QUESTÃO 04 QUESTÃO 01 QUESTÃO 02 QUESTÃO 05 QUESTÃO 03 QUESTÃO anos Educando para a Vida 30 anos Educando para a Vida

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "QUESTÃO 04 QUESTÃO 01 QUESTÃO 02 QUESTÃO 05 QUESTÃO 03 QUESTÃO 06. 30 anos Educando para a Vida 30 anos Educando para a Vida"

Transcrição

1 Razões trigonométricas no triângulo retângulo, Lei dos senos, Lei dos cossenos Frente B QUESTÃO 04 QUESTÃO 01 QUESTÃO 02 QUESTÃO 05 QUESTÃO 03 QUESTÃO anos Educando para a Vida 30 anos Educando para a Vida

2 QUESTÃO 07 QUESTÃO 10 QUESTÃO 08 QUESTÃO anos Educando para a Vida 30 anos Educando para a Vida

3 EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO FRENTE A QUESTÃO 01 QUESTÃO 03 QUESTÃO 02 QUESTÃO anos Educando para a Vida 30 anos Educando para a Vida

4 QUESTÃO 05 QUESTÃO 08 QUESTÃO 09 QUESTÃO 06 QUESTÃO 10 QUESTÃO anos Educando para a Vida 30 anos Educando para a Vida

5 /06/2014 Rejane Gomes 1º ano B CONTEÚD OS: Quem pensa o eu / O outro / O Espanto Orientações: ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO DISCIPLINA FILOSOFIA Faça uma auto-avaliação sobre o que você aprendeu nestes capítulos. Se você tiver dúvida, consulte o texto e resolva as questões que proponho e também as do livro que ficaram sem resolução. Sempre é possível recomeçar, rever o que não foi positivo. Dessa maneira acredito que você irá recuperar-se e assim poderá continuar seus estudos sem prejuízo. Mas para que isso aconteça, tente o máximo possível dedicar-se e conseguirá vencer esses desafios. Auto avaliação: Como eu trabalhei? - Prestei atenção nas aulas e participei delas, para tirar as dúvidas e colaborar para que as aulas fossem mais interessantes? - Fiz um trabalho limpo, completo, corrigido e organizado, para que tivesse melhor qualidade? - Respeitei e colaborei com colegas e com a professora? Pense nisso! E mãos a obra! 1. Leitura e elaboração de um esquema dos capítulos: Quem pensa o eu/ O outro e o Espanto 2. Qual a visão de Jean Paul Sartre sobre a construção do EU 3. Identifique e comente as diferenças entre os argumentos de Platão e Heráclito sobre a resolução dos conflitos entre os homens. 4. Confronte os argumentos de Baruc de Espinosa e Thomas Hobbes para compreender a nossa relação com o outro 5. Explique o que é a dialética platônica Produza um texto mostrando as diferenças entre a maneira de buscar o conhecimento dos: (mínimo 10 linhas) 7) Racionalistas 8) Empiristas 9. Por que Hume afirma que a memória é a fonte da identidade pessoal? 10. Leia este trecho: Mais tarde, ao analisar com atenção o que eu era, e vendo que podia presumir que não possuía corpo algum e que não havia mundo algum, ou lugar onde eu existisse, mas que nem por isso podia supor que não existia; e que, ao contrário, pelo fato mesmo de eu pensar em duvidar da verdade das outras coisas, resultava com bastante evidência e certeza que eu existia; ao passo que, se somente tivesse parado de pensar, apesar de que tudo o mais que alguma vez imaginara fosse verdadeiro, já não teria razão alguma de acreditar que eu tivesse existido; compreendi, então, que eu era uma substância cuja essência ou natureza consiste apenas no pensar, e que, para ser, não necessita de lugar algum, nem depende de qualquer coisa material. De maneira que esse eu, ou seja, a alma, por causa da qual sou o que sou, é completamente distinta do corpo e, também, que é mais fácil de conhecer do que ele, e, mesmo que este nada fosse, ela não deixaria de ser tudo o que é. René Descartes, Meditações, parte Responda às questões abaixo. Caracterize a posição de Descartes em relação ao conhecimento do homem sobre o próprio homem. 11. Diferencie as visões de Descartes e Hume sobre o eu (a visão dos empiristas e dos racionalistas na busca pelo conhecimento) 12. Como Espinosa define a influência dos afetos em nossa vida? 13. Os primeiros filósofos gregos dedicaram-se ao problema de determinar qual era o princípio material de que era constituída a natureza ordem. Foram chamados de naturalistas, pois procuravam responder a questões do tipo: O que é a natureza ou qual o fundamento último das coisas? Foram considerados como pessoas desprendidas das preocupações materiais do dia a dia e que se dedicavam apaixonadamente à contemplação da natureza. Tinham então como principal objetivo viverem para contemplarem a natureza. Empédocles acreditava na imutabilidade da natureza e que o mundo teria surgido da mistura e da separação da água, fogo, ar e terra, que para ele são imutáveis e indestrutíveis. Explique a função do amor e do ódio na teoria de Empédocles

6 /06/2014 Rejane Gomes 1º ano Orientações: Faça uma auto-avaliação sobre o que você aprendeu nestes capítulos. Se você tiver dúvida, consulte o texto e resolva as questões que proponho e também as do livro que ficaram sem resolução. Sempre é possível recomeçar, rever o que não foi positivo. Dessa maneira acredito que você irá recuperar-se e assim poderá continuar seus estudos sem prejuízo. Mas para que isso aconteça, tente o máximo possível dedicar-se e conseguirá vencer esses desafios. Auto avaliação: Como eu trabalhei? - Prestei atenção nas aulas e participei delas, para tirar as dúvidas e colaborar para que as aulas fossem mais interessantes? - Fiz um trabalho limpo, completo, corrigido e organizado, para que tivesse melhor qualidade? - Respeitei e colaborei com colegas e com a professora? Pense nisso! E mãos a obra! 1. Leitura e elaboração de um esquema dos capítulos 11 e 12 do livro 2 e 17 e 19 do livro Os servos estavam presos a terra dos Senhores feudais e eram obrigados a pagarem vários tributos, cite dois desses tributos e explique a finalidade de cada um deles. 2. Explique o que foi a Querela das Investiduras, e cite o que foram a simonia e o cesaropapismo. 3. O que foram as Cruzadas. ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO DISCIPLINA HISTÓRIA CONTEÚD OS: Civilização Medieval/ Igreja Medieval/ Expansão marítimo-comercial europeia/a Reforma religiosa/ 4. As Cruzadas marcaram a expansão europeia no mundo ainda feudal. Cite duas consequências das Cruzadas. 5. de farinha, no forno é preciso pagar também, e o forneio jura, se não tiver o pagamento, o pão do camponês ficará malcozido e malvirado. Citado por André Alba. Idade Média, Trad. Lycurgo Gomes. São Paulo, Mestre Jou, A obrigação feudal a que o documento faz referência chamava-se: (1,0) a) Corveia b) Talha c) Capitação d) Banalidades e) Gabela 6.(FCC) a chamada querela das Investiduras (1075), na Idade média, foi basicamente: (1,5) a) Um movimento do clero regular contra as normas impostas pela Abadia de Cluny b) Uma consequência da reforma protestante que visava combate a venda de indulgências c) Uma luta entre o papado e o imperador do Sacro Império Romano Germânico relativamente à nomeação de bispos d) Um ato contrário à decisão do Sinodo de Sutri, que proibia o casamento de padres e) Uma tentativa de limitar o recém criado colégio de cardeais, que favorecia o cesaropapismo 7.(Vunesp) A fome é um dos castigos do pecado original. O homem fora criado para viver sem trabalho se assim o quisesse. Mas, depois da queda, não podia resgatar-se senão pelo trabalho... Deus impôs-lhe, assim, a fome para que ele trabalhasse sob o império dessa necessidade e pudesse, por esse meio, voltar às coisas eternas. (trecho do Elucidariaum. Citado no livro. A civilização do ocidente medieval) Como texto, escrito durante a Idade Média, justifica a fome? (1.0) 8.Como era organizado o trabalho na propriedade feudal? (1.0) 9.Diga qual o interesse dos príncipes alemães em aceitar o luteranismo? 10. Quais as principais ideias defendidas pelo luteranismo? 11. Quais os motivos da reforma religiosa na Inglaterra? De que maneira Henrique VIII lucrou com esse rompimento? 12. Quais os motivos para a expansão marítima ter se iniciado em Portugal? 13. Os portugueses dominaram vastos territórios na América, África e Ásia. Fale sobre as principais conquistas dos portugueses na África.

7 / /2014 1º ano ATIVIDADE DE GEOGRAFIA PARA RECUPERAÇÃO 1ª PROVA 2º BIMESTRE CONTEÚDOS: Orientação e localização geográfica; Fuso Horário e Escala Cartográfica 1) Como foi criada a Rosa dos Ventos? 2) Explique o mecanismo dos dias e das noites. 3) O que são os solstícios e os equinócios? 4) Qual a importância das coordenadas geográficas? 5) Diferencie latitude de longitude. 6) Em uma cidade A, localizada a 60º W, são 12 horas. Que horas serão em uma cidade B, localizada a 75º E? 7) Um avião levanta vôo de uma cidade localizada a 75º oriental do meridiano de Greenwich ás 22 horas do dia 10 de dezembro, em direção à cidade de São Paulo. Depois de 11 horas de voo o avião pousou na capital paulista. Sabendo que o país estava no horário de verão, a que horas e dia aconteceu o pouso? 8) Numa cidade A localizada no fuso 120º leste, são 8 horas. Que hora será numa cidade B localizada no fuso 60º leste? 9) Para assistir ao inicio do jogo que acontece em Brasíla às 18 horas do dia 23 de junho, uma pessoa que está em outra cidade a 45º Leste deve ligar a televisão a que horas exatamente? 10) A distância em graus entre duas cidade de 180º, quantas horas estão distantes uma da outra? 11) Em Imperatriz (45º W) são 9 horas e em São Francisco (75º W)? 12) A distância real entre São Francisco (EUA) e Nova York (EUA) é de Km. A distância sobre a carta é de 6 cm. Com base nesses dados, calcule e indique corretamente a escala deste mapa. 13) Numa planta topográfica da cidade de São Paulo, na escala de 1:8.000, qual a extensão, em centímetros, da Avenida Paulista, cuja extensão real é de metros? 14) Sobre um mapa, na escala de 1: , tenciona-se demarcar uma reserva florestal de forma quadrada, apresentando 7 cm de lado. Calcule qual será a área da medida da reserva no terreno. 15) Uma estrada possui, em linha reta, 12,5 Km. Ao ser representada em um mapa de escala 1: , calcule o tamanho da representação em centímetros. 16) Num mapa do Brasil de escala 1: , a distância em linha entre Palmas (TO) e São Luis (MA) é de 18,5 cm. Qual a distância real em quilômetros entre as duas cidades?

8 / /2014 1º ano ATIVIDADE DE GEOGRAFIA PARA RECUPERAÇÃO 2ª PROVA 2º BIMESTRE CONTEÚDOS: Camadas da Terra, tipos de rocha, estrutura geológica; Teorias da tectônica de placas e da deriva continental; Agentes internos do relevo; Agentes externos do relevo; Estrutura geológica do território brasileiro. 1. Conceitue e diferencie as camadas da terra. 2. Conceitue e diferencie os tipos de rocha. 3. Conceitue e diferencie as estruturas geológicas da terra. 4. Relacione a teoria da tectônica de placas com a deriva continental. 5. Explique a ação dos agentes internos na formação do relevo terrestre. 6. O que é Vulcanismo? 7. Como se caracteriza os abalos sísmicos ou terremotos? 8. Diferencie os movimentos epirogenéticos dos movimentos orogenéticos. 9. O que é intemperismo? 10. Explique a ação dos agentes externos ou exógenos do relevo: a) Ação das águas continentais (rios). b) Ação das águas marinhas. c) Ação dos ventos. 11. Caracterize a estrutura geológica do Brasil. OBSERVAÇÃO Estude as atividades adicionais do capítulo 8, como segue: Questões: 1, 2, 3, 4, 6, 9, 10, 15, 17, 18, 21, 25, 26, 28, 31, 33, 35, 36, 38.

9 / /2014 Adriana Christinne 1º ano A/ B ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE LITERATURA CONTEÚDO: HUMANISMO/ QUINHENTISMO/ BARROCO/ ARCADISMO 1-) Sobre o Humanismo, assinale a afirmação incorreta: a) Associa-se à noção de antropocentrismo e representou a base filosófica e cultural do Renascimento. b) Teve como centro irradiador a Itália e como precursor Dante Alighieri, Boccaccio e Petrarca. c) Denomina-se também Pré-Renascentismo, ou Quatrocentismo, e corresponde ao século XV. d) Representa o apogeu da cultura provençal que se irradia da França para os demais países, por meio dos trovadores e jograis. e) Retorna os clássicos da Antiguidade greco-latina como modelos de Verdade, Beleza e Perfeição. 2-)A obra de Fernão Lopes tem um caráter: a) Puramente científico, pelo tratamento documental da matéria histórica; b) Essencialmente estético pelo predomínio do elemento ficcional; c) Basicamente histórico, pela fidelidade à documentação e pela objetividade da linguagem científica; d) Histórico-literário, aproximando-se do moderno romance histórico, pela fusão do real com o imaginário. e) Histórico-literário, pela seriedade da pesquisa histórica, pelas qualidades do estilo e pelo tratamento literário, que reveste a narrativa histórica de um tom épico e compõe cenas de grande realismo plástico, além do domínio da técnica dramática de composição. 3-) (FUVEST) Aponte a alternativa correta em relação a Gil Vicente: a) Compôs peças de caráter sacro e satírico. b) Introduziu a lírica trovadoresca em Portugal. c) Escreveu a novela Amadis de Gaula. d) Só escreveu peças e português. e) Representa o melhor do teatro clássico português. 5-)(FUVEST-SP) Indique a afirmação correta sobre o Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente: a) É intricada a estruturação de suas cenas, que surpreendem o público com a inesperado de cada situação. b) O moralismo vicentino localiza os vícios, não nas instituições, mas nos indivíduos que as fazem viciosas. c) É complexa a critica aos costumes da época, já que o autor primeiro a relativizar a distinção entre Bem e o Mal. d) A ênfase desta sátira recai sobre as personagens populares mais ridicularizadas e as mais severamente punidas. e) A sátira é aqui demolidora e indiscriminada, não fazendo referência a qualquer exemplo de valor positivo. 6-)(FUVEST-SP) Diabo, Companheiro do Diabo, Anjo, Fidalgo, Onzeneiro, Parvo, Sapateiro, Frade, Florença, Brísida Vaz, Judeu, Corregedor, Procurador, Enforcado e Quatro Cavaleiros são personagens do Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente. Analise as informações abaixo e selecione a alternativa incorreta cujas características não descrevam adequadamente a personagem. a) O Onzeneiro idolatra o dinheiro, é agiota e usurário; de tudo que juntara, nada leva para a morte, ou melhor, leva a bolsa vazia. b) O Frade representa o clero decadente e é subjugado por suas fraquezas: mulher e esporte; leva a amante e as armas de esgrima. c) O Diabo, capitão da barca do inferno, é quem apressa o embarque dos condenados; é dissimulado e irônico. d) O Anjo, capitão da barca do céu, é quem elogia a morte pela fé; é austero e inflexível. e) O Corregedor representa a justiça e luta pela aplicação integra e exata das leis; leva papéis e processos. 4-)(FUVEST-SP) Caracteriza o teatro de Gil Vicente: 7-Leia agora as seguintes estrofes, que se a) A revolta contra o cristianismo. encontram em passagens diversas de A FARSA DE b) A obra escrita em prosa. INÊS PEREIRA de Gil Vicente: c) A elaboração requintada dos quadros e cenários apresentados. Inês: d) A preocupação com o homem e com a religião. Andar! Pero Marques seja! Quero tomar por esposo e) A busca de conceitos universais. quem se tenha por ditoso de cada vez que me veja. 30 anos - Educando para a vida 30 anos - Educando para a vida

10 Por usar de siso mero, asno que leve quero, e não cavalo folão; antes lebre que leão, antes lavrador que Nero. Pero: I onde quiserdes ir vinde quando quiserdes vir, estai quando quiserdes estar. Com que podeis vós folgar que eu não deva consentir? (nota: folão, no caso, significa "bravo", "fogoso") a) A fala de Inês ocorre no momento em que aceita casar-se com Pero Marques, após o malogrado matrimônio com o escudeiro. Há um trecho nessa fala que se relaciona literalmente com o final da peça. Que trecho é esse? Qual é o pormenor da cena final da peça que ele está antecipando? b) A fala de Pero, dirigida a Inês, revela uma atitude contrária a uma característica atribuída ao seu primeiro marido. Qual é essa característica? c) Considerando o desfecho dos dois casamentos de Inês, explique por que essa peça de Gil Vicente pode ser considerada uma sátira moral. 8-)O argumento da peça "A Farsa de Inês Pereira", de Gil Vicente, consiste na demonstração do refrão popular "Mais quero asno que me carregue que cavalo que me derrube". Identifique a alternativa que NÃO corresponde ao provérbio, na construção da farsa. a) A segunda parte do provérbio ilustra a experiência desastrosa do primeiro casamento. b) O escudeiro Brás da Mata corresponde ao cavalo, animal nobre, que a derruba. c) O segundo casamento exemplifica o primeiro termo, asno que a carrega. d) O asno corresponde a Pero Marques, primeiro pretendente e segundo marido de Inês. e) Cavalo e asno identificam a mesma personagem em diferentes momentos de sua vida conjugal. 9)Humanismo é o nome que se dá à produção escrita histórica literária do final da Idade Média e início da Moderna, ou seja, parte do século XV e início do XVI, mais precisamente, de 1434 a Três atividades mais destacadas compôs esse período: a produção historiográfica de Fernão Lopes, a produção poética dos nobres, por isso dita Poesia Palaciana, e a atividade teatral de Gil Vicente. Responda: a)como o Humanismo vê o homem? b)onde e quando o Humanismo teve origem? O que aconteceu com a poesia no Humanismo? 10 As primeiras manifestações literárias que se registram na Literatura Brasileira referem-se a: a) Literatura informativa sobre o Brasil (crônica) e literatura didática, catequética (obra dos jesuítas). b) Romances e contos dos primeiros colonizadores. c) Poesia épica e prosa de ficção. d) Obras de estilo clássico, renascentista. e) Poemas românticos indianistas. 11 A literatura de informação corresponde às obras: a) barrocas; b) arcádicas; c) de jesuítas, cronistas e viajantes; d) do Período Colonial em geral; e) n.d.a. 12 Qual das afirmações não corresponde à Carta de Caminha? a) Observação do índio como um ser disposto à catequização. b) Deslumbramento diante da exuberância da natureza tropical. c) Mistura de ingenuidade e malícia na descrição dos índios e seus costumes. d) Composição sob forma de diário de bordo. e) Aproximações barrocas no tratamento literário e no lirismo das descrições. 13 (UNISA) A literatura jesuíta, nos primórdios de nossa história: a) tem grande valor informativo; b) marca nossa maturação clássica; c) visa à catequese do índio, à instrução do colono e sua assistência religiosa e moral; d) está a serviço do poder real; e) tem fortes doses nacionalistas. 13 A importância das obras realizadas pelos cronistas portugueses do século XVI e XVII é: a) determinada exclusivamente pelo seu caráter literário; b) sobretudo documental; c) caracterizar a influência dos autores renascentistas europeus; d) a deterem sido escritas no Brasil e para brasileiros; e) n.d.a. 30 anos - Educando para a vida 30 anos - Educando para a vida

11 14 Anchieta só não escreveu: a) um dicionário ou gramática da língua tupi; b) sonetos clássicos, à maneira de Camões, seu contemporâneo; c) poesias em latim, portugueses, espanhol e tupi; d) autos religiosos, à maneira do teatro medieval; e) cartas, sermões, fragmentos históricos e informações. 15 São características da poesia do Padre José de Anchieta: a) a temática, visando a ensinar os jovens jesuítas chegados ao Brasil; b) linguagem cômica, visando a divertir os índios; expressão em versos decassílabos, como a dos poetas clássicos do século XVI; c) temas vários, desenvolvidos sem qualquer preocupação pedagógica ou catequética; d) função pedagógica; temática religiosa; expressão em redondilhas, o que permitia que fossem cantadas ou recitadas facilmente. e) n.d.a. 15 (UNIV. FED. DE SANTA MARIA) Sobre a literatura produzida no primeiro século da vida colonial brasileira, é correto afirmar que: a) É formada principalmente de poemas narrativos e textos dramáticos que visavam à catequese. b) Inicia com Prosopopéia, de Bento Teixeira. c) É constituída por documentos que informam acerca da terra brasileira e pela literatura jesuítica. d) Os textos que a constituem apresentam evidente preocupação artística e pedagógica. e) Descreve com fidelidade e sem idealizações a terra e o homem, ao relatar as condições encontradas no Novo Mundo. 16. Qual a procedência da palavra barroco, como denominação de uma escola literária? 17. Quais as características do Barroco? 18. Quais as principais figuras de linguagem predominantes na literatura barroca? 19. Quais as duas tendências básicas do Barroco? 19. Quais as principais preocupações temáticas do Barroco? 20. Que outro nome recebe o cultismo? Por quê? 21. Em que consiste o Cultismo? 22. Que outro nome recebe o Conceptismo? Por quê? 23. Em que consiste o Conceptismo? 24. Qual foi a maior expressão do desalento do povo português? 25. Quem foi o principal representante do Barroco em Portugal? 26. Quais as principais obras de Vieira? 27. Como são compostos os Sermões de Vieira? 28. Quais os sermões escritos pelo Pe. Antônio Vieira? 29. Qual a cidade do Brasil foi transformada não apenas em centro político e econômico, mas também em pólo, quase único, da produção cultural? 30. Qual foi o marco inicial do Barroco no Brasil? 31. No Brasil, quem foi o representante do Barroco? 32. Quais os temas que desenvolveu em suas obras no Brasil? 33. Assinale o que não se refere ao Arcadismo: a) Época do Iluminismo (século XVIII) Racionalismo, clareza, simplicidade. b) Volta aos princípios clássicos greco-romanos e renascentistas (o belo, o bem, a verdade, a perfeição, a imitação da natureza). c) Ornamentação estilística, predomínio da ordem inversa, excesso de figuras. d) Pastoralismo, bucolismo suaves idílios campestres. e) Apóia-se em temas clássicos e tem como lema: inutilia truncat ( corta o que é inútil ). 34. Indique a alternativa errada: a) Cultismo e conceptismo são as duas vertentes literárias do estilo barroco. b) O arcadismo afirmou-se em oposição ao estilo barroco. c) O conceptismo correspondeu a um estilo fundado em agudezas ou sutilezas de pensamento, com transições bruscas e associações inesperadas entre conceitos. d) O cultismo correspondeu sobretudo a um jogo formal refinado, com uso abundante de figuras de linguagem e verdadeiras exaltação sensorial na composição das imagens e na elaboração sonora. e) O Arcadismo tendeu à obscuridade, à complicação lingüística e ao ilogismo. Nos exercícios 35 e 36, assinale, em cada um, a(s) afirmação(ões) improcedente(s) sobre o Arcadismo. 30 anos - Educando para a vida 30 anos - Educando para a vida

12 (Podem ocorrer várias em cada exercício). 35. A respeito da época em que surgiu o Arcadismo: a) o século XVIII ficou conhecido como século das luzes ; b) os enciclopedistas construíram os alicerces filosóficos da Revolução Francesa; c) o adiantamento cientifico é uma das marcas desta época histórica; d) a burguesia conhece, então, acentuado declínio em seu prestígio; e) em O Contrato Social, Rousseau aborda a origem da Autoridade. 36. Quanto à linguagem árcade: a) prefere a ordem indireta, tal como no latim literário; b) tornou-se artificial, pedante, inatural; c) procura o comedimento, a impessoalidade, a objetividade; d) manteve as ousadias expressionais do Barroco; e) promove um retorno às virtudes clássicas da clareza, da simplicidade e da harmonia. 37. Entre os escritores mais conhecidos do Grupo Mineiro, estão: a) Silva Alvarenga, Mário de Andrade, Menotti del Picchia. b) Santa Rida Durão, Cecília Meireles, Tomás Antônio Gonzaga. c) Basílio da Gama, Paulo Mendes Campos, Alvarenga Peixoto. d) Cláudio Manuel da Costa, Tomás Antônio Gonzaga, Alvarenga Peixoto. e) Alvarenga Peixoto, Fernando Sabino, Cláudio Manuel da Costa. 38. Qual a alternativa que apresenta uma associação errada? a) Barroco / Contra-Reforma. b) Arcadismo / Iluminismo c) Romantismo / Revolução Industrial. d) Arcadismo / Anti-Classicismo e) Arcadismo / Racionalismo 39. Poema satírico sobre os desmando administrativos e morais imputados a Luís da Cunha Menezes, que governou a Capitania das Minas de 1783 e 1788: a) Marília de Dirceu b) Vila Rica c) Fábula do Ribeirão do Carmo d) Caras Chilenas e) O Uruguai 40. Em seu poema épico, tenta conciliar a louvação do Marquês de Pombal e o heroísmo do índio. Afasta-se do modelo de Os Lusíadas e emprega como maravilhoso o fetichismo indígena. São heróis desse poema: a) Cacambo, Lindóia, Moema b) Diogo Álvares Correia, Paraguaçu, Moema c) Diogo Álvares Correia, Paraguaçu, Tanajura d) Cacambo, Lindóia, Gomes Freira de Andrade e) n.d.a. 41. (ITA) Uma das afirmações abaixo é incorreta. Assinale-a: a) O escritor árcade reaproveita os seres criados pela mitologia greco-romana, deuses e entidades pagãs. Mas esses mesmos deuses convivem com outros seres do mundo cristão. b) A produção literária do Arcadismo brasileiro constitui-se sobretudo de poesia, que pode ser lírico-amorosa, épica e satírica. c) O árcade recusa o jogo de palavras e as complicadas construções da linguagem barroca, preferindo a clareza, a ordem lógica na escrita. d) O poema épico Caramuru, de Santa Rita Durão, tem como assunto o descobrimento da Bahia, levado a efeito por Diogo Álvares Correia, misto de missionários e colonos português. e) A morte de Moema,índia que se deixa picar por uma serpente, como prova de fidelidade e amor ao índio Cacambo, é trecho mais conhecido da obra O Uruguai, de Basílio da Gama. 42. (ITA) Dadas as afirmações: I) O Uruguai, poema épico que antecipa em várias direções o Romantismo, é motivado por dois propósitos indisfarçáveis: exaltação da política pombalina e antijesuitismo radical. II) O (A) autor(a) do poema épico Vila Rica, no qual 30 anos - Educando para a vida 30 anos - Educando para a vida

13 exalta os bandeirantes e narra a história da atual Ouro Preto, desde a sua fundação, cultivou a poesia bucólica, pastoril, na qual menciona a natureza como refúgio. III) Em Marília de Dirceu, Marília é quase sempre um vocativo; embora tenha a estrutura de um diálogo, a obra é um monólogo só Gonzaga fala, raciocina; constantemente cai em contradição quanto à sua postura de Spastor e sua realidade de burguês. Está(ão) Correta(s): a) Apenas I b) Apenas II c) Apenas I e II d) Apenas I e III e) Todas 30 anos - Educando para a vida 30 anos - Educando para a vida

14 ATIVIDADE DE QUÍMICA 1º ANO: Frente A Aluno(a)_ 1º QUESTÃO Classifique as reações químicas abaixo: 1) 6 H 3 BO 3 ==> H 4 B 6 O H 2 O a) Síntese. b) Decomposição. c) Simples troca. d) Dupla troca. 2º QUESTÃO - 2 N 2 + O 2 ==> 2 N 2 O a) Síntese. b) Dupla troca. c) Decomposição. d) Dupla troca 3º QUESTÃO - 3 Ca + 2 AlCl 3 ==> 3 CaCl Al a) Dupla troca. b) Síntese. c) Simples troca. d) Decomposição. 4º QUESTÃO - 3 BaCl 2 + Al 2 (SO 4 ) 3 ==> 3 BaSO AlCl 3 a) Síntese. b) Simples troca. c) Decomposição. d) Dupla troca. 5º QUESTÃO - 2 HCl + Ca(OH) 2 ==> CaCl H 2 O a) Decomposição. b) Síntese. c) Dupla troca. d) Simples troca. 8º QUESTÃO - CaBr2 + 2 AgNO3 ==> 2 AgBr + Ca(NO3)2 a) Simples troca. b) Decomposição. c) Síntese. d) Dupla troca. 9º QUESTÃO - Carbonato de Cobre (+ calor) ---> óxido de Cobre + dióxido de Carbono [CuCO3 --- > CuO + CO2] é um exemplo de: a) reação de síntese ou combinação direta b) reação de decomposição c) reação de simples troca d) reação de dupla troca. 10º QUESTÃO - Cloreto de Potássio + nitrato de Prata ---> nitrato de Potássio + cloreto de Prata [KCl + AgNO3 ---> KNO3 + AgCl] é um exemplo de Adicionar pergunta à Lista de Revisão a) reação de simples troca b) reação de dupla troca c) reação de decomposição d) reação de síntese ou combinação direta. 11º QUESTÃO - Água (+ corrente elétrica) ---> Hidrogênio + Oxigênio [2 H2O ---> 2 H2 + O2] é um exemplo de 6º QUESTÃO - P O 2 ==> 2 P 2 O 5 a) Síntese. b) Dupla troca. c) Simples troca. d) Decomposição. 7º QUESTÃO - Ferro + ácido Sulfúrico ---> sulfato Ferroso + Hidrogênio [Fe + H2SO4 ---> FeSO4 + H2] é um exemplo de Adicionar pergunta à Lista de Revisão a) reação de decomposição b) reação de síntese ou combinação direta c) reação de simples troca d) reação de dupla troca. a) reação de simples troca b) reação de síntese ou combinação direta c) reação de decomposição d) reação de dupla troca. 12º QUESTÃO - Magnésio + sulfato de Cobre ---> sulfato de Magnésio + Cobre [Mg + CuSO4 ---> MgSO4 + Cu] é um exemplo de a) reação de decomposição b) reação de síntese ou combinação direta c) reação de dupla troca d) reação de simples troca. 30 anos - Educando para a vida 30 anos - Educando para a vida

15 13º QUESTÃO - Zinco + ácido Hidroclórico ---> cloreto de Zinco + Hidrogênio [Zn + 2 HCl ---> ZnCl2 + H2] é um exemplo de: a) reação de síntese ou combinação direta b) reação de dupla troca c) reação de simples troca d) reação de decomposição. 14º QUESTÃO - Ferro + Enxofre ---> sulfeto de Ferro [Fe + S ---> FeS] é um exemplo de a) reação de simples troca b) reação de decomposição c) reação de síntese ou combinação direta d) reação de dupla troca. 15º QUESTÃO - Classifique as reações a seguir: a) CuCl 2 + H 2 SO 4 CuSO HCl b) Zn + 2 HCl ZnCl 2 + H 2 16º QUESTÃO - Assinale a alternativa que apresenta dois produtos caseiros com propriedades alcalinas: a) detergente e vinagre. b) sal e coalhada. c) leite de magnésia e sabão. d) bicarbonato e açúcar. e) coca cola e água de cal. 17º QUESTÃO - De uma certa substância, faz-se às afirmações a seguir: I. Reage com ácido, dando sal e água. II. Em presença de água, sofre dissociação iônica parcial. III. Em solução aquosa, torna a fenolftaleína vermelha. A substância que se enquadra nas propriedades dadas é: a) BaSO 4 b) CH 4 c) Mg(OH) 2 d) SO 3 e) HCl. c) P 2 O H 2 O 2 H 3 PO 4 d) CuSO NaOH Cu(OH) 2 + Na 2 SO 4 e) Cu(OH) 2 CuO + H 2 O f) AgNO 3 + NaCl AgCl + NaNO 3 18º QUESTÃO - O hidróxido de sódio é um sólido iônico branco, altamente higroscópico. Sendo uma base muito forte, possui efeito altamente corrosivo sobre a pele. A fórmula química do hidróxido de sódio é e, quanto à força podemos classificá-la como uma base. g) CaO + CO 2 CaCO 3 h) 2 H 2 O 2 H 2 + O 2 i) Cu + H 2 SO 4 CuSO 4 + H 2 j) 2 AgBr 2 Ag + Br 19º QUESTÃO - Para desentupir um cano de cozinha e para combater a acidez estomacal, necessita-se respectivamente, de uma base forte e solúvel e de uma base fraca e parcialmente solúvel. Consultando a tabela acima, conclui-se que as fórmulas dessas bases podem ser: a) Ba(OH)2 e Fe(OH)3. b) Al(OH)3 e NaOH. c) KOH e Ba(OH)2. d) Cu(OH)2 e Mg(OH)3. e) NaOH e Mg(OH)2. 30 anos - Educando para a vida 30 anos - Educando para a vida

16 20º QUESTÃO - Na natureza não são encontradas jazidas de ácido sulfúrico, ácido nítrico, ácido clorídrico, soda cáustica, cal extinta etc. Todos são fabricados industrialmente. Cite respectivamente as fórmulas das substâncias mencionadas no texto: 30 anos - Educando para a vida 30 anos - Educando para a vida

17 /06/2014 Mariano Rolindo da Cruz 1º EM 1. Preencha o cabeçalho da avaliação com nome e sobrenome e o número. 2. Verifique se o número de questões e paginação estão corretos. 3. Cada questão possui sua pontuação, verifique. 4. A avaliação deve ser feita com caneta esferográfica azul ou preta. 5. A prova não deverá conter rasura. 6. O quadrículo no canto superior direito é para uso do(a) professor(a). 7. Não peça material emprestado durante a prova. 8. Não é permitido o uso de celular, calculadora e mp3. 9. Ao escrever, respeite as regras ortográficas e utilize letra legível. 10. Após a correção da avaliação, solicite a assinatura do responsável no local indicado. 1ª Sociologia (Rec) 2º CONTEÚDOS: O que são processos sociais de interação, Status e papéis sociais, Grupos sociais e instituições, Os diferentes tipos de grupos sociais e instituições. 1º Diferencie os processos sociais de competição e conflito. Dê exemplos. 2º Explique Status atribuído e cite exemplo. 3º Segundo os sociólogos, como podemos diferenciar agregação de categoria. 4º Defina grupos de pressão e Dê exemplos. 5º Cite três tipos de instituições encontradas em grande parte das sociedades atuais. 6º Comente como socialização secundária ocorre no meio social. 7 Relacione os processos de acomodação e assimilação com as situações de conflito. 8º Conceitue Status adquirido e justifique com exemplo. 9º Defina o processo social básico por acomodação. 10º Caracterize grupo social e dê exemplos. 11º Comente a frase: Para o cérebro, dinheiro é bom, mas status é melhor. 12º Quais seriam as finalidades comuns da maioria das instituições sociais? 13º Dê exemplos de valores e princípios morais que são compartilhados pela maioria do grupo social ou sociedade a que pertencemos. 14º Por que ao observarmos o grupo de alunos da nossa sala de aula estudando, ou ao observarmos a foto do grupo de jogadores do time de futebol, não estaremos vendo uma instituição educacional e esportiva, propriamente dita? 15º Por que dizemos que a cooperação é uma forma de ação conjugada, e que pode ser consciente ou inconsciente? Exemplifique. Obs.: *Fazer a leitura de todo o conteúdo (Aula 07,08,09 e 10), em seguida responda as questões. * Depois revise com atenção, tirando as duvidas. Boas férias! 30 anos Educando para a Vida 30 anos Educando para a Vida

18 1º ANO EM BIOLOGIA B PROFESSORA ANNIE Fisiologia Vegetal Banco de Questões 1. Em determinada condição de luminosidade (ponto de compensação fótico), uma planta devolve para o ambiente, na forma de gás carbônico, a mesma quantidade de carbono que fixa, na forma de carboidrato, durante a fotossíntese. Se o ponto de compensação fótico é mantido por certo tempo, a planta a) morre rapidamente, pois não consegue o suprimento energético de que necessita. b) continua crescendo, pois mantém a capacidade de retirar água e alimento do solo. c) continua crescendo, pois mantém a capacidade de armazenar o alimento que sintetiza. d) continua viva, mas não cresce, pois consome todo o alimento que produz. e) continua viva, mas não cresce, pois perde a capacidade de retirar do solo os nutrientes de que necessita. 2. Os tropismos observados em plantas superiores são crescimentos induzidos por hormônios vegetais e direcionados por influências do ambiente. A curvatura do caule em direção à luz e da raiz em direção ao solo são exemplos típicos de fototropismo e geotropismo positivos, repectivamente. Tais movimentos ocorrem em decorrência da concentração diferencial de fitormônios como a... nas diferentes estruturas da planta. Altas taxas deste fitormônio, por exemplo,... o crescimento celular, o qual... a curvatura do caule em direção à luz. a) citocina promovem induz X b) auxina induzem provoca c) giberilina inibem impede d) auxina bloqueiam inibe e) citocina impedem bloqueia 3. Em uma planta, a coluna líquida dentro de vasos é arrastada para cima, o que se deve ao fato de as moléculas de água manterem-se unidas por forças de coesão. A descrição acima refere-se à condução de a) seiva bruta pelos vasos xilemáticos. b) seiva bruta pelos vasos floemáticos. c) seiva elaborada pelos vasos xilemáticos. d) seiva elaborada pelos vasos floemáticos. e) seiva bruta pelas células companheiras, anexas aos vasos floemáticos. 4.A mandioca (aipim, macaxeira) corresponde ao órgão de uma planta onde se acumulam substâncias de reserva energética que têm sua origem a) nas folhas, a partir da produção de hormônios vegetais. b) nas folhas, a partir da fotossíntese. c) nas raízes, absorvidas diretamente do solo. d) nas raízes, por relação simbiótica com bactérias. e) no caule, a partir da quebra da glicose. 5. O transporte de seiva bruta nos vegetais vasculares ocorre devido a diversos fenômenos fisiológicos, tais como: I capilaridade; II transpiração foliar; III plasmólise celular; IV maior pressão da raiz; V menor pressão das folhas. Estão corretas: a) todas. b) apenas II e IV. c) apenas II, III, IV e V. d) apenas I, II, IV e V. e) apenas I, III e V. 6. Leia o fragmento que segue, extraído de Asa Branca (Luís Gonzaga e Humberto Teixeira): Que braseiro, que fornaia, Nem um pé de prantação, Por farta d água, perdi meu gado, Morreu de sede meu alazão... As espécies vegetais típicas do contexto geográfico focalizado acima apresentam as seguintes adaptações: a) rápido mecanismo de abertura e fechamento de estômatos folhas cerificadas. b) presença de estruturas foliares modificadas em espinhos raízes adventícias. c) aumento significativo da superfície foliar raízes com alto poder absortivo.

19 d) capacidade de armazenamento de água associação de micorrizas. 7. Indique a alternativa que apresenta a associação correta entre a estrutura e o processo envolvidos com a eliminação de água, no estado líquido, pelas plantas: a) pêlos absorventes absorção b) hidatódios gutação c) haustórios transpiração d) gavinhas evaporação 8.Observe os ítens I É produzido principalmente no meristema apical da raiz. II O seu principal efeito é promover o crescimento das raízes e caules. III Inibe o desenvolvimento das gemas laterais. IV Estimula o crescimento e amadurecimento dos frutos. Das afirmações acima, a respeito do hormônio vegetal auxina, são verdadeiras: a) I, II, III e IV. b) apenas I, III e IV. c) apenas III e IV. d) apenas I, II e III. e) apenas II, III e IV. 9. Para se obter a ramificação do caule de uma planta, como a azaléia por exemplo, deve-se: a) aplicar adubo com alto teor de fosfato na planta, de modo a estimular a síntese de clorofila e maior produção de ramos. b) aplicar hormônio auxina nas gemas laterais, de modo a estimular o seu desenvolvimento e conseqüente produção de ramos. c) manter a planta por algum tempo no escuro, de modo a estimular a produção de gás etileno, um indutor de crescimento caulinar. d) cortar as pontas das raízes, de modo a evitar seu desenvolvimento e permitir maior crescimento das outras partes da planta. e) cortar as pontas dos ramos, de modo a eliminar as gemas apicais que produzem hormônios inibidores do desenvolvimento das gemas laterais. 10. Ao se fazer uma cerca viva podam-se os ápices das plantas. Essa técnica, desenvolvida pelos agricultores muito antes de se conhecer os hormônios vegetais, consiste em: a) estimular a dominância apical. b) estimular a dormência das gemas laterais. c) estimular a produção de auxina para manter a dominância apical. d) impedir a quebra da dormência das gemas laterais. e) impedir a produção de auxinas pelas gemas apicais, que inibem as gemas laterais.

20 / /2014 9º ano Física CONTEÚDOS: Equações do Segundo Grau, Equações Biquadradas, Equações Irracionais 1. Uma força constante de 20 N produz, em um corpo, um deslocamento de 0,5 m no mesmo sentido da força. Calcule o trabalho realizado por essa força. 2. Um carrinho é deslocado num plano horizontal sob a ação de uma força horizontal de 50 N. Sendo 400 J o trabalho realizado por essa força, calcule a distância percorrida. 3. Sobre um corpo de massa 10 kg, inicialmente em repouso, atua uma força F que faz variar sua velocidade para 28 m/s em 4 segundos. Determine: a) a aceleração do corpo; b) o valor da força F; c) o trabalho realizado pela força F para deslocar o corpo de 6 m. 4. Um carro percorre uma estrada reta e horizontal, em movimento uniforme, com velocidade constante de 20 m/s, sob a ação de uma força de 1800 N exercida pelo motor. Calcule o trabalho realizado pelo motor em 4s. 5. Um corpo de massa 12kg está submetido a diversas forças, cuja resultante F é constante. A velocidade do corpo num ponto M é de 4,0m/s e num outro ponto N é de 7,0m/s. Determine o trabalho realizado pela força Fù no deslocamento de M para N é, em joules, de 6. Com base na figura a seguir, calcule a menor velocidade com que o corpo deve passar pelo ponto A para ser capaz de atingir o ponto B. Despreze o atrito e considere g = 10 m/s Na figura a seguir, tem-se uma mola de massa desprezível e constante elástica 200N/m, comprimida de 20cm entre uma parede e um carrinho de 2,0kg. Quando o carrinho é solto, toda energia mecânica da mola é transferida ao mesmo. Desprezando-se o atrito, pede-se: a) nas condições indicadas na figura, o valor da força que a mola exerce na parede. b) a velocidade com que o carrinho se desloca, quando se desprende da mola.

Aula 13.2 Conteúdo: O Quinhentismo: os jesuítas e o trabalho missionário INTERATIVIDADE FINAL LÍNGUA PORTUGUESA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA

Aula 13.2 Conteúdo: O Quinhentismo: os jesuítas e o trabalho missionário INTERATIVIDADE FINAL LÍNGUA PORTUGUESA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Aula 13.2 Conteúdo: O Quinhentismo: os jesuítas e o trabalho missionário Habilidades: Conhecer o trabalho missionário jesuítico na figura de seu principal mentor: Padre José de Anchieta Revisão 1º Período

Leia mais

1) Faça o balanceamento das equações abaixo:

1) Faça o balanceamento das equações abaixo: PROFESSORA: GIOVANA CARABALLO MELATTI DATA: / /2015 COMPONENTE CURRICULAR: QUÍMICA LISTA DE EXERCÍCIOS DE SALA ALUNO: LISTA DE EXERCÍCIOS REVISÃO 1) Faça o balanceamento das equações abaixo: a) C 2 H 6

Leia mais

28/10/2013. HORMÔNIOS VEGETAIS ou FITORMÔNIOS

28/10/2013. HORMÔNIOS VEGETAIS ou FITORMÔNIOS HORMÔNIOS VEGETAIS ou FITORMÔNIOS Vegetais são capazes de controlar seu desenvolvimento e crescimento de acordo com as condições ambientais, e de reagir a estímulos ambientais; Essas atividades são controladas

Leia mais

Aluno(a): Código: 2 Rua T-53 Qd. 92 Lt. 10/11 nº 1356 Setor Bueno 62-3285-7473 www.milleniumclasse.com.br

Aluno(a): Código: 2 Rua T-53 Qd. 92 Lt. 10/11 nº 1356 Setor Bueno 62-3285-7473 www.milleniumclasse.com.br Aluno(a):_ Código: Série: 1ª Turma: Data: / / 01. O casal Fernando e Isabel planeja ter um filho e ambos têm sangue do tipo A. A mãe de Isabel tem sangue do tipo O. O pai e a mãe de Fernando têm sangue

Leia mais

Av. Moaci, 965 Moema São Paulo SP CEP: 04083-002 Tel. +55 (11) 2532-4813 www.geekie.com.br. Prezados colégios,

Av. Moaci, 965 Moema São Paulo SP CEP: 04083-002 Tel. +55 (11) 2532-4813 www.geekie.com.br. Prezados colégios, Prezados colégios, Buscando atender a demanda por GeekieTestes para o 1º e 2º anos do Ensino Médio, elaboramos nossa Matriz Geekie de Avaliação para 2014. Nela, buscamos contemplar os principais conteúdos

Leia mais

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira UFRGS FISIOLOGIA VEGETAL

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira UFRGS FISIOLOGIA VEGETAL UFRGS FISIOLOGIA VEGETAL 1. (Ufrgs 2015) A coluna à esquerda, abaixo, lista dois hormônios vegetais; a coluna à direita, funções que desempenham. Associe adequadamente a coluna direita com a esquerda.

Leia mais

Física Fácil prof. Erval Oliveira. Aluno:

Física Fácil prof. Erval Oliveira. Aluno: Física Fácil prof. Erval Oliveira Aluno: O termo trabalho utilizado na Física difere em significado do mesmo termo usado no cotidiano. Fisicamente, um trabalho só é realizado por forças aplicadas em corpos

Leia mais

Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor

Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor Curso: EF II Ano: 9º ano A/B Componente Curricular: Ciências Naturais Professor: Mario

Leia mais

2. 1 A poesia trovadoresca - Leitura de cantigas de amor e de amigo semântico, sintático, lexical e sonoro;

2. 1 A poesia trovadoresca - Leitura de cantigas de amor e de amigo semântico, sintático, lexical e sonoro; EIXO TEMÁTICO: 1 TEXTO LITERÁRIO E NÃO LITERÁRIO 1) Analisar o texto em todas as suas dimensões: semântica, sintática, lexical e sonora. 1. Diferenciar o texto literário do não-literário. 2. Diferenciar

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2D

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2D CADERNO DE EXERCÍCIOS 2D Ensino Fundamental Ciências da Natureza II Habilidade da Questão Conteúdo Matriz da EJA/FB 01 Fisiologia Vegetal (Transporte e absorção de H34, H40, H41, H63 substâncias); Fotossíntese

Leia mais

Beatriz Físico-Química Substâncias puras e misturas, mudanças de estado físico e separação de misturas.

Beatriz Físico-Química Substâncias puras e misturas, mudanças de estado físico e separação de misturas. 1ª série Beatriz Físico-Química Substâncias puras e misturas, mudanças de estado físico e separação de misturas. Simone - setor B. Química Geral Modelos Atômicos. Distribuição Eletrônica. Danilo - Mecânica

Leia mais

TIPOS DE REAÇÕES QUÍMICAS MATERIAL RETIRADO PARCIALMENTE OU NA INTEGRA DE LISTAS DE EXERCÍCIOS ENCONTRADAS NA INTERNET

TIPOS DE REAÇÕES QUÍMICAS MATERIAL RETIRADO PARCIALMENTE OU NA INTEGRA DE LISTAS DE EXERCÍCIOS ENCONTRADAS NA INTERNET TIPOS DE REAÇÕES QUÍMICAS MATERIAL RETIRADO PARCIALMENTE OU NA INTEGRA DE LISTAS DE EXERCÍCIOS ENCONTRADAS NA INTERNET 1. Unifor-CE O metal potássio reage vigorosamente com água, produzindo hidrogênio

Leia mais

ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO

ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO IX Olimpíada Capixaba de Química 2011 Prova do Grupo II 2 a série do ensino médio Fase 02 Aluno: Idade: Instituição de Ensino: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS

Leia mais

COMUNICADO Nº 32/2014 SÉRIE: 1º ano / Ensino Médio ASSUNTO: Conteúdo das Avaliações Bimestrais. 1º ano D. Arte

COMUNICADO Nº 32/2014 SÉRIE: 1º ano / Ensino Médio ASSUNTO: Conteúdo das Avaliações Bimestrais. 1º ano D. Arte COMUNICADO Nº 32/2014 SÉRIE: 1º ano / Ensino Médio ASSUNTO: Conteúdo das Avaliações Bimestrais Arte -Resumo Arte feminino plural Função pragmática ou utilitária Função naturalista As linguagens artísticas

Leia mais

Ec = 3. 10 5 J. Ec = m v 2 /2

Ec = 3. 10 5 J. Ec = m v 2 /2 GOIÂNIA, / / 015 PROFESSOR: MARIO NETO DISCIPLINA:CIÊNCIA NATURAIS SÉRIE: 9º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Uma das formas de energia, que chamamos de energia mecânica, que pode ser das seguintes

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 2ª Etapa 2013 Disciplina: Literatura Ano: 2013 Professor (a): Felipe Amaral Turma: 1º ano FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo

Leia mais

1º Ano A e B do Ensino Médio

1º Ano A e B do Ensino Médio 1º Ano A e B do Ensino Médio Recife, 12 de junho de 2015. A avaliação deve ser encarada como reorientação para uma aprendizagem melhor e para a melhoria do sistema de ensino ( Mere Abramowicz). Prezados

Leia mais

Século XIX na Europa as inovações na arte. Predomínio do neoclassicismo ou academicismo

Século XIX na Europa as inovações na arte. Predomínio do neoclassicismo ou academicismo Século XIX na Europa as inovações na arte { Predomínio do neoclassicismo ou academicismo ANTIGUIDADE CLÁSSICA IDADE MÉDIA NEOCLASSICISMO OU ACADEMICISMO ROMANTISMO RENASCIMENTO BARROCO ROCOCÓ NEOCLÁSSICO

Leia mais

Você acha que o rapaz da figura abaixo está fazendo força?

Você acha que o rapaz da figura abaixo está fazendo força? Aula 04: Leis de Newton e Gravitação Tópico 02: Segunda Lei de Newton Como você acaba de ver no Tópico 1, a Primeira Lei de Newton ou Princípio da Inércia diz que todo corpo livre da ação de forças ou

Leia mais

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS CICLOS BIOGEOQUÍMICOS O fluxo de energia em um ecossistema é unidirecional e necessita de uma constante renovação de energia, que é garantida pelo Sol. Com a matéria inorgânica que participa dos ecossistemas

Leia mais

Programa de Provas Módulo I

Programa de Provas Módulo I UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI PROGRAMA DE ACESSO SERIADO (PAS) Programa de Provas Módulo I O programa das matérias do 1º módulo do PAS relaciona-se aos conteúdos curriculares indicados pelos

Leia mais

CONCURSO VESTIBULAR DE INVERNO PUC-Rio 2009

CONCURSO VESTIBULAR DE INVERNO PUC-Rio 2009 CONCURSO VESTIBULAR DE INVERNO PUC-Rio 2009 PARA TODOS OS CURSOS, EXCETO PARA OS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO E DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROVA OBJETIVA DE CIÊNCIAS NATURAIS (BIOLOGIA,

Leia mais

AUTO DA BARCA DO INFERNO GIL VICENTE

AUTO DA BARCA DO INFERNO GIL VICENTE AUTO DA BARCA DO INFERNO GIL VICENTE Para se compreender o Auto da Barca do Inferno deve-se ter em mente que essa obra foi escrita em um período da história que corresponde à transição da Idade média

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final Disciplina: Química Ano: 2012 Professor (a): Elisa Landim Turma: 1º FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação. Faça a lista

Leia mais

LITERATURA BRASILEIRA - ALGUNS ELEMENTOS INFLUENCIADORES

LITERATURA BRASILEIRA - ALGUNS ELEMENTOS INFLUENCIADORES 1 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA DEPARTAMENTO DE LETRAS E ARTES DLA LICENCIATURA EM LETRAS COM A LÍNGUA INGLESA LITERATURA BRASILEIRA I Professor: Manoel Anchieta Nery JOÃO BOSCO DA SILVA (prof.bosco.uefs@gmail.com)

Leia mais

Professora Sonia - Química para o Vestibular Questões Resolvidas Hidrólise Salina (com respostas e resoluções no final)

Professora Sonia - Química para o Vestibular Questões Resolvidas Hidrólise Salina (com respostas e resoluções no final) Questões Resolvidas Hidrólise Salina (com respostas e resoluções no final) 01. (Uftm) Em soluções aquosas de acetato de sódio, o íon acetato sofre hidrólise: 3 l 3 CH COO (aq) + H O( ) CH COOH (aq) + OH

Leia mais

Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza

Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza 1) a-) Calcular a solubilidade do BaSO 4 em uma solução 0,01 M de Na 2 SO 4 Dissolução do Na 2 SO 4 : Dado: BaSO

Leia mais

CONTEÚDO DE PROVA DO 1º BIMESTRE 1º ANO ENSINO MÉDIO

CONTEÚDO DE PROVA DO 1º BIMESTRE 1º ANO ENSINO MÉDIO CONTEÚDO DE PROVA DO 1º BIMESTRE 1º ANO ENSINO MÉDIO IMPORTANTE!!! O ALUNO DEVE ESTUDAR ALÉM DOS CONTEÚDOS ABAIXO, O DO CADERNO, LIVRO E CADERNO DE ATIVIDADES. Disciplina Data da prova Conteúdo Apresentação

Leia mais

UNOCHAPECÓ Lista 03 de exercícios Mecânica (lançamento de projéteis) Prof: Visoli

UNOCHAPECÓ Lista 03 de exercícios Mecânica (lançamento de projéteis) Prof: Visoli UNOCHAPECÓ Lista 03 de exercícios Mecânica (lançamento de projéteis) Prof: Visoli 1. A figura abaixo mostra o mapa de uma cidade em que as ruas retilíneas se cruzam perpendicularmente e cada quarteirão

Leia mais

Programa de Retomada de Conteúdo - 3º Bimestre

Programa de Retomada de Conteúdo - 3º Bimestre Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio Regular. Rua Cantagalo 313, 325, 337 e 339 Tatuapé Fones: 2293-9393 e 2293-9166 Diretoria de Ensino Região LESTE 5 Programa de Retomada de Conteúdo

Leia mais

Lista de exercícios sobre funções inorgânicas.

Lista de exercícios sobre funções inorgânicas. Lista de exercícios sobre funções inorgânicas. 1. X é uma substância gasosa nas condições ambientes. Quando liquefeita, praticamente não conduz corrente elétrica, porém forma solução aquosa que conduz

Leia mais

Lista de Exercícios - Unidade 6 Aprendendo sobre energia

Lista de Exercícios - Unidade 6 Aprendendo sobre energia Lista de Exercícios - Unidade 6 Aprendendo sobre energia Energia Cinética e Potencial 1. (UEM 01) Sobre a energia mecânica e a conservação de energia, assinale o que for correto. (01) Denomina-se energia

Leia mais

P2 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 11/10/08

P2 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 11/10/08 P2 - PROVA DE QUÍMICA GERAL - 11/10/08 Nome: Gabarito Nº de Matrícula: Turma: Assinatura: Questão Valor Grau Revisão 1 a 2,5 2 a 2,5 3 a 2,5 4 a 2,5 Total 10,0 Constantes: R 8,314 J mol -1 K -1 0,0821

Leia mais

Centro Educacional Juscelino Kubitschek

Centro Educacional Juscelino Kubitschek Caro estudante, Centro Educacional Juscelino Kubitschek ALUNO: N.º: DATA: / / ENSINO: ( ) Fundamental ( x ) Médio SÉRIE: _1º TURMA: TURNO: DISCIPLINA: _Português PROFESSOR (A): Equipe de Português ROTEIRO

Leia mais

PARTE 1 TESTES DE ESCOLHA SIMPLES

PARTE 1 TESTES DE ESCOLHA SIMPLES FUNDAÇÃO ESCOLA TÉCNICA LIBERATO SALZANO VIEIRA DA CUNHA VIII OLIMPÍADA DE QUÍMICA DA LIBERATO OQL DATA: 24/08/2013 MODALIDADE: EM-1 Nº DE INSCRIÇÃO: INFORMAÇÕES Escrever o NÚMERO DE INSCRIÇÃO na grade

Leia mais

O trabalho realizado por uma força gravitacional constante sobre uma partícula é representado em termos da energia potencial U = m.

O trabalho realizado por uma força gravitacional constante sobre uma partícula é representado em termos da energia potencial U = m. Referência: Sears e Zemansky Física I Mecânica Capítulo 7: Energia Potencial e Conservação da Energia Resumo: Profas. Bárbara Winiarski Diesel Novaes. INTRODUÇÃO Neste capítulo estudaremos o conceito de

Leia mais

Biologia Fascículo 05 Lara Regina Parra de Lazzari

Biologia Fascículo 05 Lara Regina Parra de Lazzari Biologia Fascículo 05 Lara Regina Parra de Lazzari Índice Fisiologia Vegetal... 1 Hormônios Vegetais... 1 Floração... 6 Exercícios... 7 Gabarito... 9 Fisiologia Vegetal Hormônios Vegetais Auxina Giberelina

Leia mais

2ª LISTA DE EXERCÍCIOS DE LITERATURA PARA EXAME FINAL 2014 Conteúdo: QUINHENTISMO/ BARROCO PROFESSORA ROSANA 1 ANO

2ª LISTA DE EXERCÍCIOS DE LITERATURA PARA EXAME FINAL 2014 Conteúdo: QUINHENTISMO/ BARROCO PROFESSORA ROSANA 1 ANO 2ª LISTA DE EXERCÍCIOS DE LITERATURA PARA EXAME FINAL 2014 Conteúdo: QUINHENTISMO/ BARROCO PROFESSORA ROSANA 1 ANO 01 Qual a importância da Literatura de Informação? 02 Qual a obra que marca o início da

Leia mais

UNIDADE NO SI: F Newton (N) 1 N = 1 kg. m/s² F R = 6N + 8N = 14 N F R = 7N + 3N = 4 N F 2 = 7N

UNIDADE NO SI: F Newton (N) 1 N = 1 kg. m/s² F R = 6N + 8N = 14 N F R = 7N + 3N = 4 N F 2 = 7N Disciplina de Física Aplicada A 2012/2 Curso de Tecnólogo em Gestão Ambiental Professora Ms. Valéria Espíndola Lessa DINÂMICA FORÇA: LEIS DE NEWTON A partir de agora passaremos a estudar a Dinâmica, parte

Leia mais

Professores: Gilberto / Gustavo / Luciano / Maragato CURSO DOMÍNIO. Comentário: Energia de Capacitor. Comentário: Questão sobre atrito

Professores: Gilberto / Gustavo / Luciano / Maragato CURSO DOMÍNIO. Comentário: Energia de Capacitor. Comentário: Questão sobre atrito Professores: Gilberto / Gustavo / Luciano / Maragato CURSO DOMÍNIO A prova de física exigiu um bom conhecimento dos alunos. Há questões relacionadas principalmente com a investigação e compreensão dos

Leia mais

História 6A Aula 17. A Cultura Medieval

História 6A Aula 17. A Cultura Medieval História 6A Aula 17 A Cultura Medieval Cultura Medieval Síntese de elementos grecoromanos, cristãos e germânicos, reformulados com novas experiências. IGREJA CATÓLICA Instituição mais poderosa do mundo

Leia mais

Energia potencial e Conservação da Energia

Energia potencial e Conservação da Energia Energia potencial e Conservação da Energia Disciplina: Física Geral e Experimental Professor: Carlos Alberto Objetivos de aprendizagem Ao estudar este capítulo você aprenderá: Como usar o conceito de energia

Leia mais

UNIDADE 10 ESTUDOS DE MECÂNICA - INÍCIO LISTA DE EXERCÍCIOS

UNIDADE 10 ESTUDOS DE MECÂNICA - INÍCIO LISTA DE EXERCÍCIOS INTRODUÇÃO À FÍSICA turma MAN 26/2 profa. Marta F. Barroso UNIDADE 1 LISTA DE EXERCÍCIOS UNIDADE 1 ESTUDOS DE MECÂNICA - INÍCIO Exercício 1 Movendo-se com velocidade constante de 15 m/s, um trem, cujo

Leia mais

ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES E RESPECTIVOS ESPAÇOS PARA RESPOSTAS. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS

ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES E RESPECTIVOS ESPAÇOS PARA RESPOSTAS. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES E RESPECTIVOS ESPAÇOS PARA RESPOSTAS. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS A correção de cada questão será restrita somente ao que estiver registrado no espaço

Leia mais

FUNÇÕES INORGÂNICAS. Ácido, Base, Sal e Óxido. Paulo Migoto

FUNÇÕES INORGÂNICAS. Ácido, Base, Sal e Óxido. Paulo Migoto FUNÇÕES INORGÂNICAS Ácido, Base, Sal e Óxido Paulo Migoto Caderno II Frente II ÁCIDOS E BASES (HIDRÓXIDOS) Aulas 10 a 12 Paulo Migoto Funções químicas Função química corresponde a um conjunto de substâncias

Leia mais

Cadeia alimentar 3º ano

Cadeia alimentar 3º ano Cadeia alimentar 3º ano O equilíbrio ecológico depende diretamente da interação, das trocas e das relações que os seres vivos estabelecem entre si e com o ambiente. Os seres respiram, vivem sobre o solo

Leia mais

GABARITO DE BIOLOGIA FRENTE 3

GABARITO DE BIOLOGIA FRENTE 3 Módulo 09 GABARITO DE BIOLOGIA FRENTE 3 Quando ocorre o fechamento dos estômatos a condução de seiva bruta fica prejudicado bem como a entrada de gás carbônico para o processo fotossintético. 02. C O deslocamento

Leia mais

Energia potencial e Conservação da Energia

Energia potencial e Conservação da Energia Energia potencial e Conservação da Energia Disciplina: Física Geral I Professor: Carlos Alberto Objetivos de aprendizagem Ao estudar este capítulo você aprenderá: Como usar o conceito de energia potencial

Leia mais

Polaridade de moléculas

Polaridade de moléculas Polaridade de moléculas 01. (Ufscar) É molécula polar: a) C 2 H 6. b) 1,2-dicloroetano. c) CH 3 Cl. d) p-diclorobenzeno. e) ciclopropano. 02. (Mackenzie) As fórmulas eletrônicas 1, 2 e 3 a seguir, representam,

Leia mais

). Escreva a equação balanceada que representa essa transformação. Resolução: CaCO 3(s) O (,) 1 CO 2(g)

). Escreva a equação balanceada que representa essa transformação. Resolução: CaCO 3(s) O (,) 1 CO 2(g) Resolução das atividades complementares 4 Química Q59 Reações de dupla troca p. 65 1 (Fuvest-SP) A chuva ácida pode transformar o mármore das estátuas em gesso (Ca ). Escreva a equação balanceada que representa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI PROGRAMA DE ACESSO SERIADO (PAS) Programa de Provas Módulo I

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI PROGRAMA DE ACESSO SERIADO (PAS) Programa de Provas Módulo I UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI PROGRAMA DE ACESSO SERIADO (PAS) Programa de Provas Módulo I O programa das matérias do 1º módulo do PAS relaciona-se aos conteúdos curriculares indicados pelos

Leia mais

A Terra gira... Nesta aula vamos aprender um pouco mais. sobre o movimento que a Terra realiza em torno do seu eixo: o movimento de

A Terra gira... Nesta aula vamos aprender um pouco mais. sobre o movimento que a Terra realiza em torno do seu eixo: o movimento de A U A U L L A A Terra gira... Nesta aula vamos aprender um pouco mais sobre o movimento que a Terra realiza em torno do seu eixo: o movimento de rotação. É esse movimento que dá origem à sucessão dos dias

Leia mais

3) Uma mola de constante elástica k = 400 N/m é comprimida de 5 cm. Determinar a sua energia potencial elástica.

3) Uma mola de constante elástica k = 400 N/m é comprimida de 5 cm. Determinar a sua energia potencial elástica. Lista para a Terceira U.L. Trabalho e Energia 1) Um corpo de massa 4 kg encontra-se a uma altura de 16 m do solo. Admitindo o solo como nível de referência e supondo g = 10 m/s 2, calcular sua energia

Leia mais

SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO.

SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FÍSICA 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Provas contém seis questões, constituídas de itens e subitens,

Leia mais

a) o momento linear que o carrinho adquire no instante t=3 s; b) a distância percorrida pelo carrinho no terceiro intervalo de tempo.

a) o momento linear que o carrinho adquire no instante t=3 s; b) a distância percorrida pelo carrinho no terceiro intervalo de tempo. 1 - (PUC-PR-2002) Há alguns anos, noticiou-se que um avião foi obrigado a fazer um pouso de emergência em virtude de uma trinca no parabrisa causada pela colisão com uma pedra de gelo. a) o momento linear

Leia mais

Conteúdos do 1º Bimestre Ensino Médio

Conteúdos do 1º Bimestre Ensino Médio São Paulo, 6 de abril de 2015. Conteúdos do 1º Bimestre Ensino Médio 1 a Série A Matemática - Profa. Silvia - (Setor A) Resolução de problemas com conjuntos (diagramas); propriedades da potenciação e da

Leia mais

DATA: / / 2014 VALOR: 20,0 pontos NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 1ª série EM TURMA: NOME COMPLETO:

DATA: / / 2014 VALOR: 20,0 pontos NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 1ª série EM TURMA: NOME COMPLETO: DISCIPLINA: Física PROFESSORES: Marcus Sant Ana / Fabiano Dias DATA: / / 2014 VALOR: 20,0 pontos NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 1ª série EM TURMA: NOME COMPLETO: Nº: I N S T R U Ç

Leia mais

AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO CURSO DE LICENCIATURA EM ENGENHARIA QUÍMICA E BIOLÓGICA DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA

AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO CURSO DE LICENCIATURA EM ENGENHARIA QUÍMICA E BIOLÓGICA DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA Página 1 de 12 Provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior para titulares de Diploma de Especialização Tecnológica, Decreto-Lei n.º 113/2014, de

Leia mais

1) d = V t. d = 60. (km) = 4km 60 2) Movimento relativo: s V rel 80 60 = t = (h) = h = 12min

1) d = V t. d = 60. (km) = 4km 60 2) Movimento relativo: s V rel 80 60 = t = (h) = h = 12min OBSERVAÇÃO (para todas as questões de Física): o valor da aceleração da gravidade na superfície da Terra é representado por g. Quando necessário, adote: para g, o valor de 10 m/s 2 ; para a massa específica

Leia mais

Soluções das Questões de Física do Processo Seletivo de Admissão à Escola Preparatória de Cadetes do Exército EsPCEx

Soluções das Questões de Física do Processo Seletivo de Admissão à Escola Preparatória de Cadetes do Exército EsPCEx Soluções das Questões de Física do Processo Seletivo de dmissão à Escola Preparatória de Cadetes do Exército EsPCEx Questão Concurso 009 Uma partícula O descreve um movimento retilíneo uniforme e está

Leia mais

ROMANTISMO EM PORTUGAL E NO BRASIL

ROMANTISMO EM PORTUGAL E NO BRASIL AULA 10 LITERATURA PROFª Edna Prado ROMANTISMO EM PORTUGAL E NO BRASIL I - CONTEXTO HISTÓRICO Na aula passada nós estudamos as principais características do Romantismo e vimos que a liberdade era a mola

Leia mais

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA 2011/HIST8ANOEXE2-PARC-1ºTRI-I AVALIAÇÃO PARCIAL 1º TRIMESTRE

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 12014

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 12014 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 1014 ESTE CADERNO DE PROVAS DESTINA-SE AOS CANDIDATOS AOS SEGUINTES CARGOS: Agente Comunitário

Leia mais

SuperPro copyright 1994-2011 Colibri Informática Ltda.

SuperPro copyright 1994-2011 Colibri Informática Ltda. mesmo percurso. 1. (Ufpe 2005) Um submarino em combate lança um torpedo na direção de um navio ancorado. No instante do lançamento o submarino se movia com velocidade v = 14 m/s. O torpedo é lançado com

Leia mais

2 LISTA DE FÍSICA SÉRIE: 1º ANO TURMA: 2º BIMESTRE NOTA: DATA: / / 2011 PROFESSOR:

2 LISTA DE FÍSICA SÉRIE: 1º ANO TURMA: 2º BIMESTRE NOTA: DATA: / / 2011 PROFESSOR: 2 LISTA DE FÍSICA SÉRIE: 1º ANO TURMA: 2º BIMESTRE DATA: / / 2011 PROFESSOR: ALUNO(A): Nº: NOTA: Questão 1 - A cidade de São Paulo tem cerca de 23 km de raio. Numa certa madrugada, parte-se de carro, inicialmente

Leia mais

FIS-14 Lista-05 Setembro/2012

FIS-14 Lista-05 Setembro/2012 FIS-14 Lista-05 Setembro/2012 1. A peça fundida tem massa de 3,00 Mg. Suspensa em uma posição vertical e inicialmente em repouso, recebe uma velocidade escalar para cima de 200 mm/s em 0,300 s utilizando

Leia mais

Aluno (a): Série: 1 Ano Turma: - Unidade: VV JP JC - Data: / /2012.

Aluno (a): Série: 1 Ano Turma: - Unidade: VV JP JC - Data: / /2012. 2012 Física 1 ano 3º tri Aluno (a): Série: 1 Ano Turma: - Unidade: VV JP JC - Data: / /2012. Obs.: Esta lista deve ser entregue apenas ao professor no dia da aula de Recuperação. 1. A figura apresenta

Leia mais

REDE DE ENSINO FARIA BRITO COORDENAÇÃO DE ENSINO MÉDIO. 1º Ano

REDE DE ENSINO FARIA BRITO COORDENAÇÃO DE ENSINO MÉDIO. 1º Ano Língua Portuguesa - Perceber as modificações realizadas nas antigas regras de acentuação, fixando as que permanecem inalteradas pelo novo acordo ortográfico; - Conhecer as classes gramaticais; - Apresentar

Leia mais

b) A distância X, em km, entre o receptor R, no avião, e o ponto O.

b) A distância X, em km, entre o receptor R, no avião, e o ponto O. 1. (Fuvest 94) Dois carros, A e B, movem-se no mesmo sentido, em uma estrada reta, com velocidades constantes Va = 100 km/h e Vb = 80 km/h, respectivamente. a) Qual é, em módulo, a velocidade do carro

Leia mais

Observe o mapa múndi e responda.

Observe o mapa múndi e responda. EXERCÍCIOS DE REVISÃO COM RESPOSTAS PARA O EXAME FINAL GEOGRAFIA 5ª SÉRIE 1) Escreva V para verdadeiro e F para falso: ( V ) No globo terrestre, no planisfério e em outros mapas são traçadas linhas que

Leia mais

Energia Cinética e Trabalho

Energia Cinética e Trabalho Energia Cinética e Trabalho Disciplina: Física Geral I Professor: Carlos Alberto Objetivos de aprendizagem Ao estudar este capítulo você aprenderá: O que significa uma força realizar um trabalho sobre

Leia mais

A Literatura no Brasil está dividida em duas grandes eras: Que parâmetros foram utilizados para estabelecer tais era?

A Literatura no Brasil está dividida em duas grandes eras: Que parâmetros foram utilizados para estabelecer tais era? A Literatura no Brasil está dividida em duas grandes eras: Era Colonial Era Nacional Que parâmetros foram utilizados para estabelecer tais era? Evolução Política Evolução Econômica Essas eras apresentam

Leia mais

Exercícios de Fisiologia Vegetal sobre Transporte de Seiva com Gabarito

Exercícios de Fisiologia Vegetal sobre Transporte de Seiva com Gabarito Exercícios de Fisiologia Vegetal sobre Transporte de Seiva com Gabarito 1) (Fuvest-2000) Entre as plantas vasculares, uma característica que pode ser usada para diferenciar grupos é: a) presença de xilema

Leia mais

Águas do Planeta. Nascente Curso Superior Margem Direita Meandro Curso Médio Margem Esquerda Afluente Curso Inferior Foz Em Delta Foz Em Estuário

Águas do Planeta. Nascente Curso Superior Margem Direita Meandro Curso Médio Margem Esquerda Afluente Curso Inferior Foz Em Delta Foz Em Estuário PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= Águas do Planeta

Leia mais

Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico

Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico 1. (UFF 2009) Desde a Antiguidade, diversos povos obtiveram metais, vidro, tecidos, bebidas alcoólicas, sabões, perfumes, ligas metálicas, descobriram elementos

Leia mais

Mais aplicações das Leis de Newton

Mais aplicações das Leis de Newton Mais aplicações das Leis de Newton Disciplina: Física Geral I Professor: Carlos Alberto Objetivos de aprendizagem Ao estudar este capítulo você aprenderá: A natureza dos diversos tipos de força de atrito

Leia mais

NOME DO ALUNO: DISCIPLINA: Geografia ANO: 6º TURMA: FII 6 VALOR: 2,0 PROFESSOR(A): Tânia e Rita Aranda DATA: / /2013 NOTA:

NOME DO ALUNO: DISCIPLINA: Geografia ANO: 6º TURMA: FII 6 VALOR: 2,0 PROFESSOR(A): Tânia e Rita Aranda DATA: / /2013 NOTA: NOME DO ALUNO: Nº: DISCIPLINA: Geografia ANO: 6º TURMA: FII 6 VALOR: 2,0 PROFESSOR(A): Tânia e Rita Aranda DATA: / /2013 NOTA: Caro aluno, Com o objetivo de reforçar o conhecimento sobre a criação do Universo,

Leia mais

~ 1 ~ PARTE 1 TESTES DE ESCOLHA SIMPLES. Olimpíada de Química do Rio Grande do Sul 2011

~ 1 ~ PARTE 1 TESTES DE ESCOLHA SIMPLES. Olimpíada de Química do Rio Grande do Sul 2011 CATEGORIA EM-2 Nº INSCRIÇÃO: Olimpíada de Química do Rio Grande do Sul 2011 Questão 3: O chamado soro caseiro é uma tecnologia social que consiste na preparação e administração de uma mistura de água,

Leia mais

ENSINO MÉDIO. Data :23/05/2012 Etapa: 1ª Professor: MARCIA C. Nome do (a) aluno (a): Ano:1 º Turma: FG Nº

ENSINO MÉDIO. Data :23/05/2012 Etapa: 1ª Professor: MARCIA C. Nome do (a) aluno (a): Ano:1 º Turma: FG Nº Rede de Educação Missionárias Servas do Espírito Santo Colégio Nossa Senhora da Piedade Av. Amaro Cavalcanti, 2591 Encantado Rio de Janeiro / RJ CEP: 20735042 Tel: 2594-5043 Fax: 2269-3409 E-mail: cnsp@terra.com.br

Leia mais

PROFESSOR: Daniel. ALUNO (a): Data da prova: 09/05/15

PROFESSOR: Daniel. ALUNO (a): Data da prova: 09/05/15 GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: Daniel DISCIPLINA: Literatura SÉRIE: 2 ano ALUNO (a): Data da prova: 09/05/15 No Anhanguera você é + Enem LISTA DE EXERCÍCIOS P1 2 BIMESTRE O Barroco - a arte que predominou

Leia mais

[Conteúdos de Filosofia conferir na página da turma]

[Conteúdos de Filosofia conferir na página da turma] Conteúdos da Recuperação EXAME FINAL do 3º TRIMESTRE [Conteúdos de Filosofia conferir na página da turma] Conteúdos do EM - Exame Final - Filosofia. 1º ano - Unidade 1. O ser humano entre dois mundos.

Leia mais

Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA

Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA Atividade de Ciências 5º ano Nome: ATIVIDADES DE ESTUDO Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA FLORESTA AMAZÔNICA FLORESTA ARAUCÁRIA MANGUEZAL PANTANAL CAATINGA CERRADO

Leia mais

QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL. O 2(g) O 2(aq)

QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL. O 2(g) O 2(aq) QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL Questão 01 O agente oxidante mais importante em águas naturais é, sem a menor dúvida, o oxigênio molecular dissolvido, O 2. O equilíbrio entre o oxigênio

Leia mais

LISTA UERJ 2014 LEIS DE NEWTON

LISTA UERJ 2014 LEIS DE NEWTON 1. (Pucrj 2013) Sobre uma superfície sem atrito, há um bloco de massa m 1 = 4,0 kg sobre o qual está apoiado um bloco menor de massa m 2 = 1,0 kg. Uma corda puxa o bloco menor com uma força horizontal

Leia mais

MENINO JESUS P R O B L E M Á T I C A 2. 1. Calcule as potências e marque a alternativa que contém as respostas corretas de I, II

MENINO JESUS P R O B L E M Á T I C A 2. 1. Calcule as potências e marque a alternativa que contém as respostas corretas de I, II Centro Educacional MENINO JESUS Aluno (a): Data: / / Professor (a): Disciplina: Matemática 8ª série / 9º ano: P R O B L E M Á T I C A 2 1. Calcule as potências e marque a alternativa que contém as respostas

Leia mais

PORTUGUÊS BIOLOGIA FÍSICA QUÍMICA SEGUNDO SIMULADO - EM CONTEÚDOS PRIMEIRO ANO

PORTUGUÊS BIOLOGIA FÍSICA QUÍMICA SEGUNDO SIMULADO - EM CONTEÚDOS PRIMEIRO ANO SEGUNDO SIMULADO - EM CONTEÚDOS PORTUGUÊS PRIMEIRO ANO Programa da 1ª série: Interpretação de texto Linguagem figurada Trovadorismo Humanismo "Auto da barca do inferno" BIOLOGIA Características gerais

Leia mais

A) Ação global. B) Ação Antrópica. C) Ação ambiental. D) Ação tectônic

A) Ação global. B) Ação Antrópica. C) Ação ambiental. D) Ação tectônic Disciplina: Geografia Roteiro de Recuperação Ano / Série: 6º Professor (a): Gabriel Data: / / 2013 Matéria da recuperação. Superficie da Terra. Litosfera, solo e relevo 1- Analise a imagem. www.trabanca.com-acesso:

Leia mais

FIS-14 Lista-09 Outubro/2013

FIS-14 Lista-09 Outubro/2013 FIS-14 Lista-09 Outubro/2013 1. Quando um projétil de 7,0 kg é disparado de um cano de canhão que tem um comprimento de 2,0 m, a força explosiva sobre o projétil, quando ele está no cano, varia da maneira

Leia mais

ANEXO 1 CONTEÚDOS PARA O ENSINO FUNDAMENTAL EDITAL CONCURSO DE BOLSAS 2016 COLÉGIOS PROJEÇÃO

ANEXO 1 CONTEÚDOS PARA O ENSINO FUNDAMENTAL EDITAL CONCURSO DE BOLSAS 2016 COLÉGIOS PROJEÇÃO ANEXO 1 S PARA O ENSINO FUNDAMENTAL EDITAL CONCURSO DE BOLSAS 2016 COLÉGIOS PROJEÇÃO S PRÉVIOS DO 5º ANO PARA CANDIDATOS A BOLSA NO 6 ANO PORTUGUÊS Leitura e interpretação textual Artigo Substantivo (comum,

Leia mais

ANEXO I CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1 º ANO DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DE CAJAZEIRAS PARA O ANO 2014.

ANEXO I CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1 º ANO DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DE CAJAZEIRAS PARA O ANO 2014. ANEXO I CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1 º ANO DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DE CAJAZEIRAS PARA O ANO 2014. LÍNGUA PORTUGUESA: 1. Classes de palavras: - Substantivo - Adjetivo - Artigo - Numeral

Leia mais

BARROCO O que foi? O barroco foi uma manifestação que caracterizava-se pelo movimento, dramatismo e exagero. Uma época de conflitos espirituais e religiosos, o estilo barroco traduz a tentativa angustiante

Leia mais

USO EXCLUSIVO DA ORGANIZAÇÃO

USO EXCLUSIVO DA ORGANIZAÇÃO OBC 2015 Fase Final 22 de agosto de 2015 CÓDIGO OBC CADERNO 2 USO EXCLUSIVO DA ORGANIZAÇÃO TESTES FÍSICA QUÍMICA BIOLOGIA QUESTÕES TOTAL Máximo 30,0 10,0 10,0 10,0 30,0 60,0 Nota 1 Nota 2 Nota 3 01 02

Leia mais

EXERCÍCIOS DE CIÊNCIAS (6 ANO)

EXERCÍCIOS DE CIÊNCIAS (6 ANO) 1- Leia o texto a seguir e responda: EXERCÍCIOS DE CIÊNCIAS (6 ANO) Além de diminuir a poluição ambiental, o tratamento do lixo pode ter retorno econômico e social. a) Cite duas formas de se obterem produtos

Leia mais

III MOVIMENTO DE QUEDA LIVRE (M.Q.L.)

III MOVIMENTO DE QUEDA LIVRE (M.Q.L.) III MOVIMENTO DE QUEDA LIVRE (M.Q.L.) 1. INTRODUÇÃO Ao caminhar por praias do Nordeste brasileiro, uma pessoa, com certeza, passa junto de coqueiros bem carregados de cocos verdes. Em meio à bela paisagem,

Leia mais

D) As planícies brasileiras terminam, na sua grande maioria, em frentes de cuestas nome que se dá às áreas planas das praias.

D) As planícies brasileiras terminam, na sua grande maioria, em frentes de cuestas nome que se dá às áreas planas das praias. 01 - (UDESC 2008) Para classificar o relevo, deve-se considerar a atuação conjunta de todos fatores analisados a influência interna, representada pelo tectonismo, e a atuação do clima, nos diferentes tipos

Leia mais

Versão 2. Utiliza apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta.

Versão 2. Utiliza apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Teste Intermédio de Físico-Química Versão 2 Teste Intermédio Físico-Química Versão 2 Duração do Teste: 90 minutos 18.04.2013 9.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de janeiro????????????

Leia mais

FÍSICA. Questões de 01 a 04

FÍSICA. Questões de 01 a 04 GRUPO 1 TIPO A FÍS. 1 FÍSICA Questões de 01 a 04 01. Considere uma partícula presa a uma mola ideal de constante elástica k = 420 N / m e mergulhada em um reservatório térmico, isolado termicamente, com

Leia mais

SÉRIE: 2º ano EM Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA

SÉRIE: 2º ano EM Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA SÉRIE: 2º ano EM Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA QUESTÃO 01 Em uma determinada transformação foi constatado que poderia ser representada

Leia mais

Instruções. Se o Caderno estiver incompleto ou contiver imperfeição gráfica que prejudique a leitura, peça imediatamente ao Fiscal que o substitua.

Instruções. Se o Caderno estiver incompleto ou contiver imperfeição gráfica que prejudique a leitura, peça imediatamente ao Fiscal que o substitua. 2 1 Instruções Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais

atividade 2 Como ocorre o transporte de água no corpo das plantas Construir explicações a partir de observações

atividade 2 Como ocorre o transporte de água no corpo das plantas Construir explicações a partir de observações atividade 2 Como ocorre o transporte de água no corpo das plantas Construir explicações a partir de observações Nathália Helena Azevedo, Adriana Maria Zanforlin Martini e Daniela Lopes Scarpa Como citar:

Leia mais