Alimentação Saudável

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Alimentação Saudável"

Transcrição

1 Alimentação Saudável

2 O que é a alimentação saudável? A Alimentação Saudável é uma forma racional de comer que assegura variedade, equilíbrio e quantidade justa de alimentos escolhidos pela sua qualidade nutricional e higiénica, submetidos a benéficas manipulações culinárias. Emílio Peres, in Saber comer para melhor viver

3 Roda dos alimentos Equilibrada Variada Completa

4 Roda dos alimentos O número de porções recomendado depende das necessidades energéticas individuais. As crianças de 1 a 3 anos devem guiar-se pelos limites inferiores. Os homens activos e os rapazes adolescentes pelos limites superiores. A restante população deve orientarse pelos valores intermédios.

5 1 Porção representa: Roda dos alimentos Hortícolas 2 chávenas almoçadeiras de hortícolas crus (180g) 1 chávenas almoçadeira de hortícolas cozinhados (140g) Fruta 1 peça de fruta tamanho médio (160g)

6 1 Porção representa: Roda dos alimentos Gorduras e óleos 1 colher de sopa de azeite/óleo (10g) 1 colher de chá de banha (10g) 4 colheres de sopa de nata (30ml) 1 colher de sobremesa de manteiga/ margarina (15g) Leguminosas 1 colher de sopa de leguminosas secas cruas (ex: grão de bico, feijão, lentilhas) (25g) 3 colheres de sopa de leguminosas frescas cruas (ex: ervilhas, favas) (80g) 3 colheres de sopa de leguminosas secas/frescas cozinhadas (80g)

7 1 Porção representa: Roda dos alimentos Carnes, pescado e ovos Carnes/pescado cozinhados (25g) 1 ovo tamanho médio (55g) Cereais e derivados, tubérculos 1 pão (50g) 1 e ½ batata tamanho médio (125g) 5 colheres de sopa de cereais de pequeno-almoço (35g) 6 bolachas Maria/água e sal (35g) 2 colheres de sopa de arroz/massa crus (35g) 4 colheres de sopa de arroz/massa cozinhados

8 Recomendações para uma alimentação saudável

9

10

11 Como Intervir?

12 Alternância entre Carne e Peixe Disponibilização de Leg. Cozidos + Mesa de Saladas Disponibilização de prato Vegetariano Disponibilização de sobremesas variadas

13 Mais formas de aumentar o consumo de frutos e hortícolas Devemos ingerir um mínimo de 400g de hortofrutícolas, para isso: Inicio da refeição com sopa rica em hortaliças e legumes, etc. atividades para promoção do seu consumo; Disponibilização diária de saladas e outros hortícolas no prato; Promover o consumo de fruta para a sobremesa Disponibilizar pelo menos 1 das peças de fruta diária de um fruto rico em vitamina C (ex: laranja, kiwi, tangerina, maçã ); Introduzir hortícolas com cores vivas e/ou aromáticos, pois estes são muito ricos em vitaminas, minerais, oligoelementos e agentes anti-oxidantes, (ex: brócolos, couve lombarda, couve roxa, pimentos, couve portuguesa, cenouras, etc.);

14 Reduzir o consumo de sal. Procurar nunca ingerir mais de 5g de sal por dia: Cozinhar com pouco sal; Optar pelo uso de ervas aromáticas e especiarias para temperar; Limitar a ingestão de alimentos salgados (ex: produtos de charcutaria, salsicharia, determinados queijos, alimentos muito processados industrialmente, caldos concentrados, alimentos tipo fast-food, etc...); Fazer da água a bebida de eleição.

15 REGULAMENTO Nº 1169/2011 Gestão de Alergénios 15

16 GESTÃO GESTÃO DE ALERGÉNIOS DE ALERGÉNIOS 1º Saber quais alergénios presentes nos produtos comercializados 2º Minimizar a contaminação cruzada 3º Comunicar com o consumidor Preparar, Confecionar e Servir refeições trata-se de um trabalho de grande RESPONSABILIDADE! 16

17 INGREDIENTES QUE PROVOCAM ALERGIAS OU INTOLERÂNCIAS ALIMENTARES 1. Cereais que contêm glúten (nomeadamente trigo, centeio, cevada, aveia, espelta, kamut ou as suas estirpes hibridizadas) 2. Crustáceos e produtos à base de crustáceos 3. Ovos e produtos à base de ovos 4. Peixes e produtos à base de peixe 5. Amendoins e produtos à base de amendoins 17

18 INGREDIENTES QUE PROVOCAM ALERGIAS OU INTOLERÂNCIAS ALIMENTARES 6. Soja e produtos à base de soja ( Excepto, Óleo e gordura de soja totalmente refinados) 7. Leite e produtos à base de leite (incluindo lactose) 8. Frutos de casca rija (nomeadamente amêndoas, avelãs, nozes, castanhas de caju, nozes pécan, castanhas do Brasil, pistácios, nozes de macadâmia ou do Queensland) 9. Aipo e produtos à base de aipo 10. Mostarda e produtos à base de mostarda 18

19 INGREDIENTES QUE PROVOCAM ALERGIAS OU INTOLERÂNCIAS ALIMENTARES 11. Sementes de sésamo e produtos à base de sementes de sésamo 12. Dióxido de enxofre e sulfitos 13. Tremoço e produtos à base de tremoço 14. Moluscos e produtos à base de moluscos 19

20 1º SABER QUAIS OS ALERGÉNIOS PRESENTES A Equipa da Unidade deve saber: quais os ingredientes presentes nos produtos embalados LEITURA DE RÓTULOS LISTA DE INGREDIENTES Assinalados a negrito Produtos não embalados entregues pelos fornecedores (produtos de padaria e pastelaria) quais os ingredientes alergénios utilizados nos produtos / refeições INFORMAÇÃO DEVE SER SEMPRE CONFIRMADA COM O COZINHEIRO (A) 20

21 1º SABER QUAIS OS ALERGÉNIOS PRESENTES Listar no documento produtos que vão ser confecionados Ex. Arroz branco, carne assada, feijoada,. 21

22 2º MINIMIZAR A CONTAMINAÇÃO CRUZADA Se forem cumpridas as boas práticas de higiene e de manipulação de alimentos estamos a minimizar o risco de contaminação cruzada ALGUMAS DAS BOAS PRÁTICAS Lavar corretamente as mãos entre as várias etapas de manipulação de alimentos. Se forem usadas luvas e estiver a manipular produtos com alergénios troque-as, antes de manipular produtos sem alergénios. Não usar os mesmos utensílios durante a preparação, confeção, empratamento e distribuição de produto / refeições. Não utilizar as mesmas bancadas ou superfícies de contacto para a manipulação de alimentos com perigos diferentes. 22

23 3º COMUNICAR COM O CONSUMIDOR O cartaz Alergias e Intolerâncias Alimentares deve estar afixado em local visível para o consumidor. 23

24 3º COMUNICAR COM O CONSUMIDOR As ementas expostas para o consumidor devem obrigatoriamente conter a seguinte menção: Se é alérgico a algum alimento, por favor informese, junto à nossa equipa. 24

25 A alimentação faz-nos pequenos ou grandes, imbecis ou inteligentes, insociáveis ou capazes de saudável convivência; Dr. Emílio Peres Obrigado pela atenção!

A RODA DOS ALIMENTOS... um guia para a escolha alimentar diária! 1-3 3-5 2-3 1,5-4,5 1-2 3-5 4-11 COMA BEM, VIVA MELHOR! O QUE É UMA PORÇÃO?* POR DIA quantas são necessárias? ** Cereais e derivados, tubérculos

Leia mais

ANEXO A.1 Formulário Dietético

ANEXO A.1 Formulário Dietético ANEXO A.1 Formulário Dietético I) As dietas abaixo referidas deverão cumprir com as especificações do anexo A.2 (Capitações dos alimentos de refeições confecionadas e preparações culinárias) e do anexo

Leia mais

Título: Direcção Editorial: Concepção: Corpo Redactorial: Revisão Técnica:

Título: Direcção Editorial: Concepção: Corpo Redactorial: Revisão Técnica: e-book FICHA TÉCNICA Título: Direcção Editorial: Concepção: Corpo Redactorial: Revisão Técnica: Produção Gráfica: Imagens cedidas por: Propriedade: Redacção: Mitos sobre a Diabetes Alexandra Bento Helena

Leia mais

A PIRÂMIDE QUE SEGUE ABAIXO É A BRASILEIRA, ADAPTADA POR SÔNIA TUCUNDUVA PHILIPPI AOS NOSSOS HÁBITOS ALIMENTARES.

A PIRÂMIDE QUE SEGUE ABAIXO É A BRASILEIRA, ADAPTADA POR SÔNIA TUCUNDUVA PHILIPPI AOS NOSSOS HÁBITOS ALIMENTARES. PARA SABERMOS COMO A ALIMENTAÇÃO DEVE SER EQUILIBRADA, PRECISAMOS CONHECER A PIRÂMIDE ALIMENTAR, QUE É A REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DOS ALIMENTOS E SUAS QUANTIDADES QUE DEVEM ESTAR PRESENTES EM NOSSA DIETA

Leia mais

1. Introdução. 2. O que é a Roda dos Alimentos?

1. Introdução. 2. O que é a Roda dos Alimentos? 1. Introdução Educar para uma alimentação saudável é essencial na tentativa de ajudar os jovens a tornar as escolhas saudáveis escolhas mais fáceis. Educar para comer bem e de uma forma saudável, constitui

Leia mais

GUIA DE BOLSO Outono combina Com SOPA!

GUIA DE BOLSO Outono combina Com SOPA! GUIA DE BOLSO Outono combina Com SOPA! Sumário Introdução Composição da sopa Benefícios da sopa Que quantidade de sopa devo comer por dia? Sopa no início ou depois do prato principal? Receitas de sopas

Leia mais

ANEXO 7 CONSTITUIÇÃO DAS REFEIÇÕES ESCOLAS A TEMPO INTEIRO

ANEXO 7 CONSTITUIÇÃO DAS REFEIÇÕES ESCOLAS A TEMPO INTEIRO ANEXO 7 CONSTITUIÇÃO DAS REFEIÇÕES ESCOLAS A TEMPO INTEIRO CARATERÍSTICAS DAS REFEIÇÕES: COMPOSIÇÃO E CAPITAÇÕES 1. O adjudicatário obriga-se a fornecer, durante o período previsto e diariamente, 2 lanches

Leia mais

Sabia que a legislação vai mudar? Responsabilidades do Estabelecimento que serve produtos alimentares. Responsabilidades do consumidor

Sabia que a legislação vai mudar? Responsabilidades do Estabelecimento que serve produtos alimentares. Responsabilidades do consumidor Sabia que a legislação vai mudar? A partir de 13 Dezembro 2014 entra em vigor Regulamento Europeu sobre Informação ao Consumidor para Produtos Alimentares. Esta nova legislação exige alterações na forma

Leia mais

Sal Açúcar (g) (g) Sopa Creme de Legumes 1,3,5,6,7,8,9,12 461 110 3,0 0,5 17,4 2,9 1,2 1,6

Sal Açúcar (g) (g) Sopa Creme de Legumes 1,3,5,6,7,8,9,12 461 110 3,0 0,5 17,4 2,9 1,2 1,6 Semana de 16 a 18 de Setembro de 2015 Segunda Sopa Creme de Legumes 1,3,5,6,7,8,9,12 461 110 3,0 0,5 17,4 2,9 1,2 1,6 Almondegas de vaca com esparguete e salada de alface e cenoura ralada 1,2,3,4,5,6,7,9,10,11,12

Leia mais

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL ISABEL MARQUES DIETISTA DO SERVIÇO DE ALIMENTAÇÃO E DIETÉTICA DO CHTV, E.P.E. 30 DE NOVEMBRO DE 2011

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL ISABEL MARQUES DIETISTA DO SERVIÇO DE ALIMENTAÇÃO E DIETÉTICA DO CHTV, E.P.E. 30 DE NOVEMBRO DE 2011 ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL ISABEL MARQUES DIETISTA DO SERVIÇO DE ALIMENTAÇÃO E DIETÉTICA DO CHTV, E.P.E. 30 DE NOVEMBRO DE 2011 ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Uma alimentação equilibrada proporciona uma quantidade correcta

Leia mais

Alimentação Saudável! Faça mais pela sua Saúde!

Alimentação Saudável! Faça mais pela sua Saúde! Alimentação Saudável! Faça mais pela sua Saúde! Alimentação Saudável! Faça mais pela sua Saúde! Ficha Técnica Título: Direcção Editorial: Concepção: Corpo Redactorial: Produção Gráfica: Propriedade: Alimentação

Leia mais

Anexo A. Descrição e especificação dos tipos de dietas de refeições confeccionadas

Anexo A. Descrição e especificação dos tipos de dietas de refeições confeccionadas Anexo A Descrição e especificação dos tipos de dietas de refeições confeccionadas I) As dietas abaixo referidas deverão cumprir com as especificações do anexo B (Capitações máximas dos alimentos de refeições

Leia mais

Unidade de Saúde do Afonsoeiro DIVERSIFICAÇÃO ALIMENTAR

Unidade de Saúde do Afonsoeiro DIVERSIFICAÇÃO ALIMENTAR Unidade de Saúde do Afonsoeiro DIVERSIFICAÇÃO ALIMENTAR GRUPO A Batata Cenoura Abóbora Dente de alho Nabo Cebola 4 5 meses SOPA DE LEGUMES GRUPO B Alho Francês Alface Brócolos Nabiça Agrião Espinafres

Leia mais

ESCOLAS REGUENGOS DE MONSARAZ EMENTA VEGETARIANA Semana de 28 de dezembro de 2015 a 1 de janeiro de 2016 Almoço

ESCOLAS REGUENGOS DE MONSARAZ EMENTA VEGETARIANA Semana de 28 de dezembro de 2015 a 1 de janeiro de 2016 Almoço EMENTA GETARIANA Semana de 28 de dezembro de 2015 a 1 de janeiro de 2016 Sopa Alho francês 1,3,5,6,7,8,9,12 206 49 1,9 0,3 6,9 0,8 1,1 0,5 Prato Hamburguer de soja c/ esparguete e legumes 646 154 4,6 0,7

Leia mais

Alimentação. no primeiro ano de vida

Alimentação. no primeiro ano de vida Alimentação Trv. Noronha, nº5 A Lisboa Telef: 21 394 73 10 Fax: 21 394 73 18 Email: usf.arco@arslvt.minsaude.pt no primeiro ano de vida A diversificação alimentar deve ser iniciada entre os 4-6 meses de

Leia mais

COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL?

COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL? COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL? O Ministério da Saúde está lançando a versão de bolso do Guia Alimentar para a População Brasileira, em formato de Dez Passos para uma Alimentação Saudável, com o objetivo

Leia mais

Primeiro dia. Café da manhã. Pro lanche entre o café e o almoço. Para o almoço. Pro lanche entre o almoço e o jantar. Pro jantar. Segundo dia.

Primeiro dia. Café da manhã. Pro lanche entre o café e o almoço. Para o almoço. Pro lanche entre o almoço e o jantar. Pro jantar. Segundo dia. Dieta alimentar saudável com esta dieta você conseguira emagrecer ate 5 quilos em um mês sem prejudicar a saúde. Primeiro dia. 200 ml de leite desnatado, 1 colher de chá com azeite de oliva extra virgem,

Leia mais

Índice. Roda dos Alimentos

Índice. Roda dos Alimentos Índice Índice... 2 O que é a roda dos alimentos?... 3 Como é constituída?... 4 Cereais, Leguminosas Secas e Tubérculos Ricos em Hidratos de Carbono... 5 Produtos Hortícolas e Frutos... 6 Conclusão... 7

Leia mais

Alimentação em Idade Escolar. Alimentação

Alimentação em Idade Escolar. Alimentação Alimentação em Idade Escolar 1 Guia prático para educadores Índice 1. Introdução 2. Especificidades do desenvolvimento e estado nutricional 3. Necessidades alimentares e nutricionais 4. Comportamento

Leia mais

Alimentação saudável. Nídia Braz Outubro, 2012

Alimentação saudável. Nídia Braz Outubro, 2012 Alimentação saudável Nídia Braz Outubro, 2012 A alimentação tradicional portuguesa é variada, usa matérias primas diversas, preparadas de modos muito variado, quer pela indústria quer em casa. 2 Nídia

Leia mais

Direcção da Qualidade e Ambiente Ficha de Especificação. Leite UHT Meio Gordo sem lactose Mimosa Bem Especial

Direcção da Qualidade e Ambiente Ficha de Especificação. Leite UHT Meio Gordo sem lactose Mimosa Bem Especial Pág. 1/ 5 1 - DESCRIÇÃO DO PRODUTO Denominação de venda: Leite UHT meio gordo sem lactose Marca: Mimosa Quantidade líquida: 1L e e 200 ml e (de acordo com a Portaria nº 1198/91) Conservação: Uma vez aberta

Leia mais

Livro de receitas para os novos

Livro de receitas para os novos Livro de receitas para os novos Ficha Técnica Título: Direcção Editorial: Concepção: Corpo Redactorial: Produção Gráfica: Propriedade: Redacção: Livro de Receitas para os mais novos Alexandra Bento Helena

Leia mais

COCONTINENTE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E ECONÓMICA

COCONTINENTE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E ECONÓMICA COCONTINENTE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E ECONÓMICA Índice Introdução Planear as refeições semanalmente Fazer uma lista de compras Fazer compras "inteligentes" Tomar o pequeno-almoço em casa Levar a marmita

Leia mais

Guia. Nutricional. para gestantes

Guia. Nutricional. para gestantes Referências bibliográficas consultadas: 1. Committee on Nutritional Status During Pregnancy and Lactation, Institute of Medicine. Nutrition During Pregnancy: Part I: Weight Gain, Part II: Nutrient Supplements.

Leia mais

Como podemos escolher os alimentos para crescer de forma saudável?

Como podemos escolher os alimentos para crescer de forma saudável? 1. Introdução A vida começa com a alimentação, e esta desempenha uma influência determinante no desenvolvimento emocional, mental, físico e social de cada um. A alimentação consiste em obter do ambiente

Leia mais

1. O adjudicatário obriga-se a fornecer, durante o período previsto e diariamente, 2 lanches

1. O adjudicatário obriga-se a fornecer, durante o período previsto e diariamente, 2 lanches ANEXO 8 CONSTITUIÇÃO DAS REFEIÇÕES ESTABELECIMENTOS DE INFÂNCIA CARATERÍSTICAS DAS REFEIÇÕES: COMPOSIÇÃO E CAPITAÇÕES 1. O adjudicatário obriga-se a fornecer, durante o período previsto e diariamente,

Leia mais

Trabalho elaborado por: 5/29/2007 USF Valongo. Enf. Anabela Queirós

Trabalho elaborado por: 5/29/2007 USF Valongo. Enf. Anabela Queirós Trabalho elaborado por: Enf. Anabela Queirós O que é a diabetes? Uma doença que dura toda vida Provocada pela ausência ou perda de eficácia da insulina; Provoca a subida de açúcar no sangue A diabetes

Leia mais

ALIMENTAÇÃO E PESO SAUDÁVEL

ALIMENTAÇÃO E PESO SAUDÁVEL Formação sobre Promoção de Estilos de Vida Saudáveis em Contexto Escolar, Familiar e Envolvente Julho de 2009 ALIMENTAÇÃO E PESO SAUDÁVEL TERESA SOFIA SANCHO Gabinete de Nutrição Departamento de Saúde

Leia mais

ENVELHECER COM SABEDORIA Alimente-se melhor para Manter a sua Saúde e Independência

ENVELHECER COM SABEDORIA Alimente-se melhor para Manter a sua Saúde e Independência ENVELHECER COM SABEDORIA Alimente-se melhor para Manter a sua Saúde e Independência 1. ALIMENTE-SE MELHOR Prevê-se que em 2025 1, só na Europa, o grupo etário mais idoso (acima dos 80 anos), passe de 21,4

Leia mais

Obrigações legais Âmbito das acções Estratégia de prevenção Controlo Perspectivas futuras

Obrigações legais Âmbito das acções Estratégia de prevenção Controlo Perspectivas futuras A prevenção e controlo dos alimentos sem glúten uma perspectiva da Distribuição. Obrigações legais Âmbito das acções Estratégia de prevenção Controlo Perspectivas futuras Auchan Companhia portuguesa de

Leia mais

continente Alimentação saudável na Prevenção do Cancro da Mama

continente Alimentação saudável na Prevenção do Cancro da Mama Alimentação saudável na Prevenção do Cancro da Mama Índice 3 4 5 6 10 11 12 14 16 16 17 17 18 19 20 21 Cancro da Mama O que é? Tome Conta de Si e Esteja Alerta à Mama Quais os sinais/sintomas? O que posso

Leia mais

Brincar e aprender com os alimentos

Brincar e aprender com os alimentos Brincar e aprender com os alimentos Introdução A Associação Portuguesa dos Nutricionistas, criou este conjunto de jogos didácticos, destinado a crianças, porque considera que a aprendizagem e modulação

Leia mais

Registo Alimentar de 3 dias. Nota: Leia com atenção, e tente cumprir, os parâmetros de utilização.

Registo Alimentar de 3 dias. Nota: Leia com atenção, e tente cumprir, os parâmetros de utilização. Registo Alimentar de 3 dias Nota: Leia com atenção, e tente cumprir, os parâmetros de utilização. Parâmetros de Utilização: É necessário anotar tudo o que foi ingerido durante 3 dias representativos do

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DAS EMENTAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DAS EMENTAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DAS EMENTAS DIVISÃO DE EDUCAÇÃO REFEITÓRIOS ESCOLARES ELABORAÇÃO DE EMENTAS Na elaboração das ementas foram tomados em conta vários aspetos, tais como conceitos de alimentação saudável,

Leia mais

Dicas para uma alimentação saudável

Dicas para uma alimentação saudável Dicas para uma alimentação saudável NECESSIDADE FISIOLÓGICA ATO DE COMER SOCIABILIZAÇÃO Comida Japonesa PRAZER CULTURAL Alimentação aliada à saúde Hábitos alimentares pouco saudáveis desde a infância,

Leia mais

Amadora Sintra ALIMENTAÇÃO

Amadora Sintra ALIMENTAÇÃO Amadora Sintra ALIMENTAÇÃO no 1º ano de vida INÍCIO DA DIVERSIFICAÇÃO A diversificação pode ser iniciada após os 4 meses. Substituir uma refeição de leite por: Papa sem glúten ou caldo de legumes (antes

Leia mais

Defenda. a sua Saúde ALIMENTAÇÃO E DIABETES TIPO 2 ORIENTAÇÕES GERAIS

Defenda. a sua Saúde ALIMENTAÇÃO E DIABETES TIPO 2 ORIENTAÇÕES GERAIS Defenda a sua Saúde ALIMENTAÇÃO E DIABETES TIPO 2 ORIENTAÇÕES GERAIS Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal Rua do Salitre, 118-120 1250-203 Lisboa Tel: 21 381 6100 Fax: 21 385 9371 diabetes@apdp.pt

Leia mais

Leite/chá/cevada com Pão com manteiga Papa de leite/chá/cevada com pão. Leite/chá/cevada com Pão com manteiga

Leite/chá/cevada com Pão com manteiga Papa de leite/chá/cevada com pão. Leite/chá/cevada com Pão com manteiga Ceia Jantar Lanche da Tarde Pequenoalmoço Acompanhamento Acompanhemento com fiambre Papa de maçã com Sopa de couve lombarda Caldo /Sopa de Entrecosto cozido com batatas, cenoura, couves e arroz branco

Leia mais

ANÁLISE DOS INQUÉRITOS SOBRE OS HÁBITOS ALIMENTARES

ANÁLISE DOS INQUÉRITOS SOBRE OS HÁBITOS ALIMENTARES ANÁLISE DOS INQUÉRITOS SOBRE OS HÁBITOS ALIMENTARES Os inquéritos foram realizados junto de alunos do 6º ano da Escola EB 2,3 de Matosinhos, durante o mês de Novembro de 24. Responderam ao inquérito 63

Leia mais

INTRODUÇÃO. Há cada vez mais rapazes e raparigas em Portugal e no resto do mundo com excesso de peso e obesidade..

INTRODUÇÃO. Há cada vez mais rapazes e raparigas em Portugal e no resto do mundo com excesso de peso e obesidade.. A MINHA ALIMENTAÇÃO Índice Introdução 3 Como são constituídos os alimentos? 4 Como são constituídos os alimentos? 5 Macronutrientes 6 Função dos nutrientes 7 A Roda dos Alimentos 8 Cereais e derivados

Leia mais

EMENTA Lar SEMANA DE 03 A 09 DE AGOSTO DE 2015

EMENTA Lar SEMANA DE 03 A 09 DE AGOSTO DE 2015 CEDULA PROFISSIONAL Nº 87 7N- ORDEM DOS NUTRICI ONISTAS Santa Casa da Misericórdia do Concelho de Olive Lar Pão Canja Almôndegas estufadas e Pescada frita e arroz de legumes verde Sardinha grelhada e batata

Leia mais

2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira. Legumes com frango Legumes com peixe Legumes com ovo Legumes com Perú ou vitela. Maça ou Pera cozidas

2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira. Legumes com frango Legumes com peixe Legumes com ovo Legumes com Perú ou vitela. Maça ou Pera cozidas Sobrenesa Sopa C E N T R O S O C I A L J E S U S M A R I A J O S É 2012-2013 Ementa da Creche 2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira Legumes com frango Legumes com peixe Legumes com ovo Legumes com

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE FREQÜÊNCIA ALIMENTAR ADULTO

QUESTIONÁRIO DE FREQÜÊNCIA ALIMENTAR ADULTO Setor: N o. do quest QUESTIONÁRIO DE FREQÜÊNCIA ALIMENTAR ADULTO PARA TODAS AS PESSOAS COM 20 ANOS OU MAIS Data da entrevista / / Hora de início: Nome do entrevistador: Nº de identificação: Nome: Sexo

Leia mais

Sugestão de Cardápio da Dieta Detox para 1 Semana

Sugestão de Cardápio da Dieta Detox para 1 Semana Sugestão de Cardápio da Dieta Detox para 1 Semana Preparamos essa versão em PDF do cardápio completo da Dieta Detox para uma semana, assim você poderá imprimir e ter todo o cardápio em suas mãos, facilitando

Leia mais

Programa 5 ao Dia. Faz Crescer com Energia. O que conta como uma porção para o 5 ao Dia? Mercado Abastecedor da Região de Évora, S.A.

Programa 5 ao Dia. Faz Crescer com Energia. O que conta como uma porção para o 5 ao Dia? Mercado Abastecedor da Região de Évora, S.A. O que conta como uma porção para o 5 ao Dia? Programa 5 ao Dia Frutas ou Hortícolas Tamanho das peças de Frutas ou Hortícolas Equivalência em gramas Abacate 1/5 de um médio 30 Aipo 2 talos médios 110 Alface

Leia mais

MENOS SAL! MAIS SAÚDE!

MENOS SAL! MAIS SAÚDE! MENOS SAL! MAIS SAÚDE! Jogo da Glória Unidade de Saúde Pública ACES Espinho/Gaia REGRAS: Jogadores: 2 a 6 Objetivo: Ser o primeiro a chegar à casa final! Cada casa possui um tipo de alimentos. Em algumas

Leia mais

GORDURAS E COLESTEROL NOS ALIMENTOS:

GORDURAS E COLESTEROL NOS ALIMENTOS: 1 GORDURAS E COLESTEROL NOS ALIMENTOS: 1) MODIFICAÇÃO NA INGESTÃO DE GORDURA: O consumo de menos gordura é um aspecto importante da orientação nutricional para comer de maneira mais saudável, para a protecção

Leia mais

GUIA DE BOLSO. Está na hora de incluir a fruta e os hortícolas na alimentação! SAIBA PORQUÊ

GUIA DE BOLSO. Está na hora de incluir a fruta e os hortícolas na alimentação! SAIBA PORQUÊ GUIA DE BOLSO Está na hora de incluir a fruta e os hortícolas na alimentação! SAIBA PORQUÊ Sumário Introdução Benefícios do consumo de hortofrutícolas A importância dos hortofrutícolas segundo a Roda dos

Leia mais

A roda dos alimentos. A antiga roda dos alimentos

A roda dos alimentos. A antiga roda dos alimentos Ano: 2010/2011 Disciplina: Educação Física Professora: Rita Marques Trabalho realizado por: Andreia Cipriano Catarina Silva Jéssica Pereira Mónica Algares Patrícia Martinho A roda dos alimentos Para se

Leia mais

EMENTA DE 20 A 24 DE ABRIL DE 2015

EMENTA DE 20 A 24 DE ABRIL DE 2015 20 de abril de 2015 21 de abril de 2015 22 de abril de 2015 23 de abril de 2015 24 de abril de 2015 EMENTA DE 20 A 24 DE ABRIL DE 2015 Sopa de espinafres Empadão de atum com arroz Salada de alface verde,

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Último Encontro: Vila Velha 1 Escolha dos temas a serem trabalhados. Tema de hoje: Oficina sobre alimentação saudável 1) Alimentos Alimentos construtores: fornecem proteínas

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DA SAÚDE

FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DA SAÚDE União Metropolitana de Educação e Cultura Faculdade: Curso: NUTRIÇÃO FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DA SAÚDE Disciplina: INTRODUÇÃO A NUTRIÇÃO Carga horária: Teórica 40 Prática 40 Semestre: 1 Turno:

Leia mais

NUTRIÇÃO BASEADA EM PLANTAS

NUTRIÇÃO BASEADA EM PLANTAS NUTRIÇÃO BASEADA EM PLANTAS COMER SAUDÁVELMENTE SEM PRODUTOS DERIVADOS DE ANIMAIS INTRODUÇÃO: Cada vez mais, por variadas razões, as pessoas querem reduzir o consumo de produtos de origem animal. Seja

Leia mais

Projeto Planeta Azul Ponto de Apoio Especial sobre Alimentação

Projeto Planeta Azul Ponto de Apoio Especial sobre Alimentação Projeto Planeta Azul Ponto de Apoio Especial sobre Alimentação (...) A verdade, em matéria de saúde, está na adaptação e no respeito à Natureza (...). Mokiti Okada Para uma alimentação saudável, podemos

Leia mais

1. Faça pelo menos três refeições (café da manhã, almoço e

1. Faça pelo menos três refeições (café da manhã, almoço e Dez Passos para uma Alimentação Saudável 1. Faça pelo menos três refeições (café da manhã, almoço e jantar) e dois lanches saudáveis por dia. Não pule as refeições. Fazendo todas as refeições, você evita

Leia mais

Como nosso corpo está organizado

Como nosso corpo está organizado Como nosso corpo está organizado Iodo Faz parte dos hormônios da tireoide, que controlam a produção de energia e o crescimentodocorpo.aleiobrigaaadiçãodeiodoaosaldecozinha. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO

Leia mais

GUIA ALIMENTAR COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

GUIA ALIMENTAR COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL GUIA ALIMENTAR COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL A promoção da alimentação saudável é uma diretriz da Política Nacional de Alimentação e Nutrição e uma das prioridades para a segurança alimentar e nutricional

Leia mais

A questão do Coração. Saiba mais formas de ter um coração saudável. coração

A questão do Coração. Saiba mais formas de ter um coração saudável. coração A questão do Coração Saiba mais formas de ter um coração saudável coração 1 Conteúdo 03 04 12 Uma dieta equilibrada é essencial para dar ao seu corpo o que precisa para ser saudável. Então, para ajudá-lo

Leia mais

Orientações para o preparo da papinha.

Orientações para o preparo da papinha. Orientações para o preparo da papinha. Olha o aviãozinho... As primeiras refeições são muito importantes para o bebê. Quando começa a comer outros alimentos além do leite materno, ele descobre novos sabores,

Leia mais

A partir do 2º mês oferecer 100 ml de. A partir do 4 o mês, ofereça novos. O leite deve ser oferecido a criança

A partir do 2º mês oferecer 100 ml de. A partir do 4 o mês, ofereça novos. O leite deve ser oferecido a criança CAPÍTULO 2 Introduzindo Outros Alimentos A partir do 2º mês de idade, outros alimentos deverão serem introduzidos na alimentação da criança. Dê preferência aos alimentos que são mais comuns em sua região

Leia mais

No Verão não dispense a hidratação! Sabia que a falta de concentração pode dever-se a falta de água no organismo?

No Verão não dispense a hidratação! Sabia que a falta de concentração pode dever-se a falta de água no organismo? No Verão não dispense a hidratação! Sabia que a falta de concentração pode dever-se a falta de água no organismo? Seja Inverno ou Verão, abrace esta refeição! Sabia que o Pequeno-almoço ajuda a controlar

Leia mais

A diversificação não deve ser iniciada antes dos 4 meses nem depois dos 6 meses

A diversificação não deve ser iniciada antes dos 4 meses nem depois dos 6 meses Início da Diversificação A diversificação não deve ser iniciada antes dos 4 meses nem depois dos 6 meses Substituir uma refeição de leite por: Papa sem glúten ou sopa de legumes (antes dos 6 meses) Papa

Leia mais

Plano de alimentação para perder 3 KG por mês mas para alcançar esse objetivo tem que ser feito arrisca.

Plano de alimentação para perder 3 KG por mês mas para alcançar esse objetivo tem que ser feito arrisca. Plano de alimentação para perder 3 KG por mês mas para alcançar esse objetivo tem que ser feito arrisca. Exemplo: A hora é você que decide somente estou dando um exemplo de horário; Café da Manha 7h Antes

Leia mais

NUTRIÇÃO NA TERCEIRA IDADE. Silvia Regina Cantu Benedetti Nutricionista em Assistência Domiciliar Maio 2011

NUTRIÇÃO NA TERCEIRA IDADE. Silvia Regina Cantu Benedetti Nutricionista em Assistência Domiciliar Maio 2011 NUTRIÇÃO NA TERCEIRA IDADE Silvia Regina Cantu Benedetti Nutricionista em Assistência Domiciliar Maio 2011 Definição e estimativa Envelhecer significa conviver com as alterações próprias prias da idade.

Leia mais

www.500receitasparaemagrecer.com.br SUPER 9 DIETAS 500 Receitas para Emagrecer Dicas Dietas sobre Metabolismo

www.500receitasparaemagrecer.com.br SUPER 9 DIETAS 500 Receitas para Emagrecer Dicas Dietas sobre Metabolismo SUPER 9 DIETAS Esta dieta é baseada principalmente na ingestão de alimentos que aumentam a densidade nutricional e diminuir a densidade calórica. É uma das dietas mais equilibradas, uma vez que não se

Leia mais

Colégio Português Creche Semana de 22 a 26 de Junho de 2015 Almoço

Colégio Português Creche Semana de 22 a 26 de Junho de 2015 Almoço Semana de 22 a 26 de Junho de 2015 Sopa Creme de legumes com solha 4 199 47 0,6 0,1 7,4 0,7 2,9 0,2 Esparguete com salmão e legumes cozidos 1,3,4 958 229 12,8 2,4 17,2 1,2 10,6 0,5 Sobremesa Creme de maçã

Leia mais

Sugestões de refeições para o Dia de S. Valentim. Inclui receitas

Sugestões de refeições para o Dia de S. Valentim. Inclui receitas Sugestões de refeições para o Dia de S. Valentim Inclui receitas Ficha Técnica Título: Sugestões de refeições para o Dia de S. Valentim Concepção: Mariana Barbosa Corpo redactorial: Mariana Barbosa Revisão:

Leia mais

A Importância dos Alimentos. Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física

A Importância dos Alimentos. Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física A Importância dos Alimentos Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física saciar a fome Para que serve o alimento? combustível para viver, proporcionando o bem-estar e a

Leia mais

O ritmo acelerado de emagrecimento é observado até o terceiro mês, e a partir daí, passa a ser mais lento.

O ritmo acelerado de emagrecimento é observado até o terceiro mês, e a partir daí, passa a ser mais lento. Manual de Orientação Nutricional na Cirurgia Bariátrica- GCBV Elaborado por: Célia Ap Valbon Beleli Nutricionista CRN3.1501 Especialista em Obesidade e Emagrecimento Nutricionista do Grupo de Cirurgia

Leia mais

Creche (1 aos 3 anos) Pré-escolar CATL Ementa 1

Creche (1 aos 3 anos) Pré-escolar CATL Ementa 1 PC05 AT MOD02 Ementa 1 Prato: Massa à bolonhesa Dieta: Carne de porco picada ao natural com massa /Sobremesa doce Prato: Peixe vermelho no forno com espirais Dieta: Peixe vermelho cozido com batata assada

Leia mais

Alimentação na Gestação

Alimentação na Gestação ESPAÇO VIDA Nut. Fabiane Galhardo Unimed Pelotas 2012 Alimentação na Gestação 1 GESTAÇÃO PERÍODO MÁGICO DE INTENSA TRANSIÇÃO, ONDE A NATUREZA MODIFICA O CORPO E A MENTE PARA TRANSFORMAR MULHER EM MÃE A

Leia mais

Ementa Almoço (Creche - 2 anos / J.I. - 3 a 5 anos / A.T.L.)

Ementa Almoço (Creche - 2 anos / J.I. - 3 a 5 anos / A.T.L.) Segunda 01-06-2015 Piquenique 1,2,3,4,5,6,7,8,9,10,11,12,13,14 Terça 02-06-2015 Sopa Sopa de nabos 1,3,5,6,7,8,9,12 220 52 1,4 0,2 8,7 0,9 1,1 0,2 Ratatouille de frango com arroz branco 838 200 5,2 0,9

Leia mais

EMENTAS MÊS DE NOVEMBRO. 2 a 6 de novembro EMENTA. Nota: A ementa poderá ser alterada por motivos imprevistos

EMENTAS MÊS DE NOVEMBRO. 2 a 6 de novembro EMENTA. Nota: A ementa poderá ser alterada por motivos imprevistos PLANO DE S ALIMENTAÇÃO ESCOLAR S MÊS DE NOVEMBRO 2 a 6 de novembro DIA PRATO Lombardo Rissóis de camarão com arroz de ervilhas e salada Perú estufado com massa esparguete e legumes Empadão de carne com

Leia mais

EMAGREÇA COMENDO MAIS!

EMAGREÇA COMENDO MAIS! EMAGREÇA COMENDO MAIS! Mitos e factos sobre controlo de peso e emagrecimento Índice Não existe uma fórmula mágica para se perder peso? Então é possível emagrecer comendo uma quantidade que nos deixe saciados?

Leia mais

Sugestão de Cardápio para o Jejum de 21 dias do MIESF12

Sugestão de Cardápio para o Jejum de 21 dias do MIESF12 ALMOÇO 1 Dia 2 Dia 3 Dia de ervas -Pão torrado -Mamão - fruta (melão) ou água de côco -Salada de folhas temperadas c/ azeite e orégano. -1 prato de sobremesa de legumes cozidos ou purê de batatas. - Arroz

Leia mais

Cardápio do Primeiro Ciclo da Dieta para Emagrecer de 17 dias

Cardápio do Primeiro Ciclo da Dieta para Emagrecer de 17 dias Cardápio do Primeiro Ciclo da Dieta para Emagrecer de 17 dias DIA 1 2 ovos mexidos 1 laranja ou outra fruta fresca Salada de folhas com atum; regue com 1 colher de sopa de azeite de oliva ou óleo de linhaça

Leia mais

SEGUNDA 04/5 TERÇA 5/5 QUARTA 6/5 QUINTA 7/5 SEXTA 8/5 Pão de milho com geleia e creme de leite Café com leite

SEGUNDA 04/5 TERÇA 5/5 QUARTA 6/5 QUINTA 7/5 SEXTA 8/5 Pão de milho com geleia e creme de leite Café com leite CARDÁPIO ENSINO FUNDAMENTAL e PRÉ ESCOLA= MAIO DE 2015 SEGUNDA 04/5 TERÇA 5/5 QUARTA 6/5 QUINTA 7/5 SEXTA 8/5 Pão de milho com geleia e creme de leite com ao molho pomodoro* Salada de alface Bebida láctea

Leia mais

ROTEIRO PARA O CÁLCULO O ÍNDICE DE QUALIDADE DA DIETA_REVISADO (IQD_R)

ROTEIRO PARA O CÁLCULO O ÍNDICE DE QUALIDADE DA DIETA_REVISADO (IQD_R) ROTEIRO PARA O CÁLCULO O ÍNDICE DE QUALIDADE DA DIETA_REVISADO (IQD_R) 1º Passo: Codificação de todos os alimentos e ingredientes reportados de acordo com o quadro abaixo. Exemplos e detalhes de como classificar

Leia mais

Vida bem estar. Menu Semanal e Lista de Compras. Para uma alimentação saudável!

Vida bem estar. Menu Semanal e Lista de Compras. Para uma alimentação saudável! Vida bem estar Menu Semanal e Lista de Compras Para uma alimentação saudável! Vida bem estar Lista de Compras Lista de Compras Frutas Abacate Banana Maçã Tomate Frutas secas Damasco Banana Abacaxi Ameixa

Leia mais

Segunda-Feira. Sopa Cenoura ,2 12,1 1,7 3,5 2,6

Segunda-Feira. Sopa Cenoura ,2 12,1 1,7 3,5 2,6 Segunda-Feira Semana 01/02/2016 a 05/02/2016 Sopa Cenoura 533 127 8 1,2 12,1 1,7 3,5 2,6 Arroz de peixe (pescada e ameijoa) malandrinho Alface, beterraba e milho de mistura 483 115 1 0 16 9 1 0,7 Pode

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Como reduzir o desperdício alimentar Alexandra Bento Iara Pimenta, Helena Real

FICHA TÉCNICA. Como reduzir o desperdício alimentar Alexandra Bento Iara Pimenta, Helena Real FICHA TÉCNICA Título: Direcção Editorial: Concepção: Corpo Redactorial: Produção Gráfica: Propriedade: Redacção: Como reduzir o desperdício alimentar Alexandra Bento Iara Pimenta, Helena Real Iara Pimenta,

Leia mais

MUNICIPIO DA LOUSÃ. Semana de 1 a 1 de abril de 2016 Almoço

MUNICIPIO DA LOUSÃ. Semana de 1 a 1 de abril de 2016 Almoço Semana de 1 a 1 de abril de 2016 Sopa Lombarda 1,3,5,6,7,8,9,12 737 176 11,4 1,7 15,6 2,4 0,6 2,1 Ranchinho ( carne, grão, massa e couve branca) 1,3,6,7,9,10,12 836 200 9,0 2,4 16,1 13,2 0,7 1,3 A sua

Leia mais

BAIXO TEOR DE GORDURA Ao vapor, assado, cozido, com molho de vinho, grelhado, salteado, estufado.

BAIXO TEOR DE GORDURA Ao vapor, assado, cozido, com molho de vinho, grelhado, salteado, estufado. GUIA PARA COMER FORA ENTRADAS Desfrute de sopas de legumes, marisco ao vapor ou sumo natural. Evite as entradas fritas, com queijo ou natas. PÃO Prefira pão integral ou de centeio, sem manteiga. Limite

Leia mais

Preferências alimentares individuais; Disponibilidade dos alimentos no mercado; Influência das propagandas no mercado, na televisão.

Preferências alimentares individuais; Disponibilidade dos alimentos no mercado; Influência das propagandas no mercado, na televisão. Nutrição na Infância e Adolescência A alimentação e a nutrição constituem requisitos básicos para a promoção e a proteção da saúde, possibilitando a afirmação plena do potencial de crescimento e desenvolvimento

Leia mais

Como fazer uma ementa equilibrada e económica

Como fazer uma ementa equilibrada e económica Como fazer uma ementa equilibrada e económica Alexandra Bento alexandrabento@apn.org.pt Tendência de consumo alimentar Consumo alimentar fora de casa, Marktest 2006: Essencialmente Almoço 36,5% durante

Leia mais

Como eliminar o inchaço

Como eliminar o inchaço Como eliminar o inchaço Descubra quais alimentos ajudam você a acabar com o inchaço do corpo e perca até 5 kg em apenas 15 dias! por Belisa Rotondi Desinche, seguindo uma dieta rica em comidas anti-inflamatórias

Leia mais

Proposta de Consulta Pública referente à RDC que dispõe sobre rotulagem de alergênicos em alimentos. Brasília, 29 de maio de 2014

Proposta de Consulta Pública referente à RDC que dispõe sobre rotulagem de alergênicos em alimentos. Brasília, 29 de maio de 2014 Proposta de Consulta Pública referente à RDC que dispõe sobre rotulagem de alergênicos em alimentos Brasília, 29 de maio de 2014 Âmbito de aplicação Art. 1º Fica aprovado o Regulamento Técnico que estabelece

Leia mais

sal.final.qxp 06/06/02 1:35 Page 1

sal.final.qxp 06/06/02 1:35 Page 1 sal.final.qxp 06/06/02 1:35 Page 1 sal.final.qxp 06/06/02 1:35 Page 2 2 sal.final.qxp 06/06/02 1:35 Page 3 Sal Colecção: Princípios para uma Alimentação Saudável Edição: Direcção Geral da Saúde Alameda

Leia mais

III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária/ Saúde da Família. Brasília, 08 de Agosto de 2008

III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária/ Saúde da Família. Brasília, 08 de Agosto de 2008 Oficina de Promoção da Alimentação Saudável para Agentes Comunitários de Saúde III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária/ Saúde da Família Brasília,

Leia mais

Dieta. Lanche da manhã. Almoço. Café da manha:

Dieta. Lanche da manhã. Almoço. Café da manha: Café da manha: Dieta opção 1 1 xíc. (chá) de café com leite desnatado 1 pão francês sem miolo na chapa com 1 col. (sopa) rasa de margarina ou 1 fatia de queijo fresco ½ xíc. (chá) de cereal 1 xíc. (chá)

Leia mais

Prefeitura Municipal de Patos de Minas Secretaria Municipal de Administração

Prefeitura Municipal de Patos de Minas Secretaria Municipal de Administração ESCLARECIMENTO A Comissão de Pregão, da Prefeitura Municipal de Patos de Minas/MG, através de sua Pregoeira designada, atendendo ao interesse público e Ofício 103/2010 SMDS/GEGAD, faz esclarecimento quanto

Leia mais

1. Refere os nutrientes necessários numa alimentação saudável e equilibrada.

1. Refere os nutrientes necessários numa alimentação saudável e equilibrada. DISCIPLINA: Ciências Naturais ANO: 9º ano de escolaridade UNIDADE DIDÁCTICA: Saúde individual e comunitária. O organismo humano em equilíbrio: alimentação. 1. Refere os nutrientes necessários numa alimentação

Leia mais

Se tornando Vegetariano de maneira Saudável 10 Dicas da Nutricionista

Se tornando Vegetariano de maneira Saudável 10 Dicas da Nutricionista Se tornando Vegetariano de maneira Saudável 10 Dicas da Nutricionista 1- Retire gradualmente a carne vermelha, porco e embutidos. No primeiro mês consuma carne vermelha, porco ou embutidos 1 vez na semana,

Leia mais

LISTA DE SUBSTITUIÇÃO DOS ALIMENTOS

LISTA DE SUBSTITUIÇÃO DOS ALIMENTOS LISTA DE SUBSTITUIÇÃO DOS ALIMENTOS VEGETAIS FOLHOSOS CONSUMO À VONTADE Acelga, agrião, aipo, alface, alcachofra, almeirão, broto de bambu, cogumelo, couve, couve-de-bruxelas, escarola, mostarda, palmito,

Leia mais

TEXTO DE APOIO I PERCURSO COMER, DIVIDIR E BRINCAR

TEXTO DE APOIO I PERCURSO COMER, DIVIDIR E BRINCAR TEXTO DE APOIO I PERCURSO COMER, DIVIDIR E BRINCAR Alimentação Boa Pra Você Todo ser vivo precisa se alimentar para obter energia e nutrientes para se desenvolver. No caso do ser humano, os alimentos trazem

Leia mais

MUNICIPIO DE ESPINHO. Semana de 13 a 17 de junho de 2016 Almoço

MUNICIPIO DE ESPINHO. Semana de 13 a 17 de junho de 2016 Almoço Semana de 13 a 17 de junho de 2016 Sopa Macedónia 1,3,5,6,7,8,9,12 Prato Nuggets de frango c/ arroz de cenoura e couve roxa 1,2,3,4,5,6,7,8,9,10,11,13,14 Prato Salada quente de cotovelinhos c/ cavala e

Leia mais

Queijo cremoso e maionese Adicione a sanduíches, bagels, biscoitos e fruta

Queijo cremoso e maionese Adicione a sanduíches, bagels, biscoitos e fruta Adição de calorias e de proteínas à sua dieta Princess Margaret Increasing Calories and Protein in Your Diet - Portuguese Para pacientes com dificuldades em comer durante os tratamentos oncológicos Este

Leia mais

EMENTA ERPI. 02 a 08 outubro Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Domingo

EMENTA ERPI. 02 a 08 outubro Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Domingo Sopa Normal Enriquecida EMENTA ERPI 02 a 08 outubro 2017 Sábado Domingo 07 outubro 08 outubro Com abrótea Sopa de couve penca lombarda Sopa de feijão verde Caldo verde (1,3,6,7,9,10,12)/Sopa de legumes

Leia mais

Município de Valongo Semana de 31 de Agosto a 4 de Setembro de 2015 Almoço

Município de Valongo Semana de 31 de Agosto a 4 de Setembro de 2015 Almoço Semana de 31 de Agosto a 4 de Setembro de 2015 Sopa Sobremesa Encerrado Sopa Sopa de macedónia 1,3,5,6,7,8,9,12 Saladinha de atum e ovo com arroz de cenoura 3,4,5,6 Macarrão de aves com salada de couve

Leia mais