Curso de Pós-Graduação: Saúde Coletiva com Ênfase em Saúde da Família (Abordagem Multiprofissional)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Curso de Pós-Graduação: Saúde Coletiva com Ênfase em Saúde da Família (Abordagem Multiprofissional)"

Transcrição

1 Curso de Pós-Graduação: Saúde Coletiva com Ênfase em Saúde da Família (Abordagem Multiprofissional) O Curso de Pós-Graduação em Saúde Coletiva com Ênfase em Saúde da Família: uma abordagem multiprofissional do Instituto INECSE em parceria com a FACULDADE DE CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO - UNIVES tem como objetivo formar profissionais capazes de exercer funções no ambiente da Saúde Pública e do Sistema Único de Saúde (SUS), sobretudo na Estratégia Saúde da Família (ESF) e no Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). Para tanto, a formação está estruturada no sentido de proporcionar ao especialista o conhecimento dos fatores que determinam ou influenciam o processo saúde-doença, das Políticas Públicas de Saúde e das práticas humanizadas de prevenção e promoção de saúde em nível individual, familiar e comunitário. Carga Horária Total: 420 horas. Previsão de Duração do Curso: 15 meses.

2 A Quem se Destina Profissionais da área da saúde que atuam ou pretendam atuar desenvolvendo atividades na Estratégia Saúde da Família, tanto integrantes das equipes de Saúde da Família quanto profissionais que atuam ou desejam atuar no Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). Profissionais que desejam desenvolver atividades em vários serviços vinculados ao Sistema Único de Saúde (SUS). Pré-Requisitos para Ingresso no Curso: possuir formação de nível superior em farmácia, nutrição, serviço social, medicina, enfermagem, odontologia, fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiologia, educação física, psicologia, entre outros, que pretendam atualizar seus conhecimentos nesta temática. Mercado de Trabalho O Programa de Saúde da Família constitui uma prioridade do Ministério e das Secretarias de Saúde, pois representa o investimento do Estado Brasileiro para que os serviços de saúde oferecidos à população sejam baseados na prevenção, na dinâmica das comunidades e das famílias brasileiras, substituindo um antigo modelo assistencial fundamentado na cura e na hospitalização, que além de ineficiente é também inefetivo. Portanto, o mercado de trabalho carece de profissionais qualificados para atuar na Estratégia de Saúde da Família (ESF), em especial no Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). É necessário que os profissionais de saúde estejam familiarizados com as Políticas Públicas de Saúde e as diretrizes do SUS, sendo capazes de fazer uma reflexão crítica em torno da sua prática na atenção primária (ou atenção básica), na qual está inserido a ESF. Por isso, os conhecimentos adquiridos neste curso de especialização permitem ao profissional desempenhar suas funções com qualidade, tanto no contato direto com a população quanto assumindo cargos de coordenação. Portanto, o curso Saúde Coletiva com Ênfase no Programa de Saúde da Família: uma abordagem multiprofissional oferece subsídios técnicocientíficos para que profissional tenha um desempenho satisfatório nos serviços públicos de saúde, nas provas de concursos públicos e nas empresas do setor privado que prestam serviço para as Secretarias Municipais de Saúde, sendo ideal para os que pretendem atuar em: Unidades e Centros Especializados Municipais e Estaduais de Saúde (Unidades Básicas de Saúde, Centros de Atenção Psicossocial CAPS, Ambulatórios de Saúde Mental, entre outros); Estratégia Saúde da Família (ESF).

3 Certificação O Curso de Pós-Graduação em Saúde Coletiva com Ênfase no Programa de Saúde da Família: uma abordagem multiprofissional é certificado pela FACULDADE DE CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO - UNIVES, instituição voltada ao desenvolvimento e à realização de programas educacionais para profissionais, empresas, instituições e órgãos públicos, em atuação desde 2000 e que tem desempenhado um importante papel na formação de profissionais dos setores industrial, logístico, varejista e da saúde. Com foco na educação profissional, os programas educacionais do INECSE em parceria com a FACULDADE DE CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO - UNIVES são altamente adequados às necessidades das empresas e instituições, e são fundamentados em um processo pedagógico, que busca a formação integral do aluno (técnica, humana e social). Os cursos possuem elevado valor no mercado de trabalho, pois desenvolvem nos profissionais as competências necessárias para uma atuação responsável, efetiva e modificadora, valorizando a prática e a otimização de recursos, processos e sistemas em prol da melhoria contínua de sua produtividade e de seus resultados, evidenciado pela alta empregabilidade de seus egressos. Os programas de pós-graduação do Instituto INECSE em parceria com a FACULDADE DE CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO - UNIVES são direcionados ao desenvolvimento de competências profissionais e acadêmicas, reconhecida pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), proposta de formação e titulação dos docentes, os quais agregam à sua titulação acadêmica vasta experiência prática relativa aos conteúdos que ministram, exigência do Instituto INECSE para que os seus egressos sejam de fato capacitados para atuação qualificada no mercado de trabalho. Competências Desenvolvidas no Egresso Ao término do curso, o especialista será capaz de: Compreender os determinantes e condicionantes do processo as saúde-doença a partir de uma perspectiva não apenas biomédica, mas também sociocultural e ambiental; Examinar com senso crítico as Políticas Públicas de Saúde que fundamentam o Sistema Único de Saúde (SUS) e os Serviços de Saúde no Brasil; Participar da implantação de serviços vinculados à Estratégia Saúde da Família; Utilizar ferramentas e habilidades de intervenção no contexto da Saúde da Família e da Comunidade; Desenvolver atividades inovadoras no Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF); Atuar em cargos de coordenação e gestão do PSF e do NASF e de outros serviços de saúde no SUS.

4 Temas Desenvolvidos no Curso Componentes Curriculares Carga Horária Bases conceituais do processo saúde-doença: modelos explicativos do processo saúde-doença; determinantes e condicionantes socioculturais do processo saúdedoença; determinantes e condicionantes ambientais do processo saúdedoença; fundamentos de epidemiologia e controle de doenças. 12h Políticas Públicas de Saúde: análise histórica e contexto atual das Políticas Públicas de Saúde no Brasil; estudo comparativo entre o contexto brasileiro e o contexto internacional; Sistemas e Serviços de Saúde: estrutura e características; diretrizes e organização de serviços no Sistema Único de Saúde (SUS); gestão da saúde pública no âmbito municipal, estadual e federal; participação de entidades parceiras e Organizações Sociais de Saúde (OSS) na administração pública; planejamento em saúde. Atenção à saúde e organização de serviços: níveis de complexidade na Atenção à Saúde (Atenção Primária, Secundária e Terciária); organização de serviços em rede, intersetorialidade nas ações em saúde e integração com outras áreas estratégicas (educação, assistência social, meio ambiente); equipes multiprofissionais. Estratégia Saúde da Família (ESF) estrutura e funcionamento: tipos e funcionamento de Unidades Básicas de Saúde (UBS); trajetória histórica de implantação da ESF no Brasil: movimentos percussores e estágio atual; princípios da ESF e funcionamento da Unidade de Saúde da Família; processos de trabalho na ESF: reunião de equipe, grupos de educação e atendimento em saúde (como planejar e realizar), visitas/atendimento domiciliar; humanização nas ações da ESF; articulações da ESF com outros serviços (pronto atendimento, ambulatório, hospitais, entre outros); articulações com a comunidade e lideranças locais; divisão por linhas de cuidado: saúde da criança, saúde do adulto, saúde do idoso, saúde mental. 90h O Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF): Políticas Públicas de Saúde que dão suporte ao NASF; tipos de equipes NASF; características e formas de trabalho do NASF; Política Nacional de Humanização (PNH); fundamentos do apoio especializado matricial: equipe de referência, clínica ampliada e projeto terapêutico singular (PTS); interdisciplinaridade e transdisciplinaridade; educação permanente com equipes de saúde da família; apoio à organização administrativa da UBS; habilidades do profissional do NASF; impacto do trabalho das várias categorias profissionais integrantes do NASF junto às famílias e comunidades. 90h Metodologia da pesquisa científica Ética e legislação farmacêutica (específico para farmacêuticos) Trabalho de conclusão de curso: elaboração do trabalho à distância CARGA HORÁRIA TOTAL 32h 16h 420h

5 Diferenciais deste Curso O curso Saúde Coletiva com Ênfase no Programa de Saúde da Família: uma abordagem multiprofissional apresenta conhecimentos de teórico-práticos com enfoque nas atividades de prevenção e promoção de saúde, desenvolvendo-se a partir da sólida formação de seus docentes e apoiada em situações reais trabalhadas na forma de estudo de casos. Esta opção permite uma melhor associação entre os princípios filosóficos da Saúde Coletiva e a sua consequente aplicação prática. A abertura para a participação de profissionais com formações diversas demonstra a importância das equipes multiprofissionais e proporciona uma visão interdisciplinar, abordando os protocolos necessários para uma assistência efetiva ao paciente, através de uma adequada articulação entre os saberes que constituem o universo do cuidado em saúde. A análise da Reforma Sanitária Brasileira e os serviços que dela decorrem permite que o profissional formule uma ideia concreta dos serviços nos quais poderá pôr em prática os conhecimentos adquiridos no curso, sobretudo o Programa de Saúde da Família. Corpo Docente Conta com docentes altamente qualificados e com experiência prática e acadêmica em áreas diversas do conhecimento relativas à saúde coletiva e saúde da família, que compreendem o significado dos princípios de prevenção e promoção de saúde e estão comprometidos com a formação de um profissional resolutivo e que exerça liderança em sua área de atuação. Os professores que integram o corpo docente dos Cursos de Pós-graduação Especialização do Instituto INECSE em parceria com a FACULDADE DE CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO - UNIVES são titulados e/ou qualificados, congregando competências técnicas e humanísticas à visão sistêmica das perspectivas socioambientais e mercadológicas das áreas em que atuam. São doutores, mestres, especialistas e/ou docentes com vasta experiência profissional.

RESIDÊNCIA EM ÁREA PROFISSIONAL DA SAÚDE

RESIDÊNCIA EM ÁREA PROFISSIONAL DA SAÚDE ORIENTAÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS DOS PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE CARDIOVASCULAR E DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM CARDIOVASCULAR 2018 Descrição RESIDÊNCIA

Leia mais

RESIDÊNCIA EM ÁREA PROFISSIONAL DA SAÚDE

RESIDÊNCIA EM ÁREA PROFISSIONAL DA SAÚDE ORIENTAÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS DOS PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE CARDIOVASCULAR E DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM CARDIOVASCULAR 2019 Descrição RESIDÊNCIA

Leia mais

CURSOS DA ÁREA DE SAÚDE

CURSOS DA ÁREA DE SAÚDE CURSOS DA ÁREA DE SAÚDE Curso Carga Horária Total Mínima % Carga Horária Mínima - Estágios Medicina 7.200 35% Medicina Veterinária 4.000 10% Odontologia 4.000 20% Psicologia 4.000 15% Biomedicina 3.200

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM 1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO

CURSO DE ENFERMAGEM 1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO CURSO DE ENFERMAGEM 1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO Nome do curso: Enfermagem. Grau Conferido: Bacharel em Enfermagem. Modalidade: Presencial. Área de Conhecimento: Ciências da Saúde. Regime Escolar: Crédito

Leia mais

CURSO: ENFERMAGEM Missão Objetivo Geral Objetivos Específicos

CURSO: ENFERMAGEM Missão Objetivo Geral Objetivos Específicos CURSO: ENFERMAGEM Missão Formar para atuar em Enfermeiros qualificados todos os níveis de complexidade da assistência ao ser humano em sua integralidade, no contexto do Sistema Único de Saúde e do sistema

Leia mais

A EXPERIÊNCIA DE RECIFE

A EXPERIÊNCIA DE RECIFE SECRETARIA MUNICIPAL DE SAUDE DO RECIFE NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO INFANTIL - NDI NÚCLEO DE APOIO A SAUDE DA FAMÍLIA - NASF A EXPERIÊNCIA DE RECIFE Intervenção e integração dos serviços de atenção à saúde.

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão Curso: ENFERMAGEM SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Missão Formar Enfermeiros qualificados para atuar em todos os níveis de complexidade da assistência ao ser humano em sua integralidade, no contexto do Sistema

Leia mais

São Paulo, 22 de novembro de 2013 Prédio da Faculdade de Medicina da USP - Av. Dr. Arnaldo, 455 Cerqueira César

São Paulo, 22 de novembro de 2013 Prédio da Faculdade de Medicina da USP - Av. Dr. Arnaldo, 455 Cerqueira César PROJETO REGIÃO OESTE Fundação Faculdade de Medicina São Paulo, 22 de novembro de 2013 Prédio da Faculdade de Medicina da USP - Av. Dr. Arnaldo, 455 Cerqueira César Agenda Institucional Projeto Região Oeste

Leia mais

O Núcleo de Apoio à Saúde da Família e suas funções na ABS

O Núcleo de Apoio à Saúde da Família e suas funções na ABS TEXTOS DIDÁTICOS DO CEMED Nº 2.c Compreendendo o SUS e a Assistência Farmacêutica Módulo 2 Tema 8 Aula Expositiva 6 O Núcleo de Apoio à Saúde da Família e suas funções na ABS Simone Alves do Vale Secretaria

Leia mais

Prática Acadêmica. A interdisciplinaridade

Prática Acadêmica. A interdisciplinaridade Prática Acadêmica A interdisciplinaridade 1 - A perspectiva interdisciplinar está presente ao longo do curso de Psicologia, começando pela abordagem em Metodologia Científica e Estatística. 2- A vivência

Leia mais

Exemplos de integração socio -sanitárias em atenção básica: a experiência de São Paulo. Carmen L. A. de Santana

Exemplos de integração socio -sanitárias em atenção básica: a experiência de São Paulo. Carmen L. A. de Santana Exemplos de integração socio -sanitárias em atenção básica: a experiência de São Paulo Carmen L. A. de Santana 2014 Princípios do SUS 1) 1) 3) 4) 5) Acesso universal, Equidade da oferta de serviços, Descentralização,

Leia mais

Saúde Mental: Interação entre o NASF e as equipes de Saúde da Família. Psic. Marcelo Richar Arua Piovanotti

Saúde Mental: Interação entre o NASF e as equipes de Saúde da Família. Psic. Marcelo Richar Arua Piovanotti Saúde Mental: Interação entre o NASF e as equipes de Saúde da Família Psic. Marcelo Richar Arua Piovanotti Uma breve contextualização... Psicólogo Clínico desde 2008 na SMS-PMF. Equipes de Saúde Mental:

Leia mais

Trabalho Produzido na ResidÊncia Multiprofissional em Saúde de Família de Santa Rosa 2

Trabalho Produzido na ResidÊncia Multiprofissional em Saúde de Família de Santa Rosa 2 EFEITO DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE DA FAMÍLIA UNIJUÍ/FUMSSAR EM RELAÇÃO À PRODUTIVIDADE DO NASF DE SANTA ROSA 1 EFFECT OF MULTIPROFESSIONAL RESIDENCY PROGRAM ON FAMILY HEALTH UNIJUÍ/FUMSSAR

Leia mais

Escala LiKert elaborada no contexto da Dissertação: O PROCESSO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL NOS SEMI INTERNATOS: A PERCEPÇÃO DO ACADÊMICO DE ENFERMAGEM

Escala LiKert elaborada no contexto da Dissertação: O PROCESSO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL NOS SEMI INTERNATOS: A PERCEPÇÃO DO ACADÊMICO DE ENFERMAGEM Escala LiKert elaborada no contexto da Dissertação: O PROCESSO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL NOS SEMI INTERNATOS: A PERCEPÇÃO DO ACADÊMICO DE ENFERMAGEM Hellen Ribeiro Da Silva, Beatriz Jansen Ferreira. Lidia

Leia mais

VIII ENCONTRO NACIONAL DE COORDENADORES DE CURSO DE FARMÁCIA E I ENCONTRO DE CURSOS DE FARMÁCIA Diretrizes Curriculares e as Práticas Farmacêuticas

VIII ENCONTRO NACIONAL DE COORDENADORES DE CURSO DE FARMÁCIA E I ENCONTRO DE CURSOS DE FARMÁCIA Diretrizes Curriculares e as Práticas Farmacêuticas VIII ENCONTRO NACIONAL DE COORDENADORES DE CURSO DE FARMÁCIA E I ENCONTRO DE CURSOS DE FARMÁCIA Diretrizes Curriculares e as Práticas Farmacêuticas Panorama da Formação Farmacêutica Evellin Bezerra da

Leia mais

REALIDADE DA PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA INTENSIVA PEDIÁTRICA-BRASIL FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

REALIDADE DA PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA INTENSIVA PEDIÁTRICA-BRASIL FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO REALIDADE DA PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA INTENSIVA PEDIÁTRICA-BRASIL FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Werther Brunow de Carvalho werther.brunow@hc.fm.usp.br Em 2017, o Programa de Pós Graduação

Leia mais

Programa de Residência Multiprofissional em Gerontologia

Programa de Residência Multiprofissional em Gerontologia Programa de Residência Multiprofissional em Gerontologia Cenário de Prática: No primeiro ano, o residente terá atuação na Proteção Especial e Atenção Especializada de Média e Alta Complexidade, em Unidade

Leia mais

A Formação de Profissionais para Atenção Primária à Saúde: a Experiência de Sobral-CE

A Formação de Profissionais para Atenção Primária à Saúde: a Experiência de Sobral-CE A Formação de Profissionais para Atenção Primária à Saúde: a Experiência de Sobral-CE Profa. Dra. Maria Socorro de Araújo Dias Escola de Formação em Saúde da Família Visconde de Sabóia Sobral-CE Plano

Leia mais

Universidade Federal de Juiz de Fora ORGANIZAÇÕES PÚBLICAS DE SAÚDE

Universidade Federal de Juiz de Fora ORGANIZAÇÕES PÚBLICAS DE SAÚDE ORGANIZAÇÕES PÚBLICAS DE SAÚDE ORGANIZAÇÕES DE SAÚDE Unidades, de diferentes densidades tecnológicas, prestadoras de ações e serviços de saúde que integradas por meio de sistemas de apoio técnico, logístico

Leia mais

CUIDADOS CONTINUADOS INTEGRADOS E ATENÇÃO AO IDOSO DEPENDENTE

CUIDADOS CONTINUADOS INTEGRADOS E ATENÇÃO AO IDOSO DEPENDENTE CUIDADOS CONTINUADOS INTEGRADOS E ATENÇÃO AO IDOSO DEPENDENTE Robéria Mandú da Silva Siqueira 1 Edivania Anacleto Pinheiro 2 Stéfani Carvalho dos Santos 3 RESUMO: O objetivo deste trabalho é descrever

Leia mais

NASF e PAIF/CRAS: a contribuição de cada serviço para a garantia dos direitos. Débora Martini

NASF e PAIF/CRAS: a contribuição de cada serviço para a garantia dos direitos. Débora Martini NASF e PAIF/CRAS: a contribuição de cada serviço para a garantia dos direitos Débora Martini Saúde Direito de todos Núcleo de Apoio a Saúde da Família - NASF Atenção Primária à Saúde Centros de Saúde Assistência

Leia mais

PLANO DE TRABALHO PARA DIREÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE- CCS

PLANO DE TRABALHO PARA DIREÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE- CCS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPIRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE PLANO DE TRABALHO PARA DIREÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE- CCS QUADRIÊNIO 2012-1016 Profa. Dra. Glaucia Rodrigues

Leia mais

Oficina Processo. de Trabalho na. Atenção Básica

Oficina Processo. de Trabalho na. Atenção Básica Oficina Processo de Trabalho na Atenção Básica Conceito Atenção Básica A Atenção Básica é o conjunto de ações de saúde individuais, familiares e coletivas que envolvem promoção, prevenção, proteção, diagnóstico,

Leia mais

PROGRAMA BOLSA DE INCENTIVO À EDUCAÇÃO NA REDE SESA: UMA EXPERIÊNCIA ALÉM DA PROFISSÃO UM ESTÁGIO PARA A VIDA

PROGRAMA BOLSA DE INCENTIVO À EDUCAÇÃO NA REDE SESA: UMA EXPERIÊNCIA ALÉM DA PROFISSÃO UM ESTÁGIO PARA A VIDA PROGRAMA BOLSA DE INCENTIVO À EDUCAÇÃO NA REDE SESA: UMA EXPERIÊNCIA ALÉM DA PROFISSÃO UM ESTÁGIO PARA A VIDA Eixo Temático: Integração ensino-serviço-comunidade Secretaria da Saúde do Estado do Ceará

Leia mais

Síntese do Projeto Pedagógico Curso: Gestão Hospitalar (Tecnológico) Campus Centro I Presidente Vargas

Síntese do Projeto Pedagógico Curso: Gestão Hospitalar (Tecnológico) Campus Centro I Presidente Vargas Síntese do Projeto Pedagógico Curso: Gestão Hospitalar (Tecnológico) Campus Centro I Presidente Vargas O Curso Superior de Tecnologia de Gestão Hospitalar da Universidade Estácio de Sá tem como missão

Leia mais

Página 1: ONDE SE LÊ: APRESENTAÇÃO

Página 1: ONDE SE LÊ: APRESENTAÇÃO A Fundação Estatal Saúde da Família FESFSUS, no uso de suas atribuições, publica ERRATA ao Edital do 1º Processo Seletivo de nº 002/2017, publicado no DOE em 06 de dezembro de 2017, para nele fazer constar:

Leia mais

PRÓ-Saúde e PET-Saúde. Políticas de Formação e Qualificação do SUS

PRÓ-Saúde e PET-Saúde. Políticas de Formação e Qualificação do SUS Seminário Nacional PRÓ- e PET- Políticas de Formação e Qualificação do SUS Ao sistema único de saúde compete... ordenar a formação de recursos humanos na área de saúde (Artigo 200 da Constituição Brasileira)

Leia mais

SERVIÇOS DE ATENDIMENTO DE SAÚDE

SERVIÇOS DE ATENDIMENTO DE SAÚDE SERVIÇOS DE ATENDIMENTO DE SAÚDE No contexto atual, uma pessoa procura assistência no campo da saúde por diversos motivos: Atendimento pré-natal Consulta pediátrica Imunizações Controle de doenças crônicas

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso de Farmácia Campus: Campos dos Goytacazes Missão O curso tem como missão formar profissionais farmacêuticos com visão generalista e humanista capazes de exercer atividades

Leia mais

PÓS GRADUAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA COM ÊNFASE NA SAÚDE DA FAMÍLIA

PÓS GRADUAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA COM ÊNFASE NA SAÚDE DA FAMÍLIA PÓS GRADUAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA COM ÊNFASE NA SAÚDE DA FAMÍLIA O curso de Pós-graduação em Saúde Pública com ênfase na Saúde da Família tem como escopo garantir o aperfeiçoamento profissional e capacitar

Leia mais

Educação e Prática para a. Mílton de Arruda Martins Faculdade de Medicina Universidade de São Paulo

Educação e Prática para a. Mílton de Arruda Martins Faculdade de Medicina Universidade de São Paulo Educação e Prática para a Qualidade e Segurança Mílton de Arruda Martins Faculdade de Medicina Universidade de São Paulo Ao sistema único de saúde compete... ordenar a formação de recursos humanos na área

Leia mais

O hospital é uma criação da cristandade da Idade Média. Hôtel-Dieu em Paris, 651

O hospital é uma criação da cristandade da Idade Média. Hôtel-Dieu em Paris, 651 Carlos Justo Galeno (131-201 AD) O hospital é uma criação da cristandade da Idade Média. Hôtel-Dieu em Paris, 651 ESCOLA DE SALERNO A Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro, fundada pelo Padre Anchieta,

Leia mais

REGIMENTO DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM NA ATENÇÃO BÁSICA/SAÚDE DA FAMÍLIA

REGIMENTO DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM NA ATENÇÃO BÁSICA/SAÚDE DA FAMÍLIA 1 REGIMENTO DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM NA ATENÇÃO BÁSICA/SAÚDE DA FAMÍLIA Universidade Federal de São João del-rei Campus Centro Oeste Dona Lindu DIVINÓPOLIS-MG 2014 2 Pós-Graduação Lato Sensu

Leia mais

Alexandre de Araújo Pereira

Alexandre de Araújo Pereira SAÚDE MENTAL NA ATENÇÃO BÁSICA / SAÚDE DA FAMÍLIA: CO-RESPONSABILIDADE NO TERRITÓRIO III MOSTRA NACIONAL DE III MOSTRA NACIONAL DE PRODUÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA BRASÍLIA 08/2008 Alexandre de Araújo Pereira

Leia mais

Atuação da Fonoaudiologia na Saúde Mental

Atuação da Fonoaudiologia na Saúde Mental Atuação da Fonoaudiologia na Saúde Mental Dia: 04/05 Local: Anf. da Biblioteca Horário: 13 às 14h Apresentadoras: Caroline Pascon 4º ano Chrishinau Silva 2º ano Orientadora: Drª Fgaª Ariadnes Nobrega de

Leia mais

Análise Crítica do Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação

Análise Crítica do Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação SEMINÁRIO ABMES Análise Crítica do Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação SCS Qd 07, Bl A, Sala 526 - Torre do Pátio Brasil Shopping - Brasília/DF CEP: 70307-901 Telefone: + 55 (61) 3322-3252

Leia mais

RELATÓRIO DE CONCORRÊNCIA

RELATÓRIO DE CONCORRÊNCIA 23 - ENFERMAGEM ENFERMAGEM CIRÚRGICA 11 65 5,9 ENFERMAGEM EM CANCEROLOGIA 8 41 5,1 ENFERMAGEM EM CARDIOLOGIA 9 41 4,6 ENFERMAGEM EM CENTRO CIRÚRGICO 2 11 5,5 ENFERMAGEM EM EMERGÊNCIA GERAL 5 40 8,0 ENFERMAGEM

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR Curso Medicina Epidemiologia Geral 4 40

MATRIZ CURRICULAR Curso Medicina Epidemiologia Geral 4 40 MATRIZ CURRICULAR Curso Medicina 2012 Semestres Área Temática Módulo Sem CH CH Semestre Introdução ao Estudo da Medicina Ética da vida e da liberdade Introdução ao Estudo Semestre 1 da Medicina Introdução

Leia mais

Coordenação de Policlínicas e NASF. Rafaella Peixoto

Coordenação de Policlínicas e NASF. Rafaella Peixoto Coordenação de Policlínicas e NASF Rafaella Peixoto Maio/2016 II SEMINÁRIO NASF RIO Problematizando o trabalho do NASF : como coordenar o cuidado e ser resolutivo Como será o dia Conferência de abertura:

Leia mais

Alana de Paiva Nogueira Fornereto Gozzi Março/2018

Alana de Paiva Nogueira Fornereto Gozzi Março/2018 Apoio à implantação e implementação dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF) em uma região do estado de São Paulo: a Educação Permanente como instrumento para lidar com desafios e possibilidades

Leia mais

PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA. Diego Silva Referência Central PROVAB/Mais Médicos para o Brasil

PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA. Diego Silva Referência Central PROVAB/Mais Médicos para o Brasil PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA Diego Silva Referência Central PROVAB/Mais Médicos para o Brasil Integração Ensino Serviço A Integração Ensino-Serviço, que se constitui como reflexão

Leia mais

Pronunciamento do reitor Reinaldo Centoducatte em sessão solene na Câmara dos Deputados realizada em homenagem aos 50 anos do Hospital Universitário

Pronunciamento do reitor Reinaldo Centoducatte em sessão solene na Câmara dos Deputados realizada em homenagem aos 50 anos do Hospital Universitário Pronunciamento do reitor Reinaldo Centoducatte em sessão solene na Câmara dos Deputados realizada em homenagem aos 50 anos do Hospital Universitário Bom dia a todos. Meus cumprimentos ao deputado Givaldo

Leia mais

O Programa Saúde da Família nasceu oficialmente no Brasil em1994, fundamentado em algumas experiências municipais que já estavam em andamento no

O Programa Saúde da Família nasceu oficialmente no Brasil em1994, fundamentado em algumas experiências municipais que já estavam em andamento no O Programa Saúde da Família nasceu oficialmente no Brasil em1994, fundamentado em algumas experiências municipais que já estavam em andamento no País. O PSF Surge como uma proposta ousada para a reestruturação

Leia mais

SGTES RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL: BALANÇO E PERSPECTIVAS

SGTES RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL: BALANÇO E PERSPECTIVAS SGTES RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL: BALANÇO E PERSPECTIVAS BELEM-PA Maio 2013 1 Objetivos Estratégicos do Ministério da Saúde: Garantir o acesso da população a serviços de qualidade, com equidade e em

Leia mais

POLÍTICA DE SAÚDE MENTAL. Prof. Domingos de Oliveira

POLÍTICA DE SAÚDE MENTAL. Prof. Domingos de Oliveira POLÍTICA DE SAÚDE MENTAL Prof. Domingos de Oliveira DIRETRIZES E POLÍTICA DE SAÚDE MENTAL A Política de Saúde Mental instituída no Brasil através da Lei Federal No 10.216/01, tem como premissa fundamental

Leia mais

DE PÓS-GRADUAÇÃO

DE PÓS-GRADUAÇÃO 6.2.2. DE PÓS-GRADUAÇÃO As áreas de abrangência da UFOB têm experimentado importante crescimento econômico e populacional nos últimos 30 anos, fato que tem ampliado significativamente a demanda por profissionais

Leia mais

PEDIATRIA - CAMPINAS PLANO DE CURSO

PEDIATRIA - CAMPINAS PLANO DE CURSO PEDIATRIA - CAMPINAS PLANO DE CURSO DADOS GERAIS: 1. NOME DO PROGRAMA: Residência em Pediatria 2. DURAÇÃO: 3 (três) anos 3. PRÉ-REQUISITOS: Graduação em Medicina 4. CARGA HORÁRIA: 60 horas semanais 5.

Leia mais

unesp Universidade Estadual Paulista Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília Departamento de Educação Especial Curso de Fisioterapia

unesp Universidade Estadual Paulista Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília Departamento de Educação Especial Curso de Fisioterapia Assunto: Parecer do Projeto Pedagógico do Curso de Bacharelado em Fisioterapia Interessado: Conselho de Curso CoG PARECER Tendo sido convidada pela Pró-Reitoria de Graduação da Universidade Federal de

Leia mais

REDE DE ATENÇÃO A SAÚDE DE DIADEMA 20 Unidades Básicas de Saúde UBS: com 70 equipes de Saúde da Família com médico generalista; 20 equipes de Saúde da

REDE DE ATENÇÃO A SAÚDE DE DIADEMA 20 Unidades Básicas de Saúde UBS: com 70 equipes de Saúde da Família com médico generalista; 20 equipes de Saúde da VI Seminário Internacional da Atenção Básica A construção de modelagens de AB em grandes centros urbanos Aparecida Linhares Pimenta SMS de Diadema Vice presidente do CONASEMS REDE DE ATENÇÃO A SAÚDE DE

Leia mais

MÓDULO 2 PROCESSO DE TRABALHO COLABORATIVO EM SAÚDE MENTAL NA ATENÇÃO PRIMÁRIA CELINA RAGONI DE MORAES CORREIA / CAROLINA CARDOSO MANSO

MÓDULO 2 PROCESSO DE TRABALHO COLABORATIVO EM SAÚDE MENTAL NA ATENÇÃO PRIMÁRIA CELINA RAGONI DE MORAES CORREIA / CAROLINA CARDOSO MANSO MÓDULO 2 PROCESSO DE TRABALHO COLABORATIVO EM SAÚDE MENTAL NA ATENÇÃO PRIMÁRIA CELINA RAGONI DE MORAES CORREIA / CAROLINA CARDOSO MANSO GABARITO DAS QUESTÕES NORTEADORAS QUESTÃO NORTEADORA 1: Histórias

Leia mais

O ENFERMEIRO NA VISITA MULTIPROFISSIONAL A IDOSOS: RELATO DE EXPERIÊNCIA EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO

O ENFERMEIRO NA VISITA MULTIPROFISSIONAL A IDOSOS: RELATO DE EXPERIÊNCIA EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO O ENFERMEIRO NA VISITA MULTIPROFISSIONAL A IDOSOS: RELATO DE EXPERIÊNCIA EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO Juylana Maria Fonseca Clementino* Residência Integrada Multiprofissional em Saúde Hospitalar, Hospital

Leia mais

Escola de Artes, Ciências e Humanidades

Escola de Artes, Ciências e Humanidades Bacharelado em Gerontologia Escola de Artes, Ciências e Humanidades Universidade de São Paulo Coordenação 2009-2011: Mônica Sanches Yassuda Marisa Accioly Domingues Inaugurada em fevereiro de 2005. Objetivos:

Leia mais

Experiências de Formação de Nutricionistas para o Sistema Único de Saúde

Experiências de Formação de Nutricionistas para o Sistema Único de Saúde Experiências de Formação de Nutricionistas para o Sistema Único de Saúde CASO 2: PRÁTICAS PROBLEMATIZADORAS E ATIVAS DE ENSINO NA COMUNIDADE Introdução Neste caso Didático será relatada a experiência do

Leia mais

O Médico Veterinário como Profissional de Atenção Básica em Saúde: situação e perspectivas. Organização:

O Médico Veterinário como Profissional de Atenção Básica em Saúde: situação e perspectivas. Organização: O Médico Veterinário como Profissional de Atenção Básica em Saúde: situação e perspectivas. Organização: 30 de Outubro de 2014. São Paulo S.P. A inclusão do Médico Veterinário no contexto institucional

Leia mais

Criado em Seminário Nacional sobre o SUS e as Graduações na Saúde Objetivo: contribuir com processo de mudanças curriculares nos cursos de

Criado em Seminário Nacional sobre o SUS e as Graduações na Saúde Objetivo: contribuir com processo de mudanças curriculares nos cursos de 1 Criado em 2004 - Seminário Nacional sobre o SUS e as Graduações na Saúde Objetivo: contribuir com processo de mudanças curriculares nos cursos de graduação, visando a formação de profissionais habilitados

Leia mais

Grupo Hospitalar Conceição: gestão da pesquisa

Grupo Hospitalar Conceição: gestão da pesquisa Workshop: Melhores Práticas em Pesquisa Clinica Grupo Hospitalar Conceição: gestão da pesquisa Grupo Hospitalar Conceição Escola GHC/Gerência de Ensino e Pesquisa Coordenação da Pesquisa GRUPO HOSPITALAR

Leia mais

A construção do Curso de Especialização em Saúde da Família / UFJF 1996 a 2003

A construção do Curso de Especialização em Saúde da Família / UFJF 1996 a 2003 A construção do Curso de Pólo de Capacitação e Educação Permanente de Saúde da Família / UFJF Faculdade de Medicina, Faculdade de Enfermagem, NATES A construção do Curso de Sueli Maria dos Reis Santos

Leia mais

AVALIAÇÃO CURRICULAR PADRONIZADA 2019

AVALIAÇÃO CURRICULAR PADRONIZADA 2019 PROCESSO SELETIVO DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL DA FUNDAÇÃO DE ASSISTÊNCIA INTEGRAL À SAÚDE HOSPITAL SOFIA FELDMAN AVALIAÇÃO CURRICULAR PADRONIZADA 2019 NEONATOLOGIA Pré-requisito em Enfermagem; Fisioterapia;

Leia mais

Cursos da área da Saúde do UniAnchieta. Nesta edição, você conhecerá os cursos da área da Saúde que o Centro Universitário Padre Anchieta oferece.

Cursos da área da Saúde do UniAnchieta. Nesta edição, você conhecerá os cursos da área da Saúde que o Centro Universitário Padre Anchieta oferece. Cursos da área da Saúde do UniAnchieta Nesta edição, você conhecerá os cursos da área da Saúde que o Centro Universitário Padre Anchieta oferece. INFORMATIVO DO GRUPO ANCHIETA - 29 JANEIRO 2017 02 29 janeiro

Leia mais

Dimensão 1: organização didático-pedagógica

Dimensão 1: organização didático-pedagógica 1 Dimensão 1: organização didático-pedagógica Item avaliado Objetivos do programa Os objetivos do programa estão claros? Itens avaliados no Eixo Transversal Dificuldades Facilidades Perfil do egresso e

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão. Objetivo Geral. Objetivos Específicos

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão. Objetivo Geral. Objetivos Específicos SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso de Nutrição Campus: João Uchoa Missão Formar profissionais nutricionistas generalistas, humanistas e críticos, com habilidades e competências para atuação nos diferentes

Leia mais

INTERFACE CAPS E PSF UMA EXPERIÊNCIA DE

INTERFACE CAPS E PSF UMA EXPERIÊNCIA DE INTERFACE CAPS E PSF UMA EXPERIÊNCIA DE RESPEITO E SUCESSO EXPERIÊNCIA DE ARACAJU 2002 Ampliação do PSF cobertura de 70% da população; Implantação do Acolhimento; Na Saúde Mental a implantação de equipes

Leia mais

O Futuro do Ensino Médico no Brasil. Mílton de Arruda Martins Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo

O Futuro do Ensino Médico no Brasil. Mílton de Arruda Martins Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo O Futuro do Ensino Médico no Brasil Mílton de Arruda Martins Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo MEDICAL EDUCATION IN THE UNITED STATES AND CANADA A REPORT TO THE CARNEGIE FOUNDATION FOR

Leia mais

PARECER CREMEC N.º 26/ /12/2013

PARECER CREMEC N.º 26/ /12/2013 PARECER CREMEC N.º 26/2013 06/12/2013 PROCESSO-CONSULTA PROTOCOLO CREMEC nº 10924/2013 ASSUNTO: ATRIBUIÇÕES DOS MÉDICOS QUE ATUAM NAS EQUIPES DE SAÚDE DA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA (ESF) PARECERISTA:

Leia mais

OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM

OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM FACULDADE DO NORTE GOIANO OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM Objetivos do curso O Curso de Graduação em Enfermagem tem por objetivo formar bacharel em enfermagem (enfermeiro) capaz de influenciar na construção

Leia mais

ATENÇÃO BÁSICA : Um olhar para a Saúde do Trabalhador

ATENÇÃO BÁSICA : Um olhar para a Saúde do Trabalhador ATENÇÃO BÁSICA : Um olhar para a Saúde do Trabalhador FUNDAMENTOS E DIRETRIZES DA Ter território adstrito; AB Acesso universal e contínuo; Serviços resolutivos e de qualidade; Porta aberta e preferencial

Leia mais

II. Educação e Práticas Interprofissionais Secretaria de Estado da Saúde do Tocantins/Hospital Infantil de Palmas Mônica Costa Barros

II. Educação e Práticas Interprofissionais Secretaria de Estado da Saúde do Tocantins/Hospital Infantil de Palmas Mônica Costa Barros II. Educação e Práticas Interprofissionais Secretaria de Estado da Saúde do Tocantins/Hospital Infantil de Palmas Mônica Costa Barros Cenário O Hospital Infantil de Palmas (HIP), assim denominado, é uma

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CAMPUS BAIXADA SANTISTA. Um itinerário de aprendizagens, desafios e perspectivas

PROJETO PEDAGÓGICO DO CAMPUS BAIXADA SANTISTA. Um itinerário de aprendizagens, desafios e perspectivas PROJETO PEDAGÓGICO DO CAMPUS BAIXADA SANTISTA Um itinerário de aprendizagens, desafios e perspectivas (Escher, Relatividade, 1960) Uma história recente 2004 início com os cursos seqüenciais de Educação

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso de Farmácia Campus: Petrópolis Missão O curso tem como missão formar profissionais farmacêuticos capazes de exercer atividades referentes aos fármacos e aos medicamentos,

Leia mais

Estratégias da Implantação para a Conquista da Certificação ONA no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes

Estratégias da Implantação para a Conquista da Certificação ONA no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes Estratégias da Implantação para a Conquista da Certificação ONA no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes Nossa história Cenário Cenário Nossa história Setores Previsão segundo o Plano de Trabalho Quando

Leia mais

COMISSÃO DE SISTEMATIZAÇÃO DA REFORMA CURRICULAR

COMISSÃO DE SISTEMATIZAÇÃO DA REFORMA CURRICULAR REESTRUTURAÇÃO DAS ATIVIDADES DO CURSO MÉDICO CARACTERIZAÇÃO DAS DISCIPLINAS E ESTÁGIOS DA NOVA MATRIZ CURRICULAR REVISÃO DA PROPOSTA DAS DISICIPLINAS IAPS junho CÓDIGO DA DISCIPLINA ATUAL: MED NOME ATUAL:

Leia mais

Carga horária: 60 h semanais

Carga horária: 60 h semanais PROCESSO SELETIVO UNIFICADO PARA RESIDÊNCIA EM ÁREA PROFISSIONAL DA SAÚDE (UNIPROFISSIONAL E MULTIPROFISSIONAL) ERRATA 001 pertinente ao EDITAL Nº 002/2016 A Coordenação da Comissão Estadual de Residência

Leia mais

Cuidado. Crack, é possível vencer Aumento da oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários

Cuidado. Crack, é possível vencer Aumento da oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários Prevenção Educação, Informação e Capacitação Cuidado Aumento da oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários Autoridade Enfrentamento ao tráfico de drogas e às organizações criminosas Crack, é

Leia mais

CURRÍCULO ACADÊMICO. _ Nutrição BACHARELADO

CURRÍCULO ACADÊMICO. _ Nutrição BACHARELADO CURRÍCULO ACADÊMICO _ Nutrição BACHARELADO 1 Graduação em _ Nutrição Pioneira entre as universidades privadas do Brasil, a graduação em Nutrição da Unisinos se atualiza o tempo todo. A gente sabe que o

Leia mais

MATRICIAMENTO PELOS NÚCLEOS DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA

MATRICIAMENTO PELOS NÚCLEOS DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA MATRICIAMENTO PELOS NÚCLEOS DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA INTRODUÇÃO Neste Caso Didático vamos relatar a experiência de organização dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF) de um município de grande

Leia mais

Experiências de Educação em Ciências de Saúde para a Atenção Primária em Saúde

Experiências de Educação em Ciências de Saúde para a Atenção Primária em Saúde Experiências de Educação em Ciências de Saúde para a Atenção Primária em Saúde Coordenadora Geral de Ações Técnicas em Educação na Saúde - SGTES/MS/BRASIL Base político-jurídica 1988 Constituição Federal

Leia mais

O - ÁREA PROFISSIONAL SERVIÇO SOCIAL

O - ÁREA PROFISSIONAL SERVIÇO SOCIAL O - ÁREA PROFISSIONAL SERVIÇO SOCIAL SERVIÇO SOCIAL EM ASSISTÊNCIA A PACIENTES PORTADORES DE HIV/AIDS Supervisora: Susan Marisclaid Gasparini Dirigido aos profissionais de Serviço Social que pretendem

Leia mais

AÇÕES SOLIDÁRIAS E DE ACOLHIDA CCV

AÇÕES SOLIDÁRIAS E DE ACOLHIDA CCV AÇÕES SOLIDÁRIAS E DE ACOLHIDA CCV CURSO DATA HORÁRIO LOCAL ATIVIDADE RESPONSÁVEL Bloco B Sala B-41 - Apresentação e boas vindas; - Apresentação PET; -Concurso de Fotografia; - Apresentação sobre o plantio

Leia mais

Curso de Pós-Graduação em Vigilância Sanitária de Medicamentos, C...

Curso de Pós-Graduação em Vigilância Sanitária de Medicamentos, C... 1 de 6 23/11/2010 09:48 Portal Racine Cursos Agenda de Eventos Revistas Livros Serviços Home Institucional Sobre o Instituto Racine Coordenadores de Cursos Protocolos de Cooperação Educacional Bolsas de

Leia mais

Trajetória do Curso PARCERIA CAPES & CFB

Trajetória do Curso PARCERIA CAPES & CFB Trajetória do Curso PARCERIA CAPES & CFB A parceria entre a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Universidade Aberta do Brasil (UAB) com o Conselho Federal de Biblioteconomia

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Gestão Hospitalar

Curso Superior de Tecnologia em Gestão Hospitalar Curso Superior de Tecnologia em Gestão Hospitalar Coordenadora: Vanessa Luiza Tuono O Curso de Tecnologia em Gestão Hospitalar visa fornecer ao mercado de trabalho, profissional com capacidade empreendedora,

Leia mais

Relatório sobre as Especialidades em Fonoaudiologia. Conselho Federal de Fonoaudiologia

Relatório sobre as Especialidades em Fonoaudiologia. Conselho Federal de Fonoaudiologia Relatório sobre as Especialidades em Fonoaudiologia Conselho Federal de Fonoaudiologia Abril /2017 Introdução: Todos os títulos de especialistas para fonoaudiólogos são concedidos mediante análise de títulos

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso: Medicina Campus: João Uchoa Missão O Curso de Medicina da Universidade Estácio de Sá visa formar profissionais de alto nível técnico e com sólida base humanista, compromissados

Leia mais

Superintendência de Gestão, Planejamento e Finanças Gerência de Contratos e Convênios ANEXO II METAS DE PRODUÇÃO

Superintendência de Gestão, Planejamento e Finanças Gerência de Contratos e Convênios ANEXO II METAS DE PRODUÇÃO ANEXO II METAS DE PRODUÇÃO 1. ATIVIDADES MÍNIMAS A REALIZAR 1.1. ASSISTÊNCIA HOSPITALAR Produção. 1.1.1. Realizar, no mínimo, 90% da meta estabelecida no Plano de Metas de 1.1.2. O indicador de aferição

Leia mais

Promoção da Equidade em Saúde

Promoção da Equidade em Saúde Promoção da Equidade em Saúde EXPERIÊNCIA EXITOSA Promovendo Políticas de Promoção da equidade para Grupos. NASF AB Experiência de um trabalho Multiprofissional. INTRODUÇÃO Necessidade de divulgar as as

Leia mais

Ana Raquel Octaviano SMS Piraí - RJ

Ana Raquel Octaviano SMS Piraí - RJ Ana Raquel Octaviano SMS Piraí - RJ POPULAÇÃO: 26.314 DISTRITOS: SEDE, ARROZAL, SANTANÉSIA, VILA MONUMENTO. (mapa) ÁREA TERRITORIAL: 505 KM² DENSIDADE DEMOGRÁFICA: 52,21 HAB/KM² 0,16% DA POPULAÇÃO DO

Leia mais

I-Política de ATENÇÃO BÁSICA EM SAÚDE 1) Como é definida? * Um conjunto de ações em saúde (amplas, complexas que abrangem múltiplas facetas da realida

I-Política de ATENÇÃO BÁSICA EM SAÚDE 1) Como é definida? * Um conjunto de ações em saúde (amplas, complexas que abrangem múltiplas facetas da realida A atuação do Assistente Social na e a interface com os demais níveis de complexidade Inês Pellizzaro I-Política de ATENÇÃO BÁSICA EM SAÚDE 1) Como é definida? * Um conjunto de ações em saúde (amplas, complexas

Leia mais

AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE AULA 5

AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE AULA 5 AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE AULA 5 ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE A ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA Atenção Primária à Saúde e/ou Atenção Básica No Brasil, observa-se mudanças na concepção de APS desde a NOB

Leia mais

O cliente e a complexidade dos serviços de saúde

O cliente e a complexidade dos serviços de saúde O cliente e a complexidade dos serviços de saúde PROFESSORA CAROLINE ORLANDI BRILINGER Usuário, cliente ou paciente? (SAITOet al; 2013) Denominações propiciam e induzem diferentes maneiras de olhar e compreender

Leia mais

Oficina Processo. de Trabalho na. Atenção Básica

Oficina Processo. de Trabalho na. Atenção Básica Oficina Processo de Trabalho na Atenção Básica O que esperamos? Proporcionar que gestores aprofundem o debate sobre alguns temas que são caros na qualidade da Atenção Básica, a partir do processo de trabalho

Leia mais

ANEXO 2 TEMÁTICAS E CATEGORIAS DAS EXPERIÊNCIAS

ANEXO 2 TEMÁTICAS E CATEGORIAS DAS EXPERIÊNCIAS ANEXO 2 TEMÁTICAS E CATEGORIAS DAS EXPERIÊNCIAS TEMÁTICA CATEGORIA ESPECIFICAÇÃO DE RELATO Inclui relatos sobre práticas na elaboração e acompanhamento dos Instrumentos: 1.A FERRAMENTAS DO PLANEJAMENTO

Leia mais

Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica - Nasf AB -

Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica - Nasf AB - N A S F Trajetória da estratégia, organização do processo de trabalho e perspectivas do Ministério da Saúde Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica - Nasf AB - TRAJETÓRIA DA ESTRATÉGIA, ORGANIZAÇÃO

Leia mais

PROFISSIONALIZAÇÃO DA GESTÃO

PROFISSIONALIZAÇÃO DA GESTÃO PROFISSIONALIZAÇÃO DA GESTÃO uma questão de promoção, proteção e recuperação dos serviços de saúde¹ LUCIANA BARBOSA ¹Texto adaptado ao que foi publicado no Jornal de Alegrete e no CRA/RS Em cenários de

Leia mais

O CUIDADO TERRITORIAL: UM OLHAR SOBRE A SAÚDE MENTAL E A ATENÇÃO BÁSICA 1

O CUIDADO TERRITORIAL: UM OLHAR SOBRE A SAÚDE MENTAL E A ATENÇÃO BÁSICA 1 O CUIDADO TERRITORIAL: UM OLHAR SOBRE A SAÚDE MENTAL E A ATENÇÃO BÁSICA 1 Camila Eichelberg Madruga 2, Valéria Baccarin Ianiski 3, Adriane Cristine Oss-Emer Soares Alpe 4. 1 Relato de experiência desenvolvida

Leia mais

O Apoio Matricial do Farmacêutico no NASF. Noemia Liege Maria da Cunha Bernardo

O Apoio Matricial do Farmacêutico no NASF. Noemia Liege Maria da Cunha Bernardo apresentam O Apoio Matricial do Farmacêutico no NASF Noemia Liege Maria da Cunha Bernardo Apresentação O Apoio Matricial do Farmacêutico no NASF 2010 2013 2015 Pesquisa Serviço Ensino Objetivo Compartilhar

Leia mais

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE PROJETO PEDAGÓGICO

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE PROJETO PEDAGÓGICO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE PROJETO PEDAGÓGICO I - Duração: 2 anos II - Número de vagas: 15 por ano III - Objetivo Geral: Ao final do Programa de Residência Médica

Leia mais

Fisioterapia na Atenção Primária à Saúde

Fisioterapia na Atenção Primária à Saúde Fst. Ms. Priscylla Knopp Mestre em Psicologia/ Psicologia social e da saúde UFJF/PPG-Psi Pesquisadora do Grupo de estudo e práticas sociais em Saúde Coletiva UFJF 30 out Fisioterapia na Atenção Primária

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CAMPUS: NITERÓI Missão A missão do curso de Engenharia de Produção da UNESA é formar Engenheiros de Produção de alto nível técnico e metodológico

Leia mais

ANEXO 3 CONHECIMENTOS GERAIS EM SAÚDE

ANEXO 3 CONHECIMENTOS GERAIS EM SAÚDE ANEXO 3 PROGRAMA CONHECIMENTOS GERAIS EM SAÚDE 1. Conhecimentos sobre o SUS - Legislação da Saúde: Constituição Federal de 1988 (Título VIII - capítulo II - Seção II); Lei 8.080/90 e Lei 8.142/90; Norma

Leia mais

Complexidade da especialidade. Proposta Especialidade NEUROFUNCIONAL segundo os critérios da CBO e outros. Complexidade da especialidade

Complexidade da especialidade. Proposta Especialidade NEUROFUNCIONAL segundo os critérios da CBO e outros. Complexidade da especialidade Proposta Especialidade NEUROFUNCIONAL segundo os critérios da CBO e outros CATECE Comissão de Análise de Títulos de Especialistas e Cursos de Especialização É o domínio dos conhecimentos específicos que

Leia mais