O uso do substituto ósseo xenogênico em bloco OrthoGen em procedimento de enxertia intraoral. Avaliação clínica e histológica.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O uso do substituto ósseo xenogênico em bloco OrthoGen em procedimento de enxertia intraoral. Avaliação clínica e histológica."

Transcrição

1 O uso do substituto ósseo xenogênico em bloco OrthoGen em procedimento de enxertia intraoral. Avaliação clínica e histológica. Fábio Gonçalves 1 Resumo O objetivo deste estudo é apresentar um caso clínico onde foi utilizado o xenoenxerto em bloco OrthoGen em uma área receptora intraoral com atrofia óssea, visando a posterior colocação de um implante osseointegrado. Após 5 meses da enxertia, foi realizada um biópsia do substituto ósseo e a colocação de um implante. Decorridos 6 meses, houve a reabertura do implante e a confecção de uma prótese metalocerâmica. Após dois anos foi realizada uma avaliação clínica e radiográfica da região enxertada e reabilitada. Descrição do caso clínico Paciente J.M., 57 anos, gênero masculino, portador de prótese fixa adesiva, como dentes suportes 13, e 11. O paciente apresentou interesse na substituição da prótese por um implante unitário na região do 12. Os exames clínico, radiográfico e tomográfico revelaram que o paciente não possuía espessura óssea na região do 12 que possibilitasse a colocação de um implante osseointegrado, sem que antes fosse feito um procedimento clínico de enxertia óssea. (FIGURAS 1, 2,3 e 4 ). FIGURA 3 - Vista oclusal aproximada do defeito óseeo. FIGURA 1 - Vista anterior do caso sem a prótese adesiva. FIGURA 4 - Imagem em corte de tomografia computadorizada apresentando o defeito ósseo. FIGURA 2 - Vista lateral aproximada do defeito ósseo. Dadas as características do defeito (mínima presença de remanescente ósseo receptor do enxerto) de extrema reabsorção, foi descartada a possibilidade de utilização de um substituto ósseo em grânulos, mas sim optou-se pela utilização de um substituto ósseo em bloco que pudesse ser afixado à parede palatina remanescente da região a receber o material de enxerto. O procedimento de enxertia foi caracterizado pelo retalho mucogengival e a exposição total da área receptora. Foi reali zada a decorticalização do leito por meio de brocas esféricas, que propiciaram uma região com um bom suprimento sanguíneo, ideal para o sucesso do procedimento. (FIGURAS 5 e 6 ). 1 Fábio Gonçalves é mestre e especialista em implantodontia Página 1

2 FIGURA 5 - Retalho mucogengival da área a ser enxertada. FIGURA 8 - Vista aproximada do bloco ORTHOGEN. FIGURA 6 - Apresentação do defeito ósseo após afastamento do retalho. Com o objetivo de diminuir a morbidade do procedimento, bem como o acesso à uma área doadora autógena, foi utilizado como material o OrthoGen, que é um enxerto ósseo de origem bovina de composição mista sendo produzido por processamento físico-químico que remove elementos tissulares e celulares contidos nos espaços intratrabeculares, mantendo o conteúdo de proteínas colagenosas (20 a 25%) e da composição mineral (60-70% ), bem como a estrutura do tecido de origem. O produto final passa por processo de liofilização e esterilização com radiação gama. Essas características permitem que este material possa ser lapidado e esculpido de acordo com a necessidade e dimensões da região a ser enxertada, bem como confere resistência para o que o mesmo possa ser afixado e estabilizado junto ao defeito ósseo por meio de parafusos fixadores de enxertos. (FIGURAS 7 e 8). O bloco ósseo foi então esculpido por meio de fresas, com o objetivo de modelar a sua dimensão, às dimensões do defeito ósseo e afixado ao leito receptor por meio de dois parafusos de dimensões 2,0mmX11 mm. Pequenos defeitos e gaps existentes entre o leito doador foram preenchidos por grânulos obtidos a partir do mesmo material excedente durante a lapidação do bloco. Todo o conjunto foi recoberto por uma membrana de colágeno bovino GenDerm, com o objetivo de osteopromoção, impedindo que o tecido conjuntivo pudesse permear o bloco, já que o mesmo é mormente esponjoso. O retalho foi reposicionado e suturado. A prótese adesiva foi recimentada, sendo a mesma desgastada em sua porção palatina, devido o aumento de volume imediato obtido pelo enxerto em bloco. O paciente recebeu medicação antibiótica e analgésica no pós-operatório, que transcorreu normalmente. A sutura foi removida após 7 dias. (FIGURAS 9, 10, 11, 12, 13 e 14). FIGURA 9 - Aproximação do bloco na região a receber o enxerto. FIGURA 7.Embalagem e apresentação do ORTHOGEN FIGURA 10 - Escultura do bloco com fresa. Página 2

3 Decorridos 5 meses o paciente foi novamente reavaliado, e os exames clínicos, radiográficos e tomográficos apresentaram um grande aumento de volume obtido pelo procedimento de enxertia o que possibilitou a indicação e colocação de um implante. (FIGURAS 15,16 e 17). FIGURA 11 - Bloco esculpido preparado e com as perfurações para receber os parafusos de fixação. FIGURA 15 - Radiografia panorâmica apresentando a região do defeito e a imagem radiopaca relativa aos dois parafusos de fixação. FIGURA 12 - Bloco fixado ao leito receptor por meio de dois parafusos. FIGURA 16 - Corte tomográfico apresentado que a área do defeito ósseo está recoberta por uma estrutura semelhante ao tecido ósseo. FIGURA 13 - Membrana de colágeno bovino GenDerm cobrindo a área enxertada. FIGURA 14 - Vista anterior do retalho suturado em posição e com a prótese adesiva cimentada. FIGURA 17 - Corte tomográfico lateral, mostrando imagem do bloco fixado ao leito doador após 6 meses. Página 3

4 A prótese adesiva foi novamente removida, e uma novo retalho mucogengival realizado. Os parafusos de fixação do enxerto foram removidos e uma biópsia do bloco de biomaterial foi realizada por meio de uma broca trefina. (FIGURAS 18, 19 e 20). Os resultados do tecido resultante da biópsia apresentaram um tecido ósseo com a presença de osteoblastos na região mais próxima ao leito receptor (remodelação) e um tecido ainda em processo de remodelação não celularizado, permeado por tecido conjuntivo não fibrótico. (FIGURA 21 ). FIGURA 18 - Retalho mucogengival apresentando a área enxertada após 6 meses, e após a remoção de um dos parafusos de fixação. Foto 21. Imagem do resultado histológico da biópsia apresentando a estrutura do bloco sofrendo o processo de remodelação óssea com a presença de osteócitos junto ao leito receptor (A). TO Tecido ósseo Imagem do instrumento para mensurar a profundidade do preparo do leito para a instalação do implante FIGURA 19 - Imagem da área enxertada após a remoção dos dois parafusos de fixação. Na região enxertada, foi colocado um implante modelo CONECT AR da marca Conexão Sistemas de Prótese de dimensões 11mmmX3,75 mm, com conexão interna tipo cone Morse, com os cuidados próprios de qualquer implantação em área enxertada por meio de blocos, com o cuidado para não deslocá-lo do leito receptor (controle de preparo do leito receptor com velocidade e torque apropriados). A colocação do parafuso de cobertura foi seguida do reposicionamento e sutura do retalho, bem como recimentação da prótese adesiva. (FIGURAS 22 e 23). FIGURA 20 - Imagem de broca trefina removendo o tecido para biópsia. FIGURA 22 - Implante instalado Página 4

5 O controle clínico e radiográfico após 2 anos da região enxertada e reabilitada por meio de uma prótese unitária implanto retida em metalocerâmica apresentou total normalidade quanto aos tecidos de suporte (gengiva aderida e osso de suporte), bem como quando avaliados os aspectos funcionais de mastigação e fonação. (FIGURAS 26 e 27). FIGURA 23 - Parafuso de cobertura instalado. Novamente o paciente recebeu medicação pós operatório, e foi observado um quadro clínico pós operatório sem qualquer intercorrência. Passados seis meses, foi realizado o procedimento de reabertura do implante, e foram observados os períodos para cicatrização do tecido gengival, seguidos pelos procedimentos protéticos de prótese fixa unitária provisória e prótese fixa metalocerâmica. (FIGURAS 24 e 25). FIGURA 26 - Radiografia periapical de controle da região após 2 anos da prótese em função FIGURA 24 - Transferente de moldagem conectado ao implante.. FIGURA 25 - Coroa metalocerâmica instalada no implante região do 12. FIGURA 27 - Imagem de controle clínico após 2 anos da prótese em função. Página 5

6 Conclusão Durante a realização de todos os procedimentos descritos, mesmo com a limitação de um caso clínico, pudemos concluir, que o o substituto ósseo xenogênico em bloco OrthoGen foi capaz de possibilitar a colocação de um implante osseointegrado em uma região bastante reabsorvida, devido suas características físicas e de biocompatibilidade. O controle clínico e radiográfico após dois anos do implante em função, apresentou total normalidade dos tecidos peri implantares. O resultado da avaliação anatomopatológica do material apresentou que o substituto ósseo em bloco foi biocompatível e com características osteocondutoras, permitindo a remodelação óssea, com mínima perda de volume. Agradecimentos aos colaboradores : Rogério Romera, Cynthia Matsubara, Cyro Soldani, José Luiz Batista Gasparini. Página 6

A UTILIZAÇÃO DA PROTEÍNA MORFOGENÉTICA RECOMBINANTE SINTÉTICA TIPO 2 PARA RECOSNTRUÇÃO DE MAXILA ATRÓFICA. DESCRIÇÃO DA TÉCNICA E RELATO DE UM CASO

A UTILIZAÇÃO DA PROTEÍNA MORFOGENÉTICA RECOMBINANTE SINTÉTICA TIPO 2 PARA RECOSNTRUÇÃO DE MAXILA ATRÓFICA. DESCRIÇÃO DA TÉCNICA E RELATO DE UM CASO A UTILIZAÇÃO DA PROTEÍNA MORFOGENÉTICA RECOMBINANTE SINTÉTICA TIPO 2 PARA RECOSNTRUÇÃO DE MAXILA ATRÓFICA. DESCRIÇÃO DA TÉCNICA E RELATO DE UM CASO AUTORES: André Zétola Rafaela Larson Introdução A procura

Leia mais

Catálogo de. Produtos

Catálogo de. Produtos Catálogo de Produtos Índice Introdução 5 Implantes Auto-Rosqueável Inserção Direta ID Auto-Rosqueável Standard STD Auto-Rosqueável Cônico HI Expansor Ósseo Wedge Mini-Implante Ortodôntico Ancodent Provisório

Leia mais

Ponto de Contato. Reabilitação Estética Sobre Implante em Função Imediata. Aesthetic rehabilitation with implants in immediate function

Ponto de Contato. Reabilitação Estética Sobre Implante em Função Imediata. Aesthetic rehabilitation with implants in immediate function Ponto de Contato Reabilitação Estética Sobre Implante em Função Imediata Aesthetic rehabilitation with implants in immediate function José Norberto Garcia Nesello* Manoel Martin Junior** Carlos Marcelo

Leia mais

ODONTOLOGIA. Baumer. Líder no Brasil. Forte no mundo. Enxertos Ósseos e Barreiras Biológicas LINHA DE ENXERTOS ÓSSEOS. SOLUÇÃO PARA: Odontologia

ODONTOLOGIA. Baumer. Líder no Brasil. Forte no mundo. Enxertos Ósseos e Barreiras Biológicas LINHA DE ENXERTOS ÓSSEOS. SOLUÇÃO PARA: Odontologia Enxertos Ósseos e Barreiras Biológicas SOLUÇÃO PARA: Odontologia ODONTOLOGIA TECNOLOGIA PARA: Implantodontia, Periodontia, Endodontia e Bucomaxilo. Vista Aérea - Parque Industrial Baumer - Mogi Mirim -

Leia mais

Manipulação de Tecido Mole ao Redor de Implantes na Zona Estética

Manipulação de Tecido Mole ao Redor de Implantes na Zona Estética Manipulação de Tecido Mole ao Redor de Implantes na Zona Estética Figura 9 1A Diagrama de secção transversal mostrando um implante no local do incisivo. A forma côncava do rebordo vestibular é evidenciada.

Leia mais

Apresentação clínica e histológica da utilização do substituto ósseo sintético Gen Phos ( ßTCP) em odontologia.

Apresentação clínica e histológica da utilização do substituto ósseo sintético Gen Phos ( ßTCP) em odontologia. Apresentação clínica e histológica da utilização do substituto ósseo sintético Gen Phos ( ßTCP) em odontologia. Resumo: Este estudo tem como objetivo apresentar o comportamento do substituto ósseo sintético

Leia mais

www.periodonto.net www.periodonto.net Carga ou Função Imediata sobre Implantes www.periodonto.net www.periodonto.net O início Tratamento Implante

www.periodonto.net www.periodonto.net Carga ou Função Imediata sobre Implantes www.periodonto.net www.periodonto.net O início Tratamento Implante Carga ou Função Imediata sobre Implantes Perda do elemento dental Coágulo O início Degradação ação da cortical alveolar periodontal Regeneração óssea Tratamento Prótese fixa convencional => sem estímulo

Leia mais

O QUE É A TÃO FALADA CARGA IMEDIATA?

O QUE É A TÃO FALADA CARGA IMEDIATA? 1 O QUE É A TÃO FALADA CARGA IMEDIATA? A descoberta da Osseointegração pelo professor Brånemark, na década de 50, revolucionou a reabilitação dos pacientes com ausências dentárias, com a utilização dos

Leia mais

INSTRUÇÕES DE USO Implantes Systhex

INSTRUÇÕES DE USO Implantes Systhex 1. Descrição / Forma de Apresentação: Os implantes dentários Systhex são usinados em titânio grau 4 (ASTM F6), material biocompatível e osseointegrável. Apresentam superfície porosa. Para fixação protética,

Leia mais

MANUAL DE ACIONAMENTO DO SISTEMA CONE MORSE FRICCIONAL BATE CONEXÃO

MANUAL DE ACIONAMENTO DO SISTEMA CONE MORSE FRICCIONAL BATE CONEXÃO MANUAL DE ACIONAMENTO DO SISTEMA CONE MORSE FRICCIONAL BATE CONEXÃO O SISTEMA CONE MORSE FRICCIONAL Cursos Gratui tos Sistema Friccio de Implante nal Bio lógico - Cone Morse -L ocking 41 336 Taper - 3

Leia mais

Pós-graduação em Periodontologia para Médicos Dentistas

Pós-graduação em Periodontologia para Médicos Dentistas Pós-graduação em Periodontologia para Médicos Dentistas Programa O curso de pós-graduação em periodontologia da MD Formação em parceria com a Clínica Gingiva de Madrid destina-se a todos os Médicos Dentistas

Leia mais

Classificação dos Núcleos

Classificação dos Núcleos OBJETIVO Núcleos Permitir que o dente obtenha características biomecânicas suficientes para ser retentor de uma prótese parcial fixa. Classificação dos Núcleos Núcleos de Preenchimento Núcleos Fundidos

Leia mais

Excelência estética obtida com diagnóstico, planejamento e tratamento integrados

Excelência estética obtida com diagnóstico, planejamento e tratamento integrados Caso Selecionado Excelência estética obtida com diagnóstico, planejamento e tratamento integrados Carlos Eduardo Francischone O caso clínico apresentado mostra resultados estéticos e funcionais excelentes,

Leia mais

INSTRUÇÃO DE USO IMPLANTES TITAOSS MAX TITAOSS MAX. Este modelo de instrução de uso se aplica para os seguintes implantes:

INSTRUÇÃO DE USO IMPLANTES TITAOSS MAX TITAOSS MAX. Este modelo de instrução de uso se aplica para os seguintes implantes: INSTRUÇÃO DE USO IMPLANTES TITAOSS MAX Este modelo de instrução de uso se aplica para os seguintes implantes: TITAOSS MAX CÓDIGO DESCRIÇÃO 701.001 Implante Titaoss Max CMC Ø 3.5 X 7mm 701.002 Implante

Leia mais

Paciente do sexo masculino,

Paciente do sexo masculino, CASO CLÍNICO Implantologia oral Implante imediato em dente fracturado pela técnica de único estágio cirúrgico utilizando implante de conexão tipo cone morse e plataforma switch Desde a divulgação dos primeiros

Leia mais

2. Quando o implante dental é indicado?

2. Quando o implante dental é indicado? Dúvidas sobre implantodontia: 1. O que são implantes? São cilindros metálicos (titânio) com rosca semelhante a um parafuso que são introduzidos no osso da mandíbula (arco inferior) ou da maxila (arco superior),

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A CERON PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A CERON PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS PORTO VELHO 2003 1 PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS COLABORADOR/PROFISSIONAL 1. O Tratamento Odontológico somente poderá ser iniciado após retirada da guia de consulta no Setor Médico

Leia mais

IMPLANTE OSSOINTEGRÁVEL DE CARGA IMEDIATA: RELATO DE CASO CLÍNICO

IMPLANTE OSSOINTEGRÁVEL DE CARGA IMEDIATA: RELATO DE CASO CLÍNICO IMPLANTE OSSOINTEGRÁVEL DE CARGA IMEDIATA: RELATO DE CASO CLÍNICO * - Graduando em odontologia na Universidade Cidade de São Paulo ** - Graduando em odontologia na Universidade Cidade de São Paulo ***

Leia mais

CRONOGRAMA CURSO IMPLANTE E PERIO

CRONOGRAMA CURSO IMPLANTE E PERIO CRONOGRAMA CURSO IMPLANTE E PERIO Equipe: Coordenador Geral: Prof. Dr. Rafael Pinelli Henriques Doutor pela FOB USP Bauru S.P. Diretor COPH Bauru Coordenadora Específica: Profa. Dra. Gabriela Gennaro Especialista

Leia mais

Tabela Simplificare Denti II

Tabela Simplificare Denti II Tabela Simplificare Denti II Em consequência de condições especifícas convencionadas com os prestadores, o valor assumido pela Pessoa Segura poderá, em algumas circunstâncias, ser inferior ao valor máximo

Leia mais

Para todos os casos! Implantes-ANKYLOS. Informação ao paciente. Degussa Dental

Para todos os casos! Implantes-ANKYLOS. Informação ao paciente. Degussa Dental Para todos os casos! Implantes-ANKYLOS Informação ao paciente Degussa Dental Fornecido pelo seu cirurgião-dentista: Prezado(a) paciente, Mais cedo ou mais tarde acontece com cada um de nós: os primeiros

Leia mais

Utilização do rh-bmp2 na Implantodontia

Utilização do rh-bmp2 na Implantodontia Utilização do rh-bmp2 na Implantodontia Dra. Patricia Fretes Coord. do curso de atualização em Implantodontia IOA PY Profa. adjunta do curso de especialização em Implantodontia IOA PY Especialista em Implantes

Leia mais

Aluna: Lucy Shiratori. Dissertação apresentada à Faculdade de. obtenção do título de Mestre, pelo Programa de Pós-

Aluna: Lucy Shiratori. Dissertação apresentada à Faculdade de. obtenção do título de Mestre, pelo Programa de Pós- FOUSP Avaliação da precisão da tomografia computadorizada por feixe cônico (cone beam) como método de medição do volume ósseo vestibular em implantes dentários Dissertação apresentada à Faculdade de Odontologia

Leia mais

INTRODUÇÃO AO SISTEMA BICON

INTRODUÇÃO AO SISTEMA BICON BR INTRODUÇÃO AO SISTEMA BICON BR O Design de um Implante Dita suas Capacidades Clínicas 4.5 x 6.0mm 6.0 x 5.7mm 5.0 x 6.0mm OSistema Bicon é um sistema único de implante dentário, que oferece a comunidade

Leia mais

Remodelação óssea com utilização do material de enxerto xenógeno ORTHOGEN: relato de casos

Remodelação óssea com utilização do material de enxerto xenógeno ORTHOGEN: relato de casos Remodelação óssea com utilização do material de enxerto xenógeno ORTHOGEN: relato de casos Eduardo Mukai, Sueli Mukai RESUMO A utilização de enxertos ósseos para viabilizar a instalação de implantes dentários

Leia mais

Carga imediata de arco oclusal pleno com implantes Seven e Mistral

Carga imediata de arco oclusal pleno com implantes Seven e Mistral Maio/Junho 2010 Caso Clínico Carga imediata de arco oclusal pleno com implantes Seven e Mistral Di Alberti L, Donnini F, Camerino M, Di Alberti C, Rossi G, Perfetti G, Dolci M, Trisi P do Department of

Leia mais

Técnica de impressão em dois tempos Técnica de afastamento com duplo fio

Técnica de impressão em dois tempos Técnica de afastamento com duplo fio ESTÉTICA ESTÉTICA ESTÉTICA ESTÉTICA ESTÉTICA Técnica de impressão em dois tempos Técnica de afastamento com duplo fio Prof. Dr. Glauco Rangel Zanetti Doutor em Clínica Odontológica - Prótese Dental - FOP-Unicamp

Leia mais

TABELA DE PREÇOS. (Estomatologia)

TABELA DE PREÇOS. (Estomatologia) TABELA E PREÇOS (Estomatologia) (última actualização Janeiro 2012) 01.Consulta VALOR A1.01.01.01 1ª Consulta de medicina dentária (check 0 up+orçamento) A1.01.01.05 Consulta de urgência ( observação+medicação)

Leia mais

Aumento horizontal de rebordo maxilar anterior com enxerto de osso de origem bovina

Aumento horizontal de rebordo maxilar anterior com enxerto de osso de origem bovina 36 Aumento horizontal de rebordo maxilar anterior com enxerto de osso de origem bovina Horizontal augmentation of anterior maxillary alveolar ridge using bovine bone graft Célia Maria Braga 1 Juliana de

Leia mais

Instruções de Uso TCP DENTAL HP

Instruções de Uso TCP DENTAL HP Visando a praticidade e facilidade ao acesso às instruções de uso, a Ortech Medical está disponibilizando os documentos para download no site: www.ortechmedical.com.br. IMPORTANTE: Para baixar as instruções

Leia mais

Carga imediata pós extracção com implantes cónicos Alvim tipo Cone Morse nas reabilitações da maxila

Carga imediata pós extracção com implantes cónicos Alvim tipo Cone Morse nas reabilitações da maxila Implantologia Carga imediata pós extracção com implantes cónicos Alvim tipo Cone Morse nas reabilitações da maxila A reabilitação total da arcada superior dentária constitui um desafio à escala das possibilidades

Leia mais

Tabela de preços convencionada para medicina dentária e estomatologia

Tabela de preços convencionada para medicina dentária e estomatologia Tabela de preços convencionada para medicina dentária e estomatologia Em consequência de condições específicas convencionadas com os prestadores, o valor assumido pela Pessoa Segura poderá, em algumas

Leia mais

Prótese Parcial Removível

Prótese Parcial Removível Prótese Parcial Removível Objetivo: Reabilitar arcos parcialmente desdentados, devolvendo as funções estética, fonética e mastigatória, podendo ser removida tanto pelo profissional como pelo paciente,

Leia mais

Porque a Implantodontia tem que ser simples

Porque a Implantodontia tem que ser simples REVISTA Ano 2 - edição 3 Porque a Implantodontia tem que ser simples 16 pag.indd 1 Novo Pilar Temporário Índice Mais versátil do que isso, só esperando o dente nascer de novo. 5-6 9-10 Provisórios de Longa

Leia mais

Catálogo de Produtos

Catálogo de Produtos Catálogo de Produtos O Sistema INP é uma empresa consolidada no Brasil desde 1993, sendo uma das pioneiras na área da Implantodontia, evoluindo nos últimos anos para oferecer soluções em biomateriais e

Leia mais

Reabilitação de Espaços Reduzidos no Sentido Mésio-Distal com Implantes de Pequeno Diametro Caso clínico

Reabilitação de Espaços Reduzidos no Sentido Mésio-Distal com Implantes de Pequeno Diametro Caso clínico Artigo Técnico Implantologia Reabilitação de Espaços Reduzidos no Sentido Mésio-Distal com Implantes de Pequeno Diametro Caso clínico José Ferreira Médico dentista Prática clínica em Implantologia Aluno

Leia mais

CONDIÇÕES ESPECIAIS COBERTURA DE ASSISTÊNCIA DENTÁRIA - COMPARTICIPAÇÃO A CARGO DA PESSOA SEGURA

CONDIÇÕES ESPECIAIS COBERTURA DE ASSISTÊNCIA DENTÁRIA - COMPARTICIPAÇÃO A CARGO DA PESSOA SEGURA CONDIÇÕES ESPECIAIS COBERTURA DE ASSISTÊNCIA DENTÁRIA - COMPARTICIPAÇÃO A CARGO DA PESSOA SEGURA 1. CONSULTA (1) 10109 Consulta de urgência (com exclusão de tratamentos) S/Custo 10110 Exame clínico/consulta

Leia mais

Instruções de Uso IMPLANTE DENTÁRIO SIGNO VINCES

Instruções de Uso IMPLANTE DENTÁRIO SIGNO VINCES Instruções de Uso IMPLANTE DENTÁRIO SIGNO VINCES Este dispositivo médico implantável requer procedimentos específicos e altamente especializados. Somente deverá ser realizado por cirurgiões dentistas com

Leia mais

Tabela de Preços/Descontos. Público em geral. Consulta de Medicina Dentária. Dentisteria e Estética. Restauração com Compósito ou Amálgama 50 45

Tabela de Preços/Descontos. Público em geral. Consulta de Medicina Dentária. Dentisteria e Estética. Restauração com Compósito ou Amálgama 50 45 SMILt Tabela de Preços/Descontos Designação Público em geral Comunidade IPLeiria Consulta de Medicina Dentária Consulta de Medicina Dentária 50 45 Consulta de Urgência 50 45 Dentisteria e Estética Restauração

Leia mais

Tabela de Preços Convencionados para Medicina Dentária e Estomatologia

Tabela de Preços Convencionados para Medicina Dentária e Estomatologia Tabela de Preços Convencionados para Medicina Dentária e Estomatologia Em consequência de condições específicas convencionadas com os prestadores, o valor assumido pela Pessoa Segura poderá, em algumas

Leia mais

Tomografia Computorizada Dental

Tomografia Computorizada Dental + Universidade do Minho M. I. Engenharia Biomédica Beatriz Gonçalves Sob orientação de: J. Higino Correia Tomografia Computorizada Dental 2011/2012 + Casos Clínicos n Dentes privados do processo de erupção

Leia mais

INSTRUÇÕES DE USO. Nome técnico: IMPLANTES DENTÁRIOS (OSSEOINTEGRÁVEL) Nome comercial: IMPLANTE DENTÁRIO Modelo comercial: Ver lista abaixo.

INSTRUÇÕES DE USO. Nome técnico: IMPLANTES DENTÁRIOS (OSSEOINTEGRÁVEL) Nome comercial: IMPLANTE DENTÁRIO Modelo comercial: Ver lista abaixo. INSTRUÇÕES DE USO Produto: Nome técnico: IMPLANTES DENTÁRIOS (OSSEOINTEGRÁVEL) Nome comercial: IMPLANTE DENTÁRIO Modelo comercial: Ver lista abaixo. PROSS CILÍNDRICO HE SS Ø5,0 PROSS CILÍNDRICO HE Ø5,0

Leia mais

Tabela de Copagamentos de Estomatologia

Tabela de Copagamentos de Estomatologia Tabela de de Estomatologia A tabela apresentada reúne os principais atos médicos contratados e respetivos copagamentos. Consulte em www.tranquilidade.pt a tabela com a totalidade dos atos médicos/copagamentos.

Leia mais

COBERTURAS DO PLANO VIP PLUS

COBERTURAS DO PLANO VIP PLUS COBERTURAS DO PLANO VIP PLUS DESCRIÇÃO DO SERVIÇO 01. DIAGNÓSTICO Exame clínico inicial Consultas com hora marcada Exame clínico final Exame admissional (exame de sanidade dentária) 02. ATENDIMENTO DE

Leia mais

GRAZIELLY BARBOSA CARVALHO TÉCNICAS DE MANEJO DE TECIDO MOLE EM PRÓTESES IMPLANTO-SUPORTADAS ANTERIORES

GRAZIELLY BARBOSA CARVALHO TÉCNICAS DE MANEJO DE TECIDO MOLE EM PRÓTESES IMPLANTO-SUPORTADAS ANTERIORES GRAZIELLY BARBOSA CARVALHO TÉCNICAS DE MANEJO DE TECIDO MOLE EM PRÓTESES IMPLANTO-SUPORTADAS ANTERIORES BELO HORIZONTE UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS 2010 GRAZIELLY BARBOSA CARVALHO TÉCNICAS DE MANEJO

Leia mais

Catálogo de Produtos. Desde 1985» Simples. Previsível. Rentável

Catálogo de Produtos. Desde 1985» Simples. Previsível. Rentável BR Catálogo de Produtos Desde 1985» Simples. Previsível. Rentável 2012 IMPLANTES Cavidade Conectora de 3.0mm Integra-CP COMPONENTES DE MOLDAGEM A NÍVEL DE IMPLANTE SYNTHOGRAFT Nº DO PROD. DIÂMETRO COMPRIMENTO

Leia mais

à cirurgia periodontal

à cirurgia periodontal Introdução à cirurgia periodontal C. Marcelo S. Figueredo Por Carlos Marcelo da Silva Figueredo,, DDS, MDSc, PhD cmfigueredo@hotmail hotmail.com www.periodontiamedica periodontiamedica.com Cirurgia periodontal

Leia mais

A nova dimensão na regeneração do tecido mole

A nova dimensão na regeneração do tecido mole A nova dimensão na regeneração do tecido mole Geistlich Mucograft : a matriz 3D... Seguindo sua tradição de pioneiro, com a Geistlich Mucograft, a nova matriz 3D, a Geistlich leva a regeneração do tecido

Leia mais

Biomateriais. Catálogo. Biomateriais. Excelência e Evolução

Biomateriais. Catálogo. Biomateriais. Excelência e Evolução Biomateriais Excelência e Evolução Catálogo Biomateriais Empresa Linha de Produtos Inovação com qualidade A Bionnovation é uma empresa brasileira especializada na fabricação de biomateriais, que oferece

Leia mais

CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM IMPLANTE e PRÓTESE SOBRE IMPLANTE CENTRO DE ESTUDOS

CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM IMPLANTE e PRÓTESE SOBRE IMPLANTE CENTRO DE ESTUDOS CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM IMPLANTE e PRÓTESE SOBRE IMPLANTE CENTRO DE ESTUDOS MANUAL DO ALUNO 2014 Docentes e Professores Convidados Prof. Dr. Jean Kleber Brito CRO 9795-GO Implantodontista / Prótese- Diretor

Leia mais

DOSSIER. Biomateriais. Recriar a Biologia. Texto: ANA ALBERNAZ. 28 www.saudeoral.pt

DOSSIER. Biomateriais. Recriar a Biologia. Texto: ANA ALBERNAZ. 28 www.saudeoral.pt Biomateriais Recriar a Biologia Texto: ANA ALBERNAZ 28 Mesmo em época de crise económica em que o investimento em Investigação e desenvolvimento abrandou, continuam a surgir novos diária e cujo valor é

Leia mais

IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PACIENTE DR. MARCOLINO ANTONIO PELLICANO DR. BENEDITO UMBERTO BUENO

IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PACIENTE DR. MARCOLINO ANTONIO PELLICANO DR. BENEDITO UMBERTO BUENO IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PACIENTE DR. MARCOLINO ANTONIO PELLICANO DR. BENEDITO UMBERTO BUENO 1 IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS PORQUE PODEM SER COLOCADOS QUANDO PODEM SER COLOCADOS COMO

Leia mais

UNIODONTO BELÉM - COOPERATIVA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ODONTOLOGICA TABELA DE ATOS NÃO COBERTOS - NOMENCLATURA DOS ATOS - PREVENÇÃO R$ 81000073

UNIODONTO BELÉM - COOPERATIVA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ODONTOLOGICA TABELA DE ATOS NÃO COBERTOS - NOMENCLATURA DOS ATOS - PREVENÇÃO R$ 81000073 UNIODONTO BELÉM COOPERATIVA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ODONTOLOGICA TABELA DE ATOS NÃO COBERTOS NOMENCLATURA DOS ATOS PREVENÇÃO R$ 81000073 CONSULTA ODONTOLÓGICA PARA AVALIAÇÃO TÉCNICA DE AUDITORIA 130,00

Leia mais

Porta Rolos de algodão - azul ou branco. New Compress - Gaze TNT 5x5 cm 200 unidades. New Mask Pro Shield - Máscaras c/ Viseira

Porta Rolos de algodão - azul ou branco. New Compress - Gaze TNT 5x5 cm 200 unidades. New Mask Pro Shield - Máscaras c/ Viseira DESCARTÁVEIS New cotton rolls - Rolos de algodão nº2-300 gr. Porta Rolos de algodão - azul ou branco New Compress - Gaze TNT 5x5 cm 200 unidades New Mask Pro Shield - Máscaras c/ Viseira New Mask - Máscaras

Leia mais

Manual de Implantes Ankylos

Manual de Implantes Ankylos Manual de Implantes Ankylos 2 INTRODUÇÃO Os implantes dentais osseointegrados têm sido considerados como uma alternativa no tratamento do desdentado total e parcial, o que ajuda a superar as dificuldades

Leia mais

TABELA TUSS LIFE EMPRESARIAL SAÚDE

TABELA TUSS LIFE EMPRESARIAL SAÚDE CÓDIGO DIAGNÓSTICO USO VERDE AZUL BRONZE PRATA OURO VIP 81000065 Consulta Inicial ou para auditoria 32,00 C C C C C C 84000244 Teste de Fluxo Salivar 32,00 C C C C C C 84000252 Teste de Ph Salivar 32,00

Leia mais

Reconstrução alveolar com enxerto ósseo autógeno e malha de titânio: análise de 16 casos

Reconstrução alveolar com enxerto ósseo autógeno e malha de titânio: análise de 16 casos Reconstrução alveolar com enxerto ósseo autógeno e malha de titânio: análise de 16 casos lveolar reconstruction with autogenous bone graft and titanium micromesh: analysis of 16 cases Rafael Ortega-Lopes*

Leia mais

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. 21. Quanto ao mecanismo de fratura de um dente, podemos considerar como principal fator determinante:

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. 21. Quanto ao mecanismo de fratura de um dente, podemos considerar como principal fator determinante: 2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PRÓTESE DENTÁRIA 21. Quanto ao mecanismo de fratura de um dente, podemos considerar como principal fator determinante: a) Tratamento endodôntico. b) Perda da estrutura

Leia mais

TÉCNICA DE DOBRA CIRÚRGICA PARA REABERTURA DE IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS SURGICAL FOLD TECHNIQUE FOR OSSEOINTEGRATED IMPLANTS OPENING

TÉCNICA DE DOBRA CIRÚRGICA PARA REABERTURA DE IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS SURGICAL FOLD TECHNIQUE FOR OSSEOINTEGRATED IMPLANTS OPENING TÉCNICA DE DOBRA CIRÚRGICA PARA REABERTURA DE IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS SURGICAL FOLD TECHNIQUE FOR OSSEOINTEGRATED IMPLANTS OPENING AUTORES: MOTTA, Sergio. Coordenador dos Cursos de Aperfeiçoamento de

Leia mais

8º Curso de Aperfeiçoamento em Implantologia e Prótese sobre Implantes (2014)

8º Curso de Aperfeiçoamento em Implantologia e Prótese sobre Implantes (2014) 8º Curso de Aperfeiçoamento em Implantologia e Prótese sobre Implantes (2014) ESTA PÓS GRADUAÇÃO DESTINA-SE A TODOS OS MÉDICOS DENTISTAS QUE PRETENDAM INICIAR OU APROFUNDAR CONHECIMENTOS NA ÁREA DE REABILITAÇÃO

Leia mais

COBERTURA DE PLANOS PESSOA FÍSICA DENTALPAR MASTER I E MASTER IV

COBERTURA DE PLANOS PESSOA FÍSICA DENTALPAR MASTER I E MASTER IV COBERTURA DE PLANOS PESSOA FÍSICA DENTALPAR MASTER I E MASTER IV DIAGNÓSTICO exame inicial exame periódico perícia procedimento diagnóstico anatomopatológico exame histopatológico teste de fluxo salivar

Leia mais

Sua melhor opção. Manual de Orientação 1

Sua melhor opção. Manual de Orientação 1 Sua melhor opção. Manual de Orientação 1 2 Manual de Orientação Julho/2013 (2 a edição) Indice Orientação ao Paciente Introdução 04 Implantes dentais 04 Titânio - a matéria-prima dos implantes 05 Osseointegração

Leia mais

Centro Av. Frei Pacífico Wagner,653 11660 903 Caraguatatuba SP T F 55 12 3897 2000

Centro Av. Frei Pacífico Wagner,653 11660 903 Caraguatatuba SP T F 55 12 3897 2000 Nome Curso: IMPLANTE. Implantando idéias, um curso diferente. Curso de extensão Universitária Natureza: Teórico prático Data do inicio do curso: 27 de agosto de 2010 Local: Clinica Universitário Módulo

Leia mais

EDITAL DO VI ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E IV JORNADA INTEGRADA DE ODONTOLOGIA E MEDICINA (JIOME) DA UNINCOR, CAMPUS BELO HORIZONTE

EDITAL DO VI ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E IV JORNADA INTEGRADA DE ODONTOLOGIA E MEDICINA (JIOME) DA UNINCOR, CAMPUS BELO HORIZONTE UNIVERSIDADE VALE DO RIO VERDE PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO EDITAL DO VI ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E IV JORNADA INTEGRADA DE ODONTOLOGIA E MEDICINA (JIOME) DA UNINCOR, CAMPUS

Leia mais

RESOLUÇÃO ESTÉTICA ANTERIOR COM COROA IMPLANTOSSUPORTADA CONSTRUÍDA DIRETAMENTE TE SOBRE MUNHÃO

RESOLUÇÃO ESTÉTICA ANTERIOR COM COROA IMPLANTOSSUPORTADA CONSTRUÍDA DIRETAMENTE TE SOBRE MUNHÃO RESOLUÇÃO ESTÉTICA ANTERIOR COM COROA IMPLANTOSSUPORTADA CONSTRUÍDA DIRETAMENTE TE SOBRE MUNHÃO Dr. Alex Antônio Maciel de Oliveira Especialista em Implantodontia Consultor científico do Sistema Friccional

Leia mais

Utilização da crista ilíaca nas reconstruções ósseas da cavidade oral. Relato de caso

Utilização da crista ilíaca nas reconstruções ósseas da cavidade oral. Relato de caso Artigo Inédito 1 41 2 42 3 4 Utilização da crista ilíaca nas reconstruções ósseas da cavidade oral. Relato de caso 43 44 7 47 8 9 Claudio Ferreira NóIA*de OlIveIRA**NóIA*** Rafael Ortega lopes****mazzonetto*****

Leia mais

Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico. Clemente Augusto Varella de Lacerda

Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico. Clemente Augusto Varella de Lacerda Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico Clemente Augusto Varella de Lacerda Implantes unitários cone morse com carga imediata: Acompanhamento Longitudinal CURITIBA 2010 Clemente Augusto

Leia mais

Por: Renato Fabricio de Andrade Waldemarin; Guilherme Brião Camacho e Vinícius Marcel Ferst

Por: Renato Fabricio de Andrade Waldemarin; Guilherme Brião Camacho e Vinícius Marcel Ferst Por: Renato Fabricio de Andrade Waldemarin; Guilherme Brião Camacho e Vinícius Marcel Ferst Técnica 1: Faceta I.Dente vital e preparo protético pronto. 1. Medir a altura e a largura do dente homológo do

Leia mais

Artrodese do cotovelo

Artrodese do cotovelo Artrodese do cotovelo Introdução A Artrite do cotovelo pode ter diversas causas e existem diversas maneiras de tratar a dor. Esses tratamentos podem ter sucesso pelo menos durante um tempo. Mas eventualmente,

Leia mais

TIPO DE TRATAMENTO PREÇO ( )

TIPO DE TRATAMENTO PREÇO ( ) 01. CONSULTA Consulta (exame clínico) 39,00 Consulta (exame clínico "Check-up" sem tratamentos) 29,00 02. MEDICINA DENTÁRIA PREVENTIVA Aplicação tópica de fluor c/ moldeiras 10,00 Selante de fissuras p/dente

Leia mais

Tabela Simplificare Denti I

Tabela Simplificare Denti I Tabela Simplificare Denti I Em consequência de condições especifícas convencionadas com os prestadores, o valor assumido pela Pessoa Segura poderá, em algumas circunstâncias, ser inferior ao valor máximo

Leia mais

REABILITAÇÃO DA MUSCULATURA PERIORAL: GENGIVA ARTIFICIAL REMOVÍVEL

REABILITAÇÃO DA MUSCULATURA PERIORAL: GENGIVA ARTIFICIAL REMOVÍVEL 115 REABILITAÇÃO DA MUSCULATURA PERIORAL: GENGIVA ARTIFICIAL REMOVÍVEL Lydia de Brito Santos* Nélia de Medeiros Sampaio** Atlas Edson Moleros Nakamae*** RESUMO Prótese gengival, epítese gengival ou máscara

Leia mais

Qual o estado atual das reabilitações de maxilas atróficas com osseointegração?

Qual o estado atual das reabilitações de maxilas atróficas com osseointegração? Qual o estado atual das reabilitações de maxilas atróficas com osseointegração? Hugo Nary Filho responde O tratamento do edentulismo maxilar, com a utilização de implantes osseointegráveis, vem experimentando

Leia mais

Tabela SimplifiCare Denti

Tabela SimplifiCare Denti Tabela SimplifiCare Denti DESCRITIVO E CONSTITUIÇÃO PACK DE SAÚDE ORAL Primeira Consulta de Medicina Dentária Consulta de Medicina Dentária Consulta de Reavaliação Consulta de urgência Consulta de Especialidade

Leia mais

Regeneração Membranas de Colagénio

Regeneração Membranas de Colagénio Regeneração Membranas de Colagénio Membrana Dentária Colagénio A Membrana Dentária GT-Medical é fabricada com Atelo-colagénio de tipo I, sem ligações cruzadas adicionais e com uma matriz semi-translúcida,

Leia mais

Lentes de contato dental: construindo um protocolo previsível

Lentes de contato dental: construindo um protocolo previsível Lentes de contato dental: construindo um protocolo previsível Weider Silva Especialista em Dentística. Especialista em Prótese. Especialista em Implantodontia. Professor do Curso de Especialização de Dentística

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / SOEBRAS UTILIZAÇÃO DE BIOMATERIAIS EM ALVÉOLOS APÓS EXODONTIA PARA MANUTENÇÃO DA CRISTA ÓSSEA ALVEOLAR

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / SOEBRAS UTILIZAÇÃO DE BIOMATERIAIS EM ALVÉOLOS APÓS EXODONTIA PARA MANUTENÇÃO DA CRISTA ÓSSEA ALVEOLAR INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / SOEBRAS NARJHARA PALMA SOARES UTILIZAÇÃO DE BIOMATERIAIS EM ALVÉOLOS APÓS EXODONTIA PARA MANUTENÇÃO DA CRISTA ÓSSEA ALVEOLAR Brasília, 2012 NARJHARA PALMA SOARES

Leia mais

INSTRUÇÕES DE USO Implantes Dentários SINGULAR (Osseointegrável)

INSTRUÇÕES DE USO Implantes Dentários SINGULAR (Osseointegrável) INSTRUÇÕES DE USO Implantes Dentários SINGULAR (Osseointegrável) Versão Instrução de Uso: 00 Responsável Técnico: Dalton Matos Rodrigues - CRO-RN no2627 Registro ANVISA Nº: Fabricado por: DMR INDÚSTRIA

Leia mais

Tabelas de Preços. Unidade de Saúde Oral

Tabelas de Preços. Unidade de Saúde Oral Estomatologia HIDROXIAPATITE (1g) 190,80 2ª CIRURGIA P/PILAR DE CICATRIZAÇÃO 50,00 ALO ENXERTO OSSEO 316,35 APARELHO BRUXOGARD 100,00 APARELHO TMD APLIANCE 100,00 APARELHO TMJ APLIANCE 100,00 APICECTOMIA

Leia mais

Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico. Ruy Sergio Penteado

Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico. Ruy Sergio Penteado Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico Ruy Sergio Penteado Enxerto de Bloco Ósseo em Áreas Estéticas Relato de caso clínico CURITIBA 2010 Ruy Sergio Penteado Enxerto de Bloco Ósseo

Leia mais

Dentição Convênios Odontológicos Tabela de Procedimentos Odontológicos Dentalprev - descrição e códigos TUSS

Dentição Convênios Odontológicos Tabela de Procedimentos Odontológicos Dentalprev - descrição e códigos TUSS Dentição Convênios Odontológicos Tabela de Procedimentos Odontológicos Dentalprev - descrição e códigos TUSS Nome Código Observações Cir.Traum.Buco-Max-Fac Aprofundamento/aumento de vestíbulo 82000190

Leia mais

2011.1 IMPLANTODONTIA - UFPE UFPE

2011.1 IMPLANTODONTIA - UFPE UFPE 2011.1 UFPE IMPLANTODONTIA - UFPE Manual da Disciplina Eletiva de Implantodontia do Departamento de Prótese e Cirurgia Buco Facial da Universidade Federal de Pernambuco UNIDADES PROGRAMÁTICAS DATA CONTEÚDO

Leia mais

DentalRede, Lda Tabela a aplicar ao: Exército Português

DentalRede, Lda Tabela a aplicar ao: Exército Português DentalRede, Lda Tabela a aplicar ao: Exército Português 1 - CONSULTA 10110 Exame clínico/consulta S/Custo 2 - ODONTOLOGIA PREVENTIVA 20630 Destartarização, polimento (Limpeza) S/Custo 20610 Aplicação tópica

Leia mais

PERFIL DEMOGRÁFICO DOS CONSULTÓRIOS

PERFIL DEMOGRÁFICO DOS CONSULTÓRIOS SUMÁRIO EXECUTIVO PERFIL DEMOGRÁFICO DOS CONSULTÓRIOS - Região - Idade do titular - Ano de abertura da clínica - Número de dentistas - Número de cadeiras - Especialização MACRO TENDÊNCIAS Especialidades

Leia mais

Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico Carolina Martin

Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico Carolina Martin 0 Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico Carolina Martin Avaliação do comportamento ósseo após instalação imediata de implantes com o uso do HA- TCP: Estudo em tomografias computadorizadas

Leia mais

Tratamento de erupção passiva alterada para melhorar a estética do sorriso

Tratamento de erupção passiva alterada para melhorar a estética do sorriso DICAS DE PERIODONTIA Tratamento de erupção passiva alterada para melhorar a estética do sorriso Clozza, Emanuele Residente, Departamento de Periodontia e Implantodontia, New York, NY, EUA Suzuki, Takanori

Leia mais

TABELA PARA O AGREGADO FAMILIAR. Tabela 2011

TABELA PARA O AGREGADO FAMILIAR. Tabela 2011 Dental Clinic New Generaction www.newgeneraction.com.pt Os sócios, colaboradores e familiares do SIT, poderão usufruir do Plano de Medicina Oral - DentalClinic New Generaction, mediante o pagamento de

Leia mais

TABELA DE PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS

TABELA DE PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS TABELA DE PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS Obs. Para encontrar o valor dos serviços prestados pelos dentistas conveniados multiplica-se a quantidade de U.S.O. (Unidade Serviços Odontológicos) pelo valor estabelecido

Leia mais

SEQUÊNCIA DE POLIMENTO DE CERÔMEROS

SEQUÊNCIA DE POLIMENTO DE CERÔMEROS SEQUÊNCIA DE POLIMENTO DE CERÔMEROS Dr. Alex Antônio Maciel de Oliveira Especialista em Implantodontia Consultor científico do Sistema Friccional de Implantes Kopp Contato: alexamaciel@hotmail.com Nos

Leia mais

Cobertura do Plano Star

Cobertura do Plano Star Cobertura do Plano Star Diagnóstico Consulta inicial Exame histopatológico Condicionamento em odontologia. Urgência Curativo em caso de hemorragia bucal consiste na aplicação de hemostático e sutura no

Leia mais

PLANEJAMENTO VIRTUAL, CIRURGIA SEM RETALHO E FUNÇÃO IMEDIATA: UMA NOVA REALIDADE NA IMPLANTODONTIA

PLANEJAMENTO VIRTUAL, CIRURGIA SEM RETALHO E FUNÇÃO IMEDIATA: UMA NOVA REALIDADE NA IMPLANTODONTIA PLANEJAMENTO VIRTUAL, CIRURGIA SEM RETALHO E FUNÇÃO IMEDIATA: UMA NOVA REALIDADE NA IMPLANTODONTIA José Cícero Dinato Doutor em Implantodontia Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Mestre em Prótese

Leia mais

Cobertura RN 338 Lei 9656/98:

Cobertura RN 338 Lei 9656/98: Cobertura RN 338 Lei 9656/98: CÓDIGO PROCEDIMENTO Flex 30% GRUPO 87000032 CONDICIONAMENTO EM ODONTOLOGIA PARA PACIENTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS R$ 7,62 CONSULTAS 81000030 CONSULTA ODONTOLÓGICA R$ 10,58

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO Nº. 011-2009/DIASS

ORDEM DE SERVIÇO Nº. 011-2009/DIASS ORDEM DE SERVIÇO Nº. 011-2009/DIASS Inclui novos materiais nas áreas de ortopedia e neurocirurgia. O Diretor de Assistência do Instituto de Assistência dos Servidores Públicos do Estado de Goiás - IPASGO

Leia mais

Há mais de 30 anos semeando sorrisos no Brasil e, agora, no mundo todo.

Há mais de 30 anos semeando sorrisos no Brasil e, agora, no mundo todo. Há mais de 30 anos semeando sorrisos no Brasil e, agora, no mundo todo. A Dentoflex vai ainda mais longe A Dentoflex está no mercado odontológico há mais de 30 anos e não para de se reiventar. Para ser

Leia mais

ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DO PERIODONTO

ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DO PERIODONTO ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DO PERIODONTO ESTUDAR COM ATENÇÃO AMPLIAR AS IMAGENS PARA OBSERVAR OS DETALHES O periodonto (peri= em redor de; odontos = dente) compreende a gengiva, o ligamento periodontal,

Leia mais

SERÁ? Guia Definitivo do Cliente 2015 - Implante Dentário 1

SERÁ? Guia Definitivo do Cliente 2015 - Implante Dentário 1 Apesar do grande volume de buscas na internet por informações sobre Implantes Dentários, a grande maioria das pessoas continuam sofrendo com a falta de um ou mais dentes, ou ainda, precisando usar as velhas

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO-CIENTÍFICO FINAL (Observação: as informações prestadas neste relatório poderão, no todo ou em parte, ser publicadas pela FAPESC.

RELATÓRIO TÉCNICO-CIENTÍFICO FINAL (Observação: as informações prestadas neste relatório poderão, no todo ou em parte, ser publicadas pela FAPESC. RELATÓRIO TÉCNICO-CIENTÍFICO FINAL (Observação: as informações prestadas neste relatório poderão, no todo ou em parte, ser publicadas pela FAPESC.) Chamada Pública Universal 03/2006 1.1. N do Contrato:

Leia mais

ANEXO I TABELA PARA ASSISTIDOS PLANO INDIVIDUAL INTERMEDIÁRIO FAIXA ETÁRIA PLANO INTERMEDIÁRIO

ANEXO I TABELA PARA ASSISTIDOS PLANO INDIVIDUAL INTERMEDIÁRIO FAIXA ETÁRIA PLANO INTERMEDIÁRIO ANEXO I TABELA PARA ASSISTIDOS PLANO INDIVIDUAL INTERMEDIÁRIO FAIXA ETÁRIA PLANO INTERMEDIÁRIO DE 0 A 17 ANOS R$56,00 DE 18 A 29 ANOS R$78,40 DE 30 A 39 ANOS R$100,80 DE 40 A 49 ANOS R$123,20 DE 50 A 59

Leia mais

Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico. Fernando Schwambach

Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico. Fernando Schwambach Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico Fernando Schwambach Enxertos em Bloco utilizando Banco de Ossos CURITIBA 2010 Fernando Schwambach Enxertos em Bloco utilizando Banco de Ossos

Leia mais