Leia o texto abaixo, no mínimo duas vezes; isso facilitará a sua interpretação.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Leia o texto abaixo, no mínimo duas vezes; isso facilitará a sua interpretação."

Transcrição

1 4ºano 1.4 LÍNGUA PORTUGUESA 2º período 15 de maio de 2014 Cuide da organização da sua avaliação, escreva de forma legível, fique atento à ortografia e elabore respostas claras. Tudo isso será considerado na correção. I. TEXTO Leia o texto abaixo, no mínimo duas vezes; isso facilitará a sua interpretação. "Eu quero um cachorrinho!" Essa frase tão simples, vinda de uma criança de cinco anos, deu início a um verdadeiro terremoto na casa de uma jovem família. Bicho de estimação não é brinquedo Primeiro provocou assembleia familiar, pois os pais se reuniram para discutir a viabilidade de ter um cão no apartamento. Conversaram sobre os cuidados que demandam um bicho de estimação em casa, sobre a disponibilidade pessoal que eles tinham para receber o animal e conviver com ele, verificaram se as dependências da casa eram suficientes para comportar esse novo residente, sondaram a empregada para saber se ela suportaria o trabalho extra que o bicho poderia provocar. Enquanto isso, a criança insistia: "Mãe, eu quero um cachorrinho!". Os pais responderam que estavam providenciando, que ela precisava ter um pouco mais de paciência, e continuaram com a empreitada. Passaram, então, a pesquisar as raças do animal: arguiram veterinários e criadores para saber qual era a mais apropriada para conviver com uma criança pequena, que fosse dócil, de fácil treinamento, que não precisasse de muito espaço para viver bem... E a filha choramingando, pedindo o cachorrinho. Vencidas todas as etapas do processo, chega um dia o pai com o desejado cachorrinho. Se todo o investimento de tempo, dinheiro e atenção dos pais foi custoso, a reação da criança foi o suficiente para arcar com tudo: era uma alegria só. A menina não largou o cachorrinho um só minuto durante o dia todo, e o pobre suportou tudo com a maior dignidade. Mas, para espanto dos pais, no dia seguinte, a filha disse que não queria mais o cão - e ponto final. E agora? Bem que os pais tentaram convencê-la de que o cachorrinho não era um brinquedinho, de que não podia ser devolvido à loja, mas foi em vão. E lá se foi o pai devolver o cachorrinho. Afinal, é legal para uma criança a relação com um animal de estimação? Se a família pode, é muito legal. Conviver com um animal pode permitir que a criança aprenda bastante sobre a diferença entre um PÁG. 1

2 brinquedo e um ser vivo. Ter um bicho de estimação em casa, dependendo do tipo do animal, pode principalmente permitir um grande envolvimento afetivo da criança com o animal. Mas é preciso prestar atenção à idade da criança. Uma menina de cinco anos pode, sim, aprender a ter um animal em casa, desde que ela não seja a principal responsável por isso. Infelizmente, os pais da garotinha agiram com o animal como se fosse, realmente, um brinquedo. E perderam, assim, a chance de ensinar à filha muitas coisas que, claro, como tudo o mais, exige grande esforço e paciência. Muitos adolescentes também podem manifestar o desejo de ter um animal de estimação. Uma época foi moda que muitos tivessem animais exóticos no quarto: cobras e lagartos! De qualquer forma, a maioria prefere o cão, não sem razão chamado de o "melhor amigo do homem". E os adolescentes, sim, podem ser responsabilizados pelo animal e pelo desejo de tê-lo. Desde que a família aceite o fato, claro. Os filhos nessa idade estão na época em que precisam aprender que querer algo exige compromisso, esforço, dá trabalho. Brincar com o animal, aconchegá-lo no colo, ter a manifestação de alegria dele quando se chega a casa é a parte boa da coisa. Mas é preciso levar o cão para passear, limpar a sujeira que ele faz, levar ao veterinário quando preciso, providenciar alimentação adequada e tudo o mais. Essa é a parte do trabalho que é preciso que eles também façam. Caso contrário, aprendem que a vida é só prazer, só brincar. E é? (Rosely Sayão. In: Folha de S. Paulo - Equilíbrio. SP, 1º mai. 2014, p. 13. Adaptado para fins pedagógicos.) ROSELY SAYÃO é psicóloga, consultora em educação e autora de "Sexo É Sexo" (ed. Companhia das Letras); I. Estudo do vocabulário 1. Encontre, na segunda coluna, o significado que cada uma das palavras destacadas em negrito nos trechos da primeira coluna possui e numere-a de acordo. (1,2-0,1 cada resposta correta) (1) "... para discutir a viabilidade de ter um cão..." (2) "... os cuidados que demandam um bicho..." (3) "... as dependências da casa eram suficientes..." (4) "... para comportar esse novo residente..." (5) "... sondaram a empregada..." (6) "... continuaram com a empreitada." (7) "... arguiram veterinários..." (8) "... foi o suficiente para arcar com tudo..." (9) "... o pobre suportou tudo..." (10) "... com a maior dignidade..." (11) "... podem manifestar o desejo..." ( ) pesquisaram, averiguaram ( ) aguentou, tolerou, resistiu ( ) morador ( ) decência, integridade ( ) expor, revelar, demonstrar, apresentar ( ) possibilidade ( ) esquisitos, extravagantes, estranhos ( ) missão, tarefa, incumbência, encargo ( ) suportar, aguentar ( ) tanto quanto necessário, bastante ( ) precisam, exigem, requerem ( ) perguntaram (12) "... animais exóticos no quarto..." 2. Marque um X na opção correta. (0,6-0,2 cada resposta correta) a) No trecho "... para comportar esse novo residente...", a palavra comportar significa: ( ) conduzir-se adequadamente, portar-se. ( ) acolher, receber. ( ) reconhecer. ( ) encerrar. PÁG. 2

3 b) No trecho "Afinal, é legal para uma criança a relação com um animal de estimação?" a palavra legal significa: ( ) conforme a lei. ( ) ilegítimo. ( ) verdadeiro, autêntico. ( ) válido, bom, interessante. c) No trecho "Se todo o investimento de tempo, dinheiro e atenção dos pais foi custoso..." a palavra custoso significa: ( ) danado, serelepe. ( ) caro. ( ) difícil, trabalhoso. ( ) fácil. 3. Escreva uma frase utilizando o antônimo das palavras a seguir. (0,8-0,2 cada resposta correta) a) Dócil: b) Bastante: c) Paciência: d) Adequada: III. Estudo do texto 1. Complete as lacunas a seguir. (3,3-0,3 cada resposta correta) a) Frase que provocou uma "assembleia familiar" na casa da criança de cinco anos: b) Objetivo da "assembleia familiar" na casa da criança de cinco anos: c) Assuntos abordados na "assembleia familiar" na casa da criança de cinco anos: d) Os pais da menina pesquisaram sobre as raças dos cachorros porque e) Número de pessoas que compõem a família da criança de cinco anos: f) Trabalho extra que um cachorro pode provocar para a empregada: g) Cuidados que demandam um bicho de estimação em casa: h) Ao devolverem o cachorro à loja, os pais da criança de cinco anos deixaram de ensinar-lhe PÁG. 3

4 i) Parte prazerosa de se ter um bicho de estimação em casa: j) Fonte do texto: k) Objetivo desse tipo de texto: 2. Responda às questões a seguir, com frases completas. (1,8-0,3 cada resposta correta) a) De acordo com o texto, é legal para uma criança a relação com um animal de estimação? Por quê? b) Uma criança de cinco anos pode ser a principal responsável pelo animal de estimação de sua casa? Por quê? c) Segundo o texto, por que os filhos adolescentes podem ser responsabilizados pelo seu animal de estimação? d) Em sua opinião, por que a menina não quis mais o tão desejado cachorrinho? e) Por que o cão, não sem razão, é chamado de o "melhor amigo do homem"? f) Por que bicho de estimação não é brinquedo? 3. O texto termina com uma pergunta. Responda a ela. (0,3) PÁG. 4

5 V. Produção de texto "Vencidas todas as etapas do processo, chega um dia o pai com o desejado cachorrinho. Se todo o investimento de tempo, dinheiro e atenção dos pais foi custoso, a reação da criança foi o suficiente para arcar com tudo: era uma alegria só. A menina não largou o cachorrinho um só minuto durante o dia todo, e o pobre suportou tudo com a maior dignidade." Escreva um texto contando detalhadamente tudo o que aconteceu nesse dia em que a menina não largou o cachorrinho um só minuto. Descreva os detalhes do ambiente onde se passa a narrativa, as características físicas e psicológicas das personagens principais e as atividades que realizaram nesse dia. Nomeie as personagens que participam de sua narrativa. Lembre-se de organizar em seu texto a sequência dos fatos: ele deverá ter começo, meio e fim. Dê um título para seu texto. Lembre-se de que o título deve expressar a ideia central de seu texto. Utilize sinais de pontuação para marcar o fim de cada frase e letras iniciais maiúsculas nos substantivos próprios e no início de frases. As palavras, ao final da linha, devem ser separadas corretamente. Seja criativo (a)! PÁG. 5

6 Fontes consultadas: aude.htm.revistaescola.abril.com.br. Roteiro para avaliação do texto Estética do texto 1. Letra legível (0,1) 2. Margens regulares (0,1) 3. Indicação de parágrafos (0,1) Correção gramatical 1. Ortografia: 2. Pontuação: 3. Concordância nominal e verbal (0,2) Organização do texto 1. Frases estruturadas (0,2) 2. Coesão textual (0,5) 3. Adequação à proposta (0,5) 4. Criatividade (0,3) PÁG. 6

4ºano. 3º período 1.4 LÍNGUA PORTUGUESA. 30 de agosto de 2013

4ºano. 3º período 1.4 LÍNGUA PORTUGUESA. 30 de agosto de 2013 4ºano 1.4 LÍNGUA PORTUGUESA 3º período 30 de agosto de 2013 Cuide da organização da sua avaliação, escreva de forma legível, fique atento à ortografia e elabore respostas claras. Tudo isso será considerado

Leia mais

A PREENCHER PELO ALUNO

A PREENCHER PELO ALUNO Prova Final do 1.º e do 2.º Ciclos do Ensino Básico PLNM (A2) Prova 43 63/2.ª Fase/2015 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ALUNO Nome completo Documento de identificação Assinatura

Leia mais

Meu pássaro de papel

Meu pássaro de papel ALUNO (A): ANO: 3º TURMA: (A) (C) PROFESSOR (A): VALOR DA AVALIAÇÃO: 40 pontos DATA: CENTRO EDUCACIONAL SAGRADA FAMÍLIA 22 / 08 / 2013 TRIMESTRE: 2º NOTA: COMPONENTE CURRICULAR: LÍNGUA PORTUGUESA ENSINO

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL SIGMA

CENTRO EDUCACIONAL SIGMA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 1º PERÍODO/2015 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL LÍNGUA PORTUGUESA (Unidade 1) Gêneros Cantiga popular Texto informativo Relato pessoal Letra de canção Conto de fadas Conto maravilhoso

Leia mais

REDAÇÃO DISSERTAÇÃO AULA 5. Professora Sandra Franco

REDAÇÃO DISSERTAÇÃO AULA 5. Professora Sandra Franco REDAÇÃO AULA 5 Professora Sandra Franco DISSERTAÇÃO 1. Definição de Dissertação. 2. Roteiro para dissertação. 3. Partes da dissertação. 4. Prática. 5. Recomendações Gerais. 6. Leitura Complementar. 1.

Leia mais

Bem vindo à loja Materiais de Português

Bem vindo à loja Materiais de Português Bem vindo à loja Materiais de Português Este material é um demonstrativo que contém algumas páginas da Apostila de Regência. Caso queira adquirir o material completo, você pode realizar uma compra na loja.

Leia mais

Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa. O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse. O melhor amigo

Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa. O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse. O melhor amigo Instituto Presbiteriano de Educação Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse Leia o texto abaixo para responder às questões 01 a

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA 2013 LÍNGUA PORTUGUESA - 4º ANO ENSINO FUNDAMENTAL. ALUNO PROFESSORA DATA

ESCOLA ESTADUAL AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA 2013 LÍNGUA PORTUGUESA - 4º ANO ENSINO FUNDAMENTAL. ALUNO PROFESSORA DATA ESCOLA ESTADUAL AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA 2013 LÍNGUA PORTUGUESA - 4º ANO ENSINO FUNDAMENTAL. ALUNO PROFESSORA DATA Leia o texto abaixo para responder as questões 01 e 02. QUESTÃO 01 A frase Meu medo de cão

Leia mais

UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS

UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS Nessa unidade vou mostrar para você como escrever e-mails que geram resultados. Mas que resultados são esses? Quando você escreve um e-mail tem que saber

Leia mais

Como saber que meu filho é dependente químico e o que fazer. A importância de todos os familiares no processo de recuperação.

Como saber que meu filho é dependente químico e o que fazer. A importância de todos os familiares no processo de recuperação. Como saber que meu filho é dependente químico e o que fazer A importância de todos os familiares no processo de recuperação. Introdução Criar um filho é uma tarefa extremamente complexa. Além de amor,

Leia mais

MANUAL PARA CADASTRO DE PROJETOS

MANUAL PARA CADASTRO DE PROJETOS MANUAL PARA CADASTRO DE PROJETOS O QUE É O AMOR ANIMAL? É um site de financiamento coletivo, onde pessoas e/ou entidades cadastram iniciativas exclusivas para causas animais. Estes projetos ficam abertos

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDOS. 3º ano 1º trimestre / 2015. Nome: Data: / /.

ROTEIRO DE ESTUDOS. 3º ano 1º trimestre / 2015. Nome: Data: / /. ROTEIRO DE ESTUDOS 3º ano 1º trimestre / 2015 Nome: Data: / /. Querido (a) Aluno (a), Elaboramos este roteiro com dicas sobre os conteúdos trabalhados no 1º trimestre e que serão abordados nas avaliações

Leia mais

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO. O PORCO-ESPINHO

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO. O PORCO-ESPINHO ENSINO FUNDAMENTAL Conteúdos do 6º Ano 3º/4º Bimestre 2014 Trabalho de Dependência Nome: N. o : Turma: Professor(a): Monique Data: / /2014 Unidade: Cascadura Mananciais Méier Taquara Redação Resultado

Leia mais

PORTUGUÊS CIDA BISPO

PORTUGUÊS CIDA BISPO TIPO 1 PORTUGUÊS CIDA BISPO 7º UNIDADE IV Orientações: Não será aceita a utilização de corretivo; não será permitido o empréstimo de material durante a avaliação; use somente caneta esferográfica azul

Leia mais

CADERNO DE PROVA 2.ª FASE. Nome do candidato. Coordenação de Exames Vestibulares

CADERNO DE PROVA 2.ª FASE. Nome do candidato. Coordenação de Exames Vestibulares CADERNO DE PROVA 2.ª FASE Nome do candidato Nome do curso / Turno Local de oferta do curso N.º de inscrição Assinatura do candidato Coordenação de Exames Vestibulares I N S T R U Ç Õ E S LEIA COM ATENÇÃO

Leia mais

Educar filhos: cuidar mais do que proteger. Júlio Furtado www.juliofurtado.com.br

Educar filhos: cuidar mais do que proteger. Júlio Furtado www.juliofurtado.com.br Educar filhos: cuidar mais do que proteger Júlio Furtado www.juliofurtado.com.br As 4 principais tarefas dos pais DESENVOLVER: 1. Independência emocional 2. Autodisciplina 3. Capacidades 4. Moral Educar

Leia mais

5 Passos para vender mais com o Instagram

5 Passos para vender mais com o Instagram 5 Passos para vender mais com o Instagram Guia para iniciantes melhorarem suas estratégias ÍNDICE 1. Introdução 2. O Comportamento das pessoas na internet 3. Passo 1: Tenha um objetivo 4. Passo 2: Defina

Leia mais

Fábula. Obs: A estrutura das fábulas segue a mesma explicada no gênero anterior Conto. Afinal fazem parte do mesmo tipo textual: Narrativa.

Fábula. Obs: A estrutura das fábulas segue a mesma explicada no gênero anterior Conto. Afinal fazem parte do mesmo tipo textual: Narrativa. 10 Fábula O que é: Trata-se de um gênero narrativo ficcional bastante popular. É uma história curta, vivida por animais e que termina com uma conclusão ético- moral. As fábulas eram narrativas orais, e

Leia mais

O que você faria... Liliana e Michele Iacoca

O que você faria... Liliana e Michele Iacoca Nome: Ensino: F undamental 4 o ano urma: Língua Por ortuguesa T ata: D 13/8/09 Você já pensou no significado da palavra conviver? Assim como cada pessoa tem suas características físicas, cada um tem também

Leia mais

3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa Nome: CONHEÇA A HISTÓRIA DO PAPAI NOEL

3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa Nome: CONHEÇA A HISTÓRIA DO PAPAI NOEL 3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa Nome: Leia este texto para resolver as questões propostas. CONHEÇA A HISTÓRIA DO PAPAI NOEL Era uma vez um menino chamado Nicolau. Os pais

Leia mais

CARTA DA TERRA PARA CRIANÇAS

CARTA DA TERRA PARA CRIANÇAS 1 CARTA DA TERRA A Carta da Terra é uma declaração de princípios fundamentais para a construção de uma sociedade que seja justa, sustentável e pacífica. Ela diz o que devemos fazer para cuidar do mundo:

Leia mais

Checklist de 9 Itens para um E-mail Perfeito

Checklist de 9 Itens para um E-mail Perfeito Checklist de 9 Itens para um E-mail Perfeito Olá, Aqui é o Paulo Garra. Sou empreendedor e especialista em Funis de Marketing e Vendas na Internet. Ensino nos meus cursos pessoas bem intencionadas a construírem

Leia mais

Associação Lar do Neném

Associação Lar do Neném Criança Esperança 80 Associação Lar do Neném Recife-PE Marília Lordsleem de Mendonça Abraço solidário Todas as crianças são de todos : esse é o lema do Lar do Neném, uma instituição criada há 26 anos em

Leia mais

04 Os números da empresa

04 Os números da empresa 04 Os números da empresa Além de conhecer o mercado e situar-se nele, o empreendedor tem de saber com clareza o que ocorre com os números de sua empresa. Neste capítulo conheça os principais conceitos,

Leia mais

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a Página 1 1 Como escrever um Estudo de Caso O que é um estudo de caso? Um estudo de caso é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a lembre-se de escrever um estudo de caso é que o caso

Leia mais

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha Ensino Fundamental Turma: PROJETO INTERPRETA AÇÂO (INTERPRETAÇÃO) Nome do (a) Aluno (a): Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

APÊNDICE. Planejando a mudança. O kit correto

APÊNDICE. Planejando a mudança. O kit correto APÊNDICE Planejando a mudança No capítulo 11, trabalhamos o estabelecimento de um objetivo claro para a mudança. Agora, você está repleto de ideias e intenções, além de uma série de estratégias de mudança

Leia mais

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO Por que ler este livro? Você já escutou histórias de pessoas que ganharam muito dinheiro investindo, seja em imóveis ou na Bolsa de Valores? Após ter escutado todas essas

Leia mais

Linguagem de Programação

Linguagem de Programação Linguagem de Programação Aula 1 Motivação e Revisão Universidade Federal de Santa Maria Colégio Agrícola de Frederico Westphalen Curso Técnico em Informática Prof. Bruno B. Boniati www.cafw.ufsm.br/~bruno

Leia mais

Os animais. Eliseu Tonegawa mora com a família - a. www.interaulaclube.com.br. nova

Os animais. Eliseu Tonegawa mora com a família - a. www.interaulaclube.com.br. nova A U A UL LA Os animais Atenção Eliseu Tonegawa mora com a família - a esposa, Marina, e três filhos - num pequeno sítio no interior de São Paulo. Para sobreviver, ele mantém algumas lavouras, principalmente

Leia mais

A Terra dos Bons Pensamentos Manual do Professor 1

A Terra dos Bons Pensamentos Manual do Professor 1 1 A Terra dos Bons Pensamentos Manual do Professor 1 A história é apropriada para crianças de 5-12 anos e se passa em duas ilhas imaginárias. O livro é útil para debater três eixos ou temas: 1. Prevenção

Leia mais

- ENSINO. Texto 1. selva. Esse. Tempo. 1) feroz bravo.

- ENSINO. Texto 1. selva. Esse. Tempo. 1) feroz bravo. PROFESSOR: EQUIPEE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 2 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ======== ========= ========= ========= ========= ========= ======== ======== ========= == Texto 1 OLHA

Leia mais

Estimulando expectativas de futuro em adolescentes através de jogos dramáticos

Estimulando expectativas de futuro em adolescentes através de jogos dramáticos Estimulando expectativas de futuro em adolescentes através de jogos dramáticos CHARLIZE NAIANA GRIEBLER EVANDIR BUENO BARASUOL Sociedade Educacional Três de Maio Três de Maio, Rio Grande do Sul, Brasil

Leia mais

Vida Universitária Junho 2007 Ano XVII Nº 173

Vida Universitária Junho 2007 Ano XVII Nº 173 Futuro do planeta depende de mudanças de atitude e políticas públicas No dia 16 de maio, o francês Yves Mathieu, um dos mil multiplicadores treinados pelo ex-vice-presidente dos Estados Unidos, Al Gore,

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ORGANIZAÇÃO DE TRABALHOS ESCOLARES

ORIENTAÇÕES PARA ORGANIZAÇÃO DE TRABALHOS ESCOLARES ORIENTAÇÕES PARA ORGANIZAÇÃO DE TRABALHOS ESCOLARES Ao organizar um trabalho escolar é necessário que algumas normas sejam observadas pelo aluno. A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) encarrega-se

Leia mais

Descobrindo o que a criança sabe na atividade inicial Regina Scarpa 1

Descobrindo o que a criança sabe na atividade inicial Regina Scarpa 1 1 Revista Avisa lá, nº 2 Ed. Janeiro/2000 Coluna: Conhecendo a Criança Descobrindo o que a criança sabe na atividade inicial Regina Scarpa 1 O professor deve sempre observar as crianças para conhecê-las

Leia mais

Para início de conversa 9. Família, a Cia. Ltda. 13. Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35. Cardápio de lembranças 53

Para início de conversa 9. Família, a Cia. Ltda. 13. Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35. Cardápio de lembranças 53 Rio de Janeiro Sumário Para início de conversa 9 Família, a Cia. Ltda. 13 Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35 Cardápio de lembranças 53 O que o homem não vê, a mulher sente 75 Relacionamentos: as Cias.

Leia mais

Trabalhando a convivência a partir da transversalidade

Trabalhando a convivência a partir da transversalidade PROGRAMA ÉTICA E CIDADANIA construindo valores na escola e na sociedade Trabalhando a convivência a partir da transversalidade Cristina Satiê de Oliveira Pátaro 1 Ricardo Fernandes Pátaro 2 Já há alguns

Leia mais

Quando era menor de idade ficava pedindo aos meus pais para trabalhar, porém menor na época não tinha nada e precisei esperar mais alguns anos.

Quando era menor de idade ficava pedindo aos meus pais para trabalhar, porém menor na época não tinha nada e precisei esperar mais alguns anos. Como eu ganho dinheiro com o meu blog Como eu ganho dinheiro com o meu blog? Conheça agora as dicas e as formas que uso para ganhar dinheiro online. Como eu ganho dinheiro com o meu blog? Antes de começar

Leia mais

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES Introdução ao tema A importância da mitologia grega para a civilização ocidental é tão grande que, mesmo depois de séculos, ela continua presente no nosso imaginário. Muitas

Leia mais

Conta-me Histórias. Lê atentamente o texto que se segue.

Conta-me Histórias. Lê atentamente o texto que se segue. Prova de Língua Portuguesa 5.º Ano de escolaridade Ano letivo 2013 / 2014-1.ª Chamada Ano lectivo 2012 / 2013 Lê atentamente o texto que se segue. Conta-me Histórias Quando eu era pequena, os campos estavam

Leia mais

Algumas ideias para a produção textual!!!

Algumas ideias para a produção textual!!! Algumas ideias para a produção textual!!! O que é texto? Desmitificar as tradicionais aulas de produção de texto Produção escrita de diversos gêneros de textos Ter ou não aulas específicas para produção

Leia mais

Na sala de aula com as crianças

Na sala de aula com as crianças O CD Rubem Alves Novas Estórias, volume 3, abre novas janelas de oportunidade para quem gosta da literatura. Através do audiolivro podemos apreciar encantadoras histórias e deixar fluir a imaginação. Rubem

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO

CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO COLÉGIO ARNALDO 2015 CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA Aluno (a): Turma: 2º Ano Professora: Data de entrega: Valor: 20 pontos CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Leitura e interpretação de textos

Leia mais

Informativo Semanal. Ano VI. 01/08/2013. N. 273

Informativo Semanal. Ano VI. 01/08/2013. N. 273 Informativo Semanal. Ano VI. 01/08/2013. N. 273... pág 1... > De Volta para a Escola... pág 2... > A Importância da Pedagogia Curativa na Nossa Época... pág 3... > Curso Reencarnação e Carma... pág 4...

Leia mais

JONAS RIBEIRO. ilustrações de Suppa

JONAS RIBEIRO. ilustrações de Suppa JONAS RIBEIRO ilustrações de Suppa Suplemento do professor Elaborado por Camila Tardelli da Silva Deu a louca no guarda-roupa Supl_prof_ Deu a louca no guarda roupa.indd 1 02/12/2015 12:19 Deu a louca

Leia mais

SENTIR 3. TEMPO 15-20 minutos TIPO DE TEMPO contínuo

SENTIR 3. TEMPO 15-20 minutos TIPO DE TEMPO contínuo COMO USAR O MATERIAL NAS PÁGINAS A SEGUIR, VOCÊ ENCONTRA UM PASSO A PASSO DE CADA ETAPA DO DESIGN FOR CHANGE, PARA FACILITAR SEU TRABALHO COM AS CRIANÇAS. VOCÊ VERÁ QUE OS 4 VERBOS (SENTIR, IMAGINAR, FAZER

Leia mais

500 anos: O Brasil - Império na TV

500 anos: O Brasil - Império na TV 500 anos: O Brasil - Império na TV Episódio 01: A Corte desembarca na Colônia Resumo O episódio A Corte Desembarca na Colônia narra os acontecimentos históricos que envolveram a transferência da corte

Leia mais

Tema 2: Mercado. Assunto 5: Dimensionando o mercado. Unidade 1: Qual o tamanho do meu mercado

Tema 2: Mercado. Assunto 5: Dimensionando o mercado. Unidade 1: Qual o tamanho do meu mercado Tema 2: Mercado Assunto 5: Dimensionando o mercado Unidade 1: Qual o tamanho do meu mercado Olá, caro(a) aluno(a). Este material destina-se ao seu uso como aluno(a) inscrito(a) no Curso Aprender a Empreender

Leia mais

Revista Eletrônica Acolhendo a Alfabetização nos Países de Língua Portuguesa ISSN: 1980-7686 suporte@mocambras.org Universidade de São Paulo Brasil

Revista Eletrônica Acolhendo a Alfabetização nos Países de Língua Portuguesa ISSN: 1980-7686 suporte@mocambras.org Universidade de São Paulo Brasil Revista Eletrônica Acolhendo a Alfabetização nos Países de Língua Portuguesa ISSN: 1980-7686 suporte@mocambras.org Universidade de São Paulo Brasil Hernandes Santos, Amarílis Alfabetização na inclusão

Leia mais

Avaliação da aprendizagem... mais uma vez

Avaliação da aprendizagem... mais uma vez Avaliação da aprendizagem... mais uma vez Cipriano Carlos Luckesi 1 Artigo publicado na Revista ABC EDUCATIO nº 46, junho de 2005, páginas 28 e 29. Recentemente, tenho acompanhado crianças que saíram de

Leia mais

INTRODUÇÃO. Fui o organizador desse livro, que contém 9 capítulos além de uma introdução que foi escrita por mim.

INTRODUÇÃO. Fui o organizador desse livro, que contém 9 capítulos além de uma introdução que foi escrita por mim. INTRODUÇÃO LIVRO: ECONOMIA E SOCIEDADE DIEGO FIGUEIREDO DIAS Olá, meu caro acadêmico! Bem- vindo ao livro de Economia e Sociedade. Esse livro foi organizado especialmente para você e é por isso que eu

Leia mais

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS MANDE BEM NA REDAÇÃO! PARA COMEÇAR! Fonte: Guia do Participante, ENEM, 2013, p.7. TIPOLOGIA TEXTUAL Fonte: Guia do Participante, ENEM, 2013, p.16. (Anexo) RECONHECENDO O CAMPO... 1998 - Viver e aprender

Leia mais

> Folha Dirigida, 18/08/2011 Rio de Janeiro RJ Enem começa a mudar as escolas Thiago Lopes

> Folha Dirigida, 18/08/2011 Rio de Janeiro RJ Enem começa a mudar as escolas Thiago Lopes > Folha Dirigida, 18/08/2011 Rio de Janeiro RJ Enem começa a mudar as escolas Thiago Lopes Criado em 1998, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), inicialmente, tinha como objetivo avaliar o desempenho

Leia mais

O pato perto da porta o pato perto da pia o pato longe da pata o pato pia que pia

O pato perto da porta o pato perto da pia o pato longe da pata o pato pia que pia PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 2 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ==================================================================== TEXTO 1 O PATO 01- De acordo com o

Leia mais

COMO PARTICIPAR EM UMA RODADA DE NEGÓCIOS: Sugestões para as comunidades e associações

COMO PARTICIPAR EM UMA RODADA DE NEGÓCIOS: Sugestões para as comunidades e associações COMO PARTICIPAR EM UMA RODADA DE NEGÓCIOS: Sugestões para as comunidades e associações R E A L I Z A Ç Ã O A P O I O COMO PARTICIPAR EM UMA RODADA DE NEGÓCIOS: Sugestões para as comunidades e associações

Leia mais

TEATRO DE MARIONETES DE PAUL KLEE E A PRODUÇÃO DE BONECOS.

TEATRO DE MARIONETES DE PAUL KLEE E A PRODUÇÃO DE BONECOS. TEATRO DE MARIONETES DE PAUL KLEE E A PRODUÇÃO DE BONECOS. Amanda Cristina de Sousa amandita_badiana@hotmail.com E.M. Freitas Azevedo Comunicação Relato de Experiência Resumo: O presente relato trata da

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 3 PROGRAMAÇÃO DE CONTEÚDOS 2º. VOLUME. Programação de conteúdos/conhecimentos privilegiados

EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 3 PROGRAMAÇÃO DE CONTEÚDOS 2º. VOLUME. Programação de conteúdos/conhecimentos privilegiados EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 3 PROGRAMAÇÃO DE CONTEÚDOS 2º. VOLUME Programação de conteúdos/conhecimentos privilegiados Unidade 4 O mundo secreto das tocas e dos ninhos Unidade 5 Luz, sombra e ação! Unidade

Leia mais

Prevenção ao uso de drogas na escola: o que você pode fazer?

Prevenção ao uso de drogas na escola: o que você pode fazer? Prevenção ao uso de drogas na escola: o que você pode fazer? O educador pode contribuir para prevenir o abuso de drogas entre adolescentes de duas formas básicas: incentivando a reflexão e a adoção de

Leia mais

ATIVIDADES RECUPERAÇÃO PARALELA

ATIVIDADES RECUPERAÇÃO PARALELA ATIVIDADES RECUPERAÇÃO PARALELA Nome: Nº Ano: 6º Data: / /2012 Bimestre: 2º Professora: Samanta Disciplina: P1 Orientações para estudo: refaça os exercícios propostos (inclusive folha extra) e as avaliações

Leia mais

Guia de Discussão Série Eu e meu dinheiro Episódio: O pão da avó

Guia de Discussão Série Eu e meu dinheiro Episódio: O pão da avó Guia de Discussão Série Eu e meu dinheiro Episódio: O pão da avó Sumário Sobre a série... 3 Material de apoio... 3 Roteiro para uso dos vídeos em grupos... 4 Orientações para o facilitador... 4 Conduzindo

Leia mais

12/02/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República

12/02/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração da Escola Municipal Jornalista Jaime Câmara e alusiva à visita às unidades habitacionais do PAC - Pró-Moradia no Jardim do Cerrado e Jardim Mundo

Leia mais

Leia os textos e assinale a alternativa correta: 1) O que Ana quer que Pedro faça?

Leia os textos e assinale a alternativa correta: 1) O que Ana quer que Pedro faça? UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL PROGRAMA DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS PLE CERIFICADO INTERNACIONAL DE LÍNGUA PORTUGUESA CILP SIMULADO COMPREENSÃO LEITORA E ASPECTOS LINGUÍSTICOS NÍVEL BÁSICO ESCOLAR A2 Leia os

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Rafael Marques Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Minha idéia inicial de coaching era a de uma pessoa que me ajudaria a me organizar e me trazer idéias novas,

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE LÍNGUA PORTUGUESA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE LÍNGUA PORTUGUESA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE LÍNGUA PORTUGUESA Nome: Nº 8º Data / / Professor: Nota: A INTRODUÇÃO Agora, você terá a oportunidade de recuperar os conteúdos do ano por meio de um roteiro de estudo. Leia

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA OS GRUPOS QUE ESTÃO PRODUZINDO UMA: REPORTAGEM Tipos de Textos Características

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ALUNOS NOVOS. 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental 2016 Unidade Recreio

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ALUNOS NOVOS. 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental 2016 Unidade Recreio PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ALUNOS NOVOS 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental 2016 Unidade Recreio I ORIENTAÇÕES GERAIS a) As famílias que desejarem conhecer a Escola e inscrever seus filhos para o processo

Leia mais

QUE TIPO DE PESSOA QUERO EM MINHA EQUIPE? Crédito da Apresentação: Diretora Milene Nader

QUE TIPO DE PESSOA QUERO EM MINHA EQUIPE? Crédito da Apresentação: Diretora Milene Nader QUE TIPO DE PESSOA QUERO EM MINHA EQUIPE? Crédito da Apresentação: Diretora Milene Nader VOCÊ CONHECE ALGUÉM QUE: Quer ganhar dinheiro; Quer uma renda extra; Deseja conhecer pessoas e fazer novas amizades;

Leia mais

EDUCAÇÃO INCLUSIVA. Porque [...] temos direito à diferença, quando a igualdade nos descaracteriza. (Boaventura de Souza Santos)

EDUCAÇÃO INCLUSIVA. Porque [...] temos direito à diferença, quando a igualdade nos descaracteriza. (Boaventura de Souza Santos) EDUCAÇÃO INCLUSIVA Porque [...] temos direito à diferença, quando a igualdade nos descaracteriza. (Boaventura de Souza Santos) O QUE É INCLUSÃO? Inclusão é o privilégio de conviver com as diferenças. É

Leia mais

Junto com todos os povos da Terra nós formamos uma grande família. E cada um de nós compartilha a responsabilidade pelo presente e pelo futuro

Junto com todos os povos da Terra nós formamos uma grande família. E cada um de nós compartilha a responsabilidade pelo presente e pelo futuro para crianças Junto com todos os povos da Terra nós formamos uma grande família. E cada um de nós compartilha a responsabilidade pelo presente e pelo futuro bem-estar da família humana e de todo o mundo

Leia mais

Manual prático de criação publicitária. (O dia-a-dia da criação em uma agência)

Manual prático de criação publicitária. (O dia-a-dia da criação em uma agência) Manual prático de criação publicitária (O dia-a-dia da criação em uma agência) MANUAL final2.indd 1 14/3/2006 23:19:58 Flávio Waiteman Manual prático de criação publicitária (O dia-a-dia da criação em

Leia mais

Histórias em Sequência

Histórias em Sequência Histórias em Sequência Objetivo Geral Através das histórias em sequência fazer com que os alunos trabalhem com a oralidade, escrita, causalidade e vivências pessoais. Objetivos Específicos Trabalho envolvendo

Leia mais

Olá meninos, vocês parecem contrariados. O que aconteceu?

Olá meninos, vocês parecem contrariados. O que aconteceu? Olá meninos, vocês parecem contrariados. O que aconteceu? Puxa, o lixo é mesmo um problema muito sério. Vocês sabiam que muitos animais silvestres estão morrendo porque confundem lixo com comida? Sério?

Leia mais

4ºano. 2º período 1.4 CIÊNCIAS. 11 de junho de 2014

4ºano. 2º período 1.4 CIÊNCIAS. 11 de junho de 2014 4ºano 1.4 CIÊNCIAS 2º período 11 de junho de 2014 Cuide da organização da sua avaliação, escreva de forma legível, fique atento à ortografia e elabore respostas claras. Tudo isso será considerado na correção.

Leia mais

Qual o Sentido do Natal?

Qual o Sentido do Natal? Qual o Sentido do Natal? Por Sulamita Ricardo Personagens: José- Maria- Rei1- Rei2- Rei3- Pastor 1- Pastor 2- Pastor 3-1ª Cena Uma música de natal toca Os personagens entram. Primeiro entram José e Maria

Leia mais

EDUCAÇÃO ALGÉBRICA, DIÁLOGOS E APRENDIZAGEM: UM RELATO DO TRABALHO COM UMA PROPOSTA DIDÁTICA 1

EDUCAÇÃO ALGÉBRICA, DIÁLOGOS E APRENDIZAGEM: UM RELATO DO TRABALHO COM UMA PROPOSTA DIDÁTICA 1 EDUCAÇÃO ALGÉBRICA, DIÁLOGOS E APRENDIZAGEM: UM RELATO DO TRABALHO COM UMA PROPOSTA DIDÁTICA 1 Claudemir Monteiro Lima Secretária de Educação do Estado de São Paulo claudemirmonteiro@terra.com.br João

Leia mais

Histórias Divertidas De Animais

Histórias Divertidas De Animais Histórias Divertidas De Animais Para ler e pintar Helena Akiko Kuno Histórias Divertidas De Animais 1ª. Edição São Paulo - 2013 Copyright@2013 by Helena Akiko Kuno Projeto gráfico Sheila Ferreira Kuno

Leia mais

CONTEÚDOS E DATAS DE AVALIAÇÕES 2 3ºBIMESTRE VOCABULÁRIO TRADUZIDO E ESTUDADO EM SALA DE AULA DO LIVRO

CONTEÚDOS E DATAS DE AVALIAÇÕES 2 3ºBIMESTRE VOCABULÁRIO TRADUZIDO E ESTUDADO EM SALA DE AULA DO LIVRO CONTEÚDOS E DATAS DE AVALIAÇÕES 2 3ºBIMESTRE Oi, crianças as avaliações estão chegando! Muita atenção e estudo! 1º ANO PROFESSORA ADRIANA PORTUGUÊS (21/09) ESTUDAR NO LIVRO DE ALFABETIZAÇÃO PÁGINAS 2,

Leia mais

ZAQUEU LIMA COMO SE TORNAR UM PASTOR E GARANTIR O FUTURO. 2ªed.

ZAQUEU LIMA COMO SE TORNAR UM PASTOR E GARANTIR O FUTURO. 2ªed. 2012 ZAQUEU LIMA COMO SE TORNAR UM PASTOR E GARANTIR O FUTURO 2ªed. 1 2 E s t ã o t o d o s c e r t o s? O que se faz agora com as crianças é o que elas farão depois com a sociedade. (Karl Mannheim) Educar

Leia mais

Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil!

Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil! Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil! Implemente esses 3 passos para obter resultados fantásticos no Inglês! The Meridian, 4 Copthall House, Station Square, Coventry, Este material pode ser redistribuído,

Leia mais

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome:

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: Leia o texto com ajuda do professor. EU QUERO! EU QUERO! A Júlia é pequenininha, mas quando quer alguma coisa grita mais do que qualquer pessoa grandona. Esta

Leia mais

Empresário. Você curte moda? Gosta de cozinhar? Não existe sorte nos negócios. Há apenas esforço, determinação, e mais esforço.

Empresário. Você curte moda? Gosta de cozinhar? Não existe sorte nos negócios. Há apenas esforço, determinação, e mais esforço. Empresário Não existe sorte nos negócios. Há apenas esforço, determinação, e mais esforço. Sophie Kinsella, Jornalista Econômica e autora Você curte moda? Gosta de cozinhar? Ou talvez apenas goste de animais?

Leia mais

MÓDULO 5 O SENSO COMUM

MÓDULO 5 O SENSO COMUM MÓDULO 5 O SENSO COMUM Uma das principais metas de alguém que quer escrever boas redações é fugir do senso comum. Basicamente, o senso comum é um julgamento feito com base em ideias simples, ingênuas e,

Leia mais

Prova bimestral 5 o ano 3 o Bimestre

Prova bimestral 5 o ano 3 o Bimestre Prova bimestral 5 o ano 3 o Bimestre língua portuguesa Escola: Nome: Data: / / Turma: 1. Leia o trecho da letra da música a seguir. migrante Tantos sonhos são desfeitos Uma mãe que afaga o peito Seu filho

Leia mais

Projeto: Filhotes. Eixo: Natureza e Sociedade Duração: Setembro/Outubro de 2012 Infantil I

Projeto: Filhotes. Eixo: Natureza e Sociedade Duração: Setembro/Outubro de 2012 Infantil I Projeto: Filhotes Eixo: Natureza e Sociedade Duração: Setembro/Outubro de 2012 Infantil I Justificativa: A escolha da temática FILHOTES para o infantil I se deve ao fato de que os animais em geral provocam

Leia mais

AULA CRIATIVA DE HISTÓRIA - FOLCLORE

AULA CRIATIVA DE HISTÓRIA - FOLCLORE AULA CRIATIVA DE HISTÓRIA - FOLCLORE Mesmo não acreditando na Educação Criativa, o professor pode fazer uma experiência para ver o resultado. É o caso da professora deste relato. Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br

Leia mais

Guia Prático ORGANIZAÇÃO FINANCEIRA PARA BANCAR A FACULDADE

Guia Prático ORGANIZAÇÃO FINANCEIRA PARA BANCAR A FACULDADE Guia Prático ORGANIZAÇÃO FINANCEIRA PARA BANCAR A FACULDADE ÍNDICE 1 Introdução 2 Qual a importância da educação financeira para estudantes? 3 Comece definindo onde é possível economizar 4 Poupar é muito

Leia mais

TROCANDO IDEIAS SOBRE A OBRA

TROCANDO IDEIAS SOBRE A OBRA Ideias sobre a obra 2 TROCANDO IDEIAS SOBRE A OBRA (ALUNOS SENTADOS EM CÍRCULO) ABORDAGEM GERAL Cite outros títulos que o livro Memórias de um dicionário poderia ter. A turma vai eleger o mais interessante.

Leia mais

2. REDUZINDO A VULNERABILIDADE AO HIV

2. REDUZINDO A VULNERABILIDADE AO HIV 2. REDUZINDO A VULNERABILIDADE AO HIV 2.1 A Avaliação de risco e possibilidades de mudança de comportamento A vulnerabilidade ao HIV depende do estilo de vida, género e das condições socioeconómicas. Isso

Leia mais

GRUPOS. são como indivíduos, cada um deles, tem sua maneira específica de funcionar.

GRUPOS. são como indivíduos, cada um deles, tem sua maneira específica de funcionar. GRUPOS são como indivíduos, cada um deles, tem sua maneira específica de funcionar. QUANTOS ADOLESCENTES A SUA CLASSE TEM? Pequenos (de 6 a 10 pessoas) Médios ( de 11 pessoa a 25 pessoas) Grandes ( acima

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

A língua inglesa a serviço da interação Uma experiência de uso prático de projetos pedagógicos no ensino de língua estrangeira

A língua inglesa a serviço da interação Uma experiência de uso prático de projetos pedagógicos no ensino de língua estrangeira A língua inglesa a serviço da interação Uma experiência de uso prático de projetos pedagógicos no ensino de língua estrangeira Quando falávamos em projetos nas cadeiras teóricas da faculdade não conseguia

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO 1

PROJETO PEDAGÓGICO 1 PROJETO PEDAGÓGICO 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Título: Maricota ri e chora Autor: Mariza Lima Gonçalves Ilustrações: Andréia Resende Formato: 20,5 cm x 22 cm Número de páginas: 32

Leia mais

Data de entrega : Entregar no dia da avaliação

Data de entrega : Entregar no dia da avaliação ROTEIRO DE ESTUDOS E TRABALHO 2015 Disciplina: LINGUA PORTUGUESA - TEXTO Ano: 7 ano Ensino: F. II Professor: Valdeci Lopes Dicas e roteiro de estudos para a avaliação 1. Faça a leitura da parte teórica

Leia mais

Dicas para você trabalhar o livro Mamãe, como eu nasci? com seus alunos.

Dicas para você trabalhar o livro Mamãe, como eu nasci? com seus alunos. Dicas para você trabalhar o livro Mamãe, como eu nasci? com seus alunos. Caro professor, Este link do site foi elaborado especialmente para você, com o objetivo de lhe dar dicas importantes para o seu

Leia mais

Inspirados pelo Autismo

Inspirados pelo Autismo INSPIRADOS PELO AUTISMO Inspirados pelo Autismo Folheto Informativo Recrutando Voluntários no Programa Son-Rise As seguintes informações foram retiradas de um resumo do manual do Start-Up, o curso de introdução

Leia mais

Prova bimestral. Língua portuguesa. 3 o Bimestre 4 o ano. 1. Leia.

Prova bimestral. Língua portuguesa. 3 o Bimestre 4 o ano. 1. Leia. Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2011 Prova bimestral 3 o Bimestre 4 o ano Língua portuguesa Data: / / Nível: Escola: Nome: 1. Leia. A criançada fica enlouquecida

Leia mais

Arthur de Carvalho Jaldim Rubens de Almeida Oliveira CÃO ESTELAR. EDITORA BPA Biblioteca Popular de Afogados

Arthur de Carvalho Jaldim Rubens de Almeida Oliveira CÃO ESTELAR. EDITORA BPA Biblioteca Popular de Afogados Arthur de Carvalho Jaldim Rubens de Almeida Oliveira O CÃO ESTELAR EDITORA BPA Biblioteca Popular de Afogados Texto e Pesquisa de Imagens Arthur de Carvalho Jaldim e Rubens de Almeida Oliveira O CÃO ESTELAR

Leia mais

Meio Ambiente PROJETOS CULTURAIS. 4 0 a O - fu dame tal. Cuidar da vida também é coisa de criança. Justificativa

Meio Ambiente PROJETOS CULTURAIS. 4 0 a O - fu dame tal. Cuidar da vida também é coisa de criança. Justificativa Meio Ambiente 4 0 a O - fu dame tal Cuidar da vida também é coisa de criança Justificativa PROJETOS CULTURAIS Na idade escolar, as crianças estão conhecendo o mundo (Freire, 1992), sentindo, observando,

Leia mais