PRODUTO E-COMMERCE 3D Secure

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PRODUTO E-COMMERCE 3D Secure"

Transcrição

1 PRODUTO E-COMMERCE 3D Secure DOCUMENTO DE APOIO À INSTALAÇÃO DO PRODUTO Informação de apoio ao comerciante Pág. 1 de 12

2 Objectivos O presente documento fornece-lhe a informação necessária para facilitar a instalação/integração das lojas virtuais com a solução de pagamentos disponibilizada pela Redunicre E-Commerce 3D Secure. Âmbito do Documento Este documento é destinado aos Comerciantes que pretendam utilizar o produto E Commerce 3D Secure como solução de aceitação de pagamentos com cartão de crédito na sua loja virtual. Esta solução tem por base a o TPAV (Terminal de Pagamento Automático Virtual), compatibilizado com o protocolo de autenticação 3D Secure. Pág. 2 de 12

3 1. Manuais Temos disponíveis os manuais técnicos do produto, cuja informação é necessária a quem pretende desenvolver a interface loja virtual Solução E-Commerce 3D Secure. Assim, caso ainda não tenha os manuais necessários, solicite à Redunicre o seguinte: Produto E-Commerce 3D Secure/Visa; Segredo Partilhado. 2. Ambiente de testes e certificados Para que possa testar eficazmente a integração/interface da loja virtual com a Solução E-Commerce 3D Secure disponibilizamos-lhe um ambiente de certificação/testes, que lhe permite a validação de todas as mensagens associadas ao protocolo 3D Secure. a) Instalação do certificado digital Para aceder a este ambiente deve instalar o certificado correspondente ao TPA 2796, ficheiro que lhe fornecemos em anexo 2796_3DS-K9XH447.p12. A password a inserir na instalação deverá ser K9XH447. b) Envio de mensagens Este certificado deve ser instalado no servidor permitindo assim envio das mensagens de pagamento 3D Secure. Caso envie: Form 3 deve utilizar o url https://teste.mbnet.pt/servlet/pvtn Mensagens Mxxx utilize o url https://teste.mbnet.pt/pvtn c) Acesso ao interface Ao instalar este certificado no browser, terá acesso à Interface Web da solução E- Commerce 3D Secure possibilitando a consulta e gestão dos movimentos que realizou. O acesso a esta interface é realizado através da url: https://teste.mbnet.pt/tpa Pág. 3 de 12

4 d) Conversão de formato.p12 em.pem Em determinadas circunstâncias é necessário converter os formatos dos certificados disponibilizados pela Redunicre. As instruções seguintes permitem realizar essa conversão. Os ficheiros em formato P12, são ficheiros binários (opcionalmente) protegidos com uma palavra-chave, contendo o certificado e a respectiva chave privada. Podem também incluir os certificados da cadeia de certificação (isto é o certificado da Multicert). Os Ficheiros PEM são ficheiros texto (editáveis no notepad) que podem conter o certificado e/ou a respectiva chave privada. Usando a aplicação openssl é possível converter os P12 em ficheiros com extensão PEM. O openssl é uma ferramenta disponível para plataformas Windows e Linux, que permite a conversão entre formatos, nomeadamente de ficheiros P12 para ficheiros com extensão PEM. O seguinte comando permite extrair apenas o certificado do P12 e gravá-lo num ficheiro texto (Resultado1.pem): openssl pkcs12 -clcerts -nokeys -in Certificado.p12 -out resultado1.pem O seguinte comando permite apenas extrair a respectiva chave privada do P12 e grava-lo num ficheiro texto (Resultado2.pem): openssl pkcs12 -nocerts -in Certificado.p12 -out Resultado2.pem Depois de obtidos os 2 ficheiros do certificado e da chave privada (Resultado1.pem, e Resultado2.pem) devem ser editados num editor de texto simples (notepad) e verificar que correspondem ao que se pretende. Eventualmente pode ser necessário retirar algumas linhas de header de cada ficheiro. Pág. 4 de 12

5 3. Cartões de teste Para a realização de testes devem ser utilizados os seguintes cartões: Nº de cartão Validade CVV Mensagens 1ª mensagem Form3 (mensagem de autenticação) Esta mensagem deverá ser enviada utilizando para o efeito um post de acordo com o exemplo dado no Manual do Produto 3D Secure fornecido. Este post permitirá que o processador faça o redirect dos dados enviados para a Visa e, posteriormente, esta envie o mesmo pedido para o banco emissor e cliente, onde a autenticação será realizada. 2ª mensagem M001 (mensagem de autorização ) enviada só no caso da resposta ao form3 ter sido bem sucedida onde o parâmetro C016 = 01 Autenticação registada. Nota: para cartões não Visa, e nos casos em que a resposta ao form3 apresente o valor 02 no parâmetro C016, a operativa deve ser a referida no ponto 5 deste manual. M002 Enviada exclusivamente se a M001 (pedido de autorização) foi bem sucedida. Após o envio dos bens ou produtos, o comerciante poderá realizar o pagamento da encomenda, enviando a mensagem M002, sendo esta responsável pelo crédito da sua conta D.O, e pelo débito ao utilizador. Caso seja necessário proceder à devolução total ou parcial do montante pago pelo cliente, o comerciante tem a sua disposição a mensagem M004, que processa este tipo de movimentos. Pág. 5 de 12

6 Caso o Comerciante verifique após o envio da M001, que não pode disponibilizar o produto ou serviço, pode cancelar o pedido de autorização, utilizando para o efeito a mensagem M003. A M020, que deverá ser utilizada para verificar o estado do pagamento caso o comerciante não receba resposta ao pedido enviado, qualquer que este seja. A MMOV deverá ser enviada sempre que se pretenda fazer o download do ficheiro com os movimentos do TPA. No entanto, a lista de movimentos do TPA pode ser consultada no próprio TPA Virtual, através do acesso https://teste.mbnet.pt/tpa ou https://www.mbnet.pt/tpa em ambiente de produção. 5. Operativa para cartões não VISA: A plataforma TPAV 3DS não está ainda certificada para funcionar em 3D Secure com cartões não Visa. Assim, sempre que seja processado um cartão MasterCard ou outro não Visa, a mesma plataforma degrada a transacção para MO/TO, transformando a mensagem de autenticação form3 num pedido de autorização. O comerciante deve analisar a resposta à mensagem form3 e validar se na mesma o parâmetro C016 tem o valor 02 Autorização aceite. Nos casos em que o campo C016 apresenta o valor 02, o comerciante não necessita de enviar a mensagem M001. As restantes mensagens (pagamento, devolução, cancelamento de autorização, ) são as mesmas referidas neste manual. Pág. 6 de 12

7 Exemplo da situação: Dados do Form3 com cartão MasterCard Form3: A030=H3D0&A001= &C007= &A105=9782&A0 61= &C003= xxxxxxx&C004=200708&C005=785&C013=9F3AC01B 7DE3CEA94455E8C1F8B7B12A36FB143D&C012=http://xxx.xxx.xxx.p t/gwpayweb/unicre3dsecureservlet?transid= Resposta ao Form3 com cartão MasterCard: Resposta: <form target='_top' name=h005 method=post action='http://xxx.xxxxx.pt/unicre3dsecureservlet?transid= '> <input type='hidden' name="a001" value="299076"> <input type='hidden' name="c007" value="55515"> <input type='hidden' name="a061" value="790.64"> <input type='hidden' name="a105" value="9782"> <input type='hidden' name="c003" value="************1333"> <input type='hidden' name="c004" value="0"> <input type='hidden' name="c005" value="000"> <input type='hidden' name="c013" value="af5aba29ec83b43def78362e83f6cc0e b"> <input type='hidden' name="c016" value="2"> <script> document.h005.submit(); </script> <noscript> Pág. 7 de 12

8 6. Migração do MOTO On-line para E-Commerce 3 D Secure As integrações anteriores da plataforma TPAV utilizavam a solução MOTO On-line. A migração da solução MOTO On-Line para a actual solução E-Commerce 3D Secure pressupõe que sejam desenvolvidas e substituídas algumas mensagens, nomeadamente a de autorização M005, que deverá ser substituída pela mensagem de autenticação Form3 e autorização M001. A operativa de pagamento, onde é utilizada a mensagem M002, de anulação de autorização M003, e de devolução M004, irá ser mantida. 7.Segredo-Partilhado O parâmetro C013 (Segredo Partilhado), que consta do form3, é calculado recorrendo a um conjunto de dados. Neste cálculo é necessário utilizar o número do cartão supervisor. Em ambiente de testes deve utilizar o seguinte número de cartão: Por forma a facilitar o cálculo do C013 anexamos a aplicação genc013.bat Este código em Java é um exemplo para ser usado em Certificação e que não deverá ser utilizado em Produção. Procedimentos para a validação do C013, utilizando a aplicação em anexo: genc013.bat 1ºparametro 2º parâmetro 1º parâmetro - emboss do cartão supervisor de que é exemplo ; º parâmetro dados do form 3D; H3D https://re dunicre.pt que é a concatenação dos campos enviados no form3; Pág. 8 de 12

9 Exemplo: <form name="3dsecure" action="https://teste.mbnet.pt/servlet/pvtn" method="post"> A030:<input name="a030" type="text" value="h3d0"><br> A001:<input name="a001" type="text" value="2796"><br> C007:<input name="c007" type="text" value=" "><br> A105:<input name="a105" type="text" value="9782"><br> A061:<input name="a061" type="text" value="52.00"><br> C003:<input name="c003" type="text" value=" "><br> C004:<input name="c004" type="text" value="200912"><br> C005:<input name="c005" type="text" value="219"><br> C012:<input name="c012" type="text" value="https://redunicre.pt"><br> C013:<input name="c013" type="text" value="2ab8c13714e501ebcd2fe0b187d04a0da05ff399"><br> <input type="submit" value="ok"> </form> <html> A utilização da aplicação de validação permite avaliar se o cálculo do C013 está de acordo com o solicitado: Exemplo de utilização da aplicação; C:\C013TOOL>genc013.bat H3D https://re dunicre.pt Como resposta da aplicação conclui-se que para os valores a processar referentes aos dados do Form3, o C013 terá que ter o valor: 2AB8C13714E501EBCD2FE0B187D04A0DA05FF399 Exemplo de resposta da aplicação; C:\C013TOOL>java -classpath. HmacSha H3D https://redunicre.pt Pág. 9 de 12

10 Key: Text:H3D https://redunicre.pt C013:2AB8C13714E501EBCD2FE0B187D04A0DA05FF399 Exemplo: Forma e descrição da concatenação para o calculo: Pág. 10 de 12

11 8.Mensagens de erro Por forma a clarificar a integração da solução E-Commerce 3D Secure descrevem-se as seguintes situações: 1 MBNet MPI(013)Description Inconsistent request data Please try again Solução: Este erro acontece sempre que não são enviados de forma correcta os parâmetros do Form3, ou que o segredo partilhado está mal calculado. Verifique se as regras definidas no cálculo do segredo partilhado estão a ser seguidas de acordo com os exemplos anteriores. 2 M AUT.INCOMPATIVEL Erro resultante do facto de se tentar aprovar uma autorização onde o valor da referência já foi utilizado em pedidos de autorização anterior. Solução: Deve inserir uma nova referência. 3 POSPANP 009 CARTÃO INVÁLIDO Solução: Os dados do cartão são inválidos. Neste sentido, deve validar os dados do cartão. 4 M005 CVV DO CARTÃO Deve inserir o código e segurança do cartão (cvv2/cvc2). 5 Outros Erros Caso se apresentem outro tipo de erros consulte a lista que lhe fornecemos em anexo. Esta não pretende ser uma lista exaustiva, dado que poderão existir outros erros que não fazem parte desta lista. Nessas circunstâncias deve contactar o Comercial da Redunicre. Pág. 11 de 12

12 Esperamos com este documento reduzir o tempo de desenvolvimento das suas aplicações mas no caso de ainda subsistirem dificuldades contacte-nos através da linha de apoio Em alternativa consulte o site e confira o conjunto de serviços que lhe disponibilizamos. Pág. 12 de 12

4- O comerciante necessita de adquirir um certificado digital de servidor para poder usar a solução? Sim, um certificado SSL comum.

4- O comerciante necessita de adquirir um certificado digital de servidor para poder usar a solução? Sim, um certificado SSL comum. Perguntas mais frequentes 1- O que é a Solução? Solução que permite a aceitação segura dos cartões dos sistemas Visa e MasterCard. A solução possibilita a autenticação inequívoca de todos os intervenientes

Leia mais

TABELA DE ERROS TPA VIRTUAL

TABELA DE ERROS TPA VIRTUAL CÓDIGOS DE ERRO DESCRIÇÃO JUSTIFICAÇÃO CVV PROBLEMAS COM INTRODUÇÃO DE COD RECUSA 35 INVÁLIDO DBOREAD 015 ERRO CARTAO OU CONTA INEXISTENTE GRLD25P 012 SALDO DE CARTÃO INSUFICIENTE NÃO AUTORIZADO GRLD25P

Leia mais

O que é a assinatura digital?... 3

O que é a assinatura digital?... 3 Conteúdo O que é a assinatura digital?... 3 A que entidades posso recorrer para obter o certificado digital e a chave privada que me permitem apor assinaturas eletrónicas avançadas?... 3 Quais são os sistemas

Leia mais

CARTÃO BIGONLINE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PONTOS

CARTÃO BIGONLINE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PONTOS CARTÃO BIGONLINE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PONTOS Definições: Gestor: Banco de Investimento Global, S.A., responsável pela concepção, gestão e desenvolvimento do Programa de Pontos (adiante designado

Leia mais

Plataforma. Manual de Utilização Acesso ao Procedimento Fornecedor. Electrónica BizGov

Plataforma. Manual de Utilização Acesso ao Procedimento Fornecedor. Electrónica BizGov Plataforma Manual de Utilização Acesso ao Procedimento Fornecedor Electrónica BizGov 2010 Índice 1 Solicitar acesso ao procedimento 2 Anexar comprovativo de Pagamento de Peças Procedimentais 3 Aceitar

Leia mais

COLIBRI Ambiente Colaborativo Multimédia MÓDULO MOODLE. Rui Ribeiro colibri@fccn.pt. FCCN - Dezembro 2010

COLIBRI Ambiente Colaborativo Multimédia MÓDULO MOODLE. Rui Ribeiro colibri@fccn.pt. FCCN - Dezembro 2010 COLIBRI Ambiente Colaborativo Multimédia MÓDULO MOODLE FCCN - Dezembro 2010 Rui Ribeiro colibri@fccn.pt Módulo COLIBRI Concebido por: José Coelho Universidade Aberta Apoiado por: Rui Ribeiro FCCN Vitor

Leia mais

FAQ s Tecnologia Contactless

FAQ s Tecnologia Contactless FAQ s Tecnologia Contactless 1. A implementação da tecnologia Contactless obrigará à substituição dos terminais de pagamento (TPA), por parte dos comerciantes, para aceitação de pagamentos com cartão que

Leia mais

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DIRECÇÃO NACIONAL Plataforma eletrónica Versão 1.0 Departamento de Segurança Privada Abril de 2012 Manual do Utilizador dos Serviços Online do SIGESP Versão 1.0 (30 de abril

Leia mais

Consulte a área Bancos Aderentes para saber em detalhe todas as informações relativas aos bancos aderentes.

Consulte a área Bancos Aderentes para saber em detalhe todas as informações relativas aos bancos aderentes. SERVIÇO MB Way O que é o MB Way? O MB Way é a primeira solução interbancária que permite fazer compras e transferências imediatas através de smartphone ou tablet. Basta aderir ao serviço num MULTIBANCO,

Leia mais

Novo Formato de Logins Manual de Consulta

Novo Formato de Logins Manual de Consulta Gestão Integrada de Acessos Novo Formato de Logins Manual de Consulta Gestão Integrada de Acessos Histórico de Alterações Versão Descrição Autor Data 1.0 Versão inicial DSI/PPQ 2014-07-11 Controlo do documento

Leia mais

Manual de Instruções para a Criação de Ficheiros CSR. Apache (OpenSSL)

Manual de Instruções para a Criação de Ficheiros CSR. Apache (OpenSSL) Manual de Instruções para a Criação de Ficheiros CSR Página 1 de 6 CONTROLO DOCUMENTAL REGISTO DE MODIFICAÇÕES Versão Data Motivo da Modificação PREPARADO REVISTO APROVADO ACEITE DUS/RS DISTRIBUIÇÃO DO

Leia mais

Sistema de Tratamento Automático da Declaração de Introdução no Consumo e do Documento Administrativo de Acompanhamento

Sistema de Tratamento Automático da Declaração de Introdução no Consumo e do Documento Administrativo de Acompanhamento AUTOR: DGITA DATA: 2007-02-22 VERSÃO: 1.0 Sistema de Tratamento Automático da Declaração de Introdução no Consumo e do Documento Administrativo de Acompanhamento Sistema de Impostos Especiais sobre o Consumo

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES

PERGUNTAS FREQUENTES PERGUNTAS FREQUENTES SERVIÇO MB WAY O que é o MB WAY? O MB WAY é a primeira solução interbancária que permite fazer compras e transferências imediatas através de smartphone ou tablet. Basta aderir ao serviço

Leia mais

Requisitos para a Federação de um serviço web. Serviço Utilizador RCTS Janeiro de 2010

Requisitos para a Federação de um serviço web. Serviço Utilizador RCTS Janeiro de 2010 Requisitos para a Federação de um serviço web Serviço Utilizador RCTS Janeiro de 2010 15 de Janeiro de 2010 Requisitos para a Federação de um serviço web Serviço Utilizador RCTS Janeiro de 2010 EXT/2010/Serviço

Leia mais

Interface Web services

Interface Web services Declarações Electrónicas Interface Web services DGCI, 2008/06/18 Objectivo Promover a integração de aplicações remotas com os Web services fornecidos pela DGITA para a submissão de declarações fiscais

Leia mais

FAQ S Sistema de Informação da Organização do Estado (SIOE) Registar Recursos Humanos

FAQ S Sistema de Informação da Organização do Estado (SIOE) Registar Recursos Humanos FAQ S Sistema de Informação da Organização do Estado (SIOE) Registar Recursos Humanos Técnicas Junho de 2012 (data da última atualização 30/06/2012) ÍNDICE 1. Quais os pré-requisitos do posto de trabalho

Leia mais

Configuração do servidor Apache com SSL no sistema operativo Windows 2000/XP. André P. Muga apmuga@apmuga.com

Configuração do servidor Apache com SSL no sistema operativo Windows 2000/XP. André P. Muga apmuga@apmuga.com Configuração do servidor Apache com SSL no sistema operativo Windows 2000/XP André P. Muga apmuga@apmuga.com Índice 1. Introdução...3 2. Configuração e criação dos certificades ssl...4 2.1. Instalação

Leia mais

Manual de Autenticação na Plataforma

Manual de Autenticação na Plataforma Manual de Autenticação na Plataforma Índice 1. Autenticação na Plataforma... 3 1.1 Autenticação Via Certificado... 3 1.2 Autenticação Via Cartão de Cidadão... 3 2. Autenticação Via Certificado... 4 2.1

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES

PERGUNTAS FREQUENTES PERGUNTAS FREQUENTES SERVIÇO MB WAY O que é o MB WAY? O MB WAY é a primeira solução interbancária que permite fazer compras e transferências imediatas através de smartphone ou tablet. Basta aderir ao serviço

Leia mais

SEGURANÇA EM SISTEMAS INFORMÁTICOS

SEGURANÇA EM SISTEMAS INFORMÁTICOS SEGURANÇA EM SISTEMAS INFORMÁTICOS SENHAS DE UTILIZAÇÃO ÚNICA GRUPO 12 DAVID RIBEIRO FÁBIO NEVES EI06053@FE.UP.PT EI06102@FE.UP.PT Porto, 7 de Dezembro de 2010 Índice Resumo O presente relatório tem como

Leia mais

Manual de Integração WebCheckout

Manual de Integração WebCheckout Manual de Integração WebCheckout Conteúdo 1. Introdução... 3 2. Integração WebCheckout... 3 2.1. Campos Obrigatórios... 3 2.2. Integração Ideal... 4 2.2.1. Código exemplo com os campos necessários para

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS E TERMOS DE UTILIZAÇÃO

CONDIÇÕES GERAIS E TERMOS DE UTILIZAÇÃO CONDIÇÕES GERAIS E TERMOS DE UTILIZAÇÃO AVISO AO UTILIZADOR Leia cuidadosamente este contrato. O acesso e uso desta plataforma implica, da sua parte uma aceitação expressa e sem reservas de todos os termos

Leia mais

Serviço Carta-Cheque. Adesão e Utilização no portal http://corp.millenniumbcp.pt

Serviço Carta-Cheque. Adesão e Utilização no portal http://corp.millenniumbcp.pt Serviço Carta-Cheque Adesão e Utilização no portal http://corp.millenniumbcp.pt Serviço Carta-Cheque A A adesão ao Serviço A adesão ao Serviço de Carta Cheque em 1. Aceder a Pagamentos / Carta Cheque 2.

Leia mais

Manual do Utilizador do Registo Prévio (Entidades Coletivas e Singulares)

Manual do Utilizador do Registo Prévio (Entidades Coletivas e Singulares) POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DIRECÇÃO NACIONAL Plataforma eletrónica SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE SEGURANÇA PRIVADA (SIGESP) Manual do Utilizador do Registo Prévio (Entidades Coletivas e Singulares)

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PLATAFORMA DE INSCRIÇÕES ONLINE

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PLATAFORMA DE INSCRIÇÕES ONLINE A época de 2012/2013 terá um novo recurso para a Filiação e Inscrições em Provas para os Clubes, Equipas e Agentes Desportivos, tendo sido criada para o efeito uma nova Plataforma de Inscrições Online.

Leia mais

EAmb V.1 ESPOSENDE AMBIENTE. GestProcessos Online. Manual do Utilizador

EAmb V.1 ESPOSENDE AMBIENTE. GestProcessos Online. Manual do Utilizador EAmb V.1 ESPOSENDE AMBIENTE GestProcessos Online Manual do Utilizador GestProcessos Online GABINETE DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO EAmb Esposende Ambiente, EEM Rua da Ribeira 4740-245 - Esposende

Leia mais

Versão 1.0. [08.02.2012] 2012, Portugal - Efacec Sistemas de Gestão S.A. Todos os direitos reservados. 1

Versão 1.0. [08.02.2012] 2012, Portugal - Efacec Sistemas de Gestão S.A. Todos os direitos reservados. 1 Copyright 2012 Efacec Todos os direitos reservados. Não é permitida qualquer cópia, reprodução, transmissão ou utilização deste documento sem a prévia autorização escrita da Efacec Sistemas de Gestão S.A.

Leia mais

Descrição de um problema de integração: Sistema de vendas online

Descrição de um problema de integração: Sistema de vendas online Integração Empresarial Descrição de um problema de integração: Sistema de vendas online Luís Costa - 8050120 Abril, 2012 1. Introdução Este documento apresenta detalhadamente o processo de negócio de uma

Leia mais

SCA Sistema de Contabilidade Aduaneira

SCA Sistema de Contabilidade Aduaneira AUTOR: DGITA DATA: 2007-01- 20 VERSÃO: 1.0 Sistema de Contabilidade Aduaneira Aplicação EFAPI Entrega de Ficheiros Aduaneiros Por Internet MANUAL DO UTILIZADOR 25-10-2007 VERSÃO: 1.0 EFAPI PÁGINA: 1/31

Leia mais

Processo de Pagamento de solicitações de ingressos para o Público Geral para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014

Processo de Pagamento de solicitações de ingressos para o Público Geral para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 1. Quais são os meios de pagamento aceitos? Nas Fases de Vendas nº 1 e nº 2, é possível realizar pagamentos para compra de Ingressos pelos seguintes meios: - Cartão de pagamento - VISA - Outros cartões

Leia mais

Guia "Web Connect" Versão 0 POR

Guia Web Connect Versão 0 POR Guia "Web Connect" Versão 0 POR Modelos aplicáveis Este Manual do Utilizador aplica-se aos seguintes modelos: ADS-2500W e ADS-2600W Definições de notas Ao longo deste Manual do Utilizador, é utilizado

Leia mais

TRABALHADORES INDEPENDENTES SEGURANÇA SOCIAL DIRETA

TRABALHADORES INDEPENDENTES SEGURANÇA SOCIAL DIRETA TRABALHADORES INDEPENDENTES SEGURANÇA SOCIAL DIRETA PASSO-A-PASSO PARA SOLICITAR PEDIDO DE ALTERAÇÃO DE ESCALÃO ATRAVÉS DA SEGURANÇA SOCIAL DIRETA Aceda à Segurança Social Direta, em https:///consultas/ssdirecta/

Leia mais

Portal AEPQ Manual do utilizador

Portal AEPQ Manual do utilizador Pedro Gonçalves Luís Vieira Portal AEPQ Manual do utilizador Setembro 2008 Engenharia Informática - Portal AEPQ Manual do utilizador - ii - Conteúdo 1 Introdução... 1 1.1 Estrutura do manual... 3 1.2 Requisitos...

Leia mais

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DIRECÇÃO NACIONAL Plataforma eletrónica Versão 2 Departamento de Segurança Privada Março de 2014 Manual do Utilizador dos Serviços Online do SIGESP Versão 2. (Março de 2014)

Leia mais

WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET

WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET MANUAL DO UTILIZADOR WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET 1. 2. PÁGINA INICIAL... 3 CARACTERÍSTICAS... 3 2.1. 2.2. APRESENTAÇÃO E ESPECIFICAÇÕES... 3 TUTORIAIS... 4 3. DOWNLOADS... 5 3.1. 3.2. ENCOMENDAS (NOVOS

Leia mais

Termos e Condições da One.com v.09 Os seguintes termos são aplicáveis na One.com a partir de 1 de Setembro de 2015. 1. Subscrição:

Termos e Condições da One.com v.09 Os seguintes termos são aplicáveis na One.com a partir de 1 de Setembro de 2015. 1. Subscrição: Termos e Condições da One.com v.09 Os seguintes termos são aplicáveis na One.com a partir de 1 de Setembro de 2015. 1. Subscrição: Uma subscrição de um espaço web da One.com oferece acesso aos servidores

Leia mais

Submissão Autenticada de Ficheiros ao SIGEX

Submissão Autenticada de Ficheiros ao SIGEX Submissão Autenticada de Ficheiros ao SIGEX Segurança em Sistemas Informáticos José Martins - ei06031@fe.up.pt Marcelo Cerqueira - ei06093@fe.up.pt Grupo 10, T4 Índice Introdução... 3 Problema e Objectivos...

Leia mais

Bases de Dados. Lab 1: Introdução ao ambiente. Figura 1. Base de dados de exemplo

Bases de Dados. Lab 1: Introdução ao ambiente. Figura 1. Base de dados de exemplo Departamento de Engenharia Informática 2012/2013 Bases de Dados Lab 1: Introdução ao ambiente 1º semestre O ficheiro bank.sql contém um conjunto de instruções SQL para criar a base de dados de exemplo

Leia mais

Nova plataforma de correio electrónico Microsoft Live@edu

Nova plataforma de correio electrónico Microsoft Live@edu 1 Nova plataforma de correio electrónico Microsoft Live@edu Tendo por objectivo a melhoria constante dos serviços disponibilizados a toda a comunidade académica ao nível das tecnologias de informação,

Leia mais

Princalculo Contabilidade e Gestão

Princalculo Contabilidade e Gestão COMUNICAÇÃO EXTERNA Junho/2013 REGIME DOS BENS EM CIRCULAÇÃO A obrigação é a partir de quando? 1 de Julho de 2013 Quem está obrigado? Os que no ano anterior tiveram um volume de negócios superior a 100.000

Leia mais

Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de Documentos e Mensagens

Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de Documentos e Mensagens Pasta TOC Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de e Mensagens Atualização e Migração: - Atualização tecnológica para a mais recente tecnologia de desenvolvimento Oracle - Migração de conteúdos

Leia mais

Dynamic Currency Conversion

Dynamic Currency Conversion Serviço (DCC) Perguntas Frequentes 1- Quais as moedas abrangidas pelo serviço DCC? Com o serviço DCC o comerciante pode oferecer aos seus clientes com cartões emitidos em Libras Esterlinas, Dólares Norte-Americanos,

Leia mais

PHP. Hypertext Pre-Processor

PHP. Hypertext Pre-Processor PHP Hypertext Pre-Processor O que é o PHP? Uma linguagem de scripting é uma linguagem cujo código não tem de ser compilado para ser executado! O código escrito é interpretado em tempo de execução para

Leia mais

PAGAMENTOS NA INTERNET COM CARTÕES BOAS PRÁTICAS

PAGAMENTOS NA INTERNET COM CARTÕES BOAS PRÁTICAS Antes de realizar pagamentos na Internet, leia cuidadosamente as Condições Gerais de Utilização do Cartão que pretende utilizar. Caso persistam dúvidas, ou se necessitar de mais informação sobre os cuidados

Leia mais

Como funciona a plataforma Superlógica? - Livro 1 de 4 LOJA VIRTUAL DE SERVIÇOS RECORRENTES Como funciona a contratação? Como você será contratado pela internet? www.superlogica.com 0800 709 6800 https://github.com/superlogica/api

Leia mais

Este é um projeto comercial criado pela empresa FelipeZCelulares.com.br

Este é um projeto comercial criado pela empresa FelipeZCelulares.com.br Este é um projeto comercial criado pela empresa FelipeZCelulares.com.br As informações aqui disponíveis são apenas um breve resumo. Caso tenha qualquer dúvida ou necessite de maiores informações, entre

Leia mais

Manual Utilizador - Gestão de Processos de Acidentes de Trabalho e Doenças Profissionais - Front-Office

Manual Utilizador - Gestão de Processos de Acidentes de Trabalho e Doenças Profissionais - Front-Office Manual Utilizador - Gestão de Processos de Acidentes de Trabalho e - Front-Office V1.0 Página 1 Índice Índice... 2 1. Introdução... 3 2. Instruções Gerais... 4 2.1 Acesso... 5 2.1.1 Regras para Aceder

Leia mais

Instalação de Certificados Digitais recebidos via email e sua Exportação

Instalação de Certificados Digitais recebidos via email e sua Exportação Instalação de Certificados Digitais recebidos via email e sua Exportação Instalação de Certificados Digitais recebidos via email e sua Exportação Instalação de Certificados Digitais recebidos via email

Leia mais

MANUAL DE SUBMISSÃO DE PEDIDOS PARA EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE UM MEDICAMENTO MODELO OMS E DECLARAÇÕES DE MEDICAMENTOS

MANUAL DE SUBMISSÃO DE PEDIDOS PARA EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE UM MEDICAMENTO MODELO OMS E DECLARAÇÕES DE MEDICAMENTOS MANUAL DE SUBMISSÃO DE PEDIDOS PARA EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE UM MEDICAMENTO MODELO OMS E DECLARAÇÕES DE MEDICAMENTOS GLOSSÁRIO... 2 INTRODUÇÃO... 3 Objectivo... 3 DEFINIÇÕES... 3 Certificado de um medicamento

Leia mais

MEMORANDO. Ambiente de Produção GeRFiP Configurações de acesso e utilização v.12

MEMORANDO. Ambiente de Produção GeRFiP Configurações de acesso e utilização v.12 MEMORANDO Ambiente de Produção GeRFiP Configurações de acesso e utilização v.12 Enquadramento do documento Programa Projecto GeRFiP Migração GeRFiP Histórico de versões Versão Data Autor Descrição Localização

Leia mais

Guia de Utilização. Acesso Universal

Guia de Utilização. Acesso Universal Guia de Utilização Índice PREÂMBULO...3 ACESSO À PLATAFORMA...3 ÁREA DE TRABALHO...4 APRESENTAR PROPOSTAS...9 RECEPÇÃO DE ADJUDICAÇÃO...18 PARAMETRIZAÇÃO DA EMPRESA...19 Acesso universal Proibida a reprodução.

Leia mais

Instrução para Solicitação de Certificados Digitais de Servidor NFe com OpenSSL

Instrução para Solicitação de Certificados Digitais de Servidor NFe com OpenSSL Instrução para Solicitação de Certificados Digitais de Servidor NFe com OpenSSL Certificado Digital do tipo A1 Sistemas Operacionais: Windows 2000 Server; Windows 2003 Server; Windows 2008 Server. Setembro/2010

Leia mais

GUIA PARA COMPRA ONLINE

GUIA PARA COMPRA ONLINE GUIA PARA COMPRA ONLINE www.tipsal.pt QUEM SOMOS A TIPSAL - Técnicas Industriais de Protecção e Segurança, Lda foi fundada em 1980. Somos uma empresa de capitais exclusivamente nacionais com sede social

Leia mais

Perguntas Frequentes de Desenvolvedores

Perguntas Frequentes de Desenvolvedores 1 Perguntas Frequentes de Desenvolvedores (Atualizado em 10/03/2014) 1. SUMÁRIO 2. POR ONDE EU COMEÇO?... 1 Sou desenvolvedor de Software (ou Software House) por onde começo?... 1 3. REGISTRO DA EMPRESA

Leia mais

Perguntas Frequentes Assinatura Digital

Perguntas Frequentes Assinatura Digital Perguntas Frequentes Assinatura Digital Conteúdo Onde posso obter a minha assinatura digital qualificada... 1 O que preciso para assinar um documento com o cartão de cidadão... 1 Como assinar um documento

Leia mais

Canal Direto. O banco no sistema da sua empresa!

Canal Direto. O banco no sistema da sua empresa! Canal Direto O banco no sistema da sua empresa! ÍNDICE 1. CARACTERIZAÇÃO DO SERVIÇO PÁG. 3 2. FUNCIONALIDADES ATUALMENTE DISPONÍVEIS PÁG. 4 3. VANTAGENS PÁG. 5 4. CUSTOS PÁG. 6 5. ADESÃO PÁG. 7 6. SUBSCRIÇÃO

Leia mais

MATRÍCULA ELECTRÓNICA. Manual do Utilizador

MATRÍCULA ELECTRÓNICA. Manual do Utilizador MATRÍCULA ELECTRÓNICA Manual do Utilizador ÍNDICE 1 PREÂMBULO... 2 2 UTILIZAÇÃO PELOS ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO... 3 2.1 Matrícula Electrónica - Acesso através do Portal das Escolas... 3 2.2 Registo de

Leia mais

passos iniciais para utilizar o GRID no LHCb.

passos iniciais para utilizar o GRID no LHCb. Certificado BrGRID (Acquisição, Instalação e Renovação) e passos iniciais para utilizar o GRID no LHCb. Fernando Rodrigues Instituto de Física, UFRJ, Brasil GRID - March 19, 2010 Table of contents 1 Aquisição

Leia mais

Módulo de Administração de Utilizadores

Módulo de Administração de Utilizadores base Módulo de Administração de Utilizadores Versão 2.0 Manual do utilizador Janeiro 2002 Ficha técnica Título BIBLIObase : Módulo de Administração de Utilizadores: versão 2.0 : manual do utilizador Autores

Leia mais

A sua empresa é uma Beta-Tester da Imoplataforma. Guia de Utilização

A sua empresa é uma Beta-Tester da Imoplataforma. Guia de Utilização 1. A sua Imoplataforma 2. O primeiro login 3. Página de acolhimento 4. Inserir imóveis A sua empresa é uma Beta-Tester da Imoplataforma Guia de Utilização 5. Editar imóveis 6. Gerir as exportações 7. Eliminar

Leia mais

Módulo e-rede Prestashop v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados

Módulo e-rede Prestashop v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados Módulo e-rede Prestashop v1.0 Manual de Instalação do Módulo estamos todos ligados ÍNDICE 01 02 03 04 Introdução 3 Versão 3 Requerimentos 3 Manual de instalação 4 05 06 4.1 Instruções iniciais 4 4.2 Instalação

Leia mais

Migração de Certificado Digital (Servidor Microsoft IIS para Apache)

Migração de Certificado Digital (Servidor Microsoft IIS para Apache) Documento: Migração de certificado digital web-server IIS para Apache Autor: Marcelo Carvalho Classificação: Documento externo Data: 13/09/09 Versão: 2.1 proc_migracao_iis_apache.pdf Migração de Certificado

Leia mais

DHL EXPRESS PORTUGAL Faturação Eletrónica

DHL EXPRESS PORTUGAL Faturação Eletrónica DHL EXPRESS PORTUGAL Faturação Eletrónica Faturação Eletrónica DHL O que é a Faturação Eletrónica? O serviço de faturação eletrónica da DHL é um método alternativo ao correio e ao fax de receber as suas

Leia mais

Certificados Digitais

Certificados Digitais Guia de utilização Janeiro 2009 Índice Índice...1 Preâmbulo...2 Acesso à Plataforma Vortal...3 Solicitar...4 Instalação do Certificado Digital...8 Exportação do Certificado de cliente... 16 Anexos... 23

Leia mais

Procedimentos de Segurança

Procedimentos de Segurança Procedimentos de Segurança Proteger o seu computador Utilize um anti-vírus para proteger o seu sistema e os seus dados Mantenha-o constantemente ligado e actualizado, e sempre configurado com protecção

Leia mais

Manual de Gestão de Entregas

Manual de Gestão de Entregas Manual de Gestão de Entregas Índice 1. Acesso à Plataforma... 3 1.1. Certificado de Autenticação... 3 1.2. Autenticação perante a Plataforma... 6 2. Responsáveis pela Entrega... 7 3. Estado de Encomendas...

Leia mais

Net24 Empresas. 1. O que é o Net24 Empresas?... 1. 2. Quais as funcionalidades disponíveis?... 1. 3. Níveis de Segurança... 2. 4. Segurança...

Net24 Empresas. 1. O que é o Net24 Empresas?... 1. 2. Quais as funcionalidades disponíveis?... 1. 3. Níveis de Segurança... 2. 4. Segurança... Net24 Empresas Índice 1. O que é o Net24 Empresas?... 1 2. Quais as funcionalidades disponíveis?... 1 3. Níveis de Segurança... 2 4. Segurança... 4 5. Como funciona o acesso ao Net24 Empresas?... 5 6.

Leia mais

Perguntas Frequentes de Desenvolvedores

Perguntas Frequentes de Desenvolvedores 1 Perguntas Frequentes de Desenvolvedores (Atualizado em 01/07/2014) SUMÁRIO 1. POR ONDE EU COMEÇO?... 1 Sou desenvolvedor de Software (ou Software House) por onde começo?... 1 2. REGISTRO DA EMPRESA JUNTO

Leia mais

CGA Directa. Manual do Utilizador. Acesso, Adesão e Lista de Subscritores

CGA Directa. Manual do Utilizador. Acesso, Adesão e Lista de Subscritores CGA Directa Manual do Utilizador Acesso, Adesão e Lista de Subscritores Versão 1.00 de 10 de Março de 2008 Índice Pág. Introdução 3 Capítulo 1 Capítulo 2 Capítulo 3 Acesso Acesso 4 Adesão Adesão 5 2.1

Leia mais

Como criar um servidor FTP seguro em 5 minutos

Como criar um servidor FTP seguro em 5 minutos Como criar um servidor FTP seguro em 5 minutos Date : 6 de Fevereiro de 2016 O FTP (File Transfer Protocol) continua a ser um dos protocolos mais usados para transferência de ficheiros. Neste segmento

Leia mais

Módulo e-rede OpenCart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados

Módulo e-rede OpenCart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados Módulo e-rede OpenCart v1.0 Manual de Instalação do Módulo estamos todos ligados ÍNDICE 01 02 03 04 Introdução 3 Versão 3 Requerimentos 3 Manual de instalação 4 05 06 4.1 vqmod 4 4.2 Instalação e ativação

Leia mais

Instruções para aceder ao correio electrónico via web

Instruções para aceder ao correio electrónico via web Caro utilizador(a) Tendo por objectivo a melhoria constante das soluções disponibilizadas a toda a comunidade do Instituto Politécnico de Santarém, tanto ao nível de serviços de rede como sistema de informação.

Leia mais

Manual de Integração Redirecionamento. Versão 1.3

Manual de Integração Redirecionamento. Versão 1.3 Manual de Integração Redirecionamento Versão 1.3 Janeiro de 2012 Histórico de versões Data Versão Descrição Responsável 28/10/11 1.0 Criação do documento Erivelton Oliveira 19/12/11 1.1 Adição dos campos

Leia mais

Licenciatura em Eng.ª Informática Complementos de Redes - 3º Ano - 2º Semestre. Trabalho Nº 4 - VoIP

Licenciatura em Eng.ª Informática Complementos de Redes - 3º Ano - 2º Semestre. Trabalho Nº 4 - VoIP Trabalho Nº 4 - VoIP 1. Introdução A utilização de tecnologia VoIP como alternativa às redes telefónicas tradicionais está a ganhar cada vez mais a aceitação junto dos utilizadores, e está sobretudo em

Leia mais

Guia de Utilização Configurações acesso à plataforma Linux - Firefox Março 2010 PLATAFORMA ELECTRÓNICA VORTAL

Guia de Utilização Configurações acesso à plataforma Linux - Firefox Março 2010 PLATAFORMA ELECTRÓNICA VORTAL Guia de Utilização Configurações acesso à plataforma Linux - Firefox Março 2010 PLATAFORMA ELECTRÓNICA VORTAL Índice ÍNDICE... 2 1 PRÉ-REQUISITOS DE ACESSO À PLATAFORMA... 3 1.1 - Requisitos Software...

Leia mais

Bases de Dados. Lab 1: Introdução ao ambiente. Figura 1. Base de dados de exemplo

Bases de Dados. Lab 1: Introdução ao ambiente. Figura 1. Base de dados de exemplo Departamento de Engenharia Informática 2014/2015 Bases de Dados Lab 1: Introdução ao ambiente 1º semestre O ficheiro bank.sql contém um conjunto de instruções SQL para criar a base de dados de exemplo

Leia mais

Copyright 2008 GrupoPIE Portugal, S.A.

Copyright 2008 GrupoPIE Portugal, S.A. WinREST Sensor Log A Restauração do Séc. XXI WinREST Sensor Log Copyright 2008 GrupoPIE Portugal, S.A. 2 WinREST Sensor Log Índice Índice Pag. 1. WinREST Sensor Log...5 1.1. Instalação (aplicação ou serviço)...6

Leia mais

Pingwin Android Como instalar

Pingwin Android Como instalar Pingwin Android Como instalar 1. Fazer o download do Pingwin.apk; 2. Autorizar instalações de fornecedores desconhecidos no Android; 3. Licenciar o Pingwin Android; 4. Como configurar o Pingwin Android

Leia mais

CANDIDATURAS ON-LINE. (http://www.siga.ipca.pt/cssnet)

CANDIDATURAS ON-LINE. (http://www.siga.ipca.pt/cssnet) CANDIDATURAS ON-LINE (http://www.siga.ipca.pt/cssnet) INTRODUÇÃO O presente documento consiste numa breve descrição do processo de candidaturas, online, de acesso aos cursos do IPCA. Encontra-se organizado

Leia mais

MANUAL DE CANDIDATURAS 2015/2016

MANUAL DE CANDIDATURAS 2015/2016 MANUAL DE CANDIDATURAS 2015/2016 Pág. 1/12 Rua Conselheiro Emídio Navarro 1 Importante: O processo de candidatura decorre online. Este manual aplica-se a todos os cursos/regimes de candidatura, com as

Leia mais

Plataforma de Benefícios Públicos Acesso externo

Plataforma de Benefícios Públicos Acesso externo Índice 1. Acesso à Plataforma... 2 2. Consulta dos Programas de Beneficios Públicos em Curso... 3 3. Entrar na Plataforma... 4 4. Consultar/Entregar Documentos... 5 5. Consultar... 7 6. Entregar Comprovativos

Leia mais

online > Através de formulário > ComoCartãodeCidadão > Associação do Cartão de Cidadão 1. Aderir ao serviço

online > Através de formulário > ComoCartãodeCidadão > Associação do Cartão de Cidadão 1. Aderir ao serviço online 1. Aderir ao serviço > Através de formulário > ComoCartãodeCidadão > Associação do Cartão de Cidadão 2. Navegar no BAV 3. Consultar requisitos > Autenticação no BAV > Navegação nos menus > Localização

Leia mais

Guia de Utilização Registo Universal Janeiro 2010 PLATAFORMA ELECTRÓNICA VORTAL

Guia de Utilização Registo Universal Janeiro 2010 PLATAFORMA ELECTRÓNICA VORTAL Guia de Utilização Registo Universal Janeiro 2010 PLATAFORMA ELECTRÓNICA VORTAL Índice Preâmbulo... 3 Configuração do Internet Explorer Versão Windows 2000/XP... 4 Configuração do Internet Explorer Versão

Leia mais

Bem-vindo ao VENDAS ONLINE

Bem-vindo ao VENDAS ONLINE Bem-vindo ao VENDAS ONLINE Vendas Online www.planosamildental.com.br Principais Informações Site exclusivo para produtos da Dental Venda de planos PME e PF online Pagamento com cartão de crédito PF Burocracia

Leia mais

CC SMS Manual do Utilizador

CC SMS Manual do Utilizador CC SMS Manual do Utilizador Global Id - Creative Thinkers 2011 Índice Manual do Utilizador 02 Acerca do CC SMS 03 Instalação 04 Visão Geral 05 Sms 05 Noções Básicas e Requisitos 05 Envio de SMS 06 Como

Leia mais

Segurança no Computador

Segurança no Computador Segurança no Computador Segurança na Internet: Módulo 1 (CC Entre Mar E Serra), 2008 Segurança na Internet, CC Entre Mar E Serra 1 Segurança no Computador Um computador (ou sistema computacional) é dito

Leia mais

Manual de Integração

Manual de Integração 1. Descrição Geral... 1 1.1. Benefícios... 1 1.2. Como Funciona... 1 1.3. Processo... 2 2. Integração... 3 2.1. Envio dos Pedidos... 3 2.2. Dados de Envio... 3 2.3. Método de Envio... 6 3. Frame... 8 4.

Leia mais

Cartão de Cidadão. Autenticação com o Cartão de Cidadão AMA. 20 de Novembro de 2007. Versão 1.6

Cartão de Cidadão. Autenticação com o Cartão de Cidadão AMA. 20 de Novembro de 2007. Versão 1.6 Cartão de Cidadão Autenticação com o Cartão de Cidadão 20 de Novembro de 2007 Versão 1.6 AMA ÍNDICE 1. I TRODUÇÃO... 3 Modelo base de Autenticação... 3 Modelo de Autenticação Federado... 4 2. AUTE TICAÇÃO

Leia mais

CONDIÇÕES PARTICULARES CONTA INDIVIDUAL DE SOLUÇÕES DE SERVIÇO DE MENSAGENS Versão de 17/01/2012

CONDIÇÕES PARTICULARES CONTA INDIVIDUAL DE SOLUÇÕES DE SERVIÇO DE MENSAGENS Versão de 17/01/2012 CONDIÇÕES PARTICULARES CONTA INDIVIDUAL DE SOLUÇÕES DE SERVIÇO DE MENSAGENS Versão de 17/01/2012 Definições : Activação do Serviço: A activação do Serviço inicia-se a partir da validação do pagamento do

Leia mais

Condições Gerais de Utilização do Serviço

Condições Gerais de Utilização do Serviço Definição e Âmbito do Serviço PROTOCOLO DE ADESÃO AO SERVIÇO FACTORING ON LINE (EOL) RELATIVO AO CONTRATO DE FACTORING Nº Condições Gerais de Utilização do Serviço 1. O SERVIÇO FACTORING ON LINE, (EOL),

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIZAÇÃO DO CARTÃO ZILIAN PROPRIEDADE E EMISSÃO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIZAÇÃO DO CARTÃO ZILIAN PROPRIEDADE E EMISSÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIZAÇÃO DO CARTÃO ZILIAN PROPRIEDADE E EMISSÃO 1. O CARTÃO ZILIAN é válido nos estabelecimentos comerciais Zilian, pertencentes ao Grupo Mar Capital, SGPS, SA, adiante designados

Leia mais

Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de Documentos e Mensagens

Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de Documentos e Mensagens Pasta O / Entrada e Digitalização O / Back-Office O / Tratar Mensagem O / Registo de Entrada O / Pesquisa e Arquivo O / Recolha de Estatísticas Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de Documentos

Leia mais

www.f2b.com.br 18/04/2006 Micropagamento F2b Web Services Web rev 00

www.f2b.com.br 18/04/2006 Micropagamento F2b Web Services Web rev 00 www.f2b.com.br 18/04/2006 Micropagamento F2b Web Services Web rev 00 Controle de Revisões Micropagamento F2b Web Services/Web 18/04/2006 Revisão Data Descrição 00 17/04/2006 Emissão inicial. www.f2b.com.br

Leia mais

CSSnet - candidaturas on-line

CSSnet - candidaturas on-line CSSnet - candidaturas on-line Passamos a apresentar, os passos que deverá seguir para realizar a sua candidatura on-line, chamando a atenção para alguns aspetos a ter em conta. Leia, atentamente, todas

Leia mais

http://divulgafacil.terra.com.br/novahospedagem_4/configuracoes.html

http://divulgafacil.terra.com.br/novahospedagem_4/configuracoes.html Page 1 of 9 Veja abaixo como proceder para alterar as configurações de hospedagem do seu site: Na nova plataforma de hospedagem, a estrutura de diretórios FTP vai mudar um pouco. Ou seja, em caso de atualização

Leia mais

Declaração de Práticas

Declaração de Práticas Declaração de Práticas acingov Registo da revisão Versão Data Responsável Descrição 1.0 24-03-2014 Ricardo Garcês Versão Inicial 2.0 09-10-2014 Ricardo Garcês 3.0 13-10-2014 Ricardo Garcês 4.0 17-10-2014

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS Consigo rastrear o minha Compra? Sim. As informações mais atualizadas sobre sua Compra e a situação de entrega de sua Compra estão disponíveis em Meus pedidos.

Leia mais

Conselho Geral da Ordem Dos Advogados Departamento Informático. Índice:

Conselho Geral da Ordem Dos Advogados Departamento Informático. Índice: Nota Introdutória: Este documento irá guiá-lo(a) através dos procedimentos necessários para obtenção correcta do seu Certificado Digital. Por favor consulte o índice de modo a encontrar, de uma forma mais

Leia mais

Trabalho de laboratório sobre DHCP

Trabalho de laboratório sobre DHCP Trabalho de laboratório sobre DHCP Redes de Computadores I - 2005/2006 LEIC - Tagus Park Semana de 21 a 25 de Novembro 1 Introdução O objectivo desta aula é a familiarização com conceitos básicos do protocolo

Leia mais

Universidade Católica Portuguesa

Universidade Católica Portuguesa Universidade Católica Portuguesa Direção de Sistemas de Informação Serviços disponíveis aos Alunos 2014/2015 Índice Direção de Sistemas de Informação Pré requisitos e modo de acesso aos sistemas Pré requisitos

Leia mais