TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DESEMBARGADORA TEREZA CRISTINA SOBRAL BITTENCOURT SAMPAIO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DESEMBARGADORA TEREZA CRISTINA SOBRAL BITTENCOURT SAMPAIO"

Transcrição

1 VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR CONFLITO DE COMPETÊNCIA N SUSCITANTE: JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA CÍVEL DA REGIONAL DA BARRA DA TIJUCA SUSCITADO: JUÍZO DE DIREITO DA 7ª VARA CÍVEL DA COMARCA DA CAPITAL INTERESSADOS: JOELSON FRANCISCO MARTINS E OUTRO DES. RELATORA: TEREZA CRISTINA SOBRAL BITTENCOURT SAMPAIO CONFLITO NEGATIVO DE COMPETÊNCIA. RELAÇÃO DE CONSUMO - Declínio da Competência para a Regional da Barra da Tijuca onde situado o endereço do Autor. - Faculdade do consumidor de ajuizar a ação no seu domicílio ou do Réu, seja sede ou filial, desde que nesta tenha sido contraída a obrigação. Art. 100, inciso IV, alínea b, do CPC. - Autor reside em bairro abrangido pela Regional da Barra da Tijuca, inexistindo informação de que os fatos narrados na inicial ocorreram em agências ou filiais do Réu situadas no bairro abrangido pela Capital. - Indicação de outra filial, configura uma deliberada escolha de juízo, o que é vedado em nosso ordenamento jurídico. IMPROCEDÊNCIA DO CONFLITO. COMPETÊNCIA DO JUÍZO SUSCITANTE. 1

2 D E C I S Ã O Trata-se de Ação de Repetição de Indébito e Indenização ajuizada por JOELSON FRANCISCO MARTINS, distribuída, inicialmente, ao Juízo da 7ª Vara Cível da Comarca da Capital, que declinou da competência para uma das Varas Cíveis da Regional da Barra da Tijuca, tendo em vista que o endereço do autor está situado em área abrangida pelo Foro Regional da Barra da Tijuca, e o domicílio da sede do Réu seria em São Paulo. O Juízo da 1ª Vara Cível da Regional da Barra da Tijuca, para onde foi redistribuído o feito, suscitou o presente conflito de competência, por entender que o Réu possui domicílio na cidade do Rio de Janeiro, precisamente no centro da cidade, como indicado na inicial; que o Juízo suscitado entendeu por bem que o Réu teria domicílio em São Paulo, ou seja, alterou o endereço indicado pelo Autor na inicial; que o Réu podem ser citados em qualquer agência, conforme o 1º, do art.75, do CC. Manifestação do Juízo Suscitado (indexador 19). Manifestação do Ministério Público (indexador 23) pelo reconhecimento da competência do juízo suscitante. É o breve relatório. D E C I D O. 2

3 O julgamento monocrático é a solução mais apropriada para o caso vertente, sendo uma forma de solução mais célere do procedimento recursal, tendo em vista que se trata de questão conhecida no âmbito deste Tribunal. O conflito negativo de competência está configurado, uma vez que ambos os Magistrados consideram-se incompetentes para conhecer a lide. Com a devida vênia ao entendimento do Juízo suscitante, é dele a competência para processar e julgar a ação proposta por Joelson Francisco Martins, que versa sobre direito do consumidor. Cuida a hipótese de ação fundada em relação de consumo, na qual o Autor possui residência no bairro de Vargem Pequena, abrangido pela Regional da Barra da Tijuca, e indicou na petição inicial, o endereço de agência ou filial do Réu, pertencente à Comarca da Capital. Nos processos que versam sobre reparação de danos ao consumidor, tem o autor, consumidor, a possibilidade de livremente optar entre ajuizar sua demanda em três foros distintos: o do lugar onde está o seu domicílio (art. 101, I, do Código de Defesa do Consumidor), o do lugar do domicílio do demandado (art. 94 do CPC), 3

4 ou o do lugar onde tenha ocorrido o ato ou fato em que se funda a demanda (art. 100, V, a, do Código de Processo Civil). Nos termos do art.75, 1º, do Código Civil, nas ações em que for ré pessoa jurídica e esta possuir estabelecimentos em locais diferentes, cada um deles será considerado seu domicílio para os atos nele praticados. E, por fim, o art.100, IV, b, do CPC, estabelece a competência do foro do lugar onde se acha a agência ou sucursal em que a obrigação foi contraída. Ocorre que, no caso em tela, o Autor reside em bairro abrangido pela Regional da Barra da Tijuca e indicou o endereço de agência ou filial do Réu pertencente ao Bairro do Centro, optando, assim, por ajuizar a ação no foro central da Comarca da Capital. Contudo, o Réu tem sede em São Paulo e não há nos autos prova de que o contrato tenha sido celebrado em uma das filiais ou agências abrangidas pela competência do foro da Capital do Rio de Janeiro, não havendo justificativa para a propositura da ação perante tal foro. Ressalte-se que a propositura da demanda no foro central desta Comarca, pelo simples fato de o autor alegar que o Réu possui filial na região, configura-se uma deliberada escolha de juízo, o 4

5 que é vedado em nosso ordenamento jurídico, por violação ao princípio constitucional do juiz natural, inclusive por não estar comprovado que foi no endereço da agência ou filial indicada do Réu que ocorreu o fato, nos termos do dispõe o artigo 75, IV, 1º, do Código Civil, que considera o domicílio da pessoa jurídica o endereço da sua sede ou da filial para os atos nele praticados, in verbis: Art. 75. Quanto às pessoas jurídicas, o domicílio é: (...) IV - das demais pessoas jurídicas, o lugar onde funcionarem as respectivas diretorias e administrações, ou onde elegerem domicílio especial no seu estatuto ou atos constitutivos. 1 o - Tendo a pessoa jurídica diversos estabelecimentos em lugares diferentes, cada um deles será considerado domicílio para os atos nele praticados. Sendo assim, correto o declínio de competência para o foro do domicílio do autor, haja vista não ter sido comprovado nos autos que o negócio jurídico foi realizado em área de abrangência do foro central da Comarca da Capital. Por fim, cumpre esclarecer que, conforme entendimento já pacificado no STJ, a competência do juízo do domicílio do consumidor é absoluta, podendo haver declínio de ofício por se tratar de matéria de ordem pública e interesse social. A título ilustrativo, merece transcrição o recente julgado proferido pela Segunda Seção do Superior Tribunal de Justiça: 5

6 jurisprudências neste Tribunal: CONFLITO NEGATIVO DE COMPETÊNCIA. DIREITO DO CONSUMIDOR. RELAÇÃO DE CONSUMO. AÇÃO REVISIONAL DE CONTRATO DE FINANCIAMENTO AUTOMOTIVO. COMPETÊNCIA ABSOLUTA. DOMICÍLIO DO CONSUMIDOR. - Em se tratando de relação de consumo, a competência é absoluta, razão pela qual pode ser conhecida até mesmo de ofício e deve ser fixada no domicílio do consumidor. - Agravo não provido. (AgRg no CC /DF, Rel. Ministra NANCY ANDRIGHI, SEGUNDA SEÇÃO, julgado em 12/06/2013, DJe 17/06/2013). Nesse sentindo, também encontramos as seguintes Conflito negativo de competência. Propositura da ação no juízo da comarca da capital. Declínio para uma das varas cíveis da regional de Jacarepaguá. Ação de rescisão de contrato de arrendamento mercantil c/c repetição de indébito. Relação de consumo. No caso em tela, o consumidor reside em Jacarepaguá, mas optou por ajuizar a ação no foro central da Comarca da Capital. Sede da ré em São Paulo, não tendo sido o contrato celebrado em nenhuma das filiais abrangidas pela competência do foro central. É do consumidor, autor da ação, a opção para aforar a lide reparatória no foro de seu próprio domicílio (art.101, I, do CDC), na sede da pessoa jurídica demandada (segundo a norma geral do art. 94 do CPC) ou, ainda, no foro do lugar onde tenha ocorrido o ato ou fato em que se funda a demanda (art. 100, V, a, do Código de Processo Civil). Nos termos do art.75, 1º, do Código Civil, nas ações em que for ré pessoa jurídica e esta possuir estabelecimentos em locais diferentes, cada um deles será considerado seu domicílio para os atos nele praticados. E, por fim, o art.100, IV, "b", do CPC estabelece a competência do foro do lugar onde se acha a agência ou sucursal em que a obrigação foi contraída. Correto o declínio de competência para o foro do domicílio do 6

7 autor. Precedentes desta Corte. Conflito conhecido para, nos termos do art. 120, parágrafo único do CPC, desacolher o conflito e declarar competente o juízo suscitante. ( CONFLITO DE COMPETÊNCIA DES. AUGUSTO ALVES MOREIRA JUNIOR - Julgamento: 19/11/ VIGESIMA QUINTA CAMARA CIVEL CONSUMIDOR) AGRAVO DE INSTRUMENTO. AÇÃO INDENIZATÓRIA POR ALEGADA NEGATIVAÇÃO INDEVIDA. DEMANDA AJUIZADA NO FORO CENTRAL. COMPETÊNCIA FUNCIONAL ABSOLUTA. DECLÍNIO DE COMPETÊNCIA EX OFFICIO. 1. No presente caso, o agravante reside em Belford Roxo, mas optou por ajuizar a ação no foro central desta comarca da capital. 2. Certo é que a jurisprudência se consolidou no sentido de permitir ao consumidor a escolha do foro em que pretende ajuizar a ação, como forma de facilitação do acesso ao Judiciário. 3. Desse modo, o ordenamento lhe faculta três opções: ajuizar a ação no foro do seu domicílio (art. 101, I, do CDC); no foro do domicílio do réu (segundo a norma geral do art. 94 do CPC); ou, ainda, no foro do lugar onde se encontra a agência ou sucursal em que a obrigação foi contraída (art. 100, IV, "b", do CPC). 4. Todavia, tal não é a hipótese, porquanto o réu tem sede em Curitiba e não há nos autos prova de que o contrato tenha sido celebrado em uma de suas filiais abrangidas pela competência do foro da Capital do Rio de Janeiro. 5. Verificase, portanto, que a propositura da demanda no foro central desta comarca, pelo simples fato de o réu também possuir filial na região, configura-se uma deliberada escolha do Juízo, o que é vedado em nosso ordenamento jurídico, por violação ao princípio constitucional do Juiz Natural. 6. Sendo assim, correto o declínio de competência para o foro do domicílio do autor. 7. Recurso ao qual se nega seguimento, com fulcro no art. 557, caput, do CPC. ( AGRAVO DE INSTRUMENTO DES. MAURO MARTINS - Julgamento: 11/11/ VIGESIMA QUINTA CAMARA CIVEL CONSUMIDOR) 7

8 CONFLITO NEGATIVO DE COMPETÊNCIA. JUÍZO DE VARAS CÍVEIS DA REGIONAL DE JACAREPAGUÁ E DA COMARCA DA CAPITAL. É do consumidor, autor da ação, a opção para aforar a lide reparatória no foro de seu próprio domicílio (art.101, I, do CDC), na sede da pessoa jurídica demandada (segundo a norma geral do art. 94 do CPC) ou, ainda, no foro do lugar onde tenha ocorrido o ato ou fato em que se funda a demanda (art. 100, V, a, do Código de Processo Civil). Nos termos do art.75, 1º, do Código Civil, nas ações em que for ré pessoa jurídica e esta possuir estabelecimentos em locais diferentes, cada um deles será considerado seu domicílio para os atos nele praticados. E, por fim, o art.100, IV, b, do CPC estabelece a competência do foro do lugar onde se acha a agência ou sucursal em que a obrigação foi contraída. No caso em tela, o agravante reside em Jacarepaguá, mas optou por ajuizar a ação no foro central da Comarca da Capital. Contudo, o réu tem sede em São Paulo e não há nos autos prova de que o contrato tenha sido celebrado em uma das filiais abrangidas pela competência do foro central da Capital do Rio de Janeiro, não havendo justificativa para a propositura da ação perante tal foro. Logo, correto o declínio de competência para o foro do domicílio do autor. Precedentes desta Corte. IMPROCEDÊNCIA DO CONFLITO, DECLARANDO-SE COMPETENTE O JUÍZO SUSCITANTE, DA 5ª VARA CÍ- VEL DA REGIONAL DE JACAREPAGUÁ. ( CONFLITO DE COMPETENCIA DES. CELIA MELIGA PESSOA - Julgamento: 11/11/ DECIMA OITAVA CAMARA CIVEL) AGRAVO DE INSTRUMENTO - AÇÃO DE REVISÃO DE CLÁUSULAS CONTRATUAIS AJUIZADA NO FORO CENTRAL DECLÍNIO DE COMPETÊNCIA. DECISÃO QUE DETERMINOU, DE OFÍCIO, O DECLÍNIO DE COMPETÊNCIA PARA UMA DAS VARAS CÍVEIS REGIONAIS DO MÉIER, LOCAL DE DOMICÍLIO DO BANCO RÉU. FORUM REGIONAL - COMPETÊNCIA FUNCIONAL TERRITORIAL ABSOLUTA - POSSIBILIDADE DE DECLÍNIO EX OFFICIO - ART º DO CODJERJ 8

9 competente para conhecer do feito. PROPOSIDURA DE DEMANDA CONSUMERISTA - OPÇÃO DO CONSUMIDOR NO AJUIZAMENTO DA AÇÃO - DEMANDA QUE PODE SER AFORADA TANTO NO DOMICÍLIO DO AUTOR COMO TAMBÉM NO DA PESSOA JURÍDICA, O QUAL DEVE SER ENTENDIDO COMO O LOCAL EM QUE SE ENCONTRA LOCALIZADA SUA SEDE, FILIAL OU SUCURSAL - IN CASU NÃO É QUALQUER FILIAL QUE PODE SER ESCOLHIDA PELO AUTOR, MAS SOMENTE AQUELA NA QUAL HÁ RELAÇÃO COM OS FATOS DA CAUSA - EX VI LEGIS, OS ART. 94, I C/C 100, IV, "d" DO CPC - DECISÃO QUE SE MANTÉM NEGO SEGUIMENTO AO RECURSO, NA FORMA DO ART. 557, CAPUT, DO C.P.C. ( AGRAVO DE INSTRUMENTO DES. MARCELO LIMA BUHATEM - Julgamento: 05/11/ VIGESIMA SEGUNDA CAMARA CIVEL) Assim, fica claro que o juízo suscitante é Pelo exposto, NEGO PROVIMENTO AO CONFLITO NEGATIVO DE COMPETÊNCIA, declarando a competência do Juízo Suscitante, da 1ª Vara Cível da Regional da Barra da Tijuca. Comunique-se aos Juízos dando-lhes ciência desta decisão. Ciência ao Ministério Público. Rio de Janeiro, 14 de março de TEREZA CRISTINA SOBRAL BITTENCOURT SAMPAIO Desembargadora Relatora 9

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA 1 ~~1 1111~111~11~2~.. 41~4., ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DECISÃO AGRAVO N. 200.2002.361426-2 / 001 - CAPITAL RELATOR : Dr. Josivaldo Félix de Oliveira Juiz Convocado AGRAVANTE

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GABINETE DE DESEMBARGADOR

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GABINETE DE DESEMBARGADOR ( Agravo de Instrumento no. 041.2007.002068-4/001 Relator: Des. José Di Lorenzo Serpa Agravante: Município de Conde, representado por seu Prefeito Adv. Marcos Antônio Leite Ramalho Junior e outros Agravado:

Leia mais

DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVO

DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVO DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0030830-56.2014.8.19.0000 RELATOR: DES. CELSO FERREIRA FILHO AGRAVANTE: CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS

Leia mais

/000

/000 <CABBCAADDABACCBBCAADCBAADBCBCABACBCAADDABACCB> Acórdãos na Íntegra 146000124532 Tribunal: Tribunal De Justiça Do Estado De Minas Gerais Órgão Julgador: 1ª C.Cív. Tipo do Recurso: CC Nº Processo: 1.0000.12.112954-8/000 Relator(a): Rel. Geraldo Augusto

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 23ª CÂMARA CÍVEL

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 23ª CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO n º 0018320-11.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: ADMILSON DE SOUZA SANTOS AGRAVADA: LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S/A RELATOR: DES. MARCELO CASTRO ANÁTOCLES DA SILVA FERREIRA AGRAVO DE INSTRUMENTO.

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL. Agravo Interno Agravo de Instrumento nº

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL. Agravo Interno Agravo de Instrumento nº TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL Agravo Interno Agravo de Instrumento nº 0031072-49.2013.8.19.0000 Relator: Desembargador FERNANDO CERQUEIRA CHAGAS AGRAVO INTERNO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça CONFLITO DE COMPETÊNCIA Nº 133.536 - SP (2014/0094067-4) RELATOR : MINISTRO BENEDITO GONÇALVES SUSCITANTE : JUÍZO FEDERAL DA 24A VARA CÍVEL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE SÃO PAULO SUSCITADO : JUÍZO

Leia mais

DECISÃO (Fundamentação legal: artigo 557, caput, do CPC)

DECISÃO (Fundamentação legal: artigo 557, caput, do CPC) TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0016014-69.2014.8.19.0000 Agravantes: MARIO JUSTO LOPES e JANETE MUNIZ LOPES (herdeiros) Relatora: Desembargadora PATRICIA RIBEIRO SERRA

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GABINETE DESEMBARGADOR WASHINGTON LUIS BEZERRA DE ARAUJO

ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GABINETE DESEMBARGADOR WASHINGTON LUIS BEZERRA DE ARAUJO Processo: 0001353-14.2015.8.06.0000 - Conflito de competência Suscitante: Juiz de Direito da 15ª Vara de Família da Comarca de Fortaleza Suscitado: Juiz de Direito da 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca

Leia mais

129 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ÓRGÃO ESPECIAL CONFLITO DE COMPETÊNCIA

129 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ÓRGÃO ESPECIAL CONFLITO DE COMPETÊNCIA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ÓRGÃO ESPECIAL CONFLITO DE COMPETÊNCIA nº 0001916-79.2014.8.19.0000 (5) Suscitante: EGRÉGIA 14ª CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Leia mais

DECISÃO. (Fundamentação legal: artigo 557, caput, do CPC)

DECISÃO. (Fundamentação legal: artigo 557, caput, do CPC) TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0038147-13.2011.8.19.0000 Agravante:AYMORÉ CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S.A (autor) Agravada: MARIA DAS DORES DA SILVA (ré) Relatora:

Leia mais

DECISÃO. proferida em demanda de cobrança do seguro DPVAT, em virtude de atropelamento

DECISÃO. proferida em demanda de cobrança do seguro DPVAT, em virtude de atropelamento AGRAVO DE INSTRUMENTO N.º 0012142-46.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: SEGURADORA LIDER DOS CONSORCIOS DO SEGURO DPVAT AGRAVADA: RAIMUNDA ALVES MENDONÇA BRITO RELATOR: DESEMBARGADOR ALEXANDRE FREITAS CÂMARA Processual

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça CONFLITO DE COMPETÊNCIA Nº 98.679 - RS (2008/0207142-9) RELATOR AUTOR ADVOGADO RÉU SUSCITANTE SUSCITADO : MINISTRO ARNALDO ESTEVES LIMA : NILTON FERNANDO CARVALHO DE SOUZA : LINDAMAR LEMOS DE GODOY E OUTRO(S)

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0000.14.073318-9/000 Númeração 0733189- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Marcos Lincoln Des.(a) Marcos Lincoln 11/02/2015 13/02/2015 EMENTA: < CONFLITO

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0000.11.029913-8/000 Númeração 0299138- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Domingos Coelho Des.(a) Domingos Coelho 05/10/2011 17/10/2011 EMENTA: CONFLITO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL Agravo Interno no Agravo de Instrumento nº 0007110-60.2014.8.19.0000 Agravante: Tim Celular S/A Agravado: Miguel da Silva Virgem

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0000.13.003388-9/000 Númeração 0033889- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Evandro Lopes da Costa Teixeira Des.(a) Evandro Lopes da Costa Teixeira

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO CASTRO MEIRA : LUIS CAPUCCI NETO : MUNICÍPIO DE ITÁPOLIS EMENTA trabalhistas propostas por servidores públicos municipais contratados sob o regime celetista, instituído por meio de legislação

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 693.014 RIO GRANDE DO SUL RELATORA RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :VITOR ADALBERTO FRANÇA KESSLER : LUIS GUSTAVO SCHWENGBER E OUTRO(A/S)

Leia mais

(7) Agravo de Instrumento nº

(7) Agravo de Instrumento nº TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0003412-46.2014.8.19.0000 JUÍZO DE ORIGEM: VARA ÚNICA DA COMARCA DE IGUABA GRANDE AGRAVANTE:

Leia mais

DECISÃO. (Fundamentação legal: artigo 557, caput, do CPC)

DECISÃO. (Fundamentação legal: artigo 557, caput, do CPC) TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0048175-69.2013.8.19.0000 Agravante: DIBENS LEASING S/A ARRENDAMENTO MERCANTIL (autora) Agravado: JOSÉ LUIS DA SILVA (réu) Relatora: Desembargadora

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Gabinete da Desembargadora Marilia de Castro Neves Vieira

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Gabinete da Desembargadora Marilia de Castro Neves Vieira VIGÉSIMA CÂMAR CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº..0318985-53.2011.8.19.0001 Apelante: JENNER SANTANNA Apelada: ARLINDA DA ROCHA NUNO PEREIRA RELATOR: Des. Marilia de Castro Neves Vieira CIVIL. REINTEGRAÇÃO NA POSSE.

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO. 2 9a Câmara APELAÇÃO S/ REVISÃO N /4. Comarca de SÃO JOSÉ DO RIO PRETO 4. V.

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO. 2 9a Câmara APELAÇÃO S/ REVISÃO N /4. Comarca de SÃO JOSÉ DO RIO PRETO 4. V. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO 2 9a Câmara APELAÇÃO S/ REVISÃO N 1 2 4 1 4 9 0-0/4 Comarca de SÃO JOSÉ DO RIO PRETO 4. V. CÍVEL P r o c e s s o 38380/08 APTE RAIMUNDA AUGUSTA LIMA ALVES APDO MARÍTIMA

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0003763-53.2013.8.19.0000 1º CARTÓRIO UNIFICADO CÍVEL DA COMARCA DE NITERÓI AGRAVANTE: ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVADO: ESPÓLIO DE FRANKLIN CLARO JÚNIOR REP/P/S INVENTARIANTE

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça CONFLITO DE COMPETÊNCIA Nº 122.253 - AL (2012/0083837-6) RELATORA SUSCITANTE SUSCITADO INTERES. INTERES. : MINISTRA NANCY ANDRIGHI : TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5A REGIÃO : TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0000.15.033552-9/000 Númeração 0335529- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Audebert Delage Des.(a) Audebert Delage 18/08/2015 28/08/2015 EMENTA: CONFLITO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL Agravo de Instrumento nº 0007597-30.2014.8.19.0000 Agravante: EDUARDO DE JESUS CARDOSO Agravado: BANCO MERCANTIL DO BRASIL S/A

Leia mais

DESENVOLVIMENTO VÁLIDO E REGULAR DO PROCESSO - QUESTÃO DE ORDEM PÚBLICA - EXTINÇÃO DO FEITO SEM JULGAMENTO DO MÉRITO - ART. 557, DO CPC.

DESENVOLVIMENTO VÁLIDO E REGULAR DO PROCESSO - QUESTÃO DE ORDEM PÚBLICA - EXTINÇÃO DO FEITO SEM JULGAMENTO DO MÉRITO - ART. 557, DO CPC. AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 929977-6, DO FORO REGIONAL DE FAZENDA RIO GRANDE DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA - VARA CÍVEL E ANEXOS AGRAVANTE : ROBERTO GOMES DA SILVA AGRAVADO : BANCO SANTANDER

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO MAURO CAMPBELL MARQUES AGRAVANTE AGRAVADO EMENTA PROCESSUAL CIVIL E TRIBUTÁRIO. AGRAVO REGIMENTAL. ADUANEIRO. PENA DE PERDIMENTO DE VEÍCULO OBJETO DE ARRENDAMENTO MERCANTIL (LEASING)

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no CONFLITO DE COMPETÊNCIA Nº 100.547 - SP (2008/0253522-2) RELATOR AGRAVANTE : MINISTRO MASSAMI UYEDA : JUÍZO DE DIREITO DA 12A VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DE SÃO : JUÍZO DE DIREITO DA 9A VARA CÍVEL

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO RS

PODER JUDICIÁRIO RS Página 1 de 7 Número do processo: 70053460812 Comarca: Comarca de Porto Alegre Data de Julgamento: 07-03-2013 Relator: Eduardo Delgado PODER JUDICIÁRIO ---------- RS ---------- ESTADO DO RIO GRANDE DO

Leia mais

Acorda a Segunda Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba, por unanimidade, em DAR PROVIMENTO AO RECURSO.

Acorda a Segunda Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba, por unanimidade, em DAR PROVIMENTO AO RECURSO. Processo d. 001.2010.020128-2/001,.4k 4k ausnne - - -, Acórdão ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Desembargador Marcos Cavalcanti de Albuquerque Agravo de Instrumento -

Leia mais

RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 899.348 DISTRITO FEDERAL RELATOR : MIN. DIAS TOFFOLI

RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 899.348 DISTRITO FEDERAL RELATOR : MIN. DIAS TOFFOLI RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 899.348 DISTRITO FEDERAL RELATOR RECTE.(S) RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) RECDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. DIAS TOFFOLI :CARLOS AUGUSTO DE OLIVEIRA FRANCO :VANJA MAGALI PAULINO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.078.879 - RJ (2008/0170345-9) RELATOR : MINISTRO MAURO CAMPBELL MARQUES RECORRENTE : AERÓLEO TÁXI AÉREO S/A ADVOGADO : ANDREA CHIEREGATTO E OUTRO(S) RECORRIDO : FAZENDA NACIONAL ADVOGADO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0006422-98.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: DENISE GUARINO MOREIRA FOLETTO AGRAVADO 1: CONDOMÍNIO DO EDIFÍCIO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA SEGUNDA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº: 0052950-30.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: PORTUS INSTITUTO DE SEGURIDADE SOCIAL - SOB INTERVENÇÃO FEDERAL AGRAVADO: COMPANHIA DOCAS DO RIO DE JANEIRO

Leia mais

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Oitava Câmara Cível A C Ó R D Ã O RECURSO PROVIDO.

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Oitava Câmara Cível A C Ó R D Ã O RECURSO PROVIDO. 38 Agravante: Vitoria Faertag Agravados: A E B comércio de Calçados Relatora: Des. Flávia Romano de Rezende A C Ó R D Ã O AGRAVO DE INSTRUMENTO. SUSPENSÃO DA AÇÃO DE DESPEJO C/C COBRANÇA EM RAZÃO DE TER

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL Nº , DA 9ª VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA.

APELAÇÃO CÍVEL Nº , DA 9ª VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA. APELAÇÃO CÍVEL Nº 1.401.899-0, DA 9ª VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA. APELANTE: CONDOMÍNIO RESIDENCIAL SCHOENSTATT. APELADO: LUIZ ADRIANO DE VEIGA BOABAID. RELATOR:

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal MANDADO DE SEGURANÇA 33.121 SÃO PAULO RELATORA IMPTE.(S) ADV.(A/S) IMPDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. ROSA WEBER :DONISETE GIMENES ANGELO :ELIANE MARTINS DE OLIVEIRA :PRESIDENTE DA 2ª TURMA RECURSAL DOS JUIZADOS

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg nos EDcl no CONFLITO DE COMPETÊNCIA Nº 105.666 - RJ (2009/0110923-8) RELATOR : MINISTRO VASCO DELLA GIUSTINA (DESEMBARGADOR CONVOCADO DO TJ/RS) AGRAVANTE : GUIMTEX PARTICIPAÇÕES S/A ADVOGADO : TIAGO

Leia mais

Apelação Cível nº , de Cambé Vara Cível Relator: Lauro Laertes de Oliveira Apelante: Município de Cambé Apelado: Aparecido Alves Teixeira

Apelação Cível nº , de Cambé Vara Cível Relator: Lauro Laertes de Oliveira Apelante: Município de Cambé Apelado: Aparecido Alves Teixeira , de Cambé Vara Cível Relator: Lauro Laertes de Oliveira Apelante: Município de Cambé Apelado: Aparecido Alves Teixeira Trata-se de execução fiscal, afinal extinta diante do reconhecimento, de ofício,

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR AGRAVO INTERNO NA APELAÇÃO CÍVEL Nº 0247406-11.2012.8.19.0001 AGRAVANTE: RODNEY NIEGESKI MONSAO AGRAVADO: BANCO SANTANDER BRASIL S/A RELATORA:

Leia mais

Processo n /001

Processo n /001 ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Desembargador Marcos Cavalcanti de Albuquerque ACÓRDÃO Conflito Negativo de Competência - No. 098.2009.002.341-1/001 Relator: Desembargador

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro VIGÉSIMA SEGUNDA CÂMARA CÍVEL Poder Judiciário AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0000158-65.2014.8.19.0000 AGRAVANTE 1: SARAIVA TRANSPORTES TÉCNICOS LTDA AGRAVANTE 2: EXPRESSO FLECHA DE PRATA LTDA AGRAVANTE 3:

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO. PEDIDO LIMINAR. DESCONTO EM FOLHA DE PAGAMENTO PACTUADO CONTRATUALMENTE. CONTRATO BANCÁRIO. LIMITE DE 30%.

AGRAVO DE INSTRUMENTO. PEDIDO LIMINAR. DESCONTO EM FOLHA DE PAGAMENTO PACTUADO CONTRATUALMENTE. CONTRATO BANCÁRIO. LIMITE DE 30%. AGRAVO DE INSTRUMENTO. PEDIDO LIMINAR. DESCONTO EM FOLHA DE PAGAMENTO PACTUADO CONTRATUALMENTE. CONTRATO BANCÁRIO. LIMITE DE 30%. É válido o desconto em folha para pagamento de empréstimo bancário livremente

Leia mais

COMPETÊNCIA FUNCIONAL

COMPETÊNCIA FUNCIONAL Critérios de determinação da competência COMPETÊNCIA INTERNA (Nacional) Competência funcional Competência em razão da matéria (natureza demanda) Competência em razão do valor da causa Competência territorial

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete da Desembargadora Federal Margarida Cantarelli

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete da Desembargadora Federal Margarida Cantarelli RELATORA : DESEMBARGADORA FEDERAL MARGARIDA CANTARELLI RELATÓRIO A EXMA. DESEMBARGADORA FEDERAL MARGARIDA CANTARELLI (RELATORA): Trata-se de mandado de segurança impetrado contra o Juiz de Direito da 2ª

Leia mais

RECURSO DESPROVIDO. A C Ó R D Ã O

RECURSO DESPROVIDO. A C Ó R D Ã O AGRAVO DE INSTRUMENTO. REPRESENTAÇÃO COMERCIAL. EXCEÇÃO DE INCOMPETÊNCIA. CLÁUSULA DE ELEIÇÃO DE FORO. ABUSIVIDADE CONFIGURADA. Consoante a jurisprudência do STJ, cuja função constitucional precípua é

Leia mais

Á'Os. Poder yudiciário 'Tribunal de :Justiça do Estado da 'Paraíba Gabinete da Desembargadora Maria de Fátima Moraes BeJerra Cavalcanti

Á'Os. Poder yudiciário 'Tribunal de :Justiça do Estado da 'Paraíba Gabinete da Desembargadora Maria de Fátima Moraes BeJerra Cavalcanti IB Á'Os. Poder yudiciário 'Tribunal de :Justiça do Estado da 'Paraíba Gabinete da Desembargadora Maria de Fátima Moraes BeJerra Cavalcanti DECISÃO MONOCRÁTICA AGRAVO DE INSTRUMENTO 200.2006.018796-6/ 002

Leia mais

local onde se encontra a sede do provedor do site é que definiria a competência. Cuida a hipótese de Queixa-Crime

local onde se encontra a sede do provedor do site é que definiria a competência. Cuida a hipótese de Queixa-Crime TRIBUNAL DE JUSTIÇA TERCEIRA CÂMARA CRIMINAL RECURSO EM SENTIDO ESTRITO Nº 0215143-86.2013.8.19.0001 RECORRENTE: PETER EDUARDO SIEMSEN RECORRENTE: FLUMINENSE FOOTBALL CLUB RECORRIDO: RENAN RODRIGUES RELATORA:

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Primeira Câmara Cível

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Primeira Câmara Cível Agravo de instrumento nº: 0068684-21.2013.8.19.0000 Agravante: BANCO SANTANDER BRASIL S.A Advogado: Fabio Caon Pereira Agravado: MUNICÍPIO DE DUQUE DE CAXIAS Relator: Desembargador ANDRÉ RIBEIRO AGRAVO

Leia mais

T R I B U N A L D E J U S T I Ç A D É C I M A S É T I M A C Â M A R A C Í V E L

T R I B U N A L D E J U S T I Ç A D É C I M A S É T I M A C Â M A R A C Í V E L TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL Agravo de instrumento nº. 0023004-18.2010.8.19.0000 Agravante: ESPÓO DE ARMANDO DIAS TUCCI REP/S/INV MARIA NAZARÉ DANTAS DE MOURA Agravado: LEONARDO SOARES

Leia mais

LACB Nº 70047063706 2012/CÍVEL

LACB Nº 70047063706 2012/CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO. TRAVA BANCÁRIA. CÉDULAS DE CRÉDITO BANCÁRIO AMPARADAS PELA GARANTIA DA CESSÃO FIDUCIÁRIA NÃO PODEM SER CLASSIFICADAS COMO CRÉDITO EXTRACONCUAL, MAS, SIM, QUIROGRAFÁRIOS, UMA VEZ

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0079.12.039931-0/001 Númeração 0364640- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Eduardo Mariné da Cunha Des.(a) Eduardo Mariné da Cunha 16/07/0015 28/07/2015

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Câmara Cível

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Câmara Cível EMBARGOS DE DECLARAÇÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO 0046297-12.2013.8.19.0000 PARTE EMBARGANTE: CONMEDH CONVÊNIOS MÉDICOS HOSPITALARES LTDA. PARTE EMBARGADA: CLÁUDIA COUTINHO GUIMARÃES MANES RELATOR: DES. MARCO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0055178-75.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO VALE DO RIO PRETO AGRAVADO: YOLANDA

Leia mais

PORTE ILEGAL DE ARMA ( ABOLITIO CRIMINIS )

PORTE ILEGAL DE ARMA ( ABOLITIO CRIMINIS ) PORTE ILEGAL DE ARMA ( ABOLITIO CRIMINIS ) TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS APELAÇÃO CRIMINAL Nº 3296-6/213 (200701591964) LUZIÂNIA Apelante: OLEOCLIDES ANTÔNIO BONI APELADO : MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 1ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 1ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO ACÓRDÃO Registro: 2011.0000336971 Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 9101235-42.2009.8.26.0000, da Comarca de São Caetano do Sul, em que é apelante CLAUDIO FERNANDES sendo apelado

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 175.707 - MT (2012/0088224-7) RELATORA AGRAVANTE ADVOGADO AGRAVADO ADVOGADO : MINISTRA MARIA ISABEL GALLOTTI : BANCO CNH CAPITAL S/A : LUIZ RODRIGUES WAMBIER E OUTRO(S) :

Leia mais

Dados Básicos. Ementa. Íntegra

Dados Básicos. Ementa. Íntegra Dados Básicos Fonte: 91939/2011 Tipo: Acórdão TJMT Data de Julgamento: 14/03/2012 Data de Aprovação Data não disponível Data de Publicação: Data não disponível Estado: Mato Grosso Cidade: Sinop Relator:

Leia mais

A Execução Fiscal e o novo CPC. < competência > Prof. Mauro Luís Rocha Lopes

A Execução Fiscal e o novo CPC. < competência > Prof. Mauro Luís Rocha Lopes A Execução Fiscal e o novo CPC < competência > Prof. Mauro Luís Rocha Lopes LEF, art. 5º A competência para processar e julgar a execução da Dívida Ativa da Fazenda Pública exclui a de qualquer outro juízo,

Leia mais

Direitos Reais. CHAVES, Cristiano. Direitos Reais. Cristiano Chaves e Nelson Rosenvald. 6ª ed. Rio de Janeiro: Lumen júris, 2010.

Direitos Reais. CHAVES, Cristiano. Direitos Reais. Cristiano Chaves e Nelson Rosenvald. 6ª ed. Rio de Janeiro: Lumen júris, 2010. AULA 8: POSSE EMENTÁRIO DE TEMAS: Posse: aquisição e perda. LEITURA OBRIGATÓRIA CHAVES, Cristiano. Direitos Reais. Cristiano Chaves e Nelson Rosenvald. 6ª ed. Rio de Janeiro: Lumen júris, 2010. LEITURA

Leia mais

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Quarta Câmara Cível

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Quarta Câmara Cível Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Quarta Câmara Cível AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº. 0073579-54.2015.8.19.0000 AGRAVANTE: PAULO ROBERTO RIBEIRO ALVES AGRAVADO: JFE 45 EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2014.0000566560 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 9295174-21.2008.8.26.0000, da Comarca de Guarulhos, em que são apelantes ADRIANA PAULINO COSTA (JUSTIÇA GRATUITA),

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.198.479 - PR (2010/0114090-4) RELATORA : MINISTRA NANCY ANDRIGHI EMENTA DIREITO CIVIL. RECURSO ESPECIAL. DÉBITOS CONDOMINIAIS. CONDENAÇÃO JUDICIAL. CORREÇÃO MONETÁRIA. ÍNDICE APLICÁVEL.

Leia mais

Poder Judiciário. Estado do Rio de Janeiro Décima NonaCâmara Cível

Poder Judiciário. Estado do Rio de Janeiro Décima NonaCâmara Cível Agravo de Instrumento Nº: 0035162-32.2015.8.19.0000 Agravantes: MUNICIPIO DE ANGRA DOS REIS Agravado: SEBASTIÃO MAXIMO DA COSTA Juízo de Origem: 2ª Vara Cível da Comarca de Angra dos Reis Relator: DESEMBARGADOR

Leia mais

OITAVA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Agravo de instrumento nº 0020671-88.2013.8.19.0000

OITAVA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Agravo de instrumento nº 0020671-88.2013.8.19.0000 1 OITAVA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Agravo de instrumento nº 0020671-88.2013.8.19.0000 Agravante: Victor Ferreira dos Santos representado por sua mãe Andréa Oliveira

Leia mais

TribunaldeJustiçadeMatoGrossodoSul

TribunaldeJustiçadeMatoGrossodoSul TribunaldeJustiçadeMatoGrossodoSul TJ-MS FL.:34 - N. -. Relator - Exmo. Sr.. Suscitante - Juiz de Direito da 2a. Vara Cível da Comarca de Dourados. Suscitado - Juiz (a) de Direito da 4ª Vara Cível da Comarca

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no AgRg no RECURSO ESPECIAL Nº 1.064.528 - RN (2008/0123592-4) RELATOR : MINISTRO HUMBERTO MARTINS AGRAVANTE : NATAL COMBUSTÍVEIS LTDA ADVOGADO : RODRIGO DANTAS DO NASCIMENTO AGRAVADO : ESTADO DO

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ( ) GOIÂNIA

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ( ) GOIÂNIA AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 172440-59.2012.8.09.0000 (201291724400) GOIÂNIA AGRAVANTE: AGRAVADO: RELATOR: CÂMARA: VALDEMAR PARREIRA ALVES SÔNIA MARIA AREAS E OUTROS EUDÉLCIO MACHADO FAGUNDES JUIZ SUBSTITUTO

Leia mais

Conflito de Competência DF Dias Toffoli

Conflito de Competência DF Dias Toffoli Nº 4489/2014 ASJCIV/SAJ/PGR Relator: Ministro Dias Toffoli Suscitante: Juiz de Direito da 2ª Vara Cível da Comarca de Belo Jardim Suscitado: Tribunal Superior do Trabalho Interessados: Edilva Aparecida

Leia mais

VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0001225-65.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: TELEMAR NORTE LESTE S/A AGRAVADO: OCA

VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0001225-65.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: TELEMAR NORTE LESTE S/A AGRAVADO: OCA VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0001225-65.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: TELEMAR NORTE LESTE S/A AGRAVADO: OCA ORGANIZAÇÃO CULTURAL ALTERNATIVA RELATORA: DESEMBARGADORA TEREZA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 161.056 - SP (2012/0063154-2) RELATORA S : MINISTRA NANCY ANDRIGHI : CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS DO BANCO DO BRASIL : JOSÉ RENATO NOGUEIRA FERNANDES E OUTRO(S)

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2014.0000279160 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 2012499-94.2014.8.26.0000, da Comarca de, em que é agravante DALLAS RENT A CAR (EM RECUPERAÇÃO JUDICIA),

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0035.12.011240-0/001 Númeração 1041280- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Pedro Bernardes Des.(a) Pedro Bernardes 30/04/2013 06/05/2013 EMENTA: AGRAVO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11ª REGIÃO Identificação PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11ª REGIÃO PROCESSO nº 0001876-26.2014.5.11.0015 (AIRO) AGRAVANTE: SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS URBANAS

Leia mais

respeitável decisão interlocutória (fs ) proferida pelo digno juiz de

respeitável decisão interlocutória (fs ) proferida pelo digno juiz de AGRAVO DE INSTRUMENTO N. 643851-3, DE MARINGÁ 5.ª VARA CÍVEL RELATOR : DESEMBARGADOR Francisco Pinto RABELLO FILHO AGRAVANTE : ÉLIO CAETANO VIEIRA AGRAVADA : FAZENDA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ Execução

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA GAB. DES. ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA GAB. DES. ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA GAB. DES. ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL N. 008.2009.001090-4/001. ORIGEM : Vara Única da Comarca de Bananeiras-PB.

Leia mais

VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº AGRAVANTE: BAYER S

VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº AGRAVANTE: BAYER S VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0004565-17.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: BAYER S.A AGRAVADO: ANTONIO SANTOS RELATORA: DES. TEREZA CRISTINA SOBRAL BITTENCOURT SAMPAIO AGRAVO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão DJe 08/08/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 10 19/06/2012 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NO AG.REG. NO AGRAVO DE INSTRUMENTO 436.024 SÃO PAULO RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) ADV.(A/S)

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO I. RELATÓRIO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO I. RELATÓRIO SE EMENTA AGRAVO DE PETIÇÃO, provenientes da ARAUCÁRIA - PR, sendo Agravante LTDA. e Agravados CARVALHO DE OLIVEIRA. RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA - BENEFÍCIO DE ORDEM EM RELAÇÃO AOS SÓCIOS DO DEVEDOR PRINCIPAL

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 831.699 DISTRITO FEDERAL RELATORA RECTE.(S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :EDVALDO BORGES DE ARAÚJO ADV.(A/S) :ANTONIO DANIEL CUNHA RODRIGUES DE SOUZA E OUTRO(A/S) RECDO.(A/S) :CELIO

Leia mais

REPRESENTAÇÃ ÇÃO O POR DOAÇÃ. ÇÃO ACIMA LIMITE LEGAL (Artigos 23 e 81, Lei nº n 9.504/97)

REPRESENTAÇÃ ÇÃO O POR DOAÇÃ. ÇÃO ACIMA LIMITE LEGAL (Artigos 23 e 81, Lei nº n 9.504/97) REPRESENTAÇÃ ÇÃO O POR DOAÇÃ ÇÃO ACIMA LIMITE LEGAL (Artigos 23 e 81, Lei nº n 9.504/97) 1. LEGITIMIDADE Res. TSE nº 23.367/11 - Art. 2º As reclamações e as representações poderão ser feitas por qualquer

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Quinta Câmara Cível

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Quinta Câmara Cível AGRAVO INTERNO NO AGRAVO DE INSTRUMENTO N 0030339-49.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: SONIA MARIA PETERS D AIUTO AGRAVADA: LÉA BOTELHO BALTHAZAR RELATOR: DES. HELENO RIBEIRO PEREIRA NUNES AGRAVO INTERNO. AGRAVO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO. Gabinete do Desembargador Orloff Neves Rocha PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL

PODER JUDICIÁRIO. Gabinete do Desembargador Orloff Neves Rocha PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO REGIMENTAL NA APELAÇÃO CÍVEL N 474552-19.2011.8.09.0175 (201194745520) COMARCA :GOIÂNIA AGRAVANTE :LUCIANO PEREIRA DA SILVA AGRAVADO :ESTADO DE GOIÁS RELATOR :Desembargador

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça CONFLITO DE COMPETÊNCIA Nº 49.516 - SC (2005/0072581-0) RELATOR : MINISTRO CESAR ASFOR ROCHA AUTOR : VALDECIR JOÃO DE OLIVEIRA ADVOGADO : PAULO CÉSAR SAATKAMP E OUTRO RÉU : SADIA S/A SUSCITANTE : JUÍZO

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0024.11.112845-0/003 Númeração 1128450- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Wanderley Paiva Des.(a) Wanderley Paiva 04/12/2013 13/12/2013 EMENTA: AÇÃO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no RECURSO ESPECIAL Nº 1.459.072 - SP (2014/0130356-4) RELATOR : MINISTRO BENEDITO GONÇALVES AGRAVANTE : USINA GOIANESIA S/A AGRAVADO : FAZENDA NACIONAL ADVOGADO : PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL

Leia mais

i mm um mi um um um um mi nu m

i mm um mi um um um um mi nu m í»t. t ri-í! :^"^!í!>^^í m~t PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA REGISTRADO(A) SOB N i mm um mi um um um um mi nu m *03788115*

Leia mais

: MIN. DIAS TOFFOLI :MUNICÍPIO DE VENÂNCIO AIRES : FLÁVIO CÉSAR INNOCENTI E OUTRO(A/S)

: MIN. DIAS TOFFOLI :MUNICÍPIO DE VENÂNCIO AIRES : FLÁVIO CÉSAR INNOCENTI E OUTRO(A/S) RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 896.087 RIO GRANDE DO SUL RELATOR RECTE.(S) : MIN. DIAS TOFFOLI :MUNICÍPIO DE VENÂNCIO AIRES ADV.(A/S) :CLÁUDIO ROBERTO NUNES GOLGO E OUTRO(A/S) RECDO.(A/S) :BRADESCO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no RECURSO ESPECIAL Nº 687.239 - RJ (2004/0084577-7) RELATORA : MINISTRA NANCY ANDRIGHI : AMIR VIEIRA SOBRINHO FELIPPE ZERAIK E OUTROS : ANDRÉ SCHMIDT DE BRITO TANCREDO ROCHA JUNIOR EMENTA Direito

Leia mais

Apelação Cível n , de Videira Relator: Des. Joel Dias Figueira Júnior

Apelação Cível n , de Videira Relator: Des. Joel Dias Figueira Júnior Apelação Cível n. 2010.078282-8, de Videira Relator: Des. Joel Dias Figueira Júnior APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO DE COBRANÇA SECURITÁRIA C/C COMPENSAÇÃO POR DANOS MORAIS. CONTRATO DE SEGURO DE VIDA EM GRUPO. PRESCRIÇÃO.

Leia mais

R E L A T Ó R I O O EXMO. SR. DESEMBARGADOR FEDERAL LÁZARO

R E L A T Ó R I O O EXMO. SR. DESEMBARGADOR FEDERAL LÁZARO R E L A T Ó R I O GUIMARÃES (RELATOR): O EXMO. SR. DESEMBARGADOR FEDERAL LÁZARO Trata-se de agravo inominado interposto ante decisão que negou seguimento ao recurso, impugnando decisum proferido pelo MM.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO DECISÃO MONOCRÁTICA. Relator(a): Helio Faria Órgão Julgador: 8ª Câmara de Direito Privado

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO DECISÃO MONOCRÁTICA. Relator(a): Helio Faria Órgão Julgador: 8ª Câmara de Direito Privado fls. 1 Registro: 2013.0000222286 DECISÃO MONOCRÁTICA Agravo de Instrumento Processo nº 0072080-11.2013.8.26.0000 Relator(a): Helio Faria Órgão Julgador: 8ª Câmara de Direito Privado AI: 0072080-11.2013.8.26.0000

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO 780.354 BAHIA RELATORA RECTE.(S) RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) RECDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :BARRA VILLE INCORPORADORA LTDA :BARÃO DE ITAPOAN INCORPORADORA LTDA :

Leia mais

09/09/2014 PRIMEIRA TURMA : MIN. ROBERTO BARROSO

09/09/2014 PRIMEIRA TURMA : MIN. ROBERTO BARROSO Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 09/09/2014 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NA AÇÃO CÍVEL ORIGINÁRIA 801 SÃO PAULO RELATOR : MIN. ROBERTO BARROSO AGTE.(S) :UNIÃO ADV.(A/S) :ADVOGADO-GERAL

Leia mais

RELATÓRIO. O Sr. Des. Fed. RUBENS DE MENDONÇA CANUTO (Relator Convocado):

RELATÓRIO. O Sr. Des. Fed. RUBENS DE MENDONÇA CANUTO (Relator Convocado): PROCESSO Nº: 0805042-25.2015.4.05.8300 - APELAÇÃO RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A) FEDERAL RUBENS DE MENDONCA CANUTO NETO - 1º TURMA RELATÓRIO O Sr. Des. Fed. RUBENS DE MENDONÇA CANUTO (Relator Convocado):

Leia mais

Estado da Paraíba Poder.judiciárin Tribunal de Justiça Gabinete do Des. Marcos A. Souto Maior

Estado da Paraíba Poder.judiciárin Tribunal de Justiça Gabinete do Des. Marcos A. Souto Maior Estado da Paraíba Poder.judiciárin Tribunal de Justiça Gabinete do Des. Marcos A. Souto Maior DECISÃO AGRAVO - N. 200.2005.018810-7/001 JOÃO PESSOA RELATOR : Dr. José Ferreira Ramos Júnior Juiz Convocado

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO N 0000280-37.2012.8.19.0004 Apelante: UNIMED-RIO COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO DO RIO DE JANEIRO Apelada: ALICE RABELLO BRANDÃO Origem: Juízo de Direito da 10ª Vara Cível da Comarca de Niterói/RJ

Leia mais