA REGIÃO DAS AMÉRICAS Brasília 17 a 19 de

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS. Sede Nacional - SP

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS. Sede Nacional - SP ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS Sede Nacional - SP Fundação: 1937 - origem em um sindicato têxtil; Possui 1.200 empresas associadas e representa 4,5 mil empresas; Sede nacional

Leia mais

A APEX-BRASIL EIXOS DE ATUAÇÃO

A APEX-BRASIL EIXOS DE ATUAÇÃO A APEX-BRASIL A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos é um Serviço Social Autônomo vinculado ao Ministério das Relações Exteriores PROMOÇÃO DE EXPORTAÇÕES ATRAÇÃO DE INVESTIMENTOS

Leia mais

SEMINÁRIO COMPLEXO INDUSTRIAL DA SAÚDE Painel 3: Estímulo à inovação, pesquisa e desenvolvimento. Palestrante: Franco Pallamolla

SEMINÁRIO COMPLEXO INDUSTRIAL DA SAÚDE Painel 3: Estímulo à inovação, pesquisa e desenvolvimento. Palestrante: Franco Pallamolla SEMINÁRIO COMPLEXO INDUSTRIAL DA SAÚDE Painel 3: Estímulo à inovação, pesquisa e desenvolvimento Palestrante: Franco Pallamolla 1. A INDÚSTRIA MÉDICO-HOSPITALAR E ODONTOLÓGICA Mais de 460 empresas atuam

Leia mais

BNDES e o Apoio ao Setor de P&G. André Pompeo do Amaral Mendes Gerente AIB/DEGAP Novembro / 2014

BNDES e o Apoio ao Setor de P&G. André Pompeo do Amaral Mendes Gerente AIB/DEGAP Novembro / 2014 BNDES e o Apoio ao Setor de P&G André Pompeo do Amaral Mendes Gerente AIB/DEGAP Novembro / 2014 BNDES BNDES Fundado em 20 de Junho de 1952 Empresa pública de propriedade integral da União Instrumento chave

Leia mais

Cinema, Soft Power e os BRICS

Cinema, Soft Power e os BRICS Seminário Cinema, Soft Power e os BRICS Mostra Internacional de Cinema de São Paulo Debora Ivanov 27/10/2016 Diretrizes Diretrizes das ações internacionais realizadas pela ANCINE 1. Estímulo à realização

Leia mais

Evolução da indústria farmacêutica brasileira

Evolução da indústria farmacêutica brasileira 7 o Encontro de Pesquisa Clínica do CEPIC Apoio à inovação no Brasil: a participação do BNDES 08/06/2013 Agenda Evolução da indústria farmacêutica brasileira Oportunidade em biotecnologia Cenário de pesquisa

Leia mais

Palestra Palestrante Simone Nascimento

Palestra Palestrante Simone Nascimento Palestra Inovação para Sustentabilidade da Marcenaria Palestrante Simone Nascimento Jornalista, especialista em Gestão de Projetos de Inovação pela USP e MBA Gestão Educacional Ganhadora 4º Prêmio FGV

Leia mais

DIÁLOGO DA INDÚSTRIA COM CANDIDATOS À PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

DIÁLOGO DA INDÚSTRIA COM CANDIDATOS À PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA DIÁLOGO DA INDÚSTRIA COM CANDIDATOS À PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA José Rubens De La Rosa Presidente, Marcopolo 30/07/2014 1 O Brasil tem oportunidades, mas para aproveitá-las precisa vencer alguns desafios

Leia mais

PERSPECTIVAS DOS ESTADOS COM PROGRAMAS DE PPP EMERGENTES

PERSPECTIVAS DOS ESTADOS COM PROGRAMAS DE PPP EMERGENTES PERSPECTIVAS DOS ESTADOS COM PROGRAMAS DE PPP EMERGENTES Cristiano Tatsch Secretário do Planejamento e Desenvolvimento Regional do Rio Grande do Sul Maio/2015 Investimento em infraestrutura no Brasil O

Leia mais

PNBL Catalisador da Produção e Desenvolvimento Local

PNBL Catalisador da Produção e Desenvolvimento Local Ministério das Comunicações PNBL Catalisador da Produção e Desenvolvimento Local Otavio Caixeta Secretaria de Telecomunicações Ministério das Comunicações Brasília Maio/2013 PNBL- Objetivos Expandir a

Leia mais

EXPOPOSTOS & CONVENIÊNCIA

EXPOPOSTOS & CONVENIÊNCIA EXPOPOSTOS & CONVENIÊNCIA O evento oficial dos setores de distribuição e revenda de derivados de petróleo, equipamentos, lojas de conveniência e food service do Brasil. É o grande momento de atualização

Leia mais

EXPORTAÇÃO BRASILEIRA DO CAPÍTULO 71 DA NCM. Por Principais Países de Destino. Janeiro - Dezembro. Bijuterias

EXPORTAÇÃO BRASILEIRA DO CAPÍTULO 71 DA NCM. Por Principais Países de Destino. Janeiro - Dezembro. Bijuterias Bijuterias Principais Países 2010 2011 2012 2013 2014 US$ mil 2014/ 2013 Estados Unidos 5.667 3.828 2.668 3.491 5.006 43 Colômbia 407 800 748 1.112 993-11 França 1.085 931 910 998 969-3 Argentina 2.112

Leia mais

A FEIRA Cipa Fiera Milano, ENERSOLAR + Brasil Feira Internacional de Tecnologias para Energia Solar Energia Solar, Eólica Biomassa GTDC

A FEIRA Cipa Fiera Milano, ENERSOLAR + Brasil Feira Internacional de Tecnologias para Energia Solar Energia Solar, Eólica Biomassa GTDC A FEIRA Organizada pela Cipa Fiera Milano, a 5ª edição da ENERSOLAR + Brasil Feira Internacional de Tecnologias para Energia Solar foi um sucesso, atingindo um público altamente qualificado de executivos

Leia mais

IED PARTICIPACAO GUIDES ATUACAO CONJUNTA

IED PARTICIPACAO GUIDES ATUACAO CONJUNTA SUMARIO APEX-BRASIL ATRACAO DE INVESTIMENTOS INVESTIMENTOS ESTRANGEIROS DIRETOS (IED) INVESTIMENTOS EM PARTICIPACAO INVESTMENT GUIDES PROPOSTA PARA UMA ATUACAO CONJUNTA PEX-BRASIL O MELHOR DO BRASIL PARA

Leia mais

Presença da China na América do Sul

Presença da China na América do Sul Presença da China na América do Sul 1 1 Em 2008, 3% das exportações chinesas foram destinadas à América do Sul... Principais Destinos das Exportações Chinesas (2008) Estados Unidos 17,7% Japão 8,1% Coréia

Leia mais

Exportação de Farinhas e Gorduras de Origem Animal

Exportação de Farinhas e Gorduras de Origem Animal 14:58 Exportação de Farinhas e Gorduras de Origem Animal Projeto Programa Brasileiro para a Expansão das Exportações das Farinhas e gorduras de origem animal Objetivo Identificar a situação encontrada

Leia mais

1. Curso Superior de Tecnologia em Comércio Exterior:

1. Curso Superior de Tecnologia em Comércio Exterior: LISTA DE CURSOS DE TECNOLOGIA APTOS AO REGISTRO NO CRA-GO 1. Curso Superior de Tecnologia em Comércio Exterior: 1.1. Tecnologia em Exportação e Importação; 1.2. Tecnologia em Gerência de Comércio Exterior;

Leia mais

GESTÃO, FUSÃO E AQUISIÇÃO DE HOSPITAIS REPORT 2016

GESTÃO, FUSÃO E AQUISIÇÃO DE HOSPITAIS REPORT 2016 REPORT 2016 O ENCONTRO O HospCapital - Encontro para Gestão Fusão e Aquisição de hospitais, reuniu em sua primeira edição mais de 100 executivos do setor, além das principais lideranças da área hospitalar.

Leia mais

PESQUISA GESTOR GLOBAL - FDC 2014

PESQUISA GESTOR GLOBAL - FDC 2014 PESQUISA GESTOR GLOBAL - FDC 2014 INTRODUÇÃO O aumento da internacionalização lança o desafio cada vez maior para as empresas atraírem e reterem líderes capazes de viver em ambientes complexos e compreender

Leia mais

Apoios Incentivos. Marketing Digital. Formação. Contabilidade e reporting. Consultoria. BWS Consulting

Apoios Incentivos. Marketing Digital. Formação. Contabilidade e reporting. Consultoria. BWS Consulting A nasce do espírito empreendedor de um grupo de profissionais multidisciplinares (Gestão, Economia, Marketing, Contabilidade, Psicologia, Engenharia...) com mais de 15 anos de experiência âmbito de actuação

Leia mais

Visão do Setor Industrial Brasileiro sobre o Acordo de Paris

Visão do Setor Industrial Brasileiro sobre o Acordo de Paris Visão do Setor Industrial Brasileiro sobre o Acordo de Paris Shelley de Souza Carneiro Gerente Executivo de Meio Ambiente e Sustentabilidade Confederação Nacional da Indústria - CNI Sumário O que é a CNI?

Leia mais

Perspectivas do Comércio Exterior Brasileiro

Perspectivas do Comércio Exterior Brasileiro Reunião de Diretoria e Conselhos da Associação de Comércio Exterior do Brasil - AEB Perspectivas do Comércio Exterior Brasileiro Secretária de Comércio Exterior Ministério da Indústria, Comércio Exterior

Leia mais

FORUM URBANO MUNDIAL 5 Rio de Janeiro de março, 2010

FORUM URBANO MUNDIAL 5 Rio de Janeiro de março, 2010 FORUM URBANO MUNDIAL 5 Rio de Janeiro 22-26 de março, 2010 ESTUDO DE CASO: Projeto de Desenvolvimento Econômico Regional do Ceará (Cidades do Ceara Cariri Central) Emanuela Rangel Monteiro CONTEXTUALIZAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DE PARTICIPAÇÃO. Expoaladi 2017 Santa Cruz de la Sierra, Bolívia, 17 a 20 de outubro

REGULAMENTO DE PARTICIPAÇÃO. Expoaladi 2017 Santa Cruz de la Sierra, Bolívia, 17 a 20 de outubro REGULAMENTO DE PARTICIPAÇÃO Expoaladi 2017 Santa Cruz de la Sierra, Bolívia, 17 a 20 de outubro SUMÁRIO 1. Destaques da Expoaladi 2017...3 3. Sobre a Rodada de Negócios Expoaladi 2017...3 4. Da inscrição...4

Leia mais

Portfólio de Serviços PSX Tecnologia Ltda 2016 BR R9b

Portfólio de Serviços PSX Tecnologia Ltda 2016 BR R9b www.psxtecnologia.com.br Portfólio de Serviços PSX Tecnologia Ltda 2016 BR R9b O que fazemos QUEM SOMOS Nossa empresa A PSX Tecnologia é uma empresa especializada em consultoria no segmento empresarial.

Leia mais

Seminário na Flórida Como Ingressar no Mercado Norteamericano 28, 29 E 30 DE SETEMBRO DE 2015

Seminário na Flórida Como Ingressar no Mercado Norteamericano 28, 29 E 30 DE SETEMBRO DE 2015 Seminário na Flórida Como Ingressar no Mercado Norteamericano 28, 29 E 30 DE SETEMBRO DE 2015 Quem é a BACCF? Maior e mais ativa câmara binacional da Flórida Fundada em 1981 Intuito de fomentar negócios

Leia mais

4) ESTRUTURA CURRICULAR E CARGA HORÁRIA

4) ESTRUTURA CURRICULAR E CARGA HORÁRIA GESTÃO ESTRATÉGICA DE EMPRESAS 1) OBJETIVO O objetivo do MBA é dotar os participantes de todos os instrumentos necessários para tomar as decisões fundamentais de investimento e inovação e levá-la à prática

Leia mais

Wanessa Dose Bittar Formação Cursos Extras Experiências

Wanessa Dose Bittar Formação Cursos Extras Experiências Wanessa Dose Bittar Formação -Especializada em Engenharia de Produção ( UFJF) -Graduada em Educação Artística ( UFJF) -Técnica em Design ( CTU) Cursos Extras -Educação Empreendedora pelo Endeavor Brasil

Leia mais

SEMINÁRIO FIEP CURITIBA / PR 17/07/2015

SEMINÁRIO FIEP CURITIBA / PR 17/07/2015 SEMINÁRIO FIEP CURITIBA / PR 17/07/2015 QUEM SOMOS Uma instituição do Governo do Chile, vinculada ao Ministério de Relações Exteriores, que promove as exportações de bens e serviços chilenos, em todo o

Leia mais

A internacionalização das empresas portuguesas

A internacionalização das empresas portuguesas A internacionalização das empresas portuguesas O Paradoxo da Globalização Motor de crescimento e aproximação de culturas 350 milhões de pessoas sairam da pobreza Fonte de instabilidade e de incerteza Pressão

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CEBC COMO SE ASSOCIAR 2014

APRESENTAÇÃO DO CEBC COMO SE ASSOCIAR 2014 APRESENTAÇÃO DO CEBC 201 QUEM SOMOS FUNDADO EM 200, O CONSELHO EMPRESARIAL BRASIL CHINA CEBC É UMA INSTITUIÇÃO BILATERAL SEM FINS LUCRATIVOS FORMADA POR DUAS SEÇÕES INDEPENDENTES, NO BRASIL E NA CHINA,

Leia mais

OPAS/OMS Representação do Brasil Programa de Cooperação Internacional em Saúde - TC 41 Resumo Executivo de Projeto (Modelo I)

OPAS/OMS Representação do Brasil Programa de Cooperação Internacional em Saúde - TC 41 Resumo Executivo de Projeto (Modelo I) Identificação do Projeto OPAS/OMS Representação do Brasil Programa de Cooperação Internacional em Saúde - TC 41 Resumo Executivo de Projeto (Modelo I) Rede de Cooperação Técnica em Saúde da União de Nações

Leia mais

Inovação como prioridade estratégica do BNDES

Inovação como prioridade estratégica do BNDES Inovação como prioridade estratégica do BNDES Helena Tenorio Veiga de Almeida APIMECRIO 20/04/2012 Histórico do apoio à inovação no BNDES 2 Histórico do apoio à inovação no BNDES 1950 Infraestrutura Econômica

Leia mais

Área de Insumos Básicos AIB

Área de Insumos Básicos AIB Área de Insumos Básicos AIB Departamento de Indústria de Base - DEINB Paulo Sergio Moreira da Fonseca Setembro de 2009 1 Nossa História! " #! $ %& '(! "! Áreas de atuação Inovação Cartão BNDES Infraestrutura

Leia mais

I Cenário Mundial. II Contexto Internacional e o Brasil. III Brasil: Situação Externa e Interna. Tendências. IV Paraná em Destaque V Brasil:

I Cenário Mundial. II Contexto Internacional e o Brasil. III Brasil: Situação Externa e Interna. Tendências. IV Paraná em Destaque V Brasil: I Cenário Mundial. II Contexto Internacional e o Brasil. III Brasil: Situação Externa e Interna. Tendências. IV Paraná em Destaque V Brasil: Projeções e Reflexões Fonte: FMI G7: EUA. Alemanha, Japão,

Leia mais

Gestão de Ativos na América Latina

Gestão de Ativos na América Latina INTERNATIONAL COPPER ASSOCIATION, LATIN AMERICA - ICA Gestão de Ativos na América Latina 1 EGAESE Encontro de Gestão de Ativos para Empresas do Setor Elétrico Marisa Zampolli, Sustainable Energy Latin

Leia mais

SCHERER, André Luis Forti et al. (Org.). RS no Cenário Mundial. Porto Alegre: FEE,

SCHERER, André Luis Forti et al. (Org.). RS no Cenário Mundial. Porto Alegre: FEE, PAINEL 3 INTERNACIONALIZAÇÃO DA ECONOMIA BRASILEIRA Por muito tempo, a empresa brasileira que quisesse se internacionalizar tinha que fazê-lo sozinha, sem apoio institucional. A situação mudou nas duas

Leia mais

BRAZILIAN-AMERICAN CHAMBER OF COMMERCE OF FLORIDA. Seminário Como Ingressar no Mercado Norte-Americano

BRAZILIAN-AMERICAN CHAMBER OF COMMERCE OF FLORIDA. Seminário Como Ingressar no Mercado Norte-Americano BRAZILIAN-AMERICAN CHAMBER OF COMMERCE OF FLORIDA Seminário Como Ingressar no Mercado Norte-Americano Miami 2, 3 e 4 de Outubro de 2017 Quem é a BACCF? Maior e mais ativa câmara binacional das Américas

Leia mais

CAPTAÇÃO DE RECURSOS

CAPTAÇÃO DE RECURSOS CAPTAÇÃO DE RECURSOS Copyright Ody & Keller Advocacia e Assessoria Empresarial, 2014. Todos os direitos reservados. Versão: 01 (outubro de 2014) Este material tem caráter informativo, e não deve ser utilizado

Leia mais

Sala de Investimentos - Casa Civil COMISSÃO DE INCENTIVO AOS INVESTIMENTOS PRODUTIVOS PRIVADOS NO PAÍS

Sala de Investimentos - Casa Civil COMISSÃO DE INCENTIVO AOS INVESTIMENTOS PRODUTIVOS PRIVADOS NO PAÍS COMISSÃO DE INCENTIVO AOS INVESTIMENTOS PRODUTIVOS PRIVADOS NO PAÍS Investimentos Estrangeiros (US$ milhões) 35.000 Fonte: BACEN 30.000 25.000 20.000 15.000 10.000 5.000 0 1992 1993 1994 1995 1996 1997

Leia mais

A CRISE MUNDIAL E O PAPEL DO BNDES

A CRISE MUNDIAL E O PAPEL DO BNDES A CRISE MUNDIAL E O PAPEL DO BNDES Luciano Coutinho Presidente do BNDES XXI Fórum Nacional Rio de Janeiro,19 de maio de 2009 1 O posicionamento dos países em desenvolvimento A crise econômica será severa

Leia mais

Tiago Terra Apex-Brasil. Promoção Comercial

Tiago Terra Apex-Brasil. Promoção Comercial Tiago Terra Apex-Brasil Promoção Comercial Apex-Brasil A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, atua há anos para promover os estudos e serviços brasileiros no exterior e atrair

Leia mais

O Encontro de gestão integrada de resíduos Da Geração ao Descarte acontece em 2016 e tem por objetivo levantar questões a respeito de todo o

O Encontro de gestão integrada de resíduos Da Geração ao Descarte acontece em 2016 e tem por objetivo levantar questões a respeito de todo o APRESENTAÇÃO O PROJETO O Encontro de gestão integrada de resíduos Da Geração ao Descarte acontece em 2016 e tem por objetivo levantar questões a respeito de todo o desenvolvimento da cadeia logística do

Leia mais

Apoio do BNDES às Exportações

Apoio do BNDES às Exportações Apoio do BNDES às Exportações ABINEE São Paulo outubro/2015 Classificação: Documento Ostensivo - Unidade Gestora AEX Objetivos Objetivos Apoiar a exportação de bens e serviços de alto valor agregado; Aumentar

Leia mais

48% dos jovens ibero-americanos encara o voluntariado como uma mais-valia para quem procura emprego. 51% já realizou algum tipo de voluntariado

48% dos jovens ibero-americanos encara o voluntariado como uma mais-valia para quem procura emprego. 51% já realizou algum tipo de voluntariado Opinião dos jovens sobre a importância do voluntariado 48% dos jovens ibero-americanos encara o voluntariado como uma mais-valia para quem procura emprego 51% já realizou algum tipo de voluntariado 95%

Leia mais

Workshop CINDES Agenda econômica externa do Brasil: Desafios e cenários para o próximo governo. 29 de Novembro de Ricardo Markwald / FUNCEX

Workshop CINDES Agenda econômica externa do Brasil: Desafios e cenários para o próximo governo. 29 de Novembro de Ricardo Markwald / FUNCEX Workshop CINDES Agenda econômica externa do Brasil: Desafios e cenários para o próximo governo 29 de Novembro de 2013 Ricardo Markwald / FUNCEX 2/12/2013 Introdução Comparação segundo quatro dimensões

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA ÍNDICE MARÇO 2015 FRANCA Página População...... 2 Piso salarial do sapateiro... 2 Número de funcionários na indústria de calçados...... 2 Admissões e demissões do setor

Leia mais

Instituto Sindipeças de Educação Corporativa

Instituto Sindipeças de Educação Corporativa Instituto Sindipeças de Educação Corporativa 2016 Instituto Sindipeças de Educação Corporativa Missão Oferecer soluções educacionais para elevar a competitividade e a sustentabilidade do setor de autopeças.

Leia mais

ANEXO 2 PLANO DE AÇÃO COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO DO COLÉGIO POLITÉCNICO DA UFSM

ANEXO 2 PLANO DE AÇÃO COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO DO COLÉGIO POLITÉCNICO DA UFSM ANEXO 2 PLANO DE AÇÃO COMISSÃO SETORIAL DE AVALIAÇÃO DO COLÉGIO POLITÉCNICO DA UFSM EIXO 1 PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e Avaliação 1 Publicização dos resultados no sítio

Leia mais

Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica www.abinee.org.br Associação de Classe de âmbito nacional Entidade sem fins lucrativos Fundada em setembro de 1963 Cerca de 600 associadas (em 1.500

Leia mais

GRADE HORÁRIA 2º SEMESTRE DE 2016

GRADE HORÁRIA 2º SEMESTRE DE 2016 ADMINISTRAÇÃO 1º PERÍODO # TURNO Noite # Metodologia do Matemática Matemática I Trabalho Científico I I Matemática Metodologia do Trabalho Científico Matemática I Economia Português Instrumental Projeto

Leia mais

Espetáculo o Dentífrico Corajoso

Espetáculo o Dentífrico Corajoso Espetáculo o Dentífrico Corajoso Objetivos Desenvolver uma aliança estratégica que: Apoie o posionamento de seus produtos como aliados da saúde bucal das crianças brasileiras; Impacte de forma o seu publico

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA ÍNDICE OUTUBRO 2014 FRANCA Página População...... 2 Piso salarial do sapateiro... 2 Número de funcionários na indústria de calçados...... 2 Admissões e demissões do

Leia mais

AMCHAM BRASIL SÃO PAULO OBJETIVOS E METAS DO GOVERNO TEMER PARA O COMÉRCIO EXTERIOR

AMCHAM BRASIL SÃO PAULO OBJETIVOS E METAS DO GOVERNO TEMER PARA O COMÉRCIO EXTERIOR AMCHAM BRASIL SÃO PAULO PALESTRA OBJETIVOS E METAS DO GOVERNO TEMER PARA O COMÉRCIO EXTERIOR JOSÉ AUGUSTO DE CASTRO São Paulo, 30 de agosto de 2016 2 EXPORTAÇÕES POR FATOR AGREGADO, EM TONELADAS Em milhões

Leia mais

Estratégias da FINEP e seus Instrumentos de Apoio à Inovação. Prof. Oswaldo Massambani Titular da Superintendência Regional de São Paulo

Estratégias da FINEP e seus Instrumentos de Apoio à Inovação. Prof. Oswaldo Massambani Titular da Superintendência Regional de São Paulo Estratégias da FINEP e seus Instrumentos de Apoio à Inovação Prof. Oswaldo Massambani Titular da Superintendência Regional de São Paulo A Finep A Finep é uma empresa pública vinculada ao MCTIC (Ministério

Leia mais

ATUAÇÃO DO SEBRAE NO AMBIENTE TECNOLÓGICO DE CASA & CONSTRUÇÃO

ATUAÇÃO DO SEBRAE NO AMBIENTE TECNOLÓGICO DE CASA & CONSTRUÇÃO ATUAÇÃO DO SEBRAE NO AMBIENTE TECNOLÓGICO DE CASA & CONSTRUÇÃO Quem somos Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Entidade privada, de interesse público e sem fins lucrativos criada em

Leia mais

Estratégia Tecnológica da Petrobras

Estratégia Tecnológica da Petrobras Câmara Britânica de Comércio e Indústria no Brasil Rio de Janeiro, 1º de setembro de 2011 Estratégia Tecnológica da Petrobras Carlos Tadeu da Costa Fraga Gerente Executivo do CENPES Petrobras no mundo

Leia mais

Apoio do BNDES para a Cadeia de P&G

Apoio do BNDES para a Cadeia de P&G Apoio do BNDES para a Cadeia de P&G Área de Insumos Básicos Novembro de 2011 1 1. BNDES e a Indústria de P&G Principais Objetivos A. Contribuir para o desenvolvimento competitivo e sustentável da Indústria

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA ÍNDICE AGOSTO 2012 FRANCA 01) População 02) Piso salarial do sapateiro 03) Número de funcionários na indústria de calçados 04) Admissões e demissões do setor calçadista

Leia mais

Desafios, Necessidades e Perspectivas na Formação e Capacitação de Recursos Humanos para Exportação, Refino e Distribuição de Produtos Existentes nas

Desafios, Necessidades e Perspectivas na Formação e Capacitação de Recursos Humanos para Exportação, Refino e Distribuição de Produtos Existentes nas Desafios, Necessidades e Perspectivas na Formação e Capacitação de Recursos Humanos para Exportação, Refino e Distribuição de Produtos Existentes nas Reservas Petrolíferas do Pré-Sal Audiência Pública

Leia mais

Gestão de Pessoas Natura

Gestão de Pessoas Natura Seminário Internacional Em Busca da Excelência 2004 Gestão de Pessoas Natura Flavio Pesiguelo Natura 24/03/2004 Natura Maior empresa brasileira de cosméticos Nascida em 1969 Países em que atua: Brasil,

Leia mais

Gestão de Custos Logísticos

Gestão de Custos Logísticos Treinamento Presencial: Gestão de Custos Logísticos Data: 11 de Maio de 2016 Carga horária: 8 horas Local: São Paulo/ SP Procurement Business School Quem somos: Procurement Business School é a mais completa

Leia mais

Balanço Mercado de Trabalho 2012

Balanço Mercado de Trabalho 2012 Balanço Mercado de Trabalho 2012 x Resultados Fevereiro/2013 Apresentação Respondentes: 1646 profissionais do LinkedIn Período: de 12/dez/2012 a 24/jan/2013 Público:participantes dos seguintes grupos de

Leia mais

PROGRAMA DE DEMOCRATIZAÇÃO CULTURAL VOTORANTIM

PROGRAMA DE DEMOCRATIZAÇÃO CULTURAL VOTORANTIM Seminário Economia da Cultura PROGRAMA DE DEMOCRATIZAÇÃO CULTURAL VOTORANTIM Lárcio Benedetti São Paulo, 28 de Outubro de 2008 Grupo Votorantim Canadá 9 Unidades de Negócio em 15 países Estados Unidos

Leia mais

Apoio para Participação Individual de Empresas em Feiras no Exterior

Apoio para Participação Individual de Empresas em Feiras no Exterior Unidade de Projetos Termo de Referência sobre Apoio para Participação Individual de Empresas em Feiras no Exterior REVISTO E ATUALIZADO Março de 2013 Elaborado por: Apex-Brasil Pág: 1 / 36 GESTOR DE PROJETOS

Leia mais

A ECONOMIA MUNDIAL E NA AMÉRICA DO SUL E O AGRONEGÓCIO 3 FORO DE AGRICULTURA DA AMÉRICA DO SUL. Eugenio Stefanelo

A ECONOMIA MUNDIAL E NA AMÉRICA DO SUL E O AGRONEGÓCIO 3 FORO DE AGRICULTURA DA AMÉRICA DO SUL. Eugenio Stefanelo A ECONOMIA MUNDIAL E NA AMÉRICA DO SUL E O AGRONEGÓCIO 3 FORO DE AGRICULTURA DA AMÉRICA DO SUL Eugenio Stefanelo ECONOMIA MUNDIAL PIB em % ao ano: Média de 50 anos: 3,5% 2004 a 2007: 5% 2008 e 2009: 3,1%

Leia mais

Financiamento e Políticas Públicas para a Inovação. 2º CIMES Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde

Financiamento e Políticas Públicas para a Inovação. 2º CIMES Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde Financiamento e Políticas Públicas para a Inovação 2º CIMES Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde Abril 2013 A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial ABDI está ligada ao

Leia mais

Evento de Promoção da Cadeia Produtiva do Cacau e Chocolate desenvolvimento sustentável de valorização cultural da atividade cacaueira paraense

Evento de Promoção da Cadeia Produtiva do Cacau e Chocolate desenvolvimento sustentável de valorização cultural da atividade cacaueira paraense Evento de Promoção da Cadeia Produtiva do Cacau e Chocolate desenvolvimento sustentável de valorização cultural da atividade cacaueira paraense EVENTO de PROMOÇÃO Oportunizar negócios com o parque industrial

Leia mais