AGRAVO DE INSTRUMENTO. PEDIDO LIMINAR. DESCONTO EM FOLHA DE PAGAMENTO PACTUADO CONTRATUALMENTE. CONTRATO BANCÁRIO. LIMITE DE 30%.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AGRAVO DE INSTRUMENTO. PEDIDO LIMINAR. DESCONTO EM FOLHA DE PAGAMENTO PACTUADO CONTRATUALMENTE. CONTRATO BANCÁRIO. LIMITE DE 30%."

Transcrição

1 AGRAVO DE INSTRUMENTO. PEDIDO LIMINAR. DESCONTO EM FOLHA DE PAGAMENTO PACTUADO CONTRATUALMENTE. CONTRATO BANCÁRIO. LIMITE DE 30%. É válido o desconto em folha para pagamento de empréstimo bancário livremente pactuado entre as partes, desde que observado o limite de 30%. A C Ó R D Ã O Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento Nº da Comarca de JUIZ DE FORA, sendo Agravante (s): BANCO DO BRASIL S.A. e Agravado (a) (s): AMAURI DEBUSSI, ACORDA, em Turma, a Décima Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais DAR PARCIAL PROVIMENTO AO AGRAVO. Presidiu o julgamento o Desembargador MARINÉ DA CUNHA e dele participaram os Desembargadores IRMAR FERREIRA CAMPOS (Relator), LUCIANO PINTO (1º Vogal) e MÁRCIA DE PAOLI BALBINO (2ª Vogal). O voto proferido pelo Desembargador Relator foi acompanhado, na íntegra, pelos demais componentes da Turma Julgadora. Belo Horizonte, 01 de abril de DESEMBARGADOR IRMAR FERREIRA CAMPOS Relator

2 -2- V O T O O SR. DESEMBARGADOR IRMAR FERREIRA CAMPOS: Trata-se de Agravo de Instrumento interposto por Banco Brasil S.A. contra decisão constante à f. 23 TA que, nos autos de Ação Cautelar movida por Amauri Debussi em face do agravante deferiu parcialmente a medida liminar para que este se abstenha de reter os valores depositados na conta corrente do autor, referentes à verba salarial exclusivamente, não incidindo referida medida sobre os depósitos referentes ao pagamento de diligências, as quais têm caráter indenizatório. Insurge-se o agravante contra a referida decisão aduzindo que não se trata de bloqueio de valores em conta corrente, mas sim de lançamento em conta corrente dos débitos que o agravado possui com o agravante em virtude de contrato de CDC pactuado entre o agravante e o agravado. recursal. Feitos tais registros passo ao exame do mérito Conforme se vê do contrato de f. 32/34 dos autos, o agravado autorizou expressamente a instituição financeira a realizar descontos em sua folha de pagamento dos valores relativos às parcelas do empréstimo do tipo CDC automático. Lado outro, não demonstrada a existência de qualquer violação ou vício de vontade na celebração do negócio, entendo que não pode o autor pretender revogar

3 -3- aquilo que contratou, à desculpa de que está sendo onerado excessivamente nas prestações. Isso porque, firmada a autorização, o desconto em folha torna-se legítimo e válido. Entretanto, este Tribunal tem entendido com base na jurisprudência majoritária, que os descontos efetuados não podem ultrapassar o limite de 30% da remuneração líquida do autor. Tal entendimento busca evitar que o credor, ao satisfazer a sua pretensão, inviabilize a sobrevivência da outra parte, tendo em vista que nosso ordenamento jurídico civil - constitucional consagrou a dignidade da pessoa humana como fundamento da República Federativa do Brasil: AGRAVO DE INSTRUMENTO - AÇÃO DE COBRANÇA - TUTELA ANTECIPADA - SALDO BANCÁRIO DE NATUREZA SALARIAL - IMPENHORABILIDADE - EXISTÊNCIA DE DÍVIDA - RETENÇÃO AUTORIZADA - PERCENTUAL - LIMITAÇÃO - VOTO PARCIALMENTE VENCIDO. O salário depositado em conta corrente é impenhorável (art. 649, inc. IV, do CPC). Todavia, havendo autorização expressa em contrato de mútuo, figura diversa da penhora, a retenção pelo banco poderá alcançar até 30% (trinta por cento) do valor depositado. V.v.: Constitui poder geral de cautela do magistrado conceder a tutela em feitos desta natureza, haja vista a urgência da medida. Se o autor conseguiu demonstrar

4 -4- de forma inequívoca a sua pretensão em sede de cognição sumária, bem como o fundado receio de dano irreparável ou de difícil reparação, impõe-se o deferimento da tutela antecipada. (TAMG, AI , Rel. Selma Marques, Terceira Câmara Cível, Julg. : 29/09/2004) AGRAVO REGIMENTAL. DECISÃO QUE INDEFERE LIMINAR. AUSÊNCIA DOS REQUISITOS DO FUMUS BONI IURIS E DO PERICULUM IN MORA. Não há que ser reformada decisão que indeferiu a liminar pleiteada em Ação Cautelar se verificada a ausência dos requisitos do fumus boni iuris e do periculum in mora. É possível a retenção de até 30% do salário depositado na conta-corrente do devedor correntista, pelo Banco credor, para pagamento do empréstimo adquirido por aquele. (TAMG, AI , Rel. Maurício Barros, Câmara Especial Férias, Julg. : 19/01/2005) AGRAVO DE INSTRUMENTO. DESCONTO DE EMPRÉSTIMO BANCÁRIO EM CONTA CORRENTE PERCENTUAL FIXADO 30% - RECURSO PARCIALMENTE PROVIDO. A fixação da limitação do desconto de empréstimo bancário em conta corrente ao percentual de 30% resulta da concretização em se alcançar a justiça, uma vez que ao mesmo tempo que não nega o direito de ser realizado o desconto, não inviabiliza ao devedor o poder de arcar com a sua própria

5 -5- subsistência. (TAMG, AI , Rel. Hilda Teixeira da Costa, Quinta Câmara Cível, Julg. : 17/12/2004). Assim sendo, não há dúvida de que pode haver o desconto em folha de pagamento, desde que haja anuência do funcionário público e desde que este desconto não ultrapasse o limite de 30%. No caso dos autos, resta claro que houve autorização para a realização de tais descontos. (f.32/34). Dessa forma, dou parcial provimento ao agravo de instrumento, reformando em parte a decisão do juiz a quo, para determinar que os descontos sejam efetuados até o limite de 30% dos vencimentos. DESEMBARGADOR IRMAR FERREIRA CAMPOS AAA

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS AGRAVO DE INSTRUMENTO DESCONTO EM CONTA CORRENTE CONTRATO RETENÇÃO DE SALÁRIO PARCIAL PROVIMENTO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS AGRAVO DE INSTRUMENTO DESCONTO EM CONTA CORRENTE CONTRATO RETENÇÃO DE SALÁRIO PARCIAL PROVIMENTO AGRAVO DE INSTRUMENTO DESCONTO EM CONTA CORRENTE CONTRATO RETENÇÃO DE SALÁRIO PARCIAL PROVIMENTO Uma vez pactuado, é lícito o desconto de valores em conta corrente. Contudo, não pode ser retida parcela

Leia mais

A C Ó R D Ã O. ACORDA, em Turma, a Terceira Câmara Civil do Tribunal de Alçada do Estado de Minas Gerais, NEGAR PROVIMENTO.

A C Ó R D Ã O. ACORDA, em Turma, a Terceira Câmara Civil do Tribunal de Alçada do Estado de Minas Gerais, NEGAR PROVIMENTO. EMENTA: PROCESSUAL CIVIL - AGRAVO DE INSTRUMENTO AÇÃO CAUTELAR PREPARATÓRIA DÉBITO CONTRAÍDO COM INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DESCONTO EM CONTA CORRENTE VENCIMENTOS DEBITADOS EM CONTA LIMINAR QUE REDUZIU O PERCENTUAL

Leia mais

A C Ó R D Ã O. ACORDA, em Turma, a Nona Câmara Cível do Tribunal de Alçada do Estado de Minas Gerais NEGAR PROVIMENTO.

A C Ó R D Ã O. ACORDA, em Turma, a Nona Câmara Cível do Tribunal de Alçada do Estado de Minas Gerais NEGAR PROVIMENTO. 1 AUTORIZAÇÃO. PENHORA. SALÁRIO. IMPENHORABILIDADE. ART. 649, IV, CPC. O salário é impenhorável. Tal restrição alcança todos os créditos decorrentes da relação de emprego. Impenhorável, portanto, a verba

Leia mais

EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO. EMPRÉSTIMO. CHEQUE ESPECIAL. DESCONTOS EM CONTA CORRENTE.

EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO. EMPRÉSTIMO. CHEQUE ESPECIAL. DESCONTOS EM CONTA CORRENTE. EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO. EMPRÉSTIMO. CHEQUE ESPECIAL. DESCONTOS EM CONTA CORRENTE. - A natureza do contrato de cheque especial admite cláusula que autoriza o Banco/credor a efetuar descontos mensais

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº A C Ó R D Ã O

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº A C Ó R D Ã O -1- EMENTA: EMPRÉSTIMO BANCÁRIO DÉBITO EM CONTA CORRENTE CLÁUSULA CONTRATUAL AUTORIZATIVA. Ao correntista se reconhece a liberdade de administrar sua conta, cancelando desconto não compulsório que não

Leia mais

Nº COMARCA DE PORTO ALEGRE

Nº COMARCA DE PORTO ALEGRE AGRAVO DE INSTRUMENTO. ENSINO PARTICULAR. EXECUÇÃO. PENHORA ON LINE. VERBAS DE NATUREZA ALIMENTAR. IMPENHORABILIDADE. 1. É inadmissível a penhora de valores de natureza alimentar, em decorrência da regra

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO N BELO HORIZONTE A C Ó R D Ã O

AGRAVO DE INSTRUMENTO N BELO HORIZONTE A C Ó R D Ã O -1- EMENTA: AGRAVO REVISÃO CONTRATUAL SERASA E SPC - PEDIDO LIMINAR CABIMENTO Faz jus o agravante ao benefício da antecipação de tutela, uma vez que se encontra em juízo a discussão sobre a legalidade

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0145.14.044695-9/002 Númeração 0823209- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Pedro Bernardes Des.(a) Pedro Bernardes 26/05/0015 19/06/2015 EMENTA: AGRAVO

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0024.11.165578-3/004 Númeração 0909372- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Otávio Portes Des.(a) Otávio Portes 13/07/0016 15/07/2016 EMENTA: AGRAVO

Leia mais

A C Ó R D Ã O. ACORDA, em Turma, a Terceira Câmara Civil do Tribunal de Alçada do Estado de Minas Gerais, NEGAR PROVIMENTO.

A C Ó R D Ã O. ACORDA, em Turma, a Terceira Câmara Civil do Tribunal de Alçada do Estado de Minas Gerais, NEGAR PROVIMENTO. EMENTA: REVISÃO CONTRATUAL NEGATIVAÇÃO DE NOME DO AUTOR NO SPC E SERASA DISCUSSÃO DO DÉBITO CONDUTA ILÍCITA DA INSTITUIÇÃO BANCÁRIA PEDIDO DE EXCLUSÃO DO NOME DOS CADASTROS NEGATIVOS - POSSIBILIDADE. Se

Leia mais

Dados Básicos. Ementa. Íntegra

Dados Básicos. Ementa. Íntegra Dados Básicos Fonte: 91939/2011 Tipo: Acórdão TJMT Data de Julgamento: 14/03/2012 Data de Aprovação Data não disponível Data de Publicação: Data não disponível Estado: Mato Grosso Cidade: Sinop Relator:

Leia mais

EMENTA: CONSÓRCIO - DEVOLUÇÃO DE PARCELAS PAGAS - CORREÇÃO MONETÁRIA - JUROS - TERMO INICIAL.

EMENTA: CONSÓRCIO - DEVOLUÇÃO DE PARCELAS PAGAS - CORREÇÃO MONETÁRIA - JUROS - TERMO INICIAL. EMENTA: CONSÓRCIO - DEVOLUÇÃO DE PARCELAS PAGAS - CORREÇÃO MONETÁRIA - JUROS - TERMO INICIAL. - O Consorciado desistente tem o direito de obter a devolução do que pagou, devidamente corrigido, nos termos

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete da Desembargadora Federal Margarida Cantarelli

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete da Desembargadora Federal Margarida Cantarelli AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 121746-RN (0015718-75.2011.4.05.0000) AGRTE : MUNICÍPIO DE ANTÔNIO MARTINS - RN ADV/PROC : BERNARDO VIDAL DOMINGUES DOS SANTOS AGRDO : FAZENDA NACIONAL ORIGEM : 12ª Vara Federal

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO. Gabinete do Desembargador Orloff Neves Rocha PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ( )

PODER JUDICIÁRIO. Gabinete do Desembargador Orloff Neves Rocha PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ( ) PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 222331-78.2014.8.09.0000 (201492223310) COMARCA AGRAVANTE AGRAVADO RELATOR :GOIÂNIA :BANCO BRADESCO FINANCIAMENTOS S/A :JESSYCA DE ALMEIDA SILVA :Desembargador

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL Nº UBERABA A C Ó R D Ã O

APELAÇÃO CÍVEL Nº UBERABA A C Ó R D Ã O EMENTA: CONSÓRCIO FALTA DE INTERESSE DE AGIR INOCORRÊNCIA - RESTITUIÇÃO DE PARCELAS PAGAS APÓS O ENCERRAMENTO DO GRUPO. É perfeitamente possível a propositura de ação visando o ressarcimento de parcelas

Leia mais

<CABBCAABDCBCAADCABBCAACDBACDBADAACBAA DDABCAAD> EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO. AÇÃO CAUTELAR INOMINADA. LIMINAR CONCEDIDA. DESCUMPRIMENTO DO ART. 806, DO CPC. CESSAÇÃO DA EFICÁCIA. HIPÓTESE DE EXTINÇÃO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 37ª Câmara de Direito Privado

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 37ª Câmara de Direito Privado ACÓRDÃO Registro: 2016.0000683259 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2164180-43.2016.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante BANCO VOTORANTIM S/A, são

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL Agravo de Instrumento nº 0007597-30.2014.8.19.0000 Agravante: EDUARDO DE JESUS CARDOSO Agravado: BANCO MERCANTIL DO BRASIL S/A

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA A assinatura do autor por FERNANDO PAULINO DA SILVA WOLFF FILHO:7857 é inválida Agravo de Instrumento n.º 1343172-2, da 10ª Vara Cível do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO Registro: 2016.0000591378 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2085576-68.2016.8.26.0000, da Comarca de Piracicaba, em que é agravante M.PEREIRA ADVOGADOS ASSOCIADOS,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO DECISÃO MONOCRÁTICA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO DECISÃO MONOCRÁTICA fls. 237 Registro: 2016.0000609797 DECISÃO MONOCRÁTICA Agravo de Instrumento Processo nº 2163570-75.2016.8.26.0000 Relator(a): Luis Mario Galbetti Órgão Julgador: 7ª Câmara de Direito Privado Voto nº:

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL Nº SETE LAGOAS

APELAÇÃO CÍVEL Nº SETE LAGOAS EMENTA: EXECUÇÃO. PENHORA DE BEM IMÓVEL. OBRIGATORIEDADE DE INTIMAÇÃO DO CÔNJUGE DO EXECUTADO. INÍCIO DO PRAZO PARA EMBARGOS. IMPENHORABILIDADE. PROVA NOS AUTOS. CONHECIMENTO DE OFÍCIO. Em processo de

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO DESPACHO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO DESPACHO DESPACHO Agravo de Instrumento Processo nº 2001262-58.2017.8.26.0000 Relator(a): SPOLADORE DOMINGUEZ Órgão Julgador: 13ª CÂMARA DE DIREITO PÚBLICO Comarca: São Paulo Agravante: Câmara Municipal de São

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL Nº BELO HORIZONTE A C Ó R D Ã O

APELAÇÃO CÍVEL Nº BELO HORIZONTE A C Ó R D Ã O -1- EMENTA: ANULATÓRIA - CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ADMINISTRAÇÃO DE CARTÃO DE CRÉDITO - CLÁUSULAS ABUSIVAS - ANULAÇÃO. LITISCONSÓRCIO ATIVO POSSIBILIDADE - ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA. A pretensão

Leia mais

A assinatura do autor por ANA LUCIA LOURENCO:7865 é inválida

A assinatura do autor por ANA LUCIA LOURENCO:7865 é inválida A assinatura do autor por ANA LUCIA LOURENCO:7865 é inválida 14ª CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 1.235.714-3 DA 14ª. VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA

Leia mais

DESEMBARGORA AMÉLIA MARTINS DE ARAÚJO. Colenda Corte Especial Eminente Desembargador Relator,

DESEMBARGORA AMÉLIA MARTINS DE ARAÚJO. Colenda Corte Especial Eminente Desembargador Relator, MANDADO DE SEGURANÇA 354029-13.2014.8.09.0000 (201493540297) IMPETRANTES SILVIO MOREIRA DA COSTA E OUTRA IMPETRADO DESEMBARGADOR RELATOR DA 4ª CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS RELATORA

Leia mais

PANDURATA ALIMENTOS LTDA. MINISTÉRIO PÚBLICO A C Ó R D Ã O

PANDURATA ALIMENTOS LTDA. MINISTÉRIO PÚBLICO A C Ó R D Ã O AGRAVO DE INSTRUMENTO. DIREITO PRIVADO NÃO ESPECIFICADO. CONSUMIDOR. AÇÃO COLETIVA DE CONSUMO. PROPAGANDA ENGANOSA. ANTECIPAÇÃO DE TUTELA. REQUISITOS. Considerado o fato de que uma única consumidora, apenas,

Leia mais

ACÓRDÃO lilllillliili V

ACÓRDÃO lilllillliili V TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO AC0 R SEGISTRADO(A)SOBN ACÓRDÃO lilllillliili V Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento n 990.10.409899-8, da Comarca de São Paulo, em que é

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO DECISÃO MONOCRÁTICA. Relator(a): Helio Faria Órgão Julgador: 8ª Câmara de Direito Privado

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO DECISÃO MONOCRÁTICA. Relator(a): Helio Faria Órgão Julgador: 8ª Câmara de Direito Privado fls. 1 Registro: 2013.0000222286 DECISÃO MONOCRÁTICA Agravo de Instrumento Processo nº 0072080-11.2013.8.26.0000 Relator(a): Helio Faria Órgão Julgador: 8ª Câmara de Direito Privado AI: 0072080-11.2013.8.26.0000

Leia mais

(7) Agravo de Instrumento nº

(7) Agravo de Instrumento nº TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0003412-46.2014.8.19.0000 JUÍZO DE ORIGEM: VARA ÚNICA DA COMARCA DE IGUABA GRANDE AGRAVANTE:

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL

MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL Processo n.º 11572012 Cautelar Inominada Requerente: MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL Requerido: MUNICÍPIO DE ARARI DECISÃO - LIMINAR Cuida-se de Cautelar Inominada, com pedido de liminar, proposta pelo MINISTÉRIO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA SEGUNDA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº: 0050632-74.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: EUZENI FARIA GONÇALVES AGRAVADO: LEANDRO DE TAL Relator: Desembargador MARCELO LIMA BUHATEM Vistos, etc... D

Leia mais

PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL

PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO. DIREITO TRIBUTÁRIO. ICMS. EXECUÇÃO FISCAL. PENHORA NA BOCA DO CAIXA. CABIMENTO. Muito embora seja concebida a possibilidade de penhora sobre meios alternativos, o dinheiro em espécie tem prevalência

Leia mais

T R I B U N A L D E J U S T I Ç A D É C I M A S É T I M A C Â M A R A C Í V E L

T R I B U N A L D E J U S T I Ç A D É C I M A S É T I M A C Â M A R A C Í V E L TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL Agravo de instrumento nº. 0023004-18.2010.8.19.0000 Agravante: ESPÓO DE ARMANDO DIAS TUCCI REP/S/INV MARIA NAZARÉ DANTAS DE MOURA Agravado: LEONARDO SOARES

Leia mais

Nº COMARCA DE PORTO ALEGRE CATARINA DA SILVA MACHADO A C Ó R D Ã O

Nº COMARCA DE PORTO ALEGRE CATARINA DA SILVA MACHADO A C Ó R D Ã O CONTRATOS DE MÚTUO. REDUÇÃO DE DESCONTO EM FOLHA DE PAGAMENTO. PENSIONISTA. Redução de desconto de prestações de contratos de mútuo em folha de pagamento de servidor público. Validade da avença, condicionada

Leia mais

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL Nº 8785/2004 CLASSE II COMARCA DE SINOP APELANTE: BRASIL TELECOM S. A.

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL Nº 8785/2004 CLASSE II COMARCA DE SINOP APELANTE: BRASIL TELECOM S. A. APELANTE: BRASIL TELECOM S. A. APELADO: STELA MARIS SCHUTZ Número do Protocolo : 8785/2004 Data de Julgamento : 29-6-2004 EMENTA APELAÇÃO CÍVEL DECLARATÓRIA DE INEXISTÊNCIA DE DÉBITO TELEFÔNICO COMBINADA

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0079.12.039931-0/001 Númeração 0364640- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Eduardo Mariné da Cunha Des.(a) Eduardo Mariné da Cunha 16/07/0015 28/07/2015

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL DÉCIMA QUARTA CÂMARA CÍVEL - SERVIÇO DE APOIO À JURISDIÇÃO AMAURI DE OLIVEIRA SALES A C Ó R D Ã O

APELAÇÃO CÍVEL DÉCIMA QUARTA CÂMARA CÍVEL - SERVIÇO DE APOIO À JURISDIÇÃO AMAURI DE OLIVEIRA SALES A C Ó R D Ã O AÇÃO REVISIONAL. CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO. ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA. JULGAMENTO COM BASE NO ART. 285-A, DO CPC. AUSÊNCIA DO CONTRATO. DECISÃO PROFERIDA DE FORMA VIRTUAL. DESCONSTITUIÇÃO. No caso concreto,

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR AGRAVO INTERNO NA APELAÇÃO CÍVEL Nº 0247406-11.2012.8.19.0001 AGRAVANTE: RODNEY NIEGESKI MONSAO AGRAVADO: BANCO SANTANDER BRASIL S/A RELATORA:

Leia mais

A C Ó R D Ã O

<CABBCCDAABBCAADCCBBAAADDACABADAACBDAA DDADAAAD> A C Ó R D Ã O AGRAVO DE INSTRUMENTO - AÇÃO DE OBRIGAÇÃO DE FAZER C/C DANOS MORAIS - TUTELA ANTECIPADA POSSIBILIDADE PROVA INEQUÍVOCA DA VEROSSIMILHANÇA DAS ALEGAÇÕES

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul fls. 30 26 de setembro de 2017 1ª Câmara Cível Agravo de Instrumento - Nº 1408338-75.2017.8.12.0000 - Campo Grande Relator : Exmo. Sr. Des. Marcelo Câmara Rasslan Agravante : Rocha & Rocha Advogados Associados

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0145.12.072174-4/001 Númeração 1174094- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Veiga de Oliveira Des.(a) Veiga de Oliveira 21/05/2013 03/06/2013 EMENTA:

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores JAYME QUEIROZ LOPES (Presidente) e ARANTES THEODORO. São Paulo, 21 de novembro de 2017.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores JAYME QUEIROZ LOPES (Presidente) e ARANTES THEODORO. São Paulo, 21 de novembro de 2017. fls. 114 Registro: 2017.0000889920 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2202157-35.2017.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante BANCO SANTANDER

Leia mais

Estado da Paraíba Poder Judiciário Tribunal de Justiça

Estado da Paraíba Poder Judiciário Tribunal de Justiça á Estado da Paraíba Poder Judiciário Tribunal de Justiça AGRAVO INTERNO N" 200.2009.036736-4/001 RELATOR : Juiz Miguel de Britto Lyra Filho, Juiz de Direito Convocado AGRAVANTE : Banco Real Leasing S/A

Leia mais

ACÓRDÃO. São Paulo, 14 de março de Cristina Cotrofe Relatora Assinatura Eletrônica

ACÓRDÃO. São Paulo, 14 de março de Cristina Cotrofe Relatora Assinatura Eletrônica Registro: 2016.0000161420 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2005417-41.2016.8.26.0000, da Comarca de Piracicaba, em que é agravante RENATO ANDRE ZUIN, é agravado

Leia mais

EMENTA ACÓRDÃO. Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4ª REGIÃO

EMENTA ACÓRDÃO. Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4ª REGIÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 5049113-58.2015.4.04.0000/PR RELATORA : Des. Federal MARGA INGE BARTH TESSLER AGRAVANTE : GABRIEL BONATO RIFFEL : JULIANO BONATO RIFFEL AGRAVADO : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF

Leia mais

Sucintamente relatados, decido.

Sucintamente relatados, decido. Requerente: JOÃO CÂNDIDO PORTINARI Requerido: NELSON MARCIO NIRENBERG Trata-se de ação cautelar, com pedido de concessão de efeito suspensivo a recurso especial. Sustenta estarem presentes os requisitos

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores FELIPE FERREIRA (Presidente sem voto), RENATO SARTORELLI E VIANNA COTRIM.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores FELIPE FERREIRA (Presidente sem voto), RENATO SARTORELLI E VIANNA COTRIM. 1 Registro: 2016.0000888926 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 2223275-04.2016.8.26.0000, da Comarca de Santa Bárbara D Oeste, em que é agravante ELZA DOMINGOS

Leia mais

QUARTA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº / CLASSE CNJ COMARCA CAPITAL AGRAVANTE: CENTRAIS ELÉTRICAS MATOGROSSENSE S/A - CEMAT

QUARTA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº / CLASSE CNJ COMARCA CAPITAL AGRAVANTE: CENTRAIS ELÉTRICAS MATOGROSSENSE S/A - CEMAT AGRAVANTE: CENTRAIS ELÉTRICAS MATOGROSSENSE S/A - CEMAT AGRAVADO: COTTON KING LTDA. Número do Protocolo: 100563/2009 Data de Julgamento: 23-11-2009 EMENTA AGRAVO DE INSTRUMENTO - AÇÃO DECLARATÓRIA COM

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO. Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO. Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2012.0000106018 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo Regimental nº 0293578-53.2011.8.26.0000/50000, da Comarca de Jundiaí, em que é agravante DAAP INDUSTRIA METALURGICA

Leia mais

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Segunda Câmara Cível. Agravo de Instrumento nº

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Segunda Câmara Cível. Agravo de Instrumento nº Agravante: Refinaria de Petróleo de Manguinhos S/A em Recuperação Judicial Agravado: Raizen Combustíveis S/A Relator: Des Marcelo Lima Buhatem Vistos, etc... D E C I S Ã O Trata-se de agravo de instrumento

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO DECISÃO MONOCRÁTICA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO DECISÃO MONOCRÁTICA fls. 1 Registro: 2013.0000161312 DECISÃO MONOCRÁTICA Agravo de Instrumento Processo nº 0051663-37.2013.8.26.0000 Relator(a): Erickson Gavazza Marques Órgão Julgador: 5ª Câmara de Direito Privado Decisão

Leia mais

Gabinete do Desembargador Fausto Moreira Diniz 6ª Câmara Cível

Gabinete do Desembargador Fausto Moreira Diniz 6ª Câmara Cível AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 27488-16.2014.8.09.0000 (201490274880) COMARCA DE CALDAS NOVAS AGRAVANTE : KLEBER GONÇALVES DE OLIVEIRA JÚNIOR AGRAVADA : SOCIEDADE DE ENSINO DE CALDAS NOVAS LTDA (UNICALDAS) RELATOR

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO INVERSÃO ÔNUS DA PROVA REGRA DE JULGAMENTO A C Ó R D Ã O

AGRAVO DE INSTRUMENTO INVERSÃO ÔNUS DA PROVA REGRA DE JULGAMENTO A C Ó R D Ã O AGRAVO DE INSTRUMENTO INVERSÃO ÔNUS DA PROVA REGRA DE JULGAMENTO - A inversão do ônus da prova é regra de julgamento ou para julgamento, quando na sentença, momento próprio, onde, de frente ao contexto

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ( ) DE ANÁPOLIS

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº ( ) DE ANÁPOLIS AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 90425-67.2011.8.09.0000 (201190904250) DE ANÁPOLIS AGRAVANTE AGRAVADO CÂMARA VILMAR FERREIRA PRODUTOS ALIMENTÍCIOS ORLÂNDIA S/A COMÉRCIO E INDÚSTRIA DESEMBARGADOR CARLOS ESCHER

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL. Agravo Interno Agravo de Instrumento nº

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL. Agravo Interno Agravo de Instrumento nº TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL Agravo Interno Agravo de Instrumento nº 0031072-49.2013.8.19.0000 Relator: Desembargador FERNANDO CERQUEIRA CHAGAS AGRAVO INTERNO

Leia mais

ACÓRDÃO AIRO Fl. 1. DESEMBARGADORA ANA ROSA PEREIRA ZAGO SAGRILO Órgão Julgador: 10ª Turma

ACÓRDÃO AIRO Fl. 1. DESEMBARGADORA ANA ROSA PEREIRA ZAGO SAGRILO Órgão Julgador: 10ª Turma 0000017-90.2016.5.04.0211 AIRO Fl. 1 DESEMBARGADORA ANA ROSA PEREIRA ZAGO SAGRILO Órgão Julgador: 10ª Turma Agravante: Agravado: Origem: Prolator da Decisão: GABIATTI, RESTAURANTE E LANCHERIA LTDA. - ME

Leia mais

AGRAVANTE: BANCO FIAT S/A

AGRAVANTE: BANCO FIAT S/A AGRAVO N.º 1269433-8/01, DE FOZ DE IGUAÇU 3ª VARA CÍVEL AGRAVANTE: BANCO FIAT S/A AGRAVADO: MARLI ANA DESORDI RELATOR: DES. VITOR ROBERTO SILVA AGRAVO. AGRAVO DE INSTRUMENTO. BUSCA E APREENSÃO. DEVOLUÇÃO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2016.0000545787 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2139705-23.2016.8.26.0000, da Comarca de Praia Grande, em que é agravante HENRIQUE AUGUSTO MARTINS,

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 125 Registro: 2016.0000104672 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1029695-32.2014.8.26.0053, da Comarca de, em que é apelante, é apelado FAZENDA DO ESTADO DE SÃO PAULO.

Leia mais

DECISÃO. (Fundamentação legal: artigo 557, caput, do CPC)

DECISÃO. (Fundamentação legal: artigo 557, caput, do CPC) TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0038147-13.2011.8.19.0000 Agravante:AYMORÉ CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S.A (autor) Agravada: MARIA DAS DORES DA SILVA (ré) Relatora:

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo

PODER JUDICIÁRIO Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo Registro: 2017.0000658154 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 2099453-41.2017.8.26.0000, da Comarca de São José do Rio Preto, em que é agravante QUALLT SERVIÇOS

Leia mais

: MIN. GILMAR MENDES

: MIN. GILMAR MENDES RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 949.410 RIO DE JANEIRO RELATOR RECTE.(S) : MIN. GILMAR MENDES :JANDIRA COSTA VIEIRA :DEFENSOR PÚBLICO-GERAL FEDERAL :UNIÃO :ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO :ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2016.0000705899 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2168814-82.2016.8.26.0000, da Comarca de Osvaldo Cruz, em que é agravante MARCOS ANTONIO BROZOLATTI,

Leia mais

IIIIIIIIIIIIIIIIIJIIW

IIIIIIIIIIIIIIIIIJIIW TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRATICA REGISTRADO(A) SOB N IIIIIIIIIIIIIIIIIJIIW Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0035.12.011240-0/001 Númeração 1041280- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Pedro Bernardes Des.(a) Pedro Bernardes 30/04/2013 06/05/2013 EMENTA: AGRAVO

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0024.13.024213-4/001 Númeração 0242134- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Jair Varão Des.(a) Jair Varão 20/02/2014 14/03/2014 EMENTA: PROCESSUAL CIVIL

Leia mais

A C Ó R D Ã O COMARCA DE CANOAS Nº (N CNJ: ) WINNER SUL FACTORING FOMENTO MERCANTIL LTDA AGRAVANTE AGRAVADO

A C Ó R D Ã O COMARCA DE CANOAS Nº (N CNJ: ) WINNER SUL FACTORING FOMENTO MERCANTIL LTDA AGRAVANTE AGRAVADO AGRAVO DE INSTRUMENTO. AÇÃO DE EXECUÇÃO. PRETENSÃO DE PENHORA SOBRE PARCELA DOS VENCIMENTOS DA PARTE EXECUTADA. VIABILIDADE PARA ADIMPLEMENTO DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS. - Não se deve optar por uma interpretação

Leia mais

DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVO

DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVO DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0030830-56.2014.8.19.0000 RELATOR: DES. CELSO FERREIRA FILHO AGRAVANTE: CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS

Leia mais

28/10/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. RICARDO LEWANDOWSKI MATO GROSSO DO SUL

28/10/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. RICARDO LEWANDOWSKI MATO GROSSO DO SUL Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 28/10/2016 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 930.636 MATO RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. RICARDO

Leia mais

RELATÓRIO. 3. Foi atribuído o efeito suspensivo ao presente recurso. 4. Foram apresentadas contrarrazões. 5. É o que havia de relevante para relatar.

RELATÓRIO. 3. Foi atribuído o efeito suspensivo ao presente recurso. 4. Foram apresentadas contrarrazões. 5. É o que havia de relevante para relatar. PROCESSO Nº: 0804286-21.2014.4.05.0000 - AGRAVO DE INSTRUMENTO RELATÓRIO 1. Trata-se AGTR interposto pela UNIÃO FEDERAL, contra decisão do douto Juiz Federal da 1ª Vara da SJ/RN que, nos autos da ação

Leia mais

ACÓRDÃO. - Somente sobre as parcelas com natureza remuneratória incide a contribuição previdenciária.

ACÓRDÃO. - Somente sobre as parcelas com natureza remuneratória incide a contribuição previdenciária. Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba Gabinete da Desa. Maria das Graças Morais Guedes ACÓRDÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO NQ 200.2010.044.162-1/001 RELATORA: DESA. MARIA DAS GRAÇAS MORAIS

Leia mais

Nº COMARCA DE LAJEADO NEURI ANTÔNIO BONFADINI A C Ó R D Ã O

Nº COMARCA DE LAJEADO NEURI ANTÔNIO BONFADINI A C Ó R D Ã O AGRAVO DE INSTRUMETO. EXECUÇÃO FISCAL. CONCURSO DE PREFERÊNCIAS. CRÉDITO FISCAL E CRÉDITO HIPOTECÁRIO. PRIVILÉGIO LEGAL DO PRIMEIRO. Os direitos reais de garantia se diferenciam dos privilégios, porque

Leia mais

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Primeira Câmara Cível. Agravados: Sergio Vicente Barbalho e Niedja Alves Ferreira Barbalho ACÓRDÃO

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Primeira Câmara Cível. Agravados: Sergio Vicente Barbalho e Niedja Alves Ferreira Barbalho ACÓRDÃO CAMILO RIBEIRO RULIERE:8874 Assinado em 18/05/2017 19:29:32 Local: GAB. DES CAMILO RIBEIRO RULIERE 69 (4) Agravante: Câmara Municipal de Nova Iguaçu Agravados: Sergio Vicente Barbalho e Niedja Alves Ferreira

Leia mais

Rio de Janeiro, 16 de maio de 2017.

Rio de Janeiro, 16 de maio de 2017. Agravante: CLARO S.A. Agravado: FABIANO LUIZ SOMBRA Relator: DES. CARLOS EDUARDO MOREIRA DA SILVA ACÓRDÃO Agravo de Instrumento. Processo civil. Ação de obrigação de não fazer. Requerimento de concessão

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 23ª CÂMARA CÍVEL

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 23ª CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO n º 0018320-11.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: ADMILSON DE SOUZA SANTOS AGRAVADA: LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S/A RELATOR: DES. MARCELO CASTRO ANÁTOCLES DA SILVA FERREIRA AGRAVO DE INSTRUMENTO.

Leia mais

R E L A T Ó R I O DES.ª LIÉGE PURICELLI PIRES (RELATORA) 1

R E L A T Ó R I O DES.ª LIÉGE PURICELLI PIRES (RELATORA) 1 AGRAVO DE INSTRUMENTO. NEGÓCIOS JURÍDICOS BANCÁRIOS. AÇÃO DE EXECUÇÃO. EXCEÇÃO DE IMPENHORABILIDADE. PENHORA. BEM DE FAMÍLIA. DECISÃO AGRAVADA REFORMADA. O bem de família deve corresponder ao único imóvel

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Primeira Câmara Cível

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Primeira Câmara Cível Agravo de instrumento nº: 0068684-21.2013.8.19.0000 Agravante: BANCO SANTANDER BRASIL S.A Advogado: Fabio Caon Pereira Agravado: MUNICÍPIO DE DUQUE DE CAXIAS Relator: Desembargador ANDRÉ RIBEIRO AGRAVO

Leia mais

PROCESSO: MS Agravo Regimental

PROCESSO: MS Agravo Regimental Acórdão Seção Especializada em Dissídios Individuais AGRAVO REGIMENTAL. Liminar. A medida liminar somente pode ser deferida quando comprovados o fumus boni iuris e o periculum in mora, o que não é o caso

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores CARVALHO VIANA (Presidente sem voto), RUBENS RIHL E CRISTINA COTROFE.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores CARVALHO VIANA (Presidente sem voto), RUBENS RIHL E CRISTINA COTROFE. fls. 1 ACÓRDÃO Registro: 2012.0000481493 Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 0091145-26.2012.8.26.0000, da Comarca de Campinas, em que é agravante FAZENDA DO ESTADO DE

Leia mais

R E L A T Ó R I O E V O T O

R E L A T Ó R I O E V O T O AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 315469-70.2012.8.09.0000 (201293154695) APARECIDA DE GOIÂNIA AGRAVANTE: LEANDRO EVANGELISTA CIRQUEIRA AGRAVADO: MUNICÍPIO DE APARECIDA DE GOIÂNIA RELATOR: JUIZ SÉRGIO MENDONÇA

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0006422-98.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: DENISE GUARINO MOREIRA FOLETTO AGRAVADO 1: CONDOMÍNIO DO EDIFÍCIO

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado de Goiás Gabinete da Desembargadora Amélia Martins de Araújo

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado de Goiás Gabinete da Desembargadora Amélia Martins de Araújo AGRAVO INTERNO EM MANDADO DE SEGURANÇA Nº 164371-96.2016.8.09.0000 (201691643718) COMARCA DE GOIÂNIA AGRAVANTE : SINDICATO DOS TRABALHADORES NO SERVIÇO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS AGRAVADO : SECRETÁRIO

Leia mais

Nº COMARCA DE GUAÍBA A C Ó R D Ã O

Nº COMARCA DE GUAÍBA A C Ó R D Ã O AGRAVO DE INSTRUMENTO. DISSOLUÇÃO DE UNIÃO ESTÁVEL. VISITAS. ACORDO HOMOLOGADO. DESCUMPRIMENTO PELO PAI VISITANTE, QUE NÃO BUSCA QUALQUER CONTATO COM OS FILHOS. FIXAÇÃO DE MULTA. DESCABIMENTO. É de pensar

Leia mais

Décima Sexta Câmara Cível Gabinete do Desembargador Marco Aurélio Bezerra De Melo

Décima Sexta Câmara Cível Gabinete do Desembargador Marco Aurélio Bezerra De Melo AGRAVO DE INSTRUMENTO. DECISÃO AGRAVADA QUE DEFERE ANTECIPAÇÃO DE TUTELA PARA DETERMINAR AO MUNICÍPIO DE NOVA FRIBURGO A DISPONIBILIZAÇÃO DE CONSULTA MÉDICA DE NEUROLOGISTA. RECURSO DO RÉU. Direito à Saúde.

Leia mais

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. AGRAVO DE INSTRUMENTO. RESERVA DE HONORÁRIOS SUCUMBENCIAIS. CONTRADIÇÃO NÃO CONFIGURADA. PREQUESTIONAMENTO. 1.

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. AGRAVO DE INSTRUMENTO. RESERVA DE HONORÁRIOS SUCUMBENCIAIS. CONTRADIÇÃO NÃO CONFIGURADA. PREQUESTIONAMENTO. 1. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. AGRAVO DE INSTRUMENTO. RESERVA DE HONORÁRIOS SUCUMBENCIAIS. CONTRADIÇÃO NÃO CONFIGURADA. PREQUESTIONAMENTO. 1. Não há contradição, omissão ou obscuridade no julgado que enfrentou

Leia mais

Desembargador Jeová Sardinha de Moraes 6ª Câmara Cível AC

Desembargador Jeová Sardinha de Moraes 6ª Câmara Cível AC AGRAVO REGIMENTAL NA APELAÇÃO CÍVEL Nº 261036-60 (201292610360) COMARCA DE GOIÂNIA AGRAVANTE: BANCO BRADESCO FINANCIAMENTOS S/A AGRAVADO : KEILYANE PEREIRA DA SILVA RELATOR : DESEMBARGADOR JEOVÁ SARDINHA

Leia mais

ESTADO DO ESPÍRITO SANTO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GAB. DESEMB - WILLIAM COUTO GONÇALVES 13 de março de 2012

ESTADO DO ESPÍRITO SANTO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GAB. DESEMB - WILLIAM COUTO GONÇALVES 13 de março de 2012 ESTADO DO ESPÍRITO SANTO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GAB. DESEMB - WILLIAM COUTO GONÇALVES 13 de março de 2012 AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 30119000898 - LINHARES - 2ª VARA CÍVEL E COMERCIAL AGRAVANTE

Leia mais

ACÓRDÃO. VISTOS, relatados e discutidos estes autos.

ACÓRDÃO. VISTOS, relatados e discutidos estes autos. AG no 001.2011.008.210-2/001 TL..,L) i,._,prw..,11,---=t- Náãvs, --41115-0' WLil. RJ - g4 Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete da Desembargadora Maria das Neves do Egito de

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO. Gabinete do Desembargador Orloff Neves Rocha PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL

PODER JUDICIÁRIO. Gabinete do Desembargador Orloff Neves Rocha PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO REGIMENTAL NA APELAÇÃO CÍVEL N 474552-19.2011.8.09.0175 (201194745520) COMARCA :GOIÂNIA AGRAVANTE :LUCIANO PEREIRA DA SILVA AGRAVADO :ESTADO DE GOIÁS RELATOR :Desembargador

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA TERCEIRA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO N.º

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA TERCEIRA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO N.º TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA TERCEIRA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO N.º 0020919-20.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTOS - CEDAE AGRAVADO:

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2016.0000419288 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2041140-24.2016.8.26.0000, da Comarca de São José do Rio Preto, em que é agravante CONSTRUÇÕES METÁLICAS

Leia mais

VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº AGRAVANTE: BAYER S

VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº AGRAVANTE: BAYER S VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0004565-17.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: BAYER S.A AGRAVADO: ANTONIO SANTOS RELATORA: DES. TEREZA CRISTINA SOBRAL BITTENCOURT SAMPAIO AGRAVO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO Decima Primeira Turma Publicacao: 23/01/2017 Ass. Digital em 03/12/2016 por ANTONIO GOMES DE VASCONCELOS Relator: AGV Revisor: JVC PODER JUDICIÁRIO *00020201003503008* Agravante: EDILCE HELENA DO NASCIMENTO

Leia mais

SUMÁRIO. (Gerado automaticamente pelo sistema.) Doc. 1-23/06/ RELATÓRIO Pagina 2. Doc. 2-07/07/ VOTO Pagina 5

SUMÁRIO. (Gerado automaticamente pelo sistema.) Doc. 1-23/06/ RELATÓRIO Pagina 2. Doc. 2-07/07/ VOTO Pagina 5 SUMÁRIO (Gerado automaticamente pelo sistema.) Doc. 1-23/06/2016 - RELATÓRIO Pagina 2 Doc. 2-07/07/2016 - VOTO Pagina 5 Doc. 3-12/07/2016 - ACÓRDÃO Pagina 10 PÁGINA DE SEPARAÇÃO (Gerada automaticamente

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO fls. 85 Despacho Agravo de Instrumento Processo nº 2178829-13.2016.8.26.0000 Relator(a): JOSÉ CARLOS FERREIRA ALVES Órgão Julgador: 2ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO N de Origem: 1009467-94.2016.8.26.0011 Agravante:

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO MAURO CAMPBELL MARQUES EMENTA PROCESSUAL CIVIL. RECURSO ESPECIAL. SUPOSTA OFENSA AO ART. 535 DO CPC. INEXISTÊNCIA DE VÍCIO NO ACÓRDÃO. MANDADO DE SEGURANÇA IMPETRADO POR CÂMARA MUNICIPAL

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2014.0000475816 Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 2077354-82.2014.8.26.0000, da Comarca de Registro, em que é agravante MUNICIPIO DE SETE BARRAS,

Leia mais

R E L A T Ó R I O O EXMO. SR. DESEMBARGADOR FEDERAL LÁZARO

R E L A T Ó R I O O EXMO. SR. DESEMBARGADOR FEDERAL LÁZARO R E L A T Ó R I O GUIMARÃES (RELATOR): O EXMO. SR. DESEMBARGADOR FEDERAL LÁZARO Trata-se de agravo inominado interposto ante decisão que negou seguimento ao recurso, impugnando decisum proferido pelo MM.

Leia mais

09/09/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI

09/09/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 09/09/2016 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 961.319 MATO GROSSO RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) :

Leia mais