PLANO DE APRESENTAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO DE APRESENTAÇÃO"

Transcrição

1

2 PLANO DE APRESENTAÇÃO Apex-Brasil Principais Soluções Programa de Internacionalização Ações de internacionalização e promoção para o México Juarez Leal Coordenador de Internacionalização

3 A APEX-BRASIL A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos é um Serviço Social Autônomo vinculado ao Ministério de Relações Exteriores. PROMOÇÃO DE EXPORTAÇÕES ATRAÇÃO DE INVESTIMENTOS INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS EIXOS DE ATUAÇÃO

4 EMPRESAS APOIADAS EXPORTAÇÕES EM 2016 US$ 42,5 BI +5% em relação a ,3% em relação a 2015

5 NOSSAS PRINCIPAIS SOLUÇÕES Inteligência Comercial Estudos de mercado e de oportunidades setoriais Qualificação para Exportação PEIEX Promoção Comercial Projetos Setoriais e Eventos da Apex-Brasil no exterior Internacionalização Programa de Internacionalização e Escritórios Apex no exterior/secom. Atração de Investimentos Investimento produtivo, aproximação de empresas e investidores e apoio aos governos estaduais para atendimento de investidores

6 Porque México?

7 Resultados da Pesquisa sobre Internacionalização de Empresas no âmbito de Plano Nacional de Exportação Coordenação de Internacionalização Gerência de Investimentos

8 Estados Unidos Colômbia 23,4% 68,8% N: 141 respondentes México 21,3% Argentina 17,7% Emirados Árabes Unidos Paraguai China Peru Chile Alemanha Reino Unido Angola Bolívia Uruguai Rússia 15,6% 14,9% 14,2% 14,2% 12,1% 9,9% 7,1% 3,5% 3,5% 3,5% 1,4% Quais os países de sua preferência para abertura de operação própria nos próximos três anos?

9 PROGRAMA DE INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS APEX-BRASIL Um conjunto de soluções técnicas para a internacionalização de empresas, customizadas de acordo com os objetivos e interesses dos clientes. Empresas que buscam se expandir internacionalmente ou aquelas já internacionalizadas, mas interessadas em ampliar ou otimizar seu modelo de atuação global.

10 PRINCIPAIS SOLUÇÕES DO PROGRAMA DE INTERNACIONALIZAÇÃO Capacitação em Internacionalização Missões de Internacionalização Seminários sobre Mercados estratégicos Atendimento customizado (Coaching) Apoio para instalação no exterior (escritórios Apex e SECOMs)

11 PRINCIPAIS NECESSIDADES DAS EMPRESAS QUE QUEREM EXPANDIR SUAS OPERAÇÕES: Estruturar sua estratégia de internacionalização e plano de expansão internacional Preparar seus líderes e executivos para processo de expansão internacional Apoio local para abrir empresa no exterior e fazer contatos com stakeholders estratégicos Informações qualificadas para selecionar potenciais países para instalação local Analisar cadeia de valor local para verificar custos e viabilidade para instalação no país

12 METODOLOGIA DE INTERNACIONALIZAÇÃO DA APEX-BRASIL PRINCIPAIS PILARES Quais são os principais direcionadores da estratégia corporativa da empresa Quais são os objetivos da internacionalização e os resultados empresariais esperados A sua empresa está preparada para apoiar a operação internacional Quais as razões para selecionar um mercado externo

13 AVALIAÇÃO DE PRONTIDÃO - CLIENTE APEX-BRASIL Decisão Estratégica 3 Plano de Expansão Internacional 2 Estratégia de Internacionalização 1 Gestão Internacional 0 Experiência Internacional Talento e Liderança Conhecimento de mercado Modelo de Negócios Pilar Orientação Estratégica Análise de Mercado Operação Internacional Categoria Decisão Estratégica Estratégia de Internacionalização Experiência Internacional Conhecimento de mercado Modelo de Negócios Talento e Liderança Gestão Internacional Plano de Expansão Internacional Índice atual 3,0 2,6 2,5 2,3 2,1 1,7 2,0 1,6

14 PLANO DE EXPANSÃO INTERNACIONAL

15 ATENDIMENTO CUSTOMIZADO COACHING EM INTERNACIONALIZAÇÃO Entender Desenvolver Consolidar Avaliação de Prontidão Projeto de Internacionalização Plano de Expansão Internacional Plano Diretor de Internacionalização

16 Apoio para instalação no exterior (10 escritórios Apex) 16

17 Apoio para instalação no exterior (110 escritórios do SECOM S) 17

18 Passaporte para o mundo 2. Atração de Investimentos - Empresas 1. EXPORTAÇÃO 3. INTERNACIONALIZAÇÃO 4. Atração de Investimentos - Governos

19 Link YouTube: Passaporte para o Mundo

20 AÇÕES PARA O MERCADO MEXICANO (SEGUNDO SEMESTRE): Missão de Internacionalização para o México Brasil Tecnológico (promoção comercial)

21 MISSÃO DE INTERNACIONALIZAÇÃO PARA O MÉXICO Dia 1 Seminário de Internacionalização para empresas brasileiras: Palestras temáticas - ProMéxico, Banco de Financiamento, especialistas empresas, aspectos tributários e recrutamento de executivos. em abertura de Depoimentos de empresas brasileiras instaladas no México Dia 2 Dia 3 Rodadas com prestadores de serviços locais com advogados, contadores, empresas de logística, recrutamento e seleção, agências de marketing. Visitas técnicas de internacionalização Zonas Francas, Centros de Distribuição, Operadores logísticas e locais para montagem de escritório.

22 MISSÃO DE INTERNACIONALIZAÇÃO PARA O MÉXICO Depoimentos de empresas participação Missão de Internacionalização para Colômbia

23 BRASIL TECNOLÓGICO O Brasil Tecnológico é uma plataforma de posicionamento de imagem e promoção de negócios desenvolvida pela Apex-Brasil com o objetivo de posicionar o Brasil como país que domina tecnologias em vários setores produtivos e é capaz de oferecer soluções originais e flexíveis. Na edição de 2016, que aconteceu em Lima, no Peru, o evento contou com a participação de 40 empresas brasileiras e 178 compradores internacionais, que realizaram um total de 324 reuniões de negócios, gerando uma expectativa de negócios na ordem de US$ 55,4 milhões nos 12 meses subsequentes. Setores: Máquinas & Equipamentos; Equipamentos Médico-Odontológicos; Tecnologia da Informação; Fármacos e Químicos; Telecomunicações; Eletroeletrônicos; Sucroalcooleiro; Plásticos; Defesa.

24 BRASIL TECNOLÓGICO 2017 MÉXICO A Apex-Brasil está organizando a oitava edição do Brasil Tecnológico, que este ano, acontecerá no México. O evento está previsto para acontecer entre o final de Agosto e início de Setembro. PROGRAMAÇÃO TENTATIVA Brasil Tecnológico México 2017 Data Horario Programação DIA 01 19h00-20h00 Reunião de alinhamento com as empresas DIA 02 09h00-09h40 09h40-12h30 12h30-13h30 13h30-18h30 19h00-21h00 Abertura oficial Seminário técnico direcionado para compradores, jornalistas e formadores de opinião Almoço Rodada de negócios Coquetel de Relacionamento DIA 03 09h00-09h10 09h10-12h00 12h00-13h30 13h30-18h30 Abertura Seminário técnico direcionado para compradores, jornalistas e formadores de opinião Almoço Rodada de negócios DIA 04 09h00-13h00 14h00-18h00 Visitas a compradores locais Visitas a compradores locais

25 COMO PARTICIPAR? Favor preencher pesquisa de interesse na pasta disponibilizada na entrada do evento. Informações adicionais: Paula Gomes ou tel

26 Obrigado, Juarez Leal Coordenador de Internacionalização Gerência de Investimentos Fone: Cel:

Objetivo do programa. Desenvolvimento competitivo e sustentável. Promoção de parcerias estratégicas. Produtividade. Valor agregado. Ganho de qualidade

Objetivo do programa. Desenvolvimento competitivo e sustentável. Promoção de parcerias estratégicas. Produtividade. Valor agregado. Ganho de qualidade Objetivo do programa Desenvolvimento competitivo e sustentável Produtividade Promoção de parcerias estratégicas Valor agregado Ganho de qualidade Contextualização Os 3 Pilares para o desenvolvimento da

Leia mais

Wanessa Dose Bittar Formação Cursos Extras Experiências

Wanessa Dose Bittar Formação Cursos Extras Experiências Wanessa Dose Bittar Formação -Especializada em Engenharia de Produção ( UFJF) -Graduada em Educação Artística ( UFJF) -Técnica em Design ( CTU) Cursos Extras -Educação Empreendedora pelo Endeavor Brasil

Leia mais

IED PARTICIPACAO GUIDES ATUACAO CONJUNTA

IED PARTICIPACAO GUIDES ATUACAO CONJUNTA SUMARIO APEX-BRASIL ATRACAO DE INVESTIMENTOS INVESTIMENTOS ESTRANGEIROS DIRETOS (IED) INVESTIMENTOS EM PARTICIPACAO INVESTMENT GUIDES PROPOSTA PARA UMA ATUACAO CONJUNTA PEX-BRASIL O MELHOR DO BRASIL PARA

Leia mais

Competitividade global: métodos e experiências

Competitividade global: métodos e experiências Competitividade global: métodos e experiências Nicola Minervini Caxias do Sul, RS 02/10/2013 Competitividade Método Inovação Internacionalização Os desafios da empresa na globalização Custo Brasil X

Leia mais

Seminário O Papel do Congresso Nacional na inovação tecnológica. Painel III O setor produtivo e a inovação tecnológica

Seminário O Papel do Congresso Nacional na inovação tecnológica. Painel III O setor produtivo e a inovação tecnológica Seminário O Papel do Congresso Nacional na inovação tecnológica Painel III O setor produtivo e a inovação tecnológica Roberto Murilo Carvalho de Souza Gerente de Estratégia Tecnológica CENPES PETROBRAS

Leia mais

Seja bem-vindo ao nosso Portfólio Digital. A Blueway Nossos diferenciais Clientes O que fazemos Contato

Seja bem-vindo ao nosso Portfólio Digital. A Blueway Nossos diferenciais Clientes O que fazemos Contato Seja bem-vindo ao nosso Portfólio Digital 1 2 3 4 A Blueway Nossos diferenciais Clientes O que fazemos Contato 1 Blueway Nossa organização Somos a Blueway, uma consultoria que atua na transformação organizacional

Leia mais

Desafios, Necessidades e Perspectivas na Formação e Capacitação de Recursos Humanos para Exportação, Refino e Distribuição de Produtos Existentes nas

Desafios, Necessidades e Perspectivas na Formação e Capacitação de Recursos Humanos para Exportação, Refino e Distribuição de Produtos Existentes nas Desafios, Necessidades e Perspectivas na Formação e Capacitação de Recursos Humanos para Exportação, Refino e Distribuição de Produtos Existentes nas Reservas Petrolíferas do Pré-Sal Audiência Pública

Leia mais

Agenda Internacional da Indústria. 22 de setembro de 2016

Agenda Internacional da Indústria. 22 de setembro de 2016 Agenda Internacional da Indústria 22 de setembro de 2016 Apresentação 1. Panorama do Comércio Exterior Brasileiro 2. CNI 3. Área Internacional da CNI 4. Agenda Internacional da Indústria 5. Pesquisa Desafios

Leia mais

Desenvolvimento de Negócios. Planejamento Estratégico Legal: da concepção à operacionalização Competências necessárias para o Gestor Legal

Desenvolvimento de Negócios. Planejamento Estratégico Legal: da concepção à operacionalização Competências necessárias para o Gestor Legal Desenvolvimento de Negócios Planejamento Estratégico Legal: da concepção à operacionalização Competências necessárias para o Gestor Legal Gestão Estratégica Para quê? Por Quê? Para fazer acontecer e trazer

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CEBC COMO SE ASSOCIAR 2014

APRESENTAÇÃO DO CEBC COMO SE ASSOCIAR 2014 APRESENTAÇÃO DO CEBC 201 QUEM SOMOS FUNDADO EM 200, O CONSELHO EMPRESARIAL BRASIL CHINA CEBC É UMA INSTITUIÇÃO BILATERAL SEM FINS LUCRATIVOS FORMADA POR DUAS SEÇÕES INDEPENDENTES, NO BRASIL E NA CHINA,

Leia mais

FORMAÇÃO DE LÍDERES. Hilton José Da Veiga Faria (47) Cristiane Leal da Silva

FORMAÇÃO DE LÍDERES. Hilton José Da Veiga Faria (47) Cristiane Leal da Silva FORMAÇÃO DE LÍDERES Case WEG Hilton José Da Veiga Faria hiltonfaria@weg.net (47) 3276-4985 Cristiane Leal da Silva cristianes@weg.net (47) 3276-4997 Objetivos Mostrar os resultados e a relevância de ter

Leia mais

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Departamento de Promoção Comercial

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Departamento de Promoção Comercial MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Departamento de Promoção Comercial Gustavo Mendonça Departamento de Promoção Comercial Outubro/2009 Sumário Missão; Estrutura organizacional; BrazilTradeNet. Missão do

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção

Curso de Engenharia de Produção Curso de Engenharia de Produção Apresentação 2015 Prof. Dr. Carlos Fernando Jung carlosfernandojung@gmail.com Nosso Negócio Produtividade Rentabilidade Melhoria Contínua Otimização de Produtos e Processos

Leia mais

A Política, a Estratégia e o Livro Branco de Defesa Nacional como instrumentos geradores de confiança mútua na América do Sul

A Política, a Estratégia e o Livro Branco de Defesa Nacional como instrumentos geradores de confiança mútua na América do Sul A Política, a Estratégia e o Livro Branco de Defesa Nacional como instrumentos geradores de confiança mútua na América do Sul XI Congresso Acadêmico sobre Defesa Nacional AMAN, 12 de agosto de 2014 Antonio

Leia mais

PLANO DE CAPACITAÇÃO DOCENTE TÍTULO I DOS OBJETIVOS

PLANO DE CAPACITAÇÃO DOCENTE TÍTULO I DOS OBJETIVOS PLANO DE CAPACITAÇÃO DOCENTE TÍTULO I DOS OBJETIVOS Artigo 1º. O Plano de Qualificação Docente tem por objetivo o aprimoramento profissional dos professores da FACULDADE JAUENSE, de modo a promover a melhoria

Leia mais

GERÊNCIA GERAL DE SUPRIMENTOS I FÓRUM DE TROCA DE EXPERIÊNCIAS METODOLOGIAS E PROCESSOS NO DESENVOLVIMENTO DE FORNECEDORES LOCAIS

GERÊNCIA GERAL DE SUPRIMENTOS I FÓRUM DE TROCA DE EXPERIÊNCIAS METODOLOGIAS E PROCESSOS NO DESENVOLVIMENTO DE FORNECEDORES LOCAIS GERÊNCIA GERAL DE SUPRIMENTOS I FÓRUM DE TROCA DE EXPERIÊNCIAS METODOLOGIAS E PROCESSOS NO DESENVOLVIMENTO DE FORNECEDORES LOCAIS PERFIL DESTAQUES SOMOS A SAMARCO. Uma empresa brasileira que fornece minério

Leia mais

Estratégia Tecnológica da Petrobras

Estratégia Tecnológica da Petrobras Câmara Britânica de Comércio e Indústria no Brasil Rio de Janeiro, 1º de setembro de 2011 Estratégia Tecnológica da Petrobras Carlos Tadeu da Costa Fraga Gerente Executivo do CENPES Petrobras no mundo

Leia mais

Espetáculo o Dentífrico Corajoso

Espetáculo o Dentífrico Corajoso Espetáculo o Dentífrico Corajoso Objetivos Desenvolver uma aliança estratégica que: Apoie o posionamento de seus produtos como aliados da saúde bucal das crianças brasileiras; Impacte de forma o seu publico

Leia mais

Gestão de Custos Logísticos

Gestão de Custos Logísticos Treinamento Presencial: Gestão de Custos Logísticos Data: 11 de Maio de 2016 Carga horária: 8 horas Local: São Paulo/ SP Procurement Business School Quem somos: Procurement Business School é a mais completa

Leia mais

SERVIÇOS DE CONSULTORIA

SERVIÇOS DE CONSULTORIA SERVIÇOS DE CONSULTORIA Apresentação Ao longo de 16 anos de atuação no mercado, viemos acompanhando a evolução das necessidades de evolução dos negócios de nossos clientes, e a evolução das necessidades

Leia mais

ABEMEL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS EXPORTADORES DE MEL

ABEMEL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS EXPORTADORES DE MEL ABEMEL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS EXPORTADORES DE MEL A ABEMEL Associação Brasileira dos Exportadores de Mel, fundada em 15 de agosto de 2003, é a entidade com maior representatividade das empresas beneficiadoras

Leia mais

Inovação Produtiva PME Qualificação das PME

Inovação Produtiva PME Qualificação das PME Sistema de Incentivos Inovação Empresarial e Empreendedorismo Qualificação das PME Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (I&DT) Inovação Empresarial e Empreendedorismo Qualificação e Internacionalização

Leia mais

6ª Oficina de Trabalho

6ª Oficina de Trabalho 6ª Oficina de Trabalho RENAI Rede Nacional de Informações sobre o Investimento Brasília, 18 de setembro de 2007 Definição Sistema de informações sobre a atividade de investimento produtivo no País, mantido

Leia mais

O Olhar dos Fundos de Investimento sobre o Franchising Brasileiro. Squadra Participações

O Olhar dos Fundos de Investimento sobre o Franchising Brasileiro. Squadra Participações O Olhar dos Fundos de Investimento sobre o Franchising Brasileiro Squadra Participações SQUADRA INVESTIMENTOS 2008 Fundação da Squadra Investimentos Gestora independente de recursos com foco em ações de

Leia mais

Números da Indústria Gráfica Brasileira

Números da Indústria Gráfica Brasileira Ago/2016 Números da Indústria Gráfica Brasileira Números da Indústria Gráfica Brasileira Jun/2016 INDÚSTRIA GRÁFICA BRASILEIRA Exportação Importação Indústria Gráfica Brasileira em 2015 FOB - US$ 270,4

Leia mais

ENCADEAMENTO PRODUTIVO Oportunidade para as pequenas empresas Bom negócio para as grandes

ENCADEAMENTO PRODUTIVO Oportunidade para as pequenas empresas Bom negócio para as grandes ENCADEAMENTO PRODUTIVO Oportunidade para as pequenas empresas Bom negócio para as grandes ENCADEAMENTOS PRODUTIVOS COMPETITIVIDADE SUSTENTABILIDADE INOVAÇÃO PRODUTIVIDADE CADEIA DE VALOR APRESENTAÇÃO O

Leia mais

A ECONOMIA MUNDIAL E NA AMÉRICA DO SUL E O AGRONEGÓCIO 3 FORO DE AGRICULTURA DA AMÉRICA DO SUL. Eugenio Stefanelo

A ECONOMIA MUNDIAL E NA AMÉRICA DO SUL E O AGRONEGÓCIO 3 FORO DE AGRICULTURA DA AMÉRICA DO SUL. Eugenio Stefanelo A ECONOMIA MUNDIAL E NA AMÉRICA DO SUL E O AGRONEGÓCIO 3 FORO DE AGRICULTURA DA AMÉRICA DO SUL Eugenio Stefanelo ECONOMIA MUNDIAL PIB em % ao ano: Média de 50 anos: 3,5% 2004 a 2007: 5% 2008 e 2009: 3,1%

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS. Sede Nacional - SP

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS. Sede Nacional - SP ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS Sede Nacional - SP Fundação: 1937 - origem em um sindicato têxtil; Possui 1.200 empresas associadas e representa 4,5 mil empresas; Sede nacional

Leia mais

Mercado Brasileiro de Software e Serviços Jorge Sukarie Neto Panorama e Tendências

Mercado Brasileiro de Software e Serviços Jorge Sukarie Neto Panorama e Tendências Mercado Brasileiro de Software e Serviços - 2013 Jorge Sukarie Neto jorge.sukarie@abes.org.br Panorama e Tendências A ABES PERFIL DAS EMPRESAS ASSOCIADAS - 1.478 Associados (*) - US$ 19,8 bilhões de dólares

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. Emerson Carlos Baú Msc Ciências Econômicas

PLANO DE NEGÓCIOS. Emerson Carlos Baú Msc Ciências Econômicas PLANO DE NEGÓCIOS Emerson Carlos Baú Msc Ciências Econômicas O QUE É PLANO DE NEGÓCIO? Um Plano de Negócio é um documento que descreve os objetivos de um negócio e quais passos devem ser dados para que

Leia mais

Estrutura Geral do Projeto. Propostas e iniciativas internacionais

Estrutura Geral do Projeto. Propostas e iniciativas internacionais Usos Inovadores do Gás Natural (GN) Promoção da eficiência energética em Arranjos Produtivos Locais (APLs) Temas Estrutura Geral do Projeto As investigações em Viena As investigações em Viena Propostas

Leia mais

RELATÓRIO II SEMANA TUDO EMPREENDEDOR REDE GLOBAL DE EMPREENDEDORISMO RGE - ENDEAVOR ALAGOAS - PERNAMBUCO - PARAÍBA PARCERIA:

RELATÓRIO II SEMANA TUDO EMPREENDEDOR REDE GLOBAL DE EMPREENDEDORISMO RGE - ENDEAVOR ALAGOAS - PERNAMBUCO - PARAÍBA PARCERIA: RELATÓRIO II SEMANA TUDO EMPREENDEDOR 2015 PARCERIA: REDE GLOBAL DE EMPREENDEDORISMO RGE - ENDEAVOR ALAGOAS - PERNAMBUCO - PARAÍBA 1 AGRADECIMENTO Prezados (as) Sr (as), Encerramos, em 2015, mais uma edição

Leia mais

Internacionalização de Marcas Brasileiras Brazil for Export. Sérgio Frota CEO WTC Business Club

Internacionalização de Marcas Brasileiras Brazil for Export. Sérgio Frota CEO WTC Business Club Internacionalização de Marcas Brasileiras Brazil for Export Sérgio Frota CEO WTC Business Club WTC INTERNACIONAL...Rockfellers 334 CIDADES 92 PAÍSES 450 PROJETOS INTERNACIONAIS Internacionalização Contexto

Leia mais

Business Partner em RH: Papel, Posicionamento e Postura Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Business Partner em RH: Papel, Posicionamento e Postura Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

A Grow RH. êxito, qualidade e agilidade, garantindo a

A Grow RH. êxito, qualidade e agilidade, garantindo a A Grow RH Oriunda de um dos maiores grupos de RH do Brasil, a Grow RH atua há 13 anos na área de consultoria em Recursos Humanos. Temos como clientes empresas e profissionais de diversos segmentos e portes,

Leia mais

Gestão de Desempenho: a experiência do Grupo Águas do Brasil

Gestão de Desempenho: a experiência do Grupo Águas do Brasil Gestão de Desempenho: a experiência do Grupo Águas do Brasil Agenda Objetivos da G. Desempenho Conceitos estruturantes O Modelo concebido para o grupo Águas do Brasil Relato da Experiência e dos Resultados

Leia mais

Encadeamento Produtivo Estratégia de atuação do Sistema SEBRAE PEQUENAS E GRANDES EMPRESAS TRABALHANDO JUNTAS PELA SUSTENTABILIDADE

Encadeamento Produtivo Estratégia de atuação do Sistema SEBRAE PEQUENAS E GRANDES EMPRESAS TRABALHANDO JUNTAS PELA SUSTENTABILIDADE Encadeamento Produtivo Estratégia de atuação do Sistema SEBRAE PEQUENAS E GRANDES EMPRESAS TRABALHANDO JUNTAS PELA SUSTENTABILIDADE Encadeamento Produtivo Estratégia para aumentar a competitividade, a

Leia mais

PLANO AQUARELA

PLANO AQUARELA PLANO AQUARELA 2007-2010 Evolução do Turismo no Mundo TABELA 1 TENDÊNCIAS DO TURISMO MUNDIAL - ENTRADA DE TURISTAS (MILHÕES) 2003 2004 2005 2006 Previsão 2010 Previsão 2020 MUNDO 694,0 764,0 806,0 842,0

Leia mais

Etapa de Plano de Negócios

Etapa de Plano de Negócios Etapa de Plano de Negócios Etapas do INOVA AGRO Submissão das Cartas de Interesse Lançamento amento do Plano Resultado da Seleção Workshop Submissão dos Planos de Negócios Resultado da Seleção dos Planos

Leia mais

Reunimos mais de 80 empresas, somos desde 1989, uma das mais representativas entidades do setor de turismo no Brasil.

Reunimos mais de 80 empresas, somos desde 1989, uma das mais representativas entidades do setor de turismo no Brasil. Reunimos mais de 80 empresas, somos desde 1989, uma das mais representativas entidades do setor de turismo no Brasil. Vendemos 90% das viagens do mercado brasileiro* Transportamos 6,01 milhões de passageiros*

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA Coordenadoria de Economia Mineral Diretoria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral Premissas do Desenvolvimento Sustentável Economicamente

Leia mais

Apoio do BNDES Indústria de Equipamentos e Materiais Médicos, Hospitalares e Odontológicos

Apoio do BNDES Indústria de Equipamentos e Materiais Médicos, Hospitalares e Odontológicos Apoio do BNDES Indústria de Equipamentos e Materiais Médicos, Hospitalares e Odontológicos Seminário Internacional sobre Diretivas RoHS e WEEE Brasília, 08 de fevereiro de 2011 Complexo Industrial da Saúde

Leia mais

Proposta de Patrocínio. 24/agosto/ Espaço Transatlântico

Proposta de Patrocínio. 24/agosto/ Espaço Transatlântico Proposta de Patrocínio 24/agosto/2016 - Espaço Transatlântico O FÓRUM ABRAFATI DA INDÚSTRIA DE TINTAS é o evento que reúne as principais lideranças do setor para conhecer a avaliação de especialistas sobre

Leia mais

Biometrics and Human Identification Technology Expo, Business & Conference

Biometrics and Human Identification Technology Expo, Business & Conference Biometrics and Human Identification Technology Expo, Business & Conference 8 a 10 de novembro de 2016 Centro FECOMERCIO de Eventos São Paulo Apoio Mídia Organização e Realização Apresentação São esperados

Leia mais

NOVO PROGRAMA. Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL

NOVO PROGRAMA. Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL NOVO PROGRAMA Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL 2014-2018 1 PETROBRAS Fundada em 1953, a partir de uma campanha popular O petróleo é nosso. Empresa integrada de energia Sociedade anônima de capital aberto

Leia mais

POR QUE FEIRAS EM TEMPOS DE CRISE?

POR QUE FEIRAS EM TEMPOS DE CRISE? POR QUE FEIRAS EM TEMPOS DE CRISE? Ligia Amorim Diretora geral da NürnbergMesse Brasil 1ª vice-presidente do capítulo América Latina da UFIthe Global Association of the Exhibition Industry. Vice-presidente

Leia mais

LIZANE SOARES FERREIRA. MBA em Gestão Empresarial - Fundação Getúlio Vargas (FGV)

LIZANE SOARES FERREIRA. MBA em Gestão Empresarial - Fundação Getúlio Vargas (FGV) Brasileira, solteira, 39 anos E-mail: lizaneferreira@hotmail.com LIZANE SOARES FERREIRA Formação: MBA em Gestão Empresarial - Fundação Getúlio Vargas (FGV) Especialista em Comércio Exterior com Ênfase

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL BRASILEIRA À CHINA 112ª CANTON FAIR

MISSÃO EMPRESARIAL BRASILEIRA À CHINA 112ª CANTON FAIR MISSÃO EMPRESARIAL BRASILEIRA À CHINA 112ª CANTON FAIR De 09 a 19 de outubro de 2012 Visitantes De 11 a 21 de outubro de 2012 - Expositores MISSÃO EMPRESARIAL BRASILEIRA À CHINA A Federação das Indústrias

Leia mais

Sustentabilidade nas instituições financeiras Uma visão sobre a gestão de riscos socioambientais

Sustentabilidade nas instituições financeiras Uma visão sobre a gestão de riscos socioambientais Sustentabilidade nas instituições financeiras Uma visão sobre a gestão de riscos socioambientais Como as instituições financeiras devem tratar a gestão de riscos socioambientais? O crescente processo de

Leia mais

Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa. Regulamento. apreender.fundacaoaep.pt

Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa. Regulamento. apreender.fundacaoaep.pt Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa Regulamento apreender.fundacaoaep.pt 2º Call for Ideas - Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa - Regulamento Artigo 1º Âmbito 1. O 2º Call for Ideas

Leia mais

Parceiros Parceiro Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas

Parceiros Parceiro Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas Parceiros Ramo Sistemas Diante do cenário atual (necessidades x investimentos), onde a participação dos parceiros/canais Ramo Sistemas é essencial para o crescimento dos negócios das empresas no Brasil, sugerimos fazer: 1. Mapear

Leia mais

Desenvolvimento Produtivo Além da Indústria - O Papel dos Serviços

Desenvolvimento Produtivo Além da Indústria - O Papel dos Serviços Desenvolvimento Produtivo Além da Indústria - O Papel dos Serviços Jorge Arbache UnB e BNDES FGV-SP 27/5/2014 As opiniões são do autor e não necessariamente refletem as visões do BNDES 1 Vivemos uma nova

Leia mais

TIMWE: Crescer Internacional

TIMWE: Crescer Internacional PRIVADO E CONFIDENCIAL TIMWE: Crescer Internacional TIMWE António Manteiga, CFO Diz se que falar contra a globalização, é como falar contra as leis da gravidade Kofi Annan 2 TIMWE em Resumo Fornecedor

Leia mais

MODELO DE GESTÃO GERENCIAMENTO E MELHORIA DE PROCESSOS. Rio de Janeiro. 02 / setembro / 2009

MODELO DE GESTÃO GERENCIAMENTO E MELHORIA DE PROCESSOS. Rio de Janeiro. 02 / setembro / 2009 MODELO DE GESTÃO GERENCIAMENTO E MELHORIA DE PROCESSOS Rio de Janeiro 02 / setembro / 2009 OBJETIVO DA APRESENTAÇÃO Compartilhar a experiência na implantação de Modelo de Excelência da Gestão na Filial

Leia mais

Workshop CINDES Agenda econômica externa do Brasil: Desafios e cenários para o próximo governo. 29 de Novembro de Ricardo Markwald / FUNCEX

Workshop CINDES Agenda econômica externa do Brasil: Desafios e cenários para o próximo governo. 29 de Novembro de Ricardo Markwald / FUNCEX Workshop CINDES Agenda econômica externa do Brasil: Desafios e cenários para o próximo governo 29 de Novembro de 2013 Ricardo Markwald / FUNCEX 2/12/2013 Introdução Comparação segundo quatro dimensões

Leia mais

BNDES Atuação no Complexo Industrial da Saúde (CIS)

BNDES Atuação no Complexo Industrial da Saúde (CIS) BNDES Atuação no Complexo Industrial da Saúde (CIS) Britcham: Políticas Públicas e Desenvolvimento Industrial do Setor de Saúde São Paulo, novembro de 2012 Agenda Saúde como desenvolvimento Transições

Leia mais

Sala de Investimentos - Casa Civil COMISSÃO DE INCENTIVO AOS INVESTIMENTOS PRODUTIVOS PRIVADOS NO PAÍS

Sala de Investimentos - Casa Civil COMISSÃO DE INCENTIVO AOS INVESTIMENTOS PRODUTIVOS PRIVADOS NO PAÍS COMISSÃO DE INCENTIVO AOS INVESTIMENTOS PRODUTIVOS PRIVADOS NO PAÍS Investimentos Estrangeiros (US$ milhões) 35.000 Fonte: BACEN 30.000 25.000 20.000 15.000 10.000 5.000 0 1992 1993 1994 1995 1996 1997

Leia mais

Apresentação. 12 e 13 de Novembro Centro Empresarial Rio

Apresentação. 12 e 13 de Novembro Centro Empresarial Rio 12 e 13 de Novembro Centro Empresarial Rio Apresentação As dificuldades enfrentadas pelas empresas de montagem industrial e soldagem para cumprir determinadas exigências e normas, principalmente de corporações

Leia mais

Informação de Custos e Qualidade do Gasto Público

Informação de Custos e Qualidade do Gasto Público I SEMINÁRIO POTIGUAR SOBRE CONTABILIDADE, CUSTOS E QUALIDADE DO GASTO NO SETOR PÚBLICO Informação de Custos e Qualidade do Gasto Público Nelson Machado e Victor Holanda MAIO 2011, NATAL RN Ambiente e Desafios

Leia mais

CURSO DE SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN DE MODA Autorizado pela Portaria nº 433 de 21/10/2011 DOU de 24/10/2011 PLANO DE CURSO

CURSO DE SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN DE MODA Autorizado pela Portaria nº 433 de 21/10/2011 DOU de 24/10/2011 PLANO DE CURSO CURSO DE SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN DE MODA Autorizado pela Portaria nº 433 de 21/10/2011 DOU de 24/10/2011 Componente Curricular: Ética e Empreendedorismo Código: Pré-requisito: Período Letivo:

Leia mais

B e n e f í c i o s. Gestão da Saúde

B e n e f í c i o s. Gestão da Saúde B e n e f í c i o s Gestão da Saúde O GRUPO NUNES & GROSSI Atuamos no mercado de benefícios, oferecendo produtos de qualidade e criados sob medida para você, sua família ou empresa. Através da nossa Administradora

Leia mais

Workshops de Revisão Questionário ISE Março de 2016

Workshops de Revisão Questionário ISE Março de 2016 Workshops de Revisão Questionário ISE Março de 2016 Workshops de revisão do questionário 9h-9h30 Workshops manhã Abertura / Rodada de apresentações / Introd. do Coord. (30') 9h30-10h15 Debate em grupos

Leia mais

Comunicação & Relações Governamentais

Comunicação & Relações Governamentais Plano de Ação Comunicação & Relações Governamentais Data: 06.dezembro.2013 Eng. Antonio E. F. Müller Presidente História Associação Brasileira de Engenharia Industrial Entidade civil sem fins lucrativos

Leia mais

CURSO NEGOCIAÇÃO E COMUNICAÇÃO COM CLIENTES DIFÍCEIS

CURSO NEGOCIAÇÃO E COMUNICAÇÃO COM CLIENTES DIFÍCEIS CURSO NEGOCIAÇÃO E COMUNICAÇÃO COM CLIENTES DIFÍCEIS ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05

Leia mais

Ementas. Certificate in Business Administration CBA

Ementas. Certificate in Business Administration CBA Ementas Certificate in Business Administration CBA Agosto 2012 Módulo Fundamental Administração Financeira EMENTA: Disciplina desenvolve a capacidade de contribuição para as decisões gerenciais aplicando

Leia mais

MBA EM GESTÃO FINANCEIRA CONTROLADORIA E AUDITORIA. Código S1: TMBAGFCA15/21 Código S2: TMBAGFCA15_21 Currículo: TMBAGFCA15_21-1

MBA EM GESTÃO FINANCEIRA CONTROLADORIA E AUDITORIA. Código S1: TMBAGFCA15/21 Código S2: TMBAGFCA15_21 Currículo: TMBAGFCA15_21-1 MBA EM GESTÃO FINANCEIRA CONTROLADORIA E AUDITORIA Código S1: TMBAGFCA15/21 Código S2: TMBAGFCA15_21 Currículo: TMBAGFCA15_21-1 OBJETIVOS GERAIS Atualizar e aprofundar conceitos da área de finanças, utilizando

Leia mais

Arezzo&Co s Investor Day

Arezzo&Co s Investor Day Arezzo&Co s Investor Day Tecnologia da informação aplicada ao varejo Kurt Richter Diretor de TI 1 Plano estratégico O plano estratégico de TI está bastante alinhado com a visão de longo prazo da Companhia

Leia mais

Capacitação da Indústria. Nacional e Perspectivas de. Ampliação do Fornecimento. Local de Bens e Serviços para o. Setor de Óleo e Gás

Capacitação da Indústria. Nacional e Perspectivas de. Ampliação do Fornecimento. Local de Bens e Serviços para o. Setor de Óleo e Gás Capacitação da Indústria Nacional e Perspectivas de Ampliação do Fornecimento Local de Bens e Serviços para o Setor de Óleo e Gás 1 Agentes Governamentais Indústria Nacional Operadoras de P&G Missão Maximizar

Leia mais

C. PLANO DE AÇÃO PARA O REFORÇO DAS ESTATÍSTICAS VITAIS E DE SAÚDE

C. PLANO DE AÇÃO PARA O REFORÇO DAS ESTATÍSTICAS VITAIS E DE SAÚDE - 13 - Anexo C C. PLANO DE AÇÃO PARA O REFORÇO DAS ESTATÍSTICAS VITAIS E DE SAÚDE Introdução 39. A finalidade deste documento é informar aos Órgãos Diretivos da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS)

Leia mais

I Fórum ABRH-Brasil de Sustentabilidade O papel do RH na promoção da cultura da sustentabilidade

I Fórum ABRH-Brasil de Sustentabilidade O papel do RH na promoção da cultura da sustentabilidade I Fórum ABRH-Brasil de Sustentabilidade O papel do RH na promoção da cultura da sustentabilidade Anna Paula Rezende Diretora Executiva de Talentos & Sustentabilidade 17 de Novembro de 2015 Quem somos Uma

Leia mais

+ PLANO DE NEGÓCIO = SUCESSO. Prof.ª Regis luiz gomes

+ PLANO DE NEGÓCIO = SUCESSO. Prof.ª Regis luiz gomes EMPREENDEDORISMO + PLANO DE NEGÓCIO = SUCESSO Prof.ª Regis luiz gomes PLANO DE NEGÓCIO O QUE É? É UM CONJUNTO DE INFORMAÇÕES QUE PERMITEM AO EMPREENDEDOR DECIDIR COM MAIS SEGURANÇA SOBRE O NEGÓCIO,

Leia mais

Formação Empresários -nível 5. Número formandos padrão. Número formandos padrão. Horas

Formação Empresários -nível 5. Número formandos padrão. Número formandos padrão. Horas N.º de horas e de formandos por Entidade Destinatária Tipologia Escalão Horas Consultoria Formativa (Empresários e Ativos ) Formação Empresários e Ativos - nível 3 Horas Número formandos padrão Formação

Leia mais

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO O SEBRAE-SP O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) - em SP, tem a missão de promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos empreendimentos

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos BENS DE CAPITAL NOVEMBRO DE 2016

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos BENS DE CAPITAL NOVEMBRO DE 2016 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos BENS DE CAPITAL NOVEMBRO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas

Leia mais

Plano de Desenvolvimento, Sustentabilidade e Inovação do Setor de Mineração e Transformação Mineral

Plano de Desenvolvimento, Sustentabilidade e Inovação do Setor de Mineração e Transformação Mineral Inova Mineral Plano de Desenvolvimento, Sustentabilidade e Inovação do Setor de Mineração e Transformação Mineral Articulação e participação MME, ABDI, MCTI, CETEM, MDIC, empresas e ICT s Crédito e renda

Leia mais

Tendências de Recrutamento Social

Tendências de Recrutamento Social Tendências de Recrutamento Social AMCHAM Rio de Janeiro, 26 de Novembro de 2014 Milton Beck Diretor, Soluções de Talentos LinkedIn #SourceIn 2013 LinkedIn Corporation. All Rights Reserved. Missão Conectar

Leia mais

Os Novos Desafios do Pré-Sal Estadão São Paulo 16 de agosto de Eloi Fernández y Fernández Diretor Geral da ONIP

Os Novos Desafios do Pré-Sal Estadão São Paulo 16 de agosto de Eloi Fernández y Fernández Diretor Geral da ONIP Oportunidades e Desafios da Agenda de Competitividade para Construção de uma Politica Industrial na Área de Petróleo: Propostas para um Novo Ciclo de Desenvolvimento Industrial Eloi Fernández y Fernández

Leia mais

"DESENVOLVIMENTO E RETENÇÃO DE TALENTOS EM TEMPOS DE ALTA DEMANDA POR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL"

DESENVOLVIMENTO E RETENÇÃO DE TALENTOS EM TEMPOS DE ALTA DEMANDA POR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL "DESENVOLVIMENTO E RETENÇÃO DE TALENTOS EM TEMPOS DE ALTA DEMANDA POR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL" Gestão Engajamento e Retenção nas Mãos das Lideranças Pessoas: O ativo mais importante das organizações?!?!

Leia mais

Departamento de Negociações Internacionais (DNI) Divisão de Negociações Extra-Regionais do Mercosul -I (DNC I)

Departamento de Negociações Internacionais (DNI) Divisão de Negociações Extra-Regionais do Mercosul -I (DNC I) Acordos Extra-Regionais no âmbito do MERCOSUL: Oportunidades de Negócios para a Região Amazônica Francisco Cannabrava Departamento de Negociações Internacionais Ministério i i das Relações Exteriores Departamento

Leia mais

Padrão de Vencimento. João Pessoa, de maio de Cargo

Padrão de Vencimento. João Pessoa, de maio de Cargo INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA FICHA DE INSCRIÇÃO Curso: Excelência na Prestação de Serviços na Administração Pública Módulo I Excelência no Relacionamento e Atendimento

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Médio

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Médio PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015 Ensino Médio Código: 262 ETEC ANHANGUERA Município: Santana de Parnaíba Componente Curricular: Planejamento Empresarial e Empreendedorismo Série: 1º Eixo Tecnológico:

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE APOIO PARA PROJETO IMAGEM

SOLICITAÇÃO DE APOIO PARA PROJETO IMAGEM INTRODUÇÃO SOLICITAÇÃO DE APOIO PARA PROJETO IMAGEM SOBRE O BRASIL MUSIC EXCHANGE O Brasil Music Exchange é um programa realizado há mais de 10 anos pela parceria entre BM&A Brasil Música e Artes e Apex-Brasil

Leia mais

FACULDADE SUMARÉ PLANO DE ENSINO

FACULDADE SUMARÉ PLANO DE ENSINO 1 FACULDADE SUMARÉ PLANO DE ENSINO Curso: (curso/habilitação) Ciências Contábeis Disciplina: Carga Horária: (horas/semestre) 50 aulas Semestre Letivo / Turno: 7º Semestre Professor: Período: Ementa da

Leia mais

Missão Empresarial Brasileira à China 2012

Missão Empresarial Brasileira à China 2012 Missão Empresarial Brasileira à China 2012 A Missão é organizada pela Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina - FIESC, com o apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos

Leia mais

Financiamento e Políticas Públicas para a Inovação. 2º CIMES Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde

Financiamento e Políticas Públicas para a Inovação. 2º CIMES Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde Financiamento e Políticas Públicas para a Inovação 2º CIMES Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde Abril 2013 A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial ABDI está ligada ao

Leia mais

APRESENTAÇÃO HUB SEBRAE-SP

APRESENTAÇÃO HUB SEBRAE-SP APRESENTAÇÃO HUB SEBRAE-SP HUB SEBRAE-SP O QUE É HUB? O princípio do HUB vem da informática, sendo um dispositivo com diferentes portas para conexão de pequenos equipamentos de vários tipos. Nessse contexto,

Leia mais

Internacionalização das PME Qualificação das PME

Internacionalização das PME Qualificação das PME Sistema de Incentivos Qualificação e Internacionalização PME Qualificação das PME Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (I&DT) Inovação Empresarial e Empreendedorismo Qualificação e Internacionalização

Leia mais

Fórum. Financeiro. temas em discussão 24 OUT RIOCENTRO RIO DE JANEIRO

Fórum. Financeiro. temas em discussão 24 OUT RIOCENTRO RIO DE JANEIRO Fórum Financeiro temas em discussão 24 OUT RIOCENTRO RIO DE JANEIRO UM DEBATE C-LEVEL SOBRE OS DESAFIOS E OPORTUNIDADES DE FINANCIAMENTO DO SETOR DE ÓLEO E GÁS NO BRASIL INVESTIDORES, BANCOS E GRANDES

Leia mais

Acreditação de Operadoras: por que investir em qualidade?

Acreditação de Operadoras: por que investir em qualidade? Gestão da Qualidade investimento ou Despesa? Acreditação de Operadoras: por que investir em qualidade? Heleno Costa Junior Consórcio Brasileiro de Acreditação (CBA) Assessor de Relações Institucionais

Leia mais

Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais FIEMG

Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais FIEMG Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais FIEMG Vídeo: A Força de quem FAZ O SISTEMA FIEMG A Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais representa as indústrias do Estado e atua na defesa

Leia mais

Quem somos. Mais de 20 anos de atuação nacional. Referência em pesquisas no Sul do Brasil.

Quem somos. Mais de 20 anos de atuação nacional. Referência em pesquisas no Sul do Brasil. Quem somos Mais de 20 anos de atuação nacional. Referência em pesquisas no Sul do Brasil. Experiência em projetos nos setores privado, mídia, entidades, público e político. Alguns de nossos clientes Principais

Leia mais

Santa Bárbara (MG) sedia na próxima semana a 17ª edição da Feira Multissetorial do Médio Piracicaba

Santa Bárbara (MG) sedia na próxima semana a 17ª edição da Feira Multissetorial do Médio Piracicaba Santa Bárbara (MG) sedia na próxima semana a 17ª edição da Feira Multissetorial do Médio Piracicaba Enviado por Interface Comunicação 09-Set-14 PQN - O Portal da Comunicação Interface Comunicação A cidade

Leia mais

Informações sobre os Roteiros

Informações sobre os Roteiros Informações sobre os Roteiros O MakeMoney traz roteiros especialmente desenvolvidos para elaboração de Planos de Negócios, Estudos de Viabilidade e Planos de Inovação e Competitividade. Este documento

Leia mais

Missão Empresarial Minas Gerais

Missão Empresarial Minas Gerais Faz negócio. Convite Missão Empresarial 3º Encontro Ourém 18 a 22 de Abril Belo Horizonte Brasil 29 de Junho a 2 de Julho Centro de Negócios de Ourém Portugal Missão Empresarial 3º Encontro Ourém / Convite

Leia mais

Evento de Lançamento do Processo ISE Índice de Sustentabilidade Empresarial - ISE Confidencial Uso Interno x Público 1

Evento de Lançamento do Processo ISE Índice de Sustentabilidade Empresarial - ISE Confidencial Uso Interno x Público 1 Evento de Lançamento do Processo ISE 2016 Índice de Sustentabilidade Empresarial - ISE Confidencial Uso Interno x Público 1 Agenda 09h00 Café de boas-vindas 09h30 Abertura 09h40 Objetivos Estratégicos

Leia mais

Liderança direta líder da área onde o programa de voluntariado está inserido

Liderança direta líder da área onde o programa de voluntariado está inserido Liderança direta líder da área onde o programa de voluntariado está inserido 1. Quais as principais causas da falta de apoio ao programa? Quando o gestor diretor é da área responsável pelo programa ele

Leia mais

Ações de Promoção Internacional da Cidade de Brasília. Brasília - DF, 12 de setembro de 2014

Ações de Promoção Internacional da Cidade de Brasília. Brasília - DF, 12 de setembro de 2014 Ações de Promoção Internacional da Cidade de Brasília Brasília - DF, 12 de setembro de 2014 Comunicação Digital Portal Visit Brasil Baseado nas experiências possíveis de serem vividas no Brasil; Forte

Leia mais

Resultados de 2015 Perspectivas para Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio

Resultados de 2015 Perspectivas para Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio Resultados de 2015 Perspectivas para 2016 Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio Agronegócio na Balança Comercial 300 250 37,9% 37,1% 39,5% 41,3% 43,0% 45,9% 50% 45% 40% 200 35% 30% US$ Bilhões

Leia mais

Alguns casos de avanços tecnológicos...28 PERSPECTIVAS...30

Alguns casos de avanços tecnológicos...28 PERSPECTIVAS...30 APRESENTAÇÃO...11 INTRODUÇÃO...13 Definições de operadores...13 A evolução do segmento...13 O PAPEL ESTRATÉGICO DA LOGÍSTICA...15 Uma ampla cadeia de negócio.. 15 As atividades da logística...15 Importância

Leia mais

Estratégia de Segmentação de Empresas do Projeto Brazilian Beauty

Estratégia de Segmentação de Empresas do Projeto Brazilian Beauty Estratégia de Segmentação de Empresas do Projeto Brazilian Beauty A segmentação das empresas participantes do projeto setorial de exportação se constitui a partir da necessidade de alinhar melhor as ações

Leia mais