Preenchimento do cadastro de produtos para adequação ao SAT ou NFC-e - Rev1.0

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Preenchimento do cadastro de produtos para adequação ao SAT ou NFC-e - Rev1.0"

Transcrição

1 PASSO-A-PASSO Preenchimento do cadastro de produtos para adequação ao SAT ou NFC-e - Rev1.0 JS SoftCom Documentação Automação Dropbox Pasta 07 Manuais e Procedimentos Configurações Retaguarda Informações CÓDIGO: ITRT 0002 DATA: 06/06/2016 REVISÃO: 1.0 Objetivo: Este procedimento tem como finalidade auxiliar no preenchimento do cadastro de produtos para adequação ao SAT ou NFC-e. Para inserir um novo produto ou corrigir as informações do mesmo no sistema para adequação ao SAT ou NFC-e, preencha os seguintes campos da Ficha do Produto na aba Dados Gerais: 1

2 1-Grupo: O grupo serve para organizar os produtos da empresa no sistema, assim como as seções físicas da loja. Exemplos de Grupo: Bebidas, Livros, Cadernos, Computadores, etc. 2-Sub Grupo: Assim como o grupo, o sub grupo serve para organizar os produtos da empresa no sistema, assim como as seções físicas da loja. Exemplos de Sub Grupo: Refrigerantes, Suspense, Capa Dura, Notebooks, etc. (seguidos do exemplo do Grupo informado acima). 3-Código de Barras: O código de barras pode ser determinado pelo cliente, seja ele numérico, alfanumérico, código interno (criado pela própria empresa) ou EAN13 (código de treze dígitos que fica na embalagem do produto abaixo do código de barras). 4-Descrição: Nome do produto que será exibido na tela do sistema, esse mesmo nome também será exibido na impressão do cupom fiscal eletrônico após a finalização da venda. 5-Unidade: É característica física do produto, exemplos de Unidade: Kilo, Unidade, Peça. 6-ICMS (Cupom): Percentual da alíquota de venda do produto, exemplos: 7%, 12%, 18%, 25%, Isento, Substituição e Não Tributado (verificar com o contador qual o ICMS a ser usado de cada item). 7-Casas Decimais: Esse número representa a quantidade de posições após a vírgula, por exemplo: Nos produtos que são pacotes ou unidades com quantidade 1 é o mesmo que 1,00 por serem 2 casas decimais. Nos produtos que são pesados (Kilos) ou líquidos (Litros) com a quantidade 1 é o mesmo que 1,000 por serem 3 casas decimais. 8-Classificação Fiscal (NCM): A Nomenclatura Comum do MERCOSUL (NCM) é o método de classificação de mercadorias utilizado pelos países do bloco econômico Mercado Comum do Sul MERCOSUL. Para descobrir o NCM do produto verifique a NFe do fornecedor no caso de compra de produtos para revenda, se os produtos forem comprados sem nota consulte sua contabilidade ou pesquise no Google pelo código de barras EAN13. Exemplo de digitação para pesquisa: NCM, escrevendo dessa maneira aparecem o NCM dos produtos de acordo com o seu código de barras. 9-CFOP Padrão: Nesse campo a maioria dos CFOP será o 5.102, devido à venda do cupom fiscal eletrônico sempre ser para o cliente final que estará presente no estabelecimento (porem verifique com o seu contador qual a numeração a ser usada, tem algumas regras que se referem a compra do item que pode alterar a numeração do CFOP). Alguns clientes possuem esse campo já preenchido com outras numerações de CFOP devido a utilização do módulo Faturamento para emissão de NFe, quando ocorrer essa situação o cliente preenche a NFe normalmente, porem devendo ficar atento ao CFOP do item para não validar a NF com a informação errada neste campo. 10-EX Tarifário: É uma concessão tarifária que reduz a alíquota de Imposto de Importação de bens de capital (BK) e bens de informática (BIT) para 2% (diante de uma alíquota média próxima de 14% para este tipo de produto). Trata-se de um excelente benefício, sobretudo considerando que esta redução tem impacto nos diversos impostos subsequentes: IPI, PIS, COFINS e ICMS. Se a empresa for optante do Simples Nacional este campo pode ficar em branco, caso ocorra de algum produto não informar o valor aproximado dos tributos no cupom. Verifique na tabela IBPT dos NCM que está localizada na Retaguarda em: Arquivos > Tabelas Auxiliares > Tabela IBPTax. Procure o NCM que consta no cadastro desse produto e entre na ficha do NCM, caso o campo EX que simboliza o EX Tarifário estiver preenchido com algum número. Informe este mesmo número no campo EX Tarifário do cadastro do produto, assim ao realizar uma nova venda do mesmo no cupom vai constar a informação do valor aproximado dos tributos. 11-Origem da Mercadoria: Os códigos relativos à origem servem para identificar se a operação estará sujeita à tributação pelo IPI, e para indicar se será cabível ou não a aplicação da alíquota de 4% nas operações interestaduais, nos termos da Resolução do Senado Federal nº 13/2012 e Convênio ICMS 38/2013, dentre outras utilidades. Abaixo segue os códigos: 0 - Nacional, exceto as indicadas nos códigos 3 a Estrangeira - Importação direta, exceto a indicada no código 6 2

3 2 - Estrangeira - Adquirida no mercado interno, exceto a indicada no código 7 3 Nacional, mercadoria ou bem com Conteúdo de Importação superior a 40%. 4 - Nacional, cuja produção tenha sido feita em conformidade com os processos produtivos básicos de que tratam o Decreto-Lei nº 288/67 e as Leis nºs 8.248/91, 8.387/91, /01 e / Nacional, mercadoria ou bem com Conteúdo de Importação inferior ou igual a 40%. 6 - Estrangeira - Importação direta, sem similar nacional, constante em lista de Resolução CAMEX 7 - Estrangeira - Adquirida no mercado interno, sem similar nacional, constante em lista de Resolução CAMEX 12-Preço Varejo: É o preço de venda do produto. 3

4 Prosseguindo na tela da Ficha do Produto aba Tributos NFe, verifique com o seu contador qual código deve utilizar para o preenchimento dos seguintes campos abaixo de acordo com o seu regime de apuração. Se ele o cliente é do Simples Nacional ou Regime Normal: Para clientes optantes do Simples Nacional ICMS Situação Tributária (CSOSN): Tributada pelo Simples Nacional com permissão de crédito Tributada pelo Simples Nacional sem permissão de crédito Isenção do ICMS no Simples Nacional para faixa de receita bruta Tributada pelo Simples Nacional com permissão de crédito e com cobrança do ICMS por substituição tributária Tributada pelo Simples Nacional sem permissão de crédito e com cobrança do ICMS por substituição tributária Isenção do ICMS no Simples Nacional para faixa de receita bruta e com cobrança do ICMS por substituição tributária Imune 4

5 400 - Não tributada pelo Simples Nacional ICMS cobrado anteriormente por substituição tributária (substituído) ou por antecipação Outros IPI Impostos Sobre Produtos Industrializados: 00 - Entrada com Recuperação de Crédito 01 - Entrada Tributável com Alíquota Zero 02 - Entrada Isenta 03 - Entrada Não-Tributada 04 - Entrada Imune 05 - Entrada com Suspensão 49 - Outras Entradas 50 - Saída Tributada 51 - Saída Tributável com Alíquota Zero 52 - Saída Isenta 53 - Saída Não-Tributada 54 - Saída Imune 55 - Saída com Suspensão 99 - Outras Saídas IPI % Alíquota: Caso o item tenha alíquota no IPI informar nesse campo, se não tiver deixar em branco. PIS Programa de Integração Social 01 - Operação Tributável com Alíquota Básica 02 - Operação Tributável com Alíquota Diferenciada 03 - Operação Tributável com Alíquota por Unidade de Medida de Produto 04 - Operação Tributável Monofásica - Revenda a Alíquota Zero 05 - Operação Tributável por Substituição Tributária 06 - Operação Tributável a Alíquota Zero 07 - Operação Isenta da Contribuição 08 - Operação sem Incidência da Contribuição 5

6 09 - Operação com Suspensão da Contribuição 49 - Outras Operações de Saída 50 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada Exclusivamente a Receita Tributada no Mercado Interno 51 - Operação com Direito a Crédito Vinculada Exclusivamente a Receita Não Tributada no Mercado Interno 52 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada Exclusivamente a Receita de Exportação 53 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada a Receitas Tributadas e Não-Tributadas no Mercado Interno 54 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada a Receitas Tributadas no Mercado Interno e de Exportação 55 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada a Receitas Não-Tributadas no Mercado Interno e de Exportação 56 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada a Receitas Tributadas e Não-Tributadas no Mercado Interno, e de Exportação 60 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada Exclusivamente a Receita Tributada no Mercado Interno 61 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada Exclusivamente a Receita Não-Tributada no Mercado Interno 62 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada Exclusivamente a Receita de Exportação 63 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada a Receitas Tributadas e Não-Tributadas no Mercado Interno 64 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada a Receitas Tributadas no Mercado Interno e de Exportação 65 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada a Receitas Não-Tributadas no Mercado Interno e de Exportação 66 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada a Receitas Tributadas e Não-Tributadas no Mercado Interno, e de Exportação 67 - Crédito Presumido - Outras Operações 70 - Operação de Aquisição sem Direito a Crédito 71 - Operação de Aquisição com Isenção 72 - Operação de Aquisição com Suspensão 73 - Operação de Aquisição a Alíquota Zero 74 - Operação de Aquisição sem Incidência da Contribuição 75 - Operação de Aquisição por Substituição Tributária 98 - Outras Operações de Entrada 99 - Outras Operações PIS % Alíquota: Caso o item tenha alíquota no PIS informar nesse campo, se não tiver deixar em branco. PIS % Alíquota ST: Caso o item tenha alíquota no PIS com Substituição Tributária informar nesse campo, se não tiver deixar em branco. 6

7 Cofins Contribuição Para o Financiamento da Seguridade Social 01 - Operação Tributável com Alíquota Básica 02 - Operação Tributável com Alíquota Diferenciada 03 - Operação Tributável com Alíquota por Unidade de Medida de Produto 04 - Operação Tributável Monofásica - Revenda a Alíquota Zero 05 - Operação Tributável por Substituição Tributária 06 - Operação Tributável a Alíquota Zero 07 - Operação Isenta da Contribuição 08 - Operação sem Incidência da Contribuição 09 - Operação com Suspensão da Contribuição 49 - Outras Operações de Saída 50 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada Exclusivamente a Receita Tributada no Mercado Interno 51 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada Exclusivamente a Receita Não-Tributada no Mercado Interno 52 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada Exclusivamente a Receita de Exportação 53 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada a Receitas Tributadas e Não-Tributadas no Mercado Interno 54 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada a Receitas Tributadas no Mercado Interno e de Exportação 55 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada a Receitas Não Tributadas no Mercado Interno e de Exportação 56 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada a Receitas Tributadas e Não-Tributadas no Mercado Interno e de Exportação 60 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada Exclusivamente a Receita Tributada no Mercado Interno 61 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada Exclusivamente a Receita Não-Tributada no Mercado Interno 62 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada Exclusivamente a Receita de Exportação 63 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada a Receitas Tributadas e Não-Tributadas no Mercado Interno 64 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada a Receitas Tributadas no Mercado Interno e de Exportação 65 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada a Receitas Não-Tributadas no Mercado Interno e de Exportação 66 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada a Receitas Tributadas e Não-Tributadas no Mercado Interno e de Exportação 67 - Crédito Presumido - Outras Operações 70 - Operação de Aquisição sem Direito a Crédito 7

8 71 - Operação de Aquisição com Isenção 72 - Operação de Aquisição com Suspensão 73 - Operação de Aquisição a Alíquota Zero 74 - Operação de Aquisição sem Incidência da Contribuição 75 - Operação de Aquisição por Substituição Tributária 98 - Outras Operações de Entrada 99 - Outras Operações Cofins % Alíquota: Caso o item tenha alíquota no Cofins informar nesse campo, se não tiver deixar em branco. Cofins % Alíquota ST: Caso o item tenha alíquota no Cofins com Substituição Tributária informar nesse campo, se não tiver deixar em branco. Para clientes classificados no Regime Normal ICMS Situação Tributária (CST): 00 - Tributada integralmente 10 - Tributada e com cobrança do ICMS por substituição tributária 20 - Com redução da BC 30 - Isenta / não tributada e com cobrança do ICMS por substituição tributária 40 - Isenta 41 - Não tributada 50 - Com suspensão 51 - Com diferimento 60 - ICMS cobrado anteriormente por substituição tributária 70 - Com redução da BC e cobrança do ICMS por substituição tributária 90 Outras IPI Impostos Sobre Produtos Industrializados: 00 - Entrada com Recuperação de Crédito 01 - Entrada Tributável com Alíquota Zero 02 - Entrada Isenta 03 - Entrada Não-Tributada 8

9 04 - Entrada Imune 05 - Entrada com Suspensão 49 - Outras Entradas 50 - Saída Tributada 51 - Saída Tributável com Alíquota Zero 52 - Saída Isenta 53 - Saída Não-Tributada 54 - Saída Imune 55 - Saída com Suspensão 99 - Outras Saídas IPI % Alíquota: Caso o item tenha alíquota no IPI informar nesse campo, se não tiver deixar em branco. PIS Programa de Integração Social 01 - Operação Tributável com Alíquota Básica 02 - Operação Tributável com Alíquota Diferenciada 03 - Operação Tributável com Alíquota por Unidade de Medida de Produto 04 - Operação Tributável Monofásica - Revenda a Alíquota Zero 05 - Operação Tributável por Substituição Tributária 06 - Operação Tributável a Alíquota Zero 07 - Operação Isenta da Contribuição 08 - Operação sem Incidência da Contribuição 09 - Operação com Suspensão da Contribuição 49 - Outras Operações de Saída 50 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada Exclusivamente a Receita Tributada no Mercado Interno 51 - Operação com Direito a Crédito Vinculada Exclusivamente a Receita Não Tributada no Mercado Interno 52 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada Exclusivamente a Receita de Exportação 53 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada a Receitas Tributadas e Não-Tributadas no Mercado Interno 54 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada a Receitas Tributadas no Mercado Interno e de Exportação 55 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada a Receitas Não-Tributadas no Mercado Interno e de Exportação 9

10 56 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada a Receitas Tributadas e Não-Tributadas no Mercado Interno, e de Exportação 60 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada Exclusivamente a Receita Tributada no Mercado Interno 61 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada Exclusivamente a Receita Não-Tributada no Mercado Interno 62 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada Exclusivamente a Receita de Exportação 63 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada a Receitas Tributadas e Não-Tributadas no Mercado Interno 64 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada a Receitas Tributadas no Mercado Interno e de Exportação 65 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada a Receitas Não-Tributadas no Mercado Interno e de Exportação 66 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada a Receitas Tributadas e Não-Tributadas no Mercado Interno, e de Exportação 67 - Crédito Presumido - Outras Operações 70 - Operação de Aquisição sem Direito a Crédito 71 - Operação de Aquisição com Isenção 72 - Operação de Aquisição com Suspensão 73 - Operação de Aquisição a Alíquota Zero 74 - Operação de Aquisição sem Incidência da Contribuição 75 - Operação de Aquisição por Substituição Tributária 98 - Outras Operações de Entrada 99 - Outras Operações PIS % Alíquota: Caso o item tenha alíquota no PIS informar nesse campo, se não tiver deixar em branco. PIS % Alíquota ST: Caso o item tenha alíquota no PIS com Substituição Tributária informar nesse campo, se não tiver deixar em branco. Cofins Contribuição Para o Financiamento da Seguridade Social 01 - Operação Tributável com Alíquota Básica 02 - Operação Tributável com Alíquota Diferenciada 03 - Operação Tributável com Alíquota por Unidade de Medida de Produto 04 - Operação Tributável Monofásica - Revenda a Alíquota Zero 05 - Operação Tributável por Substituição Tributária 06 - Operação Tributável a Alíquota Zero 07 - Operação Isenta da Contribuição 10

11 08 - Operação sem Incidência da Contribuição 09 - Operação com Suspensão da Contribuição 49 - Outras Operações de Saída 50 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada Exclusivamente a Receita Tributada no Mercado Interno 51 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada Exclusivamente a Receita Não-Tributada no Mercado Interno 52 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada Exclusivamente a Receita de Exportação 53 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada a Receitas Tributadas e Não-Tributadas no Mercado Interno 54 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada a Receitas Tributadas no Mercado Interno e de Exportação 55 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada a Receitas Não Tributadas no Mercado Interno e de Exportação 56 - Operação com Direito a Crédito - Vinculada a Receitas Tributadas e Não-Tributadas no Mercado Interno e de Exportação 60 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada Exclusivamente a Receita Tributada no Mercado Interno 61 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada Exclusivamente a Receita Não-Tributada no Mercado Interno 62 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada Exclusivamente a Receita de Exportação 63 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada a Receitas Tributadas e Não-Tributadas no Mercado Interno 64 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada a Receitas Tributadas no Mercado Interno e de Exportação 65 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada a Receitas Não-Tributadas no Mercado Interno e de Exportação 66 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada a Receitas Tributadas e Não-Tributadas no Mercado Interno e de Exportação 67 - Crédito Presumido - Outras Operações 70 - Operação de Aquisição sem Direito a Crédito 71 - Operação de Aquisição com Isenção 72 - Operação de Aquisição com Suspensão 73 - Operação de Aquisição a Alíquota Zero 74 - Operação de Aquisição sem Incidência da Contribuição 75 - Operação de Aquisição por Substituição Tributária 98 - Outras Operações de Entrada 99 - Outras Operações 11

12 Cofins % Alíquota: Caso o item tenha alíquota no Cofins informar nesse campo, se não tiver deixar em branco. Cofins % Alíquota ST: Caso o item tenha alíquota no Cofins com Substituição Tributária informar nesse campo, se não tiver deixar em branco. 12

TABELA DE CST Simples Nacional

TABELA DE CST Simples Nacional TABELA DE CST Simples Nacional 101 Tributada pelo Simples Nacional com permissão de crédito Classificam-se neste código as operações que permitem a indicação da alíquota do ICMS devido no Simples Nacional

Leia mais

Operação Tributável (base de cálculo = quantidade vendida x alíquota por unidade de produto)

Operação Tributável (base de cálculo = quantidade vendida x alíquota por unidade de produto) 1. Finalidade do CST Para a elaboração dos arquivos digitais da Escrituração Fiscal Digital (EFD), bem como para a geração do conteúdo das Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e), foram instituídos através da

Leia mais

FS12. Sistema: Futura Server. Caminho: Cadastros>Estoque>Produto. Referência: FS12. Versão:

FS12. Sistema: Futura Server. Caminho: Cadastros>Estoque>Produto. Referência: FS12. Versão: Como FS12 Cadastrar Produto? - Sistema: Futura Server Caminho: Cadastros>Estoque>Produto Referência: FS12 Versão: 2015.12.2 Como funciona: O menu Cadastro de Produto é utilizado para registrar os produtos

Leia mais

Fiscal Configurar Impostos Fiscais

Fiscal Configurar Impostos Fiscais Fiscal Configurar Impostos Fiscais Objetivo Configurar todos os impostos que refletirão na Nota Fiscal de Saída. Pré- Requisitos As Taxas Tributárias dos Produtos devem ser devidamente cadastradas ( Fiscal

Leia mais

Cadastro de produto. Supermercados

Cadastro de produto. Supermercados Cadastro de produto Supermercados 1 Objetivo: Cadastrar todos produtos do estabelecimento que serão comercializados no estabelecimento. Para que serve? Os produtos cadastrados serão utilizados nas movimentações

Leia mais

Classificação Fiscal. Procedimentos para inserir uma nova classificação fiscal no SISGEM.

Classificação Fiscal. Procedimentos para inserir uma nova classificação fiscal no SISGEM. Procedimentos para inserir uma nova classificação fiscal no SISGEM. Copyright 2010 flexlife todos diretos reservados www. flexlife.com.br Versão 1.1-19/08/15 Para Inserir Uma Nova Classificação Fiscal

Leia mais

Cordilheira Escrita Fiscal 2.102a SPED PIS/COFINS

Cordilheira Escrita Fiscal 2.102a SPED PIS/COFINS LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

TABELA CRT E CSOSN - SIMPLES NACIONAL

TABELA CRT E CSOSN - SIMPLES NACIONAL TABELA CRT E CSOSN - SIMPLES NACIONAL Código CRT Código de regime tributário Comentários 1 SIMPLES NACIONAL quando for optante pelo Simples Nacional. 2 3 Código SIMPLES NACIONAL - EXCESSO DE SUBLIMITE

Leia mais

Configuração de ICMS no Grupo dos Produtos

Configuração de ICMS no Grupo dos Produtos Configuração de ICMS no Grupo dos Produtos Para configurar o ICMS no grupo do produto: Primeiro é necessário verificar com a pessoa responsável pela tributação dos produtos da empresa quais as informações

Leia mais

Manual Emissor Legal Atualizado 10/08/2016. Cadastro de Clientes

Manual Emissor Legal Atualizado 10/08/2016. Cadastro de Clientes Manual Emissor Legal Atualizado 10/08/2016 1.0 Menu superior Para utilizar o menu superior, clique com o mouse em cima da palavra que deseja abrir. No exemplo acima foi clicado na palavra cadastros, assim

Leia mais

Liberação de Atualização

Liberação de Atualização Cordilheira Escrita Fiscal 2.174A Liberação de Atualização Criadas rotinas para possibilitar a parametrização da apuração automática do diferencial de alíquota, antecipação parcial do ICMS, e antecipação

Leia mais

ECF (Emissor de Cupom Fiscal) - No ECF a situação tributária é representada da seguinte forma:

ECF (Emissor de Cupom Fiscal) - No ECF a situação tributária é representada da seguinte forma: O CST do ICMS é utilizado na Nota Fiscal, Sintegra e SPED. Ele é composto por 3 números onde o primeiro número indica a origem da mercadoria e os números seguintes a forma de tributação: Origem 0 - Nacional,

Leia mais

Orientação para escrituração e emissão de Documentos Fiscais de Entrada / Saída, Devoluções, Cadastro de Produtos.

Orientação para escrituração e emissão de Documentos Fiscais de Entrada / Saída, Devoluções, Cadastro de Produtos. Orientação para escrituração e emissão de Documentos Fiscais de Entrada / Saída, Devoluções, Cadastro de Produtos. Simples Nacional Senhores empresários, deverão ser escriturados todos os Documentos Fiscais

Leia mais

SECRETARIA DA FAZENDA COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA. Portaria CAT 174, de

SECRETARIA DA FAZENDA COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA. Portaria CAT 174, de SECRETARIA DA FAZENDA COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA Portaria CAT 174, de 28-12-2012 Dispõe sobre os procedimentos que devem ser observados na aplicação da alíquota de 4% nas operações interestaduais

Leia mais

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins 29/05/2012 1 O Sped fiscal e Pis/Confins é uma arquivo gerado através do sistema da SD Informática, onde este arquivo contem todos os dados de entrada e saída

Leia mais

Informativo de Versão 19.03

Informativo de Versão 19.03 Informativo de Versão 19.03 Índice ERP Faturamento e Cupom Fiscal - ECF... 2 Emissão de NF-e e Emissão de Cupom Fiscal (Chamado 25717)... 2 Movimento Entrada de Produtos (Chamado 25318)... 7 Emissão e

Leia mais

SISTEMA PUBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL - SPED

SISTEMA PUBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL - SPED SISTEMA PUBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL - SPED OUT/2010 REGIME NÃO-CUMULATIVO REGIME CUMULATIVO TRIBUTAÇÃO MONOFÁSICA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA VENDAS COM SUSPENSÃO VENDAS A ALÍQUOTA ZERO VENDAS COM ISENÇÃO

Leia mais

Cadastro de Produtos/Serviços. Índice. 1. Cadastrar Produtos/Serviços

Cadastro de Produtos/Serviços. Índice. 1. Cadastrar Produtos/Serviços Cadastro de Produtos/Serviços Faça a gestão de seu cadastro de produtos em apenas um lugar e conte com uma Estrutura de Produtos (Kits), Estoque, Impostos Parametrizados, Fotos e Etiquetas. Índice 1. Cadastrar

Leia mais

INSTRUÇÕESS - EMENDA CONSTITUCIONAL 87/2015

INSTRUÇÕESS - EMENDA CONSTITUCIONAL 87/2015 INSTRUÇÕESS - EMENDA CONSTITUCIONAL 87/2015 Introdução Este roteiro contem instruçõess para configuração e emissão de notas com base nas alterações de Partilha de ICMS e Calculo do Fundo de Combate a pobreza

Leia mais

NOTA2400 Consulta de Nota Fiscal. local 1 / 15. NOTA Consulta de Nota Fiscal

NOTA2400 Consulta de Nota Fiscal. local 1 / 15. NOTA Consulta de Nota Fiscal NOTA2400 Consulta de Nota Fiscal local 1 / 15 Este programa tem como finalidade consultar NF's emitidas pela revenda ou recebidas de fornecedores. Serão exibidos todos os dados da NF: capa, produtos, serviços,

Leia mais

Guia de desenvolvimento do LojamixConnection

Guia de desenvolvimento do LojamixConnection Guia de desenvolvimento do LojamixConnection Versão 1.1 Data da última atualização 05/06/2014 Sumário Introdução...3 Qual a finalidade deste documento?... 3 Entendendo os conceitos utilizados no guia...3

Leia mais

CURSO PRÁTICA CONTÁBIL - CFOP www.scesgo.com.br Otávio Martins de Oliveira Júnior Diretor Assuntos Técnicos e Jurídicos Goiânia - Goiás - 21/08/2013

CURSO PRÁTICA CONTÁBIL - CFOP www.scesgo.com.br Otávio Martins de Oliveira Júnior Diretor Assuntos Técnicos e Jurídicos Goiânia - Goiás - 21/08/2013 SINDICATO DOS CONTABILISTAS ESTADO GOIÁS CONSELHO REGIONAL CONTABILIDADE GOIÁS CONVÊNIO CRC-GO /SCESGO CURSO PRÁTICA CONTÁBIL - CFOP www.scesgo.com.br Otávio Martins de Oliveira Júnior Diretor Assuntos

Leia mais

Parametros do Sistema - Vendas - Nota Fiscal

Parametros do Sistema - Vendas - Nota Fiscal Parametros do Sistema - Vendas - Nota Fiscal Para parametrizar seus impostos clique no menu: Configurações > Parâmetros do Sistema. Em seguida clique no menu: Vendas > Nota Fiscal 1 / 9 Lembramos que se

Leia mais

Guia do Usuário Linx Microvix. ICMS Interestadual (Diferencial de alíquotas e partilha) P&D Joinville Publicado em Julho/2016

Guia do Usuário Linx Microvix. ICMS Interestadual (Diferencial de alíquotas e partilha) P&D Joinville Publicado em Julho/2016 Guia do Usuário Linx Microvix ICMS Interestadual (Diferencial de alíquotas e partilha) P&D Joinville Publicado em Julho/2016 Sumário Apresentação Informações Configurações Básicas Finalização da Nota Fiscal

Leia mais

CST/CSOSN - Códigos de ICMS para Utilização pelo Simples Nacional na NF-e. Matéria elaborada com base na Legislação vigente em 22.02.2011.

CST/CSOSN - Códigos de ICMS para Utilização pelo Simples Nacional na NF-e. Matéria elaborada com base na Legislação vigente em 22.02.2011. CST/CSOSN - Códigos de ICMS para Utilização pelo Simples Nacional na NF-e Matéria elaborada com base na Legislação vigente em 22.02.2011. SUMÁRIO: 12 INTRODUÇÃO 2.1 NOTA CSTs que FISCAL, Não São MODELO

Leia mais

Dos Créditos a Descontar na Apuração da Contribuição para o PIS/Pasep e da Cofins

Dos Créditos a Descontar na Apuração da Contribuição para o PIS/Pasep e da Cofins Assunto: Contribuição para PIS/PASEP e COFINS Instrução Normativa SRF nº 594, de 26 de dezembro de 2005 Dispõe sobre a incidência da Contribuição para o PIS/Pasep, da Cofins, da Contribuição para o PIS/Pasep-Importação

Leia mais

Lançamentos de NF e de Compras Caminho: Menu > Cadastros > Compras > NF e > Lançamentos

Lançamentos de NF e de Compras Caminho: Menu > Cadastros > Compras > NF e > Lançamentos 1 Lançamentos de NF e de Compras Caminho: Menu > Cadastros > Compras > NF e > Lançamentos Definição Na rotina Lançamentos de NF e Compras você poderá Lançar NF e de Compras. Nesta Funcionalidade você poderá

Leia mais

Escrito por Eduardo Sex, 09 de Outubro de 2009 08:28 - Última atualização Qua, 09 de Dezembro de 2009 14:05

Escrito por Eduardo Sex, 09 de Outubro de 2009 08:28 - Última atualização Qua, 09 de Dezembro de 2009 14:05 Os códigos de situação tributária abaixo identificados para ICMS foram extraídos do manual de integração da Nota Fiscal Eletrônica - NF-e, disponível também no endereço: http://www.nfe.fazenda.gov.br/portal/integracao.aspx,

Leia mais

O QUE VOCÊ PRECISA SABER NA EMISSÃO DA PRIMEIRA. NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-e UTILIZANDO O SISTEMA GRATUÍTO DA SEFAZ-SP

O QUE VOCÊ PRECISA SABER NA EMISSÃO DA PRIMEIRA. NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-e UTILIZANDO O SISTEMA GRATUÍTO DA SEFAZ-SP O QUE VOCÊ PRECISA SABER NA EMISSÃO DA PRIMEIRA NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-e UTILIZANDO O SISTEMA GRATUÍTO DA SEFAZ-SP 1. Certificado Digital - Antes de mais nada você precisa possuir um certificado digital

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA No 609, DE 8 DE MARÇO DE 2013

MEDIDA PROVISÓRIA No 609, DE 8 DE MARÇO DE 2013 MEDIDA PROVISÓRIA No 609, DE 8 DE MARÇO DE 2013 Reduz a zero as alíquotas da Contribuição para o PIS/PASEP, da COFINS, da Contribuição para o PIS/PASEP-Importação e da COFINS-Importação incidentes sobre

Leia mais

ICMS/IPI Exposições e Feiras de Amostras

ICMS/IPI Exposições e Feiras de Amostras ICMS/IPI Exposições e Feiras de Amostras Apresentação: Samyr Qbar Conceito A operação de remessa de mercadorias para feiras de amostras ou exposição ocorre quando o contribuinte do ICMS remete mercadorias

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO 2.55a FOX GESTÃO EMPRESARIAL

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO 2.55a FOX GESTÃO EMPRESARIAL LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO 2.55a FOX GESTÃO EMPRESARIAL Adequações para a Lei 12.741/2012 Lei da Transparência Introdução De acordo com a lei 12.741/2012, nas notas fiscais e conhecimentos de transporte

Leia mais

Empresas Modalidade Geral e Simples Nacional (SN - Quando não Utilizar Nota Fiscal Eletrônica)

Empresas Modalidade Geral e Simples Nacional (SN - Quando não Utilizar Nota Fiscal Eletrônica) Empresas Modalidade Geral e Simples Nacional (SN - Quando não Utilizar Nota Fiscal Eletrônica) ICMS - Tabela - Código De Situação Tributária (CST) Este procedimento trata do Código de Situação Tributária

Leia mais

PIS e COFINS. Aspectos conceituais. Universidade de São Paulo Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto

PIS e COFINS. Aspectos conceituais. Universidade de São Paulo Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto Universidade de São Paulo Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto PIS e COFINS Aspectos conceituais Núcleo de Estudos em Controladoria e Contabilidade Tributária Prof. Amaury

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA. NF-e

MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA. NF-e MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-e SELECIONE A EMPRESA EMISSORA DA NFE CLIQUE EM INICIAR TELA DE AVISOS FAÇA A LEITURA DOS AVISOS E CLIQUE EM FECHAR EMISSÃO DA NOTA FISCAL

Leia mais

IMPORTAÇÃO DO MOVIMENTO DE ENTRADAS (Padrão TXT)

IMPORTAÇÃO DO MOVIMENTO DE ENTRADAS (Padrão TXT) CONFIGURAÇÃO DO ARQUIVO TXT IMPORTAÇÃO DO MOVIMENTO DE ENTRADAS (Padrão TXT) O arquivo TXT deverá ser gerado da seguinte forma: Um registro por linha Campos separados por vírgulas Campos Alfanuméricos

Leia mais

Manual de Usuário. Módulo Estoque

Manual de Usuário. Módulo Estoque Manual de Usuário Módulo Estoque MÓDULO DE ESTOQUE OU CONTROLE DE MATERIAIS. A base do controle de estoque são os itens (peças e acessórios, lubrificantes, combustíveis, etc) que devidamente codificados

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital EFD - PIS/COFINS. Florianópolis/SC, novembro de 2011

Escrituração Fiscal Digital EFD - PIS/COFINS. Florianópolis/SC, novembro de 2011 Escrituração Fiscal Digital EFD - PIS/COFINS Florianópolis/SC, novembro de 2011 CONFIGURAÇÕES DA ESCRITURAÇÃO DIGITAL: SPED NF-e [2008] SPED Contábil [2008] SPED Fiscal (ICMS) [2009] SPED Fiscal (FCONT)

Leia mais

Manual. Layout de Importação: Sistema Solução Contábil Módulo Wfiscal Versão 3.3 de 09/06/2009

Manual. Layout de Importação: Sistema Solução Contábil Módulo Wfiscal Versão 3.3 de 09/06/2009 Manual Layout de Importação: Sistema Solução Contábil Módulo Wfiscal Versão 3.3 de 09/06/2009 Este manual, visa a integração de sistemas de controle de estoque e prestação de serviço com o sistema Solução

Leia mais

Importação XML NFE. Obs.: Se já realizava a importação pelo leitor do código de barras ignore o 1º Passo.

Importação XML NFE. Obs.: Se já realizava a importação pelo leitor do código de barras ignore o 1º Passo. Método: Pesquisa do arquivo xml. Importação XML NFE. Obs.: Se já realizava a importação pelo leitor do código de barras ignore o 1º Passo. Obs.: Este processo é para ser feito de CFOP para CFOP e não de

Leia mais

Como Alterar o Código CEST no Produto

Como Alterar o Código CEST no Produto Alterar CEST / NCM Como Alterar o Código CEST no Produto Ao cadastrar o NCM do produto, o código CEST é cadastrado automaticamente pelo sistema. Se, por algum motivo, seja necessário alterar o registro,

Leia mais

1. COMANDOS PARA ATIVAR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA

1. COMANDOS PARA ATIVAR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA 1. COMANDOS PARA ATIVAR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA Verificar se o BASECEP está na pasta comercial e se está instalado no ODBC. Verificar se já existe um banco de teste. Verificar se o certificado digital

Leia mais

Portaria ST nº 811, de 20/3/ DOE RJ de 22/3/2012

Portaria ST nº 811, de 20/3/ DOE RJ de 22/3/2012 Portaria ST nº 811, de 20/3/2012 - DOE RJ de 22/3/2012 Atualiza o manual de diferimento, ampliação de prazo de recolhimento, suspensão e de incentivos e benefícios de natureza tributária. O Superintendente

Leia mais

Boletim de Implementação BC Nota Fiscal Eletrônica Nota Técnica 2015/003

Boletim de Implementação BC Nota Fiscal Eletrônica Nota Técnica 2015/003 BC12156 Nota Fiscal Eletrônica Nota Técnica 2015/003 Sumário Apresentação... 3 Procedimentos... 4 Implementações Nota Técnica 2015/003... 5 Implementações Nota Técnica 2015/002... 10 2 Apresentação A Support

Leia mais

VISÃO CONTÁBIL DE RECEBIMENTOS DE PRODUTOS EM BONIFICAÇÕES E DESCONTOS EM BOLETOS

VISÃO CONTÁBIL DE RECEBIMENTOS DE PRODUTOS EM BONIFICAÇÕES E DESCONTOS EM BOLETOS VISÃO CONTÁBIL DE RECEBIMENTOS DE PRODUTOS EM BONIFICAÇÕES E DESCONTOS EM BOLETOS Bonificações A Receita Federal reconhece dois tipos de bonificações, que são: 1. Aquelas recebidas na mesma nota fiscal

Leia mais

EXPORTAÇÃO SYSPDV SPED FISCAL e SPED CONTRIBUIÇÕES

EXPORTAÇÃO SYSPDV SPED FISCAL e SPED CONTRIBUIÇÕES EXPORTAÇÃO SYSPDV SPED FISCAL e SPED CONTRIBUIÇÕES Versão 15 INSTRUTOR ÍTALO CAVALCANTE CONCEITO A Escrituração Fiscal Digital EFD é parte integrante do projeto SPED Sistema Público de Escrituração Digital

Leia mais

Como utilizar o cadastro de Tributos de Mercadorias (NCM) Sumário

Como utilizar o cadastro de Tributos de Mercadorias (NCM) Sumário Como utilizar o cadastro de Tributos de Mercadorias (NCM) Sumário Como utilizar o cadastro de Tributos de Mercadorias (NCM)... 1 O que é o cadastro de Tributos de Mercadorias?... 2 O que é Tributação Padrão?...

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA No- 582, DE 20 DE SETEMBRO DE 2012

MEDIDA PROVISÓRIA No- 582, DE 20 DE SETEMBRO DE 2012 MEDIDA PROVISÓRIA No- 582, DE 20 DE SETEMBRO DE 2012 Altera a Lei nº 12.546, de 14 de dezembro de 2011, quanto à contribuição previdenciária de empresas dos setores industriais e de serviços; permite depreciação

Leia mais

Practico Live! - Cadastro de Operações Fiscais

Practico Live! - Cadastro de Operações Fiscais Practico Live! - Cadastro de Operações Fiscais Sob a sigla CFOP, o Código Fiscal de Operações e de Prestações das Entradas de Mercadorias, Bens e da Aquisição de Serviços, é um código do sistema tributarista

Leia mais

NOVA CONFIGURAÇÃO TRIBUTAÇÃO DE PIS E COFINS

NOVA CONFIGURAÇÃO TRIBUTAÇÃO DE PIS E COFINS NOVA CONFIGURAÇÃO TRIBUTAÇÃO DE PIS E COFINS O método de configuração e tributação anterior não atendia as necessidades de grupos empresariais com regimes de apuração distintos, dentro do mesmo banco de

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Nota Fiscal Complementar de Importação

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Nota Fiscal Complementar de Importação Nota Fiscal Complementar de Importação 16/10/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 3 4. Conclusão... 6 5. Informações Complementares...

Leia mais

1º Encontro Sistech. Entrada de Mercadoria - SPED. www.sth.net.br

1º Encontro Sistech. Entrada de Mercadoria - SPED. www.sth.net.br 1º Encontro Sistech. Entrada de Mercadoria - SPED www.sth.net.br Entrada de Mercadoria - SPED Antonio Taumar Benício Filgueiras. Sistech Informática - Sistemas Empresariais. www.sth.net.br SPED Sistema

Leia mais

ICMS nas operações interestaduais

ICMS nas operações interestaduais Alíquota do - Art. 155, 2., Inciso IV, da Constituição Federal: IV - resolução do Senado Federal, de iniciativa do Presidente da República ou de um terço dos Senadores, aprovada pela maioria absoluta de

Leia mais

Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais SEF/MG. Subsecretaria da Receita Estadual - SRE. Superintendência de Tributação - SUTRI

Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais SEF/MG. Subsecretaria da Receita Estadual - SRE. Superintendência de Tributação - SUTRI Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais SEF/MG Subsecretaria da Receita Estadual - SRE Superintendência de Tributação - SUTRI ALTERAÇÕES NO SIMPLES NACIONAL E AS IMPLICAÇÕES NO ÂMBITO ESTADUAL

Leia mais

NOVA CONFIGURAÇÃO DE TRIBUTAÇÃO DO IPI

NOVA CONFIGURAÇÃO DE TRIBUTAÇÃO DO IPI NOVA CONFIGURAÇÃO DE TRIBUTAÇÃO DO IPI Com o crescimento do uso do Siagri Agribusiness em empresas contribuintes do IPI e também devido aos tratamentos exigidos pelo EFD Fiscal (SPED Fiscal), tornou-se

Leia mais

Também é mostrado como configurar o Código de Enquadramento do IPI, especialmente exigido para operações sem o valor do tributo.

Também é mostrado como configurar o Código de Enquadramento do IPI, especialmente exigido para operações sem o valor do tributo. 1 Guia de Configuração do Sistema AtivaEmpresa para o ICMS em Operações Interestaduais de Vendas a Consumidor Final, conforme Emenda Constitucional 87/2015 e outros. Este guia tem o objetivo de orientar

Leia mais

AFFINCO NF. Tela de login do sistema: Tela inicial:

AFFINCO NF. Tela de login do sistema: Tela inicial: Conteúdo AFFINCO NF... 2 Tela de login do sistema:... 2 Tela Inicial:... 2 Cadastro da empresa:... 3 Alterando logo tipo da empresa:... 4 Cadastro de clientes:... 5 Cadastro de pessoa física:... 5 Cadastro

Leia mais

PRODUTOS IMPORTADOS. PROCEDIMENTOS FISCAIS OBRIGATÓRIOS PELA INDÚSTRIA E COMÉRCIO.

PRODUTOS IMPORTADOS. PROCEDIMENTOS FISCAIS OBRIGATÓRIOS PELA INDÚSTRIA E COMÉRCIO. CIRCULAR Nº 16/2013 São Paulo, 08 de maio de 2013. PRODUTOS IMPORTADOS. PROCEDIMENTOS FISCAIS OBRIGATÓRIOS PELA INDÚSTRIA E COMÉRCIO. Prezado Cliente, Com a recente implantação da alíquota de 4% de ICMS

Leia mais

b) Os CFOPs com substituição tributária são: Compra de mercadoria para uso ou consumo cuja mercadoria está sujeita ao regime de

b) Os CFOPs com substituição tributária são: Compra de mercadoria para uso ou consumo cuja mercadoria está sujeita ao regime de Primeiramente não existe no Regulamento do ICMS do Estado de São Paulo, Decreto 45.490/2000 o conceito de material de uso ou consumo, porém podese entender que tudo que não se utiliza como insumo e também

Leia mais

O que você precisa saber.

O que você precisa saber. O que você precisa saber. O CEST e o Impacto na Subs3tuição Tributária no País O CEST é a abreviatura de Código Especificador da Subs8tuição Tributária. O obje8vo deste novo código é estabelecer uma forma

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-E

MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-E MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-E SELECIONE A EMPRESA EMISSORA DA NFE CLIQUE EM INICIAR TELA DE AVISOS FAÇA A LEITURA DOS AVISOS E CLIQUE EM FECHAR EMISSÃO DA NOTA FISCAL

Leia mais

SPED GESTÃO E TREINAMENTO LTDA Av. Guilherme Cotching, 1948, Conj. 20 V. Maria - 02113-014 São Paulo SP (11) 2386-8850 / 2386-8851

SPED GESTÃO E TREINAMENTO LTDA Av. Guilherme Cotching, 1948, Conj. 20 V. Maria - 02113-014 São Paulo SP (11) 2386-8850 / 2386-8851 www.gefisc.com.br SPED GESTÃO E TREINAMENTO LTDA Av. Guilherme Cotching, 1948, Conj. 20 V. Maria - 02113-014 São Paulo SP (11) 2386-8850 / 2386-8851 UNIDADE SOROCABA/SP Rua Elisa Bramante Francisco, 15

Leia mais

Mapeando o SPED PIS/COFINS

Mapeando o SPED PIS/COFINS Mapeando o SPED PIS/COFINS 1 SPED PIS/COFINS Instrução Normativa RFB nº 1.052, de 5 de julho de 2010 2 BLOCO DESCRIÇÃO QTDE REGISTROS 0 Abertura, Identificação e Referências 16 A Documentos Fiscais - Serviços

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Estorno Crédito ICMS por Saída Interna Isenta ICMS em MG

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Estorno Crédito ICMS por Saída Interna Isenta ICMS em MG 06/11/2013 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas Pelo Cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 8 5. Informações Complementares... 8 6. Referências...

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 2 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 19 - Data 1 de março de 2016 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: SIMPLES NACIONAL Na espécie, relativamente a fatos geradores ocorridos

Leia mais

LEI Nº , DE 20 DE NOVEMBRO DE 2008.

LEI Nº , DE 20 DE NOVEMBRO DE 2008. LEI Nº 11.827, DE 20 DE NOVEMBRO DE 2008. Altera as Leis n os 10.833, de 29 de dezembro de 2003, e 11.727, de 23 de junho de 2008, relativamente à incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados

Leia mais

Personal E RP. Módulo Fiscal. Personal Soft Informática Ltda Me. Celular: (19) Consultor: Edcarlos Ferraz dos Reis.

Personal E RP. Módulo Fiscal. Personal Soft Informática Ltda Me. Celular: (19) Consultor: Edcarlos Ferraz dos Reis. Personal Soft Informática Ltda Me Personal E RP Módulo Fiscal Consultor: Edcarlos Ferraz dos Reis Celular: (19) 8133-0809 edcarlos@personalsoft.com.br (19) 3471-0001 Figura 1 Introdução Classificações

Leia mais

Atualização em ICMS e Substituição Tributária. Incluindo as novas obrigações em 2016

Atualização em ICMS e Substituição Tributária. Incluindo as novas obrigações em 2016 Atualização em ICMS e Substituição Tributária Incluindo as novas obrigações em 2016 Objetivo e Público Tem como objetivo levar aos participantes todas as rotinas e cálculos relativas ao ICMS e a Substituição

Leia mais

PIS/ COFINS EM NOTÍCIAS

PIS/ COFINS EM NOTÍCIAS PIS/ COFINS EM NOTÍCIAS I SUSPENSO O PAGAMENTO DE PIS/COFINS SOBRE A VENDA DE PRODUTOS SUÍNOS E AVICULÁRIOS E DE DETERMINADOS INSUMOS RELACIONADOS E CONCEDE CRÉDITO PRESUMIDO EM DETERMINADAS OPERAÇÕES

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Nota Fiscal Complementar de Santa Catarina

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Nota Fiscal Complementar de Santa Catarina Nota Fiscal 29/10/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 3 4. Conclusão... 5 5. Informações Complementares... 6 6. Referências...

Leia mais

Contas Patrimoniais (Ativo, Passivo, PL) = , , , ,00

Contas Patrimoniais (Ativo, Passivo, PL) = , , , ,00 p. 86 Teoria Patrimonialista: Contas Patrimoniais (Ativo, Passivo, PL) = 13.400,00 + 2.400,00 + 10.500,00 + 5.300,00 = = 31.600,00 Gabarito: B Teoria Patrimonialista: Contas Patrimoniais (Ativo, Passivo,

Leia mais

Importação de Sped Contribuições

Importação de Sped Contribuições Importação de Sped Contribuições Para fazer a importação de Sped Contribuições Acesse: Menu utilitários, Importação, Importação padrão, Sped Pis e Confins Nesta opção do sistema, deverá ser informada a

Leia mais

Slide 1. Slide 2. Slide 3 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA NO ICMS

Slide 1. Slide 2. Slide 3 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA NO ICMS Slide 1 Slide 2 Slide 3 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA NO ICMS É o instituto jurídico previsto na Constituição da República que autoriza, desde de que prevista em lei, a possibilidade de atribuir a outrem, sujeito

Leia mais

Prepropostas de desoneração tributária para produtos derivados de oleaginosas

Prepropostas de desoneração tributária para produtos derivados de oleaginosas MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SECRETARIA DA AGRICULTURA FAMILIAR Prepropostas de desoneração tributária para produtos derivados de oleaginosas Brasília, 15 de março de 2013 Prepropostas de desoneração

Leia mais

SUCATA E LINGOTES E TARUGOS DE METAIS NÃO-FERROSOS

SUCATA E LINGOTES E TARUGOS DE METAIS NÃO-FERROSOS SUCATA E LINGOTES E TARUGOS DE METAIS NÃO-FERROSOS atualizado em 29/03/2016 ÍNDICE 1. CONCEITOS INICIAIS...4 1.1. Sucata...4 1.2. Diferimento...4 2. SISTEMA DE TRIBUTAÇÃO...4 3. NA AQUISIÇÃO DA SUCATA

Leia mais

Manual Ajuste Diferencial de Alíquota

Manual Ajuste Diferencial de Alíquota Manual Ajuste Diferencial de Alíquota [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA Material Desenvolvido para a Célula

Leia mais

Versão inferior a 2.6

Versão inferior a 2.6 Versão inferior a 2.6 Impressora Marca Epson Para realizar o procedimento, é necessário baixar o aplicativo da impressora Epson. Segue abaixo o Link para baixar o aplicativo da impressora: http://66.240.183.19/verao/aplicativo/epson.exe

Leia mais

CONTABILIDADE TRIBUTÁRIA MÓDULO 6

CONTABILIDADE TRIBUTÁRIA MÓDULO 6 CONTABILIDADE TRIBUTÁRIA MÓDULO 6 Índice 1. Deduções da base de cálculo...3 1.1 Base de cálculo, alíquotas e despesas... 3 1.2 Exemplo numérico com deduções... 3 2. Faturamento bruto/receita bruta regime

Leia mais

Matéria elaborada com base na legislação vigente em:

Matéria elaborada com base na legislação vigente em: CALÇADOS E SUAS PARTES - Suspensão do IPI Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 19.07.2012. Sumário: 1 - INTRODUÇÃO 2 - AQUISIÇÕES DE MATÉRIA-PRIMA, PRODUTO INTERMEDIÁRIO E MATERIAL DE EMBALAGEM

Leia mais

PORTARIA N.º 266/SEFAZ DE 27 DE OUTUBRO DE 2015

PORTARIA N.º 266/SEFAZ DE 27 DE OUTUBRO DE 2015 PUBLICADA NO D.O.E. Nº 27.328 DE 03.11.2015 Institui e aprova o documento denominado Mapa de Apuração do ICMS - Segmento Atacadista de Medicamentos, drogas e produtos correlatos e o Manual de Instrução

Leia mais

DAC Declaração das Atividades do Contribuinte - Alagoas

DAC Declaração das Atividades do Contribuinte - Alagoas DAC Declaração das Atividades do Contribuinte - Alagoas Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais Versão 10 Data da publicação : 10/09/12 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Chamado : TFBDWX

Leia mais

FIEMG. Tributos Estaduais e Municipais. Marcelo Jabour Rios

FIEMG. Tributos Estaduais e Municipais. Marcelo Jabour Rios FIEMG Tributos Estaduais e Municipais Marcelo Jabour Rios CRISE FINANCEIRA = NECESSIDADE DE PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO Elisão Fiscal x Evasão Fiscal As principais fraudes utilizadas na redução de tributos

Leia mais

VENDAS FORA DO ESTABELECIMENTO

VENDAS FORA DO ESTABELECIMENTO atualizado em 01/03/2016 alterados os itens 2, 3, 4.1.1, 4.1.2, 4.2, 4.3 e Legislação Consultada 2 ÍNDICE 1. CONCEITO...5 2. FASES...5 3. CONTRIBUINTE DE OUTRO ESTADO...5 4. CONTRIBUINTE DESTE ESTADO...6

Leia mais

Preenchimento da NFC-e. Orientações para o contribuinte do Estado do Rio de Janeiro

Preenchimento da NFC-e. Orientações para o contribuinte do Estado do Rio de Janeiro Orientações para o contribuinte do Estado do Rio de Janeiro Atualizado em 19 de agosto de 2015 2 Contribuinte, Este manual tem como objetivo ajudá-lo no preenchimento da NFC-e (Nota Fiscal de Consumidor

Leia mais

SAD Gestor ERP. Módulo Estoque. Cadastro de Produto Escrita Fiscal. Seja Bem Vindo!

SAD Gestor ERP. Módulo Estoque. Cadastro de Produto Escrita Fiscal. Seja Bem Vindo! SAD Gestor ERP Módulo Estoque Cadastro de Produto Escrita Fiscal Seja Bem Vindo! Introdução O planejamento tributário deve fazer parte do cotidiano da empresa. É uma decisão estratégica que pode determinar

Leia mais

REDF Rio de Janeiro F.E.C.P DARJ /ICMS DARJ /F.EC.P DECLAN Livro de ISS GIA Nota Carioca...

REDF Rio de Janeiro F.E.C.P DARJ /ICMS DARJ /F.EC.P DECLAN Livro de ISS GIA Nota Carioca... REDF... 114 Rio de Janeiro... 115 F.E.C.P... 115 DARJ /ICMS... 116 DARJ /F.EC.P... 117 DECLAN... 118 Livro de ISS... 119 GIA... 120 Nota Carioca... 121 Rio Grande do Sul... 122 Livro de ISS... 122 GMB...

Leia mais

Unidade I Teoria Geral dos Tributos. Capítulo 1 Conceito de Tributo e suas Espécies...3. Capítulo 2 Os Impostos Capítulo 3 As Taxas...

Unidade I Teoria Geral dos Tributos. Capítulo 1 Conceito de Tributo e suas Espécies...3. Capítulo 2 Os Impostos Capítulo 3 As Taxas... S u m á r i o Unidade I Teoria Geral dos Tributos Capítulo 1 Conceito de Tributo e suas Espécies...3 1.1. Conceito de Tributo... 3 1.2. As Espécies Tributárias... 8 Capítulo 2 Os Impostos... 18 2.1. Teoria

Leia mais

Quem sou? Lucas Nunes

Quem sou? Lucas Nunes Olá! Bem Vindos! Quem sou? Lucas Nunes Supervisor de Suporte PC Sistemas Goiânia/GO Circuito de Capacitação de Clientes Usabilidade Informação Melhores Práticas Conhecimento Relacionamento Atualizações

Leia mais

SMART CADASTRO DE EMPRESA

SMART CADASTRO DE EMPRESA SMART CADASTRO DE EMPRESA -> Cadastros/ Parâmetros/ Empresa O objetivo principal é cadastrar dados relacionados a Empresa (razão social da empresa, fantasia, alíquotas para cálculo de custos) conforme

Leia mais

Versão 06/2012. Substituição Tributária

Versão 06/2012. Substituição Tributária Substituição Tributária 1 ÍNDICE 1. O que é a Substituição Tributária?... 3 1.1 Tipos de Substituição Tributária;... 3 1.2 Como é feito o Recolhimento da ST?... 3 1.3 Convênio e Aplicação... 3 1.4 Base

Leia mais

Manual de preenchimento da planilha de cálculo do índice de nacionalização

Manual de preenchimento da planilha de cálculo do índice de nacionalização Manual de preenchimento da planilha de cálculo do índice de nacionalização Atualizado em 02/07/15 Pág.: 1/9 SUMÁRIO Introdução... 3 1. Índice de nacionalização... 3 2. Objetivo da planilha... 4 3. O preenchimento

Leia mais

CRIANDO PEDIDO DE COMPRA DE IMPORTAÇÃO

CRIANDO PEDIDO DE COMPRA DE IMPORTAÇÃO CRIANDO PEDIDO DE COMPRA DE IMPORTAÇÃO O ORION permite a criação de notas fiscais de Importação, mas para isso devem ser seguidos alguns procedimentos. O primeiro passo é montar num Pedido de Compra, as

Leia mais

Substituicao Tributaria

Substituicao Tributaria Substituicao Tributaria Apontamentos Juridicos e Administrativos Por Monique de Souza Pereira Email: m.pereira@diasdossantos.com.br Aspectos Juridicos Relevantes Nao-cumulatividade do ICMS Emenda Constitucional

Leia mais

Suspensão da COFINS e do PIS e crédito presumido de COFINS e PIS: Base legal: Lei / art. 54 a 57 - alterada pela Lei 12.

Suspensão da COFINS e do PIS e crédito presumido de COFINS e PIS: Base legal: Lei / art. 54 a 57 - alterada pela Lei 12. Suspensão da COFINS e do PIS e crédito presumido de COFINS e PIS: Base legal: Lei 12.350/2010 - art. 54 a 57 - alterada pela Lei 12.431/2011 Lei 12.058/2009 art. 32 -- alterada pela Lei 12.431/2011 Lista

Leia mais

1. Importações Cordilheira

1. Importações Cordilheira 1. Importações Cordilheira 1.1. Nf-e (Entrada) Esta rotina tem como objetivo importar as Notas Fiscais de Entrada correspondentes ao Estabelecimento, a partir de uma nota de saída de seu fornecedor. Selecione

Leia mais

Sumário Executivo de Medida Provisória

Sumário Executivo de Medida Provisória Sumário Executivo de Medida Provisória Medida Provisória nº 609/2013. Publicação: DOU de 8 de março de 2013 Edição Extra. Ementa: Reduz a zero as alíquotas da Contribuição para o PIS/PASEP, da COFINS,

Leia mais

Nota Salvador - NFS-e Manual de Exportação de NFS-e

Nota Salvador - NFS-e Manual de Exportação de NFS-e Nota Salvador - NFS-e Manual de Exportação de NFS-e Versão 1.1 Manual de Exportação de NFS-e Instruções e Layout ÍNDICE 1. Introdução... 3 2. Especificações... 3 3. Formatos e Layout Disponíveis... 3 4.

Leia mais

CADASTRO BÁSICO DE PRODUTO. Manual do Usuário f

CADASTRO BÁSICO DE PRODUTO. Manual do Usuário f Manual do Usuário CADASTRO BÁSICO DE PRODUTO 01.02.001f Resumo Explicações sobre o primordial cadastro de produtos, suas informações e configurações. Yuri Ranchan yuri@sifat.com.br Sumário Cadastro Básico

Leia mais

Formato da Importação dos Livros Fiscais CVSoft - Versão (03/2016)

Formato da Importação dos Livros Fiscais CVSoft - Versão (03/2016) Formato da Importação dos Livros Fiscais CVSoft - Versão 3.7.4 (03/2016) 1 Cabeçalho do Arquivo 1 1 1 1 A Tipo de registro (deve ser "1") 2 2 7 6 A Constante CVSOFT 3 8 22 15 A Constante LIVROS FISCAIS

Leia mais

relacionada ao Banco informada anteriormente. relaciona ao Banco e a Agência informada anteriormente.

relacionada ao Banco informada anteriormente. relaciona ao Banco e a Agência informada anteriormente. CADASTRO AUXILIARES CADASTROS > CADASTRO AUXILIARES CADASTRO DE BANCOS, CAIXAS, SITUAÅÇO TRIBUTÉRIA (ST), NATUREZA DA OPERAÅÇO (CFOP), CLASSIFICAÅÇO FISCAL (NCM), FORMA DE RECEBIMENTO, LOCAL PARA COBRANÅA,

Leia mais