ANTECEDENTES DA RIO + 10

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANTECEDENTES DA RIO + 10"

Transcrição

1 ANTECEDENTES DA RIO + 10

2 RIO evento organizado pela ONG Conselho da Terra, foi realizado no Rio de Janeiro de 13 e 19/3/1997 e teve forte participação empresarial e a presença de apenas 50 ONGs.Como ocorre invariavelmente nesse tipo de encontro, não faltaram números bombásticos para justificar o otimismo ou, com mais freqüência, o pessimismo dos delegados participantes. Em outras palavras: desde a ECO-92, o mega-evento que pretendia revolucionar a vida sobre a Terra, o Mundo melhorou e piorou, não necessariamente nesta ordem. Esta foi a principal conclusão implícita da Rio+5, a conferência extraoficial internacional organizada pela ONG Conselho da Terra, que reuniu 500 delegados do planeta para fazer um balanço dos frutos da Conferência do Rio, cinco anos depois.

3 De fato, o planeta não ficou insensível ao mega-evento promovido pela ONU em Uma pesquisa do International Environmental Monitor, do Canadá, divulgada durante a Rio+5, indicou que 60% das 25 mil pessoas ouvidas em 25 países estão preocupadas com o meio ambiente, índice superior ao verificado em A maioria, excluídos os europeus do Leste, colocou a proteção ambiental à frente do crescimento econômico como prioridade. No Brasil, o quadro é semelhante. O Ministério do Meio Ambiente acaba de divulgar uma pesquisa nacional que ouviu 2 mil pessoas. Ela indica o alto nível de consciência e a absoluta falta de informações do brasileiro. O levantamento detecta uma reverência religiosa frente à natureza, considerada sagrada por mais de metade da população, e uma concepção ecológica que exclui o meio ambiente urbano.

4 Mais surpreendente: quase dois terços dos entrevistados dizem ser preferível uma melhor qualidade de vida, ainda que isto custe alguns empregos. A maioria (72%) está disposta a separar o lixo para a reciclagem, contra 59% em Também subiu de 38% para 41% a porcentagem dos que querem reduzir seu consumo de energia. Entretanto, caiu de 14% para 11% o número dos que aceitariam pagar mais por produtos agrícolas orgânicos. Mas o nível de conhecimento praticamente não mudou desde Enquanto 53% dos entrevistados nunca ouviram falar em efeito estufa, 78% não sabem o que é biodiversidade

5 Se houve consenso quanto ao efeito didático da ECO- 92, o otimismo não foi unanimidade durante a Rio+5 - longe disso. A opinião mais corrente era a de que pouco se fez nestes cinco anos para tirar do papel os compromissos assumidos em 92. Naquela época, os países ricos brigaram para não terem de patrocinar seus primos pobres. Dos US$ 600 bilhões anuais estimados necessários para cumprir a Agenda 21, um dos principais documentos da ECO-92, pouco se teve notícia. Segundo o Worldwatch Institute, o Global Environmental Facility (GEF), ligado ao Banco Mundial, que deveria ser o principal financiador da Agenda 21, ficou com apenas US$ 315 milhões no ano passado, menos ainda que os US$ 322 milhões de Aliás, durante a reunião temática sobre o GEF, uma das questões mais discutidas foi a proposta - bem recebida - de se priorizar a destinação de pequenas somas a projetos locais, contra grandes montantes para projetos megalômanos.

6 Rio+5 Forum March 1997; Rio de Janeiro, Brazil. This forum provided many non-government organizations with an opportunity to reflect and to determine how to translate sustainable development from agenda to action. 5th Session of the UM Comission on Sustainable Development (CSD)7-25 April 1997; New York, USA. At this meeting, governments are negotiating documents to be adopted at the Earth Summit+5. EARTH SUMMIT a Special Session of the United Nations General Assembly to take place in New York, June

7 Earth Summit The Special Session of the General Assembly held in June 1997 adopted a comprehensive document entitled Programme for the Further Implementation of Agenda 21 prepared by the Commission on Sustainable Development. It also adopted the Programme of Work of the Commission for UNITED NATIONS WORLD SUMMIT ON SUSTAINABLE DEVELOPMENT Johanesburgh - 26/08 to 04/09/2002

8 The tenth session of the UN Commission on Sustainable Development (known as CSD10) acted as the Preparatory Committee for the Summit which was the central organising body. CSD10 had four preparatory meetings for the Summit during , known as PrepComs. These meetings were held as follows: PrepCom 1: 30 April - 2 May 2001,New York PrepCom 2: 28 January - 8 February 2002, New York PrepCom 3: 25 March - 4 April 2002, New York PrepCom 4: 27 May - 7 June 2002, Bali, Indonesia

AULA 9. Ação pelo Ambiente

AULA 9. Ação pelo Ambiente AULA 9 Ação pelo Ambiente Roberto e o seu grupo do meio ambiente estão se preparando para a Grande Reunião que irá tratar dos problemas ambientais do planeta. Ele pede ajuda à Sofia para bolar um plano

Leia mais

AGENDA 21: Imagine... FUTURO... AGENDA 21: 1. É o principal documento da Rio-92 (Conferência ONU: Meio Ambiente e desenvolvimento Humano); 2. É a proposta mais consistente que existe de como alcançar

Leia mais

BRICS Monitor. Especial RIO+20. Rio+20: a China e a Estrutura Institucional Internacional para o Desenvolvimento Sustentável.

BRICS Monitor. Especial RIO+20. Rio+20: a China e a Estrutura Institucional Internacional para o Desenvolvimento Sustentável. BRICS Monitor Especial RIO+20 Rio+20: a China e a Estrutura Institucional Internacional para o Desenvolvimento Sustentável Abril de 2012 Núcleo de Política Internacional e Agenda Multilateral BRICS Policy

Leia mais

Alexandra Betâmio de Almeida

Alexandra Betâmio de Almeida Alexandra Betâmio de Almeida Sustentabilidade nos Jogos Olímpicos 1994 A comissão Organizadora Lillehammer Winter Games introduz as questões de sustentabilidade ambiental na preparação de grandes eventos

Leia mais

Administração e Sustentabilidade

Administração e Sustentabilidade Administração e Sustentabilidade Prof. André Pereira de Carvalho andre.carvalho@fgv.br POI/ FGV-EAESP www.fgv.br/eaesp Centro de Estudos em Sustentabilidade (Gvces) www.fgv.br/ces Dilema: Falso dilema?

Leia mais

Tratados internacionais sobre o meio ambiente

Tratados internacionais sobre o meio ambiente Tratados internacionais sobre o meio ambiente Conferência de Estocolmo 1972 Preservação ambiental X Crescimento econômico Desencadeou outras conferências e tratados Criou o Programa das Nações Unidas para

Leia mais

1ª RODADA NOVA S/B-IBOPE Comunicação de Interesse Público PESQUISA TELEFÔNICA NACIONAL SOBRE AQUECIMENTO GLOBAL. IBOPE Opinião

1ª RODADA NOVA S/B-IBOPE Comunicação de Interesse Público PESQUISA TELEFÔNICA NACIONAL SOBRE AQUECIMENTO GLOBAL. IBOPE Opinião 1ª RODADA NOVA S/B-IBOPE Comunicação de Interesse Público PESQUISA TELEFÔNICA NACIONAL SOBRE AQUECIMENTO GLOBAL Metodologia Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas

Leia mais

Geografia. Professor: Jonas Rocha

Geografia. Professor: Jonas Rocha Geografia Professor: Jonas Rocha Questões Ambientais Consciência Ambiental Conferências Internacionais Problemas Ambientais Consciência Ambiental Até a década de 1970 o homem acreditava que os recursos

Leia mais

Brasil avança, mas é quarto país mais desigual da América Latina, diz ONU

Brasil avança, mas é quarto país mais desigual da América Latina, diz ONU Brasil avança, mas é quarto país mais desigual da América Latina, diz ONU Estudo faz balanço de serviços urbanos básicos, como a gestão dos resíduos sólidos. (Foto: Reprodução) Apesar do crescimento econômico,

Leia mais

PROJETO INTEGRADO ESCOLA VERDE: EDUCAÇÃO, SAÚDE E MEIO AMBIENTE. Sustentabilidade e Biodiversidade

PROJETO INTEGRADO ESCOLA VERDE: EDUCAÇÃO, SAÚDE E MEIO AMBIENTE. Sustentabilidade e Biodiversidade PROJETO INTEGRADO ESCOLA VERDE: EDUCAÇÃO, SAÚDE E MEIO AMBIENTE Sustentabilidade e Biodiversidade Profª. Monica Prantera, Prof. Wellington Matos e Biólogo Leandro Duarte Parceria: Bayer, Unigranrio e SME

Leia mais

Resumo. O caminho da sustentabilidade

Resumo. O caminho da sustentabilidade Resumo O caminho da sustentabilidade Termos recorrentes em debates e pesquisas, na mídia e no mundo dos negócios da atualidade, como sustentabilidade, desenvolvimento sustentável, responsabilidade empresarial

Leia mais

climáticas? Como a África pode adaptar-se às mudanças GREEN WORLD RECYCLING - SÉRIE DE INFO GAIA - No. 1

climáticas? Como a África pode adaptar-se às mudanças GREEN WORLD RECYCLING - SÉRIE DE INFO GAIA - No. 1 Como a África pode adaptar-se às mudanças climáticas? Os Clubes de Agricultores de HPP alcançam dezenas de milhares ensinando sobre práticas agrícolas sustentáveis e rentáveis e de como se adaptar a uma

Leia mais

QUESTÃO 1 Nessa charge, o autor usou três pontos de exclamação, na fala da personagem, para reforçar o sentimento de

QUESTÃO 1 Nessa charge, o autor usou três pontos de exclamação, na fala da personagem, para reforçar o sentimento de Nome: N.º: endereço: data: telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 6.O ANO EM 2013 Disciplina: Prova: português desafio nota: Texto para a questão 1. (Disponível em: )

Leia mais

Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 3º Ano Principais Conferências Internacionais sobre o Meio Ambiente

Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 3º Ano Principais Conferências Internacionais sobre o Meio Ambiente Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 3º Ano Principais Conferências Internacionais sobre o Meio Ambiente Prof. Claudimar Fontinele Em dois momentos a ONU reuniu nações para debater

Leia mais

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V. Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo.

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V. Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo. 1 MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo Abril / 2014 Metodologia 2 Metodologia 3 Técnica Pesquisa quantitativa,

Leia mais

Finanças Climáticas e Fundos de Investimento. Walter Figueiredo De Simoni

Finanças Climáticas e Fundos de Investimento. Walter Figueiredo De Simoni Finanças Climáticas e Fundos de Investimento Walter Figueiredo De Simoni Conteúdo Por que investir De onde vem o financiamento Quem precisa investir Quem investe Como engajar o setor financeiro A razão

Leia mais

Organização Mundial do Comércio: Possibilidades e Limites

Organização Mundial do Comércio: Possibilidades e Limites Organização Mundial do Comércio: Possibilidades e Limites Análise Integração Regional / Economia e Comércio Bernardo Erhardt de Andrade Guaracy 15 de outubro de 2003 Organização Mundial do Comércio: Possibilidades

Leia mais

UMA VERDADE INCONVENIENTE

UMA VERDADE INCONVENIENTE UMA VERDADE INCONVENIENTE COMO INSTRUMENTO DE ALTERAÇÃO DE ATITUDES? WORKSHOP DO ENVOLVIMENTO À PARTICIPAÇÃO: O PAPEL DA COMUNICAÇÃO NA GESTÃO DE RISCOS 21 E 22 DE JULHO DE 2011 Emiliana Silva (CEEAplA

Leia mais

A emergência de um novo mundo no século XXI?

A emergência de um novo mundo no século XXI? A emergência de um novo mundo no século XXI? José Eustáquio Diniz Alves 1 A economia mundial deve crescer cerca de 4 vezes nos próximos 40 anos. Isto quer dizer que o Produto Interno Bruto (PIB) terá o

Leia mais

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V. Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo.

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V. Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo. 1 MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo Maio/ 2014 Metodologia 2 Metodologia 3 Técnica Pesquisa quantitativa,

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Expansão do Fórum Social Mundial: Algumas questões e Sugestões Amit Sen Gupta (FSM, ad hoc Comitê

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO CONFERÊNCIA SOBRE OS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO CONFERÊNCIA SOBRE OS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO CONFERÊNCIA SOBRE OS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO Grupo de Trabalho 2: Buscando Maneiras de Reduzir a Perda da

Leia mais

2003 - ANO INTERNACIONAL DA ÁGUA DOCE

2003 - ANO INTERNACIONAL DA ÁGUA DOCE 2003 - ANO INTERNACIONAL DA ÁGUA DOCE "Nenhuma medida poderia contribuir mais para reduzir a incidência de doenças e salvar vidas no mundo em desenvolvimento do que fornecer água potável e saneamento adequado

Leia mais

Uma Síntese do Quarto Relatório do IPCC

Uma Síntese do Quarto Relatório do IPCC RESENHA Uma Síntese do Quarto Relatório do IPCC Por Ana Maria Heuminski de Avila Universidade Estadual de Campinas Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura - CEPAGRI CIDADE

Leia mais

Apresenta: O que pensam os pacientes como clientes. 1 Edição

Apresenta: O que pensam os pacientes como clientes. 1 Edição Apresenta: O que pensam os pacientes como clientes O que pensam os pacientes como clientes 1 Edição AGENDA Metodologia Sinopse A Pesquisa METODOLOGIA TÉCNICA Pesquisa quantitativa, com abordagem pessoal

Leia mais

TETRA PAK E ONG NOOLHAR Projeto Cultura Ambiental nas Escolas Oficina Educação para Sustentabilidade

TETRA PAK E ONG NOOLHAR Projeto Cultura Ambiental nas Escolas Oficina Educação para Sustentabilidade TETRA PAK E ONG NOOLHAR Projeto Oficina Educação para Sustentabilidade Sala de Capacitação do Centro Paulo Freire Recife, Pernambuco (PE) Educador Ambiental: William Monteiro Rocha Cidade: Recife (Pernambuco)

Leia mais

Sustentabilidade no Setor Varejista Brasileiro. Fernando de Castro Presidente

Sustentabilidade no Setor Varejista Brasileiro. Fernando de Castro Presidente Sustentabilidade no Setor Varejista Brasileiro Fernando de Castro Presidente Quem Somos Grupo de empresários preocupados em: o Contribuir com políticas de desenvolvimento para o Brasil o Participação do

Leia mais

PROJETO MASSUr PROJETO MASSUr

PROJETO MASSUr PROJETO MASSUr PROJETO MASSUr 1 Introdução 1 - MASSUr A urbanização sem planejamento tem trazido conseqüências nos diferentes campos apresentando impactos na saúde do indivíduo. Segundo Scaringella (2001) a crise da

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 39/2013

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 39/2013 Parte integrante da Aula 05 do meu Curso de Inglês em Exercícios para AFT do site Canal dos Concursos (www.canaldosconcursos.com.br) Aulas em PDF Olá a todos, Antes de passarmos para a resolução da prova

Leia mais

2011 V. oluntariado Mundial Valores universais para o bem estar global. Relatório sobre o Estado do. Inspiração em Acção

2011 V. oluntariado Mundial Valores universais para o bem estar global. Relatório sobre o Estado do. Inspiração em Acção 2011 V Relatório sobre o Estado do oluntariado Mundial Valores universais para o bem estar global Inspiração em Acção O programa de Voluntários das Nações Unidas (VNU) é a organização das Nações Unidas

Leia mais

FACEMA SUSTENTÁVEL: Incorporação de educação ambiental na IES: Pedro Augusto da Silva Soares

FACEMA SUSTENTÁVEL: Incorporação de educação ambiental na IES: Pedro Augusto da Silva Soares FACEMA SUSTENTÁVEL: Incorporação de educação ambiental na IES: Pedro Augusto da Silva Soares Faculdade de ciências e tecnologia do maranhão-facema Caxias/MA pedroftb@hotmail.com.br/coor.educacaoambiental@facema.edu.br

Leia mais

UNCTAD NOTA À IMPRENSA. RESTRIÇÃO O conteúdo deste Relatório não poderá ser divulgado antes das 17 horas do GMT de 18 de setembro de 2001

UNCTAD NOTA À IMPRENSA. RESTRIÇÃO O conteúdo deste Relatório não poderá ser divulgado antes das 17 horas do GMT de 18 de setembro de 2001 TRADUÇAO NÃO OFICIAL UNCTAD NOTA À IMPRENSA RESTRIÇÃO O conteúdo deste Relatório não poderá ser divulgado antes das 17 horas do GMT de 18 de setembro de 2001 (13 horas de Nova York, 19 horas de Genebra,

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE A VIDA NO PLANETA: SOMOS CONSUMIDORES RESPONSÁVEIS?

REFLEXÕES SOBRE A VIDA NO PLANETA: SOMOS CONSUMIDORES RESPONSÁVEIS? REFLEXÕES SOBRE A VIDA NO PLANETA: SOMOS CONSUMIDORES RESPONSÁVEIS? Ensino Fundamental II e Ensino Médio O sistema capitalista move a nossa sociedade, sendo um modelo econômico atual que pressupõe uma

Leia mais

Exportações recordes do Brasil influenciam o mercado cafeeiro

Exportações recordes do Brasil influenciam o mercado cafeeiro Exportações recordes do Brasil influenciam o mercado cafeeiro As exportações de café do Brasil alcançaram um volume recorde de 36,8 milhões de sacas no ano-safra de 2014/15 (abril a março), alimentado

Leia mais

Lista de verificação (Check list) para planejamento e execução de Projetos

Lista de verificação (Check list) para planejamento e execução de Projetos www.tecnologiadeprojetos.com.br Lista de verificação (Check list) para planejamento e execução de Projetos Eduardo F. Barbosa Dácio G. Moura Material didático utilizado na disciplina Desenvolvimento de

Leia mais

PUC Goiás. Prof. Ricardo Resende Dias, MSc.

PUC Goiás. Prof. Ricardo Resende Dias, MSc. PUC Goiás Prof. Ricardo Resende Dias, MSc. 1 2 3 4 RAZÕES PARA ADOÇÃO DE PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS AUMENTAR A QUALIDADE DO PRODUTO AUMENTAR A COMPETITIVIDADE DAS EXPORTAÇÕES ATENDER O CONSUMIDOR COM PREOCUPAÇÕES

Leia mais

Brasília abril / 2006

Brasília abril / 2006 O que pensam, sobre meio ambiente, o(a)s aluno(a)s do ensino fundamental do Espírito Santo que participaram do processo de seleção do(a)s delegado(a)s para a II Conferência Nacional Infanto-Juvenil pelo

Leia mais

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Site Correio Braziliense Data: 14/06/2012. Assunto: Rio+20

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Site Correio Braziliense Data: 14/06/2012. Assunto: Rio+20 Veículo: Site Correio Braziliense Data: 14/06/2012 Seção: Ser Sustentável Pág.: http://bit.ly/okj5q9 Assunto: Rio+20 Veículo: Site Correio Braziliense Data: 14/06/2012 Seção: Ser Sustentável Pág.: http://bit.ly/okj5q9

Leia mais

A tendência do homem à mecanização, transformando as matérias-primas em bens úteis, gerando resíduos inúteis para o meio;

A tendência do homem à mecanização, transformando as matérias-primas em bens úteis, gerando resíduos inúteis para o meio; OS IMPACTOS AMBIENTAIS E A BIODIVERSIDADE 1 A poluição A introdução no meio ambiente de qualquer matéria ou energia que venha alterar as propriedades físicas, químicas ou biológica que afete a saúde das

Leia mais

Grupo Banco Mundial. Construindo um mundo sem pobreza

Grupo Banco Mundial. Construindo um mundo sem pobreza Grupo Banco Mundial Construindo um mundo sem pobreza Enfoque Regional! O Banco Mundial trabalha em seis grandes regiões do mundo: 2 Fatos Regionais: América Latina e Caribe (ALC)! População total: 500

Leia mais

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL 1. CONCEITOS COMPLEMENTARES DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, presidida por Gro Harlem Brundtland Nosso Futuro Comum (1987)

Leia mais

Este documento faz parte do Repositório Digital da Rede Nossa São Paulo

Este documento faz parte do Repositório Digital da Rede Nossa São Paulo Este documento faz parte do Repositório Digital da Rede Nossa São Paulo www.nossasaopaulo.org.br Facebook, Youtube e G+: Rede Nossa São Paulo Twitter: @nossasaopaulo O grupo de meio ambiente recém-criado

Leia mais

Gestão Ambiental AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO AMBIENTAL AMPLIADO (ADAA): UM MODELO PARA COMPARAÇÃO DE EMPRESAS. Beate Frank. Anja Grothe-Senf RESUMO

Gestão Ambiental AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO AMBIENTAL AMPLIADO (ADAA): UM MODELO PARA COMPARAÇÃO DE EMPRESAS. Beate Frank. Anja Grothe-Senf RESUMO Gestão Ambiental AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO AMBIENTAL AMPLIADO (ADAA): UM MODELO PARA COMPARAÇÃO DE EMPRESAS Beate Frank FURB Universidade Regional de Blumenau, PD. Anja Grothe-Senf FHW Fachhochschule für

Leia mais

Modelos de cartas. Índice. 1. Modelo de carta acompanhando um documento - Português. pág. 1. 2. Modelo de carta acompanhando um documento - Inglês

Modelos de cartas. Índice. 1. Modelo de carta acompanhando um documento - Português. pág. 1. 2. Modelo de carta acompanhando um documento - Inglês verlag dashofer Edições Profissionais R. Braamcamp n.º 13 2.º 1250-049 Lisboa Tel.: 21 310 19 00 21 315 25 97 Email: info@dashofer.pt Web: www.dashofer.pt Índice 1. Modelo de carta acompanhando um documento

Leia mais

* Qualquer um que coloque produtos eletrônicos no Mercado Francês deve se associar a um ecoorganismo.

* Qualquer um que coloque produtos eletrônicos no Mercado Francês deve se associar a um ecoorganismo. Vanda Scartezini Fonte : eco- systemes O Modelo Francês * Qualquer um que coloque produtos eletrônicos no Mercado Francês deve se associar a um ecoorganismo. * eco organismo é uma organização sem fins

Leia mais

NOTA DE IMPRENSA. Embargado até 27/11/2007, às 10h (horário de Brasília) Aquecimento global vai ampliar as desigualdades na América Latina

NOTA DE IMPRENSA. Embargado até 27/11/2007, às 10h (horário de Brasília) Aquecimento global vai ampliar as desigualdades na América Latina NOTA DE IMPRENSA Embargado até 27/11/2007, às 10h (horário de Brasília) Aquecimento global vai ampliar as desigualdades na América Latina Relatório de desenvolvimento humano 2007/2008 estabelece o caminho

Leia mais

Resultados da Pesquisa sobre Lixo Eletrônico

Resultados da Pesquisa sobre Lixo Eletrônico Autores: Mayara Zago Munaretto Fernando dos Santos Sobre a pesquisa UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC Resultados da Pesquisa sobre Lixo Eletrônico No mês de junho de 2012, foi aplicado um

Leia mais

Sustentabilidade como diferencial competitivo na gestão de fornecedores

Sustentabilidade como diferencial competitivo na gestão de fornecedores Sustentabilidade como diferencial competitivo na gestão de fornecedores Webinar DNV O Impacto da Gestão da Cadeia de Fornecedores na Sustentabilidade das Organizações 04/09/2013 Associação civil, sem fins

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO APOIO À CONTINUIDADE DE ESTUDOS Área: Ciências da Natureza Tema: Dossiê Aquecimento Global CONSIDERAÇÕES INICIAIS Certamente os alunos já tiveram a oportunidade de estudar este tema em outras séries e

Leia mais

Inovação e Empreendedorismo

Inovação e Empreendedorismo Inovação e Empreendedorismo Kami Saidi Diretor de Operações & Sustentabilidade HP Brasil 09-maio-13 HP Commitment Many assume, wrongly, that a company exists simply to make money... the real reason HP

Leia mais

Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina ICF

Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina ICF Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina ICF Pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias de junho de 2013 Famílias catarinenses permanecem otimistas com relação às possibilidades de consumo A

Leia mais

U.N. CONFERENCE ON SUSTAINABLE DEVELOPMENT RIO + 20. Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável

U.N. CONFERENCE ON SUSTAINABLE DEVELOPMENT RIO + 20. Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável U.N. CONFERENCE ON SUSTAINABLE DEVELOPMENT RIO + 20 Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável CONFERÊNCIA RIO+20 20 e 22 de junho de 2012 20º aniversário da Conferência das Nações

Leia mais

Reed Exhibitions Alcantara Machado & Reed Expositions France

Reed Exhibitions Alcantara Machado & Reed Expositions France Reed Exhibitions Alcantara Machado & Reed Expositions France Estrutura do grupo Reed Elsevier REED EXHIBITIONS Alcance Global 500 eventos por ano 43 países 43 setores da economia 7 milhões de visitantes

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 14/2014

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 14/2014 TEXTO Brazil Leads Decline Among World's Biggest Companies THE losses OF São Paulo's stock market AND THE decline OF Brazil's real made Brazilian companies THE biggest losers among THE world's major companies,

Leia mais

R E N A T O M E I R E L L E S r e n a t o @ d a t a p o p u l a r. c o m. b r

R E N A T O M E I R E L L E S r e n a t o @ d a t a p o p u l a r. c o m. b r PESQUISA DATA POPULAR / APF O NOVO BRASIL E O PROTAGONISMO CIDADÃO: OPORTUNIDADES NO TERCEIRO SETOR R E N A T O M E I R E L L E S r e n a t o @ d a t a p o p u l a r. c o m. b r ESTA APRESENTAÇÃO É UM

Leia mais

REGIONALAIZAÇÃO DO ESPAÇO GEOGRÁFICO T O D O S O S L U G A R E S D O M U N D O P O D E M S E R C O N S I D E R A D O S I G U A I S?

REGIONALAIZAÇÃO DO ESPAÇO GEOGRÁFICO T O D O S O S L U G A R E S D O M U N D O P O D E M S E R C O N S I D E R A D O S I G U A I S? REGIONALAIZAÇÃO DO ESPAÇO GEOGRÁFICO T O D O S O S L U G A R E S D O M U N D O P O D E M S E R C O N S I D E R A D O S I G U A I S? A Morador de rua em Nova York (EUA); em Fort Lauderdale são mais de 2

Leia mais

JUVENTUDE JUVENTUDE QUE CONTA PERDAS E GANHOS SOCIAIS NA CRISTA DA POPULAÇÃO JOVEM. Marcelo Neri

JUVENTUDE JUVENTUDE QUE CONTA PERDAS E GANHOS SOCIAIS NA CRISTA DA POPULAÇÃO JOVEM. Marcelo Neri JUVENTUDE E risco RISCO PERDAS E GANHOS SOCIAIS NA CRISTA DA POPULAÇÃO JOVEM JUVENTUDE QUE CONTA Marcelo Neri International Development Research Centre Centre de recherches pour le développement international

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 10 PROFª BRUNO CALEGARO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 10 PROFª BRUNO CALEGARO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 10 PROFª BRUNO CALEGARO Santa Maria, 10 de Outubro de 2013. Revisão aula anterior Documento de Requisitos Estrutura Padrões Template Descoberta

Leia mais

QUEDA NO NÍVEL DE ENDIVIDAMENTO DO CATARINENSE É ACOMPANHADA POR PEQUENA DETERIORAÇÃO DA QUALIDADE DAS DÍVIDAS

QUEDA NO NÍVEL DE ENDIVIDAMENTO DO CATARINENSE É ACOMPANHADA POR PEQUENA DETERIORAÇÃO DA QUALIDADE DAS DÍVIDAS QUEDA NO NÍVEL DE ENDIVIDAMENTO DO CATARINENSE É ACOMPANHADA POR PEQUENA DETERIORAÇÃO DA QUALIDADE DAS DÍVIDAS O percentual de famílias endividadas em Santa Catarina caiu de 93% em julho para 90% em agosto.

Leia mais

Recuperação Paralela de Geografia 6º Ano 3º Bimestre

Recuperação Paralela de Geografia 6º Ano 3º Bimestre Recuperação Paralela de Geografia 6º Ano 3º Bimestre 1) Leia a seguir a letra da música Água, escrita por Paulo Tatit e Arnaldo Antunes. Da nuvem até o chão Do chão até o bueiro Do bueiro até o cano Do

Leia mais

Quanto ao contrato de SMS, que tem sido também alvo aí do noticiário, eu também queria fazer uma exposição preliminar. Na nossa gestão, desde que

Quanto ao contrato de SMS, que tem sido também alvo aí do noticiário, eu também queria fazer uma exposição preliminar. Na nossa gestão, desde que Quanto ao contrato de SMS, que tem sido também alvo aí do noticiário, eu também queria fazer uma exposição preliminar. Na nossa gestão, desde que entrei, nós instituímos uma reunião de análise crítica

Leia mais

ANNUAL REPORT 2011-12-13

ANNUAL REPORT 2011-12-13 ANNUAL REPORT 2011-12-13 Member organizationʼs name: Beraca Sabará Quimicos e Ingredientes - Divisão HPC Main address: Rua Emilia Marengo, 682 segundo andar Jardim Analia Franco, São Paulo SP Brasil CEP

Leia mais

REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS

REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS Er REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS Art 1º O Fórum da Agenda 21 Local Regional de Rio Bonito formulará propostas de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento sustentável local, através

Leia mais

Envelhecimento da população residente em Portugal e na União Europeia

Envelhecimento da população residente em Portugal e na União Europeia Dia Mundial da População 11 julho de 15 1 de julho de 15 Envelhecimento da população residente em e na União Europeia Para assinalar o Dia Mundial da População (11 de julho), o Instituto Nacional de Estatística

Leia mais

Linha do Tempo da Responsabilidade Social

Linha do Tempo da Responsabilidade Social Linha do Tempo da Responsabilidade Social Elaboração: Annabella de Fátima Prates Coordenação: Marisa Seoane Rio Resende Fundada a OIT Organização Internacional do Trabalho. Formula padrões de trabalho

Leia mais

Brasil: Crescimento Sustentável, Distribuição de Renda e Inclusão Social. Miami Ministro Paulo Bernardo 6 de Abril de 2008

Brasil: Crescimento Sustentável, Distribuição de Renda e Inclusão Social. Miami Ministro Paulo Bernardo 6 de Abril de 2008 Brasil: Crescimento Sustentável, Distribuição de Renda e Inclusão Social Miami Ministro Paulo Bernardo 6 de Abril de 2008 Brasil consolida um mercado de consumo de massa e promove o surgimento de uma nova

Leia mais

Ordem dos Advogados do Brasil. Exame da Ordem

Ordem dos Advogados do Brasil. Exame da Ordem Ordem dos Advogados do Brasil Exame da Ordem Agosto/ 2010 Sumário METODOLOGIA DESTAQUES RESULTADOS 1. OPINIÃO SOBRE O EXAME DA ORDEM 2. OPINIÃO SOBRE POSSIVEIS PROBLEMAS COM O EXAME DA ORDEM 3. OPINIÃO

Leia mais

USO DA INTERNET E PARTICIPAÇÃO CIDADÃ NA GESTÃO LOCAL: ORÇAMENTO PARTICIPATIVO INTERATIVO DE IPATINGA

USO DA INTERNET E PARTICIPAÇÃO CIDADÃ NA GESTÃO LOCAL: ORÇAMENTO PARTICIPATIVO INTERATIVO DE IPATINGA USO DA INTERNET E PARTICIPAÇÃO CIDADÃ NA GESTÃO LOCAL: ORÇAMENTO PARTICIPATIVO INTERATIVO DE IPATINGA An Innovations in Technology and Governance Case Study Desde o final dos anos 1980, diversos governos

Leia mais

Os investimentos no Brasil estão perdendo valor?

Os investimentos no Brasil estão perdendo valor? 1. Introdução Os investimentos no Brasil estão perdendo valor? Simone Maciel Cuiabano 1 Ao final de janeiro, o blog Beyond Brics, ligado ao jornal Financial Times, ventilou uma notícia sobre a perda de

Leia mais

REVISÃO DE MATEMÁTICA PG 2ª Unidade Letiva / 2015 NOME DO ALUNO: Nº TURMA: 6J

REVISÃO DE MATEMÁTICA PG 2ª Unidade Letiva / 2015 NOME DO ALUNO: Nº TURMA: 6J REVISÃO DE MATEMÁTICA PG 2ª Unidade Letiva / 2015 PROFESSORA: ERICA FERRÃO BORTOLUCCI REVISÃO 08 6ª ANO NOME DO ALUNO: Nº TURMA: 6J Observações gerais Leia com atenção! preencha corretamente o cabeçalho;

Leia mais

Antonio Paulo CACHAPUZ DE MEDEIROS. (Brazil Brésil)

Antonio Paulo CACHAPUZ DE MEDEIROS. (Brazil Brésil) Antonio Paulo CACHAPUZ DE MEDEIROS (Brazil Brésil) Birth information 15/08/1952 - Uruguaiana/RS - Brazil Residential Address SQS 312 Bloco J Apto.103 ASA SUL - BRASILIA, DF 70365-100 Brazil Phone number:

Leia mais

A Rede de Proteção Social: fazer mais para quem precisa mais

A Rede de Proteção Social: fazer mais para quem precisa mais A Rede de Proteção Social: fazer mais para quem precisa mais 37,6 milhões de benefícios regulares para os mais pobres Ao lado dos programas sociais que se destinam a toda a sociedade, o Governo Federal

Leia mais

PERCEPÇÃO AMBIENTAL DE PROFESSORES DE GEOGRAFIA DO ENSINO FUNDAMENTAL

PERCEPÇÃO AMBIENTAL DE PROFESSORES DE GEOGRAFIA DO ENSINO FUNDAMENTAL PERCEPÇÃO AMBIENTAL DE PROFESSORES DE GEOGRAFIA DO ENSINO FUNDAMENTAL Danilo Coutinho da Silva Bacharel e Licenciado em Geografia - UFPB danilogeog@hotmail.com INTRODUÇÃO A Educação Ambiental (EA) deve

Leia mais

ENERGIA X MEIO AMBIENTE: O QUE DIZ O RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DE FURNAS?

ENERGIA X MEIO AMBIENTE: O QUE DIZ O RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DE FURNAS? ENERGIA X MEIO AMBIENTE: O QUE DIZ O RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DE FURNAS? Maranhão, R.A. 1 1 PECE/POLI/USP, MBA em Gestão e Tecnologias Ambientais, Biológo e Mestre em Geografia, romeroalbuquerque@bol.com.br

Leia mais

A desigualdade de renda parou de cair? (Parte I)

A desigualdade de renda parou de cair? (Parte I) www.brasil-economia-governo.org.br A desigualdade de renda parou de cair? (Parte I) Marcos Mendes 1 O governo tem comemorado, ano após ano, a redução da desigualdade de renda no país. O Índice de Gini,

Leia mais

Resultados da Pesquisa Inovações Ambientais

Resultados da Pesquisa Inovações Ambientais Núcleo Bradesco de Inovação Resultados da Pesquisa Inovações Ambientais Encontro CRI- MG 4 de Outubro de 2012 Apoio: Objetivo da Pesquisa Compreender como ocorrem as inovações ambientais nas empresas brasileiras;

Leia mais

Desenvolvimento e Meio Ambiente: As Estratégias de Mudanças da Agenda 21

Desenvolvimento e Meio Ambiente: As Estratégias de Mudanças da Agenda 21 Desenvolvimento e Meio Ambiente: As Estratégias de Mudanças da Agenda 21 Resenha Desenvolvimento Raíssa Daher 02 de Junho de 2010 Desenvolvimento e Meio Ambiente: As Estratégias de Mudanças da Agenda 21

Leia mais

Comissão reconhece a necessidade de um melhor acesso de elevado débito à Internet para revitalizar as zonas rurais na Europa

Comissão reconhece a necessidade de um melhor acesso de elevado débito à Internet para revitalizar as zonas rurais na Europa IP/09/343 Bruxelas, 3 de Março de 2009 Comissão reconhece a necessidade de um melhor acesso de elevado débito à Internet para revitalizar as zonas rurais na Europa A Comissão declarou hoje considerar prioritária

Leia mais

6ª Reunião, ISEP, Porto 27 Novembro 2013 AGENDA

6ª Reunião, ISEP, Porto 27 Novembro 2013 AGENDA 6ª Reunião, ISEP, Porto 27 Novembro 2013 O projeto Building SPP O projeto Building SPP da Unidade de Produção Consumo Sustentável do Laboratório Nacional de Energia e Geologia () tem como objetivo desenvolver

Leia mais

BR/2001/PI/H/3. Declaração das ONGs Educação para Todos Consulta Internacional de ONGS (CCNGO), Dakar, 25 de Abril de 2000

BR/2001/PI/H/3. Declaração das ONGs Educação para Todos Consulta Internacional de ONGS (CCNGO), Dakar, 25 de Abril de 2000 BR/2001/PI/H/3 Declaração das ONGs Educação para Todos Consulta Internacional de ONGS (CCNGO), Dakar, 25 de Abril de 2000 2001 Declaração das ONGs Educação para Todos Consulta Internacional de ONGS (CCNGO),

Leia mais

Anais da 64ª Reunião Anual da SBPC São Luís, MA Julho/2012

Anais da 64ª Reunião Anual da SBPC São Luís, MA Julho/2012 Anais da 64ª Reunião Anual da SBPC São Luís, MA Julho/2012 Quem pauta manda: O deslocamento da pauta do Rio+20 do desenvolvimento sustentável à economia verde e da governança à governança mundial 1 Joseph

Leia mais

Metodologia. MARGEM DE ERRO O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Metodologia. MARGEM DE ERRO O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. Metodologia COLETA Entrevistas domiciliares com questionário estruturado. LOCAL DA PESQUISA Município de São Paulo. UNIVERSO moradores de 16 anos ou mais. PERÍODO DE CAMPO de 26 de setembro a 1º de outubro

Leia mais

Waste Lab. Development Standards) e são compostos

Waste Lab. Development Standards) e são compostos Waste Lab 1 Waste Lab Inicialmente era designada como área de resíduos, mas hoje em dia é conhecido como laboratório. Estamos a falar da gestão de resíduos do CascaiShopping, centro comercial da Sonae

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

Núcleo de Pesquisa. Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina

Núcleo de Pesquisa. Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Pesquisa de Endividamento e Inadimplência dos Consumidores de março de 2014 Endividamento das famílias catarinenses sobe em março. Síntese dos resultados

Leia mais

Saberes para uma sociedade sustentável. Material de Apoio - Saberes Para uma Sociedade Sustentável

Saberes para uma sociedade sustentável. Material de Apoio - Saberes Para uma Sociedade Sustentável Saberes para uma sociedade sustentável Material de Apoio - Saberes Para uma Material de Apoio Programa Escola Amiga da Terra Mapa Verde Realização: Instituto Brookfield Assessoria: Práxis Consultoria Socioambiental

Leia mais

Relatório Econômico Mensal Março de 2015. Turim Family Office & Investment Management

Relatório Econômico Mensal Março de 2015. Turim Family Office & Investment Management Relatório Econômico Mensal Março de 2015 Turim Family Office & Investment Management ESTADOS UNIDOS TÓPICOS ECONOMIA GLOBAL Economia Global: EUA: Fed e Curva de Juros...Pág.3 Europa: Melhora dos Indicadores...Pág.4

Leia mais

Direcão Desenvolvimento Sustentável Vice-Presidente do «Grand Lyon»

Direcão Desenvolvimento Sustentável Vice-Presidente do «Grand Lyon» Paris, 12 de março de 2012 O Grupo Bancário BPCE e a Comunidade Urbana Grand Lyon da região metropolitana da cidade de Lyon, propõem através desta nota a criação de uma plataforma mundial de bancos locais,

Leia mais

REGULAMENTA A LEI COMPLEMENTAR ESTADUAL Nº37, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2003, QUE INSTITUI O FUNDO ESTADUAL DE COMBATE À POBREZA, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

REGULAMENTA A LEI COMPLEMENTAR ESTADUAL Nº37, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2003, QUE INSTITUI O FUNDO ESTADUAL DE COMBATE À POBREZA, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. DECRETO Nº27.379, de 01 de março de 2004. REGULAMENTA A LEI COMPLEMENTAR ESTADUAL Nº37, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2003, QUE INSTITUI O FUNDO ESTADUAL DE COMBATE À POBREZA, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR

Leia mais

II Simpósio Gestão Empresarial e Sustentabilidade 16, 17 e 18 de outubro de 2012, Campo Grande MS

II Simpósio Gestão Empresarial e Sustentabilidade 16, 17 e 18 de outubro de 2012, Campo Grande MS Mensurando a sustentabilidade ambiental: uma proposta de índice para o Mato Grosso do Sul Marlos da Silva Pereira; Leandro Sauer Área temática: Estratégias sustentáveis Tema: Gestão socioambiental 1. Introdução

Leia mais

APO AUTORIDADE PÚBLICA OLÍMPICA

APO AUTORIDADE PÚBLICA OLÍMPICA RIO + 20 Estratégias e Ações sobre Resíduos para Cidades Sustentáveis Rio de Janeiro, 22 de junho de 2012 Rio: Oportunidades e Desafios para o Desenvolvimento Sustentável DESENVOLVIMENTO ALIADO À CONSERVAÇÃO

Leia mais

3º Congresso Internacional de Tecnologias para o Meio Ambiente

3º Congresso Internacional de Tecnologias para o Meio Ambiente Pegada Ecológica dos Diferentes Grupos Sociais que compõem a Comunidade Acadêmica da Universidade Federal do Rio Grande FURG Anaí Fontoura Lessa 1, Thaís Antolini Veçozzi 2 1 Curso de Tecnologia em Gestão

Leia mais

Estabelecendo Prioridades para Advocacia

Estabelecendo Prioridades para Advocacia Estabelecendo Prioridades para Advocacia Tomando em consideração os limites de tempo e recursos dos implementadores, as ferramentas da série Straight to the Point (Directo ao Ponto), da Pathfinder International,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. 1 de 5 A educação que movimenta o desenvolvimento Natalino Salgado Filho O ano de 2011 encerra com uma notícia que, aparentemente, parece muito alvissareira para o Brasil. O país ultrapassou a Grã Bretanha

Leia mais

ANÁLISE DA IMPLEMENTAÇÃO DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL UTILIZADOS EM PLANOS DIRETORES DE LIMPEZA URBANA EM TRÊS CIDADES DA BAHIA

ANÁLISE DA IMPLEMENTAÇÃO DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL UTILIZADOS EM PLANOS DIRETORES DE LIMPEZA URBANA EM TRÊS CIDADES DA BAHIA ANÁLISE DA IMPLEMENTAÇÃO DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL UTILIZADOS EM PLANOS DIRETORES DE LIMPEZA URBANA EM TRÊS CIDADES DA BAHIA Waleska Garcia Mendes Luiz Roberto Santos Moraes INTRODUÇÃO A Partir

Leia mais

Simulado "Simulado PMP 13-02-2012 25 questoes"

Simulado Simulado PMP 13-02-2012 25 questoes Pá gina 1 de 12 Simulado "Simulado PMP 13-02-2012 25 questoes" Simulado do PMI por Juarez Vanderlei Guimarães Junior 13 de March de 2012 Pá gina 2 de 12 Disciplinas e temas deste simulado Introdução ao

Leia mais

Metodologia de inventário das estatísticas nacionais para o Mercosul

Metodologia de inventário das estatísticas nacionais para o Mercosul Ciência da Informação - Vol 24, número 2, 1995 - Comunicações Metodologia de inventário das estatísticas nacionais para o Mercosul Sonia Regina Allevato Resumo A proposta de elaboração de um inventário

Leia mais

Pesquisa de Qualidade de Vida 2015 ACIRP

Pesquisa de Qualidade de Vida 2015 ACIRP Pesquisa de Qualidade de Vida ACIRP Núcleo de Economia Qualidade de Vida Ribeirão Preto November 19, Resultados em : A Pesquisa de Qualidade de Vida da Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto

Leia mais

A visão social em relação ao sistema de saneamento e a importância da sociedade na elaboração do plano

A visão social em relação ao sistema de saneamento e a importância da sociedade na elaboração do plano A visão social em relação ao sistema de saneamento e a importância da sociedade na elaboração do plano Nossa Realidade 57% da população brasileira não possui coleta de esgoto (SNIS 2008) O Brasil é o 9º

Leia mais

Indicadores de resultados de projetos sociais http://www.rits.org.br Leandro Lamas Valarelli

Indicadores de resultados de projetos sociais http://www.rits.org.br Leandro Lamas Valarelli Indicadores de resultados de projetos sociais http://www.rits.org.br Leandro Lamas Valarelli O contexto do debate A idéia da construção de indicadores de resultados para projetos vem ganhado força entre

Leia mais