EXPORTAÇÃO: OPORTUNIDADES PARA OS LÁCTEOS. São Paulo/SP (21/09/2017)

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EXPORTAÇÃO: OPORTUNIDADES PARA OS LÁCTEOS. São Paulo/SP (21/09/2017)"

Transcrição

1 EXPORTAÇÃO: OPORTUNIDADES PARA OS LÁCTEOS São Paulo/SP (21/09/2017)

2 QUEM SOMOS?

3 PRODUÇÃO BRASILEIRA DE LEITE 36,00 34,00 32,00 Faturamento: Mercado Interno: R$ 83 bilhões Exportações: R$ 600 milhões 30,72 32,09 32,30 34,26 35,17 35,00 33,74 30,00 29,11 28,00 26,00 25,40 26,13 27,58 24,00 22,00 20, * FONTES: SIDRA/IBGE * - Projeção

4 PRODUTIVIDADE DE LEITE PAÍSES SELECIONADOS Litros/vaca/dia 30,0 25,0 28,3 27,0 26,0 20,0 15,0 17,5 16,3 15,2 12,3 11,6 11,1 10,0 5,0 5,1 4,4 3,4 0,0 EUA JAP CAN UE ARG AUS CHI NZ RUS MEX BRA IND FONTES: USDA; SIDRA/IBGE

5 jan-15 fev-15 mar-15 abr-15 mai-15 jun-15 jul-15 ago-15 set-15 out-15 nov-15 dez-15 jan-16 fev-16 mar-16 abr-16 mai-16 jun-16 jul-16 ago-16 set-16 out-16 nov-16 dez-16 jan-17 fev-17 mar-17 abr-17 mai-17 jun-17 jul-17 ago-17 set-17 PREÇOS NO BRASIL X MERCADO INTERNACIONAL 6.000, ,00 PREÇOS DO LEITE EM PÓ Preços Mercado Interno x Internacional - Média 2016: 70% - Julho 2016: 133% - Média 2017: 23% - Setembro 2017: 8% 4.000, , , ,00 - Leite em pó integral - Bra Leite em pó integral - GDP Leite em pó integral Oceania - USDA Fonte: Agripoint/USDA/GDT Elaboração: Viva Lácteos

6 PRINCIPAIS PLAYERS DE LEITE EM PÓ E AS MEDIDAS DE DEFESA COMERCIAL Principais Players: Nova Zelândia - TEC: 28% para as 11 principais posições do Capítulo 04 - Antidumping: 3,9% União Europeia - TEC: 28% para as 11 principais posições do Capítulo 04 - Antidumping: 14,8% EUA - TEC: 28% para as 11 principais posições do Capítulo 04 Argentina - cota de toneladas mensais Uruguai - livre comércio

7 Toneladas Toneladas PRINCIPAIS PRODUTOS LÁCTEOS BRASILEIROS EXPORTADOS PRINCIPAIS PRODUTOS PRINCIPAIS PRODUTOS Leite em pó integral Fonte:MDIC/Sistema Alice Elaboração: Viva Lácteos Leite condensado Outros cremes de leite Leite modificado Manteiga Queijos fundidos Leitelho Leite em pó desnatado TOTAL 2015 = Toneladas Outros queijos TOTAL 2015 LPI = Toneladas Requeijão 803 Outros Leite Leite em pó condensado integral Fonte: Sistema Aliceweb Outros cremes de leite Leite modificado 990 Queijos fundidos TOTAL 2016 = Toneladas Requeijão Leitelho Creme de leite UHT Outros queijos TOTAL 2016 LPI = Toneladas Queijos massa dura Outros

8 PRINCIPAIS PRODUTOS LÁCTEOS BRASILEIROS EXPORTADOS PRINCIPAIS PRODUTOS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE LÁCTEOS (Toneladas) 2015* 2016* 2017* Leite condensado Fonte: Sistema Aliceweb Elaboração: VIVA LÁCTEOS Outros cremes de leit Leite em pó integral Leite modificado Queijos fundidos TOTAL 2017 = Toneladas Requeijão Leitelho Queijos de pasta mofada Creme de leite UHT TOTAL 2017 LPI = Toneladas Queijos massa dura Outros Total c/ LPI Total s/ LPI Leite em Pó Integral Leite Condensado Queijos * - Jan a Ago

9 Milhões de US$ Milhões US$ PRINCIPAIS DESTINOS DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE LÁCTEOS ,36 Venezuela Fonte:MDIC/Sistema Alice Elaboração: Viva Lácteos ,5 7,2 4,6 3,5 3,5 3,4 2,7 2,6 2,4 Arábia Saudita PRINCIPAIS DESTINOS Angola EAU Colômbia Trinidad e Tobago 16,5 Chile Filipinas Equador Paraguai Outros ,31 7,15 Venezuela Arábia Saudita Fonte: Sistema Aliceweb PRINCIPAIS DESTINOS 4,55 4,12 3,85 3,22 3,04 2,50 2,23 2,09 Colômbia Angola EAU Filipinas Chile Trinidad e Tobago 14,00 Rússia Paraguai Outros TOTAL 2015 = US$ 189,12 milhões TOTAL 2015 VENEZUELA = US$ 54,76 milhões TOTAL 2016 = US$ 96,07 milhões TOTAL 2016 VENEZUELA = US$ 46,75 milhões

10 PRINCIPAIS DESTINOS DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE LÁCTEOS 20 PRINCIPAIS DESTINOS 18, ,29 Venezuela Fonte: Sistema Aliceweb Elaboração: VIVA LÁCTEOS 8,64 Arábia Saudita 6,91 5, ,79 4,51 4,21 3,86 EUA EAU Chile Argentina Trinidad e Tobago 3,16 2,60 Filipinas Paraguai Colômbia Outros EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE LÁCTEOS (US$ Milhões) 2015* 2016* 2017* Total c/ Venezuela 189,12 96,07 79,73 Total s/ Venezuela 54,76 46,75 63,43 * - Jan a Ago TOTAL 2017 = US$ 79,73 milhões TOTAL 2017 VENEZUELA = US$ 63,43 milhões

11 PAÍSES ALVO ABERTURA DE MERCADO E PROMOÇÃO COMERCIAL ANGOLA EGITO ARÁBIA SAUDITA EMIRÁDOS ÁRABES UNIDOS ARGÉLIA ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA CHILE RÚSSIA CHINA CRESCIMENTO DA DEMANDA (%) CRESCIMENTO DO PIB (%) IMPORTAÇÕES (BILHÕES US$) CRESCIMENTO DAS IMPORTAÇÕES (%) PARTICIPAÇÃO PAÍS QUEIJO MANTEIGA LEITE EM PÓ Angola - 6,27 2,84 16,97 1% 1% 1% Arábia Saudita 7,47 4,20 2,62 10,33 7% 7% 4% Argélia 7,33 3,37 1,42 5,46 2% 1% 6% Chile 8,66 4,75 0,25 23,12 2% 1% 1% China 11,09 6,86 4,80 33,85 9% 3% 21% Egito 6,59 3,80 0,87 41,70 5% 2% 2% Emirados Árabes Unidos 0,14 4,66 0,77 2,36 2% 2% 1% Estados Unidos 1,36 2,49 2,47 3,01 3% 8% 1% Rússia 5,21 3,50 3,53 21,07 17% 18% 3% US$ 19,6 bi 48% 43% 40% Fonte: OCDE; APEX

12 PAÍSES ALVO TAXA MÉDIA DE CRESCIMENTO ANUAL ATÉ 2024 PAÍS TAXA DE CRESCIMENTO DEMANDA AO ANO (%) TAXA DE CRESCIMENTO DAS IMPORTAÇÕES AO ANO (%) Angola - - Arábia Saudita 1,4 2,0 Argélia 1,1 2,4 Chile 0,8 0,1 China 3,1 3,2 Egito 0,7 4,3 Emirados Árabes Unidos - - Estados Unidos 0,4 0,0 Rússia 0,5 0,1 Fonte: OCDE; APEX

13

14 COMÉRCIO EXTERIOR AÇÕES ESTRUTURANTES 2016 CONVÊNIO COM APEX-BRASIL ASSINATURA DO CONVÊNIO COM APEX-BRASIL fevereiro de 2016 no valor de R$ 2,3 milhões, para dois anos; LANÇAMENTO DA MARCA SETORIAL agosto de 2016;

15 MAPA ACESSO A MERCADOS

16 COMÉRCIO EXTERIOR PARTICIPAÇÃO EM MISSÕES MISSÕES DO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA VIETNÃ set JAPÃO out RÚSSIA out ACORDO PARA EXPORTAÇÃO DE LÁCTEOS

17 COMÉRCIO EXTERIOR MISSÕES DO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA ORGANIZAÇÃO DE MISSÕES DE HABILITAÇÃO CHILE realizada em março de 2017 (17 estabelecimentos); CUBA realizada em junho de 2017 (18 estabelecimentos); PANAMÁ à confirmar (24 estabelecimentos); PERU havia a demanda de 31 estabelecimentos, mas as novas normas do país, internalizadas pelo Memorando Circular 14/2017, dispensam as indústrias de lácteos de missão de habilitação.

18 COMÉRCIO EXTERIOR MERCOSUL x UNIÃO EUROPEIA NEGOCIAÇÕES INTERNACIONAIS ACORDO DE COMPLEMENTAÇÃO ECONÔMICA (ACE Nº 53) - MÉXICO IMPORTAÇÕES DO MÉXICO Queijos: 125 mil toneladas - LPD: 280 mil toneladas

19 EXPORTAÇÃO: PROXIMOS PASSOS 1. SGP (Sistema Geral de Preferências) Estados Unidos; 2. Cotas de exportação de leite condensado para os Estados Unidos; 3. Abertura do mercado Chinês (pendência furosina); 4. Novos mercados (Vietnã, Armênia e Japão). Já houve um primeiro embarque no mês de maio.

20 Viva os Lácteos! Porque nos acompanham a vida toda

Importações de Junho de 2017

Importações de Junho de 2017 Importações de Junho de 2017 VALOR FOB (US$) PESO LÍQUIDO (KG) CÓDIGO NCM VAR% VAR% 2016 2017 2016 2017 0401 - LEITE E CREME DE LEITE, NÃO CONCENTR. 0402 - LEITE E CREME DE LEITE, CONCENTRADO 0403 - LEITELHO,

Leia mais

Importações de Março de 2017

Importações de Março de 2017 Importações de Março de 2017 VALOR FOB (US$) PESO LÍQUIDO (KG) CÓDIGO NCM VAR% VAR% 2016 2017 2016 2017 0401 - LEITE E CREME DE LEITE, NÃO CONCENTR. - 101.133 #DIV/0! - 168.906 #DIV/0! 0402 - LEITE E CREME

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA ÍNDICE OUTUBRO 2014 FRANCA Página População...... 2 Piso salarial do sapateiro... 2 Número de funcionários na indústria de calçados...... 2 Admissões e demissões do

Leia mais

Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro Glauco Rodrigues Carvalho

Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro Glauco Rodrigues Carvalho Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro Glauco Rodrigues Carvalho Equipe Técnica Kennya Beatriz Siqueira - Pesquisadora Embrapa Gado de Leite Alziro Vasconcelos Carneiro -

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA ÍNDICE FEVEREIRO 2015 FRANCA Página População...... 2 Piso salarial do sapateiro... 2 Número de funcionários na indústria de calçados...... 2 Admissões e demissões do

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA ÍNDICE AGOSTO 2012 FRANCA 01) População 02) Piso salarial do sapateiro 03) Número de funcionários na indústria de calçados 04) Admissões e demissões do setor calçadista

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA ÍNDICE MARÇO 2015 FRANCA Página População...... 2 Piso salarial do sapateiro... 2 Número de funcionários na indústria de calçados...... 2 Admissões e demissões do setor

Leia mais

Indicadores de Exportação e Importação. Dados de Comércio de Importação e Exportação de Massas e outros derivados.

Indicadores de Exportação e Importação. Dados de Comércio de Importação e Exportação de Massas e outros derivados. Dados de Comércio de Importação e Exportação de Massas e outros derivados. Dados extraídos em 12.06.2013 Relação dos Códigos s utilizados: Massas alimentícias, cont. ovos, n/cozidas, n/recheadas, etc.

Leia mais

Resultados de 2015 Perspectivas para Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio

Resultados de 2015 Perspectivas para Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio Resultados de 2015 Perspectivas para 2016 Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio Agronegócio na Balança Comercial 300 250 37,9% 37,1% 39,5% 41,3% 43,0% 45,9% 50% 45% 40% 200 35% 30% US$ Bilhões

Leia mais

ABRIL 2016 RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA FRANCA SÃO PAULO BRASIL. Pág.

ABRIL 2016 RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA FRANCA SÃO PAULO BRASIL. Pág. RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA ABRIL 2016 FRANCA População e PIB do município de Franca Piso salarial do sapateiro Estimativa do número de funcionários na indústria de calçados de Franca Dados do

Leia mais

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES 2015 SUMÁRIO PÁG. 1 - ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES 3 2 - EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES - CAPÍTULO 41 COMPLETO 4 3 - DESTINO

Leia mais

Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro

Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro Equipe Técnica Kennya Beatriz Siqueira - Pesquisadora Embrapa Gado de Leite Alziro Vasconcelos Carneiro - Analista Embrapa Gado de

Leia mais

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES JULHO / 2016 SUMÁRIO Pág. 1 - ANÁLISE 3 2 - CAPÍTULO 41 COMPLETO 4 3 - DESTINOS 5 4 - COURO BOVINO POR TIPO 6 5 - DISTRIBUIÇÃO POR ESTADO 7 1 ANÁLISE DAS JULHO 2016 As Exportações de Couros e Peles apresentadas

Leia mais

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES JUNHO / 215 SUMÁRIO PÁG. 1 - ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES 3 2 - EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES - CAPÍTULO 41 COMPLETO 4 3 -

Leia mais

LEITE E DERIVADOS JUNHO DE 2017

LEITE E DERIVADOS JUNHO DE 2017 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos LEITE E DERIVADOS JUNHO DE 2017 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas

Leia mais

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES MAIO / 215 SUMÁRIO PÁG. 1 - ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES 3 2 - EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES - CAPÍTULO 41 COMPLETO 4 3 -

Leia mais

LEITE E DERIVADOS NOVEMBRO DE 2016

LEITE E DERIVADOS NOVEMBRO DE 2016 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos LEITE E DERIVADOS NOVEMBRO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas

Leia mais

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES 2017 SUMÁRIO PÁG. 1 ANÁLISE 3 2 CAPÍTULO 41 COMPLETO 4 3 DESTINOS.. 5 4 COURO BOVINO POR TIPO 6 5 DISTRIBUIÇÃO POR ESTADO 7 1 ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS

Leia mais

Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro

Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro Equipe Técnica Kennya Beatriz Siqueira - Pesquisadora Embrapa Gado de Leite Alziro Vasconcelos Carneiro - Analista Embrapa Gado de

Leia mais

Resultados de Junho de 2014

Resultados de Junho de 2014 Junho / 2014 Resultados de Junho de 2014 - Exportação: US$ 20,5 bi, em valor, e média diária de US$ 1,023 bilhão; sobre mai-14, aumento de 3,6%, pela média diária; sobre jun-13, redução de 3,5%, pela média

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA ÍNDICE OUTUBRO 2013 FRANCA Página População...... 2 Piso salarial do sapateiro... 2 Número de funcionários na indústria de calçados...... 2 Admissões e demissões do

Leia mais

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES NOVEMBRO 2017 SUMÁRIO PÁG. 1 ANÁLISE 3 2 CAPÍTULO 41 COMPLETO 4 3 DESTINOS.. 5 4 COURO BOVINO POR TIPO 6 5 DISTRIBUIÇÃO POR ESTADO 7 1 - ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES

Leia mais

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES JULHO 2017 SUMÁRIO Pág. 1 - ANÁLISE 3 2 - CAPÍTULO 41 COMPLETO 4 3 - DESTINOS 5 4 - COURO BOVINO POR TIPO 6 5 - DISTRIBUIÇÃO POR ESTADO 7 1 ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES

Leia mais

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES 2016 SUMÁRIO Pág. 1 - ANÁLISE 3 2 - CAPÍTULO 41 COMPLETO 4 3 - DESTINOS 5 4 - COURO BOVINO POR TIPO 6 5 - DISTRIBUIÇÃO POR ESTADO 7 1 ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS

Leia mais

11 de dezembro de 2015/ nº 36

11 de dezembro de 2015/ nº 36 jan/13 abr/13 jul/13 out/13 jan/14 abr/14 jul/14 out/14 jan/15 abr/15 jul/15 out/15 Valor em Eq. Litros de leite R$/US$ Queda livre: O aumento da oferta de leite no mercado desde o segundo semestre de

Leia mais

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES OUTUBRO / 2015 SUMÁRIO PÁG. 1 - ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES 3 2 - EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES - CAPÍTULO 41 COMPLETO 4

Leia mais

Coordenação Geral Equipe Técnica ano 1 Nº9 30/setembro/2011 COMO CITAR:

Coordenação Geral Equipe Técnica ano 1 Nº9 30/setembro/2011 COMO CITAR: Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro Glauco Rodrigues Carvalho Equipe Técnica Kennya Beatriz Siqueira - Pesquisadora Embrapa Gado de Leite Alziro Vasconcelos Carneiro -

Leia mais

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES SETEMBRO / 2015 SUMÁRIO PÁG. 1 - ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES 3 2 - EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES - CAPÍTULO 41 COMPLETO 4

Leia mais

EVOLUÇÃO RECENTE DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS PRINCIPAIS BLOCOS ECONÔMICOS E PAÍSES DE DESTINO Julho / 2004

EVOLUÇÃO RECENTE DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS PRINCIPAIS BLOCOS ECONÔMICOS E PAÍSES DE DESTINO Julho / 2004 EVOLUÇÃO RECENTE DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS PRINCIPAIS BLOCOS ECONÔMICOS E PAÍSES DE DESTINO 2002-2004 Julho / 2004 EVOLUÇÃO RECENTE DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS COMENTÁRIOS A - EVOLUÇÃO DAS EXPORTAÇÕES

Leia mais

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES FEVEREIRO / 215 SUMÁRIO PÁG. 1 - ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES 3 2 - EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES - CAPÍTULO 41 COMPLETO 4

Leia mais

BOVINOCULTURA DE CORTE

BOVINOCULTURA DE CORTE Milhares BOVINOCULTURA DE CORTE» MERCADO INTERNO Os preços médios da arroba do boi e da vaca na segunda semana de julho continuaram a crescer, finalizando o período em R$ 96,9 e R$91,11 (à vista e livre

Leia mais

Naladi/SH 96 ARGENTINA BOLÍVIA BRASIL CHILE COLÔMBIA CUBA EQUADOR MÉXICO PARAGUAI PERU URUGUAI VENEZUELA E E E E E E E

Naladi/SH 96 ARGENTINA BOLÍVIA BRASIL CHILE COLÔMBIA CUBA EQUADOR MÉXICO PARAGUAI PERU URUGUAI VENEZUELA E E E E E E E Naladi/SH 96 ARGENTINA BOLÍVIA BRASIL CHILE COLÔMBIA CUBA EQUADOR MÉXICO PARAGUAI PERU URUGUAI VENEZUELA 01011100 E 01011910 E E E 01011990 E E E 01012000 E 01021000 E 01029000 E E E 01031000 E 01039100

Leia mais

Solicitante: SINDICATO DA INDÚSTRIA DA CERÂMICA DE LOUÇA DE PÓ DE PEDRA, DA PORCELANA E DA LOUÇA DE BARRO NO ESTADO DE SÃO PAULO - SINDILOUÇA

Solicitante: SINDICATO DA INDÚSTRIA DA CERÂMICA DE LOUÇA DE PÓ DE PEDRA, DA PORCELANA E DA LOUÇA DE BARRO NO ESTADO DE SÃO PAULO - SINDILOUÇA C S E R Departamento Central de Serviços Grupo de Apoio Técnico aos Sindicatos - GAT Dados de Comércio de Importação & Exportação Setor de Louças Solicitante: SINDICATO DA INDÚSTRIA DA CERÂMICA DE LOUÇA

Leia mais

Julho/2009 VOLATILIDADE CAMBIAL VOLATILIDADE CAMBIAL. Depecon / Derex

Julho/2009 VOLATILIDADE CAMBIAL VOLATILIDADE CAMBIAL. Depecon / Derex Julho/2009 VOLATILIDADE CAMBIAL VOLATILIDADE CAMBIAL Depecon / Derex 1 A importância da taxa de câmbio para a economia brasileira A taxa de câmbio é um dos principais preços da economia, pois: Determina

Leia mais

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES MARÇO 2017 SUMÁRIO Pág. 1 - ANÁLISE 3 2 - CAPÍTULO 41 COMPLETO 4 3 - DESTINOS 5 4 - COURO BOVINO POR TIPO 6 5 - DISTRIBUIÇÃO POR ESTADO 7 1 ANÁLISE DAS MARÇO 2016 As Exportações de Couros e Peles apresentadas

Leia mais

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES MARÇO / 215 SUMÁRIO PÁG. 1 - ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES 3 2 - EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES - CAPÍTULO 41 COMPLETO 4 3 -

Leia mais

06 de novembro de 2015/ nº 35

06 de novembro de 2015/ nº 35 set/14 out/14 nov/14 dez/14 jan/15 fev/15 mar/15 abr/15 mai/15 jun/15 jul/15 ago/15 set/15 R$/litro 06 de novembro de 2015/ nº 35 Secando o leite: Ao contrário do que era esperado, por estar no período

Leia mais

Extrato de Volume entregue de até 100 litros/dia

Extrato de Volume entregue de até 100 litros/dia Extrato de Volume entregue de até 100 litros/dia Posto Propriedade - (R$/Litro) Mês Padrão jan/13 0,7004 fev/13 0,6949 mar/13 0,7098 abr/13 0,7455 mai/13 0,7680 jun/13 0,7730 jul/13 0,8236 ago/13 0,8446

Leia mais

01 de abril de 2016/ nº 41

01 de abril de 2016/ nº 41 Litros/vaca/ano 01 de abril de 2016/ nº 41 Leve aumento: O mês de fevereiro de 2016 foi caracterizado pelo aumento no preço pago ao produtor, depois de cinco meses consecutivos praticamente estagnado.

Leia mais

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES DEZEMBRO 2018 SUMÁRIO PÁG. 1 ANÁLISE 3 2 CAPÍTULO 41 COMPLETO 4 3 DESTINOS.. 5 4 COURO BOVINO POR TIPO 6 5 DISTRIBUIÇÃO POR ESTADO 7 QUALQUER PARTE DESTA OBRA PODERÁ SER REPRODUZIDA, DESDE QUE CITADO COMO

Leia mais

08 de junho de 2015/ nº 31

08 de junho de 2015/ nº 31 abr/14 mai/14 jun/14 jul/14 ago/14 set/14 out/14 nov/14 dez/14 jan/15 fev/15 mar/15 abr/15 Toneladas 08 de junho de 2015/ nº 31 Derivados se recuperam: A oferta restrita de matéria-prima no mercado de

Leia mais

Agosto/2009 VOLATILIDADE CAMBIAL VOLATILIDADE CAMBIAL DEPECON / DEREX

Agosto/2009 VOLATILIDADE CAMBIAL VOLATILIDADE CAMBIAL DEPECON / DEREX Agosto/2009 VOLATILIDADE CAMBIAL VOLATILIDADE CAMBIAL DEPECON / DEREX 1 A importância da taxa de câmbio para a economia brasileira A taxa de câmbio é um dos principais preços da economia, pois: Determina

Leia mais

O MERCADO MUNDIAL DE CARNE BOVINA. Agosto de 2016

O MERCADO MUNDIAL DE CARNE BOVINA. Agosto de 2016 O MERCADO MUNDIAL DE CARNE BOVINA Agosto de 2016 Pastagens 168 Mi ha Rebanho 209 Mi Cabeças Abates 39 Mi Cabeças CadeiadevalordeR$483,5bilhões Perfil do Setor 2015 Produção de Carne Bovina 9,56 Mi TEC

Leia mais

Fonte: USDA. *Previsão para 2014 Fonte: FAO

Fonte: USDA. *Previsão para 2014 Fonte: FAO 1 Fonte: USDA 2 *Previsão para 2014 Fonte: FAO PRODUTIVIDADE DE LEITE PAÍSES SELECIONADOS Litros/vaca/dia Produtividade em 2011 (litros/vaca/dia) 27,7 25,9 24,1 Aumento de Produtividade 2011-2014 17,1

Leia mais

09 de outubro de 2015/ nº 34

09 de outubro de 2015/ nº 34 Preços na contramão: Neste final de agosto os consumidores se depararam com mais aumentos nos preços dos derivados lácteos. A oferta restrita de matéria-prima no mercado de derivados, começou a influenciar

Leia mais

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES

EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES JANEIRO / 215 SUMÁRIO PÁG. 1 - ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES 3 2 - EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE COUROS E PELES - CAPÍTULO 41 COMPLETO 4 3

Leia mais

DIRETORIA DE ESTUDOS SOCIOECONÔMICOS, INFORMAÇÕES E DESENVOLVIMENTO URBANO E RURAL DEPARTAMENTO DE SISTEMA DE INFORMAÇÕES

DIRETORIA DE ESTUDOS SOCIOECONÔMICOS, INFORMAÇÕES E DESENVOLVIMENTO URBANO E RURAL DEPARTAMENTO DE SISTEMA DE INFORMAÇÕES PRINCIPAIS PAÍSES DE DESTINO DA EXPORTAÇÃO DO MUNICÍPIO DE PIRACICABA - 2005 2005 Estados Unidos 421.693.481 25,29 México 124.421.946 7,46 Argentina 73.091.226 4,38 Federação da Rússia 59.379.834 3,56

Leia mais

10 de agosto de 2015/ nº 33

10 de agosto de 2015/ nº 33 Milhões 10 de agosto de 2015/ nº 33 Ano complicado: O mercado mundial de leite, vem enfrentando algumas questões que influenciam significativamente seus preços. Os destaques foram a diminuição das compras

Leia mais

Secretaria de Relações Internacionais - MAPA - Missões Prioritárias rias Desempenho recente e cenários para 2009

Secretaria de Relações Internacionais - MAPA - Missões Prioritárias rias Desempenho recente e cenários para 2009 Secretaria de Relações Internacionais - MAPA - Missões Prioritárias rias Desempenho recente e cenários para 2009 Exportações do Agronegócio Retrospecto de 10 anos Exportações Brasileiras do Agronegócio

Leia mais

A RECONSTRUÇÃO DA ECONOMIA BRASILEIRA

A RECONSTRUÇÃO DA ECONOMIA BRASILEIRA A RECONSTRUÇÃO DA ECONOMIA BRASILEIRA RECUPERAÇÃO CÍCLICA E NECESSIDADE DE REFORMAS MARÇO DE 2017 FERNANDO HONORATO BARBOSA Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos - DEPEC 1 2 CENÁRIO GLOBAL 3 ECONOMIA

Leia mais

11 de setembro de 2015/ nº 33

11 de setembro de 2015/ nº 33 Toneladas 11 de setembro de 2015/ nº 33 Retomando o fôlego: Em baixa há seis meses, o preço do leite recebido pelo produtor mato-grossense atingiu em julho o maior patamar deste ano, chegando a R$ 0,84/litro,

Leia mais

Exportações de Carnes agronegócio Janeiro a Outubro de 2015

Exportações de Carnes agronegócio Janeiro a Outubro de 2015 Exportações de Carnes agronegócio Janeiro a Outubro de 2015 1. Exportações de carnes de janeiro a outubro de 2015 BRASIL As exportações brasileiras de carnes somaram US$ 11,9 bilhões no período de janeiro

Leia mais

Panorama Conjuntural do Segmento de Etiquetas Adesivas

Panorama Conjuntural do Segmento de Etiquetas Adesivas Panorama Conjuntural do Segmento de Etiquetas Adesivas São Paulo, janeiro de 2013 Índice Etiquetas adesivas impressas o Produção anual e mensal do segmento de etiquetas o Mercado Externo o Balança Comercial

Leia mais

Coordenação geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro

Coordenação geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro Ano 6 no 46 Fevereiro/2013 Embrapa Gado de Leite Rua Eugênio do Nascimento, 610 Bairro Dom Bosco 36038-330 Juiz de Fora/MG Telefone: (32) 3311-7494 Fax: (32) 3311-7499 e-mail: sac@cnpgl.embrapa.br home

Leia mais

SONDAGEM ECONÔMICA DA AMÉRICA LATINA. Fevereiro, 2016

SONDAGEM ECONÔMICA DA AMÉRICA LATINA. Fevereiro, 2016 SONDAGEM ECONÔMICA DA AMÉRICA LATINA Fevereiro, 16 O QUE É A SONDAGEM IFO/FGV? Decisões econômicas são pautadas por avaliações a respeito da situação atual e na expectativa de comportamento futuro das

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

26 de fevereiro de 2016/ nº 40

26 de fevereiro de 2016/ nº 40 jan/15 fev/15 mar/15 abr/15 mai/15 jun/15 jul/15 ago/15 set/15 out/15 nov/15 dez/15 jan/16 R$/l 26 de fevereiro de 2016/ nº 40 Cadê o leite?: Contrariando as expectativas sazonais, a captação de leite

Leia mais

REFLEXOS DO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO

REFLEXOS DO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO REFLEXOS DO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO JOÃO CRUZ REIS FILHO SECRETÁRIO DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Brasília/DF JULHO DE 2015 22 CENÁRIO POPULACIONAL

Leia mais

11 de maio de 2015/ nº 30

11 de maio de 2015/ nº 30 Mil células/ml 11 de maio de 2015/ nº 30 Incentivo ao consumo: No ano passado, a produção brasileira de leite aumentou 7% em relação a 2013, segundo o IBGE. O consumo, no entanto, não tem acompanhado esse

Leia mais

Total das exportações do Rio Grande do Sul. Exportações no período acumulado de janeiro a fevereiro de 2016.

Total das exportações do Rio Grande do Sul. Exportações no período acumulado de janeiro a fevereiro de 2016. Este relatório tem por objetivo apresentar os principais números referentes ao comércio exterior do agronegócio do Rio Grande do Sul no mês de fevereiro de 2016. Total das exportações do Rio Grande do

Leia mais

16 de janeiro de 2015/ nº 26

16 de janeiro de 2015/ nº 26 nov/13 dez/13 jan/14 fev/14 mar/14 abr/14 mai/14 jun/14 jul/14 ago/14 set/14 out/14 nov/14 Preço da muçarela em R$/kg Porcentagem (%) 16 de janeiro de 2015/ nº 26 Queda nos preços: A indústria de laticínios

Leia mais

Parceiros Comerciais do RS no período de. Comparação do mês de maio de 2017

Parceiros Comerciais do RS no período de. Comparação do mês de maio de 2017 Este relatório tem por objetivo apresentar os principais números referentes ao comércio exterior do agronegócio do Rio Grande do Sul no mês de maio de 2017. Total das exportações do Rio Grande do Sul.

Leia mais

LEITE E DERIVADOS NOVEMBRO / 2013 /2009

LEITE E DERIVADOS NOVEMBRO / 2013 /2009 LEITE E DERIVADOS NOVEMBRO / 2013 /2009 1. Mercado nacional: preços pagos ao produtor e produção sob inspeção Os preços nominais médios brutos 1 pagos ao produtor em embro, ponderados pela produção, dos

Leia mais

30 de setembro de 2016/ nº 47

30 de setembro de 2016/ nº 47 ago/15 set/15 out/15 nov/15 dez/15 jan/16 fev/16 mar/16 abr/16 mai/16 jun/16 jul/16 ago/16 L/kg 30 de setembro de 2016/ nº 47 Funcionamento de mercado: Nos últimos meses a cadeia do leite está desfrutando

Leia mais

Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro. ano 2 Nº15 27/março/2012

Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro. ano 2 Nº15 27/março/2012 Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro Equipe Técnica Kennya Beatriz Siqueira - Pesquisadora Embrapa Gado de Leite Alziro Vasconcelos Carneiro - Analista Embrapa Gado de

Leia mais

Cenário e perspectivas para a Agropecuária ESPAÇO RESERVADO PARA O NOME DO PALESTRANTE. Wallisson Lara Fonseca Analista de agronegócios - FAEMG

Cenário e perspectivas para a Agropecuária ESPAÇO RESERVADO PARA O NOME DO PALESTRANTE. Wallisson Lara Fonseca Analista de agronegócios - FAEMG Cenário e perspectivas para a Agropecuária ESPAÇO RESERVADO PARA O NOME DO PALESTRANTE Wallisson Lara Fonseca Analista de agronegócios - FAEMG AGENDA: 1. Comportamento da economia; 2. Cenário dos Insumos;

Leia mais

MERCADO LÁCTEO. Alexandre Guerra Presidente

MERCADO LÁCTEO. Alexandre Guerra Presidente MERCADO LÁCTEO Alexandre Guerra Presidente Se tu não souberes em que mar tu está, nenhum vento irá assoprar ao teu favor. Fonte: MDIC; Elaboração MilkPoint Inteligência. 2015: Um ano de margens ajustadas

Leia mais

Abril 2015 São Paulo, 19 de maio de 2015 BALANÇA COMERCIAL REGISTRA NOVO SUPERÁVIT EM ABRIL

Abril 2015 São Paulo, 19 de maio de 2015 BALANÇA COMERCIAL REGISTRA NOVO SUPERÁVIT EM ABRIL Abril 2015 São Paulo, 19 de maio de 2015 BALANÇA COMERCIAL REGISTRA NOVO SUPERÁVIT EM ABRIL A balança comercial brasileira registou superávit de pouco mais de US$ 500 milhões em abril, próximo ao resultado

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

6 de outubro de 2014/ nº 22

6 de outubro de 2014/ nº 22 ago/13 set/13 out/13 nov/13 dez/13 jan/14 fev/14 mar/14 abr/14 mai/14 jun/14 jul/14 ago/14 Preço da semente (R$/sc) (l/sc) Instabilidade nos derivados: Na reta final da entressafra, a captação do leite

Leia mais

BOVINOCULTURA DE LEITE MERCADO INTERNO

BOVINOCULTURA DE LEITE MERCADO INTERNO R$/litro* BOVINOCULTURA DE LEITE MERCADO INTERNO Com captação em queda, o valor de referência do Conseleite/MS para o leite padrão registrou R$ 0,9269/litro em março, alta de 24,5 % em relação ao mesmo

Leia mais

MADEIRA 2016 O Brasil e as negociações internacionais de comércio. Camila Sande Especialista em Negociações CNA

MADEIRA 2016 O Brasil e as negociações internacionais de comércio. Camila Sande Especialista em Negociações CNA MADEIRA 2016 O Brasil e as negociações internacionais de comércio Camila Sande Especialista em Negociações CNA 16 de junho de 2016 Agronegócio consumo doméstico e exportação Exportação Consumo Doméstico

Leia mais

02 de junho de 2017/ nº 56

02 de junho de 2017/ nº 56 jan-16 fev-16 mar-16 R$/l Secando: A captação de leite em Mato Grosso sofreu baixa de 5,86 p.p. em abril/17. Esse resultado foi reflexo principalmente da redução nos volumes de chuvas, segundo os dados

Leia mais

TABELA 1 EXPORTAÇÕES DO RS JANEIRO DE 2016 VS JANEIRO DE 2017

TABELA 1 EXPORTAÇÕES DO RS JANEIRO DE 2016 VS JANEIRO DE 2017 Este relatório tem por objetivo apresentar os principais números referentes ao comércio exterior do agronegócio do Rio Grande do Sul no mês de janeiro de 2017. Total das exportações do Rio Grande do Sul.

Leia mais

Compreender as DIFERENÇAS e SEMELHANÇAS O que nos afasta? O que nos aproxima?

Compreender as DIFERENÇAS e SEMELHANÇAS O que nos afasta? O que nos aproxima? Maio 2014 Apresentar a Indústria de MT Compreender as DIFERENÇAS e SEMELHANÇAS O que nos afasta? O que nos aproxima? Diagnosticar as NECESSIDADES MÚTUAS Do que precisamos? Do que podemos fornecer mutuamente?

Leia mais

ALGODÃO TENDÊNCIAS PARA O MERCADO

ALGODÃO TENDÊNCIAS PARA O MERCADO ALGODÃO TENDÊNCIAS PARA O MERCADO Analista de Mercado Élcio A. Bento elcio@safras.com.br ALGODÃO CIF SÃO PAULO R$/@ Preço Mínimo R$ 44,6/@ ALGODÃO CIF SÃO PAULO R$/2 Jul A FORMAÇÃO DE PREÇOS NO MERCADO

Leia mais

Exportações no período acumulado de janeiro a setembro de Total das exportações do Rio Grande do Sul.

Exportações no período acumulado de janeiro a setembro de Total das exportações do Rio Grande do Sul. Este relatório tem por objetivo apresentar os principais números referentes ao comércio internacional do agronegócio do Rio Grande do Sul no mês de setembro de 2015. Total das exportações do Rio Grande

Leia mais

28 de março de 2017/ nº 55

28 de março de 2017/ nº 55 jan-15 mar-15 mai-15 jul-15 set-15 nov-15 jan-16 1,88 1,88 1,86 1,86 1,63 1,53 1,59 1,62 1,64 1,69 1,43 1,58 1,58 1,51 1,43 1,31 1,25 1,16 1,17 1,11 1,19 1,23 1,21 1,28 1,17 28 de março de 2017/ nº 55

Leia mais

com setembro de 2015.

com setembro de 2015. Este relatório tem por objetivo apresentar os principais números referentes ao comércio internacional do agronegócio do Rio Grande do Sul no mês de outubro de 2015. Total das exportações do Rio Grande

Leia mais

PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL

PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL Março/2014 2 ÍNDICE 03. Apresentação 04. População Mundial 05. População

Leia mais

6 de março de 2015/ nº 28

6 de março de 2015/ nº 28 R$/l 6 de março de 2015/ nº 28 Movimentações negativas: No início de 2015 a cadeia produtiva do leite tem atravessado um cenário baixista. O aumento no volume da captação nos últimos quatro meses e a diminuição

Leia mais

Desempenho da Indústria Catarinense. Florianópolis, 27 de fevereiro de 2015

Desempenho da Indústria Catarinense. Florianópolis, 27 de fevereiro de 2015 Desempenho da Indústria Catarinense Florianópolis, 27 de fevereiro de 2015 SANTA CATARINA e BRASIL Desempenho econômico em 2014 INDICADOR SANTA CATARINA % acumulado 2013/2012 % acumulado 2014/2013 BR %

Leia mais

EXPECTATIVA MÉDIA ANUAL DO MERCADO PARA A ECONOMIA BRASILEIRA: PIB, JUROS, CÂMBIO E INFLAÇÃO

EXPECTATIVA MÉDIA ANUAL DO MERCADO PARA A ECONOMIA BRASILEIRA: PIB, JUROS, CÂMBIO E INFLAÇÃO EXPECTATIVA MÉDIA ANUAL DO MERCADO PARA A ECONOMIA BRASILEIRA: PIB, JUROS, CÂMBIO E INFLAÇÃO - 2017-2021 ANO TAXA DE CRESCIMENTO DO PIB TAXA DE JUROS SELIC TAXA DE CÂMBIO R$/US$ TAXA DE INFLAÇÃO IPCA 2017

Leia mais

Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro

Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro Equipe Técnica Kennya Beatriz Siqueira - Pesquisadora Embrapa Gado de Leite Alziro Vasconcelos Carneiro - Analista Embrapa Gado de

Leia mais

TABELA - Destinos das exportações brasileiras de Laranja em NCM 8 dígitos: Sucos de laranjas, congelados, não fermentados

TABELA - Destinos das exportações brasileiras de Laranja em NCM 8 dígitos: Sucos de laranjas, congelados, não fermentados País Via de Volume Valor Preço Médio Transporte Bélgica Marítima 141.569.475 235.767.952 1.665,39 Estados Unidos Marítima 93.624.168 162.298.316 1.733,51 Países Baixos (Holanda) Marítima 78.144.511 139.108.254

Leia mais

LEITE E DERIVADOS SETEMBRO / 2014 /2014/2009

LEITE E DERIVADOS SETEMBRO / 2014 /2014/2009 LEITE E DERIVADOS SETEMBRO / 2014 /2014/2009 1. Mercado nacional 1.1 Preços pagos ao produtor Os preços nominais médios brutos 1 pagos ao produtor em setembro, ponderados pela produção, dos sete estados

Leia mais

Importações no período acumulado de janeiro até dezembro de 2015.

Importações no período acumulado de janeiro até dezembro de 2015. Este relatório tem por objetivo apresentar os principais números referentes ao comércio internacional do agronegócio do Rio Grande do Sul no mês de dezembro de 2015. Total das exportações do Rio Grande

Leia mais

RELATÓRIO SOBRE AS EXPORTAÇÕES E IMPORTAÇÕES DO AGRONEGÓCIO GAÚCHO

RELATÓRIO SOBRE AS EXPORTAÇÕES E IMPORTAÇÕES DO AGRONEGÓCIO GAÚCHO Este relatório tem por objetivo apresentar os principais números referentes ao comércio internacional do agronegócio do Rio Grande do Sul no mês de outubro de 2014. COMPARAÇÃO DO MÊS OUTUBRO COM O MÊS

Leia mais

EXPORTAÇÃO BRASILEIRA DO CAPÍTULO 71 DA NCM. Por Principais Países de Destino. Janeiro - Dezembro. Bijuterias

EXPORTAÇÃO BRASILEIRA DO CAPÍTULO 71 DA NCM. Por Principais Países de Destino. Janeiro - Dezembro. Bijuterias Bijuterias Principais Países 2010 2011 2012 2013 2014 US$ mil 2014/ 2013 Estados Unidos 5.667 3.828 2.668 3.491 5.006 43 Colômbia 407 800 748 1.112 993-11 França 1.085 931 910 998 969-3 Argentina 2.112

Leia mais

TABELA 1 EXPORTAÇÕES DO RS JULHO DE 2016 VS JULHO 2017

TABELA 1 EXPORTAÇÕES DO RS JULHO DE 2016 VS JULHO 2017 Este relatório tem por objetivo apresentar os principais números referentes ao comércio exterior do agronegócio do Rio Grande do Sul no mês de julho de 2017. Total das exportações do Rio Grande do Sul.

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Secretaria de Comércio Exterior

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Secretaria de Comércio Exterior Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Secretaria de Comércio Exterior O comércio exterior brasileiro e o desempenho do setor industrial Welber Barral Secretário SÃO PAULO (SP), 27

Leia mais

Figura 1 Principais índices de inflação, em variação %

Figura 1 Principais índices de inflação, em variação % CONJUNTURA ECONÔMICA Pelo segundo mês consecutivo, a inflação mostrou sinais de arrefecimento. O IGP-M e o IGP-DI, calculados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), apresentaram queda de,13% e,45%, respectivamente,

Leia mais

Figura 1 Principais índices de inflação, em variação % jun/13 jul/13 ago/13 set/13 out/13 nov/13 dez/13 jan/14 fev/14 mar/14 abr/14 mai/14 jun/14

Figura 1 Principais índices de inflação, em variação % jun/13 jul/13 ago/13 set/13 out/13 nov/13 dez/13 jan/14 fev/14 mar/14 abr/14 mai/14 jun/14 CONJUNTURA ECONÔMICA No mês de junho a inflação aumentou em relação ao ano passado, todavia quando comparado a maio deste ano houve um pequeno retrocesso. No mês de junho de 214 o IPCA subiu,4%, com um

Leia mais

América Latina como Novo Pólo de Produção de Leite

América Latina como Novo Pólo de Produção de Leite Workshop Regional sobre Cooperativismo Lácteo América Latina como Novo Pólo de Produção de Leite Vicente Nogueira Netto Fepale OCB/CBCL Cotrial Curitiba, 08 de julho de 2008 Agenda Mudanças recentes no

Leia mais

Parceiros Comerciais do RS no período de

Parceiros Comerciais do RS no período de Este relatório tem por objetivo apresentar os principais números referentes ao comércio exterior do agronegócio do Rio Grande do Sul no mês de maio de 2016. Total das exportações do Rio Grande do Sul.

Leia mais

Nº 035 FEVEREIRO 18. Vendas As vendas internas foram de 1,4 milhão de toneladas, expansão de 14,2% frente a janeiro de 2017.

Nº 035 FEVEREIRO 18. Vendas As vendas internas foram de 1,4 milhão de toneladas, expansão de 14,2% frente a janeiro de 2017. E S T A T Í S T I C A Preliminar Notas Nº 035 FEVEREIRO 18 www.acobrasil.org.br (21) 3445-6300 acobrasil@acobrasil.org.br Produção A produção brasileira de aço bruto foi de 2,9 milhões de toneladas em

Leia mais

São Paulo, 26 de fevereiro de 2013.

São Paulo, 26 de fevereiro de 2013. São Paulo, 26 de fevereiro de 2013. Janeiro 2013 Janeiro registrou o maior déficit mensal da série histórica. O saldo comercial do mês ficou negativo em US$ 4,03 bilhões, resultado de aproximadamente US$

Leia mais

PIB PAÍSES DESENVOLVIDOS (4 trimestres, %)

PIB PAÍSES DESENVOLVIDOS (4 trimestres, %) PIB PIB PAÍSES DESENVOLVIDOS (4 trimestres, %) dez/92 jun/93 dez/93 jun/94 dez/94 jun/95 dez/95 jun/96 dez/96 jun/97 dez/97 jun/98 dez/98 jun/99 dez/99 jun/00 dez/00 jun/01 dez/01 jun/02 dez/02 jun/03

Leia mais

CARNE AVÍCOLA JUNHO DE 2017

CARNE AVÍCOLA JUNHO DE 2017 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE AVÍCOLA JUNHO DE 2017 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas por

Leia mais