TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº / Página 1 de 11

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº 0541.000060/2014-00. Página 1 de 11"

Transcrição

1 TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº / Página 1 de 11

2 1. DO OBJETO Contratação de desenvolvimento de aplicativo mobile de auditoria interna patrimonial Modalidade de Aquisição: Contratação direta de desenvolvimento de software mobile. 2. DA JUSTIFICATIVA 2.1. Contextualização A Coordenadoria de Controle de Ativos Patrimoniais (GESCO PAT) tem como atribuições primordiais a coordenação das atividades de controle de todos os bens patrimoniais pertencentes à companhia; a conferência periódica das movimentações, baixas, aquisições e incorporações de bens; realização periódica de inventário patrimonial; além de catalogar e acompanhar a movimentação dos ativos da companhia. A Cagece, através da GESCO PAT, finalizou seu processo de Inventário de Ativos no período de Setembro de 2012 à Abril de 2014, o que possibilitou a composição formal da Carga de Ativos da companhia, que serviu de subsídio para a retirada de restrições presentes no balanço Patrimonial da empresa, a ampliação da transparência e confiabilidade dos dados e valores apresentados; e o maior controle dos ativos pertencentes à companha. Como metas o setor pretende, através de um controle cada vez mais efetivo do Ativo Patrimonial, contribuir no envio de dados atualizados que sirvam de subsídio para a elaboração de reajuste de tarifas; o atendimento mais eficiente às demandas de auditorias internas e externas; a minimização dos problemas de aparecimento de restrições no Balanço Patrimonial; a redução as despesas com pagamento de impostos (como IPTU, Alvarás de Funcionamento, etc.); o auxílio nas renegociações de concessões; etc.

3 2.2. Justificativas Em virtude da demanda cada vez maior por um controle de ativos mais efetivo e eficiente, a Cagece, no ano de 2012, realizou (através de contratação de empresa terceirizada) seu Inventário de Ativos. Neste processo foram levantadas todas as classes de ativos pertencentes a companhia, tendo os bens sido classificados, tombados e georreferenciados. Não obstante a falta de recursos para armazenamento de todas essas informações (mais de 200 mil linhas de ativos foram transcritas em planilha de excel, e importadas para o sistema ERP Protheus), todos os dados do referido inventário foram armazenados pela empresa inventariante (terceirizada) e repassados à Cagece para conhecimento e providências. Atualmente, com o intuito de revisar as tarifas cobradas ao cliente final, a Cagece deverá entregar, até o término do ano de 2014, à ARCE (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Ceará) seu Balanço Patrimonial atualizado que servirá de subsídio para aprovação do referido reajuste. Em conseguinte, para que tal Balanço referente ao ano de 2014 possa ser concluído, torna-se necessária a realização de uma auditoria interna emergencial para atualização desses dados e elaboração de um novo inventário dos ativos correspondente a este ano. Em suma, a auditoria interna supracitada consistirá na ida a campo para atualização das informações contidas no inventário do ano de 2012/2014 em relação ao que se tem atualmente como Ativo. Para que este trabalho possa ser efetuado em tempo hábil à entrega do Balanço (até o primeiro trimestre de 2015), faz-se necessário, em caráter de urgência, a implementação de uma solução de mobilidade que permita que os técnicos de campo (colaboradores da GESCO-PATRIMÔNIO GESCO PAT) realizem o levantamento dos referidos dados até o prazo limite determinado pela ARCE para entrega das informações. Caso contrário, não será possível o reajuste pretendido. Página 3 de 11

4 3. DO OBJETIVO Contratar desenvolvimento de aplicativo mobile personalizado de auditoria interna patrimonial que atenda à necessidade da GESCO-PAT de catalogar e inventariar os ativos patrimoniais da Cagece com maior agilidade, buscando atender às demandas contábeis, gerenciais e patrimoniais da companhia de forma moderna, ágil e consistente. 4. DAS ESPECIFICAÇÕES/EXIGÊNCIAS TÉCNICAS DO SERVIÇO Devemos exportar do ERP Protheus para a plataforma ANDROID do smartphone ou tablet a carga completa e atualizada de todos os bens da companhia de forma simplificada, contendo: Código de Barras, Código do Bem/Item, Centro de Custo, Endereço, Código do Imóvel, Localização Física (Bem principal/bem local) e aplicação (água, esgoto, adução, captação, dentre outros). Deve ter a carga das tabelas de Bem Principal, Bem Local, Código dos Imóveis, Endereços, Centros de Custo, Localidade, Distrito, Tabela de Produtos, dentre outros. O aparelho comunicará imediatamente ao smartphone ou tablet as informações colhidas sem armazenamento prévio de informações. Com a carga completa atualizada instalada, o auditor se dirigirá a todos os Centros de Custo existentes na Cagece para iniciar o processo de coleta de informação (inventário) que poderá ser realizado de duas maneiras: através de leitor de código de barras do próprio aparelho ou; de

5 preferência, com uma pistola bluetooth adaptada ao aparelho esta é a opção mais viável visto que o ajuste de foco neste processo é consideravelmente mais ágil e preciso, contribuindo para a rapidez na realização da tarefa, além disso, esse recurso sem fio facilitaria o acesso do auditor a todos os ambientes que muitas vezes são de difícil acesso e em posições não ergonômicas. Dentro do módulo, ao clicar em um Centro de Custo Sintético não será permitido inclusões ou alterações o tipo do mesmo sem que antes seja finalizado o processo em curso. Além disso, considerando que um mesmo Centro de Custo pode coexistir em localidades físicas distintas, o aplicativo deve permitir salvar o inventário de forma parcial, através da opção Continuar Auditoria, além de Editar Auditoria e Nova Auditoria Iniciando uma Auditoria Ao iniciar uma nova auditoria, (na opção Nova Auditoria ) serão apresentadas as opções de localização previamente cadastradas no banco de dados da Cagece, onde o auditor poderá selecionar do Centro de Custo Sintético para o Analítico. O sistema irá validando, via leitura de código de barras 1, os bens encontrados naquele Centro de Custo e criticando as inconsistências. Caso o bem não se encontre cadastrado no local auditado, o sistema deverá acusar a inconsistência, permitindo retificar a localização. Caso o bem seja encontrado corretamente, o sistema deve solicitar a confirmação da informação. Se no momento do inventário o auditor encontre algum bem que ainda não esteja no banco de dados do Ativo da Companhia, o sistema deve acusar a ocorrência e perguntar se deseja cadastrar o bem na lista de Ativos e incluí-lo naquele Centro de Custo. Deve existir ícone listando os bens ainda pendentes para aquele centro de custo agrupando por local e edificação Incluindo um Novo Bem No momento de cadastro do novo ítem o sistema deverá disponibilizar os campos de Nota Fiscal, Serie da Nota, Fornecedor, Valor, Código do Imóvel, Bem Principal, Bem Local e registro fotográfico do bem. Os campos Código de Barras e Descrição do 1 Para caso de falta de bateria ou difícil localização da plaqueta, devemos ter a opção de digitar manualmente o código de barras (além da opção de leitura óptica). Página 5 de 11

6 Bem devem ser editáveis. A quantidade deve ser sempre padrão (uma unidade). Os bens que forem modificados ou incluídos devem conter um flag de identificação para cada tipo de modificação feita no arquivo original Concluindo uma Auditoria No momento da conclusão o sistema deve permitir Salvar sem Finalizar ou Finalizar Auditoria. No caso de Salvar sem Finalizar o sistema salvará as informações armazenadas até este momento e mostrando na tela a relação de bens que ainda não foram auditados (aguardando auditoria). O sistema salvará o que foi inventariado apresentando posteriormente em relatório o que não foi conciliado para aquela localização. Caso o auditor clique em Finalizar Auditoria, o sistema deve demonstrar a relação total de bens não inventariados daquele Centro de Custo, para que o mesmo confirme a finalização do processo. Nos casos que existam bens pendentes de auditoria o aplicativo exibir uma tela resumo mostrando todos os bens não localizados e não conciliados. Caso não tenha bens pendentes o sistema deve informar a inexistência dos mesmos. Ao final desta tela, tanto para bens pendentes ou não, deverá dispor de dois ícones: finalizar auditoria e Continuar auditoria. Ao clicar em finalizar auditoria, caso haja bens pendentes, exibirá a seguinte mensagem: existem bens pendentes de auditoria, deseja: mesmo finalizar e registrá-los como não localizados? possibilitando sim ou não. Se sim finaliza, se não retorna para continuar auditoria. Após a finalização, alterações posteriores só serão possíveis mediante senha da Coordenadoria de Gestão de Ativos Patrimoniais. Só após a conclusão da auditoria os dados poderão ser importados e um novo Centro de Custo poderá ser selecionado Emissão de Relatórios Todos os relatórios devem ser relacionados por ordem de Centros de Custo do menor para o maior, segmentando a localidade (município) e localização (auditório, sala de reunião,

7 dentre outros) por ordem alfabética. Deve possibilitar exibir tela resumo demonstrado na tela por tipo de relatório. Ao final de cada auditoria será possível emissão de relatório provisório que poderá ser visualizado no próprio aparelho (tablet ou smartphone) contendo percentual de acurácia (bens conciliados/total de bens); o Relatório de bens novos (deve conter todas as informações cadastradas no momento da auditoria, ordenando por localização e centro de custo); o Relatório de bens conciliados (deve conter todas as informações cadastradas no momento da auditoria, ordenando por localização e centro de custo); o Relatório de bens não conciliados (deve conter todas as informações cadastradas no momento da auditoria, ordenando por localização anterior e atual e Centro de Custo). (Vide ANEXO I). 5. ARQUIVO DE IMPORTAÇÃO Quanto a rotina de importação, o processo será através de comunicação com webservice interno da Cagece onde será gerado uma página JSON para leitura e importando para dentro do banco de dados do aparelho. A importação será automática na primeira vez que o aplicativo for aberto (caso exista a conexão com a internet), e poderá ser realizada sempre que necessário for, através de botão de importação manual. Deverá ser um menu de configuração para personalizar a URL do webservice para importação. O sistema irá gerar um arquivo.txt com formato de conteúdo a ser especificado e que deverá ser enviado por DOS CRITÉRIOS EXIGIDOS PARA A CONTRATAÇÃO DO APLICATIVO A Coordenadoria de Gestão de Ativos Patrimoniais definiu como política de contratação a escolha de seus fornecedores através de concorrência. Também é nosso compromisso que todas as políticas e normas de procedimentos sejam orientadas pelas seguintes diretrizes: Possua carta de clientes contendo no mínimo 10 empresas; Possua equipe de profissionais com no mínimo formação superior em análise de sistemas; Página 7 de 11

8 Empresa com no mínimo 5 (cinco) anos de experiência no mercado; Trabalhe com os sistemas de gerenciamento de banco de dados MySql, Microsoft SQL Server, Xcode e WebStorm. Trabalhe com aplicação mobile para o sistema operacional Android utilizando a linguagem JAVA; Possa atender a todas as especificações e exigências técnicas descritas no ítem 4 deste termo; 6. DA ORIGEM DO RECURSO Próprio. 7. DO VALOR ESTIMADO Até R$ 8.000,00 (Oito Mil Reais). 8. DO PRAZO DE ENTREGA

9 Data: / / Elaborado por: Aprovo: Página 9 de 11

10 ANEXO I QUANTO CUSTA (R$) N.º EMPRESA item DESCRIÇÃO VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL 01 Modelo de Relatório Proposta de Criação de Aplicação Mobile LUNA 9 COMUNICAÇÃO R$7.600,00 R$7.600,00 03 Proposta de Criação de Aplicação Mobile NEY MOURA CONCEIÇÃO R$9.760,00 R$9.760,00 04 Proposta de Criação de Aplicação Mobile MMO DEVELOPER R$8.000,00 R$8.000,00

11 ANEXO II MODELO DE RELATÓRIO DE AUDITORIA CENTRO DE CUSTO: GESCO-PAT DATA AUDITORIA: 28/04/2014 AUDITOR: DAYVISON ALANO MATRÍCULA: RIP Código de Barras Descrição do Bem Município Centro de Custo Localização Computador Fortaleza GESCO-PAT Escritório 2.BENS CONCILIADOS ( x%) Código de Barras Descrição do Bem Município Centro de Custo Localização Computador Fortaleza GESCO-PAT Escritório Cadeira Fortaleza GESCO-PAT Escritório Mesa Fortaleza GESCO-PAT Copa 3.BENS NÃO CONCILIADOS ( x%) Código de Barras Descrição Centro de Custo Encontrado Município Localização Encontrada Centro de Custo ERP Localização ERP Computador GESCO-PAT Fortaleza Escritório GESCO-SUP Sala de Reunião Mesa GESCO-PAT Fortaleza Escritório GEFIC-TSR Escritório Monitor GESCO-PAT Fortaleza Escritório GETIC Escritório 4.BENS NOVOS ( x%) Código de Barras Descrição do Bem Município Centro de Custo Localização Computador Fortaleza GESCO-PAT Escritório Cadeira Fortaleza GESCO-PAT Escritório Responsável pelo CC/Matrícula Responsável pela auditoria/matrícula Obs: Os relatórios devem ser gerados em formato pdf

Manual Operacional do Assessor Jurídico

Manual Operacional do Assessor Jurídico Manual Operacional do Assessor Jurídico SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS E SERVIÇOS - MÓDULO COMPRAS - EMISSÃO DE PARECER JURÍDICO PARA PROCESSOS DE COMPRA COM EDITAL OU DE DISPENSA DE LICITAÇÃO

Leia mais

RESERVAR MANUAL SISTEMA DE RESERVAS DE SALAS INFORMATIZADAS

RESERVAR MANUAL SISTEMA DE RESERVAS DE SALAS INFORMATIZADAS RESERVAR MANUAL SISTEMA DE RESERVAS DE SALAS INFORMATIZADAS Faculdades Integradas do Brasil www.unibrasil.com.br 1 Sumário 1 INTRODUÇÃO...3 2 ÁREA DE ACESSO PÚBLICO...4 2.1 VISUALIZAÇÃO E NAVEGAÇÃO POR

Leia mais

Manual do Usuário - Cliente Externo

Manual do Usuário - Cliente Externo Versão 3.0 SGCL - Sistema de Gestão de Conteúdo Local SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 1.1. Referências... 4 2. COMO ESTÁ ORGANIZADO O MANUAL... 4 3. FUNCIONALIDADES GERAIS DO SISTEMA... 5 3.1. Acessar a Central

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO AMBIENTE EAD (Educação a Distância) ÍNDICE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO AMBIENTE EAD (Educação a Distância) ÍNDICE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO AMBIENTE EAD (Educação a Distância) ÍNDICE FORMAS DE ACESSO AO AMBIENTE EAD... 2 O AMBIENTE EAD... 2 TERMO DE COMPROMISSO... 3 CONHECENDO A HOME PAGE DO TREINAMENTO EAD... 3 ETAPAS

Leia mais

Manual do SISC Sistema de Informações do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Perfil Gestor Estadual Abril/2014 Versão 1.

Manual do SISC Sistema de Informações do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Perfil Gestor Estadual Abril/2014 Versão 1. Manual do SISC Sistema de Informações do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Perfil Gestor Estadual Abril/2014 Versão 1.0 SUMÁRIO Manual do SISC... 3 1. Finalidade do SISC... 3 2. Requisitos

Leia mais

PROCEDIMENTO DO CLIENTE

PROCEDIMENTO DO CLIENTE PROCEDIMENTO DO CLIENTE Título: Manual da Loja Virtual. Objetivo: Como anunciar produtos e acompanhar as vendas. Onde: Empresa Quem: Cliente Quando: Início Através deste manual, veremos como anunciar e

Leia mais

Novas formas de trabalhar estão se desenvolvendo a partir do uso das. Lotacional, com o propósito de facilitar o controle mediante a

Novas formas de trabalhar estão se desenvolvendo a partir do uso das. Lotacional, com o propósito de facilitar o controle mediante a Apresentação Novas formas de trabalhar estão se desenvolvendo a partir do uso das tecnologias de comunicação. A Diretoria de Material e Patrimônio vem disponibilizar o Manual de Gestão Patrimonial para

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO TREINAMENTO EAD (Educação a Distância) ÍNDICE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO TREINAMENTO EAD (Educação a Distância) ÍNDICE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO TREINAMENTO EAD (Educação a Distância) ÍNDICE FORMAS DE ACESSO AO AMBIENTE EAD... 2 O AMBIENTE EAD... 3 TERMO DE COMPROMISSO... 4 CONHECENDO A HOME PAGE DO TREINAMENTO EAD... 4

Leia mais

Wordpress - Designtec. Manual básico de gerenciamento Práticas de Geografia

Wordpress - Designtec. Manual básico de gerenciamento Práticas de Geografia Wordpress - Designtec Manual básico de gerenciamento Práticas de Geografia 1 Índice Acessando o painel administrativo... 3 Gerenciamento de edições... 3 Gerenciamento de artigos... 3 Publicando mídias...

Leia mais

Manual MQS. Logo após colocar essas informações abrirá a página inicial do sistema:

Manual MQS. Logo após colocar essas informações abrirá a página inicial do sistema: Manual MQS Para acessar o sistema MQS na versão em PHP, basta clicar no link: www.mqs.net.br/plus. Colocar login e senha que foram fornecidos por email. Logo após colocar essas informações abrirá a página

Leia mais

MANUAL SOBRE O SISTEMA DE INVENTÁRIO PATRIMONIAL

MANUAL SOBRE O SISTEMA DE INVENTÁRIO PATRIMONIAL MANUAL SOBRE O SISTEMA DE INVENTÁRIO PATRIMONIAL O acesso ao Sistema de Inventário Patrimonial será feito pelo Portal minha UFOP, Inventário Patrimonial, com acesso para computadores operando apenas dentro

Leia mais

Passo a Passo dos Relatórios de Venda no Sigla Digital

Passo a Passo dos Relatórios de Venda no Sigla Digital Passo a Passo dos Relatórios de Venda no Sigla Digital Relatório de Vendas Página 1 de 7 Este é um dos principais módulos do Sigla Digital. Utilizado para gerar relatórios das vendas realizadas pelo Orçamento

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura Ministério da Cultura MANUAL DO PROPONENTE: ADMINISTRATIVO VERSÃO 1.0 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 08/01/2013 1.0 Criação do documento. Aline Oliveira - MINC 3 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO...

Leia mais

AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema.

AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema. AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema. Os casos não refletem casos reais e não devem ser utilizados

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO GUIA DO USUÁRIO

GUIA DO USUÁRIO GUIA DO USUÁRIO GUIA DO USUÁRIO www.accountcontabilidade.com.br 1 SUMÁRIO Acessando o sistema 04 Atalhos 05 Importando Exercícios Eletrônicos 06 Apresentação dos Exercícios Eletrônicos 07 Procedimentos para resolver exercícios

Leia mais

Prestador de Serviços

Prestador de Serviços Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Serviços...3 Os Recibos... 5 Como imprimir?... 6 As Listagens...7 Clientes... 9 Consulta...9 Inclusão... 11 Alteração... 12 Exclusão... 13 Serviços...

Leia mais

Gestão inteligente de documentos eletrônicos

Gestão inteligente de documentos eletrônicos Gestão inteligente de documentos eletrônicos MANUAL DE UTILIZAÇÃO VISÃO DE EMPRESAS VISÃO EMPRESAS - USUÁRIOS (OVERVIEW) No ELDOC, o perfil de EMPRESA refere-se aos usuários com papel operacional. São

Leia mais

MANUAL DO PEP ATUALIZADO EM 13-08-2014 PROPOSTA ELETRÔNICA DE PREÇOS REFERENTE A VERSÃO DO PEP: 2.0.0.25

MANUAL DO PEP ATUALIZADO EM 13-08-2014 PROPOSTA ELETRÔNICA DE PREÇOS REFERENTE A VERSÃO DO PEP: 2.0.0.25 MANUAL DO PEP ATUALIZADO EM 13-08-2014 PROPOSTA ELETRÔNICA DE PREÇOS REFERENTE A VERSÃO DO PEP: 2.0.0.25 1 Sumário 1.Objetivo...03 2.Suporte...03 3.Como instalar...03 4.Usando o PEP...09 2 1. Objetivo:

Leia mais

C C P SUPORTE TÉCNICO EBS

C C P SUPORTE TÉCNICO EBS C C P SUPORTE TÉCNICO EBS Horário de atendimento: Das 08h30min às 18h, de Segunda a Sexta-feira. Formas de atendimento: E-mail: Envie-nos suas dúvidas e/ou sugestões para suporte@ebs.com.br. Suporte On-Line

Leia mais

2015 GVDASA Sistemas Patrimônio 1

2015 GVDASA Sistemas Patrimônio 1 2015 GVDASA Sistemas Patrimônio 1 2015 GVDASA Sistemas Patrimônio 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente. Versão 1.1

Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente. Versão 1.1 Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente Versão 1.1 Sumário Sistema de Relacionamento com Cliente 3 1 Introdução... ao Ambiente do Sistema 4 Acessando... o Sistema 4 Sobre a Tela... do Sistema

Leia mais

Cotação OnLine. Manual do Usuário

Cotação OnLine. Manual do Usuário Cotação OnLine Manual do Usuário Última Revisão 10-10-2010 Histórico de Revisões Data Descrição Versão 01-12-2010 Primeira versão do manual 1.0.0 Delf Tecnologia 2 ÍNDICE 1. Introdução... 4 1.1 O que é

Leia mais

Passo a Passo para Rematrícula Online 2015

Passo a Passo para Rematrícula Online 2015 1. Entrar no site do Colégio: www.riobranco.org.br a) Digitar o Login, que é o número da Matrícula do Aluno (Seta 1) Dica: O número da matrícula pode ser localizado na carteirinha, boletim do aluno, ou

Leia mais

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar.

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar. Índice 1) Acesso ao sistema 2) Recepção do paciente 3) Envio do atendimento para faturamento: consulta médica ou procedimentos simples 4) Envio do atendimento para faturamento: procedimentos previamente

Leia mais

Pró-Reitoria de Administração - PRAd Assessoria de Informática - AI SISTEMA DE PUBLICAÇÃO DE LICITAÇÕES. Manual de Procedimentos

Pró-Reitoria de Administração - PRAd Assessoria de Informática - AI SISTEMA DE PUBLICAÇÃO DE LICITAÇÕES. Manual de Procedimentos Pró-Reitoria de Administração - PRAd Assessoria de Informática - AI SISTEMA DE PUBLICAÇÃO DE LICITAÇÕES Manual de Procedimentos 2004 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...3 2. OBJETIVOS...3 3. ÂMBITO DE APLICAÇÃO...3

Leia mais

Versão para atualização do Gerpos Retaguarda

Versão para atualização do Gerpos Retaguarda Versão para atualização do Gerpos Retaguarda A Gerpos comunica a seus clientes que nova versão do aplicativo Gerpos Retaguarda, contendo as rotinas para emissão da Nota Fiscal Eletrônica, já está disponível.

Leia mais

Guia Rápido do Usuário

Guia Rápido do Usuário CERTIDÕES UNIFICADAS Guia Rápido do Usuário CERTUNI Versão 1.0.0 CASA DA MOEDA DO BRASIL Conteúdo Acessando o Sistema... 3 Alterando Senhas... 3 Encerrando sua Sessão... 4 Gerando Pedido... 4 Alterando

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA AQUISIÇÃO

PROCEDIMENTOS PARA AQUISIÇÃO PROCEDIMENTOS PARA AQUISIÇÃO Acesse o site www.teubilhete.com.br, selecione a opção Teu Online, e clique no botão, preencha o formulário com os dados de sua empresa. Reúna duas vias impressas do Contrato

Leia mais

SIGA Manual -1ª - Edição

SIGA Manual -1ª - Edição SIGA Manual -1ª - Edição ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 4 2. MÓDULO DE PROCESSOS 4 3. ACESSO AO SISTEMA 4 3.1 Acessando o Sistema 4 3.2 Primeiro Acesso 5 3.3 Login do Fornecedor 5 o Teclado Virtual 5 o Máquina Virtual

Leia mais

Themis Serviços On Line - Publicações

Themis Serviços On Line - Publicações Nome do documento Guia do Usuário Themis Serviços On Line - Publicações Sumário Introdução:... 3 1 - Cadastro dos Usuários do Themis Serviços On Line:... 3 2 - Acesso ao Sistema Themis Serviços On Line:...

Leia mais

Visando atender as diferentes realidades de seus jurisdicionados, o sistema LicitaCon contará com dois módulos para o recebimento das informações.

Visando atender as diferentes realidades de seus jurisdicionados, o sistema LicitaCon contará com dois módulos para o recebimento das informações. Manual e Validador De TCERS WIKI Conteúdo 1 Apresentação 1.1 Informações Gerais 1.2 Requisitos mínimos de hardware e software 1.3 Leiaute dos Arquivos 2 Instalação do Aplicativo 2.1 Instalação do Java

Leia mais

Prestação de Contas Eletrônica

Prestação de Contas Eletrônica TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO MANUAL DO USUÁRIO Prestação de Contas Eletrônica TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 2/17 Sumário 1- ACESSO... 3 2- TELA DE INÍCIO... 4 3- CADASTRAMENTO...

Leia mais

Manual. Cadastro de Usuários. ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br Brasília, 27 de fevereiro de 2008.

Manual. Cadastro de Usuários. ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br Brasília, 27 de fevereiro de 2008. ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária Manual Cadastro de Usuários Gerência-Geral de Gestão de Tecnologia da Informação Gerência de Desenvolvimento de Sistemas www.anvisa.gov.br Brasília, 27

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL. CERBERUS Manual do sistema Versão 1.0

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL. CERBERUS Manual do sistema Versão 1.0 CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL CERBERUS Manual do sistema HISTÓRICO DA REVISÃO Data Versão Descrição Autor 07/08/2014 1.0 Criação do documento Antonio Rogério da Costa Silva LISTA DE FIGURAS

Leia mais

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Sumário 1. Ambiente Group Shopping... 3 2. Alteração na Tela de Contratos e Controle de Edições... 7 3. Propagação de Contratos... 10 4. Configuração de Impressora

Leia mais

PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O COORDENADOR PLANO DE TRABALHO PROVAB

PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O COORDENADOR PLANO DE TRABALHO PROVAB PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O COORDENADOR PLANO DE TRABALHO PROVAB Brasília/DF, 14 março de 2016. 1 APRESENTAÇÃO Prezado(a) Coordenador(a) participante do PROVAB:

Leia mais

Web Empresas. Agemed Saúde S/A. Versão 03

Web Empresas. Agemed Saúde S/A. Versão 03 2011 Versão 03 Web Empresas Agemed Saúde S/A. Esse documento tem como objetivo orientar as empresas contratantes do plano de saúde Agemed a utilizarem o ambiente Web para realização de movimentações cadastrais

Leia mais

Portal dos Convênios SICONV

Portal dos Convênios SICONV MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios SICONV Execução Processo de Compra, Contrato,

Leia mais

SRP Sistema de Controle de Ata de Registro de Preço. Passo a Passo Gestor de Compras

SRP Sistema de Controle de Ata de Registro de Preço. Passo a Passo Gestor de Compras SRP Sistema de Controle de Ata de Registro de Preço Passo a Passo Gestor de Compras Como acessar Como Acessar O acesso ao Sistema se faz através da página da SEPLAG Clicando no Link destacado Como Acessar

Leia mais

MANUAL SICCL SQL SRTVS 701 Bloco O Ed. MultiEmpresarial Sala 804 Brasília/DF CEP 70340-000 Fone/Fax: (061) 3212-6700 E-mail: implanta@conselhos.com.

MANUAL SICCL SQL SRTVS 701 Bloco O Ed. MultiEmpresarial Sala 804 Brasília/DF CEP 70340-000 Fone/Fax: (061) 3212-6700 E-mail: implanta@conselhos.com. MANUAL SICCL SQL ÍNDICE ACESSANDO O SISTEMA SG - COMPRAS E CONTRATOS... 3 ATENDENDO SOLICITAÇÕES DE ITENS E SERVIÇOS... 5 VERIFICANDO A DISPONIBILIDADE DE RECURSOS... 7 ATENDER SOLICITAÇÕES COM PROCESSO

Leia mais

Manual do Portal do Fornecedor. isupplier

Manual do Portal do Fornecedor. isupplier isupplier Revisão 01 Setembro 2011 Sumário 1 Acesso ao portal isupplier... 03 2 Home Funções da Tela Inicial... 05 3 Ordens de Compra Consultar Ordens de Compra... 07 4 Entregas Consultar Entregas... 13

Leia mais

Acompanhamento e Execução de Projetos

Acompanhamento e Execução de Projetos Acompanhamento e Execução de Projetos Manual do Usuário Atualizado em: 28/11/2013 Página 1/24 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ABRANGÊNCIA DO SISTEMA... 3 3. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 4. COMO ACESSAR O SISTEMA...

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Geral. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Geral. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Geral Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema de Almoxarifado

Leia mais

Manual Espelho de NF para Materiais

Manual Espelho de NF para Materiais Manual Espelho de NF para Materiais Índice 1 Objetivo... 3 2 O Projeto e-suprir... 3 3 Introdução... 3 4 Informações Básicas... 4 4.1 Painel de Controle Vendas... 4 5 Acessando o Pedido... 5 5.1 Lista

Leia mais

Manual Primeiro Acesso

Manual Primeiro Acesso Manual Primeiro Acesso 1 - Atualização do ambiente Moodle Visando oferecer mais recursos para alunos e professores o ambiente de aprendizagem Moodle foi atualizado para sua versão mais recente, com isso

Leia mais

Tutorial Report Express. Como iniciar o uso dos serviços fazer a diferença.

Tutorial Report Express. Como iniciar o uso dos serviços fazer a diferença. Tutorial Report Express Como iniciar o uso dos serviços fazer a diferença. Índice Apresentação Pág. 3 Passo 1 Pág. 4 Instalação do MasterDirect Integrações Passo 2 Pág. 8 Exportar clientes Linha Contábil

Leia mais

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS. 11 2699-0008 www.rms.com.br

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS. 11 2699-0008 www.rms.com.br CURVA ABC RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado de comércio e varejo. Este documento

Leia mais

BI Citsmart Fornece orientações necessárias para instalação, configuração e utilização do BI Citsmart.

BI Citsmart Fornece orientações necessárias para instalação, configuração e utilização do BI Citsmart. 16/08/2013 BI Citsmart Fornece orientações necessárias para instalação, configuração e utilização do BI Citsmart. Versão 1.0 19/12/2014 Visão Resumida Data Criação 19/12/2014 Versão Documento 1.0 Projeto

Leia mais

Juiz de Fora, Maio de 2015

Juiz de Fora, Maio de 2015 GUIA DE INSCRIÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA Juiz de Fora, Maio de 2015 Apoio: SHA ACN 00031/11 Para iniciar a inscrição do projeto, o usuário deverá acessar o link: inovare.ifsudestemg.edu.br e clicar em

Leia mais

BEM-VINDO AO DHL E-BILLING GUIA DE USUÁRIO

BEM-VINDO AO DHL E-BILLING GUIA DE USUÁRIO Envio de Remessas Online BEM-VINDO AO DHL E-BILLING GUIA DE USUÁRIO CONTROLE E GERENCIE SEUS ENVIOS DE UMA MANEIRA MAIS SIMPLES E EFICIENTE. As ferramentas eletrônicas da DHL Express trazem todas as facilidades

Leia mais

Importação de Itens através de Planilha de Dados

Importação de Itens através de Planilha de Dados Importação de Itens através de Planilha de Dados Introdução Ao possuir uma planilha com dados de itens que podem ser cadastrados ou atualizados no sistema, é possível efetuar a importação da mesma após

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO VERSÃO 2014 Junho de 2014 SIGFIS-Sistema Integrado

Leia mais

Guia do Usuário. idocs Content Server v.2.0-1 -

Guia do Usuário. idocs Content Server v.2.0-1 - Guia do Usuário idocs Content Server v.2.0-1 - 2013 BBPaper_Ds - 2 - Sumário Introdução... 4 Inicializando a aplicação... 6 Ambiente... 7 Alterando o ambiente... 8 Senhas... 10 Alterando senhas... 10 Elementos

Leia mais

www.softtecnologia.com.br smarterp Tecnologia e Gestão Empresarial

www.softtecnologia.com.br smarterp Tecnologia e Gestão Empresarial www.softtecnologia.com.br smarterp Tecnologia e Gestão Empresarial O MERCADO NOSSA METODOLOGIA DE TRABALHO GRANDES VENDORS CONTRATOS CORPORATIVOS ALTO CUSTO DE IMPLANTAÇÃO E CONSULTORIA POUCA CUSTOMIZAÇÃO

Leia mais

Software. Módulo do GDM que funciona em plataforma Web Gerenciamento de Manutenção

Software. Módulo do GDM que funciona em plataforma Web Gerenciamento de Manutenção Software Módulo do GDM que funciona em plataforma Web Gerenciamento de Manutenção GDM Web O GDM Web é um módulo do GDM que funciona em plataforma Web (Intranet ou Internet) e amplia a utilização do GDM,

Leia mais

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Programa AMG Manual de Operação Conteúdo 1. Sumário 3 2. Programa

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Empari Sistemas www.empari.com.br

MANUAL DO USUÁRIO. Empari Sistemas www.empari.com.br MANUAL DO USUÁRIO Empari Sistemas www.empari.com.br Sumário Instalação... 2 Primeira Configuração... 5 Período de experimentação... 8 Configurar Busca de Licitações... 9 Tela de Configuração do LicitaPlus+...

Leia mais

Impresso em 26/08/2015 10:53:30 (Sem título) IDENTIFICAÇÃO, ACESSO E MONITORAMENTO DE REQUISITOS LEGAIS E OUTROS REQUISITOS

Impresso em 26/08/2015 10:53:30 (Sem título) IDENTIFICAÇÃO, ACESSO E MONITORAMENTO DE REQUISITOS LEGAIS E OUTROS REQUISITOS Aprovado ' Elaborado por Cintia Kikuchi/BRA/VERITAS em 30/12/2014 Verificado por Fernando Cianci em 06/01/2015 Aprovado por Americo Venturini/BRA/VERITAS em 06/01/2015 ÁREA QHSE Tipo Procedimento Regional

Leia mais

Integração da Digitação de Eventos

Integração da Digitação de Eventos Integração da Digitação de Eventos Índice 1. APRESENTAÇÃO... 1 1.1. Primeiro Acesso... 1 1.2. Conhecendo a Plataforma... 3 1.2.1. Seleção da Empresa... 3 1.2.2. Sair do sistema/minhas Configurações...

Leia mais

Manual do Usuário. Controle Financeiro. Copyright 2014 - ControleNaNet

Manual do Usuário. Controle Financeiro. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Controle Financeiro Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo Menu Principal...3 Clientes... 4 Consulta... 5 Inclusão...6 Alteração... 8 Exclusão...8 Fornecedores...9 Consulta... 10 Inclusão...

Leia mais

Manual de Orientação GCT Gestão de Contratação. Secretaria de Estado da Fazenda Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão Versão 0.

Manual de Orientação GCT Gestão de Contratação. Secretaria de Estado da Fazenda Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão Versão 0. Manual de Orientação GCT Gestão de Contratação Versão 0.1 SUMÁRIO 1. CATÁLOGO DE MATERIAIS E SERVIÇOS...3 1.1. CONSULTA AO CATÁLOGO POR DIGITAÇÃO...5 1.2. CONSULTA AO CATÁLOGO POR LISTAGEM...8 2. CATÁLOGO

Leia mais

CeC. Cadastro eletrônico de Contribuintes. Usuário Anônimo

CeC. Cadastro eletrônico de Contribuintes. Usuário Anônimo CeC Cadastro eletrônico de Contribuintes Usuário Anônimo Versão 1.2 13/10/2010 Sumário Apresentação... 3 Objetivo... 3 1. Solicitação de CeC... 4 1.1. Cadastro de Pessoas Físicas... 6 1.1.1 Cadastro de

Leia mais

1. Informações iniciais

1. Informações iniciais 1. Informações iniciais O novo Sistema de Emissão da Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos (Decore) é de propriedade exclusiva do CFC e o acesso ao sistema será por meio de um link disponibilizado

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SGP-500-R00 ARQUIVAMENTO DE PROCESSOS NA SGP

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SGP-500-R00 ARQUIVAMENTO DE PROCESSOS NA SGP MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SGP-500-R00 ARQUIVAMENTO DE PROCESSOS NA SGP 02/2016 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO 2 03 de fevereiro de 2016. Aprovado, Carolina dos Santos Costa 3 PÁGINA INTENCIONALMENTE

Leia mais

ALTERAÇÃO DAS CONFI GURAÇÕES PESSOAI S... 3 I NSERÇÃO DE M ATERI AL NO PORTAL... 3 1. NOTÍ CI A... 3 2. EVENTO... 4 3. PÁGI NA... 4 4. I MAGEM...

ALTERAÇÃO DAS CONFI GURAÇÕES PESSOAI S... 3 I NSERÇÃO DE M ATERI AL NO PORTAL... 3 1. NOTÍ CI A... 3 2. EVENTO... 4 3. PÁGI NA... 4 4. I MAGEM... GUIA DO USUÁRIO CGI ALTERAÇÃO DAS CONFI GURAÇÕES PESSOAI S... 3 I NSERÇÃO DE M ATERI AL NO PORTAL... 3 1. NOTÍ CI A... 3 2. EVENTO... 4 3. PÁGI NA... 4 4. I MAGEM... 5 5. ARQUI VO... 6 6. DOCUMENTO...

Leia mais

TUTORIAL PMS CARD. Acesse o site: www.pmscard.com.br

TUTORIAL PMS CARD. Acesse o site: www.pmscard.com.br TUTORIAL PMS CARD Acesse o site: www.pmscard.com.br FAÇA O LOGIN Para fazer o login digite o seu e-mail e senha e clique em entrar. SELECIONE A EMPRESA Selecione a empresa na qual deseja utilizar clicando

Leia mais

GUIA DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE COMPRAS VIA WEB

GUIA DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE COMPRAS VIA WEB GUIA DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE COMPRAS VIA WEB ( c) 2010 Todos os direitos reservados a ABCG Campo Grande-MS INDICE 1. Introdução ao compras web 05 2. Fluxo do processo de compras web 06 3. Como ingressar

Leia mais

SUPORTE TÉCNICO EBS. E-mail: Envie-nos suas dúvidas e/ou sugestões para suporte@ebs.com.br.

SUPORTE TÉCNICO EBS. E-mail: Envie-nos suas dúvidas e/ou sugestões para suporte@ebs.com.br. C C P SUPORTE TÉCNICO EBS Horário de atendimento: Das 08h30min às 18h, de Segunda a Sexta-feira. Formas de atendimento: E-mail: Envie-nos suas dúvidas e/ou sugestões para suporte@ebs.com.br. Suporte On-Line

Leia mais

FedEx Ship Manager Software. Guia do Usuário

FedEx Ship Manager Software. Guia do Usuário Guia do Usuário 1 Bem-vindo! O que é o software FedEx Ship Manager? Simplifique e agilize o gerenciamento de remessas importantes via FedEx com o software FedEx Ship Manager (FSM). As ferramentas de produtividade

Leia mais

&RPRSURFHGHUSDUDID]HUDHQWUHJDIRUPDOGR5HODWyULR'HPRQVWUDWLYR 68)5$0$"

&RPRSURFHGHUSDUDID]HUDHQWUHJDIRUPDOGR5HODWyULR'HPRQVWUDWLYR 68)5$0$ 2QGHREWHUR6$*/,(," &RPRSURFHGHUSDUDDWXDOL]DUR6$*/,(, &RPRID]HURSULPHLURORJLQ" &RPR,QIRUPDU3URGXWRV,QFHQWLYDGRV" &RPRLQIRUPDUPHXIDWXUDPHQWRHP%HQVGH,QIRUPiWLFD%," &RPRFDGDVWUDUDTXLVLo}HV" &RPRODQoDUFRQWUDWRV"

Leia mais

Identificação da Empresa

Identificação da Empresa Identificação da Empresa MT-611-00001-13 Última Atualização 04/03/2015 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: 1. Preencher em Identificação os dados básicos, itens e as localidades

Leia mais

MANUAL DE EMISSÃO E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO TIPO A1 (INTERNET EXPLORER)

MANUAL DE EMISSÃO E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO TIPO A1 (INTERNET EXPLORER) MANUAL DE EMISSÃO E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO TIPO A1 (INTERNET EXPLORER) VERSÃO 10 Atualizado em 30/12/2015 Página 1 de 21 A renovação online do certificado somente poderá ser feita uma única vez (e-cpf)

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO GCD GERENCIADOR DE CERTIFICADOS DIGITAIS

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO GCD GERENCIADOR DE CERTIFICADOS DIGITAIS MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO GCD GERENCIADOR DE Versão 2 Atualizado em 03/05/2012 Página 1 de 77 ÍNDICE 1 - O QUE É O GCD... 3 2 - COMO EXECUTAR O GCD GERENCIADOR DE... 4 2.3 - COMO CONFIGURAR O PROXY DO GCD...

Leia mais

Anote aqui as informações necessárias:

Anote aqui as informações necessárias: banco de mídias Anote aqui as informações necessárias: URL E-mail Senha Sumário Instruções de uso Cadastro Login Página principal Abrir arquivos Área de trabalho Refine sua pesquisa Menu superior Fazer

Leia mais

1. OBJETIVO Este documento tem por objetivo, estabelecer um padrão para a emissão dos relatórios anuais com base na NR 7.

1. OBJETIVO Este documento tem por objetivo, estabelecer um padrão para a emissão dos relatórios anuais com base na NR 7. 1/5 1. OBJETIVO Este documento tem por objetivo, estabelecer um padrão para a emissão dos relatórios anuais com base na NR 7. 2. DEFINIÇÃO E CONCEITO PCMSO Programa de controle médico da saúde ocupacional;

Leia mais

Leitora Perto Smart. Guia de Instalação. Leitora Perto Smart Guia de Instalação. Janeiro/2010. Instalação da leitora Perto Smart.

Leitora Perto Smart. Guia de Instalação. Leitora Perto Smart Guia de Instalação. Janeiro/2010. Instalação da leitora Perto Smart. Leitora Perto Smart Guia de Instalação Página 1 de 14 Pré Requisitos para a instalação Dispositivos de Certificação Digital (Leitora Perto) Para que o processo de instalação tenha sucesso, é necessário

Leia mais

MANUAL DIPAM A Versão de 10/05/2012

MANUAL DIPAM A Versão de 10/05/2012 MANUAL DA DIPAM A Versão de 10/05/2012 1 Índice Geral... 3 Configuração Mínima... 3 Instalação... 4 Procedimento pós-instalação para sistemas com Vista ou Windows 7... 8 Uso do Programa DIPAM-A... 10 DIPAM

Leia mais

IOB Mitrius WWW.IOB.COM.BR/SOLUCOES. Software de auditoria eletrônica de arquivos digitais de SPED. O que faz: O que oferece:

IOB Mitrius WWW.IOB.COM.BR/SOLUCOES. Software de auditoria eletrônica de arquivos digitais de SPED. O que faz: O que oferece: IOB Mitrius Software de auditoria eletrônica de arquivos digitais de SPED O que faz: Valida os arquivos digitais através de regras automatizadas e constantemente validadas / aprimoradas; Antecipa a análise

Leia mais

CDV. GID Desmanches. Manual do Usuário. Praça dos Açorianos, s/n - CEP 90010-340 Porto Alegre, RS (051) 3210-3100 http:\\www.procergs.com.

CDV. GID Desmanches. Manual do Usuário. Praça dos Açorianos, s/n - CEP 90010-340 Porto Alegre, RS (051) 3210-3100 http:\\www.procergs.com. CDV GID Desmanches Manual do Usuário Praça dos Açorianos, s/n - CEP 90010-340 Porto Alegre, RS (051) 3210-3100 http:\\www.procergs.com.br Sumário Administração... 1 Favoritos... 12 Fornecedor... 21 Cadastro...

Leia mais

Manual SAGe Versão 1.0

Manual SAGe Versão 1.0 Manual SAGe Versão 1.0 Emissão de Parecer de Assessoria (após a versão 12.14.00) Conteúdo 1. Introdução... 2 2. Recebimento do e-mail de solicitação de parecer... 3 3. Operações no sistema SAGe... 4 3.1

Leia mais

SISPES. Passo a Passo: cadastro de usuários e cadastro de entidades ( árvore ) Brasília, janeiro de 20131

SISPES. Passo a Passo: cadastro de usuários e cadastro de entidades ( árvore ) Brasília, janeiro de 20131 SISPES Passo a Passo: cadastro de usuários e cadastro de entidades ( árvore ) Brasília, janeiro de 20131 SUMÁRIO 1. Cadastro Líder Órgão...3 2. Cadastro Líder UO...5 3. Cadastro de entidades (árvore)...13

Leia mais

C o t a ç ã o E l e t r ô n i c a V i l l a r e s M e t a l s

C o t a ç ã o E l e t r ô n i c a V i l l a r e s M e t a l s C o t a ç ã o E l e t r ô n i c a V i l l a r e s M e t a l s M a n u a l d o F o r n e c e d o r Portal de Compras Página 1 Conteúdo 1. Introdução... 3 2. Informações importantes... 3 3. Acessando o portal...

Leia mais

Atendimento WEB IAMSPE CEAMA v20120524.docx. Manual de Atendimento

Atendimento WEB IAMSPE CEAMA v20120524.docx. Manual de Atendimento Manual de Atendimento ÍNDICE INCLUIR PEDIDO (SOLICITAÇÃO DE SENHA)... 3 ACOMPANHAMENTO DE PEDIDO... 8 2 INCLUIR PEDIDO (SOLICITAÇÃO DE SENHA) Utilizado para solicitação de senha para procedimentos pré-autorizados.

Leia mais

Manual do SeCI. Sistema Eletrônico de Prevenção de Conflitos de Interesses. Guia do Administrador

Manual do SeCI. Sistema Eletrônico de Prevenção de Conflitos de Interesses. Guia do Administrador Manual do SeCI Sistema Eletrônico de Prevenção de Conflitos de Interesses Guia do Administrador CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO CGU SAS, Quadra 01, Bloco A, Edifício Darcy Ribeiro 70070-905 Brasília-DF cgu@cgu.gov.br

Leia mais

MANUAL SISTEMA AJG/CJF

MANUAL SISTEMA AJG/CJF MANUAL DO SISTEMA AJG/CJF ÍNDICE 1. SEJA BEM VINDO AO AJG... 3 1.1 Seja Bem-Vindo!... 3 2. SOBRE A AJUDA... 4 2.1 Como navegar no ajuda on-line... 4 3. SOBRE O SISTEMA... 5 3.1 Sobre o sistema... 5 3.2

Leia mais

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO?

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO? Índice BlueControl... 3 1 - Efetuando o logon no Windows... 4 2 - Efetuando o login no BlueControl... 5 3 - A grade de horários... 9 3.1 - Trabalhando com o calendário... 9 3.2 - Cancelando uma atividade

Leia mais

Renovação Online. Renovação Online de certificados digitais. Renovação Online. Renovação Online de certificados digitais

Renovação Online. Renovação Online de certificados digitais. Renovação Online. Renovação Online de certificados digitais Renovação Online Todos os direitos reservados. Imprensa Oficial do Estado S.A. 2012 página 1 de 22 Requisitos para a renovação Para que o processo de renovação tenha sucesso, é necessário obedecer aos

Leia mais

GATI Gestão de Atendimento Inteligente. Manual de Uso. powered by OPUS Software v1.0

GATI Gestão de Atendimento Inteligente. Manual de Uso. powered by OPUS Software v1.0 GATI Gestão de Atendimento Inteligente Manual de Uso powered by OPUS Software v1.0 2 Gestão de Atendimento Inteligente A Gati Gestão de Atendimento Inteligente registra todo tipo de comunicação entre as

Leia mais

Sistema de Concessão de Diárias e Passagens SCDP FAQ PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES

Sistema de Concessão de Diárias e Passagens SCDP FAQ PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES Sistema de Concessão de Diárias e Passagens SCDP FAQ PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES Operacionalização - Solicitação de Viagem 1 CADASTRAMENTO DE VIAGEM 1.1 Como reativar uma PCDP já cancelada? 1.2 -

Leia mais

Utilização da Macro de Upload de Cotação

Utilização da Macro de Upload de Cotação Upload de Cotação Última Atualização: 19/02/2015 Objetivo do documento Orientar os fornecedores do Grupo Petrobras sobre a utilização da Macro de Upload de Cotações. Para que tipo de oportunidade posso

Leia mais

Cartilha de navegação Novo Portal AMS TISS

Cartilha de navegação Novo Portal AMS TISS Cartilha de navegação Novo Portal AMS TISS Sumário Introdução...04 Telaincial...05 Usuário e Senha...06 Menu incial...07 Beneficiário / Validação...08 Autorização / Solicitar...09 Autorização / Últimas

Leia mais

Sistema de Cotação Eletrônica Passo a passo Gestor Cotação Eletrônica www.portalcompras.ce.gov.br/categoria3

Sistema de Cotação Eletrônica Passo a passo Gestor Cotação Eletrônica www.portalcompras.ce.gov.br/categoria3 Sistema de Cotação Eletrônica Passo a passo Gestor Cotação Eletrônica www.portalcompras.ce.gov.br/categoria 8 9 Acessando o sistema:. Informe o CPF;. Informe a senha;. Clique em Entrar. 0 Acessando as

Leia mais

Modulonet Mobile Android

Modulonet Mobile Android Modulonet Mobile Android 1 - Modulonet App, o que é?... 1 2 - Início... 2 3 - Saiba Mais... 3 4 - Cadastrar-se... 4 5 - Acesso e Autenticação... 5 5.1 - Validações... 6 6 - Falha na autenticação... 7 7

Leia mais

Pesquisa Nacional sobre Programas Municipais de Transferência de Renda Outubro 2011 Brasília - DF

Pesquisa Nacional sobre Programas Municipais de Transferência de Renda Outubro 2011 Brasília - DF Guia de Navegação Simplificado Pesquisa Nacional sobre Programas Municipais de Transferência de Renda Outubro 2011 Brasília - DF APRESENTAÇÃO Caro participante, Bem-vindo ao Guia de Navegação Simplificado.

Leia mais

AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema.

AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema. AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema. Os casos não refletem casos reais e não devem ser utilizados

Leia mais

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização WebEDI - Tumelero Manual de Utilização Pedidos de Compra Notas Fiscais Relação de Produtos 1. INTRODUÇÃO Esse documento descreve o novo processo de comunicação e troca de arquivos entre a TUMELERO e seus

Leia mais

SERVIÇOS REQUERIMENTO

SERVIÇOS REQUERIMENTO Certidão e Reimpressão de Documentos 1 / 17 todos os direitos reservados. ÍNDICE Introdução... 3 Acesso Restrito... 4 Cadastro... 4 Serviços Requerimento... 6 Certidão Web... 7 Certidão Simplificada...

Leia mais

MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS

MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS Siga cuidadosamente todas as orientações deste Manual durante o processo de inscrição online. 1º PASSO: Acessar o SalicWeb Para inscrever a sua iniciativa cultural

Leia mais

CeC. Cadastro Eletrônico de Contribuintes

CeC. Cadastro Eletrônico de Contribuintes CeC Cadastro Eletrônico de Contribuintes Versão 1.0 Usuário Externo Março/2010 Índice 1. Apresentação... 3 2. Objetivos... 3 3. Solicitação de CeC... 4 3.1. Cadastro de pessoas físicas... 5 3.1.1. Cadastro

Leia mais