EXPORTAÇÃO SYSPDV SPED FISCAL e SPED CONTRIBUIÇÕES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EXPORTAÇÃO SYSPDV SPED FISCAL e SPED CONTRIBUIÇÕES"

Transcrição

1 EXPORTAÇÃO SYSPDV SPED FISCAL e SPED CONTRIBUIÇÕES Versão 15 INSTRUTOR ÍTALO CAVALCANTE

2 CONCEITO A Escrituração Fiscal Digital EFD é parte integrante do projeto SPED Sistema Público de Escrituração Digital a que se refere o Decreto nº 6.022, de 22 de janeiro de 2007, que busca promover a integração dos fiscos Federal, Estaduais, Distrito Federal e, futuramente os Municipais, e dos Órgãos de Controle mediante a padronização, racionalização e compartilhamento das informações fiscais digitais, bem como integrar todo o processo relativo à escrituração fiscal, com a substituição do atual documentário em meio físico (papel) por documento eletrônico com validade jurídica para todos os fins. Para tanto, todos os documentos eletrônicos são assinados digitalmente com uso de Certificados Digitais, do tipo A1 ou A3, expedidos, em conformidade com as regras do ICP-Brasil Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira, pelos representantes legais ou seus procuradores, tendo este arquivo validade jurídica para todos os fins, nos termos dispostos na MP , de 24 de agosto de 2001.

3 PRÉ - REQUISITOS O SysPDV gera arquivos fiscais para o SPED Fiscal e para SPED Contribuições para tanto é necessário obedecer alguns pré-requisitos: Estar sempre com a versão mais atualizada do SysPDV, pois esta obedecerá ao layout mais recente do SPED; Realizar o cadastro do Próprio, Fornecedores e Clientes da forma mais completa possível; Revisar cadastro de Produtos para não haver repetições; Movimentações de mercadorias devem ser registradas fiscalmente (Compra, Venda, Devolução de compra e de venda, etc.); Cadastro do contribuinte (caso tenha o cadastro do próprio preenchido o mesmo pode ser aproveitado); Cadastro do contabilista responsável pela assinatura da contabilidade da empresa; Havendo incidência de Impostos Federais (PIS, COFINS) os mesmos já devem estar previamente cadastrados e inseridos nos respectivos produtos.

4 CADASTRO PRÓPRIO Em cadastro>próprio devem ser inseridos os dados da empresa de forma correta e completa, estes dados serão utilizados na exportação para o SPED, sendo necessário seu preenchimento apenas uma única vez.

5 CADASTRO PRÓPRIO Em cadastro>próprio na aba impostos, após consultar o contador responsável pela contabilidade da empresa, marque o Regime Federal a qual a empresa está inserida. Está indicação é importante para estabelecer a necessidade do cadastro dos impostos federais.

6 CADASTRO PRÓPRIO Em Cadastro>Próprio ainda na aba impostos, marque o Regime Estadual a qual a empresa está inserida. Está indicação é necessária para estabelecer a necessidade de configurações específicas dos regimes Especial Subst. Tributária e Alíquota Efetiva.

7 RELATÓRIO IMPOSTOS FEDERAIS Em Fisco>Impostos Federais pode-se visualizar todos os produtos sem impostos, marcando a opção S/ Impostos. Para orientar o usuário sobre possíveis produtos que foram identificados como não havendo na base os impostos federais informados nos produtos.

8 Sem Impostos exibe os produtos que foram cadastrados Sem a inclusão dos impostos federais.

9 IMPOSTOS FEDERAIS Em Cadastro>Produto>Impostos>Impostos Federais cadastre os impostos federais PIS E COFINS de acordo com a orientação da contabilidade, pois dependendo do tipo de empresa, a incidência dos impostos podem variar em relação a Situação Tributária por produto ou grupo de produtos.

10 IMPOSTOS NO CADASTRO DE PRODUTO Em cadastro>produto>produto na aba impostos deve ser verificados: os Impostos Federais, a Natureza dos Impostos que deve ser preenchida quando inseridos os Impostos Federais cujo CST sejam entre 04 a 09 e a Tabela A que agora contempla 6 opções e a Natureza dos Impostos. Lembrando que tudo isso deve ser orientado pelo contabilidade.

11 IMPOSTOS FEDERAIS NO CADASTRO DE PRODUTO Caso necessário pode-se incluir tanto os Impostos Federais quanto a Natureza dos Impostos de uma determinada seção/grupo ou subgrupo em Cadastro>Produto>Altera Informações selecione o filtro e a alteração desejada e clique em aplicar.

12 CADASTRO TRIBUTAÇÃO CONFIGURAÇÃO DO CST NACIONAL TRATAMENTO FISCAL DO ICMS 00 Tributado com recolhimento integral do ICMS Tributado e com recolhimento de ICMS através de Substituição Tributária Tributado e com recolhimento de ICMS com redução de Base de Cálculo Isento de ICMS ou não tributado e com recolhimento de ICMS através de Substituição Tributária 40 Isento integralmente de ICMS 41 Não Tributado ICMS recolhido anterior através da Substituição Tributária Tributado com redução na Base de Cálculo do ICMS e recolhimento através da Substituição Tributária Em cadastro>produto>impostos>tributação cadastrar as tributações segundo o CST de Entrada, pois dependendo do tipo de produto haverá CST diferenciado, logo na exportação para o SPED a informação de CST tem que ser exatamente o de entrada. Nota fiscal deve ser dado entrada exatamente igual ao que foi recebido.

13 EXEMPLO TRIBUTAÇÃO CST 10 CST 10 - Tributado e com cobrança do ICMS por substituição tributária, observe que esse cadastro servirá apenas para as notas fiscais de entradas e saída, o campo alíquota ECF não necessita de preenchimento.

14 EXEMPLO TRIBUTAÇÃO CST 20 CST 20 Tributado com redução de Base de Cálculo Deve ser cadastrada e utilizada apenas quando na entrada de nota fiscal o produto tenha CST 20 ou na emissão de nota fiscal o produto precisa ser de redução.

15 EXEMPLO TRIBUTAÇÃO CST 70 CST 70 Tributado com redução na Base de Cálculo do ICMS e recolhimento através da Substituição Tributária observe que esse cadastro como somente servirá para as notas fiscais de entrada e de saída, o campo alíquota ECF não necessita de preenchimento.

16 CADASTRO FORNECEDOR Em Cadastro>Fornecedor>Fornecedor devem ser cadastrados todos os fornecedores de forma correta (contendo os dados reais do fornecedor) e completa (não deixando de informar nenhum dado).

17 CADASTRO DO CONTRIBUINTE Em fisco>exportação fiscal>contribuinte é necessário cadastrar os dados da empresa, podendo importar os dados do cadastro próprio (F3). Deve-se importar o código municipal do IBGE e preencher o perfil do SPED.

18 CADASTRO DO CONTRIBUINTE O fisco estadual determina o enquadramento dos estabelecimentos nos perfis de apresentação dos arquivos. O enquadramento estabelece quais registros devem ser apresentados na EFD (Escrituração Fiscal Digital). Perfil A Determina a apresentação dos registros mais detalhados; Perfil B Trata as informações de forma sintética (totalizações por período: por exemplo, diário e mensal; Perfil C Embora exista no layout do SPED, será implementado futuramente.

19 CADASTRO DO CONTABILISTA Em Fisco>Exportação Fiscal>Contabilista é necessário cadastrar os dados do contabilista responsável pela empresa. No campo CRC informe o número do registro profissional de contabilidade. Deve-se importar o código municipal do IBGE.

20 POPULAÇÃO DO BANCO Popular o banco fiscal é a ação de preencher as tabelas do banco fisco com informações fiscais. Os dados fiscais do SysPDV são armazenados na tabela com nome FISCO que está inserida no banco syspdv_srv.gdb. A população é feita em Fisco>Exportação Fiscal>Popular banco fiscal a partir das movimentações. Este banco é cumulativo, organizando e acrescentando todos os dados populados anteriormente.

21 POPULAÇÃO BANCO FISCAL Havendo Redução Z pendente o SysPDV acusará a ausência da redução no ato da população do banco gerando um relatório com as respectivas datas. Neste caso a redução Z pendente deve ser digitada em fisco>mapa resumo>digitar.

22 Data em que houve movimentações, mas não há registro da redução Z

23 MAPA RESUMO DIGITAÇÃO Em Fisco>Mapa Resumo>Digitar é o caminho por onde se deve realizar a digitação da Redução Z pendente, esse procedimento faz com que a informação da redução que falta no servidor sejam informadas para serem enviadas nas exportações fiscais.

24 MAPA RESUMO DIGITAÇÃO Na guia Informações adicionais do ECF pode-se informar os dados complementares do ECF para o PAF.

25 GERANDO SPED FISCAL Em Fisco>Exportação Fiscal>Gerar arquivo de exportação fiscal no destino escolha a opção SPED Fiscal, preencha o período, o tipo de registro que será enviado, o tipo de custo, versão do layout e data do pagamento do imposto conforme orientação do contador. Em seguida clique em gerar. Para a versão do layout do SPED Fiscal não esqueça: Ano 2010 Layout 003; Ano 2011 Layout 004; Ano 2012 Janeiro a Junho Layout 005 e de Julho até o presente momento Fevereiro/2013 Layout 006

26 ESTRUTURA DO ARQUIVO SPED O arquivo SPED Fiscal é composto por blocos e cada bloco representa um grupo de informações geradas tais como: BLOCO Abertura do arquivo digital e identificação da empresa Abertura do bloco Dados do contribuinte Dados do contabilista Participante (Cliente e Fornecedores) Tabela de identificação do item (produto e serviços) Tabela de natureza da operação/prestação (Cadastro do CFOP). BLOCO C C001 - Abertura do bloco C. C100 - Nota Fiscal Entrada e Saída. C114 - Cupom fiscal referenciado - Este registro será utilizado para informar, detalhadamente, nas operações de saídas, cupons fiscais que tenham sido mencionados nas informações complementares do documento que está sendo escriturado no registro C100. C170 - Itens da Nota Fiscal. C190 - Registro analítico do documento. Este registro tem por objetivo representar a escrituração dos documentos fiscais totalizados por CST, CFOP e Alíquota de ICMS. C400 - Equipamento ECF. Envia o cadastro de ECF efetuado no Server. C405 - Redução Z (códigos 02 e 2D) C420 - Registro dos totalizadores parciais da redução z. Este registro tem por objetivo discriminar os valores por código de totalizador da Redução Z. C425 - Resumo de itens do movimento diário (Perfil B). C460 - Documento fiscal emitido por ECF (Perfil A). C470 - Itens do cupom (Perfil A). C490 - Registro analítico do movimento diário.

27 ESTRUTURA DO ARQUIVO SPED BLOCO D D001 - Nota fiscal de serviço de transporte (código 07) e conhecimentos de transporte rodoviário de cargas (CÓDIGO 08), conhecimentos de transporte de cargas avulso (código 8b), aquaviário de cargas (código 09), aéreo (código 10), ferroviário de cargas (código 11) e multimodal de cargas (código 26), nota fiscal de transporte ferroviário de carga ( código 27) e conhecimento de transporte eletrônico CT-e (código 57). BLOCO E E001 - Abertura do bloco E. Este registro tem por objetivo abrir o Bloco E e indica se há informações sobre apuração do ICMS e do IPI. E100 - Período da apuração do ICMS. E110 - Apuração do ICMS - Operações próprias. E200 Período da apuração do ICMS por substituição tributária. E210 - Apuração do ICMS por substituição tributária. BLOCO H H001 - Abertura do bloco H. Este registro deve ser gerado para abertura do Bloco H, indicando se há registros de informações no bloco. H005 - Totais do Inventário. Este registro deve ser apresentado para discriminar os valores totais dos itens/produtos do inventário realizado em 31 de dezembro de cada exercício, ou nas demais datas estabelecidas pela legislação fiscal ou comercial. O inventário deverá ser apresentado no arquivo da EFD, até o segundo mês subseqüente ao evento. Ex. inventário realizado em 31/12/11 deverá ser apresentado até a EFD de período de referência fevereiro de H010 - Inventário. Este registro deve ser informado para discriminar os itens existentes no estoque. Este registro não pode ser fornecido se o campo 03 (VL_INV) do registro H005 for igual a 0 (zero).

28 Perfil A O SPED Fiscal gerado no perfil A traz informações completas do produto registrando item a item do cupom.

29 Perfil B O SPED Fiscal gerado no perfil B traz informações do item acumulado do dia, isto é, todas as vendas serão registrada de forma simplificada.

30 ERRO DE LAYOUT O validador do SPED Fiscal (PVA) após a importação verificará se o arquivo importado está dentro ou fora do layout, uma vez verificado será mostrado o resultado. Neste exemplo os registros estão fora do layout, deve ser corrigido e importado novamente.

31 ERROS OPERACIONAIS Uma vez o arquivo corrigido e lido novamente pelo validador do SPED Fiscal, o mesmo concluirá com êxito passando para o próximo passo que é a confirmação dos dados se corretos ou com algum tipo de erro. O exemplo acima mostra o arquivo validado com erro e advertência.

32 SPED DE CONTRIBUIÇÕES Para gerar o EFD Contribuições, em Fisco>Exportação Fiscal>Gerar arquivo de exportação fiscal, escolha o destino SPED PIS/COFINS. O layout para o ano de 2012 de janeiro a junho é de nº 002 e julho/2012 até esse momento (fevereiro) de 2013 é o nº 003.

33 SPED DE CONTRIBUIÇÕES Registros da EFD Contribuições: Bloco 0: 0000 Abertura do Arquivo Digital e Identificação da Pessoa Jurídica 0001 Abertura do bloco 0000; 0100 Dados do Contabilista 0140 Tabela de Cadastro de Estabelecimento 0150 Tabela de Cadastro do Participante 0190 Identificação das Unidades de Medida 0200 Tabela de Identificação do Item (Produtos e Serviços) 0450 Tabela de Informação Complementar do Documento Fiscal Bloco C: C001 - Abertura do bloco C. C100 - Nota Fiscal Entrada e Saída. C110 - Complemento de Documento Informação Complementar da Nota Fiscal (códigos 01, 1B, 04 e 55) C170 - Itens da Nota Fiscal. C180 - Consolidação de Notas Fiscais Eletrônicas Emitidas pela Pessoa Jurídica (Código 55) Operações de Vendas C181 Detalhamento da Consolidação - Operações de Vendas - PIS/PASEP C185 Detalhamento da Consolidação - Operações de Vendas COFINS C400 - Equipamento ECF. Envia o cadastro de ECF efetuado no Server. C405 Redução Z (códigos 02 e 2D) C481 - Resumo Diário de Documentos Emitidos por ECF PIS/PASEP (Códigos 02 e 2D) C485 - Resumo Diário de Documentos Emitidos por ECF COFINS (Códigos 02 e 2D)

34 SPED DE CONTRIBUIÇÕES Registros da EFD Contribuições: Bloco M: M001 - Abertura do bloco M. M100 - Crédito de PIS/PASEP Relativo ao Período M105 - Detalhamento da Base de Cálculo do Crédito Apurado no Período PIS/PASEP M200 - Consolidação da Contribuição para o PIS/PASEP do Período M210 - Detalhamento da Contribuição para o PIS/PASEP do Período M400 - Receitas Isentas, Não Alcançadas pela Incidência da Contribuição, Sujeitas à Alíquota Zero ou de Vendas com Suspensão PIS/PASEP M410 Detalhamento das Receitas Isentas, Não Alcançadas pela Incidência da Contribuição, Sujeitas à Alíquota Zero ou de Vendas com Suspensão PIS/PASEP M600 - Consolidação da Contribuição para a Seguridade Social - COFINS do Período M610 - Detalhamento da Contribuição para a Seguridade Social - COFINS do Período M800 Receitas Isentas, Não Alcançadas pela Incidência da Contribuição, Sujeitas à Alíquota Zero ou de Vendas com Suspensão COFINS M810 Detalhamento das Receitas Isentas, Não Alcançadas pela Incidência da Contribuição, Sujeitas à Alíquota Zero ou de Vendas com Suspensão COFINS

35 SPED DE CONTRIBUIÇÕES É necessário apurar para gerar os registros M100 e M500 referentes aos crédito de Pis e Cofins e depois validar novamente.

36 SPED DE CONTRIBUIÇÕES O erro mais comum na validação do EFD Contribuições é a atribuição da Natureza da receita de acordo com a CST, pois as tabelas são diferentes, e pode ocorrer de ter produtos sem Natureza de receita. Para isso o SysPDV está se tornando mais criterioso no preenchimento dessas informações para evitar erros na validação.

SOFOLHA INFORMÁTICA LTDA CONSULTORIA TRIBUTÁRIA. ECF x SOFISCAL x Projeto SPED

SOFOLHA INFORMÁTICA LTDA CONSULTORIA TRIBUTÁRIA. ECF x SOFISCAL x Projeto SPED ECF x SOFISCAL x Projeto SPED Seguindo rigorosamente os principais dispositivos legais que tratam sobre o assunto, a Portaria CAT nº 55, de 14 de julho de 1998, a Portaria CAT nº 32, de 28 de março de

Leia mais

Mapeando o SPED PIS/COFINS

Mapeando o SPED PIS/COFINS Mapeando o SPED PIS/COFINS 1 SPED PIS/COFINS Instrução Normativa RFB nº 1.052, de 5 de julho de 2010 2 BLOCO DESCRIÇÃO QTDE REGISTROS 0 Abertura, Identificação e Referências 16 A Documentos Fiscais - Serviços

Leia mais

SPED CONTRIBUIÇÕES LUCRO PRESUMIDO - COMÉRCIO

SPED CONTRIBUIÇÕES LUCRO PRESUMIDO - COMÉRCIO 1 SPED CONTRIBUIÇÕES LUCRO PRESUMIDO - COMÉRCIO Este tutorial aborda, de forma simples e rápida, a geração do EFD-Contribuições para empresas do Lucro Presumido, com foco em REVENDA. 1. Acesse a opção

Leia mais

SOFOLHA SOLUÇÕES CORPORATIVAS CONSULTORIA TRIBUTÁRIA. Projeto SPED x SFFISCAL Lucro Presumido

SOFOLHA SOLUÇÕES CORPORATIVAS CONSULTORIA TRIBUTÁRIA. Projeto SPED x SFFISCAL Lucro Presumido Projeto SPED x SFFISCAL Lucro Presumido Legislação Conforme instituído pela Instrução Normativa RFB nº 1.052, de 5 de julho de 2010, sujeitam à obrigatoriedade de geração de arquivo da Escrituração Fiscal

Leia mais

S N FI SPED PIS/CO 0

S N FI SPED PIS/CO 0 0SPED PIS/COFINS Versão Observação Data Modificação Responsável 1 Criação do Manual 31/03/2011 Edilson J. Martins 2 Natureza de operação, CST PIS Cofins por empresa 30/05/2011 Edilson J. Martins Página

Leia mais

SPED PIS/COFINS e Cordilheira Software Contábil

SPED PIS/COFINS e Cordilheira Software Contábil SPED PIS/COFINS e Cordilheira Software Contábil Bloco 0 Abertura do arquivo Operações de serviços Bloco A Operações de CTRC e outros serviços com ICMS Apuração dos valores dos impostos Fechamento do arquivo

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Como informar o IPI no SPED Fiscal nas entradas sem direito ao crédito.

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Como informar o IPI no SPED Fiscal nas entradas sem direito ao crédito. Como. 11/04/2014 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas Pelo Cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 5 5. Informações Complementares... 5 6.

Leia mais

Operação Tributável (base de cálculo = quantidade vendida x alíquota por unidade de produto)

Operação Tributável (base de cálculo = quantidade vendida x alíquota por unidade de produto) 1. Finalidade do CST Para a elaboração dos arquivos digitais da Escrituração Fiscal Digital (EFD), bem como para a geração do conteúdo das Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e), foram instituídos através da

Leia mais

Como configurar PIS e COFINS para cálculo de bebidas frias conforme art. 30, Decreto ?

Como configurar PIS e COFINS para cálculo de bebidas frias conforme art. 30, Decreto ? Como configurar PIS e COFINS para cálculo de bebidas frias conforme art. 30, Decreto 8.442-2015? Através desta solução, será possível configurar o cadastro de produtos para calcular os impostos PIS e COFINS,

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES SOBRE O MODULO FISCAL

MANUAL DE ORIENTAÇÕES SOBRE O MODULO FISCAL MANUAL DE ORIENTAÇÕES SOBRE O MODULO FISCAL VITÓRIA 2016 SUMÁRIO CADASTROS GERAIS... 3 Cadastro de Empresas... 3 Cadastro de Autônomos e Sócios... 6 Cadastro de Participantes... 7 Cadastro de Itens (Produtos)...

Leia mais

Como Cadastrar Produto no Futura Cash? - FCSH04

Como Cadastrar Produto no Futura Cash? - FCSH04 Como Cadastrar Produto no Futura Cash? - FCSH04 Sistema: Futura Cash Caminho: Cadastros>Estoque>Produto Referência: FCSH04 Versão: 2015.5.4 Como funciona: O menu Cadastro de Produto é utilizado para registrar

Leia mais

SPED Sistema Público de Escrituração de Documentos

SPED Sistema Público de Escrituração de Documentos SPED SPED Sistema Público de Escrituração de Documentos A Escrituração Fiscal Digital EFD é um arquivo digital, que se constitui de um conjunto de escriturações de documentos fiscais e de outras informações

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL EFD CONTRIBUIÇÕES FINANCEIRAS E ASSEMELHADAS

MANUAL OPERACIONAL EFD CONTRIBUIÇÕES FINANCEIRAS E ASSEMELHADAS MANUAL OPERACIONAL EFD CONTRIBUIÇÕES FINANCEIRAS E ASSEMELHADAS SUMÁRIO Introdução... 1 Sobre o Suporte Técnico... 1 EFD Contribuições Financeiras e Assemelhadas...2 Contrib Retida Fonte F600... 2 Receitas

Leia mais

Manual de Utilização Logicorp Phoenix ERP

Manual de Utilização Logicorp Phoenix ERP Manual de Utilização Logicorp Phoenix ERP Fórmulas Fiscais ML-01 Versão 5_5_1 Departamento: Módulo: Coordenador de Projetos: Data: Número de Controle: Desenvolvido por: ERP Fiscal Rafael Marin 06/05/2013

Leia mais

Tipo de Movimento de Entrada e Saída

Tipo de Movimento de Entrada e Saída Tipo de Movimento de Entrada Procedimentos de Configuração, para Parametrizar o SISGEM com os Tipos de Movimentações. Copyright 2010 flexlife todos diretos reservados www. flexlife.com.br Versão 1.1-19/08/15

Leia mais

SPED CONTÁBIL ECD (Geração e transmissão)

SPED CONTÁBIL ECD (Geração e transmissão) SPED CONTÁBIL ECD (Geração e transmissão) Conteúdo: 1. Dados do responsável e contabilista 2. Emissão de balancete para conferência 3. Gerando arquivo ECD no sistema JOTEC 4. Utilizando o programa validador

Leia mais

Manual Emissor Legal Atualizado 10/08/2016. Cadastro de Clientes

Manual Emissor Legal Atualizado 10/08/2016. Cadastro de Clientes Manual Emissor Legal Atualizado 10/08/2016 1.0 Menu superior Para utilizar o menu superior, clique com o mouse em cima da palavra que deseja abrir. No exemplo acima foi clicado na palavra cadastros, assim

Leia mais

SPED na Prá*ca. Caso Verdemar. Carlos Furia*

SPED na Prá*ca. Caso Verdemar. Carlos Furia* SPED na Prá*ca Caso Verdemar Carlos Furia* Apresentação Verdemar Contexto SPED Preparação Organizacional para sua Implantação O SPED (Sistema Público de Escrituração Digital) passa a exigir das organizações

Leia mais

Cordilheira Escrita Fiscal 2.102a SPED PIS/COFINS

Cordilheira Escrita Fiscal 2.102a SPED PIS/COFINS LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

Preenchimento do cadastro de produtos para adequação ao SAT ou NFC-e - Rev1.0

Preenchimento do cadastro de produtos para adequação ao SAT ou NFC-e - Rev1.0 PASSO-A-PASSO Preenchimento do cadastro de produtos para adequação ao SAT ou NFC-e - Rev1.0 JS SoftCom Documentação Automação Dropbox Pasta 07 Manuais e Procedimentos Configurações Retaguarda Informações

Leia mais

SPED GESTÃO E TREINAMENTO LTDA Av. Guilherme Cotching, 1948, Conj. 20 V. Maria - 02113-014 São Paulo SP (11) 2386-8850 / 2386-8851

SPED GESTÃO E TREINAMENTO LTDA Av. Guilherme Cotching, 1948, Conj. 20 V. Maria - 02113-014 São Paulo SP (11) 2386-8850 / 2386-8851 www.gefisc.com.br SPED GESTÃO E TREINAMENTO LTDA Av. Guilherme Cotching, 1948, Conj. 20 V. Maria - 02113-014 São Paulo SP (11) 2386-8850 / 2386-8851 UNIDADE SOROCABA/SP Rua Elisa Bramante Francisco, 15

Leia mais

SOFOLHA SOLUÇÕES CORPORATIVAS CONSULTORIA TRIBUTÁRIA. Projeto SPED Desoneração da Folha de Pagamento

SOFOLHA SOLUÇÕES CORPORATIVAS CONSULTORIA TRIBUTÁRIA. Projeto SPED Desoneração da Folha de Pagamento Projeto SPED Desoneração da Folha de Pagamento Seguindo os principais dispositivos legais que tratam sobre o assunto, a Lei nº 12.546, de 14 de dezembro de 2011, alterada pela Lei nº 12.715, de 17 de setembro

Leia mais

CONVÊNIO ICMS 142/02

CONVÊNIO ICMS 142/02 CONVÊNIO ICMS 142/02 Altera o Convênio ICMS 57/95, de 28.06.95, que dispõe sobre a emissão de documentos fiscais e a escrituração de livros fiscais por contribuinte usuário de sistema eletrônico de processamento

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital EFD - PIS/COFINS. Florianópolis/SC, novembro de 2011

Escrituração Fiscal Digital EFD - PIS/COFINS. Florianópolis/SC, novembro de 2011 Escrituração Fiscal Digital EFD - PIS/COFINS Florianópolis/SC, novembro de 2011 CONFIGURAÇÕES DA ESCRITURAÇÃO DIGITAL: SPED NF-e [2008] SPED Contábil [2008] SPED Fiscal (ICMS) [2009] SPED Fiscal (FCONT)

Leia mais

FS12. Sistema: Futura Server. Caminho: Cadastros>Estoque>Produto. Referência: FS12. Versão:

FS12. Sistema: Futura Server. Caminho: Cadastros>Estoque>Produto. Referência: FS12. Versão: Como FS12 Cadastrar Produto? - Sistema: Futura Server Caminho: Cadastros>Estoque>Produto Referência: FS12 Versão: 2015.12.2 Como funciona: O menu Cadastro de Produto é utilizado para registrar os produtos

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Código de Ajuste por Documento SPED Fiscal RJ Reflexos no Registro C197

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Código de Ajuste por Documento SPED Fiscal RJ Reflexos no Registro C197 Parecer Consultoria Tributária Segmentos Código de Reflexos no Registro C197 24/06/2015 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria...

Leia mais

Sejam todos BEM-VINDOS! Palestra sobre orientações e geração do Sped Fiscal

Sejam todos BEM-VINDOS! Palestra sobre orientações e geração do Sped Fiscal Sejam todos BEM-VINDOS! Palestra sobre orientações e geração do Sped Fiscal Sistema de escrita fiscal e apuração de impostos SCI Visual Suprema Cliente x Empresa contábil x Governo Analisador Sped Fiscal

Leia mais

Procedimento. Levantamento de Estoque e recolhimento do imposto. Contribuintes sujeitos ao Regime Periódico de Apuração - RPA

Procedimento. Levantamento de Estoque e recolhimento do imposto. Contribuintes sujeitos ao Regime Periódico de Apuração - RPA Procedimento Levantamento de Estoque e recolhimento do imposto Contribuintes sujeitos ao Regime Periódico de Apuração - RPA O contribuinte substituído, sujeito ao Regime Periódico de Apuração - RPA que,

Leia mais

Roteiro apuração Diferencial de alíquota nas vendas a consumidor final de outra UF.

Roteiro apuração Diferencial de alíquota nas vendas a consumidor final de outra UF. Roteiro apuração Diferencial de alíquota nas vendas a consumidor final de outra UF. Versão 1.0.0 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 2 2. CONFIGURAÇÕES... 4 2.1 Pacote 3623 Rotinas especiais... 4 2.2 Novos códigos

Leia mais

AC FISCAL IMPORTAÇÃO ARQUIVO SPED ICMS/IPI

AC FISCAL IMPORTAÇÃO ARQUIVO SPED ICMS/IPI AC FISCAL IMPORTAÇÃO ARQUIVO SPED ICMS/IPI Esse manual tem por objetivo mostrar o que deve estar cadastrado no AC Fiscal para que a importação do arquivo do SPED ICMS seja processada de forma correta.

Leia mais

Objetivos e Módulos do SPED. Dulcineia L. D. Santos

Objetivos e Módulos do SPED. Dulcineia L. D. Santos Objetivos e Módulos do SPED Dulcineia L. D. Santos Sistema Público de Escrituração Digital SPED Decreto n. 6.022, de 22/01/2007 Objetivos do SPED: unificar as atividades de recepção, validação, armazenamento

Leia mais

SPED CONTABILIDADE ANTIGA

SPED CONTABILIDADE ANTIGA SPED CONTABILIDADE ANTIGA RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado de comércio

Leia mais

TUTORIAL IMPORTAÇÃO XML NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE ENTRADA

TUTORIAL IMPORTAÇÃO XML NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE ENTRADA TUTORIAL IMPORTAÇÃO XML NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE ENTRADA Realização: DEPARTAMENTO DE IMPLANTAÇÃO EQUIPE DE DOCUMENTAÇÃO TUTORIAL DE IMPORTAÇÃO DO XML NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE ENTRADA A importação do

Leia mais

02/02/2017. Prof. Marcos Lima

02/02/2017. Prof. Marcos Lima Prof. Marcos Lima Contador, graduado pela Universidade Estadual do Ceará - UECE Especialista em Auditoria (UNIFOR) Consultor Tributário e Contábil Independente Diretor Executivo da Fortes Educação Professor

Leia mais

SSPlus (9.0) REA Relatório Explicativo de Alterações. REA SSPlus 9.0 1

SSPlus (9.0) REA Relatório Explicativo de Alterações. REA SSPlus 9.0 1 REA SSPlus 9.0 1 REA Relatório Explicativo de Alterações SSPlus (9.0) Autor: Controle de Qualidade Criado em 24/01/2017 Impresso Arquivo REA Relatório Explicativo de Alterações Versão 9.0.40a REA SSPlus

Leia mais

Fiscal Configurar Impostos Fiscais

Fiscal Configurar Impostos Fiscais Fiscal Configurar Impostos Fiscais Objetivo Configurar todos os impostos que refletirão na Nota Fiscal de Saída. Pré- Requisitos As Taxas Tributárias dos Produtos devem ser devidamente cadastradas ( Fiscal

Leia mais

Emenda Constitucional nº. 42 (19/03/2003)

Emenda Constitucional nº. 42 (19/03/2003) EVOLUÇÃO Emenda Constitucional nº. 42 (19/03/2003) Art. 37 da Constituição Federal... XXII as administrações tributárias da União dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios,... e autuarão de forma

Leia mais

EMISSÃO E GERENCIAMENTO DE NOTA FISCAL DO CONSUMIDOR ELETRÔNICA

EMISSÃO E GERENCIAMENTO DE NOTA FISCAL DO CONSUMIDOR ELETRÔNICA EMISSÃO E GERENCIAMENTO DE NOTA FISCAL DO CONSUMIDOR ELETRÔNICA Sumario 1- O que é NfCe? 2- Acesso ao sistema 3- Configurações de Padronização. 4- Cadastros Série/Número Cálculo Fiscal Certificado Cliente

Leia mais

PROJECT Informática Ltda. Rua Giordano Bruno, 100 Bairro Rio Branco Porto Alegre-RS CEP Fone: (51) Vendas: (51)

PROJECT Informática Ltda. Rua Giordano Bruno, 100 Bairro Rio Branco Porto Alegre-RS CEP Fone: (51) Vendas: (51) SPED PIS/COFINS O SPED (Sistema Público de Escrituração Digital) PIS/COFINS é um módulo opcional que está habilitado para funcionar com a versão 7 do Oryon. A licença é habilitada pelo número de série

Leia mais

ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL DIGITAL

ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL DIGITAL CERTIFICAÇÃO DIGITAL Os livros Diário e Razão emitidos de forma eletrônica deverão ser assinados por no mínimo dois signatários: - pelo contabilista legalmente habilitado; - e pela(s) pessoa(s) física(s)

Leia mais

CURSO ANALISTA FISCAL FORTALEZA/CE - TURMA 18

CURSO ANALISTA FISCAL FORTALEZA/CE - TURMA 18 CURSO ANALISTA FISCAL FORTALEZA/CE - TURMA 18 A função de Analista Fiscal é uma das mais nobres na área fiscal de um estabelecimento, tendo em vista sua importância na verificação do processamento de todo

Leia mais

SPED2000 GERAÇÃO ARQUIVO SPED FISCAL

SPED2000 GERAÇÃO ARQUIVO SPED FISCAL SPED2000 GERAÇÃO ARQUIVO SPED FISCAL Linx Sistemas Geração Arquivo SPED Fiscal SPED2000 O objetivo do programa é gerar um arquivo magnético com informações da Escrituração Fiscal Digital (EFD), estabelecido

Leia mais

Como fazer a Devolução de uma Nota Fiscal de Compra? - FS89

Como fazer a Devolução de uma Nota Fiscal de Compra? - FS89 Como fazer a Devolução de uma Nota Fiscal de Compra? - FS89 Sistema: Futura Server Caminho: Fiscal>Nfe Cadastro>Devolução de Compra Referência: FS89 Versão: 2015.7.20 Como funciona: Está tela é utilizada

Leia mais

Configuração de ICMS no Grupo dos Produtos

Configuração de ICMS no Grupo dos Produtos Configuração de ICMS no Grupo dos Produtos Para configurar o ICMS no grupo do produto: Primeiro é necessário verificar com a pessoa responsável pela tributação dos produtos da empresa quais as informações

Leia mais

Inventario Saldo Inicial FS111

Inventario Saldo Inicial FS111 Inventario Saldo Inicial FS111 Sistema: Futura Server Caminho: Fiscal>Inventario>Inventario Saldo Inicial Referência: FS111 Versão: 2015.12.2 Como Funciona: Esta tela é utilizada para inserir o saldo e

Leia mais

TUTORIAL GERAÇÃO E VALIDAÇÃO DOS ARQUIVOS SEF II

TUTORIAL GERAÇÃO E VALIDAÇÃO DOS ARQUIVOS SEF II Apresentação A sistemática da geração de documentos digitais é formada por dois módulos distintos: o Sistema Emissor de Documentos Fiscais edoc, especializado em registrar em documento digital os dados

Leia mais

NOTA FISCAL AVULSA ELETRÔNICA

NOTA FISCAL AVULSA ELETRÔNICA NOTA FISCAL AVULSA ELETRÔNICA MEI do Comércio e da Indústria NOTA FISCAL AVULSA ELETRÔNICA MEI do Comércio e da Indústria O Microempreendedor Individual já pode emitir a Nota Fiscal Avulsa Eletrônica-NFA-e

Leia mais

Manual de geração do Arquivo para o Sped ECF Escrituração Contábil Fiscal. Introdução

Manual de geração do Arquivo para o Sped ECF Escrituração Contábil Fiscal. Introdução Manual de geração do Arquivo para o Sped ECF Escrituração Contábil Fiscal Introdução A Escrituração Contábil Fiscal (ECF) substitui a Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ),

Leia mais

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS SPED FISCAL ERROS RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado de comércio e varejo.

Leia mais

Importação de Sped Contribuições

Importação de Sped Contribuições Importação de Sped Contribuições Para fazer a importação de Sped Contribuições Acesse: Menu utilitários, Importação, Importação padrão, Sped Pis e Confins Nesta opção do sistema, deverá ser informada a

Leia mais

Quem sou? Lucas Nunes

Quem sou? Lucas Nunes Olá! Bem Vindos! Quem sou? Lucas Nunes Supervisor de Suporte PC Sistemas Goiânia/GO Circuito de Capacitação de Clientes Usabilidade Informação Melhores Práticas Conhecimento Relacionamento Atualizações

Leia mais

Principais Novidades Dezembro/ 2012 a Março/2013

Principais Novidades Dezembro/ 2012 a Março/2013 Principais Novidades Dezembro/ 2012 a Março/2013 Sumário 1. Alterações nos menus Relatórios e Gráficos... 3 2. Resgate do orçamento para cálculo de rateio de condomínio... 4 3. Alteração em Permissões

Leia mais

NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION. Versão

NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION. Versão VERSÃO 008.017 NOVID AD ES E MELHORIAS E109A9 Jéssica Pinheiro 01/04/2016 2/11 NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION Versão 008.017 1. Parâmetro para controle do saldo na geração de pedido de compra de venda

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS-SP obrigações acessórias GIA ficha apuração do ICMS- ST11

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS-SP obrigações acessórias GIA ficha apuração do ICMS- ST11 ICMS-SP obrigações acessórias GIA ficha apuração do ICMS- ST11 21/10/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Análise da Consultoria... 3 2.1. ImpostoRetidoSt... 5 (Imposto Retido por ST)...

Leia mais

Manual Operações Fiscais Gestor Loja - Versão 5.8. atualização

Manual Operações Fiscais Gestor Loja - Versão 5.8. atualização Manual Operações Fiscais Gestor Loja - Versão 5.8 atualização 23.03.11 O Manual sobre Operações Fiscais contém instruções sobre como consultar operações fiscais no Gestor. Operações Fiscais é uma opção

Leia mais

EMISSÃO E GERENCIAMENTO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA

EMISSÃO E GERENCIAMENTO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA EMISSÃO E GERENCIAMENTO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA Sumario 1- O que é nfe? 2- Acesso ao sistema. 3- Cadastros Série / Número Cálculo Fiscal Certificado Cliente Produto Informações Adicionais 4- Configurações

Leia mais

ROTEIRO PARA O EFD CONTRIBUIÇÕES

ROTEIRO PARA O EFD CONTRIBUIÇÕES ROTEIRO PARA O EFD CONTRIBUIÇÕES O mais importante na preparação do Scritta, para a geração do EFD Contribuições, inicialmente, é a a Configuração dos Impostos Federais. No entanto, todos os dados colocados

Leia mais

REGISTRO DE COMPLEMENTO E ALGUNS DE SEUS FILHOS

REGISTRO DE COMPLEMENTO E ALGUNS DE SEUS FILHOS REGISTRO DE COMPLEMENTO E ALGUNS DE SEUS FILHOS C Regis tro C110 Informações complementares da Nota Fiscal (Código 01, 1B, 04 e 55). C110 3 1:N OC OC OC OC ok C Regis tro C111 Process o referenciado. C111

Leia mais

SISTEMA PUBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL - SPED

SISTEMA PUBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL - SPED SISTEMA PUBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL - SPED OUT/2010 REGIME NÃO-CUMULATIVO REGIME CUMULATIVO TRIBUTAÇÃO MONOFÁSICA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA VENDAS COM SUSPENSÃO VENDAS A ALÍQUOTA ZERO VENDAS COM ISENÇÃO

Leia mais

Como exportar os arquivos NFP via Web-Service - FS127

Como exportar os arquivos NFP via Web-Service - FS127 Como exportar os arquivos NFP via Web-Service - FS127 Sistema: Futura Server Caminho: Fiscal> NFP Web-service>Exportação de arquivos Referência: FS127 Versão: 2016.2.15 Como Funciona: Esta tela é utilizada

Leia mais

Escrito por Eduardo Sex, 09 de Outubro de 2009 08:28 - Última atualização Qua, 09 de Dezembro de 2009 14:05

Escrito por Eduardo Sex, 09 de Outubro de 2009 08:28 - Última atualização Qua, 09 de Dezembro de 2009 14:05 Os códigos de situação tributária abaixo identificados para ICMS foram extraídos do manual de integração da Nota Fiscal Eletrônica - NF-e, disponível também no endereço: http://www.nfe.fazenda.gov.br/portal/integracao.aspx,

Leia mais

CADASTRO DE EXCEÇÕES PIS/COFINS

CADASTRO DE EXCEÇÕES PIS/COFINS Apresentação Este tutorial descreve sobre o processo para cadastro de exceções de tributação de PIS/COFINS e orientações gerais de execução da rotina 1000 Processamentos Fiscais para o recálculo de PIS/COFINS.

Leia mais

SPED Fiscal PREENCHIMENTO

SPED Fiscal PREENCHIMENTO SPED Fiscal PREENCHIMENTO Guia de Registros - Tipo 0 Registro 0000: Abertura do arquivo digital e identificação da entidade. Registro obrigatório e corresponde ao primeiro registro do arquivo. Registro

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos Modelo da NFA-e - Nota Fiscal Avulsa Eletrônica para escrituração na EFD - ICMS-IPI

Orientações Consultoria de Segmentos Modelo da NFA-e - Nota Fiscal Avulsa Eletrônica para escrituração na EFD - ICMS-IPI Modelo da NFA-e - Nota Fiscal Avulsa Eletrônica para escrituração na EFD - ICMS-IPI 24/10/2014 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise

Leia mais

Emitir Notas (NFS-e) - Fly e-nota

Emitir Notas (NFS-e) - Fly e-nota Emitir Notas (NFS-e) - Fly e-nota 1. Como emitir Notas Fiscais no Fly e-nota Para emissão de NFS-e, é necessário que o prestador esteja devidamente autorizado a realizar este processo. Após acessar o módulo

Leia mais

Manual. Layout de Importação: Sistema Solução Contábil Módulo Wfiscal Versão 3.3 de 09/06/2009

Manual. Layout de Importação: Sistema Solução Contábil Módulo Wfiscal Versão 3.3 de 09/06/2009 Manual Layout de Importação: Sistema Solução Contábil Módulo Wfiscal Versão 3.3 de 09/06/2009 Este manual, visa a integração de sistemas de controle de estoque e prestação de serviço com o sistema Solução

Leia mais

XML Importação do Emitente FS101

XML Importação do Emitente FS101 XML Importação do Emitente FS101 Caminho: Fiscal>Nfe Eventos>XML Importação do Emitente Referência: FS101 Versão: 2016.08.29 Como Funciona: Está tela é utilizada para fazer a importação de XML de uma NF-e/NFC-e

Leia mais

Liberação de Atualização

Liberação de Atualização Cordilheira Escrita Fiscal 2.174A Liberação de Atualização Criadas rotinas para possibilitar a parametrização da apuração automática do diferencial de alíquota, antecipação parcial do ICMS, e antecipação

Leia mais

1. Geração da EFD Pis/Cofins revisado. (Pct. 3815).

1. Geração da EFD Pis/Cofins revisado. (Pct. 3815). 1. Geração da EFD Pis/Cofins revisado. (Pct. 3815). Disponibilizada nova versão revisada da geração do arquivo magnético da EFD Pis/Cofins, compatibilizada com as regras publicadas até a última versão

Leia mais

Practico Live! - Cadastro de Operações Fiscais

Practico Live! - Cadastro de Operações Fiscais Practico Live! - Cadastro de Operações Fiscais Sob a sigla CFOP, o Código Fiscal de Operações e de Prestações das Entradas de Mercadorias, Bens e da Aquisição de Serviços, é um código do sistema tributarista

Leia mais

Como Alterar o Código CEST no Produto

Como Alterar o Código CEST no Produto Alterar CEST / NCM Como Alterar o Código CEST no Produto Ao cadastrar o NCM do produto, o código CEST é cadastrado automaticamente pelo sistema. Se, por algum motivo, seja necessário alterar o registro,

Leia mais

APRESENTAÇÃO SISTEMAS BEM-VINDO A APRESENTAÇÃO DO SISTEMA PROSIS: AFFINCO

APRESENTAÇÃO SISTEMAS BEM-VINDO A APRESENTAÇÃO DO SISTEMA PROSIS: AFFINCO BEM-VINDO A APRESENTAÇÃO DO SISTEMA PROSIS: AFFINCO - - - - SPED s - Clique sobre os botões do lateral para acessar a página que desejar - Informações completas do produto e sua movimentação; - Possibilidade

Leia mais

Sistema Público de. Próximos passos. São Paulo, 15 de julho de 2010.

Sistema Público de. Próximos passos. São Paulo, 15 de julho de 2010. Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) Próximos passos São Paulo, 15 de julho de 2010. NOVOS PROJETOS AGENDA e-ciap (Bloco G do SPED Fiscal) e-lalur e FCONT SPED Fiscal de PIS e Cofins e-fopag

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Valor Unitário na Nota Fiscal de Transferência de Crédito do ICMS

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Valor Unitário na Nota Fiscal de Transferência de Crédito do ICMS Parecer Consultoria Tributária Segmentos Valor Unitário na Nota Fiscal de Transferência de Crédito do ICMS 03/03/2015 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente...

Leia mais

Guia de Instruções ECF. Guia de Instruções ECF

Guia de Instruções ECF. Guia de Instruções ECF Guia de Instruções 1 Conteúdo Apresentação... 3 Instruções para... 4 1. Importação da e Recuperação da ECD... 4 2. Recuperação da ECD sem mapeamento para o Plano Referencial... 4 3. Recuperação da ECD

Leia mais

Guia de desenvolvimento do LojamixConnection

Guia de desenvolvimento do LojamixConnection Guia de desenvolvimento do LojamixConnection Versão 1.1 Data da última atualização 05/06/2014 Sumário Introdução...3 Qual a finalidade deste documento?... 3 Entendendo os conceitos utilizados no guia...3

Leia mais

1. Desoneração da Folha de Folha de Pagamento

1. Desoneração da Folha de Folha de Pagamento 1. Desoneração da Folha de Folha de Pagamento A desoneração da folha de pagamento é constituída de duas medidas complementares. Em primeiro lugar, o governo está eliminando a atual contribuição previdenciária

Leia mais

OBJETIVO: Cadastrar os dados da empresa que adquiriu o sistema. As empresas cadastradas no sistema, a partir desta tela, terão influência,

OBJETIVO: Cadastrar os dados da empresa que adquiriu o sistema. As empresas cadastradas no sistema, a partir desta tela, terão influência, Cadastro de Empresa OBJETIVO: Cadastrar os dados da empresa que adquiriu o sistema. As empresas cadastradas no sistema, a partir desta tela, terão influência, principalmente, no financeiro. Anexando uma

Leia mais

Iob.com.br folhamatic.com.br. Índice

Iob.com.br folhamatic.com.br. Índice Índice MÓDULO BÁSICO Central Folhamatic... 06 Cadastro de Empresas... 07 Aba Básico... 07 Aba E-Fiscal... 08 Cadastros... 09 Responsável... 09 Contador... 10 Saldos... 11 ICMS e IPI... 11 PIS/PASEP, COFINS,

Leia mais

b) Os CFOPs com substituição tributária são: Compra de mercadoria para uso ou consumo cuja mercadoria está sujeita ao regime de

b) Os CFOPs com substituição tributária são: Compra de mercadoria para uso ou consumo cuja mercadoria está sujeita ao regime de Primeiramente não existe no Regulamento do ICMS do Estado de São Paulo, Decreto 45.490/2000 o conceito de material de uso ou consumo, porém podese entender que tudo que não se utiliza como insumo e também

Leia mais

Índice. Menu Movimentos Lançamentos Fiscais (Comércio e Indústria) Iob.com.br folhamatic.com.br

Índice. Menu Movimentos Lançamentos Fiscais (Comércio e Indústria) Iob.com.br folhamatic.com.br Índice Central Folhamatic...06 Menu Arquivos...07 Cadastro de Empresas... 07 Aba Básico... 07 Aba E-Fiscal... 08 Cadastros... 11 Filas... 11 Clientes e Fornecedores... 12 Sócios... 13 Serviços... 14 Código

Leia mais

Escrituração Contábil Fiscal (ECF)

Escrituração Contábil Fiscal (ECF) Escrituração Contábil Fiscal (ECF) Introdução A Escrituração Contábil Fiscal (ECF) substitui a Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ), a partir do ano-calendário 2014, com

Leia mais

ISSQN MANUAL DO USUÁRIO

ISSQN MANUAL DO USUÁRIO ISSQN MANUAL DO USUÁRIO Roteiro Prestador de Serviços 2013 Índice: 1. Geração da Senha na Prefeitura... 3 2. Acesso ao Sistema... 3 3. Declaração Eletrônica de Serviços Tomados... 4 4. Encerrando a apuração

Leia mais

NOVA CONFIGURAÇÃO DE TRIBUTAÇÃO DO IPI

NOVA CONFIGURAÇÃO DE TRIBUTAÇÃO DO IPI NOVA CONFIGURAÇÃO DE TRIBUTAÇÃO DO IPI Com o crescimento do uso do Siagri Agribusiness em empresas contribuintes do IPI e também devido aos tratamentos exigidos pelo EFD Fiscal (SPED Fiscal), tornou-se

Leia mais

Como emitir a nota? Emitir Nova NFS-e

Como emitir a nota? Emitir Nova NFS-e Aqui se dá o começo do processo de criação da nota fiscal de serviço eletrônica. Como a Prefeitura é que gera a NFS-e, o que será feito é um RPS, com todas as informações da nota, que serão enviadas à

Leia mais

Personal E RP. Módulo Fiscal. Personal Soft Informática Ltda Me. Celular: (19) Consultor: Edcarlos Ferraz dos Reis.

Personal E RP. Módulo Fiscal. Personal Soft Informática Ltda Me. Celular: (19) Consultor: Edcarlos Ferraz dos Reis. Personal Soft Informática Ltda Me Personal E RP Módulo Fiscal Consultor: Edcarlos Ferraz dos Reis Celular: (19) 8133-0809 edcarlos@personalsoft.com.br (19) 3471-0001 Figura 1 Introdução Classificações

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Ajuste Sinief 13 de 2013 Venda para Orgão Público 02/10/14

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Ajuste Sinief 13 de 2013 Venda para Orgão Público 02/10/14 02/10/14 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 2.1 Ajuste Sinief 13, De 26 De Julho De 2013... 3 3. Análise da Consultoria... 4 4 Conclusão... 5 5 Informações

Leia mais

Manual. - Sic Control -

Manual. - Sic Control - Manual Instruções básicas de uso - Sic Control - - 2016 - Introdução O Manual a seguir visa orientar o usuário do Sistema de Gestão Empresarial Sic Control, de forma detalhada; no que se refere a operação

Leia mais

Integração Fox/Cordilheira

Integração Fox/Cordilheira Integração Fox/Cordilheira 1/33 Índice 1. INTEGRAÇÃO FOX/CORDILHEIRA... 3 1.1. Conceito... 3 2. CADASTROS E CONFIGURAÇÕES PARA INTEGRAÇÃO:... 4 2.1. Habilitando a Integração Fiscal e Contábil... 4 2.2.

Leia mais

Informativo de Versão 19.07

Informativo de Versão 19.07 Informativo de Versão 19.07 Índice Resulth Start... 2 Movimento PDV (Chamado 28079)... 2 ERP Receber... 3 Consultas de Vencimentos (Chamado 27491)... 3 Resulth Business... 5 Importação de XML de Conhecimento

Leia mais

1º Encontro Sistech. Entrada de Mercadoria - SPED. www.sth.net.br

1º Encontro Sistech. Entrada de Mercadoria - SPED. www.sth.net.br 1º Encontro Sistech. Entrada de Mercadoria - SPED www.sth.net.br Entrada de Mercadoria - SPED Antonio Taumar Benício Filgueiras. Sistech Informática - Sistemas Empresariais. www.sth.net.br SPED Sistema

Leia mais

Novos Campos criados no Mastersaf p/ atendimento ao SEF II PE. (Atualizado em 16/04/2012)

Novos Campos criados no Mastersaf p/ atendimento ao SEF II PE. (Atualizado em 16/04/2012) Novos Campos criados no Mastersaf p/ atendimento ao SEF II PE (Atualizado em 16/04/2012) Impresso em 30 de abril de 2012 Índice 1. NOVA TABELA ACESSÓRIA TACES74... 3 2. TABELA DOS RESPONSÁVEIS POR INFORMAÇÕES...

Leia mais

NOVA CONFIGURAÇÃO TRIBUTAÇÃO DE PIS E COFINS

NOVA CONFIGURAÇÃO TRIBUTAÇÃO DE PIS E COFINS NOVA CONFIGURAÇÃO TRIBUTAÇÃO DE PIS E COFINS O método de configuração e tributação anterior não atendia as necessidades de grupos empresariais com regimes de apuração distintos, dentro do mesmo banco de

Leia mais

Foi incluído no PDV o novo atalho Ctrl+W para alterar a quantidade de um item já lançado na venda.

Foi incluído no PDV o novo atalho Ctrl+W para alterar a quantidade de um item já lançado na venda. PDV 1 Novo Atalho: Alterar Quantidade Foi incluído no PDV o novo atalho Ctrl+W para alterar a quantidade de um item já lançado na venda. Futura Server 1 Novas colunas em Cadastro de ICMS Foram criadas

Leia mais

Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal

Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal Livros Contábeis e Fiscais Conforme disposto nas Leis 6.404/76 e 11.638/07 e RIR/99, as empresas estão obrigadas a manter escriturados os seguintes livros:

Leia mais

BUSINESS V10 MANUAL INTRODUTÓRIO NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS (NFS-E BH) Nota Fiscal Eletônica de Serviços

BUSINESS V10 MANUAL INTRODUTÓRIO NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS (NFS-E BH) Nota Fiscal Eletônica de Serviços BUSINESS V10 MANUAL INTRODUTÓRIO NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS (NFS-E BH) Nota Fiscal Eletônica de Serviços Sumário 1. Introdução... 3 2. Requisitos Básicos... 4 3. Instalação... 5 4. Configurações

Leia mais

MANUAL SEFINNET / SEFINNET WEB FLORIANÓPOLIS SC VERSÃO 3.0 ( )

MANUAL SEFINNET / SEFINNET WEB FLORIANÓPOLIS SC VERSÃO 3.0 ( ) MANUAL SEFINNET / SEFINNET WEB FLORIANÓPOLIS SC VERSÃO 3.0 (3.00.0001) SERVIÇOS PRESTADOS - GIF PJ - DES CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA SUMÁRIO 2 Importação dos arquivos BGR 3 Cadastro de Talonários 5 Configuração

Leia mais

Terceiro Setor. Apresentação da ECF

Terceiro Setor. Apresentação da ECF Terceiro Setor e Apresentação da ECF 1 PALESTRANTES Marcone Hahan de Souza, contador, mestre em Economia, com ênfase em Controladoria, professor universitário e membro da Comissão de Estudos do Terceiro

Leia mais

Nota de Devolução Eletrônica

Nota de Devolução Eletrônica Nota de Devolução Eletrônica A Nota de Devolução Eletrônica é utilizada para efetuar devoluções ou trocas de mercadorias, quando passado o prazo de estorno de uma nota fiscal eletrônica ou simplesmente

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais