ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DA EDUCAÇÃO"

Transcrição

1 Gerência de Alimentação e Nutrição Escolar - Av. Anhanguera, nº. 7171, Qd. R-01, Lt. 26, Setor Oeste - CEP: Fone:

2 RESUMO O projeto de introdução do peixe na merenda escolar nasceu diante do intuito da Secretaria de Educação, de incrementar o valor nutricional e o sabor da Merenda Escolar. Após o estudo detalhado da carne peixe, incluindo seu modo de preparo, atenção para seus cuidados e seu índice nutricional decidiu-se colocar em prática o projeto usando métodos didáticos e práticos. Os resultados satisfatórios, cumprindo as metas do trabalho e superando as expectativas. INTRODUÇÃO A nutrição adequada no período pré-escolar e ensino fundamental é primordial para o crescimento e desenvolvimento da criança, ao mesmo tempo em que constituem num dos fatores de prevenção de algumas doenças da vida adulta dentre as principais, enquadram-se as doenças cardiovasculares, hipertensão, obesidade e diabetes. Sendo assim é importante que já nesse período, a criança seja submetida à formação de hábitos alimentares saudáveis sendo estes não só de responsabilidade de seus pais,mas também das escolas e demais instituições governamentais. Quando se refere a hábitos alimentares saudáveis deve-se lembrar que este não se resume só ao consumo adequado de frutas e verduras, mas sim de todos os grupos alimentares estipulados pela pirâmide de alimentos. Dos grupos que acompanham a pirâmide de alimentos, o das carnes exercem papel crucial no desenvolvimento da criança por fornecerem nutrientes como proteínas, vitaminas e minerais. O peixe é uma excelente fonte de proteínas completas, ferro e outros minerais, além de conter os célebres ácidos graxos ômega-3.são eles os grande responsáveis por grande parte da enorme lista de benefícios à saúde que ele traz. Com esse estudo sobre o peixe, a Secretaria de Educação resolveu realizar esse projeto de introdução do peixe na merenda escolar para proporcionar qualidade de vida aos seus educandos.

3 OBJETIVO Devido ao alto valor nutritivo do peixe, o intuito principal de introduzir o peixe na Merenda Escolar é proporcionar uma merenda de qualidade, com os valores nutricionais de acordo com o que estabelece o PAT tornando a merenda mais saborosa e diversificada. Além disso, cabe ressaltar que a carne do peixe é rica em colina.essa substância está relacionada com a formação de um neurotransmissor conhecido como acetilcolina que é um dos principais responsáveis pelo bom funcionamento da memória, repercutindo assim, no desempenho acadêmico das crianças.

4 VALOR NUTRICIONAL ESTADO DE GOIÁS Os gráficos a seguir foram montados para comparação da composição nutricional da carne bovina e do frango com a carne do peixe: Valor Nutricional da carne bovina por 100g 250,00 200,00 150,00 100,00 185,00 202,00 50,00 0,00 18,90 12,90 6,00 10,00 2,31 0,00 Energia (kcal) Carboidrato (g) Proteína (g) Lipídio (g) Vitamina A (mcg) Cálcio (Mg) Fósforo (mg) Ferro (mg) Valor Nutricional da carne de frango por 100g 200,00 180,00 160,00 140,00 120,00 100,00 80,00 60,00 40,00 20,00 0,00 106,70 0,00 19,70 3,10 10,00 2,00 200,00 1,90 Energia (kcal) Carboidrato (g) Proteína (g) Lipídio (g) Vitamina A (mcg) Cálcio (Mg) Fósforo (mg) Ferro (mg)

5 Valor Nutricional da carne de peixe por 100g 250,00 225,00 200,00 150,00 115,00 100,00 50,00 0,00 18,90 3,80 32,00 34,00 1,10 0,00 Energia (kcal) Carboidrato (g) Proteína (g) Lipídio (g) Vitamina A (mcg) Cálcio (Mg) Fósforo (mg) Ferro (mg) A quantidade de proteína encontrada na carne de peixe é semelhante a da carne bovina e de frango. A Proteína do peixe além de possuir alta digestibilidade, é muito bem aproveitada pelo corpo humano. Diferentemente da gordura presente na carne bovina e de frango, a gordura do peixe contem um elemento conhecido como Omega-3.Já se tem comprovado que o Omega 3 é responsável por uma série de benefícios a saúde, como: Diminuição do desenvolvimento de doenças do coração e aterosclerose; Em idosos, diminuição do risco de desenvolvimento do mal de Alzheimer e outros tipos de demência, ao reduzir a inflamação do cérebro e ajudar no desenvolvimento cerebral e na regeneração das células nervosas; Provavelmente por motivos semelhantes, proporciona um melhor desempenho acadêmico das crianças, ajuda a aliviar os sintomas de depressão, como tristeza, ansiedade e problemas no sono; Tem influência no controle da pressão arterial; Colabora com a coagulação do sangue; Alivia os sintomas da artrite reumatóide; Protege a pele contra raios UV e inflamações.

6 Os valores encontrados para vitamina A, cálcio e fósforo são superiores na carne de peixe quando comparados com a bovina ou de frango. Sabe-se hoje que a ingestão adequada de vitamina A é primordial para o perfeito funcionamento da visão, evitando-se o surgimento de uma doença conhecida como cegueira noturna.além disso, destaca-se que a manutenção dos tecidos do corpo humano, do sistema imunológico e o crescimento da criança estão todos intimamente ligados a vitamina A. O Cálcio encontrado nos peixes é 3 vezes maior que o encontrado na carne bovina e dezessete vezes maior que o encontrado no frango. O cálcio é o principal responsável pela formação adequada dos ossos e dentes, além de estar relacionado com os processos de contração muscular. Com relação ao fósforo, pode-se dizer que dentre as principais funções deste mineral estão a de auxiliar na formação do tecido ósseo, participar do metabolismo energético do corpo, regular a atividade protéica e transportar outros nutrientes. É importante salientar que, a carne de peixe possui menos tecido cognitivo, o que facilita o processo digestivo e diminui o tempo de preparação do alimento conservando mais as propriedades nutricionais deste. Além disso, em termos de aproveitamento a carne bovina pode ter perdas de 28% e o frango de até 73% devido as técnicas de preparo. Estas perdas não ocorrem no peixe que será fornecido, pois este já vem pronto para o consumo. CUIDADOS COM O PEIXE O peixe é um alimento de fundamental importância na alimentação, mas é bom lembrar, que é também um dos alimentos mais perecíveis. Para manter as suas características nutritivas e sanitárias, é importante ressaltar que o peixe deve estar acondicionado em lugar limpo, protegido de insetos e refrigerado ou congelado, caso contrário sua duração será de no máximo duas horas. Geralmente o peixe resfriado (1ºC a -2ºC) conserva-se por aproximadamente uma semana e o congelado (-15ºC a -35ºC) pode durar até nove meses. Os peixes frescos são muito econômicos no preparo. Comprando um peixe inteiro, é possível aproveitar a cabeça e a pele em uma sopa ou ensopado de peixe com pouca gordura.

7 Cuidados que devem ser tomados quanto as características sensoriais do pescado: Superfície do corpo limpa, com relativo brilho metálico; Olhos transparentes, brilhantes e salientes, ocupando completamente as órbitas; Guelras róseas ou vermelhas, úmidas e brilhantes com odor natural, próprio e suave; Ventre roliço, firme, não impressão duradoura à pressão dos dedos; Escamas brilhantes, bem aderentes à pele; Nadadeiras apresentando certa resistência aos movimentos provocados; Carne firme, consistência elástica, de cor própria à espécie; Cauda firme, na direção do corpo; Vísceras íntegras, perfeitamente diferenciadas; Cheiro característico. Para evitar alterações na qualidade do produto deve-se tomar algumas medidas como: Durante o preparo manuseá-lo o mínimo possível; Preparar no vapor, cozinhar, assar e grelhar são métodos que preservam o sabor sem aumentar as calorias; Retirar o peixe do congelador na noite anterior ao preparo e deixá-lo na geladeira até o dia seguinte; Depois de descongelado, o peixe não pode ser novamente congelado e deve ser consumido rapidamente para evitar risco de contaminação. Não descongela-lo em água corrente; As porções de peixe que serão cozidas ou ensopadas poderão ir do congelador direto para a panela.

8 METODOLOGIA Com o estudo do peixe a Secretaria pode elaborar um curso de capacitação para as merendeiras, ensinando a importância do peixe, os cuidados que devem ser tomados ao adquirir e manusear o peixe e a melhor forma de preparo e aproveitamento do mesmo. Essa foi a primeira fase. A segunda fase foi criar uma forma de mudar os hábitos alimentares de seus educandos. Percebe-se que a criança tem dificuldade para aceitar o peixe pelos odores desagradáveis. Então a Secretaria testou 34 receitas e preparou 100 cardápios saborosos, em que às vezes o gosto do peixe não é perceptível.e além disso promoveu nas escolas cursos de culinária para as crianças. Onde os alunos, participando do processo de aprendizagem no preparo de receitas, puderam aprender na prática a importância da alimentação saudável e do peixe na Merenda Escolar. Para complementar a introdução do peixe, foi criado pela Gerência de Alimentação e Nutrição, um livreto com vários cardápios com peixe e enviado à todas as unidades escolares, para auxiliar as merendeira no preparo das receitas. A última fase foi colocar em prática o curso de capacitação das merendeiras. As nutricionistas da GANE viajaram para todo Estado de Goiás realizando o treinamento junto com o assunto soja, mostrando o valor nutricional destes, os cuidados, além de noções de higiene. TEMPO DE DURAÇÃO O projeto teve início em Fevereiro de 2004 onde foram testadas 34 receitas na cozinha experimental da Secretaria de Educação e elaborados 100 cardápios com o peixe pelas nutricionistas e engenheiras de alimentos. Em Maio de 2004 foi consolidada a introdução do peixe na Merenda Escolar com a criação de um livreto contendo a importância do peixe na alimentação e 100 cardápios com preparações de peixe, seu custo, valor protéico e energético. O curso das merendeiras foi realizado junto com o da soja. Foi realizado em todo Estado e continua sendo feito em alguns municípios.

9 RESULTADOS 34 Receitas Testadas Almôndegas de Peixe com PVT Arroz à Grega com Peixe Arroz com Peixe Arroz com Peixe e Cenoura Bobó de Peixe Bolinho de Arroz com Peixe Bolo de Peixe com Rúcula Caçarola Mexicana de Peixe com Arroz Caldo de Batata com Peixe Caldo de Mandioca com Peixe Caldo de Peixe com Creme de Milho Caldo fé Feijão com Peixe Charutos de Couve com Peixe Croquete de Peixe com Mandioca Farofa de Peixe com Abobrinha Farofa de Peixe com Arroz Farofa de Peixe com Cenoura Macarrão com Peixe Macarrão com Peixe e Cenoura Macarrão com Peixe, Batata Inglesa e Cenoura Omelete de Cenoura com Peixe Omelete de Couve com Peixe Omelete de Tomate com Peixe Panquecas de Creme de Milho com Peixe e PVT Pirão de Peixe com Arroz Refogado de Kabutiá com Arroz Risoto de Peixe com Legumes Risoto de Peixe com Legumes II Sopa Cremosa de Peixe Strogonoffe de Peixe Tirinhas de Peixe com Abóbora Kabutiá Torta de Peixe com Batata Croquete de Peixe com Batata

10 As receitas criadas tiveram boa aceitação por parte dos alunos e pelas merendeiras. Hoje, o peixe, é parte efetiva do contexto normal da merenda, mudando o hábito alimentar da comunidade escolar. Os alunos a partir das aulas de culinária puderam aprender mais sobre a importância da alimentação saudável, o valor nutricional do peixe, aprenderam a preparar, degustaram e aprovaram as receitas. Fotos do Colégio Estadual Fim Social em Goiânia.

11 O livro sobre o peixe criado pela Gerência de Alimentação e Nutrição Escolar teve o empenho das nutricionistas, da engenheira de alimentos e da gerência.foi enviado a todas as Unidades Escolares e ajudou as merendeiras no preparo de receitas diferenciadas, aumentando o valor nutricional da Merenda Escolar.

12 O treinamento de merendeiras foi realizado em 30 municípios em todo o Estado. Os cursos reuniram no município estabelecido representante das cidades circunvizinhas. As aulas ministradas foram assimiladas com facilidade e hoje são aplicadas na realidade Escolar. O Curso atingiu sua meta qualificando os funcionários a prepararem e servirem adequadamente a Merenda Escolar. CONCLUSÃO Está comprovado, que crianças bem alimentadas, tem mais disposição, mais agilidade mental, mais saúde e melhor qualidade de vida, conseqüentemente terão um aprendizado melhor e mais proveitoso. Esse projeto do peixe contribuiu com o enriquecimento nutricional da Merenda Escolar incentivando a educação alimentar, pois alimentação normal não significa comer apenas alimentos saudáveis e sim ingerir uma dieta mista e balanceada que contenha nutrientes e calorias suficientes para as necessidades corporais. O comer adequadamente não está relacionado apenas com a manutenção da saúde, mas também com um comportamento socialmente aceitável, flexível e satisfatório. Uma alimentação saudável é aquela planejada com alimentos de todos os tipos de grupos da pirâmide alimentar, de procedência conhecida, de preferência natural e preparada de forma a preservar o valor nutritivo e os aspectos sensoriais. Uma vez constatado que a Merenda Escolar é a única refeição diária de várias crianças, foram desenvolvidos cursos de Capacitação de Merendeiras, de forma a ensinar a política de alimentação escolar correta, valorizando sempre a saúde e o bem estar do aluno, além de mostrar a importância de oferecer a eles as necessidades nutricionais diárias.o que estimulou sua permanência na escola e melhorou os índices de repetência e evasão.

13 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS FRANCO,G. Tabela de composição Química dos Alimentos, 2001; USO.Tabela Brasileira de Composição de Alimentos. Projeto Integrado de Composição de Alimentos; DUNKAN, P. Dicionário de Dietética e de Nutrição. Rio de Janeiro: Vozes,2005. LEVIGNE, K;BOGDONOFF. Alimentos Saudáveis e Alimentos Perigosos; STURMER, J.S. Reeducação Alimentar na Família: Da gestão à adolecência. PHILIPPI, S.T. Nutrição e Técnica Dietética.

Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO

Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO Unidade I: BRASILEIRA 0 Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO BRASILEIRA O Guia Alimentar é um instrumento que define as diretrizes alimentares a serem utilizadas

Leia mais

Como nosso corpo está organizado

Como nosso corpo está organizado Como nosso corpo está organizado Iodo Faz parte dos hormônios da tireoide, que controlam a produção de energia e o crescimentodocorpo.aleiobrigaaadiçãodeiodoaosaldecozinha. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO

Leia mais

VALOR NUTRITIVO DA CARNE

VALOR NUTRITIVO DA CARNE VALOR NUTRITIVO DA CARNE Os alimentos são consumidos não só por saciarem a fome e proporcionarem momentos agradáveis à mesa de refeição mas, sobretudo, por fornecerem os nutrientes necessários à manutenção

Leia mais

CLÍNICA UPTIME TRATAMENTO DA DOR E PROBLEMAS EMOCIONAIS OBESIDADE A ESCOLHA DE ALIMENTOS COMO MANTER O CORPO. (segunda parte) A ESCOLHA

CLÍNICA UPTIME TRATAMENTO DA DOR E PROBLEMAS EMOCIONAIS OBESIDADE A ESCOLHA DE ALIMENTOS COMO MANTER O CORPO. (segunda parte) A ESCOLHA OBESIDADE A ESCOLHA DE ALIMENTOS COMO MANTER O CORPO (segunda parte) A ESCOLHA Responda à seguinte pergunta: Você gosta de carro? Se você gosta, vamos em frente. Escolha o carro de seus sonhos: Mercedes,

Leia mais

ALIMENTAÇÃO - O QUE DEVE SER EVITADO - O QUE DEVE SER CONSUMIDO

ALIMENTAÇÃO - O QUE DEVE SER EVITADO - O QUE DEVE SER CONSUMIDO ALIMENTAÇÃO - O QUE DEVE SER EVITADO - O QUE DEVE SER CONSUMIDO Lucia B. Jaloretto Barreiro Qualidade de Vida=Saúde=Equilíbrio Qualidade de Vida é mais do que ter uma boa saúde física ou mental. É estar

Leia mais

Projeto Planeta Azul Ponto de Apoio Especial sobre Alimentação

Projeto Planeta Azul Ponto de Apoio Especial sobre Alimentação Projeto Planeta Azul Ponto de Apoio Especial sobre Alimentação (...) A verdade, em matéria de saúde, está na adaptação e no respeito à Natureza (...). Mokiti Okada Para uma alimentação saudável, podemos

Leia mais

Uma Boa alimentação e sua relação com a dor, humor e. outros sintomas

Uma Boa alimentação e sua relação com a dor, humor e. outros sintomas Uma Boa alimentação e sua relação com a dor, humor e outros sintomas Nutricionista Camila Costa Unidade de Reabilitação Cardiovascular e Fisiologia do Exercício InCor/FMUSP Será que o que você come influencia

Leia mais

Conheça 30 superalimentos para mulheres Dom, 02 de Dezembro de 2012 11:28 - Última atualização Dom, 02 de Dezembro de 2012 11:35

Conheça 30 superalimentos para mulheres Dom, 02 de Dezembro de 2012 11:28 - Última atualização Dom, 02 de Dezembro de 2012 11:35 Manter a saúde, deixar a barriga sarada e aumentar a energia são benefícios que podem ser conquistados com a escolha correta dos alimentos. Alguns itens colaboram para ter ossos fortes, queimar gordura,

Leia mais

CARDÁPIO ALIMENTAÇÃO ESCOLAR MÊS DE AGOSTO DE 2015 CRECHE CARDÁPIO MENORES DE 1 ANO

CARDÁPIO ALIMENTAÇÃO ESCOLAR MÊS DE AGOSTO DE 2015 CRECHE CARDÁPIO MENORES DE 1 ANO CARDÁPIO ALIMENTAÇÃO ESCOLAR MÊS DE AGOSTO DE 2015 ESTE CARDÁPIO APRESENTA INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS DIÁRIAS DE CALORIAS, CARBOIDRATOS, PROTEÍNAS, GORDURAS, FIBRAS, VITAMINA A, VITAMINA C, CÁLCIO, FERRO,

Leia mais

TEXTO DE APOIO I PERCURSO COMER, DIVIDIR E BRINCAR

TEXTO DE APOIO I PERCURSO COMER, DIVIDIR E BRINCAR TEXTO DE APOIO I PERCURSO COMER, DIVIDIR E BRINCAR Alimentação Boa Pra Você Todo ser vivo precisa se alimentar para obter energia e nutrientes para se desenvolver. No caso do ser humano, os alimentos trazem

Leia mais

Preferências alimentares individuais; Disponibilidade dos alimentos no mercado; Influência das propagandas no mercado, na televisão.

Preferências alimentares individuais; Disponibilidade dos alimentos no mercado; Influência das propagandas no mercado, na televisão. Nutrição na Infância e Adolescência A alimentação e a nutrição constituem requisitos básicos para a promoção e a proteção da saúde, possibilitando a afirmação plena do potencial de crescimento e desenvolvimento

Leia mais

15/08/2013. Acelerado crescimento e desenvolvimento: IMPORTÂNCIA DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL NESSA FASE. Atinge 25% da sua altura final

15/08/2013. Acelerado crescimento e desenvolvimento: IMPORTÂNCIA DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL NESSA FASE. Atinge 25% da sua altura final Laís Cruz Nutricionista CRN 3 18128 2013 Período de transição entre infância e vida adulta (dos 10 aos 19 anos de idade) Muitas transformações físicas, psicológicas e sociais Acelerado crescimento e desenvolvimento:

Leia mais

COMIDA DE ESCOLA NA COZINHA. O que é?

COMIDA DE ESCOLA NA COZINHA. O que é? Receitas COMIDA DE ESCOLA O que é? Comida de Escola é um conjunto de vídeos de culinária gravados no ambiente real da escola e destinados às merendeiras. Neles, um chefe e duas cozinheiras compartilham

Leia mais

Elaboração de Cardápios

Elaboração de Cardápios Elaboração de Cardápios Junho 2013 1 Programa Mesa Brasil Sesc O Mesa Brasil Sesc é um programa de segurança alimentar e nutricional sustentável, que redistribui alimentos excedentes próprios para o consumo.

Leia mais

Refeição. Iscas de carne grelhadas. Arroz Feijão. Carne desfiada. Cardápio sujeito a alterações mediante a disponibilidade de alimentos.

Refeição. Iscas de carne grelhadas. Arroz Feijão. Carne desfiada. Cardápio sujeito a alterações mediante a disponibilidade de alimentos. 01/10 Iscas de grelhadas Alface Gelatina Couve abóbora com 02/10 Frango assado Macarrão ao Sugo mista de fruta Canja Observações: Oferecer outra fonte proteica (//peixe) para crianças alérgicas ou intolerantes

Leia mais

Oficina CN/EM 2012. Alimentos e nutrientes (web aula) H34 Reconhecer os principais tipos de nutrientes e seu papel no metabolismo humano.

Oficina CN/EM 2012. Alimentos e nutrientes (web aula) H34 Reconhecer os principais tipos de nutrientes e seu papel no metabolismo humano. Oficina CN/EM 2012 Alimentos e nutrientes (web aula) Caro Monitor, Ao final da oficina, o aluno terá desenvolvido as habilidade: H34 Reconhecer os principais tipos de nutrientes e seu papel no metabolismo

Leia mais

No Verão não dispense a hidratação! Sabia que a falta de concentração pode dever-se a falta de água no organismo?

No Verão não dispense a hidratação! Sabia que a falta de concentração pode dever-se a falta de água no organismo? No Verão não dispense a hidratação! Sabia que a falta de concentração pode dever-se a falta de água no organismo? Seja Inverno ou Verão, abrace esta refeição! Sabia que o Pequeno-almoço ajuda a controlar

Leia mais

O desafio hoje para o Pediatra e também para sociedade é cuidar das crianças que vão viver 100 anos ou mais e que precisam viver com qualidade de

O desafio hoje para o Pediatra e também para sociedade é cuidar das crianças que vão viver 100 anos ou mais e que precisam viver com qualidade de O desafio hoje para o Pediatra e também para sociedade é cuidar das crianças que vão viver 100 anos ou mais e que precisam viver com qualidade de vida. A infância e adolescência são idades ideais para

Leia mais

especial iate LIAMARA MENDES

especial iate LIAMARA MENDES 54 Maio / Junho de 2013 especial use os alimentos a seu favor iate por LIAMARA MENDES Uma dieta equilibrada aliada a exercícios físicos pode ser considerada a fórmula ideal para a conquista do corpo perfeito.

Leia mais

PALESTRA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

PALESTRA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL PALESTRA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Nutricionista: Cyntia Cristina Piaia Sassala. CRN8 1546 Formada pela UFPR / 2002. Assessoria e Consultoria em Nutrição. NUTRIÇÃO NA INFÂNCIA Os hábitos alimentares são formados

Leia mais

A maioria das pessoas sente-se apta para comer outra vez após a cirurgia, aumentando o seu apetite à medida que os dias passam.

A maioria das pessoas sente-se apta para comer outra vez após a cirurgia, aumentando o seu apetite à medida que os dias passam. Dieta durante o tratamento O que comer e o que evitar de comer Após a cirurgia A maioria das pessoas sente-se apta para comer outra vez após a cirurgia, aumentando o seu apetite à medida que os dias passam.

Leia mais

CUIDADOS COM A ALIMENTAÇÃO

CUIDADOS COM A ALIMENTAÇÃO SENADO FEDERAL CUIDADOS COM A ALIMENTAÇÃO SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Cuidados com a alimentação apresentação Uma boa saúde é, em grande parte, resultado de uma boa alimentação. Há muita verdade no dito

Leia mais

Vida bem estar. Menu Semanal e Lista de Compras. Para uma alimentação saudável!

Vida bem estar. Menu Semanal e Lista de Compras. Para uma alimentação saudável! Vida bem estar Menu Semanal e Lista de Compras Para uma alimentação saudável! Vida bem estar Lista de Compras Lista de Compras Frutas Abacate Banana Maçã Tomate Frutas secas Damasco Banana Abacaxi Ameixa

Leia mais

Projeto Escola do Sabor. SECQH Seção do Centro de Qualidade em Horticultura

Projeto Escola do Sabor. SECQH Seção do Centro de Qualidade em Horticultura SECQH Seção do Centro de Qualidade em Horticultura Objetivos do projeto: Desenvolver metodologia de introdução de frutas e hortaliças frescas no cardápio da alimentação escolar; Introduzir o conceito e

Leia mais

COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL?

COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL? COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL? O Ministério da Saúde está lançando a versão de bolso do Guia Alimentar para a População Brasileira, em formato de Dez Passos para uma Alimentação Saudável, com o objetivo

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DA SAÚDE

FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DA SAÚDE União Metropolitana de Educação e Cultura Faculdade: Curso: NUTRIÇÃO FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DA SAÚDE Disciplina: INTRODUÇÃO A NUTRIÇÃO Carga horária: Teórica 40 Prática 40 Semestre: 1 Turno:

Leia mais

NUTRIÇÃO. Prof. Marta E. Malavassi

NUTRIÇÃO. Prof. Marta E. Malavassi Prof. Marta E. Malavassi Conceito: processo orgânico que envolve ingestão, digestão, absorção, transporte e eliminação das substâncias alimentares para a manutenção de funções, a formação e regeneração

Leia mais

Ômega 3: a gordura aliada do cérebro e do coração

Ômega 3: a gordura aliada do cérebro e do coração Ômega 3: a gordura aliada do cérebro e do coração Estes ácidos graxos também combatem a depressão, o diabetes e a obesidade Arenque é o peixe mais rico em ômega 3. Esses ácidos graxos são chamados de essenciais,

Leia mais

O QUE SÃO ALIMENTOS FUNCIONAIS?

O QUE SÃO ALIMENTOS FUNCIONAIS? O QUE SÃO ALIMENTOS FUNCIONAIS? São alimentos que além de fornecerem energia para o corpo e uma nutrição adequada, produzem outros efeitos que proporcionam benefícios à saúde, auxiliando na redução e prevenção

Leia mais

10 Alimentos importantes para sua saúde.

10 Alimentos importantes para sua saúde. 10 Alimentos importantes para sua saúde. 10 Alimentos importantes para sua saúde. Os alimentos funcionais geram inúmeros benefícios para o organismo. Como muitas patologias se desenvolvem por deficiência

Leia mais

JUSTIFICATIVA OBJETIV OS:

JUSTIFICATIVA OBJETIV OS: JUSTIFICATIVA Para termos um corpo e uma mente saudável, devemos ter uma alimentação rica em frutas, verduras, legumes, carnes, cereais, vitaminas e proteínas. Sendo a escola um espaço para a promoção

Leia mais

GUIA DE BOLSO Outono combina Com SOPA!

GUIA DE BOLSO Outono combina Com SOPA! GUIA DE BOLSO Outono combina Com SOPA! Sumário Introdução Composição da sopa Benefícios da sopa Que quantidade de sopa devo comer por dia? Sopa no início ou depois do prato principal? Receitas de sopas

Leia mais

ENVELHECER COM SABEDORIA Alimente-se melhor para Manter a sua Saúde e Independência

ENVELHECER COM SABEDORIA Alimente-se melhor para Manter a sua Saúde e Independência ENVELHECER COM SABEDORIA Alimente-se melhor para Manter a sua Saúde e Independência 1. ALIMENTE-SE MELHOR Prevê-se que em 2025 1, só na Europa, o grupo etário mais idoso (acima dos 80 anos), passe de 21,4

Leia mais

A COUVE CHINESA NA ESCOLA DO SABOR

A COUVE CHINESA NA ESCOLA DO SABOR ESCOLA DO SABOR O alimento é a nossa fonte de energia, a nossa garantia de sobrevivência. Sem uma alimentação adequada a criança não pode se desenvolver ou crescer. A COUVE CHINESA NA ESCOLA DO SABOR Uma

Leia mais

Guia. Nutricional. para gestantes

Guia. Nutricional. para gestantes Referências bibliográficas consultadas: 1. Committee on Nutritional Status During Pregnancy and Lactation, Institute of Medicine. Nutrition During Pregnancy: Part I: Weight Gain, Part II: Nutrient Supplements.

Leia mais

II OFICINA NACIONAL DE FORMAÇÃO DE TUTORES EM EDUCAÇÃO EM SAÚDE PARA O AUTOCUIDADO EM DIABETES

II OFICINA NACIONAL DE FORMAÇÃO DE TUTORES EM EDUCAÇÃO EM SAÚDE PARA O AUTOCUIDADO EM DIABETES II OFICINA NACIONAL DE FORMAÇÃO DE TUTORES EM EDUCAÇÃO EM SAÚDE PARA O AUTOCUIDADO EM DIABETES Orientações básicas de nutrição para o autocuidado em DM Maria Palmira C. Romero Nutricionista Marisa Sacramento

Leia mais

LEI N.º 4.522 de 16 de julho de 2015.

LEI N.º 4.522 de 16 de julho de 2015. LEI N.º 4.522 de 16 de julho de 2015. O PREFEITO MUNICIPAL DE URUGUAIANA: Institui o Programa Municipal Alimentar de Proteção à Vida, denominado de SOUP.A., e dá outras providências. Faço saber, em cumprimento

Leia mais

Dicas para uma alimentação saudável

Dicas para uma alimentação saudável Dicas para uma alimentação saudável NECESSIDADE FISIOLÓGICA ATO DE COMER SOCIABILIZAÇÃO Comida Japonesa PRAZER CULTURAL Alimentação aliada à saúde Hábitos alimentares pouco saudáveis desde a infância,

Leia mais

SUGESTÃO FILANTRÓPICA NOVEMBRO/ 2011 Dias Desjejum Almoço Lanche Jantar Mamão e banana com Sopa de macarrão, carne e Pão de forma com Omelete

SUGESTÃO FILANTRÓPICA NOVEMBRO/ 2011 Dias Desjejum Almoço Lanche Jantar Mamão e banana com Sopa de macarrão, carne e Pão de forma com Omelete SUGESTÃO FILANTRÓPICA NOVEMBRO/ 2011 31/10 Leite com achocolatado Mamão e banana com Sopa de macarrão, carne e Pão de forma com Omelete farinha láctea legumes Batatas ao molho Salada de cenoura e beterraba

Leia mais

HORTALIÇAS. Valorize sua alimentação com hortaliças de diferentes cores. Segurança Alimentar e Nutricional. Cartilha:

HORTALIÇAS. Valorize sua alimentação com hortaliças de diferentes cores. Segurança Alimentar e Nutricional. Cartilha: Cartilha: HORTALIÇAS Valorize sua alimentação com hortaliças de diferentes cores Segurança Alimentar e Nutricional Pedagoga Dóris Florêncio Ferreira de Alvarenga Departamento Técnico EMATER MG Economista

Leia mais

CARDÁPIO EDUCAÇÃO INFANTIL INTEGRAL

CARDÁPIO EDUCAÇÃO INFANTIL INTEGRAL ABÓBORA Abóbora pertence ao grupo das hortaliças, que é composto pelas verduras e. Em sua composição nutricional você encontra carboidratos, proteína, pouquíssima gordura, cálcio, sódio, potássio, fósforo,

Leia mais

COMIDA DE ESCOLA NA COZINHA. O que é?

COMIDA DE ESCOLA NA COZINHA. O que é? Receitas COMIDA DE ESCOLA O que é? Comida de Escola é um conjunto de vídeos de culinária gravados no ambiente real da escola e destinados às merendeiras. Neles, um chefe e duas cozinheiras compartilham

Leia mais

Semana 1 Desjejum Almoço Lanche tarde Jantar

Semana 1 Desjejum Almoço Lanche tarde Jantar Semana 1 Desjejum Almoço Lanche tarde Jantar Carne moída refogada Couve refogada Leite com sucrilhos preto Frango cubos ensopado Cubinhos de legumes Salada agrião Bolinho de laranja Pão de forma com patê

Leia mais

Nutrição. O alimento como aliado da sua saúde.

Nutrição. O alimento como aliado da sua saúde. Nutrição O alimento como aliado da sua saúde. alimentação saúdavel Alimentação saúdavel e cuidados nutricionais são importantes em todas as fases da vida e devem ser tratados com distinção em cada período.

Leia mais

Porções na medida certa:

Porções na medida certa: Alimente-se de saúde E fique de bem com a vida Você sabe como é difícil manter uma alimentação saudável nos dias atuais. Mas Para almoçar em casa ou no trabalho Excelente para fins de semana Uma opção

Leia mais

A formação de bons hábitos alimentares na infância devem convergir para um único fim: o bem-estar emocional, social e físico da criança

A formação de bons hábitos alimentares na infância devem convergir para um único fim: o bem-estar emocional, social e físico da criança A formação de bons hábitos alimentares na infância devem convergir para um único fim: o bem-estar emocional, social e físico da criança Recomendações para a prática dietética do pré-escolar: Intervalo

Leia mais

Educação Nutricional para a Boa Alimentação e Controle do Peso Corporal

Educação Nutricional para a Boa Alimentação e Controle do Peso Corporal 8 Educação Nutricional para a Boa Alimentação e Controle do Peso Corporal Jaqueline Girnos Sonati Nutricionista e Especialista em Teorias e Métodos de Pesquisa em Educação Física, Esportes e Lazer na UNICAMP

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DOS PAIS

A IMPORTÂNCIA DOS PAIS 1 A IMPORTÂNCIA DOS PAIS NA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR ELABORADO POR LUCILEIDE RODRIGUES DOS SANTOS Gerente de Supervisão e Avaliação DAE SEED/SE 2 EQUIPE DAE SEED/SE Edneia Elisabete Cardoso Diretora DAE - SEED/SE

Leia mais

GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO BRASILEIRA

GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO BRASILEIRA MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO GERAL DA POLÍTICA DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO SEPN 511- Bloco C Edifício Bittar IV 4º andar - Brasília/DF CEP:70750.543

Leia mais

Colégio Português Creche Semana de 22 a 26 de Junho de 2015 Almoço

Colégio Português Creche Semana de 22 a 26 de Junho de 2015 Almoço Semana de 22 a 26 de Junho de 2015 Sopa Creme de legumes com solha 4 199 47 0,6 0,1 7,4 0,7 2,9 0,2 Esparguete com salmão e legumes cozidos 1,3,4 958 229 12,8 2,4 17,2 1,2 10,6 0,5 Sobremesa Creme de maçã

Leia mais

Cardápio Escolar ALMOÇO 1º SEMANA DE SETEMBRO PERÍODO 01/09/10 A 03/09/10. Arroz, Feijão, Brócolis alho e óleo. Arroz, Feijão, Purê de Batata

Cardápio Escolar ALMOÇO 1º SEMANA DE SETEMBRO PERÍODO 01/09/10 A 03/09/10. Arroz, Feijão, Brócolis alho e óleo. Arroz, Feijão, Purê de Batata 1º SEMANA DE SETEMBRO PERÍODO 01/09/10 A 03/09/10 Acompanhamento Salada Sobremesa 01/09/10 Frango Assado com Creme de Cebola Brócolis alho e óleo Tomate Abacaxi 02/09/10 Bife a Role Purê de Batata cozida

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO INFANTIL - JOINVILLE/SC CARDÁPIO CEI INTEGRAL Referente ao período: 05/05 a 30/05/2014 1.ª Semana

CENTRO DE EDUCAÇÃO INFANTIL - JOINVILLE/SC CARDÁPIO CEI INTEGRAL Referente ao período: 05/05 a 30/05/2014 1.ª Semana Cereal de milho com Pão de beterraba com requeijão ou doce de Lanche da tarde Jantar 1.ª Semana Pão fatiado integral com Cuca integral de banana doce de frutas ou doce de Ovo cozido com cheiro verde colorido

Leia mais

CARDÁPIO ESCOLAR 00/00/12 00/00/12 00/00/12 01/03/12 02/03/12

CARDÁPIO ESCOLAR 00/00/12 00/00/12 00/00/12 01/03/12 02/03/12 00/00/12 00/00/12 00/00/12 01/03/12 02/03/12 PÊRA FEIJÃO, QUIBE ASSADO, REPOLHO ROXO REFOGADO E SALADA DE ESPINAFRE E SOBREMESA: AMEIXA TORTA BURACO (Atum e azeitona preta) PANQUECA DE FRANGO COM BRÓCOLIS,

Leia mais

Apresentação. O que significam os itens da Tabela de Informação Nutricional dos rótulos

Apresentação. O que significam os itens da Tabela de Informação Nutricional dos rótulos O que significam os itens da Tabela de Informação Nutricional dos rótulos Valor Energético É a energia produzida pelo nosso corpo proveniente dos carboidratos, proteínas e gorduras totais. Na rotulagem

Leia mais

Assunto: Restrição da oferta de doces e preparações doces na alimentação escolar.

Assunto: Restrição da oferta de doces e preparações doces na alimentação escolar. Nota Técnica nº 01/2014 COSAN/CGPAE/DIRAE/FNDE Assunto: Restrição da oferta de doces e preparações doces na alimentação escolar. A Coordenação de Segurança Alimentar e Nutricional COSAN do Programa Nacional

Leia mais

4º ano. Atividade de Estudo - Ciências. Nome:

4º ano. Atividade de Estudo - Ciências. Nome: Atividade de Estudo - Ciências 4º ano Nome: 1- A alimentação é uma necessidade de todas as pessoas. Para termos uma alimentação saudável, é preciso comer alimentos variados e em quantidades adequadas.

Leia mais

A Importância dos Alimentos. Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física

A Importância dos Alimentos. Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física A Importância dos Alimentos Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física saciar a fome Para que serve o alimento? combustível para viver, proporcionando o bem-estar e a

Leia mais

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL O QUE É ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL? Qualidade e quantidades adequadas de alimentos que proporcionam os nutrientes necessários ao organismo PRINCÍPIOS PIOS E CARACTERÍSTICAS Variada Colorida

Leia mais

Prefeitura do Município de Londrina Secretaria Municipal de Educação

Prefeitura do Município de Londrina Secretaria Municipal de Educação 30/05 Leite com Pão de forma com Mamão e banana com farinha láctea 31/05 Leite com café Pão de leite com 01/06 Omelete Batatas ao molho Salada de cenoura e beterraba cozidas Caqui Filé de frango grelhado

Leia mais

PESQUISA DE ORÇAMENTO FAMILIAR - POF. Prof. Dra. Aline Mota de Barros Marcellini

PESQUISA DE ORÇAMENTO FAMILIAR - POF. Prof. Dra. Aline Mota de Barros Marcellini PESQUISA DE ORÇAMENTO FAMILIAR - POF Prof. Dra. Aline Mota de Barros Marcellini As maiores médias de consumo diário per capita ocorreram para Feijão (182,9 g/ dia), arroz (160,3 g/ dia), carne bovina

Leia mais

Uma dieta vegetariana fornece todos os tipos de proteínas necessários para uma alimentação saudável.

Uma dieta vegetariana fornece todos os tipos de proteínas necessários para uma alimentação saudável. Proteínas Sementes: linhaça, abóbora, girassol. Grãos: ervilhas, feijões, lentilhas, amendoins, grão de bico, soja, além de nozes, amêndoas, Castanha-do-pará, castanhas de caju. Cereais: trigo (pães, massa),

Leia mais

HÁBITOS ALIMENTARES. Normalmente são alimentos saudáveis, os mais próximos do seu estado natural/integral.

HÁBITOS ALIMENTARES. Normalmente são alimentos saudáveis, os mais próximos do seu estado natural/integral. HÁBITOS ALIMENTARES O hábito alimentar saudável deve ser formado e ensinado na infância, assim fica mais fácil de ser mantido. Consuma frutas, verduras e legumes desde cedo e estimule o consumo de alimentos

Leia mais

NUTRIÇÃO DOS ANIMAIS VITAMINAS

NUTRIÇÃO DOS ANIMAIS VITAMINAS NUTRIÇÃO DOS ANIMAIS VITAMINAS COMER BEM, COM QUALIDADE SINÔNIMO DE UMA VIDA SAUDÁVEL. Somos aquilo que comemos, bebemos e fazemos com o nosso organismo, uma alimentação balanceada e equilibrada, faz com

Leia mais

Aumentar o Consumo dos Hortofrutícolas

Aumentar o Consumo dos Hortofrutícolas Aumentar o Consumo dos Hortofrutícolas As doenças crónicas não transmissíveis são responsáveis por 63% das causas de morte no mundo Fonte: WHO; Global status report on noncommunicable diseases, 2010 O

Leia mais

COMIDA DE ESCOLA NA COZINHA. O que é?

COMIDA DE ESCOLA NA COZINHA. O que é? Receitas COMIDA DE ESCOLA O que é? Comida de Escola é um conjunto de vídeos de culinária gravados no ambiente real da escola e destinados às merendeiras. Neles, um chefe e duas cozinheiras compartilham

Leia mais

SABOR. NUMEROSem. Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos do Ministério da Saúde.

SABOR. NUMEROSem. Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos do Ministério da Saúde. SABOR Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos do Ministério da Saúde. Conteúdo produzido pela equipe de Comunicação e Marketing do Portal Unimed e aprovado pelo coordenador técnico-científico:

Leia mais

Profa. Joyce Silva Moraes

Profa. Joyce Silva Moraes Alimentação e Saúde Profa. Joyce Silva Moraes saciar a fome Para que serve o alimento? combustível para viver, proporcionando o bem-estarestar e a disposição para realizar todas as atividades. demonstrar

Leia mais

Sabores e saberes da alimentação básica

Sabores e saberes da alimentação básica Sabores e saberes da alimentação básica Angélica Magalhães - Nutricionista, Doutora Agronegócios/Saúde Coletiva Indiara Comasseto Nutricionista, Especialista em Nutrição Clínica 1 Apresentação Este livro

Leia mais

Escola: Escola Municipal Rural Sucessão dos Moraes

Escola: Escola Municipal Rural Sucessão dos Moraes Projeto Novos Talentos Escola: Escola Municipal Rural Sucessão dos Moraes Oficina: Comer bem, para viver melhor! Cristiane da Cunha Alves Tatiane Garcez Bianca Maria de Lima Danielle Costa INTRODUÇÃO/JUSTIFICATIVA

Leia mais

Prefeitura do Município de Londrina Secretaria Municipal de Educação

Prefeitura do Município de Londrina Secretaria Municipal de Educação 30/05 Leite com Pão de leite com Chá quente com laranja Bolacha rosquinha Salsicha com milho Abobrinha refogada Salada de beterraba Bolo de Leite com café Quibe assado com tomate Suco de laranja 31/05

Leia mais

(EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) Alface. Inhame cozido Frango acebolado

(EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) Alface. Inhame cozido Frango acebolado CARDÁPIO EDUCAÇÃO INFANTIL (maiores de 2 anos) JUNHO/2015 Observações: A utilizada será sem lactose. Oferecer água durante todo dia. Não oferecer bebida durante o almoço ou jantar somente depois de no

Leia mais

Kelly Chaves - Nutricionista

Kelly Chaves - Nutricionista Kelly Chaves - Nutricionista Alimentos Saudáveis e Funcionais Substâncias consideradas funcionais Alimentos mais consumidos Boas fontes alimentares de cálcio A Importância do Cálcio na Nutrição O que são

Leia mais

Delícias da Soja. CURSO 1 Bolinho de soja Almondega de soja Torta de legumes Patê de soja Farofa nutritiva de soja. Autor: Fernando Cascardo

Delícias da Soja. CURSO 1 Bolinho de soja Almondega de soja Torta de legumes Patê de soja Farofa nutritiva de soja. Autor: Fernando Cascardo Delícias da Soja CURSO 1 Bolinho de soja Almondega de soja Torta de legumes Patê de soja Farofa nutritiva de soja Autor: Fernando Cascardo E-mail: gastronomia.arte@gmail.com Web: http://spaces.msn.com/consultoria-gastronomia

Leia mais

Orientações para o preparo da papinha.

Orientações para o preparo da papinha. Orientações para o preparo da papinha. Olha o aviãozinho... As primeiras refeições são muito importantes para o bebê. Quando começa a comer outros alimentos além do leite materno, ele descobre novos sabores,

Leia mais

Quiche de palmito. levíssima massa recheada com palmito fresco temperado com cúrcuma.

Quiche de palmito. levíssima massa recheada com palmito fresco temperado com cúrcuma. CARDÁPIO DETOX Quiche de palmito levíssima massa recheada com palmito fresco temperado com cúrcuma. Quiche de Espinafre levíssima massa recheada com creme de espinafre finamente temperado e harmonizado

Leia mais

LITERATURA ÔMEGA 3 ÔMEGA 3

LITERATURA ÔMEGA 3 ÔMEGA 3 ÔMEGA 3 Introdução O cérebro humano representa apenas 2% do nosso peso total, mas usa aproximadamente 20% do oxigênio consumido por todo nosso corpo quando está em repouso. Ele é um órgão complexo que

Leia mais

NUTRIÇÃO NA TERCEIRA IDADE. Silvia Regina Cantu Benedetti Nutricionista em Assistência Domiciliar Maio 2011

NUTRIÇÃO NA TERCEIRA IDADE. Silvia Regina Cantu Benedetti Nutricionista em Assistência Domiciliar Maio 2011 NUTRIÇÃO NA TERCEIRA IDADE Silvia Regina Cantu Benedetti Nutricionista em Assistência Domiciliar Maio 2011 Definição e estimativa Envelhecer significa conviver com as alterações próprias prias da idade.

Leia mais

Nutrição. tica (SND) Disciplina:Nutrição para Enfermagem Curso: Enfermagem Semestre: 4º. Profa. Dra. Andréia Madruga de Oliveira Nutricionista

Nutrição. tica (SND) Disciplina:Nutrição para Enfermagem Curso: Enfermagem Semestre: 4º. Profa. Dra. Andréia Madruga de Oliveira Nutricionista A Enfermagem e o Serviço de Nutrição e Dietética tica (SND) Disciplina:Nutrição para Enfermagem Curso: Enfermagem Semestre: 4º Profa. Dra. Andréia Madruga de Oliveira Nutricionista 1 A enfermagem e o Serviço

Leia mais

EMEF TI MOACYR AVIDOS DISCIPLINA ELETIVA: COZINHANDO COM OS NÚMEROS

EMEF TI MOACYR AVIDOS DISCIPLINA ELETIVA: COZINHANDO COM OS NÚMEROS EMEF TI MOACYR AVIDOS DISCIPLINA ELETIVA: COZINHANDO COM OS NÚMEROS (ALUNOS) Público Alvo: 6ºs E 7ºs ANOS (DISCIPLINA) Área de Conhecimento: MATEMÁTICA e LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSORES: JANAINA ROSEMBERG

Leia mais

RECOMENDAÇÕES ALIMENTARES PARA ALUNOS COM DIABETES, HIPERTENSÃO, DOENÇA CELÍACA, E INTOLERÂNCIA Á LACTOSE.

RECOMENDAÇÕES ALIMENTARES PARA ALUNOS COM DIABETES, HIPERTENSÃO, DOENÇA CELÍACA, E INTOLERÂNCIA Á LACTOSE. RECOMENDAÇÕES ALIMENTARES PARA ALUNOS COM DIABETES, HIPERTENSÃO, DOENÇA CELÍACA, E INTOLERÂNCIA Á LACTOSE. 1. DOENÇA CELIACA É uma doença que causa inflamações nas camadas da parede do intestino delgado,

Leia mais

ALIMENTAÇÃO NA ADOLESCÊNCIA

ALIMENTAÇÃO NA ADOLESCÊNCIA ALIMENTAÇÃO NA ADOLESCÊNCIA Maria Sylvia de Souza Vitalle (Texto extraído de Manual de atenção à saúde do adolescente. Secretaria da Saúde. Coordenação de Desenvolvimento de Programas e Políticas de Saúde

Leia mais

SENAC PENHA. Curso Técnico em Nutrição e Dietética. Turma 13

SENAC PENHA. Curso Técnico em Nutrição e Dietética. Turma 13 SENAC PENHA Curso Técnico em Nutrição e Dietética Turma 13 Elielma Mota Jhenipher Avelar Sandra silva Sirene ferreira Thalia Christina da Silva Orientação Vilani Figueiredo Dias Nutricionista Colaboração

Leia mais

Viva Bem! Cuide da Sua Saúde!

Viva Bem! Cuide da Sua Saúde! Viva Bem! Cuide da Sua Saúde! O Serviço Social da Construção Alimentação Saudável Quanto mais colorida for a sua alimentação, maior a presença de nutrientes no seu corpo e melhor será a sua saúde. 50%

Leia mais

Guia Alimentar para a População Brasileira

Guia Alimentar para a População Brasileira Guia Alimentar para a População Brasileira Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição Departamento de Atenção Básica Secretaria de Atenção à Saúde Ministério da Saúde Revisão do Guia Alimentar para a

Leia mais

COMIDA DE ESCOLA NA COZINHA. O que é?

COMIDA DE ESCOLA NA COZINHA. O que é? Receitas COMIDA DE ESCOLA O que é? Comida de Escola é um conjunto de vídeos de culinária gravados no ambiente real da escola e destinados às merendeiras. Neles, um chefe e duas cozinheiras compartilham

Leia mais

A RODA DOS ALIMENTOS E OS NOVOS VALORES NUTRICIONAIS Mafra, 14 de Março de 2008. Ana Leonor DataPerdigão Nutricionista

A RODA DOS ALIMENTOS E OS NOVOS VALORES NUTRICIONAIS Mafra, 14 de Março de 2008. Ana Leonor DataPerdigão Nutricionista A RODA DOS ALIMENTOS E OS NOVOS VALORES NUTRICIONAIS Mafra, 14 de Março de 2008 Ana Leonor DataPerdigão Nutricionista A ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL É Completa Fornece energia e todos os nutrientes essenciais

Leia mais

CARDÁPIOS SUBSTITUTOS. Prof a - Andréa Araújo

CARDÁPIOS SUBSTITUTOS. Prof a - Andréa Araújo CARDÁPIOS SUBSTITUTOS Prof a - Andréa Araújo Por grupos alimentares Por equivalentes nos grupos alimentares Por equivalentes da pirâmide Pelo VET Por Grupos alimentares Grupo de Alimentos: Classificação

Leia mais

Recuperação. Células tecidos órgãos sistemas. - As células são as menores unidades vivas e são formadas por três regiões:

Recuperação. Células tecidos órgãos sistemas. - As células são as menores unidades vivas e são formadas por três regiões: Recuperação Capítulo 01 - Níveis de organização Células tecidos órgãos sistemas - As células são as menores unidades vivas e são formadas por três regiões: A- Membrana Plasmática - Revestimento da célula;

Leia mais

Criança nutrida & criança Vitaminada

Criança nutrida & criança Vitaminada Criança nutrida & criança Vitaminada IMC INFANTIL Muitos pais se preocupam com o peso e a estatura de seu filho. Questionam-se se a massa corporal da criança está de acordo com a idade, se a alimentação

Leia mais

Granola Soft. Benefícios

Granola Soft. Benefícios Granola Soft A granola é um mix de cereais, castanhas e frutas secas que contêm vitaminas, proteínas, nutrientes, muitas fibras e outros componentes importantes para o equilíbrio do organismo e para controle

Leia mais

A PIRÂMIDE QUE SEGUE ABAIXO É A BRASILEIRA, ADAPTADA POR SÔNIA TUCUNDUVA PHILIPPI AOS NOSSOS HÁBITOS ALIMENTARES.

A PIRÂMIDE QUE SEGUE ABAIXO É A BRASILEIRA, ADAPTADA POR SÔNIA TUCUNDUVA PHILIPPI AOS NOSSOS HÁBITOS ALIMENTARES. PARA SABERMOS COMO A ALIMENTAÇÃO DEVE SER EQUILIBRADA, PRECISAMOS CONHECER A PIRÂMIDE ALIMENTAR, QUE É A REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DOS ALIMENTOS E SUAS QUANTIDADES QUE DEVEM ESTAR PRESENTES EM NOSSA DIETA

Leia mais

American Dietetic Association

American Dietetic Association É um método sistemático para resolução de problemas que os profissionais de nutrição empregam para pensar de modo crítico e tomar decisões para resolver problemas nutricionais e prestar assistência nutricional

Leia mais

Sódio em Debate Desafios na Redução do Consumo

Sódio em Debate Desafios na Redução do Consumo V Encontro de Especialistas Sódio em Debate Desafios na Redução do Consumo Profª Raquel Botelho Universidade de Brasília Problemática Consumo excessivo Oferta excessiva Adaptação do Paladar Escolha de

Leia mais

GUIA DE BOLSO. Está na hora de incluir a fruta e os hortícolas na alimentação! SAIBA PORQUÊ

GUIA DE BOLSO. Está na hora de incluir a fruta e os hortícolas na alimentação! SAIBA PORQUÊ GUIA DE BOLSO Está na hora de incluir a fruta e os hortícolas na alimentação! SAIBA PORQUÊ Sumário Introdução Benefícios do consumo de hortofrutícolas A importância dos hortofrutícolas segundo a Roda dos

Leia mais

ALIMENTOS, NUTRIENTES E SAÚDE. Profª MSc Monyke Lucena

ALIMENTOS, NUTRIENTES E SAÚDE. Profª MSc Monyke Lucena ALIMENTOS, NUTRIENTES E SAÚDE Profª MSc Monyke Lucena Para podermos praticar esportes, estudar ou realizar qualquer outra atividade, devemos ter energia no nosso organismo; Essa energia é fornecida pelos

Leia mais

Departamento de Alimentação Escolar. Investindo na Qualidade para a Melhoria da Aprendizagem dos Alunos

Departamento de Alimentação Escolar. Investindo na Qualidade para a Melhoria da Aprendizagem dos Alunos Departamento de Alimentação Escolar Investindo na Qualidade para a Melhoria da Aprendizagem dos Alunos Dra. Maria Helena Cecin Resek Albernaz Diretora do Departamento de Alimentação Escolar Abril / 2013

Leia mais

CARDÁPIO SEMANAL ALMOÇO MATER DEI OUTUBRO 2015 WEEKLY LUNCH MENU MATER DEI OCTOBER 2015

CARDÁPIO SEMANAL ALMOÇO MATER DEI OUTUBRO 2015 WEEKLY LUNCH MENU MATER DEI OCTOBER 2015 Segunda Terça Quarta Quinta 01 Sexta 02 Alface/couve Folhas Mistas abobrinha ralada tomate macarrão tricolor Grão de Bico Branco/ integral Branco/ integral carioca carioca Escalopinho ao molho madeira

Leia mais

NUTRIÇÃO BASEADA EM PLANTAS

NUTRIÇÃO BASEADA EM PLANTAS NUTRIÇÃO BASEADA EM PLANTAS COMER SAUDÁVELMENTE SEM PRODUTOS DERIVADOS DE ANIMAIS INTRODUÇÃO: Cada vez mais, por variadas razões, as pessoas querem reduzir o consumo de produtos de origem animal. Seja

Leia mais

peixe cozido com pirão Arroz/feijão Sob : fruta suco com torradinhas almôndegas com massinha. Sob: fruta

peixe cozido com pirão Arroz/feijão Sob : fruta suco com torradinhas almôndegas com massinha. Sob: fruta 1ª SEMANA café com leite + rosquinhas suco de frutas+ biscoito maizena cereal com leite mingau de maizena leite com morango+biscoito cream cracker e frango desfiado polenta picadinho carioca arroz com

Leia mais