PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1"

Transcrição

1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1

2 PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para Prcediment de Cmercializaçã. Inserid índice. Alterada a numeraçã das seguintes seções: De 1 para 3 Prcess Origem; De 8 para 10 Premissas; De 2 para 4 Nme e Códig d Prcediment de Cmercializaçã; De 9 para 11 Fluxgrama; De 3 para 5 Públic Alv; De 10 para 12 Matriz de Operacinalizaçã; De 4 para 6 Objetiv; De 11 para 13 Crngrama Geral; De 6 para 8 Definições; De 12 para 14 Anexs. De 7 para 9 Ferramentas de Suprte; Alterada a descriçã e a numeraçã da seguinte seçã: De 5 - Aspects Regulatóris Envlvids para 7 Aspects Legais e Regulatóris. Inseridas as seguintes seções: 1 Aprvaçã; 2 Históric de Revisões. Alterads s nmes ds seguintes Macr-Prcesss da Cadeia de Valr para: PE Estabelecer Preçs de Liquidaçã de Diferenças; ME Registrar Dads de Mediçã. Inserids s seguintes Macr-Prcesss na Cadeia de Valr: RL Realizar Leilões; AC Administrar Cntrats. changelg_pdc_am_01_ccee_minuta_09 Página 2 de 12

3 PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterada a numeraçã da seçã de 3 para 5 Públic Alv. 5. PÚBLICO ALVO Alterads s seguintes itens para: Agente da CCEE Superintendência da CCEE Alterada a numeraçã da seçã de 4 para 6 Objetiv. 6. OBJETIVO Alterada a descriçã d Objetiv para: Estabelecer s prcediments que deverã ser utilizads quand Agente, pr mtiv técnic de indispnibilidade peracinal d Sistema de Cntabilizaçã e Liquidaçã e/u pr prblema de cnectividade, fr impedid de inserir s seus dads até data e hrári limite estabelecid n respectiv Prcediment de Cmercializaçã. Alterada a numeraçã da seçã de 6 para 8 Definições. Alterada a descriçã das seguintes Definições: 8. DEFINIÇÕES Representante Legal: representante(s) ds Agentes da CCEE eleit(s) na frma d Estatut Scial / Cntrat Scial e/u Prcuradr(es) cm pderes utrgads na frma d Estatut Scial / Cntrat Scial. N: términ d praz estabelecid n Prcediment de Cmercializaçã em questã. Alterads nme e a descriçã das seguintes Definições: De Representante MAE para Representante CCEE: até duas pessas indicadas pels Representantes Legal(ais), cm bjetiv de facilitar a cmunicaçã entre a CCEE e Agente. Trata-se d cntat entre Agente e a Superintendência da CCEE. De SCL para Sistema de Cntabilizaçã e Liquidaçã (SCL): sistema cmputacinal basead nas Regras de Cmercializaçã, que suprta a cmercializaçã de energia elétrica n âmbit da CCEE. changelg_pdc_am_01_ccee_minuta_09 Página 3 de 12

4 PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Inseridas as seguintes Definições: 8. DEFINIÇÕES Agente da CCEE u Agente: cncessinári, permissinári, autrizad de serviçs e instalações de energia elétrica e Cnsumidres Livres integrantes da CCEE. Câmara de Cmercializaçã de Energia Elétrica (CCEE): pessa jurídica de direit privad, sem fins lucrativs, que atua sb autrizaçã d Pder Cncedente e regulaçã e fiscalizaçã da ANEEL, segund a Cnvençã de Cmercializaçã, instituída pela Resluçã Nrmativa ANEEL nº 109, de 26 de utubr de 2004, cm a finalidade de viabilizar as perações de cmpra e venda de energia elétrica entre s Agentes da CCEE, restritas a Sistema Interligad Nacinal (SIN), cuja criaçã fi autrizada ns terms d artig 4º da Lei nº , de 15 de març de 2004, e d Decret nº 5.177, de 12 de agst de Cnsumidr Livre: aquele que, atendid em qualquer tensã, tenha exercid a pçã de cmpra de energia elétrica, cnfrme definida ns arts. 15 e 16 da Lei nº 9.074, de 7 de julh de Cntrat Bilateral: instrument jurídic que frmaliza a cmpra e venda de energia elétrica entre Agentes da CCEE, tend pr bjet estabelecer preçs, prazs e mntantes de supriment em intervals temprais determinads. Cntrats de Leilã: sã s Cntrats Bilaterais decrrentes d leilã de energia elétrica. Cntrat(s) Inicial(is): instruments jurídic cmerciais de lng praz firmads entre Agente de Geraçã / Agente de Distribuiçã, Agente de Distribuiçã / Agente de Distribuiçã e Agente de Geraçã / Agente de Geraçã, cm tarifas fixadas pela ANEEL. Mdulaçã: cálcul de vlumes de energia, cntratads u assegurads, em mntantes hráris. Mdulaçã Ex-Ante: mdulaçã realizada pel Agente da CCEE, cm base em valres prevists de geraçã e cnsum. Saznalizaçã: cálcul de vlumes de energia, cntratads u assegurads, em mntantes mensais Superintendência da CCEE: é órgã executiv da CCEE. changelg_pdc_am_01_ccee_minuta_09 Página 4 de 12

5 PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterada a numeraçã da seçã de 7 para 9 Ferramentas de Suprte. Alterada a descriçã das seguintes Ferramentas: 9. FERRAMENTAS DE SUPORTE Term de Cmprmiss para Entrada de Dads pr Cntingência: Term preenchid pel Agente e enviad à Superintendência da CCEE quand da Entrada de Dads pr Cntingência para Envi de Dads de Ofertas, Cntrats e Ajustes de Dads de Mediçã (vide seçã 14 deste Prcediment de Cmercializaçã). Dcumentaçã de Cntingência: Cnjunt de dcuments enviad pel Agente via para a Superintendência da CCEE, que cmpreende: a) Arquiv eletrônic cm s Dads a serem Inserids n SCL. b) Term de Cmprmiss para Entrada de Dads pr Cntingência enviad via fax e carta. SCL: Sistema de Cntabilizaçã e Liquidaçã da CCEE, n qual sã inserids s dads pr cntingência ns cmpnentes Cntrats, Mediçã e Ofertas. Alterada a numeraçã da seçã de 8 para 10 Premissas. Alterads s seguintes terms: 10. PREMISSAS De Agente de Mercad para Agente. De Superintendência d MAE para Superintendência da CCEE. De Prcediment de Mercad para Prcediment de Cmercializaçã. Excluídas as seguintes premissas: Registr de Cntrat de Leilã Validaçã d Registr de Cntrat de Leilã. Excluíds s seguintes Tips de Entrada de Dads pr Cntingência da Premissa 10.2: Registr de Cntrat de Leilã. Validaçã d Registr de Cntrat de Leilã. changelg_pdc_am_01_ccee_minuta_09 Página 5 de 12

6 PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterada a numeraçã e a descriçã das seguintes premissas: De para 10.1 l) Registr da Saznalizaçã de Cntrat de Leilã de Venda (Edital de Leilã nº 001/2002 MAE). De para 10.1 m) Validaçã da Saznalizaçã de Cntrat de Leilã de Venda (Edital de Leilã nº 001/2002 MAE). De para 10.1 n) Registr de Mdulaçã de Cntrat de Leilã de Venda (Edital de Leilã nº 001/2002 MAE). De para 10.1 ) Validaçã da Mdulaçã de Cntrat de Leilã de Venda (Edital de Leilã nº 001/2002 MAE). 10. PREMISSAS De 10.8 para O Agente deverá enviar à Superintendência da CCEE, riginal d Term de Cmprmiss para Entrada de Dads pr Cntingência (vide seçã 14 deste Prcediment de Cmercializaçã) assinad pel Representante CCEE u Representante Legal cm firma recnhecida e envi prtclad até a data de N+1du. Mensalmente, a Superintendência da CCEE enviará relatóri à ANEEL infrmand s Agentes da CCEE que utilizaram Prcediment de Entrada de Dads pr Cntingência. De para Premissas Específicas para Dads de Mediçã De para Nã haverá prcess de Entrada de Dads pr Cntingência para envi de dads de mediçã n praz nrmal (MS+1du a MS+8du). Cas Agente nã realize envi ds dads de mediçã n praz estabelecid n PdC ME.01 Enviar Dads de Mediçã, deverá registrar s dads n períd de Ajustes. De para Tend em vista que s dads de mediçã enviads pr um determinad Agente pdem impactar em utrs Agentes, a Superintendência da CCEE analisará a frmataçã d arquiv cm s dads de cntingência a serem inserids n SCL. Cas seja cnstatada alguma incnsistência que impssibilite a sua inserçã n sistema, Agente será cntatad e infrmad sbre err. Neste cas, deverá reenviar imediatamente após cntat, arquiv crrigid cm s dads de cntingência n frmat exigid pel SCL. De para A cntagem ds prazs estabelecids neste Prcediment de Cmercializaçã é realizada bservand-se apenas s dias úteis. changelg_pdc_am_01_ccee_minuta_09 Página 6 de 12

7 PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterada a numeraçã das seguintes premissa: De para 10.1 a) De para 10.1 e) De para 10.1 i) De para 10.1 b) De para 10.1 f) De para 10.1 j) De para 10.1 c) De para 10.1 g) De para 10.1 k) De para 10.1 d) De para 10.1 h) De 10.9 para De para De para De para PREMISSAS Alterada a descriçã ds seguintes Tips de Entrada de Dads pr Cntingência da premissa 10.2: De Registr de Saznalizaçã de Cntrat de Leilã para Registr da Saznalizaçã de Cntrat de Leilã (Edital de Leilã nº 001/2002 MAE). De Validaçã da Saznalizaçã de Cntrat de Leilã para Validaçã da Saznalizaçã de Cntrat de Leilã (Edital de Leilã nº 001/2002 MAE). De Registr de Mdulaçã de Cntrat de Leilã para Registr de Mdulaçã de Cntrat de Leilã (Edital de Leilã nº 001/2002 MAE). De Validaçã da Mdulaçã de Cntrat de Leilã para Validaçã da Mdulaçã de Cntrat de Leilã (Edital de Leilã nº 001/2002 MAE). changelg_pdc_am_01_ccee_minuta_09 Página 7 de 12

8 PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterada a descriçã das seguintes Premissas: 10. PREMISSAS O Agente que apresentar prblemas n envi de dads, smente será habilitad para Entrada de Dads pr Cntingência cas registre crrid junt à Superintendência da CCEE até as 16:00 hras d praz final para entrada de dads estabelecid n respectiv Prcediment de Cmercializaçã, seja pr mtivs técnics de indispnibilidade peracinal d sistema e/u pr prblemas de cnectividade, e prblema fr validade pel Suprte Técnic da Superintendência da CCEE O Agente deverá enviar para até praz limite estabelecid n respectiv Prcediment de Cmercializaçã cm Arquiv ds Dads de Cntingência e/u Frmulári específic juntamente cm Term de Cmprmiss para Entrada de Dads pr Cntingência (vide Anex 14.1 deste Prcediment de Cmercializaçã) Lg após envi d , Agente deverá enviar um fax para a Superintendência da CCEE pel telefne , cm uma cópia d Term de Cmprmiss para Entrada de Dads pr Cntingência (vide Anex 14.1 deste Prcediment de Cmercializaçã) assinada pel Representante CCEE u Representante Legal da empresa. Cas fax nã seja enviad n praz estabelecid, a Superintendência da CCEE nã aceitará Arquiv ds Dads de Cntingência previamente enviad. Inseridas as seguintes premissas: A aceitaçã ds dads e dcuments anexs está cndicinada à verificaçã da senha d Agente Cada arquiv de dads de mediçã a ser carregad n SCL pela CCEE deverá cnter infrmações para ajuste de um únic Ativ, bem cm Frmulári de Declaraçã de Ajustes de Dads de Mediçã que deverá se referir a apenas um ativ Para efeit d dispst n presente Prcediment de Cmercializaçã, as referências à "Agente da CCEE" u "Agente" referem-se tant as cncessináris, permissináris e autrizads de serviçs e instalações de energia elétrica e Cnsumidres Livres bem cm aqueles que adquirem energia elétrica na frma d parágraf 5º d artig 26 da Lei nº 9427, de 26 de dezembr de Prcediments especiais para hrári de verã serã infrmads através de cmunicad. changelg_pdc_am_01_ccee_minuta_09 Página 8 de 12

9 PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterada a numeraçã da seçã de 9 para 11 Fluxgrama. Alterads s respnsáveis: 11. FLUXOGRAMA De Superintendência d MAE para Superintendência da CCEE. De Agente de Mercad para Agente da CCEE. Alterada a descriçã d event acinadr para: Impssibilidade de Envi de Dads a SCL Identificada Alterad nme das seguintes atividades AM e AM respectivamente para: Infrmar Agente da CCEE sbre a Inserçã ds Dads n SCL. Visualizar s Dads Inserids n SCL. Alterad prdut gerad das seguintes atividades para: AM Prblemas de Indispnibilidade Técnica / Cnectividade cm SCL cmunicad à Superintendência da CCEE. AM cm Dcumentaçã de Cntingência e fax d Term de Cmprmiss para Entrada de Dads pr Cntingência enviads. AM Agente da CCEE infrmad da inserçã ds dads n SCL. AM Dads inserids n SCL visualizads pel Agente da CCEE. AM Original d Term de Cmprmiss para Entrada de Dads pr Cntingência recebid pela Superintendência da CCEE. changelg_pdc_am_01_ccee_minuta_09 Página 9 de 12

10 PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterada a numeraçã da seçã de 10 para 12 Matriz de Operacinalizaçã. Alterads s seguintes terms: 12. MATRIZ DE OPERACIONALIZAÇÃO De Superintendência d MAE para Superintendência da CCEE. De Agente de Mercad para Agente da CCEE. De Prcediment de Mercad para Prcediment de Cmercializaçã De para De Agente de Mercad para Agente. De Vide seçã 8.2 Premissas para vide Premissa 10.2 deste Prcediment de Cmercializaçã De Vide seçã 12 deste Prcediment de Mercad Anexs para vide seçã 14 deste Prcediment de Cmercializaçã Alterad detalhament da atividade AM para: Entrar em cntat cm a Central de Atendiment da CCEE pel telefne , u pel até as 16:00 hras d praz final para entrada de dads estabelecid n respectiv Prcediment de Cmercializaçã, e infrmar prblemas técnics de indispnibilidade d sistema u prblemas de cnectividade cm SCL, relatand s fats crrids. Excluída a nta e seus respectivs subitens n detalhament da atividade AM Alterad prdut gerad da atividade AM para: cm Dcumentaçã de Cntingência e fax d Term de Cmprmiss para Entrada de Dads pr Cntingência enviads. Inserida a ferramenta atividade AM : Dcumentaçã de Cntingência changelg_pdc_am_01_ccee_minuta_09 Página 10 de 12

11 PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Inserida a seguinte nta n detalhament da atividade AM : 12. MATRIZ DE OPERACIONALIZAÇÃO Nta: Nã será permitida a Entrada de Dads pr Cntingência, cas a Superintendência da CCEE: 1) Nã receba a slicitaçã d Agente n praz estabelecid neste Prcediment de Cmercializaçã; 2) Nã valide a alegaçã de indispnibilidade e / u prblemas de cnectividade. Alterad nme da atividade AM para: Infrmar Agente da CCEE sbre a Inserçã ds Dads n SCL. Alterad nme da atividade AM para: Visualizar s Dads Inserids n SCL. Alterad detalhament da atividade AM para: Cnsultar SCL para visualizar s dads inserids n sistema. Alterad prdut gerad da atividade AM para: Dads inserids n SCL visualizads pel Agente da CCEE. Alterad praz da atividade AM para: N+1du. Alterad detalhament da atividade AM para: Enviar relatóri mensal ds Agentes da CCEE que utilizaram prcediment de Entrada de Dads pr Cntingência changelg_pdc_am_01_ccee_minuta_09 Página 11 de 12

12 PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterada a numeraçã da seçã de 11 para 13 Crngrama Geral. Alterads s seguintes terms: 13. CRONOGRAMA GERAL De Superintendência d MAE para Superintendência da CCEE. De Agente de Mercad para Agente da CCEE Alterad prdut gerad referente às atividades AM e AM para: cm Dcumentaçã de Cntingência e fax d Term de Cmprmiss para Entrada de Dads pr Cntingência enviads. Dads inserids n SCL visualizads pel Agente da CCEE. Alterad praz referente à atividade AM para: N+1du. Alterada a numeraçã da seçã de 12 para 14 Anexs. Alterads s seguintes terms: 14. ANEXOS De Superintendência d MAE para Superintendência da CCEE. De Agente de Mercad para Agente da CCEE. De para Alterads layut ds Anexs. changelg_pdc_am_01_ccee_minuta_09 Página 12 de 12

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para Prcediment de Cmercializaçã. Alterad nme deste Prcediment

Leia mais

Tratamento da Energia do PROINFA na CCEE. PdC Versão 1

Tratamento da Energia do PROINFA na CCEE. PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações Tratament da Energia d PROINFA na CCEE PdC Versã 1 Versã 1 METODOLOGIA DO CONTROLE DE ALTERAÇÕES Text em realce refere-se à inserçã de nva redaçã. Text

Leia mais

Liquidação Financeira. PdC Versão 3 PdC Versão 4

Liquidação Financeira. PdC Versão 3 PdC Versão 4 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações Liquidaçã Financeira PdC Versã 3 PdC Versã 4 Versã 3 Versã 4 METODOLOGIA DO Text em realce refere-se à inserçã de nva redaçã. Text tachad refere-se à exclusã

Leia mais

Regime Escolar Fruta Escolar /

Regime Escolar Fruta Escolar / Regime Esclar Fruta Esclar / Frmuláris 2016/2017 - Índice NOTA INTRODUTÓRIA...3 Pedid de Ajuda...4 1. Pedid de Ajuda...4 A. Página de Rst d Pedid...4 B. Pedid de Ajuda Página dis...6 C. Mapa de Medidas

Leia mais

CATÁLOGO DE APLICAÇÕES Geração de Guias para ST, DIFAL e FCP

CATÁLOGO DE APLICAÇÕES Geração de Guias para ST, DIFAL e FCP CATÁLOGO DE APLICAÇÕES Geraçã de Guias para ST, DIFAL e FCP 1. Objetivs Gerar títuls n cntas a pagar cm ttal de ICMS-ST, DIFAL e/u FCP das ntas fiscais de saída. Página 2 de 6 2. Requisits 2.1. RF01 Geraçã

Leia mais

TransactionCentre Guia Referência Rápida Troca de Mensagens. Cancelamento

TransactionCentre Guia Referência Rápida Troca de Mensagens. Cancelamento TransactinCentre Guia Referência Rápida Trca de Cancelament Este dcument cntém a especificaçã ds ajustes necessáris para que seu Sistema de Autmaçã cumpra as tarefas de Cancelament de Transaçã Benefíci

Leia mais

Comunicado Cetip n 046/ de maio de 2013

Comunicado Cetip n 046/ de maio de 2013 Cmunicad Cetip n 046/2013 27 de mai de 2013 Assunt: Nvas implementações para registr de instruments financeirs representativs de perações de crédit e d agrnegóci. O diretr-presidente interin da CETIP S.A.

Leia mais

Novo processo de devolução de peças para garantia Mudanças na aplicação web ewarranty e no processo de devolução de peças

Novo processo de devolução de peças para garantia Mudanças na aplicação web ewarranty e no processo de devolução de peças Nv prcess de devluçã de peças para garantia Mudanças na aplicaçã web ewarranty e n prcess de devluçã de peças Públic-alv e bjetiv Esse curs destina-se a cncessináris e ficinas envlvids n prcess de gerenciament

Leia mais

Versão: 1 Início de Vigência: Instrumento de Aprovação: Despacho ANEEL nº 1.578, de 14 de outubro de 2005

Versão: 1 Início de Vigência: Instrumento de Aprovação: Despacho ANEEL nº 1.578, de 14 de outubro de 2005 Procedimento de Comercialização Versão: 1 Início de Vigência: Instrumento de Aprovação: Despacho AEEL nº 1.578, de 14 de outubro de 2005 CÓDIGO ÍDICE 1. APROVAÇÃO...3 2. HISTÓRICO DE REVISÕES...3 3. PROCESSO

Leia mais

Tutorial de acesso ao Sistema de Gestão de Telefonia - Novartis

Tutorial de acesso ao Sistema de Gestão de Telefonia - Novartis Sã Paul, 17 de Setembr de 2014 Tutrial de acess a Sistema de Gestã de Telefnia - Nvartis Telefnia Móvel Page: 1 / 12 Sumári 1. PRIMEIRO ACESSO... 3 2. ACESSAR O SISTEMA DIRETAMENTE DO BROWSER DO SEU COMPUTADOR...

Leia mais

Rescisão Complementar

Rescisão Complementar Rescisã Cmplementar Cm gerar rescisã cmplementar n sistema? N menu Móduls\ Rescisã\ Rescisã Cmplementar estã dispníveis as rtinas que permitem cálcul da rescisã cmplementar. É pssível calcular cmplementar

Leia mais

Âmbito do Documento. Modelo de Comunicação. Modelo de Comunicação. Prescrição eletrónica e dispensa de medicamentos para ambulatório hospitalar

Âmbito do Documento. Modelo de Comunicação. Modelo de Comunicação. Prescrição eletrónica e dispensa de medicamentos para ambulatório hospitalar Mdel de Cmunicaçã Prescriçã eletrónica e dispensa de medicaments para ambulatóri hspitalar Âmbit d Dcument O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e clientes/ frnecedres

Leia mais

Estácio. Manual Visualizador

Estácio. Manual Visualizador Estáci Manual Visualizadr Versã Data da Mdificaçã Mdificad Pr Cmentáris 1.0 29/09/2015 Lrena Rangel Versã Inicial Visualizadr 2 Cnteúd... 1 1. Cnsultar Requisiçã... 5 2. Cnsultar Pedid... 7 3. Cnsultar

Leia mais

SERASA CONVEM-REFIN AGOSTO / 2007

SERASA CONVEM-REFIN AGOSTO / 2007 1 SERS COVEM-REFI GOSTO / 2007 Sistema : COVEM COVÊIOS EMRESRIIS REFI Tamanh : 600 Seq. tama nh registr header 01 001 001 Códig d registr = 0 (zer) 02 002 009 CJ da instituiçã infrmante. juste à direita

Leia mais

Coordenadora: Profa. Dra. Lidia de Oliveira Xavier

Coordenadora: Profa. Dra. Lidia de Oliveira Xavier CURSO DE MESTRADO EM DIREITOS HUMANOS, CIDADANIA E VIOLÊNCIA (PPGDHCV) ÁREA BÁSICA: CIÊNCIA POLÍTICA, DO CENTRO UNIVERSITÁRIO EURO AMERICANA UNIEURO, RECONHECIDO PELA PORTARIA 1.077, DE 31 DE OUTUBRO DE

Leia mais

Manual Pedido de Certidão Online

Manual Pedido de Certidão Online 17 de utubr de 2016 Manual Pedid de Certidã Online Rua Bela Cintra, 746-11º andar - CEP 01415-000 - Sã Paul - SP Telefne: (11) 3122-6277 17 de utubr de 2016 Cntrle de Versã de Dcument Versã Data Autres

Leia mais

Edital de 27 de julho de 2009 Bolsão Curso Clio

Edital de 27 de julho de 2009 Bolsão Curso Clio Edital de 27 de julh de 2009 Blsã Curs Cli Cncurs de Blsas pr Desempenh 1. Das dispsições preliminares 1.1 O Cncurs de Blsas d Curs Cli será rganizad pr esta mesma instituiçã e presente edital estará dispnível

Leia mais

Gestão e Fiscalização de Contratos Atuação Eficaz do Gestor e Fiscal de Contratos

Gestão e Fiscalização de Contratos Atuação Eficaz do Gestor e Fiscal de Contratos Gestã e Fiscalizaçã de Cntrats Atuaçã Eficaz d Gestr e Fiscal de Cntrats Aplicaçã Prática de Prcediments n Prcess Cntrataçã e Fiscalizaçã Apresentaçã O event fi especialmente desenvlvid cm bjetiv de melhr

Leia mais

BSP Business School São Paulo

BSP Business School São Paulo BSP Business Schl Sã Paul Manual de Slicitações Prcediments e Prazs Sumári Slicitações de Dcuments Atestad cm especificações...1 Atestad de ba cnduta...1 Atestad de frequência...2 Atestad de Matrícula...2

Leia mais

nddcargo Manual de Utilização Portal Gratuito

nddcargo Manual de Utilização Portal Gratuito nddcarg 4.2.6.0 Manual de Utilizaçã Prtal Gratuit Históric de alterações Data Versã Autr Descriçã 15/04/2014 1 Deiviane F. R. de Suza Criaçã d dcument. 2 1. Intrduçã... 4 2. Funcinalidades d Prtal nddcarg...

Leia mais

Comunicado Cetip n 091/ de setembro de 2013

Comunicado Cetip n 091/ de setembro de 2013 Cmunicad Cetip n 091/2013 26 de setembr de 2013 Assunt: Aprimrament da Metdlgia da Taxa DI. O diretr-presidente da CETIP S.A. MERCADOS ORGANIZADOS infrma que, em cntinuidade às alterações infrmadas n Cmunicad

Leia mais

Para que serve o Capital Social? o Permite a realização de investimentos em tecnologia e outros recursos para o funcionamento da cooperativa.

Para que serve o Capital Social? o Permite a realização de investimentos em tecnologia e outros recursos para o funcionamento da cooperativa. Glssári At Cperativ Denminam-se ats cperativs aqueles praticads entre a cperativa e seus assciads, entre estes e aquelas e pelas cperativas entre si quand assciads, para cnsecuçã ds bjetivs sciais, ns

Leia mais

EDITAL 07/2016. Contratar serviços de programação e manutenção para os Sistemas abaixo :

EDITAL 07/2016. Contratar serviços de programação e manutenção para os Sistemas abaixo : EDITAL 07/2016 1. FINALIDADE DA CONTRATAÇÃO: Cntratar serviçs de prgramaçã e manutençã para s Sistemas abaix : a) Avaliaçã Técnica d Sistema ecntracting - versã 3 d sistema ecntracting b) Realizar a manutençã

Leia mais

Governo edita nova medida provisória sobre Refis

Governo edita nova medida provisória sobre Refis 000 Nº 16 1º de junh de 2017 ALERTA GERENCIAL Gvern edita nva medida prvisória sbre Refis Inteir Ter Fi publicada, n final d dia de ntem em ediçã extra d diári ficial, a Medida Prvisória 783/2017, que

Leia mais

Gerenciamento de Riscos e Gestão do Capital

Gerenciamento de Riscos e Gestão do Capital RISKS Gerenciament de Riscs e Gestã d Capital 4º Trimestre 2013 Dcument de us intern RISKS Sumári Intrduçã... 3 1. Sbre Gerenciament de Riscs... 4 2. Patrimôni de Referência... 7 3. Ativs Pnderads pel

Leia mais

Normas técnicas para as submissões

Normas técnicas para as submissões Períd de submissã: 05/03 a 05/04/2017 Endereç: eitam4.submisses@gmail.cm Nrmas técnicas para as submissões Os artigs submetids a IV Encntr Internacinal de Teria e Análise Musical devem se adequar às nrmas

Leia mais

CONTRATO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS.

CONTRATO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS. CONTRATO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS. CONTRATANTE : Persnificad juridicamente através d aceite d Term de prestaçã de serviç - Análise Diagnóstica Online. O aceite caracteriza tacitamente a cntrataçã

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Restituição de ICMS ST em MG de produtos Excluídos da Lista do Convênio /03/16

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Restituição de ICMS ST em MG de produtos Excluídos da Lista do Convênio /03/16 Lista d Cnvêni 146-15 29/03/16 Sumári Títul d dcument 1. Questã... 3 2. Nrmas Apresentadas pel Cliente... 3 3. Análise da Cnsultria... 7 3.1 Layut ds registrs 88 d Sintegra... 12 4 Cnclusã... 21 5 Infrmações

Leia mais

Avaliação Imobiliária e Manutenção das Construções

Avaliação Imobiliária e Manutenção das Construções Avaliaçã Imbiliária e Manutençã das Cnstruções 1ª Épca 15 de junh de 2016 (11h30) (V1.26 V1.25) Nme: Númer: Duraçã ttal sem interval: 1,45 hras Ntas: I. Nã é permitida a cnsulta de quaisquer ntas u dcuments,

Leia mais

Identificação de proposta de alteração ou melhoria; Contextualização da proposta/melhoria; 29/01/2014 1/9

Identificação de proposta de alteração ou melhoria; Contextualização da proposta/melhoria; 29/01/2014 1/9 Mdel de Cmunicaçã SClínicH Sistema de Infrmaçã Clínic Hspitalar Âmbit d Dcument O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e clientes da aplicaçã Sistema de Infrmaçã Clínic

Leia mais

1. O Programa. 2. Conteúdo programático

1. O Programa. 2. Conteúdo programático EDITAL SENAI-UFPE-ACCENTURE-FACEPE 01/2016 O Departament Reginal d Serviç Nacinal de Aprendizagem Industrial de Pernambuc SENAI-PE, trna públic presente Edital que estabelece prcess de Seleçã e Admissã,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO UFOP DIRETORIA DE ORÇAMENTO E FINANÇAS COORDENADORIA DE SUPRIMENTOS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO UFOP DIRETORIA DE ORÇAMENTO E FINANÇAS COORDENADORIA DE SUPRIMENTOS OFÍCIO CIRCULAR CSU nº 001, de 05 de fevereir de 2016. ASSUNTO: Infrme sbre implementaçã da metdlgia de Centrs de Custs, mdificações ns Sistemas Integrads, Treinament e demais rientações Prezads Senhres,

Leia mais

1. DO PROCESSO SELETIVO

1. DO PROCESSO SELETIVO EDITAL PTB Nº.21/2016 SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA MATRÍCULA NO CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) OPERADOR DE COMPUTADOR DO IFSP - CÂMPUS PIRITUBA O Câmpus Pirituba d Institut Federal de Educaçã,

Leia mais

Lauro de Freitas PORTARIA GAPRE Nº 173 DE 21 DE JULHO DE 2014.

Lauro de Freitas PORTARIA GAPRE Nº 173 DE 21 DE JULHO DE 2014. Laur de Freitas 3 - An II - Nº 165 Prtarias PORTARIA GAPRE Nº 173 DE 21 DE JULHO DE 2014 Cnvca, em 9ª chamada, s candidats aprvads n Cncurs Públic nº 01/2012, na frma que indica, e dá utras prvidências

Leia mais

A proteção de nomes geográficos no processo de novos gtlds. V3 29 de agosto de 2014

A proteção de nomes geográficos no processo de novos gtlds. V3 29 de agosto de 2014 A prteçã de nmes gegráfics n prcess de nvs gtlds V3 29 de agst de 2014 Preparad pel subgrup de trabalh para a prteçã de nmes gegráfics nas próximas rdadas de nvs gtlds 1. Finalidade Durante 47 Encntr da

Leia mais

FEVEREIRO 8, 2016 PEDIDO DE PROPOSTA PROJETO DE ARQUITETURA E ESPECIALIDADES

FEVEREIRO 8, 2016 PEDIDO DE PROPOSTA PROJETO DE ARQUITETURA E ESPECIALIDADES FEVEREIRO 8, 2016 PEDIDO DE PROPOSTA PROJETO DE ARQUITETURA E ESPECIALIDADES Serve presente dcument para detalhar s requisits d pedid de prpsta de Arquitetura e Especialidades para cnstruçã de uma mradia

Leia mais

ÍNDICE. O Programa Oportunidades o Patrocínio TV + Digital SBT Digital & Interatividade Outros Formatos Merchandising

ÍNDICE. O Programa Oportunidades o Patrocínio TV + Digital SBT Digital & Interatividade Outros Formatos Merchandising 1 ÍNDICE O Prgrama Oprtunidades Patrcíni TV + Digital SBT Digital & Interatividade Outrs Frmats Merchandising 2 O PROGRAMA NOVELA NOITE 1 SEG/SEX 20h30 Perfil ds Telespectadres SEXO Hmens: 38% Mulheres:

Leia mais

INFORMATIVO DE ATUALIZAÇÃO DO SISTEMA SERVICE VERSÃO 1.69

INFORMATIVO DE ATUALIZAÇÃO DO SISTEMA SERVICE VERSÃO 1.69 INFORMATIVO DE ATUALIZAÇÃO DO SISTEMA SERVICE VERSÃO 1.69 Este Infrmativ tem pr finalidade apresentar as clientes, as recentes melhrias realizadas n Sistema Service. A nva versã ficará dispnível para atualizaçã

Leia mais

FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO CURSO DE DESIGN TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DIRETRIZES

FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO CURSO DE DESIGN TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DIRETRIZES FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO CURSO DE DESIGN TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DIRETRIZES - 2012 1. ESTRUTURA As atividades didáticas relacinadas cm Trabalh de Cnclusã de Curs TCC estã estruturadas

Leia mais

Módulo 1: Gestão e organização da informação (UFCD 0822)

Módulo 1: Gestão e organização da informação (UFCD 0822) Planificaçã anual Curs Vcacinal de Ensin Secundári An letiv 2016 / 2017 CURSO EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO OPERADOR DE INFORMÁTICA DISCIPLINA: GESTÃO DE BASES DE DADOS Módul 1: Gestã e rganizaçã da infrmaçã (UFCD

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO- Nº CARGO: Professor Ensino Fundamental IRANDUBA. SESI - Amazonas

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO- Nº CARGO: Professor Ensino Fundamental IRANDUBA. SESI - Amazonas COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO- Nº 0001-2016 CARGO: Prfessr Ensin Fundamental IRANDUBA SESI - Amaznas O Departament de Gestã de Pessas d Sistema Federaçã das Indústrias d Estad d Amaznas (SESI) abre inscrições

Leia mais

Todo candidato que tenha se declarado como beneficiário da ação afirmativa, definida pela Lei nº /2012, deverá entregar os seguintes documentos:

Todo candidato que tenha se declarado como beneficiário da ação afirmativa, definida pela Lei nº /2012, deverá entregar os seguintes documentos: A) AMPLA CONCORRÊNCIA Carteira de identidade Cadastr de Pessa Física CPF Certidã de nasciment u de casament (Prtaria MEC N 33 de 02/08/1978) Certidã de Quitaçã Eleitral (Lei4.737/1965) Cmprvante de quitaçã

Leia mais

Regulamento de Frequência Capacidade Profissional Gerentes

Regulamento de Frequência Capacidade Profissional Gerentes Regulament de Frequência Capacidade Prfissinal www.academiadprfissinal.cm email: academiadprfissinal@ltm.pt V02 31.10.2016 Regulament de Frequência Capacidade Prfissinal [Esclha a data] Índice 1- Enquadrament...

Leia mais

Requerimento de subsídio mensal vitalício e subsídio por assistência de terceira pessoa

Requerimento de subsídio mensal vitalício e subsídio por assistência de terceira pessoa Requeriment de subsídi mensal vitalíci e subsídi pr assistência de terceira pessa Instruções Preenchiment n line: Utilize Adbe Acrbat Reader, versã 7.0.5 u superir, qual pde ser btid em http://www.adbe.cm;

Leia mais

CÁLCULO DE REMUNERAÇÕES ADICIONAIS

CÁLCULO DE REMUNERAÇÕES ADICIONAIS Seminári 100% Prátic Luanda, 26 e 27 de Mai de 2016 - Htel**** Cnheça em prmenr tdas as fórmulas aplicáveis a CÁLCULO DE REMUNERAÇÕES ADICIONAIS para evitar gasts desnecessáris 16 Hras de Frmaçã Especializada

Leia mais

REGULAMENTO CHAMADA ABERTA PARA CADASTRO DE OBRAS VISUAIS NO FESTIVAL SSA MAPPING 2017

REGULAMENTO CHAMADA ABERTA PARA CADASTRO DE OBRAS VISUAIS NO FESTIVAL SSA MAPPING 2017 REGULAMENTO CHAMADA ABERTA PARA CADASTRO DE OBRAS VISUAIS NO FESTIVAL SSA MAPPING 2017 O Festival SSA Mapping, através deste cnvite públic, abre chamada para inscriçã de artistas visuais que desejem ter

Leia mais

% da DESPESA TOTAL COM PESSOAL - DTP sobre a RCL (VI) = (IV/V)-'l00

% da DESPESA TOTAL COM PESSOAL - DTP sobre a RCL (VI) = (IV/V)-'l00 ITEM 36 Relatóri de Gestã Fiscal referente a últim períd de verificaçã d exercíci de 2014, extraíd d.s'iie da Secretaria d Tesur Nacinal. Dcument Assinad Digitalmente pr: CARLOS BEZERRA DE OLIVEIRA, Acesse

Leia mais

Guia de customização de template FWK... 1 GERAL... 3 Favicon (geral)... 3 Cor principal... 3 Cor secundária... 5 Cor de texto escuro...

Guia de customização de template FWK... 1 GERAL... 3 Favicon (geral)... 3 Cor principal... 3 Cor secundária... 5 Cor de texto escuro... 1 Guia de custmizaçã de template FWK... 1 GERAL... 3 Favicn (geral)... 3 Cr principal... 3 Cr secundária... 5 Cr de text escur... 6 Cr de text clar... 7 Cr das barras... 8 Cr de destaque das barras...

Leia mais

Qualidade de Software 5ºSemestre

Qualidade de Software 5ºSemestre Qualidade de Sftware 5ºSemestre Aula 14 Prf. Gladimir Cerni Catarin gladimir@gmail.cm SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Metdlgias Ágeis Metdlgias Servem para

Leia mais

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação em vigor e o Programa da disciplina.

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação em vigor e o Programa da disciplina. Infrmaçã da Prva de Exame de Equivalência à Frequência de Prjet Tecnlógic Códig: 196 2013 Curs Tecnlógic de Infrmática/12.º Prva: Pr (Prjet) Nº de ans: 1 Duraçã: 30-45 minuts Decret-Lei n.º 139/2012, de

Leia mais

Roteiro de Implanta. Página 1 de 6. Cadastros Básicos. Abrangência. Versão 7.

Roteiro de Implanta. Página 1 de 6. Cadastros Básicos.  Abrangência. Versão 7. http://dem.micrsiga.cm.br/w_wex011.apw?cd=030641 Página 1 de 6 Rteir de Implanta Revisã: 19/07/2004 Abrangência Versã 7.10 Cadastrs Básics Dicas: Explique a necessidade d preenchiment ds brigatóris ( camps

Leia mais

TÉCNICAS E PRÁTICAS ADMINISTRATIVAS

TÉCNICAS E PRÁTICAS ADMINISTRATIVAS Seminári Prátic Luanda, 20,21,22,23 e 24 de Junh de 2016 - Htel**** Ferramentas, metdlgias e chaves para TÉCNICAS E PRÁTICAS ADMINISTRATIVAS Agilize s prcesss administrativs da rganizaçã e cnsiga equipas

Leia mais

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO. BRACING PT2020 PDR2020 (Jovens agricultores) Página 1 de 7. Bracing Consulting, Lda.

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO. BRACING PT2020 PDR2020 (Jovens agricultores) Página 1 de 7. Bracing Consulting, Lda. RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO BRACING PT2020 PDR2020 (Jvens agricultres) Página 1 de 7 Bracing Cnsulting, Lda. Rua d Tâmega, S/N. 4200 502 Prt Prtugal +351 917 000 020 inf@bracing

Leia mais

Escolas Públicas de Danbury Procedimentos/Orientações sobre a Frequência do Aluno

Escolas Públicas de Danbury Procedimentos/Orientações sobre a Frequência do Aluno Esclas Públicas de Danbury Prcediments/Orientações sbre a Frequência d Alun Pesquisas mstram que as famílias ds estudantes estã mais precupadas em cntrlar sucess acadêmic de seus filhs que à frequência

Leia mais

BREVE INTRODUÇÃO À REALIZAÇÃO DE INVESTIGAÇÕES NA AULA DE MATEMÁTICA: APROXIMAÇÃO DO TRABALHO DOS ALUNOS AO TRABALHO DOS MATEMÁTICOS

BREVE INTRODUÇÃO À REALIZAÇÃO DE INVESTIGAÇÕES NA AULA DE MATEMÁTICA: APROXIMAÇÃO DO TRABALHO DOS ALUNOS AO TRABALHO DOS MATEMÁTICOS BREVE INTRODUÇÃO À REALIZAÇÃO DE INVESTIGAÇÕES NA AULA DE MATEMÁTICA: APROXIMAÇÃO DO TRABALHO DOS ALUNOS AO TRABALHO DOS MATEMÁTICOS MARIA HELENA CUNHA Área Científica de Matemática - Escla Superir de

Leia mais

1. Participação Constituição da Seleção Critérios de convocação Inscrição nas competições... 4

1. Participação Constituição da Seleção Critérios de convocação Inscrição nas competições... 4 Sumári 1. Participaçã... 2 2. Cnstituiçã da Seleçã... 2 3. Critéris de cnvcaçã... 3 4. Inscriçã nas cmpetições... 4 4.1 Circuit Sul American... 4 5. Prazs para inscriçã... 4 5.1 Circuit Sul American...

Leia mais

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES CIRCULAR AC Nº 03/2015

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES CIRCULAR AC Nº 03/2015 Classificaçã: Dcument stensiv Unidade Gestra: AC/DEPOG BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES CIRCULAR AC Nº 03/2015 Atualiza a Lista de Prduts, Linhas e Prgramas Passíveis de Outrga

Leia mais

INFORMATIVO DE ATUALIZAÇÃO DO SISTEMA SERVICE VERSÃO 1.80

INFORMATIVO DE ATUALIZAÇÃO DO SISTEMA SERVICE VERSÃO 1.80 INFORMATIVO DE ATUALIZAÇÃO DO SISTEMA SERVICE VERSÃO 1.80 Este Infrmativ tem pr finalidade apresentar as clientes, as recentes melhrias realizadas n Sistema Service. A nva versã ficará dispnível para atualizaçã

Leia mais

Legislação Laboral e Segurança Social 2016

Legislação Laboral e Segurança Social 2016 Inscrevase até 28 de Setembr e btenha descnts Seminári Prátic de 2016 - Htel**** revist e actualizad Legislaçã Labral e Segurança Scial 2016 de acrd cm a Legislaçã vigente e de cumpriment brigatóri 3 dias

Leia mais

A conceção deste dispositivo pertence à Mundo Reader, S.L. e foi registada junto do IHMI.

A conceção deste dispositivo pertence à Mundo Reader, S.L. e foi registada junto do IHMI. bq.cm/warranty Regists industriais A cnceçã deste dispsitiv pertence à Mund Reader, S.L. e fi registada junt d IHMI. Precauções de segurança Utilize seu dispsitiv de frma respnsável. Antes de utilizar,

Leia mais

Cursos Extracurriculares Ed. Infantil e Fund. I

Cursos Extracurriculares Ed. Infantil e Fund. I Curss Extracurriculares e Fund. I Prezads Pais u Respnsáveis, Para facilitar a dinâmica das famílias, Clégi ferece curss extracurriculares em diversas mdalidades para s aluns da Educaçã Infantil e d Ensin

Leia mais

CARTÃO CONSIGNADO SISTEMA AUTORIZADOR

CARTÃO CONSIGNADO SISTEMA AUTORIZADOR Versã Data de publicaçã Área(s) respnsável (is) Classificaçã Códig 01.2016 01/02/2016 Prduts Públic 3-SCOM02.10 CARTÃO CONSIGNADO SISTEMA AUTORIZADOR APROVAÇÕES Elabraçã Análises Revisã Cmpliance Validaçã

Leia mais

Anexo 08 Recomendação nº 8: fortalecimento do processo de solicitação de reconsideração da ICANN

Anexo 08 Recomendação nº 8: fortalecimento do processo de solicitação de reconsideração da ICANN Anex 08 Recmendaçã nº 8: frtaleciment d prcess de slicitaçã de recnsideraçã da ICANN 1. Resum Atualmente, qualquer pessa u entidade pde slicitar a recnsideraçã u revisã de uma açã u inaçã da ICANN, cnfrme

Leia mais

POLÍTICA DE COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS Nova S.R.M. Adm. de Recursos e Finanças S.A.

POLÍTICA DE COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS Nova S.R.M. Adm. de Recursos e Finanças S.A. VALORES MOBILIÁRIOS Nva S.R.M. Adm. de Recurss e Finanças S.A. Versã 2.0 SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 3 2. PUBLICO ALVO... 3 3. ABRANGÊNCIA... 3 4. PRINCÍPIOS... 3 5. BOAS PRÁTICAS... 4 6. RESTRIÇÕES A INVESTIMENTOS...

Leia mais

Política de Investimentos. OABPrev-SP

Política de Investimentos. OABPrev-SP Plítica de Investiments OABPrev-SP 2006 1 Intrduçã 2 Objetivs de Investiment 3 Alcaçã Estratégia 4 Limites peracinais para investiment n segment de Renda Fixa 5 Us de Instruments Derivativs 6 Índices de

Leia mais

SECRETARIADO EXECUTIVO

SECRETARIADO EXECUTIVO Seminári Prátic Luanda, 26,27 e 28 de Outubr de 2016 - Htel**** Cm cmbinar técnicas e ferramentas para um SECRETARIADO EXECUTIVO Mais Eficaz 3 dias cmplets de Frmaçã Intensiva e Prática: Funções, tarefas,

Leia mais

FICHA TÉCNICA DE PRODUTO Folha: 1/5

FICHA TÉCNICA DE PRODUTO Folha: 1/5 FICHA TÉCNICA DE PRODUTO Flha: 1/5 Divisã: Varej e Última Revisã: é um verniz impermeabilizante inclr, que frma uma barreira cm acabament brilhante, que pssui alta resistência a abrasã, pressões hidrstáticas

Leia mais

SUMÁRIO 1.CADASTRAMENTO PRESENCIAL NFS-E EMITIR NFS-E EMITIR NFS-E ON LINE "GERAÇÃO DA NOTA"...4

SUMÁRIO 1.CADASTRAMENTO PRESENCIAL NFS-E EMITIR NFS-E EMITIR NFS-E ON LINE GERAÇÃO DA NOTA...4 SISTEMA WEB TRIBUTOS NFSe E ISS n line SUMÁRIO 1.CADASTRAMENTO PRESENCIAL...3 2. NFS-E...3 2.1 EMITIR NFS-E...3 2.1.1 EMITIR NFS-E ON LINE...3 2.2 "GERAÇÃO DA NOTA"...4 2.3 EMITIR NFS-E ON LINE EM LOTES...6

Leia mais

Evolução dos Contratos de Energia nas últimas décadas e os Recursos Naturais

Evolução dos Contratos de Energia nas últimas décadas e os Recursos Naturais Evolução dos Contratos de Energia nas últimas décadas e os Recursos Naturais 6º Painel - Direito da Concorrência e a Regulação Setorial harmonização e discordâncias Visão da Comercialização de Energia

Leia mais

CAMPANHA DE INCENTIVO DESAFIO 2,99 4º TRIMESTRE DE 2016

CAMPANHA DE INCENTIVO DESAFIO 2,99 4º TRIMESTRE DE 2016 CAMPANHA DE INCENTIVO DESAFIO 2,99 4º TRIMESTRE DE 2016 1. OBJETIVOS GERAIS 1.1 Cntribuir para a melhria d resultad peracinal da CAIXA, pr intermédi da reversã de perações em prejuíz e da reduçã d Prvisinament

Leia mais

Legislação Laboral e Segurança Social 2017

Legislação Laboral e Segurança Social 2017 Inscrevase até 10 de Fevereir e btenha descnts Seminári Prátic Luanda, 20,21 e 22 de Fevereir de 2017 - Htel**** 7ªEdiçã, revist e actualizad Legislaçã Labral e Segurança Scial 2017 de acrd cm a Legislaçã

Leia mais

Catálogo de Licenças Online

Catálogo de Licenças Online Catálg de Licenças Online Licença n.º 244 Licença de Taxi www.cm-freixespadacinta.pt Pág. 1 de 11 1. Qual a finalidade? (preencher só quand a infrmaçã fr diferente da infrmaçã geral presente n Catálg de

Leia mais

PREMISSAS. Neste sentido, a LR deve ser alterada por Decretos e Instruções tanto quanto possível, ou por lei que altere a artigos específicos;

PREMISSAS. Neste sentido, a LR deve ser alterada por Decretos e Instruções tanto quanto possível, ou por lei que altere a artigos específicos; GT Lei Ruanet PREMISSAS O Fórum Brasileir de Direits Culturais defende que a Lei Ruanet (LR) nã deve ser substituída pel Prcultura (prjet de lei), nem pr utra lei. A LR pde e deve ser aperfeiçada, mas

Leia mais

Projeto BORN. Nascidos para empreender. Realização: Trib Comunicação Integrada Ltda.

Projeto BORN. Nascidos para empreender. Realização: Trib Comunicação Integrada Ltda. Prjet BORN Nascids para empreender Realizaçã: Trib Cmunicaçã Integrada Ltda. Td empreendiment precisa de um empurrãzinh para nascer e, pensand nas dificuldades de marketing iniciais de cada negóci, a Trib

Leia mais

Novidades da Versão do Sistema OnixNet / TrucksNet

Novidades da Versão do Sistema OnixNet / TrucksNet Nvidades da Versã 3.0.0.26 d Sistema OnixNet / TrucksNet Ativaçã Raming Internacinal Para a ativaçã e desativaçã de Raming Internacinal fi criad um cntrle sbre as instalações e manutenções de veícul. Alguns

Leia mais

CÁLCULO DE COMPENSAÇÕES INDEMNIZAÇÕES

CÁLCULO DE COMPENSAÇÕES INDEMNIZAÇÕES Inscreva-se até 8 de Julh e btenha descnts especiais Seminári Prátic Luanda, 18 e 19 de Julh de 2016 - Htel**** revist e actualizad CÁLCULO DE COMPENSAÇÕES E INDEMNIZAÇÕES de acrd cm a Nva Lei Geral d

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1T15

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1T15 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS DISCLAIMER Esta apresentaçã cntém estimativas e declarações sbre perações futuras a respeit de nssa estratégia e prtunidades de cresciment futur. Essas infrmações se baseiam principalmente

Leia mais

Atividades a desenvolver. 1º Período - 12 de setembro a 17 de setembro

Atividades a desenvolver. 1º Período - 12 de setembro a 17 de setembro Agrupament de Esclas da Caparica Planificaçã das Atividades d Cnselh Pedagógic e Estruturas de Gestã Intermédia Dcument Orientadr - 2013/2014 1 O Cnselh Pedagógic é órgã de crdenaçã e supervisã pedagógica

Leia mais

FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA FEIRA TECNOLÓGICA. TEMA: Cidades Inteligentes

FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA FEIRA TECNOLÓGICA. TEMA: Cidades Inteligentes X FEIRA TECNOLÓGICA DA FGF. NORMAS DOS TRABALHOS CIENTÍFICOS II MOSTRA CIENTÍFICA FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA Períd: 02, 03 e 04 de Març de 2017 FEIRA TECNOLÓGICA TEMA: Cidades Inteligentes

Leia mais

O Papel dos Tipos de Regulação em Mercados de Eletricidade

O Papel dos Tipos de Regulação em Mercados de Eletricidade O Papel ds Tips de Regulaçã em Mercads de Eletricidade Seminári Treinament de CNELEC Instituções e Relações Regulatórias Maput, Mçambi que 20 de agst, 2009 Ashley C. Brwn Executive Directr, Harvard Electricity

Leia mais

Desenvolver uma aplicação para o gerenciamento acadêmico e pedagógico da escola Tree of Wishes no ramo de licenciatura de idiomas.

Desenvolver uma aplicação para o gerenciamento acadêmico e pedagógico da escola Tree of Wishes no ramo de licenciatura de idiomas. Declaraçã de Escp SISGEP Sistema Gerenciadr Pedagógic DECLARAÇÃO DE ESCOPO Preparad pr Daniel de Suza Versã 1.0 Aprvad pr Francis Rbinsn Feitsa Guimarães 01/09/2011 I - Time da equipe de gerência d Prjet

Leia mais

Conheça o Programa de Afiliados Ganhos Automáticos passo a passo.

Conheça o Programa de Afiliados Ganhos Automáticos passo a passo. Cnheça Prgrama de Afiliads Ganhs Autmátics pass a pass. O Ganhs Autmátics é um negóci que qualquer pessa pde desenvlver, pis vams dispnibilizar um Kit de Prduts e Serviçs cm fc em Ajudar e Dispnibilizar

Leia mais

EDITAL DE LEILÃO COMPRA DE ENERGIA CONVENCIONAL. Processo: LP+2014

EDITAL DE LEILÃO COMPRA DE ENERGIA CONVENCIONAL. Processo: LP+2014 EDITAL DE LEILÃO COMPRA DE ENERGIA CONVENCIONAL Processo: LP+2014 O BTG PACTUAL EMPRESA OPERADORA DO MERCADO ENERGÉTICO LTDA.- Coomex, doravante denominado Energia, em conformidade com a regulamentação

Leia mais

CHAMAMENTO PÚBLICO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS EM PEDIATRIA E UTI NEONATAL

CHAMAMENTO PÚBLICO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS EM PEDIATRIA E UTI NEONATAL CHAMAMENTO PÚBLICO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS EM PEDIATRIA E UTI NEONATAL O HNSG HOSPITAL PROVIDÊNCIA MATERNO INFANTIL, pessoa jurídica de direito privado, de fins não econômicos, de caráter beneficente

Leia mais

Contribuição Sindical Patronal

Contribuição Sindical Patronal Cntribuiçã Sindical Patrnal Cntribuiçã Sindical Patrnal Resultad 2015 CONTRIBUIÇÃO SINDICAL 2015 29 Sindicats utilizam SIGA 65% aumentaram a arrecadaçã em 2015 O ttal arrecadad pels sindicats aumentu em

Leia mais

SEMINÁRIO DE AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE CAPACITAÇÃO EM MOÇAMBIQUE 27 e 28 de Outubro em Chinhambudzi / Manica 30 e 31 de Outubro 2014 em Maputo

SEMINÁRIO DE AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE CAPACITAÇÃO EM MOÇAMBIQUE 27 e 28 de Outubro em Chinhambudzi / Manica 30 e 31 de Outubro 2014 em Maputo SEMINÁRIO DE AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE CAPACITAÇÃO EM MOÇAMBIQUE 27 e 28 de Outubr em Chinhambudzi / Manica 30 e 31 de Outubr 2014 em Maput Intrduçã Esta prpsta prevê a realizaçã de um seminári avaliaçã

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA O BALCÃO 2020 E BOLSA DE CANDIDATURAS IDE, IP-RAM

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA O BALCÃO 2020 E BOLSA DE CANDIDATURAS IDE, IP-RAM MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA O BALCÃO 2020 E BOLSA DE CANDIDATURAS IDE, IP-RAM Cntrl de Versões d Dcument Versã Data Autr Sumári 1 01-05-2015 GI Versã Inicial 15:40 Prcediments para Prtal 2020 Prcediments

Leia mais

Lançamento Coberto de Opções

Lançamento Coberto de Opções Lançament Cbert de Opções RENDA FIXA UTILIZANDO OPÇÕES? ANALISTA RESPONSÁVEL: FABIO FRANCISCO GONCALVES CNPI-P BANRISUL S.A. CORRETORA DE VALORES MOBILIÁRIOS E CÂMBIO Rua Caldas Junir, 108 Prt Alegre -RS

Leia mais

Preparação para a Certificação de Gestor da Qualidade - Excelência Organizacional

Preparação para a Certificação de Gestor da Qualidade - Excelência Organizacional Preparaçã para a Certificaçã de Gestr da Qualidade - Excelência Organizacinal OBJETIVOS DO CURSO Apresentar as participantes s cnteúds d Crp de Cnheciment necessáris à certificaçã, pssibilitand que aprimrem

Leia mais

10. Escreva um programa que leia um texto e duas palavras e substitua todas as ocorrências da primeira palavra com a segunda palavra.

10. Escreva um programa que leia um texto e duas palavras e substitua todas as ocorrências da primeira palavra com a segunda palavra. Lista de Exercícis: Vetres, Matrizes, Strings, Pnteirs e Alcaçã Obs: Tdas as questões devem ser implementadas usand funções, pnteirs e alcaçã 1. Faça um prgrama que leia um valr n e crie dinamicamente

Leia mais

TERMO DE COTAÇÃO PRÉVIA IPM FDCII 07 Ref.: Uniformes

TERMO DE COTAÇÃO PRÉVIA IPM FDCII 07 Ref.: Uniformes Ref.: Unifrmes O Institut Passe de Mágica, assciaçã civil sem fins lucrativs, cm sede na Rua Gvernadr Pedr de Tled, nº 2006, Centr Piracicaba/SP, inscrita n CNPJ/MF sb nº 07.753.407/0001-39, pr mei deste

Leia mais

Lançamento Coberto de Opções

Lançamento Coberto de Opções Lançament Cbert de Opções RENDA FIXA UTILIZANDO OPÇÕES? ANALISTA RESPONSÁVEL: FABIO FRANCISCO GONCALVES CNPI-P BANRISUL S.A. CORRETORA DE VALORES MOBILIÁRIOS E CÂMBIO Rua Caldas Junir, 108 Prt Alegre -RS

Leia mais

* Rua 15 de Março, 50 Bongi - CEP XXXXX-XXX - Recife - PE - BRASIL Tel.: (081) Fax: (081)

* Rua 15 de Março, 50 Bongi - CEP XXXXX-XXX - Recife - PE - BRASIL Tel.: (081) Fax: (081) SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA Versã 1.0 XXX.YY 19 a 24 Outubr de 2003 Uberlândia - Minas Gerais GRUPO IX GRUPO DE ESTUDO DE OPERAÇÃO DE SISTEMAS ELÉTRICOS GOP

Leia mais

FESTIVAL DA CANÇÃO FRANCESA 2013 (ETAPA REGIONAL EM BH)

FESTIVAL DA CANÇÃO FRANCESA 2013 (ETAPA REGIONAL EM BH) FESTIVAL DA CANÇÃO FRANCESA 2013 (ETAPA REGIONAL EM BH) O MELHOR DA MÚSICA FRANCESA CALENDÁRIO DO FESTIVAL DA CANÇÃO FRANCESA DA ALIANÇA FRANCESA 2013 27 de març 2013 Lançament e publicaçã d edital n Site

Leia mais

Regulamento de Frequência Conselheiros de Segurança

Regulamento de Frequência Conselheiros de Segurança Regulament de Frequência Cnselheirs de Segurança www.academiadprfissinal.cm email: academiadprfissinal@ltm.pt V06 31.10.2016 Regulament de Frequência Cnselheirs de Segurança Índice 1- Enquadrament... 3

Leia mais

Ata Parcial. Item 0001

Ata Parcial. Item 0001 Ata Parcial Às 09:00 horas do dia 27 de junho de 2012, reuniu-se o Pregoeiro Oficial da Prefeitura Municipal de Juiz de Fora e respectivos membros da Equipe de apoio, designados pela portaria Portaria

Leia mais

QUALIDADE RS PGQP PROGRAMA GAÚCHO DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE GUIA PARA CANDIDATURA

QUALIDADE RS PGQP PROGRAMA GAÚCHO DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE GUIA PARA CANDIDATURA QUALIDADE RS PGQP PROGRAMA GAÚCHO DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE GUIA PARA CANDIDATURA SUMÁRIO 1. O PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP... 3 1.1 Benefícis... 3 2. PREMIAÇÃO... 3 2.1 Diretrizes para publicidade das rganizações

Leia mais

Transdutor de temperatura ou resistência (analógico)

Transdutor de temperatura ou resistência (analógico) Transdutr de temperatura u resistência (analógic) Revisã 2.3 14/1/214 [1] Intrduçã Os transdutres de temperatura e resistência têm pr finalidade, respectivamente, cnverter temperatura (pr mei de sensres,

Leia mais

Módulo 7 Energia de Reserva. Submódulo 7.1 Apurações da energia de reserva

Módulo 7 Energia de Reserva. Submódulo 7.1 Apurações da energia de reserva Módulo 7 Energia de Reserva Submódulo 7.1 Apurações da energia ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2. OBJETIVO 3. PREMISSAS 4. LISTA DE DOCUMENTOS 5. FLUXO DE ATIVIDADES 6. DESCRIÇÃO DE ATIVIDADES 7. ANEXOS Revisão Motivo

Leia mais