Origem do empreendimento. Prof. Dr. Alexandre H. de Quadros

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Origem do empreendimento. Prof. Dr. Alexandre H. de Quadros"

Transcrição

1 Origem do empreendimento Prof. Dr. Alexandre H. de Quadros

2 Como surge um empreendimento A ideia de um empreendimento surge da: Observação; Percepção; E análise; Das atividades, tendências e desenvolvimento, na cultura, na sociedade, nos hábitos sociais e de consumo.

3 Como surge um empreendimento As oportunidades detectadas ou visualizadas, racional ou intuitivamente, a partir: Das necessidades; E das possíveis demandas, atuais e futuras; Definem a ideia do empreendimento.

4 Como surge um empreendimento Pode surgir, também, mediante contatos especializados nos vários ramos de atividades, em: Círculos de conhecimento tecnológico; E de conhecimento mercadológico. A percepção de um empreendimento pode nascer de habilidades, gostos e outras características pessoais; Até mesmo por pessoas que não tiveram experiência no ramo, inovando ou criando novas formas de negócio.

5 Como surge um empreendimento Normalmente a ideia de empreender é concretizada destas formas: O empreendedor não nasce simplesmente com esta característica e sim se desenvolve como tal. Existem várias circunstâncias que dão origem a um empreendimento:

6 Como surge um empreendimento A) Nascido em família empreendedora: É a personalização do empreendedor que desde cedo (por razões como influências familiares ou características próprias) exibe traços de personalidade comuns aos empreendedores. Forte relação com o ambiente familiar e motivacional, tais como a escala de valores e percepção de negócios.

7 Como surge um empreendimento B) O herdeiro: Pode não possuir as características do empreendedor. Pode vir a ser um problema para a continuidade da empresa. C) Funcionário da empresa: Frustrado em suas necessidades de realização pessoal, em algum momento de sua carreira decide partir para um negócio próprio.

8 Como surge um empreendimento D) Excelentes técnicos: Com características de empreendedor, dispõe do conhecimento, de kow how sobre algum produto (bens ou serviços), e sendo possuidor de experiência no ramo, decide inciar um negócio próprio. E) Vendedores: Usualmente, entusiasmados pela dinâmica de suas funções cotidianas, como conhecem o mercado e tem experiência do ramo, iniciam negócio próprio em indústria, comércio ou serviço.

9 Como surge um empreendimento F) Opções ao desemprego: Uma modalidade de empreendimento arriscada que, questões circunstanciais, acaba sendo adotada. Pode ter dois desdobramentos: Com características empreendedoras, tem chance de sucesso; Sem características empreendedoras, tem chance de sucesso dependendo como a oportunidade é encarada. Se a opção for aguardar outra possibilidade de emprego, diminui ou elimina qualquer chance de sucesso do empreendimento.

10 Como surge um empreendimento G) Desenvolvimento paralelo: O funcionário, como alternativa futura, desenvolve um outro ramo de atividade, tendo experiência ou não, podendo associar-se ou simplesmente investir capital. F) Aposentadoria: Com experiência adquirida inicia seu próprio negócio, usualmente comércio ou serviço.

11 Motivação Entre muitas razões para empreender (objetivas ou subjetivas), encontram-se predominantes as seguintes: Necessidade de realização; Implantação de ideias; Independência; Fuga da rotina profissional; Maiores oportunidades e riscos; Prova de capacidade; Autorrealização; Maior ganho; Status; Controle da qualidade de vida.

12 Custos e benefícios É necessário uma forte aproximação do perfil de empreendedor para se possa iniciar uma empresa, pela complexidade da decisão, pelos problemas e riscos típicos da atividade; Existem custos econômicos e emocionais, que se não refletidos adequadamente, cuidados e trabalhados, terminam em situações desgastantes e delicadas.

13 Custos e benefícios Entre os custos e benefícios: Solidão: a total imersão nos negócios, principalmente nos estágios iniciais da empresa, usualmente leva as pessoas a se isolarem dos contatos sociais, das atividades recreativas e té dos contatos profissionais Status: motivações implícitas e explícitas, quanto à imagem projetada dos valores sociais. Sacrifícios pessoais: longas jornadas de trabalhos sem fins de semana ou férias devem ser considerados.

14 Custos e benefícios Entre os custos e benefícios: Segurança: um negócio é sujeito a oscilações. A perda da segurança relativa e do bem estar consequente, típicos de empregos formais, é outro fator que deve ser muito bem avaliado. Responsabilidade e pressão: estar envolvido em todos os aspectos do negócio, ter que tomar decisões delicadas e complexas, assumindo todas as responsabilidades, além da variedade de problemas, gera uma pressão emocional acentuada.

15 Custos e benefícios Entre os custos e benefícios: Atritos e conflitos: Se houver sócios ou familiares na empresa, cada um tem valores e padrões próprios do que seja trabalho produtivo, sobre prioridades, etc. É preciso que haja uma clara definição do papel de cada um desde o início, de forma a evitar tensões emocionais e conflitos.

16 Custos e benefícios G) Custo da oportunidade: É quanto se deixa de ganhar para exercer uma opção pessoal. Quem pretende investir em um novo negócio deve compreender que ao deixar o emprego, deixo de receber uma quantia periódica em forma de salário.

17 Custos e benefícios Existe uma grande carga emocional em cada custo apontado. O empreendedor tende a ver o empreendimento como uma obra sua ou como uma realização de um sonho. Além do ônus econômico, existem o stress e a privação (sacrifícios pessoais).

18 O bem sucedido O que diferencia um empreendedor bem sucedido? As características da personalidade empreendedora; Uma correta modelagem do negócio; Um bom planejamento; Aumentam as chances de sucesso de um empreendimento. Não esquecer visão presente em todas as etapas.

19 O bem sucedido No entanto: Estes quesitos não são os únicos, é preciso que o empreendimento esteja amparado em pilares sólidos: O desenho do modelo e sua congruência. Depende de valores, atitudes, formação e intenções. A energia despendida em termos de tempo, intensidade e conhecimento;

20 O bem sucedido Continuação Liderança, catalizando as ideias, guiando os envolvidos, orientando e dando significado às ações. Harmonia!!!!!

21 Espírito empreendedor O espírito empreendedor significa responde realística e honestamente às seguintes questões: Ser empreendedor ou estar empreendedor? Há conhecimento e consciência de toas as características? Há pontos fracos que precisam ser melhorados? Há consciência dos custos em relação aos possíveis benefícios? Há preparação pessoal para o empreendimento?

22 Bibliografia Bernardi, L. A. (2010) Manual de empreendedorismo e gestão: fundamentos, estratégia e dinâmicas. São Paulo: Atlas. Dornelas, J.C.A. (2001) Empreendedorismo, transformando idéias em negócios. São Paulo:Campus.

Gestão de Pessoas. Curso de Pós-Graduação em Gestão Escolar Prof. Joelma Kremer, Dra.

Gestão de Pessoas. Curso de Pós-Graduação em Gestão Escolar Prof. Joelma Kremer, Dra. Gestão de Pessoas Curso de Pós-Graduação em Gestão Escolar Prof. Joelma Kremer, Dra. Aula 10 Motivação Os objetivos desta aula são: Apresentar uma visão integrada das principais teorias sobre motivação.

Leia mais

Disciplina: Política de Negócios e Empreendedorismo. Carga horária outras: 20 (ATPS e outras atividades)

Disciplina: Política de Negócios e Empreendedorismo. Carga horária outras: 20 (ATPS e outras atividades) Política de Negócios e Empreendedorismo Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Disciplina: Política de Negócios e Empreendedorismo Carga

Leia mais

CURSO DE SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN DE MODA Autorizado pela Portaria nº 433 de 21/10/2011 DOU de 24/10/2011 PLANO DE CURSO

CURSO DE SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN DE MODA Autorizado pela Portaria nº 433 de 21/10/2011 DOU de 24/10/2011 PLANO DE CURSO CURSO DE SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN DE MODA Autorizado pela Portaria nº 433 de 21/10/2011 DOU de 24/10/2011 Componente Curricular: Ética e Empreendedorismo Código: Pré-requisito: Período Letivo:

Leia mais

MBA EXECUTIVO INTERNACIONAL EM GESTÃO DE NEGÓCIOS

MBA EXECUTIVO INTERNACIONAL EM GESTÃO DE NEGÓCIOS MBA EXECUTIVO INTERNACIONAL EM GESTÃO DE NEGÓCIOS OBJETIVOS DO CURSO O objetivo geral do Curso de Pós-graduação Lato Sensu MBA Executivo Internacional em Gestão de Negócios é de capacitar os profissionais

Leia mais

Data: 22/02/2015 Nome: Milton Barreto

Data: 22/02/2015 Nome: Milton Barreto ÂNCORAS DE CARREIRA Perfil de Competência Profissional Data: 22/02/2015 Nome: Milton Barreto Avaliado: Milton Barreto Introdução Âncoras de Carreira é um Mapeamento dos Principais fatores de motivação

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Projeto Consultor

EMPREENDEDORISMO. Projeto Consultor EMPREENDEDORISMO Projeto Consultor Empreendedor Para Babson College, uma das universidades mais respeitadas no ensino de empreendedorismo, o empreendedor é aquele que tem a capacidade de ver o que está

Leia mais

O que é Auto-Avaliação de Desempenho

O que é Auto-Avaliação de Desempenho Muitas pessoas subestimam a importância de se autoavaliar. Porém, o autoconhecimento é o primeiro passo para o sucesso profissional. Isso, porque com uma boa autoavaliação é possível perceber quais são

Leia mais

IFPB - CAMPUS MONTEIRO - ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS - DISCIPLINA: EMPREENDEDORISMO. Profº. Adm. João Moraes Sobrinho CRA/PB 3600

IFPB - CAMPUS MONTEIRO - ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS - DISCIPLINA: EMPREENDEDORISMO. Profº. Adm. João Moraes Sobrinho CRA/PB 3600 IFPB - CAMPUS MONTEIRO - ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS - DISCIPLINA: EMPREENDEDORISMO Profº. Adm. João Moraes Sobrinho CRA/PB 3600 1 Entender o conceito e a finalidade da disciplina para sua formação

Leia mais

Copyright Empreendedorismo

Copyright Empreendedorismo Empreendedorismo Empreendedorismo é o envolvimento de pessoas e processos O empreendedor é aquele que percebe uma oportunidade e cria meios (nova empresa, área de negócio, etc.) para persegui-la. O processo

Leia mais

Empreendedorismo. Profa. Ellen Francine Barbosa. (slides originalmente elaborados pelo Prof. Dr. José Dornelas) Copyright 2008

Empreendedorismo. Profa. Ellen Francine Barbosa. (slides originalmente elaborados pelo Prof. Dr. José Dornelas) Copyright 2008 Empreendedorismo Profa. Ellen Francine Barbosa (slides originalmente elaborados pelo Prof. Dr. José Dornelas) Questão fundamental Quais são seus planos profissionais? Vida Acadêmica Funcionário de Empresa

Leia mais

tomada de decisão de compra está relacionada a uma resposta a partir de um estímulo inicial

tomada de decisão de compra está relacionada a uma resposta a partir de um estímulo inicial Slide 1 Marketing Planejamento Estratégico Profa. Tathyane Chaves Slide 2 Saber o que motiva o consumidor a escolher um determinado tipo de produto ou marca é a chave do marketing bem sucedido tomada de

Leia mais

EMPREENDEDORISMO NA AMÉRICA LATINA

EMPREENDEDORISMO NA AMÉRICA LATINA Missão Contribuir para o desenvolvimento sustentável do País através da melhoria constante da produtividade, da qualidade e da inovação nas organizações dos setores privado e público Nossos Valores Aumento

Leia mais

Fulano de Tal. Relatório de Feedback 360 Extended DISC FINXS

Fulano de Tal. Relatório de Feedback 360 Extended DISC FINXS O Feedback 360 é um instrumento projetado para fornecer um foco desenvolvimentista a respeito dos pontos fortes das habilidades comportamentais específicas e suas necessidades de desenvolvimento. Este

Leia mais

TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DO EMPREENDEDORISMO FEMININO PARA OS MUNICÍPIOS DE AURIFLAMA E GENERAL SALGADO. UMA ABORDAGEM DOS ASPECTOS SOCIAIS E ECONÔMICOS

TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DO EMPREENDEDORISMO FEMININO PARA OS MUNICÍPIOS DE AURIFLAMA E GENERAL SALGADO. UMA ABORDAGEM DOS ASPECTOS SOCIAIS E ECONÔMICOS 16 TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DO EMPREENDEDORISMO FEMININO PARA OS MUNICÍPIOS DE AURIFLAMA E GENERAL SALGADO. UMA ABORDAGEM DOS ASPECTOS SOCIAIS E ECONÔMICOS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS

Leia mais

V FÓRUM REGIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO EM ADMINISTRAÇÃO

V FÓRUM REGIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO EM ADMINISTRAÇÃO V FÓRUM REGIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO EM ADMINISTRAÇÃO PROPOSTA PARA IMPLEMENTAÇÃO DE MELHORIAS AO DEPARTAMENTO DE PESSOAL DA FUNDAÇÃO UNIVERSITÁRIA EVANGÉLICA Lílian Pamplona de Sousa Bacharel

Leia mais

Dale Carnegie Training

Dale Carnegie Training Dale Carnegie Training Copyright 2015 Dale Carnegie & Associates, Inc. All rights reserved. Dynamics_Engagement_031015_Portuguese QUAL É O GRAU DE ENGAJAMENTO DOS SEUS COLABORADORES? Um funcionário totalmente

Leia mais

Empresa Familiar. Profissionalização e Sucessão Prof. Armando Lourenzo. 1

Empresa Familiar. Profissionalização e Sucessão Prof. Armando Lourenzo. 1 Empresa Familiar Profissionalização e Sucessão Prof. Armando Lourenzo armando.lourenzo@uol.com.br 1 Contexto Mundial Participação das Empresas Familiares Espanha 80% Portugal 70% Itália 99% Inglaterra

Leia mais

Perfil do Jovem Empreendedor Garibaldense

Perfil do Jovem Empreendedor Garibaldense Perfil do Jovem Empreendedor Garibaldense ANÁLISE DE DADOS: PROF DR FABIANO LARENTIS / PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO ( PPGA) Método -Pesquisa Quantitativa; -Envio de questionário a... (complementar)

Leia mais

O que é ser um Empreendedor?

O que é ser um Empreendedor? Sobre a Autora Meu nome é Cristiane Guerra, sou especialista em Gestão da Qualidade e Processos de Negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Também possuo certificação Internacional em Coaching. Atuei durante

Leia mais

15/2/2012 GESTÃO DE PESSOAS. Profa. Adriana Duarte RELAÇÃO. Motivação Clima Integração Inclusão Confiança Comunicação Liderança... QUEM É VOCÊ TAREFA

15/2/2012 GESTÃO DE PESSOAS. Profa. Adriana Duarte RELAÇÃO. Motivação Clima Integração Inclusão Confiança Comunicação Liderança... QUEM É VOCÊ TAREFA 15/2/2012 Profa. Adriana Duarte GESTÃO DE PESSOAS Profa. Mary Pires Profa. Adriana Duarte 2 RELAÇÃO TAREFA Motivação Clima Integração Inclusão Confiança Comunicação Liderança... QUEM É VOCÊ 1 CONHECENDO

Leia mais

(KOTLER, 2007) Fatores que influenciam o comportamento do consumidor

(KOTLER, 2007) Fatores que influenciam o comportamento do consumidor Comportamento do consumidor Parte 03 Marketing e outros estímulos Marketing Produto Preço Praça Promoção Outros Econômico Tecnológico Político Cultural Modelo do comportamento do comprador Caixa preta

Leia mais

Planejando o SEU Sucesso!

Planejando o SEU Sucesso! Planejando o SEU Sucesso! O sucesso começa com um sonho, e o primeiro passo para fazer o sucesso se tornar realidade é saber o que você quer. Tenha uma visão mental de suas metas. Os olhos da mente precisam

Leia mais

Conceito de Plano de Negócio e seu uso como ferramenta de planeamento e gestão.

Conceito de Plano de Negócio e seu uso como ferramenta de planeamento e gestão. Conceito de Plano de Negócio e seu uso como ferramenta de planeamento e gestão. Direcção de Desenvolvimento Agrário DIRDEA Msc. Eng. Agrónoma Elielda Fernandes elieldafernandes@sodepacangola.com Como ser

Leia mais

Do mundo da fantasia ao mundo real

Do mundo da fantasia ao mundo real Do mundo da fantasia ao mundo real Olá Mulher empreendedora! Vamos falar um pouquinho sobre os nossos desafios? Nos dias de hoje precisamos ser multitarefas, conciliamos nossa a carreira com outras atividades,

Leia mais

DESAFIOS DAS EMPRESAS FAMILIARES

DESAFIOS DAS EMPRESAS FAMILIARES PARCERIA PARA O DESENVOLVIMENTO DE ACIONISTAS PDA DESAFIOS DAS EMPRESAS FAMILIARES Volnei Pereira Garcia 2009 FUNDADORES VIVOS 35% 31% 19% 15% Nenhum Um Dois Três ou mais Fonte: Folha São Paulo INTEGRANTES

Leia mais

Prof. Hamilton Ferreira de Assis

Prof. Hamilton Ferreira de Assis Prof. Hamilton Ferreira de Assis aprimore.capacitacao@hotmail.com www.aprimore.net CNPJ: 13.103.583/0001-28 Rua Tomé de Souza, 418, Sarandi. Candeias-Ba E-mail: aprimore.capacitacao@hotmail.com No fundo,

Leia mais

Consultor: Caio Polizel

Consultor: Caio Polizel Consultor: Caio Polizel Tópicos principais Reestruturação Societária; Processos Sucessórios; Readequação e Profissionalização da Estrutura Organizacional; Conflitos de Relacionamento; Modelos de Governança

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO CURSO: TÉCNICO INFORMÁTICA FORMA/GRAU:(X)integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

EMENTA Psicologia aplicada à Administração, A compreensão pessoal e do outro; Comunicação interpessoal; Liderança; Ética Profissional.

EMENTA Psicologia aplicada à Administração, A compreensão pessoal e do outro; Comunicação interpessoal; Liderança; Ética Profissional. DISCIPLINA: RELAÇÕES HUMANAS NO TRABALHO CARGA HORÁRIA: 67 HORAS PERÍODO: 6º SEMESTRE LETIVO: 2014.2 CRÉDITOS: 04 Reconhecer a importância de se estudar Relações Humanas no Trabalho, sensibilizando para

Leia mais

TESTE: VOCÊ TEM PERFIL EMPREENDEDOR?

TESTE: VOCÊ TEM PERFIL EMPREENDEDOR? TESTE: VOCÊ TEM PERFIL EMPREENDEDOR? Constituir o próprio negócio é o desejo de muitos profissionais, independentemente de sua faixa etária. Obter a independência profissional sem precisar se subordinar

Leia mais

CONHECIMENTO E INOVAÇÃO NAS EMPRESAS. Renata Lèbre La Rovere, Professora e Pesquisadora do Grupo Inovação - IE/UFRJ Aula 5

CONHECIMENTO E INOVAÇÃO NAS EMPRESAS. Renata Lèbre La Rovere, Professora e Pesquisadora do Grupo Inovação - IE/UFRJ Aula 5 CONHECIMENTO E INOVAÇÃO NAS EMPRESAS Renata Lèbre La Rovere, Professora e Pesquisadora do Grupo Inovação - IE/UFRJ Aula 5 Estrutura da Aula O papel do Empreendedor Empreendedorismo e Crescimento Econômico

Leia mais

Teoria Básica da Administração. Decorrências da Teoria das Relações Humanas. Professor: Roberto César

Teoria Básica da Administração. Decorrências da Teoria das Relações Humanas. Professor: Roberto César Teoria Básica da Administração Decorrências da Teoria das Relações Humanas Professor: Roberto César Motivação Humana A motivação procura explicar por que as pessoas se comportam. Administração Cientifica

Leia mais

O mundo do trabalho ontem e hoje

O mundo do trabalho ontem e hoje O mundo do trabalho ontem e hoje 1 O Mundo do Trabalho Ontem Décadas de 1940-70 Hoje A partir de meados da década de 80 1 Relações empresa-empregado Ontem Antigo contrato de trabalho Hoje Novo contrato

Leia mais

Empreendimentos em Informática I Aula 3

Empreendimentos em Informática I Aula 3 Empreendimentos em Informática I Aula 3 Objetivos da Aula Entender os conceitos de autoconhecimento e formação da personalidade Atividades Questionário motivacional Questionário do Lócus de Controle Dinâmica

Leia mais

Requisistos do cargo e estrutura das empresas. Dra. Adriana Caldana

Requisistos do cargo e estrutura das empresas. Dra. Adriana Caldana Requisistos do cargo e estrutura das empresas Dra. Adriana Caldana ADMINISTRAÇÃO DE CARGOS É parte das atividades do subsistema de aplicação de RH Para a Empresa: Base para a aplicação e gerenciamento

Leia mais

Qualidade a essência do marketing de serviços

Qualidade a essência do marketing de serviços Qualidade a essência do marketing de serviços Adaptado do livro Marketing Services Leonard Berry & A. Parasuraman Pos graduação em Administração Fundação Getulio Vargas Professor Luiz Flores - Marketing

Leia mais

Avaliação de Necessidade de Coaching

Avaliação de Necessidade de Coaching Avaliação de Necessidade de Coaching 1. Você tem tempo para participar de todas as reuniões para as quais foi convocado no dia e ainda dar conta do seu trabalho? 2. Os membros do seu departamento jurídico

Leia mais

SUMÁRIO AULA. Empreendedorismo. Curso de Empreendedorismo USP Escola de Engenharia de Lorena. Aula 04 Planejamento Mercadológico

SUMÁRIO AULA. Empreendedorismo. Curso de Empreendedorismo USP Escola de Engenharia de Lorena. Aula 04 Planejamento Mercadológico Empreendedorismo Aula 04 Planejamento Mercadológico SUMÁRIO AULA Pesquisa e análise de mercado Estratégias e ações para atingir o mercado Análise Concorrência Como criar negócios de alto crescimento Habitats

Leia mais

2015 se foi, mas a ressaca... 12,00%

2015 se foi, mas a ressaca... 12,00% 2015 se foi, mas a ressaca... 12,00% 10,00% 8,00% 6,00% 4,00% 2,00% PIB INFLAÇÃO DESEMPREGO 0,00% -2,00% 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016-4,00% -6,00% Se olharmos as notícias... O que fica parecendo:

Leia mais

Teoria Básica da Administração. Decorrências da Teoria das Relações Humanas. Professor: Roberto César

Teoria Básica da Administração. Decorrências da Teoria das Relações Humanas. Professor: Roberto César Teoria Básica da Administração Decorrências da Teoria das Relações Humanas Professor: Roberto César Motivação Humana A motivação procura explicar por que as pessoas se comportam. Administração Cientifica

Leia mais

Evento Empreendedorismo Inovador. Profa. Dra. Milagros Saucedo Nardo.

Evento Empreendedorismo Inovador. Profa. Dra. Milagros Saucedo Nardo. Evento Empreendedorismo Inovador Profa. Dra. Milagros Saucedo Nardo. 4. Apresentação de casos de sucessos ferramentas facilitadoras para desafios. Eleito o Melhor Vídeo Motivacional 2015.wmv 4.1Videos

Leia mais

Finanças Pessoais e de Família Prof. Dr. Fabio Junges -

Finanças Pessoais e de Família Prof. Dr. Fabio Junges - Finanças Pessoais e de Família Prof. Dr. Fabio Junges - fabio@fabiojunges.com.br Quem aqui ganha muito dinheiro? Quem aqui gasta pouco dinheiro? Quem aqui sabe investir bem o dinheiro? Gastar menos do

Leia mais

Parcerias & alianças estratégicas Marcos Henrique Fortes

Parcerias & alianças estratégicas Marcos Henrique Fortes Parcerias & alianças estratégicas Marcos Henrique Fortes Objetivos da aula 12 A aula 12/16 tem como objetivos apresentar e explorar os seguintes tópicos: 1) Parcerias e alianças estratégicas Conceitos.

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO Dados de Identificação Componente Curricular: DP0377-EMPREENDEDORISMO

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO CLIMA ORGANIZACIONAL PARA O SUCESSO DA EMPRESA

A IMPORTÂNCIA DO CLIMA ORGANIZACIONAL PARA O SUCESSO DA EMPRESA A IMPORTÂNCIA DO CLIMA ORGANIZACIONAL PARA O SUCESSO DA EMPRESA O sucesso de uma empresa e um bom clima organizacional estão intimamente ligados. Quando os funcionários sentem felicidade nas tarefas e

Leia mais

Aula III - Projetos. Prof.: Alessandra Miranda

Aula III - Projetos. Prof.: Alessandra Miranda Aula III - Projetos Prof.: Alessandra Miranda Empreendedorismo É o processo de criar algo diferente e com valor, dedicando tempo e o esforço necessários, assumindo os riscos financeiros, psicológicos e

Leia mais

A Força de Trabalho em Janeiro 2015

A Força de Trabalho em Janeiro 2015 A Força de Trabalho em 2020 Janeiro 2015 Pesquisa Global 27 Países 5,400 Pessoas; 2,700 executivos e 2,700 funcionários conduzida por Oxford Economics Oxford Economics, The 2020 Workforce, 2014 Os cinco

Leia mais

MANUAL DE ORÇAMENTO FAMILIAR

MANUAL DE ORÇAMENTO FAMILIAR MANUAL DE ORÇAMENTO FAMILIAR INTRODUÇÃO Todo cidadão pode desenvolver habilidades para melhorar sua qualidade de vida e a de seus familiares, a partir de atitudes comportamentais e de conhecimentos básicos

Leia mais

Manual do Aluno Engenharia Insper i

Manual do Aluno Engenharia Insper i Manual do Aluno Engenharia Insper i Capítulo 1 A visão do Insper para a Engenharia A missão dos cursos de engenharia do Insper é: Desenvolver jovens engenheiros que estarão preparados para reconhecer as

Leia mais

Empreendedorismo A Administração da revolução

Empreendedorismo A Administração da revolução EMPREENDEDORISMO Empreendedorismo A Administração da revolução O empreendedorismo é uma revolução silenciosa, que será para o século 21 mais do que a revolução industrial foi para o século 20 Timmons,

Leia mais

Voluntários Facilitadores Credenciados

Voluntários Facilitadores Credenciados Voluntários Facilitadores Credenciados fazendoacontecer.org.br /InstitutoFazendoAcontecer ww.josedornelas.com ismo Estilo gerencial Busca de oportunidades Mudança Inconformismo Fazer diferente Fazer acontecer

Leia mais

Planejando o SEU Sucesso!

Planejando o SEU Sucesso! Planejando o SEU Sucesso! O sucesso começa com um sonho, e o primeiro passo para fazer o sucesso se tornar realidade é saber o que você quer. Tenha uma visão mental de suas metas. Os olhos da mente precisam

Leia mais

Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação

Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação Curso de Atualização Pedagógica Julho de 2010 Mediador: Adelardo Adelino Dantas de Medeiros (DCA/UFRN) Diretrizes Curriculares

Leia mais

Processos Organizacionais, Operacionais e Motivacionais

Processos Organizacionais, Operacionais e Motivacionais Processos Organizacionais, Operacionais e Motivacionais CURSO: Gestão de Pessoas nas Organizações UNIDADE: Marte PROF.: Hélio Senna TÓPICOS: Retenção de Potenciais - Remuneração - Benefícios Auditoria

Leia mais

http://www.youtube.com/watch?v=d0fptv_kq9s XII WORKSHOP DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA 8º ENCONTRO DO FÓRUM DE COORDENADORES DE CURSOS DE GRADUAÇÃO EM QUÍMICA Aprendendo a Empreender Um novo desafio Mauricio

Leia mais

MODELAGEM DO CÁLCULO ESTRUTURAL DE VIGAS UTILIZANDO O SOFTWARE MICROSOFT EXCEL 2007

MODELAGEM DO CÁLCULO ESTRUTURAL DE VIGAS UTILIZANDO O SOFTWARE MICROSOFT EXCEL 2007 MODELAGEM DO CÁLCULO ESTRUTURAL DE VIGAS UTILIZANDO O SOFTWARE MICROSOFT EXCEL 2007 NEUENFELD, Miqueias 1 ; PINHO, Bruno Ruas de 1 ; TORRES, Ariela da Silva 2 1 Universidade Católica de Pelotas, Curso

Leia mais

A motivação como fator importante para o alcance dos objetivos da empresa

A motivação como fator importante para o alcance dos objetivos da empresa A motivação como fator importante para o alcance dos objetivos da empresa INTRODUÇÃO Com o avanço da ciência, da tecnologia e a dinamicidade com que o mundo dos negócios muda, há uma necessidade de maior

Leia mais

Educação Financeira para empreendedores e sua importância.

Educação Financeira para empreendedores e sua importância. Finanças Pessoais $ Educação Financeira para empreendedores e sua importância. Por meio da Educação Financeira você poderá planejar o seu negócio a curto, médio e longo prazo, sendo capaz de visualizar

Leia mais

LIDERANÇA. Professor Douglas Pereira da Silva. Dps Seg Privada aula

LIDERANÇA. Professor Douglas Pereira da Silva. Dps Seg Privada aula LIDERANÇA Professor Douglas Pereira da Silva 1 "Liderança" é um tema que vem sendo discutido desde os mais remotos tempos pelo homem. Ser líder, formar líderes, parece ser um desafio constante do homem

Leia mais

LIDERANÇA. Professor Douglas Pereira da Silva. Dps Seg Privada aula

LIDERANÇA. Professor Douglas Pereira da Silva. Dps Seg Privada aula LIDERANÇA Professor Douglas Pereira da Silva 1 "Liderança" é um tema que vem sendo discutido desde os mais remotos tempos pelo homem. Ser líder, formar líderes, parece ser um desafio constante do homem

Leia mais

Planejamento de Carreira

Planejamento de Carreira Planejamento de Carreira Aulas 17 e 18 Plano de carreira Análise do ambiente Oportunidades Ameaças Objetivos Alvos concretos Estratégias Ações e prazos para atingir objetivos Follow-up Análise de potencial

Leia mais

Finanças Pessoais e Carreira

Finanças Pessoais e Carreira Finanças Pessoais e Carreira Prof. José Pio Martins Economista Reitor da Universidade Positivo Jul/2016 Introdução Suas opções Abrir escritório Ser empregado Ser empreendedor Autônomo (PJ) Público Privado

Leia mais

Tema Nº 2 Conceito de Empreendedorismo e o Processo Empreendedor

Tema Nº 2 Conceito de Empreendedorismo e o Processo Empreendedor Tema Nº 2 Conceito de Empreendedorismo e o Processo Empreendedor Habilidades a Desenvolver: Compreender o que é empreendedorismo e o que é ser ou estar empreendedor. Identificar e comparar as características

Leia mais

IV WORKSHOP GESTÃO DA QUALIDADE COM FOCO EM CLÍNICA DE DIÁLISE

IV WORKSHOP GESTÃO DA QUALIDADE COM FOCO EM CLÍNICA DE DIÁLISE IV WORKSHOP GESTÃO DA QUALIDADE COM FOCO EM CLÍNICA DE DIÁLISE 18 e 19 de março de 2011 RECIFE/PE A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO COM PESSOAS PARA O SUCESSO NA IMPLANTAÇÃO DO MODELO DE GESTÃO Ana Paula Penido

Leia mais

maiago Intra Empreendedorismo Miguel Amaral 18 Abril 2013

maiago Intra Empreendedorismo Miguel Amaral 18 Abril 2013 Miguel Amaral 18 Abril 2013 CONCEITO Intraempreendedorismo é a versão em português da expressão ''intrapreneur'', que significa empreendedor interno, ou seja empreendedorismo dentro dos limites de uma

Leia mais

Empreendedorismo. Aula 02 Perfil Empreendedor

Empreendedorismo. Aula 02 Perfil Empreendedor Empreendedorismo Aula 02 Perfil Empreendedor Prof. Wanessa (slides baseados prof. Dornelas) Empreendedorismo é o envolvimento de pessoas e processos O empreendedor é aquele que percebe uma oportunidade

Leia mais

Mente empreendedora! Diretora Sênior Marília Sá Marinho

Mente empreendedora! Diretora Sênior Marília Sá Marinho Mente empreendedora! Diretora Sênior Marília Sá Marinho Uma mente empreendedora Como podemos desafiar nosso próprio pensamento para alcançarmos melhores resultados? Esta é a marca da mentalidade empreendedora.

Leia mais

CONFLITO. Processo onde as partes envolvidas percebe que a outra parte frustrou ou irá frustrar os seus interesses.

CONFLITO. Processo onde as partes envolvidas percebe que a outra parte frustrou ou irá frustrar os seus interesses. CONFLITO Conceito de Conflito Processo onde as partes envolvidas percebe que a outra parte frustrou ou irá frustrar os seus interesses. Fator inevitável seja na dinâmica pessoal ou organizacional. Existem

Leia mais

9 dicas para você se destacar profissionalmente. Como ter sucesso profissional com dicas incrivelmente simples!

9 dicas para você se destacar profissionalmente. Como ter sucesso profissional com dicas incrivelmente simples! 9 dicas para você se destacar profissionalmente? Como ter sucesso profissional com dicas incrivelmente simples! Introdução 9 dicas para você se destacar profissionalmente Para quem ainda não acertou na

Leia mais

Mulheres empreendedoras abririam mão do próprio relacionamento em função da carreira, revela SPC Brasil

Mulheres empreendedoras abririam mão do próprio relacionamento em função da carreira, revela SPC Brasil Mulheres empreendedoras abririam mão do próprio relacionamento em função da carreira, revela SPC Brasil Pesquisa inédita traça perfil da empresária brasileira. Maioria divide as contas da casa, mas 47%

Leia mais

Moreira, Alessandro Messias. M835e Empreendedorismo: característica empreendedora / Alessandro Messias Moreira. Varginha, 2015. 36 slides; il.

Moreira, Alessandro Messias. M835e Empreendedorismo: característica empreendedora / Alessandro Messias Moreira. Varginha, 2015. 36 slides; il. Moreira, Alessandro Messias. M835e Empreendedorismo: característica empreendedora / Alessandro Messias Moreira. Varginha, 2015. 36 slides; il. Sistema requerido: Adobe Acrobat Reader Modo de Acesso: World

Leia mais

FICHA DE COMPONENTE CURRICULAR

FICHA DE COMPONENTE CURRICULAR FAGEN49500 Empreendedorismo Faculdade de Gestão e Negócios FAGEN 0 Desenvolver a capacidade empreendedora do aluno, estimulando e fornecendo ferramentas para a criação de novos negócios. A disciplina objetiva

Leia mais

TRABALHANDO DEPOIS DA APOSENTADORIA

TRABALHANDO DEPOIS DA APOSENTADORIA TRABALHANDO DEPOIS DA APOSENTADORIA Enquete Trabalho depois da Aposentadoria Muitas vezes, o sucesso Março 2014 ENQUETE TRABALHO DEPOIS DA APOSENTADORIA TOTAL DE RESPONDENTES: 1396 entrevistados. DATA

Leia mais

I SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DA UNAERP CAMPUS GUARUJÁ. Diagnóstico sobre a motivação no trabalho

I SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DA UNAERP CAMPUS GUARUJÁ. Diagnóstico sobre a motivação no trabalho I SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DA UNAERP CAMPUS GUARUJÁ Diagnóstico sobre a motivação no trabalho Maria Cristiane de Araújo Graduanda Curso de Administração Universidade De Ribeirão Preto

Leia mais

FTAD Formação Técnica em Administração de Empresas Módulo de Planejamento Prof.º Fábio Diniz

FTAD Formação Técnica em Administração de Empresas Módulo de Planejamento Prof.º Fábio Diniz FTAD Formação Técnica em Administração de Empresas Módulo de Planejamento Prof.º Fábio Diniz COMPETÊNCIAS A SEREM TRABALHADAS Conhecer as características do comportamento empreendedor. Temas da Aula de

Leia mais

Capítulo 4. O que fazer? Por onde começar?

Capítulo 4. O que fazer? Por onde começar? IDENTIFICANDO OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS uma oportunidade é o primeiro passo que impulsiona o empreendedor para o desenvolvimento de um produto ou serviço que propiciará o negócio. geralmente, a oportunidade

Leia mais

FORMAS DE ACESSO A TECNOLOGIA

FORMAS DE ACESSO A TECNOLOGIA FORMAS DE ACESSO A TECNOLOGIA 1 Nossos últimos assuntos foram: Estratégias de Inovação. Nesta aula veremos: Formas de Acesso à Tecnologia. 2 Serão comentados: Formas de Acesso à Tecnologia: Compra; Importação

Leia mais

Fechamento de Vendas. Aprenda a conduzir negociações eficazes!!!

Fechamento de Vendas. Aprenda a conduzir negociações eficazes!!! Fechamento de Vendas Aprenda a conduzir negociações eficazes!!! Negociação é uma tarefa de mão dupla de comunicação, entendendo isso, nós negociamos com todas as pessoas a nossa volta. OS VENCEDORES PARECEM

Leia mais

EMPREENDEDORISMO PROF. LUCIANO SCANDELARI PPGEB-UTFPR

EMPREENDEDORISMO PROF. LUCIANO SCANDELARI PPGEB-UTFPR EMPREENDEDORISMO PROF. LUCIANO SCANDELARI PPGEB-UTFPR EMENTA DA DISCIPLINA 3 créditos / 45 aulas Conceitos e características do empreendedor e intraempreendedor. As características do empreendedor O empreendedor

Leia mais

Os caminhos do empreendedorismo em tempos de crise

Os caminhos do empreendedorismo em tempos de crise Os caminhos do empreendedorismo em tempos de crise Empreendedorismo é a disposição para identificar problemas e oportunidades e investir recursos e competências na criação de um negócio, projeto ou movimento

Leia mais

Como Ganhar Dinheiro na Internet de Forma 100% Grátis

Como Ganhar Dinheiro na Internet de Forma 100% Grátis 1 COMO GANHAR DINHEIRO NA INTERNET DE FORMA Olá, tudo bem? 100% GRÁTIS! Meu nome é Inês Cabrera, sou Empresária e eu simplesmente me identifiquei com esse novo meio de trabalho. Como empresária procuro

Leia mais

TURISMO SÓCIO- CULTURAL E INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE. Prof. Dr. Sérgio Domingos de Oliveira

TURISMO SÓCIO- CULTURAL E INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE. Prof. Dr. Sérgio Domingos de Oliveira TURISMO SÓCIO- CULTURAL E INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE Prof. Dr. Sérgio Domingos de Oliveira E-mail: sedoliveira@yahoo.com Devido ao seu perfil multidisciplinar, envolvendo um grande número de atividades

Leia mais

Empreenda nos Finais de Semana. O que é Empreender? O que é Empreender? Prof. Dr. José Dornelas

Empreenda nos Finais de Semana. O que é Empreender? O que é Empreender? Prof. Dr. José Dornelas Empreenda nos Finais de Semana Prof. Dr. José Dornelas www.planodenegocios.com.br O que é Empreender? [...] a identificação de novas oportunidades de negócios, independentemente dos recursos que se apresentam

Leia mais

Uma empresa dedicada ao desenvolvimento humano e organizacional

Uma empresa dedicada ao desenvolvimento humano e organizacional Uma empresa dedicada ao desenvolvimento humano e organizacional Quem somos Nossas soluções objetivam a transformação humana e das culturas organizacionais, fortalecendo laços entre organizações e colaboradores.

Leia mais

Por quê iniciar e construir minha carreira Mary Kay?

Por quê iniciar e construir minha carreira Mary Kay? Por quê iniciar e construir minha carreira Mary Kay? Camila Villas Bôas Diretora de Vendas Independente Mary Kay O QUE É INICIAR UM PESSOA? Mais do que um cadastro, é uma pessoa! Inciar é se doar, é dizer

Leia mais

Avalie o seu perfil empreendedor

Avalie o seu perfil empreendedor Notícias Idegi n⁰6 Avalie o seu perfil empreendedor Você possui perfil empreendedor? O próprio negócio é o desejo de muitos profissionais, independente da faixa etária. Obter a independência profissional,

Leia mais

Instruções de Uso (Material disponível em PDF)

Instruções de Uso (Material disponível em PDF) Instruções de Uso (Material disponível em PDF) Para apresentação em tela cheia, utilizar o comando Ctrl+L. Ao finalizar a apresentação, pressionar ESC para sair. Introdução à Economia N. Gregory Mankiw

Leia mais

Sete hábitos das pessoas muito eficazes

Sete hábitos das pessoas muito eficazes Sete hábitos das pessoas muito eficazes "Hábito é a intersecção entre o conhecimento, a capacidade e a vontade. O conhecimento é o que e o porquê fazer. A capacidade é o como fazer. E a vontade é a motivação,

Leia mais

PROSPECÇÃO DE NEGÓCIOS E TECNOLOGIA. Prof. Araken Patusca Linhares

PROSPECÇÃO DE NEGÓCIOS E TECNOLOGIA. Prof. Araken Patusca Linhares PROSPECÇÃO DE NEGÓCIOS E TECNOLOGIA Prof. Araken Patusca Linhares UNIDADE I Surgimento do Empreendedorismo Postura e comportamento do Empreendedor A importância do Empreendedor na sociedade Motivação do

Leia mais

ANÁLISE DE MERCADO E COMPETITIVIDADE

ANÁLISE DE MERCADO E COMPETITIVIDADE Plano de negócios Implantação do Empreendimento. Para implantar o site Bem na Foto na sua região de atuação o fotógrafo credenciado precisa de equipamento fotográfico profissional, veículo próprio, computador

Leia mais

O desafio de ser VOLUNTÁRIO!!!!!

O desafio de ser VOLUNTÁRIO!!!!! O desafio de ser VOLUNTÁRIO!!!!! VOLUNTÁRIO, segundo a mais recente definição da Organização das Nações Unidas, é o indivíduo que, devido a seu interesse pessoal e seu espírito cívico, dedica parte de

Leia mais

Pequenas e Médias Empresas no Peru. Pequenos Negócios Conceito e Principais instituições de Apoio aos Pequenos Negócios

Pequenas e Médias Empresas no Peru. Pequenos Negócios Conceito e Principais instituições de Apoio aos Pequenos Negócios Pequenas e Médias Empresas no Peru Pequenos Negócios Conceito e Principais instituições de Apoio aos Pequenos Negócios A Lei peruana define as Pequenas e Micro Empresas (PMEs) como: "... a unidade econômica

Leia mais

PARTE III Mitos e Verdades do Empreendedorismo

PARTE III Mitos e Verdades do Empreendedorismo FATERN Faculdade de Excelência Educacional do RN Coordenação Tecnológica de Redes e Sistemas Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Empreendedorismo: Uma Introdução Prof. Fabio Costa Ferrer,

Leia mais

Liderança. A liderança é passível de ser adquirida e ser desenvolvida em qualquer ambiente de relacionamentos.

Liderança. A liderança é passível de ser adquirida e ser desenvolvida em qualquer ambiente de relacionamentos. CHEFIA E LIDERANÇA Liderança A liderança é passível de ser adquirida e ser desenvolvida em qualquer ambiente de relacionamentos. Liderança Liderar significa possuir a capacidade e o discernimento para

Leia mais

CORRETOR DE SEGUROS EMPRESÁRIO DE SUCESSO

CORRETOR DE SEGUROS EMPRESÁRIO DE SUCESSO CORRETOR DE SEGUROS EMPRESÁRIO DE SUCESSO Palestrante: Apresentação Formado em Comunicação com pós-graduação em Gestão Empresarial e RH pela PUC RJ Mais de 15 anos de experiência no desenvolvimento de

Leia mais

Estágio: por onde começar?

Estágio: por onde começar? ENG09046 Terça-feira, das 16h30 às 18h10 Agosto de 2012 Estágio: por onde começar? Internamente: buscar entender como funciona a empresa, o setor/ departamento Externamente: ter uma visão macro sobre a

Leia mais

Marketing de Negociação. Empreendedorismo II. Empreendedorismo II. Unidade II: LIDERANÇA.

Marketing de Negociação. Empreendedorismo II. Empreendedorismo II. Unidade II: LIDERANÇA. Marketing de Negociação Centro Universitário de Jaraguá do Sul - UNERJ Administração Habilitação em Marketing 7a. fase - semestre 2009/2 Prof. Adm. Marco Antonio Murara,Esp. Unidade II: LIDERANÇA. A fonte

Leia mais

TIPOS PSICOLÓGICOS ATITUDES E FUNÇÕES

TIPOS PSICOLÓGICOS ATITUDES E FUNÇÕES TIPOS PSICOLÓGICOS ATITUDES E FUNÇÕES QUAL SERÁ A SUA ATITUDE PREDOMINANTE? QUAL SERÁ A SUA FUNÇÃO PSICOLÓGICA PRINCIPAL? No ano de 1921, Jung publica o resultado de um de seus estudos mais importantes

Leia mais

Curso do Superior de Tecnologia em Marketing

Curso do Superior de Tecnologia em Marketing Curso do Superior de Tecnologia em Objetivos do curso 1.5.1 Objetivo Geral O Curso Superior de Tecnologia em na modalidade EaD da universidade Unigranrio, tem por objetivos gerais capacitar o profissional

Leia mais

Unidade I APRENDIZADO ORGANIZACIONAL. Prof. Dr. Evandro Prestes Guerreiro

Unidade I APRENDIZADO ORGANIZACIONAL. Prof. Dr. Evandro Prestes Guerreiro Unidade I APRENDIZADO ORGANIZACIONAL Prof. Dr. Evandro Prestes Guerreiro Itens de Estudo 1. O que significa aprender? 2. O tempo da aprendizagem 3. O Conhecimento formal 4. Aprender individual Questão

Leia mais