Departamento de Recursos Humanos / DRH SUA EMPRESA ESTÁ PREPARADA?

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Departamento de Recursos Humanos / DRH SUA EMPRESA ESTÁ PREPARADA?"

Transcrição

1 SUA EMPRESA ESTÁ PREPARADA? Setembro/2015

2 ESOCIAL: SUA EMPRESA ESTÁ PREPARADA? Habitantes: (Fonte: IBGE ) Servidores Públicos: (Fonte: DRH) Orçamento Geral: R$ 2 bilhões (previsão anual Secretaria da Fazenda) Área total: 1.099,60 Km 2 (Fonte: Área de Proteção Ambiental: 52,36% (Fonte:

3 ESTRUTURA: 21 SECRETARIAS 44 DEPARTAMENTOS CLT COMISSÃO EFETIVO ESTAGIARIO DIVISÕES 673 CORREIOS / LOCAIS SERVIDORES EVENTUAL PRAZO DETERMINADO PREFEITO - 1 SECRETÁRIO - 21 VICE PREFEITO - 1

4 GERENCIAMENTO DOS RECURSOS HUMANOS: Departamento de Recursos Humanos Divisão de Administração de Pessoas Divisão de Saúde Ocupacional Supervisões de Cadastro, Frequência, Folha de Pagamento e Benefícios RHs Externos: Saúde, Educação e SEDC Secretaria de Administração Departamento de Gestão de Pessoas Divisão de Gestão de Cargos Carreiras e Salários Divisão de Treinamento e Desenvolvimento

5 HISTÓRICO: Jul/2015 Out/2014, em Taubaté 1º Curso / Manual 1.1 Dez/2014, em São Paulo 2º Curso Fev/2015 Manual 2.0 Set/2016 Jan/2017 Publicação da Versão 2.1 do Manual Início envio da informação em teste Envio da informação em Produção

6 COMO O DRH ESTÁ SE PREPARANDO PARA SE ADEQUAR AO ESOCIAL?: Pura legislação, aplicada ao rigor. ; Revisão do Estatuto do Servidor e das Leis específicas, em conformidade com a CLT e Constituição Federal; Revisão dos processos como um todo; É recomendável que se tenha um Gestor do esocial com conhecimento amplo da empresa e com trânsito livre em todas as áreas;

7 COMO O DRH ESTÁ SE PREPARANDO PARA SE ADEQUAR AO ESOCIAL?: Formação de Equipes de Trabalho: DRH Finanças Tecnologia da Informação Reuniões de Gestores do esocial, toda quinta-feira, para acompanhamento das pendências e agilizar a tomada de decisão; Hotsite no Polaris:

8

9

10

11

12 PLANEJAMENTO DOS PROJETOS: Preparação / Conscientização e entendimento: Análise Desenvolvimento Implantação Estudo do Manual: Evento, Leiautes, Tabelas e Regras de Validação Especificação Plano de Mudança Desenvolvimento e testes de software Treinamento Testes de Impacto Mudança de cultura e procedimentos de trabalho

13 Cronograma Treinamento Período de Recadastramento Entrega dos Documentos Período de Validação de Documentos Maio Semanas Junho Julho 18/05 25/05 01/06 08/06 15/06 22/06 29/06 06/07 EVENTO DO CADASTRAMENTO INICIAL DO VÍNCULO (S-2100): Antes do esocial 60 campos Qualificação dos dados para o esocial Dados prontos Com o esocial 120 campos Banco de Dados do SGRH 60 novos campos Higienização de Dados Recadastramento Atualização manual Banco de Dados do SGRH Departamento de Recursos Humanos / DRH

14 RECADASTRAMENTO: O esocial deixou clara a necessidade de um Recadastramento; Definição do ambiente: Intranet Não foi possível adotar uma solução sem uso de papel; Público alvo: servidores (não incluímos estagiários e eventuais; Definição de responsáveis por setor / correio; Descentralização do recebimento dos documentos por RH específico: Paço, Saúde, Educação e SEDC; Criação de um e ramal específicos para esclarecimento de dúvidas; Definição de cronograma do Recadastramento;

15 CLAUDIA CARVALHO xxx.xxx.xxx-xx Departamento de Recursos Humanos / DRH

16 CLAUDIA CARVALHO xxx.xxx.xxx-xx XXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXX Departamento de Recursos Humanos / DRH

17

18

19 RECADASTRAMENTO: Relatórios para acompanhar o andamento diariamente; Cobrança vindo dos gabinetes dos Secretários(as) para as diretorias de departamento; Posição em 01/09/2015: Enviados / validados: 97,76% Faltantes: 2,24% (194 funcionários, entre eles os reclusos, licenciados, afastados)

20 O QUE MUDAR? Identificadores obrigatórios do trabalhador: NIS (PIS/PASEP/NIT) + CPF + Nome; Qualificação Cadastral - Resolução nº 4, de 20/08/ /08/2015, para empregadores / empregados domésticos; 01/02/2016, para demais obrigados ao esocial.

21

22 O QUE MUDAR? Revisão de processos: Admissão: Prazos; Impressos; Relação de documentos; Segurança do Trabalho: Informatização; Padronização;

23 O QUE MUDAR? Afastamentos: Códigos; Regras de lançamento; Revisão dos Horários: horários criados, desde 2000; horários sendo utilizados, por servidores (exceto professores);

24 O QUE MUDAR? Rubricas 562 rubricas, sendo 476 ativas em folha de pagamento; Tipo da Rubrica: Vencimento, Desconto, Informativa ou Informativa dedutora; Descrição; Natureza da Rubrica (esocial) Código de Incidência Tributária de Previdência Social, de IRRF, para FGTS e para Contribuição Sindical Laboral; Repercute no cálculo de DSR, décimo terceiro, férias e rescisão; Fator da Rubrica Processo Judicial Contribuição Previdenciária, IRRF, FGTS ou Contribuição Sindical

25 O QUE MUDAR? Folha de pagamento esocial: Abertura e fechamento; Se necessário corrigir, fazer Reabertura, correção e novo fechamento; E as reposições, de atrasos, faltas, etc?; Demonstrativo de pagamento com competência da rubrica;

26 DIFICULDADES: Liberação de vários manuais (1.0 / 1.1 / 2.0 / 2.1) gerando análise consecutivas, para detectar as alterações; Necessidade de análise e interpretação simultânea do manual de orientação, tabelas e leiautes, além das regras de validação; Necessidade de orientação Jurídica para esclarecer dúvidas na elaboração das tabelas, pois, como o esocial é novo, ainda não construímos uma consultoria jurídica para esse fim; Ausência de site oficial para esclarecimento de dúvidas;

27 DIFICULDADES: Manual teórico sem base prática; Necessidade de um Gestor para o esocial, com acesso e trânsito livre dentro da Instituição, para atuar como mediador entre os departamentos; Desconhecimento geral sobre a importância do esocial.

28 Obrigada a todos!!!... Departamento de Recursos Humanos / DRH

Adequação ao esocial Como se preparar?

Adequação ao esocial Como se preparar? www.pwc.com.br/esocial Adequação ao esocial Como se preparar? Agenda 1 2 3 4 5 Introdução O que é o esocial? Pesquisa Como as empresas estão se preparando? Impactos Mudanças no manual e seus impactos Discussão

Leia mais

E-SOCIAL. Comunicamos que entrará em vigor, a partir de Abril de 2014, o novo projeto do governo, denominado E-Social.

E-SOCIAL. Comunicamos que entrará em vigor, a partir de Abril de 2014, o novo projeto do governo, denominado E-Social. E-SOCIAL Comunicamos que entrará em vigor, a partir de Abril de 2014, o novo projeto do governo, denominado E-Social. O E-Social é um projeto do governo federal que vai unificar o envio de informações

Leia mais

Aprovação e divulgação do leiaute (padronização)

Aprovação e divulgação do leiaute (padronização) Legislação Início legal Ato Declaratório Executivo Sufis nº 5 de 17/07/2013, publicado no DOU em 18/07/2013 Aprovação e divulgação do leiaute (padronização) Manual V. 1.1 Site esocial - www.esocial.gov.br

Leia mais

O que é o esocial? esocial subprojeto do SPED

O que é o esocial? esocial subprojeto do SPED O que é o esocial? esocial subprojeto do SPED Transmissão única Informações de folha de pagamento e de outras obrigações trabalhistas, previdenciárias e tributárias pelo empregador em relação aos seus

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC PROF. MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico em

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão em Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico em

Leia mais

Navegação em Nuvem. Abrangência Atual

Navegação em Nuvem. Abrangência Atual SPED Apresentação Instituído pelo Decreto nº 6.022, de 22 de janeiro de 2007, o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento do Governo Federal (PAC

Leia mais

Saiba tudo sobre o esocial

Saiba tudo sobre o esocial Saiba tudo sobre o esocial Introdução Com a criação do Sistema Público de Escrituração Digital (Sped), o Governo propiciou maior controle e agilidade na fiscalização das informações contábeis e fiscais

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO 217-5699 PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FORMULÁRIO DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DA DIREÇÃO DAS ESCOLAS MUNICIPAIS DE NATAL PELA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO 217-5699 PREFEITURA

Leia mais

Cenário Atual. Os empregadores devem preencher inúmeras declarações e documentos que possuem as mesmas informações.

Cenário Atual. Os empregadores devem preencher inúmeras declarações e documentos que possuem as mesmas informações. índice O que é o esocial?...03 Cenário Atual...04 Cenário Ideal...05 Abrangência...06 Identificadores das Empresas...07 Identificadores...08 Módulo Consulta Cadastral...09 Órgãos envolvidos no Projeto...11

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec ETEC PAULINO BOTELHO Código: 91 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão de Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de TÉCNICO

Leia mais

PRINCIPAIS PONTOS PARA IMPLEMENTAÇÃO E GESTÃO DO esocial COM SEGURANÇA E SUCESSO

PRINCIPAIS PONTOS PARA IMPLEMENTAÇÃO E GESTÃO DO esocial COM SEGURANÇA E SUCESSO PRINCIPAIS PONTOS PARA IMPLEMENTAÇÃO E GESTÃO DO esocial COM SEGURANÇA E SUCESSO Versão MOS 2.0 versus 2.1 Com as alterações da Legislação Previdenciária De acordo com as Resoluções CDES 1/2015 e 2/2015

Leia mais

Uma nova era nas relações entre Empregados, Empregadores e Governo

Uma nova era nas relações entre Empregados, Empregadores e Governo Uma nova era nas relações entre Empregados, Empregadores e Governo CONSTRUÇÃO CONJUNTA Receita Federal do Brasil; Caixa; Instituto Nacional do Seguro Social INSS; Ministério da Previdência Social MPS;

Leia mais

DRH-Excelência. Ministério Público do Trabalho. Vinícius Pinto Corrêa Chefe da Coordenação de Desenvolvimento de Pessoas/DRH

DRH-Excelência. Ministério Público do Trabalho. Vinícius Pinto Corrêa Chefe da Coordenação de Desenvolvimento de Pessoas/DRH DRH-Excelência Ministério Público do Trabalho Vinícius Pinto Corrêa Chefe da Coordenação de Desenvolvimento de Pessoas/DRH Motivação do Projeto Recepção de requerimentos com documentação incompleta para

Leia mais

Formulários Eletrônicos e Processos para o esocial

Formulários Eletrônicos e Processos para o esocial Formulários Eletrônicos e Processos para o esocial 1. Objetivos 2. Definições dos Formulários Eletrônicos 3. Validações Automáticas de Dados 4. Relatórios de Inconsistências 5. Definição e Regras Gerais

Leia mais

O que é o esocial? esocial subprojeto do SPED. MTE, CAIXA, RFB, Previdência, outros

O que é o esocial? esocial subprojeto do SPED. MTE, CAIXA, RFB, Previdência, outros O que é o esocial? esocial subprojeto do SPED Transmissão única Informações de folha de pagamento e de outras obrigações trabalhistas, previdenciárias e tributárias pelo empregador em relação aos seus

Leia mais

MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE LUCAS DO RIO VERDE CONTROLE INTERNO

MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE LUCAS DO RIO VERDE CONTROLE INTERNO 1/8 1) DOS OBJETIVOS: 1.1) Disciplinar e normatizar os procedimentos operacionais na administração de recursos humanos; 1.2) Garantir maior segurança na admissão e exoneração de pessoal; 1.3) Manter atualizado

Leia mais

APRENDA AS MUDANÇAS DE FORMA FÁCIL

APRENDA AS MUDANÇAS DE FORMA FÁCIL 2014 APRENDA AS MUDANÇAS DE FORMA FÁCIL I S O esocial está causando arrepios, mas pouca gente já sabe exatamente o que é. Em poucas palavras, o esocial é um programa do governo federal que tenta consolidar

Leia mais

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. esocial - FECON 19/02/2014

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. esocial - FECON 19/02/2014 esocial - FECON 19/02/2014 Contextualização - Objetivo do Projeto OBJETIVOS - O que é o esocial Conceitos básicos - Qualificação cadastral - Povoamento da base - Eventos Não periódicos - Eventos periódicos

Leia mais

esocial: Integração no Ambiente Sped SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL

esocial: Integração no Ambiente Sped SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL esocial: Integração no Ambiente Sped SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL NF-e Abrangência ECD esocial EFD EFD - IRPJ CT-e NFS-e E-Lalur FCont O esocial é um projeto do governo federal que vai unificar

Leia mais

e-social Divisão Trabalhista e Previdenciária Agosto de 2013

e-social Divisão Trabalhista e Previdenciária Agosto de 2013 Divisão Trabalhista e Previdenciária Agosto de 2013 Conceito de EFD-Social O (EFD-Social) é um projeto do governo federal que visa a unificação das obrigações trabalhistas, previdenciárias e tributárias

Leia mais

Agora começa a ser implementado o esocial, que constituirá a maior e mais complexa parte do Sped.

Agora começa a ser implementado o esocial, que constituirá a maior e mais complexa parte do Sped. Introdução O que é esocial? Com a criação do Sistema Público de Escrituração Digital (Sped), o Governo propiciou maior controle e agilidade na fiscalização das informações contábeis e fiscais das empresas

Leia mais

Dra. Valéria de Souza Telles. esocial - Dra. Valéria de Souza Telles 1

Dra. Valéria de Souza Telles. esocial - Dra. Valéria de Souza Telles 1 Dra. Valéria de Souza Telles esocial - Dra. Valéria de Souza Telles 1 Manual de Orientação do e - Social Versão 1.0 (Ato Declaratório Executivo SUFIS nº 5/13 DOU de 18/07/2013) Manual de Orientação do

Leia mais

Assunto. esocial. Diminuir o custo de produção, o controle e disponibilização das informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais;

Assunto. esocial. Diminuir o custo de produção, o controle e disponibilização das informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais; Ref.: nº 34/2013 esocial 1. Conceito O esocial é um projeto do Governo Federal que vai coletar as informações descritas em seu objeto, armazenando-as em Ambiente Nacional, possibilitando aos órgãos participantes,

Leia mais

Este Manual aplica-se a todos os Usuário de T.I. do Ministério Público de Goiás. ATIVIDADE AUTORIDADE RESPONSABILIDADE Manter o Manual Atualizado

Este Manual aplica-se a todos os Usuário de T.I. do Ministério Público de Goiás. ATIVIDADE AUTORIDADE RESPONSABILIDADE Manter o Manual Atualizado Versão 01 - Página 1/8 1 Objetivo Orientar o usuário de T.I. a solicitar atendimento. Mostrar o fluxo da solicitação. Apresentar a Superintendência 2 Aplicação Este Manual aplica-se a todos os Usuário

Leia mais

Coordenação-Geral de Suporte ao Desenvolvimento e Segurança de Sistemas - CGSDS. Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos SIAPE

Coordenação-Geral de Suporte ao Desenvolvimento e Segurança de Sistemas - CGSDS. Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos SIAPE Coordenação-Geral de Suporte ao Desenvolvimento e Segurança de Sistemas - CGSDS Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos SIAPE Documentação de Serviços de Interoperabilidade Versão 1.2 Índice

Leia mais

Entenda o PNAFM MAXCITY / UNYLEYA. Melhores Cidades

Entenda o PNAFM MAXCITY / UNYLEYA. Melhores Cidades Entenda o PNAFM MAXCITY / UNYLEYA Melhores Cidades MAXCITY Consultoria nasceu com o objetivo de ajudar as Prefeituras a: Captarem recursos junto ao BID. Sugerir, criar e viabilizar projetos de investimentos.

Leia mais

Orientações para o. Alexandre Lages Cavalcante Controlador Geral do Estado. Juliana Barros da Cruz Oliveira Superintendente de Controle Financeiro

Orientações para o. Alexandre Lages Cavalcante Controlador Geral do Estado. Juliana Barros da Cruz Oliveira Superintendente de Controle Financeiro Orientações para o Controle de Convênios Alexandre Lages Cavalcante Controlador Geral do Estado Juliana Barros da Cruz Oliveira Superintendente de Controle Financeiro Maio/2010 Devolução de recursos de

Leia mais

A preparação das empresas para o esocial

A preparação das empresas para o esocial www.pwc.com.br A preparação das empresas para o esocial Fevereiro de 2014 (DC2) Uso Restrito na PwC - Confidencial Agenda O esocial e seus impactos Sobre a pesquisa Principais conclusões Governança do

Leia mais

Capacitação de Usuários no uso de Sistemas de Informação

Capacitação de Usuários no uso de Sistemas de Informação Capacitação de Usuários no uso de Sistemas de Informação Projeto Básico (pdf) A Gerência de Sistemas GESIS, da Gerência Geral de Gestão do Conhecimento e Documentação- GGCON, tem como objetivo Implantar

Leia mais

Tributação Imobiliária no Brasil Revendo Desafios

Tributação Imobiliária no Brasil Revendo Desafios SEMINÁRIO INTERNACIONAL TRIBUTAÇÃO IMOBILIÁRIA INICIATIVAS PARA O FORTALECIMENTO DA AÇÃO FISCAL DOS MUNICÍPIOS EM TRIBUTAÇÃO IMOBILIÁRIA Escola de Administração Fazendária _ ESAF Lincoln Institute of Land

Leia mais

Cargos/Funções necessárias no desenvolvimento das atividades: GERENTE DE ATIVIDADE, ASSISTENTE TÉCNICO ESPECIALIZADO E ASSISTENTE OPERACIONAL

Cargos/Funções necessárias no desenvolvimento das atividades: GERENTE DE ATIVIDADE, ASSISTENTE TÉCNICO ESPECIALIZADO E ASSISTENTE OPERACIONAL Cargos/Funções necessárias no desenvolvimento das atividades: GERENTE DE ATIVIDADE, ASSISTENTE TÉCNICO ESPECIALIZADO E ASSISTENTE OPERACIONAL MACRO FUNÇÃO ATIVIDADE TAREFA Verificar Tabela de Bancos, Analisar

Leia mais

Agenda. Cenário da Indústria

Agenda. Cenário da Indústria Agenda Cenário da Indústria Retrato da Indústria Participação (%) Tributos (2009) PIB (2012) Salários (2012) 45 26,3 24,6 Emprego (2012) 24,6 51 Exportações (2012) Fonte: IBGE, RAIS/MTE, SECEX/MDIC, DECONTEC/FIESP;

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA 2015/2016

CONVENÇÃO COLETIVA 2015/2016 CONVENÇÃO COLETIVA 2015/2016 A seguir reproduzimos as cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho entre o SINPROCIM e SINDPRESP, em relação a convenção anterior. REAJUSTE SALARIAL A partir de 1º de março

Leia mais

Palestrantes: Reginaldo da Silva dos Santos, André Bocchi e. Luis Antônio dos Santos

Palestrantes: Reginaldo da Silva dos Santos, André Bocchi e. Luis Antônio dos Santos esocial SEMINÁRIO Uma realidade RETENÇÕES a ser DE enfrentada IMPOSTOS pelos E CONTRIBUIÇÕES profissionais de RH, Contabilidade e de Gestão Administrativa Palestrantes: André Bocchi da Silva Reginaldo

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO Secretaria de Tecnologia da Informação

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO Secretaria de Tecnologia da Informação TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO Secretaria de Tecnologia da Informação REGIONALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE TI MAPEAMENTO DE PROVIDÊNCIAS INICIAIS Março/2014 V 1.1 REGIONALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE TI MAPEAMENTO

Leia mais

Programa Bolsa-Sênior

Programa Bolsa-Sênior CHAMADA PÚBLICA 09/2015 Programa Bolsa-Sênior A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná divulga a presente Chamada Pública e convida as instituições de ensino

Leia mais

Agenda: ü Conceito do e- Social; ü Saúde e Segurança do Trabalho SSO- EHS; ü e- Social e a Saúde e Segurança do Trabalho;

Agenda: ü Conceito do e- Social; ü Saúde e Segurança do Trabalho SSO- EHS; ü e- Social e a Saúde e Segurança do Trabalho; Agenda: ü Conceito do e- Social; ü Saúde e Segurança do Trabalho SSO- EHS; ü e- Social e a Saúde e Segurança do Trabalho; 1. O que é o esocial? Um Sistema de Escrituração Fiscal Digital das obrigações

Leia mais

ESOCIAL. Fluxo de Informações

ESOCIAL. Fluxo de Informações ESOCIAL Fluxo de Informações Options Informática Ltda. A Pioneira em Saúde e 15/01/2015 Suíte-Options e o esocial 2 Leiautes do esocial envolvidos: 3 S-2100 - Cadastramento Inicial do Vínculo 3 S-2200

Leia mais

O termo compliance é originário do verbo, em inglês, to comply, e significa estar em conformidade com regras, normas e procedimentos.

O termo compliance é originário do verbo, em inglês, to comply, e significa estar em conformidade com regras, normas e procedimentos. POLÍTICA DE COMPLIANCE INTRODUÇÃO O termo compliance é originário do verbo, em inglês, to comply, e significa estar em conformidade com regras, normas e procedimentos. Visto isso, a REAG INVESTIMENTOS

Leia mais

Férias Web. Como utilizar este recurso do MarteWeb. Universidade de São Paulo

Férias Web. Como utilizar este recurso do MarteWeb. Universidade de São Paulo Como utilizar este recurso do MarteWeb Cartilha destinada aos servidores docentes e técnicos-administrativos da Universidade de São Paulo Universidade de São Paulo Sumário Apresentação 03 Férias Web 04

Leia mais

INSTRUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 01/2006, ATUALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO 2012

INSTRUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 01/2006, ATUALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO 2012 INSTRUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 01/2006, ATUALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO 2012 REGRAS E CRITÉRIOS PARA O FUNCIONAMENTO DAS OPERAÇÕES DE CONTAS A PAGAR ATRAVÉS DA FADEX TERESINA PI, FEVEREIRO DE 2012 INSTRUÇÃO

Leia mais

Legislação. Lei Complementar n 150/2015. Art. 7, parágrafo único, da Constituição Federal

Legislação. Lei Complementar n 150/2015. Art. 7, parágrafo único, da Constituição Federal Simples Doméstico Legislação Lei Complementar n 150/2015 Art. 7, parágrafo único, da Constituição Federal Quem é empregado doméstico? Art. 1 o da LC n 150/2015 Ao empregado doméstico, assim considerado

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO REGIMENTO INTERNO DO DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DA UFRRJ

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO REGIMENTO INTERNO DO DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DA UFRRJ MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO REGIMENTO INTERNO DO DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DA UFRRJ Art. 1 O presente Regimento Interno estabelece diretrizes para disciplinar

Leia mais

Circular SUSEP Nº285, de 21 de Março de 2005. Versão atualizada pela Circular SUSEP Nº297.

Circular SUSEP Nº285, de 21 de Março de 2005. Versão atualizada pela Circular SUSEP Nº297. Circular SUSEP Nº285, de 21 de Março de 2005. Versão atualizada pela Circular SUSEP Nº297. Cadastro de recursos dos sistemas de informação e mapa de saldos. Gustavo Dias - CEINF Marcos de Almeida - DECON

Leia mais

Prefeitura Municipal de Castelo Av. Nossa Senhora da Penha, 103 Centro Cep: 29360 000 Castelo/ES Tel.: +55 28 3542 2124 8526

Prefeitura Municipal de Castelo Av. Nossa Senhora da Penha, 103 Centro Cep: 29360 000 Castelo/ES Tel.: +55 28 3542 2124 8526 DECRETO Nº 13.492 DE 25 DE SETEMBRO DE 2014. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 017/2014, DISPÕE SOBRE OS PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO NA PREFEITURA MUNICIPAL DE CASTELO / ES, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

RELATÓRIO DAS TRÊS GERAÇÕES PROJETO GPC EXERCÍCIO 2007

RELATÓRIO DAS TRÊS GERAÇÕES PROJETO GPC EXERCÍCIO 2007 I Projeto GPC GESTÃO POR PROJETOS NO CONFEA Período do R3G junho/2007 Mettass 1 2 3 4 5 6 1100%% % 9900% 9900% 5566,,88% 7733,,88% 1155% JJ FF M A M JJ JJ A SS O N D - 2007 RESUMO A) Progresso geral 64,8%

Leia mais

Fundação de Apoio à Capacitação em Tecnologia da Informação - Facti PROCEDIMENTO DA QUALIDADE PROCEDIMENTO DE RESCISÃO / MOVIMENTAÇÃO DE PESSOAL

Fundação de Apoio à Capacitação em Tecnologia da Informação - Facti PROCEDIMENTO DA QUALIDADE PROCEDIMENTO DE RESCISÃO / MOVIMENTAÇÃO DE PESSOAL Fundação de Apoio à Capacitação em Tecnologia da Informação - Facti PROCEDIMENTO DA QUALIDADE PROCEDIMENTO DE RESCISÃO / MOVIMENTAÇÃO DE PESSOAL Código Revisão Confidencialidade Data Página RH0002/12 Rev.

Leia mais

LANÇAMENTO DE PROCESSOS

LANÇAMENTO DE PROCESSOS LANÇAMENTO DE PROCESSOS Objetivo: Demonstrar como funciona o novo Menu Lançamentos de Processos - criado dentro da aba esocial Grupo Movimentos Menu Lançamento de Processos - que permite o cadastro (inclusão

Leia mais

Instrução Normativa PROEX/IFRS nº 13, de 17 de dezembro de 2013.

Instrução Normativa PROEX/IFRS nº 13, de 17 de dezembro de 2013. Instrução Normativa PROEX/IFRS nº 13, de 17 de dezembro de 2013. Estabelece o fluxo e os procedimentos para o registro, a análise e o acompanhamento das ações de extensão do IFRS e dá outras providências.

Leia mais

EIXO 4 - SISTEMAS E PROCESSOS DE GESTÃO

EIXO 4 - SISTEMAS E PROCESSOS DE GESTÃO ANEXO 13: NECESSIDADES DE CONHECER DO DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES DE RE- CURSOS HUMANOS (DESIS) 1. Referentes ao Planejamento Estratégico EIXO 4 - SISTEMAS E PROCESSOS DE GESTÃO

Leia mais

Software para Gerenciamento de Sistemas de Gestão

Software para Gerenciamento de Sistemas de Gestão Software para Gerenciamento de Sistemas de Gestão Sabemos que implementar e monitorar um Sistema de Gestão é um grande desafio, pois temos que planejar, controlar e verificar muitos registros, papéis,

Leia mais

MANUAL DE PARAMETRIZAÇÃO E PROCESSAMENTO CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS (CAGED)

MANUAL DE PARAMETRIZAÇÃO E PROCESSAMENTO CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS (CAGED) MANUAL DE PARAMETRIZAÇÃO E PROCESSAMENTO CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS (CAGED) Este material contém informações para as parametrizações do sistema Domínio Módulo Folha de Pagamento. Informações:

Leia mais

Implantação NG ADM. Setor Implantação

Implantação NG ADM. Setor Implantação Implantação NG ADM Setor Implantação Este treinamento faz parte da Metodologia Geral de implantação ( Manual de serviços ) Tem o foco teórico É flexível e pode ser adaptada Ainda está em evolução Orientações

Leia mais

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS FT DE GESTÃO PÚBLICA - "A SANTA MARIA QUE QUEREMOS" Visão: Que em 2020 Santa Maria seja um município que preste Serviços de Qualidade a seus cidadãos, com base

Leia mais

Relatório Trabalhista

Relatório Trabalhista www.sato.adm.br 1987 legislação consultoria assessoria informativos treinamento auditoria pesquisa qualidade Relatório Trabalhista Nº 099 09/12/96 INSS EM ATRASO TABELA DE COEFICIENTES PARA DEZEMBRO/96

Leia mais

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE ATENDIMENTO A SISTEMAS

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE ATENDIMENTO A SISTEMAS MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE ATENDIMENTO A SISTEMAS CHEFE DA SEÇÃO DE ATENDIMENTO A SISTEMAS (FC-5) Área: Administrativa Unidade: Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação ATIVIDADE

Leia mais

COMPETÊNCIA, CONSCIENTIZAÇÃO E TREINAMENTO

COMPETÊNCIA, CONSCIENTIZAÇÃO E TREINAMENTO COMPETÊNCIA, CONSCIENTIZAÇÃO E TREINAMENTO OBJETIVO DA SEÇÃO Esta seção apresenta a Competência, Conscientização e do Sistema da Qualidade da TELEDATA que atende ao item 6.2.2 Norma ISO 9001:2008. DIRETRIZES

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Página: 1/5 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Módulo Rubi Avançado : 20:00 A quem se destina: Todos que tiverem a necessidade de administrar de forma avançada o módulo Rubi para facilitar o controle de Valores Folha

Leia mais

PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2012

PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2012 PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2012 1 SUMÁRIO INTRODUÇÃO 3 CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO 5 CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO 7 CAPACITAÇÃO

Leia mais

Portal do Servidor. Orientações para acesso e usabilidade. Rua José Cañellas, 138, Sala 402, Centro, CEP 98400-000 Frederico Westphalen RS

Portal do Servidor. Orientações para acesso e usabilidade. Rua José Cañellas, 138, Sala 402, Centro, CEP 98400-000 Frederico Westphalen RS Portal do Servidor Orientações para acesso e usabilidade Rua José Cañellas, 138, Sala 402, Centro, CEP 98400-000 Frederico Westphalen RS Phone 55-3744.3636 suporte@digifred.com.br http://www.digifred.com.br

Leia mais

Como preparar minha empresa para o esocial?

Como preparar minha empresa para o esocial? 1 Como preparar minha empresa para o esocial? SUMÁRIO Introdução Você sabe o que é o esocial? Como está sua empresa? Os pontos mais importantes para se adequar 3.1 - Criar um comitê 3.2 - Mapear os processos

Leia mais

Sistema Gestão Comercial 2012

Sistema Gestão Comercial 2012 Sistema Gestão Comercial 2012 Charles Mendonça Analista de Sistemas Charles Informática Tecnologia & Sistemas Charles System Gestão Empresarial O Charles System é um software para empresas ou profissionais

Leia mais

Quais são os objetivos?

Quais são os objetivos? O que é EFD-Social EFD é a sigla para Escrituração Fiscal Digital. É o nome dado ao sistema que vai unificar o registro de escrituração das empresas em um único cadastro a ser compartilhado por diversos

Leia mais

INFORMAÇÕES AOS CANDIDATOS À DESIGNAÇÃO EM 2015 LEIA ATENTAMENTE

INFORMAÇÕES AOS CANDIDATOS À DESIGNAÇÃO EM 2015 LEIA ATENTAMENTE INFORMAÇÕES AOS CANDIDATOS À DESIGNAÇÃO EM 2015 Nesta página você irá encontrar informações importantes para efetuar sua inscrição com segurança. LEIA ATENTAMENTE 1 Os locais, prazos e horários para inscrição

Leia mais

FORMULÁRIO DE PROGRAMA DE EXTENSÃO

FORMULÁRIO DE PROGRAMA DE EXTENSÃO Registro na Extensão Nº: Em / / FORMULÁRIO DE PROGRAMA DE EXTENSÃO 1 - Identificação: 1.1 - Título 1 : 1.2 - Área Temática Principal (assinalar apenas uma área temática, aquela que melhor define o problema

Leia mais

Programa RH-Folh@ Serviços Especializados de Apoio à Gestão do Programa

Programa RH-Folh@ Serviços Especializados de Apoio à Gestão do Programa Programa RH-Folh@ Serviços Especializados de Apoio à Gestão do Programa Apresentação da nova fase do Programa RH Folh@ 19 de dezembro de 2013 Objetivos da reunião Apresentar a nova fase do projeto RH Folh@

Leia mais

esocial Como iniciar a implantação Parceria Fenabrave-SC Anelore B Tolardo

esocial Como iniciar a implantação Parceria Fenabrave-SC Anelore B Tolardo esocial Como iniciar a implantação Parceria Fenabrave-SC Anelore B Tolardo O que é o esocial Nova forma de enviar as informações dos trabalhadores para o governo. SPED Sistema Público de Escrituração Digital

Leia mais

SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL COMITÊ GESTOR DO ESOCIAL RESOLUÇÃO Nº 4, DE 20 DE AGOSTO DE 2015

SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL COMITÊ GESTOR DO ESOCIAL RESOLUÇÃO Nº 4, DE 20 DE AGOSTO DE 2015 SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL COMITÊ GESTOR DO ESOCIAL RESOLUÇÃO Nº 4, DE 20 DE AGOSTO DE 2015 FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Decreto nº 8.373, de 11 de dezembro de 2014; Resolução n 2, de 3 de julho de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultoria pessoa física para serviços de preparação

Leia mais

Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá - INCIT PLANO ANUAL DE TREINAMENTO

Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá - INCIT PLANO ANUAL DE TREINAMENTO Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá - INCIT PLANO ANUAL DE TREINAMENTO Itajubá/MG Fevereiro de 2012 Plano Anual de 2 de 11 Revisão 01 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1 OBJETIVO GERAL... 4 2

Leia mais

Projeto de Extensão 1 IDENTIFICAÇÃO DO EVENTO

Projeto de Extensão 1 IDENTIFICAÇÃO DO EVENTO 1 IDENTIFICAÇÃO DO EVENTO Título: PROJETO DE GESTÃO E VALORIZAÇÃO DE PESSOAS Data de realização: a partir de 2013 Local de realização: IESUR Clientela: Colaboradores e acadêmicos do IESUR Unidade organizadora

Leia mais

PLANEJAMENTO OPERACIONAL: RECURSOS HUMANOS E FINANÇAS MÓDULO 16

PLANEJAMENTO OPERACIONAL: RECURSOS HUMANOS E FINANÇAS MÓDULO 16 PLANEJAMENTO OPERACIONAL: RECURSOS HUMANOS E FINANÇAS MÓDULO 16 Índice 1. Orçamento Empresarial...3 2. Conceitos gerais e elementos...3 3. Sistema de orçamentos...4 4. Horizonte de planejamento e frequência

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN Pró-Reitoria de Recursos Humanos- PRH Departamento de Administração de Pessoal DAP

Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN Pró-Reitoria de Recursos Humanos- PRH Departamento de Administração de Pessoal DAP DAP DIVISÃO DE PAGAMENTO E ATENDIMENTO SEÇÃO DE CONTROLE DE PAGAMENTO MACROPROCESSO: 2 PROCESSAMENTO DA FOLHA PROCESSO: 2.1 PAGAMENTO DE SERVIDORES ATIVOS FORNECEDOR ATIVIDADES PRODUTO CLIENTE RECOMENDAÇÕES

Leia mais

RAIS 2014 Relação Anual de. Informações Sociais

RAIS 2014 Relação Anual de. Informações Sociais RAIS 2014 Relação Anual de Informações Sociais Copyright 2013 1 Definição: Relação Anual de Informação Social: Todo estabelecimento deve fornecer ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), por meio da

Leia mais

A EXPERIÊNCIA DO GSI/PR NA

A EXPERIÊNCIA DO GSI/PR NA A EXPERIÊNCIA DO GSI/PR NA IMPLANTAÇÃO DO SEI 29 JUN 2015 Agenda O GSI/PR Cronogramas de implantação do SEI Normativos criados Estratégias de implantação Desafios e dificuldades Contribuições do GSI/PR

Leia mais

esocial A TRANSFORMAÇÃO DA RELAÇÃO DE TRABALHO E DE ARRECAÇÃO SOBRE A FOLHA DE PAGAMENTO

esocial A TRANSFORMAÇÃO DA RELAÇÃO DE TRABALHO E DE ARRECAÇÃO SOBRE A FOLHA DE PAGAMENTO esocial A TRANSFORMAÇÃO DA RELAÇÃO DE TRABALHO E DE ARRECAÇÃO SOBRE A FOLHA DE PAGAMENTO CENÁRIO ATUAL EMARANHADO DE NORMAS E LEIS INÚMERAS OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS INFORMAÇÕES NÃO CONSOLIDADAS E DE MÁ QUALIDADE

Leia mais

PROGAM Programa para a Governança Municipal Sistema Tributário on-line. Sistema Tributário On-line. Recadastramento

PROGAM Programa para a Governança Municipal Sistema Tributário on-line. Sistema Tributário On-line. Recadastramento Sistema Tributário On-line Recadastramento Introdução O PROGAM Programa de Governança Municipal desenvolveu o Sistema Tributário on-line com objetivo de aperfeiçoar a administração tributária no tocante

Leia mais

Manual para Utilização dos Sistemas LAPA, LACA e LPHA

Manual para Utilização dos Sistemas LAPA, LACA e LPHA Manual para Utilização dos Sistemas LAPA, LACA e LPHA : Fábio da Silva Adamo- Diretor de Serviços Ana Paula Garcia- Responsável pelo Núcleo de Pagamento Equipe Gerenciamento: Daiana da Silva Raizaro Ilaercio

Leia mais

MANUAL DE ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES

MANUAL DE ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS DO ESPÍRITO SANTO ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES DAS UNIDADES GESTORAS E OPERACIONAIS GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO MANUAL DE ATRIBUIÇÕES E

Leia mais

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU - BRASIL

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU - BRASIL REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO Nº 10.15 A FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU BRASIL (FPTI-BR) torna público que serão recebidas as inscrições para o Processo Seletivo nº 10.15 sob contratação em regime

Leia mais

VISÃO GERAL DO E-SOCIAL

VISÃO GERAL DO E-SOCIAL VISÃO GERAL DO E-SOCIAL 1 VISÃO GERAL DO E-SOCIAL SUMÁRIO 1.0 Introdução......03 2.0 Considerações Iniciais......03 2.1 Objeto do esocial......03 2.2 Conceito do esocial......03 2.3 Objetivos do projeto......03

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Envio das informações sobre os valores do adiantamento salarial para o Manad

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Envio das informações sobre os valores do adiantamento salarial para o Manad Envio das informações sobre os valores do adiantamento salarial para o Manad 15/05/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação...

Leia mais

esocial PROJETO, IMPLANTAÇÃO E PRINCIPAIS IMPACTOS JUNTO A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

esocial PROJETO, IMPLANTAÇÃO E PRINCIPAIS IMPACTOS JUNTO A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA esocial PROJETO, IMPLANTAÇÃO E PRINCIPAIS IMPACTOS JUNTO A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PÚBLICO-ALVO Servidores de órgãos públicos federais, estaduais ou municipais e sociedades de economia mista, empresas privadas

Leia mais

PROCEDIMENTO DE MERCADO AM.02. Atendimento ao Agente de Mercado

PROCEDIMENTO DE MERCADO AM.02. Atendimento ao Agente de Mercado PROCEDIMETO DE MERCADO 3.0 ATEDIMETO AO AGETE DE MERCADO PROCEDIMETO DE MERCADO AM.02 ao Agente de Mercado Responsável pelo PM: Acompanhamento do Mercado COTROLE DE ALTERAÇÕES Versão Data Descrição da

Leia mais

Sistema Folhamatic Apostila de Treinamento Presencial

Sistema Folhamatic Apostila de Treinamento Presencial Sistema Folhamatic Apostila de Treinamento Presencial Autor: Equipe Treinamento Índice Central Folhamatic...4 Atualizador Automático... 4 Auto Backup... 4 Talkmatic Suporte Online... 4 Backup / Retorno

Leia mais

Como o esocial muda o dia a dia da sua empresa?

Como o esocial muda o dia a dia da sua empresa? Como o esocial muda o dia a dia da sua empresa? SISTEMA HUMANUS DE GESTÃO DE RH O QUE É O ESOCIAL? O esocial é um projeto do governo federal que vai unificar o envio de informações pelo empregador em relação

Leia mais

Prefeitura Municipal de Camacan ESTADO DA BAHIA Serviço Público Municipal

Prefeitura Municipal de Camacan ESTADO DA BAHIA Serviço Público Municipal DECRETO nº. 2.105, de25 de Setembro de 2015. EMENTA: Decreta auditoria na folha de pagamento com recadastramento dos servidores, ativo, inativo, pensionistas e aposentados em atividade do Município de

Leia mais

Minuta de Termo de Referência

Minuta de Termo de Referência Minuta de Termo de Referência Contratação de serviço para elaboração do mapeamento, análise, propostas e implantação de melhorias nos processos de trabalho da Coordenadoria Geral de Licenciamento Ambiental

Leia mais

03/05/2015. Entendendo o esocial

03/05/2015. Entendendo o esocial Entendendo o esocial 1 O que é o esocial O esocialé o instrumento de unificação da prestação das informações referentes à escrituração das obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas e tem por finalidade

Leia mais

COMPETÊNCIAS E DESAFIOS DO SECRETÁRIO DE FINANÇAS. Fernando Carlos Almeida

COMPETÊNCIAS E DESAFIOS DO SECRETÁRIO DE FINANÇAS. Fernando Carlos Almeida COMPETÊNCIAS E DESAFIOS DO SECRETÁRIO DE FINANÇAS Fernando Carlos Almeida A QUESTÃO Quais os compromissos do Secretário Municipal de Finanças com a gestão financeira moderna e responsável, com a execução

Leia mais

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS FT DE GESTÃO PÚBLICA - "A SANTA MARIA QUE QUEREMOS" Visão: Que em 2020 Santa Maria seja um município que preste Serviços de Qualidade a seus cidadãos, com base

Leia mais

Integração ADMRH com AGROSYS

Integração ADMRH com AGROSYS Treinamentos no produto AdmRH CGI - Consultoria Gaúcha de Informática Ltda - Divisão de treinamentos Guia do Aluno Versão 1.0 Integração ADMRH com AGROSYS Empresa: Participante: Data: Os produtos da CGI

Leia mais

e-social - VERSÃO 2.1

e-social - VERSÃO 2.1 Recursos Humanos OBRIGAÇÕES TRABALHISTA E PREVIDENCIÁRIA NA FOLHA DE PAGAMENTO Março de 2016 - Brasília Realização Workshop OBRIGAÇÕES TRABALHISTA E PREVIDENCIÁRIA NA FOLHA DE PAGAMENTO Apresentação Com

Leia mais

Protocolo. nº041/2012 FORMULÁRIO PARA CADASTRO DE PROJETO DE PESQUISA E EXTENSÃO

Protocolo. nº041/2012 FORMULÁRIO PARA CADASTRO DE PROJETO DE PESQUISA E EXTENSÃO Protocolo nº041/2012 FORMULÁRIO PARA CADASTRO DE PROJETO DE PESQUISA E EXTENSÃO 1. Instruções 1 O Formulário deverá ser enviado via e-mail para a Secretaria do NIPE: nipe@eafmuz.gov.br; 2 O projeto será

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL (PRSA) Julho 2015 SCOTIABANK BRASIL S/A BANCO MULTIPLO (SBB)

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL (PRSA) Julho 2015 SCOTIABANK BRASIL S/A BANCO MULTIPLO (SBB) POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL (PRSA) Julho 2015 SCOTIABANK BRASIL S/A BANCO MULTIPLO (SBB) Política de Responsabilidade Socioambiental (PRSA) (Resumo) Índice I. Introdução 03 II. Objetivo

Leia mais

Procuradoria da República em Rondônia MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS. Suporte operacional de TIC

Procuradoria da República em Rondônia MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS. Suporte operacional de TIC Procuradoria da República em Rondônia MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS Suporte operacional de TIC 0 2. 0 1 S U P O RT E O P E R AC I O N A L D E T I C Manual de Normas e Procedimentos Versão 1.0 Julho

Leia mais

Assessoria de Imprensa e Comunicação

Assessoria de Imprensa e Comunicação PORTARIA 74/06 - SMG Assessoria de Imprensa e Comunicação Dispõe sobre os critérios e procedimentos para valoração e apuração dos pontos relativos à capacitação e participação em atividades realizadas

Leia mais

Curso esocial voltado à Administração Pública - Uma Relação Transparente com o Fisco.

Curso esocial voltado à Administração Pública - Uma Relação Transparente com o Fisco. Mostrar Todos Curso esocial voltado à Administração Pública - Uma Relação Transparente com o Fisco. Aspectos Tributários e Trabalhistas, no SPED, através da prática aplicada. Agora é Oficial! Instituído

Leia mais