UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CENTRO TECNOLOGICO PÓS GRADUAÇÃO MBA - LATO SENSU GERENCIAMENTO DE PROJETOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CENTRO TECNOLOGICO PÓS GRADUAÇÃO MBA - LATO SENSU GERENCIAMENTO DE PROJETOS"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CENTRO TECNOLOGICO PÓS GRADUAÇÃO MBA - LATO SENSU GERENCIAMENTO DE PROJETOS BIANCA RAMOS SABRINA MAMEDES VIVIAN SEIXAS Proposta de Metodologia para Implantação da Gestão de Mudança Organizacional na visão do Gerenciamento de Projetos: Um estudo de caso sobre a fusão de empresas na área da Tecnologia da Informação.

2 NITERÓI 2009 BIANCA RAMOS SABRINA MAMEDES VIVIAN SEIXAS Proposta de Metodologia para Implantação da Gestão de Mudança Organizacional na visão do Gerenciamento de Projetos: Um estudo de caso sobre a fusão de empresas na área da Tecnologia da Informação. Trabalho de Conclusão de Curso submetida ao corpo docente do Curso de Pós Graduação em Gerenciamento de

3 Projetos da Universidade Federal Fluminense como parte do requisito necessário para obtenção do grau de especialista em gerenciamento de projetos Profº Orientador Luis Antonio da Paz Campagnac, M.Sc. NITERÓI 2009 BIANCA RAMOS SABRINA MAMEDES VIVIAN SEIXAS

4 Proposta de Metodologia para Implantação da Gestão de Mudança Organizacional na visão do Gerenciamento de Projetos: Um estudo de caso sobre a fusão de empresas na área da Tecnologia da Informação. Trabalho de Conclusão de Curso submetida ao corpo docente do Curso de Pós Graduação em Gerenciamento de Projetos da Universidade Federal Fluminense como parte do requisito necessário para obtenção do grau de especialista em gerenciamento de projetos Aprovado em 18 de Julho de BANCA EXAMINADORA Prof. Luciano da Silva Ramalho, M.sc. Universidade Federal Fluminense Prof.ª Lívia Dias Oliveira, M.sc. Universidade Federal Fluminense Prof Valdecy Pereira, M.sc Universidade Federal Fluminense

5 Dedico este trabalho a meus pais, Rita e Nelson, que sempre estiveram presentes e acreditaram em meu potencial, me incentivando na busca de novas realizações. Por serem meu ponto de referência e ideal de vida. E, ao meu marido Guilherme, por estar sempre ao meu lado, por ser meu companheiro e me apoiar nos momentos mais difíceis. Amo vocês! Agradeço a Deus por me dar força interior e coragem para concluir este trabalho, e pela perseverança de não desistir nunca. Agradeço também ao nosso orientador, Luiz Campagnac por nos mostrar o caminho certo a ser percorrido, compartilhando conosco o seu incrível saber. Às minhas amigas Vivian e Sabrina, que colaboraram para a realização de mais um sonho. Que apesar das diferenças contribuíram muito na elaboração de nosso trabalho e agregaram mais conhecimento ao meu ser. Muito Obrigada! Aos profissionais da empresa que disponibilizaram todo material necessário para a construção do trabalho e aqueles que responderam ao questionário utilizado no Estudo de Caso. Bianca Ramos

6 Dedico este trabalho ao senhor Deus que me impulsiona a continuar, apesar dos obstáculos, juntos somos fortes. Obrigada por mais esta conquista. À minha mãezinha, minha referência de vida, a quem amo, admiro e espelho-me, a você dedico este trabalho, Obrigada por tudo. Às minhas irmãs Giselda e Viviane, que apesar da distância, estão presentes em meu coração. Ao nosso orientador Luis Antonio Campagnac, pela dedicação do seu tempo, pelos conselhos, pelos puxões de orelha e principalmente por me fazer enxergar a capacidade que tenho de conduzir e liderar não só este trabalho como tudo em minha vida. Levarei comigo suas palavras fessor. Ao professor Luciano Ramalho, que surgiu como um curinga no decorrer deste trabalho. Obrigada pela ajuda valiosa. Não poderia deixar de mencionar os amigos de turma e profissionais da Labceo/UFF, conquistei aqui não somente grandes amizades, mas encontrei o que eu já nem sabia mais que procurava. As minhas amigas de grupo que perderam a conta de me ouvir dizer Vamos que dá! (risos). Tudo valeu a pena meninas, parabéns! Sabrina Mamedes

7 Dedico este trabalho primeiramente a Deus, que me acompanha em todos os momentos de minha vida. À minha família, minha mãe, minhas irmãs que me apoiaram em todos os momentos com mensagens incentivadoras. A meu namorado que está sempre ao meu lado e algumas vezes o deixei de lado em prol da realização de mais este sonho. Aos meus amigos, que com alegria me auxiliaram a encontrar as soluções que desejava. Mesmo com tanto entusiasmo e dedicação algumas vezes, neste longo período, de desenvolvimento deste trabalho, pensei que não conseguiria concluí-lo. Aos poucos nosso trabalho foi tomando forma, se moldando a cada personalidade e se tornando hoje uma mistura de nós, Sabrina, Bianca e eu. Hoje sinto que poderemos alcançar qualquer objetivo em nossas vidas. E como lição aprendida: o trabalho em equipe deve ser elaborado com paciência, persistência e as divergências são uma importante etapa para a evolução não só do trabalho desempenhado, mas também de nós como uma equipe. Vivian Seixas

8 A mudança é necessária sempre que o estabelecido não satisfaz. Autor Desconhecido

9 AGRADECIMENTOS Grande é nossa lista de agradecimentos (o que nos torna pessoas de sorte). Primeiramente, agradecemos a Deus, porque sem ele nada é possível, agradecemos senhor pela força e perseverança. Professor, Luis Antônio da Paz Campagnac chegamos ao fim. Um muito obrigada por seu incentivo ao longo desse trabalho. Obrigada também pela ajuda e atenção ao Professor Luciano Ramalho, a quem recorremos muitas vezes. Obrigada a nossa família pelo apoio e incentivo e principalmente por compreender nossa ausência em determinados momentos, para realização de mais um sonho. Aos amigos de classe, professores, mestres e funcionários do Labceo/UFF, que direta ou indiretamente contribuíram para que alcançássemos de maneira positiva o final deste Projeto de Graduação, dedico o meu reconhecimento, obrigada pelo convívio prazeroso e um até breve. Aos profissionais envolvidos no Estudo de Caso, um muito obrigada especialíssimo, pelo interesse, presteza e boas risadas. Reitero aqui nossas palavras, sendo este trabalho cansativo, mas inesquecível, de que não se pode empreendê-lo sem a ajuda dos que nos cercam e querem bem.. A todos, nosso muito obrigada. Bianca Ramos Sabrina Mamedes Vivian Seixas

10 RESUMO A Gestão de Mudanças Organizacional atualmente vem obtendo um alto grau de importância nas instituições. Citando como exemplo real a fusão de três empresas. Tais companhias atuam no mesmo seguimento de tecnologia de Sistemas Integrados de Gestão (SIG), e partindo das práticas e ferramentas do gerenciamento de projetos preconizadas pelo Project Management Institute (PMI), será abordado como foram unificados seus processos e metodologias. Apresentando conceitos sobre gestão de pessoas, cultura e comunicação e com isto nossa análise sobre os resultados obtidos neste estudo demonstra a grande importância da utilização de uma metodologia adequada embasada em práticas mundialmente reconhecidas. Palavras Chave: Gestão de Mudanças, Fusão, PDCA e Gerenciamento de Projetos

11 ABSTRACT Change management nowadays has obtaining high level importance in enterprises. Giving a real example of three companies merge. Such companies act at the same technology market of Enterprise Resource Planning (ERP) and, following the PMI project management tools and practices, it will be understood how their process and methodologies were unified. Concepts about people management, culture and communication and therefore our analysis over the results achieved with this study evidence the large importance by using an appropriate methodology based on acknowledged worldwide. Keywords: Change Management, Merge, PDCA, Projects Management

12 LISTA DE ILUSTRAÇÕES Figura 1 - Gestão de Mudança Organizacional (Processo Natural de Mudança)...30 Figura 2 Macro-processos da integração de Gestão de Projetos Gestão de Mudança...33 Figura 3 Relação entre Estratégia, Tecnologia, Processos e Pessoas...41 Figura 4 Impactos da Mudança Estratégica...41 Figura 5 - Técnica SMART...42 Figura 6 Etapas do Ciclo PDCA...43 Figura 7 Análise SWOT...45 Figura 8 Planilha 5W2H...46 Figura 9 - Delineamento da Pesquisa...53 Figura 10 Metodologia de Projetos...68 Figura 11 Mercado de atuação da Empresa X...75 Figura 12 Organograma Empresa X...79 Figura 13 Metodologia de Projetos Empresa X...79 Figura 14 Ciclo PDCA (Empresa X )...82

13 LISTA DE QUADROS Quadro 1 Tipos de Mudança Organizacional...29 Quadro 2 Gestão de Mudança Organizacional...56 Quadro 3 Comparativo entre as Metodologias de cada Empresa...74 Quadro 4 Metodologia de Projetos Ciclo PDCA...95

14 LISTA DE TABELAS Tabela 1: Exemplo Hipotético de uma Escala de Thurstone...62 Tabela 2: Escala Relativa ao Nível Individual...90 Tabela 3: Escala Relativa ao Nível de Grupo e/ou Equipe...91 Tabela 4: Escala Relativa ao Nível Organizacional...92 Tabela 5: Resultado dos Níveis Questionados...93

15 LISTA DE GRÁFICOS Gráfico 1 Distribuição por Categoria...85 Gráfico 2 Distribuição por Sexo...86 Gráfico 3 Distribuição por Idade...86 Gráfico 4 Distribuição por Escolaridade...87 Gráfico 5 Distribuição por Tempo de Empresa...87 Gráfico 6 Perguntas do Questionário (Níveis)...88 Gráfico 7 Avaliação Nível Gerencial...90 Gráfico 8 Análise Estatística dos Dados...93

16 LISTA DE SIGLAS ASP - Application Service Provider BPO - Business Process Outsourcing B2E - Business to Employee CRM - Customer Relationship Management CTO - Chief Transformation Officer ERP Enterprise Resource Planning GP Gerente de Projetos IOS Instituto da Oportunidade Social IPO Initial Public Offering OCM Organization Change Management PDCA Plan Do Check - Act PMBOK - Project Management Body of Knowledge PMI Project Management Institute PMO Project Management Office SIG Sistema Integrado de Gestão SOA Service Oriented Architecture TCC Trabalho de Conclusão de Curso TQC Total Quality Control

17 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO CONSIDERAÇÕES INICIAIS DEFINIÇÃO DA SITUAÇÃO PROBLEMA OBJETIVOS ObjetivoGeral Objetivos Específicos IMPORTÂNCIA DO ESTUDO DELIMITAÇÕES DO ESTUDO QUESTÕES ORGANIZAÇÃO DO ESTUDO 22 2 ABORDAGEM TEÓRICA DA GESTÃO DE MUDANÇA GESTÃO DE MUDANÇAS: CONCEITOS E DEFINIÇÕES A Gestão Gestão de Mudanças Gestão Organizacional DIMENSÕES DA GESTÃO DE MUDANÇAS NA ORGANIZAÇÃO Impacto na Organização Impacto da Cultura Organizacional PROCESSOS DA GESTÃO DE MUDANÇAS TRANSIÇÃO FUSÕES EMPRESARIAIS Classificação dos Tipos de Fusão Etapas do Processo de Fusão 39

18 2.6 GESTÃO DE MUDANÇA EM PROJETOS FERRAMENTAS DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE QUALIDADE: CONCEITOS E FERRAMENTAS 44 3 METODOLOGIA INTRODUÇÃO A Pesquisa e suas Classificações Método Científico A Escolha do Método de Pesquisa COLETA DE DADOS Procedimento para a Coleta de Dados A Escolha do Local para a Pesquisa de Campo Seleção dos Entrevistados TRATAMENTO DOS DADOS LIMITAÇÃO DO MÉTODO DE PESQUISA MESURAÇÃO ESCALONADA Escala de Likert Escala de Guttman Escala de Thurstone 62 4 ESTUDO DE CASO CONSIDERAÇÕES INICIAIS HISTÓRIA DA ORGANIZAÇÃO Informações Corporativas DESCRIÇÃO DAS EMPRESAS E SUAS METODOLOGIAS Empresa A Empresa B 68

19 4.3.3 Empresa C COMPARATIVO ENTRE AS EMPRESAS EMPRESA RESULTANTE A Empresa X Metodologia de Gerenciamento de Projetos Implementação da Gestão de Mudança Organizacional 83 5 ANÁLISE DOS DADOS E DISCUSSÃO DOS RESULTADOS CARACTERIZAÇÃO DA AMOSTRA RESULTADOS E ANÁLISES PROPOSTA Metodologia de Gerenciamento de Projetos 96 6 CONCLUSÃO CONSIDERAÇÕES FINAIS ANÁLISE DAS QUESTÕES RECOMENDAÇÕES PARA FUTUROS TRABALHOS 103 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 104 GLOSSÁRIO 108 APÊNDICE 113 ANEXO I 114

20 18 1 INTRODUÇÃO Neste capítulo será apresentada uma introdução sobre o tema abordado neste Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Gestão de Mudança Organizacional dentro do ciclo do PDCA (Plan-Do-Check-Act) do Gerenciamento de Projetos, um estudo de caso em uma empresa cuja fusão, desbancou e fortaleceu a presença de uma companhia nacional como líder do mercado de softwares de gestão empresarial no país. Será definida no decorrer do trabalho a metodologia utilizada na elaboração do mesmo e os referenciais teóricos que embasaram o estudo de caso. 1.1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS Os processos de globalização e instabilidade do mercado no contexto mundial acarretam em consideráveis mudanças relacionadas à dinamicidade das atividades das empresas no seu âmbito organizacional. Essas freqüentes mudanças exigem das organizações uma maior competitividade tanto para seu desenvolvimento quanto para sua sobrevivência, e para que isso ocorra é imprescindível que estas conheçam profundamente seu ambiente organizacional assim como seus modelos gerenciais. Administrar e gerenciar de forma eficaz, nos dias de hoje, vem demonstrando ser o principal fator competitivo entre as empresas do mundo inteiro, independente do setor de produção. Muito tem se discutido sobre o tema Gestão de Mudança Organizacional ou Organizational Change Management (OCM); suas novas técnicas e teorias tem surgido para facilitar a vida de quem tem que dirigir um processo assim. No Brasil, o conceito de Gestão de Mudança Organizacional ainda é tema que necessita ser melhor esclarecido e contextualizado, embora em outros países a figura do Chief Transformation Officer (CTO), algo como Diretor de Gestão de Mudança Organizacional - já seja uma realidade. O fato é que estas mudanças e transições, quando mal conduzidas, acabam levando muito mais tempo e envolvendo mais gastos do que qualquer um poderia prever, além de desgastes desnecessários nas pessoas envolvidas. As transições daí decorrentes geralmente são mal compreendidas e mal administradas, segundo Mocsanyi (2009).

21 19 Para Pettigrew e Whipp (1992), este processo pode ser melhor entendido se dividido em três aspectos: Contexto da Mudança; Conteúdo da Mudança; Processo da Mudança. Contudo, o presente trabalho de pesquisa tem por objetivo sintetizar os conceitos envolvidos em todo processo de mudança organizacional. 1.2 DEFINIÇÃO DA SITUAÇÃO PROBLEMA Diante do exposto o presente trabalho foi realizado em uma empresa da área de Sistemas Integrados de Gestão (SIG), que passou recentemente por uma grande mudança, unindo (no início) três empresas do mesmo seguimento (Desenvolvimento de Software de Gestão Empresarial). A fim de buscar maior competitividade respondendo com agilidade e rapidez às mudanças no ambiente de negócios, através, principalmente, do aumento da produtividade, melhoria da qualidade, reformulação da estratégia, redesenho dos processos de negócio, mudanças no processo de tomada de decisão, melhoria no relacionamento com clientes, melhoria no acesso à informação, entre outros. Todas as medidas mencionadas podem ser enquadradas como mudanças na organização em questão e precisam ser acompanhadas de processos de gerenciamento de mudança para garantir uma transição eficiente. O problema a princípio levantado refere-se a como gerenciar a implantação de uma fusão tendo vista a cultura diferente das empresas envolvidas, assim como suas metodologias e processos. Como os estudos no campo da Gestão de Mudança Organizacional, fundamentado em práticas e ferramentas para acompanhamento e controle, preconizados pelo PMI, podem beneficiar no gerenciamento de projetos deste porte. A fusão das empresas consolidou-se no ano de 2007, em um ambiente globalizado, competitivo e propício as mudanças recorrentes do mercado corporativo e a pedidos dos fundadores estaremos preservando a marca das empresas envolvidas neste objeto de estudo e consequentemente a empresa resultante da fusão.

22 OBJETIVOS Apresentam-se a seguir, os objetivos geral e específico que orientam o trabalho de pesquisa Objetivo Geral O objetivo geral deste trabalho de pesquisa é propor uma metodologia para implantação da Gestão de Mudança Organizacional, baseando-se no Project Management Body of Knowledge (PMBOK, 2004) e nas teorias de Gestão de Mudanças Objetivos Específicos Compõem os objetivos específicos deste trabalho de pesquisa os seguintes itens: Obter informações sobre o tema gestão de Mudança Organizacional, através de entrevistas e questionários; Identificar e descrever os processos de cada empresa antes da fusão das marcas, permitindo conhecer cada metodologia; Analisar e comparar os processos identificados; Identificar os principais fatores de resistência. 1.4 IMPORTÂNCIA DO ESTUDO A principal importância desse tema Gestão de Mudança Organizacional se deve ao fenômeno crescente do mercado coorporativo, onde as organizações tendem a buscar um diferencial competitivo. Um correto planejamento é essencial, pois ele é diretamente responsável pela criação de um ambiente adequado para o aprendizado, evolução e inovação coorporativa; o que por conseqüência, garante um melhor desenvolvimento da empresa servindo de base também para a sua expansão e crescimento, criando assim, um histórico no processo de Mudança Organizacional através de lições aprendidas e novos paradigmas, que poderão servir como metodologias para novas mudanças que virão a ocorrer.

23 21 Academicamente, acreditamos que o presente estudo de pesquisa contribua para a continuidade para futuros trabalhos e cases, na busca de referenciais teóricos de forma que as organizações tenham condições de enfrentar as transformações vividas, servindo principalmente como metodologia de gerenciamento na Mudança Organizacional. 1.5 DELIMITAÇÕES DO ESTUDO O presente trabalho de pesquisa será desenvolvido especificamente, no departamento de Escritório de Projetos (PMO) da empresa após a fusão das marcas, uma vez que o mesmo é o responsável em dar suporte a todos os departamentos da empresa, será focado os processos gestão de mudança, em seu gerenciamento e em suas metodologias de implementação dentro do ciclo PDCA. Os insumos obtidos para elaboração deste trabalho, através da bibliografia e questionários aplicados, servirão como uma metodologia de gerenciamento de projetos abordando o tema Gestão de Mudanças. Vale salientar que para minimizar o efeito do sigilo e proteção de propriedade intelectual, seja por consultorias especializadas ou pela própria empresa, foram montados questionários com perguntas que continham as principais fases de implementação encontradas na literatura e o entrevistado deveria apenas dizer se essas fases foram cumpridas ou não, e se outras fases, não contempladas no questionário, foram realizadas. Ainda em termos de delimitação do estudo, não será contemplado validar ou realizar testes, apesar de sugerir como próximo passo a condução dos mesmos, ficando assim fora do escopo. 1.6 QUESTÕES Conforme Trivinõs (1992), os estudos devem incluir questões ou perguntas de pesquisas, ou seja, uma pergunta norteadora acerca do que o pesquisador pretende esclarecer no estudo. Com o objetivo de nortear o trabalho, foram definidas as seguintes questões: Como ocorreu o processo de fusão das três empresas? Quem foram os principais envolvidos no processo de fusão? Qual o impacto dessa fusão perante os colaboradores?

24 ORGANIZAÇÃO DO ESTUDO O presente trabalho está organizado em seis (6) capítulos, compostos da seguinte maneira: Capítulo 1- Introdução: O presente capítulo apresenta o tema do trabalho a ser realizado, apresentando os aspectos introdutórios sobre o assunto abordado, descrevendo o objetivo, a importância do estudo, em seguida definindo-se a situação problema, as questões a serem respondidas e a organização do estudo aplicado para desenvolver este trabalho; Capitulo 2 Referencial Teórico: Este capítulo apresenta os estudos que sustentam a pesquisa do presente trabalho sobre o tema Gestão de Mudança, os principais conceitos associados ao tema, como resistência à mudança e os processos de gestão de mudança; Capítulo 3 Método de Pesquisa: Este capítulo fundamenta e explicita os aspectos metodológicos pertinentes a esta pesquisa, tendo como critério um processo de investigação exploratória e de natureza qualitativa; Capítulo 4 Estudo de Caso: Este capítulo descreve o histórico de cada empresa anterior e posterior a fusão do grupo, seus dados e fatos relevantes; Capítulo 5 Análise dos Dados e Discussão dos Resultados: Este capítulo apresenta como será obtida a coleta de dados, correlacionando os objetivos aos meios, bem como as diretrizes; Capítulo 6 Conclusão: Este capítulo apresenta as conclusões, referentes aos dados analisados, as considerações finais, a análise das questões de estudo propostas e as recomendações e sugestões para trabalhos futuros. Ao final será apresentado a referência Bibliográfica e os anexos.

25 23 2 ABORDAGEM TEÓRICA DA GESTÃO DE MUDANÇA 2.1 GESTÃO DE MUDANÇAS: CONCEITOS E DEFINIÇÕES Gerenciar a mudança é saber mantê-la sob controle e liderar a mudança é fazer todo esforço possível para que ocorra a mudança e que tenha sucesso, assim cita Kotter (1998, p. 23) A Gestão Atualmente o mundo está voltado para a globalização, aceleração dos lucros consequentemente com os ganhos na competitividade. Estes processos acelerados de mudanças têm provocado inovações na gestão das organizações. Anteriormente a visão das empresas era focada na produção e recentemente este panorama vem sendo alterado. Com a nova visão voltada para as pessoas, as organizações foram obrigadas a alterar seus paradigmas e focar nos valores pessoais dos membros relacionando aos valores da organização. Segundo Motta (1976), as ferramentas para gestão de pessoas, assim como Chiavenato (1983), exercem seu papel sobre um contexto social, organizacional e econômica, porém, conforme a teoria do Behaviorismo, os processos de crescimento e desenvolvimento organizacional estão interligados ao de gestão de pessoas. Assim o comportamento de cada colaborador pode influenciar no alcance dos objetivos estratégicos. Também como Toledo (1986) assemelha-se à Chiavenato (1983) e Motta (1976), ao afirmar que há constantes mudanças neste aspecto onde prioriza o colaborador e suas relações no trabalho, e embasa diversas teorias da gestão de pessoas, desta forma o colaborador e a organização crescem juntos. Para Alencar (2007), o gerenciamento de pessoas é o mesmo que gerenciar comportamentos, ou seja, o gestor tem o papel de analisar o comportamento de seus colaboradores, profissionalmente, assim como o ambiente organizacional, todo o tempo em que ocorrerem mudanças na empresa. Com esta definição assim como Motta (1976) atribui que a responsabilidade sobre seus recursos (financeiros, materiais, tecnológicos e humanos) é da gestão, que cada colaborador não é passível ou resistente por natureza, e sim responde aos estímulos que lhes

26 24 são aplicados. Cabendo ao gestor utilizar as variáveis adequadas para motivar e desenvolver cada membro da organização. Atualmente nas organizações de sucesso o colaborador é conceituado como a verdadeira vantagem competitiva sustentável, uma commodity difícil de encontrar e manter. Para Motta (1976) há um novo modelo, ao contrário dos tradicionais e / ou clássicos: A administração é responsável pela organização dos recursos empresa. As pessoas não são passivas ou resistentes as mudanças organizacionais por natureza, suas respostas são causadas por estímulos do ambiente ou registro histórico/cultural; O gestor tem o papel de estimular, aplicar e manter a motivação para o desenvolvimento social e profissional de cada membro da organização, consequentemente alterando a cultura organizacional. A Gestão da empresa como um todo é responsável por criar variáveis adequadas para que seus membros possam ter um comportamento compatível com a cultura criada a fim de atingir os objetivos estratégicos da organização. Porém para isso é necessário uma análise e planejamento de todas as medidas a serem adotadas. Segundo Motta (1991) a gestão é ciência e arte. A ciência é a melhor forma de saber alguma coisa e a arte da gestão para fazer as coisas usando o que se sabe. Desta forma o gestor adquire conhecimento, novos valores e compreende melhor a si mesmo e o ambiente a sua volta, identificando seu papel dentro da organização. Com estas percepções ampliadas é possível melhorar sua visão estratégica, liderança e tomada de decisões enfrentando os riscos que o mercado oferece com mais segurança. O gestor deve saber negociar e saber como realizar a integração na organização, consciente de que se encontra em um aprendizado contínuo e coletivo. Assim ele tem um importante papel em maximização dos resultados da organização e sua posição no mercado. É necessário para isso garantir o desenvolvimento das atividades, sua melhoria contínua e proporcionar aos membros da organização uma liderança flexível e acessível. Saber dar a autoridade na medida certa a cada integrante da organização fazendo com que cada um tenha o poder e sentir o impacto de suas ações. Cada membro da organização precisa de estímulo e reconhecimento e assim agrega-se valor à organização e o gestor conquista sua equipe. Embora isto seja conhecido por todos, muitas instituições não seguem esta recomendação apenas visando atingir metas e lucros, mesmo já existindo diversas comprovações do sucesso mais rápido quando seus membros estão satisfeitos. Por isso é importante que os gestores conheçam seus membros e integre-os à organização também com seus valores pessoais.

27 25 Um bom gestor deve ter a capacidade de administrar as soluções, mesmo que não seja sua, para a resolução dos problemas e assim identificar e estimular potenciais criativos e inovadores entre seus membros. Assim torna a equipe pró-ativa em apresentar resultados. Segundo Ordway Tead (1975, p.42, grifo do autor), A natureza humana é, por assim dizer, matéria prima com a qual todo chefe executivo, em qualquer nível, tem de trabalhar. Se tiver algum conhecimento da força de tensão, da elasticidade, da perfeita capacidade de reação do material com que trabalha, seus julgamentos, estratégias e métodos terão probabilidade de dar melhor resultado do que se trabalhasse por instinto. Porque ainda existe tanto medo com as mudanças? Porque as mudanças causam nos indivíduos retração e dúvida? Isto acontece porque estamos tratando com pessoas e seus sentimentos. Uma mudança pode causar impulsão ou paralisação dependendo da pessoa e nem todos estão dispostos a arriscar, por isso é identificado resistência nestes processos de diversas organizações. O que fazer para evitar danos à cultura organizacional provocando a sua mudança e estimulando os indivíduos a mudar? Mudar é necessário e neste momento é que o gestor exerce seu papel. Considerando o início do projeto da fusão das empresas, seguindo o PMBOK (2004) o mesmo recomenda a aplicação de uma modelagem de competências técnicas e comportamentais para avaliar os perfis e responsabilidades, desta forma identifica-se o profissional mais adequado para esta nova estrutura e cultura da empresa. Neste sentido observam-se alguns pontos: Quem previamente tende a resistir à mudança; Intensidade e qualidade de reação a mudança; Identificar quem poderá ajudar na mudança; Tais informações poderão ser obtidas trabalhando em conjunto com o departamento de RH, demonstrando ao colaborador o seu papel no processo de fusão, ampliando a comunicação e fazendo uso do feedback Gestão de Mudanças Desde o princípio da humanidade existem mudanças e estas repercutem em todos os aspectos seja pessoal, profissional e social. No Brasil estas mudanças obtiveram um ritmo mais intenso a partir da Segunda Guerra Mundial, principalmente nos grandes centros

28 26 urbanos. Com isto foi influenciado até os valores pessoais e profissionais de cada indivíduo, ampliando sua liberdade de pensamento tornando-os capazes de formar opiniões e decisões conscientes da realidade atual. De acordo com Bauman (2005), este período moderno caracteriza-se pela igualdade de direitos e oportunidades transformando os ideais da sociedade que agora passa a valorizar o racionalismo, a liberdade individual e a tecnologia. Porém esta autonomia do indivíduo causou instabilidade em diversos aspectos da vida, deixou-os descompromissados com a disciplina, exigências, perda da autoridade e desagregação do senso de dever, isto é, a cultura do efêmero. Capacidade de realizar-se através do consumo principalmente das grandes inovações tecnológicas com ausência de metas e estímulo ao individualismo. Porém nas organizações não há espaço para a cultura do efêmero e pressionam seus funcionários de forma até sufocante para o alcance de suas metas. Depois disto vem o período da racionalização onde se passa a deixar de lado a busca da felicidade e da razão da existência para focar a produção do lucro e do poder. Também são depositadas esperanças de sucesso no futuro, nos avanços tecnológicos e científicos com suas conquistas e ideologias, criadas agora, em meados do século XIX, é a visão do progresso. Segundo Fuks ( , p.69-70), com o tempo as críticas puseram em questão esta visão e atualmente existe uma convivência simultânea dessas abordagens muitas vezes contraditória, onde se encontra pessoas com diversos pensamentos como valorização do presente, do consumismo, individualismo, negação do passado e resgate do mesmo, falta de responsabilidade, busca de prazeres imediatos e busca pelo poder e lucro, pressão das empresas em seus funcionários e liberdade de ação para os mesmos. Agora existe uma busca pelas respostas e soluções dos desafios apresentados. Assim o mundo atual está formado e torna mais difícil uma gestão eficiente e com um formato padrão definido. Para as organizações é necessário rever seus paradigmas e agir de diferentes formas, as vezes dentro da mesma equipe, para que possa chegar aos resultados esperados. O gestor terá uma difícil missão de conseguir conciliar os diferentes pensamentos e idéias e unificá-los em prol da organização. Segundo Martins (2006) a Gestão de Mudanças é um processo pelo qual o gestor tem um papel fundamental de identificar restrições e reestruturar toda ou parte da estrutura organizacional, sua cultura e sua estratégia. Para esta realização é necessário que algumas medidas sejam tomadas e o gestor deve ter flexibilidade e poder para agir. Toda a organização deve ser analisada em diversos aspectos e principalmente recursos para que os objetivos traçados sejam alcançados.

PMO ESTRATÉGICO DE ALTO IMPACTO

PMO ESTRATÉGICO DE ALTO IMPACTO PMO ESTRATÉGICO DE ALTO IMPACTO TOBIAS ALBUQUERQUE E LEONARDO AVELAR OUTUBRO DE 2015 I. INTRODUÇÃO O conceito de escritórios de projetos Project Management Office (PMO) vem evoluindo desde meados da década

Leia mais

Quais são os objetivos dessa Política?

Quais são os objetivos dessa Política? A Conab possui uma Política de Gestão de Desempenho que define procedimentos e regulamenta a prática de avaliação de desempenho dos seus empregados, baseada num Sistema de Gestão de Competências. Esse

Leia mais

Capital Intelectual. O Grande Desafio das Organizações. José Renato Sátiro Santiago Jr. José Renato Sátiro Santiago. Novatec

Capital Intelectual. O Grande Desafio das Organizações. José Renato Sátiro Santiago Jr. José Renato Sátiro Santiago. Novatec Capital Intelectual O Grande Desafio das Organizações José Renato Sátiro Santiago Jr. José Renato Sátiro Santiago Novatec 1 Tudo começa com o conhecimento A gestão do conhecimento é um assunto multidisciplinar

Leia mais

APÊNDICE A QUESTIONÁRIO APLICADO AOS GESTORES

APÊNDICE A QUESTIONÁRIO APLICADO AOS GESTORES 202 INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO ALGUNS COMENTÁRIOS ANTES DE INICIAR O PREENCHIMENTO DO QUESTIONÁRIO: a) Os blocos a seguir visam obter as impressões do ENTREVISTADO quanto aos processos de gestão da Policarbonatos,

Leia mais

Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler

Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler AULA 5 - PERSPECTIVA DE APRENDIZADO E CRESCIMENTO Abertura da Aula Uma empresa é formada

Leia mais

1 Introdução 1.1. Problema de Pesquisa

1 Introdução 1.1. Problema de Pesquisa 1 Introdução 1.1. Problema de Pesquisa A motivação, satisfação e insatisfação no trabalho têm sido alvo de estudos e pesquisas de teóricos das mais variadas correntes ao longo do século XX. Saber o que

Leia mais

CAPÍTULO 1 - CONTABILIDADE E GESTÃO EMPRESARIAL A CONTROLADORIA

CAPÍTULO 1 - CONTABILIDADE E GESTÃO EMPRESARIAL A CONTROLADORIA CAPÍTULO 1 - CONTABILIDADE E GESTÃO EMPRESARIAL A CONTROLADORIA Constata-se que o novo arranjo da economia mundial provocado pelo processo de globalização tem afetado as empresas a fim de disponibilizar

Leia mais

CollaborativeBook. número 1. Gestão. Processos. por

CollaborativeBook. número 1. Gestão. Processos. por CollaborativeBook número 1 Gestão por Processos Gestão por Processos 2 www.apoenarh.com.br Transformar conhecimento em ação e resultado com o desenvolvimento e aplicação de soluções de aprendizagem diferenciadas

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014 #5 EMPREENDEDORISMO Outubro de 2014 ÍNDICE 1. Apresentação 2. Definição 3. Empreendedorismo: necessidade ou oportunidade? 4. Características do comportamento empreendedor 5. Cenário brasileiro para o empreendedorismo

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA Profº Paulo Barreto Paulo.santosi9@aedu.com www.paulobarretoi9consultoria.com.br 1 Analista da Divisão de Contratos da PRODESP Diretor de Esporte do Prodesp

Leia mais

PORTIFÓLIO DE CONSULTORIA E ASSESSORIA

PORTIFÓLIO DE CONSULTORIA E ASSESSORIA PORTIFÓLIO DE CONSULTORIA E ASSESSORIA SUMÁRIO DE PROJETOS WORKFLOW... 03 ALINHAMENTO ESTRATÉGICO... 04 IDENTIDADE CORPORATIVA... 04 GESTÃO DE COMPETÊNCIAS... 05 TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO... 05 REMUNERAÇÃO...

Leia mais

Gestão por Processos. Gestão por Processos Gestão por Projetos. Metodologias Aplicadas à Gestão de Processos

Gestão por Processos. Gestão por Processos Gestão por Projetos. Metodologias Aplicadas à Gestão de Processos Gestão por Processos Gestão por Projetos Gestão por Processos Gestão de Processos de Negócio ou Business Process Management (BPM) é um modelo de administração que une gestão de negócios à tecnologia da

Leia mais

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br PREZADO (A) SENHOR (A) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso

Leia mais

MBA Gestão da Tecnologia de Informação

MBA Gestão da Tecnologia de Informação MBA Gestão da Tecnologia de Informação Informações: Dias e horários das aulas: Segundas e Terças-feiras das 18h00 às 22h00 aulas semanais; Sábados das 08h00 às 12h00 aulas quinzenais. Carga horária: 600

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão Estratégica de Negócios Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão Estratégica de Negócios Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão Estratégica de Negócios tem por objetivo desenvolver a

Leia mais

Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM

Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM É COM GRANDE PRAZER QUE GOSTARÍAMOS DE OFICIALIZAR A PARTICIPAÇÃO DE PAUL HARMON NO 3º SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE BPM!! No ano passado discutimos Gestão

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Pessoas tem por objetivo o fornecimento de instrumental que possibilite

Leia mais

MBA Gestão de Pessoas Ênfase em Estratégias

MBA Gestão de Pessoas Ênfase em Estratégias MBA Gestão de Pessoas Ênfase em Estratégias Curso de Pós-Graduação Lato Sensu Especialização (versão 2011) Coordenação Acadêmica: Maria Elizabeth Pupe Johann OBJETIVOS: Objetivo Geral: - Promover o desenvolvimento

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO. MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO. MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias Coordenação Acadêmica: Maria Elizabeth Pupe Johann 1 OBJETIVOS: Objetivo Geral: - Promover o desenvolvimento

Leia mais

1º SEMESTRE 2º SEMESTRE

1º SEMESTRE 2º SEMESTRE 1º SEMESTRE 7ECO003 ECONOMIA DE EMPRESAS I Organização econômica e problemas econômicos. Demanda, oferta e elasticidade. Teoria do consumidor. Teoria da produção e da firma, estruturas e regulamento de

Leia mais

SEMIPRESENCIAL 2013.1

SEMIPRESENCIAL 2013.1 SEMIPRESENCIAL 2013.1 MATERIAL COMPLEMENTAR II DISCIPLINA: GESTÃO DE CARREIRA PROFESSORA: MONICA ROCHA LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO Liderança e Motivação são fundamentais para qualquer empresa que deseja vencer

Leia mais

MUDANÇA CULTURAL NAS ORGANIZAÇÕES

MUDANÇA CULTURAL NAS ORGANIZAÇÕES 1 MUDANÇA CULTURAL NAS ORGANIZAÇÕES Wainy Indaiá Exaltação Jesuíno 1 Marco Antônio 2 Resumo O objetivo deste trabalho é demonstrar a importância da análise do clima organizacional para mudança da cultura

Leia mais

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva.

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva. COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS Karina Fernandes de Miranda Helenir Celme Fernandes de Miranda RESUMO: Este artigo apresenta as principais diferenças e semelhanças entre gestão de pessoas e recursos

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

www.marcelodeelias.com.br Palestras Inteligentes

www.marcelodeelias.com.br Palestras Inteligentes www.marcelodeelias.com.br Palestras Inteligentes Sólidos conteúdos com alegria - essas são algumas características das palestras de Marcelo de Elias. Outra característica marcante: Cada palestra é um projeto

Leia mais

METODOLOGIA HSM Centrada nos participantes com professores com experiência executiva, materiais especialmente desenvolvidos e infraestrutura tecnológica privilegiada. O conteúdo exclusivo dos especialistas

Leia mais

CAPITAL INTELECTUAL COMO VANTAGEM COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS

CAPITAL INTELECTUAL COMO VANTAGEM COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS CAPITAL INTELECTUAL COMO VANTAGEM COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS Cesar Aparecido Silva 1 Patrícia Santos Fonseca 1 Samira Gama Silva 2 RESUMO O presente artigo trata da importância do capital

Leia mais

O PEDAGOGO NAS ORGANIZAÇÕES

O PEDAGOGO NAS ORGANIZAÇÕES O PEDAGOGO NAS ORGANIZAÇÕES KOWALCZUK, Lidiane Mendes Ferreira - PUCPR lidianemendesf@gmail.com VIEIRA, Alboni Marisa Dudeque Pianovski - PUCPR alboni@alboni.com Eixo Temático: Formação de Professores

Leia mais

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Recursos Humanos 2011-1 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Recursos Humanos 2011-1 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais. Especial Online ISSN 1982-1816 www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.html DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Recursos Humanos 2011-1 DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO LIDERANÇA AUTOCRÁTICA: O RELACIONAMENTO

Leia mais

MBA em Gestão de Pessoas

MBA em Gestão de Pessoas REFERÊNCIA EM EDUCAÇÃO EXECUTIVA MBA em Gestão de Pessoas Coordenação Acadêmica: Profª. Dra. Ana Ligia Nunes Finamor A Escola de Negócios de Alagoas. A FAN Faculdade de Administração e Negócios foi fundada

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) MBA em Gestão de Pessoas Coordenação Acadêmica: Drª. Ana Maria Viegas Reis

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) MBA em Gestão de Pessoas Coordenação Acadêmica: Drª. Ana Maria Viegas Reis CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) MBA em Gestão de Pessoas Coordenação Acadêmica: Drª. Ana Maria Viegas Reis APRESENTAÇÃO A FGV é uma instituição privada sem fins lucrativos, fundada em

Leia mais

COMO UM CSC PODE ALAVANCAR FUSÕES E AQUISIÇÕES. Vanessa Saavedra, Manuela Dantas, Maurício Cavalieri e Rafael Pinheiro

COMO UM CSC PODE ALAVANCAR FUSÕES E AQUISIÇÕES. Vanessa Saavedra, Manuela Dantas, Maurício Cavalieri e Rafael Pinheiro COMO UM CSC PODE ALAVANCAR FUSÕES E AQUISIÇÕES Vanessa Saavedra, Manuela Dantas, Maurício Cavalieri e Rafael Pinheiro Fusão e aquisição (F&A) são termos, por vezes, tratados como sinônimos. Entretanto,

Leia mais

MBA em Gestão de Pessoas e Comportamento Organizacional -Matutino e Noturno

MBA em Gestão de Pessoas e Comportamento Organizacional -Matutino e Noturno MBA em Gestão de Pessoas e Comportamento Organizacional -Matutino e Noturno Apresentação CAMPUS STIEP Inscrições Abertas Turma 12 (Noturno) -->Últimas Vagas até o dia 27/05/2013 CAMPUS IGUATEMI Turma 13

Leia mais

MBA EM GERÊNCIA DE PROJETOS

MBA EM GERÊNCIA DE PROJETOS Ribeirão Preto, Franca, Araraquara e São Carlos MBA EM GERÊNCIA DE PROJETOS COORDENAÇÃO: Profº Edmarson Bacelar Mota, M.Sc APOIO: SOBRE O CURSO Com a abertura dos mercados e o enorme aumento da competitividade,

Leia mais

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Projeto Saber Contábil O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Alessandra Mercante Programa Apresentar a relação da Gestão de pessoas com as estratégias organizacionais,

Leia mais

Ribeirão Preto, Franca, São Carlos e Araraquara GESTÃO DE PESSOAS. COORDENAÇÃO: Profª Drª Ana Ligia Nunes Finamor

Ribeirão Preto, Franca, São Carlos e Araraquara GESTÃO DE PESSOAS. COORDENAÇÃO: Profª Drª Ana Ligia Nunes Finamor Ribeirão Preto, Franca, São Carlos e Araraquara GESTÃO DE PESSOAS COORDENAÇÃO: Profª Drª Ana Ligia Nunes Finamor OBJETIVO: A Gestão de Pessoas vem passando por inúmeras transformações nestes últimos anos.

Leia mais

Competitividade e Resultados: conseqüência do alinhamento de estratégia, cultura e competências.

Competitividade e Resultados: conseqüência do alinhamento de estratégia, cultura e competências. 1 Programa Liderar O Grupo Solvi é um conglomerado de 30 empresas que atua nas áreas de saneamento, valorização energética e resíduos. Como alicerce primordial de seu crescimento encontrase o desenvolvimento

Leia mais

Qual o papel do RH nos processos de mudança de cultura organizacional

Qual o papel do RH nos processos de mudança de cultura organizacional 9115 Qual o papel do RH nos processos de mudança de cultura organizacional 20 de Outubro, 2011 2011 Accenture. Todos os direitos reservados. Accenture, seu logo e High performance. Delivered. são marcas

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS. Aula 12

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS. Aula 12 FACULDADE CAMÕES PORTARIA 4.059 PROGRAMA DE ADAPTAÇÃO DE DISCIPLINAS AO AMBIENTE ON-LINE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL DOCENTE: ANTONIO SIEMSEN MUNHOZ, MSC. ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: FEVEREIRO DE 2007. Gestão

Leia mais

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS Universidade Federal do Ceará Faculdade de Economia, Administração, Atuária, Contabilidade e Secretariado Curso de Administração de Empresas GESTÃO POR COMPETÊNCIAS MAURICIO FREITAS DANILO FREITAS Disciplina

Leia mais

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado Professora Débora Dado Prof.ª Débora Dado Planejamento das aulas 7 Encontros 19/05 Contextualizando o Séc. XXI: Equipes e Competências 26/05 Competências e Processo de Comunicação 02/06 Processo de Comunicação

Leia mais

Gestão por Competências

Gestão por Competências Gestão por Competências 2 Professora: Zeila Susan Keli Silva 2º semestre 2012 1 Contexto Economia globalizada; Mudanças contextuais; Alto nível de complexidade do ambiente; Descoberta da ineficiência dos

Leia mais

Como um CSC pode alavancar Fusões e Aquisições

Como um CSC pode alavancar Fusões e Aquisições Como um CSC pode alavancar Fusões e Aquisições Supply Chain Finance 2011 3 Como um CSC pode alavancar Fusões e Aquisições Autores: Vanessa Saavedra/ Manuela Dantas/ Maurício Cavalieri/ Rafael Pinheiro

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança

Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança Apresentação CAMPUS IGUATEMI Inscrições em Breve Turma 02 --> *Alunos matriculados após o início das aulas poderão cursar as disciplinas já realizadas,

Leia mais

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS GESTÃO POR COMPETÊNCIAS STM ANALISTA/2010 ( C ) Conforme legislação específica aplicada à administração pública federal, gestão por competência e gestão da capacitação são equivalentes. Lei 5.707/2006

Leia mais

Conteúdo de qualidade com leveza e bom humor

Conteúdo de qualidade com leveza e bom humor Conteúdo de qualidade com leveza e bom humor Sólidos conteúdos com alegria - essas são algumas características das palestras de Marcelo de Elias. A maioria absoluta das avaliações obtêm excelentes resultados,

Leia mais

INFORMAÇÕES CONECTADAS

INFORMAÇÕES CONECTADAS INFORMAÇÕES CONECTADAS Soluções de Negócios para o Setor de Serviços Públicos Primavera Project Portfolio Management Solutions ORACLE É A EMPRESA Alcance excelência operacional com fortes soluções de gerenciamento

Leia mais

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES):

Leia mais

IBMEC Jr. Consultoria. A melhor maneira de ingressar no mercado de trabalho

IBMEC Jr. Consultoria. A melhor maneira de ingressar no mercado de trabalho IBMEC Jr. Consultoria A melhor maneira de ingressar no mercado de trabalho O mercado de trabalho que nos espera não é o mesmo dos nossos pais... ... ele mudou! As mudanças Certeza Incerteza Real Virtual

Leia mais

CRM (CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT) E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI)

CRM (CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT) E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) CRM (CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT) E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) Nelson Malta Callegari (UTFPR) nelson.estudo@gmail.com Profº Dr. João Luiz Kovaleski (UTFPR) kovaleski@pg.cefetpr,br Profº Dr. Luciano

Leia mais

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br Prezado(a) Sr.(a.) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso de

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Tecnologia da Informação

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Tecnologia da Informação Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Tecnologia da Informação Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Tecnologia da Informação tem por fornecer conhecimento

Leia mais

CONHECIMENTO POR QUE ALGUMAS EQUIPES CONSEGUEM REALIZAR OS SEUS PROJETOS E OUTRAS NÃO? MUDANÇAS DE PARADIGMAS

CONHECIMENTO POR QUE ALGUMAS EQUIPES CONSEGUEM REALIZAR OS SEUS PROJETOS E OUTRAS NÃO? MUDANÇAS DE PARADIGMAS GESTÃO ESTRATÉGICA E EMPRESARIAL ELABORAÇÃO DE PROJETOS Prof. Carlos Romeu Montes Lopes romeumontes@gmail.com Rio Verde GO POR QUE ALGUMAS EQUIPES CONSEGUEM REALIZAR OS SEUS PROJETOS E OUTRAS NÃO? INCONVENIENTE

Leia mais

O CRM e a TI como diferencial competitivo

O CRM e a TI como diferencial competitivo O CRM e a TI como diferencial competitivo Nelson Malta Callegari (UTFPR) nelson.estudo@gmail.com Profº Dr. João Luiz Kovaleski (UTFPR) kovaleski@pg.cefetpr.br Profº Dr. Luciano Scandelari (UTFPR) luciano@cefetpr.br

Leia mais

CEAG Curso de Especialização em Administração para Graduados EMENTAS DAS DISCIPLINAS E CARGA HORÁRIA

CEAG Curso de Especialização em Administração para Graduados EMENTAS DAS DISCIPLINAS E CARGA HORÁRIA CEAG Curso de Especialização em Administração para Graduados EMENTAS DAS DISCIPLINAS E CARGA HORÁRIA Habilidades Computacionais 32 h/a Oferece ao administrador uma visão sobre as potencialidades da tecnologia

Leia mais

Evento técnico mensal

Evento técnico mensal Evento técnico mensal GERENCIAMENTO DE CARREIRA PARA O SUCESSO DO GESTOR DE PROJETOS Fernanda Schröder Gonçalves Organização Apoio 1 de xx APRESENTAÇÃO Fernanda Schröder Gonçalves Coordenadora do Ibmec

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação. Planejamento Estratégico Planejamento de TI

Estratégias em Tecnologia da Informação. Planejamento Estratégico Planejamento de TI Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 7 Planejamento Estratégico Planejamento de TI Material de apoio 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a

Leia mais

Prof Elly Astrid Vedam

Prof Elly Astrid Vedam Prof Elly Astrid Vedam Despertar e saber lidar com os mecanismos de liderança e se preparar para a gestão de pequenos e médios negócios; Identificar conflitos no ambiente de seu negócio, calculando e avaliando

Leia mais

Construindo a interação entre universidade e empresas: O que os atores pensam sobre isso?

Construindo a interação entre universidade e empresas: O que os atores pensam sobre isso? i n o v a ç ã o 8 Construindo a interação entre universidade e empresas: O que os atores pensam sobre isso? Carla Conti de Freitas Yara Fonseca de Oliveira e Silva Julia Paranhos Lia Hasenclever Renata

Leia mais

O IMPACTO DA UTILIZAÇÃO DE UM SOFTWARE DE GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE PROJETOS NAS EMPRESAS

O IMPACTO DA UTILIZAÇÃO DE UM SOFTWARE DE GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE PROJETOS NAS EMPRESAS O IMPACTO DA UTILIZAÇÃO DE UM SOFTWARE DE GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE PROJETOS NAS EMPRESAS Nadia Al-Bdywoui (nadia_alb@hotmail.com) Cássia Ribeiro Sola (cassiaribs@yahoo.com.br) Resumo: Com a constante

Leia mais

MBA Executivo em Gestão de Pessoas

MBA Executivo em Gestão de Pessoas ISCTE BUSINESS SCHOOL INDEG_GRADUATE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA Executivo em Gestão de Pessoas www.strong.com.br/alphaville - www.strong.com.br/osasco - PABX: (11) 3711-1000 MBA

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

MBA em Gestão Empresarial com Ênfase na Transformação Organizacional

MBA em Gestão Empresarial com Ênfase na Transformação Organizacional MBA em Gestão Empresarial com Ênfase na Transformação Organizacional Coordenação Acadêmica: Wankes da Silva Ribeiro Coordenação da Ênfase: Wankes Leandro Ribeiro JUSTIFICATIVA O MBA em Gestão Empresarial

Leia mais

As cinco disciplinas

As cinco disciplinas As cinco disciplinas por Peter Senge HSM Management julho - agosto 1998 O especialista Peter Senge diz em entrevista exclusiva que os programas de aprendizado podem ser a única fonte sustentável de vantagem

Leia mais

CURSOS GERENCIAIS 20/12/2010 Antonio Roberto Grazzia, MBA, PMP

CURSOS GERENCIAIS 20/12/2010 Antonio Roberto Grazzia, MBA, PMP CURSOS GERENCIAIS 20/12/2010 Antonio Roberto Grazzia, MBA, PMP Em um ambiente de negócios competitivo, a condução de projetos de forma eficiente e sem desperdícios é um grande diferencial para o sucesso.

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DE UM PROJETO

CARACTERÍSTICAS DE UM PROJETO CARACTERÍSTICAS DE UM PROJETO Temporário: significa que cada projeto tem um início e um fim muito bem definidos. Um projeto é fundamentalmente diferente: porque ele termina quando seus objetivos propostos

Leia mais

Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas

Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas Boas propostas são essenciais para que uma gestão tenha êxito, mas para que isso ocorra é fundamental que os dirigentes organizacionais

Leia mais

Divulgação Portal - METROCAMP. Você não quer exercer a profissão mais importante do futuro (Bill Gates)?

Divulgação Portal - METROCAMP. Você não quer exercer a profissão mais importante do futuro (Bill Gates)? Divulgação Portal - METROCAMP Você não quer exercer a profissão mais importante do futuro (Bill Gates)? Torne se um Trabalhador de Conhecimento (Kowledge Worker) de Werner Kugelmeier WWW.wkprisma.com.br

Leia mais

Governança de TI. Por que a Governança de TI é vista como fator chave para criação de valor para o Negócio? Conhecimento em Tecnologia da Informação

Governança de TI. Por que a Governança de TI é vista como fator chave para criação de valor para o Negócio? Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação Governança de TI Por que a Governança de TI é vista como fator chave para criação de valor para o Negócio? 2010 Bridge Consulting Apresentação A Governança de Tecnologia

Leia mais

FUSÕES E AQUISIÇÕES EMPRESARIAIS: IMPACTOS E ALTERAÇÕES NO CLIMA E NA CULTURA ORGANIZACIONAL.

FUSÕES E AQUISIÇÕES EMPRESARIAIS: IMPACTOS E ALTERAÇÕES NO CLIMA E NA CULTURA ORGANIZACIONAL. UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ Janete Senczuk Zorek Keila Garcia Rocha FUSÕES E AQUISIÇÕES EMPRESARIAIS: IMPACTOS E ALTERAÇÕES NO CLIMA E NA CULTURA ORGANIZACIONAL. CURITIBA 2012 1 UNIVERSIDADE TUIUTI DO

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA Capítulo 2 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 2.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? Como os sistemas de informação apóiam

Leia mais

Crise na fase de execução de Projetos de engenharia

Crise na fase de execução de Projetos de engenharia 1 Dário Denis Braga Vital vitaldario@ig.com.br MBA em Gerenciamento de Projetos em Engenharia e Arquitetura Instituto de Pós-Graduação - IPOG Manaus, AM, 10, junho de 2014 Resumo Este artigo é sobre gerenciamento

Leia mais

MBA EM DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS COM ÊNFASE EM COMPETÊNCIAS

MBA EM DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS COM ÊNFASE EM COMPETÊNCIAS MBA EM DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS COM ÊNFASE EM COMPETÊNCIAS O programa irá capacitá-lo a interagir em um contexto empresarial de inúmeras transformações e mudanças, desenvolvendo competências para conhecer,

Leia mais

Gestão de Pessoas CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. 5.Mapeamento e análise de processos organizacionais. Indicadores de Desempenho.

Gestão de Pessoas CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. 5.Mapeamento e análise de processos organizacionais. Indicadores de Desempenho. Gestão de Pessoas CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 5.Mapeamento e análise de processos organizacionais. Indicadores de Desempenho. AULA 07 - ATPS Prof. Leonardo Ferreira 1 A Estrutura Funcional X Horizontal Visão

Leia mais

A Comunicação no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) 1

A Comunicação no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) 1 A Comunicação no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) 1 Narjara Bárbara Xavier Silva 2 Patrícia Morais da Silva 3 Resumo O presente trabalho é resultado do Projeto de Extensão da Universidade Federal da

Leia mais

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 PROSPERE NA NOVA ECONOMIA A SPEKTRUM SUPORTA A EXECUÇÃO DA SUA ESTRATÉGIA Para as empresas que buscam crescimento

Leia mais

Módulo 4.1 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

Módulo 4.1 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Módulo 4.1 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO EVOLUÇÃO DA COMPETIÇÃO NOS NEGÓCIOS 1. Revolução industrial: Surgimento das primeiras organizações e como consequência, a competição pelo mercado de commodities. 2.

Leia mais

PMBOK e Gerenciamento de Projetos

PMBOK e Gerenciamento de Projetos PMBOK e Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de projetos (GP) é uma área de atuação e conhecimento que tem ganhado, nos últimos anos, cada vez mais reconhecimento e importância. Um dos principais difusores

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS

GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS Ana Carolina Freitas Teixeira¹ RESUMO O gerenciamento de projetos continua crescendo e cada

Leia mais

INTRODUÇÃO À GESTÃO DE PESSOAS Comparativo entre idéias

INTRODUÇÃO À GESTÃO DE PESSOAS Comparativo entre idéias FACULDADE GOVERNADOR OZANAM COELHO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE PESSOAS INTRODUÇÃO À GESTÃO DE PESSOAS Comparativo entre idéias ALINE GUIDUCCI UBÁ MINAS GERAIS 2009 ALINE GUIDUCCI INTRODUÇÃO À GESTÃO DE

Leia mais

Gestão de Processos. Principais etapas, decisões e desafios da implantação de processos de TI com base no ITIL

Gestão de Processos. Principais etapas, decisões e desafios da implantação de processos de TI com base no ITIL Conhecimento em Tecnologia da Informação Gestão de Processos Principais etapas, decisões e desafios da implantação de processos de TI com base no ITIL 2011 Bridge Consulting Apresentação É comum que as

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos PMI, PMP e PMBOK PMI (Project Management Institute) Estabelecido em 1969 e sediado na Filadélfia, Pensilvânia EUA, o PMI é a principal associação mundial, sem fins lucrativos,

Leia mais

Sumário. Agradecimentos... 7. Capítulo II

Sumário. Agradecimentos... 7. Capítulo II Agradecimentos É bem difícil escrever agradecimentos pela simples razão que inúmeras pessoas ajudam na nossa formação, seja pelas críticas ou sugestões. Claro que inicio pelos meus pais Giovanni Carranza

Leia mais

M B A P Ó S - G R A D U A Ç Ã O E S P E C I A L I Z A Ç Ã O E M G E R E N C I A M E N T O D E P R O J E T O S * Programa sujeito a alterações

M B A P Ó S - G R A D U A Ç Ã O E S P E C I A L I Z A Ç Ã O E M G E R E N C I A M E N T O D E P R O J E T O S * Programa sujeito a alterações depto. mkt. IBE FGV * Programa sujeito a alterações RESOLUÇÃO DO MEC Os cursos MBA Pós-Graduação Especialização da Fundação Getulio Vargas atendem aos requisitos da Resolução CNE / CES nº 01, de 08/06/07.

Leia mais

Desenvolvimento de pessoas.

Desenvolvimento de pessoas. Desenvolvimento de pessoas. 2.2 FORMULAÇÃO DE UM PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS Gestão de Pessoas (Antonio Carlos Gil) e Gestão de Pessoas (Idalberto Chiavenato) "Se ensinardes alguma coisa a um

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

Faça amizades no trabalho

Faça amizades no trabalho 1 Faça amizades no trabalho Amigos verdadeiros ajudam a melhorar a saúde, tornam a vida melhor e aumentam a satisfação profissional. Você tem um grande amigo no local em que trabalha? A resposta para essa

Leia mais

Módulo 15 Resumo. Módulo I Cultura da Informação

Módulo 15 Resumo. Módulo I Cultura da Informação Módulo 15 Resumo Neste módulo vamos dar uma explanação geral sobre os pontos que foram trabalhados ao longo desta disciplina. Os pontos abordados nesta disciplina foram: Fundamentos teóricos de sistemas

Leia mais

O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO

O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO Josiane Corrêa 1 Resumo O mundo dos negócios apresenta-se intensamente competitivo e acirrado. Em diversos setores da economia, observa-se a forte

Leia mais

Fatores Críticos de Sucesso em GP

Fatores Críticos de Sucesso em GP Fatores Críticos de Sucesso em GP Paulo Ferrucio, PMP pferrucio@hotmail.com A necessidade das organizações de maior eficiência e velocidade para atender as necessidades do mercado faz com que os projetos

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Projetos tem por fornecer conhecimento teórico instrumental que

Leia mais

SCRUM. Desafios e benefícios trazidos pela implementação do método ágil SCRUM. Conhecimento em Tecnologia da Informação

SCRUM. Desafios e benefícios trazidos pela implementação do método ágil SCRUM. Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação SCRUM Desafios e benefícios trazidos pela implementação do método ágil SCRUM 2011 Bridge Consulting Apresentação Há muitos anos, empresas e equipes de desenvolvimento

Leia mais

O PLANEJAMENTO ESTRATÉGIO EM RECURSOS HUMANOS: Um Estudo de Caso das Melhores Empresas para se Trabalhar segundo o Guia VOCÊ S/A EXAME

O PLANEJAMENTO ESTRATÉGIO EM RECURSOS HUMANOS: Um Estudo de Caso das Melhores Empresas para se Trabalhar segundo o Guia VOCÊ S/A EXAME O PLANEJAMENTO ESTRATÉGIO EM RECURSOS HUMANOS: Um Estudo de Caso das Melhores Empresas para se Trabalhar segundo o Guia VOCÊ S/A EXAME Felipe Barbetta Soares da Silva 1, Vilma da Silva Santos 2, Paulo

Leia mais

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Ultrapassando barreiras e superando adversidades. Ser um gestor de pessoas não é tarefa fácil. Existem vários perfis de gestores espalhados pelas organizações,

Leia mais

PLANO DE CARGOS & SALÁRIOS UNIMED ANÁPOLIS

PLANO DE CARGOS & SALÁRIOS UNIMED ANÁPOLIS PLANO DE CARGOS & SALÁRIOS UNIMED ANÁPOLIS 1 ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 02 1 OBJETIVO DO MANUAL... 03 2 CONCEITOS UTILIZADOS... 04 3 POLÍTICA DE CARGOS E SALÁRIOS... 06 4 POLÍTICA DE CARREIRA... 07 5 AVALIAÇÃO

Leia mais

BPM - Sem Processos, Sem Nada!

BPM - Sem Processos, Sem Nada! BPM - Sem Processos, Sem Nada! Márcio Teschima email: marcio@teschima.com Cientista da Informação, Pós Graduado em Qualidade, Processos e Projetos e com MBA em Gestão Empresarial, busco a oportunidade

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA QUALIDADE DE VIDA PARA O TRABALHADOR NA GRÁFICA E EDITORA BRASIL

A IMPORTÂNCIA DA QUALIDADE DE VIDA PARA O TRABALHADOR NA GRÁFICA E EDITORA BRASIL FACULDADES INTEGRADAS DO PLANALTO CENTRAL Aprovadas pela Portaria SESu/MEC Nº. 368/08 (DOU 20/05/2008) CURSO DE ADMINISTRAÇÃO A IMPORTÂNCIA DA QUALIDADE DE VIDA PARA O TRABALHADOR NA GRÁFICA E EDITORA

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA COMO PAUTAMOS NOSSOS RELACIONAMENTOS COM AS PARTES INTERESSADAS DO NOSSO NEGÓCIO

CÓDIGO DE ÉTICA COMO PAUTAMOS NOSSOS RELACIONAMENTOS COM AS PARTES INTERESSADAS DO NOSSO NEGÓCIO CÓDIGO DE ÉTICA COMO PAUTAMOS NOSSOS RELACIONAMENTOS COM AS PARTES INTERESSADAS DO NOSSO NEGÓCIO Elaborado por: Patrícia Amato e Kátia Périco Alberto Couto & Associados Transformando pessoas para vender

Leia mais