TRABALHO DE MATEMÁTICA II

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TRABALHO DE MATEMÁTICA II"

Transcrição

1 TRABALHO DE MATEMÁTICA II Prof. Sérgio Tambellini 2 o Trimestre / o Amarelo Questão 04 FUVEST 2010 GRUPO 1 Maria deve criar uma senha de 4 dígitos para sua conta bancária. Nessa senha, somente os algarismos 1, 2, 3, 4, 5 podem ser usados e um mesmo algarismo pode aparecer mais de uma vez. Contudo, supersticiosa, Maria não quer que sua senha contenha o número 13, isto é, o algarismo 1 seguido imediatamente pelo algarismo 3. De quantas maneiras distintas Maria pode escolher sua senha? a) 551 b) 552 c) 553 d) 554 e) 555 Resposta: a) 551 Questão 31 PUC RIO 2011 Em uma caixa, há 3 meias azuis, 5 meias pretas e 7 meias brancas. Qual o número mínimo de meias que devemos retirar para garantir que tenhamos retirado pelo menos um par de meias da mesma cor? (A) 2 (B) 4 (C) 6 (D) 8 (E) 13 Resposta: (B) 4 Com três meias podemos ter uma de cada cor, mas com quatro haverá obrigatoriamente uma das três cores para a qual teremos pegado pelo menos duas meias.

2 GRUPO 2 QUESTÃO 08 (PUC MINAS 2009) As portas de acesso de todos os apartamentos de certo hotel são identificadas por meio de números ímpares formados com 3 elementos do conjunto M={3,4,6,7,8}. Nessas condições, é CORRETO afirmar que o número de apartamentos deste hotel é a) 24 b) 36 c) 44 d) 50 QUESTÃO 20 (UFJF 2009) De quantas maneiras podemos escolher 3 números naturais distintos dentre os inteiros de 1 a 20, de modo que a soma dos números escolhidos seja ímpar? a) 100 b) 360 c) 570 d) 720 e) = GRUPO 3 1. (UFMG) Para montar a programação de uma emissora de radio, o programador musical conta com 10 musicas distintas, de diferentes estilos, assim agrupadas: 4 de MPB, 3 de Rock e 3 de Pop. Sem tempo para fazer essa programação, ele decide que, em cada um dos programas da emissora, serão tocadas, de forma aleatória, todas as 10 musicas. Assim sendo, e correto afirmar que o numero de programas distintos em que as musicas vão ser tocadas agrupadas por estilo e dado por

3 a) 4! X 3! X 3! X 3! b) 10! 7! c) 4! X 3! X 3! d) 10! 7! X 3! RESOLUÇÃO: MPB: P4 = 4! Rock: P3 = 3! Pop: P3 = 3! Estilos: P3 = 3! P4. P3. P3. P3 = 4! 3! 3! 3! Resposta: A (Uemg 2010) Observe a tirinha de quadrinhos, a seguir: A Mônica desafia seus amigos, numa brincadeira de cabo de guerra. Supondo que a posição da Mônica pode ser substituída por qualquer um de seus amigos, e que ela pode ocupar o outro lado, junto com os demais, mantendo-se em qualquer posição, o número de maneiras distintas que podem ocorrer nessa brincadeira será igual a: a) 60. b) 150. c) 600. d) 120. RESOLUÇÃO: No enunciado, entende-se que qualquer um dos amigos pode ocupar qualquer posição. Logo: P5 = 5! = 120 (5 amigos em 5 posições)

4 GRUPO 4 QUESTÃO 13 (UFRN 2010) A figura ao lado mostra um quadro com sete lâmpadas fluorescentes, as quais podem estar acesas ou apagadas, independentemente umas das outras. Cada uma das situações possíveis corresponde a um sinal de um código. Nesse caso, o número total de sinais possíveis é a:21 b:42 c:128 d:256 Resolução: uma lâmpada pode estar acesa ou apagada --> 2 possibilidades com 7 lâmpadas temos 2*2*2*2*2*2*2 = 2^7 = 128 QUESTÃO 40 (UERJ 2010) Um cofre eletrônico possui um painel com dez teclas numéricas e pode ser aberto por meio da digitação, em qualquer ordem, de três teclas distintas dentre seis habilitadas previamente pelo fabricante. Considere N o número máxima de conjuntos distintos de três teclas que abrem o cofre. na figura em destaque, as teclas azuis representam as habilidades previamente. Se o fabricante reduzisse para cinco o número de teclas habilitadas, haveria entre elas um total de M conjuntos distintos de três teclas distintas para abrir o cofre. CALCULE o valor de n - m Resolução: n= 6x5x4/3x2x1=20 m=5x4x3/3x2x1=10 n-m=20-10=10

5 GRUPO 5 QUESTÃO 16 (PUC RS 2009) Em umas sala existem 10 pessoas, sendo 8 mulheres e 2 homens. O numero de possibilidades de formar, com essas 10 pessoas, um grupo que contenha exatamente 3 mulheres e 2 homens é a) b) c) d) MULHERES HOMENS TOTAL C 8,3 = n!/ p!(n-p)! C 2,2 = n!/ p!(n-p)! 56x1 = C 8,3 = 8!/ 3!(8-3)! C 2,2 = 2!/ 2!(2-2)! 56 = C 8,3 = !/ 6.5! C 2,2 = 2/ 2. 0! C 8,3 C 8,3 = 8.7 C 2,2 = 1 C 8,3 = 56 e) RESPOSTA: letra A QUESTÃO 22 - (ENEM 2010) João mora na cidade A e precisa visitar cinco clientes, localizados em cidades diferentes da sua. Cada trajeto possível pode ser representado por uma sequência de 7 letras. Por exemplo, o trajeto ABCDEFA, informa que ele sairá da cidade A, visitando B, C, D, E e F nesta ordem, voltando para a cidade A. Além disso, o número indicado entre as letras informa o custo do deslocamento entre cada uma das cidades. Como João quer economizar, ele precisa determinar qual o trajeto de menor custo para visitar os cinco clientes. Somente parte das sequências, pois os trajetos ABCDEFA e AFEDCBA têm o mesmo custo. Ele gasta 1min e 30 seg para examinar uma sequência e descartar a sua simetria, conforme apresentado. O tempo mínimo necessário para João verificar todas as sequências possíveis no problema dele é de a) 60 minutos b) 90 minutos c) 120minutos d) 180 minutos e) 360 minutos..::fim::..

TRABALHO DE MATEMÁTICA II

TRABALHO DE MATEMÁTICA II TRABALHO DE MATEMÁTICA II Prof. Sérgio Tambellini 2 o Trimestre / 2012 2 o Azul Questão 04 GRUPO 1 (FUVEST2010) Maria deve criar uma senha de 4 dígitos para sua conta bancária. Nessa senha, somente os

Leia mais

MATEMÁTICA - 3 o ANO MÓDULO 14 PRINCÍPIO MULTIPLICATIVO E PERMUTAÇÕES

MATEMÁTICA - 3 o ANO MÓDULO 14 PRINCÍPIO MULTIPLICATIVO E PERMUTAÇÕES MATEMÁTICA - 3 o ANO MÓDULO 14 PRINCÍPIO MULTIPLICATIVO E PERMUTAÇÕES A D C B D B C A B D A C C B A D Como pode cair no enem (ENEM) A escrita Braile para cegos é um sistema de símbolos no qual cada caractere

Leia mais

d) 4 032 e) 5 760 a) 1 5 b) 2 5 c) 3 4 d) 1 4 e) 1 2

d) 4 032 e) 5 760 a) 1 5 b) 2 5 c) 3 4 d) 1 4 e) 1 2 Permutação d) 4 032 e) 5 760 1. (Upe 2013) Seguindo a etiqueta japonesa, um restaurante tipicamente oriental solicita aos seus clientes que retirem seus calçados na entrada do estabelecimento. Em certa

Leia mais

Exercícios de Matemática para o ENEM (Habilidades 2 e 4)

Exercícios de Matemática para o ENEM (Habilidades 2 e 4) Exercícios de para o ENEM (Habilidades 2 e 4) H2 Identificar padrões numéricos ou princípios de contagem 1. Doze times se inscreveram em um torneio de futebol amador. O jogo de abertura do torneio foi

Leia mais

Exercícios de Aprofundamento 2015 Mat Permutação e Arranjo

Exercícios de Aprofundamento 2015 Mat Permutação e Arranjo 1. (Uerj 015) Uma criança ganhou seis picolés de três sabores diferentes: baunilha, morango e chocolate, representados, respectivamente, pelas letras B, M e C. De segunda a sábado, a criança consome um

Leia mais

Princípio Fundamental da Contagem

Princípio Fundamental da Contagem Princípio Fundamental da Contagem 1. (Uem 2013) Seja A o seguinte conjunto de números naturais: A {1, 2, 4, 6, 8}. Assinale o que for correto. 01) Podem ser formados exatamente 24 números ímpares com 4

Leia mais

SIMULADO TERCEIRÃO e PRÉ-ENEM OUTUBRO - MATEMÁTICA PROFJUNIOR BARRETO

SIMULADO TERCEIRÃO e PRÉ-ENEM OUTUBRO - MATEMÁTICA PROFJUNIOR BARRETO SIMULADO TERCEIRÃO e PRÉ-ENEM OUTUBRO - MATEMÁTICA PROFJUNIOR BARRETO 01) (Enem 2014 Adaptada) Um cliente de uma videolocadora tem o hábito de alugar dois filmes por vez. Quando os devolve, sempre pega

Leia mais

MATEMÁTICA - 3 o ANO MÓDULO 18 PROBABILIDADE DE MAIS DE UM EVENTO

MATEMÁTICA - 3 o ANO MÓDULO 18 PROBABILIDADE DE MAIS DE UM EVENTO MATEMÁTICA - 3 o ANO MÓDULO 18 PROBABILIDADE DE MAIS DE UM EVENTO Como pode cair no enem (ENEM) Em um jogo disputado em uma mesa de sinuca, há 16 bolas: 1 branca e 15 coloridas, as quais, de acordo com

Leia mais

Módulo de Probabilidade Miscelânea de Exercícios. Cálculo de Probabilidades. Professores Tiago Miranda e Cleber Assis

Módulo de Probabilidade Miscelânea de Exercícios. Cálculo de Probabilidades. Professores Tiago Miranda e Cleber Assis Módulo de Probabilidade Miscelânea de Exercícios Cálculo de Probabilidades a série E.M. Professores Tiago Miranda e Cleber Assis Probabilidade Miscelânea de Exercícios Cálculo de Probabilidades 1 Exercícios

Leia mais

DISCIPLINA: MATEMÁTICA ANO: 2º Ano do Ensino Médio - PROF.: EDSON

DISCIPLINA: MATEMÁTICA ANO: 2º Ano do Ensino Médio - PROF.: EDSON REVISÃO MATEMÁTICA 2º ANO 1 DISCIPLINA: MATEMÁTICA ANO: 2º Ano do Ensino Médio - PROF.: EDSON 1. (Ufjf 2012) Uma empresa escolherá um chefe para cada uma de suas repartições A e B. Cada chefe deve ser

Leia mais

Curso Wellington Matemática Permutação e Princípio Fundamental da Contagem Prof Hilton Franco

Curso Wellington Matemática Permutação e Princípio Fundamental da Contagem Prof Hilton Franco 1. Para a prova de um concurso vestibular, foram elaboradas 14 questões, sendo 7 de Português, 4 de Geografia e 3 de Matemática. Diferentes versões da prova poderão ser produzidas, permutando-se livremente

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO MATEMÁTICA CONTEÚDO: PROBABILIDADE 3 a SÉRIE ENSINO MÉDIO

EXERCÍCIOS DE REVISÃO MATEMÁTICA CONTEÚDO: PROBABILIDADE 3 a SÉRIE ENSINO MÉDIO EXERCÍCIOS DE REVISÃO MATEMÁTICA CONTEÚDO: PROBABILIDADE a SÉRIE ENSINO MÉDIO ======================================================================= ) (UF SC) Em uma caixa há 8 bombons, todos com forma,

Leia mais

a) ½ b) 1/3 c) 14 d) 1/5 e) 1/6

a) ½ b) 1/3 c) 14 d) 1/5 e) 1/6 PROBABILIDADE 1) (ANEEL) Ana tem o estranho costume de somente usar blusas brancas ou pretas. Por ocasião de seu aniversário, Ana ganhou de sua mãe quatro blusas pretas e cinco brancas. Na mesma ocasião,

Leia mais

Disciplina: Matemática Data da entrega: 18/04/2015.

Disciplina: Matemática Data da entrega: 18/04/2015. Lista de Exercícios - 02 Aluno (a): Nº. Professor: Flávio Turma: 2ª série (ensino médio) Disciplina: Matemática Data da entrega: 18/04/2015. Observação: A lista deverá apresentar capa, enunciados e as

Leia mais

Análise Combinatória. Parte I. www.soexatas.com Página 1

Análise Combinatória. Parte I. www.soexatas.com Página 1 Parte I Análise Combinatória 1. (Ufmg 2013) Permutando-se os algarismos do número 123456, formam-se números de seis algarismos. Supondo-se que todos os números formados com esses seis algarismos tenham

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 3.º ANO/EF 2015

ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 3.º ANO/EF 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC Minas E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 3.º ANO/EF 2015 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados na

Leia mais

elementos. Caso teremos: elementos. Também pode ocorrer o seguinte fato:. Falsa. Justificativa: Caso, elementos.

elementos. Caso teremos: elementos. Também pode ocorrer o seguinte fato:. Falsa. Justificativa: Caso, elementos. Soluções dos Exercícios de Vestibular referentes ao Capítulo 1: 1) (UERJ, 2011) Uma máquina contém pequenas bolas de borracha de 10 cores diferentes, sendo 10 bolas de cada cor. Ao inserir uma moeda na

Leia mais

Combinação. Calcule o número de mensagens distintas que esse sistema pode emitir.

Combinação. Calcule o número de mensagens distintas que esse sistema pode emitir. Combinação 1. (Uerj 2013) Um sistema luminoso, constituído de oito módulos idênticos, foi montado para emitir mensagens em código. Cada módulo possui três lâmpadas de cores diferentes vermelha, amarela

Leia mais

Rua Moreira de Vasconcelos - 16 - Penha - Rio de Janeiro - RJ CEP 21020-230 - Tel. (21) 3867-1059 www.fabricadediversao.com.br

Rua Moreira de Vasconcelos - 16 - Penha - Rio de Janeiro - RJ CEP 21020-230 - Tel. (21) 3867-1059 www.fabricadediversao.com.br INSTRUÇÕES DE JOGO Rua Moreira de Vasconcelos - 16 - Penha - Rio de Janeiro - RJ CEP 21020-230 - Tel. (21) 3867-1059 www.fabricadediversao.com.br C 2004 CORRIDA COELHO & TARTARUGA ÍNDICE PAGINA 1- MONTAGEM

Leia mais

Cotagem de elementos

Cotagem de elementos Cotagem de elementos Introdução Na aula anterior você estudou algumas regras para cotagem e aprendeu como indicar as cotas básicas da peça. Mas, só com essas cotas, não é possível produzir peças que tenham

Leia mais

I. Princípio Fundamental da Contagem (P.F.C.)

I. Princípio Fundamental da Contagem (P.F.C.) ANÁLISE OMBINATÓRIA A principal finalidade da Análise ombinatória é estabelecer métodos de contagem. I. Princípio Fundamental da ontagem (P.F..) O P.F.., ou princípio multiplicativo, determina o número

Leia mais

Revisão de Matemática para o ENEM

Revisão de Matemática para o ENEM Revisão de para o ENEM 1. (Enem 2013) As projeções para a produção de arroz no período de 2012 2021, em uma determinada região produtora, apontam para uma perspectiva de crescimento constante da produção

Leia mais

Matemática SSA 2 REVISÃO GERAL 1

Matemática SSA 2 REVISÃO GERAL 1 1. REVISÃO 01 Matemática SSA REVISÃO GERAL 1. Um recipiente com a forma de um cone circular reto de eixo vertical recebe água na razão constante de 1 cm s. A altura do cone mede cm, e o raio de sua base

Leia mais

Exercícios de Análise Combinatória ano: 2013

Exercícios de Análise Combinatória ano: 2013 Página1 Exercícios de Análise Combinatória ano: 2013 1. (Pucrj) Em uma sorveteria há sorvetes nos sabores morango, chocolate, creme e flocos. De quantas maneiras podemos montar uma casquinha com duas bolas

Leia mais

17- EXERCÍCIOS PROPORÇÕES E REGRA DE TRÊS

17- EXERCÍCIOS PROPORÇÕES E REGRA DE TRÊS 1 17- EXERCÍCIOS PROPORÇÕES E REGRA DE TRÊS 1 - (PUCSP) Um mapa está na escala de 1 para 20.000.Qual o valor real de uma distância representada no mapa por um segmento de 5cm? a) 100m b) 250m c) 1Km d)

Leia mais

Curso Wellington Matemática Arranjo e Combinação Prof Hilton Franco

Curso Wellington Matemática Arranjo e Combinação Prof Hilton Franco 1. A figura abaixo ilustra um bloco de massa igual a 8 kg, em repouso, apoiado sobre um plano horizontal. Um prato de balança, com massa desprezível, está ligado ao bloco por um fio ideal. O fio passa

Leia mais

AGES FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS DIRETORIA DE ENSINO CÁLCULOS PARA 100%

AGES FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS DIRETORIA DE ENSINO CÁLCULOS PARA 100% AGES FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS DIRETORIA DE ENSINO CÁLCULOS PARA 100% 1. CÁLCULO PARA SABER A MÉDIA FINAL DO ALUNO 1.1. DISCIPLINAS EMINENTEMENTE TEÓRICAS São consideradas disciplinas eminentemente

Leia mais

Exercício 1 - Item 4.3.2

Exercício 1 - Item 4.3.2 Universidade Federal de Itajubá Instituto de Engenharia de Produção e Gestão Pesquisa Operacional Aula 02 Formulação dos problemas do item 4.3.2 Prof. Dr. José Arnaldo Barra Montevechi Exercício 1 - Item

Leia mais

Programadores e Problemas: Instruções. Introdução. Seu Objetivo. Configuração. Instruções do jogo equipe evolução 5/5/2006 v2.0

Programadores e Problemas: Instruções. Introdução. Seu Objetivo. Configuração. Instruções do jogo equipe evolução 5/5/2006 v2.0 Programadores e Problemas: Instruções Introdução Problemas e Programadores é um jogo educacional na área de engenharia de software. Ele é dirigido a estudantes que já têm conhecimento entre o básico e

Leia mais

Texto. Visão da Unidade de Trabalho. 1 de 17

Texto. Visão da Unidade de Trabalho. 1 de 17 Visão da Unidade de Trabalho 1 de 17 Atividades Propostas: a) Identificar no ambiente gráfico do PJe-JT os recursos disponíveis para o usuário: - Nome/Localização/Perfil do usuário; - Recurso utilizado

Leia mais

MATEMÁTICA A - 12o Ano Probabilidades - Noções gerais Propostas de resolução

MATEMÁTICA A - 12o Ano Probabilidades - Noções gerais Propostas de resolução MATEMÁTICA A - 12o Ano Probabilidades - Noções gerais Propostas de resolução Exercícios de exames e testes intermédios 1. Como o zero é o elemento neutro da multiplicação, o produto dos números saídos

Leia mais

PROVA RESOLVIDA E COMENTADA DO BANCO DO BRASIL - 2010 - FCC MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO.

PROVA RESOLVIDA E COMENTADA DO BANCO DO BRASIL - 2010 - FCC MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO. PROVA RESOLVIDA E COMENTADA DO BANCO DO BRASIL - 2010 - FCC MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO. Professor Joselias - http://professorjoselias.blogspot.com/. MATEMÁTICA 16. Segundo a Associação Brasileira de

Leia mais

TECLADO. (aula 1) O Teclado é um instrumento musical eletrônico, composto por teclas onde simulam sons de forma digital! Origem do Instrumento

TECLADO. (aula 1) O Teclado é um instrumento musical eletrônico, composto por teclas onde simulam sons de forma digital! Origem do Instrumento TECLADO (aula 1) O Teclado é um instrumento musical eletrônico, composto por teclas onde simulam sons de forma digital! Origem do Instrumento O Piano e o Órgão são os instrumentos musicais mais tradicionais

Leia mais

Probabilidades Duds. A probabilidade de que este último lápis retirado não tenha ponta é igual a: a) 0,64 b) 0,57 c) 0,52 d) 0,42

Probabilidades Duds. A probabilidade de que este último lápis retirado não tenha ponta é igual a: a) 0,64 b) 0,57 c) 0,52 d) 0,42 Probabilidades Duds 1. (Upe 2013) Em uma turma de um curso de espanhol, três pessoas pretendem fazer intercâmbio no Chile, e sete na Espanha. Dentre essas dez pessoas, foram escolhidas duas para uma entrevista

Leia mais

Solução da prova da 1 a fase OBMEP 2008 Nível 1

Solução da prova da 1 a fase OBMEP 2008 Nível 1 OBMEP 00 Nível 1 1 QUESTÃO 1 Como Leonardo da Vinci nasceu 91 anos antes de Pedro Américo, ele nasceu no ano 14 91 = 145. Por outro lado, Portinari nasceu 451 anos depois de Leonardo da Vinci, ou seja,

Leia mais

FEDERAÇÃO DE BANDEIRANTES DO BRASIL

FEDERAÇÃO DE BANDEIRANTES DO BRASIL FEDERAÇÃO DE BANDEIRANTES DO BRASIL DURAÇÃO 1h a 1h e 20 NOME DA ATIVIDADE: TUDO COMEÇOU AQUI - SEMANA BANDEIRANTE Conhecimentos a serem Adquiridos Semana Bandeirante e fundação do MB. GRUPO/RAMO Todos

Leia mais

* Acesso à programação protegido por senha; * Alimentação: 90 a 240Vca (Fonte chaveada).

* Acesso à programação protegido por senha; * Alimentação: 90 a 240Vca (Fonte chaveada). PROGRAMADOR HORÁRIO MANUAL DE INSTRUÇÕES MTZ622R - 90~240VCA - P504 VERSÃO.0 ABRIL/202 * Acesso à programação protegido por senha; * Alimentação: 90 a 240Vca (Fonte chaveada). 3.2 DIMENSÕES PLACA IHM:

Leia mais

Instruções para a Prova de MATEMÁTICA APLICADA:

Instruções para a Prova de MATEMÁTICA APLICADA: Instruções para a Prova de : Confira se seu nome e RG estão corretos. Não se esqueça de assinar a capa deste caderno, no local indicado, com caneta azul ou preta. A duração total do Módulo Discursivo é

Leia mais

Mat.Semana. PC Sampaio Alex Amaral Rafael Jesus Gabriel Ritter. (Roberta Teixeira) Este conteúdo pertence ao Descomplica.

Mat.Semana. PC Sampaio Alex Amaral Rafael Jesus Gabriel Ritter. (Roberta Teixeira) Este conteúdo pertence ao Descomplica. 15 PC Sampaio Alex Amaral Rafael Jesus Gabriel Ritter Semana (Roberta Teixeira) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia Combinatória 25 mai Permutação simples e anagramas 01. Resumo

Leia mais

Redação Avaliação Seletiva 9º ano - 2013-2014 Preparatório para as boas Escolas Públicas

Redação Avaliação Seletiva 9º ano - 2013-2014 Preparatório para as boas Escolas Públicas Redação Avaliação Seletiva 9º ano - 2013-2014 1 Questão 1 (1,5 pontos) Qual é a medida do menor ângulo formado pelos ponteiros de um relógio quando ele marca 12 horas e 30 minutos? Às 12h 30min o ponteiro

Leia mais

Frações. Números Racionais

Frações. Números Racionais Frações Números Racionais Consideremos a operação 4:5 =? onde o dividendo não é múltiplo do divisor. Vemos que não é possível determinar o quociente dessa divisão no conjunto dos números porque não há

Leia mais

SUB12 Campeonato de Resolução de Problemas de Matemática Edição 2009/2010

SUB12 Campeonato de Resolução de Problemas de Matemática Edição 2009/2010 Puxa um banco ou uma cadeira O Sr. António fabrica na sua oficina de marcenaria bancos e cadeiras de madeira. Os bancos e as cadeiras têm pés exactamente iguais. Cada banco leva 3 pés e cada cadeira tem

Leia mais

2º ano do Ensino Médio

2º ano do Ensino Médio 2º ano do Ensino Médio Instruções: 1. Você deve estar recebendo um caderno com dez questões na 1ª parte da prova, duas questões na 2ª parte e duas questões na 3ª parte. Verifique, portanto, se está completo

Leia mais

COMPANHIA DE ENGENHARIA DE TRÁFEGO Certificação de Competências

COMPANHIA DE ENGENHARIA DE TRÁFEGO Certificação de Competências COMPANHIA DE ENGENHARIA DE TRÁFEGO Certificação de Competências CARGO AGENTE DE PESQUISA 1. No Procedimento Operacional Padrão (POP) para a tarefa de pesquisa de avaliação/opinião, não constitui material

Leia mais

Regulamento Interno. Versão: 21/06/2015

Regulamento Interno. Versão: 21/06/2015 1. Geral A. Horário de Check-In: 15h. B. Horário de Check-Out: 13h. C. O Late Check-Out, caso desejado pelo hóspede, deverá ser solicitado à Recepção do Hotel Marlin s com a maior antecedência possível.

Leia mais

QUESTÕES DISCURSIVAS ANÁLISE COMBINATÓRIA

QUESTÕES DISCURSIVAS ANÁLISE COMBINATÓRIA QUESTÕES DISCURSIVAS AÁLISE COMBIATÓRIA ) (PUC-SP) O novo sistema de placas de veículos utiliza um grupo de 3 letras(dentre 6 letras ) e um grupo de 4 algarismos (por exemplo: ABC-03). Uma placa dessas

Leia mais

1) A distribuição dos alunos nas 3 turmas de um curso é mostrada na tabela abaixo.

1) A distribuição dos alunos nas 3 turmas de um curso é mostrada na tabela abaixo. 1) A distribuição dos alunos nas 3 turmas de um curso é mostrada na tabela abaixo. A B C Homens 42 36 26 Mulheres 28 24 32 Escolhendo-se uma aluna desse curso, a probabilidade de ela ser da turma A é:

Leia mais

Faça você mesmo: Instalação de LEDs nos botões do painel

Faça você mesmo: Instalação de LEDs nos botões do painel Faça você mesmo: Instalação de LEDs nos botões do painel Tutorial gentilmente cedido pelo DJCRD dos Kadetteiros.com Campinas/Grande ABC/Alto Tietê. Pessoal, abaixo o procedimento para substituir as lâmpadas

Leia mais

Roteiro de Estudos do 1ª Trimestre 2ªSérie Disciplina: Matemática Professor: Hugo P.

Roteiro de Estudos do 1ª Trimestre 2ªSérie Disciplina: Matemática Professor: Hugo P. Roteiro de Estudos do 1ª Trimestre ªSérie Disciplina: Matemática Professor: Hugo P. Conteúdos para Avaliação Trimestral: Matrizes o Definição; lei de formação de uma Matriz; o Operações com matrizes (soma,

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DE BOMBAS

MANUAL DE INSTALAÇÃO DE BOMBAS MANUAL DE INSTALAÇÃO DE BOMBAS Configuração e Instalação de Hardware e Bombas Página 1 Manual de Configuração e Instalação de Hardware e Bombas Junho de 2008 Revisão 1.2(Primeira Edição Setembro de 2007)

Leia mais

Manual de utilização do módulo NSE METH 3E4RL

Manual de utilização do módulo NSE METH 3E4RL INSTALAÇÃO 1 - Baixe o arquivo Software Configurador Ethernet disponível para download em www.nse.com.br/downloads-manuais e descompacte-o em qualquer pasta de sua preferência. 2 - Conecte a fonte 12Vcc/1A

Leia mais

O princípio multiplicativo

O princípio multiplicativo A UA UL L A O princípio multiplicativo Introdução A palavra Matemática, para um adulto ou uma criança, está diretamente relacionada com atividades e técnicas para contagem do número de elementos de algum

Leia mais

AV2 - MA 12-2012. (a) De quantos modos diferentes posso empilhá-los de modo que todos os CDs de rock fiquem juntos?

AV2 - MA 12-2012. (a) De quantos modos diferentes posso empilhá-los de modo que todos os CDs de rock fiquem juntos? Questão 1. Num porta-cds, cabem 10 CDs colocados um sobre o outro, formando uma pilha vertical. Tenho 3 CDs de MPB, 5 de rock e 2 de música clássica. (a) De quantos modos diferentes posso empilhá-los de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COLÉGIO PEDRO II DIREÇÃO-GERAL DIRETORIA DE ENSINO EXAME DE SELEÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE CANDIDATOS PROVA DE MATEMÁTICA 2011

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COLÉGIO PEDRO II DIREÇÃO-GERAL DIRETORIA DE ENSINO EXAME DE SELEÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE CANDIDATOS PROVA DE MATEMÁTICA 2011 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COLÉGIO PEDRO II DIREÇÃO-GERAL DIRETORIA DE ENSINO EXAME DE SELEÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE CANDIDATOS À MATRÍCULA NA 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO REGULAR NOTURNO PROVA DE MATEMÁTICA 2011

Leia mais

NOTAS DE AULA: LÓGICA, INDUÇÃO E INICIAÇÃO MATEMÁTICA

NOTAS DE AULA: LÓGICA, INDUÇÃO E INICIAÇÃO MATEMÁTICA NOTAS DE AULA: LÓGICA, INDUÇÃO E INICIAÇÃO MATEMÁTICA André Luiz Galdino Notas de Aula: Lógica, Indução e Iniciação Matemática 3 SUMÁRIO 3 1 Noções de Análise Combinatória 4 11 Princípio da Regra da Soma

Leia mais

Professor Paulo Lorini Najar

Professor Paulo Lorini Najar Microsoft PowerPoint O Microsoft PowerPoint é uma ferramenta ou gerador de apresentações, palestras, workshops, campanhas publicitárias, utilizados por vários profissionais, entre eles executivos, publicitários,

Leia mais

Para o OpenOffice Impress, assim como para vários softwares de apresentação, uma apresentação é um conjunto de slides.

Para o OpenOffice Impress, assim como para vários softwares de apresentação, uma apresentação é um conjunto de slides. OPENOFFICE IMPRESS 1. O QUE É UMA APRESENTAÇÃO Para o OpenOffice Impress, assim como para vários softwares de apresentação, uma apresentação é um conjunto de slides. Em cada slide podemos ter vários elementos

Leia mais

Aplicação das ferramentas da Ergonomia no setor de atendimento de uma agência bancária

Aplicação das ferramentas da Ergonomia no setor de atendimento de uma agência bancária Aplicação das ferramentas da Ergonomia no setor de atendimento de uma agência bancária Fádua Maria do Amaral SAMPAIO 1 ; Fernando Salomé JORGE 1 ; Wemerton Luís EVANGELISTA 2 1 Estudante de Engenharia

Leia mais

AGENTE DE FISCALIZAÇÃO - ESPECIALIDADE - ENGENHARIA CIVIL Prova Discursiva

AGENTE DE FISCALIZAÇÃO - ESPECIALIDADE - ENGENHARIA CIVIL Prova Discursiva Tribunal de Contas do Município de São Paulo 61 Concurso Público 2015 TARDE Nível Superior AGENTE DE FISCALIZAÇÃO - ESPECIALIDADE - ENGENHARIA CIVIL Prova Discursiva Além deste caderno de prova, contendo

Leia mais

SUMÁRIO TUTORIAL DO HQ. 2 DICAS PEDAGÓGICAS:. 2 DOWNLOAD DA INSTALAÇÃO. 2 PASSO 1 FORMULÁRIO PARA DOWNLOAD. 2 PASSO 2 ESCOLHENDO A VERSÃO.

SUMÁRIO TUTORIAL DO HQ. 2 DICAS PEDAGÓGICAS:. 2 DOWNLOAD DA INSTALAÇÃO. 2 PASSO 1 FORMULÁRIO PARA DOWNLOAD. 2 PASSO 2 ESCOLHENDO A VERSÃO. SUMÁRIO TUTORIAL DO HQ... 2 DICAS PEDAGÓGICAS:... 2 DOWNLOAD DA INSTALAÇÃO... 2 PASSO 1 FORMULÁRIO PARA DOWNLOAD... 2 PASSO 2 ESCOLHENDO A VERSÃO... 3 PASSO 3 INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO... 4 CRIANDO NOVAS

Leia mais

ANÁLISE COMBINATÓRIA

ANÁLISE COMBINATÓRIA MATEMÁTICA IV ANÁLISE COMBINATÓRIA DISCURSIVAS SÉRIE AULA AULA 0 1 (UP 01 A Mega Sena é a maior loteria do Brasil realizada pela Caixa Econômica Federal (CEF. Para ganhar o prêmio da Mega Sena, o apostador

Leia mais

SISTEMAS DIGITAIS Universidade Católica - Exercício I

SISTEMAS DIGITAIS Universidade Católica - Exercício I SISTEMAS DIGITAIS Universidade Católica - Exercício I Nome do Aluno : Gabarito 1) Associe as definições abaixo : (a) Base de Numeração (b) Símbolos de um sistema de numeração (c) Valor de um número (d)

Leia mais

CENTRAL CONDOMÍNIO MASTER 48-96 - 160

CENTRAL CONDOMÍNIO MASTER 48-96 - 160 CENTRAL CONDOMÍNIO MASTER 48-96 - 160 Dicas para uma boa instalação : Para uma boa instalação é necessário usar aterramento inferior a 10 ohms, um filtro de linha ou um NO BREAK para garantir que nenhum

Leia mais

Identificação do projeto

Identificação do projeto Seção 1 Identificação do projeto ESTUDO BÍBLICO Respondendo a uma necessidade Leia Neemias 1 Neemias era um judeu exilado em uma terra alheia. Alguns dos judeus haviam regressado para Judá depois que os

Leia mais

Sistema de Detecção de Vazamento de Gás

Sistema de Detecção de Vazamento de Gás Manual do Sistema Blockgas SB330 CB530 SB330 SB80 atende normas: NBR16186 de 06/2013 NBR16069 de 04/2010 NR 36 Apresentação do sistema: Composto por 3 módulos de equipamentos eletrônicos e 1 software de

Leia mais

Esse produto é um produto composto e tem subprodutos

Esse produto é um produto composto e tem subprodutos Indústria - Cadastro de produtos O módulo indústria permite controlar a produção dos produtos fabricados pela empresa. É possível criar um produto final e definir as matérias-primas que fazem parte de

Leia mais

PA Progressão Aritmética

PA Progressão Aritmética PA Progressão Aritmética 1. (Unicamp 014) O perímetro de um triângulo retângulo é igual a 6,0 m e as medidas dos lados estão em progressão aritmética (PA). A área desse triângulo é igual a a) 3,0 m. b),0

Leia mais

RESUMO TEÓRICO. n(a) P(A) = n(u) 0 P(A) 1

RESUMO TEÓRICO. n(a) P(A) = n(u) 0 P(A) 1 RESUMO TEÓRICO Experimentos aleatórios: são aqueles que, mesmo repetidos várias vezes sob condições semelhantes, apresentam resultados imprevisíveis. Exemplo: Lançar um dado e verificar qual é a face voltada

Leia mais

Gradual Tecnologia Ltda

Gradual Tecnologia Ltda Geral:...2 Conhecendo o produto:...3 Montagem do Dualtech CPU RS-485/TCP-IP...4 Montagem Dualtech em MODO TCP-IP (Prisma)...6 Montagem Dualtech em MODO RS485 (Las Vegas)...7 1 Geral: Este documento tem

Leia mais

Soluções Nível 1 5 a e 6 a séries (6º e 7º anos) do Ensino Fundamental

Soluções Nível 1 5 a e 6 a séries (6º e 7º anos) do Ensino Fundamental a e 6 a séries (6º e 7º anos) do Ensino Fundamental 1. (alternativa C) Os números 0,01 e 0,119 são menores que 0,12. Por outro lado, 0,1 e 0,7 são maiores que 0,. Finalmente, 0,29 é maior que 0,12 e menor

Leia mais

Coordenadas Geográficas e Projeções Cartográficas. Prof. Bruno

Coordenadas Geográficas e Projeções Cartográficas. Prof. Bruno Coordenadas Geográficas e Projeções Cartográficas Prof. Bruno Paralelos Linhas Imaginárias que cortam o mundo no sentido horizontal Latitude É a medida do ângulo dos Paralelos. Varia de 0 a 90 graus, de

Leia mais

COLETÂNEA DE PROBLEMAS PARA TREINAMENTO (*) NÍVEL I (ENSINO FUNDAMENTAL: 5 a e 6 a Séries)

COLETÂNEA DE PROBLEMAS PARA TREINAMENTO (*) NÍVEL I (ENSINO FUNDAMENTAL: 5 a e 6 a Séries) COLETÂNEA DE PROBLEMAS PARA TREINAMENTO (*) NÍVEL I (ENSINO FUNDAMENTAL: 5 a e 6 a Séries) PROBLEMA 1 Numa loteria, todos os prêmios em reais são potências de 13 (isto é, R$ 1,00, R$ 13,00, R$ 169,00 etc.)

Leia mais

Questão do ENEM 1. Conclusão. Questão do ENEM 4. Caso o posto X encerre suas atividades, teremos: 1º caso (dois octógonos e um de outro tipo)

Questão do ENEM 1. Conclusão. Questão do ENEM 4. Caso o posto X encerre suas atividades, teremos: 1º caso (dois octógonos e um de outro tipo) Questão do ENEM 1 Consideremos uma combinação de dois tipos diferentes de ladrilhos em que um deles é, necessariamente, um octógono regular. Temos dois casos para análise: 1º caso (dois octógonos e um

Leia mais

As Notas Musicais. O processo moderno utiliza códigos quando se refere a cada uma das notas. Este código é chamado de CIFRA.

As Notas Musicais. O processo moderno utiliza códigos quando se refere a cada uma das notas. Este código é chamado de CIFRA. Para focalizar a mente façamos um ditado.omplete. As Notas Musicais São aqueles 7 nomes que todo mundo já ouviu falar (Dó, Ré Mi, Fá, Sol, Lá e Si) mas, ao contrário do que muitas pessoas pensam, existem

Leia mais

Revisão de combinatória

Revisão de combinatória A UA UL LA Revisão de combinatória Introdução Nesta aula, vamos misturar os vários conceitos aprendidos em análise combinatória. Desde o princípio multiplicativo até os vários tipos de permutações e combinações.

Leia mais

Hamtronix CONTROLE REMOTO DTMF. CRD200 - Manual de Instalação e Operação. Software V 2.0 Hardware Revisão B

Hamtronix CONTROLE REMOTO DTMF. CRD200 - Manual de Instalação e Operação. Software V 2.0 Hardware Revisão B Hamtronix CRD200 - Manual de Instalação e Operação Software V 2.0 Hardware Revisão B INTRODUÇÃO Índice...01 Suporte On-line...01 Termo de Garantia...01 Em Caso de Problemas (RESET)...01 Descrição do Produto...02

Leia mais

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS POPE: H-08 Página 1 de 9 1. Identificação do equipamento: 1.1 Nome:. Modelo: DM96 1.2 Número de série 31855 1.3 Número de patrimônio: N/A. 1.4 Data de aquisição: N/A. 1.4.1 Entrada no setor: 25/06/13 1.4.2

Leia mais

C Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www.concursosecursos.com.br RACIOCÍNIO LÓGICO AULA 7

C Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www.concursosecursos.com.br RACIOCÍNIO LÓGICO AULA 7 RACIOCÍNIO LÓGICO AULA 7 TEORIA DAS PROBABILIDADES Vamos considerar os seguintes experimentos: Um corpo de massa m, definida sendo arrastado horizontalmente por uma força qualquer, em um espaço definido.

Leia mais

OFICINA DE JOGOS APOSTILA DO PROFESSOR

OFICINA DE JOGOS APOSTILA DO PROFESSOR OFICINA DE JOGOS APOSTILA DO PROFESSOR APRESENTAÇÃO Olá professor, Essa apostila apresenta jogos matemáticos que foram doados a uma escola de Blumenau como parte de uma ação do Movimento Nós Podemos Blumenau.

Leia mais

UFSM 2009 - MATEMÁTICA

UFSM 2009 - MATEMÁTICA UFSM 009 - MATEMÁTICA 0) Coronel Pilar afinado com a música é a manchete do jornal A Razão, seção Educação, do dia de julho de 008. Segundo a notícia, a Escola Estadual Coronel Pilar deu início ao projeto

Leia mais

LGTi Tecnologia. Manual - Outlook Web App. Soluções Inteligentes. Siner Engenharia

LGTi Tecnologia. Manual - Outlook Web App. Soluções Inteligentes. Siner Engenharia LGTi Tecnologia Soluções Inteligentes Manual - Outlook Web App Siner Engenharia Sumário Acessando o Outlook Web App (Webmail)... 3 Email no Outlook Web App... 5 Criar uma nova mensagem... 6 Trabalhando

Leia mais

PASSOS PARA GERAR, REUNIR, DIVIDIR E PROTEGER ARQUIVOS PDF DAS TESES PARA A PUBLICAÇÃO NO TEDE (Set./2006)

PASSOS PARA GERAR, REUNIR, DIVIDIR E PROTEGER ARQUIVOS PDF DAS TESES PARA A PUBLICAÇÃO NO TEDE (Set./2006) PASSOS PARA GERAR, REUNIR, DIVIDIR E PROTEGER ARQUIVOS PDF DAS TESES PARA A PUBLICAÇÃO NO TEDE (Set./2006) Crie uma pasta no seu computador (ex: TESES) para receber os arquivos PDF e uma sub-pasta (teses

Leia mais

KLAITON 1ª SEMANA - 3ª REG WS E DC MAT 4

KLAITON 1ª SEMANA - 3ª REG WS E DC MAT 4 KLAITON 1ª SEMANA - 3ª REG WS E DC MAT 4 1. Os clientes de um banco, ao utilizarem seus cartões nos caixas eletrônicos, digitavam uma senha numérica composta por cinco algarismos. Com o intuito de melhorar

Leia mais

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 55 HERANÇA LIGADA AO SEXO

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 55 HERANÇA LIGADA AO SEXO BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 55 HERANÇA LIGADA AO SEXO Mulher portadora Homem não afectado Gene normal Gene alterado Mulher portadora Mulher não afectada Homem não afectado Homem afectado Homem afectado

Leia mais

WWW.MUSICALLEIZER.COM.BR

WWW.MUSICALLEIZER.COM.BR WWW.MUSICALLEIZER.COM.BR Índice Índice Prefácio Sobre o autor Introdução Como ser produtivo estudando corretamente Você já organizou o seu tempo e os seus dias para estudar? Definir o que vai estudar Organizando

Leia mais

CURSO ANUAL DE MATEMÁTICA REVISÃO ENEM RETA FINAL

CURSO ANUAL DE MATEMÁTICA REVISÃO ENEM RETA FINAL CURSO ANUAL DE MATEMÁTICA REVISÃO ENEM RETA FINAL Tenho certeza que você se dedicou ao máximo esse ano, galerinha! Sangue no olho, muita garra nessa reta final! Essa vaga é de vocês! Forte abraço prof

Leia mais

RASTREAMENTO E LOCALIZAÇÃO DE VEÍCULOS

RASTREAMENTO E LOCALIZAÇÃO DE VEÍCULOS Parabéns! Você acaba de adquirir um dos melhores produtos e sistema de rastreamento de veículos via-satélite. Ele irá oferecer segurança e mobilidade para a sua empresa e seu patrimônio pessoal. Como acessar

Leia mais

N1Q1 Solução. a) Há várias formas de se cobrir o tabuleiro usando somente peças do tipo A; a figura mostra duas delas.

N1Q1 Solução. a) Há várias formas de se cobrir o tabuleiro usando somente peças do tipo A; a figura mostra duas delas. 1 N1Q1 Solução a) Há várias formas de se cobrir o tabuleiro usando somente peças do tipo A; a figura mostra duas delas. b) Há várias formas de se cobrir o tabuleiro com peças dos tipos A e B, com pelo

Leia mais

FCHS - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS PRIAD PROGRAMA DE REVISÃO INTENSIVA EM ADMINISTRAÇÃO

FCHS - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS PRIAD PROGRAMA DE REVISÃO INTENSIVA EM ADMINISTRAÇÃO FCHS - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS PRIAD PROGRAMA DE REVISÃO INTENSIVA EM ADMINISTRAÇÃO TEMA PRIAD PROBABILIDADES E APLICAÇÕES PRÁTICAS DATA / / ALUNO RA TURMA 1) Num levantamento realizado

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROFESSORES. No. 015/2015

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROFESSORES. No. 015/2015 EDITAL DE SELEÇÃO DE PROFESSORES No. 015/2015 uso das atribuições, A Diretora Acadêmica da Faculdade Maria Milza no Faz saber que estão abertas as inscrições para o processo seletivo de professores, que

Leia mais

36ª Olimpíada Brasileira de Matemática GABARITO Segunda Fase

36ª Olimpíada Brasileira de Matemática GABARITO Segunda Fase 36ª Olimpíada Brasileira de Matemática GABARITO Segunda Fase Soluções Nível 1 Segunda Fase Parte A CRITÉRIO DE CORREÇÃO: PARTE A Na parte A serão atribuídos 5 pontos para cada resposta correta e a pontuação

Leia mais

Rotinas úteis e diárias para facilitar o uso do sistema Winsati pelo usuário.

Rotinas úteis e diárias para facilitar o uso do sistema Winsati pelo usuário. Rotinas úteis e diárias para facilitar o uso do sistema Winsati pelo usuário. Rotina para quando clicar no ícone do Winsati e ele não inicializar Podem acontecer dois casos: 1. Caso 1: No caso de clicar

Leia mais

APOSTILA. Transporte de Produtos Perigosos

APOSTILA. Transporte de Produtos Perigosos 11 APOSTILA Transporte de Produtos Perigosos Caros Colegas, A nova apostila do Programa Olimpíadas da Segurança trata de assuntos do nosso cotidiano. Já falamos de movimentação de cargas, postura, análise

Leia mais

KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 18-11-15

KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 18-11-15 KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 18-11-15 A ORAÇÃO MANISFESTA O PODER DE DEUS ATRAVÉS DE MIM Princípio: Quando eu oro, o poder de Deus se manifesta através de mim! Versículo: Ora, àquele que é poderoso para fazer

Leia mais

Etapas para a preparação de um plano de negócios

Etapas para a preparação de um plano de negócios 1 Centro Ensino Superior do Amapá Curso de Administração Disciplina: EMPREENDEDORISMO Turma: 5 ADN Professor: NAZARÉ DA SILVA DIAS FERRÃO Aluno: O PLANO DE NEGÓCIO A necessidade de um plano de negócio

Leia mais

Resolução Prova de RACIOCINIO LOGICO MATEMATICO (PARTE MATEMÁTICA) PROF RICARDO ALVES

Resolução Prova de RACIOCINIO LOGICO MATEMATICO (PARTE MATEMÁTICA) PROF RICARDO ALVES Resolução Prova de RACIOCINIO LOGICO MATEMATICO (PARTE MATEMÁTICA) PROF RICARDO ALVES 11 Observe a adição: Sendo E e U dois algarismos não nulos e distintos, a soma E + U é igual a (A) 13 (B) 14 (C) 15

Leia mais

Para o PowerPoint, assim como para vários softwares de apresentação, uma apresentação é um conjunto de slides.

Para o PowerPoint, assim como para vários softwares de apresentação, uma apresentação é um conjunto de slides. POWERPOINT 1. O QUE É UMA APRESENTAÇÃO Para o PowerPoint, assim como para vários softwares de apresentação, uma apresentação é um conjunto de slides. Em cada slide podemos ter vários elementos ou objetos

Leia mais

PRINCÍPIO DA CASA DOS POMBOS

PRINCÍPIO DA CASA DOS POMBOS PRINCÍPIO DA CASA DOS POMBOS 1) Certa noite, Carlos Eduardo resolveu ir ao cinema, mas descobriu que não tinha meias limpas pra calçar. Foi então ao quarto do pai, que estava na escuridão. Ele sabia que

Leia mais

Algumas dicas para você ter uma boa qualidade de navegação

Algumas dicas para você ter uma boa qualidade de navegação internet via rádio MUITO OBRIGADO! 02 Estamos muito felizes por nos escolher. Por isso, trabalhamos todos os dias buscando inovações e procurando desenvolver novos produtos e serviços para a sua satisfação,

Leia mais

Exercícios Análise Combinatória

Exercícios Análise Combinatória Exercícios Análise Combinatória 1. (Uemg 2014) Na Copa das Confederações de 2013, no Brasil, onde a seleção brasileira foi campeã, o técnico Luiz Felipe Scolari tinha à sua disposição 23 jogadores de várias

Leia mais