Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos"

Transcrição

1 N N s U , npu U , U 9.779, U U Prsidência Rpública Casa Civil Subchfia para ssunts Jurídics HULEI NU DE 21 DE DEZEMBR DE 2004.UH ltra a tributaçã d mrcad financir capitais; institui Rgim Tributári para Incntiv à Mrnizaçã à mpliaçã Estrutura Prtuária REPRT; altra as Lis s 30 abril 2004, 8.850, 28 janir 1994, 8.383, 30 zmbr 1991, , 19 julh 2002, 9.430, 27 zmbr 1996, , 23 julh 2004; dá utras prvidências. PRESIDENTE D REPÚBLIC Faç sabr qu Cngrss Nacinal crta u sancin a sguint Li: rt. 1PU rndimnts qu trata HUart. 5U Li nu 19 janir 1999,UH rlativamnt às aplicaçõs praçõs ralizas a partir 1PU janir 2005, sujitams à incidência d impst rn na fnt, às sguints alíqutas: HU(Vigência)UH I - 22,5% (vint dis intirs cinc décims pr cnt), m aplicaçõs cm praz até 180 (cnt itnta) dias; II - 20% (vint pr cnt), m aplicaçõs cm praz 181 (cnt itnta um) dias até 360 (trznts sssnta) dias; III - 17,5% (zsst intirs cinc décims pr cnt), m aplicaçõs cm praz 361 (trznts sssnta um) dias até 720 (stcnts vint) dias; IV - 15% (quinz pr cnt), m aplicaçõs cm praz acima 720 (stcnts vint) dias. 1PU cas aplicaçõs xistnts m 31 zmbr 2004: I - s rndimnts prduzids até ssa ta srã tributads ns trms lgislaçã ntã vignt; II - m rlaçã as rndimnts prduzids m 2005, s prazs a qu s rfrm s inciss I a IV d caput artig srã cntads a partir: a) 1PU Li; julh 2004, n cas aplicaçã ftua até a ta publicaçã sta Li. b) ta aplicaçã, n cas aplicaçã ftua após a ta publicaçã sta cas ds funds invstimnts, srá bsrvad sguint: I - s rndimnts srã tributads smstralmnt, cm bas n HUart. 3U , 13 julh 2004,UH à alíquta 15% (quinz pr cnt), sm prjuíz d dispst n incis III parágraf; Li nu

2 Cnsiram-s s s , sta , U U II - na hipóts funds invstimnts cm praz carência até 90 (nvnta) dias para rsgat qutas cm rndimnt, a incidência d impst rn na fnt a qu s rfr incis I parágraf crrrá na ta m qu s cmpltar ca príd carência para rsgat qutas cm rndimnt, sm prjuíz d dispst n incis III parágraf; III - pr casiã d rsgat s qutas, srá aplica alíquta cmplmntar acrd cm prvist ns inciss I a IV d caput artig. 3PU dispst nst artig nã s aplica: I - as funds clubs invstimnt m açõs cujs rndimnts srã tributads xclusivamnt n rsgat s qutas, à alíquta 15% (quinz pr cnt); II - as títuls capitalizaçã, n cas rsgat sm crrência srti, cujs rndimnts srã tributads à alíquta 20% (vint pr cnt). 4PU fund u club invstimnt m açõs cuja cartira ixar bsrvar a prprçã rfri n art. 2PU Mdi Prvisória npu 23 agst 2001, aplicar-s-á dispst n caput ns 1PU 2PU artig, a partir d mmnt d snquadramnt cartira, salv n cas, cumulativamnt, a rfri prprçã nã ultrapassar limit 50% (cinqünta pr cnt) d ttal cartira, a situaçã fr rgulariza n praz máxim 30 (trinta) dias fund u club nã incrrr m nva hipóts snquadramnt n príd 12 (dz) mss subsqünts. 5PU incluíds ntr s rndimnts rfrids pl HUart. 5U Li nu 9.779, 19 janir 1999UH, s prtrminads btids m praçõs cnjugas, ralizas ns mrcads pçõs cmpra vn m blsas valrs, mrcadrias futurs (bx), n mrcad a trm nas blsas valrs, mrcadrias futurs, m praçõs vn cbrta sm ajusts diáris, n mrcad balcã. 6PU praçõs scritas n 5PU artig, ralizas pr fund u club invstimnt m açõs, nã intgrarã a parcla cartira aplica m açõs, para fit prprçã rfri n 4PU artig. art. 2PU 7PU Ministr Fazn prá lvar rstablcr prcntual a qu s rfr Mdi Prvisória npu 23 agst rt. 2PU dispst n art. 1PU Li nã s aplica as ganhs líquids aufrids m praçõs ralizas m blsas valrs, mrcadrias, futurs, assmlhas, inclusiv y tra, qu prmancm sujits à lgislaçã vignt srã tributads às sguints alíqutas: I - 20% (vint pr cnt), n cas praçã y tra; II - 15% (quinz pr cnt), nas mais hipótss. 1PU praçõs a qu s rfr caput artig, xct y tra, sujitam-s à incidência d impst rn na fnt, à alíquta 0,005% (cinc milésims pr cnt) sbr s sguints valrs: I - ns mrcads futurs, a sma algébrica ds ajusts diáris, s psitiva, apura pr casiã d ncrramnt psiçã, antcipamnt u n su vncimnt; II - ns mrcads pçõs, rsultad, s psitiv, sma algébrica ds prêmis pags rcbids n msm dia;

3 s Fica crrnd Fica Ficam (trcir) III - ns cntrats a trm: a) quand huvr a prvisã ntrga d ativ bjt na ta d su vncimnt, a difrnça, s psitiva, ntr prç a trm prç à vista na ta liquiçã; b) cm liquiçã xclusivamnt financira, valr liquiçã financira prvist n cntrat; IV - ns mrcads à vista, valr alinaçã, nas praçõs cm açõs, ur ativ financir utrs valrs mbiliáris nls ngciads. dispst n 1PU artig: I - nã s aplica às praçõs xrcíci pçã; II - aplica-s às praçõs ralizas n mrcad balcã, cm intrmdiaçã, tnd pr bjt s valrs mbiliáris ativs rfrids n incis IV d 1PU artig, bm cm às praçõs ralizas m mrcads liquiçã futura fra blsa. 3PU vignt. praçõs y tra prmancm tributas, na fnt, ns trms lgislaçã 4PU dispnsa a rtnçã d impst qu trata 1 PU sja igual u infrir a R$ 1,00 (um ral). artig cuj valr 5PU mais uma praçã n msm mês, raliza pr uma msma pssa, física u jurídica, vrá sr ftua a sma ds valrs impst incint sbr ts as praçõs ralizas n mês, para fit cálcul d limit rtnçã prvist n 4PU artig. 6PU rspnsávl pla rtnçã d impst qu tratam 1PU incis II d artig a instituiçã intrmdiadra qu rcbr dirtamnt a rm d clint, a blsa qu rgistru as praçõs u nti rspnsávl pla liquiçã cmpnsaçã s praçõs, na frma rgulamnta pla Scrtaria Rcita Fral d Ministéri Fazn. 7PU valr d impst rtid na fnt a qu s rfr 1PU artig prá sr: I - duzid d impst sbr ganhs líquids apurads n mês; II - cmpnsad cm impst incint sbr ganhs líquids apurads ns mss subsqünts; III - cmpnsad na claraçã ajust s, após a duçã qu tratam s inciss I II parágraf, huvr sald impst rtid; IV - cmpnsad cm impst vid sbr ganh capital na alinaçã açõs. 8PU impst rn rtid na frma d 1PU artig vrá sr rclhid a Tsur Nacinal até 3PU dia útil smana subsqünt à ta rtnçã. rt. 3PU isnts d impst rn: I - s ganhs líquids aufrids pr pssa física m praçõs n mrcad à vista açõs nas blsas valrs m praçõs cm ur ativ financir cuj valr s

4 livrs, livrs, Quand U , Nã Na s s 2.222, U 8.981, , , , sta , alinaçõs, ralizas m ca mês, sja igual u infrir a R$ ,00 (vint mil rais), para cnjunt açõs para ur ativ financir rspctivamnt; II - na fnt na claraçã ajust anual s pssas físicas, a rmunraçã prduzi pr ltras hiptcárias, crtificads rcbívis imbiliáris ltras crédit imbiliári. rt. 4PU s aplica dispst ns arts. 1PU 2PU Li às pssas jurídicas qu trata HUart. 77, incis I, Li nu 20 janir 1995UH, as invstidrs strangirs rfrids n art. 16 Mdi Prvisória npu 23 agst 2001, às ntis u funds ptants pl rgim spcial qu trata art. 2PU Mdi Prvisória npu 4 stmbr 2001, qu prmancm sujits às nrmas prvistas na lgislaçã vignt. rt. 5PU transfrência titulari açõs ngcias fra blsa, sm intrmdiaçã, a nti ncarrga su rgistr vrá xigir dcumnt arrcaçã rcitas frais qu cmprv pagamnt d impst rn sbr ganh capital incint na alinaçã u claraçã d alinant sbr a inxistência impst vid, bsrvas as nrmas stablcis pla Scrtaria Rcita Fral. HU(Vigência)UH 1PU a transfrência fr ftua ants d vncimnt d praz lgal para pagamnt d impst vid, a cmprvaçã qu trata caput artig vrá crrr m até 15 (quinz) dias após vncimnt d rfrid praz, a final d qual, cas nã tnha sid raliza, a nti vrá cmunicar fat à Scrtaria Rcita Fral na frma praz pr la rgulamntads. scumprimnt d dispst nst artig sujita a nti à multa 30% (trinta pr cnt) d valr d impst vid. rt. 6PU arts. 8PU sguint rçã: "rt. 8PU 28 Li npu HUXII -UH cnfrm finid n art. 2PU 30 abril 2004, passam a vigrar cm a Li npu..." (NR) "rt HUVI -UH cnfrm finid n art. 2PU Li npu..." (NR) 30 utubr utubr 2003; rt. 7PU pssas jurídicas qu aufiram as rcitas qu trata HUincis XXIII d art. 10 Li nu 29 zmbr 2003UH, ficam brigas a instalar quipamnt missr cupm fiscal m sus stablcimnts, na frma disciplina pla Scrtaria Rcita Fral. HU(Vigência)UH

5 s s s (trcir) U 9.311, (quart) U U 8.850, H U 8.383, H U U rt. 8PU pssa jurídica submti a lucr prsumid prá, xcpcinalmnt, m rlaçã a 3PU 4PU trimstrs-calndári 2004, apurar Impst Rn cm bas n lucr ral trimstral, snd finitiva a tributaçã pl lucr prsumid rlativa as 2 (dis) primirs trimstrs, bsrvas as nrmas stablcis pla Scrtaria Rcita Fral. rt. 9PU HUinciss I II d art. 1U vigrar cm a sguint rçã: "rt. 1PU Li nu 28 janir 1994UH, passam a HUI - UH 1PU janir 2004 a 30 stmbr 2004: quinznal; II - a partir 1PU utubr 2004: mnsal...." (NR) rt. 10. s HUitns 1 2 alína c d incis I d art. 52 Li nu zmbr 1991UH, passam a vigrar cm a sguint rçã: "rt. 52. I c) m rlaçã as fats gradrs qu crrrm n príd 1PU janir 2004 até 30 stmbr 2004: até últim dia útil d cêndi subsqünt à quinzna crrência ds fats gradrs; 2. m rlaçã as fats gradrs qu crrrm a partir 1PU utubr 2004: até últim dia útil quinzna subsqünt a mês crrência ds fats gradrs;..." (NR) rt. 11. Sm prjuíz d dispst n HUincis I d 10 d art. 8U n HUincis I d caput d art. 16 Li nu 24 utubr 1996UH, srá facultad lançamnt a débit m cnta crrnt pósit para invstimnt para a ralizaçã praçõs cm s valrs mbiliáris qu tratam s rfrids inciss, s qu sja mantid cntrl, m sparad, pla instituiçã intrvnint, ds valrs mbiliáris adquirids pr intrmédi s cntas crrnts pósit à vista invstimnt. HU(Vigência)UH 1PU valrs rfrnts à liquiçã s praçõs cm s valrs mbiliáris qu trata caput artig, adquirids pr intrmédi lançamnt a débit m cnta crrnt pósit para invstimnt, srã crditads u bitads a ssa msma cnta. instituiçõs intrvnints vrã mantr cntrls m cntas sgrgas qu prmitam intificar a rigm ds rcurss qu srã invstids m açõs prduts rivads prvnints cnta crrnt cnta para invstimnt. rt. 12. Srá ciência a sujit passiv d at qu xcluir d parclamnt débits cm a Scrtaria Rcita Fral, cm a Prcuradria-Gral Fazn Nacinal cm Institut Nacinal d Sgur Scial - INSS, qu tratam s HUarts. 1U HU5U Li nu , 30 mai 2003UH, mdiant publicaçã n Diári ficial Uniã.

6 2PU Parágraf únic. Fica dispnsa a publicaçã qu trata caput artig ns cass m qu fr ciência a sujit passiv pssalmnt u pr via pstal, cm avis rcbimnt. rt. 13. Fica instituíd Rgim Tributári para Incntiv à Mrnizaçã à mpliaçã Estrutura Prtuária - REPRT, ns trms sta Li. rt. 14. s vns máquinas, quipamnts utrs bns, n mrcad intrn, u a sua imprtaçã, quand adquirids u imprtads dirtamnt pls bnficiáris d REPRT stinads a su ativ imbilizad para utilizaçã xclusiva m prts na xcuçã srviçs carga, scarga mvimntaçã mrcadrias, srã ftuas cm suspnsã d Impst sbr Prduts Industrializads - IPI, Cntribuiçã para PIS/PSEP, Cntribuiçã para Financiamnt Sguri Scial - CFINS, quand fr cas, d Impst Imprtaçã. 1PU suspnsã d Impst Imprtaçã d IPI cnvrt-s m isnçã após curs d praz 5 (cinc) ans, cntad ta crrência d rspctiv fat gradr. suspnsã cntribuiçã para PIS/PSEP CFINS cnvrt-s m praçã, inclusiv imprtaçã, sujita a alíquta 0 (zr) após curs d praz 5 (cinc) ans, cntad ta crrência d rspctiv fat gradr. 3PU aplicaçã ds bnfícis fiscais, rlativs a IPI a Impst Imprtaçã, fica cndicina à cmprvaçã, pl bnficiári, quitaçã tributs cntribuiçõs frais, n cas d IPI vinculad à imprtaçã d Impst Imprtaçã, à frmalizaçã trm rspnsabili m rlaçã a crédit tributári suspns. 4PU suspnsã d Impst Imprtaçã smnt srá aplica a máquinas, quipamnts utrs bns qu nã pssuam similar nacinal. 5PU transfrência, a qualqur títul, prpri ds bns adquirids n mrcad intrn u imprtads mdiant aplicaçã d REPRT, ntr d praz fixad ns 1PU artig, vrá sr prcdi autrizaçã Scrtaria Rcita Fral d rclhimnt ds tributs suspnss, acrscids jurs multa mra stablcids na lgislaçã aplicávl. 6PU transfrência a qu s rfr 5 PU artig, prviamnt autriza pla Scrtaria Rcita Fral, a adquirnt também nquadrad n REPRT srá ftiva cm dispnsa cbrança ds tributs suspnss s qu, cumulativamnt: I - adquirnt frmaliz nv trm rspnsabili a qu s rfr 3PU artig; II - assuma prant a Scrtaria Rcita Fral a rspnsabili pls tributs cntribuiçõs suspnss, s mmnt crrência ds rspctivs fats gradrs. 7PU Pr Excutiv rlacinará as máquinas, quipamnts bns bjts suspnsã rfri n caput artig. rt. 15. Sã bnficiáris d REPRT pradr prtuári, cncssinári prt rganizad, arrntári instalaçã prtuária us públic a mprsa autriza a xplrar instalaçã prtuária us privativ mist. Parágraf únic. Scrtaria Rcita Fral stablcrá s rquisits s prcdimnts para habilitaçã ds bnficiáris a REPRT.

7 nu U 73, Salv , U U 9.432, , rt. 16. REPRT aplica-s às aquisiçõs imprtaçõs ftuas até 31 zmbr rt. 17. s vns ftuas cm suspnsã, isnçã, alíquta 0 (zr) u nã incidência Cntribuiçã para PIS/PSEP CFINS nã impm a manutnçã, pl vndr, ds crédits vinculads a ssas praçõs. rt. 18. Pr um praz 10 (z) ans a cntar vigência HULi nu 8 janir 1997UH, nã incidirá dicinal Frt para a Rnvaçã Marinha Mrcant FRMM sbr as mrcadrias cuja rigm u cuj stin sja prt lcalizad na Rgiã Nrt Nr d país, xct para as mbarcaçõs casc cm fund dupl, stinas a transprt cmbustívis, cuj praz srá 25 (vint cinc) ans. rt. 19. lvantamnt u a autrizaçã para pósit m cnta bancária valrs crrnts prcatóri judicial smnt prá crrr mdiant a aprsntaçã a juíz crtidã ngativa tributs frais, staduais, municipais, bm cm crtidã rgulari para cm a Sguri Scial, Fund Garantia d Tmp Srviç FGTS a Dívi tiva Uniã, pis uvi a Fazn Pública. Parágraf únic. Nã s aplica dispst n caput artig: I - as crédits naturza alimntar, inclusiv hnráris advcatícis; II - as crédits valr igual u infrir a dispst n art. 3 PU Li npu 12 julh 2001, qu dispõ sbr a instituiçã ds Juizads Espciais Cívis Criminais n âmbit Justiça Fral. rt. 20. s intimaçõs ntificaçõs qu tratam s HUarts. 36 a 38 Li Cmplmntar 10 fvrir 1993UH, inclusiv aqulas prtinnts a prcsss administrativs, quand dirigis a Prcuradrs Fazn Nacinal, r-s-ã pssalmnt mdiant a ntrga ds auts cm vista. rt. 21. s arts. 13, Li npu P10.522, 19 julh 2002, passam a vigrar cm a sguint rçã: "HUrt. 13.UH 1PU falta pagamnt 2 (duas) prstaçõs implicará a imdiata rscisã d parclamnt, cnfrm cas, a rmssa d débit para a inscriçã m Dívi tiva Uniã u prssguimnt xcuçã, vd rparclamnt, cm xcçã d prvist n artig. dispst n art. 11 Li npu 30 mai 2003, "qu trata parclamnt débits junt à Scrtaria Rcita Fral, à Prcuradria-Gral Fazn Nacinal a Institut Nacinal d Sgur Scial INSS dá utras prvidências", srá admitid rparclamnt ds débits inscrits m Dívi tiva Uniã, bsrvad sguint: I - a frmular pdid rparclamnt, vdr vrá cmprvar rclhimnt valr crrspnnt a 20% (vint pr cnt) d débit cnslid; II - rscindid rparclamnt, nvas cncssõs smnt srã acitas n cas pdid vir acmpanhad cmprvaçã d rclhimnt d valr crrspnnt a 50% (cinqünta pr cnt) d débit cnslid; III - aplicam-s subsidiariamnt as pdids rparclamnt, naquil qu nã cntrariar, as mais dispsiçõs rlativas a parclamnt prvistas nsta Li." (NR)

8 Nas Na H H Srã H N a U 9.430, "HUrt. 19UH. Fica a Prcuradria-Gral Fazn Nacinal autriza a nã cntstar, a nã intrpr rcurs u a sistir d qu tnha sid intrpst, s qu inxista utr funmnt rlvant, na hipóts a cisã vrsar sbr: 1PU matérias qu trata st artig, Prcuradr Fazn Nacinal qu atuar n fit vrá, xprssamnt, rcnhcr a prcdência d pdid, quand citad para aprsntar rspsta, hipóts m qu nã havrá cnnaçã m hnráris, u manifstar su sintrss m rcrrr, quand intimad cisã judicial. HU 4U Scrtaria Rcita Fral nã cnstituirá s crédits tributáris rlativs às matérias qu trata incis II d caput artig. 5PU hipóts crédits tributáris já cnstituíds, a autri lançadra vrá rvr fíci lançamnt, para fit altrar ttal u parcialmnt crédit tributári, cnfrm cas." (NR) "HUrt. 20.UH Srã arquivads, sm baixa na distribuiçã, mdiant rqurimnt d Prcuradr Fazn Nacinal, s auts s xcuçõs fiscais débits inscrits cm Dívi tiva Uniã pla Prcuradria-Gral Fazn Nacinal u pr la cbrads, valr cnslid igual u infrir a R$ ,00 (z mil rais). HU 2U xtintas, mdiant rqurimnt d Prcuradr Fazn Nacinal, as xcuçõs qu vrsm xclusivamnt sbr hnráris vids à Fazn Nacinal valr igual u infrir a R$ 1.000,00 (mil rais). HU 4U cas runiã prcsss cntra msm vdr, na frma d art. 28 Li npu 6.830, 22 stmbr 1980, para s fins qu trata limit indicad n caput artig, srá cnsira a sma ds débits cnslids s inscriçõs runis." (NR) rt. 22. HUart. 17 Li nu sguint rçã: "rt zmbr 1996UH, passa a vigrar cm a Parágraf únic. Scrtaria Rcita Fral Banc Cntral d Brasil xpdirã instruçõs para a apuraçã d rsultad líquid, sbr a mvimntaçã divisas rlacinas cm ssas praçõs, utras qu s fizrm ncssárias à xcuçã d dispst nst artig." (NR) rt. 23. Esta Li ntra m vigr na ta sua publicaçã, prduzind fits: I - na hipóts ds arts. 1PU 5PU 7PU II - na hipóts d art. 11, a partir 1PU, a partir 1PU utubr 2004; III - na ta sua publicaçã, nas mais hipótss. janir 2005;

9 U d U 8.383, U , 1PU rt. 24. Ficam rvgads HUart. 63 Li nu 30 zmbr 1991UH, a partir janir 2005, HU 2U art. 10 Li nu 23 julh 2004.UH Brasília, 21 zmbr 2004; 183PU LUIZ INÁCI LUL D SILV ntni Palcci Filh Inpndência 116PU Rpública. Est txt nã substitui publicad n D..U

Lei nº 7998/90. Pós MP nº 665/14 Vigência 60 dias após a data da publicação Art. 2ºB Revogado Art. 2ºB Revogado Art. 2ºB Revogado

Lei nº 7998/90. Pós MP nº 665/14 Vigência 60 dias após a data da publicação Art. 2ºB Revogado Art. 2ºB Revogado Art. 2ºB Revogado Ants da MP nº 665/14 Art. 2o-B. Em carátr xcpcional plo prazo d sis mss, os trabalhadors qu stjam m situação d dsmprgo involuntário plo príodo comprndido ntr doz dzoito mss, inintrruptos, qu já tnham sido

Leia mais

Numeração. Classificação. Doenças Assunto. Seguro Público para Assistência Médica Tema. "Kenko Hoken" Seguro de Saúde. 1 Exemplos de Situações

Numeração. Classificação. Doenças Assunto. Seguro Público para Assistência Médica Tema. Kenko Hoken Seguro de Saúde. 1 Exemplos de Situações Numraçã 8-4-2 Nívl d cnsulta 3 Classificaçã Dnças Assunt Sgur Públic para Assistência Médica Tma "Knk Hkn" Sgur d Saúd 1 Exmpls d Situaçõs Estu trabalhand m uma mprsa japnsa. Dsj sabr s há algum sgur para

Leia mais

TRIBUTAÇÃO DAS APLICAÇÕES FINANCEIRAS

TRIBUTAÇÃO DAS APLICAÇÕES FINANCEIRAS Pribida a reprduçã. TRIBUTAÇÃO DAS APLICAÇÕES FINANCEIRAS Abril de 2012 Índice Pessas Físicas 1. À Vista... 2 2. Opções... 4 3. POP Prteçã d Investiment cm Participaçã... 6 4. Term... 7 5. Futur Títuls

Leia mais

Tabela de Tarifas. Pessoa Física. Divulgada em 01/08/2013 Vigência a partir de: 01/09/2013. sicoobes.com.br

Tabela de Tarifas. Pessoa Física. Divulgada em 01/08/2013 Vigência a partir de: 01/09/2013. sicoobes.com.br Tabla d Tarifas Pssoa Física Divulgada m 01/08/013 Vigência a partir d: 01/09/013 Rlação dos srviços tarifados rspctivos valors vignts. Os valors máximos foram stablcidos pla Cooprativa, obsrvada a rsolução

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Escrituração Contábil Digital ECD

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Escrituração Contábil Digital ECD Parecer Cnsultria Tributária Segments Escrituraçã Cntábil Digital ECD 23/12/2013 Parecer Cnsultria Tributária Segments Títul d dcument Sumári Sumári... 2 1. Questã... 3 2. Nrmas Apresentadas Pel Cliente...

Leia mais

CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL

CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL SECRETARIA DA RECEITA PREVIDENCIÁRIA - SRP DEPARTAMENTO DE FISCALIZAÇÃO - DEFIS CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL

Leia mais

EMPRESA BRASILEIRA DE TELECOMUNICAÇÕES S.A - EMBRATEL

EMPRESA BRASILEIRA DE TELECOMUNICAÇÕES S.A - EMBRATEL EMPRESA BRASILEIRA DE TELECOMUNICAÇÕES S.A - EMBRATEL PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO N o 001 - EMBRATEL 1. APLICAÇÃO Est Plano d Srviço ofrc ao usuário do Srviço d Tlfonia Fixa Comutada, a possibilidad d

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos MEDIDA PROVISÓRIA Nº 206, DE 6 DE AGOSTO 2004. Altera a tributação do mercado financeiro e de capitais, institui o Regime Tributário

Leia mais

turismo corporate negócio noronha roma seul garopaba brasília são lu gramado brasília são paulo recife natal tóquio lisboa rio de janeiro capadócia

turismo corporate negócio noronha roma seul garopaba brasília são lu gramado brasília são paulo recife natal tóquio lisboa rio de janeiro capadócia brlim sã l brlim santg rcif curi sul punta dl st rma sul nrnha r rcif rcif garpabacapa nrnha mntvidéu r barilch punta dl st mació sã paul mació sul capadóc r mnt SUPER sã l ngóci gramad turism FÉRIAS crprat

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL Cntratante: O CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL - 12º REGIÃO, pessa jurídica de direit públic cnstituída sb a frma de autarquia fiscalizadra,

Leia mais

EDITAL N.º 24/2016 EDITAL PROCESSO SELETIVO ESPECÍFICO PARA INGRESSO DE FRONTEIRIÇOS 2016

EDITAL N.º 24/2016 EDITAL PROCESSO SELETIVO ESPECÍFICO PARA INGRESSO DE FRONTEIRIÇOS 2016 EDITAL N.º 24/2016 EDITAL PROCESSO SELETIVO ESPECÍFICO PARA INGRESSO DE FRONTEIRIÇOS 2016 O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, no uso d suas atribuiçõs lgais statutárias, torna público st Edital

Leia mais

A EXPERIÊNCIA DO CONTROLE INTERNO NO ESTADO DE SANTA CATARINA

A EXPERIÊNCIA DO CONTROLE INTERNO NO ESTADO DE SANTA CATARINA A EXPERIÊNCIA DO CONTROLE INTERNO NO ESTADO DE SANTA CATARINA Valdr Ângl Mntagna ALGUMAS DEFINIÇÕES GERAIS CONTROLE significa a fiscalizaçã xrcida sbr as atividads d pssas, órgãs, dpartamnts, u sbr prduts,

Leia mais

3 Proposição de fórmula

3 Proposição de fórmula 3 Proposição fórmula A substituição os inos plos juros sobr capital próprio po sr um important instrumnto planjamnto tributário, sno uma rução lgal a tributação sobr o lucro. Nos últimos anos, a utilização

Leia mais

Lista de Exercícios 4 Cálculo I

Lista de Exercícios 4 Cálculo I Lista d Ercícis 4 Cálcul I Ercíci 5 página : Dtrmin as assínttas vrticais hrizntais (s istirm) intrprt s rsultads ncntrads rlacinand-s cm cmprtamnt da funçã: + a) f ( ) = Ants d cmçar a calcular s its

Leia mais

PRINCÍPIOS E INSTRUÇÕES RELATIVOS ÀS OPERAÇÕES DE CERTIFICADOS DE OPERAÇÕES ESTRUTURADAS (COE) Versão: 27/08/2014 Atualizado em: 27/08/2014

PRINCÍPIOS E INSTRUÇÕES RELATIVOS ÀS OPERAÇÕES DE CERTIFICADOS DE OPERAÇÕES ESTRUTURADAS (COE) Versão: 27/08/2014 Atualizado em: 27/08/2014 F i n a l i d a d O r i n t a r o u s u á r i o p a r a q u s t o b t PRINCÍPIOS E INSTRUÇÕES RELATIVOS ÀS OPERAÇÕES DE CERTIFICADOS DE OPERAÇÕES ESTRUTURADAS (COE) Vrsão: 27/08/2014 Atualizado m: 27/08/2014

Leia mais

FAQ DEM/ Esta é uma. Estímulo 2012? Assim, não. Fundo. R: 1. Após tenha

FAQ DEM/ Esta é uma. Estímulo 2012? Assim, não. Fundo. R: 1. Após tenha Esta é uma Mdida só para 2012, ou vai continuar? Não stá prvisto na lgislação um príodo d vigência. Uma ntidad mprgadora com mnos d cinco (5) trabalhadors pod candidatar s ao Estímulo 2012? Sim. Nst caso,

Leia mais

Protocolo n.º 11/001894

Protocolo n.º 11/001894 O SESI/PR Srviço Social da Indústria, adiant dsignado simplsmnt SESI/PR, com sd na Rua Cândido d Abru, nº. 200, nsta Capital, torna público o prsnt rgulamnto d crdnciamnto para laboração do documnto bas

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE PREGÃO ELETRÔNICO N 09/2008

EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE PREGÃO ELETRÔNICO N 09/2008 SEÇÃO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS MODALIDADE PREGÃO ELETRÔNICO N 09/2008 (Rgistr d prçs para aquisiçã d matrial d cnsum d xpdint, infrmática létric para sta Sçã Judiciária) Data d nvi das prpstas A partir

Leia mais

Ficha Cadastro Pessoa Física

Ficha Cadastro Pessoa Física Ficha Cadastr Pessa Física Grau de sigil #00 Em se tratand de mais de um titular, preencher uma ficha para cada um. Cas necessári, utilize utra ficha para cmpletar s dads. Dads da Cnta na CAIXA Cód. agência

Leia mais

Edital de seleção de candidatos para o Doutorado em Matemática para o Período 2015.2

Edital de seleção de candidatos para o Doutorado em Matemática para o Período 2015.2 ] Univrsidad Fdral da Paraíba Cntro d Ciências Exatas da Naturza Dpartamnto d Matmática Univrsidad Fdral d Campina Grand Cntro d Ciências Tcnologia Unidad Acadêmica d Matmática Programa Associado d Pós-Graduação

Leia mais

MENSAGEM Nº 458, DE 30 DE JUNHO DE 2008.

MENSAGEM Nº 458, DE 30 DE JUNHO DE 2008. MENSAGEM Nº 458, DE 30 DE JUNHO DE 2008. Senhr Presidente d Senad Federal, Cmunic a Vssa Excelência que, ns terms d 1 d art. 66 da Cnstituiçã, decidi vetar parcialmente, pr incnstitucinalidade e cntrariedade

Leia mais

OAB 1ª FASE RETA FINAL Disciplina: Direito Administrativo MATERIAL DE APOIO

OAB 1ª FASE RETA FINAL Disciplina: Direito Administrativo MATERIAL DE APOIO I. PRINCÍPIOS: 1. Suprmacia do Intrss Público sobr o Particular Em sndo a finalidad única do Estado o bm comum, m um vntual confronto ntr um intrss individual o intrss coltivo dv prvalcr o sgundo. 2. Indisponibilidad

Leia mais

Em cada ciclo, o sistema retorna ao estado inicial: U = 0. Então, quantidade de energia W, cedida, por trabalho, à vizinhança, pode ser escrita:

Em cada ciclo, o sistema retorna ao estado inicial: U = 0. Então, quantidade de energia W, cedida, por trabalho, à vizinhança, pode ser escrita: Máquinas Térmicas Para qu um dado sistma raliz um procsso cíclico no qual rtira crta quantidad d nrgia, por calor, d um rsrvatório térmico cd, por trabalho, outra quantidad d nrgia à vizinhança, são ncssários

Leia mais

Art. 1º Atualizar o Manual de Instruções Gerais (MIG) Cadastro, na forma apresentada no demonstrativo anexo.

Art. 1º Atualizar o Manual de Instruções Gerais (MIG) Cadastro, na forma apresentada no demonstrativo anexo. Atualiza o Manual d Instruçõs Grais (MIG) Cadastro. A Dirtoria Excutiva da Confdração Nacional das Cooprativas do Sicoob Ltda. Sicoob Confdração, com fulcro no art. 58 do Estatuto Social, basado na strutura

Leia mais

Florianópolis, 09 de abril de 1998. PORTARIA Nº 0173/GR/98.

Florianópolis, 09 de abril de 1998. PORTARIA Nº 0173/GR/98. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA GABINETE DO REITOR PORTARIAS Florianópolis, 09 d abril d 1998 PORTARIA Nº 0173/GR/98 O Ritor da Univrsidad Fdral d Santa Catarina, no uso d suas atribuiçõs statutárias

Leia mais

Lei nº 11.033, de 21 de dezembro de 2004 DOU 22.12.2004

Lei nº 11.033, de 21 de dezembro de 2004 DOU 22.12.2004 Lei nº 11.033, de 21 de dezembro de 2004 DOU 22.12.2004 Altera a tributação do mercado financeiro e de capitais; institui o Regime Tributário para Incentivo à Modernização e à Ampliação da Estrutura Portuária

Leia mais

APONTAMENTOS PRÁTICOS PARA OFICIAIS DE JUSTIÇA

APONTAMENTOS PRÁTICOS PARA OFICIAIS DE JUSTIÇA ESQUEMA PRÁTICO ) Prazo Máximo Duração do Inquérito 2) Prazo Máximo Duração do Sgrdo d Justiça 3) Prazo Máximo Duração do Sgrdo d Justiça quando stivr m causa a criminalidad rfrida nas al.ªs i) a m) do

Leia mais

Para verificar a atualização desta norma, como revogações ou alterações, acesse o Visalegis.

Para verificar a atualização desta norma, como revogações ou alterações, acesse o Visalegis. 18/05/12 Anvisa - Lgislação - Portarias Lgislação Para vrificar a atualização dsta norma, como rvogaçõs ou altraçõs, acss o Visalgis. Portaria n º 27, d 13 d janiro d 1998 A Scrtária d Vigilância Sanitária,

Leia mais

SERVIÇOS DISPONÍVEIS ATRAVÉS DO BANRISUL OFFICE BANKING

SERVIÇOS DISPONÍVEIS ATRAVÉS DO BANRISUL OFFICE BANKING SERVIÇOS DISPONÍVEIS ATRAVÉS DO BANRISUL OFFICE BANKING EXTRATOS: Cnta Crrente: sald d dia, extrat mês atual, extrat de cheques, extrat d mês anterir e extrat n períd. Empréstims/Crédits Cnta Investiment:

Leia mais

Ficha Cadastro Pessoa Física

Ficha Cadastro Pessoa Física Ficha Cadastr Pessa Física Grau de sigil #00 Em se tratand de mais de um titular, preencher uma ficha para cada um. Cas necessári, utilize utra ficha para cmpletar s dads. ads da Cnta na CAIXA Cód. agência

Leia mais

O que é sucessão de responsabilidades?

O que é sucessão de responsabilidades? GLOSSÁRIO DO EMPREENDEDOR O que é capital inicial? É capital de gir necessári para iniciar as atividades de seu negóci e "rdar" as perações até cmeçar a gerar receita suficiente para equilibrar este capital.

Leia mais

Legislação Mineira NORMA: LEI 20591. LEI 20591 de 28/12/2012 - Texto Atualizado

Legislação Mineira NORMA: LEI 20591. LEI 20591 de 28/12/2012 - Texto Atualizado Lgislação Minira NORMA: LEI 20591 LEI 20591 d 28/12/2012 - Txto Atualizado Institui a Gratificação d Incntivo à Psquisa à Docência a Gratificação d Função d Psquisa Ensino Gipd, no âmbito da Fundação João

Leia mais

Cm Criar Seu Própri Empreg em Apenas 5 Passs 1 1º Pass: A IDEIA 2º Pass: O CONTACTO COM VÁRIAS INSTITUIÇÕES E ENTIDADES 3º Pass: PLANO DE NEGÓCIOS 4º Pass: CRIAÇÃO DA EMPRESA E INÍCIO DE ACTIVIDADE 5º

Leia mais

Lei N. 12.973/14 Relevantes Alterações na Legislação Tributária Brasileira

Lei N. 12.973/14 Relevantes Alterações na Legislação Tributária Brasileira ALERTA TRIBUTÁRIO Lei N. 12.973/14 Relevantes Alterações na Legislaçã Tributária Brasileira Prezads Clientes, N últim dia 14 de mai fi publicada a Lei nº 12.973, de 13 de mai de 2014, cnvertend em lei

Leia mais

ANÁLISE DO INSTITUTO DA EXCEÇÃO DE PRÉ- EXECUTIVIDADE SOB A ÓTICA DA NOVA REFORMA DO PROCESSO DE EXECUÇÃO

ANÁLISE DO INSTITUTO DA EXCEÇÃO DE PRÉ- EXECUTIVIDADE SOB A ÓTICA DA NOVA REFORMA DO PROCESSO DE EXECUÇÃO fr 4 ii,iid Iih UJ&Ft4AtVJAM UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ JOYCE MARIA RANGEL PIERRE MOREIRA ANÁLISE DO INSTITUTO DA EXCEÇÃO DE PRÉ- EXECUTIVIDADE SOB A ÓTICA DA NOVA REFORMA DO PROCESSO DE EXECUÇÃO s

Leia mais

CTOC - Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas Sistema de Informação do Técnico Oficial de Contas

CTOC - Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas Sistema de Informação do Técnico Oficial de Contas IAS 17 (1) NORMA INTERNACIONAL DE CONTABILIDADE IAS 17 Locaçõs ÍNDICE Parágrafos Objctivo 1 Âmbito 2-3 Dfiniçõs 4-6 Classificação d locaçõs 7-19 Locaçõs nas dmonstraçõs financiras d locatários 20-35 Locaçõs

Leia mais

Esta Cartilha vai ajudar você a entender melhor o Fundo Paraná de Previdência Multipatrocinada e o Plano de Benefícios JMalucelli.

Esta Cartilha vai ajudar você a entender melhor o Fundo Paraná de Previdência Multipatrocinada e o Plano de Benefícios JMalucelli. ÍNDICE CARTILHA EXPLICATIVA... 3 FUNDO PARANÁ... 4 PATRIMÔNIO... 5 SEGURANÇA... 5 BENEFÍCIO FISCAL... 6 ASFUNPAR... 7 PLANO JMALUCELLI... 8 PARTICIPANTES... 8 Participante Ativ... 8 Participante Assistid...

Leia mais

III Game Campori Online

III Game Campori Online 2015 14-16 d agt vrã www.gam.camprinlin.cm prtuguê III Gam Campri Onlin Guia d Orintaçõ A Equip Wb Rádi Atividad Crdnadr Publicidad Tradutr Rlaçõ Extrna Mídia Sciai Epcialidad d Evnt Ediçã Víd Múica Dignr

Leia mais

Reajuste Tarifário de 2006. Esclarecimentos sobre os valores concedidos pela ANEEL

Reajuste Tarifário de 2006. Esclarecimentos sobre os valores concedidos pela ANEEL Reajuste Tarifári de 2006 Esclareciments sbre s valres cncedids pela ANEEL Abril/2006 Agenda Intrduçã IRT 2006 CVA PASEP-COFINS Impact na geraçã de caixa 2 ANEEL divulga reajuste de 6,7% Resluçã Hmlgatória

Leia mais

Alteração à Linha de Crédito para apoio às Empresas de Produção, Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas, Pecuários e Florestais

Alteração à Linha de Crédito para apoio às Empresas de Produção, Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas, Pecuários e Florestais Inf - Estruturas Infrmaçã Mensal d Sectr Linha de Crédit PME 2009 Alteraçã à Linha de Crédit para api às Empresas de Prduçã, Transfrmaçã e Cmercializaçã de Prduts Agríclas, Pecuáris e Flrestais A Linha

Leia mais

Contabilidade Martins

Contabilidade Martins DOCUMENTOS PARA CONTABILIDADE Visand melhrar nss intercâmbi administrativ e s serviçs prestads pr este escritóri, remetems instruções cm relaçã a sua mvimentaçã mensal, dand ênfase a cntrle de arquivs,

Leia mais

FIES - Documentação comprobatória

FIES - Documentação comprobatória FIES - Dcumentaçã cmprbatória OBS: Devem ser apresentads riginais e cópias ds dcuments relacinads. COMPROVANTES DE RESIDÊNCIA DO ESTUDANTE: O estudante deverá cmparecer à CPSA e psterirmente a agente financeir

Leia mais

MANUAL DE APOSENTADORIA E ABONO PERMANÊNCIA INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GARANHUNS IPSG

MANUAL DE APOSENTADORIA E ABONO PERMANÊNCIA INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GARANHUNS IPSG MANUAL DE APOSENTADORIA E ABONO PERMANÊNCIA INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GARANHUNS IPSG SUMÁRIO PARTE I BENEFÍCIO DE APOSENTADORIA 1 - NOÇÕES SOBRE O BENEFÍCIO PREVIDENCIÁRIO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília EDITAL Nº 047/RIFB, DE 03 DE SETEMBRO DE 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília EDITAL Nº 047/RIFB, DE 03 DE SETEMBRO DE 2014 EDITAL Nº 047/RIFB, DE 03 DE SETEMBRO DE 2014 REVALIDAÇÃO DE DIPLOMAS E CERTIFICADOS DE CURSOS TÉCNICOS E TECNOLÓGICOS ESTRANGEIROS DE ENSINO, PELO INSITUTO FEDERAL DE BRASÍLIA- IFB. 1. DA ABERTURA 1.1

Leia mais

EXCELENTE LEILÃO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE TURUÇU DIA:08/04/2015

EXCELENTE LEILÃO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE TURUÇU DIA:08/04/2015 EXCELENTE LEILÃO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE TURUÇU DIA:08/04/2015 ÁS 11:00H, NA PREFEITURA d TURUÇU RS, à BR 116 KM 482 s/n TURUÇU- RS. PLANILHA DE BENS PREFEITURA MUNICIPAL DE TURUÇU RS. AO FINAL ESTÃO

Leia mais

Planejamento de capacidade

Planejamento de capacidade Administração da Produção Opraçõs II Planjamnto d capacidad Planjamnto d capacidad Planjamnto d capacidad é uma atividad crítica dsnvolvida parallamnt ao planjamnto d matriais a) Capacidad insuficint lva

Leia mais

w2-49-, 01 PL PROJETO DE LEÍ 01-0846/1995

w2-49-, 01 PL PROJETO DE LEÍ 01-0846/1995 (2-4- LIDO HOJE AS COMISSÕES DE: S E I 995 nnnnnnnnnnnnnnnnnnnn w2-49-, 01 PL PROJETO DE LEÍ 01-0846/1995 Dnmina "Praça Marcus França Trrs" a Praça VI, cadlg 46.573-9, situada n Distrit d Jaraguá - JAR.

Leia mais

Plano Promocional de Fornecimento de Infra-estrutura de Acesso a Serviços Internet de Banda Estreita Dial Provider 1

Plano Promocional de Fornecimento de Infra-estrutura de Acesso a Serviços Internet de Banda Estreita Dial Provider 1 Sã Paul, 26 de dezembr de 2005 Plan Prmcinal de Frneciment de Infra-estrutura de Acess a Serviçs Internet de Banda Estreita Dial Prvider 1 Telecmunicações de Sã Paul S.A - TELESP. ( Telesp ), tend em vista

Leia mais

Custos das Operaçõ. ções no Brasil. Audiência Pública Câmara dos Deputados CFT dezembro de 2009

Custos das Operaçõ. ções no Brasil. Audiência Pública Câmara dos Deputados CFT dezembro de 2009 Cartão o d Crédito: Custos das Opraçõ çõs no Brasil Audiência Pública Câmara dos Dputados CFT dzmbro d 2009 Instrumntos d Pagamnto Quantidad d transaçõ çõs Evoluçã ção Milhõs d transaçõ çõs 2 Intrbancários

Leia mais

2 Mbps (2.048 kbps) Telepac/Sapo, Clixgest/Novis e TV Cabo; 512 kbps Cabovisão e OniTelecom. 128 kbps Telepac/Sapo, TV Cabo, Cabovisão e OniTelecom.

2 Mbps (2.048 kbps) Telepac/Sapo, Clixgest/Novis e TV Cabo; 512 kbps Cabovisão e OniTelecom. 128 kbps Telepac/Sapo, TV Cabo, Cabovisão e OniTelecom. 4 CONCLUSÕES Os Indicadors d Rndimnto avaliados nst studo, têm como objctivo a mdição d parâmtros numa situação d acsso a uma qualqur ára na Intrnt. A anális dsts indicadors, nomadamnt Vlocidads d Download

Leia mais

Orientações quanto ao preenchimento da NF-e para contribuintes optantes pelo SIMPLES

Orientações quanto ao preenchimento da NF-e para contribuintes optantes pelo SIMPLES Essas rientações visam a esclareciment quant a preenchiment da NF-e pr cntribuintes ptantes pel SIMPLES, basead na Nta Técnica 2009/004, a partir da aba Tributs. 1) Grup de tributs PIS Infrmar valr 99

Leia mais

SISTEMA DE PONTO FLUTUANTE

SISTEMA DE PONTO FLUTUANTE Lógica Matmática Computacional - Sistma d Ponto Flutuant SISTEM DE PONTO FLUTUNTE s máquinas utilizam a sguint normalização para rprsntação dos númros: 1d dn * B ± 0d L ond 0 di (B 1), para i = 1,,, n,

Leia mais

CTOC - Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas Sistema de Informação do Técnico Oficial de Contas

CTOC - Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas Sistema de Informação do Técnico Oficial de Contas CTOC - Câmara dos Técnicos Oficiais d Contas Sistma d Informação do Técnico Oficial d Contas IAS 24 (1) NORMA INTERNACIONAL DE CONTABILIDADE IAS 24 Divulgaçõs d Parts Rlacionadas ÍNDICE Parágrafos Objctivo

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DO TRABALHO TÉCNICO SOCIAL Dezembro/2010

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DO TRABALHO TÉCNICO SOCIAL Dezembro/2010 [Digit txto] 1 IDENTIFICAÇÃO RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DO TRABALHO TÉCNICO SOCIAL Dzmbro/2010 Programa: Opraçõs Coltivas Contrato CAIXA nº: 0233.389.09/2007 Ação/Modalidad: Construção d unidad habitacional

Leia mais

Software Utilizado pela Contabilidade: Datasul EMS 505. itens a serem inventariados com o seu correspondente registro contábil;

Software Utilizado pela Contabilidade: Datasul EMS 505. itens a serem inventariados com o seu correspondente registro contábil; TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS DE ANÁLISE DA REDUÇÃO AO VALOR RECUPERÁVEL DE ATIVO PARA CÁLCULOS DO VALOR DO IMPAIRMENT E VIDA ÚTIL RESIDUAL, EM CONFORMIDADE COM O DISPOSTO

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 24/11/2014 a 15/12/2014 Carg: Técnic em Cntabilidade Taxa de Inscriçã: R$ 40,00 Salári/Remuneraçã: R$ 2.835,16 Nº Vagas: 02 Data da Prva: 18/01/2015

Leia mais

providências. parágrafos da Resolução nº 38, de 16 de julho de 2009, do

providências. parágrafos da Resolução nº 38, de 16 de julho de 2009, do LEI Nº 181/2010 Dispõ sbr Municipl quçã 051/2006 d Li 14, gst 2006, qu trt sbr Cnslh Municipl Alimntçã Esclr CMAE, s dispsiçõs d Li Frl junh 2009 MEC/FNDE/DAE-CD julh 11.947, 38, 2009, 16 Rsluçã dá 16

Leia mais

COMERCIALIZAÇÃO PROIBIDA POR TERCEIROS

COMERCIALIZAÇÃO PROIBIDA POR TERCEIROS 48 ISSN 1677-7069 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO MATO GROSSO DO SUL EXTRATO DE CONTRATO Nº 195/2013 - UASG 154054 Nº Procsso: 23104006021201307. PREGÃO SRP Nº 124/2013. Contratant: FUNDACAO UNIVER- SIDADE

Leia mais

A prova tem como referência o Programa de PRÁTICAS DE CONTABILIDADE E GESTÃO do 12º Ano de Escolaridade.

A prova tem como referência o Programa de PRÁTICAS DE CONTABILIDADE E GESTÃO do 12º Ano de Escolaridade. Informação - Prova Equivalência à Frquência Práticas Contabilida Gstão Prova Equivalência à Frquência Práticas Contabilida Gstão Duração da prova: 120 minutos / 24.06.2013 12º Ano Escolarida Curso Tcnológico

Leia mais

Confirmação dos dados cadastrais + Alerta de Documentos + Confirmação do telefone

Confirmação dos dados cadastrais + Alerta de Documentos + Confirmação do telefone Tabla d Prços C PRODUTO Dscritivo Insumos Consultas d Balcão Consulta com imprssão d xtrato simplificado d rgistros, com composição idêntica à Dclaração Consumidor SóChqu Confirm PJ Confirmação dos dados

Leia mais

INEC ESPECIALIZAÇÃO EM : GERÊNCIA CONTÁBIL, FINANCEIRA E AUDITORIA TURMA III. Lins - SP - 2012 2º Dia : 20 de Outubro.

INEC ESPECIALIZAÇÃO EM : GERÊNCIA CONTÁBIL, FINANCEIRA E AUDITORIA TURMA III. Lins - SP - 2012 2º Dia : 20 de Outubro. INEC AUDITRIA Prof. CLAUDECIR PATN ESPECIALIZAÇÃ EM : GERÊNCIA CNTÁBIL, FINANCEIRA E AUDITRIA TURMA III 1 Lins - SP - 2012 2º Dia : 20 utubro. CNTRLE - Concitos; - Auditoria Control Intrno; - Importância

Leia mais

PARECER HOMOLOGADO(*)

PARECER HOMOLOGADO(*) PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Dspacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União d 17/07/2003 (*) Portaria/MEC nº 1.883, publicada no Diário Oficial da União d 17/07/2003 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

PLANO DE AÇÃO NACIONAL DO GALIFORMES

PLANO DE AÇÃO NACIONAL DO GALIFORMES PLANO DE AÇÃO NACIONAL DO GALIFORMES OBJETIVO GERAL Assgurar prmanntmnt a manutnção das populaçõs a distribuição gográfica das várias spécis d Cracida Odontophorida. Atnção spcial srá dada aos táxons amaçados

Leia mais

TARIFAS DE SERVIÇOS PRIORITÁRIOS PESSOA FÍSICA

TARIFAS DE SERVIÇOS PRIORITÁRIOS PESSOA FÍSICA TARIFAS DE SERVIÇOS PRIORITÁRIOS PESSOA FÍSICA Página 1 LISTA DE SERVIÇOS CANAIS DE ENTREGA 1 CADASTRO 1.1 Confcção d cadastro para início d CADASTRO rlacionamnto SIGLA NO EXTRATO VALOR DA TARIFA (R$)

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações SAZONALIZAÇÃO DE CONTRATO INICIAL E DE ENERGIA ASSEGURADA PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para

Leia mais

ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION

ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION Orin Versã 7.74 TABELAS Clientes Na tela de Cadastr de Clientes, fi inserid btã e um camp que apresenta códig que cliente recebeu após cálcul da Curva ABC. Esse btã executa

Leia mais

PROGRAMA DE ESTÍMULO À OFERTA DE EMPREGO PEOE

PROGRAMA DE ESTÍMULO À OFERTA DE EMPREGO PEOE UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europu PROGRAMA DE ESTÍMULO À OFERTA DE EMPREGO PEOE FORMULÁRIO DE CANDIDATURA A prnchr plo IEFP, I. P. IDENTIFICAÇÃO DO PROCESSO Cntro d Emprgo Data d Rcpção - - Númro do Procsso

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DO GRUPO FAMILIAR (fotocópia).

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DO GRUPO FAMILIAR (fotocópia). DOCUMENTAÇÃO PARA O PROUNI Cmprvaçã de dcuments Ensin Médi; Ficha de Inscriçã, Identificaçã d Candidat e d Grup Familiar; Cmprvaçã de Endereç d Candidat e d Grup Familiar; Cmprvaçã de renda d Candidat

Leia mais

SIM - SISTEMA DE IMPOSTO MÍNIMO

SIM - SISTEMA DE IMPOSTO MÍNIMO E L U C I D Á R I O do SIM - SISTEMA DE IMPOSTO MÍNIMO (Principais Qustõs, Esclarcimntos Rspostas) 1. O qu é o SIM Sistma d Imposto Mínimo? É uma nova forma d pagar IRPS ou IRPC a qu passam a ficar obrigados

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO Quadra 109 Nort, AV. NS -15, ALCNO 14 Plano Dirtor Nort 77001-970 Palmas/TO (63) 3232-8545 www.uft.du.br cops@uft.du.br EDITAL N 003/2015

Leia mais

Procedimentos Hospitalares do SUS por local de internação de 1992 a 2007 Notas Técnicas. Descrição das variáveis disponíveis para tabulação

Procedimentos Hospitalares do SUS por local de internação de 1992 a 2007 Notas Técnicas. Descrição das variáveis disponíveis para tabulação Prcediments Hspitalares d SUS pr lcal de internaçã de 1992 a 2007 Ntas Técnicas Origem ds dads Os dads dispníveis sã riunds d Sistema de Infrmações Hspitalares d SUS - SIH/SUS, gerid pel Ministéri da Saúde,

Leia mais

a 2âmatct fltanicipa[ ác &Iiquelârtia

a 2âmatct fltanicipa[ ác &Iiquelârtia a 2âmatct fltanicipa[ ác &Iiquelârtia LEI N g,2j / 93 PROJETO DE LEI Assunt '- E t Par r (e$)... -... (s) Cmissã (ões) - -. -...p-------------------------------------------------------------------da de...a...l4aác0t0...

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações SAZONALIZAÇAO DE CONTRATO DE LEILÃO DE VENDA EDITAL DE LEILÃO Nº 001 / 2002 - MAE PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Smstr/2015 Ensin Técnic Códig: 0262 ETEC ANHANGUERA Municípi: Santana d Parnaíba Cmpnnt Curricular: Gstã Emprsarial Módul: 1 Eix Tcnlógic: Sgurança C. H. Smanal: 2,5 Habilitaçã

Leia mais

Este documento constitui um instrumento de documentação e não vincula as instituições

Este documento constitui um instrumento de documentação e não vincula as instituições 2004R0854 PT 01.07.2013 009.001 1 Est documnto constitui um instrumnto d documntação não vincula as instituiçõs B C2 REGULAMENTO (CE) N. o 854/2004 DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO d 29 d Abril d 2004

Leia mais

PCASP Alterações propostas no GTCON de maio/10

PCASP Alterações propostas no GTCON de maio/10 ALTERAÇÕES N PCASP PCASP Alterações propostas no GTCN de maio/10 Permitida a reprodução total ou parcial desta publicação desde que citada a fonte. Alterações Antiga no estrutura PCASP Ficou acordado que

Leia mais

PROTOCOLO FINANCEIRO E DE COOPERAÇÃO

PROTOCOLO FINANCEIRO E DE COOPERAÇÃO PROTOCOLO FINANCEIRO E DE COOPERAÇÃO MUNICÍPIO DE PAREDES DE COURA Fund Lcal n Cncelh de Paredes de Cura PROTOCOLO FINANCEIRO E DE COOPERAÇÃO Entre: O Municípi de Paredes de Cura, pessa clectiva nº 506

Leia mais

Agenda: 2015 Sage Software, Inc. All rights reserved. 2/1/2016 3 2015 Sage Software, Inc. All rights reserved. 2/1/2016 5

Agenda: 2015 Sage Software, Inc. All rights reserved. 2/1/2016 3 2015 Sage Software, Inc. All rights reserved. 2/1/2016 5 Agenda: Event Sage AEBB Legislaçã inventári permanente (reduçã ds limites) Cnfigurações inventári permanente (ligaçã à CTB) O inventári a 31 de dezembr (imprtância d cntrl stcks, sage inventáris cntagem

Leia mais

O SIMPLES Nacional, realmente, reduz a carga tributária das empresas? Um estudo de caso

O SIMPLES Nacional, realmente, reduz a carga tributária das empresas? Um estudo de caso O SIMPLES Nacinal, realmente, reduz a carga tributária das empresas? Um estud de cas Otávi Gmes Cabell Maur Fernand Gall Carls Albert Pereira Resum: O Brasil pssui atualmente uma das maires cargas tributárias

Leia mais

Emerson Marcos Furtado

Emerson Marcos Furtado Emrson Marcos Furtado Mstr m Métodos Numéricos pla Univrsidad Fdral do Paraná (UFPR). Graduado m Matmática pla UFPR. Profssor do Ensino Médio nos stados do Paraná Santa Catarina dsd 1992. Profssor do Curso

Leia mais

Ministério da Justiça

Ministério da Justiça Nº 193, quinta-fira, 8 d outubro d 2015 1 ISSN 1677-7042 31 I - fatos rlacionados às atividads das socidads sguradoras d capitalização; ntidads abrtas d prvidência complmntar; socidads cooprativas, nas

Leia mais

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES CIRCULAR AC Nº 07/2015

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES CIRCULAR AC Nº 07/2015 BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES CIRCULAR AC Nº 07/2015 Atualiza a Lista de Prduts, Linhas e Prgramas Passíveis de Outrga de Garantia pel Fund Garantidr para Investiments FGI.

Leia mais

República Federativa do Brasil. Câmara dos Deputados ( DO SENHOR INOCÊNCIO OLIVEIRA.. )

República Federativa do Brasil. Câmara dos Deputados ( DO SENHOR INOCÊNCIO OLIVEIRA.. ) . 0 - -. _. 0 0.0-0. 0 _- -, 0.0 0.0 Rpública Fdrativa do Brasil Câmara dos Dputados ( DO SENHOR INOCÊNCIO OLIVEIRA.. ) ASSUNTO: PROTOCOLO N.o... ~.~.~~!'~... ().~... ~. ~. E3rl.~... ~!... ~... ~!!...

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL MINÁRIO DE ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO DE ASSUNTOÁBEIS DE PORTO ALEGRESEMINÁRIO PALESTRA

Leia mais

Legenda da Guia de Tratamento Odontológico

Legenda da Guia de Tratamento Odontológico Legenda da Guia de Tratament Odntlógic Term Registr NS Nº da n prestadr Num. d Camp na Númer da principal 3 Data da autrizaçã Senha senha 1 2 4 5 6 Nme d camp na Registr NS Númer da n prestadr Númer da

Leia mais

CADERNO 1 - DIÁRIO DO EXECUTIVO/LEGISLATIVO

CADERNO 1 - DIÁRIO DO EXECUTIVO/LEGISLATIVO QUARTA-FEIRA, 17 DE JUNHO DE 2015 -- DIÁRIO OFICIAL ELETRÔNICO MONTES CLAROS-MG - ANO 3 - Nº 397 SUMÁRIO DIÁRIO DO EXECUTIVO/LEGISLATIVO Administração Dirta...1 a 5 Administração Indirta...3 Município

Leia mais

NR-35 TRABALHO EM ALTURA

NR-35 TRABALHO EM ALTURA Sgurança Saúd do Trabalho ao su alcanc! NR-35 TRABALHO EM ALTURA PREVENÇÃO Esta é a palavra do dia. TODOS OS DIAS! PRECAUÇÃO: Ato ou fito d prvnir ou d s prvnir; A ação d vitar ou diminuir os riscos através

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DIRETORIA DE ANÁLISE TÉCNICA

SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DIRETORIA DE ANÁLISE TÉCNICA Nº 95, quinta-fira, 17 d maio d 2012 1 ISSN 1677-7042 67 Considrando os ntndimntos mantidos com os Prsidnts das Juntas d Rcursos com os dirignts da Coordnação Gral d Logística do Instituto Nacional do

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO AO EMPREENDEDORISMO E À CRIAÇÃO DO PRÓPRIO EMPREGO

PROGRAMA DE APOIO AO EMPREENDEDORISMO E À CRIAÇÃO DO PRÓPRIO EMPREGO PROGRAMA DE APOIO AO EMPREENDEDORISMO E À CRIAÇÃO DO PRÓPRIO EMPREGO FORMULÁRIO DE CANDIDATURA AO APOIO À CRIAÇÃO DO PRÓPRIO EMPREGO POR BENEFICIÁRIOS DE PRESTAÇÕES DE DESEMPREGO A prnchr plo IEFP, I.

Leia mais

Melhoria contínua da qualidade do ensino

Melhoria contínua da qualidade do ensino 1. OBJETIVO Est procdimnto visa normalizar as ativis snvolvis no âmbito mlhoria contínua quali do nsino dos cursos ministrados na Escola Naval (EN). 2. CAMPO DE APLICAÇÃO O prsnt procdimnto é aplicávl

Leia mais

Alteração da seqüência de execução de instruções

Alteração da seqüência de execução de instruções Iníci Busc d próxim Excut Prd Cicl busc Cicl xcuçã Prgrm Sqüênci instruçõs m mmóri Trdutr : Cmpilr X Intrprtr / Linkditr Cnvrt prgrm-fnt m prgrm bjt (lingugm máqui) Prgrm cmpil = mis rápi Prgrm Intrprt

Leia mais

Orientações e Recomendações Orientações relativas à informação periódica a apresentar à ESMA pelas Agências de notação de risco

Orientações e Recomendações Orientações relativas à informação periódica a apresentar à ESMA pelas Agências de notação de risco Orientações e Recmendações Orientações relativas à infrmaçã periódica a apresentar à ESMA pelas Agências de ntaçã de risc 23/06/15 ESMA/2015/609 Índice 1 Âmbit de aplicaçã... 3 2 Definições... 3 3 Objetiv

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO E EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EDITAL N.º 005/2014 REVALIDAÇÃO/PROGRAD

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO E EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EDITAL N.º 005/2014 REVALIDAÇÃO/PROGRAD 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO E EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EDITAL N.º 005/2014 REVALIDAÇÃO/PROGRAD A Pró-Ritoria d Graduação Educação Profissional (PROGRAD)

Leia mais

A POSSIBILIDADE DO CONTRADITÓRIO ATRAVÉS DA EXCEÇÃO DE PRÉ-EXECUTIVIDADE NO PROCESSO DE EXECUÇÂÔ. Manfredo Cândido Maciel.

A POSSIBILIDADE DO CONTRADITÓRIO ATRAVÉS DA EXCEÇÃO DE PRÉ-EXECUTIVIDADE NO PROCESSO DE EXECUÇÂÔ. Manfredo Cândido Maciel. 1 1. MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FUNDAÇÃO PAULO BONAVIDES ESCOLA SUPERIOR DO.MINISTÉRIO PÚBLICO PROGRAMA DE PÔS-GRADUAÇÃO EM PROCESSO CIVIL A POSSIBILIDADE DO CONTRADITÓRIO

Leia mais

PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL 002/2013. Item 01. Requisitos básicos com justificação

PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL 002/2013. Item 01. Requisitos básicos com justificação PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL 002/2013 Item 01. Requisits básics cm justificaçã a. Serviç a ser licitad:. Escrituraçã mensal d livr diári; Escrituraçã mensal d livr

Leia mais