Bio. Uma gama completa de alimentação biológica para bebé. Informação ao Cliente

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Bio. Uma gama completa de alimentação biológica para bebé. Informação ao Cliente"

Transcrição

1 Informação ao Cliente Bio Uma gama completa de alimentação biológica para bebé Distribuído em Portugal por: Dietimport, S.A Rua 1º de Dezembro, 45, 3º Dto Lisboa Portugal 40 PT 02/09.10 Holle baby food GmbH Baselstr. 11 CH-4125 Riehen Tel (0) Fax 0041-(0) Guia de aconselhamento

2 Amor, Conforto e Alimentação Biológica/Demeter Holle - o melhor da agricultura biológica/biodinâmica A Holle é uma marca suíça presente no mercado desde Os produtos Holle são fabricados com ingredientes provenientes de agricultura biológica/ biodinâmica. Desde o início, a Holle prescindiu do uso de conservantes e outros aditivos, sem excepção, o que a torna numa das primeiras e mais antigas marcas de alimentação para bebés 100% biológica. A produção Holle ocore na Alemanha e na Suíça. As instalações de produção estão equipadas com a mais avançada tecnologia, seguindo todos os critérios das boas práticas de fabrico e possuindo certificação ISO. Estes padrões de qualidade são implementados na preparação de todos os produtos. Os cereais utilizados são maioritariamente provenientes de quintas alemãs com certificação de agricultura biológica/biodinâmica. A Holle é actualmente distribuída em 36 países em todo o mundo e oferece uma gama completa de alimentação biológica para bebés, desde o nascimento até aos 3 anos de idade. É nosso objectivo oferecer a melhor opção de alimentação para bebés, não esquecendo a saúde humana, o bem estar animal e o meio ambiente. A alternativa natural para o desenvolvimento do seu bebé! 2 3

3 Padrões de Qualidade Holle Os nossos alimentos são produzidos com ingredientes 100% biológicos ou Demeter culturas cíclicas, não exploração de animais, solos e meio ambiente qualidade e não quantidade biodiversidade animais no seu ambiente natural rejeição do uso de hormonas animais ou promotores de crescimento fertilizantes naturais rejeição de fertilizantes químicos e insecticidas sem aditivos químicos durante todo o processo de produção Holle Qualidade garantida Todos os produtos Holle não contêm: OGMs (organismos geneticamente modificados) sal adicionado* gorduras hidrogenadas aromatizantes corantes conservantes *excepto nas tostas de trigo espelta Controlo de Qualidade O controlo de qualidade Holle inicia-se na certificação dos produtores dos ingredientes e acompanha todo o processo de fabrico até à obtenção do produto final. A certificação de agricultura biológica/ biodinâmica consta nos rótulos Holle. Os números de controlo oficiais de certificação podem também ser encontrados no rótulo e permitem verificar a trans parência do controlo de qualidade, desde a produção e entrega dos nutrientes, até à obtenção do produto final. Todas as instalações Holle seguem os mais recentes padrões de boas práticas de fabrico, estando equipadas com a mais avançada tecnologia e possuindo certificação ISO. A qualidade única da agricultura biodinâmica (Demeter) Sempre que possível, os nossos produtos são produzidos com ingredientes biodinâmicos (Demeter). A agricultura biodinâmica é uma abordagem abrangente criada em Com mais de 80 anos de experiência conta com produtores em mais de 30 países em cinco continentes. Os produtores biodinâmicos consideram as suas produções como organismos vivos com ciclos naturais. Os fertilizantes utilizados são naturais e obtidos por compostagem de matéria orgânica. O crescimento das sementes é resultado do ritmo biológico de cada planta e os frutos contêm um teor máximo de energia e vitalidade essenciais. É por estes motivos que os alimentos confeccionados utilizando ingredientes provenientes de agricultura biodinâmica conferem maior força e permitem um melhor crescimento, o que é especialmente importante quando falamos de bebés e crianças. 4 5

4 A Gama Holle 6 7

5 Gama de leites para lactentes e papas Holle Produto Leites para lactentes Leite para lactentes 1 bio Ingredientes leite desnatado, soro de leite em pó (parcialmente desmineralizado), óles vegetais, maltodextrina, vitaminas e minerais Características sem glúten sem açúcar adicionado* Quando iniciar e durante quanto tempo dia 2 após 4 meses após 5 meses após 6 meses Desde o primeiro biberão a partir dos 8 meses a partir dos 10 meses 1-3 anos Leite de transição 2 bio Leite de transição 3 bio Leite de transição de cabra bio Papas Bio Papa de flocos de arroz Bio Papa de milho-miúdo Bio Papa de trigo espelta Bio Papa de flocos de aveia Bio Papa de semolina Bio Papa 3 cereais Bio Papa de milho-miúdo com maçã e pêra Bio Papa de Muesli Bio Papas lácteas Bio Papa láctea de milho-miúdo Bio Papa láctea de trigo espelta Bio Papa láctea de cereais com banana Bio leite desnatado, soro de leite em pó (parcialmente desmineralizado), óleos vegetais, maltodextrina, leite desnatado em pó, amido, vitaminas e minerais leite desnatado, soro de leite em pó (parcialmente desmineralizado), óleos vegetais, leite desnatado em pó, amido maltodextrina, vitaminas e minerais leite de cabra em pó, maltodextrina, lactose, óleas vegetais, amido vitaminas e minerais arroz integral milho-miúdo integral trigo-espelta integral aveia integral trigo integral arroz, milho e milho-miúdo integrais milho-miúdo integral, flocos de maçã e pêra integrais trigo integral, aveia integral, flocos de banana, maçã e framboesa, arroz integral milho-miúdo integral, leite em pó, soro de leite em pó, óleo vegetal, maltodextrina, carbonato de cálcio, vitaminas trigo espelta integral, leite em pó, maltodextrina, soro de leite em pó, óleo vegetal, carbonato de cálcio, vitaminas trigo integral, soro de leite em pó, leite em pó, óleo vegetal, banana em pó, maltodextrina, carbonato de cálcio, vitaminas sem glúten sem açúcar adicionado* sem glúten sem açúcar adicionado* sem glúten sem açúcar adicionado* sem leite de vaca sem glúten, sem açúcar adicionado*, sem leite, sem glúten, sem açúcar adicionado*, sem leite, contém glúten, sem açúcar adicionado*, sem leite, contém glúten, sem açúcar adicionado*, sem leite, contém glúten, sem açúcar adicionado*, sem leite, sem glúten, sem açúcar adicionado*, sem leite, sem glúten, sem açúcar adicionado*, sem leite, contém glúten, sem açúcar adicionado*, sem leite, sem glúten sem açúcar adicionado* contém glúten sem açúcar adicionado* contém glúten sem açúcar adicionado* Todas as papas de cereais podem ser preparadas: com leite fresco com leites em pó formula 1, formula 2 juntamente com refeições vegetais juntamente com refeições de fruta biberão preparação de papas não lácteas Papas instantâneas basta adicionar água *contém açúcares naturalmente presentes

6 Leites para la ctentes Holle A importância do leite O leite materno é a mais natural e benéfica forma de alimentação para o bebé, contendo todos os nutrientes e vitaminas necessários ao seu desenvolvimento saudável. A OMS e a Holle recomendam a amamentação exclusiva nos primeiros 6 meses de vida do bebé. Leite de transição 2 bio Após amamentação ou leite para lactentes 1 bio da Holle Após os 6 meses e até aos 3 anos de idade Sem açúcar adicionado (contém açúcares naturalmente presentes) Na preparação de papas não lácteas, no caso de não querer utilizar leite fresco Os bebés com mais de 6 meses devem, em conjunto com o leite materno, ingerir uma maior variedade de alimentos, de acordo com a sua idade e fase de desenvolvimento. Caso a mãe não possa amamentar ou apenas o consiga fazer parcialmente, a Holle recomenda a utilização da sua linha de leites para lactentes, criada para satisfazer as necessidades nutricionais do bebé. Leite para lactentes 1 bio Para alimentação desde o nascimento (até aos 6 meses) Durante o desmame e na fase de transição Pode fazer parte de uma dieta mista até ao 12 mês Sem açúcar adicionado (contém açúcares naturalmente presentes) Leite de transição 3 bio Após os leite para lactentes 1 bio e leite de transição 2 bio da Holle Desde os 10 meses até aos 3 anos de idade Sem açúcar adicionado (contém açúcares naturalmente presentes) Na preparação de papas não lácteas, no caso de não querer utilizar leite fresco saborosos fáceis de digerir sem glúten sem OGMs 10 11

7 Leite de transiç ão de cabra bio As alergias e intolerância alimentares são cada vez mais comuns, particularmente nas crianças. A amamentação exclusiva até aos 6 meses de idade reduz significativamente o risco de desenvolvimento de alergia ou intolerância alimentar ao leite de vaca ou seus derivados. O leite de transição de cabra bio da Holle é uma alternativa natural ao leite de vaca. As cabras são animais domesticados pelo Homem desde a Antiguidade e o valor do seu leite é reconhecido há séculos por várias civilizações. O leite de transição de cabra bio da Holle é de preparação rápida e fácil, sendo uma alternativa à utilização de leite de vaca para bebés entre os 6 meses e os 2 anos de idade. Pode também ser utilizado como complemento de uma alimentação mista ou na preparação das papas Holle. Obtido a partir do melhor leite de cabra, o leite de transição de cabra bio da Holle possui 99% dos seus ingredientes provenientes de agricultura biológica. O restante 1% são vitaminas e minerais essenciais ao crescimento saudável do bebé. A preparação é simples e rápida. Basta adicionar o leite em pó a água fervente, deixar arrefecer e está pronto a beber. Deverão ser seguidas as instruções de preparação presentes na embalagem. O leite de transição de cabra bio Holle pode também ser utilizado na preparação das papas Holle. Leite de transição de cabra bio Após amamentação Desde os 6 meses até aos 3 anos de idade Na preparação de papas não lácteas, no caso de não querer utilizar leite fresco

8 As Qualidad es Únicas das Papas de C ereais Holle Cereais integrais As papas de cereais integrais Holle são feitas a partir dos melhores grãos Para além do endosperma (que contém amido) também os nutricionalmente ricos, tegumento e gérmen são processados, o que se traduz numa maior riqueza nutricional. Desta forma mantém-se quase inalterado o perfil nutricional do grão, conservando-se vitaminas, minerais, proteínas, hidratos de carbono e lípidos. Também as fibras, que desempenham um papel importante no processo digestivo, são mantidas. Fácil digestão Os cereais integrais utilizados no fabrico das papas Holle são facilmente digeríveis, e por isso o seu consumo é adequado a bebés. Os cereais integrais são apresentados numa forma digerível por bebés, sem no entanto perderem a sua riqueza nutricional, essencial para um melhor desenvolvimento infantil. Refeições preparadas individualmente As papas de cereais para bebés utilizam cereais integrais provenientes de agricultura biológica/biodinâmica. A qualidade dos outros ingredientes poderá ser definida pelos pais, que assim conhecerão exactamente os ingredientes de cada refeição. Isto significa uma completa transparência na combinação de alimentos e possibilita o preenchimento das necessidades individuais de cada bebé em cada fase de desenvolvimento. Mais ainda, poderá incluir na alimentação do seu bebé padrões típicos/tradicionais da dieta familiar. Papas preparadas com leites em pó Bio da Holle Quando não for desejado o uso de leite fresco para a preparação das papas, os leite para lactentes 1 bio, leite de transição 2 bio e leite de transição de cabra bio podem ser utilizados como alternativa. Os leites em pó deverão ser preparados seguindo as instruções da embalagem e seguidamente dever-se-á adicionar a papa Holle escolhida. O modo de preparação completo pode ser encontrado nas embalagens de papas Bio Holle

9 Gama de papas de cereais 4 papas sem glúten: -papa de flocos de arroz Bio -papa de milho-miúdo Bio -papa de 3 cereais Bio -papa de milho-miúdo com maçã e pêra Papas lácteas As papas lácteas Bio da Holle são de preparação instantânea (basta juntar água) e adequadas a alimentações mistas a partir dos 4 meses de idade. São particularmente ricas em nutrientes, saciantes e com um sabor delicado. papas sem trigo: -papa de trigo-espelta Bio -papa de flocos de aveia Bio papas que contêm trigo: -papa de semolina Bio -papa de muesli Bio Recomendações sobre alergias/intolerâncias alimentares Em caso de doença celíaca, são adequadas papas sem glúten, elaboradas com cereais como o milho-miúdo, o arroz e o milho

10 Análise nutricional da pap as de cereais Bio da Holle análise nutricional méd ia por 100g de produto Produto Valor energético kj (kcal) Proteínas g Hidratos de carbono g açúcar* g Lípidos g saturados g Ferro mg Fibra g Sódio g Vitamina B 1 mg Papa de flocos de arroz Bio 1618 (382) 8,9 78,5 0,9 2,8 0,6 1,3 3,6 0,002 1,31 Papa de milho-míudo 1662 (393) 11,9 75,8 0,5 3,9 0,5 2,8 3,4 0,002 1,31 Papa de trigo-espelta 1552 (367) 15,9 66 0,6 2,3 0,5 3,4 9,3 0,003 1,53 Papa de flocos de aveia Bio 1619 (384) 12,7 65,3 1,0 6,2 1,1 2,8 7,9 0,048 1,4 Papa de semolina 1518 (359) 13,5 65,5 1,5 2,3 0,7 3,3 11,2 0,02 0,83 Papa de 3 cereais Papa de milhomíudo com maçã e pêra Papa de muesli Bio 1612 (380) 8,6 78,9 0,8 2,6 0,5 1,4 3,5 0,002 1, (395) 11,6 76,8 7,8 3,7 0,5 2,9 4,0 0,002 1, (363) 12,0 68,1 7,2 2,5 0,6 2,7 10,2 0,002 1,21 18 *contém açúcares naturalmente presentes 19

11 Boiões Holle equilibrados, variados e versáteis O que os torna especiais: sempre que possível, os ingredientes são provenientes de agricultura biológica/biodinâmica as vitaminas, minerais, proteínas e oligoelementos estão naturalmente presentes nos ingredientes. Os alimentos Holle não contêm ingredientes isolados. para além de outros nutrientes importantes, os cereais integrais fornecem fibras que ajudam a regular a digestão do bebé sem proteínas lácteas sem sal adicionado sem espessantes gama que inclui boiões de fruta, boiões vegetais, boiões refeição e boiões júnior Produtos hipoalergénicos assinalados com A Diferentes consistências para diferentes grupos etários Bebé: purés finos e de fácil digestão Júnior: consistência mais espessa para incentivar a mastigação 20 21

12 Características d os Boiões Holle sem glúten sem produtos lácteos endure cimento das fezes amolecimento das fezes regula ção intestinal a partir dos 4 meses Baixo risco de alergia sem glúten sem produtos lácteos endure cimento das fezes amolecimento das fezes regula ção intestinal a partir dos 4 meses a partir dos 8 meses Baixo risco de alergia Boiões vegetais 190 g Cenoura Espinafres com arroz Mistura de vegetais Cenoura e batata Abóbora e arroz Pastinaca Courgette e abóbora com batata Brócolos e arroz integral Cenoura e maçã Boiões refeição 190 g Abóbora e galinha Batata, milho e vaca Boiões 125 g Puré de maçã Puré de pêra Peru Vaca Boiões de fruta 190 g Maçã e banana com flocos de trigo integral Maçã Banana com semolina Maçã e banana com alperce Maçã e mirtilo Pêra Maçã e pêra Banana e pêssego Maçã e pêssego Boiões Júnior 220 g Mistura de vegetais com arroz Maçã e pêra com flocos de trigo integral Mistura de vegetais com milho-miúdo Muesli com frutas Mistura de frutas 22 23

13 Tostas de trigo espelta Bio Biscoitos de trigo espelta Bio As tostas de trigo espelta Bio da Hole são produzidas com ingredientes de elevada qualidade, preparadas com sal marinho e segundo um processo de fermentação natural. Não são adoçadas e são isentas de agentes alergénicos como a clara de ovo e proteínas lácteas. Graças ao seu gosto delicado e boa tolerância por parte dos bebés as tostas de trigo espelta Bio são ideais para bebés a partir dos 6 meses de idade, como lanche ou na preparação de papas. Os biscoitos de trigo espelta Bio da Holle são confeccionados com farinha de trigo espelta e manteiga com certificação Demeter. A utilização de melaço de arroz em vez de açúcar refinado forncece aos biscoitos um sabor delicado e adequado a bebés. Os biscoitos de trigo espelta Bio da Holle são ideais como pequenos lanches. Barritas de fruta Bio Infusão Bio para crianças Infusão Bio para mães As barritas de fruta Bio da Holle encontram-se disponíveis nas versões maçã-pêra e maçã-banana e são confeccionadas com fruta 100% bio, mel e trigo espelta. As barras possuem firmeza suficiente que lhes permite serem seguradas pelo bebé. Ideais para um pequeno lanche. A Infusão para crianças Bio da Holle, a A Infusão para mães Bio da Holle é partir das 2 semanas de vida, tem um formulada para, de forma natural, efeito calmante e relaxante graças à estimular a lactação em mulheres cuidadosa mistura de ervas. Da sua a amamentar. Apresenta um sabor composição fazem parte o funcho, as doce e agradável e apresentase em sementes de anis, a alcaraviae a práticas embalagens individuais. camomila, provenientes de agricultura biológica

14 Factos interessantes sobre a alimentação do bebé no primeiro ano de vida Plano de alimentação do bebés À medida que o bebé cresce, crescem também as suas necessidades nutricionais. A amamentação ou ou leite para lactentes 1 bio deixam de satisfazê-lo. A introdução gradual da alimentação sólida iniciase depois dos 4 meses e continua até ao início do segundo ano de vida, quando a criança comerá normalmente com a sua família. Diferenças entre planos alimentares para crianças são normais, uma vez que cada uma desenvolve as suas preferências e gosto individual. O plano alimentar é também influenciado pelas necessidades energéticas de cada criança. O plano alimentar Holle foi desenhado segundo as linhas orientadoras do Nutritional Research Institute for Children e constitui um guia para asnecessidades nutricionais da criança. Amamentação/Biberão Após os primeiros 6 meses poderá continuar a amamentar. Caso não o possa fazer poderá utilizar: leites para lactentes bio da Holle Papas de cereais integrais Bio da Holle com leite fresco ou leite para lactentes 1 bio e leite de transição 2 bio da Holle Papas De acordo com as crescentes necessidades energéticas do bebé a comida sólida deverá ser introduzida como complemento dadieta. As papas são a melhor opção para esta introdução

15 A primeira refeição sólida, a partir dos 4 6 meses A introdução de purés vegetais inicia-se em vários passos. Assim, os diversos nutrientes presentes no leite, frutas e legumes deverão ser introduzidos na alimentação do bebé, sequencialmente em intervalos mensais e de acordo com as suas crescentes necessidades energéticas Papas de fruta a partir dos 5 6 meses Uma papa de fruta cobre a crescente necessidade energética do bebé, sem no entanto aumentar o conteúdo proteico na sua alimentação. Uma papa de fruta complementa o valor nutricional das outras refeições, particularmente no que diz respeito à vitamina B₆, magnésio, cobre, manganês e fibras. As refeições sólidas Uma refeição deverá conter os seguintes componentes: puré de vegetais frescos ou boiões vegetais Bio Holle papa de batatas ou de cereais integrais carne ou, em alternativa, uma papa de cereais integrais óleo vegetal sumo de fruta rico em vitamina Refeições júnior a partir dos 7 meses A partir dos 7 meses de idade a comida do bebé poderá ter uma consistência mais granulosa, de forma a estimular a mastigação. Poderáo ser dados ao bebé biscoitos ou pequenos pedaços de fruta. Papas preparadas com leite a partir do 4 6 meses As papas de cereais preparadas com leite fresco (até aos 7 meses diluído em água) ou leites para lactentes bio são ricas em nutrientes, saciantes e de sabor delicado

16 Informação sobre prepar ação dos alimentos Holle Preparação de leites para lactentes bio da Holle Os leites para lactentes bio da Holle Os leite para lactentes 1 bio, leite de transição 2 bio, leite de transição 3 bio ou leite de transição de cabra bio são de fácil preparação. Basta adicionar água fervente ao leite em pó, deixar arrefecer e consumir. Não deverão ser adicionados mais ingredientes. Adição de lactose O hidrato de carbono mais importante do leite materno é a lactose. É fácil de digerir, fornece energia e é saciante. Nos primeiros anos de vida do bebé, a digestão do amido é ainda reduzida, mas desenvolve-se ao longo do crescimento. Por isso, recomendamos a adição de lactose na preparação de biberões até ao 7º mês - para uma fonte de energia rapidamente disponível. Preparação e Ingredientes das papas de cereais da Holle Qualidade do leite/diluição do leite Para a preparação de papas recomenda-se a utilização de leite gordo, preferencialmente de origem biológica. Em alternativa poderá ser utilizado leite em pó. Até ao 6º mês é necessária a diluição do leite de vaca em água (1:1). Uma vez que o leite de vaca contém maior teor proteico e mineral que o leite materno, a utilização de leite não diluído provocaria stress renal, uma vez que os rins do bebé não estão ainda completamente desenvolvidos durante o primeiro ano do bebé. A lactose, apesar de apresentar apenas 40% do poder adoçante do açúcar refinado, fornece a mesma quantidade de energia, sendo ideal como alimento para bebés. Adição de sumos de fruta/vegetais Na preparação de papas com leite fresco recomenda-se a adição de uma colher de chá de sumo de fruta ou vegetais, como forma de enriquecimento vitamínico. Recomendamos a utilização de sumos ricos em vitamina C. Para enriquecimento com vitamina A poderá ser considerado sumo de cenoura. Adição de óleos vegetais Os óleos vegetais fornecem ácidos gordos essenciais especialmente ácido linoleico e vitaminas lipossolúveis. No leite materno existe ácido linoleico em quantidade suficiente. No entanto, este está presente em quantidades reduzidas no leite de vaca. Uma vez que o leite de vaca é diluído em água até aos 6 meses, recomenda-se a adição de óleos vegetais durante a confeccção da alimentação do bebé. Quando se utiliza leite de vaca não diluído, após os 6 meses de idade, deixa de ser necessária a adição de óleos vegetais

17 Questões frequentes Como devo alimentar o meu bebé entre os 7 e os 8 meses? O bebé deverá ser amamentado pela mãe ou beber leite em biberão logo pela manhã. Durante a manhã dever-lhe-á ser dado um pequeno lanche (por exemplo, bolacha ou tosta). Como alternativa pode ser dado ao bebé um boião de fruta ou puré de fruta fresca. Para o almoço deverá ser considerada uma papa com vegetais, que poderáser suplementada com carne, duas a três vezes por semana. Uma papa de fruta deverá constituir o lanche do meio da tarde. À noite deverá ser dada uma papa láctea de fruta. Em alguns casos, o bebé poderá ser amamentado ou poderá beber biberão antes de dormir. Durante o dia o bebé deve consumir infusões de funcho, outras ervas ou fruta não adoçada ou água. É possível suplementar o leite para lactentes 1 bio com papa de arroz? O leite para lactentes 1 bio é uma fórmula completa para biberão e não necessita ser suplementado com outros ingredientes. No entanto, se a leite para lactentes 1 bio não sacia a criança, poderá ser aconselhada a adição de 1 a 3 colheres de chá de papa de arroz ou papa de milho-miúdo a cada biberão. De acordo com a idade, o bebé passará a consumir os leite de transição 2 bio e leite de transição 3 bio. Não quero usar leite fresco. As papas podem ser preparadas com água? Se o bebé ainda estiver a ser amamentado 2 a 3 vezes por dia, a papa poderá ser preparada com água durante um curto período de tempo. Se a amamentação não é possível, deve sempre ser usado leite para a preparação da papa, uma vez que o leite é nutricionalmente importante para a dieta do bebé assegurando as necessidades de vitamina B₁₂, cálcio e outros nutrientes. Em casos de alergia ou intolerância, o leite hipoalergénico é uma boa opção, cuja versão Bio ainda não se encontra disponível, mas que é também apropriado para a preparação de papas. Poderão ainda ser utilizados, como alternativa ao leite de vaca, leite de cabra ou de égua. Substitutos vegetais, como a bebida de soja ou amêndoa estão também disponíveis. No entanto, deverá ser tido em conta que estas bebidas não fornecem vitamina B₁₂

18 A papa láctea pode ser preparada com leite materno? Sim, é possível. Deverão ser utilizados 130ml de leite aquecido a 40º e 25g (aproximadamente 5 colheres de sopa) de uma papa à sua escolha. Não é necessária a adição de mais ingredientes. O leite não deve ser aquecido a mais de 40ºC, sob o risco de ocorrer perda de alguns nutrientes. Devido à riqueza lipídica do leite materno, a papa poderá apresentar uma consistência ligeiramente alterada, que em nada afecta a sua qualidade. As papas lácteas podem ser preparadas com o leite em pó em vez de leite de vaca fresco? As papas Holle podem ser preparadas com leite para lactentes 1 bio, leite de transição 2 bio e leite de transição 3 bio. Podem também ser utilizadas fórmulas hipoalérgicas em casos de alergia ou intolerância alimentar. Se não for desejável o consumo de leite de vaca poderá ser utilizado o leite de transição de cabra bio da Holle. Colocar aproximadamente 160ml de água fervente numa taça, adicionar o leites para lactentes bio da Holle (de acordo com as instruções da embalagem) e cerca de 18g (3 a 4 colheres de sopa) de uma papa Holle à sua escolha. Não são necessários mais ingredientes. As papas de cereais integrais não são de difícil digestão para o bebé? Não. O amido presente nos cereais é pré-digerido durante o processo de produção das papas Holle. Apesar da pré-digestão do amido, todos os outros nutrientes presentes no cereal e importantes para o saudável crescimento do bebé mantêm-se intactos. Ingestão de Líquidos Os bebés que se alimentam exclusivamente de leite materno recebem a quantidade de de líquidos suficiente para assegurar as suas necessidades. As refeições em boião fornecem também líquidos em quantidade suficiente. Em algumas situações especiais, por exemplo quando o bebé tem febre, vómitos ou diarreia, a quantidade de líquidos perdida é maior. Nestes casos torna-se importante compensar a perda de líquidos e assegurar uma correcta hidratação do bebé. Se o bebé mostrar sinais de sede ofereça-lhe água mineral e infusões não adoçadas de ervas, mornas e previamente fervidas. A tetina do biberão fica obstruída quando uso leite complementado com papa. Qual a melhor opção de tetina? Infelizmente, as tetinas disponíveis no mercado não são adequadas à passagem de papas. A melhor abordagem será alargar cuidadosamenteo buraco da tetina que utiliza habitualmente

19 O leite fresco pode ser previamente fervido para utilização posterior, por exemplo, à noite? Para bebés até aos 6 meses de idade, os alimentos devem sempre ser preparados de fresco. Após os 6 meses de idade, o biberão da noite poderá ser previamente preparado (por exemplo, antes dos pais de deitarem), conservado no frigorífico e aquecido antes da sua utilização. Como posso preparar as papas sem que estas formem grumos? Deverá seguir à risca as instruções da embalagem de forma a evitar a formação de grumos. As papas Holle são muito finas e, por isso, não é de esperar a formação de grumos. No entanto, se a água for adicionada à papa e não o contrário, a formação de grumos poderá ocorrer. É assim importante seguir as instruções de cada embalagem. O que devo fazer quando aparece o primeiro dente do bebé? Quando aparece o primeiro dente do bebé as gengivas apresentam-se inflamadas. É normal que o bebé fique irritadiço e chore, acordando mais durante a noite e, em alguns casos, coma menos ou em menor frequência. Alguns géis e preparações homeopáticas estão disponíveis para o alívio do desconforto do bebé. Prefira preparações sem açúcar, que não prejudicam a higiene oral e procure o conselho do seu pediatra. A primeira dentição da criança tem uma importância considerável para a mastigação e o desenvolvimento da linguagem. Não se esqueça de assegurar uma boa e regular higiene oral, desde o aparecimento dos primeiros dentes

20 A dieta do bebé no primeiro an o de vida Fase de adaptação/mudança Mudança para alimentação infantil Idade/Mês Manhã Pão e leite Meio da manhã Almoço Lanche Amamentação ou biberão com leite para lactentes 1 bio Lanche: - fruta/boiões de fruta - tostas de trigo espelta - muesli para bebé Vegetais/vegetais e batata + carne ou Boião de vegetais e papa de cereais ou carne Refeição de fruta sem leite ou papa de cereais com fruta Jantar amamentação ou biberão Papa láctea ou biberão As informações contidas nesta tabela são meramente informativas, uma vez que cada bebé poderá apresentar preferências e necessidades especiais

Unidade de Saúde do Afonsoeiro DIVERSIFICAÇÃO ALIMENTAR

Unidade de Saúde do Afonsoeiro DIVERSIFICAÇÃO ALIMENTAR Unidade de Saúde do Afonsoeiro DIVERSIFICAÇÃO ALIMENTAR GRUPO A Batata Cenoura Abóbora Dente de alho Nabo Cebola 4 5 meses SOPA DE LEGUMES GRUPO B Alho Francês Alface Brócolos Nabiça Agrião Espinafres

Leia mais

Pontos nos ii DIVERSIFICAÇÃO ALIMENTAR. http://www.passe.com.pt

Pontos nos ii DIVERSIFICAÇÃO ALIMENTAR. http://www.passe.com.pt Pontos nos ii DIVERSIFICAÇÃO ALIMENTAR A alimentação do bebé e da criança constitui um dos factores mais importantes para o seu normal crescimento e desenvolvimento. Ao longo do 1º ano de vida, o bebé

Leia mais

E OS SEUS BENEFÍCIOS

E OS SEUS BENEFÍCIOS E OS SEUS BENEFÍCIOS A principal função do leite é nutrir (alimentar). Além disso, cumpre as funções de proteger o estômago das toxinas e inflamações e contribui para a saúde metabólica, regulando os processos

Leia mais

Valores diários recomendados de nutrientes, vitaminas e minerais.

Valores diários recomendados de nutrientes, vitaminas e minerais. Conteúdo Valores diários recomendados de nutrientes, vitaminas e minerais.... 2 Como ler os rótulos dos alimentos... 5 Dose de produto... 7 Calorias... 7 Quantidade de nutrientes... 8 Explicação da quantificação

Leia mais

Alimentação. no primeiro ano de vida

Alimentação. no primeiro ano de vida Alimentação Trv. Noronha, nº5 A Lisboa Telef: 21 394 73 10 Fax: 21 394 73 18 Email: usf.arco@arslvt.minsaude.pt no primeiro ano de vida A diversificação alimentar deve ser iniciada entre os 4-6 meses de

Leia mais

2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira. Legumes com frango Legumes com peixe Legumes com ovo Legumes com Perú ou vitela. Maça ou Pera cozidas

2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira. Legumes com frango Legumes com peixe Legumes com ovo Legumes com Perú ou vitela. Maça ou Pera cozidas Sobrenesa Sopa C E N T R O S O C I A L J E S U S M A R I A J O S É 2012-2013 Ementa da Creche 2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira Legumes com frango Legumes com peixe Legumes com ovo Legumes com

Leia mais

ANEXO A.1 Formulário Dietético

ANEXO A.1 Formulário Dietético ANEXO A.1 Formulário Dietético I) As dietas abaixo referidas deverão cumprir com as especificações do anexo A.2 (Capitações dos alimentos de refeições confecionadas e preparações culinárias) e do anexo

Leia mais

www.500receitasparaemagrecer.com.br SUPER 9 DIETAS 500 Receitas para Emagrecer Dicas Dietas sobre Metabolismo

www.500receitasparaemagrecer.com.br SUPER 9 DIETAS 500 Receitas para Emagrecer Dicas Dietas sobre Metabolismo SUPER 9 DIETAS Esta dieta é baseada principalmente na ingestão de alimentos que aumentam a densidade nutricional e diminuir a densidade calórica. É uma das dietas mais equilibradas, uma vez que não se

Leia mais

RECOMENDAÇÕES ALIMENTARES PARA ALUNOS COM DIABETES, HIPERTENSÃO, DOENÇA CELÍACA, E INTOLERÂNCIA Á LACTOSE.

RECOMENDAÇÕES ALIMENTARES PARA ALUNOS COM DIABETES, HIPERTENSÃO, DOENÇA CELÍACA, E INTOLERÂNCIA Á LACTOSE. RECOMENDAÇÕES ALIMENTARES PARA ALUNOS COM DIABETES, HIPERTENSÃO, DOENÇA CELÍACA, E INTOLERÂNCIA Á LACTOSE. 1. DOENÇA CELIACA É uma doença que causa inflamações nas camadas da parede do intestino delgado,

Leia mais

Nutrição Infantil. Paula Veloso / Nutricionista

Nutrição Infantil. Paula Veloso / Nutricionista Nutrição Infantil Paula Veloso / Nutricionista Relação alimentação/saúde é para toda a vida! A mulher grávida preocupa-se com a alimentação. Relação alimentação/saúde é para toda a vida! Os pais preocupam-se

Leia mais

A diversificação não deve ser iniciada antes dos 4 meses nem depois dos 6 meses

A diversificação não deve ser iniciada antes dos 4 meses nem depois dos 6 meses Início da Diversificação A diversificação não deve ser iniciada antes dos 4 meses nem depois dos 6 meses Substituir uma refeição de leite por: Papa sem glúten ou sopa de legumes (antes dos 6 meses) Papa

Leia mais

ALIMENTAÇÃO PARA CRIANÇAS NÃO AMAMENTADAS

ALIMENTAÇÃO PARA CRIANÇAS NÃO AMAMENTADAS ALIMENTAÇÃO PARA CRIANÇAS NÃO AMAMENTADAS ALIMENTAÇÃO PARA CRIANÇAS NÃO AMAMENTADAS Quando o desmame não pôde ser revertido após orientações e acompanhamento dos profissionais ou em situações em que a

Leia mais

COMECE O DIA COM ENERGIA!

COMECE O DIA COM ENERGIA! COMECE O DIA COM ENERGIA! Inclui receitas de pequenos almoços saudáveis. Índice Introdução Benefícios para a saúde E quando falta o pequeno almoço? Não deixe o seu filho sair de casa sem tomar o pequeno

Leia mais

TEXTO DE APOIO I PERCURSO COMER, DIVIDIR E BRINCAR

TEXTO DE APOIO I PERCURSO COMER, DIVIDIR E BRINCAR TEXTO DE APOIO I PERCURSO COMER, DIVIDIR E BRINCAR Alimentação Boa Pra Você Todo ser vivo precisa se alimentar para obter energia e nutrientes para se desenvolver. No caso do ser humano, os alimentos trazem

Leia mais

SMOOTHIES uma maneira fácil e deliciosa para apreciar frutas e legumes.

SMOOTHIES uma maneira fácil e deliciosa para apreciar frutas e legumes. SMOOTHIES uma maneira fácil e deliciosa para apreciar frutas e legumes. Os smoothies ou shakes são uma maneira deliciosa, saudável e versátil para adicionar frutas e legumes em nossa alimentação diária.

Leia mais

Guia. Nutricional. para gestantes

Guia. Nutricional. para gestantes Referências bibliográficas consultadas: 1. Committee on Nutritional Status During Pregnancy and Lactation, Institute of Medicine. Nutrition During Pregnancy: Part I: Weight Gain, Part II: Nutrient Supplements.

Leia mais

Menu Detox. A alimentação que melhor o prepara para o seu Happy Detox

Menu Detox. A alimentação que melhor o prepara para o seu Happy Detox Menu Detox A alimentação que melhor o prepara para o seu Happy Detox 1. A alimentação que melhor o prepara para o seu happy detox O Menu Detox permite-lhe fazer uma correta preparação antes e depois do

Leia mais

O QUE É IMPORTANTE SABER NA ROTULAGEM DE ALIMENTOS PARA CRIANÇAS? 27/08/2011. Amanda Poldi

O QUE É IMPORTANTE SABER NA ROTULAGEM DE ALIMENTOS PARA CRIANÇAS? 27/08/2011. Amanda Poldi O QUE É IMPORTANTE SABER NA ROTULAGEM DE ALIMENTOS PARA CRIANÇAS? 27/08/2011 Amanda Poldi CRIANÇA-DEFINIÇÃO LEI 11.265/2006 CRIANÇA: indivíduo até 12 (doze) anos de idade incompletos; CRIANÇA DE PRIMEIRA

Leia mais

A PIRÂMIDE QUE SEGUE ABAIXO É A BRASILEIRA, ADAPTADA POR SÔNIA TUCUNDUVA PHILIPPI AOS NOSSOS HÁBITOS ALIMENTARES.

A PIRÂMIDE QUE SEGUE ABAIXO É A BRASILEIRA, ADAPTADA POR SÔNIA TUCUNDUVA PHILIPPI AOS NOSSOS HÁBITOS ALIMENTARES. PARA SABERMOS COMO A ALIMENTAÇÃO DEVE SER EQUILIBRADA, PRECISAMOS CONHECER A PIRÂMIDE ALIMENTAR, QUE É A REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DOS ALIMENTOS E SUAS QUANTIDADES QUE DEVEM ESTAR PRESENTES EM NOSSA DIETA

Leia mais

SHAKEASY. Bases Prontas para Shakes Funcionais

SHAKEASY. Bases Prontas para Shakes Funcionais Informações Técnicas SHAKEASY Bases Prontas para Shakes Funcionais INTRODUÇÃO SHAKEASY representa uma nova geração de shakes funcionais. Um completo e diferenciado substituto parcial de refeições que permite

Leia mais

15/08/2013. Acelerado crescimento e desenvolvimento: IMPORTÂNCIA DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL NESSA FASE. Atinge 25% da sua altura final

15/08/2013. Acelerado crescimento e desenvolvimento: IMPORTÂNCIA DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL NESSA FASE. Atinge 25% da sua altura final Laís Cruz Nutricionista CRN 3 18128 2013 Período de transição entre infância e vida adulta (dos 10 aos 19 anos de idade) Muitas transformações físicas, psicológicas e sociais Acelerado crescimento e desenvolvimento:

Leia mais

Orientações para o preparo da papinha.

Orientações para o preparo da papinha. Orientações para o preparo da papinha. Olha o aviãozinho... As primeiras refeições são muito importantes para o bebê. Quando começa a comer outros alimentos além do leite materno, ele descobre novos sabores,

Leia mais

Receitas com Linhaça. Rede Mundo Verde Ano 1 Livro 4

Receitas com Linhaça. Rede Mundo Verde Ano 1 Livro 4 Receitas com Linhaça A linhaça é um alimento capaz de proporcionar inúmeros benefícios, nas mais diversas fases da vida. Utilizada no Oriente desde a antiguidade a linhaça já era sinônimo de proteção.

Leia mais

Amadora Sintra ALIMENTAÇÃO

Amadora Sintra ALIMENTAÇÃO Amadora Sintra ALIMENTAÇÃO no 1º ano de vida INÍCIO DA DIVERSIFICAÇÃO A diversificação pode ser iniciada após os 4 meses. Substituir uma refeição de leite por: Papa sem glúten ou caldo de legumes (antes

Leia mais

Como ler. Quantidade. Denominação do produto. Lista de ingredientes. Durabilidade. Fabricante/ Importador. Junho de 2008

Como ler. Quantidade. Denominação do produto. Lista de ingredientes. Durabilidade. Fabricante/ Importador. Junho de 2008 Como ler Flocos de arroz e de trigo integral, enriquecidos com vitaminas (B1, B2, B3, B6, ácido fólico, B12, C) e ferro Peso líquido: CONSUMIR DE PREFERÊNCIA ANTES DE Junho de 2008 Quantidade Denominação

Leia mais

Trabalho elaborado por: 5/29/2007 USF Valongo. Enf. Anabela Queirós

Trabalho elaborado por: 5/29/2007 USF Valongo. Enf. Anabela Queirós Trabalho elaborado por: Enf. Anabela Queirós O que é a diabetes? Uma doença que dura toda vida Provocada pela ausência ou perda de eficácia da insulina; Provoca a subida de açúcar no sangue A diabetes

Leia mais

QUE LEITE DAR AO MEU BEBÉ?

QUE LEITE DAR AO MEU BEBÉ? QUE LEITE DAR AO MEU BEBÉ? Para lactentes ou Leites 1 (0-4/6 meses) Bebé Saudável De transição ou Leites 2 (4-12 meses) De crescimento ou Leites 3 (12-36 meses) Anti obstipantes Bebé com Desconforto Digestivo

Leia mais

- LICITANTES DESABILITADOS -

- LICITANTES DESABILITADOS - - LICITANTES DESABILITADOS - NOME DO PROMOTOR: PREFEITURA MUNICIPAL DE CACOAL EDITAL / PROCESSO: 0039-2012 / 1571/2012 PREGOEIRO RESPONSÁVEL: SILVIA DURAES GOMES OBJETO: REGISTRO DE PREÇOS PARA POSSÍVEL

Leia mais

Os cereais. Trigo Arroz Centeio Milho Aveia Cevada Sorgo

Os cereais. Trigo Arroz Centeio Milho Aveia Cevada Sorgo Trigo Arroz Centeio Milho Aveia Cevada Sorgo O que são Cereais Integrais? São cereais que não foram processados. Consistem no gérmen, endosperma e casca. Endosperma: Constitui aproximadamente 83% do peso

Leia mais

Alimentação Saudável

Alimentação Saudável Alimentação Saudável O que é a alimentação saudável? A Alimentação Saudável é uma forma racional de comer que assegura variedade, equilíbrio e quantidade justa de alimentos escolhidos pela sua qualidade

Leia mais

HÁBITOS ALIMENTARES. Normalmente são alimentos saudáveis, os mais próximos do seu estado natural/integral.

HÁBITOS ALIMENTARES. Normalmente são alimentos saudáveis, os mais próximos do seu estado natural/integral. HÁBITOS ALIMENTARES O hábito alimentar saudável deve ser formado e ensinado na infância, assim fica mais fácil de ser mantido. Consuma frutas, verduras e legumes desde cedo e estimule o consumo de alimentos

Leia mais

A RODA DOS ALIMENTOS E OS NOVOS VALORES NUTRICIONAIS Mafra, 14 de Março de 2008. Ana Leonor DataPerdigão Nutricionista

A RODA DOS ALIMENTOS E OS NOVOS VALORES NUTRICIONAIS Mafra, 14 de Março de 2008. Ana Leonor DataPerdigão Nutricionista A RODA DOS ALIMENTOS E OS NOVOS VALORES NUTRICIONAIS Mafra, 14 de Março de 2008 Ana Leonor DataPerdigão Nutricionista A ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL É Completa Fornece energia e todos os nutrientes essenciais

Leia mais

Dicas para uma alimentação saudável

Dicas para uma alimentação saudável Dicas para uma alimentação saudável NECESSIDADE FISIOLÓGICA ATO DE COMER SOCIABILIZAÇÃO Comida Japonesa PRAZER CULTURAL Alimentação aliada à saúde Hábitos alimentares pouco saudáveis desde a infância,

Leia mais

Projeto Planeta Azul Ponto de Apoio Especial sobre Alimentação

Projeto Planeta Azul Ponto de Apoio Especial sobre Alimentação Projeto Planeta Azul Ponto de Apoio Especial sobre Alimentação (...) A verdade, em matéria de saúde, está na adaptação e no respeito à Natureza (...). Mokiti Okada Para uma alimentação saudável, podemos

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS ANEXOS

CADERNO DE ENCARGOS ANEXOS CADERNO DE ENCARGOS ANEXOS 1 ANEXOS Anexo I Preço base para as principais refeições Anexo II Listagem de principais suplementos alimentares a fornecer Anexo III Matriz de Reuniões Anexo IV Nível de Serviço

Leia mais

Preferências alimentares individuais; Disponibilidade dos alimentos no mercado; Influência das propagandas no mercado, na televisão.

Preferências alimentares individuais; Disponibilidade dos alimentos no mercado; Influência das propagandas no mercado, na televisão. Nutrição na Infância e Adolescência A alimentação e a nutrição constituem requisitos básicos para a promoção e a proteção da saúde, possibilitando a afirmação plena do potencial de crescimento e desenvolvimento

Leia mais

A Importância dos Alimentos. Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física

A Importância dos Alimentos. Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física A Importância dos Alimentos Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física saciar a fome Para que serve o alimento? combustível para viver, proporcionando o bem-estar e a

Leia mais

Sugestão de Editorial

Sugestão de Editorial Sugestão de Editorial Cresce a demanda por produtos vegetais alternativos ao leite Este movimento de substituição já é global As bebidas vegetais, uma alternativa aos produtos lácteos, estão entre os itens

Leia mais

Alimentação na Gestação

Alimentação na Gestação ESPAÇO VIDA Nut. Fabiane Galhardo Unimed Pelotas 2012 Alimentação na Gestação 1 GESTAÇÃO PERÍODO MÁGICO DE INTENSA TRANSIÇÃO, ONDE A NATUREZA MODIFICA O CORPO E A MENTE PARA TRANSFORMAR MULHER EM MÃE A

Leia mais

Sugestões de refeições para o Dia de S. Valentim. Inclui receitas

Sugestões de refeições para o Dia de S. Valentim. Inclui receitas Sugestões de refeições para o Dia de S. Valentim Inclui receitas Ficha Técnica Título: Sugestões de refeições para o Dia de S. Valentim Concepção: Mariana Barbosa Corpo redactorial: Mariana Barbosa Revisão:

Leia mais

Como podemos escolher os alimentos para crescer de forma saudável?

Como podemos escolher os alimentos para crescer de forma saudável? 1. Introdução A vida começa com a alimentação, e esta desempenha uma influência determinante no desenvolvimento emocional, mental, físico e social de cada um. A alimentação consiste em obter do ambiente

Leia mais

1. O adjudicatário obriga-se a fornecer, durante o período previsto e diariamente, 2 lanches

1. O adjudicatário obriga-se a fornecer, durante o período previsto e diariamente, 2 lanches ANEXO 8 CONSTITUIÇÃO DAS REFEIÇÕES ESTABELECIMENTOS DE INFÂNCIA CARATERÍSTICAS DAS REFEIÇÕES: COMPOSIÇÃO E CAPITAÇÕES 1. O adjudicatário obriga-se a fornecer, durante o período previsto e diariamente,

Leia mais

Dieta. Lanche da manhã. Almoço. Café da manha:

Dieta. Lanche da manhã. Almoço. Café da manha: Café da manha: Dieta opção 1 1 xíc. (chá) de café com leite desnatado 1 pão francês sem miolo na chapa com 1 col. (sopa) rasa de margarina ou 1 fatia de queijo fresco ½ xíc. (chá) de cereal 1 xíc. (chá)

Leia mais

No Verão não dispense a hidratação! Sabia que a falta de concentração pode dever-se a falta de água no organismo?

No Verão não dispense a hidratação! Sabia que a falta de concentração pode dever-se a falta de água no organismo? No Verão não dispense a hidratação! Sabia que a falta de concentração pode dever-se a falta de água no organismo? Seja Inverno ou Verão, abrace esta refeição! Sabia que o Pequeno-almoço ajuda a controlar

Leia mais

O que tem no meu Lanche Escolar?

O que tem no meu Lanche Escolar? O que tem no meu Lanche Escolar? Bolo de CENOURA Caseiro -> farinha de trigo, cenoura, ovos, óleo, açúcar e fermento químico. Ingredientes FARINHA DE TRIGO ENRIQUECIDA COM FERRO E ÁCIDO FÓLICO, RECHEIO

Leia mais

Livro de receitas para os novos

Livro de receitas para os novos Livro de receitas para os novos Ficha Técnica Título: Direcção Editorial: Concepção: Corpo Redactorial: Produção Gráfica: Propriedade: Redacção: Livro de Receitas para os mais novos Alexandra Bento Helena

Leia mais

COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL?

COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL? COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL? O Ministério da Saúde está lançando a versão de bolso do Guia Alimentar para a População Brasileira, em formato de Dez Passos para uma Alimentação Saudável, com o objetivo

Leia mais

PALESTRA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

PALESTRA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL PALESTRA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Nutricionista: Cyntia Cristina Piaia Sassala. CRN8 1546 Formada pela UFPR / 2002. Assessoria e Consultoria em Nutrição. NUTRIÇÃO NA INFÂNCIA Os hábitos alimentares são formados

Leia mais

Anexo A. Descrição e especificação dos tipos de dietas de refeições confeccionadas

Anexo A. Descrição e especificação dos tipos de dietas de refeições confeccionadas Anexo A Descrição e especificação dos tipos de dietas de refeições confeccionadas I) As dietas abaixo referidas deverão cumprir com as especificações do anexo B (Capitações máximas dos alimentos de refeições

Leia mais

ROTEIRO PARA O CÁLCULO O ÍNDICE DE QUALIDADE DA DIETA_REVISADO (IQD_R)

ROTEIRO PARA O CÁLCULO O ÍNDICE DE QUALIDADE DA DIETA_REVISADO (IQD_R) ROTEIRO PARA O CÁLCULO O ÍNDICE DE QUALIDADE DA DIETA_REVISADO (IQD_R) 1º Passo: Codificação de todos os alimentos e ingredientes reportados de acordo com o quadro abaixo. Exemplos e detalhes de como classificar

Leia mais

A RODA DOS ALIMENTOS... um guia para a escolha alimentar diária! 1-3 3-5 2-3 1,5-4,5 1-2 3-5 4-11 COMA BEM, VIVA MELHOR! O QUE É UMA PORÇÃO?* POR DIA quantas são necessárias? ** Cereais e derivados, tubérculos

Leia mais

Iogurte Sólido com Aroma

Iogurte Sólido com Aroma Escola Superior Agrária de Coimbra Licenciatura Engenharia Alimentar Processamento Geral dos Alimentos Iogurte Sólido com Aroma Elaborado por: Joana Rodrigues nº 20703020 José Sousa nº 20708048 Luís Jordão

Leia mais

Vida bem estar. Menu Semanal e Lista de Compras. Para uma alimentação saudável!

Vida bem estar. Menu Semanal e Lista de Compras. Para uma alimentação saudável! Vida bem estar Menu Semanal e Lista de Compras Para uma alimentação saudável! Vida bem estar Lista de Compras Lista de Compras Frutas Abacate Banana Maçã Tomate Frutas secas Damasco Banana Abacaxi Ameixa

Leia mais

VALOR NUTRITIVO DA CARNE

VALOR NUTRITIVO DA CARNE VALOR NUTRITIVO DA CARNE Os alimentos são consumidos não só por saciarem a fome e proporcionarem momentos agradáveis à mesa de refeição mas, sobretudo, por fornecerem os nutrientes necessários à manutenção

Leia mais

Como nosso corpo está organizado

Como nosso corpo está organizado Como nosso corpo está organizado Iodo Faz parte dos hormônios da tireoide, que controlam a produção de energia e o crescimentodocorpo.aleiobrigaaadiçãodeiodoaosaldecozinha. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO

Leia mais

SAUDÁVEL LANCHEIRA. Atraente, prática e saudável. ESSE É O DESAFIO DAS MÃES NA HORA DE MONTAR A LANCHEIRA DA CRIANÇADA.

SAUDÁVEL LANCHEIRA. Atraente, prática e saudável. ESSE É O DESAFIO DAS MÃES NA HORA DE MONTAR A LANCHEIRA DA CRIANÇADA. LANCHEIRA SAUDÁVEL Atraente, prática e saudável. ESSE É O DESAFIO DAS MÃES NA HORA DE MONTAR A LANCHEIRA DA CRIANÇADA. Não é para menos: Muito mais que o momento das brincadeiras, o lanchinho entre as

Leia mais

ROTEIRO: AULA PRÁTICA DE BARRAS DE CEREAIS Disciplina: Técnica Dietética I e II. Local: laboratório de nutrição Professora Sulamita Bilezikdjian

ROTEIRO: AULA PRÁTICA DE BARRAS DE CEREAIS Disciplina: Técnica Dietética I e II. Local: laboratório de nutrição Professora Sulamita Bilezikdjian SOCIEDADE ACADEMICA AMPARENSE S/C LTDA. FACULDADE DO LITORAL SUL Rua Oscar Yoshiaki Magário, s/n Jardim das Palmeiras CEP: 11900-000 Registro(SP) (13) 6821-6122 - Site: www.scelisul.com.br - e-mail nutricao@scelisul.com.br

Leia mais

Apresentação. O que significam os itens da Tabela de Informação Nutricional dos rótulos

Apresentação. O que significam os itens da Tabela de Informação Nutricional dos rótulos O que significam os itens da Tabela de Informação Nutricional dos rótulos Valor Energético É a energia produzida pelo nosso corpo proveniente dos carboidratos, proteínas e gorduras totais. Na rotulagem

Leia mais

Nutrição completa para equinos. Linha Equinos. Rações Suplementos Minerais

Nutrição completa para equinos. Linha Equinos. Rações Suplementos Minerais Nutrição completa para equinos Linha Equinos Rações Suplementos Minerais Confiança, Tecnologia, Qualidade e Resultado Estes são os ingredientes que fazem a diferença dos produtos Fanton. Há mais de 25

Leia mais

II OFICINA NACIONAL DE FORMAÇÃO DE TUTORES EM EDUCAÇÃO EM SAÚDE PARA O AUTOCUIDADO EM DIABETES

II OFICINA NACIONAL DE FORMAÇÃO DE TUTORES EM EDUCAÇÃO EM SAÚDE PARA O AUTOCUIDADO EM DIABETES II OFICINA NACIONAL DE FORMAÇÃO DE TUTORES EM EDUCAÇÃO EM SAÚDE PARA O AUTOCUIDADO EM DIABETES Orientações básicas de nutrição para o autocuidado em DM Maria Palmira C. Romero Nutricionista Marisa Sacramento

Leia mais

7 alimentos que sabotam a dieta sem você perceber. Até mesmo as comidas consideradas "magras" pedem consumo moderado

7 alimentos que sabotam a dieta sem você perceber. Até mesmo as comidas consideradas magras pedem consumo moderado 7 alimentos que sabotam a dieta sem você perceber Até mesmo as comidas consideradas "magras" pedem consumo moderado Por Roberta Vilela - publicado em 26/11/2010 Mudança dos hábitos alimentares A mudança

Leia mais

GUIA DE BOLSO Outono combina Com SOPA!

GUIA DE BOLSO Outono combina Com SOPA! GUIA DE BOLSO Outono combina Com SOPA! Sumário Introdução Composição da sopa Benefícios da sopa Que quantidade de sopa devo comer por dia? Sopa no início ou depois do prato principal? Receitas de sopas

Leia mais

Parabéns aos pais e felicidades para o bebé!

Parabéns aos pais e felicidades para o bebé! Parabéns aos pais e felicidades para o bebé! O ser humano é, de entre todos os seres vivos conhecidos, aquele que de mais tempo necessita para desenvolver a sua autonomia e capacidade de sobrevivência.

Leia mais

BARRA DE CEREAIS ENERGY MIX CASTANHA COM CHOCOLATE

BARRA DE CEREAIS ENERGY MIX CASTANHA COM CHOCOLATE BARRA DE CEREAIS ENERGY MIX CASTANHA COM CHOCOLATE FLOCOS DE AVEIA, COBERTURA SABOR CHOCOLATE, AÇÚCAR, XAROPE E GLICOSE, FLOCOS DE CEREAIS (TRIGO, ARROZ, MILHO E AVEIA), FLOCOS DE ARROZ, MALTODEXTRINA,

Leia mais

alimentação criada a pensar em si

alimentação criada a pensar em si alimentação criada a pensar em si SNACKS REFEIÇÕES BEBIDAS e BATIDOS GELATINAS adequada hiperproteica fácil de preparar saciante saborosa variada prática dieta3passos www.dieta3passos.pt pequeno-almoço

Leia mais

Profa. Joyce Silva Moraes

Profa. Joyce Silva Moraes Alimentação e Saúde Profa. Joyce Silva Moraes saciar a fome Para que serve o alimento? combustível para viver, proporcionando o bem-estarestar e a disposição para realizar todas as atividades. demonstrar

Leia mais

ANÁLISE DOS INQUÉRITOS SOBRE OS HÁBITOS ALIMENTARES

ANÁLISE DOS INQUÉRITOS SOBRE OS HÁBITOS ALIMENTARES ANÁLISE DOS INQUÉRITOS SOBRE OS HÁBITOS ALIMENTARES Os inquéritos foram realizados junto de alunos do 6º ano da Escola EB 2,3 de Matosinhos, durante o mês de Novembro de 24. Responderam ao inquérito 63

Leia mais

ENVELHECER COM SABEDORIA Alimente-se melhor para Manter a sua Saúde e Independência

ENVELHECER COM SABEDORIA Alimente-se melhor para Manter a sua Saúde e Independência ENVELHECER COM SABEDORIA Alimente-se melhor para Manter a sua Saúde e Independência 1. ALIMENTE-SE MELHOR Prevê-se que em 2025 1, só na Europa, o grupo etário mais idoso (acima dos 80 anos), passe de 21,4

Leia mais

CARDÁPIOS SUBSTITUTOS. Prof a - Andréa Araújo

CARDÁPIOS SUBSTITUTOS. Prof a - Andréa Araújo CARDÁPIOS SUBSTITUTOS Prof a - Andréa Araújo Por grupos alimentares Por equivalentes nos grupos alimentares Por equivalentes da pirâmide Pelo VET Por Grupos alimentares Grupo de Alimentos: Classificação

Leia mais

NUTRICIUM INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA FICHA DE ESPECIFICAÇÃO SUSTEMIL BAUNILHA

NUTRICIUM INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA FICHA DE ESPECIFICAÇÃO SUSTEMIL BAUNILHA FICHA DE ESPECIFICAÇÃO SUSTEMIL BAUNILHA IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA NOME DA EMPRESA: NUTRICIUM INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA Endereço: Rua Pitangui, n 77 Bairo Concórdia, Belo Horizonte MG CNPJ. 04.040.657/0001-33

Leia mais

SABOR. NUMEROSem. Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos do Ministério da Saúde.

SABOR. NUMEROSem. Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos do Ministério da Saúde. SABOR Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos do Ministério da Saúde. Conteúdo produzido pela equipe de Comunicação e Marketing do Portal Unimed e aprovado pelo coordenador técnico-científico:

Leia mais

Associação Portuguesa dos Nutricionistas www.apn.org.pt geral@apn.org.pt. Guia. nacks. audáveis. os jogos do. Mundial 2014

Associação Portuguesa dos Nutricionistas www.apn.org.pt geral@apn.org.pt. Guia. nacks. audáveis. os jogos do. Mundial 2014 Guia nacks audáveis para os jogos do Mundial 2014 Introdução Começou o Mundial 2014 e, com ele, os petiscos que geralmente acompanham quem assiste aos jogos, tornam os 90 minutos de jogo num momento de

Leia mais

Comissão apresenta proposta sobre alegações nutricionais e de saúde para informar melhor os consumidores e harmonizar o mercado

Comissão apresenta proposta sobre alegações nutricionais e de saúde para informar melhor os consumidores e harmonizar o mercado IP/03/1022 Bruxelas, 16 de Julho de 2003 Comissão apresenta proposta sobre alegações nutricionais e de saúde para informar melhor os consumidores e harmonizar o mercado A Comissão Europeia adoptou hoje

Leia mais

Delícias saudáveis. Inspire-se na cozinha. Abuse da criatividade. Delicie-se sem culpa.

Delícias saudáveis. Inspire-se na cozinha. Abuse da criatividade. Delicie-se sem culpa. Delícias saudáveis Inspire-se na cozinha. Abuse da criatividade. Delicie-se sem culpa. Pratos que não extrapolam em carboidratos e carnes, não transbordam de queijo e, mesmo assim, dão água na boca. Sobremesas

Leia mais

ALIMENTAÇÃO E PESO SAUDÁVEL

ALIMENTAÇÃO E PESO SAUDÁVEL Formação sobre Promoção de Estilos de Vida Saudáveis em Contexto Escolar, Familiar e Envolvente Julho de 2009 ALIMENTAÇÃO E PESO SAUDÁVEL TERESA SOFIA SANCHO Gabinete de Nutrição Departamento de Saúde

Leia mais

Promover evolução nutricional adequada

Promover evolução nutricional adequada Glauce Hiromi Yonamine Nutricionista Supervisora do ambulatório ICr-HCFMUSP Unidade de Alergia e Imunologia/Gastroenterologia ICr HCFMUSP Mestre em Ciências - Depto de Pediatria FMUSP Departamento Científico

Leia mais

A ROTULAGEM DE ALIMENTOS PROMOVENDO O CONTROLE SANITÁRIO E A ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

A ROTULAGEM DE ALIMENTOS PROMOVENDO O CONTROLE SANITÁRIO E A ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Prefeitura Municipal do Natal Secretaria Municipal de Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Setor de Vigilância Sanitária Distrito Sanitário Oeste Núcleo de Vigilância Sanitária A ROTULAGEM DE ALIMENTOS

Leia mais

Profa Tânia Maria Leite da Silveira

Profa Tânia Maria Leite da Silveira Profa Tânia Maria Leite da Silveira Como o consumidor adquire informações sobre os alimentos? Conhecimento da família Educação Mídia Publicidade Rotulagem Importância da rotulagem Informações corretas

Leia mais

A questão do Coração. Saiba mais formas de ter um coração saudável. coração

A questão do Coração. Saiba mais formas de ter um coração saudável. coração A questão do Coração Saiba mais formas de ter um coração saudável coração 1 Conteúdo 03 04 12 Uma dieta equilibrada é essencial para dar ao seu corpo o que precisa para ser saudável. Então, para ajudá-lo

Leia mais

O desafio hoje para o Pediatra e também para sociedade é cuidar das crianças que vão viver 100 anos ou mais e que precisam viver com qualidade de

O desafio hoje para o Pediatra e também para sociedade é cuidar das crianças que vão viver 100 anos ou mais e que precisam viver com qualidade de O desafio hoje para o Pediatra e também para sociedade é cuidar das crianças que vão viver 100 anos ou mais e que precisam viver com qualidade de vida. A infância e adolescência são idades ideais para

Leia mais

O manipulador de alimentos tem que conferir todas as informações do rótulo?

O manipulador de alimentos tem que conferir todas as informações do rótulo? Os consumidores têm o direito de conhecer as características e a composição nutricional dos alimentos que adquirem. A legislação nacional estabelece algumas normas para registro dessas informações na rotulagem

Leia mais

Convivendo bem com a doença renal. Guia de Nutrição e Diabetes Você é capaz, alimente-se bem!

Convivendo bem com a doença renal. Guia de Nutrição e Diabetes Você é capaz, alimente-se bem! Convivendo bem com a doença renal Guia de Nutrição e Diabetes Você é capaz, alimente-se bem! Nutrição e dieta para diabéticos: Introdução Mesmo sendo um paciente diabético em diálise, a sua dieta ainda

Leia mais

Colégio Português Creche Semana de 22 a 26 de Junho de 2015 Almoço

Colégio Português Creche Semana de 22 a 26 de Junho de 2015 Almoço Semana de 22 a 26 de Junho de 2015 Sopa Creme de legumes com solha 4 199 47 0,6 0,1 7,4 0,7 2,9 0,2 Esparguete com salmão e legumes cozidos 1,3,4 958 229 12,8 2,4 17,2 1,2 10,6 0,5 Sobremesa Creme de maçã

Leia mais

Nossa Linha de Produtos

Nossa Linha de Produtos Nossa Linha de Produtos PerSHAKE Chocolate e Baunilha Fonte de proteína de soja, vitaminas, minerais e fibras. 0% Gordura, 0% Açúcar e 0% Sódio. A alimentação equilibrada vai além do bom funcionamento

Leia mais

NUTRICIUM INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA FICHA DE ESPECIFICAÇÃO SUSTEMIL KIDS MORANGO

NUTRICIUM INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA FICHA DE ESPECIFICAÇÃO SUSTEMIL KIDS MORANGO FICHA DE ESPECIFICAÇÃO SUSTEMIL KIDS MORANGO IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA NOME DA EMPRESA: NUTRICIUM INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA Endereço: Rua Pitangui, n 77 Bairro: Concórdia. Belo Horizonte MG CNPJ. 04.040.657/0001-33

Leia mais

FICHA TÉCNICA ISO WHEY V3

FICHA TÉCNICA ISO WHEY V3 FICHA TÉCNICA ISO WHEY V3 - MATRIZ PROTEICA ISOLADA - 54g DE PROTEÍNAS POR DOSE - BAIXO TEOR DE GORDURAS - 25 VITAMINAS E MINERAIS - PROTEÍNA MICROFILTRADA ISO WHEY V3 AGE é a forma molecular da Proteína

Leia mais

Manual de Rotulagem de Alimentos

Manual de Rotulagem de Alimentos Manual de Rotulagem de Alimentos Agosto 2013 Programa Mesa Brasil Sesc O Mesa Brasil Sesc é um programa de segurança alimentar e nutricional sustentável, que redistribui alimentos excedentes próprios para

Leia mais

Conceitos em Nutrição Infantil

Conceitos em Nutrição Infantil Conceitos em Nutrição Infantil Infantário de Nossa Senhora da Purificação Guia prático de diretrizes em Nutrição Infantil Introdução Este é um guia de diretrizes em Ciências da Nutrição e Notas A consulta

Leia mais

Qualidade e valor nutricional da carne de coelho. Óscar Cerqueira Nutricionista ACES Douro I

Qualidade e valor nutricional da carne de coelho. Óscar Cerqueira Nutricionista ACES Douro I Qualidade e valor nutricional da carne de coelho Óscar Cerqueira Nutricionista ACES Douro I Vila Real, 25 de Novembro de 2011 Proteínas Funções das proteínas. Aminoácidos; aminoácidos essenciais. Valor

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA MELHORAR SINTOMAS DA TPM

ORIENTAÇÕES PARA MELHORAR SINTOMAS DA TPM ORIENTAÇÕES PARA MELHORAR SINTOMAS DA TPM As mulheres sofrem durante a tensão pré-menstrual, seja por causa de cólicas, dores de cabeça ou compulsão alimentar. Mas, sempre podemos fazer com que tudo seja

Leia mais

REGISTRO: Isento de Registro no M.S. conforme Resolução RDC n 27/10. CÓDIGO DE BARRAS N : 7898171287947(Frutas vermelhas) 7898171287954(Abacaxi)

REGISTRO: Isento de Registro no M.S. conforme Resolução RDC n 27/10. CÓDIGO DE BARRAS N : 7898171287947(Frutas vermelhas) 7898171287954(Abacaxi) Ficha técnica CHÁ VERDE COM CÓLAGENO, VITAMINA C E POLIDEXTROSE Pó para Preparo de Bebida a Base de Chá Verde, com Colágeno hidrolisado, vitamina C e polidextrose Sabor Abacaxi e frutas vermelhas REGISTRO:

Leia mais

American Dietetic Association

American Dietetic Association É um método sistemático para resolução de problemas que os profissionais de nutrição empregam para pensar de modo crítico e tomar decisões para resolver problemas nutricionais e prestar assistência nutricional

Leia mais

Cura Naturalmente a Diabetes Tipo 2 Em Menos De 1 Mês

Cura Naturalmente a Diabetes Tipo 2 Em Menos De 1 Mês Cura Naturalmente a Diabetes Tipo 2 Em Menos De 1 Mês A diabetes tipo II se tornou uma das doenças mais comuns nos tempos modernos. A boa notícia é que em pouco menos de um mês, seguindo um plano de alimentação

Leia mais

Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO

Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO Unidade I: BRASILEIRA 0 Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO BRASILEIRA O Guia Alimentar é um instrumento que define as diretrizes alimentares a serem utilizadas

Leia mais

sinta a beleza... . Ativos na Pele. Concentração Máxima QUEM SOMOS COMPRIMIDOS de colágeno Suplemento de Vitamina C www.sunflower.com.

sinta a beleza... . Ativos na Pele. Concentração Máxima QUEM SOMOS COMPRIMIDOS de colágeno Suplemento de Vitamina C www.sunflower.com. QUEM SOMOS A Sunflower é uma indústria brasileira com mais de 15 anos de experiência no desenvolvimento, produção e comercialização de alimentos funcionais, nutracêuticos e suplementos alimentares. Consolidada

Leia mais

COMERCIALIZAÇÃO DE GÉNEROS ALIMENTÍCIOS DESTINADOS A UMA ALIMENTAÇÃO ESPECIAL

COMERCIALIZAÇÃO DE GÉNEROS ALIMENTÍCIOS DESTINADOS A UMA ALIMENTAÇÃO ESPECIAL COMERCIALIZAÇÃO DE GÉNEROS ALIMENTÍCIOS DESTINADOS A UMA ALIMENTAÇÃO ESPECIAL Direcção-Geral da Saúde Ministério da Saúde 14 de Outubro 2008 OBJECTIVOS 1. Definição 2. Exemplos de grupos de géneros alimentícios

Leia mais

Óleo Ducoco 100% virgem é a nova opção no preparo de receitas saudáveis e deliciosas

Óleo Ducoco 100% virgem é a nova opção no preparo de receitas saudáveis e deliciosas Óleo Ducoco 100% virgem é a nova opção no preparo de receitas saudáveis e deliciosas Benéfico para a saúde, o produto substitui com vantagens outros óleos vegetais na cozinha, no preparo de saladas, bolos,

Leia mais

A partir do 2º mês oferecer 100 ml de. A partir do 4 o mês, ofereça novos. O leite deve ser oferecido a criança

A partir do 2º mês oferecer 100 ml de. A partir do 4 o mês, ofereça novos. O leite deve ser oferecido a criança CAPÍTULO 2 Introduzindo Outros Alimentos A partir do 2º mês de idade, outros alimentos deverão serem introduzidos na alimentação da criança. Dê preferência aos alimentos que são mais comuns em sua região

Leia mais

O r i e n t a ç õ e s N u t r i c i o n a i s. Para colocação de

O r i e n t a ç õ e s N u t r i c i o n a i s. Para colocação de O r i e n t a ç õ e s N u t r i c i o n a i s Para colocação de Etapa 1 DIETA LÍQUIDA: Tempo de duração - 7 dias Primeiras 24-48 horas Nesta etapa, a dieta é composta por líquidos que forneçam poucos resíduos

Leia mais

O consumidor deve estar atento às informações do rótulo?

O consumidor deve estar atento às informações do rótulo? Os consumidores têm o direito de conhecer as características e a composição nutricional dos alimentos que adquirem. A legislação nacional estabelece algumas normas para registro dessas informações na rotulagem

Leia mais